PONTO 1: Procedimentos Especiais 1. PROCEDIMENTOS ESPECIAIS. 1.1 AÇÃO MONITÓRIA Art DO CPC

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PONTO 1: Procedimentos Especiais 1. PROCEDIMENTOS ESPECIAIS. 1.1 AÇÃO MONITÓRIA Art DO CPC"

Transcrição

1 1 PROCESSO CIVIL PROCESSO CIVIL PONTO 1: Procedimentos Especiais 1. PROCEDIMENTOS ESPECIAIS 1.1 AÇÃO MONITÓRIA Art DO CPC CABIMENTO: Art A do CPC Títulos Executivos Judiciais art. 475-N Títulos Executivos Extrajudiciais art Existem três pretensões que podem ser satisfeitas pela Ação Monitória: Pagamento de soma em dinheiro (quantia certa); Entrega de coisa fungível (coisas genéricas ou incertas); Entrega de determinado bem imóvel (coisa certa móvel). Pode o credor valer-se de Ação Monitória para cobrar cheque prescrito e portanto sem eficácia de título executivo, contrato firmado sem a presença de testemunhas, portanto sem eficácia de título executivo, entre outros. Não se incluem no procedimento monitório a entrega de imóvel e as obrigações de fazer e não fazer. Com referida ação, por meio do procedimento monitório, abrevia-se a constituição, a obtenção do título executivo. Processo cognitivo sumário. É uma opção, uma faculdade dada ao credor. Também chamado de procedimento monitório ou de injunção. Busca este procedimento encurtar o caminho até a formação de um título executivo. PROVA: O art A do CPC faz a exigência da prova escrita sem eficácia de título executivo que fundamente o direito do credo. O ônus da prova compete ao credor, conforme o art. 333 do CPC. Estão entre as provas escritas aceitas pela jurisprudência: contrato não assinado por duas testemunhas; título executivo prescrito; duplicata mercantil sem comprovante de entrega de mercadorias; extratos e contrato de cartão de crédito; compra e venda representada por notas fiscais. Súmulas: 247, 299 e 339 do STJ. Precedentes: TJ/RS Apelação Cível nº ; Apelação Cível nº

2 Cabe ação Monitória no JEC? Ela não está prevista na Lei 9.099, a maioria dos Juizados Especiais não a aceita porque é um procedimento próprio. EMBARGOS À AÇÃO MONITÓRIA: Na defesa do devedor em Ação Monitória não se fala em contestação, mas sim em embargos. O réu é citado para satisfazer a obrigação ou embargar a ação. Os embargos seguem o rito ordinário. O mandado de pagamento fica suspenso e a matéria de defesa é a mais ampla possível. Os embargos independem de prévia segurança do juízo e serão processados nos próprios autos, pelo procedimento ordinário, a teor do que dispõe o art c, 2º do CPC. O prazo dos embargos é de 15 dias, contados da data da juntada aos autos do AR ou do mandado cumprido. Rejeitados os embargos, terá início a execução, dado que a sentença transformará a ação monitória em execução de título judicial. Visando pagamento de quantia, passado o prazo de cumprimento voluntário, será expedido mandado de penhora e avaliação (art. 475-J). Almejando a entrega de coisa fungível ou de determinado bem móvel, o mandado será de busca e apreensão (art. 461-A, 2º). Precedentes: TJ/RS, Apelação Cível nº ; STJ, REsp ES; STJ, Resp MG AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Art CABIMENTO E CARACTERÍSTICAS: Procedimento especial, subordinado e limitado a fundamentos restritos, tanto na propositura do pedido, como na resposta do demandado. devidas. Aplicável tanto para dinheiro, quanto para coisas (móveis, imóveis, semoventes) Objetivo: liberar o devedor da obrigação Execução forçadas às avessas. O devedor não possui somente o dever de pagar, mas também o direito de ver satisfeita a sua obrigação. Com a recusa do credor quanto ao pagamento ou recebimento da coisa, poderá o devedor consigná-la. Terceiros também podem figurar no pólo ativo, possuindo ou não interesse direto na solução da dívida. Exemplo: avalista, fiador, etc. No pólo passivo da consignatória está o credor que se recusou a receber o pagamento ou que se absteve de tomar providências necessárias a sua concretização. Quando há incerteza por parte do devedor (autor) no que tange ao credor (réu), no pólo passivo estarão todos os possíveis interessados. Via de regra, cabível portanto a consignatória nos termos do art. 335 do CC.

3 O requisito da liquidez e certeza da obrigação, todavia não equivale à indiscutibilidade da dívida. Precedente: STJ, Resp Mesmo o devedor estando em mora poderá promover a consignação em pagamento, dado que o credor não pode recusar-se a receber o pagamento, desde que a prestação ainda lhe seja útil e acrescida de todos os encargos legais. POSSIBILIDADE DE DEPÓSITO EXTRAJUDICIAL OBRIGAÇÕES EM DINHEIRO: Art Faculdade conferida ao devedor para consignar extrajudicialmente o pagamento. Somente para obrigações em dinheiro. Consignação de coisas será feita sempre judicialmente. Depósito efetivado no lugar do pagamento, em conta com correção monetária. O prazo de 10 dias é contado da ciência do depósito, ou seja, da data que constar do aviso de recepção assinado pelo próprio destinatário. Aqui não se aplica a regra da juntada aos autos, pois não há demanda judicial, por óbvio, não há autos. Não havendo recusa no prazo de 10 dias, fica juridicamente o devedor liberado da obrigação. A quantia depositada fica disponível para o credor. A recusa do credor em receber a quantia deverá ser manifestada por escrito. O devedor ou terceiro deve promover a Ação de Consignação no prazo de 30 dias, no caso de ocorrer a recusa. Não respeitado o prazo de 30 dias para a propositura da Ação de Consignação, fica sem efeito o depósito efetuado, podendo o depositante levantá-lo. Fica sem efeito o depósito extrajudicial. FORO COMPETENTE: art A ação deve ser proposta no lugar do pagamento. No foro onde deve ser cumprida a obrigação. Foro do cumprimento da obrigação. A CONSIGNAÇÃO E AS PRESTAÇÕES PERIÓDICAS: Art Aplicável nas prestações de trato sucessivo. Exemplos: aluguéis, salários, vendas a crédito, etc. Repetições de depósitos periódicos no seu devido tempo. Faculdade conferida ao devedor, autor da Ação de Consignação em Pagamento. Caso o devedor, autor da consignatória, não efetue o depósito no quinquídio, ocorrerá a preclusão do direito de depositar a prestação vencida bem como as que se seguirem. A sentença ficará restrita ao reconhecimento da eficácia liberatória dos depósitos feitos em tempo útil. PETIÇÃO INICIAL PEDIDO: Art Depósito da quantia ou coisa devida no prazo de 5 dias contados do deferimento. Não realizado o depósito, o processo é extinto sem resolução do mérito. Isto porque, no caso da Ação Consignatória, a sentença final tem o objetivo de declarar a eficácia liberatória do depósito. Sem depósito, não há o que declarar. 3

4 A hipótese do art. 890, 3º do CPC é a que diz respeito ao depósito prévio extrajudicial. A ordem de citação possui o efeito de: a) convocar o credor para receber a prestação devida que foi depositada judicialmente. b) dar a oportunidade de contestar a ação, caso não aceite o depósito nos termos em que se deu. A citação será efetivada somente depois de realizado o depósito completo, quando for o caso, com juros, multa e correção monetária. PAGAMENTO PARCIAL DEPÓSITO INSUFICIENTE: Art A alegação de insuficiência do depósito não impedirá o réu de, desde logo, levantá-lo, ficando liberado, parcialmente, o devedor. Seguirá o processo quanto à parcela controvertida. A mora solvendi fica evidenciada com a oferta de uma prestação insuficiente, tornando cabível o depósito complementar quando ainda seja possível a emenda da mora. É necessário que o depósito complementar seja efetuado no prazo de 10 dias a contar da intimação ao autor dos termos da resposta do réu, como também o negócio não tenha se resolvido necessária e diretamente pelo inadimplemento. No caso de ser considerado insuficiente o depósito, o réu (credor) poderá promover a execução do saldo nos próprios autos. A sentença já é o título executivo do Réu (credor). É o caráter dúplice da Ação de Consignação em Pagamento. SENTENÇA: art CONSIGNAÇÃO NO CASO DE DÚVIDA QUANTO À TITULARIDADE DO CRÉDITO: Art É uma medida de prudência do devedor, pois pelo ordenamento jurídico quem paga mal, paga duas vezes. O devedor se encontra em dúvida entre pagar este ou aquele que se apresenta como credor. Por exemplo, quando o devedor é notificado por dois credores distintos para quitar determinado débito. Quando há uma disputa judicial ou extrajudicial pelos credores. 1.3 NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA Art QUESTÃO: João é proprietário de prédio residencial localizado no Bairro Santana, na capital de São Paulo. O prédio vizinho ao seu é de propriedade de Flávio que reside na cidade de Campinas. Há dois meses, Flávio iniciou a construção de uma edícula nos fundos de seu terreno. Ao invés de implantar novos alicerces para a estrutura, Flávio aproveitou antigas colunas que fazia parte do terreno, tornando temerária a construção, que ameaça cair sobre o prédio de João. Como advogado de João, promova a medida judicial cabível para obstar a construção e garantir que ele não terá prejuízos no caso de ruína dos prédios. 1) Qual a peça cabível? Ação de Nunciação de Obra Nova.

5 5 PROCESSO CIVIL 2) Foro competente? São Paulo, capital, art. 95 (situação do imóvel). 3) Autor? João. Poderia ser a municipalidade se houvesse afronta à interesse público. 4) Réu? Flávio. 5) Possibilidade de Liminar? Sim, art ) Fundamento Legal: art. 936, I, II, III; art. 934, I. 7) Valor da causa: Valor de alçada, não o valor total do imóvel, porque é preventivo, visando cessar o ilícito. Objetivo da Ação de Nunciação de Obra Nova: a proteção da propriedade direito de construir. Caráter preventivo, evitar a lesão ao direito contra o ato ilícito. Interesse Público e Interesse Privado. Qualquer obra/atividade (não necessita ser construção, pode ser extração, demolição, entre outros) que exponha a risco o imóvel alheio ou viole norma legal. Medida autônoma, dispensa a propositura de ação principal. Fundamento no art do CC. Adroaldo Furtado Fabrício: Consiste em atuação de pessoa prejudicada no sentido de impedir o prosseguimento de construção, remodelação, demolição ou quaisquer outros trabalhos congêneres. Humberto Theodoro Júnior: Concebida a ação originariamente apenas para os conflitos entre vizinhos, acabou o Código Processual de 1973 dando-lhe maior alcance, no que veio a satisfazer velha aspiração doutrinária. Assim é que, hoje, a nunciação de obra nova pode ser utilizada: a) em conflitos típicos de vizinhança (art. 934, I); b) em litígios entre condôminos, para evitar que um co-proprietário execute obra com prejuízo ou alteração da coisa comum (art. 934, II); c) nos conflitos entre o Poder Público e os particulares, para impedir violação da lei, regulamento ou postura pertinente ás construções (art. 934, III). Precedentes: STJ, REsp /PB; REsp /RS. COMPETÊNCIA: Art A ação poderá ser proposta também pela União ou pelo Estado na defesa do interesse público, consoante Misael Montenegro Filho. O particular poderá propor ação de nunciação de obra nova alegando violação de legislação municipal (STJ, REsp /PB). Competência será o foro da situação da coisa, art. 95 do CPC, sem possibilidade de eleição de outro foro pelas partes. EMBARGO EXTRAJUDICIAL: art. 935 a 940.

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Previsão legal e conceito! No CPC/73 art. 890/900! No NCPC art. 539/549 Tivemos pequenas e pontuais mudanças sobre o tema.! E citado no CC no art. 334 Trata-se do depósito

Leia mais

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento AULA 07 Ação de Consignação em pagamento TEXTO LEGAL COMPARADO TÍTULO III- DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS- CAPÍTULO I DA AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Art. 539 Nos casos previstos em lei, poderá o devedor

Leia mais

Procedimento especial, subordinado e limitado a fundamentos restritos, tanto na propositura do pedido, como na resposta do demandado.

Procedimento especial, subordinado e limitado a fundamentos restritos, tanto na propositura do pedido, como na resposta do demandado. Ação de Consignação em Pagamento (arts. 890-900) Cabimento e Características: Procedimento especial, subordinado e limitado a fundamentos restritos, tanto na propositura do pedido, como na resposta do

Leia mais

Ação Monitória. Mattos, Raquel Monteiro Calanzani de. Ação monitória / Raquel Monteiro Calanzani de Mattos. Varginha, slides.

Ação Monitória. Mattos, Raquel Monteiro Calanzani de. Ação monitória / Raquel Monteiro Calanzani de Mattos. Varginha, slides. Ação Monitória M435a Mattos, Raquel Monteiro Calanzani de. Ação monitória / Raquel Monteiro Calanzani de Mattos. Varginha, 2015. 24 slides. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World

Leia mais

Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts A, 1102-B e 1102-C no CPC/73.

Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts A, 1102-B e 1102-C no CPC/73. AÇÃO MONITÓRIA Observações iniciais Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts. 1102-A, 1102-B e 1102-C no CPC/73. No NCPC tal matéria é tratada nos

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO CÓDIGO CIVIL ARTS. 334 A 354 REFERÊNCIA LEGISLATIVA NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ARTS. 539 A 549 OBJETO DA CONSIGNAÇÃO

Leia mais

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ação revisional de aluguel Ação de consignação de aluguel e acessórios da locação Prof. Denis Donoso Denis Donoso blogspot.denisdonoso.com.br Apresentação

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS AÇÃO MONITÓRIA DA AÇÃO MONITÓRIA Art. 700. A ação monitória pode ser proposta por aquele que afirmar, com base em prova escrita sem eficácia de título executivo, ter direito de

Leia mais

Direito do Trabalho e Processo do Trabalho

Direito do Trabalho e Processo do Trabalho Direito do Trabalho e Processo do Trabalho Procedimentos especiais SUMÁRIO Ações especiais no processo do trabalho Ações especiais e nova competência trabalhista Procedimentos aplicáveis Tipos de ações

Leia mais

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial de sua propriedade, unidade autônoma e integrante do

Leia mais

Ações de locação e o novo CPC

Ações de locação e o novo CPC Ações de locação e o novo CPC ANSELMO PRIETO ALVAREZ Procurador do Estado de São Paulo; Mestre e Doutor em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da (PUC/SP); Pós-doutor pela Universidade de

Leia mais

EXECUÇÃO PARA A ENTREGA DE COISA CERTA E INCERTA (Art. 621 ao 631, CPC):

EXECUÇÃO PARA A ENTREGA DE COISA CERTA E INCERTA (Art. 621 ao 631, CPC): - A petição inicial do processo de execução, além dos requisitos do art. 282, CPC, deve obedecer aos requisitos dos arts. 614 e 615, CPC: - I conter pedido expresso de citação do devedor; - II ser instruída

Leia mais

AÇÃO MONITORIA. Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO.

AÇÃO MONITORIA. Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO. AÇÃO MONITORIA Elan Marcos de Matos TEIXEIRA¹ Priscila Moreira MARCONDES² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO. O Presente artigo tem como finalidade discutir o processo monitório e seu respective

Leia mais

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil...

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... sumário Parte i execução Fiscal Art. 1 o... 3 1.1. Legitimidade Ativa... 3 1.2. Execução Fiscal contra a Fazenda Pública... 6 1.3. Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... 7 Art. 2 o... 8 2.1.

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO.

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO. AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO. Victor H.H. SCHWANTES¹ Rodrigo de FRANÇA² Ariane Fernandes OLIVEIRA³ 1. INTRODUÇÃO. O presente artigo trata-se da consignação em pagamento, um instituto muito importante

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ON-LINE EM Direito Processual Tributário Processo Judicial Tributário I Camila Vergueiro Catunda CICLO DE VIDA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Constituição Federal - competências

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução II defesa do executado. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução II defesa do executado. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Execução II defesa do executado Prof. Luiz Dellore PARTE ESPECIAL LIVRO II DO PROCESSO DE EXECUÇÃO TÍTULO I DA EXECUÇÃO EM GERAL TÍTULO II DAS DIVERSAS ESPÉCIES DE EXECUÇÃO TÍTULO

Leia mais

2. FORO COMPETENTE : Art. 46 do NCPC Pode haver foro de Eleição.

2. FORO COMPETENTE : Art. 46 do NCPC Pode haver foro de Eleição. AULA 10 Ação Monitória 1. CONCEITO: É um expediente que tem como finalidade eliminar o processo de conhecimento, permitindo que o credor de uma obrigação que possua prova escrita desta, sem força executiva,

Leia mais

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ Posição legal Momento processual Necessidade, finalidade, objeto e limites Natureza jurídica Liquidação na pendência de recurso Liquidação concomitante com execução Modalidades Liquidação de sentença Sumário

Leia mais

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva.

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva. CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 11 EXECUÇÃO Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo.

Leia mais

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução Prof. Dra. Liana Cirne Lins Faculdade de Direito do Recife Universidade Federal de Pernambuco Programa Teoria geral da execução o Conceito, natureza e finalidade da

Leia mais

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL EXECUÇÃO FISCAL Legislação aplicável: Lei 6.830/80 e aplicação subsidiária do CPC. OBJETIVOS DA LEI 6.830/80: Regular a execução judicial para a cobrança da dívida ativa

Leia mais

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento AULA 07 Ação de Consignação em pagamento a) Previsão legal do instituto do pagamento em consignação e sua respectiva ação. Arts. 304 a 312 e 334 a 345 do CC Arts. 539 à 549 do NCPC Art. 67 da Lei 8.245/91

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 PEÇA 2 Luís Mata prestou serviços como motorista na empresa Vai Já Ltda no período de 02 de agosto de 2013 a 03 de novembro de 2015, com salário mensal de R$ 2.200,00,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL PROFESSOR EDUARDO FRANCISCO

DIREITO PROCESSUAL CIVIL PROFESSOR EDUARDO FRANCISCO DIREITO PROCESSUAL CIVIL PROFESSOR EDUARDO FRANCISCO 1 Nomeação à autoria arts. 62 a 69, CPC. Intervenção de terceiros Mecanismo de correção do polo passivo Dever do réu, vide art. 69, CPC. 1.1 - A nomeação

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA PROCESSO DE EXECUÇÃO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA PROCESSO DE EXECUÇÃO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PROCESSO DE EXECUÇÃO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Programa do curso 1. Cumprimento da sentença na execução por quantia certa 2. Cumprimento de sentença na execução por quantia certa na ação de alimentos

Leia mais

*Eu comprometo a comprar um carro, no meio do pagamento eu me mudo para Florianópolis. Pelo acréscimo, responde o credor.

*Eu comprometo a comprar um carro, no meio do pagamento eu me mudo para Florianópolis. Pelo acréscimo, responde o credor. Direito das obrigações Aula II 17/08/17 Despesas processuais Quem responde? O devedor. Exceções 1) Pacto contrário contrato 2) Exceção parcial pelo acréscimo responde o credor *Eu comprometo a comprar

Leia mais

XVII EXAME UNIFICADO 2ª Fase Civil #ProfessorAoVivo em 12/1/2016 PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO

XVII EXAME UNIFICADO 2ª Fase Civil #ProfessorAoVivo em 12/1/2016 PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO PROFESSOR AO VIVO Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO 1) Após tramitar perante juízo criminal competente, Maria foi condenada pela prática de crime de dano. A sentença penal

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Execução I Prof. Luiz Dellore Inadimplemento + título executivo extrajudicial: Processo de execução. PARTE ESPECIAL LIVRO II DO PROCESSO DE EXECUÇÃO Sempre? Art. 785. A existência

Leia mais

Existem 3 pretensões que podem ser satisfeitas pela Ação Monitória:

Existem 3 pretensões que podem ser satisfeitas pela Ação Monitória: Ação Monitória 1.102 do CPC Questão - TJ/JUIZ BA Considere que foi proposta uma ação monitória, na qual a autora pretende receber do réu a importância de R$ 58.000,00, devidos em face do descumprimento

Leia mais

Página 4 16 Trata se de resposta aos embargos à execução em que se aduz essencialmente a falta de capacidade postulatória.

Página 4 16 Trata se de resposta aos embargos à execução em que se aduz essencialmente a falta de capacidade postulatória. Página 1 1 Contestação à ação de despejo por falta de pagamento, em que o réu alega falta de interesse de agir do autor, visto que, em havendo título executivo a via adequada não é a ação de conhecimento.

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO 1 INTRODUÇÃO

SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO 1 INTRODUÇÃO SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO 1 INTRODUÇÃO 2 SOLUÇÃO DE LITÍGIOS PERANTE O PODER JUDICIÁRIO 2.1 Estrutura jurisdicional brasileira 2.2 Lide, processo e

Leia mais

Processo Civil. Tutela Executiva, Tutelas de Urgência e Procedimentos Especiais. ProcessoCivil_vol_8.indb 3 28/10/ :00:15

Processo Civil. Tutela Executiva, Tutelas de Urgência e Procedimentos Especiais. ProcessoCivil_vol_8.indb 3 28/10/ :00:15 8 Processo Civil Tutela Executiva, Tutelas de Urgência e Procedimentos Especiais 2016 ProcessoCivil_vol_8.indb 3 28/10/2015 18:00:15 capítulo 1 EXECUÇÃO Leia a lei: Arts. 566 e seguintes do CPC. 1.1 Noções

Leia mais

SUMÁRIO PARTE 1 AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

SUMÁRIO PARTE 1 AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL SUMÁRIO PARTE 1 AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 1 PREAMBULARMENTE: REGRAS GERAIS DA PETIÇÃO INICIAL 1.1 Da petição inicial e seus requisitos 1.2 O endereçamento 1.3 Qualificação das partes

Leia mais

Direito Processual Civil Executivo. Programa

Direito Processual Civil Executivo. Programa Direito Processual Civil Executivo Programa Rui Pinto Duarte 2010/2011 I Aspectos Gerais 1. Noção de acção executiva 2. O princípio do dispositivo na acção executiva (3.º, 810 e 675-A) 3. Execução individual

Leia mais

Prática Civil 2ª Fase OAB Junho/2013 QUESTÃO:

Prática Civil 2ª Fase OAB Junho/2013 QUESTÃO: QUESTÃO: Caio Junior, pessoa física domiciliada em Porto Alegre/RS, celebrou contrato escrito de locação de imóvel residencial com a DX Imobiliária Ltda. O valor mensal da locação, atualizado, é de R$

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Sumário Capítulo 1 A Situação Concreta... 1 1.1. Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Capítulo 2 Petições Cíveis: Procedimento Comum... 7 2.1. Petição Inicial...7

Leia mais

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL SUMÁRIO Título I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal... 15 Cabimento... 15 Espécies de ritos do processo do trabalho... 16 Rito sumário... 16 Rito sumaríssimo... 16

Leia mais

Processo de Execução no Direito Previdenciário

Processo de Execução no Direito Previdenciário Processo de Execução no Direito Previdenciário Introdução ao Processo de Execução. A Execução contra a Fazenda Pública Previdenciária - Noções Gerais: objeto, partes, requisitos, prazos, procedimento Execução

Leia mais

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Sumário Parte I Introdução... 1 Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Parte II Petição inicial e contestação... 7 Capítulo 1. Introdução... 9 Capítulo 2. Estrutura da petição inicial...

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Depósito judicial em ações propostas pelos contribuintes Cacildo Baptista Palhares Júnior* Depósito judicial e depósito em geral O depósito pode resultar de um contrato, de uma determinação

Leia mais

Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho

Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho FRANCISCO FERREIRA JORGE NETO Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região; Mestre pela PUC/SP; Professor na Escola Paulista de Direito

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3

SUMÁRIO PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3 SUMÁRIO PREFÁCIO... XXV APRESENTAÇÃO... XXIX PARTE I PROCESSO DE EXECUÇÃO CAPÍTULO 1 JURISDIÇÃO, EFETIVIDADE DO PROCESSO E A SATISFAÇÃO DOS DIREITOS... 3 1. INTRODUÇÃO E NOÇÃO CONCEITUAL DE EXECUÇÃO...

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Cumprimento de sentença Prof. Luiz Dellore 1. Finalidades dos processos 1.1 Processo de conhecimento: crise de incerteza 1.2 Processo de execução: crise de inadimplemento 2. Requisitos

Leia mais

Pratica Especial Civil 10 sem

Pratica Especial Civil 10 sem AULA 04 Contestação ESTRUTURA BÁSICA DA CONTESTAÇÃO Competência Partes Hipóteses de cabimento Fundamento legal Fatos Fundamentação jurídica Pedido Provas Valor da causa Juiz da causa (art. 297, CPC). Tratamento:

Leia mais

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC)

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Conceito: título de crédito nominativo, transferível e de livre negociação, que representa promessa de pagamento em dinheiro e constitui título executivo extrajudicial.

Leia mais

PARTE I AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

PARTE I AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Sumário PARTE I AÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Capítulo 1 Preambularmente: Regras Gerais da Petição Inicial... 3 1.1. Da Petição Inicial e Seus Requisitos... 3 1.2. O Endereçamento... 4 1.3.

Leia mais

PI juízo de admissibilidade (negativo) sentença 485, I, CPC (sem a citação).

PI juízo de admissibilidade (negativo) sentença 485, I, CPC (sem a citação). 1) Juca propôs ação de cobrança, pelo procedimento comum, em face de Marcio. Ocorre que, de plano, a ação foi extinta sem resolução de mérito, nos termos do artigo 485 do Código de Processo Civil, sem

Leia mais

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A

6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A 6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A posse e seus efeitos - O que é a posse? - Quais os efeitos oriundos da posse? > Direito à tutela possessória > Percepção dos frutos > Indenização pelas benfeitorias > Direito

Leia mais

Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal Cabimento Espécies de ritos do processo do

Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal Cabimento Espécies de ritos do processo do Sumário Manual de Prática Trabalhista Título I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal... 19 Cabimento... 19 Espécies de ritos do processo do trabalho... 19 Rito sumário...

Leia mais

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Habilidades e Competências. Textos, filmes e outros materiais. Tipo de aula. Semana. Princípios Gerais da

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Habilidades e Competências. Textos, filmes e outros materiais. Tipo de aula. Semana. Princípios Gerais da PLANO DE CURSO DISCIPLINA: EXECUÇÃO CÍVEL (CÓD. ENEX 60132) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos, filmes

Leia mais

Cr i a da e 23/09/ :49 A tu a l iz a 23/09/ :50

Cr i a da e 23/09/ :49 A tu a l iz a 23/09/ :50 Excelente material do saite DIZER O DIREITO Caderno: Direito Cr i a da e 23/09/2016 12:49 A tu a l iz a 23/09/2016 12:50 Au t o r: Alberto Santos Et i q ue t a direito, resumos, workstuff UR L: http://www.dizerodireito.com.br/2016/09/se-o-portador-ingressa-co

Leia mais

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA Denis Domingues Hermida - Locadora Carro Bom Ltda. foi autuada pela Receita Federal por ter deixado de recolher a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação 2007/1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Há possibilidade de redação de duas peças processuais: Opção 1: mandado de segurança contra ato do agente fiscal estadual, perante a Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo. Opção

Leia mais

Tribunais e MPU -Fernando Gajardoni-Camilo Zufelato-Proc Civil-5ed.indb 9 24/03/ :20:57

Tribunais e MPU -Fernando Gajardoni-Camilo Zufelato-Proc Civil-5ed.indb 9 24/03/ :20:57 Capítulo I TEORIA GERAL DO PROCESSO... 17 1. PRINCÍPIOS E NORMAS FUNDAMENTAIS... 17 2. JURISDIÇÃO... 22 2.1. Generalidades e conceito... 22 2.2. Características... 23 2.3. Divisão... 24 3. AÇÃO E PROCESSO...

Leia mais

Perspectivas da execução trabalhista com o NCPC

Perspectivas da execução trabalhista com o NCPC Perspectivas da execução trabalhista com o NCPC Homero Batista Mateus da Silva, Autor da coleção Curso de Direito do Trabalho Aplicado 10 volumes Ed. Revista dos Tribunais Protesto extrajudicial Art. 517.

Leia mais

SENTENÇA. Com a inicial vieram os documentos de f. 06/08.

SENTENÇA. Com a inicial vieram os documentos de f. 06/08. Autos n.º 183.08.146148-9 Natureza: ação de cobrança Requerente: Margarida Batista de Souza Requerido: Harakem Moreira Franco SENTENÇA Vistos, em correição. Margarida Batista de Souza propôs a presente

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 34 QUESTÕES (2012 2010) A apostila contém provas de Direito Processual Civil de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC),

Leia mais

Capítulo I TEORIA GERAL DO PROCESSO PRINCÍPIOS E NORMAS FUNDAMENTAIS JURISDIÇÃO Generalidades e conceito

Capítulo I TEORIA GERAL DO PROCESSO PRINCÍPIOS E NORMAS FUNDAMENTAIS JURISDIÇÃO Generalidades e conceito Capítulo I TEORIA GERAL DO PROCESSO... 21 1. PRINCÍPIOS E NORMAS FUNDAMENTAIS... 21 2. JURISDIÇÃO... 26 2.1. Generalidades e conceito... 26 2.2. Características... 27 2.3. Divisão... 28 3. AÇÃO E PROCESSO...

Leia mais

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte I Professor Zulmar Duarte Instaura a relação processual (linear) Apresenta a Demanda (causa de pedir e pedido) Litispendência (art. 312) Fixação da competência (art. 43) Requisitos Art. 319 Competência

Leia mais

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas.

CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. CNEF SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL II (PROCESSO EXECUTIVO) O processo executivo será ministrado em 12 sessões de 2 horas. 1ª Sessão a) conceito e fim da execução; b) formas do precesso de execução:

Leia mais

- intimação MP ou interventor legal - provas - valor da causa

- intimação MP ou interventor legal - provas - valor da causa PRÁTICA CIVIL Profº Ms. Sérgio Gabriel Tema: Petição Inicial 1) Petição Inicial a) Estrutura: - Endereçamento - Preâmbulo - Fatos - Fundamentos - Pedidos e requerimentos 2) Estrutura b) Regras básicas

Leia mais

PROCESSO DE CONHECIMENTO. Petição Inicial (282 do CPC)

PROCESSO DE CONHECIMENTO. Petição Inicial (282 do CPC) PROCESSO DE CONHECIMENTO Petição Inicial (282 do CPC) Juiz; Qualificações; Fatos e Fundamentos; DEVERÁ INDICAR Pedido; Valor da Causa; Provas; Requerimento. PEDIDO (ART. 282, CPC) O pedido é o último elemento

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação empregada para o contribuinte recuperar valor já pago indevidamente ou a maior.

Leia mais

Ação Monitória I DA PETIÇÃO INICIAL

Ação Monitória I DA PETIÇÃO INICIAL Ação Monitória I DA PETIÇÃO INICIAL A petição inicial da ação monitória deverá ser por escrito, por advogado legalmente constituído e habilitado (CPC, arts. 36 a 38) e deve conter os requisitos do art.

Leia mais

DAS AÇÕES POSSESSÓRIAS

DAS AÇÕES POSSESSÓRIAS DAS AÇÕES POSSESSÓRIAS Posse para Savigny Posse é um fato que se converte em direito justamente pelos interditos concedidos pelo ordenamento Posse para Ihering Teoria da defesa complementar da propriedade

Leia mais

CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015.

CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015. CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015. PROFESSORA JULIANA VIEIRA PEREIRA 37. Incumbe ao escrivão (A) efetuar avaliações e executar as ordens do juiz a que estiver subordinado. (B) estar presente às audiências

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 COMPONENTE CURRICULAR: Direito Processual Civil III

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 COMPONENTE CURRICULAR: Direito Processual Civil III CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 COMPONENTE CURRICULAR: Direito Processual Civil III CÓDIGO: DIR-465 Pré-requisito: Direito Processual Civil II Período Letivo:

Leia mais

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura.

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura. 1. RECEBIMENTO DE PETIÇÃO INICIAL (Rito ordinário) Autos n. Comarca de Preparo efetuado. 1 282). Recebo a petição inicial, por ser a mesma apta (CPC, art. Cite-se o requerido para que, caso queira, apresente

Leia mais

Capítulo I PROCEDIMENTO COMUM

Capítulo I PROCEDIMENTO COMUM SUMÁRIO Capítulo I PROCEDIMENTO COMUM 1.Fundamento legal... 21 2. Finalidade... 21 3. Petição inicial... 21 3.1. Tutela provisória... 22 3.1.1. Tutela de urgência: aspectos gerais... 23 3.1.1.1. Tutela

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO DA EDIÇÃO ATUALIZADA LEI 8.245, DE 18 DE OUTUBRO DE 1991

ÍNDICE SISTEMÁTICO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO DA EDIÇÃO ATUALIZADA LEI 8.245, DE 18 DE OUTUBRO DE 1991 ÍNDICE SISTEMÁTICO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO DA EDIÇÃO ATUALIZADA LEI 8.245, DE 18 DE OUTUBRO DE 1991 TÍTULO I DA LOCAÇÃO Capítulo I Disposições Gerais Seção I Da Locação em Geral Contrato de locação Conceito

Leia mais

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos.

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. (CPC, arts. 282 a 285-A) Petição Inicial Conceito: petição inicial é o ato formal do autor que introduz a causa em juízo (Vicente, 135). Características:

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A REFORMA DO CPC E A EXECUÇÃO DOS ALIMENTOS Maria Berenice Dias* Recentes reformas no processo de execução aboliram o processo de execução dos títulos executivos judiciais. O cumprimento

Leia mais

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução Prof. Dra. Liana Cirne Lins Faculdade de Direito do Recife Universidade Federal de Pernambuco Programa Teoria geral da execução o Conceito, natureza e finalidade da

Leia mais

ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT.

ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT. ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT IMPORTÂNCIA DA ATRIBUIÇÃO DO VALOR DA CAUSA Art.291. Atodacausaserá atribuídovalorcerto,ainda que não tenha conteúdo econômico imediatamente aferível. IMPORTÂNCIA DA ATRIBUIÇÃO

Leia mais

Curso Preparatório para o Concurso Público do TRT 12. Noções de Direito Processual Civil Aula 5 Prof. Esp Daniel Teske Corrêa

Curso Preparatório para o Concurso Público do TRT 12. Noções de Direito Processual Civil Aula 5 Prof. Esp Daniel Teske Corrêa Curso Preparatório para o Concurso Público do TRT 12 Noções de Direito Processual Civil Aula 5 Prof. Esp Daniel Teske Corrêa Sumário Antecipação dos Efeitos da Tutela Teoria Geral da Execução Execução

Leia mais

Novo Código do Processo Cívil: Cobrança de condomínio

Novo Código do Processo Cívil: Cobrança de condomínio Novo Código do Processo Cívil: Cobrança de condomínio Novo Código do Processo Cívil Processos Judiciais O Novo Código do Processo Civil foi aprovado pelo congresso nacional no final de 2014, mas passou

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turma: 8ºDIV

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO

PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO PROCESSO JUDICIAL TRIBUTÁRIO 1. EXECUÇÃO FISCAL 1.1. Natureza jurídica da execução fiscal A fase judicial de cobrança do débito tributário começa quando da sua inscrição regular, tendo em vista que, a

Leia mais

Pratica Especial 9º e 10º Semestres AULA 05. Reconvenção

Pratica Especial 9º e 10º Semestres AULA 05. Reconvenção AULA 05 Reconvenção Definição: A reconvenção é uma ação movida pelo réu contra o autor, nos mesmos autos da ação principal, devendo com esta ser conexa e apresentada em peça autônoma, mas simultaneamente

Leia mais

2. AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

2. AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2. AÇÃO DE 2.1 O direito de pagar - É um dever ou um direito? - A mora do credor exclui a do devedor? 2.2 A liberação natural e a liberação forçada do devedor - Liberação natural: pagamento por acordo

Leia mais

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor,

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor, DECRETO N. 7.672, DE 31 DE JULHO DE 2014 Disciplina o sistema de parcelamento de débito fiscal e dá ouras providências. O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação

Leia mais

PROCESSO CIVIL 1. PEDIDO

PROCESSO CIVIL 1. PEDIDO 1 PROCESSO CIVIL PONTO 1: Pedido PONTO 2: Espécies de Pedido PONTO 3: O Pedido e as Prestações Periódicas PONTO 4: Obrigação Indivisível PONTO 5: Cumulação de Pedidos PONTO 6: Interpretação do Pedido PONTO

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Trata-se de reclamação trabalhista sob o rito ordinário visto que a empresa foi fechada e seus representantes se encontram em local incerto e não sabido, à medida que o art. 825-B, II,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 6. Intervenção de terceiros. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 6. Intervenção de terceiros. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Aula 6 Intervenção de terceiros Prof. Luiz Dellore 1. Conceito: figura processual que possibilita a terceiro participar do processo. Pode ocorrer de duas formas a) Espontânea:

Leia mais

Classificação das Obrigações

Classificação das Obrigações DN DireitoNet Resumos Classificação das Obrigações Quanto ao objeto, seus elementos, de meio e de resultado, civis e naturais, puras e simples, condicionais, a termo e modais, de execução instantânea,

Leia mais

Juizados Especiais. Aula 5 ( ) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor)

Juizados Especiais. Aula 5 ( ) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) Juizados Especiais Aula 5 (19.03.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br Ementa da aula Citação (cont.) Audiência de conciliação e a arbitragem Conciliadores

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Nova execução de título extrajudicial: possibilidade de parcelamento da dívida e a extensão do benefício ao devedor de título judicial Sandra Aparecida Sá dos Santos NOVA EXECUÇÃO

Leia mais

Cobrança Condominial e o Novo Código de Processo Civil: Viabilidade do Procedimento

Cobrança Condominial e o Novo Código de Processo Civil: Viabilidade do Procedimento Cobrança Condominial e o Novo Código de Processo Civil: Viabilidade do Procedimento 19º Encontro Gaúcho de Condomínios Palestrante: Cristiane Carvalho Vargas Da Cobrança Condominial pelas Vias Judiciais

Leia mais

SUMÁRIO A ESSÊNCIA DO CPC DE 2015 E AS NOVAS

SUMÁRIO A ESSÊNCIA DO CPC DE 2015 E AS NOVAS Sumário SUMÁRIO A ESSÊNCIA DO CPC DE 2015 E AS NOVAS TENDÊNCIAS PARA OS CONCURSOS PÚBLICOS... 15 CÓDIGO PROCESSUAL CIVIL... 37 PARTE GERAL LIVRO I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS... 37 TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS

Leia mais

CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1. Introdução O depósito em consignação é modo de extinção da obrigação, com força de pagamento, e a correspondente ação consignatória tem por finalidade ver atendido o direito

Leia mais

Vistos etc. I.- Trata-se de AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL CUMULADA COM PEDIDO DE RESTITUIÇÃO proposta por JUDITH GONÇALVES DA SILVA em face de

Vistos etc. I.- Trata-se de AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL CUMULADA COM PEDIDO DE RESTITUIÇÃO proposta por JUDITH GONÇALVES DA SILVA em face de fls. 164 SENTENÇA Processo nº: 1005919-57.2017.8.26.0001 - Procedimento Comum Requerente: Judith Gonçalves da Silva Requerido: Uniproperties Empreendimentos Imobiliários Ltda. Eximo. Sr. Dr. Juiz Ademir

Leia mais

MANDADO FOLHA DE ROSTO

MANDADO FOLHA DE ROSTO fls. 72 Este documento é cópia do original, assinado digitalmente por CECILIA MARQUES MENDES MACHADO e Tribunal de Justica Sao Paulo, protocolado em 12/11/2014 às 16:28, sob o número WPIN14400727203. Para

Leia mais

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL VUNESP 2015 ESCREVENTE TÉCNICO JUDICIÁRIO 1. Incumbe ao escrivão a) estar presente às audiências e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem. b) efetuar avaliações e

Leia mais

Sumário. Prefácio Introdução Considerações Relativas à Implantação dos Juizados. Especiais da Fazenda Pública Estadual e Municipal

Sumário. Prefácio Introdução Considerações Relativas à Implantação dos Juizados. Especiais da Fazenda Pública Estadual e Municipal Sumário Prefácio... 17 Introdução... 19 Parte I Considerações Relativas à Implantação dos Juizados Especiais da Fazenda Pública Estadual e Municipal... 23 Pressupostos da instituição dos Juizados Especiais

Leia mais

Art. 238, CPC - Citação é o ato pelo qual são convocados o réu, o executado ou o interessado para integrar a relação processual.

Art. 238, CPC - Citação é o ato pelo qual são convocados o réu, o executado ou o interessado para integrar a relação processual. Processo Civil de Conhecimento - Aula III - 23/02/2017 Citação - artigo 238, CPC. Art. 238, CPC - Citação é o ato pelo qual são convocados o réu, o executado ou o interessado para integrar a relação processual.

Leia mais