Aleijadinho. Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aleijadinho. Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva"

Transcrição

1 Aleijadinho Alunos: Carina Giacomini Júlio César Antunes Nogueira Leonardo Miyahira Thaysa Taíra Silva

2 Vida e obra de Aleijadinho Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasceu em Vila Rica, hoje Ouro Preto-MG. Filho de um mestre-de-obras português, Manuel Francisco Lisboa, um dos primeiros a atuar como arquiteto em MG, e de uma escrava que se chamava Isabel(Antonia Maria de São Pedro) A formação profissional e artística de Aleijadinho é atribuída ao contato com a atividade do pai e a oficina do tio, Antônio Francisco Pombal, famoso entalhador de Vila Rica. Além do apoio do abridor de cunhos João Gomes Batista e o escultor e entalhador José Coelho de Noronha.

3 Vida e obra de Aleijadinho Até seus 47 anos, passou a vida no exercício de sua arte, cuidando sempre em ter boa mesa, e no gozo de perfeita saúde; de em diante, as moléstias, provindas talvez em grande parte de excessos venéreos, começaram a atacá-lo fortemente. O apelido que o celebrizou veio de enfermidade que o foi aos poucos deformando e cuja natureza é objeto de controvérsias. Uns a apontam como sífilis, outros como lepra, outros ainda como tromboangeíte obliterante ou ulceração gangrenosa das mãos e dos pés. Aleijadinho perdeu todos os dedos dos pés, do que resultou não poder andar senão de joelhos; os das mãos atrofiaram-se e curvaram, e mesmo chegaram a cair, restando-lhe somente, e ainda assim quase sem movimento, os polegares e os indicadores. De concreto se sabe que ao perder os dedos dos pés ele passou a andar de joelhos, protegendo-os com dispositivos de couro, ou a se fazer carregar. Ao perder os dedos das mãos, passou a esculpir com o cinzel e o martelo amarrados aos punhos pelos ajudantes.

4 Vida e obra de Aleijadinho A consciência que tinha Antônio Francisco da desagradável impressão que causava sua fisionomia dera-lhe o hábito de ir de madrugada para o lugar em que tinha de trabalhar. Possuía um escravo africano de nome Maurício, que trabalhava como entalhador, e o acompanhava por toda a parte; era este quem adaptava os ferros e o macete às mãos imperfeitas do grande escultor. Era Maurício quem o ajudava a amarrar-se a um aparelho de couro, com o qual, fixado aos joelhos, movimentava-se agilmente. Tinha mais de sessenta anos e já comprometido por sua doença quando, em Congonhas do Campo, realizou suas obras-primas: as estátuas em pedrasabão dos 12 profetas ( ), no adro da igreja, e as 66 figuras em cedro que compõem os passos da Via Cruz (1796), no espaço do santuário de Nosso Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

5 Congonhas do Campo Setenta e oito esculturas que compõem um dos mais esplêndidos conjuntos de arte barroca do mundo: são as 66 imagens no cedro dos Passos da Paixão e os 12 Profetas na pedra-sabão. Entre elas contam-se, no mínimo, 40 peças consideradas obras-primas. Esse conjunto, executado no espaço de apenas dez anos, de 1796 a 1805, por um só escultor, o Aleijadinho, e alguns oficiais de seu atelier, faz parte de um conjunto barroco mais amplo, que abrange algumas cidades da mesma região, tendo-se desenvolvido e florescido durante o curto período do século 18, e envolvendo alguns poucos arquitetos e escultores. Este é um fato único na História moderna da arte, tendo como precedente nas culturas ocidentais somente na arte da Grécia Antiga.

6 Congonhas do Campo Aleijadinho deixou em Congonhas, nas imagens dos Profetas, a marca do seu gênio. Esta marca se percebe antes mesmo de uma análise mais detalhada dos 12 profetas. Ela é visível na magnífica integração das estátuas ao suporte arquitetônico constituído pelo adro, com suas escadarias em terraços e imponentes muros de arrimo. Os blocos verticais de pedra parecem brotar espontaneamente dos parapeitos que arrematam a parte superior dos muros, contrapondo a linha horizontal dominante, modulações rítmicas de poderosa força expressiva. As atitudes e os gestos individuais de cada uma das estátuas são simetricamente ordenados com relação ao eixo da composição. As correspondências não se fazem de forma geométrica, mas por oposições e compensações de acordo com a lei rítmica do barroco. Um gesto de aparência aleatória, quando visto isoladamente como ampla flexão do braço direito do profeta Ezequiel, adquire extraordinária força expressiva quando relacionado com seu prolongamento natural, constituído pelo braço esquerdo de Habacuc.

7

8 Profeta Isaías Profeta Jeremias Profeta Baruc

9 Profeta Ezequiel Profeta Daniel Profeta Oséias

10 Profeta Joel Profeta Abdias Profeta Amós

11 Profeta Jonas Profeta Habacuc Profeta Naum

12 Na ladeira que dá de frente para a igreja, compondo o conjunto arquitetônico do Santurário, foram construídas 6 capelas - 3 de cada lado - chamadas de Os Passos da Paixão de Cristo. Em cada uma delas um conjunto de esculturas - estátuas em tamanho natural - narram o momento da paixão de Cristo.

13 O Passo da Ceia O Passo do Horto

14 O Passo da Prisão O Passo da Flagelação

15 O Passo da Coroação de Espinhos O Passo da Subida do Calvário

16 O Passo da Crucificação

17 Igreja Nossa Senhora da Conceição A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição possui várias fases do barroco. Tem o frontispício de Aleijadinho e pintura dos melhores artistas mineiros da época. Foi elevada à categoria de Igreja em 06 de novembro de A fachada da Igreja Matriz foi construída em estilo jesuítico do século XVIII, com duas torres, frontais com voluta e sineira, ligadas ao corpo da igreja. No Portado, decoração representando a Arca de Noé e a Pomba Imaculada, figuras bíblicas de Maria Imaculada, pairando sobre o dilúvio do pecado.

18 A nave da Matriz de Nossa Senhora da Conceição é uma das maiores de Minas, e forma um só corpo, sem corredor, balaustrada em jacarandá. No altar lateral da Igreja Matriz, à esquerda, está a imagem de Nossa Senhora do Carmo, talhada em madeira, e no altar à direita uma imagem de Santana. Nos altares ao lado do arco se encontram a imagem de Nossa Senhora das Dores e a do Senhor dos Passos. Em outros altares, erguem-se belíssimas talhas, querubins assexuados, colunas salomônicas, folhas de parreiras. Ao fundo da Igreja estão as imagens de Cristo Flagelado "Ecce Homo" e da Nossa Senhora da Pedra Fria. No arco central, a coroa real e o escudo, sustentados por dois anjos, a indicar que a vigaria foi criada por decreto real, em 12 de fevereiro de No altar-mor se encontra a Imagem da Padroeira, Nossa Senhora da Conceição. Dos dois lados, as imagens de São Gerônimo e Santa Bárbara. E em cima do altar a imagem de São José e ao lado de todo o retábulo a representação da Santíssima Trindade. Santos e imagens, incrustados nos altares em meio às colunas decorativas, atlantis, rocalha e anjos em fino labor de talha, fazem da Matriz de Nossa Senhora da Conceição uma das mais belas igrejas de Minas.

19

20 Igreja de São Francisco de Assis Exemplo da riqueza econômica e cultural vivenciada por Ouro Preto no século XVIII, a Igreja de São Francisco de Assis começou a ser construída em 1766, quando a vila vivia o ápice da exploração do ouro. Financiada pela Ordem Terceira de São Francisco de Assis, organização que reunia parte da população branca da vila, a igreja pertence à freguesia de Antônio Dias, uma das duas 'áreas religiosas' que dividem a cidade (a outra é a do Pilar). Aleijadinho, foi contratado para desenhar o risco (planta) geral da construção e de sua portada, tribuna do altar-mor e altares laterais. Além disso, são dele as esculturas da portada, dos púlpitos, do retábulo e da capelamor.

21 O forro da igreja, uma impressionante pintura de Manuel da Costa Ataíde, cria um jogo com as colunas e parapeitos que o cercam, criando uma ilusão de ótica no espectador. Ele utilizou uma técnica chamada de 'trompe l'oeil', criada pelo padre italiano Andre Pozzo. A igreja é um marco da terceira fase do Barroco Mineiro, caracterizado pela aproximação com o rococó, estilo então em voga na Europa. Ainda assim, sua arquitetura não se limita à cópia de estilos europeus, mas se destaca pela singularidade artística. Capela-mor e altares laterais, projetos de Aleijadinho Altar lateral

22 O painel do teto é uma das obras-primas de mestre Ataíde

23 Restauração da Igreja de São Francisco de Assis Foi concluída no fim de setembro uma restauração de diversos setores da construção. O altar-mor, ameaçado por infiltrações, teve suas pinturas e ornamentos refixados. "As peças estavam se desprendendo", explica Silvio Luiz Rocha Vianna de Oliveira, coordenador do projeto. A outra etapa da restauração concentrou-se nos seis altares laterais da igreja, que tiveram a sujeira retirada da madeira por solventes especiais e recuperaram suas cores originais. Parte do assoalho apodrecido foi trocado por peças feitas a partir das técnicas originais, enquanto o restante do piso continua aguardando uma reforma. Além disso, foram colocadas novas fechaduras, trincos, filtros solares nas janelas, alarme contra incêndio e sistema de som. Os trabalhos, organizados pela Faop (Fundação de Arte de Ouro Preto), demoraram um ano e meio e custaram R$ 50 mil, verba cedida pela Alcan. As atenções agora devem se voltar para a parte externa da igreja, já que há um desgaste das pedras que compõem o pátio e a fachada merece uma nova pintura.

24

25 Referências: ngonha.htm#fotos_passos

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Barroco Mineiro Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Mapa da Estrada Real, por onde escoava o ouro encontrado pelos bandeirantes paulistas em 1692. O Caminho Velho iniciava NO Rio de Janeiro

Leia mais

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 8º ano. TURMA: NOME: nº BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX O barroco brasileiro desenvolve-se principalmente em Minas Gerais,

Leia mais

O Barroco no Brasil. Capitulo 11

O Barroco no Brasil. Capitulo 11 O Barroco no Brasil Capitulo 11 O Barroco no Brasil se desenvolveu do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado. Um só Brasil, vários Barrocos O

Leia mais

Roteiros Turísticos. [arte colonial]

Roteiros Turísticos. [arte colonial] Roteiros Turísticos [arte colonial] Ouro Preto [Arte Colonial] A Praça Tiradentes é o ponto central da cidade, como se fosse um divisor. A partir dela, podem-se programar as visitas. Como Ouro Preto possui

Leia mais

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Barroco Barroco Profª Adalgiza

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Barroco Barroco Profª Adalgiza aaa Barroco Origem em Roma no final do século XVI; Disseminado por toda a Europa e, através dos colonizadores espanhóis e portugueses, pelas Américas; Pouco influente nos países protestantes. Suas características

Leia mais

Igrejas paulistas: barroco e rococó

Igrejas paulistas: barroco e rococó Igrejas paulistas: barroco e rococó Vanessa Proença Título da obra: Igrejas paulistas: barroco e rococó. Autor: Percival Tirapeli 1 Um grande catálogo: é essa a impressão que o livro nos passa. A proposta

Leia mais

RENASCIMENTO ITALIANO

RENASCIMENTO ITALIANO ARTES / 2º ANO PROF.MÍLTON COELHO RENASCIMENTO ITALIANO Contexto histórico O termo significa reviver os ideais greco-romanos; na verdade o Renascimento foi mais amplo, pois aumentou a herança recebida

Leia mais

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Igreja Matriz de Almodôvar A matriz é o monumento mais visitado do Concelho de Almodôvar e é dedicada a Santo Ildefonso, sendo que D. Dinis doou-a à Ordem de Santiago,

Leia mais

BARROCO O que foi? O barroco foi uma manifestação que caracterizava-se pelo movimento, dramatismo e exagero. Uma época de conflitos espirituais e religiosos, o estilo barroco traduz a tentativa angustiante

Leia mais

Vila Cova de Alva. São Pedro do Sul

Vila Cova de Alva. São Pedro do Sul Pinhel Vila Cova de Alva São Pedro do Sul Fig. 895 Tipologias das fachadas principais, com três variantes, duas com um eixo de vãos, uma rematando em empena e outra em frontão triangular, vazado por óculo,

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

Arquitetura Colonial

Arquitetura Colonial Arquitetura Colonial Introdução l Arquitetura colonial corresponde ao período de 1500 até 1822 l os colonizadores adaptaram as correntes estilísticas da Europa ao Brasil: l condições materiais e sócio-econômicas

Leia mais

ESTRADA REAL. Melhor época

ESTRADA REAL. Melhor época ESTRADA REAL Bem-vindo(a) ao Brasil do século XVIII. Era ao longo destes caminhos que as coisas aconteciam durante os 100 anos em que este foi o eixo produtivo mais rico do jovem país que se moldava e

Leia mais

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal de Cultura Departamento do Patrimônio Histórico Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São

Leia mais

Barroco. www.roginei.com.br

Barroco. www.roginei.com.br Barroco As origens da palavra são incertas. Talvez venha do português barroco ou do espanhol berrueco, que significa pérola de formato irregular. O Juízo Final (1536-1541) afresco de Michelangelo Capela

Leia mais

Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé

Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé c a p a Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé Arquitetura histórica é ressaltada pela luz Por Claudia Sá Fotos: Andrés Otero EM COMEMORAÇÃO AOS 200 ANOS DA CHEGADA DA FAMÍLIA real portuguesa ao Brasil, um

Leia mais

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL Suzana Andreia do Carmo Carrusca Tese apresentada à Universidade de Évora para obtenção do Grau de Doutor

Leia mais

Antropocentrismo (do grego anthropos, "humano"; e kentron, "centro") é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do

Antropocentrismo (do grego anthropos, humano; e kentron, centro) é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do ARTE GÓTICA A Arte Gótica se desenvolveu na Europa entre os séculos XII e XV e foi uma das mais importantes da Idade Média, junto com a Arte Românica. Ela teve grande influencia do forte Teocentrismo (O

Leia mais

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA ENTALHADORES E SANTEIROS ENTALHADORES E SANTEIROS DO BARROCO 1 A. FASE FREI DOMINGOS DA CONCEIÇÃO Escultor, entalhador e santeiro, nasceu em Matosinhos, Portugal, em c. 1643. Aprendeu o ofício de escultor

Leia mais

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Simpósio Nacional : Bicentenário da Restauração da Companhia de Jesus (1814-2014) Parte II Prof. Dr. Percival Tirapeli Instituto

Leia mais

CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ

CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ Fig. 269 Localização e orientação do Convento de Santa Maria de Mosteiró. Fig. 270 - Planta do Convento de Santa Maria de Mosteiró, primeiro piso, 1980. IHRU: DGEMN/DREMN,

Leia mais

ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados.

ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados. ARTE PRÉ-COLOMBIANA: nas artes, a arquitetura e a escultura foram dominantes. A pintura e o desenho foram relativamente apagados. Três principais civilizações: Maias; Astecas; Incas. Civilização Maia:

Leia mais

Prezados Senhores, Agradeço sua gentileza e atenção. Atenciosamente, Eneida Verri Bucco Oliveira. Fone: (19) 3836 3723 (11) 99471-6201 (61) 9104 2626

Prezados Senhores, Agradeço sua gentileza e atenção. Atenciosamente, Eneida Verri Bucco Oliveira. Fone: (19) 3836 3723 (11) 99471-6201 (61) 9104 2626 Prezados Senhores, Venho através desta, apresentar meu Curriculum Vitae contendo minha formação educacional e experiência profissional. Em caso de interesse favor entrar em contato com os telefones abaixo

Leia mais

1 substituição do teto de madeira por abóbadas. 2 grande espessura das paredes,

1 substituição do teto de madeira por abóbadas. 2 grande espessura das paredes, Arte românica é o nome dado ao estilo artístico vigente na Europa entre os séculos XI e XIII. O estilo é visto principalmente nas igrejas católicas construídas após a expansão do cristianismo pela Europa

Leia mais

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA. Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA. Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad Século XVIII Brasil disseminação da a arquitetura Barroca Construções Religiosas

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO Nota: 1) A arte barroca ganhou espaço e passou a inaugurar um novo período na arte européia, que já havia experimentado

Leia mais

Casa do Mundo Rural de Prados

Casa do Mundo Rural de Prados Casa do Mundo Rural de Prados A Casa do Mundo Rural de Prados, pretende retratar uma época em que a agricultura, associada à pastorícia eram as principais actividades económicas da população, praticando

Leia mais

ANÁLISE DA ARTE E DA HISTÓRIA DO PERÍODO COLONIAL DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM SÃO CRISTÓVÃO/ SE.

ANÁLISE DA ARTE E DA HISTÓRIA DO PERÍODO COLONIAL DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM SÃO CRISTÓVÃO/ SE. ANÁLISE DA ARTE E DA HISTÓRIA DO PERÍODO COLONIAL DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM SÃO CRISTÓVÃO/ SE. ORAZEM, Roberta Bacellar (Universidade Federal de Sergipe) 1 - Introdução O trabalho a ser apresentado retratará

Leia mais

A Vila. Na vila de Barrancos

A Vila. Na vila de Barrancos Locais a visitar A Vila Na vila de Barrancos podem ainda encontrar-se belos exemplares do típico casario alentejano, de arquitectura popular: casas caiadas de branco, de piso térreo, construídas em taipa,

Leia mais

ARTE BARROCA. História

ARTE BARROCA. História História 01 : contexto 01 : MIGUEL ÂNGELO : David 02 : BERNINI : David : Surge em Itália : Difunde-se por quase toda a Europa : Implantada noutros continentes por europeus : Séc XVII XVIII : Século XVIII

Leia mais

Santuário do Bom Jesus de Matozinhos. Proposta de inscrição. na Lista do Patrimônio Mundial. da Unesco. Ministério da Educação e Cultura

Santuário do Bom Jesus de Matozinhos. Proposta de inscrição. na Lista do Patrimônio Mundial. da Unesco. Ministério da Educação e Cultura Santuário do Bom Jesus de Matozinhos Proposta de inscrição na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco 1984 Ministério da Educação e Cultura Secretaria de Cultura Sub-Secretaria do Patrimônio Histórico e

Leia mais

Circuito Pedonal e Cultural da freguesia de Romãs

Circuito Pedonal e Cultural da freguesia de Romãs Romãs A atual freguesia de Romãs, data do século XVI, em resultado do desmembramento, da grande Paróquia de Santa Maria de Gulfar que formou ainda Decermilo, Vila Longa, Silvã de Baixo e Silva de Cima,

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS P7 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA OLIVEIRA P8 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DO

Leia mais

MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO DE ITATIAIA, MG: HISTÓRIA E ESTADO DE CONSERVAÇÃO.

MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO DE ITATIAIA, MG: HISTÓRIA E ESTADO DE CONSERVAÇÃO. MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO DE ITATIAIA, MG: HISTÓRIA E ESTADO DE CONSERVAÇÃO. Gutvilen, Alexandre (1); Silva, Fernanda (2); Pedrosa, Joicidele(3); Isenchmid, Julia(4); Paiva, Tatiana (5). 1. Instituto Federal

Leia mais

Arte e Arquitetura Sacra

Arte e Arquitetura Sacra Arte e Arquitetura Sacra A história da Festa do Divino, considerada uma das festas de caráter popular mais antigas do Brasil, tem a sua origem nas festas religiosas da Europa, mais especificamente na tradição

Leia mais

Oratórios Mineiros D. José I: O tema cristológico nos objetos de devoção familiar produzidos entre o fim do século XVIII e início do XIX

Oratórios Mineiros D. José I: O tema cristológico nos objetos de devoção familiar produzidos entre o fim do século XVIII e início do XIX Oratórios Mineiros D. José I: O tema cristológico nos objetos de devoção familiar produzidos entre o fim do século XVIII e início do XIX Maria Alice Honório Sanna Castello Branco Mestranda Universidade

Leia mais

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica e Gótica 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica O estilo românico germinou, desde o final do século X até XIII. Sua denominação foi dada por arqueólogos do século XIX, quando

Leia mais

Sensibilidade e cultura na obra arquitectónica do Aleijadinho

Sensibilidade e cultura na obra arquitectónica do Aleijadinho Sensibilidade e cultura na obra arquitectónica do Aleijadinho Domingos TAVARES É um mistério entender como o pobre mulato, o Aleijadinho, pode tomar conhecimento das formas em Portugal e filtrá-las para

Leia mais

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS 01. Município: Uberlândia 02. Distrito: Sede 03. Designação: Igreja Nossa Senhora do Rosário 04. Endereço: Praça Rui Barbosa s/n Centro 05. Propriedade: Propriedade

Leia mais

FAULSTICH, E. L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 1994. 117p. CAPÍTULO 1 - COM A INTENÇÃO DE LER

FAULSTICH, E. L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 1994. 117p. CAPÍTULO 1 - COM A INTENÇÃO DE LER FAULSTICH, E. L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 1994. 117p. 1 A ESCOLHA DO TEXTO CAPÍTULO 1 - COM A INTENÇÃO DE LER Leitura pressupõe busca de informação. Por isso

Leia mais

Patrimônio da Humanidade BRASIL

Patrimônio da Humanidade BRASIL Patrimônio da Humanidade BRASIL Patrimônio da Humanidade BRASIL Um local denominado patrimônio mundial é reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas ara a Educação, a Ciência e a Cultura) como

Leia mais

de São V. 3 LUSÍ U NIVE Faculd Sociais a da Arte Lisboa 2011 Realizado por: ão do Júri: Constituiçã Presidente Orientador r e Vogal: Arguente e Vogal:

de São V. 3 LUSÍ U NIVE Faculd Sociais a da Arte Lisboa 2011 Realizado por: ão do Júri: Constituiçã Presidente Orientador r e Vogal: Arguente e Vogal: U NIVE RSID ADE LUSÍ ADA DE L ISBO A Faculd ade d e Ciências Humanas e Sociais Doutoo rame nto e m Hii stóri a Área Científica de História a da Arte As Ordens Terceiras de São Francisco na Zona da Mata:

Leia mais

Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração

Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração Investimento ultrapassa R$ 2,7 milhões e prazo de conclusão é de dois anos. Foto: Lucas Correia / Agencia RBS Antes mesmo de Itajaí se

Leia mais

Convento de Nossa Senhora do Carmo. IPA Monumento Nº IPA PT010303490087. Designação Convento de Nossa Senhora do Carmo

Convento de Nossa Senhora do Carmo. IPA Monumento Nº IPA PT010303490087. Designação Convento de Nossa Senhora do Carmo Page 1 of 6 Convento de Nossa Senhora do Carmo IPA Monumento Nº IPA PT010303490087 Designação Convento de Nossa Senhora do Carmo Localização Braga, Braga, São Vicente Acesso R. do Carmo, Tv. do Carmo,

Leia mais

AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo

AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo Pintura original de Virgem Imaculada revela gestação do Cristo As obras em curso na Igreja de Nossa Senhora dos Anjos estão restaurando cores originais

Leia mais

PERÍODO DE 22 À 26/10/14

PERÍODO DE 22 À 26/10/14 BELO HORIZONTE + CONGONHAS + TIRADENTES + SÃO JOÃO DEL REI + MARIANA + OURO PRETO Viagem no Túnel do tempo para conhecer parte da História do nosso Brasil e vivenciar pessoalmente tudo aquilo que está

Leia mais

Entalhadores bracarenses e lisboetas em Minas Gerais setecentista

Entalhadores bracarenses e lisboetas em Minas Gerais setecentista Entalhadores bracarenses e lisboetas em Minas Gerais setecentista Myriam Andrade Ribeiro de OLIVEIRA No ano de 1790, o segundo vereador da Câmara da cidade de Mariana, o capitão Joaquim José da Silva,

Leia mais

Serro M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n

Serro M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n Serro M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n C r é d i t o s Presidenta da República do Brasil Dilma Rousseff Ministra de Estado da Cultura Ana de Hollanda Presidente do Instituto do Patrimônio

Leia mais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de Disciplina: Shannon Botelho 7º ano. TURMA: NOME: nº ARTE PÁLEO-CRISTÃ OU DAS CATACUMBAS Surgiu com os primeiros

Leia mais

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES Profª. Msc. Carolina Albuquerque de Moraes Prof. Dr. Luiz Fernando Loureiro Ribeiro São Paulo, Brasil

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS E MONUMENTOS NACIONAIS

DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS E MONUMENTOS NACIONAIS DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS Página 1 de 7 Igreja e edifício da Misericórdia de Proença-a-Velha IPA Monumento Nº IPA PT020505110016 Designação Igreja e edifício da Misericórdia de Proença-a-Velha Localização

Leia mais

Vista geral de Ouro Preto com a igreja de N. S. da Conceição de Antônio Dias. Ouro Preto/ MG.

Vista geral de Ouro Preto com a igreja de N. S. da Conceição de Antônio Dias. Ouro Preto/ MG. Vista geral de Ouro Preto com a igreja de N. S. da Conceição de Antônio Dias. Ouro Preto/ MG. Igreja de Santa Efigênia. Ladeira do Vira Saia. Igreja N. S. do Carmo. 1766 1772. Arquiteto Manoel Francisco

Leia mais

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues Idade Média, RENASCIMENTO Barroco e Prof. Vinicius Rodrigues LITERATURA MEDIEVAL Alta Idade Média TROVADORISMO (Século XI-XIV) Novelas de Cavalaria (PROSA) - O herói-cavaleiro carrega os ideias da Igreja

Leia mais

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12)

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12) Local nº: 12 Zona Histórica: Escadaria e Igreja de São Pedro Rua do Castelo Coordenadas GPS: 38º53 59.733 ; 9º2 19.614 38.899901, -9.038814 Fig. 1 Igreja de São Pedro Fig. 2 Quadro de azulejos da Igreja

Leia mais

DAS ARTES. 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com

DAS ARTES. 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com ESTÉTICA TICA E HISTÓRIA DAS S 1º semestre / 2012 Aula 5 26/03/2012 Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão masiscao@hotmail.com IDADE MÉDIA Idade Antiga (Antiguidade) Idade Média (Era Medieval) c ESCRITA

Leia mais

Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas

Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas Especialista sugere medidas seguras para proteção de acervo corroído pelo tempo. O que os olhos não veem, o patrimônio

Leia mais

ELABORAÇÃO. - COORDENAÇÃO, PESQUISA GEOGRÁFICA, HISTÓRICA, ANÁLISE ARTÍSTICA E REDAÇÃO FINAL: Alcília Afonso Alburquerque Costa - Arquiteta

ELABORAÇÃO. - COORDENAÇÃO, PESQUISA GEOGRÁFICA, HISTÓRICA, ANÁLISE ARTÍSTICA E REDAÇÃO FINAL: Alcília Afonso Alburquerque Costa - Arquiteta ELABORAÇÃO - COORDENAÇÃO, PESQUISA GEOGRÁFICA, HISTÓRICA, ANÁLISE ARTÍSTICA E REDAÇÃO FINAL: Alcília Afonso Alburquerque Costa - Arquiteta - REVISÃO FINAL: Ana Clélia Barrada Correia Historiadora; Ana

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL CESÁRIO COIMBRA

ESCOLA ESTADUAL CESÁRIO COIMBRA ESCOLA ESTADUAL CESÁRIO COIMBRA No dia dois de Dezembro de 1.910, foi assinado contrato entre a câmara municipal e o senhor Francisco Leonardo Cerávolo, para a construção do prédio do grupo escolar. Aos

Leia mais

Jose Maria da Silva Um mestre entalhador de Braga na Comarca do Rio das Mortes

Jose Maria da Silva Um mestre entalhador de Braga na Comarca do Rio das Mortes PROJETO COMPARTILHAR Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira www.projetocompartilhar.org Como centenas de reinóis, José Maria da Silva, português de Braga, veio para o Brasil na segunda metade

Leia mais

São João del-rei M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n

São João del-rei M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n São João del-rei M I N A S G E R A I S I M A G E N S I p h a n C r é d i t o s Presidenta da República do Brasil Dilma Rousseff Ministra de Estado da Cultura Ana de Hollanda Presidente do Instituto do

Leia mais

ARQUITETURA E ORDENS TERCEIRAS UMA ANÁLISE DAS IGREJAS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS E DE NOSSA SENHORA DO CARMO

ARQUITETURA E ORDENS TERCEIRAS UMA ANÁLISE DAS IGREJAS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS E DE NOSSA SENHORA DO CARMO ARQUITETURA E ORDENS TERCEIRAS UMA ANÁLISE DAS IGREJAS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS E DE NOSSA SENHORA DO CARMO Natalia Casagrande Salvador* Resumo: As igrejas de São Francisco de Assis e de Nossa Senhora

Leia mais

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final Pontifícia Universidade Católica Departamento de Artes & Design Curso de Especialização O Lugar do Design na Leitura Nome: Giselle Rodrigues Leal Matrícula: 072.997.007 Data: 19/05/08 Módulo Estratégia

Leia mais

Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais

Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais Os templos religiosos e a formação das Minas Gerais Sou apenas uma rua na cidadezinha de Minas. Cruz da Igreja de N. Sra do Carmo Ouro Preto Minas há muitas. Provavelmente a Minas que mais nos fascina

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº.

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. Parceria: denominação Fazenda Todos os Santos códice AII - F01 - PF localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. 300 Graminha município Engenheiro Paulo de Frontin época de construção século XIX estado

Leia mais

IV ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2008 A PINTURA DE PERSPECTIVA NO FORRO DAS IGREJAS DA COMARCA DE VILA DO PRÍNCIPE

IV ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2008 A PINTURA DE PERSPECTIVA NO FORRO DAS IGREJAS DA COMARCA DE VILA DO PRÍNCIPE A PINTURA DE PERSPECTIVA NO FORRO DAS IGREJAS DA COMARCA DE VILA DO PRÍNCIPE Delson Aguinaldo de Araujo Junior Graduado em História e Pós-Graduando em Cultura e Arte Barroca, IFAC Instituto de Filosofia,

Leia mais

O Renascimento do Barroco

O Renascimento do Barroco O Renascimento do Barroco Por Ricardo Arnt, Lucia Helena de Oliveira, de Ouro Preto, e Fernando Valeika de Barros, de Lisboa No ano em que Ouro Preto, a capital nacional do barroco, completa três séculos

Leia mais

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS 2013 Tiradentes, São João Del Rei, Ouro Preto, Mariana, Congonhas, Cordisburgo e Belo Horizonte 30 / 04 a 05 / 05 / 2013 Colégio

Leia mais

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA O CONJUNTO DE OBRAS DE ARTE SOB A GUARDA DO INSTITUTO HISTÓRICO DA CIDADE DE PITANGUI/MG. Belo Horizonte, Agosto de 2013

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA O CONJUNTO DE OBRAS DE ARTE SOB A GUARDA DO INSTITUTO HISTÓRICO DA CIDADE DE PITANGUI/MG. Belo Horizonte, Agosto de 2013 PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA O CONJUNTO DE OBRAS DE ARTE SOB A GUARDA DO INSTITUTO HISTÓRICO DA CIDADE DE PITANGUI/MG Belo Horizonte, Agosto de 2013 Obra nº 01 Designação: Menino Época: Século XVIII Atribuição:

Leia mais

OBRAS-PRIMAS DA ITÁLIA E DO BRASIL CONTAM QUATRO SÉCULOS DA HISTÓRIA DO BARROCO EM EXPOSIÇÃO INÉDITA NA CASA FIAT DE CULTURA

OBRAS-PRIMAS DA ITÁLIA E DO BRASIL CONTAM QUATRO SÉCULOS DA HISTÓRIA DO BARROCO EM EXPOSIÇÃO INÉDITA NA CASA FIAT DE CULTURA OBRAS-PRIMAS DA ITÁLIA E DO BRASIL CONTAM QUATRO SÉCULOS DA HISTÓRIA DO BARROCO EM EXPOSIÇÃO INÉDITA NA CASA FIAT DE CULTURA Mostra marca inauguração, no dia 10 de junho, da nova sede da Casa Fiat na Praça

Leia mais

A imponente Catedral gótica - Duomo de Verona. Catedral gótica de Milão. Catedral de Beauvais, França

A imponente Catedral gótica - Duomo de Verona. Catedral gótica de Milão. Catedral de Beauvais, França IDADE MÉDIA A imponente Catedral gótica - Duomo Catedral Gótica de Verona Catedral gótica de Milão Catedral de Beauvais, França Abóbada Teto Pináculo Torre Gárgula Parte externa da calha para escoar água.

Leia mais

CONJUNTOS RELIGIOSOS. referência cartográfica. Património Edificado CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA

CONJUNTOS RELIGIOSOS. referência cartográfica. Património Edificado CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA CONJUNTOS RELIGIOSOS CJR0 CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA IGREJA DE BARCA E CAPELA DE N. SRa. DA STA CRUZ E CAPELAS DO CALVÁRIO CJR1 FOTO-REFERÊNCIA 143, 144 da Igreja, do Calvário, Avenida Sr. da Santa Cruz

Leia mais

Processo de Restauração Santo Antônio imagem sacra integrante do acervo da IGREJA MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO da cidade de Grão Mogol

Processo de Restauração Santo Antônio imagem sacra integrante do acervo da IGREJA MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO da cidade de Grão Mogol Processo de Restauração Santo Antônio imagem sacra integrante do acervo da IGREJA MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO da cidade de Grão Mogol Santo Antônio em seu Altar Fundação de Arte de Ouro Preto Escola de Arte

Leia mais

Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo

Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo O Mercado Municipal de São Paulo é uma construção histórica localizada na região central da capital. Obra projetada pelo arquiteto Franscisco de Paula Ramos de

Leia mais

i i i j j ITEM DESCRIÇÃO / BIMESTRE 1 2 3 4 5 6 7 s 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 23 26

i i i j j ITEM DESCRIÇÃO / BIMESTRE 1 2 3 4 5 6 7 s 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 23 26 j j ITEM DESCRIÇÃO / BIMESTRE OBRAS EMEROENCIAIS NA COBERTURA DO PALACETE ( 996 à jui/997). Impermeabilização do terraço e torres 2 3 4 5 6 7 s 9 0 2 3 4 5 6 7 8 9 20 2 22 23 24 23 26.2 instalações Elétricas

Leia mais

s. FRANCISCO DA PENITÊNCIA

s. FRANCISCO DA PENITÊNCIA s. FRANCISCO DA PENITÊNCIA o interior de uma arca tôda de ouro e pedrarias não seria mais belo, mais rico, nem mais suntuoso do que a Igreja de São Francisco da Penitência. O trabalho de talha que há ali,

Leia mais

O TEATRO BARROCO DE O ALEIJADINHO. Latuf Isaias Mucci

O TEATRO BARROCO DE O ALEIJADINHO. Latuf Isaias Mucci O TEATRO BARROCO DE O ALEIJADINHO THE BAROQUE THEATHER OF O ALEIJADINHO Latuf Isaias Mucci Pós-doutor em Letras Clássicas e Vernáculas pela Universidade de São Paulo (USP), Doutor em Poética pela Universidade

Leia mais

Estrutura Arquitetônica. 3- Designação: ESCOLA MUNICIPAL AMÂNCIO BERNARDES

Estrutura Arquitetônica. 3- Designação: ESCOLA MUNICIPAL AMÂNCIO BERNARDES INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DO MONTE Praça Getúlio Vargas, nº 18, Centro Tel.: (37) 3281-1131 CEP: 35560-000 Estação Cultura: Praça Benedito Valadares,

Leia mais

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município EE JARDIM XXXXX XXXXXXXXXXX - XXXXXXX MUNICÍPIO CÓDIGO 00.00.000 OBJETO DO CONVÊNIO: Xxxxxxx DATA: 00.00.2008 Profissional

Leia mais

Município de Albufeira

Município de Albufeira Património arquitetónico religioso Município de Albufeira Igreja Matriz de Santa Maria antiga Igreja Matriz de Albufeira Localização: Rua do Cemitério Velho, Albufeira Elementos arquitetónicos e painel

Leia mais

HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL

HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL HISTÓRIA DA MÚSICA OCIDENTAL A Música Barroca A palavra barroco vem da língua portuguesa e significa "pérola irregular". Foi adotada internacionalmente para caracterizar o estilo ornamentado e pomposo

Leia mais

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 Anexo 1.12 Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rio de Janeiro RJ, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: 1912. Data da Construção: 1913. Área do Terreno: não foram

Leia mais

ARTE GÓTICA. História da Arte Profª Denise Dalle Vedove

ARTE GÓTICA. História da Arte Profª Denise Dalle Vedove ARTE GÓTICA História da Arte Profª Denise Dalle Vedove Introdução A Idade Média foi um dos períodos mais longos da história : durou cerca de dez séculos.iniciouse no ano 476, com a ocupação de Roma pelos

Leia mais

O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774

O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774 SUMÁRIO i O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774 1. Implantação da Companhia de Jesus no Porto 23 2. Primeiro domicílio dos Jesuítas no Porto 24 3. Fundação do Colégio de S.

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F06 - Vass denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393)

situação e ambiência códice AII - F06 - Vass denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393) Parceria: denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte códice AII - F06 - Vass localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393) município Barra do Piraí época de construção século XIX estado de conservação

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série:

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série: COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor(a): Rosilene Ardengui 7º Ano CALIGRAFIA TÉCNICA OU

Leia mais

2003 144 ARQTEXTO 3-4

2003 144 ARQTEXTO 3-4 2003 144 ARQTEXTO 3-4 145 ARQTEXTO 3-4 Vilmar Francisco Mayer ASPECTOS GERAIS DA ARQUITETURA RELIGIOSA COLONIAL BAIANA 1 Volumetria da Cap. N. Sra. da Ajuda - Cachoeira - Séc. XVII. O presente artigo é

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA: Considerando que os serviços de manutenção predial são imprescindíveis e de natureza contínua. Ademais, existem fatores diversos que influenciam na preservação

Leia mais

Ficha de Arte I Trimestre

Ficha de Arte I Trimestre ALUNO: Nº - ANO - TURMA - DATA \ \ 201 Profª Ana Lúcia Leal Ficha de Arte I Trimestre Arte Gótica ou Medieval Estilo artístico desenvolvido na Europa Ocidental, a arte gótica está diretamente ligada ao

Leia mais

PINTURAS DE TREZENTOS ANOS DESCOBERTAS NAS PARIETAIS DA CAPELA-MOR DA IGREJA MATRIZ DE CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

PINTURAS DE TREZENTOS ANOS DESCOBERTAS NAS PARIETAIS DA CAPELA-MOR DA IGREJA MATRIZ DE CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO PINTURAS DE TREZENTOS ANOS DESCOBERTAS NAS PARIETAIS DA CAPELA-MOR DA IGREJA MATRIZ DE CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO SENRA, Dulce Azeredo (1); DIAS, Tereza (2); GODOY, Sandra (3) 1 - dulce.azeredo@gmail.com

Leia mais

Diamantina I M A G E N S M I N A S G E R A I S I P H A N

Diamantina I M A G E N S M I N A S G E R A I S I P H A N Diamantina M I N A S G E R A I S I M A G E N S I P H A N C r é d i t o s Presidenta da República do Brasil Dilma Rousseff Ministra de Estado da Cultura Ana de Hollanda Presidente do Instituto do Patrimônio

Leia mais

Igreja em São Luís (MA) sofre pela a falta de manutenção

Igreja em São Luís (MA) sofre pela a falta de manutenção Igreja em São Luís (MA) sofre pela a falta de manutenção Igreja de Santo Antônio possui infiltrações no teto e janelas quebradas. Ela foi construída no ano de 1867 e possui dois anexos. Igreja de Santo

Leia mais

Acadêmicos: Erick Carbone Gabriel Gonçalves

Acadêmicos: Erick Carbone Gabriel Gonçalves Acadêmicos: Erick Carbone Gabriel Gonçalves História da Arquitetura 2008 O Concurso O Grand Palais começou a ser construído em 1897 para abrigar a Exposição Universal de 1900, envolvendo um complexo processo

Leia mais

A Idade Média e O Renascimento

A Idade Média e O Renascimento Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

CAIXA CULTURAL SALVADOR

CAIXA CULTURAL SALVADOR PÁTIO EXTERNO Espaço multiuso, alternativo para espetáculos musicais, teatrais e programas educativos. Não possui cobertura fixa. Acesso pela rampa lateral externa. Possui dois níveis de piso que se integram

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

Fig. 189 Sé de Elvas, fachada lateral poente em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO.0178427, N.º IPA

Leia mais

Chope na Ilha. Rústico aconchego. c a s e. Da Redação A CIDADE DE LIMEIRA, LOCALIZADA A 150 KM

Chope na Ilha. Rústico aconchego. c a s e. Da Redação A CIDADE DE LIMEIRA, LOCALIZADA A 150 KM c a s e Chope na Ilha Da Redação Rústico aconchego A CIDADE DE LIMEIRA, LOCALIZADA A 150 KM da capital paulista, acaba de ganhar uma casa que oferece serviços e ambientes de restaurante, choperia e estar.

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico).

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1º. Trimestre - Conteúdo Avaliativo: Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Períodos Artísticos: Pré-História/Idade Antiga

Leia mais