Umuarama Ilustrado Umuarama, terça-feira 28 de abril de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Umuarama Ilustrado Umuarama, terça-feira 28 de abril de 2015"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTONIA 2º TERMO ADITIVO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 0108/2014 REF: TOMADA DE PREÇOS Nº. 009/2014 HOMOLGADA PELO DECRETO Nº 120/2014 DE 05 de junho de 2014 Pelo presente instrumento particular, celebram entre si o MUNICÍPIO DE ALTÔNIA PREFEITURA MUNICI- PAL, inscrita no CNPJ n.º / , doravante denominada CONTRATANTE, com sede administrativa na Rua Rui Barbosa, 815 Centro, na cidade de Altônia,, neste ato representado pelo o Exmo. Sr. Amarildo Ribeiro Novato, portador do RG n.º SSP/PR e CPF nº , residente na Rua Dom Pedro, 164 na cidade de Altônia,, e na qualidade de CONTRATADA empresa: BRUSTOLIN METALURGICA EIRELI - ME. Inscrito no CNPJ sob nº / , com sede na cidade de UMUARAMA, neste ato representada pelo Sr. Clacir Brustolin Meotti, portador do CPF nº e do RG: SSP/SC, resolve firmar o presente 1º Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Serviços para entrega do objeto da Licitação na Modalidade Tomada de Preços nº. 009/2014, mediante cláusulas e condições a seguir estabelecidas: CLÁUSULA PRIMEIRA: DO PRAZO DE EXECUÇÃO O 1º Termo Aditivo tem por objeto acrescentar VIGÊNCIA de 90 (noventa) dias corridos no prazo de Execução do Contrato de Prestação de Serviços nº 108/2014 para término dos serviços remanescentes, passando o mesmo a vigorar do dia 14 de Abril de 2015 até 13 de Julho CLÁUSULA SEGUNDA: DAS DEMAIS CLÁUSULAS Permanecem inalteradas as Demais cláusulas do contrato. E por estarem assim certos e devidamente acordados, datam e assinam o presente contrato em 03 (três) vias de igual forma e teor, perante as testemunhas. Altônia-PR., 15 de Abril Contratante BRUSTOLIN METALURGICA EIRELI - ME Clacir Brustolin Meotti Contratado TESTEMUNHAS: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTONIA DECRETO Nº 089/15 Homologa parecer exarado por Comissão Municipal de Pregão e Equipe de Apoio sobre julgamento de propostas apresentada em atendimento ao disposto no Edital de Pregão Presencial nº. 033/2015 de 07 de Abril de 2015 e dá outras providências. Prefeito do Município de Altônia,, no uso de suas atribuições, D E C R E T A, Art.1º- Fica homologado o parecer exarado pela Comissão Municipal de Pregão e Equipe de Apoio, constituída consoante a Portaria nº. 003/2015 de 06 de janeiro de 2015, sobre julgamento da proposta apresentada em atendimento ao disposto no Edital de Pregão Presencial nº. 033/2015 de 07 de abril de 2015, que tinha como objeto a Contratação EXCLUSIVA de Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte para prestação de serviços de ornamentação de locais onde serão realizados eventos promovidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social. Art. 2º - Declara como vencedor da concorrência as propostas da empresa: V L PINHELLI TOME - EPP, nos lotes 01 e 02, com o valor total de R$ 904,00 (novecentos e quatro reais). Art. 3º- Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Paço Municipal Vereador Pedro de Paiva, aos 23 de Abril DECRETO Nº 090/2015 Ementa: Cancela o Edital de Pregão Presencial nº. 032/2015 de 07 de abril de 2015 e da outras providências; Prefeito do Município de Altônia,, no uso de suas atribuições, D E C R E T A, Art.1º- Fica Cancelado o Edital de Pregão Presencial nº. 032/2015 de 07 de abril de 2015, que tinha como objeto a Contratação EXCLUSIVA de Micro Empresa ou Empresa de Pequeno Porte para fornecimento de rádios comunicadores para uso do Corpo de Bombeiros do Município de Altônia. Por não haver empresas habilitadas para o Certame. Art. 2º- Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Paço Municipal Vereador Pedro de Paiva, aos 27 dias de Abril DECRETO Nº 091/2015 Ementa: Cancela o Edital de Pregão Presencial nº. 034/2015 de 07 de abril de 2015 e da outras providências; Prefeito do Município de Altônia,, no uso de suas atribuições, D E C R E T A, Art.1º- Fica Cancelado o Edital de Pregão Presencial nº. 034/2015 de 07 de abril de 2015, que tinha como objeto a Contratação EXCLUSIVA de Micro Empresa ou Empresa de Pequeno Porte para fornecimento de equipamentos hospitalares para uso no Hospital Municipal de Altonia. Por não haver empresas habilitadas para o Certame. Art. 2º- Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Paço Municipal Vereador Pedro de Paiva, aos 27 dias de Abril PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTONIA PROCESSO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 007/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 077/2015 TERMO DE RATIFICAÇÃO O Prefeito do Município de Altônia,,, no uso de suas atribuições legais e com base no inciso II do Art. 24 e inciso I do Art. 26 da Lei nº /93. Autoriza a DISPENSA DE LICITAÇÃO, solicitada pela Contratação EXCLUSIVA de Micro Empresa ou Empresa de Pequeno Porte para fornecimento de peças e prestação de Serviços mecânicos para manutenção do veículo ambulância de placas AXL5691, utilizada pelo Corpo de Bombeiros, no valor de R$ 1.865,00 (mil oitocentos e sessenta e cinco reais), com a empresa: A. A. MORO & CIA LTDA - ME, inscrito no CNPJ sob nº / , com sede à Avenida Pernambuco, 3162, CEP: , na Cidade de Umuarama Paraná. Os recursos para a contração dos Serviços acima citados são oriundos da : Secretaria de Obras e Serviços Públicos Divisão de Obras e Serviços Material de Consumo Outros Serviços de Terceiros Pessoa Jurídica Altônia, 24 de Abril PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILÂNDIA DO SUL EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS EDITAL DE PREGÃO Nº 009/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 012/2015 Processo Licitatório: Pregão Presencial N. 009/2015 Contratante: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BRASILANDIA DO SUL com sede administrativa na Avenida Adão Arcângelo Dal Bem, 882, na cidade de Brasilândia do Sul,, inscrito no CNPJ/MF sob n.º / , neste ato representado por seu Sr. MARCIO JULIANO MARCOLINO, brasileiro, casado, agente político, portador da Cédula de Identidade Civil RG n.º SSP-PR, inscrito no CPF/MF sob n.º , residente e domiciliado a Rua Antônio Barros de Souza,468 na cidade de Brasilândia do Sul, doravante denominada CONTRATANTE. DETENTORA: RIAJI TERRAPLANAGEM LTDA., situada na Rua Amambai, 3605, - CNPJ / , neste ato representado por seu representante legal Izaias Larsen, conforme documento comprobatório CPF: , RG: Doravante denominada DETENTORA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS. Objeto: REGISTRO DE PREÇOS para o fornecimento à PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILANDIA DO SUL (PMBdS) para AQUISIÇÕES FUTURAS E PARCELADAS DE HORAS MÁQUINAS A FIM DE ATENDER A NECESSIDADE DAS SECRETARIAS E DEPARTAMENTOS DO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA DO SUL, conforme segue: RIAJI TERRAPLANAGEM LTDA. Item Descrição Unidade Quant. Valor Unit. Valor Total Marca/Espec. 1 HORAS MÁQUINAS DE PÁ CARREGADEIRA, COM CONCHA DE NO MÍNIMO 1,5 M³ HR 150,00 150, ,00 CATERPILLAR 2 HORAS MÁQUINAS DE ESCAVADEIRA HIDRÁULICA, COM CAPACIDADE MÍNIMA DE CAÇAMBA DE 1M³ HR 100,00 196, ,00 CASE TOTAL: ,00 VALOR: R$ ,00 (quarenta e dois mil e cem reais). O FORNECIMENTO SERÁ REALIZADO DE FORMA PARCELADA, CONFORME A NECESSIDADE SOLICITA- DA E A ENTREGA DEVERÁ SER EFETUADA NOS TERMOS DO EDITAL AO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA DO SUL. AMPARO LEGAL: LEI FEDERAL Nº 8.666/93; LEI FEDERAL Nº /2002; DECRETO FEDERAL Nº 3931/ VIGÊNCIA: 12 MESES DATA DA ASSINATURA: 27/04/2015 BRASILÂNDIA DO SUL - PR, 27 de abril MARCIO JULIANO MARCOLINO Departamento de Licitações e Contratos Brasilândia do Sul-PR PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 04/2015, DE 24 DE ABRIL DE 2015 CONVOCA CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 01/2015. O de Cafezal do Sul,, através da Secretaria de Municipal de Ação Social, no uso de suas e em conformidade com o Processo Seletivo Simplificado - Edital nº 01/ 2015, datado de 06 de março de 2015 e Edital nº 03/2015, datado de 24 de março de 2015, que homologou o resultado final, publicado no Jornal Umuarama Ilustrado em Edição nº , pág. 18, resolve, I - CONVOCAR os candidatos, abaixo identificados, classificados no Processo Seletivo Simplificado, aberto pelo Edital nº 01/2015, para contratação temporária de PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA para desenvolver atividades na Rede de Ensino Municipal de Cafezal do Sul-PR, para comparecer à Perícia Médica, e posterior assinatura do contrato temporário: INSCR. CANDIDATO DOC CLASSIF. 03 ANDREW HIROMI DIAS º 02 LILIAN TIEMI MISAWA º II - Os candidatos convocados por este Edital, deverão comparecer a Divisão de Recursos Humanos na Prefeitura Municipal de Cafezal do Sul - Paraná, sito na Av. Italo Orcelli n 604, Centro, cidade de Cafezal do Sul-PR, munidos da seguinte documentação: a) Declaração de não acumulação de provento, remuneração, ou qualquer outra renda do Poder Público municipal, estadual ou federal incompatível com o disposto no art. 37, inciso XVI, da Constituição Federal; b) Comprovação de situação de regularidade fiscal com o Estado, mediante a exibição de Certidão Negativa de Débito, atualizada até mês da assinatura do contrato temporário; c) Certidões de regularização junto à justiça eleitoral, ao serviço militar obrigatório e à justiça estadual (antecedentes criminais) que comprovem não ter qualquer restrição de ordem criminal que impeça o livre exercício de direitos. d) Atestado de Saúde Ocupacional, considerando-o apto para o exercício do cargo, objeto da contratação; e) PIS/PASEP; f) Comprovante de Conta-Salário e/ou Conta Corrente no Banco Bradesco. III - O não comparecimento do candidato convocado sem causa justificada no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a partir da publicação deste, acarretará a perda do direito de contratação. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 24 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA EXTRATO DO CONTRATO N. 12/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 08/2015 PARTES: Pref. Municipal de Cafezal do Sul e INCORPORADORA E CONSTRUTORA ANDAIME LTDA ME OBJETO: Contratação de empresa para a construção de uma quadra coberta com vestuário, no Município de Cafezal do Sul, Recurso FNDE. FUNDAMENTAÇÄO LEGAL: TP Nº 03/2015 DOTAÇÄO ORÇAMENTÁRIA: DESCRIÇÃO DOTAÇÃO COMPLETA VALOR COD DEPTO DE EDUCAÇÃO ,51 141/786 - ASSINAM: ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA Prefeitura e INCORPORADORA E CONSTRUTORA ANDAIME LTDA ME. Data: 10 de Abril EXTRATO DO CONTRATO N. 11/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 12/2015 PARTES: Pref. Municipal de Cafezal do Sul e FUNDAÇÃO CANDIDO GARCIA OBJETO: Contratação de empresa que promova a integração de estágio entre o Município de Cafezal do Sul e as Instituições de Ensino de até 20 (vinte) estudantes do ensino superior para desenvolverem atividades supervisionadas.. FUNDAMENTAÇÄO LEGAL: Pregão Nº 09/2015 DOTAÇÄO ORÇAMENTÁRIA: DESCRIÇÃO DOTAÇÃO COMPLETA VALOR FONTE ADMINISTRAÇÃO GERAL ,00 0/536 DEPARTAMENTO DE SAÚDE ,00 303/792 DEPTO DE EDUCAÇÃO ,00 103/793 ASSISTÊNCIA SOCIAL ,00 0/794 - ASSINAM: ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA Prefeitura e FUNDAÇÃO CANDIDO GARCIA. Data: 09 de Abril EXTRATO DO CONTRATO N. 21/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 18/2015 PARTES: Pref. Municipal de Cafezal do Sul e SORRILHA & SANTOS LTDA - ME OBJETO: Consultoria e Assessoria técnica, concernentes a preparação, encaminhamento e acompanhamento de propostas e planos de trabalho, junto as demais esferas de governo, visando a catação de recursos financeiros a serem locados em programas de investimento público no interesse do município em especial ao SICONV e demais sites institucionais dos Ministérios e fundos nacionais e ainda assessoramento na execução dos objetos conveniados e prestação de contas, serviços estes realizados via internet.. FUNDAMENTAÇÄO LEGAL: Pregão Nº 15/2015 DOTAÇÄO ORÇAMENTÁRIA: DESCRIÇÃO DOTAÇÃO COMPLETA VALOR FONTE ADMINISTRAÇÃO GERAL ,00 0/529 - ASSINAM: ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA Prefeitura e SORRILHA & SANTOS LTDA - ME. Data: 22 de Abril DECRETO N 061/2015, DE 24 DE ABRIL DE 2015 PRORROGA O PRAZO DE VALIDADE DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL Nº 08/2014. ASCÂNIO ANTÔNIO DE PAULA - de Cafezal do Sul,, no uso de suas atribuições legais e, de conformidade com o estabelecido no item 14.1 do Edital 08/2014, de 09/04/2014, D E C R E T A: Art. 1º - Fica prorrogado pelo prazo de 06 (seis) meses, o prazo de validade do Processo Seletivo Simplificado Edital nº 08/2014, homologado pelo Edital nº 16/2014, de , publicado no Jornal Umuarama Ilustrado, no dia 26 de abril de 2014, Edição nº , destinado a contratação temporária de ENFERMEIRO(A), para atendimento da Secretaria Municipal de Saúde de Cafezal do Sul-PR. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 24 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTÔNIO DE PAULA PORTARIA N 037/2015, DE 24 DE ABRIL DE 2015 NOMEIA A SRA. ZÉLIA APARECIDA SERRALBO, PARA O CARGO DE ASSISTENTE SOCIAL, EM VIRTUDE DE HABILITAÇÃO EM PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - PSS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAFEZAL DO SUL,, no uso de suas CONSIDERANDO o Processo Seletivo Simplificado - PSS, aberto através do Edital nº 27/2013; o Edital n.º 30/ 2013, de 06/06/ Homologação de Resultado; e o Edital n.º 08/2015, de 14/04/ Convocação da Candidata; Art. 1º - NOMEAR a Sra. ZÉLIA APARECIDA SERRALBO, inscrita na CI/RG sob nº SSP/SP e CPF sob nº , sob o Regime Estatutário, no Cargo de ASSISTENTE SOCIAL - carga horária de 40 horas semanais, a partir de 27 de abril Art. 2º - A nomeação dar-se-á em caráter temporário, a fim de suprir necessidades inadiáveis da Administração Pública, em caráter excepcional, pelo prazo de 06 (seis) meses, encerrando-se em 26 de outubro Parágrafo Único: Não havendo a interrupção do vínculo da servidora até a data prevista para o encerramento, considerar-se-á automaticamente prorrogado o vínculo por sucessivos períodos, até o limite máximo de 04 anos. Art. 3º - A Secretaria Municipal de Ação Social, através da Divisão de Recursos Humanos, providenciará o assentamento nos registros funcionais em cumprimento a presente Portaria. Art. 4º - Revogam-se as disposições em contrário. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 24 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA PORTARIA N 038/2015, DE 27 DE ABRIL DE 2015 CONCEDE FÉRIAS REGULAMENTARES A SERVIDORA CLAUDETE PORTILHO ESTÁBILE. ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA de Cafezal do Sul,, usando de suas I Conceder 30 (trinta) dias de férias regulamentares, no período de 30/04/2015 a 29/05/2015, referente ao período aquisitivo de 01/02/2012 à 31/01/2013, a Servidora CLAUDETE PORTILHO ESTABILE, inscrita na CI/ RG sob n.º SSP/MS e CPF sob n.º , ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR ADMINISTRATIVO, no exercício do Cargo em Comissão de DIRETORA DE ASSUNTOS JURÍDI- COS, lotada na Secretaria Municipal de Administração. II Revogam-se as disposições em contrário. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 27 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA PORTARIA N 039/2015, DE 24 DE ABRIL DE 2015 CONCEDE FÉRIAS REGULAMENTARES AO SERVIDOR CELSO DE ALMEIDA. ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA de Cafezal do Sul,, usando de suas Art. 1º Conceder 30 (trinta) dias de férias regulamentares, no período de 27/04/2015 a 26/05/2015, referente ao período aquisitivo de 11/03/2011 à 10/03/2012, ao Servidor CELSO DE ALMEIDA, inscrito na CI/RG sob nº SSP/PR e CPF n.º , ocupante do cargo de Provimento Efetivo de PROFISSIONAL POLIVALENTE MASCULINO, lotado na Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Rodoviários. Art. 2º Revogam-se as disposições em contrário. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 24 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA PORTARIA N 040/2015, DE 24 DE ABRIL DE 2015 CONCEDE FÉRIAS REGULAMENTARES AO SERVIDOR VAGNER SILVA DE MORAIS. ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA de Cafezal do Sul,, usando de suas Art. 1º Conceder 30 (trinta) dias de férias regulamentares, no período de 27/04/2015 a 26/05/2015, referente ao período aquisitivo de 01/04/2013 à 31/03/2014, ao Servidor VAGNER SILVA DE MORAIS, inscrito na CI/RG n.º SSP/PR e CPF n.º , ocupante do cargo de Provimento em Comissão de ASSES- SOR TÉCNICO COM 1º GRAU COMPLETO, lotado na Secretaria Municipal de Assuntos Estratégicos. Art. 2º Revogam-se as disposições em contrário. Registre-se, Publique-se, Cumpra-se. Paço Municipal de Cafezal do Sul,, aos 24 dias do mês de abril ASCÂNIO ANTONIO DE PAULA PREFEITURA MUNICIPAL DE CIDADE GAÚCHA SEGUNDO TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE FORNECIMENTO REF. AO PREGÃO PRESENCIAL N.º 073/ 2013, FIRMANDO ENTRE A PREFEITURA MUNICIPAL DE CIDADE GAÚCHA - PR E A EMPRESA FARMACIA DROGACENTRO LTDA - ME. O MUNICÍPIO DE CIDADE GAÚCHA,, inscrito no CNPJ/MF n.º / , com sede a R. 25 de Julho, 1814, neste Município de Cidade Gaúcha,, neste ato representado pelo seu Sr. ALEXANDRE LUCENA, brasileiro, solteiro, advogado, portador da cédula de identidade civil RG n.º /SSP-PR, inscrito no CPF n.º , residente e domiciliado na Rua J. K., Município de Cidade Gaúcha,, doravante denominada CONTRATANTE, e de outro lado à empresa FARMACIA DROGACENTRO LTDA - ME, devidamente instalada e em pleno funcionamento a Av. Comendador Gentil Geraldi, 2908, Centro, no Município de Cidade Gaúcha - PR, CEP: , cadastrada no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas/MF sob n / e Inscrição Estadual n.º , neste ato representado por seu representante legal Sr. GILBERTO SANTINI, brasileiro, maior, comerciante, portador da cédula de identidade civil RG n.º e cadastrado pelo CPF n.º , residente e domiciliado a Rua Duque de Caxias, 1662, Centro, no Município de Cidade Gaúcha - PR, CEP: , doravante denominado CONTRATADO, considerando o 1ª, art. 65, da lei n.º 8666/93 e considerando a necessidade de medicamentos similares, resolvem pelo presente instrumento ADITAR O CONTRATO DE FORNECIMENTO, celebram o presente instrumento conforme estipulado nas cláusulas abaixo. CLÁUSULA PRIMEIRA Através do presente Termo Aditivo, as partes resolvem alterar a cláusula 4 (quarta) do contrato original sob n.º 130/2013 que vem acrescer o prazo de vigência do contrato original estendendo-se até 31 de Dezembro CLÁSULA SEGUNDA Permanecem inalteradas e em pleno vigor as demais cláusulas, e condições do contrato original, datado de 17 de Dezembro de E por estarem assim, justos e contratados, assinam o presente em 02 (duas) vias de igual teor e forma para que produza seus efeitos jurídicos e legais. Cidade Gaúcha - PR, 30 de Dezembro de ALEXANDRE LUCENA PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE GILBERTO SANTINI REPRESENTANTE LEGAL CONTRATADO TESTEMUNHAS: PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO OESTE AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO 36/2015 PROCESSO LICITATÓRIO nº 74/2015 Objeto: Contratação de empresa para fornecimento de equipamentos referente ao Convênio nº /2012 Portaria 453/ FUNASA. Órgão solicitante Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. IMPORTANTE RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: Até às 08:30 horas, do dia 14/05/2015 ABERTURA DAS PROPOSTAS: Dia 14/05/2015, às 08:45 h. INÍCIO DA SESSÃO DE DISPUTA DE PREÇOS: Dia 14/05/2015, às 09:00 h. FORMALIZAÇÃO DE CONSULTAS: PREGÃO ELETRÔNICO 36/ ou "Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Oeste - Setor de Compras. Fone: (44) Fax: (44) ramal 168 e 169. Horário de expediente: das 07:30 as 11:30 e 13:00 as 17:00 horas. REFERÊNCIA DE TEMPO: Horário de Brasília-DF REGIME CONTRATAÇÃO: lote PREÇO MÁXIMO TOTAL VALOR DA DESPESA POR EXTENSO ,00 Cinqüenta e seis mil cento e oitenta e cinco reais CÓDIGO DA DESPESA CÓDIGO DA FONTE DE RECURSO CONDIÇÕES DE PAGAMENTO: 15 (quinze) dias úteis conforme liberação de recursos, contadas a partir do recebimento cópia de empenho emitido pela Secretaria da Fazenda PRAZO DE ENTREGA: 15 (quinze) dias conforme liberação de recursos, contadas a partir do recebimento cópia de empenho emitido pela Secretaria da Fazenda e Administração. Maiores informações poderão ser obtidas junto à Divisão de Licitações do Departamento de Compras, sito na Rua João Ormindo de Rezende, n 686, Centro, Cruzeiro do Oeste - Paraná ou pelo telefone n (44) ramal 168 e 169. Cruzeiro do Oeste, 27/04/2015 MARCOS GONÇALVES RIBEIRO AUTORIDADE COMPETENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO OESTE TERMO ADITIVO Nº 53/2015 REF. CONTRATO Nº 96/2013 MUNICÍPIO DE CRUZEI5RO DO OESTE - ES/TADO DO PARANÁ, pessoa jurídica de direito público interno, com sede junto a prefeitura Municipal, na Rua João Ormindo de Resende, 686, inscrito no CNPJ sob nº / , neste ato representado pelo seu o Sr. VALTER PEREIRA DA ROCHA, brasileiro, casado, portador da cédula de identidade civil RG nº e do CPF nº , residente e domiciliado, nesta cidade, de ora em diante denominado simplesmente CONTRATANTE, e de outro lado, a Empresa CIRURGICA PARANÁ DISTRIBUIDORA DE EQUIPAMENTOS LTDA., pessoa jurídica de direito privado inscrito no CNPJ sob nº / , com sede na Av: Celso Garcia Cid, n 3.698, CEP , Umuarama- Paraná, doravante denominada CONTRATADA, neste ato representado pela Sr. EDIEL DE MORAES PINHEIRO, brasileiro, portador da cédula identidade RG. nº SSP/PR, e do CPF nº , residente e domiciliado em Umuarama - Paraná CEP: , tem entre si justo e acertado na melhor forma de direito, o presente Termo Aditivo, mediante as clausulas e condições seguintes: Cláusula primeira Aquisição de materiais, instrumentos e equipamento odontológico destinado ao Centro Odontológico do Município de Cruzeiro do Oeste. Órgão solicitante Secretaria Municipal de Saúde. DOS DOCUMENTOS APLICÁVEIS Cláusula segunda: O presente instrumento contratual é celebrado, pelo procedimento licitatório na Modalidade Pregão nº 38/2013, na forma da Lei 8.666/93, bem como pelas demais disposições pertinentes a mesma, subsidiariamente o Código Civil Brasileiro. Cláusula terceira: Através do presente termo aditivo, decidem as partes, de comum acordo, prorrogar o prazo de vigência do termo aditivo 137/2014 referente ao contrato 96/2013 a contar do dia 01 de Janeiro de 2015 com término em 31 de dezembro de 2015, conforme justificativa no memorando Cláusula quarta: As partes comprometem-se a manterem as mesmas condições estabelecidas pela licitação Pregão nº 38/2013, que não colidirem com as disposições deste aditivo, obedecendo ao Contrato nº 96/2013. Cruzeiro do Oeste, 01 de Abril CIRURGICA PARANÁ DISTRIBUIDORA DE EQUIPAMENTOS LTDA. Contratada VALTER PEREIRA DA ROCHA Testemunhas: PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPERANÇA NOVA AVISO DE REDESIGNAÇÃO DE DATA DE ABERTURA A Prefeitura Municipal de Esperança Nova, através de sua pregoeira, torna público que foi redesignada a data de abertura do seguinte processo licitatório: PROCESSO Nº. 15/2015 PREGÃO PRESENCIAL: 07/2015 OBJETO: Aquisição de óleo diesel S-10 e arla para abastecimento de veículos da Frota Municipal. ENTREGA DOS ENVELOPES: PROPOSTA E DOCUMENTAÇÃO, até às 09:00 horas do dia 13/05/2015, E INÍCIO DA SEÇÃO DE LANCES: às 09:00 horas do dia 13/05/2015 na Divisão de Compras e Bens Patrimoniais no Paço Municipal, situado na Av. Juvenal Silva Braga, 400, centro, Esperança Nova PR. AQUISIÇÃO DO EDITAL: PODERÁ SER ADQUIRIDO, JUNTO A DIVISÃO DE COMPRAS E PATRIMÔNIO NO ENDEREÇO ACIMA ou POR REQUERIMENTO ATRAVÉS DO DEMAIS INFORMAÇÕES: Poderão ser obtidas, na Divisão de Compras e Patrimônio ou pelo fone (44) RAMAL 251 ou 258. Quaisquer outras informações também podem ser adquiridas pelo citado acima. ESPERANÇA NOVA, 27/04/2015. VANESSA GARCIA OLIANI BRAGA - Pregoeira PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPERANÇA NOVA AVISO DE REDESIGNAÇÃO DE DATA DE ABERTURA A Prefeitura Municipal de Esperança Nova, através de sua pregoeira, torna público que foi redesignada a data de abertura do seguinte processo licitatório: PROCESSO Nº. 15/2015 PREGÃO PRESENCIAL: 07/2015 OBJETO: Aquisição de óleo diesel S-10 e arla para abastecimento de veículos da Frota Municipal. ENTREGA DOS ENVELOPES: PROPOSTA E DOCUMENTAÇÃO, até às 09:00 horas do dia 12/05/2015, E INÍCIO DA SEÇÃO DE LANCES: às 09:00 horas do dia 12/05/2015 na Divisão de Compras e Bens Patrimoniais no Paço Municipal, situado na Av. Juvenal Silva Braga, 400, centro, Esperança Nova PR. AQUISIÇÃO DO EDITAL: PODERÁ SER ADQUIRIDO, JUNTO A DIVISÃO DE COMPRAS E PATRIMÔNIO NO ENDEREÇO ACIMA ou POR REQUERIMENTO ATRAVÉS DO DEMAIS INFORMAÇÕES: Poderão ser obtidas, na Divisão de Compras e Patrimônio ou pelo fone (44) RAMAL 251 ou 258. Quaisquer outras informações também podem ser adquiridas pelo citado acima. ESPERANÇA NOVA, 27/04/2015. VANESSA GARCIA OLIANI BRAGA - Pregoeira MUNICÍPIO DE GUAÍRA EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 064/2015 Detentora da Ata: M.H. PERELLES - ME fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Computador Desktop, Patch Panel e Tablet 16 GB), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Cento e cinquenta e quatro mil e sessenta reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 065/2015 Detentora da Ata: CARNEVALI E KLITZKE LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Impressora a Laser, Nobreak, Placa de Rede, Cabo de Rede, Computador Desktop cor I5, Placa Vídeo, Scanner, Cartucho de Toner HP preto, Mini Rack, Cartcho de toner Samsung e Impressora Térmica, ), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,90 (Cento e dezoito mil, trezentos e cinqüenta e quatro reais e noventa centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 066/2015 Detentora da Ata: COLOMBI MÓVEIS E INFORMÁTICA LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Multifuncional a Laser colorida, Impressora Matricial Cabo USB, TELEFONE Tecnologia DECT 6.0, HD SATA 3 de 500GB, Mini ATX e Drive Gravador DVD), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Cinqüenta e quatro mil, seiscentos e setenta e um reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 067/2015 Detentora da Ata: DIGITO INFORMATICA LTDA ME fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (CARTÕES de PVC), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Vinte e um mil e quinhentos reais) EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 068/2015 Detentora da Ata: DORISETE PREMOLER SPLITT fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Cooler para Processador, TV LED Tela 47", Projetor de Mesa), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Trinta e três mil, oitocentos e quarenta e quatro reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 Detentora da Ata: AVA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação ( ATX 500 Watts, Tela para Projeção, Cartucho Toner HP ORIGINAL - CE278A 78A, Cartucho Toner HP ORIGINAL - CC364A 64A, Switch Gerenciável com 52 portas Gigabit, TV LED Tela 47", Projetor de Mesa), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,50 (Quarenta e sete mil, cinqüenta e oito mil e cinqüenta centavos). FABIAN PERSI VENDRUSCOLO / PREFEITO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE GUAÍRA EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 083/2015 Detentora da Ata: VIA NOVITA LTDA-ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Multifuncional a laser, Multifuncional Laser Colorida, Impressora Laser Velocidade de impressão (preto), Memória 2GB DDR2-667 Mhz), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,20 (Cinqüenta e oito mil, trezentos e oitenta e nove reais e vinte centavos). PORTARIA Nº 098/2015 Ementa: Homologa julgamento proferido por Pregoeiro sobre proposta apresentada ao Edital de Pregão Eletrônico nº 017/2015 MUNICÍPIO DE GUAÍRA / PR. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAÍRA,, no uso de suas Art. 1º - Homologar o julgamento proferido por Pregoeiro sobre proposta apresentada ao Edital de Pregão Eletrônico 017/2015, que tem como objeto a contratação de empresa do ramo para fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação, os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Às empresas: M.H. PERELLES - ME, com valor total máximo de R$ ,00 (Cento e cinquenta e quatro mil e sessenta reais); CARNEVALI E KLITZKE LTDA, com valor total máximo de R$ ,90 (Cento e dezoito mil, trezentos e cinquenta e quatro reais e noventa centavos); COLOMBI MÓVEIS E INFORMÁTICA LTDA, com valor total máximo de R$ ,00 (Cinquenta e quatro mil, seiscentos e setenta e um reais); DIGITO INFORMATICA LTDA ME, com valor total máximo de R$ ,00 (Vinte e um mil e quinhentos reais); DORISETE PREMOLER SPLITT, com valor total máximo de R$ ,00 (Trinta e três mil, oitocentos e quarenta e quatro reais); AVA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA, com valor total máximo de R$ ,50 (Quarenta e sete mil, cinquenta e oito mil e cinquenta centavos); C. A. OLIVEIRA ELETRÔNICOS ME, com valor total máximo de R$ ,90 (Cinquenta e seis mil e trezentos e vinte e seis reais e noventa centavos); INOVAMAX TELEINFORMATICA LTDA ME, com valor total máximo de R$ 7.750,00 (Sete mil e setecentos e cinquenta reais); LUIZ FERNANDO CUNHA GRENIER ME, com valor total máximo de R$ ,35 (dezenove mil e oitocentos e noventa e um reais e trinta e cinco centavos); MONTEIRO & ANTUNES LTDA, com valor total máximo de R$ ,00 (Cinquenta e quatro mil e quatrocentos e dezessete reais); S. F. DOS SANTOS EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA ME, com valor total máximo de R$ ,48 (Cinquenta e dois mil e oitocentos e vinte e quatro reais e quarenta e oito centavos); SANTOS & MAYER COMERCIO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA LTDA ME, com valor total máximo de R$ 4.300,00 (Quatro mil e trezentos reais); WORKSERV DESENVOLVIMENTO E COMERCIO DE SOFTWARES LTDA, com valor total máximo de R$ ,00 (Dezoito mil, duzentos e cinquenta reais); SMI TECNOLOGIA E SERVIÇOS LTDA, com valor total máximo de R$ ,50 (Cento e quatorze mil, seiscentos e cinquenta reais e cinquenta centavos); V.S. DUTRA - COMUNICAÇÃO E INFORMATICA LTDA, com valor total máximo de R$ ,50 (Vinte e cinco mil, trezentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos); SUELEN CRISTINA PROVENS ME, com valor total máximo de R$ ,30 (Cinquenta e sete mil, setecentos e vinte quatro reais e trinta centavos); VCO COMÉRCIO DE INFORMÁTICA LTDA, com valor total máximo de R$ ,50 (Sessenta e sete mil, cento e oitenta e seis reais e cinquenta centavos); ZELDA BOZZOLA DE ALMEIDA-ME, com valor total máximo de R$ ,00 (Vinte mil, trezentos e trinta e cinco reais); VIA NOVITA LTDA-ME, com valor total máximo de R$ ,20 (Cinquenta e oito mil, trezentos e oitenta e nove reais e vinte centavos); Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação com efeito retroativo a 24 de março Guaíra (PR), 24 de março FABIAN PERSI VENDRUSCOLO / PREFEITO MUNICIPAL

2 MUNICÍPIO DE GUAÍRA EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 071/2015 Detentora da Ata: C. A. OLIVEIRA ELETRÔNICOS - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (PLA- CA DE REDE PCI WIRELESS, Cooler para Processador, Switch 24 Portas Gigabit + 4 Portas SFP, Conector Fêmea RJ-45 - CAT.5E, Kit caixa Sobrepor de Tomada RJ45 / RJ11, Testador de cabo de rede RJ11, Notebook, Processador e outros), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,90 (Cinqüenta e seis mil e trezentos e vinte e seis reais e noventa centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 072/2015 Detentora da Ata: INOVAMAX TELEINFORMATICA LTDA - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Switch de 08 portas Gigabits, Placa de Rede - PCI Express 10/100/1000 GB e Pen Drive com tampa retrátil), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ 7.750,00 (Sete mil e setecentos e cinqüenta reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 073/2015 Detentora da Ata: LUIZ FERNANDO CUNHA GRENIER - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (No- Break 1.200VA / 600W - Bivolt c/ 8 Tomadas, Drive Gravador DVD, Drive Gravador BLU RAY e Modem ADSL ADSL2+ DSL-2500E), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,35 (dezenove mil e oitocentos e noventa e um reais e trinta e cinco centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 074/2015 Detentora da Ata: MONTEIRO & ANTUNES LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Cartucho Toner HP), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Cinqüenta e quatro mil e quatrocentos e dezessete reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 075/2015 Detentora da Ata: S. F. DOS SANTOS EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Processador Core i5-4690k 6MB 3.5GHz, Processador Core i GHz 4MB LGA 1150 c/ Intel HD Graphics, Memória 4GB DDR Mhz, Memória 2GB DDR Mhz e outros), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,48 (Cinqüenta e dois mil e oitocentos e vinte e quatro reais e quarenta e oito centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 076/2015 Detentora da Ata: SANTOS & MAYER COMERCIO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA LTDA - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Mini Rack de Parede de 05U e BANDEJA FIXA de 01U - 4PT padrão 19), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ 4.300,00 (Quatro mil e trezentos reais). FABIAN PERSI VENDRUSCOLO / PREFEITO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE GUAÍRA EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 077/2015 Detentora da Ata: WORKSERV DESENVOLVIMENTO E COMERCIO DE SOFTWARES LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Leitor de impressão digital Biométrico USB), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Dezoito mil, duzentos e cinqüenta reais). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 078/2015 Detentora da Ata: SMI TECNOLOGIA E SERVIÇOS LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Régua de Tomadas para Rack, Guia de cabos horizontal padrão 19", KIT - PORCA GAIOLA E PARAFUSO, IMPRESSORAS DE CARTÃO PVC), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,50 (Cento e quatorze mil, seiscentos e cinqüenta reais e cinqüenta centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 079 /2015 Detentora da Ata: V.S. DUTRA - COMUNICAÇÃO E INFORMATICA LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Placa-mãe Micro-ATX, PATCH CORD CAT. 5E, e outros), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,50 (Vinte e cinco mil, trezentos e noventa e oito reais e cinqüenta centavos) EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 080/2015 Detentora da Ata: SUELEN CRISTINA PROVENS - ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Mouse Óptico com Scroll, Teclado Multimídia, Base p/ Mouse em Gel, MONITOR de LED com 23", Presenter - Apontador para apresentação sem fio, Impressora a Laser), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,30 (Cinqüenta e sete mil, setecentos e vinte quatro reais e trinta centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 081/2015 Detentora da Ata: VCO COMÉRCIO DE INFORMÁTICA LTDA. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Leitor Blu Ray Tipo deck de tabuleiro, Emenda Fêmea RJ 45, Cooler para Processado, Apoio para digitação em gel, Kit para Manutenção de Rede UTP Conector, Chave Phillips 5/16 x 6", Bobina Térmica 80x40 para impressoras e Ribbon Star Colorido), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,50 (Sessenta e sete mil, cento e oitenta e seis reais e cinqüenta centavos). EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 082/2015 Detentora da Ata: ZELDA BOZZOLA DE ALMEIDA-ME. fornecimento de materiais e equipamentos de informática e comunicação (Cabo USB para impressora, Multímetro Digital, Limpa Contato em Spray, Filtro de linha Proteção RFI, Conector de RJ45, Rack de Piso 19", BATERIA DE LITHIUM, CABO HDMI 5 METROS, Bateria Recarregável de 9 Volts), os quais serão utilizados pelas Secretarias e Departamentos deste Município. Valor Total: R$ ,00 (Vinte mil, trezentos e trinta e cinco reais). FABIAN PERSI VENDRUSCOLO / PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ICARAIMA EXTRATO DE CONTRATO Contrato nº 040/2015 REF.: PROCESSO LICITATORIO PREGÃO Nº 013/2015. CONTRATANTE: Município de Icaraíma,. DATA DE ASSINATURA: 16 de Abril CONTRATADA: VALDICE FRANCISCA DA SILVA MOZZAQUATRO CNPJ: / OBJETO: Contratação de empresa que ministre cursos de artesanato, para atendimento de Programas Sociais da Secretaria Municipal de Bem Estar Social. VALOR TOTAL: R$ 9.600,00 (Nove mil e seiscentos reais). PRAZO DE VIGÊNCIA: 31 de Dezembro FORO: Comarca de Icaraíma,. EXTRATO DE CONTRATO Contrato nº 041/2015 REF.: PROCESSO LICITATORIO PREGÃO Nº 013/2015. CONTRATANTE: Município de Icaraíma,. DATA DE ASSINATURA: 16 de Abril CONTRATADA: EDIVAINE DIAS DO NASCIMENTO CNPJ: / OBJETO: Contratação de empresa que ministre cursos de artesanato, para atendimento de Programas Sociais da Secretaria Municipal de Bem Estar Social. VALOR TOTAL: R$ ,00 (doze mil reais). PRAZO DE VIGÊNCIA: 31 de Dezembro FORO: Comarca de Icaraíma,. EXTRATO DE CONTRATO Contrato nº 042/2015 REF.: PROCESSO LICITATORIO PREGÃO Nº 013/2015. CONTRATANTE: Município de Icaraíma,. DATA DE ASSINATURA: 16 de Abril CONTRATADA: RENATA LETICIA LUZ SEITZ ALMEIDA CNPJ: / OBJETO: Contratação de empresa que ministre cursos de Informática, para atendimento de Programas Sociais da Secretaria Municipal de Bem Estar Social. VALOR TOTAL: R$ 8.640,00 (oito mil seiscentos e quarenta reais). PRAZO DE VIGÊNCIA: 31 de Dezembro FORO: Comarca de Icaraíma,. PREFEITURA MUNICIPAL DE ICARAIMA EDITAL DE HABILITAÇÃO REF: EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 004/2015 A comissão de licitação comunica aos interessados na execução do objeto do Edital de Tomada de Preços nº 004/2015, que após a análise e verificação da documentação de habilitação, decidiu habilitar as seguintes proponentes: EMPRESA 1 RUIZ & MARTINEZ LTDA - EPP 2 C.J. NOBRE CONSTRUTORA DE OBRAS - EPP Icaraíma, 27 de Abril COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PRESIDENTE: Nelson de Queiroz Souza SECRETARIO: Meire Lucia Bezerra MEMBROS: Claudete R. Nunes Campos João Gilson Prado Joyce da Silva Francisco PREFEITURA MUNICIPAL DE ICARAIMA EDITAL DE RESULTADO REF. TOMADA DE PREÇOS N.º 004/2015 O MUNICÍPIO DE ICARAÍMA,, torna público o RESULTA- DO, do processo licitatório supra referido, que realizou em sua sede, sito à Av. Hermes Vissoto, Centro, Icaraíma,, no dia 27/04/2015 às 09:00 horas, na modalidade TOMADA DE PREÇOS, do tipo MENOR PREÇO GLOBAL, que tem como objeto a contratação de empresa para a realização de obras da construção de barracão industrial de 235,00 m², contemplando mão de obra e fornecimento de materiais, tudo nos termos do projeto arquitetônico da obra e memorial descritivo. O valor máximo a ser pago pelo mencionado é de R$ ,00 (duzentos e cinqüenta e cinco mil e duzentos reais). Após abertura e análise da proposta comercial, a Comissão de licitação apresentou o seguinte resultado: Nº EMPRESA VALOR DA PROPOSTA 01 RUIZ & MARTINEZ LTDA - EPP R$ ,44 Edifício da Prefeitura Municipal de Icaraíma,, 27 dias do mês de Abril NELSON DE QUEIROZ SOUZA Presidente da Comissão Permanente de Licitação PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI REPUBLICAÇÃO DO EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO DO CONTRATO CONTRATO N.º 128/2013 CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI - PR. CONTRATADA: USINA DO ASFALTO UMUARAMA LTDA DO OBJETO: Aquisição de massa asfáltica do tipo pré misturado à frio denso (PMDF) e emulsão asfáltica RR-1C tambor com 200 Kg, para serem utilizados na recuperação da malha viária da sede e distrito do município de Alto Piquiri - Pr. DA VIGÊNCIA: Fica aditivado em mais 12 (doze) meses, Aquisição de massa asfáltica do tipo pré misturado à frio denso (PMDF), para serem utilizados na recuperação da malha viária da sede e distrito do município de Alto Piquiri - Pr, passando a contar do dia 09/11/2014 a 10/11/2015. DO VALOR CONTRATUAL: Fica aditivado em mais R$ ,00 (dezessete mil oitocentos e cinqüenta reais) o valor do contrato inicial que passa a ser de R$ ,00 (oitenta e nove mil e duzentos e cinqüenta reais). Alto Piquiri - Pr, em 09 de novembro de LUIS CARLOS BORGES CARDOSO Contratante ANTONIO CARLOS GASPR USINA DO ASFALTO UMUARAMA LTDA Representante Legal Contratado Testemunhas: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI REPUBLICAÇÃO DO EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO DO CONTRATO CONTRATO N.º 127/2013 CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI - PR. CONTRATADA: CASA DO ASFALTO DISTRIBUIDORA, INDÚSTRIA E COMÉR- CIO DE ASFALTO LTDA DO OBJETO: Aquisição de massa asfáltica do tipo pré misturado à frio denso (PMDF) e emulsão asfáltica RR-1C tambor com 200 Kg, para serem utilizados na recuperação da malha viária da sede e distrito do município de Alto Piquiri - Pr. DA VIGÊNCIA: Fica aditivado em 12 (doze) meses, Aquisição de emulsão asfáltica RR-1C tambor com 200 Kg, para serem utilizados na recuperação da malha viária da sede e distrito do município de Alto Piquiri - Pr, passando a contar do dia 09/ 11/2014 a 10/11/2015. DO VALOR CONTRATUAL: Fica aditivado em mais R$ 2.475,00 (dois mil quatrocentos e setenta e cinco reais) o valor do contrato inicial que passa a ser de R$ ,00(doze mil trezentos e setenta cinco reais Alto Piquiri - Pr, em 09 de novembro de LUIS CARLOS BORGES CARDOSO Contratante ANTONIO CARLOS GASPAR CASA DO ASFALTO DISTRIBUIDORA, INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ASFALTO LTDA Representante Legal Contratado Testemunhas: PREFEITURA MUNICIPAL DE IVATÉ EDITAL DE RESULTADO E CLASSIFICAÇÃO CONVITE N.º 03/2015-PMI A comissão de licitação constituída comunica aos interessados na execução do objeto do Edital de Convite n.º 03/2015-PM que após a análise e verificação das propostas ofertadas, decidiu classificar a(s) seguinte (s) proponente (s): LOTE 01 N.º EMPRESA VALOR R$ 01 SOARES SEGURANÇA PRIVADA LTDA. ME ,00 LOTE 02 N.º EMPRESA VALOR R$ 01 SOARES SEGURANÇA PRIVADA LTDA. ME 4.800,00 LOTE 03 N.º EMPRESA VALOR R$ 01 M G JUNIOR PROMOÇÕES E EVENTOS ME 3.412,00 LOTE 04 - DESERTO LOTE 05 N.º EMPRESA VALOR R$ 01 ALESSANDRO BARBOSA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS ME ,00 Comunica, outrossim, que dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis contados da data deste edital, a comissão de licitação dará vistas ao respectivo processo licitatório, para interposição de recursos. Ivaté Pr., 27 de abril Presidente da comissão: ABEL JOAO PACHECO DOS SANTOS Membros da Comissão: SÉRGIO JACINTO SILVIA SUELI DE OLIVEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 029/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 047/2015 O Pregoeiro Oficial do Município de Tapejara/PR, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Portaria nº. 017, de 04 de fevereiro de 2015, através da Divisão de Licitação e Compras, faz saber que se encontra aberta a licitação na modalidade Pregão Presencial nº. 029/2015, visando à contratação de empresa especializada para prestar serviços de manutenção corretiva e preventiva dos sistemas de iluminação pública, compreendendo a rede de alta e baixa tensão do Município de Tapejara-Pr, conforme descrição constante no Termo de Referência Anexo III do Edital. O certame deste Aviso realizar-se-á no dia 11 de maio de 2015, às 10h00min, e será regido consoante a Lei Federal nº /02, o Decreto Municipal nº. 001/06, e tendo a aplicação subsidiária da Lei Federal nº /93, sem prejuízo das demais regras aplicáveis ao caso. Maiores informações na Sede Administrativa da Prefeitura Municipal de Tapejara, junto a Divisão de Licitação e Compras. Tapejara/PR, 20 de abril Pregoeiro Oficial PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA TERMO DE HOMOLOGAÇÃO NOÉ CALDEIRA BRANT, de Tapejara, nos termos da lei, faz saber que após cumprimento das formalidades legais, HOMOLOGOU o objeto do procedimento licitatório na Modalidade Tomada de Preços 005/2015, em favor da empresa ALFA HOME CONSTRUTORA LTDA., no valor total de R$ ,51 (sessenta e quatro mil, novecentos e quarenta e dois reais e cinquenta e um centavos), referente à contratação de empreiteira para a execução da reforma do Ginásio de Esportes, denominado de Pio Volpato, atendendo área interna e externo, conforme Memorial Descritivo, Descrição dos Serviços, Dimensionamento, Resumo Geral de Serviços e Projetos Técnicos. Edifício da Prefeitura Municipal de Tapejara-Pr., em 23 de abril do ano de dois mil e quinze. NOÉ CALDEIRA BRANT CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CMAS IVATÉ-PR RESOLUÇÃO 001/2015 SÚMULA: APROVAR O ACEITE DO COFINANCIAMENTO FEDERAL E ESTA- DUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO PAEFI/ CREAS NO MUNICÍPIO DE IVATÉ-PR O CMAS - CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE IVATÉ, Estado do Paraná no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Municipal nº 089/1995, conforme deliberação em reunião do dia 23 de abril de 2015, nas dependências da sala de reuniões da Secretaria Municipal de Bem Estar Social, às 10h00min. ARTº 1º - Aprovar o aceite do cofinanciamento federal e estadual para implantação do PAEFI/CREAS no Município de Ivaté-Pr. ARTº 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Ivaté, 23 de abril Jucelia Aparecida Fagundes Moreira Ribeiro Presidente do CMAS Ivaté-PR CMAS- CONSELHO MUNICIPAL DA ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO 02/2015 O CMAS- Conselho Municipal da Assistência Social, no uso de suas atribuições que lhe confere a lei Municipal nº420 de 02 de Setembro de 2008 e considerando a resolução da reunião extraordinária realizada dia 27 de Abril de 2015, as 09:00 hrs da manhã na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Assistência Social. ART. 1º APROVAR - Aprova o Demonstrativo Serviços/Programas do Governo Federal, Sistema Único de Assistência Social conforme segue: ART. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Brasilândia do sul/pr, 27 de Abril LUCELIA APARECIDA GIMENES MARCOLINO Presidente do CMAS. PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARAÍSO AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial n. 022/2015 A Prefeitura Municipal de Alto Paraíso,, com sede na Av. Pedro Amaro dos Santos, n.º 900, torna público que realizará no local e data abaixo, Certame licitatório na modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR PREÇO POR ITEM, em que constitui o objeto deste a Aquisição de 01 (um) Veículo sedan de fabricação nacional, sendo do tipo passeio, 0 km, para uso exclusivo do Gabinete da Prefeita, do Município de Alto Paraíso, com características mínimas estabelecidas no Edital - anexo I, de acordo com as condições particulares deste Edital e de acordo com os dispositivos das Leis Federais n.º /2002 e respectivos Decretos regulamentadores, Lei n.º 8.078/1990 (Código de Defesa do consumidor), Decreto Federal 3.931/2001 e subsidiariamente, pela Lei 8.666/1993 e alterações posteriores e demais normas regulamentares aplicáveis à espécie. O edital e demais documentos pertinentes a presente licitação poderão ser apreciado e fornecidos na Prefeitura Municipal, no horário das 8:00 hs às 11:00 e das 13:00 ás 17:00, maiores informações pelo telefone (44) , conforme art. 32 da Lei Federal 8.666/93. LOCAL: Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal DATA: 14 maio HORÁRIO: 09:00 Hrs. Edifício da Prefeitura Municipal de Alto Paraíso,, aos 27 dias do mês de abril MARIA APARECIDA ZANUTO FARIA Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARAÍSO EXTRATO DE CONTRATO nº 039/2015 CONTRATO DE FORNECIMENTO CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARAISO CONTRATADO: INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PLACAS BULMARPLAC LTDA OBJETO: Aquisição de placas de inauguração e letreiros, conforme descrição e especificações estabelecidas no Edital Anexo I. VALOR: R$ 8.400,00 (Oito mil e quatrocentos reais). VIGÊNCIA: 10 de Abril de FÓRUM: Comarca de Xambrê. PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIA HELENA EXTRATO DE CONTRATO CONTRATO DE LOCAÇÃO 091/2015 LOCADOR: MAURA DA SILVA ROCHA LOCATARIO: MUNICÍPIO DE MARIA HELENA DO OBJETO: Constitui objeto do presente contrato a locação do imóvel constituído por um salão comercial de alvenaria com área de 24m², localizado na Avenida Brasil s/nº, Lote nº 07, da Quadra nº 07, situado no Distrito de Carbonera no Município de Maria Helena,, o qual é locado pela locadora ao locatário, a ser utilizado para as instalações do posto do Correio. DA VIGÊNCIA: O presente contrato é feito pelo prazo de 12 (doze) meses, com inicio no dia 24 de abril de 2015 e termino no dia 24 de abril de 2016 podendo ser renovado por igual período a critério do locatário mediante Termo Aditivo. DO VALOR - Pela locação objeto deste contrato o locatário pagará à locadora o aluguel mensal de R$ 185,66 (cento e oitenta e cinco reais e sessenta e seis centavos) a serem pagos até o dia 10 do mês seguinte ao vencido. Maria Helena, 20 de abril ELIAS BEZERRA DE ARUAJO MAURA DA SILVA ROCHA Locadora PREFEITURA MUNICIPAL DE MARILUZ TERMO ADITIVO Nº 004 CONTRATO NÚMERO 063/ LIC - CONTRATAÇÃO DE EMPRESA POR EMPREITADA GLOBAL PARA EXECUTAR OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO ASFALTICA EM TST EM VIAS URBANAS, NUMA ÁREA DE ,13M2, SOB REGIME DE EMPREITADA POR PREÇO GLOBAL, TIPO MENOR PREÇO, EM CONSONÂNCIA COM PROJETOS, ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E DEMAIS PEÇAS E DOCUMENTOS DA CONCORRÊNCIA 001/2013, FORNECIDA PELO CONTRTANTE. O MUNICÍPIO DE MARILUZ,, pessoa jurídica de direito público inscrita do CGC/MF nº / , através de seu representante legal, prefeito aqui denominado Contratante, de outro lado o Sr.JONAS RODRIGUES JUNIOR, brasileiro (a), portador do - Rg SSP- PR, inscrito no CPF/MF sob o nº , residente e domiciliado na cidade de UMUARAMA PR. representante da empresa J. RODRIGUES & MELO LTDA. aqui denominado Contratada, resolvem aditivar o presente contrato, conforme o disposto nas cláusulas seguintes: Cláusula primeira: Fica prorrogado o término do contrato nº 063/2013, para o dia 25/06/2015. Cláusula SEGUNDA: Os Contratantes se comprometem a cumprir todas as demais Cláusulas e Condições estipuladas no Contrato que não colidirem com o presente instrumento. MARILUZ,23 DE ABRIL DE Contratante J.RODRIGUES & MELO LTDA. JONAS RODRIGUES JUNIOR Contratada Testemunhas NOME...CPF... NOME...CPF... CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MARILUZ - PARANÁ. AVENIDA MARÍLIA, CENTRO CP: FONE: (44) RESOLUÇÃO Nº. 01/2015 Súmula: Plano de Ação dos Direitos da Criança e do Adolescente para o ano de O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - CMDCA DE MARILUZ, no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei nº. 995 de 27 de março de 1991 e considerando a deliberação adotada em reunião realizada no dia 29 de janeiro Art. 1º - Fica aprovado o Plano de Ação dos Direitos da Criança e do Adolescente para o ano Art. 2º - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação. Mariluz - Pr, 03 de Fevereiro Eliane Aparecida Nascimento Henrique de Oliveira Presidente CMDCA PREFEITURA MUNICIPAL DE MARILUZ HOMOLOGAÇÃO/ADJUDICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL nº 007/2015 Esgotado o prazo recursal, não havendo impugnações ou recursos, HOMOLOGO e ADJUDICO o julgamento proferido pelo Pregoeiro e pela Equipe de Apoio referente a parcelada de gêneros alimentícios descritos nos anexos I, II, III, IV e V. EMPRESA(S) VENCEDORA(S): VRV SUPERMERC ADO - LTDA - EPP - -CNPJ: / vencedora do(s) Lote(s): " Lote I - com proposta de R$ ,00 (quatrocentos e dez mil e oitenta reais); " Lote II - com proposta de R$ ,00 (cento e noventa e dois mil oitocentos e quarenta e um reais); " Lote III - com proposta de R$ ,00 (quinhentos e cinquenta e dois mil trezentos e setenta e quatros reais); " Lote IV - com proposta de R$ ,00 (setenta e sete mil novecentos e setenta e oito reais). " Lote VI - com proposta de R$ ,00 (setenta e cinco mil setecentos e cinquenta reais). Mariluz, 27 de abril PREFEITURA MUNICIPAL DE MARILUZ HOMOLOGAÇÃO/ADJUDICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL nº 008/2015 Esgotado o prazo recursal, não havendo impugnações ou recursos, HOMOLOGO e ADJUDICO o julgamento proferido pelo Pregoeiro e pela Equipe de Apoio referente a Aquisição parcelada de materiais gráficos descritos no anexo I. EMPRESA(S) VENCEDORA(S): EDITORA E PAPELARIA UMUARAMA LTDA - MECNPJ: / vencedora do(s) Lote(s): " Lote I - com proposta de R$ ,00 (trinta mil reais); Mariluz, 27 de abril PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA OLIMPIA RESUMO DO 1º TERMO DE GLOSA AO CONTRATO DE EMPREITADA Nº 003/ 2014 Contratante: MUNICÍPIO DE NOVA OLÍMPIA Contratada: SOTRAM CONSTRUTORA E TERRAPLENAGEM LTDA. CLÁUSULA PRIMEIRA - Fica glosado no Contrato de Empreitada Global nº 003/ 2014 o valor de R$ ,35 (dois mil, seiscentos e setenta e nove reais e trinta e cinco centavos, obedecidos os quantitativos constantes no Anexo I, alterandose o valor final do Contrato para o valor de R$ ,76 (trezentos e quarenta mil, quinhentos e vinte e oito reais e setenta e seis centavos).cláusula SE- GUNDA: Ratifica-se todas as demais cláusulas do Contrato de Empreitada global n.º 003/2014. Data da Assinatura: 16 de junho Fundamentação: Tomada de Preços Nº 001/2014 Paço Municipal Prefeito Edivaldo Rodrigues Pessanha, aos 27 dias do mês de abril LUIZ LÁZARO SORVOS EXTRATO DE TERMO ADITIVO Termo Aditivo nº01 Ref: CONTRATO Nº022/2014. Contratante: Município de Perobal Contratado: CARLOS ANTONIO PEREIRA FORMOSA DO OESTE ME. CLÁUSULA PRIMEIRA: Fica alterado o prazo de vigência disposto na Clausula Quarta do presente contrato, encerrando-se em 02 de março CLÁUSULA SEGUNDA: Fica acrescido na clausula terceira o valor total de R$3.804,50 (três mil oitocentos e quatro reais e cinqüenta centavos), ao valor inicialmente firmado, referente ao acréscimo do prazo previsto na clausula primeira do presente aditivo. CLAUSULA TERCEIRA: Ratificam-se as demais clausulas e condições estabelecidas no instrumento do contrato original que não colidirem com as constantes do presente aditamento. Data: 02/01/2015. CÂMARA MUNICIPAL DE TAPIRA ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO A Comissão de Licitação, por seu presidente nos termos do art. 5º, VII da Resolução nº 002/2015, dispensa a licitação, com fundamento no inciso II do art. 24, da Lei n /93, a favor da empresa PHS INTERNET E SUPRIMENTOS LTDA, para prestar o serviço de fornecimento de Internet POWER FIBRA 5MB, com garantia de banda de 60%, com IP FIXO, para a Câmara Municipal de Tapira- Pr. No valor de R$ 1.320,00 (Um Mil, Trezentos e Vinte Reais) para o período de 12(doze) meses, presente o constante dos autos. Conforme disposto no art. 26, da Lei n /93, submeto o ato à autoridade superior para ratificação e devida publicidade. Tapira-PR, 02 de abril Joel Alberto Zarelli Presidente Comissão Licitação CPF PORTARIA Nº. 1494/2015 DELFINO MARQUES DA SILVA, Prefeito do Município de Tapira,, no uso das atribuições que lhe confere a Lei, Art. 1º Fica autorizado a Senhora MARIA BEZERRA LOPES, Assistente Administrativo, com base na Lei Municipal nº. 239/2010 e tendo em vista solicitação formulada, a concessão de 03 (três) Diárias, no valor de R$ 230,00 (duzentos e trinta reais) cada, que serão creditadas na Conta Corrente nº da Agencia n do Banco Itaú S/A, para custos de hospedagem e alimentação, na cidade de Curitiba nos dias 27, 28, 29 e 30 de abril, onde participará Curso De Reciclagem Sobre Atualização E Aprimoramento Do Sistema De Alistamento Militar E Sistema Emergencial De Recrutamento Militar. Art. 2º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Edifício da Prefeitura do Município de Tapira,, aos 27 (vinte e sete) dias do mês de abril do ano DELFINO MARQUES DA SILVA EXTRATO DE TERMO ADITIVO Nº 003 DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/ CONTRATO Nº , DO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 116/2013, TOMADA DE PREÇO PARA OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA Nº 9/2013. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE TERRA ROXA,. CONTRATADA: PREMACOL MAT. PARA CONSTRUÇÃO E PRÉ MOLD. OBJETO: a prorrogação do prazo de vigência e de execução até 31/12/2015 conforme determina a Lei 8.666/93, Art. 57, II. ASSINANTES: Pela Contratante: IVAN REIS DA SILVA. Pela Contratada: MAR- CELO PIROLI. TERMO DE HOMOLOGAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO 018/2015, MODALIDADE: PREGÃO Nº 012/2015 Tendo em vista a decisão proferida pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio, designada através do decreto ou portaria nº 6976/2014, Homologo: Nesta data a referida decisão e constante da ata anexa, considerando vencedor da licitação, objeto do Processo Licitatório 018/2015, Modalidade: Pregão nº 012/2015, o participante: Vencedores(Valores expressos em R$) Fornecedor Valor J.M. SOARES & CIA LTDA ,00 15 de abril de 2015 IVAN REIS DA SILVA EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL nº 12/2015 ÓRGÃO GESTOR: DEPARTAMENTO ADMININSTRATIVO E RECURSOS HU- MANOS OBJETO: AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS PARA OS VEÍCULOS E MÁQUINAS QUE COMPÕEM A FROTA MUNICIPAL, PARA ABASTECIMENTO NO DISTRITO DE SANTA RITA DO OESTE, NESTE MUNICÍPIO, PELO PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES. FORNECEDOR: J.M. SOARES & CIA LTDA, VALOR DA ATA: R$ ,00, VALIDADE DA ATA: ATÉ 15/04/2016. A Ata de Registro de Preços encontra-se disponível na íntegra na Prefeitura Municipal de Terra Roxa, Departamento de Compras, Patrimônio e Suprimentos. Terra Roxa, 15/04/2015 IVAN REIS DA SILVA PREFEITO MUNICIPAL TERMO DE HOMOLOGAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO 026/2015, MODALIDADE: PREGÃO Nº 019/2015 Tendo em vista a decisão proferida pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio, designada através do decreto ou portaria nº 6976/2014, Homologo: Nesta data a referida decisão e constante da ata anexa, considerando vencedor da licitação, objeto do Processo Licitatório 026/2015, Modalidade: Pregão nº 019/2015, o participante: Vencedores(Valores expressos em R$) Fornecedor Valor JONATAN RAFAEL REBELO ,50 22 de abril de 2015 IVAN REIS DA SILVA CONTRATO ADMINISTRATIVO Pregão nº 19/2015 ÓRGÃO GESTOR: DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO. OBJETO: AQUISIÇAO DE CAMISETAS DE MANGA CURTA, PARA ATENDER ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO, DO PROJETO PROERD, CONFOR- ME SOLICITAÇAO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES, DESTA MUNICIPALIDADE. Contratado: JONATAN RAFAEL REBELO Valor do Contrato: R$ ,50. Validade do Contrato: até, 22/07/2015. O Contrato Administrativo encontra-se disponível na íntegra na Prefeitura Municipal de Terra Roxa, Departamento de Compras, Patrimônio e Suprimentos. Terra Roxa, 22/04/2015. IVAN REIS DA SILVA PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA DE TUNEIRAS DO OESTE AVISO PREGÃO PRESENCIAL - N º 32/2015- PMTO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 36/2015 O Pregoeiro Oficial do Município de Tuneiras do Oeste-Pr, Roberto Luis Basseto, devidamente designado pelo excelentíssimo senhor, no exercício das atribuições que lhe confere a Portaria nº 11/2015, de 09/01/2015, torna público, para conhecimento dos interessados, que fará realizar no dia 11 de Maio de 2015, às 08:30 horas no endereço, Rua Santa Catarina, 409, Tuneiras do Oeste-PR, a reunião de recebimento e abertura das documentações e propostas, conforme especificado no Edital de Licitação nº 32/2015 na modalidade Pregão Presencial, tipo Menor Preço Global por Lote. Informamos que a integra do Edital encontra-se disponível EXCLUSIVAMENTE no endereço supra ditado. Objeto da Licitação: AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS, MATERIAL HOSPITALAR E MATERIAL ODONTOLÓGICO PARA MANUTENÇAO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE. Tuneiras do Oeste, 27 de Abril ROBERTO LUIS BASSETO Pregoeiro Umuarama Ilustrado

3 Umuarama Ilustrado PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JORGE DO PATROCÍNIO EDITAL Nº 009/2015 DISPÕE SOBRE A CONVOCAÇÃO DE ESTUDANTE APROVADA NO PROCESSO SELETIVO 2015 PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JORGE DO PATROCÍNIO/PARANÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Prefeitura Municipal de São Jorge do Patrocínio,, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ nº / , com sede à Avenida Carlos Spanhol, 164, Centro, na cidade de São Jorge do patrocínio,, TORNA PÚBLICA a CONVOCAÇÃO DE ESTUDANTE APROVADA NO PROCESSO SELETIVO 001/2015, para contratação de estagiários no âmbito do Município de São Jorge do Patrocínio,, seguindo a ordem de classificação constante do Edital 003/2015, datado de 26 de janeiro de 2015, conforme abaixo nominados, para comparecerem no prazo de até 05 (cinco) dias úteis na sede da Prefeitura Municipal, com sede à Avenida Carlos Spanhol, nº 164, Centro, neste município, para assumirem a vaga de estagiário: I. CURSO: FORMAÇÃO DE DOCENTES (MAGISTÉRIO): ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO NOME DO ALUNO LOCAL DO ESTÁGIO 8 Daline Raquel Souza de \brito Centro Mun. de Educação Infantil ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO NOME DO ALUNO LOCAL DO ESTÁGIO 9 Eloiza Antunrd Vieira Feliano Centro Mun. de Educação Infantil TOTAL DE ALUNOS CONVOCADOS ALUNOS. I. CURSO: PEDAGOGIA: ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO NOME DO ALUNO LOCAL DO ESTÁGIO 2 Silvia Andréia Marques Medeiros Centro Mun. de Educação Infantil TOTAL DE ALUNOS CONVOCADOS ALUNOS. Total de Alunos Convocados: 03alunas. EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JORGE DO PATROCÍNIO,, aos 27 dias de Abril PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA DECRETO Nº 029, DE 27 DE ABRIL DE 2015 (Autoria: Chefe do Poder Executivo Municipal) Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar em dotações do orçamento corrente. O PREFEITO MUNICIPAL DE TAPEJARA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 71 inciso VI, da Lei Orgânica do Município, e tendo em vista a Lei nº 1758, de 04 de Dezembro de DECRETA Art. 1o Fica autorizada a abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento do corrente exercício o valor de R$: 1 (Quinze mil reais), destinados a ocorrer com despesas classificadas na atividade e nos elementos a seguir discriminados: INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICIPIO DE TAPEJARA IPTM - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICIPIO 09 PREVIDÊNCIA SOCIAL 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 007 PREVIDÊNCIA SOCIAL AO SERVIDOR PÚBLICO MANUT. E ENC. DO INSTITUTO DE PREVIDENCIA - ADM GERAL FONTE: RECURSOS DO TESOURO DESCENTRALIZADOS DIARIAS NO PAÍS R$ , PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO.....R$: Art. 2o Para cobertura do crédito aberto no art. 1º, será utilizado como recurso o cancelamento das seguintes dotações orçamentárias: INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICIPIO DE TAPEJARA IPTM - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICIPIO 09 PREVIDÊNCIA SOCIAL 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 007 PREVIDÊNCIA SOCIAL AO SERVIDOR PÚBLICO MANUTENÇÃO E ENCARGOS DO INSTITUTO DE PREVIDENCIA - ADM GERAL FONTE: RECURSOS DO TESOURO DESCENTRALIZADOS () R$ ( SERVIÇOS DE CONSULTORIA R$10.000,00 Art. 3o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Tapejara, em 27 de Abril Noé Caldeira Brant PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL Republicado por incorreçãoi DECRETO Nº014/2015 Abre Crédito Especial, Projeto Atividade, de Recursos e Dotação Orçamentária dando outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PEROBAL,, no uso de suas atribuições legais e, considerando o disposto na lei Municipal de 784 de 16 de abril DECRETA: Art. 1º Fica o Executivo Municipal autorizado a abrir no Orçamento do corrente exercício financeiro Crédito Especial no valor de R$ ,31 (cinqüenta e dois mil duzentos e oitenta e cinco reais e trinta e um centavos), destinada à adequação orçamentária SECRETARIA DE OBRAS AGRIC. SERV. PUBL Divisão de Serviços Rodoviários Manutenção dos Serviços Rodoviários 1110/ / / / OUTROS SERV. DE TERCEIRSO - PESSOA JUR , SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL Divisão de Assistência Social Programa Bolsa Família 1114/ , / , / , Divisão de Bem Estar Social Manutenção do FMDCA 1118/ , / , Fundo Municipal de Assist. Social Manutenção do Fundo Municipal de Assis. Social 1119/ / , FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE PEROBAL Fundo Municipal de Saúde de Perobal Conv. Execução de Melhoria Sanitárias Domiciliares 1121/ RESTITUIÇÕES 6.908, TOTAL ,31 Art. 2º. Como recurso para cobertura do crédito aberto através do artigo anterior fica utilizado: a) redução parcial das seguintes dotações orçamentárias: SECRETARIA DE OBRAS AGRIC. SERV. PUBL Divisão de Fiscalização de Obras Manutenção da Divisão de Serviços Urbanos e Plan. 133/ Divisão de Serviços Rodoviários Manutenção dos Serviços Rodoviários 148/ / ,00 150/ Secretaria de Ação Social Divisão de Assistência Social Programa Bolsa Família 370/ , / OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FIS 500, / , Secretaria da Fazenda Divisão de Contabilidade e Tesouraria OUTRAS DESPESAS DE PESSOAL DECOR. DE CONT 6.908,27 00 TOTAL ,27 b) Superávit Financeiro da R$ 377,04 c) O provável excesso de arrecadação na de Recurso R$ 2, conforme o contido no parágrafo 3º. Do Art. 43 da Lei Federal 4.320/64. TOTAL...R$ ,31 Art. 3º Fica alterado o cronograma de desembolso mensal/programação financeira mensal. Art. 4º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL,, aos 23 de abril JEFFERSON CASSIO PRADELLA MUNICIPIO PÉROLA PORTARIA Nº162/2015 Concede Férias ao Servidor JOSÉ CARLOS NERI e da outras providências. O Prefeito de Pérola,, no uso de suas Art. 1º. Conceder ao Servidor JOSÉ CARLOS NERI, brasileiro, portador da Cédula de Identidade sob o nº SSP/PR, CPF nº , ocupando o cargo de Operador de Maquinas, lotado na Secretaria Municipal de Saúde, 30 (trinta) dias de FÉRIAS, referente ao período aquisitivo de 11/05/2013 a 10/05/2014 a partir de 04/05/2015 a 02/06/2015. Art. 2º. Pérola/Paraná, 27 de Abril DARLAN SCALCO Prefeito PORTARIA Nº 164/2015 Concede Licença Prêmio ao Servidor JOSÉ CARLOS PESTANA DA CUNHA e da outras providências. O Prefeito de Pérola,, no uso de suas Art. 1º. Conceder ao servidor JOSÉ CARLOS PESTANA DA CUNHA, brasileiro, portador da Cédula de Identidade sob o nº SSP/PR, CPF nº , ocupando o cargo de Oficial Administrativo, lotado na Secretaria Municipal de Fazenda e Administração, 90(noventa) dias de Licença Prêmio, referente ao período aquisitivo de 01/07/2008 a 30/06/2013, a partir de 04/05/2015 a 01/08/2015. Art. 2º. Pérola/Paraná, 27 de Abril DARLAN SCALCO Prefeito MUNICIPIO PÉROLA Pérola, 27 de ABRIL NOTIFICA Dando cumprimento às disposições da Lei nº de 20 de Março de 1.997, notificamos aos Partidos, os Sindicatos dos Trabalhadores e as Entidades Empresariais do Município, do Recebimento dos seguintes recursos Federais. Data do Recebimento Grupo de Recurso Valor (R$) FPM , PM PEROLA-MEREN 4.326,00 C PM PEROLA-MEREN 306,00 C PM PEROLA-MEREN 220,00 C PM PEROLA-MEREN 4.870,00 C PM PEROLA-MEREN 2.980,00 C 15/04/ FMS-PEROLA -FNS BLMAC ,39 C ,00 C ,67 C ,00 C ,00 C 5.210,00 C 9.500,00 C , ,00 FPM ,05 24/04/2015 AGENCIA FOMENTO ,62 DARLAN SCALCO.. PORTARIA Nº162/2015 Concede Férias ao Servidor JOSÉ CARLOS NERI e da outras providências. O Prefeito de Pérola,, no uso de suas Art. 1º. Conceder ao Servidor JOSÉ CARLOS NERI, brasileiro, portador da Cédula de Identidade sob o nº SSP/PR, CPF nº , ocupando o cargo de Operador de Maquinas, lotado na Secretaria Municipal de Saúde, 30 (trinta) dias de FÉRIAS, referente ao período aquisitivo de 11/05/2013 a 10/05/2014 a partir de 04/05/2015 a 02/06/2015. Art. 2º. Pérola/Paraná, 27 de Abril DARLAN SCALCO Prefeito PREFEITURA MUNICIPAL DE TAPEJARA NOTIFICAÇÃO Em cumprimento às disposições da Lei Federal n , de 20 de Março de 1997, notificamos os Partidos Políticos, os Sindicatos de Trabalhadores e as Entidades Empresariais do Município, do recebimento dos seguintes Recursos Federais. ABRIL DATA ESPECIFICAÇÃO VALOR 20/04/2015 SNA SIMPLES NACIONAL 484,22 20/04/2015 FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICIPIOS F P M ,38 20/04/2015 IPI EXPORTAÇÃO COTA MUNICIPIO 2.230,27 20/04/2015 COTA SALÁRIO EDUCAÇÃO ,83 20/04/2015 FUNDEB ,48 22/04/2015 SNA SIMPLES NACIONAL 278,06 22/04/2015 FUNDEB ,30 22/04/2015 ICMS ESTADUAL ,05 23/04/2015 ROYALTIES FUNDO ESPECIAL DO PETROLEO FEP 9.791,29 23/04/2015 SNA SIMPLES NACIONAL 4.743,13 23/04/2015 FUNDEB ,79 23/04/2015 COTA - PNATE SEED ,94 24/04/2015 SNA SIMPLES NACIONAL 121,19 Tapejara-Pr; 24 DE ABRIL NOÉ CALDEIRA BRANT DECRETO Nº 013/2015 Declara sujeito ao regime de tempo integral de serviço o cargo de Oficial Administrativo. O PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ,, no uso de suas Considerando; o disposto no artigo 199, da Lei 509, de 16 de novembro de 1971; Considerando; também, que as atribuições do cargo de Oficial Administrativo apresentam, por natureza, caráter de essencialidade e responsabilidade nas atividades desenvolvidas pela Administração Pública, como se infere das disposições da Lei Complementar 110/2000. DECRETA: Art. 1º. É declarado sujeito ao regime de tempo integral o cargo de Oficial Administrativo, criado pela Lei nº 1144/1990 de 30 de janeiro Art. 2º. Os servidores que ocuparem o cargo de que trata o artigo anterior farão jus à gratificação de regime de tempo integral, nos termos do artigo 200, da Lei nº 509, de 16 de novembro de Art. 3º. Este Decreto entra em vigor nesta data. Xambrê, 20 de abril Extrato de Termo Aditivo Termo aditivo nº001 Ref: Contrato de Fornecimento nº008/2014 Contratante: MUNICÍPIO DE XAMBRÊ CLÁUSULA PRIMEIRA: Fica alterado o prazo de vigência disposto na Clausula Segunda do presente contrato, encerrando-se em 31 de março de CLAUSULA SEGUNDA: Fica aditado na Clausula Oitava do presente contrato o acréscimo no valor de R$ ,00(duzentos e dois mil trezentos e cinquenta e seis reais), do valor do contrato inicialmente firmado, totalizando a importância de R$ ,00 (quatrocentos e quatro mil setecentos e doze reais), correspondendo ao acréscimo de serviços descrito na clausula primeira deste aditivo. CLÁUSULA TERCEIRA: Permanecem inalteradas as demais cláusulas. PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ LEI N 1316/2015 SUMULA: Autoriza o Município de Terra Roxa a promover acessão de uso de bem público, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE TERRA ROXA, aprovou, e Eu, PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte: LEI: Art. 1º. Fica o Chefe do Poder Executivo autorizado a promover cessão de uso de bem público à empresa: A.M.CALIXTO & CIA LTDA, nome fantasia : Hospital Santa Lídia, pessoa jurídica de direito privado, com sede a Av. Pres. Castelo Branco, nº 1.607, centro, Terra Roxa/ PR, inscrita Np CNPJ/MF sob nº / , o seguinte bem móvel: 01 (um) AUTO CLAVE. Art. 2º. O prazo de vigência do contrato a ser firmado entre as partes é de 02(dois) anos, podendo ser renovado por igual período. Art. 3º. As despesas decorrentes desta Lei correrão por conta de dotações do orçamento vigente. Art. 4º. Revoga-se expressamente a Lei nº 1309/2015. Art. 5º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Edifício da Prefeitura Municipal de Terra Roxa,, aos 24 dias do mês de abril do ano IVAN REIS DA SILVA

4

5 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N.º 01/2015 EDITAL N.º 005/2015 Dispõe sobre a retificação do gabarito oficial e nota da prova objetiva do cargo de Advogado, Nota da Prova Prática e de Títulos para os demais cargos públicos do Quadro Permanente de Pessoal do Município de Xambrê,. O Presidente da Comissão Especial de Concurso Público do Município de Xambrê,, no uso de suas TORNAR PÚBLICA: Art. 1º - A retificação do gabarito oficial da prova objetiva do cargo de Advogado, em virtude de procedimento de revisão de recursos, conforme segue: ADVOGADO A D B C A B C D B *X C C A A D B A *X D C D A B B A C C D B D C C *X C D A C A D B Art. 2º - A retificação das notas da prova objetiva dos candidatos inscritos para o cargo de Advogado, tendo em vista o novo gabarito oficial, conforme segue: INSC CARGO NOME OBJ SITUAÇÃO ADVOGADO ALEXANDRE EDVALDO LOPES 42 APROVADO ADVOGADO ALINE BENANTE BORGES ALVES 63 APROVADO ADVOGADO ALISSON FRANCO DE ANDRADE E SILVA 32,75 REPROVADO ADVOGADO ANA PAULA BERNO WERWORN 50 APROVADO ADVOGADO ANDRE PIZZI PINHEIRO 57 APROVADO ADVOGADO ANDRE VARELLA BIANECK 57,75 APROVADO ADVOGADO ATILA SILVESTRE 46,5 APROVADO ADVOGADO BRUNA SCINSKAS RICHTER 44,75 APROVADO ADVOGADO BRUNO BALTAZAR DOS SANTOS 46,75 APROVADO ADVOGADO BRUNO HENRIQUE GUEDES DE MELO 29,25 REPROVADO ADVOGADO CAMILA CARDOSO DECCO 49,75 APROVADO ADVOGADO CAMILLA FRANCIELLE LEITE DA SILVA 0 AUSENTE ADVOGADO CLAUDIO ALVES JUNIOR 36,5 REPROVADO ADVOGADO CLEITON DIEGO SANTANA BONETTI 37,25 REPROVADO ADVOGADO CLEVERSON DE OLIVEIRA 42,75 APROVADO ADVOGADO DANIEL DE OLIVEIRA BASTOS 55,75 APROVADO ADVOGADO DANILO BARRANCO 56 APROVADO ADVOGADO DANILO ZAMBOTI CORREIA DA SILVA 39 REPROVADO ADVOGADO DAVID MARLON DA SILVA 0 AUSENTE ADVOGADO DEBORA CURVELLO LASCOMBE VAZQUEZ 37 REPROVADO ADVOGADO DENIS HENRIQUE SCHMEISCH 47,75 APROVADO ADVOGADO DIANA VIEIRA DE LIMA SOUZA 49 APROVADO ADVOGADO DIEGO JOSE BALDISSERA 51,75 APROVADO ADVOGADO DIEGO MARZOTTI VENANCIO 52 APROVADO ADVOGADO EDINEI APARECIDO MORA 0 AUSENTE ADVOGADO EDNA DE OLIVEIRA SCHMEISCH 50,25 APROVADO ADVOGADO EDUARDO ZELAZOWSKI 0 AUSENTE ADVOGADO ELIANA TEIXEIRA 41,5 APROVADO ADVOGADO ELIANE PINHEIRO SCHWENGBER 44,25 APROVADO ADVOGADO ELIEL ELEUTERIO 45,5 APROVADO ADVOGADO ELTON APARECIDO CAMPOS FERREIRA 0 AUSENTE ADVOGADO ESMAEL ALVES 39 REPROVADO ADVOGADO ESTELA DUVEZA TEIXEIRA 50,5 APROVADO ADVOGADO EVANDRO GOUVEA DA COSTA 0 AUSENTE ADVOGADO FABRICIO RENAN DE FREITAS FERRI 41,5 APROVADO ADVOGADO FARIDE MALUF BUISSA 54 APROVADO ADVOGADO FERDINAND ALVES RODRIGUES 61,25 APROVADO ADVOGADO FERNANDA ALINE PEDROSO DE MORAIS 0 AUSENTE ADVOGADO FLAVIA RONCOLATO ANDRADE 62,75 APROVADO ADVOGADO FRANCIANE COUTO 47,5 APROVADO ADVOGADO FRANCIELLY FERNANDA ALEIXO DA SILVA 35,5 REPROVADO ADVOGADO GABRIEL CARVALHO TONINATO 45,5 APROVADO ADVOGADO GELIANE ARAUJO DE SIQUEIRA FARIA 33,75 REPROVADO ADVOGADO GESIANE LIBERO DA SILVA 38,75 REPROVADO ADVOGADO GISLAYNE RANGEL DE ALMEIDA 53,75 APROVADO ADVOGADO GRAZIELLA VALVASSORI PORTO RIBAS VOLPI 0 AUSENTE ADVOGADO GUILHERME FRASSON 45,25 APROVADO ADVOGADO GUILHERME RONDIS DA CRUZ JOBIM 42,75 APROVADO ADVOGADO GUSTAVO HENRIQUE BONFIM 63,5 APROVADO ADVOGADO HELAN RODRIGUES DA SILVA 59,25 APROVADO ADVOGADO HELDER DE ALMEIDA RUSSI 33,5 REPROVADO ADVOGADO HELIO ROBERTO AZEDO FILHO 43 APROVADO ADVOGADO HEROS HISSAO BECK SUZUMURA 60,75 APROVADO ADVOGADO HUGO ISSAMU OKUMA 39,25 REPROVADO ADVOGADO IZABEL DOS SANTOS FRANCO 0 AUSENTE ADVOGADO JALVES GOMES DE SOUZA JUNIOR 36,75 REPROVADO ADVOGADO JANAINA MARCELINO DOS SANTOS 54 APROVADO ADVOGADO JAQUELINE ANDRESSA MACHI FUJIHARU 44,75 APROVADO ADVOGADO JEAN SOUTO DE MATOS 32,25 REPROVADO ADVOGADO JESSICA CAMILA AGNELI ARAUJO 44,5 APROVADO ADVOGADO JHEFFANY NAYARA ANSCHAU 48,25 APROVADO ADVOGADO JOAO PAULO GOMES NETTO 42,75 APROVADO ADVOGADO JOCELANI BEATRIZ FORTE 43,25 APROVADO ADVOGADO JONATHAN LOPES MONTEIRO 65 APROVADO ADVOGADO JOSE RAPHAEL BATISTA FREIRE 44,75 APROVADO ADVOGADO JOSE SANT' ANA VIEIRA 0 AUSENTE ADVOGADO JOSE VALDIR DE LIMA 0 AUSENTE ADVOGADO JULIANO RECH 43,75 APROVADO ADVOGADO KARINE JULIANE GIROTO DOS SANTOS 46,75 APROVADO ADVOGADO LAIS CRISTINA NEVES DOS SANTOS 57,75 APROVADO ADVOGADO LEANDRO JANDER CHIMENE 58,5 APROVADO ADVOGADO LORENA LAGISCK 47,5 APROVADO ADVOGADO LUCIANA AKEMI FUZIOKA 0 AUSENTE ADVOGADO LUCIANO PAZIN NOVELI 51,25 APROVADO ADVOGADO LUCY CARLA POSSEL 0 AUSENTE ADVOGADO LUIZ FERNANDO MENDES DE ALMEIDA 68 APROVADO ADVOGADO MARCIO HENRIQUE LIBERALI 45,25 APROVADO ADVOGADO MARCO AURELIO DA SILVEIRA MEIRELLES PINHEIRO 49,75 APROVADO ADVOGADO MARCOS JOSE DO NASCIMENTO GONCALVES 0 AUSENTE ADVOGADO MARIA FERNANDA SOARES REGHIN 65,75 APROVADO ADVOGADO MARIA FERNANDA VIARO 42,75 APROVADO ADVOGADO MARIANA BARROSO GAZZONI 55 APROVADO ADVOGADO MARILIA APARECIDA DA SILVA LUFT 0 AUSENTE ADVOGADO MATEUS BARRETO DE OLIVEIRA 53,5 APROVADO ADVOGADO MAURICIO JACOB VICTORINO 50,75 APROVADO ADVOGADO MAYARA PIFFER MARTINS 31,75 REPROVADO ADVOGADO MAYKON JOSE GIACOMELLI FERREIRA 52,25 APROVADO ADVOGADO MICHELLE BRILHADOR RAETZ 48,25 APROVADO ADVOGADO MISLAINE CAROLINE ANDRETTO DE LARA 41,5 APROVADO ADVOGADO NADIA CRISTINA DE SOUZA BRITO 40 APROVADO ADVOGADO NATALIA OLIVEIRA DE CARVALHO 0 AUSENTE ADVOGADO OSVALDO GUEDES DE MELO NETO 58,5 APROVADO ADVOGADO PAULO GOMES DE SOUZA 49,25 APROVADO ADVOGADO PAULO GUSTAVO TRENTO 35,25 REPROVADO ADVOGADO PERCIO TAKAO OKAMOTO 32,75 REPROVADO ADVOGADO PERICLES ELISSANDRO ELGER 54,5 APROVADO ADVOGADO PRISCILLA BRABO MACEDO 43,75 APROVADO ADVOGADO PROTOGENES MARQUES GUIMARAES NETO 61 APROVADO ADVOGADO RAFAEL RODRIGUES 46 APROVADO ADVOGADO RAFAEL ROSSATO DE CARVALHO 69,75 APROVADO ADVOGADO RAIMUNDO APARECIDO VIANA 0 AUSENTE ADVOGADO ROBERTO DIAS ZOCCAL 38,5 REPROVADO ADVOGADO ROBERTO MENDONCA FARIA 43,25 APROVADO ADVOGADO ROBINSON HUBERT 0 AUSENTE ADVOGADO ROBSON MEIRA DOS SANTOS 51,5 APROVADO ADVOGADO ROBSON MORTEAN 51 APROVADO ADVOGADO ROBSON PINHEIRO DA SILVA 57 APROVADO ADVOGADO RODRIGO CALIANI 55,5 APROVADO ADVOGADO RODRIGO IZIDORO FURLAN 31,5 REPROVADO ADVOGADO ROGERIO APARECIDO LIGORIO ROSA 0 AUSENTE ADVOGADO SARA DAMIANA BORGES URBANO 47,25 APROVADO ADVOGADO SARAH VIANA VELOSO MERQUIDES 63,25 APROVADO ADVOGADO SHAUNNY MARCHINI CIMA 0 AUSENTE ADVOGADO THAMIRES DE ANDRADE RATTI 30,75 REPROVADO ADVOGADO THIAGO GOMES LOPES 37,25 REPROVADO ADVOGADO VANESSA DOS SANTOS SILVA 0 AUSENTE ADVOGADO VANESSA HARUMI CHIQUETTE 55 APROVADO ADVOGADO VICTOR RESKE DA SILVA 50,75 APROVADO ADVOGADO VINICYUS THOMAZ DE SOUZA 48,5 APROVADO ADVOGADO WAGNER KIYOSHI DA SILVA 0 AUSENTE ADVOGADO WESLLEY NAMUR REIS PEREIRA 48,5 APROVADO Art. 3º - A divulgação das notas da prova prática e de títulos do Concurso Público aberto através do Edital n.º 01/2015, conforme segue: INSC CARGO NOME PRAT/TIT SITUAÇÃO ADVOGADO ALEXANDRE EDVALDO LOPES NAT APROVADO ADVOGADO ALINE BENANTE BORGES ALVES NAT APROVADO ADVOGADO ANA PAULA BERNO WERWORN NAT APROVADO ADVOGADO ANDRE PIZZI PINHEIRO NAT APROVADO ADVOGADO ANDRE VARELLA BIANECK 10 APROVADO ADVOGADO ATILA SILVESTRE 0 APROVADO ADVOGADO BRUNA SCINSKAS RICHTER NAT APROVADO ADVOGADO BRUNO BALTAZAR DOS SANTOS 5 APROVADO ADVOGADO CAMILA CARDOSO DECCO NAT APROVADO ADVOGADO CLEVERSON DE OLIVEIRA NAT APROVADO ADVOGADO DANIEL DE OLIVEIRA BASTOS NAT APROVADO ADVOGADO DANILO BARRANCO NAT APROVADO ADVOGADO DENIS HENRIQUE SCHMEISCH NAT APROVADO ADVOGADO DIANA VIEIRA DE LIMA SOUZA NAT APROVADO ADVOGADO DIEGO JOSE BALDISSERA NAT APROVADO ADVOGADO DIEGO MARZOTTI VENANCIO NAT APROVADO ADVOGADO EDNA DE OLIVEIRA SCHMEISCH 0 APROVADO ADVOGADO ELIANA TEIXEIRA 2,5 APROVADO ADVOGADO ELIANE PINHEIRO SCHWENGBER NAT APROVADO ADVOGADO ELIEL ELEUTERIO NAT APROVADO ADVOGADO ESTELA DUVEZA TEIXEIRA NAT APROVADO ADVOGADO FABRICIO RENAN DE FREITAS FERRI 5 APROVADO ADVOGADO FARIDE MALUF BUISSA 9 APROVADO ADVOGADO FERDINAND ALVES RODRIGUES NAT APROVADO ADVOGADO FLAVIA RONCOLATO ANDRADE 3,5 APROVADO ADVOGADO FRANCIANE COUTO NAT APROVADO ADVOGADO GABRIEL CARVALHO TONINATO NAT APROVADO ADVOGADO GISLAYNE RANGEL DE ALMEIDA 6,25 APROVADO ADVOGADO GUILHERME FRASSON NAT APROVADO ADVOGADO GUILHERME RONDIS DA CRUZ JOBIM NAT APROVADO ADVOGADO GUSTAVO HENRIQUE BONFIM 1 APROVADO ADVOGADO HELAN RODRIGUES DA SILVA 2,5 APROVADO ADVOGADO HELIO ROBERTO AZEDO FILHO 5 APROVADO ADVOGADO HEROS HISSAO BECK SUZUMURA 4 APROVADO ADVOGADO JANAINA MARCELINO DOS SANTOS 4 APROVADO ADVOGADO JAQUELINE ANDRESSA MACHI FUJIHARU NAT APROVADO ADVOGADO JESSICA CAMILA AGNELI ARAUJO NAT APROVADO ADVOGADO JHEFFANY NAYARA ANSCHAU 3 APROVADO ADVOGADO JOAO PAULO GOMES NETTO 2,5 APROVADO ADVOGADO JOCELANI BEATRIZ FORTE NAT APROVADO ADVOGADO JONATHAN LOPES MONTEIRO NAT APROVADO ADVOGADO JOSE RAPHAEL BATISTA FREIRE NAT APROVADO ADVOGADO JULIANO RECH NAT APROVADO ADVOGADO KARINE JULIANE GIROTO DOS SANTOS NAT APROVADO ADVOGADO LAIS CRISTINA NEVES DOS SANTOS NAT APROVADO ADVOGADO LEANDRO JANDER CHIMENE NAT APROVADO ADVOGADO LORENA LAGISCK NAT APROVADO ADVOGADO LUCIANO PAZIN NOVELI NAT APROVADO ADVOGADO LUIZ FERNANDO MENDES DE ALMEIDA NAT APROVADO ADVOGADO MARCIO HENRIQUE LIBERALI 0 APROVADO ADVOGADO MARCO AURELIO DA SILVEIRA MEIRELLES PINHEIRO NAT APROVADO ADVOGADO MARIA FERNANDA SOARES REGHIN 2,5 APROVADO ADVOGADO MARIA FERNANDA VIARO NAT APROVADO ADVOGADO MARIANA BARROSO GAZZONI NAT APROVADO ADVOGADO MATEUS BARRETO DE OLIVEIRA NAT APROVADO ADVOGADO MAURICIO JACOB VICTORINO NAT APROVADO ADVOGADO MAYKON JOSE GIACOMELLI FERREIRA 3,5 APROVADO ADVOGADO MICHELLE BRILHADOR RAETZ NAT APROVADO ADVOGADO MISLAINE CAROLINE ANDRETTO DE LARA 2,5 APROVADO ADVOGADO NADIA CRISTINA DE SOUZA BRITO NAT APROVADO ADVOGADO OSVALDO GUEDES DE MELO NETO NAT APROVADO ADVOGADO PAULO GOMES DE SOUZA 0 APROVADO ADVOGADO PERICLES ELISSANDRO ELGER 4 APROVADO ADVOGADO PRISCILLA BRABO MACEDO 2,5 APROVADO ADVOGADO PROTOGENES MARQUES GUIMARAES NETO NAT APROVADO ADVOGADO RAFAEL RODRIGUES NAT APROVADO ADVOGADO RAFAEL ROSSATO DE CARVALHO 1,25 APROVADO ADVOGADO ROBERTO MENDONCA FARIA NAT APROVADO ADVOGADO ROBSON MEIRA DOS SANTOS 2,5 APROVADO ADVOGADO ROBSON MORTEAN NAT APROVADO ADVOGADO ROBSON PINHEIRO DA SILVA NAT APROVADO ADVOGADO RODRIGO CALIANI NAT APROVADO ADVOGADO SARA DAMIANA BORGES URBANO NAT APROVADO ADVOGADO SARAH VIANA VELOSO MERQUIDES 3,5 APROVADO ADVOGADO VANESSA HARUMI CHIQUETTE NAT APROVADO ADVOGADO VICTOR RESKE DA SILVA NAT APROVADO ADVOGADO VINICYUS THOMAZ DE SOUZA 2,5 APROVADO ADVOGADO WESLLEY NAMUR REIS PEREIRA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ADRIANA REGINA PEREIRA QUINTAS NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ALEX PACHECO PALMA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ANA KARLA PRESIDIO NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ANDREA ALESSANDRA FERNANDES NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ANGELICA BERGAMIN DE SOUZA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL DORICA AMARO DA SILVA 2,5 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL FERNANDA MARTINS ROSA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL GIANY LIBERO DA SILVA MENDONCA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL GISLAINE BATISTA FATTORE NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ROSIANE PAGANOTTI DOS SANTOS DE BARROS 4 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL ROSILEIA APARECIDA FANTIN NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL SIMONI ROCHA AVELINO DA SILVA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL SIUMARA APARECIDA TESTA NAT APROVADO ASSISTENTE SOCIAL SONIA ROBERTA DE LIMA 2,5 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL VANESSA ROSA MANO 2,5 APROVADO CONTADOR MARIA APARECIDA VICENTE DO NASCIMENTO 3,5 APROVADO ENFERMEIRO CAROLINE FERRARI FERNANDES 0 APROVADO ENFERMEIRO CESAR FELIPE GALLI DE OLIVEIRA NAT APROVADO ENFERMEIRO DANIELLE CRISTINE SANCHES NAT APROVADO ENFERMEIRO INGRID MAYARA ALMEIDA VALERA NAT APROVADO ENFERMEIRO JAMIE MOURO DA COSTA 6 APROVADO ENFERMEIRO JAQUELINE OLIVEIRA PEREIRA 4,5 APROVADO ENFERMEIRO KASSIA REGINA DA SILVA NAT APROVADO ENFERMEIRO LUCAS DA LUZ STEL NAT APROVADO ENFERMEIRO MARINEIDE LOPES FERREIRA NAT APROVADO ENFERMEIRO PATRICIA DA SILVA EZEQUIEL 0 APROVADO ENFERMEIRO RAFAELA HASEGAWA 0 APROVADO ENFERMEIRO RENATA DAYANE DA SILVA MEDEIROS 4,5 APROVADO ENFERMEIRO ROBERTA FERNANDA ROGONNI FERRARI 5 APROVADO ENFERMEIRO SANDRA MARA BATISTA 5 APROVADO ENFERMEIRO SANDRA SILVA SANTOS NAT APROVADO ENFERMEIRO SHESLI DA SILVA 5,5 APROVADO ENFERMEIRO THAISA MARIA PEDREIRA REGHIN 3 APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO ALAN CESAR ZANCO NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO ANDERSON BERGAMASCO HRYCZYNA NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO FLAVIA ROGERIO NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO IVANOR LUIZ ROVANI NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO JOSIMAR DA SILVA MAZUCATO NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO MAGNUN RODRIGO DA SILVA NAT APROVADO ENGENHEIRO AGRONOMO YURI VEDOVETO DA SILVA NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL ANDREI FELIPE GOMES NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL BRUNO GUILHERME DE MACEDO BACARIN NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL GUILHERME PEROSSO ALVES NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL JOSE AUGUSTO FEROLDI LEITAO NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL LUCAS IZEPAO CRIPA NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL LUCIANO VIEIRA CASSIANO NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL LUIZ FERNANDO FURLAN SOSSAI NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL MARCELO EIJI NARATA NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL MARCIO RODRIGO REBECCA 0 APROVADO ENGENHEIRO CIVIL PAOLA JURENILDA DUARTE RUBIO NAT APROVADO ENGENHEIRO CIVIL TATIANE GARCIA DE OLIVEIRA NAT APROVADO FARMACEUTICO ANA JESSICA DE MARCHI NAT APROVADO FARMACEUTICO ANA PAULA ROGANTE SILVA NAT APROVADO FARMACEUTICO ANDREIA GABRIEL DE PAULO NAT APROVADO FARMACEUTICO CRISTOFERSON PRA CHIULO NAT APROVADO FARMACEUTICO DAIANE ALEXSANDRA MELISINAS CITRON MARTINEZ NAT APROVADO FARMACEUTICO DANIELLI RUFINO REVESSO NAT APROVADO FARMACEUTICO DANILO CARDOSO MORAIS NAT APROVADO FARMACEUTICO DIOGO RAPHAEL BORGES 5,5 APROVADO FARMACEUTICO EDUARDA ROTTA DOS SANTOS NAT APROVADO FARMACEUTICO EMERSON LEANDRO RODRIGUES AGOSTINHO NAT APROVADO FARMACEUTICO FRANCIANE PEREIRA DA SILVA NAT APROVADO FARMACEUTICO GISLAINE CORREA MARTINS 2,5 APROVADO FARMACEUTICO JOSIANE CRISTINA DE ALMEIDA NAT APROVADO FARMACEUTICO JULIA CABRAL VICTORIO 3 APROVADO FARMACEUTICO KAMILLA EMANUELLE GUEDES NAT APROVADO FARMACEUTICO LOUICE DOS SANTOS SALGUEIRO FARIA NAT APROVADO FARMACEUTICO LUCAS MARIUSSI DINIZ NAT APROVADO FARMACEUTICO LUCIELY BIACA CAMPANHOLI NAT APROVADO FARMACEUTICO LUISA APARECIDA DARIO NAT APROVADO FARMACEUTICO MARIA ROSILENE BIONDO NAT APROVADO FARMACEUTICO MAYARA REBERTE CUNHA ROSSI NAT APROVADO FARMACEUTICO MAYARA ZORZATO LISIK NAT APROVADO FARMACEUTICO PAULA MIDORI ERSCHING KOHIYAMA NAT APROVADO FARMACEUTICO PRISCILLA PAJANOTI BACARO NAT APROVADO FARMACEUTICO RENATA PEREIRA ALEIXO NAT APROVADO FARMACEUTICO RICARDO NUGULI DOS SANTOS NAT APROVADO FARMACEUTICO RICIELLY PATRICE CORTEZ FERREIRA 0 APROVADO FARMACEUTICO ROSANA DA MATTA 6,5 APROVADO FARMACEUTICO SUELLEN LAIS VICENTINO VIEIRA 9 APROVADO FARMACEUTICO THIAGO BRUNO LIMA PRANDO 9 APROVADO FISIOTERAPEUTA JOSE DOMINGOS PERES DA ROCHA NAT APROVADO FISIOTERAPEUTA LEDA MARIA CAMARGO RIBEIRO NAT APROVADO FISIOTERAPEUTA VANESSA GRACIELE DA SILVA CALDAS 2,5 APROVADO MEDICO ALAIN BARROS CORREA NAT APROVADO MEDICO ANGELO VICENTE TAMBORELLI TORRE NAT APROVADO MEDICO CAROLINA RITZMANN NAT APROVADO MEDICO FABIO TROSTDORF 2,5 APROVADO MEDICO FRANCISCO ROSADO FILHO NAT APROVADO MEDICO JADYLSON LUIZ BORTOLATO 5 APROVADO MEDICO KELLY ANDRESSA ACCADROLLI DE LIMA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO ALINY CRISTIANI PRADO MORENO NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO CAMILA BORRASCA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO CONSUELO NADAL NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO GISELE CALZAVARA BOSSO FERRI 1 APROVADO MEDICO VETERINARIO JULIANA FIGUEREDO VIZZU NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO LUCAS VINICIUS SANTANA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO MILTON REIS SILVA CAVCALCANTE JUNIOR NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO NATALIA COLCETTA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO PATRICIA FRANCO GONCALVES PREVIATO DO AMARAL 11,5 APROVADO MEDICO VETERINARIO PAULO ARTHUR MARIN NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO PAULO VICTOR BUCK MELLO NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO RAFAEL JACOMELI SILVA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO RENATA OLIVOTTO AGOSTINIS 5 APROVADO MEDICO VETERINARIO RICARDO YUDI KURIHARA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO RODRIGO FELTRIM STEL NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO SHARON KARLA LUDERS MEZA 9 APROVADO MEDICO VETERINARIO TASSIO RODRIGO STEFANO NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO THALITA LIMA FABIO NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO VITOR COLOMBO DE OLIVEIRA NAT APROVADO MEDICO VETERINARIO YAMARA TEIXEIRA RODRIGUES NAT APROVADO MOTORISTA ADRIANO CARDOZO DA SILVA ELIMINADO ELIMINADO MOTORISTA ANTONIO APARECIDOBATISTA 93 APROVADO MOTORISTA ANTONIO COELHO DE ARAUJO 30 REPROVADO MOTORISTA APARECIDO ADAUTO PINHEIRO AUSENTE AUSENTE MOTORISTA APARECIDO DE OLIVEIRA CANGUCU ELIMINADO ELIMINADO MOTORISTA CARLOS ALEXANDRE OLIVEIRA DA PAIXAO 40 REPROVADO MOTORISTA CLARISMUNDO CAIRES DE AZEVEDO 52 APROVADO MOTORISTA CLAUDIO FELIX 71 APROVADO MOTORISTA CLAUDIR ANTONIO DE SOUZA ELIMINADO ELIMINADO MOTORISTA CLEBERSON RENATO DE SOUZA 65 APROVADO MOTORISTA CRISTIANO MALDONADO 82 APROVADO MOTORISTA EDERSON FERREIRA MELO 20 REPROVADO MOTORISTA EDILSON MACHADO 94 APROVADO MOTORISTA ELEANDO FIGUEIRA DOS SANTOS 74 APROVADO MOTORISTA ELITON PEREIRA GONCALVES AUSENTE AUSENTE MOTORISTA IRES KNIPHOFF MIELNIK AUSENTE AUSENTE MOTORISTA JOACIR DONIZETTI DA SILVA 70 APROVADO MOTORISTA LAURITO ALVES LAMAS ELIMINADO ELIMINADO MOTORISTA LUCILENE SEVERINO DO NASCIMENTO ELIMINADO ELIMINADO MOTORISTA LUDEMAR ROVANI DONASSAN 79 APROVADO MOTORISTA MARCO ANTONIO DOS SANTOS 20 REPROVADO MOTORISTA MARCOS ANTONIO FERREIRA 81 APROVADO MOTORISTA MARIA MADALENA DE OLIVEIRA 45 REPROVADO MOTORISTA MAURICIO PRATES DE ASSIS 29 REPROVADO MOTORISTA NIVANILDO BAMBOLIN GASTAO AUSENTE AUSENTE MOTORISTA ODAIR JOSE PEREIRA DE OLIVEIRA 84 APROVADO MOTORISTA PATRICIA BABOSA DE ARAUJO AUSENTE AUSENTE MOTORISTA PAULO LUIZ DE ANDRADE 31 REPROVADO MOTORISTA RICARDO MASSAHIRO NISHIGAWA 73 APROVADO MOTORISTA ROBSON SADOVSKI AUSENTE AUSENTE MOTORISTA RODRIGO CASAGRANDE RIBEIRO 41 REPROVADO MOTORISTA VALDEIR ALVES AUSENTE AUSENTE OPERADOR DE MAQUINA PESADA CLAUDEIR DE OLIVEIRA NOBRE AUSENTE AUSENTE OPERADOR DE MAQUINA PESADA LEANDRO GOMES DA SILVA 55,53 APROVADO OPERADOR DE MAQUINA PESADA OSVALDO ALVES DE AMORIM 65,35 APROVADO OPERADOR DE MAQUINA PESADA RENATO JUNIOR GOMES 12,14 REPROVADO OPERADOR DE MAQUINA PESADA ROSENALDO DA SILVA 61,78 APROVADO PEDREIRO VALDECIR PERUCHI DE OLIVEIRA 15 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO FISICA ANDRE JULIANO MENDES DE OLIVEIRA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO FISICA DANIELA FERMINO MARTINS 4,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO FISICA EDUARDO HERRERA SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO FISICA MIRANDA CAROLINA ROBERTA CHAVES GIMENEZ 5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ADRIANA APARECIDA MILAN NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ADRIANA AUGUSTINHO EVANCHUCA FERREIRA 1 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ADRIANA DA SILVA NOBREGA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ADRIANA PIRES PINHEIRO 4 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ALESSANDRA CHIQUETTI FRANCO JAMARCHI 4,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ALIDIANE RENATA SPINA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ALINE CRISTINA DA SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ALINE DOS ANJOS DAS DORES NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ALINE VIEIRA DOS SANTOS NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL AMANDA KAROLINA DE OLIVEIRA BAIO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ANA PAULA ARGENTON PAS NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL APARECIDA SALETE ILARIO DOS SANTOS 3,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL BARBARA MORELI PISTORI TORRES 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL CAROLINA FASCINA MARTINUSSI NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL CINTIA DAYANE RAYMUNDO RODRIGUES NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL CLAUDIA MARIA CAMPOS SILVA MARCORI 5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL CLAUDIRENE MARCOLINO DA ROCHA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL CRISTIANE GALASSI BIMBATO AGUIAR NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL DANIELE CARNIEL VIEIRA DA SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL EDILEIA SIMONETTO TORRES 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ELISANGELA APARECIDA GALASSI RODRIGUES NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ELIZANGELA MARIA ALVES BOTARI NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL EMILY CRISTINA ALVES BELEM NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL EMMANUELLY KAROLINE DE SOUZA CONCEICAO 0 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ERICA OSSAK DE LIMA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL FABIANA CARNEIRO FORGERINI 0 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL FABIANA MARQUEZINE DO NASCIMENTO 1 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL FRANCIELE DOS SANTOS 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL IRACI DE SOUZA PERROUD 0,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ISABELA DE SOUZA VIGO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL JESSICA DE CASSIA ALVES DA SILVA 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL JOSIANE AP. CAMANI 0 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL JULENIR BARBOSA DOS SANTOS NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL JULIANA SANTOS DA SILVA 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL KAMILA BARRETO DE OLIVEIRA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL KELEN CRISTINA DA SILVA 7 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL KETLILLYN CAVALCANTE NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL LAUDICEIA FREITAS DOS SANTOS SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL LEILA DE CASSIA MACEDO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL LUANNA APARECIDA CHIREIA 0 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MAIARA KARINE ROCHA SOUZA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARA ROSANA DOS ANJOS SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARCIA LEONCO RAMOS MAZAMBONI 9 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIA BECEGATTO ROGERIO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIA CRISTINA MENDONCA LOZZA 0 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIA JOSE DE ASSIS ELIAS 5,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIA MARCIA ARAUJO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIA ROSA MARQUEZIM DE CARVALHO 4 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARIANA IZABELA NEGRI NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL MARLENE PEREIRA DA SILVA 6,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL NATALINA APARECIDA DOS SANTOS SILVA 5,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL PATRICIA TONIN 2,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL PAULA MACHADO TINOCO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL POLIANA DE SOUZA PERROUD 0,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL PRISCILA DO NASCIMENTO DE OLIVEIRA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ROSANGELA DE OLIVEIRA SOUZA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL ROSINEIA ARNEIRO BOSCARATO 5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SARA LIGIA DE OLIVEIRA SARMENTO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SARAH RODRIGUES FAVARO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SHERAZADE MONTEIRO DA SILVA NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SILVIA CRISTINA ALVES NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SILVIA MARIA BERGAMASCO COSTA 6,5 APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SILVIANE MARTINS RODRIGUES NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL SONIA DOS SANTOS SILVA MACHADO NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL TALITA MICHELI DALCIN BARROS NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL VANIA RODRIGUES NICOLAU NAT APROVADO PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL VERA LUCIA DO CARMO DE JESUS VAZ 2,5 APROVADO PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL CLEONILDE SILVA DOS SANTOS 5 APROVADO PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL MARCIA REGINA ALVES FABRIL 2,5 APROVADO Legenda: NAT = Não apresentou títulos Xambrê, 24 de abril de 2015 Edevaldo Delai Presidente da Comissão PORTARIA Nº. 042/2015 Prorroga Licença para tratamento de Saúde a Servidora O PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ,, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, R e s o l v e:- PRORROGAR: A pedido a servidora Srª. APARECIDA P. SANTOS SOMEIRA, portadora da Cédula de Identidade sob nº , ocupante do cargo Efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, Licença por motivo de doença, conforme preconiza o Estatuto dos Servidores do Município Lei nº. 509/71 Art. 131, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, a partir, de 22/04/2015. Esta portaria entra em vigor nesta data. Registre-se. Anote-se. Publique-se. Prefeitura Municipal de Xambrê, 27 de abril DECRETO Nº 013/2015 Declara sujeito ao regime de tempo integral de serviço o cargo de Oficial Administrativo. O PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ,, no uso de suas Considerando; o disposto no artigo 199, da Lei 509, de 16 de novembro de 1971; Considerando; também, que as atribuições do cargo de Oficial Administrativo apresentam, por natureza, caráter de essencialidade e responsabilidade nas atividades desenvolvidas pela Administração Pública, como se infere das disposições da Lei Complementar 110/2000. DECRETA: Art. 1º. É declarado sujeito ao regime de tempo integral o cargo de Oficial Administrativo, criado pela Lei nº 1144/1990 de 30 de janeiro Art. 2º. Os servidores que ocuparem o cargo de que trata o artigo anterior farão jus à gratificação de regime de tempo integral, nos termos do artigo 200, da Lei nº 509, de 16 de novembro de Art. 3º. Este Decreto entra em vigor nesta data. Xambrê, 20 de abril PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTONIA RESOLUÇÃO Nº. 13/2015 SÚMULA: O Conselho Municipal de saúde de Altônia, em sua 168ª reunião ordinária no dia 22 de abril do corrente ano, às 20:00 horas, nas dependências do Posto de saúde do Jardim Planalto, resolve: Art. 1º - Constituição da Coordenação Municipal Intersetorial do Programa Bolsa Família (Decreto nº 068/2015), sendo composta pelas áreas: da assistência social (coordenadora do programa bolsa família); saúde e educação. Elaboração e Construção do Plano de Ação Intersetorial Municipal. Planejamento das estratégias e ações conjuntas entre as áreas. Esta RESOLUÇÃO entra em vigor na data de sua publicação, sendo assinada pela vice presidente do Conselho representando os demais Conselheiros. Altônia, 22 de Abril de 2015 Maria Dirce dos santos Laureano Vice- presidente do Conselho Municipal de saúde -PORTARIA 044/2015- Concessão de Pensão Vitalícia O PREFEITO DO MUNICIPIO DE XAMBRÊ,, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS. CONCEDER: A Senhora MARLENE BRAVO MARTINS, brasileira, portadora da Cédula de identidade RG. Sob nº e inscrito no CPF sob nº SSP-Pr, PENSÃO VITALÍCIA POR MORTE, pelo falecimento de seu cônjuge, o Sr. MARCOS MARTINS NETO, Servidor Municipal, falecido no dia 25 de abril de 2015, conforme Certidão de Óbito nº do Cartório do Registro Civil da Comarca de Umuarama, a contar de 25 de abril de 2015, no valor de R$ 3.052,46 (três mil e cinqüenta e dois reais e quarenta e seis centavos) mensais. Registre-se. Anote-se. Publique-se. Xambrê, 27 de abril -PORTARIA Nº. 043/2015 O SR., PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ,, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LE- GAIS, R e s o l v e:- DECLARAR: A vacância do cargo efetivo de CONTADOR em virtude do falecimento do servidor, Sr. MARCOS MARTINS NETO portador do RG sob nº SSP/PR., e inscrito no CPF/MF sob nº , ocorrido em 25 de abril Registre-se. Anote-se. Publique-se. Prefeitura Municipal de Xambrê, 27 de abril de HOMOLOGAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 18/2015 AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA PARA DIVERSOS DEPARTAMENTOS DELFINO MARQUES DA SILVA, Prefeito do Município de Tapira,, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por lei, e observando o contido na Lei Federal Nº , de 21 de junho de 1993 e na Lei Federal de 17 de julho de 2002, e o ato de adjudicação apresentado pelo Senhor Pregoeiro e a Equipe de Apoio. HOMOLOGA como vencedora as propostas das empresas, INFATEC COMPUTA- DORES devidamente inscrita no CNPJ sob o nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ ,00 (Vinte e três mil seiscentos e oitenta e seis reais), RUBENS PAPELARIA devidamente inscrita no CNPJ sob o nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ 5.303,00 (cinco mil e trezentos e três reais), JV EMPREENDIMENTOS devidamente inscrita no CNPJ sob o nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ ,00 (trinta e seis mil setecentos e setenta e cinco reais), COMERCIAL PAICANDU LTDA - ME devidamente inscrita no CNPJ sob o nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ ,70 (Trinta e sete mil, quatrocentos e oitenta e nove reais e setenta centavos), C. J. LOPES MOVEIS, EQUIPAMENTOS PARA ESCRITORIO E PAPELARIA - ME devidamente inscrita no CNPJ sob o nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ ,00 (Vinte e três mil, quatrocentos e vinte e sete reais). Tapira, 27 de Abril de 2015 DELFINO MARQUES DA SILVA HOMOLOGAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 19/2015 AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS E MATERIAIS DE LIMPEZA PARA ATENDER AO GRUPO DE CONVIVÊNCIA MELHOR IDADE DELFINO MARQUES DA SILVA, Prefeito do Município de Tapira, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por lei, e observando o contido na Lei Federal Nº , de 21 de junho de 1993 e na Lei Federal de 17 de julho de 2002, e o ato de adjudicação apresentado pelo Senhor Pregoeiro e a Equipe de Apoio. HOMOLOGA como vencedora a proposta da empresa, BERSON & GON- ÇALVES LTDA - ME, inscrita no CNPJ de nº / , tendo seu menor preço o valor de R$ ,55 (Vinte e seis mil setecentos e trinta e seis reais e cinquenta e cinco centavos). Tapira, 27 de Abril de 2015 DELFINO MARQUES DA SILVA EXTRATO DE CONTRATO Nº. 43/2015 ID: 1452 CONTRATANTE -. CONTRATADA - BERSON & GONÇALVES LTDA - EPP OBJETO - AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS A SEREM DISTRIBUIDOS A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA VALOR - R$ 8.115,00 (Oito mil, cento e quinze reais). VIGÊNCIA - 27 de Abril de 2015 a 27 de Abril de Tapira, 27 de Abril DELFINO MARQUES DA SILVA EXTRATO DE CONTRATO Nº. 44/2015 ID: 1453 CONTRATANTE -. CONTRATADA - C. J. LOPES - MOVEIS, EQUIPAMENTOS PARA ESCRITORIO E PAPELARIA - ME OBJETO - AQUISIÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO VALOR - R$ 5.200,00 (Cinco mil e duzentos reais). VIGÊNCIA - 27 de Abril de 2015 a 27 de Abril de Tapira, 27 de Abril DELFINO MARQUES DA SILVA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 33/2015 (TESTE SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2015) O de Alto Piquiri,, no uso de suas atribuições legais, T O R N A P Ú B L I C O: 1. - a convocação dos candidatos abaixo relacionados, aprovado no TESTE SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2015, homologado pelo DECRETO Nº 465/ 2015, DE 29/01/ que os candidatos deverão comparecer ao Departamento de Recursos Humanos desta municipalidade, sito à Rua Santos Dumont nº 341, fundos, até o dia 05 de Maio 3 - Que os candidatos deverão apresentar-se munidos dos seguintes documentos: a) Xerox e original da Certidão de Casamento ou Nascimento; b) Xerox e original do CPF ou CIC; c) Xerox e original da Cédula de Identidade (RG); d) Xerox e original do PIS ou PASEP; e) Xerox e original do Título Eleitoral; f) Certidão Negativa de Antecedentes Criminais; g) Xerox e original do comprovante de votação ou documento que o substitua; h) atestado de aptidão física e mental, emitido pela junta médica do Município. i) Original Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) j) Documento comprobatório do Grau de Escolaridade. k) 01 (uma) foto 3x4 l) Xerox da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) CARGO: - PSICÓLOGO - 40 HORAS/SEMANAIS Nº Ord. NOME 6º ISABELLA DRUCIAK DE CASTRO EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PIQUIRI, PARANÁ, 27 DE ABRIL DE LUIS CARLOS BORGES CARDOSO

6 CONCURSO PÚBLICO EDITAL 001/2015 EDITAL Nº 06/2015 Dispõe sobre a nota da Prova Objetiva para o provimento de cargos públicos do Quadro Permanente de Pessoal do Município de Nova Olímpia,, referente ao Edital de Concurso Público nº 01/2015. O Presidente da Comissão Especial de Concurso Público do Município de Nova Olímpia, no uso de suas TORNAR PÚBLICO: A nota da prova objetiva, considerando o gabarito oficial do Concurso Público aberto através do Edital nº 01/2015: INSC NOME NOTA SITUAÇÃO CARGO DIEGO DE OLIVEIRA DA SILVA 44,00 REPROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS ESTHER PEDROSO DE MORAES 42,00 REPROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS GUSTAVO SANCHES BELTER 44,00 REPROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS MARLENE PERES VIEIRA RIBEIRO 50,00 APROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS RONALTY MULLER DIAS REDUCINO 42,00 REPROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS TATIANE DO SANTOS LIMA 62,00 APROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS ZILDA DE OLIVEIRA ALMEIDA 62,00 APROVADO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS ADENIR APARECIDA DA SILVA 64,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ADRIANA DA SILVA 68,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ALINE LUCAS DOS SANTOS 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ALINE MOREIRA DA SILVA 58,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE AMANDA DA SILVA TOMAZ 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE CLEUSA NATAL 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE DAIANE CRISTINA DE OLIVEIRA ALMEIDA 66,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE DANIELA SAMUEL DA SILVA 44,00 REPROVADO AGENTE DE SAÚDE EDINEIA OLIVEIRA CIPRIANO 72,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ELIANE SERAFIM DA SILVA 48,00 REPROVADO AGENTE DE SAÚDE ELINEIA ROSA PEREIRA CAMPOS 74,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ELZA FLORES DA SILVA 78,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ESTHER GONCALVES DA COSTA 50,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE FABIANE DA SILVA 50,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE FRANCIELI MARQUES SILVA ROSSI 66,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE IRENE APARECIDA PEREIRA 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE JANE DE OLIVEIRA PULGA 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE JAQUELINE MARIA BARBOSA 64,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE JENIFFER CAROLINE FERREIRA DE SANTANA 78,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE KELI DAIANE DA SILVA DA CUNHA 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE LUCIA DE CARLI RODRIGUES 64,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE MARCIA CRISTINA DA SILVA TOMAZ 66,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE NEUCI VALERA 78,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE ROSANA APARECIDA CRISTO 38,00 REPROVADO AGENTE DE SAÚDE SEBASTIANA CRISTINA CRISTO 62,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE THAIS MOREIRA DA SILVA 64,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE VANIA APARECIDA DOS SANTOS 78,00 APROVADO AGENTE DE SAÚDE CAROLINE PASSAMANI CHEQUIM SZEZERBATZ ZANATO 48,00 REPROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II EDUARDO DOS SANTOS 46,00 REPROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II JEFFERSON JUNIOR GUERRA 30,00 REPROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II JESSICA CAMILA MONTEIRO FERNANDES 60,00 APROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II JOELMA SANDRA DA SILVA 70,00 APROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II VINICIUS GUADAGNINI DE OLIVEIRA 44,00 REPROVADO AGENTE TRIBUTÁRIO II ALEXANDRE ROCHA CARESIA 34,75 REPROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS GEISIELY VICENTE 0,00 AUSENTE ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS JAQUELINE BRUNO AVELANEDA DE ARAUJO 54,50 APROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS KESIA DE SOUZA COUTO 0,00 AUSENTE ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS KLEBER HITOSHI SAKAZAKI 38,75 REPROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS KLISMANN LANGENBERG SEROZINI 40,75 APROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS LUCINEIA APARECIDA JACOMINI LEAL 56,25 APROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CAROCIN 31,00 REPROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS SOLANGE GOMES RIBEIRO 31,50 REPROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS VINICIUS ROCHA BORTOLOTO 33,00 REPROVADO ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS CELINA ROSA BUENO 39,50 REPROVADO ASSISTENTE SOCIAL CLEUZA PERON 55,75 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL GISELE ROBERTA BUDIN 27,00 REPROVADO ASSISTENTE SOCIAL LUIZ ROBERTO RODRIGUES DA COSTA 33,50 REPROVADO ASSISTENTE SOCIAL SIMONI ROCHA AVELINO DA SILVA 59,00 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL VANESSA ROSA MANO 51,75 APROVADO ASSISTENTE SOCIAL CARLA DAIANE CHAGAS DA SILVA 68,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I CHRISTOPHER FRANKLIN VIEIRA 62,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I ELTON BARBOSA DE FREITAS 52,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I IRMA APARECIDA DI RENZO 56,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I JESSICA CADASQUEVES 44,00 REPROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I JULIANA MARQUES GUION 56,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I LUANA RAFAELA GRIFFO 44,00 REPROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I LUPERCIO LORENZONE BORGES 64,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I MARILENE PASSAMANI CHEQUIN 44,00 REPROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I PATRICIA DORETTO DE ARAUJO 46,00 REPROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I RAFAEL QUEIROZ DE MACEDO DO PRADO 0,00 AUSENTE AUXILIAR ADMINISTRATIVO I RENATA CIDADE DOS SANTOS 52,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I RODRIGO SQUARISI MUNHOS 50,00 APROVADO AUXILIAR ADMINISTRATIVO I ADRIANA DE CARVALHO 36,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ALINE FERNANDA DE OLIVEIRA RIBEIRO 0,00 AUSENTE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ANA ALICE DE PAULA 74,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ANDREIA RESENDE MERCADO 26,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ANTONIA SOLANGE DA SILVA 76,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ARIADNE MAYARA DA SILVEIRA 62,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO CLAUDETE GONCALVES DOS SANTOS 52,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO CLAUDIMAR DECARLI 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO CLEIDE APARECIDA DE OLIVEIRA 60,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO DAIANE GONCALVES CARVALHO FEREIRA 70,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO EDNEIA MARTINS DOS SANTOS 62,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO EUZELINA CANDIDO DOS ANJOS CHAVERNUE 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO FABIANA GONCALVES DOS SANTOS 52,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO FABIANA VIEIRA MACARIO 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO FATIMA MARCAL DE OLIVEIRA 56,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO GISLAINE CRISTIANE MARTINS DA SILVA 66,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO INES FONSECA DA SILVA 40,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO JAQUELINE DA SILVA PEDRO 78,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO JEANE FERREIRA DA CONCEICAO 0,00 AUSENTE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO JESSICA FABIANA PINTO DE BARROS 78,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO JOSEFINA DIAS DE TELES CARVALHO 0,00 AUSENTE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO JOSY APARECIDA SUALDINI 52,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO LIVANIR SABION SOARES 66,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO LUCIMAR LOPES 50,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARCIA DA SILVA PINA 72,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARCIA ROSA DA SILVA 62,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARCIA SIRLENE LEVORATO FERREIRA 72,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARGARETE RODRIGUES DA SILVA 60,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARIA SOCORRO NEVES 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO MARTA SIMPLICIO GONCALVES 72,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO PEDRA MARIA CHAGAS VICENTE 42,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO RAQUEL FERREIRA AMBROZIO DOS SANTOS 44,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO REGINA APARECIDA DOS SANTOS 64,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ROSANA DE ALMEIDA MATIAS 70,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ROSEANE PEREIRA DA CRUZ 68,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ROSEMEIRE APARECIDA DE SOUZA 42,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ROSIMEIRI BARBOSA 54,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO SALETE TOMAZ DE SOUZA 32,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO SANDRA MARIA DA SILVA ALMEIDA 64,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO SIMONE DOS SANTOS LIMA 76,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO SUZANE MAZIERI SOARES 72,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO VALDETE ROCHA DA SILVA 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO VALDIRENE PAIVA 20,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO VALERIA DE PAULA 58,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS FEMININO ALISSON MARTINS 70,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO ANDRE NUNES DE SOUZA 68,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO DAVID RAFAEL SANTANA PILOTO 64,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO JOAO ALVES DA SILVA 20,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO JORGE CARDOSO SOARES 6,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO JOSE ANTONIO CINTRA 52,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO JOSE ANTONIO MARCOLA 50,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO JOSE TIMOTE TULINTINO 8,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO LUAN JAILTON DE LIMA 0,00 AUSENTE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO LUCAS ADAILSON RIBEIRO DA SILVA 40,00 REPROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO PAULO FERNANDO ARAUJO OLIVEIRA 66,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO RODRIGO MANZANO VICENTE 82,00 APROVADO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO CARLA BORRASCA 38,25 REPROVADO CIRURGIAO DENTISTA GEISE KAROLINE PACHECO 47,25 APROVADO CIRURGIAO DENTISTA KARINE RICHTER 0,00 AUSENTE CIRURGIAO DENTISTA MURILO DI RENZO GARCIA FERNANDES 40,75 APROVADO CIRURGIAO DENTISTA WILLIAM TENORIO DE SOUZA SILVA 33,50 REPROVADO CIRURGIAO DENTISTA ALESSANDRA ROSA PATARO 57,75 APROVADO CONTADOR ALINE TALMA 0,00 AUSENTE CONTADOR ANDRE GUNDI HIROSI 34,25 REPROVADO CONTADOR FERNANDA DA SILVA 37,50 REPROVADO CONTADOR GESILAINE KARSTEN 39,50 REPROVADO CONTADOR JEFERSON RODRIGO GARCIA COLOMBO 57,75 APROVADO CONTADOR JESSICA LEITAO AITA 15,25 REPROVADO CONTADOR KATIA CRISTINA CORREIA PESSANHA 0,00 AUSENTE CONTADOR VERONICA PITOL JULIANI 57,00 APROVADO CONTADOR ADRIANA KIRSTEN GARCIA GOMES 35,50 REPROVADO CONTADOR MASTER ALEXANDRE ROCHA MOREIRA 30,25 REPROVADO CONTADOR MASTER ANDERSON RICARDO FLORA 0,00 AUSENTE CONTADOR MASTER ANGELA MARIA MARTIM 29,00 REPROVADO CONTADOR MASTER CAMILA MATARAM 40,75 APROVADO CONTADOR MASTER CARLOS EDUARDO BARBOSA DA SILVA 42,75 APROVADO CONTADOR MASTER DAIANE GREGIANIN CORREIA 25,75 REPROVADO CONTADOR MASTER DIRLEI TRAJANO DE VARGAS 52,50 APROVADO CONTADOR MASTER DOMINGOS JOSE DA SILVA 29,00 REPROVADO CONTADOR MASTER ELISIANE SALZER 33,00 REPROVADO CONTADOR MASTER EVANDRO CARLOS PORTO 49,25 APROVADO CONTADOR MASTER FABIANO FRANCISCO DOS SANTOS 45,25 APROVADO CONTADOR MASTER FERNANDO DO VALE CORREIA 51,75 APROVADO CONTADOR MASTER GRACIELLE PEREIRA DA SILVA SACZUK 31,00 REPROVADO CONTADOR MASTER HUGO HENRIQUE SAULLIN ALVARO 33,50 REPROVADO CONTADOR MASTER ISIS LAVOS DE ALMEIDA 29,00 REPROVADO CONTADOR MASTER JAQUELINE EDENISIA DA SILVA PICHITELE 0,00 AUSENTE CONTADOR MASTER JOAO ANTONIO FELITTO DA SILVA 29,00 REPROVADO CONTADOR MASTER JOSE LUIZ DE SOUSA COSTA 35,50 REPROVADO CONTADOR MASTER JULIANA LACERDA BAMBOLIN 0,00 AUSENTE CONTADOR MASTER LAIS TIEMI UEKAWA 43,25 APROVADO CONTADOR MASTER LUCAS TRUGILIO RIBEIRO 25,00 REPROVADO CONTADOR MASTER LUCIANA SOUZA BRITO DE MELO 33,50 REPROVADO CONTADOR MASTER MAIZA FERNANDES FELITO 34,25 REPROVADO CONTADOR MASTER MARIA VANIA BATISTA 30,25 REPROVADO CONTADOR MASTER MAYARA DARE 23,75 REPROVADO CONTADOR MASTER RENATA DE MELO SILVA 42,75 APROVADO CONTADOR MASTER ROSILAINE GIROTO 38,75 REPROVADO CONTADOR MASTER SERGIO GODOIS DA SILVA 30,25 REPROVADO CONTADOR MASTER VITOR HUGO LUIS DE OLIVEIRA 40,00 APROVADO CONTADOR MASTER JOSE DA SILVA MEDEIROS 60,00 APROVADO COVEIRO PAULO SERGIO RODRIGUES 64,00 APROVADO COVEIRO AMANDA AGUIAR CARLI ROSSI 60,25 APROVADO ENFERMEIRO ARIANE GOIS DE ALMEIDA 28,25 REPROVADO ENFERMEIRO DANIELE ARANTES DE OLIVEIRA 62,25 APROVADO ENFERMEIRO ELIETE BATISTA SANCHES 36,75 REPROVADO ENFERMEIRO FERNANDA LUCIA DE OLIVEIRA 53,00 APROVADO ENFERMEIRO GRACIELLE VICENTIN BARBOZA 45,25 APROVADO ENFERMEIRO HENRIQUE BIAZETTO TEIXEIRA 27,00 REPROVADO ENFERMEIRO IVA GOMES DE SOUZA 37,50 REPROVADO ENFERMEIRO JAMIE MOURO DA COSTA 39,50 REPROVADO ENFERMEIRO LAYLA VERENA BOZZANO DA SILVA 40,00 APROVADO ENFERMEIRO MARIANA ZORZATO FERRAREZI 40,75 APROVADO ENFERMEIRO PRISCILA DE MELO CORAS 31,50 REPROVADO ENFERMEIRO ROBERTA FERNANDA ROGONNI FERRARI 58,25 APROVADO ENFERMEIRO SIRLEY DOS SANTOS MIRANDA RECALDE 0,00 AUSENTE ENFERMEIRO TAUANA LARISSA DE MORAES JORGE 60,25 APROVADO ENFERMEIRO ALBERSON DA SILVA NASCIMENTO 54,50 APROVADO ENGENHEIRO CIVIL GEOVANI GARIBALDI CAMPOS 57,75 APROVADO ENGENHEIRO CIVIL JOSE AUGUSTO FEROLDI LEITAO 25,00 REPROVADO ENGENHEIRO CIVIL PAOLA JURENILDA DUARTE RUBIO 55,75 APROVADO ENGENHEIRO CIVIL ANDRESSA BAILO 51,75 APROVADO FARMACEUTICO BRUNA ARANTES DE OLIVEIRA 47,25 APROVADO FARMACEUTICO CRISTOFERSON PRA CHIULO 52,50 APROVADO FARMACEUTICO DENISE FORTE CORREIA 50,50 APROVADO FARMACEUTICO RENAN VINICIUS VIANA 38,75 REPROVADO FARMACEUTICO ALADA DE PAULA 52,50 APROVADO FISIOTERAPEUTA AMANDA CLAUDIA BALAN ROCHA 34,25 REPROVADO FISIOTERAPEUTA VANESSA AUGUSTA DUARTE 0,00 AUSENTE FISIOTERAPEUTA HELENA CRISTINA CIDADE 44,00 APROVADO FONOAUDIOLOGO NAYARA FURLAN PASSAMANI 49,25 APROVADO FONOAUDIOLOGO SONIA ALVES DE ALMEIDA 44,75 APROVADO FONOAUDIOLOGO JOSE GOMES DA ROCHA 52,00 APROVADO GARI BRUNO DA SILVA NASCIMENTO 36,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS CARLA BRUNA DE SOUZA 52,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS DANILO BARBIERI 44,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS DAYANE GOMES 42,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS DHIONATTAN FERNANDO PEREIRA MIGUEL 50,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS EDNA RODRIGUES ROSSI 42,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS EUVILHEIDE MAXIMO PEREIRA DA SILVA 48,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS FRANCISCO ZANGALLI 36,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS GREICY KELLY BRATFISCH DA SILVA 52,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS JANAINE PERES HAFFEMANN 54,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS JESSICA A. MUZACHI 40,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS JESSICA LIMA CAVITIOLI 62,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS JURACI DA SILVA DE AZEVEDO 46,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS LARICA MECHELE DE SOUZA 50,00 APROVADO INSPETOR DE ALUNOS OSCAR AFONSO 46,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS REGINA BENEDITA DE OLIVEIRA 32,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS THAINA APARACIDA GUADAGNINI 34,00 REPROVADO INSPETOR DE ALUNOS JAIR FLORO DE LIMA 0,00 AUSENTE JARDINEIRO ADRIANO PRETO 50,50 APROVADO MEDICO CLINICO GERAL ANGELO VICENTE TAMBORELLI TORRE 62,25 APROVADO MEDICO CLINICO GERAL FABIO TROSTDORF 0,00 AUSENTE MEDICO CLINICO GERAL FRANCISCO ROSADO FILHO 58,25 APROVADO MEDICO CLINICO GERAL KELLY ANDRESSA ACCADROLLI DE LIMA 53,75 APROVADO MEDICO CLINICO GERAL LUIS ANTONIO GOMES CASSARO 0,00 AUSENTE MEDICO CLINICO GERAL ALEXANDRE THADEU MEYER 0,00 AUSENTE MEDICO ORTOPEDISTA ANESIO SILVA JUNIOR 52,50 APROVADO MEDICO ORTOPEDISTA OSCAR TOMIO YOSHIHARA 51,25 APROVADO MEDICO ORTOPEDISTA ANA CAROLINA PINHEIRO ZAUPA 52,50 APROVADO MEDICO PEDIATRA MARCELO LEANDRO DE CASTRO 38,75 REPROVADO MEDICO PEDIATRA RICARDO JOSE LEITE FILHO 0,00 AUSENTE MEDICO PEDIATRA ANDREA AP DE MARTIN TORRES 0,00 AUSENTE MEDICO VETERINARIO CAMILA BORRASCA 53,25 APROVADO MEDICO VETERINARIO DANIELA WAISEL LAVAGNOLLI 39,50 REPROVADO MEDICO VETERINARIO JESSICA MIDORI TAKESHITA 0,00 AUSENTE MEDICO VETERINARIO MARCELO AUGUSTO DA ROCHA 30,25 REPROVADO MEDICO VETERINARIO NATALIA COLCETTA 48,50 APROVADO MEDICO VETERINARIO ADELSON RODRIGUES 76,00 APROVADO MOTORISTA ADIR APARECIDO GODOI 54,00 APROVADO MOTORISTA ANDREY MARCIO APOLONIO 52,00 APROVADO MOTORISTA CARMO VENANCIO 0,00 AUSENTE MOTORISTA CLAUDIR BALMA 38,00 REPROVADO MOTORISTA EDUARDO JOSE MASCHIO 50,00 APROVADO MOTORISTA GENIVALDO DOS REIS 0,00 AUSENTE MOTORISTA HENRIQUE AURELIO POMPERMAYER 66,00 APROVADO MOTORISTA JAIR MOLINA ORTIZ 54,00 APROVADO MOTORISTA MARCOS INACIO DA SILVA 54,00 APROVADO MOTORISTA MARIO APARECIDO DA SILVA 46,00 REPROVADO MOTORISTA OSVANIR BARBIERI 46,00 REPROVADO MOTORISTA RAFAEL ANTUNES HAFFEMANN 48,00 REPROVADO MOTORISTA VALDAIR BATISTA DA SILVA 0,00 AUSENTE MOTORISTA VANDERLEI GONCALVES DE CARVALHO 50,00 APROVADO MOTORISTA DENISE CAROLINA SOTOCORNO 43,25 APROVADO NUTRICIONISTA KARLA SAYURI ENOKIDA 43,25 APROVADO NUTRICIONISTA CELIO ROBERTO BUDIN. 62,00 APROVADO OPERADOR DE MAQUINAS II IVAIR DE AGUIAR 50,00 APROVADO OPERADOR DE MAQUINAS II SEBASTIAO JOSE ALVES 40,00 REPROVADO OPERADOR DE MAQUINAS II ALESSANDRA IZABEL CLEMENTE DA COSTA NOVAIS 41,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ALEXANDRA CRISTINA DE ALMEIDA 51,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ALINE DE OLIVEIRA INOCENCIO 61,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ANA PAULA DE ALMEIDA LESTENSKI 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CINTIA DAYANE RAYMUNDO RODRIGUES 70,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLAUDENILZA DA SILVA 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLAUDIA BRUNA DE BRITO BARBOSA 44,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLAUDIA PEREIRA BERAO 62,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLAUDINEIA FERREIRA DA SILVA 60,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLEINALVA SANTANA DA SILVA OLIVEIRA 43,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL CLEONICE PEREIRA GOMES CABRAL 62,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL DAIANE MANZANO VICENTE RODRIGUES 64,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL DENIS TOZZI LAUREANO 49,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL DENISE VALERIA CANO 51,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL DONIZETE ALVES DA CRUZ 29,50 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ELIZABETE DA SILVA FRANCISQUETI 61,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ELIZABETE DOS SANTOS TRENTINI 55,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ELIZETE DE NOVAES ALVES 54,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ESTER RODRIGUES DOS SANTOS 46,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL FATIMA DELLATORRE DA SILVA 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL FLORITA PEREIRA LOPES 45,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL FRANCIELI DENISE GRAUNKE 60,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL FRANCIELLE SOTOCORNO JACOMINI 55,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL FRANCISCO SANTOS FILHO 44,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL GISABEL SANTANA DA SILVA 60,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ILDENEIDE FERREIRA PEREGRINE 45,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ILZA DOS SANTOS CAETANO 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL INES APARECIDA DI RENZO 54,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JAQUELINE TUROZI ANDRADE 47,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JESSICA CRISLAINE FURLAN 56,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JESSICA FIGUEREDO DE LIMA 45,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JOSEILDA DA SILVA 51,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JOSIANE APARECIDA FRANCISQUETI 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JOSIANE MARTINS DE SOUZA 38,00 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL JULIETI DUTRA COLNAGO 43,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL KARLA DANIELY SILVA MAGALHAES DOS SANTOS 46,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL LARIANA DE OLIVEIRA SEGURA 55,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL LUCIA DE FATIMA RODRIGUES 42,00 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL LUCIANA DAS CHAGAS BATISTA 34,75 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL LUCIANA RODRIGUES DOS SANTOS 66,00 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL LUCILENE CAETANO GOMES 46,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARGARETTE DOS SANTOS SILVA 30,25 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARIA PENHA DE FREITAS 44,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARIANA CAPARROS SOARES 40,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARINA DE OLIVEIRA 29,75 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARLENE MALENTAQUE BANDEIRA 0,00 AUSENTE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL MARLI CARDOSO MOLINA 36,00 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL NAGILA APARECIDA BARALDI 64,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL NAYARA MARIANO DA SILVA 51,75 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL RAQUEL DE MACEDO SILVA 62,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL REGINALDA BATISTA DA SILVA 53,00 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SANDRA APARECIDA NUNES 63,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SANDRA VALOTI TOLENTINO 37,50 REPROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SARAH RODRIGUES FAVARO 61,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SEBASTIANA AURELIA PREVIATTI BARBIERI 53,00 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SILVANA MARIA FELIX 46,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOLANGE MARIA DUARTE BEZERRA 45,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SONIA MARIA DOS SANTOS 43,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SONIA REGINA DAMICO DA SILVA 67,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL SUELI MARCAL DE OLIVEIRA DA CRUZ 50,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL TALITA MICHELI DALCIN BARROS 59,00 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL THAIANA DE OLIVEIRA 65,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL VANILZA DE ALMEIDA FERREIRA 50,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL VERA LUCIA FIGUEIREDO DA SILVA 43,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL VERONICA ANGELA PREVIATTI DIAS 56,25 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL VILMA DA SILVA MACIEL BARBIM 65,50 APROVADO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL ADRIANA BEZERRA DOS SANTOS 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ADRIANA FERREIRA CAMPOS 32,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ADRIANA PATRICIA LANDIM 32,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ADRIANA TEREZINHA FERREIRA SOARES 38,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ALLINE DA SILVA 31,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ANA BEATRIZ RABELO COUTO PAIVA 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ANA LUCIA DI RENZO FERNANDES 34,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ANDREIA APARECIDA ROMANO GUIMARAES 36,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ANGELA MARIA DOS SANTOS COSTA 31,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ANGELICA PATRICIA SOZZI 39,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL BEATRIZ APARECIDA RODRIGUES 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL CASSIANA MEYER DE MATOS 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL CILENE APARECIDA DA SILVA PORTILHO 29,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL CLAUDIA ROSSI DE OLIVEIRA 23,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL DANIELE CRISTINA DE BARROS 30,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL DAYANA MIGUEL DOS SANTOS 27,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ELOANE ROSA DA SILVA 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ENI MARTINS VELOSO 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ERICA BEZERRA DA SILVA 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ERICA FRANCIELE LERIANO SILVA 31,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL EVA IOLANDA DE FREITAS 16,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL FRANCIELLY DOS SANTOS FERREIRA 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL GEOVANIA APARECIDA DOS SANTOS 40,00 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL GRAZIELE BAILO FERRARI 27,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL GRAZIELI RIBEIRO DOS SANTOS 31,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL HELEN CRISTIANE CARDOSO BABONI DA SILVA DEVECHI 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL INGRID KER GOBETTI RODRIGUES 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL IRENE GOMES BUDIN 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL JACQUELINE FERNANDA VIARO 34,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL JENNIFER SUELEN RIBEIRO 23,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL JESSICA DAYENE VOLANTE 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL JESSICA IARA FERNANDES VARONI 47,25 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL JESSICA ROCHA DOS SANTOS 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL KELLER CAROLINE DA SILVA 23,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL LIDIA RIBEIRO ALEXANDRINO 27,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL LIDIANI MIRANDA DE OLIVEIRA SANTOS 20,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL LILIAN DA SILVA CRUZ GONCALVES 35,50 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL LUCIA CRISTINA DA SILVA 47,25 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL LUCINEIA CARVALHO ESCORCIO 34,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARCIA CANUTO DO NASCIMENTO 29,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARIA CLAUDIA BANDEIRA 44,00 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARIA REGINA DE SOUZA PORTO 46,00 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARIA SIMONE CAYUELA GONSALEZ 46,00 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARIA SOLANGE DUARTE 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MARIANI VERGINIO DE OLIVEIRA 41,25 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL MEIRE ROSE DA CRUZ BONETE 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL NEIDE DOS SANTOS OLIVEIRA 27,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ROMILDA RIBEIRO MESCHIAL 36,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ROSEANE ROSSETO PEDROCHE SANTOS 36,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ROSELI APARECIDA RIBEIRO 36,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SANDRA MARIA GOBO 42,00 APROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SHIRLEI CORDEIRO DE ALENCAR 23,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SILVIA MARIA BERGAMASCO COSTA 36,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SIMONE GARCIA DE SOUZA 36,75 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SIRLEY ANGELICA DE SOUZA 27,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SONIA MARCOLINO DE SOUZA 35,00 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL SUELI DE FREITAS GOMES 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL TATIANE HONDA PERECIN PRADELLA 0,00 AUSENTE PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL THAYS CAMILA ROSA DA SILVA 34,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL ZENAIDE RIBEIRO DE ALMEIDA 30,25 REPROVADO PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL AMANDA APARECIDA VIGNOTO 50,50 APROVADO PSICOLOGO LETICIA MIRANDA DA SILVA 40,00 APROVADO PSICOLOGO SILVANA ZAMIAN PAISCA NEGRINI 52,50 APROVADO PSICOLOGO SOYANE MARCHI 52,50 APROVADO PSICOLOGO THAISE CATARINE MOLINA ROSSETO 45,25 APROVADO PSICOLOGO ADRIELLE MIRANDA BOZZA DE LIMA 36,25 REPROVADO PSICOLOGO I ANA PAULA FRAZILI DE GODOI ROSSI 52,50 APROVADO PSICOLOGO I CLICIA VIEIRA LAURIANO 45,25 APROVADO PSICOLOGO I DANUSIA PRISCILA GATTO 50,50 APROVADO PSICOLOGO I GEOVANA BARBERO DE OLIVEIRA 48,00 APROVADO PSICOLOGO I JESSICA ANNE ARAUJO SILVA 35,50 REPROVADO PSICOLOGO I TATIANE KAMISATO 44,00 APROVADO PSICOLOGO I ALINE CADASQUEVES 66,00 APROVADO RECEPCIONISTA AMANDA DE FREITAS 48,00 REPROVADO RECEPCIONISTA ANA CAROLINE CORREA DE SOUZA 70,00 APROVADO RECEPCIONISTA ANA PAULA BUDIN 58,00 APROVADO RECEPCIONISTA ATAMIRES BRUNA NUNES MANSON APOLONIO 52,00 APROVADO RECEPCIONISTA EDUARDA KRISTINNY BELEZE 32,00 REPROVADO RECEPCIONISTA IARA SOUZA DO PRADO 64,00 APROVADO RECEPCIONISTA JOSIQUELI DA SILVA LIMA 50,00 APROVADO RECEPCIONISTA KAUANY THAISE RAMOS 52,00 APROVADO RECEPCIONISTA LUCIANA CRISTINA COSTA BANDEIRA 54,00 APROVADO RECEPCIONISTA MARLENE GOMES DE SOUZA 64,00 APROVADO RECEPCIONISTA MAYARA BUENO COUTINHO 70,00 APROVADO RECEPCIONISTA NATALIA FERREIRA DE SOUZA 66,00 APROVADO RECEPCIONISTA PATRICIA DA CUNHA 46,00 REPROVADO RECEPCIONISTA RAIANE HAFFEMANN PORTILHO 72,00 APROVADO RECEPCIONISTA SANDRA REGINA DE PAULA 70,00 APROVADO RECEPCIONISTA ALESSANDRA APARECIDA DA SILVA 52,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR BRUNO OSHIMA SANTOS 66,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR GISELE GARCIA PESSANHA 66,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR JAQUELINE PERES HAFFEMANN 52,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR JOAO PAULO DE OLIVEIRA MAIA 42,00 REPROVADO SECRETARIO ESCOLAR LUIZ HENRIQUE SABION DA SILVA 58,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR PATRICIA APARECIDA DE LIMA 42,00 REPROVADO SECRETARIO ESCOLAR RENATA MARIANA DE SANTANA OLIVEIRA 56,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR ROGISLENE BRATFISCH 46,00 REPROVADO SECRETARIO ESCOLAR ROSANGELA MACEDO RODRIGUES 68,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR SUZANA MINELLI 56,00 APROVADO SECRETARIO ESCOLAR TAYRONE DOMINGOS DE OLIVEIRA 50,00 APROVADO TECNICO AGRICOLA CICERO CARNEIRO DA SILVA 52,00 APROVADO TECNICO EM CONTABILIDADE GESSYCA VANESSA DIAS CORREIA 54,00 APROVADO TECNICO EM CONTABILIDADE CLAUCIA CRISTINA RODRIGUES 60,00 APROVADO TECNICO EM ENFERMAGEM ELIANE BERALDI DOS REIS 62,00 APROVADO TECNICO EM ENFERMAGEM KAREN BRATFISCH DA SILVA 46,00 REPROVADO TECNICO EM ENFERMAGEM SUELI ALEXANDRE FERREIRA 60,00 APROVADO TECNICO EM ENFERMAGEM SUELI DE FATIMA DAMICO DA SILVA 72,00 APROVADO TECNICO EM ENFERMAGEM ADRIANA MARQUES REFUNDINI 58,00 APROVADO TECNICO EM RADIOLOGIA ALEXSANDRO MASCARENHAS RIOS 0,00 AUSENTE TECNICO EM RADIOLOGIA ERICO RODRIGUES ROSSI 70,00 APROVADO TECNICO EM RADIOLOGIA JOAO PAULO TAVIAN DE CAMPOS 50,00 APROVADO TECNICO EM RADIOLOGIA VALDENICIO JOSE DA SILVA 54,00 APROVADO TECNICO EM RADIOLOGIA FRANCISCO JOSE DE ABRANTES 58,00 APROVADO TECNICO EM VIGILANCIA SANITARIA GISELI CREPALDI 68,00 APROVADO TECNICO EM VIGILANCIA SANITARIA JANAINA MARIA BARBOSA 72,00 APROVADO TECNICO EM VIGILANCIA SANITARIA SERGIO APARECIDO PEREIRA DA CRUZ 72,00 APROVADO TECNICO EM VIGILANCIA SANITARIA CLAUDINEI ALVES 44,00 APROVADO TECNICO ESPORTIVO CRISTIANO DA SILVA PAIVA 55,00 APROVADO TECNICO ESPORTIVO CRISTIELEN FRERES DE MELO 49,25 APROVADO TECNICO ESPORTIVO DOUGLAS RAPHAEL GRIFFO 60,25 APROVADO TECNICO ESPORTIVO FABIO ROGERIO DOS SANTOS 54,25 APROVADO TECNICO ESPORTIVO FERNANDO MALENTAQUI MARTINS 55,75 APROVADO TECNICO ESPORTIVO JOSE HENRIQUE DIAS DE MORAIS 33,50 REPROVADO TECNICO ESPORTIVO JULIO CESAR DE SOUZA REIS 55,75 APROVADO TECNICO ESPORTIVO JUNIOR CEZAR DOS SANTOS GOMES 47,75 APROVADO TECNICO ESPORTIVO KATIANE MARIA RODRIGUES 38,75 REPROVADO TECNICO ESPORTIVO PAULO VICTOR DE OLIVEIRA FREITAS 49,25 APROVADO TECNICO ESPORTIVO RENATA CRISTINA VERRI 38,75 REPROVADO TECNICO ESPORTIVO ROSANGELA VIANI HERNANDES 38,75 REPROVADO TECNICO ESPORTIVO SIMONE CUNHA DA CRUZ 55,50 APROVADO TECNICO ESPORTIVO TONY DOUGLAS TISSEI 48,50 APROVADO TECNICO ESPORTIVO ALINE MARIA DA SILVA 48,00 REPROVADO TELEFONISTA ANA PAULA MONTEIRO DA SILVA 58,00 APROVADO TELEFONISTA ANDRESSA VIANA LAROCA 72,00 APROVADO TELEFONISTA FLAVIA PREVIATTI GASPAR 46,00 REPROVADO TELEFONISTA GEISLAINE THAIS BATISTA 66,00 APROVADO TELEFONISTA INGRID BODELON MONTEIRO 74,00 APROVADO TELEFONISTA LIDIANE SIQUEIRA MACHADO 46,00 REPROVADO TELEFONISTA MARIA FERNANDA MONTEIRO DE FREITAS 64,00 APROVADO TELEFONISTA MARIANA DOS SANTOS DE OLIVEIRA 60,00 APROVADO TELEFONISTA SILVIA GOMES 80,00 APROVADO TELEFONISTA SIMONE FERREIRA SANCHES 62,00 APROVADO TELEFONISTA TALISON CAMPOS KARSTEN 78,00 APROVADO TELEFONISTA AILTON MOREIRA DOS SANTOS 30,25 REPROVADO TESOUREIRO KATIA CRISTINA CORREIA PESSANHA 40,75 APROVADO TESOUREIRO CLEITON SOARES TRINDADE 58,00 APROVADO TRATORISTA EDSON CARLOS DA SILVA 50,00 APROVADO TRATORISTA ALAERCIO GONCALVES RIBEIRO 50,00 APROVADO VIGIA CLAUDEMIR TARINI 62,00 APROVADO VIGIA IGOR COIMBRA DA CRUZ 50,00 APROVADO VIGIA Nova Olímpia, 27 de abril José Benito Almodovas Rodrigues Presidente da Comissão PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARILUZ PORTARIA Nº 066, DE 27 DE ABRIL DE 2015 Concede ao servidor Sergio Dias Leite, licença para tratar de interesses particulares. Paulo Armando da Silva Alves, Prefeito do Município de Mariluz, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto no art. 140, da Lei nº 1.095/93, e o contido no processo protocolizado na Divisão de Recursos Humanos sob nº 273/2015, 1- Conceder ao servidor Sergio Dias Leite, matrícula nº 1.463, ocupante do cargo efetivo de Mecânico, nível 28, licença para tratar de interesses particulares, sem remuneração, pelo período de 2 (dois) anos, a partir de 29 de abril Prefeitura do Município de Mariluz, em 27 de abril Paulo Armando da Silva Alves PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILÂNDIA DO SUL - PR AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS N.º 002/2015 Processo Licitatório n 017/2015 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PAVIMENTA- ÇÃO ASFÁLTICA (CBUQ) EM VIAS URBANAS NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA DO SUL RECURSOS: Contrato de Repasse /2013, Processo /2013 MCIDADES e tesouro municipal. ABERTURA: ÀS 10HRS (DEZ HORAS) DO DIA 26 DE MAIO DE PREÇOS MÁXIMOS ADMITIDOS: R$ ,69 (duzentos e sessenta e dois mil trezentos e trinta nove reais e sessenta e nove centavos). BRASILÂNDIA DO SUL - PR, 27 de Abril LUCIANO GIMENES PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILÂNDIA DO SUL - PR EXTRATO DE TERMO ADITIVO CONTRATUAL Nº 003 CONTRATO ORIGINAL N.º 048/ DATA: 28/04/2014 PARTES: MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA DO SUL AGÊNCIA FZ S.S. LTDA. OBJETO: CONTRATAÇÃO DE AGÊNCIA DE PROPAGANDA PARA A PRESTA- ÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE E MARKETING MOTIVO: PRORROGAÇÃO DE EXECUÇÃO, VIGÊNCIA E ALTERAÇÃO DO VALOR. DATA DE ASSINATURA DESTE TERMO: 27/04/2015 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Cláusula 4ª do Contrato Administrativo n.º 048/ 2014 (art. 57, II, da Lei nº 8.666/93).. ASSINATURAS: Marcio Juliano Marcolino Wanderley de Paula Barbosa AGÊNCIA FZ S.S. LTDA PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILÂNDIA DO SUL - PR AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS N.º 002/2015 Processo Licitatório n 017/2015 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PAVIMENTA- ÇÃO ASFÁLTICA (CBUQ) EM VIAS URBANAS NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA DO SUL. RECURSOS: Contrato de Repasse /2013, Processo /2013 MCIDADES e tesouro municipal. ABERTURA: ÀS 10HRS (DEZ HORAS) DO DIA 26 DE MAIO DE PREÇOS MÁXIMOS ADMITIDOS: R$ ,69 (duzentos e sessenta e dois mil trezentos e trinta nove reais e sessenta e nove centavos). BRASILÂNDIA DO SUL - PR, 27 de Abril LUCIANO GIMENES PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CIDADE GAÚCHA RESUMO DE EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N.º 026/ PMCG PROCESSO N.º 040 O MUNICÍPIO DE CIDADE GAÚCHA - PR; através da presente licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL consoante da Lei Federal nº /93 e /02, tem a finalidade de receber propostas para a aquisição de combustível do tipo óleo diesel S-10 para atender diversas gerências deste Município de Cidade Gaúcha - PR, pelo MENOR PREÇO POR ITEM, deste edital que visa atender às dotações Orçamentárias desta Municipalidade. ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 09:00 hr do relógio afixado no referido departamento no dia 13/05/2015 na Rua 25 de Julho, 1814, 1º pavimento. ABERTURA DOS ENVELOPES: Dia 13/05/2015 às 09:30 hr na Rua 25 de Julho, 1814 na Sala da Comissão Permanente de Licitação. 1 - DO OBJETO: A presente licitação, do tipo menor preço por item, tendo como objeto a aquisição de combustível do tipo óleo diesel S-10 para atender diversas gerências deste Município de Cidade Gaúcha - PR. Outras informações de interesse serão prestadas pelo Pregoeiro, Sr. Geovane Martins de Souza, nomeado pela portaria n.º 022/2013, bem como a entrega do edital no horário normal de expediente, nas dependências da Prefeitura Municipal de Cidade Gaúcha, sito a Rua 25 de Julho, 1814, Cidade Gaúcha, Estado do Paraná. Cidade Gaúcha - PR, 27 de Abril ALEXANDRE LUCENA RESUMO DE CONTRATOS Contrato de Prestação de Serviços nº. 029/2015 Contratante: Consórcio Intermunicipal de Saúde - CISA/AMERIOS 12ª R.S. Contratado: L Sabino Consultoria Ltda - ME Objeto: Prestação de serviços especializados de consultoria de gestão, regulação, controle, avaliação e auditoria do Sistema Único de Saúde para o município de Nova Olímpia/PR. Valor: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) mensais Prazo: Início em 01 de abril de 2015 e término em 01 de abril de 2016 Fundamentação: inexigibilidade nº 025/2015 Contrato de Prestação de Serviços nº. 033/2015 Contratante: Consórcio Intermunicipal de Saúde - CISA/AMERIOS 12ª R.S. Contratado: Interclínica Ziliotto Ltda - ME Objeto: Prestação de serviços com a realização de consultas médicas na especialidade de endocrinologia, que serão pagos com valores constantes da tabela CISA Valor: até R$ (cinco mil reais) mensais. Prazo: Início em 17 de abril de 2015 e término em 17 de abril de 2016 Contrato de Prestação de Serviços nº. 032/2015 Contratante: Consórcio Intermunicipal de Saúde - CISA/AMERIOS 12ª R.S. Contratado: Cardi - Centro Avançado de radiodiagnostico Ltda - EPP Objeto: Prestação de serviços na área de saúde, compreendendo a realização de serviços de procedimentos radiológicos de mamografia bilateral para rastreamento, com valores constantes na tabela CISA Valor: até R$ ,00 (duzentos e quarenta e três mil reais) anuais. Prazo: Início em 14 de abril de 2015 e término em 14 de abril de 2016 Fundamentação: inexigibilidade nº 026/2015 Umuarama, 27 de abril JORGE LUIS ZANETTI PEREIRA Coordenador do CISA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA OLIMPIA

7 PREFEITURA MUNICIPAL DE CIDADE GAÚCHA NOTIFICAÇÃO PÚBLICA Com base legal, no Decreto nº 018/2015 de 12/02/2015, ficam NOTIFICADOS os proprietários dos terrenos e calçadas, abaixo relacionados, para que providenciem a limpeza, até o décimo quinto dia da data da publicação desta, sob pena da aplicação de Multa, correspondente a 01 UFM do Município, no valor de R$ 125,10 e ainda o ressarcimento das despesas de execução dos serviços, Taxa de Roçada, conforme Planilha de custos abaixo, e ainda, correção monetária da data de execução dos serviços, até sua efetiva quitação, conforme preceitua o Artigo 1º, parágrafo 3º, inciso II, do Decreto nº 018/2015. RELAÇÃO DOS LOTES QUADRA LOTE PROBLEMA VERIFICADO 1 3 Área de terreno com mato 2 7 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 9 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 11 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 12 Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 14 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 15 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 2 16 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 3 1 R Área de calçadas e terreno com mato 3 1 A2 Área de calçadas e terreno com entulho de construção civil 3 3 A Área de calçadas e terreno com mato 3 5 A Área de calçadas e terreno com mato 3 6 A Área de terreno com mato 4 1 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 2 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 3 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 4 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 5 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 6 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 7 Área de terreno com mato 4 8 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 9 Área de terreno com mato 4 10 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 4 12 Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com mato 4 16 R Área de terreno com mato 7 1 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 7 2 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 7 3 Área de calçadas e terreno com plantação de eucalipto com mato 10 1 Área de calçadas e terreno com mato 12 1 R Área de calçadas e terreno com mato 13 5 R Área de calçadas e terreno com mato 13 6 Área de calçadas e terreno com mato 13 7 Área de calçadas e terreno com mato 13 8 Área de calçadas e terreno com mato 13 9 Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato 14 4 Área de calçadas e terreno com mato 14 5 Área de terreno com mato 14 7 Área de terreno com mato 14 9 Área de terreno com mato Área de terreno com mato R Área de calçadas e terreno com entulho e mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato 16 1 Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com entulho e mato 17 5 Área de calçadas e terreno com mato 17 7 Área de calçadas e terreno com mato 17 9 Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato 18 1 Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com mato 19 4 Área de calçadas e terreno com mato 23 7 Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com mato 26 1 Área de calçadas e terreno com mato 26 4 Área de calçadas e terreno com mato 27 1 Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato 29 5 Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas, com galhos, folhas e lixo 34 A 3 Área de calçadas e terreno com mato 34 R 2 Área de calçadas com mato Área de calçadas e terreno com mato 35 2 A Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato e entulho Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato e entulho 47 1 Área de calçadas e terreno com mato 47 5 A Área de calçadas e terreno com mato 47 5 R Área de calçadas e terreno com mato 51 6 Area de quintal de residência com mato 55 4 Area do Terreno com mato 55 5 Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas com mato Área de calçadas com mato e entulho 58 4 A Área de calçadas e terreno com mato e entulho de construção civil 58 5 Área de calçadas e terreno com mato 58 7 Área de calçadas e terreno com mato 58 9 Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato 58 5 Área de terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Área de calçadas e terreno com mato Em respeito ao contraditório e à ampla defesa, poderá Vossa Senhoria, caso queira, apresentar defesa no prazo de 15 dias, apontando as razões e apresentando documentos que julgar necessários para eventual desconstituição da medida, a qual será apreciada pela Autoridade Competente. O não cumprimento do contido nesta NOTIFICAÇÂO, nos termos da legislação em vigor, pelos proprietários ora NOTIFICADOS, ensejará medidas judiciais para tal, sem prejuízo das demais cominações legais. Cidade Gaúcha, aos vinte e sete dias do mês de Abril do ano de Dois Mil e Quinze. ALEXANDRE LUCENA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTONIA TERMO ADITIVO Nº 001 AO CONVÊNIO Nº. 013/2014 TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO nº 013/2014 QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE ALTÔNIA E O CONSÓRCIO INTERGESTORES PARANÁ SAÚDE, COM VISTAS A OPERACIONALIZAÇÃO DAS AÇÕES DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA DO SUS NO MUNICÍPIO. Por este instrumento, de um lado a Prefeitura Municipal de Altônia, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CGC/MF sob nº / , com sede a Rua Rui Barbosa, Centro - CEP: , na cidade de Altônia - Paraná, neste ato representado pelo, Sr., agente Político, brasileiro, casado, portador da cédula de identidade RG nº /SSP/ PR e do CPF nº , residente e domiciliado À Rua D. Pedro, Centro, Altônia - Pr, e de outro lado o CONSÓRCIO INTERGESTORES PARANÁ SAÚDE, CNPJ nº / , doravante simplesmente denominado CONSÓRCIO, neste ato representado pelo seu Presidente Ernesto Alexandre Basso, portador da Cédula de Identidade/RG nº SESP-PR, do CPF nº , residente e domiciliado na Avenida Paraná, 276, em Nova América da Colina (PR), com base no previsto no artigo 19º, inciso III, do estatuto do Consórcio, e nas Leis nºs 8.080/90 e 8.142/90, firmam o presente Termo Aditivo com as condições a seguir estabelecidas: CLÁUSULA PRIMEIRA: O Convênio fica acrescido em sua CLÁUSULA SEGUNDA do seguinte parágrafo: "PARÁGRAFO ÚNICO: Fica acrescido o valor de R$ ,00 ao Convênio Original, a ser repassado em 04 parcelas de R$ 2, a serem depositadas até o dia 05 dos meses de Maio, Agosto, Novembro/ 2015 e Fevereiro/ 2016, conforme Plano de Aplicação anexo a este Termo." CLÁUSULA SEGUNDA: Fica prorrogada a vigência do Convênio ora aditado por doze meses, a contar da data da assinatura deste. CLÁUSULA TERCEIRA: Permanecem em vigor as demais cláusulas e itens do Convênio Original, não alteradas pelo presente Termo Aditivo. E assim, por estarem de pleno acordo e ajustados, depois de lido e achado conforme, o presente instrumento vai, a seguir, assinado em 03 (três) vias pelos representantes dos respectivos signatários, na presença de 02 (duas) testemunhas abaixo firmadas, para publicação e execução. Curitiba, 27 de Abril RG: RG nº /SSP/PR / CPF nº ERNESTO ALEXANDRE BASSO RG nº SESP-PR/ CPF nº Presidente do Conselho Deliberativo do CONSÓRCIO TESTEMUNHAS: CÂMARA MUNICIPAL DE ALTONIA DECRETO LEGISLATIVO Nº. 014/2015. Súmula: Dispõe sobre a aprovação do Termo de Parceria nº 001 de 2015, celebrado em 02 de março de 2015, entre a ASSOCIAÇAO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DE ALTÔNIA - ASSEUNA e o Município de Altônia,. A CÃMARA MUNICIPAL DE ALTÔNIA,, APROVA, E EU, PRESIDENTE PROMULGO O SEGUINTE DECRETO LEGISLATIVO: Art. 1º. - Fica aprovado o Termo de Parceria nº 001/2015, celebrado em 02/03/2015, entre a ASSOCIAÇÃO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DE ALTÔNIA - ASSEUNA, com sede na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 1084, Centro, Altônia-Paraná, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / , e o Município de Altônia,, pessoa Jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ/MF. sob o nº / , com sede a Rua Rui Barbosa, nº. 815, nesta cidade. Parágrafo Único - Ficam fazendo parte integrante deste Decreto Legislativo as Cláusulas do presente Termo de Parceria. Art. 2º - Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões do Edifício da Câmara Municipal de Altônia "CELESTE TODÃO",, aos 21 de abril VALDEZ DONIZETE FABRI Presidente. LAÉRCIO ESCOLA 1º Secretário. DECRETO LEGISLATIVO Nº. 015/2015. Súmula: Dispõe sobre a aprovação do Termo de Parceria nº 002 de 2015, celebrado em10 de março de 2015, entre a ASSOCIA ÇÃO DA CASA FAMILIAR RURAL DE ALTÔNIA - ACA FRA e o Município de Altônia,. A CÃMARA MUNICIPAL DE ALTÔNIA,, APROVA, E EU, PRESIDENTE PROMULGO O SEGUINTE DECRETO LEGISLATIVO: Art. 1º. - Fica aprovado o Termo de Parceria nº 002/2015, celebrado em 10/03/2015, entre a ASSOCIAÇÃO DA CASA FAMILIAR RURAL DE ALTÕNIA-ACAFRA, com sede à Estrada Paineira, s/n., Zona Rural, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / , e o Município de Altônia,, pessoa Jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ/MF. sob o nº / , com sede a Rua Rui Barbosa, nº. 815, nesta cidade. Parágrafo Único - Ficam fazendo parte integrante deste Decreto Legislativo as Cláusulas do presente Termo de Parceria. Art. 2º - Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões do Edifício da Câmara Municipal de Altônia "CELESTE TODÃO",, aos 21 de abril VALDEZ DONIZETE FABRI Presidente. LAÉRCIO ESCOLA 1º Secretário. DECRETO LEGISLATIVO Nº. 016/2015. Súmula: Dispõe sobre a aprovação do Termo de Parceria nº 003 de 2015, celebrado em10 de março de 2015, entre o CONSE LHO DE SEGURANÇA DE ALTÔNIA - CONSEG - ALTÔ NIA e o Município de Altônia,. A CÃMARA MUNICIPAL DE ALTÔNIA,, APROVA, E EU, PRESIDENTE PROMULGO O SEGUINTE DECRETO LEGISLATIVO: Art. 1º. - Fica aprovado o Termo de Parceria nº 003/2015, celebrado em 10/03/2015, entre o CNSELHO COMU- NITÁRIO DE SEGURNAÇA DE ALTÕNIA-CONSEG-ALTÕNIA, com sede à Rua Dom Pedro, 181, Centro, Altônia-Paraná, inscrito no CNPJ/MF sob o nº / , e o Município de Altônia,, pessoa Jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ/MF. sob o nº / , com sede a Rua Rui Barbosa, nº. 815, nesta cidade. Parágrafo Único - Ficam fazendo parte integrante deste Decreto Legislativo as Cláusulas do presente Termo de Parceria. Art. 2º - Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões do Edifício da Câmara Municipal de Altônia "CELESTE TODÃO",, aos 21 de abril VALDEZ DONIZETE FABRI Presidente. LAÉRCIO ESCOLA 1º Secretário. DECRETO LEGISLATIVO Nº. 017/2015. Súmula: Dispõe sobre a aprovação do Termo de Adesão nº 1963 de 2015, celebrado em 2015, entre o MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME e o Município de Altônia, Estado do Paraná. A CÃMARA MUNICIPAL DE ALTÔNIA,, APROVA, E EU, PRESIDENTE PROMULGO O SEGUINTE DECRETO LEGISLATIVO: Art. 1º. - Fica aprovado o Termo de Adesão nº 1963/2015, celebrado em 2015, entre o MINISTÉRIO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME, situado na Esplanada dos Ministérios, Bloco C, 5º, andar, em Brasília, DF, inscrito no CNPJ/MF sob o nº / , e o Município de Altônia,, pessoa Jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ/MF. sob o nº / , com sede a Rua Rui Barbosa, nº. 815, nesta cidade. Parágrafo Único - Ficam fazendo parte integrante deste Decreto Legislativo as Cláusulas do presente Termo de Adesão. Art. 2º - Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua publicação. Sala das Sessões do Edifício da Câmara Municipal de Altônia "CELESTE TODÃO",, aos 21 de abril VALDEZ DONIZETE FABRI Presidente. LAÉRCIO ESCOLA 1º Secretário. AVISO DE PREGÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 007/2015 O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE - CISA/AMERIOS 12ª R.S., torna público que se encontra aberta, nesta unidade, para conhecimento a quem possa interessar, LICITAÇÃO, NA MODALIDADE PREGAO, NA FORMA PRESENCIAL, para o seguinte. OBJETO: Aquisição de equipamentos de informática, para serem utilizados no CISA, conforme especificações constantes do folheto descritivo, que integra este Edital como Anexo I. TIPO: MENOR PREÇO POR ITEM DATA DA ABERTURA: 12/05/ HORÁRIO: 09:00 HORAS LEGISLAÇÃO APLICÁVEL: Lei 10520/02, Lei 8666/93 e o Ato Administrativo nº 050/2009. Será fornecido aos interessados cópias do inteiro teor do presente edital e de seus anexos, aos licitantes que solicitarem na divisão de licitação e contratos do CISA, mediante o pagamento do custo total de cópias, fixado em R$ 10,00 (dez reais) comprovado por meio de depósito bancário na conta corrente nº Agência Caixa Econômica Federal, Umuarama - PR, ou gratuitamente por meio da tecnologia da informática. OUTROS ESCLARECIMENTOS PODERÃO SER FORNECIDOS NA DIVISÃO DE LICITAÇÃO E CONTRATOS, NA AVENIDA ANGELO MOREIRA DA FONSECA, 866, UMUARAMA - PARANÁ, OU ATRAVÉS DO TELEFONE Nº (44) RAMAL UMUARAMA, 27 DE ABRIL DE Presidente JORGE LUIS ZANETTI PEREIRA Coordenador PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora LIDIA MARIA DE OLIVEIRA GOUVEA, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, Nível/referência C-IX, passando para o Nível/referência C-XI, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora LETÍCIA ANDRÉA DE OLIVEIRA VEDOVOTO, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Educador Infantil, com carga horária de 40 horas semanais, Nível/referência C-V, passando para o Nível/referência C-VII, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora ADILEUZA ALVES HARA, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, Nível/referência A-I, passando para o Nível/ referência A-III, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora VANESSA CRISTINA BERTOLIN MARQUES, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, Nível/referência A-I, passando para o Nível/referência A-III, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora SILVANA MARIA M C FEITOSA, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, Nível/referência A-I, passando para o Nível/ referência A-III, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base nos Conceder Progressão Funcional na carreira à servidora MARCIA REGINA REZENDE BORBA, portadora do CPF-N.º e do RG-N.º SSP/PR, sob o Regime Estatutário, ocupante do cargo de provimento efetivo de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, Nível/referência A-I, passando para o Nível/referência A-III, a contar de 16/04/2015. Secretário de Governo PORTARIA N.º De 24 de Abril de 2015 CONCEDE PROMOÇÃO NA CARREIRA POR CONHECIMENTO À SERVIDORA MUNICIPAL SIRLENE BORBA DOS SANTOS NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 23 DE MARÇO DE O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base no art. 9º, da Lei Complementar n.º 039, de 23 de Março de 2012, que dispõe sobre a reestruturação do Plano de Carreira, Cargos, Empregos, Salários, Remuneração e/ou Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais; e CONSIDERANDO o requerimento da servidora, datado de 23/04/2015; CONSIDERANDO a apresentação de certificado de Cursos relacionados ao Cargo. R E S O L V E CONCEDER promoção por conhecimento à servidora SIRLENE BORBA DOS SANTOS, inscrita no CPF-n.º , portadora do RG-n.º SSP/PR, ocupante do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, Grupo Ocupacional Operacional-GOO Classe C, Nível de Referência 004, nos termos da Lei Complementar mencionada, passando a servidora a ocupar Nível de Referência 006. PAÇO MUNICIPAL FRANCISCO GIL VERA, aos vinte e quatro dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze. (24/04/ FRANCISCO APARECIDO DE ALMEIDA JOÃO CERVINHANI Secretário de Governo PORTARIA N.º De 24 de Abril de 2015 CONCEDE PROMOÇÃO NA CARREIRA POR CONHECIMENTO À SERVIDORA MUNICIPAL SIRLENE BORBA DOS SANTOS NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 23 DE MARÇO DE O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base no art. 9º, da Lei Complementar n.º 039, de 23 de Março de 2012, que dispõe sobre a reestruturação do Plano de Carreira, Cargos, Empregos, Salários, Remuneração e/ou Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais; e CONSIDERANDO o requerimento da servidora, datado de 23/04/2015; CONSIDERANDO a apresentação de certificado de Cursos relacionados ao Cargo. R E S O L V E CONCEDER promoção por conhecimento à servidora SIRLENE BORBA DOS SANTOS, inscrita no CPF-n.º , portadora do RG-n.º SSP/PR, ocupante do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, Grupo Ocupacional Operacional-GOO Classe C, Nível de Referência 004, nos termos da Lei Complementar mencionada, passando a servidora a ocupar Nível de Referência 006. PAÇO MUNICIPAL FRANCISCO GIL VERA, aos vinte e quatro dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze. (24/04/ FRANCISCO APARECIDO DE ALMEIDA JOÃO CERVINHANI Secretário de Governo PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA PORTARIA N.º De 24 de Abril de 2015 CONCEDE PROMOÇÃO NA CARREIRA POR CONHECIMENTO À SERVIDORA MUNICIPAL SIRLENE BORBA DOS SANTOS NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 039, DE 23 DE MARÇO DE O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas atribuições, com base no art. 9º, da Lei Complementar n.º 039, de 23 de Março de 2012, que dispõe sobre a reestruturação do Plano de Carreira, Cargos, Empregos, Salários, Remuneração e/ou Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais; e CONSIDERANDO o requerimento da servidora, datado de 23/04/2015; CONSIDERANDO a apresentação de certificado de Cursos relacionados ao Cargo. R E S O L V E CONCEDER promoção por conhecimento à servidora SIRLENE BORBA DOS SANTOS, inscrita no CPF-n.º , portadora do RG-n.º SSP/PR, ocupante do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, Grupo Ocupacional Operacional-GOO Classe C, Nível de Referência 004, nos termos da Lei Complementar mencionada, passando a servidora a ocupar Nível de Referência 006. sta portaria entra em vigor na data de sua publicação. PAÇO MUNICIPAL FRANCISCO GIL VERA, aos vinte e quatro dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze. (24/04/ FRANCISCO APARECIDO DE ALMEIDA JOÃO CERVINHANI Secretário de Governo PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA PORTARIA N.º De 27 de Abril de 2015 NOMEIA A SRA. INERIZ FERREIRA GIL, PARA O CARGO DE PROFESSOR, EM VIRTUDE DE HABILITAÇÃO EM PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO-PSS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas CONSIDERANDO o Processo Seletivo Simplificado-PSS, aberto através do Edital n.º 026/2014; CONSIDERANDO o Edital n.º 039, de 18/11/ Homologação de Resultado e o Edital n.º 027, de 22/04/ Convocação da Candidata; NOMEAR a Sra. INERIZ FERREIRA GIL, inscrita no CPF-N.º e no RG-N.º /SSP/ PR, sob o Regime CLT, no cargo temporário de Professor, com carga horária de 20 horas semanais, a contar de 27/04/2015. A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, de Douradina-PR, através da Divisão de Recursos Humanos, providenciará o assentamento nos registros funcionais em cumprimento a presente portaria. PAÇO MUNICIPAL FRANCISCO GIL VERA, aos vinte e sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze. (27/04/ FRANCISCO APARECIDO DE ALMEIDA JOÃO CERVINHANI Secretário de Governo PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA EDITAL N.º 028/2015 CONVOCA CANDIDATAS APROVADAS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO-PSS, ABERTO ATRA- VÉS DO EDITAL N.º 026/2014, DE 03/10/2014. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE DOURADINA,, no uso de suas CONVOCA as candidatas abaixo relacionadas para assumir o cargo que se especifica, aprovadas em Processo Seletivo Simplificado-PSS, aberto através do Edital n.º 026/2014, mediante apresentação à Divisão de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal, munidas com os documentos necessários: CPTS, RG, CPF, Título de Eleitor e comprovante da última votação, Certidão de casamento ou nascimento, Certidão de nascimento dos filhos, comprovante de vacinação e freqüência escolar dos filhos menores de 14 anos, Certidão de Antecedentes Criminais, comprovante de residência, Declaração de não acúmulo de cargos, Certidão de não percepção de proventos de aposentadoria proveniente de emprego público e atestado de sanidade física. Cargo: PROFESSOR INSCR NOME DO CANDIDATO RG Nº CLAS. 006 Ilza Mara da Silva º 010 Silvana Aparecida Martins de Oliveira º 003 Janes Pereira Costa º 012 Maria Penha de Freitas º O Atestado de Sanidade Física será emitido por médico Municipal. O não comparecimento das candidatas no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da publicação deste edital, implicará na automática desistência da vaga. PAÇO MUNICIPAL FRANCISCO GIL VERA, aos vinte e sete dias do mês de Abril do ano de dois mil e quinze. (27/04/ FRANCISCO APARECIDO DE ALMEIDA JOÃO CERVINHANI Secretário de Governo PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES DECRETO Nº 034 DE 27 DE ABRIL DE SUMULA: HOMOLOGA O JULGAMENTO PROFERIDO PELO PREGOEIRO E EQUIPE DE APOIO REFERENTE AO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 028/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2015 NO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS E DÃO OUTRAS PROVIDENCIAS. O MUNICÍPIO DE FRANCISCO ALVES,, pessoa jurídica de direito público interno, na pessoa de seu representante legal o Sr. ALÍRIO JOSÉ MISTURA, no uso de suas Considerando o julgamento proferido pelo Pregoeiro e equipe de apoio, nomeado pela portaria do executivo sob n.º 002/2015; e; Considerando os termos e trâmites legais atendidos em conformidade com o que determina o Edital Licitatório amparado pela Lei federal nº , de 17 de julho de 2002, Decreto Municipal nº. 030/2006, de 15 de maio de 2006, Decreto 5.450/2005 de 31 de maio de 2005, Decreto 5.504/2005 de 05 de agosto de 2005 e aplicando-se subsidiariamente, no que couberem, as disposições da Lei federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, com alterações introduzidas posteriormente e demais normas regulamentares aplicáveis à espécie. D E C R E T A: Art. 1 - FICA HOMOLOGADO o julgamento proferido e adjudicado pelo que trata o processo licitatório n.º 028/2015, na modalidade de Pregão presencial SRP n.º 017/2015 que tem como objeto: PREGÃO PRESENCIAL SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, objetivando o registro de preços para o Fornecimento de peças de reposição a serem utilizadas nas maquinas: Pá carregadeiras de rodas, moto niveladora e retroescavadeira, pertencentes ao município de Francisco Alves,, para a(s) seguinte(s) empresa(s) licitante(s): a) RODRIGUES E SILOTI LTDA, por ter apresentado proposta mais vantajosa com o resultado de melhor proposta realizado em sessão publica em forma de lance sequencial em conformidade com sua proposta inicial, e proposta final registrado e homologada em ata de sessão publica para o(s) itens n 04, 05, 06, 09, 13, 15, e 16 do lote 01, itens n 01, 02, 03 e 04 do lote 02, itens n 03, 06, 07, 09, 10, 11 e 12 do lote 04, b) PNEUS UMUARAMA LTDA, por ter apresentado proposta mais vantajosa com o resultado de melhor proposta realizado em sessão publica em forma de lance sequencial em conformidade com sua proposta inicial, e proposta final registrado e homologada em ata de sessão publica para o(s) itens n 01, 02, 03, 07, 08, 10, 11, 12, e 14 do lote 01, itens n 01 e 02 do lote 03, itens n 01, 02, 04, 05 e 08 do lote 04. Art. 2 - Fica fazendo parte integrante ao presente DECRETO, Ata de sessão Publica com lance sequencial, Ata de Registro de Preços, Edital de Resultados, Extrato de ata, anexo de proposta de preços, Publicações Legais no Diário Oficial do Município e demais documentações pertinentes ao processo licitatório de conformidade com o que determina Lei federal nº , de 17 de julho de 2002, Decreto Municipal nº. 030/ 2006 de 15 de maio de 2006, Decreto 5.450/2005 de 31 de maio de 2005, Decreto 5.504/2005 de 05 de agosto de 2005 e aplicando-se subsidiariamente, no que couberem, as disposições da Lei federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, com alterações introduzidas posteriormente e demais normas e/ou legislação regulamentares aplicáveis à espécie tanto perante a legislação federal e/ou municipal pertinente à matéria. Art.-3- Fica autorizado a formalizar o devido contrato e/ou ata de registro de preços nos termos do Artigo 54, dos demais artigos seguintes da Lei Federal 8.666/1993, Lei /2002 e das demais legislações municipal e federal em vigor e pertinente a matéria. Art.-4- A existência de quantidade e preços registrados na ata de registro de preços constitui apenas estimativa e não obriga o município a firmar se de quaisquer contratações ou aquisições que deles poderão advir e que não caiba o direito a indenização de qualquer espécie por parte da licitante vencedora, facultando o município a utilização de outros meios para aquisição, respeitada a legislação pertinente as licitações e ao SRP-Sistema de Registro de Preços, assegurando ao beneficiário do registro de preferência a preferência em igualdade de condições. Art.-5- A homologação do resultado da licitação e a firmação da Ata de Registro de Preços não obriga o Município a realizar a aquisição total dos produtos e/ou serviços ou quaisquer contratações do objeto licitado se não for de sua necessidade, não cabendo à empresa vencedora quaisquer direitos caso não sejam atingidos para fornecimento da totalidade. Art.-6- Pelo presente, fica intimado o participante da licitação supramencionado, da decisão estabelecida neste decreto. Art. -7- Este Decreto entra em vigor na data de sua emissão e/ou publicação. Edifício da Prefeitura Municipal de Francisco Alves,, aos vinte e sete dias do mês de abril de dois mil e quinze. ALIRIO JOSÉ MISTURA PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES LEI MUNICIPAL Nº 910/2015. De: 24/04/2015 SÚMULA: DÁ DENOMINAÇÃO A LOGRADOURO PÚBLICO. A CÂMARA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES,, APROVOU E EU PREFEITO MUNI- CIPAL, SANCIONO A SEGUNTE LEI: Art. 1º - Fica denominada de Rua Pe. BONFILHO CARLOS STEFANELLO, a Rua Projetada A do Loteamento Sonho Meu, desta cidade. Art. 2º - Fica denominada de Rua CARLOS PEREIRA DA SILVA, a Rua Projetada C do Loteamento Sonho Meu, desta cidade. Art. 3º - Fica denominada de Rua AUGUSTO ANTONIO BELONHA, a Rua Projetada D do Loteamento Sonho Meu, desta cidade. Art. 4º - Fica denominada de Rua VEREADOR ORLANDO FÁVERO, a Rua Projetada E do Loteamento Sonho Meu, desta cidade. Art. 5º - Fica denominada de Rua POR DO SOL, a Rua Projetada F do Loteamento Sonho Meu, desta cidade. Art. 6º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Edifício da Prefeitura Municipal de Francisco Alves -, aos vinte e quatro dias do mês de abril do ano de dois mil e quinze. ALIRIO JOSÉ MISTURA PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES DECRETO N 036/2015 SÚMULA: Autoriza a abertura de Crédito Adicional Suplementar e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES,, NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHE SÃO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA: Art. 1º. Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir no corrente exercício financeiro, Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ ,57 (Duzentos e oito mil, setenta e dois reais e cinquenta e sete centavos), tendo em vista a observar a sistemática de apropriação contábil estabelecida pela Portaria nº 447 de 13 de setembro de 2002, da Secretaria do Tesouro Nacional, Portaria nº 219 de 29 de abril de STN, de acordo com a seguinte ordem classificatória: SECR. MUNICIPAL DE INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE OBRAS MANUTENÇÃO DO DEPTO. DE OBRAS FONTE OUTROS ROYALTIES E C. FINANC R$ , SECR. MUNICIPAL DE INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE OBRAS CONST. REPAROS, M. EM PRÓPRIOS MUNICIPAIS FONTE CONST. CENTRO DE EVENTOS OBRAS E INSTALAÇÕES R$ , SECR. MUNICIPAL DE INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE OBRAS PAVIMENTAÇÃO, R. E READ. DE ESTRADAS RURAIS FONTE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA OBRAS E INSTALAÇÕES R$ , SECR. MUNICIPAL DE INFRA-ESTRUTURA DEPTO. DE SERVIÇOS URBANOS MANUT. SERVIÇOS DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA FONTE COSIP R$ ,00 TOTAL...R$ ,57 Art. 2º. Como recurso para cobertura do Crédito autorizado pelo Art. 1º, o Poder Executivo utilizar-se-á dos seguintes recursos: a) do Superávit Financeiro das fontes 504, 507, 812 e 813 no valor de R$ ,57 (Duzentos e oito mil, setenta e dois reais e cinquenta e sete centavos), saldo das disponibilidades financeiras líquidas. TOTAL...R$ Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor a partir da data de sua publicação. Edifício da Prefeitura Municipal de Francisco Alves, aos vinte e sete dias do mês de abril do ano PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES CONVOCAÇÃO Francisco Alves, 27 de abril O MUNICÍPIO DE FRANCISCO ALVES,, pessoa jurídica de direito público interno, regularmente inscrita no CNPJ/MF sob n.º / , com sede administrativa na Rua Jorge Ferreira, nº 627, neste ato representado por seu atual Prefeito, ALÍRIO JOSÉ MISTURA, CONVOCA, a população em geral para participar da AUDIÊNCIA PÚBLICA DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS LDO, para o exercício de 2016, que realizar-se-á no dia 30 de abril de 2015, às 14:00 horas nas dependências da Câmara Municipal, sito a Rua Jorge Ferreira, 550. ALIRIO JOSÉ MISTURA PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAIRA EDITAL DO RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO PARA ORIENTADOR DE ESTUDO DO PNAIC Nº 01/ SEMEC O Município de Guaíra,, através do Departamento Municipal de Educação, junto ao Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) deste Município, no uso de suas torna público a divulgação dos nomes das candidatas aprovadas para Orientadoras de Estudo para o Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, modalidade presencial, desenvolvido em convênio com o Ministério da Educação, Secretaria de Educação da Educação Básica e Secretarias Municipais de Educação, conforme a seguir: Nome Pontuação obtida: provas escrita e título 1º Elisa Regina Da Silva 99 2º Solange Fátima Eloy 82 3ª Marleide Belegante 68 Gabinete do de Guaíra - Pr., em 27 de abril FABIAN PERSI VENDRUSCOLO PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO ALVES DECRETO Nº 035 DE 27 DE ABRIL DE SUMULA: HOMOLOGA O JULGAMENTO E ADJUDICAÇÃO PROFERIDO PELO PREGOEIRO E EQUIPE DE APOIO REFERENTE AO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2015 E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS. O MUNICÍPIO DE FRANCISCO ALVES,, pessoa jurídica de direito público interno, na pessoa de seu representante legal o Sr. ALÍRIO JOSÉ MISTURA, no uso de suas atribuições legais, Considerando o julgamento proferido pelo Pregoeiro e equipe de apoio, nomeado pela portaria do executivo sob n.º 002/2015; e; Considerando os termos e trâmites legais atendidos em conformidade com o que determina o Edital Licitatório amparado pela Lei federal nº , de 17 de julho de 2002, Decreto Municipal nº. 030/2006, de 15 de maio de 2006, Decreto 5.450/2005 de 31 de maio de 2005, Decreto 5.504/2005 de 05 de agosto de 2005 e aplicandose subsidiariamente, no que couberem, as disposições da Lei federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, com alterações introduzidas posteriormente e demais normas regulamentares aplicáveis à espécie. D E C R E T A: Art. 1 - FICA HOMOLOGADO o julgamento proferido e ADJUDICADO pelo pregoeiro e equipe de apoio de que trata o PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/ PREGÃO PRESENCIAL n.º 018/2015 para o(s) seguinte(s) licitante(s): ELLENCO SOLUÇÕES PARA TRANSPORTES LTDA, por ter apresentado proposta mais vantajosa com o resultado de melhor proposta realizado em sessão publica em forma de lance sequencial em conformidade com sua proposta inicial, e proposta final registrado e homologada em ata de sessão publica para o lote 01 composto pelo item de n 01. Art. 2 - Fica fazendo parte integrante ao presente DECRETO, Ata de Sessão Publica Parecer Final da Comissão de Licitações, Extrato de Contrato e/ou Contrato na sua integra, anexo de proposta de preços, Publicações Legais no Diário Oficial do Município e demais documentações pertinentes ao processo licitatório, em conformidade com o que determina a Lei Federal n.º 8.666/93, posteriores alterações e demais legislações inerentes. Art. 3 - Pelo presente, fica intimado o participante da licitação supramencionado, da decisão estabelecida neste decreto. Art. 4 Fica autorizado a formalizar o devido contrato nos termos do Artigo 54 e dos demais artigos seguintes da Lei Federal 8.666/1993 e das demais legislações pertinente em vigor. Art. 5 - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Edifício da Prefeitura Municipal de Francisco Alves,, aos vinte e sete dias do mês de abril de dois mil e quinze. ALIRIO JOSÉ MISTURA PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAIRA PORTARIA Nº 136/2015 Data: Ementa: prorroga o prazo para conclusão dos trabalhos da comissão de Processo Administrativo Disciplinar para apurar fatos de interesses da Administração Municipal, instituída pela Portaria 051/2015. O de Guaíra,, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município, e, Considerando o Memorando nº , Art. 1º Prorrogar o prazo para conclusão dos trabalhos da Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, para apurar os fatos objetivando ressalvar os interesses da Administração Municipal, instituída pela Portaria nº 051/2015 DE , por mais trinta (30) dias. Art. 2º O desempenho das atribuições dos membros da Comissão é considerado serviço público relevante e não será remunerado. Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. CIENTIFIQUEM-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE Gabinete do de Guaíra,, em 27 de abril FABIAN PERSI VENDRUSCOLO

8 LEI COMPLEMENTAR Nº 001/2015 Data: 27 de abril de 2015 Ementa: cria o estatuto municipal da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, estabelece normas gerais relativas ao tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, no âmbito municipal e na conformidade com a Lei Complementar Federal 123/ 2006, de 14 de dezembro de 2006, 127/2007 de 14 de agosto de 2007, 139/2011 de 10de novembro de 2011 e revoga a Lei Complementar 03/2007 de 28 de dezembro de A Câmara Municipal de Guaíra, aprovou, e eu Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei Complementar: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Esta Lei Complementar cria o estatuto municipal da microempresa e da empresa de pequeno porte, revoga a Lei Complementar 03/2007, de 28 de dezembro de 2007 e estabelece normas gerais relativas ao tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte no âmbito do Município de Guaíra PR, especialmente no que se refere: I - a definição de Microempresa e Empresa de Pequeno Porte; II - à recepção do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - Simples Nacional; III - a instituição do Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - PGMPE e a designação de Agente de Desenvolvimento; IV - ao processo simplificado de inscrição, formalização, alteração e baixa de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e ao local destinado à entrada única de dados e documentos; V - ao acesso a mercados e o tratamento favorecido nas compras governamentais do município, inclusive quanto à preferência a ser dada para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte locais e regionais, nas aquisições de bens e serviços pelo Poder Público Municipal; VI - ao acesso a crédito e a justiça, o incentivo à inovação e a tecnologia, ao associativismo, a educação empreendedora, a fiscalização orientadora e às regras de inclusão. VII - ao cadastro nacional único de contribuintes a que se refere o inciso IV do parágrafo único do art. 146, in fine, da Constituição Federal. 1º Ressalvado o disposto no capítulo IV, toda nova obrigação que venha a ser criada no município e que atinja as microempresas e empresas de pequeno porte deverá apresentar, no instrumento que a instituiu, especificação do tratamento diferenciado, simplificado e favorecido para cumprimento. 2º Na especificação do tratamento diferenciado, simplificado e favorecido de que trata o 1º, deverá constar prazo máximo, quando forem necessários procedimentos adicionais, para que os órgãos fiscalizadores municipais cumpram as medidas necessárias à emissão de documentos, realização de vistorias e atendimento das demandas realizadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte com o objetivo de cumprir a nova obrigação. 3º Caso o órgão fiscalizador descumpra os prazos estabelecidos na especificação do tratamento diferenciado e favorecido, conforme o disposto no 2º, a nova obrigação será inexigível até que seja realizada visita para fiscalização orientadora e seja reiniciado o prazo para regularização. 4º A ausência de especificação do tratamento diferenciado, simplificado e favorecido ou da determinação de prazos máximos, de acordo com os 1º e 2º, tornará a nova obrigação inexigível para as microempresas e empresas de pequeno porte. 5º A inobservância do disposto nos 1º a 4º resultará em atentado aos direitos e garantias legais assegurados ao exercício profissional da atividade empresarial. Art. 2º Fica instituído o Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - CGMPE do município de Guaíra, vinculado à Secretaria Municipal de Indústria e Comércio ou a que vier sucedê-la, formado por membros do poder público e da iniciativa privada com reconhecida influência na implementação de políticas públicas de apoio ao desenvolvimento das Microempresas e empresas de Pequeno Porte do Município, com a finalidade de acompanhar o tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte de que trata o art. 1º desta Lei Complementar. 1º Os membros do CGMPE serão escolhidos por representarem setores, órgãos, entidades ou segmentos relevantes para a implementação de políticas públicas para as microempresas e empresas de pequeno porte e nomeados por decreto do chefe do Poder Executivo, sem nenhuma remuneração em face desta nomeação. 2º O chefe do Poder Executivo nomeará, por decreto, o Coordenador do Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, sem remuneração em face desta nomeação. 3º No prazo máximo de 90 (noventa) dias, após sua nomeação, o Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, elaborará e aprovará seu regimento interno, o qual será validado por decreto do poder executivo. 4º O Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - CGMPE, de que trata o caput deste artigo possui as seguinte competências e atribuições: I - acompanhar a regulamentação e implementação dos estatutos nacional e municipal da microempresa e da empresa de pequeno no município, inclusive promovendo medidas de integração e coordenação entre os órgãos públicos e privados interessados; II - orientar e assessorar a formulação e coordenação da política municipal de desenvolvimento das microempresas e empresas de pequeno porte; III - acompanhar as deliberações e os estudos desenvolvidos no âmbito do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, do Fórum estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, do Comitê Gestor do Simples Nacional e do Comitê para Gestão da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios; IV - sugerir ou promover ações de apoio ao desenvolvimento da microempresa e da empresa de pequeno porte local ou regional, por meio de planejamento estratégico e planos de ação orientados para resultados; V - analisar e emitir parecer sobre os processos que lhe são atribuídos em matéria referentes a esta Lei; VI - emitir parecer sobre casos não previstos nesta Lei e enviar para apreciação do Executivo Municipal; VII - formular e emitir pareceres sobre alterações necessárias das Leis, Decretos e Regulamentações que complementam esta Lei; VIII - assessorar os Poderes Executivo e Legislativo municipais no desempenho de funções de caráter consultivo, deliberativo e fiscalizador, no que tange ao tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e às empresas de pequeno porte, bem como do pequeno empresário e do microempreendedor individual no âmbito do município, em matérias que tratem dos benefícios fiscais municipais dispensados às microempresas e empresas de pequeno porte, acesso à crédito e a justiça, educação empreendedora, preferência nas aquisições de bens e serviços pelo Poder Público, incentivo à geração de empregos, à formalização de empreendimentos e à inovação e assuntos relacionados à abertura e fechamento de empresas; IX - Elaborar Planos de Ação, por meio de Planejamento Estratégico, para a Sala do Empreendedor, de que trata o artigo 19 desta Lei; X - Elaborar Plano de Atividades para o Agente de Desenvolvimento de que trata o artigo 3º desta Lei e acompanhar sua execução, prestando apoio necessário ao atendimento do tratamento diferenciado, simplificado e favorecido previsto nesta Lei Complementar. 5º Poderão ser criados grupos técnicos formados por membros do Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e por convidados com relevante conhecimento do tema a ser tratado, para deliberar ou realizar trabalhos pertinentes a temas específicos do tratamento diferenciado, simplificado e favorecido previstos nesta Lei Complementar. Art. 3º Atendendo o disposto no artigo 85-A da Lei Complementar Federal nº 123/2006, o Executivo Municipal designará, por decreto, Agente de Desenvolvimento para a efetivação do disposto nesta Lei Complementar, observadas, as especificidades locais. 1º A função de Agente de Desenvolvimento caracteriza-se pelo exercício de articulação das ações públicas para a promoção do desenvolvimento local e territorial, mediante ações locais ou comunitárias, individuais ou coletivas, que visem ao cumprimento das disposições e diretrizes contidas nesta Lei Complementar, supervisionado pelo Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e pela Secretaria Municipal de Indústria e Comércio. 2º O Agente de Desenvolvimento deverá preencher os seguintes requisitos: I - ser servidor efetivo do Município; II - haver concluído, com aproveitamento, curso de qualificação básica para a formação de Agente de Desenvolvimento; III - possuir formação ou experiência compatível com a função a ser exercida. 3º Sem prejuízo do disposto no 3º do artigo 85-A da Lei Complementar Federal nº 123/2006, o Município prestará suporte ao referido Agente de Desenvolvimento na forma de capacitação, estudos e pesquisas, publicações, promoção de intercâmbio de informações e experiências. 4º O Agente de Desenvolvimento deverá articular junto aos membros do Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, para que os mesmos tenham participação efetiva e proativa no cumprimento dos objetivos desta Lei Complementar. 5º O Agente de Desenvolvimento colocará em prática, sem prejuízo das demais atribuições que lhe competem, o Plano de Atividades aprovado pelo Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. 6º O Agente de Desenvolvimento participará ativamente das ações do Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. 7º Fica o chefe do poder executivo municipal autorizado a criar por portaria a função gratificada de Agente de Desenvolvimento, atribuindo gratificação de até 100% (cem por cento) sobre o vencimento base do servidor designado, para cumprir as exigências e competências previstas nesta Lei Complementar. 8º Fica o chefe do poder executivo municipal autorizado a designar suplente à função de Agente de Desenvolvimento, observados os critérios previstos neste artigo, sendo que quando no efetivo exercício das funções designadas ao titular, gozará a gratificação de função prevista no 7º deste artigo. CAPÍTULO II DA DEFINIÇÃO DE MICROEMPRESA, EMPRESA DE PEQUENO POR- TE E DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI Art. 4º Para os efeitos desta Lei Complementar, consideram-se microempresas ou empresas de pequeno porte a sociedade empresária, a sociedade simples, a empresa individual de responsabilidade limitada e o empresário a que se refere o art. 966 da Lei n º , de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), devidamente registrados no Registro de Empresas Mercantis ou no Registro Civil de Pessoas Jurídicas, conforme o caso, desde que: I - no caso da microempresa, aufira, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ ,00 (trezentos e sessenta mil reais); e II - no caso da empresa de pequeno porte, aufira, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ ,00 (trezentos e sessenta mil reais) e igual ou inferior a R$ ,00 (três milhões e seiscentos mil reais). 1º Para os efeitos desta Lei Complementar, considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), que tenha auferido receita bruta, no ano-calendário anterior, de até R$ ,00 (sessenta mil reais), optante pelo Simples Nacional e que não esteja impedido de optar pela sistemática prevista neste artigo. 2º No caso de início de atividades, o limite de que trata o 1º será de R$ (cinco mil reais) multiplicados pelo número de meses compreendido entre o início da atividade e o final do respectivo ano-calendário, consideradas as frações de meses como um mês inteiro. 3º Considera-se receita bruta, para fins do disposto no caput deste artigo, o produto da venda de bens e serviços nas operações de conta própria, o preço dos serviços prestados e o resultado nas operações em conta alheia, não incluídas as vendas canceladas e os descontos incondicionais concedidos. 4º No caso de início de atividade no próprio ano-calendário, o limite a que se refere o caput deste artigo será proporcional ao número de meses em que a microempresa ou a empresa de pequeno porte houver exercido atividade, inclusive as frações de meses. 5º O enquadramento do empresário ou da sociedade simples ou empresária como microempresa ou empresa de pequeno porte bem como o seu desenquadramento não implicarão alteração, denúncia ou qualquer restrição em relação a contratos por elas anteriormente firmados. 6º Aplica-se ao MEI o disposto no inciso XI do 4º do art. 3º da Lei Complementar Federal 123/ º O MEI é modalidade de microempresa. Art. 5º Observado o disposto no art. 18-A da Lei Complementar Federal 123/ 2006, e seus parágrafos, poderá se enquadrar como MEI o empresário individual que possua um único empregado que receba exclusivamente 1 (um) salário mínimo ou o piso salarial da categoria profissional. Parágrafo único: Para os casos de afastamento legal do único empregado do MEI, será permitida a contratação de outro empregado, inclusive por prazo determinado, até que cessem as condições do afastamento, na forma estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Art. 6º O instituto do MEI é uma política pública que tem por objetivo a formalização de pequenos empreendimentos e a inclusão social e previdenciária. 1º A formalização de MEI não tem caráter eminentemente econômico ou fiscal. 2º Todo benefício previsto nesta Lei Complementar aplicável à microempresa estende-se ao MEI sempre que lhe for mais favorável. 3º É vedado impor restrições ao MEI relativamente ao exercício de profissão ou participação em licitações, em função de sua respectiva natureza jurídica. Art. 7º Ficam respeitados os critérios impeditivos ao tratamento previsto nesta Lei Complementar e na Lei Complementar Federal 123/2006, de 14 de dezembro de 2006, bem como o previsto para exclusão de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do tratamento jurídico diferenciado previsto nesta Lei Complementar e na Lei Complementar Federal 123/2006. Art. 8º Aplica-se ao produtor rural pessoa física e ao agricultor familiar conceituado na Lei nº , de 24 de julho de 2006, com situação regular na Previdência Social e no Município que tenham auferido receita bruta anual até o limite de que trata o inciso II do caput do art. 4º desta Lei, o disposto nos artigos 6º e 7º, nos capítulos V a X, na V do Capítulo XI e no Capítulo XII da Lei Complementar Federal 123/2006, ressalvadas as disposições da Lei nº , de 20 de junho de Parágrafo único: A equiparação de que trata o caput não se aplica às disposições do Capítulo IV desta Lei Complementar. Art. 9º Os dispositivos desta Lei Complementar, com exceção dos dispostos no Capítulo IV, são aplicáveis a todas as microempresas e empresas de pequeno porte, assim definidas pelos incisos I e II do Artigo 4º e artigo 7º desta Lei, ainda que não enquadradas no regime tributário do Simples Nacional, por vedação ou por opção. CAPÍTULO III DA INSCRIÇÃO E DA BAIXA Das disposições gerais Art. 10. Nenhum estabelecimento comercial, industrial, de prestação de serviços ou de outra natureza poderá se estabelecer ou funcionar no âmbito do município de Guaíra sem o alvará de funcionamento, que atestará as condições do estabelecimento concernentes à localização, à higiene, à saúde, à ordem, aos costumes, ao exercício de atividades dependentes de concessão, permissão ou autorização do Poder público, à tranquilidade pública, ao respeito à propriedade e aos direitos individuais ou coletivos, à garantia do cumprimento da legislação urbanística e demais normas de posturas. Art. 11. O município, na elaboração de normas de sua competência, deverá considerar a unicidade do processo de registro e de legalização de empresários e de pessoas jurídicas, devendo articular as competências próprias com aquelas dos demais membros de âmbito federal e estadual e buscar, em conjunto, compatibilizar e integrar procedimentos, de modo a evitar a duplicidade de exigências e garantir a linearidade do processo, da perspectiva do usuário. 1º O processo de abertura, registro, alteração e baixa da microempresa e empresa de pequeno porte, bem como qualquer exigência para o início de seu funcionamento, no que diz respeito às atribuições e competências municipais, deverão ter trâmite especial e simplificado, preferencialmente eletrônico, opcional para o empreendedor, observado o seguinte: I - poderão ser dispensados o uso da firma, com a respectiva assinatura autógrafa, o capital, requerimentos, demais assinaturas, informações relativas ao estado civil e regime de bens, bem como remessa de documentos, na forma estabelecida pelo CGSIM; 2º Ressalvado o disposto nesta Lei Complementar ficam reduzidos a 0 (zero) todos os custos, inclusive prévios, relativos à abertura, à inscrição, ao registro, ao funcionamento, ao alvará, à licença, ao cadastro, às alterações e procedimentos de baixa e encerramento e aos demais itens relativos ao Microempreendedor Individual, incluindo os valores referentes a taxas, a emolumentos e a demais contribuições relativas aos órgãos de registro, de licenciamento, sindicais, de regulamentação, de anotação de responsabilidade técnica, de vistoria e de fiscalização do exercício de profissões regulamentadas, no âmbito do município de Guaíra. 3º O agricultor familiar, definido conforme a Lei nº , de 24 de julho de 2006, e identificado pela Declaração de Aptidão ao Pronaf - DAP física ou jurídica, bem como o MEI e empreendedor de economia solidária ficam isentos de taxas e outros valores relativos à fiscalização da vigilância sanitária. 4º Ocorrendo a implantação de cadastros sincronizados ou banco de dados nas esferas governamentais referidas no caput deste artigo, o Município deverá firmar convênio e aderir ao sistema, no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias, a contar da disponibilização do sistema, salvo disposições em contrário ou motivo de interesse público. Art. 12. O município no âmbito de suas atribuições, manterá à disposição dos usuários, de forma presencial e pela rede mundial de computadores, informações, orientações e instrumentos, que permitam pesquisas prévias às etapas de registro ou inscrição municipal, alteração e baixa de empresários e pessoas jurídicas, de modo a prover ao usuário certeza quanto à documentação exigível e quanto à viabilidade do registro ou inscrição. Parágrafo único: As pesquisas prévias à elaboração de ato constitutivo ou de sua alteração deverão bastar a que o usuário seja informado: I - da descrição oficial do endereço de seu interesse e da possibilidade de exercício da atividade desejada no local escolhido; e II - de todos os requisitos a serem cumpridos para obtenção de licenças de autorização de funcionamento, segundo a atividade pretendida, o porte, o grau de risco e a localização. Art. 13. Os requisitos de segurança sanitária, metrologia, controle ambiental e prevenção contra incêndios, para os fins de registro e legalização de empresários e pessoas jurídicas, quando de competência do município, deverão ser simplificados, racionalizados e uniformizados. 1º Os órgãos municipais envolvidos na abertura e fechamento de empresas que sejam responsáveis pela emissão de licenças e autorizações de funcionamento somente realizarão vistorias após o início de operação do estabelecimento, quando a atividade, por sua natureza, comportar grau de risco compatível com esse procedimento. 2º O município definirá, por decreto do poder executivo, em 60 (sessenta) dias, contados da publicação desta Lei Complementar, as atividades cujo grau de risco seja considerado alto e que exigirão vistoria prévia. 3º Na falta de legislação municipal específica relativa à definição do grau de risco da atividade aplicar-se-á resolução do CGSIM. 4º A classificação de baixo grau de risco permite ao empresário ou à pessoa jurídica a obtenção do licenciamento de atividade mediante o simples fornecimento de dados e a substituição da comprovação prévia do cumprimento de exigências e restrições por declarações do titular ou responsável. 5º O disposto neste artigo não é impeditivo da inscrição fiscal. Art. 14. Exceto nos casos em que o grau de risco da atividade seja considerado alto, o Município emitirá Alvará de Funcionamento Provisório, com validade de até 45 (quarenta e cinco) dias, observado o inciso IV do 2? deste artigo, que permitirá o início de operação do estabelecimento imediatamente após o ato de registro. 1? Nos casos referidos no caput deste artigo, poderá o Município conceder Alvará de Funcionamento Provisório para o microempreendedor individual, para microempresas e para empresas de pequeno porte: I - instaladas em área ou edificações desprovidas de regulação fundiária e imobiliária, inclusive habite-se; ou II - em residência do microempreendedor individual ou do titular ou sócio da microempresa ou empresa de pequeno porte, na hipótese em que a atividade não gere grande circulação de pessoas. 2? Na hipótese do caput deste artigo, deverão ser respeitadas as condições abaixo especificadas: I - o alvará de funcionamento provisório será acompanhado de informações concernentes aos requisitos para funcionamento e exercício das atividades econômicas constantes do objeto social, para efeito de cumprimento das normas de segurança sanitária, ambiental e de prevenção contra incêndio, vigentes no Município; II - a emissão do alvará de funcionamento provisório dar-se-á mediante a assinatura de termo de ciência e responsabilidade por parte do responsável legal pela atividade, pelo qual este firmará compromisso, sob as penas da Lei, de observar, no prazo indicado, os requisitos de que trata o inciso anterior; III - a suplantação do caráter provisório do alvará será condicionada à apresentação das licenças de autorização de funcionamento emitidas pelos órgãos e entidades competentes, sendo que os órgãos públicos municipais deverão emitir tais laudos de vistoria ou de exigências no prazo máximo de 45 (quarenta e cinco) dias. IV - caso o prazo previsto no inciso anterior não for cumprido, a validade do alvará de funcionamento provisório será estendida até que seja realizada visita para fiscalização orientadora e seja reiniciado o prazo para emissão dos laudos. 3? As atividades eventuais, tais como, feiras, festas, circos, bem como de comércio ambulante e de autônomos não estabelecidos, não estão abrangidas por este artigo, devendo ser aplicada a legislação específica vigente. 4? É obrigatória a fixação, em local visível e acessível à fiscalização, do alvará de funcionamento, seja ele provisório ou não. Art. 15. O alvará de funcionamento provisório será imediatamente cassado quando: I - no estabelecimento for exercida atividade diversa daquela autorizada; II - forem infringidas quaisquer disposições referentes aos controles de poluição, ou se o funcionamento do estabelecimento causar danos, prejuízos, incômodos, ou puser em risco por qualquer forma a segurança, o sossego, a saúde e a integridade física da vizinhança ou da coletividade; III - for constatada irregularidade não passível de regularização; IV - for verificada a falta de recolhimento da taxa de licença de localização e funcionamento, quando devida. Art. 16. O alvará de funcionamento provisório será imediatamente declarado nulo quando: I - expedido com inobservância de preceitos legais e regulamentares; II - ficar comprovada a falsidade ou inexatidão de qualquer declaração, documento ou o descumprimento do termo de responsabilidade firmado, conforme inciso II do artigo 14. Art. 17. A interdição ou desinterdição do estabelecimento, cassação, nulidade e restabelecimento do alvará de funcionamento provisório competem ao chefe do poder executivo municipal ou à pessoa com autoridade delegada por ele. Art. 18. Após o ato de registro e seu respectivo acolhimento pela Prefeitura do Município, fica o requerente dispensado de formalização de qualquer outro procedimento administrativo para obtenção do alvará de funcionamento, devendo as secretarias interessadas processar o procedimento administrativo de forma única e integrada. Art. 19. O município implantará no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias a contar da publicação desta Lei Complementar, a Sala do Empreendedor, assim denominado o espaço destinado à entrada única de dados e documentos, receber, dar encaminhamento e devolver resultado de consulta prévia de instalação, emitir alvará de funcionamento provisório, quando atendidas as determinações legais pertinentes, manter e fazer funcionar mecanismo de divulgação dos instrumentos convocatórios de licitações públicas do município para as MPE locais, prestar atendimento, apoio e fornecimento de informações e orientações para Empreendedores, Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, de acordo com regulamento, atribuições e competências a serem definidas, ouvindo o Comitê Gestor Municipal de Políticas Públicas para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - CGMPE, por decreto do Poder Executivo, necessário para o início de suas atividades. Parágrafo único: O município desenvolverá ações e adequará seus sistemas e processos de registro, alteração de baixa de empresários e pessoas jurídicas a fim de aderir a REDESIM de acordo com o estabelecido pelo CGSIM. Art. 20. Para atender o disposto nos artigos 18 e 19 desta Lei e simplificar os procedimentos de registro e funcionamento de empresas no município, fica a Administração Municipal autorizada a firmar parcerias e convênios com outras instituições públicas ou privadas, inclusive de ensino, para oferecer orientação sobre a abertura, funcionamento e encerramento de empresas, elaboração de plano de negócios, pesquisa de mercado, crédito, associativismo, aperfeiçoamento de equipe, compras e contratações com administração pública, segurança no trabalho e programas de apoio oferecidos no município. Art. 21. O registro, no município, dos atos constitutivos, de suas alterações e extinções (baixas), referentes a empresários e pessoas jurídicas ocorrerá independentemente da regularidade de obrigações tributárias, previdenciárias ou trabalhistas, principais ou acessórias, do empresário, da sociedade, dos sócios, dos administradores ou de empresas de que participem, sem prejuízo das responsabilidades do empresário, dos titulares, dos sócios ou dos administradores por tais obrigações, apuradas antes ou após o ato de extinção. 1º O arquivamento, no município, dos atos constitutivos de empresários, de sociedades empresárias e de demais equiparados que se enquadrarem como microempresa ou empresa de pequeno porte bem como o arquivamento de suas alterações são dispensados das seguintes exigências: I - certidão de inexistência de condenação criminal, que será substituída por declaração do titular ou administrador, firmada sob as penas da lei, de não estar impedido de exercer atividade mercantil ou a administração de sociedade, em virtude de condenação criminal; II - prova de quitação, regularidade ou inexistência de débito referente a tributo ou contribuição de qualquer natureza. 2º Não se aplica às microempresas e às empresas de pequeno porte o disposto no 2º do art. 1º da Lei nº 8.906, de 4 de julho de º A baixa do empresário ou da pessoa jurídica não impede que, posteriormente, sejam lançados ou cobrados tributos, contribuições e respectivas penalidades, decorrentes da falta do cumprimento de obrigações ou da prática comprovada e apurada em processo administrativo ou judicial de outras irregularidades praticadas pelos empresários, pelas pessoas jurídicas ou por seus titulares, sócios ou administradores. 4º A solicitação de baixa do empresário ou da pessoa jurídica importa responsabilidade solidária dos empresários, dos titulares, dos sócios e dos administradores do período de ocorrência dos respectivos fatos geradores. 5º O município terá o prazo de 60 (sessenta) dias para efetivar a baixa nos respectivos cadastros. 6º - Ultrapassado o prazo previsto no 6º deste artigo sem manifestação do município, presumir-se-á a baixa dos registros das microempresas e a das empresas de pequeno porte. Art. 22. O município não exigirá, na abertura e fechamento de empresas: I - excetuados os casos de autorização prévia, quaisquer documentos adicionais aos requeridos pelos órgãos executores do Registro Público de Empresas Mercantis e Atividades Afins e do Registro Civil de Pessoas Jurídicas; II - documento de propriedade ou contrato de locação do imóvel onde será instalada a sede, filial ou outro estabelecimento, salvo para comprovação do endereço indicado; III - comprovação de regularidade de prepostos dos empresários ou pessoas jurídicas com seus órgãos de classe, sob qualquer forma, como requisito para deferimento de ato de inscrição, alteração ou baixa de empresa, bem como para autenticação de instrumento de escrituração. Art. 23. Fica vedada a instituição de qualquer tipo de exigência de natureza documental ou formal, restritiva ou condicionante, pelos órgãos municipais envolvidos na abertura e fechamento de empresas, que exceda o estrito limite dos requisitos pertinentes à essência do ato de registro, alteração ou baixa da empresa. I CNAE - Fiscal Art. 24. Fica adotada, para utilização no cadastro e nos registros administrativos do Município, a Classificação Nacional de Atividades Econômicas - Fiscal (CNAE - Fiscal), oficializada mediante publicação da Resolução IBGE/ CONCLA nº 1 de 25 de junho de 1998, e atualizações posteriores. CAPÍTULO IV DOS TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES Da Recepção na Legislação Municipal do Simples Nacional Art. 25. Fica recepcionado integralmente na legislação tributária do Município o Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - Simples Nacional, em conformidade com o constante no capítulo IV da Lei Complementar 123/2006, de 14 de dezembro de 2006, e suas alterações posteriores. Art. 26. As regras baixadas pelo Comitê Gestor do Simples Nacional, instituído pelo artigo 2? da Lei Complementar 123/2006 de 14 de dezembro de 2006, desde que obedecida a competência que lhe é outorgada pela referida Lei Complementar, serão implementadas no Município por Decreto do Poder Executivo, respeitado o interesse público. I Das disposições gerais de competência do Município Art. 27. Para efeito de enquadramento no Simples Nacional, considerar-se-á microempresa ou empresa de pequeno porte aquela cuja receita bruta no anocalendário anterior ao da opção esteja compreendida dentro dos limites previstos no art. 4º desta Lei Complementar. Art. 28. O Município, poderá estabelecer, na forma definida pelo Comitê Gestor, independentemente da receita bruta recebida no mês pelo contribuinte, valores fixos mensais para o recolhimento do ISS devido por microempresa que aufira receita bruta, no ano-calendário anterior, de até o limite máximo previsto na segunda faixa de receitas brutas anuais constantes dos Anexos I a VI, ficando a microempresa sujeita a esses valores durante todo o ano-calendário, ressalvado o disposto no 1º. 1º A microempresa que, no ano-calendário, exceder o limite da receita bruta previsto caput fica impedida de recolher o ISS pela sistemática de valor fixo, a partir do mês subsequente à ocorrência do excesso, sujeitando-se à apuração desses tributos na forma das demais empresas optantes pelo Simples Nacional. 2º Os valores estabelecidos no caput deste artigo não poderão exceder a 50% (cinquenta por cento) do maior recolhimento possível do tributo para a faixa de enquadramento prevista na respectiva tabela de alíquotas do Simples Nacional, respeitados os acréscimos decorrentes do tipo de atividade da empresa. 3º A atividade escritórios de serviços contábeis, observado o disposto neste artigo, recolherá o ISS em valor fixo, na forma da legislação municipal. 4º Os escritórios de serviços contábeis, individualmente ou por meio de suas entidades representativas de classe, deverão: I - promover atendimento gratuito relativo à inscrição, à opção de que trata o art. 18-A da Lei Complementar Federal 123/2006 e à primeira declaração anual simplificada da microempresa individual, podendo, para tanto, por meio de suas entidades representativas de classe, firmar convênios e acordos com a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, por intermédio dos seus órgãos vinculados; II - fornecer, na forma estabelecida pelo Comitê Gestor, resultados de pesquisas quantitativas e qualitativas relativas às microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional por eles atendidas; III - promover eventos de orientação fiscal, contábil e tributária para as microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional por eles atendidas. 5º Na hipótese de descumprimento das obrigações de que trata o 4º deste artigo, o escritório será excluído do Simples Nacional, com efeitos a partir do mês subsequente ao do descumprimento, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor. Art. 29. O Município poderá conceder isenção ou redução do ISS devido por microempresa ou empresa de pequeno porte, obedecendo à legislação tributária vigente. 1º A concessão dos benefícios de que trata o caput deste artigo poderá ser realizada: I - mediante deliberação exclusiva e unilateral do Município, por decreto do poder executivo; II - de modo diferenciado para cada ramo de atividade. Art. 30. O Microempreendedor Individual - MEI poderá optar pelo recolhimento dos impostos e contribuições abrangidos pelo Simples Nacional em valores fixos mensais, independentemente da receita bruta por ele auferida no mês, na forma prevista neste artigo. 1º Atendendo o disposto no 15-A, do artigo 18-A, da Lei Complementar 123/ 2006, de 14 de dezembro de 2006, fica o chefe do poder executivo municipal autorizado a promover, por decreto, a remissão dos débitos decorrentes dos valores previstos na alínea C do inciso V do 3º, daquela Lei Complementar, inadimplidos, nos períodos de competência, cujos valores das alíneas A e B do mesmo inciso forem remidas pelos órgãos e esferas competentes. 2º O MEI poderá ter sua inscrição automaticamente cancelada após período de 12 (doze) meses consecutivos sem recolhimento ou declarações, independentemente de qualquer notificação, devendo a informação ser publicada no Portal do Empreendedor, na forma regulamentada pelo CGSIM. 3º O município somente poderá realizar o cancelamento da inscrição do MEI após aprovada regulamentação própria de classificação de risco e tenha implementado o respectivo processo simplificado de inscrição e legalização, em conformidade com a Lei Complementar 123/2006 e com as resoluções do CGSIM. 4º Fica vedado às concessionárias de serviço público o aumento das tarifas pagas pelo MEI por conta da modificação da sua condição de pessoa física para pessoa jurídica. Art. 31. Quanto a tributação municipal do imposto sobre imóveis prediais urbanos fica assegurado tratamento mais favorecido ao MEI para realização de sua atividade no mesmo local em que residir, mediante aplicação da menor alíquota vigente, seja residencial ou comercial, nos termos da lei, sem prejuízo de eventual isenção ou imunidade existente. Art. 32. Aplicam-se às microempresas e empresas de pequeno porte submetidas ao Imposto Sobre Serviços, no que couber, as demais normas previstas na legislação municipal desse imposto. 1º Aplicam-se aos impostos e às contribuições devidos pelas microempresas e empresas de pequeno porte enquadradas na Lei Complementar Federal 123/2006, porém não optantes pelo Simples Nacional, as demais normas previstas na legislação municipal desse imposto. 2º Deverão ser aplicados os incentivos fiscais municipais de qualquer natureza às microempresas e empresas de pequeno porte enquadradas na Lei Complementar Federal 123/2006, independente de opção pelo Simples Nacional, desde que preenchidos os requisitos e condições legais estabelecidos. II Do incentivo à formalização e à ascendência do MEI Art. 33. Sem prejuízo do previsto no 2º do artigo 11 desta Lei Complementar, o MEI terá nos anos subsequentes à sua formalização redução nas taxas cobradas a título de alvará de funcionamento: I - no primeiro ano redução de 40% (quarenta por cento); II - no segundo ano redução de 30% (trinta por cento); 1º A redução prevista neste artigo deverá ser requerida pelo contribuinte até a data do vencimento do tributo. 2º O MEI perderá o direito à redução prevista neste artigo quando não efetuar o pagamento no prazo máximo estabelecido. Art. 34. A Microempresa ascendente de MEI, assim entendida aquela que perder o direito ao enquadramento de MEI em função do faturamento, terá nos anos subsequentes à sua ascensão, redução nas taxas cobradas a título de alvará de funcionamento: I - no primeiro ano redução de 30% (trinta por cento); II - no segundo ano redução de 20% (vinte por cento). 1º A redução prevista neste artigo deverá ser requerida pelo contribuinte até a data do vencimento do tributo. 2º A Microempresa perderá o direito à redução prevista neste artigo quando não efetuar o pagamento no prazo máximo estabelecido ou ascender à categoria de Pequena Empresa. V Da Retenção na fonte de ISS Art. 35. A retenção na fonte de ISS das microempresas ou das empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional somente será permitida se observado o disposto no art. 3º da Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, e deverá observar as seguintes normas: I - a alíquota aplicável na retenção na fonte deverá ser informada no documento fiscal e corresponderá ao percentual de ISS previsto nos Anexos III, IV, V ou VI da Lei Complementar 123/2006 para a faixa de receita bruta a que a microempresa ou a empresa de pequeno porte estiver sujeita no mês anterior ao da prestação; II - na hipótese de o serviço sujeito à retenção ser prestado no mês de início de atividades da microempresa ou empresa de pequeno porte, deverá ser aplicada pelo tomador a alíquota correspondente ao percentual de ISS referente à menor alíquota prevista nos Anexos III, IV, V ou VI da Lei Complementar Federal 123/2006; III - na hipótese do inciso II deste parágrafo, constatando-se que houve diferença entre a alíquota utilizada e a efetivamente apurada, caberá à microempresa ou empresa de pequeno porte prestadora dos serviços efetuar o recolhimento dessa diferença no mês subsequente ao do início de atividade em guia própria do Município; IV - na hipótese de a microempresa ou empresa de pequeno porte estar sujeita à tributação do ISS no Simples Nacional por valores fixos mensais, não caberá a retenção a que se refere o caput deste parágrafo; V - na hipótese de a microempresa ou empresa de pequeno porte não informar a alíquota de que tratam os incisos I e II deste parágrafo no documento fiscal, aplicar-se-á a alíquota correspondente ao percentual de ISS referente à maior alíquota prevista nos Anexos III, IV ou V da Lei Complementar Federal 123/ 2006; VI - não será eximida a responsabilidade do prestador de serviços quando a alíquota do ISS informada no documento fiscal for inferior à devida, hipótese em que o recolhimento dessa diferença será realizado em guia própria do Município; VII - o valor retido, devidamente recolhido, será definitivo, não sendo objeto de partilha com os municípios, e sobre a receita de prestação de serviços que sofreu a retenção não haverá incidência de ISS a ser recolhido no Simples Nacional. Parágrafo único. Na hipótese de que tratam os incisos I e II deste artigo, a falsidade na prestação dessas informações sujeitará o responsável, o titular, os sócios ou os administradores da microempresa e da empresa de pequeno porte, juntamente com as demais pessoas que para ela concorrerem, às penalidades previstas na legislação criminal e tributária. Seção V Das Obrigações Fiscais Acessórias Art. 36. O Município prestará apoio ao MEI, através da Sala do Empreendedor, no preenchimento e envio, por meio eletrônico, das obrigações acessórias a que estiver obrigado. 1º O MEI fará a comprovação da receita bruta mediante apresentação do registro de vendas ou de prestação de serviços na forma estabelecida pelo CGSN, ficando dispensado da emissão do documento fiscal previsto no inciso I do caput, ressalvadas as hipóteses de emissão obrigatória previstas pelo referido Comitê. 2º É vedada a exigência de obrigações tributárias acessórias relativas aos tributos apurados na forma do Simples Nacional além daquelas estipuladas pelo CGSN e atendidas por meio do Portal do Simples Nacional, bem como, o estabelecimento de exigências adicionais por órgãos públicos do Município. 3º A escrituração fiscal digital ou obrigação equivalente não poderá ser exigida da microempresa ou empresa de pequeno porte optante pelo Simples Nacional, salvo se, cumulativamente, houver: I - autorização específica do CGSN, que estabelecerá as condições para a obrigatoriedade; II - disponibilização por parte da administração tributária estipulante de aplicativo gratuito para uso da empresa optante. 4º A exigência de apresentação de livros fiscais em meio eletrônico aplicarse-á somente na hipótese de substituição da entrega em meio convencional, cuja obrigatoriedade tenha sido prévia e especificamente estabelecida pelo CGSN. 5º As microempresas e empresas de pequeno porte ficam sujeitas à entrega de declaração eletrônica que deva conter os dados referentes aos serviços prestados ou tomados de terceiros, na conformidade do que dispuser o CGSN. 6º Na hipótese do 1º deste artigo: I - deverão ser anexados ao registro de vendas ou de prestação de serviços, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor, os documentos fiscais comprobatórios das entradas de mercadorias e serviços tomados referentes ao período, bem como os documentos fiscais relativos às operações ou prestações realizadas eventualmente emitidos; II - será obrigatória a emissão de documento fiscal nas vendas e nas prestações de serviços realizadas pelo MEI para destinatário cadastrado no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), ficando dispensado desta emissão para o consumidor final. Art. 37. As microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional poderão, opcionalmente, adotar contabilidade simplificada para os registros e controles das operações realizadas, conforme regulamentação do Comitê Gestor. Seção VI Da Exclusão do Simples Nacional Art. 38. O município poderá solicitar à Receita Federal do Brasil a exclusão de empresas do Simples Nacional, quando detectado motivo previsto na Seção VIII do Capítulo IV da Lei Complementar 123/2006, de 14 de dezembro de Seção VIII Da Fiscalização Art. 39. A competência municipal para fiscalizar o cumprimento das obrigações principais e acessórias relativas ao Simples Nacional e para verificar a ocorrência das hipóteses previstas no art. 29 da Lei Complementar 123/2006 refere-se aquelas relativas à prestação de serviços incluídos na competência tributária municipal. Parágrafo único. A fiscalização de que trata o caput, após iniciada, poderá abranger todos os demais estabelecimentos da microempresa ou da empresa de pequeno porte, independentemente da atividade por eles exercida ou de sua localização, na forma e condições estabelecidas pelo CGSN. Art. 40. O poder Executivo Municipal estabelecerá os controles necessários para acompanhamento da arrecadação feita por intermédio do Simples Nacional, bem como do repasse do produto da arrecadação e dos pedidos de restituição ou compensação dos valores do Simples Nacional recolhidos indevidamente ou em montante superior ao devido. X Da Omissão de Receita Art. 41. Aplicam-se à microempresa e à empresa de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional todas as presunções de omissão de receita existentes nas legislações de regência do imposto sobre serviços, de competência municipal. Seção X Dos Acréscimos Legais Art. 42. Aplicam-se aos impostos e contribuições devidos pela microempresa e pela empresa de pequeno porte, inscritas no Simples Nacional, as normas relativas aos juros e multa de mora e de ofício previstas para o imposto de renda, em relação ao ISS. Seção XI Do Processo Administrativo Fiscal Art. 43. O contencioso administrativo relativo ao Simples Nacional será de competência do Município quando efetuar o lançamento, o indeferimento da opção ou a exclusão de ofício, observados os dispositivos legais atinentes aos processos administrativos fiscais do Município. Parágrafo único. O Município poderá, mediante convênio, transferir a atribuição de julgamento exclusivamente ao Estado. Art. 44. As consultas relativas ao Simples Nacional quando se referirem a tributos e contribuições de competência municipal, serão solucionadas pelo Município, na forma disciplinada pelo Comitê Gestor. CAPÍTULO V DO ACESSO AOS MERCADOS Das Aquisições Públicas Art. 45. Nas licitações públicas, a comprovação de regularidade fiscal das microempresas e empresas de pequeno porte somente será exigida para efeito de assinatura do contrato. Art. 46. As microempresas e empresas de pequeno porte, por ocasião da participação em certames licitatórios, deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição. 1º Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 5 (cinco) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor do certame, prorrogável por igual período, a critério da Administração Pública, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa. 2º A não-regularização da documentação, no prazo previsto no 1º deste artigo, implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no art. 81 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, sendo facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para a assinatura do contrato, ou revogar a licitação. Art. 47. Nas licitações será assegurada, como critério de desempate, preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte. 1º Entende-se por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 10% (dez por cento) superiores à proposta mais bem classificada. 2º Na modalidade de pregão, o intervalo percentual estabelecido no 1º deste artigo será de até 5% (cinco por cento) superior ao melhor preço. Art. 48. Para efeito do disposto no art. 47 desta Lei Complementar, ocorrendo o empate, proceder-se-á da seguinte forma: I - a microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame, situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado; II - não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, na forma do inciso I do caput deste artigo, serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese dos 1º e 2º do art. 47 desta Lei Complementar, na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito; III - no caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontrem nos intervalos estabelecidos nos 1º e 2º do art. 47 desta Lei Complementar, será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta. 1º Na hipótese da não-contratação nos termos previstos no caput deste artigo, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame. 2º O disposto neste artigo somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte. 3º No caso de pregão, a microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada será convocada para apresentar nova proposta no prazo máximo de 5 (cinco) minutos após o encerramento dos lances, sob pena de preclusão. 4º Nas demais modalidades de licitação, o prazo para os licitantes apresentarem nova proposta deverá ser estabelecido pelo órgão ou entidade contratante. Art. 49. Nas contratações públicas da administração direta e indireta, autárquica e fundacional do município, deverá ser concedido tratamento diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte objetivando a promoção do desenvolvimento econômico e social no âmbito municipal e regional, a ampliação da eficiência das políticas públicas e o incentivo à inovação tecnológica. Parágrafo único. Para fins do capítulo V desta Lei Complementar, entende-se por região aquela definida pelo IBGE como Microrregião 022 (Toledo), pertencente a Mesorregião Oeste Paranaense. Art. 50. Para o cumprimento do disposto no art. 49 desta Lei Complementar, a administração pública: I - Deverá realizar processo licitatório destinado exclusivamente à participação de microempresas e empresas de pequeno porte nos itens de contratação cujo valor seja de até R$ ,00 (oitenta mil reais); II - Poderá, em relação aos processos licitatórios destinados à aquisição de obras e serviços, exigir dos licitantes a subcontratação de microempresa ou de empresa de pequeno porte; III - deverá estabelecer, em certames para aquisição de bens de natureza divisível, cota de até 25% (vinte e cinco por cento) do objeto para a contratação de microempresas e empresas de pequeno porte. 1º Os processos licitatórios exclusivos previstos no item I deste artigo nas cotas de até 25% (vinte e cinco por cento) previstas no inciso III e na subcontratação prevista no inciso II deste artigo, poderão ser destinados unicamente às microempresas e empresas de pequeno porte sediadas no município de Guaíra, quando existentes em número igual ou superior a 03 (três) competitivas, devendo, em caso contrário, serem ampliados às microempresas, empresas de pequeno porte regionais, assim entendidas aquelas sediadas em municípios que compõe a microrregião geográfica 022 (Toledo), de acordo com a definição territorial do IBGE. 2º Na realização de processos licitatórios exclusivos poderão ser empregadas quaisquer das modalidades de licitação. 3º A condição de microempresa ou empresa de pequeno porte local ou regional é requisito de habilitação nos processos licitatórios exclusivos previstos no inciso I deste artigo, nas cotas de até 25% (vinte e cinco por cento) previstas no inciso III e na subcontratação prevista no inciso II deste artigo, quando aplicado o disposto no 1º deste artigo. 4º Na hipótese do inciso II do caput deste artigo, os empenhos e pagamentos poderão ser destinados diretamente às microempresas e empresas de pequeno porte subcontratadas. 5º Nas licitações para fornecimento de bens, serviços e obras, o instrumento convocatório poderá estabelecer a exigência de subcontratação de microempreendedores individuais, microempresas ou empresas de pequeno porte, de acordo com o item II do caput deste artigo, sob pena de desclassificação, determinando: I - o percentual de exigência de subcontratação, facultada à empresa a subcontratação em limites superiores, conforme o estabelecido no edital; II - que os microempreendedores individuais, as microempresas e empresas de pequeno porte a serem subcontratados deverão estar indicados e qualificados pelos licitantes com a descrição dos bens e serviços a serem fornecidos e seus respectivos valores; III - que, no momento da habilitação, deverá ser apresentada a documentação da regularidade fiscal e trabalhista das microempresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais subcontratados, bem como ao longo da vigência contratual, sob pena de rescisão, aplicando-se o prazo para regularização previsto no artigo 46, desta Lei. IV - que a empresa contratada compromete-se a substituir a subcontratada, no prazo máximo de trinta dias, na hipótese de extinção da subcontratação, mantendo o percentual originalmente subcontratado até a sua execução total, notificando o órgão ou entidade contratante, sob pena de rescisão, sem prejuízo das sanções cabíveis, ou demonstrar a inviabilidade da substituição, em que ficará responsável pela execução da parcela originalmente subcontratada; e V - que a empresa contratada responsabiliza-se pela padronização, compatibilidade, gerenciamento centralizado e qualidade da subcontratação. 6º Deverá constar ainda do instrumento convocatório que a exigência de subcontratação não será aplicável quando o licitante for: I - microempreendedor individual, microempresa ou empresa de pequeno porte; II - consórcio composto em sua totalidade por microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, respeitado o disposto no art. 33 da Lei nº 8.666, de 1993; e III - consórcio composto parcialmente por microempreendedores individuais, microempresas ou empresas de pequeno porte com participação igual ou superior ao percentual exigido de subcontratação. 7º Não se admite a exigência de subcontratação para o fornecimento de bens, exceto quando estiver vinculado à prestação de serviços acessórios. 8º O disposto no inciso II do 6º deste artigo deverá ser comprovado no momento da habilitação para todas as modalidades. 9º Não deverá ser exigida a subcontratação quando esta for inviável, não for vantajosa para a administração pública ou representar prejuízo ao conjunto ou complexo do objeto a ser contratado, devidamente justificada. 10 É vedada a exigência no instrumento convocatório de subcontratação de itens ou parcelas determinadas ou de empresas específicas. 11 Os benefícios referidos no caput deste artigo poderão, justificadamente, estabelecer a prioridade de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte sediadas local ou regionalmente, até o limite de 10% (dez por cento) do melhor preço válido. Art. 51. Não se aplica o disposto nos artigos. 49 e 50 desta Lei Complementar quando: I - não houver um mínimo de 3 (três) fornecedores competitivos enquadrados como microempresas ou empresas de pequeno porte sediados local ou regionalmente e capazes de cumprir as exigências estabelecidas no instrumento convocatório; II - o tratamento diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte não for vantajoso para a administração pública ou representar prejuízo ao conjunto ou complexo do objeto a ser contratado; III - a licitação for dispensável ou inexigível, nos termos dos artigos 24 e 25 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, excetuando-se as dispensas tratadas pelos incisos I e II do art. 24 da mesma Lei, nas quais a compra deverá ser feita preferencialmente de microempresas e empresas de pequeno porte, aplicando-se o disposto no inciso I do art. 50 desta Lei Complementar. Parágrafo único. Para o disposto no inciso III do caput e 9º do artigo 50, considera-se não vantajosa a contratação quando resultar em preço superior ao valor estabelecido como referência. I Disposições gerais Art. 52. Para a ampliação da participação dos microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte nas licitações, o município através de sua Administração Direta, suas autarquias e fundações, socieda- CONTINUA NA PAGINA SEGUINTE PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAIRA

9 Umuarama Ilustrado PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAIRA des de economia mista, empresas públicas e demais entidades de direito privado controladas, direta ou indiretamente, pelo Município deverão, sempre que possível: I - instituir cadastro próprio, de acesso livre, ou adequar os eventuais cadastros existentes, para identificar os microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte sediadas regionalmente, com as respectivas linhas de fornecimento, de modo a possibilitar a notificação das licitações e facilitar a formação de parcerias e subcontratações; II - estabelecer e divulgar um planejamento anual das contratações públicas a serem realizadas, com a estimativa de quantitativo e de data das contratações; III - padronizar e divulgar as especificações dos bens e serviços contratados, de modo a orientar os microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte para que adequem os seus processos produtivos; IV - na definição do objeto da contratação, não utilizar especificações que restrinjam, injustificadamente, a participação dos microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte sediadas local e regionalmente; e V - utilizar licitação por item, assim entendida, aquela destinada à aquisição de diversos bens ou à contratação de serviços, quando estes bens ou serviços puderem ser adjudicados a licitantes distintos. Parágrafo único. Para atender o disposto no item II do caput, bem como divulgar os processos licitatórios abertos ou previstos, no que diz respeito às microempresas e empresas de pequeno porte sediadas no município, a administração municipal poderá utilizar a Sala do Empreendedor ou firmar convênio com entidade de representação empresarial local. Art. 53. Na habilitação em licitações para o fornecimento de bens para pronta entrega ou para a locação de materiais, será exigido da microempresa, da empresa de pequeno porte ou do microempreendedor individual apenas o seguinte: I - ato constitutivo da empresa, devidamente registrado; II - comprovante de inscrição no CNPJ; III - certidão negativa de débitos municipais; IV - certidão negativa de débitos junto à previdência social; V - certificado de regularidade fiscal do FGTS; VI - certidão negativa de débitos trabalhistas; VII - certidão negativa de débitos federais; VIII - certidão negativa de débitos estaduais. Art. 54. As necessidades de compras de gêneros alimentícios perecíveis e outros produtos perecíveis, por parte dos órgãos da Administração Direta, suas autarquias e fundações, sociedades de economia mista, empresas públicas e demais entidades de direito privado controladas, direta ou indiretamente, pelo Município serão preferencialmente adequadas à oferta de produtos locais ou regionais. 1º As compras deverão, sempre que possível, ser subdivididas em tantas parcelas quantas necessárias, para aproveitar as peculiaridades do mercado, visando à economicidade, eficiência e finalidade pública. 2º A aquisição, salvo razões preponderantes, devidamente justificadas, deverá ser planejada de forma a considerar a capacidade produtiva dos fornecedores locais ou regionais, a disponibilidade de produtos de qualidade e frescos, e a facilidade de entrega nos locais de consumo, de forma a evitar custos com transporte e armazenamento. Art. 55. Sempre que possível, a alimentação fornecida ou contatada por parte dos órgãos da Administração Direta, suas autarquias e fundações, sociedades de economia mista, empresas públicas e demais entidades de direito privado controladas, direta ou indiretamente, pelo Município terá o cardápio padronizado e a alimentação balanceada com gêneros usuais do local ou da região. Art. 56. Nas aquisições de bens ou serviços comuns em que se optar pela modalidade pregão e que envolva produtos de microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte ou de produtores rurais estabelecidos na região, salvo razões fundamentadas, deverá ser dada preferência pela utilização do pregão presencial. Art. 57. Na especificação de bens ou serviços a serem licitados, salvo razões fundamentadas, a exigência de "selo de certificação" deverá ser substituída por atestados de qualidade ou equivalente passados por entidades de idoneidade reconhecida. II Estímulo ao mercado local Art. 58. Além do constante da seção II, deste capítulo V, a título de estímulo ao mercado local, o Município incentivará a realização de feiras de comerciantes, produtores, prestadores de serviços e artesãos, assim como apoiará missão técnica para exposição e venda de produtos locais em outros municípios de grande comercialização." CAPÍTULO VI DA EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA E DO ACESSO A INFORMAÇÃO Art. 59. Fica o Poder Público Municipal autorizado a firmar parcerias ou convênios com instituições públicas e privadas para o desenvolvimento de projetos de educação empreendedora, com objetivo de disseminar conhecimentos sobre gestão de microempresas e empresas de pequeno porte, associativismo, cooperativismo, empreendedorismo e assuntos afins. 1º Estão compreendidos no âmbito do "caput" deste artigo ações de caráter curricular ou extracurricular voltadas a alunos do ensino fundamental de escolas públicas e privadas, assim como a alunos de nível médio e superior de ensino. 2º Os projetos referidos neste artigo poderão assumir a forma de fornecimento de cursos de qualificação; concessão de bolsas de estudo; complementação de ensino básico público; ações de capacitação de professores, e outras ações que o Poder Público Municipal entender cabíveis para estimular a educação empreendedora. Art. 60. Fica o Poder Público Municipal autorizado a celebrar parcerias ou convênios com órgãos governamentais, centros de desenvolvimento tecnológico e instituições de ensino superior, para o desenvolvimento de projetos de educação tecnológica, com os objetivos de transferência de conhecimento gerado nas instituições de pesquisa, qualificação profissional, e capacitação no emprego de técnicas de produção. Parágrafo único. Compreende-se no âmbito do "caput" deste artigo a oferta de cursos de qualificação profissional; a complementação de ensino básico público e ações de capacitação de professores. Art. 61. Fica o Poder Público Municipal autorizado a instituir programa de inclusão digital, com o objetivo de promover o acesso de micro e pequenas empresas do Município às novas tecnologias da informação e comunicação, em especial à Internet, e a implantar programa para fornecimento de sinal da rede mundial de computadores em banda larga, via cabo, rádio ou outra forma, inclusive para órgãos governamentais do Município. 1º Caberá ao Poder Público Municipal regulamentar e estabelecer prioridades no que diz respeito ao fornecimento do sinal de Internet; valor e condições de contraprestação pecuniária; vedações à comercialização e cessão do sinal a terceiros; condições de fornecimento, assim como critérios e procedimentos para liberação e interrupção do sinal. 2º Compreendem-se no âmbito do programa referido no "caput" deste artigo: I - a abertura e manutenção de espaços públicos dotados de computadores para acesso gratuito e livre à Internet; II - o fornecimento de serviços integrados de qualificação e orientação; III - a produção de conteúdo digital e não-digital para capacitação e informação das empresas atendidas; IV - a divulgação e a facilitação do uso de serviços públicos oferecidos por meio da Internet; V - a promoção de ações, presenciais ou não, que contribuam para o uso de computadores e de novas tecnologias; VI - o fomento a projetos comunitários baseados no uso de tecnologia da informação e, VII - a produção de pesquisas e informações sobre inclusão digital. Art. 62. Fica autorizado o Poder Público Municipal a firmar convênios ou parcerias com entidades civis públicas ou privadas e instituições de ensino superior, para o apoio ao desenvolvimento de associações civis sem fins lucrativos, que reúnam individualmente as condições seguintes: I - ser constituída e gerida por estudantes; II - ter como objetivo principal propiciar aos seus partícipes, condições de aplicar conhecimentos teóricos adquiridos durante seu curso; III - ter entre seus objetivos estatutários o de oferecer serviços a microempresas e a empresas de pequeno porte; IV - ter em seu estatuto discriminação das atribuições, responsabilidades e obrigações dos partícipes e, V - operar sob supervisão de professores e profissionais especializados. CAPÍTULO VII DA SIMPLIFICAÇÃO DAS RELAÇÕES DE TRABALHO Da Segurança e da Medicina do Trabalho Art. 63. As microempresas e as empresas de pequeno porte serão estimuladas pelo município, através da Sala do Empreendedor, a formar consórcios para acesso a serviços especializados em segurança e medicina do trabalho. Parágrafo único. Para e estímulo previsto no caput, o município poderá firmar parceiras com entidades do serviço social autônomo ou que representem o interesse das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. I Das Obrigações Trabalhistas Art. 64. A Sala do Empreendedor orientará as microempresas e as empresas de pequeno porte quanto à dispensa: I - da afixação de Quadro de Trabalho em suas dependências; II - da anotação das férias dos empregados nos respectivos livros ou fichas de registro; III - de empregar e matricular seus aprendizes nos cursos dos Serviços Nacionais de Aprendizagem; IV - da posse do livro intitulado "Inspeção do Trabalho"; e V - de comunicar ao Ministério do Trabalho e Emprego a concessão de férias coletivas. Parágrafo único. Para atender o disposto no caput deste artigo o Município poderá firmar parcerias ou convênios com sindicatos, instituições de ensino superior, serviços sociais autônomos e associações empresariais. Art. 65. A Sala do Empreendedor orientará que o disposto no artigo anterior desta Lei Complementar não dispensa as microempresas e as empresas de pequeno porte dos seguintes procedimentos: I - anotações na Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS; II - arquivamento dos documentos comprobatórios de cumprimento das obrigações trabalhistas e previdenciárias, enquanto não prescreverem essas obrigações; III - apresentação da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social - GFIP; IV - apresentação das Relações Anuais de Empregados e da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED. Parágrafo único. Para atender o disposto no caput deste artigo o Município poderá firmar parcerias ou convênios com sindicatos, instituições de ensino superior, serviços sociais autônomos e associações empresariais. II Do Acesso à Justiça do Trabalho Art. 66. A Sala do Empreendedor prestará informações e orientações quanto à faculdade concedida, pela Lei Complementar 123/2006 de 14 de dezembro de 2014, ao empregador de microempresa ou de empresa de pequeno porte fazer-se substituir ou representar perante a Justiça do Trabalho por terceiros que conheçam dos fatos, ainda que não possuam vínculo trabalhista ou societário. CAPÍTULO VIII DA FISCALIZAÇÃO ORIENTADORA Art. 67. A fiscalização, no município de Guaíra referente aos aspectos trabalhista, metrológico, sanitário, ambiental, de segurança e de uso e ocupação do solo das microempresas e empresas de pequeno porte, quando realizada por fiscal do município, terá natureza orientadora, quando a atividade ou situação, por sua natureza, comportar grau de risco compatível com esse procedimento. 1º Será observado o critério de dupla visita para lavratura de autos de infração, salvo, na ocorrência de reincidência, fraude, resistência ou embaraço à fiscalização. 2º As atividades e situações cujo grau de risco seja considerado alto e que não se sujeitarão ao disposto neste artigo serão consideradas de acordo com o 2º do artigo 13 desta Lei. 3º O disposto neste artigo não se aplica ao processo administrativo fiscal relativo a tributos, que se dará na forma dos artigos 43 e 44 desta Lei Complementar, bem como os previstos nos artigos 39 e 40 da Lei Complementar Federal 123/ º O disposto no 1º aplica-se à lavratura de multa pelo descumprimento de obrigações acessórias relativas às matérias do caput, inclusive quando previsto seu cumprimento de forma unificada com matéria de outra natureza, exceto a trabalhista. 5º A inobservância do critério de dupla visita implica nulidade do auto de infração lavrado sem cumprimento ao disposto neste artigo, independentemente da natureza principal ou acessória da obrigação. 6º O município deverá observar o princípio do tratamento diferenciado, simplificados e favorecido por ocasião da fixação de valores decorrentes de multas e demais sanções administrativas aplicáveis a microempresas e empresas de pequeno porte. 7º A inobservância do disposto no caput deste artigo implica atentado aos direitos e garantias legais assegurados ao exercício profissional da atividade empresarial. 8º O disposto no caput deste artigo não se aplica a infrações relativas à ocupação irregular da reserva de faixa não edificável, de área destinada a equipamentos urbanos, de áreas de preservação permanente e nas faixas de domínio público das rodovias ou de vias logradouros públicos. 9º Ressalvadas as hipóteses previstas no 1º, caso seja constatada alguma irregularidade na primeira visita do agente público, o mesmo formalizará Termo de Ajustamento de Conduta, conforme regulamentação do Poder Executivo, devendo sempre conter a respectiva orientação e plano negociado com o responsável pelo estabelecimento. CAPÍTULO IX DO ASSOCIATIVISMO Seção Única Da Sociedade de Propósito Específico formada por Microempresas e Empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional Art. 68. O município concederá Alvará de Licença e permitirá o exercício de atividades para Sociedades de Propósito Específico formadas por Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional, que sejam constituídas em conformidade com o artigo 56 da Lei Complementar 123/2006 de 14 de dezembro de 2006 e sediadas no município de Guaíra. CAPÍTULO X DO ESTÍMULO AO CRÉDITO E À CAPITALIZAÇÃO Disposições Gerais Art. 69. O município prestará, por meio da Sala do Empreendedor, orientações para o acesso à crédito, com foco nas linhas que ofereçam tratamento favorecido para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Art. 70. O Poder Executivo Municipal poderá firmar Termos de Cooperação com instituições financeiras estabelecidas no Município com a finalidade de incrementar a utilização dos créditos disponíveis por parte das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. 1º As instituições mencionadas no caput deste artigo deverão oferecer tratamento diferenciado, simplificado e favorecido para as Microempresas e Empresas de Pequeno Porte na concessão de crédito. 2º As instituições mencionadas no caput deste artigo deverão, em conjunto com o Poder Público Municipal, realizar eventos de informação e orientação para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Município e disponibilizar material informativo para a Sala do Empreendedor. Art. 71. O Município poderá aportar recursos financeiros em fundos garantidores de crédito às microempresas e empresas de pequeno porte, instituídos por sociedade privada sem fins lucrativos, as chamadas Sociedades Garantidoras de Crédito. 1º Para o aporte de que trata o caput deste artigo o poder executivo deverá encaminhar Lei específica para o Legislativo regulamentando esta operação. 2º Deverá ser respeitada legislação pertinente, especialmente a Lei de Responsabilidade Fiscal. 3º O aporte previsto neste artigo deverá estar previsto no PPA, na LDO e na Lei Orçamentária Anual do Município. Art. 72. O município poderá firmar convênio com a União ou com o Estado para implementar, no município, de programa de concessão de crédito para microempresas e empresas de pequeno porte. CAPÍTULO XI DO ESTÍMULO À INOVAÇÃO Disposições Gerais Art. 73. Para os efeitos desta Lei Complementar considera-se: I - inovação: a concepção de um novo produto ou processo de fabricação, bem como a agregação de novas funcionalidades ou características ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando em maior competitividade no mercado; II - agência de fomento: órgão ou instituição de natureza pública ou privada que tenha entre os seus objetivos o financiamento de ações que visem a estimular e promover o desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da inovação; III - Instituição Científica e Tecnológica - ICT: órgão ou entidade da administração pública que tenha por missão institucional, dentre outras, executar atividades de pesquisa básica ou aplicada de caráter científico ou tecnológico; IV - núcleo de inovação tecnológica: núcleo ou órgão constituído por uma ou mais ICT com a finalidade de gerir sua política de inovação; V - instituição de apoio: instituições criadas sob o amparo da Lei nº 8.958, de 20 de dezembro de 1994, com a finalidade de dar apoio a projetos de pesquisa, ensino e extensão e de desenvolvimento institucional, científico e tecnológico. VI - instrumentos de apoio tecnológico para a inovação: qualquer serviço disponibilizado presencialmente ou na internet que possibilite acesso a informações, orientações, bancos de dados de soluções de informações, respostas técnicas, pesquisas e atividades de apoio complementar desenvolvidas pelas instituições previstas nos incisos II a V deste artigo. I Do Apoio à Inovação Art. 74. O município de Guaíra poderá manter programas específicos ou firmar convênios ou parcerias com agências de fomento, ICTs, núcleos de inovação tecnológica, serviços sociais autônomos e instituições de apoio com a finalidade de desenvolver e manter programas específicos para as microempresas e para as empresas de pequeno porte, inclusive quando estas revestirem a forma de incubadoras, observando-se o seguinte: I - as condições de acesso serão diferenciadas, favorecidas e simplificadas; II - o montante disponível e suas condições de acesso deverão ser expressos nos respectivos orçamentos e amplamente divulgados. 1º O município deverá publicar, juntamente com as respectivas prestações de contas, relatório circunstanciado das estratégias para maximização da participação do segmento, assim como dos recursos alocados às ações referidas no caput deste artigo e aqueles efetivamente utilizados, consignando, obrigatoriamente, as justificativas do desempenho alcançado no período. 2º O município terá por meta a aplicação de, no mínimo, 20% (vinte por cento) dos recursos destinados à inovação para o desenvolvimento de tal atividade nas microempresas ou nas empresas de pequeno porte. 3º O município terá por meta efetivar suas aplicações, no percentual mínimo fixado neste artigo, em programas e projetos de apoio às microempresas ou às empresas de pequeno porte, transmitindo ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, no primeiro trimestre de cada ano, informação relativa aos valores alocados e a respectiva relação percentual em relação ao total dos recursos destinados para esse fim. 4º Para efeito do caput deste artigo, o poder executivo municipal poderá estabelecer parceria e convênios com entidades de pesquisa, de ensino e de apoio a microempresas e empresas de pequeno porte, órgãos governamentais, agências de fomento, instituições científicas e tecnológicas, serviços sociais autônomos, núcleos de inovação tecnológica e instituições de apoio. 5º Para efeito da execução do orçamento previsto neste artigo, o município poderá alocar os recursos destinados à criação e ao custeio de ambientes de inovação, incluindo incubadoras, parques e centros vocacionais tecnológicos, laboratórios metrológicos, de ensaio, de pesquisa ou apoio ao treinamento, bem como custeio de bolsas de extensão e remuneração de professores, pesquisadores e agentes envolvidos nas atividades de apoio tecnológico complementar. Art. 75. Os órgãos municipais, congêneres ao Ministério da Ciência e Tecnologia, deverão elaborar e divulgar relatório anual indicando o valor dos recursos recebidos, inclusive por transferência de terceiros, que foram aplicados diretamente ou por organizações vinculadas, por Fundos Setoriais e outros, no segmento das microempresas e empresas de pequeno porte, retratando e avaliando os resultados obtidos e indicando as previsões de ações e metas para ampliação de sua participação no exercício seguinte. 1º Os recursos referidos no caput deste artigo poderão suplementar ou substituir contrapartida das empresas atendidas pelos respectivos projetos, cobrir gastos com divulgação e orientação destinada a empreendimentos que possam receber os benefícios dos projetos, servir como contrapartida de convênios com entidades de apoio a microempresas e empresas de pequeno porte, atendimento técnico, atração de novos investimentos e disseminação de conhecimento. 2º O poder público municipal criará, por si ou em conjunto com entidade designada pelo mesmo, serviço de esclarecimento e orientação sobre a operacionalização dos projetos referidos no caput deste artigo, visando ao enquadramento neles de microempresas e empresas de pequeno porte e à adoção correta dos procedimentos para tal necessários. 3º O serviço referido no parágrafo anterior compreende a divulgação de editais e outros instrumentos que promovam o desenvolvimento tecnológico e a inovação de microempresas e empresas de pequeno porte; a orientação sobre o conteúdo dos instrumentos, as exigências neles contidas e respectivas formas de atende-las, apoio no preenchimento de documentos e elaboração de projetos, recebimento de editais e encaminhamento deles às entidades representativas de micro e pequenos negócios, promoção de seminários sobre modalidades de apoio tecnológico, suas características e forma de operacionalização. Art. 76. As ações vinculadas à operação de incubadoras serão executadas em local especificamente destinado para tal fim, ficando a cargo da municipalidade as despesas com aluguel, se necessário, construção e manutenção do prédio, fornecimento de água e demais despesas de infraestrutura. 1º O poder executivo manterá, por si ou com entidade gestora que designar, e por meio de pessoal de seus quadros ou mediante convênios ou parcerias com entidades do terceiro setor ou da iniciativa privada, estrutura destinada à prestação de assessoria e avaliação técnica às microempresas e a empresas de pequeno porte. 2º O prazo máximo de permanência no programa é de 02 (dois) anos para que as empresas atinjam suficiente capacitação técnica, independência econômica e comercial, podendo haver prorrogação observado o limite de 60 (sessenta) meses, mediante avaliação técnica de Comissão criada para tal finalidade através de decreto do chefe do executivo municipal. 3º Findo o prazo máximo estabelecido no parágrafo anterior, as empresas participantes se transferirão para área de seu domínio ou que vier a ser destinada pelo poder público municipal à ocupação preferencial por empresas egressas de incubadoras do município. CAPÍTULO XII DO ACESSO À JUSTIÇA Do Acesso aos Juizados Especiais Art. 77. O Município poderá realizar parcerias ou convênios com a iniciativa privada, instituições de ensino superior, entidades de classe ou do terceiro sector, OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, ACOTEG - Associação dos Contadores de Terra Roxa e Guaíra e outras instituições semelhantes, a fim de orientar e facilitar às empresas de pequeno porte e microempresas o acesso à justiça, priorizando a aplicação do disposto no artigo 74, da Lei Complementar Federal nº 123/2006, de 14 de dezembro de I Da Conciliação Prévia, Mediação e Arbitragem Art. 78. Para atender o disposto no artigo 75 da Lei Complementar Federal nº 123/2006, de 14 de dezembro de 2006, fica autorizado o Município a celebrar convênios e parcerias com entidades locais, inclusive com o Poder Judiciário estadual e federal, objetivando o estimulo e utilização dos institutos de conciliação prévia, mediação e arbitragem para solução de conflitos de interesse das empresas de pequeno porte e microempresas localizadas em seu território. CAPÍTULO XIII DO APOIO E DA REPRESENTAÇÃO Art. 79. Para o cumprimento do disposto nesta Lei Complementar, bem como para desenvolver e acompanhar políticas públicas voltadas às microempresas e empresas de pequeno porte, o município participará quando possível de fóruns regional, estadual ou nacional, que tenham a participação dos órgãos públicos competentes e das entidades vinculadas ao setor. Parágrafo único. A Secretaria municipal de Indústria e Comércio juntamente com a Sala do Empreendedor do município, coordenarão a participação do Município nos fóruns mencionados no caput deste artigo. Art. 80. O município de Guaíra promoverá programas de sensibilização, de informação, de orientação e apoio, de educação fiscal, de regularidade dos contratos de trabalho e de adoção de sistemas informatizados e eletrônico, como forma de estímulo à formalização de empreendimentos, de negócios e empregos, à ampliação da competitividade e à disseminação do associativismo entre as microempresas, os microempreendedores individuais, as empresas de pequeno porte e equiparados. Parágrafo único. Para atender o disposto no caput o município poderá firmar convênios e parceiras com instituições de representação e apoio empresarial. CAPÍTULO XIV DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS Art. 81. O Poder Executivo tem 180 (cento e oitenta) dias para regulamentar por decreto os temas se fizerem necessários à execução desta Lei Complementar. Art. 82. Fica revogada a Lei Complementar 03/2007 de 28 de dezembro de Art. 83. Em atendimento ao disposto no artigo 87-A da Lei Complementar Federal 123/2006, o Município expedirá, anualmente, até o dia 30 de novembro, em seu respectivo âmbito de competência, decreto de consolidação da regulamentação aplicável relativamente às microempresas e empresas de pequeno porte. Art. 84. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sus publicação, produzindo efeitos: I - a partir da publicação, os artigos que disciplinarem matérias que não se subordinem aos princípios da anualidade ou anterioridade da lei; II - a partir de 1º de janeiro de 2016, os demais artigos. Art. 85. Revogam-se as disposições em contrário. Gabinete do de Guaíra,, em 27 de abril FABIAN PERSI VENDRUSCOLO ESTADO PARANÁ RETIFICAÇÃO Retificação da Publicação do Aviso de Adjudicação do Processo Licitatório nº 118/2013, Tomada de Preços nº 010/ Umuarama Ilustrado. Onde se Lê: O Presente Termo Aditivo tem por objeto dilatação do prazo de execução e vigência por mai s 63 dias, ou seja, para 31/12/2015, com base na Lei 8.666/93, Art. 57, I e II. Lê-se: O Presente Termo Aditivo tem por objeto a dilatação do prazo de execução e de vigência por mais 313 dias, ou seja, com nova data para 31/12/2015, com base na Lei 8.666/93, Art. 57, I e II. Terra Roxa, 27 de abril EDEVAN PEREIRA DA SILVA Pregoeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE UMUARAMA RESUMO DE CONTRATOS Contrato de Compra n 126/2015 Contratante: Município de Umuarama Contratado: Objeto: EVI SPOR MATERIAL ESPORTIVO LTDA - EPP Valor Total: R$ 7.400,00 (sete mil e quatrocentos reais). Vigência: a 12/04/2016 Fundamentação: O presente instrumento é celebrado com fundamento no Pregão Presencial n 054/ PMU, homologado pela Portaria n 1.312/2015, em 10 de abril de 2015, publicado no Jornal Umuarama Ilustrado, em 11 de abril de 2015, edição nº , que integram o presente Termo e na Lei nº /93, alterada pela Lei 8.883/94, bem como demais alterações posteriores. Contrato de Compra n 128/2015 Contratante: Município de Umuarama Contratado: Objeto: ASSOCIAÇÃO UMUARAMENSE DE ARBITRAGEM ASSUMAR Valor Total: R$ ,00 (sessenta mil reais). Vigência: a 12/04/2016 Fundamentação: O presente instrumento é celebrado com fundamento no Pregão Presencial n 055/ PMU, homologado pela Portaria n 1.313/2015, em 10 de abril de 2015, publicado no Jornal Umuarama Ilustrado, em 11 de abril de 2015, edição nº , que integram o presente Termo e na Lei nº /93, alterada pela Lei 8.883/94, bem como demais alterações posteriores. Contrato de Compra n 130/2015 Contratante: Município de Umuarama Contratado: B. R. CAMARGO PRÉ MOLDADOS LTDA - EPP Objeto: Contratação de empresa, para o fornecimento de tubos de concreto, para serem utilizados em serviços de drenagem de águas pluviais e combate à erosão, neste Município Valor Total: R$ ,00 (cento e setenta e sete mil e quatrocentos reais). Vigência: 14/04/2015 a 13/04/2016 Fundamentação: O presente instrumento é celebrado com fundamento no Pregão Presencial n 058/ PMU, homologado pela Portaria n 1.333/2015, em 13 de abril de 2015, publicado no Jornal Umuarama Ilustrado, em 14 de abril de 2015, edição nº , que integram o presente Termo e na Lei nº /93, alterada pela Lei 8.883/94, bem como demais alterações posteriores. Umuarama, 24 de abril Armando Cordts Filho Secretário Municipal de Administração D E C R E T O N º 016/2015 Homologa Laudo elaborado pela Comissão de Avaliação. O PREFEITO MUNICIPAL DE XAMBRÊ,, no uso de suas Considerando as disposições da Portaria nº35/2015 que constituiu Comissão Especial para avaliação de veículos do Município de Xambrê, para fins de alienação; D E C R E T A: Art. 1º Fica homologado o Laudo de Avaliação elaborado pela Comissão constituída através da Portaria nº35/ º A homologação de que trata o caput deste artigo é para fins de alienação de veículos e bens móveis inservíveis para o serviço público municipal, por meio de procedimento licitatório na modalidade de leilão. Art. 2º O Laudo mencionado no artigo anterior, foi elaborado em 17 de abril do corrente ano pela Comissão já mencionada a qual vistoriou os bens e efetuou a avaliação, conforme descreve laudo de avaliação e declaração de inservibilidade anexos. Art. 3º Esta Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições em contrário.,, aos 24 de abril Xambrê SERVIÇO AUTÔNOMO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO - SAMAE CONVÊNIO COM A FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE - FUNASA FONE: (44) FAX: (44) Rua Floriano Peixoto, Cx. Postal: 21 - CEP: MARILUZ - PR CNPJ: / EXTRATO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 02/2015 CONTRATANTE: SERVIÇO AUTONOMO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOSAMAE CONTRATADA: SINOPSYS CONSULTORIA E INFORMATICA LTDA OBJETO: Implantação do Projeto Básico, Hospedagens e Manutenção dos dados do Portal da Transparência para o SAMAE de Mariluz/PR. VIGÊNCIA: ATÉ O DIA 31 DE DEZEMBRO DE VALOR: R$ 4.800,00 (Quatro mil e oitocentos reais). MARILUZ-PR, 31 DE MARÇO DE Carlos Cezar dos Santos Diretor Jorge Luiz Martins Dias Sócio Gerente SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA O Donizete Druziani, torna público que recebeu do I.A.P, Licença Ambiental Prévia, para Com. varejista de combustíveis para veículos automotores, implantado na Data nº 13 e 14, Quadra nº 41, Avenida Bandeirantes, do Distrito de Nova Santa Helena, Iporã/PR. Validade 06/04/2017.

10 Umuarama Ilustrado EDITALDECONVENÇÃO Nos termos do Estatuto Partidário e Legislação em vigor, ficam convocados por este Edital todos os eleitores filiados ao Partido da Social Democracia Brasileira PSDB, neste município, a participarem da Convenção Municipal Partido da Social Democracia Brasileira PSDB a ser realizada no dia 10 de Maio de 2015, com inicio as( 09:00) nove horas e encerramento as (11: 00) onze horas, local Câmara Municipal, sito a rua Monte Belo nº cidade de Icaraima Paraná, com a seguinte Ordem do Dia: IEleição, por voto direto e secreto, do Diretório Municipal, que será constituído de (15 ) quinze membros titulares e (05) cinco suplentes; IIEleição por voto direto e secreto de (o2) dois Delegado à convenção Estadual e (02) dois suplente; IIIEleição do Conselho de Ética e Disciplina, por processo de votação a ser aprovado pela respectiva Convenção, que se constituirá de (05) cinco membros efetivos e cinco suplentes; A reunião do Diretório Municipal para eleição da Comissão Executiva Municipal e, também, do Conselho Fiscal que será constituído de (03) três membros efetivos e ( 03 ) três suplentes, será realizada no mesmo local e no mesmo dia às (11) onze horas, ficando desde já convocados todos os membros do Diretorio eleito, efetivos e respectivos suplentes, com credenciamento dos suplentes a partir das (11:30) onze e trinta horas. Informamos ainda, que para recebimento das chapas que concorrerão ao Diretório, haverá, no dia de encerramento das inscrições, plantão na CAMARA MUNICIPAL, rua Monte Belo nº das 13:00 às 18:00 horas. Icaraíma Paraná, aos 23 dias de Abril Paulo de Queiroz Souza Presidente do Diretório Municipal PSDB / Icaraíma - Paraná PREFEITURA MUNICIPAL DE IVATÉ ADITIVO N.º 01/2015 CONTRATO N.º 623/2013-PMI Contratante: Prefeitura Municipal de Ivaté Contratado: Ruiz & Martinez Ltda. Objeto: prorroga prazo de vigência 29/06/2015 Data: 25 de março de 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE IVATÉ PORTARIA Nº.3230/2015 EXONERA JEAN SOUTO DE MATOS. O PREFEITO DO MUNICIPIO DE IVATÉ,, no uso de suas Art.1º. EXONERAR JEAN SOUTO DE MATOS, portador da Cédula de Identidade RG. nº SSP/Pr., ocupante do cargo de Provimento em Comissão de Assessor Jurídico do Prefeito, CC-01, lotado no Gabinete do Prefeito, ficando revogado a Portaria nº.3187/2015, a partir de 30 de Abril PREFEITURA DO MUNICIPIO DE IVATÉ,, aos 24 dias do mês de Abril de Dois Mil e Quinze, (24/04/ SIDINEI DELAI Prefeito PREFEITURA MUNICIPAL DE MARILUZ HOMOLOGAÇÃO/ADJUDICAÇÃO INEXIGIBILIDADE 004/2014 HOMOLOGO e ADJUDICO o Processo inexigibilidade nº 004/2014 por entender que cumpriu as formalidades legais instituídas pela Lei 8.666/93. EMPRESA(S) CREDENCIADAS(S): ABDO E ALENCAR LTDA - CNPJ: / Rua Duque de Caxias, CEP: Centro Umuarama/Paraná; Mariluz, 27 de abril PREFEITURA MUNICIPAL DE MARILUZ HOMOLOGAÇÃO/ADJUDICAÇÃO INEXIGIBILIDADE 004/2014 HOMOLOGO e ADJUDICO o Processo inexigibilidade nº 004/2014 por entender que cumpriu as formalidades legais instituídas pela Lei 8.666/93. EMPRESA(S) CREDENCIADAS(S): C M DE ALMEIDA CLÍNICA MÉDICA - ME - CNPJ: / Rua Ministro Oliveira Salazar, 4713 Apartamento 102, Edifício Panorama, CEP: Zona III Umuarama/Paraná; Mariluz, 27 de abril PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL AVISO DE PREGÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº14/2015 O MUNICIPIO DE PEROBAL,, torna público que fará realizar em sua sede, sita na Praça Curitiba, 1031, LICITAÇÃO na modalidade de PREGÃO, na forma PRESENCIAL, para aquisição /contratação/ prestação de serviços do abaixo discriminado: OBJETO: contratação de empresa para fornecimento parcelado de peças para os veículos do transporte escolar e caminhões da frota do Município de Perobal, conforme especificações e quantitativos constantes no anexo I. TIPO: Menor Preço - Unitário por Item DATA DA ABERTURA: Quarta-Feira, 13 de maio de 2015 HORÁRIO: 14:00. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL: Lei 10520/02, Lei 8666/93 e o Decreto Municipal nº 022/2007. Será fornecida cópia do inteiro teor do presente edital e de seus anexos, aos licitantes que solicitarem na divisão de licitação e contratos da Prefeitura Municipal de Perobal, sem nenhum custo. Informações adicionais, dúvidas e pedidos de esclarecimento, deverão ser dirigidos à Comissão de Licitação no endereço mencionado ou pelo fone: , de Segunda à Sexta-feira, das 8h às 11h 30min e das 13h30min às 17hs. PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL, 27 de abril JEFFERSON CASSIO PRADELLA SIDINEY RAFAEL ALVES Pregoeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL PORTARIA Nº 130/2015. Homologa o julgamento proferido pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio sobre propostas apresentadas ao Pregão nº13/2.015 PMP. O PREFEITO MUNICIPAL DE PEROBAL,, no uso de suas Art. 1º. Fica homologado o julgamento proferido pelo Pregoeiro e Equipe de Apoio sobre propostas apresentadas no Pregão nº 13/2.015 PMP, objetivando a Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de lavagem de veículos e maquinários pertencentes a frota do município de Perobal, conforme quantitativos e especificações no anexo I., tendo sido declarada vencedora a(s) empresa(s) abaixo especificadas, nos termos da ata anexada no referido processo: VENCEDORES VALOR TOTAL (R$) POSTO UMUARAMA COLONIAL LTDA R$20.540,00 FERNANDO RODRIGUES DA SILVA R$17.673,00 CAMILA SANTOS MARQUES R$14.940,00 Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROBAL,, em 24 de abril JEFFERSON CASSIO PRADELLA MUNICIPIO DE PÉROLA EDITAL DE CLASSIFICAÇÃO REF: EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2015. A comissão de licitação comunica aos interessados na execução do objeto do Edital de Concorrência Pública nº 01/2015 que após a análise e verificação das propostas ofertadas, decidiu classificar a seguinte proponente: Nº EMPRESA VALOR R$ 01 AC ASSESSORIA TÉCNICA EM ENGENHARIA CIVIL LTDA EPP ,00 Comunica outrossim, que dentro do prazo de 05 (cinco) dias úteis contados da data deste edital, a comissão de licitação dará vistas ao respectivo processo licitatório, a qualquer das proponentes que se sinta prejudicada, para interposição de recurso. Pérola/PR, 27 de abril JOSÉ DE ALMEIDA ROCHA (Presidente) JAMIL MENDES (Secretário) TIAGO FERRO FERNANDEZ VALMIR ANTONINI DA SILVA MUNICIPIO DE PÉROLA EDITAL DE CLASSIFICAÇÃO REF: EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2015. A comissão de licitação comunica aos interessados na execução do objeto do Edital de Concorrência Pública nº 01/2015 que após a análise e verificação das propostas ofertadas, decidiu classificar a seguinte proponente: Nº EMPRESA VALOR R$ 01 AC ASSESSORIA TÉCNICA EM ENGENHARIA CIVIL LTDA EPP ,00 Comunica outrossim, que dentro do prazo de 05 (cinco) dias úteis contados da data deste edital, a comissão de licitação dará vistas ao respectivo processo licitatório, a qualquer das proponentes que se sinta prejudicada, para interposição de recurso. Pérola/PR, 27 de abril JOSÉ DE ALMEIDA ROCHA (Presidente) JAMIL MENDES (Secretário) TIAGO FERRO FERNANDEZ VALMIR ANTONINI DA SILVA SÚMULA DO RECEBIMENTO DA RENOVAÇÃO LICENÇA DE OPERAÇÃO Auto Posto Itami Ltda - ME, torna público que recebeu do I.A.P, Renovação da Licença Ambiental de Operação, para Com. varejista de combustíveis para veículos automotores, implantado na Av. Curitiba, n 683, Centro, Tapira/PR. Validade 12/03/2019. SÚMULA DE RECEBIMENTO DA LICENÇA DE INSTALAÇÃO PARA AMPLIAÇÃO O Posto Cafezal do Sul Ltda, torna público que recebeu do I.A.P, Licença Ambiental de Instalação para Ampliação, para Com. varejista de combustíveis e lubrificantes para veículos automotores, implantado na Rodovia PR 323, s/n, Km 181, Cafezal do Sul/PR. Validade 06/04/2017. SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO Agro Industrial Vila Planalto Ltda - ME, torna público que recebeu do I.A.P, Licença Ambiental de Instalação, para Fabricação de Conservas de Palmito, Legumes e Outros Vegetais, implantado no Lote n 1-C-REM da Gleba 8-Jangada, na Estrada Palmito, s/n, Vila Rural, município de Cruzeiro do Oeste/PR. Validade 23/04/ SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA A Incenha Transportes Ltda, torna público que recebeu do I.A.P, Licença Ambiental Prévia, para Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos, implantado na Av. Tiradentes Nº2401, Jardim Paraíso, Umuarama/PR. Validade 08/04/2016. SÚMULA DO RECEBIMENTO DA LICENÇA DE INSTALAÇÃO PARA AMPLIAÇÃO Ambiental Lavanderia Industrial Ltda, torna público que recebeu do I.A.P, Licença Ambiental de Instalação para Ampliação, para Confecção de peças de vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida, alvejamento, tingimento e torção em fios, tecidos, artefatos e peças do vestuário, implantado no Estrada Marajó, s/n, lote 262, km 01, Altônia/PR. Validade 08/01/2016. SÚMULA DE RECEBIMENTO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO Comércio de Combustíveis Ala ltda, torna público que recebeu do I.A.P, Renovação da Licença Ambiental de Operação, para comércio varejista de combustíveis para veículos automotores, implantado na Av. Brasil, 3195, Centro, Cruzeiro do Oeste/PR. Validade 20/04/2019. PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JORGE DO PATROCINIO PORTARIA Nº. 248/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor da servidora publica Sra. Maria Edna de Oliveira Domingues, brasileira, maior, portadora do RG nº SSP/PR., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Auxiliar Administrativo, Classe I, Padrão GAM, lotada na: 06 - Secretaria de Assistência Social, Gabinete do Secretário, Manutenção e Encargos da Assistência Social, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 02/05/2014/2015, 30 (trinta) dias concedidos durante o período de 04/05/2015 a 02/06/2015, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, pago em folha na competência abril de PORTARIA Nº. 247/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor da servidora publica Sra. Andreia Pereira de Oliveira Costa, brasileira, maior, portador do RG nº SSP/SC., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Agente Comunitário de Saúde, padrão GAM, classe II, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotada na: 07 - Secretaria Municipal de Saúde, Fundo Municipal de Saúde, Manutenção das Atividades da Atenção Básica PAB-FIXO, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 08/02/2014/ 2015, 15 (quinze) dias concedidos durante o período de 13/07/2015 a 27/07/2015, e os demais 15(quinze) dias indenizados na forma de pecúnia, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, ambos pagos em folha na competência abril PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JORGE DO PATROCINIO PORTARIA Nº. 239/2015, de 27 de abril CONCEDE Licença Maternidade e dá outras providências O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; Art. 1 - Conceder nos termos do Art. 81, da Lei Municipal n. 410/93, e art. 7º, XVIII, da Constituição Federativa do Brasil, LICENÇA MATERNIDADE, com duração de 120 (cento e vinte) dias, a contar da data de 18 de abril de 2015, conforme atestado médico específico emitido em favor da Sra. Gledina Cristiane Pinheiro Ribeiro, portadora do RG nº /SSP-PR., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, padrão GSG, classe I, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotada na: 06 - Secretaria de Assistência Social, Gabinete do Secretário, Manutenção e Encargos da Assistência Social, a qual terá seus vencimentos enquanto durar a presente licença, por conta do Erário Publico Municipal, conforme previsão no Art. 63 III da Lei Municipal nº. 1005/2005. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrario. PORTARIA Nº. 244/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor do servidor publico Sr. Clóvis Valiguski, brasileiro, maior, portador do RG nº SSP/PR., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Servente de Serviços Gerais, padrão GSG, classe I, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotado na: 03 - Secretaria de Administração, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Departamento de Serviços Urbanos, Manutenção e Atividades do Serviço de limpeza Pública, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 08/04/2014/2015, 30 (trinta) dias concedidos durante o período de 07/ 05/2015 a 05/06/2015, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, pago em folha na competência abril PORTARIA Nº. 240/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; Art. 1º - CONCEDER com esteio no Inciso XVII do Art. 7º. da Constituição da República Federativa do Brasil e no Art. 95 da Lei Municipal nº. 410/93, férias ao servidor público Sr. Paulo Roberto Esteves, portador do RG nº SSP/PR, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Oficial Administrativo, padrão GAM, classe I, constante do quadro próprio desta municipalidade, pelo qual, encontra-se lotado na: 07 Secretaria de Saúde, Fundo Municipal de Saúde, Manutenção e Atividades de Média e Alta Complexidade, Ambulatorial e Hospitalar, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do período aquisitivo de 21/06/ , 15 (quinze) dias concedidos durante o período de 15/04/2015 a 29/04/2015, juntamente com o abono constitucional a título de 1/3 de férias integral, recebido em folha na competência de outubro de PORTARIA Nº. 245/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor do servidor publico Sr. Luiz Polidório Rodrigues, brasileiro, maior, portador do RG nº SSP/PR., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Servente de Serviços Gerais, padrão GSG, classe I, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotado na: 03 Secretaria de Administração, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, 38 - Departamento de Transportes, Manutenção e Encargos do Pátio Rodoviário, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 01/05/2013/2014, 30 (trinta) dias concedidos durante o período de 07/05/2015 a 05/06/2015, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, pago em folha na competência abril PORTARIA Nº. 241/2015, de 27 de abril CONCEDE Férias e dão outras providências O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; Art. 1 - CONCEDER com esteio no Inciso XVII do Art. 7º da Constituição da República Federativa do Brasil, no Art. 95 da Lei Municipal nº. 410/93, férias em favor do servidor público Sr. Ademir Servieri Bordin, portador do RG nº /SSP-PR, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Servente Administrativo, constante do quadro próprio desta municipalidade, pelo qual, encontra-se lotado na Manutenção das atividades do Departamento de Agricultura, inerente ao período aquisitivo de 23/05/2013/2014, correspondente a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, dos quais ser-lhe-ão concedidos 15 dias durante o período de 23/05/2015 a 06/06/2015, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral recebido na competência de janeiro PORTARIA Nº. 242/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, único do Art. 2º. da Lei Municipal 929/2005 férias em favor do servidor publico Sr. Anésio Ribeiro de Matos, portador do RG nº /SSP-PR, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Motorista,, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 02/05/2010/2011, 10 (dez) dias indenizados na forma de pecúnia pago em folha na competência abril de 2015, abono constitucional de 1/3 de férias integral recebido em dezembro de PORTARIA Nº. 243/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; Art. 1º - CONCEDER com esteio no Inciso XVII do Art. 7º da Constituição da República Federativa do Brasil, no Art. 95 da Lei Municipal nº. 410/93, férias em favor do servidor público Sr. Claudemir Servelhere Bordin, portador do RG nº /SSP-PR, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Técnico em Enfermagem, lotado na Manutenção e Atividades de Média e Alta Complexidade, Ambulatorial e Hospitalar, correspondente a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, resultantes do período aquisitivo 01/ 07/ , 15 (quinze) dias concedidos durante o período de 20/05/2015 a 03/06/2015, juntamente com o pagamento do abono constitucional a título de 1/3 de férias integral pago em folha da competência abril PORTARIA Nº. 246/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor do servidor publico Sr. Luciano Jacinto dos Santos, brasileiro, maior, portador do RG nº SSP/PR., ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Servente de Serviços Gerais, padrão GSG, classe I, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotado na: 03 Secretaria de Administração, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, 38 - Departamento de Transportes, Manutenção e Encargos do Pátio Rodoviário, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 01/03/2014/2015, 30 (trinta) dias concedidos durante o período de 01/06/2015 a 15/06/2015, e os demais 15(quinze) dias indenizados na forma de pecúnia, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, ambos pagos em folha na competência abril PORTARIA Nº. 250/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor do servidor publico Sr. Luciano Lima de Freitas, portador do RG nº /SSP-PR ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Técnico Administrativo, Classe VII, padrão GA, constante do quadro próprio desta municipalidade, lotado na 04 - Secretaria da Fazenda, Departamento de Receitas e Cadastros, Manutenção e Atividades do Departamento de Receitas e Cadastros, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, resultante do PA 20/09/ , 12 (doze) dias concedidos durante o período de 23/09/2015 a 04/10/2015, e 15 (quinze) dias resultante do PA 20/09/ , indenizados na forma de pecúnia conforme Lei municipal, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, ambos pagos em folha na competência abril PORTARIA Nº. 249/2015 de 27 de abril de 2015 O de São Jorge do Patrocínio,, no uso de suas atribuições legais; e art. 95 da Lei Municipal 410/93, em favor do servidor publico Sr. José Carlos Resende, detentor de Cargo de Provimento em Comissão de Chefe Administrativo, lotado na: Manutenção de Alta e Médica Complexidade Ambulatorial e Hospitalar, constante do quadro próprio desta municipalidade, correspondentes a 30 (trinta) dias regulamentares de férias, provenientes do P.A de 01/03/2014/2015, 30 (trinta) dias concedidos durante o período de 01/06/2015 a 15/06/2015, e os demais 15(quinze) dias indenizados na forma de pecúnia, bem como o abono constitucional de 1/3 de férias integral, ambos pagos em folha na competência abril

DIÁRIO OFICIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS. www.arapongas.pr.gov.br/diario.php ANO: VII Nº: 1578 PÁG: 01 ATOS DO PODER EXECUTIVO

DIÁRIO OFICIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS. www.arapongas.pr.gov.br/diario.php ANO: VII Nº: 1578 PÁG: 01 ATOS DO PODER EXECUTIVO De Acordo com a Lei 3.465 de 19 de Dezembro de 2007 DIÁRIO OFICIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS QUINTA-FEIRA - 17/12/2015 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ARAPONGAS - PR AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL DE PREGÃO

Leia mais

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.400 Campina Grande, 09 a 13 de Fevereiro de 2015 Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015.

CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015. CÂMARA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES EXTRATOS DE CONTRATO E ADITIVOS 2015. CONTRATO Nº. 001/2015 CMJG PROCESSO LICITATORIO Nº. 001/2015 CONVITE Nº. 001/2015 CONTRATADO: CHAVES ASSESSORIA CONTÁBIL.

Leia mais

Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015. Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia

Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015. Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia PREFEITURA MUNICIPAL DE ANAGÉ Nº 873 - ANO VIII Quinta - feira, 17 de Setembro de 2015 Senado aprova projeto que cria compensação para Municípios geradores de energia O plenário do Senado aprovou nesta

Leia mais

Diário Oficial Nº 833/2015 Segunda-feira, 27 de Julho de 2015 - Prefeitura Municipal De Camamu - Governo do Estado da Bahia

Diário Oficial Nº 833/2015 Segunda-feira, 27 de Julho de 2015 - Prefeitura Municipal De Camamu - Governo do Estado da Bahia Diário Oficial O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai realizar concurso para 600 novas vagas em todo o país. A seleção foi autorizada pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão

Leia mais

Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis CNPJ: 03.940.848/0001-99 Telefone (66) 3439-3420

Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis CNPJ: 03.940.848/0001-99 Telefone (66) 3439-3420 TERMO DE CONTRATO Nº. 089/2013, FIRMADO ENTRE A CODER - COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS E A FIRMA: OPÇÃO INFORMÁTICA EPP PARA: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA, como segue: A COMPANHIA

Leia mais

Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1

Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1 Semanário Oficial Nº 2.322 Campina Grande, 12 a 16 de agosto 2013. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04 de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPERUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPERUNA SEGUNDO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 019/2013 O MUNICÍPIO DE ITAPERUNA, com sede administrativa localizada a Rua Izabel Vieira Martins, nº 131 Cidade Nova Itaperuna/RJ, pessoa jurídica de direito público

Leia mais

Nº 885 - ANO VIII Terça - feira, 13 de Outubro de 2015. Comissão aprova obrigatoriedade de tradutor de Libras em sala de aula

Nº 885 - ANO VIII Terça - feira, 13 de Outubro de 2015. Comissão aprova obrigatoriedade de tradutor de Libras em sala de aula PREFEITURA MUNICIPAL DE ANAGÉ Nº 885 - ANO VIII Terça - feira, 13 de Outubro de 2015 Comissão aprova obrigatoriedade de tradutor de Libras em sala de aula As pessoas com limitações na audição e na fala

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAETITÉ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAETITÉ TERMO DE ADJUDICAÇÃO Atendendo a decisão da Comissão de Pregão da Prefeitura Municipal de Caetité, Estado da Bahia, referente ao Pregão Presencial nº 020/2015, fica adjudicada a aquisição dos produtos

Leia mais

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F Pelo presente instrumento, de um lado o Município de Alvorada - RS, pessoa jurídica de Direito Público Interno, inscrito no CPNJ sob o nº. 88.000.906/0001-57, com

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná CHAMAMENTO PÚBLICO 001/2012 EDITAL DE PROCURA DE IMÓVEL PARA LOCAÇÃO INEXIGIBILIDADE 001/2012 O - CISCOPAR, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto no Artigo 24, Inciso X, da Lei 8.666/93

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Guanambi - Bahia Poder Executivo Ano V Nº 598 26 de Dezembro de 2013 LICITAÇÕES RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: RELANÇAMENTO TOMADA DE PREÇOS

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2011

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2011 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº 16/11 EDITAL Nº 23/11 Aos dois dias do mês de Setembro de 2011, autorizado pela Resolução nº 253 de 02 de Março de 2011, o Processo Administrativo

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Carinhanha - Bahia Poder Executivo Ano Nº IX Nº 559 15 de Janeiro de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LICITAÇÕES AVISO CREDENCIAMENTO

Leia mais

SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO - GUANHÃES / MG QUADRO DEMONSTRATIVO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO - GUANHÃES / MG QUADRO DEMONSTRATIVO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO - GUANHÃES / MG QUADRO DEMONSTRATIVO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS Nº do Documento Modalidade Contratado Objeto Vigência Valor 003/2009 054/2008 Locação de conjunto de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO EXTRATO CONTRATO Nº. 108/2010 PREGÃO PRESENCIAL 05/2010 Madeireira Romat Ltda EPP Contratada. Processo Licitatório Pregão Presencial n. 005/2010, que faz parte integrante deste. Objeto: O presente termo

Leia mais

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE COMPUTADORES

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE COMPUTADORES CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE COMPUTADORES Contrato N. 022/2013 Termo de contrato que ente si fazem a FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FESG e a empresa AL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMPUTADORES LTDA.

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Urandi - Bahia Poder Executivo Ano II Nº 964 26 de Junho de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LICITAÇÕES PROCESSO DE DISPENSA Nº 016/2015

Leia mais

PROCESSADOR COM DESEMPENHO EQUIVALENTE OU SUPERIOR A INTEL CORE I5 3570 3.4GHZ 6MB LGA 1 I5 3570

PROCESSADOR COM DESEMPENHO EQUIVALENTE OU SUPERIOR A INTEL CORE I5 3570 3.4GHZ 6MB LGA 1 I5 3570 1 CARTA CONVITE Nº 001/2013 PROCESSO N.º 001/2013 Regime Jurídico: Lei n.º 8.666/93, Alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: CARTA CONVITE SESSÃO DE ABERTURA: Local:

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Legislativo Câmara municipal de Guanambi - Bahia Ano IV Nº 176 27 de Fevereiro de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: CARTA CONVITE ATA DA CARTA CONVITE

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE ABERTURA DO ENVELOPE DE PROPOSTA DE PREÇOS

COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE ABERTURA DO ENVELOPE DE PROPOSTA DE PREÇOS ATA DE ABERTURA DO ENVELOPE DE PROPOSTA DE PREÇOS Às 14h00min do dia 10 (dez) do mês de julho de 2012, na Sala de Reuniões da Comissão Permanente de Licitações no Prédio da Prefeitura Municipal de Rio

Leia mais

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Semanário Oficial Nº 2.409 Campina Grande, 13 a 17 de Abril de 2015 Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº. 04 de

Leia mais

AIRGAS COMERCIO E TRANSPORTES LTDA

AIRGAS COMERCIO E TRANSPORTES LTDA PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO Revogação do Certame Comunicamos a REVOGAÇÃO da TOMADA DE PREÇO nº 21/2010; Objeto: Construção de muro em alvearia, para fechamento da área da Escola Municipal de Ensino

Leia mais

ADJUDICAÇÃO DO OBJETO PREGÃO PRESENCIAL N 018/2014

ADJUDICAÇÃO DO OBJETO PREGÃO PRESENCIAL N 018/2014 ADJUDICAÇÃO DO OBJETO PREGÃO PRESENCIAL N 018/2014 O Municipal, no uso de suas atribuições legais, e tendo em vista que foram cumpridas todas as formalidades das Leis n.º nº 8.666/93 e nº 10.520/02 e a

Leia mais

PEDRO SÉRGIO KRONÉIS Prefeito do Município

PEDRO SÉRGIO KRONÉIS Prefeito do Município JUSTIFICATIVA AO PROJETO DE LEI Nº 09/2015 Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores: Tenho a honra de encaminhar para apreciação dos nobres vereadores do Município de São José da Boa Vista,

Leia mais

ESTADO DA BAHIA MUNICÍPIO DE SAUBARA GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DA BAHIA MUNICÍPIO DE SAUBARA GABINETE DO PREFEITO Saubara, 02 de janeiro de 2014 Joelson Silva das Virgens Prefeito RATIFICAÇÃO DO ATO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO administrativo nº 001/2014 de INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO nº 001/2014, que tem por

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA EXTRATOS DE INSTRUMENTOS CONTRATUAIS ORGANIZADO PELA DATA DE PUBLICAÇÃO NO DOU

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA EXTRATOS DE INSTRUMENTOS CONTRATUAIS ORGANIZADO PELA DATA DE PUBLICAÇÃO NO DOU CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA EXTRATOS DE INSTRUMENTOS CONTRATUAIS ORGANIZADO PELA DATA DE PUBLICAÇÃO NO DOU JUNHO DE 2014 EXTRATOS DE CONTRATOS PA: 037/2013. ESPÉCIE: Pregão SRP. CONTRATANTE: Conselho

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA DOURADA-BA CNPJ N: 14.222.277/0001-73 AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA DOURADA-BA CNPJ N: 14.222.277/0001-73 AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº CNPJ N: 14.222.277/0001-73 AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº 003/2013 PREGÃO PRESENCIAL Nº 003/2013 / O Município de Serra Dourada - Estado da Bahia através de sua comissão de pregão nomeada pela

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 1. DA LICITAÇÃO O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Paranaguá, PARANAGUÁ PREVIDÊNCIA, por

Leia mais

Umuarama Ilustrado Umuarama, sábado 23 de agosto de 2014

Umuarama Ilustrado Umuarama, sábado 23 de agosto de 2014 PREFEITURA DE BRASILÂNDIA DO SUL HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO Expirado o prazo recursal, sem que tenha havido impugnação, já adjudicado a licitante vencedora pela Pregoeira, e tendo em vista o parecer jurídico

Leia mais

CONTRATO Nº 204/2013, PREFEITURA MUNICIPAL

CONTRATO Nº 204/2013, PREFEITURA MUNICIPAL CONTRATO Nº 204/2013, FIRMADO ENTRE A PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO E A EMPRESA AMG - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DE TERRAPLANAGEM LTDA, OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO: ROLO COMPACTADOR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO ESTADO DO PARANÁ CNPJ N.º 76.002.641/0001-47

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO ESTADO DO PARANÁ CNPJ N.º 76.002.641/0001-47 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 003/2013 A Secretaria Municipal da Saúde do Município de Rio Negro torna público para o conhecimento dos interessados, que estará recebendo em sua sede, situada na Praça João

Leia mais

Jornal Oficial do Município de Ibiporã

Jornal Oficial do Município de Ibiporã Jornal Oficial do Município de Ibiporã Ano 2 - Número 25-26 maio de 205 - www.ibipora.pr.gov.br Lei Nº 2.643 de 26 de setembro 203 / Lei Nº 2.705 de 2 julho de 204 Licitação Tornar público o resultado

Leia mais

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE BILAC E A EMPRESA TBJS INFORMÁTICA LTDA - ME. Aos 31 dias do mês de março de 2015, de um lado, o MUNICÍPIO DE BILAC, pessoa jurídica de

Leia mais

ELIAS PEREIRA DA SILVA. Prefeito Municipal. ELIAS PEREIRA DA SILVA Prefeito Municipal. outras providências. ELIAS PEREIRA DA SILVA Prefeito Municipal

ELIAS PEREIRA DA SILVA. Prefeito Municipal. ELIAS PEREIRA DA SILVA Prefeito Municipal. outras providências. ELIAS PEREIRA DA SILVA Prefeito Municipal PREFEITA MUNICIPAL DE ALTO PARAÍSO DECRETO N.º 957/2014 DATA: 13 de Maio de 2014. SÚMULA: Homologa resultado do processo licitatório, Modalidade TOMADA DE PREÇOS, n.º 001/2014. A Prefeita Municipal de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER/MT CNPJ: 15.023.930/0001-38

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER/MT CNPJ: 15.023.930/0001-38 SEGUNDO TERMO ADITIVO AO CONTRATO N.º 043/2013 REFERENTE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA ELETRÔNICA NA ÁREA INTERNA DE DIVERSOS PRÉDIOS, QUE ENTRE SÍ CELEBRAM O MUNICIPIO DE COLÍDER - MT, E INVIOLÁVEL

Leia mais

Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1

Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1 Semanário Oficial Nº 2.348 Campina Grande, 10 a 14 de Fevereiro de 2014. Pág. 1 SEMANÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Lei Municipal nº.

Leia mais

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II.

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II. CONVITE Nº 023/2012 LICITAÇÃO, MODALIDADE CONVITE, VISANDO A CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA EFETUAR SEGURO DOS PRÉDIOS E VEÍCULOS PERTENCENTES AO MUNICÍPIO. DIOGO SEGABINAZZI SIQUEIRA, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

www.viradouro.sp.gov.br www.viradouro.dioe.com.br Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9

www.viradouro.sp.gov.br www.viradouro.dioe.com.br Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9 Sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Ano II Edição nº 251 Página 1 de 9 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE VIRADOURO 2 Atos Oficiais 2 Licitações e Contratos 7 Secretaria de Negócios Jurídicos 7 Outros Atos 7 Secretaria

Leia mais

EXTRATO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS COLETA DE LIXO HOSPITALAR

EXTRATO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS COLETA DE LIXO HOSPITALAR EXTRATO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS COLETA DE LIXO HOSPITALAR FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE INDCOM AMBIENTAL LTDA CNPJ: 00.995.353/0001-79 Prestação de serviços para coleta, transporte

Leia mais

www.paraisodasaguas.ms.gov.br Telefone: 067 3248 1040 Página 1 de 7

www.paraisodasaguas.ms.gov.br Telefone: 067 3248 1040 Página 1 de 7 Página 1 de 7 RESOLUÇÃO CMAS Nº 013/2014 O Conselho Municipal de Assistência Social de Paraíso das Águas (CMAS), em reunião ordinária em 28 de março de 2014, no uso das atribuições que lhe confere a Lei

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0017/2013.

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0017/2013. INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0017/2013. CONTRATO DE ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS N. 0017/2013. O, Estado de Santa Catarina, com sede a Rua Rui Barbosa, 347, inscrito no CNPJ/MF Sob o N. 82.854.670/0001-30,

Leia mais

Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Edição 1972 Ponta Porã-MS, 07 de Abril de 2014. Poder Executivo. Extratos

Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Edição 1972 Ponta Porã-MS, 07 de Abril de 2014. Poder Executivo. Extratos Criado pela Lei Complementar Nº 15 de 02/07/2004 Edição 1972 Ponta Porã-MS, 07 de Abril de 2014 Poder Executivo Extratos PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA PORÃ TERMO DE REVOGAÇÃO A Prefeitura Municipal de

Leia mais

CONTRATO N 038 /2015 FORNECIMENTO DE MATERIAIS DE EXPEDIENTE

CONTRATO N 038 /2015 FORNECIMENTO DE MATERIAIS DE EXPEDIENTE CONTRATO N 038 /2015 FORNECIMENTO DE MATERIAIS DE EXPEDIENTE Pelo presente Instrumento Contratual, sendo de um lado o MUNICÍPIO DE PEIXE - ESTADO DO TOCANTINS, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

A presente Ata de Registro de preços vigorará pelo prazo de 12 (doze) meses, a partir da data de sua assinatura.

A presente Ata de Registro de preços vigorará pelo prazo de 12 (doze) meses, a partir da data de sua assinatura. MUNICÍPIO DE HORIZONTINA EDITAL N.º 021/2015 PREGÃO PRESENCIAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 016/2015 Aos trinta dias do mês de março de dois mil e quinze, nas dependências da Prefeitura Municipal, situada

Leia mais

Nº 778- ANO I Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015. Bahia abre 66 vagas para o Mais Médicos após evasão

Nº 778- ANO I Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015. Bahia abre 66 vagas para o Mais Médicos após evasão Nº 778- ANO I Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015 Bahia abre 66 vagas para o Mais Médicos após evasão O programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde, abriu pelo menos 66 vagas para profi ssionais interessados

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Atos Oficiais. Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina

Diário Oficial. Índice do diário Atos Oficiais. Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina Páginas: 8 Índice do diário Atos Oficiais Decreto - N 049/2015 Edital - NOTIFICAÇÃO Nº 16/2015 Licitações Concorrência - CN 007/14 Tomada de Preços - TP 010/2015 Pregão Presencial - PP 053/2015 Pregão

Leia mais

Quarta Feira, 11 de Junho de 2014 Diário Oficial Nº 26310 Página 63 tual contratação de empresa especializada na locação de palco, som, iluminação, tendas, arquibancadas e banheiros químicos a fim de atender

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 014/2015. ESTADO DE PERNAMBUCO Contrato do Processo Administrativo nº 009/2015, Concorrência nº 005/2015, com amparo no Artigo 40, 2º, inciso III da Lei 8.666/93, destinado a aquisição de Material

Leia mais

Diário Oficial Eletrônico Município de Inocência-MS

Diário Oficial Eletrônico Município de Inocência-MS PORTARIA N.318 /2015 Inocência,15 de setembro de 2015. Designa servidores para responderem interinamente pela Secretaria Municipal de Assistência Social., de Inocência - MS, no uso de suas atribuições

Leia mais

Nº 130, segunda-feira, 19 de janeiro de 2015. Promove nomeação.

Nº 130, segunda-feira, 19 de janeiro de 2015. Promove nomeação. 1 de 16 DECRETO N 23.643 de 15 de janeiro de 2015. Promove nomeação. O Prefeito Municipal de Joinville, no exercício de suas atribuições, e em conformidade com o art. 68, inciso IX, da Lei Orgânica do

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 O, com sede na Av. Martin Luther King, s/n.º, Cais do Apolo, Recife, PE, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 24.130.072/0001-11, neste ato representado pelo Diretor da Secretaria

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Boquira - Bahia Poder Executivo Ano VI Nº 743 17 de Março de 2014 DECRETOS RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: DECRETO Nº 15 /2014 DE 14 DE

Leia mais

CLÁUSULA TERCEIRA DO OBJETO 3.1 O objeto do contrato permanece inalterado, conforme tabela abaixo:

CLÁUSULA TERCEIRA DO OBJETO 3.1 O objeto do contrato permanece inalterado, conforme tabela abaixo: PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 34/2012, QUE ENTRE SÍ CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP MT, ESTADO DE MATO GROSSO, DE UM LADO E, DE OUTRO LADO A EMPRESA G CARDOSO JUNIOR TELECOMUNICAÇÕES - EPP,

Leia mais

Estado de Mato Grosso DEFENSORIA PÚBLICA ESTADUAL Equipe de Pregão

Estado de Mato Grosso DEFENSORIA PÚBLICA ESTADUAL Equipe de Pregão ATA DA SESSÃO PÚBLICA DE ABERTURA DO PREGÃO Nº 005/2014 PARA REGISTRO DE PREÇO PARA FUTURA E EVENTUAL CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NOS SERVÇOS DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS, PARA ATENDER A DEFENSORIA

Leia mais

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Macaúbas. sexta-feira, 10 de abril de 2015 Ano II - Edição nº 00244 Caderno 1

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Macaúbas. sexta-feira, 10 de abril de 2015 Ano II - Edição nº 00244 Caderno 1 Diário Oficial do Município sexta-feira, 10 de abril de 2015 Ano II - Edição nº 00244 Caderno 1 Prefeitura Municipal de Macaúbas publica EE6DABC6CE894A859448421F9BD94364 sexta-feira, 10 de abril de 2015

Leia mais

MUNICÍPIO DE HORIZONTINA EDITAL N.º 120/2015 PREGÃO PRESENCIAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 170/2015

MUNICÍPIO DE HORIZONTINA EDITAL N.º 120/2015 PREGÃO PRESENCIAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 170/2015 MUNICÍPIO DE HORIZONTINA EDITAL N.º 120/2015 PREGÃO PRESENCIAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 170/2015 Aos vinte e oito dias do mês de outubro de dois mil e quinze, nas dependências da Prefeitura Municipal,

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROAF N.º 009 / 2006

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROAF N.º 009 / 2006 ASSUNTO: Guia de Requisição de Serviços de Hospedagem Considerando a necessidade de regulamentar a solicitação dos serviços de Requisição de Serviços de Hospedagem (convidados e/ou visitantes) no âmbito

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE CARTA CONTRATO N 008/2013 FIRMADO ENTRE O SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE e a empresa A F CASTELO BRANCO ME, objetivando a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA SERVIÇO DE REBOBINAMENTO DE MOTORES ELÉTRICO.

Leia mais

Estado do Pará Governo Municipal de Breves PREFEITURA MUNICIPAL DE BREVES

Estado do Pará Governo Municipal de Breves PREFEITURA MUNICIPAL DE BREVES RESULTADO DE JULGAMENTO DA LICITAÇÃO TERMO DE ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº PP 050/2015 Após analisado o resultado do Pregão Presencial nº PP 050/2015, o(a) Pregoeiro(a), Sr(a) GISELE SILVA VALENTE,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 069/2015

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 069/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 069/2015 Aos trinta dias do mês de julho do ano de 2015, autorizado pelo Processo Administrativo n.º 12.676/2015 - PREGÃO PRESENCIAL Nº. 036/2015- SRP, foi expedida a presente

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

D.O JOSÉ AUGUSTO GONÇALVES Prefeito

D.O JOSÉ AUGUSTO GONÇALVES Prefeito D.O ALEXANDRE QUINTELLA GAMA Procurador Geral do Município MAURO CEZAR ESTEVES DA CUNHA Chefe de Gabinete VANDERLEI PEREIRA DA SILVA Secretário de Controle Interno ANIBAL LIGEIRO ORNELAS Secretário de

Leia mais

CONTRATO Nº. 042/2014

CONTRATO Nº. 042/2014 CONTRATO Nº. 042/2014 TERMO DE CONTRATO Nº. 042/2014, FIRMADO ENTRE A CODER - COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS E A EMPRESA ALOISIO BORGES DE FARIAS ME, PARA: FORNECIMENTO DE PÃES FRANCÊS, COMO

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014.

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA, celebrado entre o MUNICÍPIO DE MAUÉS, por intermédio da PREFEITURA

Leia mais

Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA

Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA SENHOR PRESIDENTE A Secretaria de Administração da Câmara Municipal,

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº.

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. I PARTES: CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. 004/2014 A CONTRATANTE: O MUNICÍPIO DE TAQUARUÇU DO SUL, Pessoa Jurídica

Leia mais

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS Neste veiculo podem ser lidos todos os atos oficiais do Prefeitura de Conceição do Almeida-BA ano vi edição extraordinária Documento assinado digitalmente conforme MP no- 2.200-2 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA EXTRATOS DE CONTRATOS Nº 001 - CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NA ÁREA DE INFORMÁTIA PARA HOSPEDAGEM DE SITE.

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI CONTRATO N.º 017/2015 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. O Município de Alto Taquari - Estado de Mato Grosso, pessoa jurídica de direito público

Leia mais

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT MODALIDADE: CARTA CONVITE Nº 003/2009 EXPEDIDA EM: 27/01/2009 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO POR ITEM REPARTIÇÃO INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRA- ESTRUTURA E LOGÍSTICA FUNDAMENTO LEGAL: REGIDA

Leia mais

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h 1.0.OBJETO 1.1 Contratação de Empresa Especializada para Locação, Implantação, Treinamento de Pessoal e

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

Maringá, 06 de dezembro de 2014.

Maringá, 06 de dezembro de 2014. Maringá, 06 de dezembro de 2014. Prezada Senhora: Diante da oportunidade e conveniência de promover a continuidade do Contrato Administrativo n 001/2014, formalizado entre este Consórcio e a empresa SINOPSYS

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 002/2015

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 002/2015 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 002/2015 AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob n.º 18.137.082/0001-86, neste ato representado por seu

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAAPORÃ ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: RP 00003/2015

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAAPORÃ ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: RP 00003/2015 ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAAPORÃ ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: RP 00003/2015 Aos 22 dias do mês de Maio de 2015, na sede da Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura Municipal de

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR - PNAE CONTRATO Nº 022/2015

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR - PNAE CONTRATO Nº 022/2015 PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR - PNAE CONTRATO Nº 022/2015 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS SEM LICITAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR O MUNICÍPIO DE SILVES,

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Boquira - Bahia Poder Executivo Ano VI Nº 727 12 de Fevereiro de 2014 LICITAÇÕES RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: HOMOLOGAÇÃO DE DISPENSA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/2005-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 010/2005-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 010/2005-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio nº 019/2005 firmado entre a UNICENTRO e Fundação Araucária. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o

Leia mais

Fl.1/5 A P O S T I L A - COMPEL Nº. 05/2015. PREGÃO PRESENCIAL Nº. 50/2014 Registro de Preços - Relançamento

Fl.1/5 A P O S T I L A - COMPEL Nº. 05/2015. PREGÃO PRESENCIAL Nº. 50/2014 Registro de Preços - Relançamento Fl.1/5 A P O S T I L A - COMPEL Nº. 5/215 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 5/214 Registro Preços - Relançamento A Prefeitura Mata São João, pessoa jurídica direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob o no 13.85.528/1-8,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE UMUARAMA. Umuarama Ilustrado Umuarama, quinta-feira 25 de julho de 2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE UMUARAMA. Umuarama Ilustrado Umuarama, quinta-feira 25 de julho de 2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTÔNIA DECRETO N.º 241/2013. Demite e encerra contrato de trabalho, a pedido, a senhora TATIANE CRISTINA VARAGO. AMARILDO RIBEIRO NOVATO - Prefeito do Município de Altônia, Estado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JITAÚNA ESTADO DA BAHIA Av. Lomanto Junior,14 Centro, CEP: 45.225-000 - Tele/fax (73) 3535.2285

PREFEITURA MUNICIPAL DE JITAÚNA ESTADO DA BAHIA Av. Lomanto Junior,14 Centro, CEP: 45.225-000 - Tele/fax (73) 3535.2285 PARECER JURÍDICO LICITAÇÃO: MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 044/2014 Licitação: Ausência de vício de forma. Observância da lei específica e do edital. Adjudicação e Homologação a favor da empresa vencedora.

Leia mais

EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO OFICIAL CONTÉM:

EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO OFICIAL CONTÉM: Diário Oficial Diário do Executivo - Prefeitura Municipal de Oficial Aramari/Ba - 20/02/2013 - Ano II - Nº 60 do EXECUTIVO - BA Quarta - Feira, 20 de Fevereiro de 2013 ANO II Nº 60 ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAZABRANTES PODER EXECUTIVO

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAZABRANTES PODER EXECUTIVO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS N. / Contrato de Prestação de Serviços que entre si celebram a PREFEITURA MUNCIPAL DE BRAZABRANTES e a empresa DM SOLUÇÕES WEB - MARIA APARECIDA DIAS 64496643120. Contrato

Leia mais

B1 - Irapuru - 31 de janeiro de 2015 - A VOZ

B1 - Irapuru - 31 de janeiro de 2015 - A VOZ B1 - Irapuru - 31 de janeiro de 2015 - A VOZ B2- Irapuru - 31 de janeiro de 2015 - A VOZ B3 - Irapuru - 31 de janeiro de 2015 - A VOZ CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLI- CAÇÕES E DIVULGAÇÕES DE

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAÃ COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO EDITAL DO CONVITE 018/2013 CML

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAÃ COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO EDITAL DO CONVITE 018/2013 CML EDITAL DO CONVITE 018/2013 CML OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE PAVIMENTAÇÃO DO TRECHO DA RUA MANOEL SOARES E RUA JOÃO CAFÉ DO MUNICÍPIO DE MARAÃ de interesse da Secretaria Municipal

Leia mais

BOLETIM Nº 6087 Duque de Caxias Estado do Rio de Janeiro 19 de Novembro de 2013

BOLETIM Nº 6087 Duque de Caxias Estado do Rio de Janeiro 19 de Novembro de 2013 BOLETIM Nº 6087 Duque de Caxias Estado do Rio de Janeiro, Agricultura e Abastecimento PODER EXECUTIVO: ATOS DO PREFEITO MUNICIPAL ATOS DO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE GOVERNO ATOS DO PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO

Leia mais

Contratada: EMBRAS - EMPRESA BRASILEIRA DE TECNOLOGIA LIMITADA Objeto: Prestação de serviços de informática. Aditamento n 2 - Contrato nº 06/2012.

Contratada: EMBRAS - EMPRESA BRASILEIRA DE TECNOLOGIA LIMITADA Objeto: Prestação de serviços de informática. Aditamento n 2 - Contrato nº 06/2012. Aditamento Fevereiro/2014 Contratada: OPENLEGIS CONSULTORIA E INFORMÁTICA LTDA Objeto: Prestação de serviços de informatização de processo legislativo com plataforma e desenvolvimento baseados em software

Leia mais

EDITALCARTA CONVITE Nº. 001/2015

EDITALCARTA CONVITE Nº. 001/2015 1 EDITALCARTA CONVITE Nº. 001/2015 Processo Administrativo 004/2015 OBJETO: Contratação de Empresa especializada para prestação de serviços de digitalização de documentos; gerenciamento eletrônico de documentos;

Leia mais

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO O MUNICÍPIO DE MARINGÁ informa aos interessados em participar do procedimento licitatório denominado PROCESSO nº. 2310/14-PMM, cujo objeto é o REGISTRO DE PREÇOS para futuras

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ 14.235.253/0001-59

Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ 14.235.253/0001-59 CONTRATO ADMINISTRATIVO 086/2015 Proc. Administrativo: N 322/2014 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE MEDICAMENTOS, LOTE 01. LÍDER COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS E MATERIAIS HOSPITALARES

Leia mais

Prefeitura Municipal de Goiatuba

Prefeitura Municipal de Goiatuba Prefeitura Municipal de Goiatuba CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE GOIATUBA, ESTADO DE GOIÁS E A FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA Aos dois dias de janeiro do ano de dois

Leia mais