CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI-MIRIM Estado de São Paulo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI-MIRIM Estado de São Paulo"

Transcrição

1 EDITAL PROTOCOLO ADMINISTRATIVO Nº 27/2.014 CHAMAMENTO PÚBLICO 001/14 PREÂMBULO A CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM torna público, a todos os interessados, abertura de procedimento para PRÉ-QUALIFICAÇÃO e CLASSIFICAÇÃO de PESSOAS JURÍDICAS E/OU PESSOAS FÍSICAS para a adaptação de prédio destinado a locação e ocupação desta Casa Legislativa. I - OBJETO 1.1. O objeto deste Edital de Chamamento Público é a PRÉ- QUALIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO de pessoas físicas e/ou jurídicas interessadas na elaboração e aprovação de projetos para adaptação de prédio já construído para, segundo as necessidades da CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM e conforme requisitos construtivos contidos no Anexo II deste Edital, abrigar, mediante locação, a CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM, sob as seguintes condições: Regularidade jurídico-fiscal; Disponibilidade de prédio construído para adaptação; Capacidade econômico-financeira para a elaboração e aprovação de projetos e adaptação de prédio conforme previsto neste edital, em qualquer caso, no prazo máximo de 90 (noventa) dias Locação futura (built to suit Lei federal /12), a preço de mercado, a qual terá como parâmetro, imóveis em condições similares, e como expectativa inicial de locação um período de aproximadamente 180 (cento e oitenta) meses, com vigência inicial contratual pelo mesmo período, passível de prorrogações sucessivas, nos limites e formas da legislação vigente Integram o presente Edital os seguintes anexos: ANEXO I - Carta credencial; ANEXO II Memorial Descritivo ANEXO III - Modelo de Carta-Proposta;

2 ANEXO IV - Minuta do Contrato DATA e HORÁRIO LIMITE PARA ENTREGA DAS PROPOSTAS, SOB PROTOCOLO: 03 de junho de 2014, até as 16:00h. LOCAL: Secretaria da Câmara Municipal Rua José Alves, 129, pavimento superior centro Mogi Mirim/SP. II - PRÉ-QUALIFICAÇÃO 2.1. As pessoas físicas ou jurídicas interessadas no objeto deste chamamento deverão protocolar Carta Credencial, conforme modelo constante no Anexo I deste Edital. A Carta Credencial deverá estar firmada pelo próprio interessado ou seu representante legal designado por instrumento legal válido (ato constitutivo, contrato social ou procuração). Além disso, deverá apresentar os seguintes documentos: HABILITAÇÃO JURÍDICA E FISCAL DE PESSOA JURÍDICA Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social e suas alterações, se houver, devidamente registrado na Junta Comercial. Em se tratando de sociedades comerciais, acompanhado de documento de eleição dos atuais administradores, no caso de sociedade por ações, e acompanhado de inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedade civil, acompanhado de prova da diretoria em exercício Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda (CNPJ) Prova de regularidade perante a Fazenda Nacional, mediante a apresentação da Certidão de Tributos e Contribuições Federais e Dívida Ativa da União Prova de Regularidade perante a Fazenda Estadual, relativamente ao ICMS Prova de Regularidade perante a Fazenda Municipal.

3 2.1.6 Prova de regularidade junto ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (INSS) Declaração atestando, sob as penalidades cabíveis, a inexistência de fato impeditivo à sua habilitação, firmada pelo responsável legal, com indicação do nome, cargo e nº do documento de identidade. DA HABILITAÇÃO JURÍDICA E FISCAL DE PESSOA FÍSICA Documento de Identificação (RG) Comprovante de Residência Cadastro de Pessoa Física (CPF) Prova de Regularidade perante a Fazenda Nacional, mediante a apresentação da Certidão de Tributos e Contribuições Federais e Dívida Ativa da União Prova de Regularidade perante a Fazenda Estadual, relativamente ao ITCM (transmissão causa mortis), se for o caso Prova de Regularidade perante a Fazenda Municipal, relativamente ao IPTU Prova de Regularidade relativa à Seguridade Social (INSS). COMPROVAÇÃO DA DISPONIBILIDADE DE IMÓVEL PARA ADAPTAÇÃO Os interessados deverão demonstrar a disponibilidade de prédio para ADAPTAÇÃO, de acordo com metragens e condições de acessibilidade A comprovação da disponibilidade do imóvel poderá ser feita mediante a comprovação da propriedade do imóvel, da posse ou por instrumento firmado perante registro público, acompanhado da sua matrícula atualizada, que lhe garanta tal condição O prédio deverá estar devidamente identificado quanto:

4 à sua exata localização no município, dentro da região delimitada no Anexo II; Declaração atestando, sob as penalidades cabíveis, a inexistência de fato impeditivo à sua habilitação, firmada pelo responsável legal à oferta de vagas de estacionamento ao longo da via nas proximidades do imóvel (informando se inexistente, em um dos lados da via ou em ambos os lados da via); CAPACIDADE ECONÔMICO FINANCEIRA Os interessados deverão comprovar, por meio de documentos contábeis, fiscais ou bancários, dispor de capacidade econômicofinanceira para a adaptação de prédio para fins de utilização pela Câmara Municipal de Mogi Mirim. III - PRAZO PARA A APRESENTAÇÃO DA CARTA CREDENCIAL E DEMAIS DOCUMENTOS 3.1. A Carta Credencial e toda documentação necessária à préqualificação e classificação dos interessados deverá ser apresentada até às 16 horas do dia 03 de junho de 2014, em envelope devidamente identificado A entrega deverá ser feita, mediante protocolo, perante a SECRETARIA da Câmara Municipal de Mogi Mirim, sito na Rua José Alves, 129, piso superior centro Mogi/SP. IV - PROCESSO DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO 4.1. Apresentação da Carta Credencial e da documentação comprobatória da regularidade jurídico- fiscal e demonstrativa da capacidade econômico-financeira para a execução do empreendimento Comprovação da disponibilidade física e jurídica de prédio pronto para ser adaptado em conformidade com o Anexo II A não apresentação de documentos ou a não comprovação dos requisitos estabelecidos para a pré-qualificação importarão a desqualificação do proponente. V - CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO

5 5.1. A classificação e seleção da melhor proposta dentre as préqualificadas levará em consideração, em especial, dentre critérios de conveniência e finalidade do imóvel pretendido pela Administração, a sua localização, condições de acessibilidade e o valor pretendido para a futura locação. LOCALIZAÇÃO DO IMÓVEL 5.2. A localização do imóvel, preferencialmente dentro dos limites da região delimitada no Anexo II, será avaliada de acordo com a sua circunvizinhança. ACESSIBILIDADE DO IMÓVEL 5.3. A acessibilidade do imóvel será avaliada de acordo com o tipo de via, com a oferta de vagas de estacionamento ao longo da via nas proximidades do imóvel. PROPOSTA VALOR PARA LOCAÇÃO FUTURA O proponente deverá indicar o valor pretendido para a locação, por m² de área construída, considerando o valor atual do mercado imobiliário, segundo o local e as condições do imóvel a ser adaptado. VI - PRAZO DE RECURSOS 6.1. Da análise da documentação e da decisão quanto à pré-qualificação, classificação e seleção de proponente caberá recurso no prazo de 03 (três) dias contados da intimação do ato Intimados da interposição de recurso, os demais proponentes poderão apresentar contra- razões, também no prazo de 03 (três) dias Decididos os recursos, o resultado final será homologado pela autoridade competente, publicando-se o resultado no sitio da CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM, através do endereço eletrônico e no jornal O Impacto, órgão de publicações oficiais deste Legislativo. VII - CONVOCAÇÃO

6 7.1. A Pré-Qualificação e Classificação de proponente não geram quaisquer direitos subjetivos à sua seleção ou futura contratação, somente podendo ser convocado pela Administração para: conhecimento dos pressupostos fáticos e técnicos que deverão ser considerados para a elaboração dos projetos e construção no imóvel proposto; ratificação/retificação da pretensão do custo do aluguel por m² (metro quadrado) de área construída; ratificação das condições jurídico-fiscais e viabilidade econômicofinanceira de execução do empreendimento no prazo delimitado neste edital; 7.2. A não ratificação das condições jurídico-fiscais e viabilidade econômico-financeira inicialmente propostas para a execução do empreendimento no prazo delimitado pela Administração, bem como a proposição de custo de aluguel incompatível com os preços praticados no mercado imobiliário local, importará a desqualificação da proposta e a desclassificação desse proponente, promovendo-se a convocação do seguinte, se existente e caso esse atenda às necessidades da Casa Legislativa e, assim, sucessivamente A decisão da Administração Pública para aceitação ou recusa da proposta, levará em conta, também, os preceitos contidos no artigo 24, X, e no artigo 26, ambos da Lei nº 8.666/1993. VIII - COMISSÃO JULGADORA 8.1. PRESIDENTE DA COMISSÃO : Mirian Benedita Aló Torres COMISSÃO DE ANÁLISE: É composta pelos servidores que compõem a Comissão de licitação desta Casa, sendo: Mirian Benedita Aló Torres, Mário Sérgio Lopes Fontana, Edson Pereira Goulart Filho e a Sra. Rosana Julia Megiatto Bronzatto de Azevedo. Fica facultado à Comissão de Análise utilizar-se de auxílio de profissional técnico (v.g. arquiteto e engenheiro, etc) para deslinde de questões específicas. IX - DISPOSIÇÕES GERAIS

7 9.1. O aviso do presente Edital de Chamamento será publicado em pelo menos 03 (três) Jornais de distribuição e circulação no município Os anexos são meramente exemplificativos podendo ser ajustados pela Câmara Municipal de Mogi Mirim, conforme o caso concreto A íntegra deste edital estará disponível no Portal da CAMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM, no endereço: As dúvidas relativas ao presente Edital de Chamamento poderão ser esclarecidas pelo telefone nº (19) ,falar com Sra. Mirian ou no endereço eletrônico: Benedito José do Couto Presidente da Câmara Municipal de Mogi Mirim

8 ANEXO I MODELO DE CARTA CREDENCIAL À COMISSÃO DE ANÁLISE DAS PROPOSTAS CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM Rua: José Alves, 129, centro MOGI MIRIM/SP Prezados Senhores, A empresa ou pessoa física, com endereço, inscrita no CNPJ ou CPF sob nº, pelo seu representante legal abaixo assinado (no caso de empresa), vem credenciar o(a) Sr.(a), portador(a) da cédula de identidade nº e do CPF nº, para na qualidade de representante legal entregar a proposta objeto do presente certame, instaurado pela CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM, na modalidade de Edital de Chamamento Público nº 001/2014, que tem por objeto a PRÉ-QUALIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE EMPRESAS OU PESSOA FÍSICA PARA A ADAPTAÇÃO DE UM PRÉDIO PARA ABRIGAR, EM LOCAÇÃO, A SEDE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM/SP, outorgando-lhe poderes para em nome da empresa praticar os atos constantes deste edital. Local, data e assinatura

9 ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO Objeto do trabalho Elaboração do programa arquitetônico da edificação que servirá de sede para a CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM. Isto é, a definição do conjunto de características e condições necessárias ao desenvolvimento das atividades dos usuários da edificação, em termos de segurança, acessos, privacidade etc., em auxílio à futura elaboração dos projetos de adaptação do imóvel ofertado. Assim sendo, além das características construtivas, é importante também a definição da forma como se pretende utilizar cada um dos espaços do edifício considerando-se que, tanto o projeto quanto a adaptação da edificação serão executados pelo investidor ou locatário, os quais, porém, deverão ser concebidos de acordo com as necessidades da CÂMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM. Este trabalho descreve cada setor por meio das atividades a serem desenvolvidas, da área necessária para abrigar os vereadores, assessores e servidores que ali serão lotados, além do público externo que demandará atendimento no local. Edificação principal e acessórios permanentes O contrato de locação deverá incluir a edificação principal juntamente com os seus respectivos equipamentos permanentes. Como equipamentos permanentes consideram-se todos aqueles que partilhem da identidade do prédio e indispensáveis às suas funções básicas. Estes equipamentos não poderiam ser separados da edificação principal sem causar prejuízos à sua segurança ou funcionalidade. Por exemplo: acessos com as respectivas sinalizações, estacionamentos e garagens (se houver), sistema de ar condicionado central, muros, esquadrias etc. Estes equipamentos permanentes fazem parte do edifício, o qual, por sua vez, fará parte do contrato de locação e deverão ser devolvidos em perfeito funcionamento com a edificação principal após o final do acordo. Deverão ser instalados, adaptados e mantidos pelo investidor/locador e qualquer avaria ou mau funcionamento dos referidos equipamentos será de sua responsabilidade.

10 A CÂMARA informa que o objeto da futura locação (built to suit) deverá permitir, de imediato, a instalação de 01 (uma) sala para Presidência, 16 (dezesseis) salas para vereadores e seus respectivos assessores, bem como as respectivas áreas de apoio (com 13 (treze) servidores e outros serviços administrativos, (v.g. portaria, etc.) Além do Plenário e respectiva área destinada ao público. O built to suit é uma modalidade de locação, onde o proprietário/investidor deverá adaptar o prédio existente ou a ser construído sempre com vistas a atender às necessidades previamente identificadas pelo provável locatário ( Lei federal /12). O imóvel deve estar localizado no âmbito da região central do município de Mogi Mirim/SP, considerando como marco central a Praça XXXXXX, visando facilitar o acesso da população, possuir projeto da edificação existente aprovado junto à prefeitura municipal, ter idade aparente de até 10 anos, possuir área útil com mais de 500 m², preferencialmente com vão interno livre de colunas, totalmente adaptado para deficientes físicos inclusive os sanitários, ou estar apto a receber adaptações para atendimento de acessibilidade aos deficientes físicos e demais exigências que seguem abaixo. O projeto deverá conter, no mínimo: 04 (quatro) banheiros (02 (dois) masculino e 02(dois) feminino); 01 (uma) recepção; 01 (uma)sala de xerox; 01(uma) sala de Presidência, 01(uma) sala de diretoria, 01(uma) sala para Procuradoria jurídica, 01(uma) sala de contabilidade e RH; 01 (uma)sala de Secretaria da Administração; 01(uma) sala de TI/Informática; 01 (uma) sala de reunião; 16 (dezesseis) salas de vereadores; 01 (um) Plenário com layout nos moldes do plenário existente e localizado na Rua José Alves, 129 centro Mogi Mirim/SP, incluindo a área de auditório destinada ao público, com pelo menos 80 (oitenta)

11 Lugares; 01(uma) Sala de Atas, anexa e contígua ao plenário. Todos os ambientes deverão ser climatizados e toda a edificação deverá garantir plena acessibilidade, consoante normas NBR. Para maiores informações de lay-out, dimensionamento e está franqueada visitação ( que ocorrerá somente nos horários de 14:00h às 16:00h) dos ambientes, devendo ser agendada pelo telefone (19) , quando poderão os interessados obter maiores informações. A ausência de visitação, especialmente ao espaço referente ao Plenário e sua assistência, não poderá ser alegada, nem será admitida para escusa de seu conhecimento, obrigando aos eventuais proponentes a declaração tácita de seu reconhecimento para fins de adequação do imóvel ofertado às necessidades da Câmara Municipal de Mogi Mirim. PLANO DE NECESSIDADES Para fins de elaboração de proposta e atendimento às precisões da Câmara Municipal de Mogi Mirim, abaixo insere-se o plano de necessidades para oportuna adequação e possível locação de imóvel: 1) Acessibilidade total ao local para todos os cidadãos com necessidades especiais, tais como pisos táteis, elevadores, rampas, plataformas, banheiros adaptados, etc; 2) Conter no mínimo 04 (quatro) banheiros, sendo 02 (dois) masculinos e 02 (dois) feminino, com as adaptações necessários para o uso de deficientes físicos; 3) 01 (uma) recepção com capacidade mínima para 02 (dois) servidores, com computadores e espaço para espera, com área mínima de 20 (vinte) m², munida de catraca (roleta) para controle do ingresso de visitantes; 4) 01(uma) sala de xerox, com área mínima de 4,00m² (quatro metros quadrados);

12 5) 019umaO sala para Presidência, com área mínima de 20,00 m², com no mínimo mesa para atendimento direto do presidente, mesa de reunião para minimamente ser ocupada simultaneamente por 06 (seis) e mais 02 (duas)estações de trabalho para 02 (dois) servidores e seus computadores. 6) 01 (uma) sala para Diretoria, com área mínima de 10,00 m², com no mínimo 01 (uma) mesa para atendimento do Diretor; 7) 01(uma) sala para a Procuradoria jurídica, com área mínima de 8,00m², com no mínimo 01 (uma) mesa para atendimento e arquivo; 8) 01 (uma)sala para contabilidade e RH, com área mínima de 20,00 m², com no mínimo 03 (três) mesas, e espaço para armário de arquivo, conforme aqueles existentes atualmente. 9) 01 (uma) sala para Secretaria, com área mínima de 14,00 m², com no mínimo 03 (três) mesas para 03 (três) servidores, próxima ao Plenário; 10) 01 (uma) sala de informática/ti, com área mínima de 5,00m², para um equipamento tipo servidor e 01 (um) técnico; 11) 01 (uma) sala de reunião, com área mínima de 20,00 m², com mesa para comportar no mínimo 12 (doze) lugares; 12) 16 (dezesseis) salas de vereadores, com área mínima de 10,00 m², com mesa para atendimento do vereador e 01 (um) assessor; 13) 01 (uma) copa, com espaço para refeição, com área mínima de 5,00(cinco) m²; 14) 01(uma) sala de atas, anexa ao Plenário, com área mínima 5,00m² (cinco metros quadrados), com mesa para 02(dois) servidores e visor para o Plenário; 15) 01 (um) Plenário com capacidade mínima de 80 (oitenta) lugares, incluindo assento reservado para pessoas com necessidades especiais, mesa diretora e vereadores, conforme padrão existente hoje; 16) contemplar a instalação na portaria de acesso ao prédio, sistema de detecção de metais. 17) sistema de monitoramento por TV interna para fins de segurança;

13 16) Climatização de todos os ambientes Projetos Deverão ser elaborados e aprovados pelos órgãos competentes todos os projetos necessários para a obtenção do "HABITE-SE", caso este ainda não tenha sido expedido elo órgão competente, bem como deverão ser recolhidos os respectivos emolumentos referentes às esferas de fiscalização municipal, estadual ou federal. Por exemplo: o alvará perante a Prefeitura Municipal; as Anotações de Responsabilidade Técnicas (ARTs) do CREA, etc. Também deverão ser elaborados e aprovados, entre outros que se fizerem necessários, o Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndio (PPCI) e obtenção de Licença perante o Corpo de Bombeiros Acessos Os acessos ao prédio da sede da CÂMARA MUNICIPAL deverão ser projetados de forma a priorizar a segurança do edifício e dos seus ocupantes. Por outro lado, esses mesmos acessos deverão permitir, com segurança e rapidez, o esvaziamento do prédio em caso de emergência. Deste ponto de vista é interessante que o projeto, se possível, contemple, no que for pertinente, a NBR 9077 que trata de "Saídas de emergência em edifícios" e NBR (barra antipânico) Servidores e usuários A entrada de servidores e/ou usuários deverá seguir por uma área de recepção, com aproximadamente 20 (vinte)m². No caso de visitantes, estes deverão ser identificados e, nesta ocasião terão também a oportunidade de requisitarem à recepcionista, alguma informação eventualmente necessária Portadores de deficiência Em caso de desnível acentuado entre a rua e a entrada do prédio deverão ser executadas rampas com inclinação inferiores à máxima

14 permitida pela legislação pertinente e com largura suficiente para a fácil circulação de cadeirantes e/ou outras pessoas com deficiências motoras. Tais rampas deverão ser equipadas com corrimões, pisos antiderrapantes e outros acessórios eventualmente necessários de acordo com a legislação em vigor. No caso de grandes declives ou rampas muito longas, deverão ser previstos patamares em nível no trajeto para que se permita ao deficiente descansar entre as partes inclinadas. Os revestimentos dos pisos deverão conter peças de sinalização tátil e rebaixos na calçada e meio- fio, para transposição de pessoas com necessidades especiais. Caso necessário, o acesso de deficientes deverá ser garantido por transporte vertical (elevador). Resumindo, deverá ser aplicada toda a legislação que disciplina as adequações dos imóveis acerca da acessibilidade de pessoas portadoras de necessidades especiais, incluindo a NBR 9050 da ABNT Estacionamentos Existência de estacionamento externo, SE POSSÍVEL Vagas para portadores de necessidades especiais Atribuir espaço, na rua, ou se for o caso, no interior do terreno, dedicado às vagas para deficientes e idosos, de acordo com a legislação vigente, se possível Segurança e informações Balcão de recepção Como já foi mencionado em item anterior, a entrada do prédio deverá permitir a implantação de uma área de recepção, com aproximadamente 20 (vinte) m², a qual será equipada com um balcão que abrigará a recepcionista. Este balcão deverá os seguintes equipamentos: a) Central de telefone externo/interfone para emergências. b) Estação de trabalho.

15 Também nesse balcão estará instalado o serviço de informações onde um servidor fará a triagem dos usuários, oferecendo as informações necessárias. Todos os equipamentos mencionados nesse item deverão constar do projeto de adaptação sendo de fornecimento da LOCADORA/INVESTIDOR. Portanto do ponto de vista das ADAPTAÇÕES devem ser realizados e previstos no projeto, devendo este prever todos os meios para a sua instalação (dutos, tomadas de energia elétrica, canaletas etc.) 2. PADRÃO CONSTRUTIVO O presente capítulo tenta descrever de forma minuciosa as disposições mínimas para as adaptações exigidas pela CÂMARA. Assim sendo, nada impede que o investidor adote padrões superiores aos apresentados tendo em vista futuras utilizações do edifício após o final do contrato de locação com a CÂMARA. Também é necessário observar que, caso haja normas oriundas dos órgãos públicos locais, com especificações mais rígidas ou restritivas, estas deverão prevalecer sobre as presentes especificações Projetos Todos os projetos necessários à adaptação do edifício/imóvel (arquitetônico, elétrico, lógico, telefônico, hidrossanitário, alarme, prevenção de incêndio, etc.), bem como a sua aprovação, junto aos órgãos competentes, serão de responsabilidade do investidor/locador e deverão ser elaborados por profissionais devidamente habilitados. A elaboração do projeto arquitetônico compreende ainda: implantação, plantas baixas, fachadas, cortes, elevações, planta de cobertura, planta da área externa (calçadas, acessos, paisagismo), tabelas e detalhamentos construtivos e demais itens necessários para o perfeito entendimento da adaptação do imóvel e que possibilitem a elaboração dos projetos complementares por conta do locador/investidor. Devem ser adotadas as seguintes áreas totais recomendadas: - Para edificação com um pavimento: mínimo 500(quinhentos) m²;

16 - Para edificação com dois pavimentos: 550 (quinhentos e cinquenta) m²; 2.2. Estruturas As estruturas deverão ser executadas conforme o projeto a ser desenvolvido por profissional habilitado. Hidráulicas : As paredes das instalações sanitárias (banheiros) poderão ser executadas em alvenaria. Divisórias internas : recomenda-se a sua confecção em gesso acartonado (drywall), do piso até os forros ou elementos estruturais (vigas), se existentes. Importante registrar que as paredes do Gabinete da Presidência, Gabinetes de vereadores devem possuir eficiente sistema de isolamento acústico, a fim de ser resguardado a privacidade das informações tratadas nesses ambientes. Para tanto, recomenda-se no caso de parede em "drywall" que esta seja confeccionada com chapas duplicadas em ambas as faces da parede, além do preenchimento interno com isolante acústico tipo lã de rocha ou lã de vidro e uso de portas com sistema de vedação acústica, preferencialmente. As portas dos banheiros coletivos deverão possuir as seguintes características. - Maçanetas das portas devem ser do tipo alavanca; - Deverão receber o símbolo internacional de acesso ao deficiente físico em material metálico com dimensões de 14 cm x 14 cm e cores em fundo azul com pictograma e tarjas brancas; 2.3 Pavimentos articulados de concreto Preferencialmente, todo o calçamento externo (passeio público e calçadas no entorno da edificação) deverá ser executado em, inclusive com peças de sinalização tátil e rebaixos na calçada e meio-fio, para transposição de pessoas com necessidades especiais Instalações hidráulicas e sanitárias

17 Possuir sistemas de água fria, esgotos sanitários e drenagem de águas pluviais. Todos os equipamentos deverão conter economizadores de água (descargas por bacia acoplada de duplo fluxo 3 e 6 litros ou por válvulas de duplo-fluxo, bacias com desempenho mínimo de 6 litros). Os dispositivos hidráulicos (vaso, mictório, cubas de lavatório) serão, preferencialmente, em louça branca, com metais e acessórios com acabamento cromado. As torneiras dos lavatórios poderão ser, preferencialmente, do tipo automática, do tipo mesa inclinada. Os assentos sanitários serão, preferencialmente, em plástico, na cor branca. Os sanitários e boxes deverão se prestar para uso de deficientes (PNE), e deverão ser devidamente aparelhados para tal funcionalidade, sendo que: 2.5. Instalações de prevenção e combate a incêndio A edificação dever, se possível, ser atendida por rede de hidrantes e extintores, conforme as normas vigentes e projeto aprovado no Corpo de Bombeiros (a cargo exclusivo do investidor/locador), que deverá entregar a edificação com todos os equipamentos de segurança novos e completos (mangueiras, extintores, central de incêndio e acionadores manuais, etc.) Instalações Elétricas Entrada e medição de energia A tensão de atendimento do sistema de iluminação e tomadas elétricas deverá ser de 110V e, para o sistema de ar condicionado, chuveiros dos vestiários e torneiras elétricas, de 220V.

18 A entrada do nobreak a ser instalado na sala técnica também deverá ser em tensão de 110 e 220V. Toda a rede deverá ser aterrada conforme as normas técnicas vigentes Quadros de distribuição Deverão ser confeccionados para atendimento das seguintes áreas: Plenário; Presidência; salas dos vereadores, Administrativo, ar condicionado (por pavimento, se for o caso), sala técnica (com dispositivo de manobra de energia convencional e energia estabilizada) e uso comum. Os quadros deverão possuir barramentos e disjuntores tipo DIN, devidamente dimensionados às cargas existentes Infraestrutura elétrica Será constituída de eletrocalhas aéreas, perfilados, eletrodutos e dutos. Os dutos de piso deverão ser arranjados de forma a alimentar as caixas de piso, nas quais serão instaladas as tomadas elétricas, de lógica e de telefonia Cabos Os cabos dos circuitos deverão ser dimensionados conforme o que estabelece as normas técnicas, flexíveis ou rígidos Iluminação A edificação deverá possuir sistema de iluminação eficiente, com a instalação de luminárias para lâmpadas fluorescentes, com refletores e aletas parabólicas em alumínio anodizado brilhante de alto rendimento luminoso e alojamento interno para os reatores. A iluminação dos ambientes de trabalho deverá obedecer as normas vigentes, mais precisamente, a ABNT NBR ISO/CIE :2013 (iluminação de ambientes de trabalho), a qual especifica os requisitos de iluminação para locais de trabalho internos e os requisitos para que as pessoas desempenhem tarefas visuais de maneira eficiente, com conforto e segurança durante todo o período de trabalho. Exemplificando, segundo a tabela de planejamento dos ambientes, tarefas e atividades para um ambiente de escritório contida na referida

19 norma, a iluminância ideal para as atividades de escrever, teclar, ler e processar dados é de 500 lux (medido ao nível do plano de trabalho, mesa com 75 cm de altura com relação ao piso). Por este motivo, recomenda-se um estudo de luminotécnica, a fim de proceder o correto dimensionamento da iluminação nos diversos ambientes da edificação (quantidade de luminárias e disposição), segundo as inúmeras atividades desenvolvidas (arquivo, circulação, escritório, etc.) no imóvel Iluminação de emergência Deverão ser instalados blocos autônomos compactos, com 2 lâmpadas compactas de até 11 W cada ou com leds, com autonomia mínima de 6 horas, conforme condições estabelecidas em normas técnicas vigentes Sistema de ar condicionado O sistema de conforto térmico para o imóvel em questão será atendido através de aparelhos de ar condicionado tipo central ou Split com controle individual por compartimento ou ambiente, ficando a cargo do LOCADOR sua definição em projeto, tendo em vista as peculiaridades do imóvel. A instalação destes aparelhos de ar condicionado ficará ao encargo do locador/investidor, com a responsabilidade de o fazer antes da entrega final do imóvel Sistema de proteção contra descargas atmosféricas A edificação deverá ser dotada de um sistema misto de proteção contra descargas atmosféricas constituído de para-raios Central de gás combustível Para o caso de que o imóvel não esteja equipado com central de gás própria, nas proximidades da copa e/ou cozinha, em ambiente externo, deverá ser construído, no mínimo, um pequeno cubículo para atendimento de até 2 botijões de gás (P13), com laje, piso, paredes laterais e portas metálicas tipo veneziana ou telada com tranca e cadeado. xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxx

20 ANEXO III MODELO DE CARTA PROPOSTA À COMISSÃO DE ANÁLISE DAS PROPOSTAS CÂMRA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM Rua José Alves, 129, centro Piso Superior MOGI MIRIM/SP Prezados Senhores, Propomos à Câmara Municipal de Mogi Mirim apresentar as propostas objeto do EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 nas condições estabelecidas nos critérios de PRÉ- QUALIFICAÇÃO do Edital conforme anexo a esta proposta, nos seguintes termos: a) O (PRÉDIO) escolhido para a presente proposta de (ADAPTAÇÃO) localiza-se na Avenida/Rua, nº, Bairro Mogi Mirim/SP. b) para a ADAPTAÇÃO: - Planta de Situação e Localização identificando o logradouro, o terreno, a edificação e a orientação solar (Norte); - Plantas Baixas dos pavimentos identificando as áreas oferecidas para adaptação; - Cortes e Elevações da Edificação identificando as áreas oferecidas para adaptação. c) O prazo para a entrega da obra de adaptação será de dias a contar da data da ciência de que a proposta for escolhida. d) O valor pretendido para a locação é de R$ (xxxxxxxx). e) validade da proposta por período não inferior a 60 (sessenta) dias, a contar da data assinada para termo do prazo de entrega de proposta, ou seja, 03 de junho de

Processo Administrativo n.º 03.86.00044-1 PREÂMBULO

Processo Administrativo n.º 03.86.00044-1 PREÂMBULO Contrato n.º 065/2003. Locação de imóvel não residencial, firmado entre a Justiça Federal Seção Judiciária do Paraná e FUNBEP - FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO. Processo Administrativo n.º 03.86.00044-1

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 OBJETO: LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA CEDÊNCIA A EMPRESA ROSANGELA MENEGAT ALBARELLO & CIA LTDA. VANDERLEI ZANATTA, Prefeito Municipal de Taquaruçu do Sul, no uso das atribuições

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS 1 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, entidade de direito privado sem fins lucrativos

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA

CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA O DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DETRAN ES, através da Coordenação de Gestão

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015 Página 1 de 5 EDITAL DE CHAMAMENTO A COMPANHIA POTIGUAR DE GÁS (POTIGÁS), por intermédio da sua Diretoria Executiva, na forma das disposições contidas no artigo 24, inciso X, da Lei 8.666/93 e alterações

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 23062.008112/2013-11 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº XXX/2013 Contrato de Locação nº XXX/2013 que entre

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL PRIMEIRO TERMO DE RENOVAÇÃO AO CONTRATO Nº 064/PGM/2013 PROCESSO Nº 04.

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL PRIMEIRO TERMO DE RENOVAÇÃO AO CONTRATO Nº 064/PGM/2013 PROCESSO Nº 04. PRIMEIRO TERMO DE RENOVAÇÃO AO CONTRATO Nº 064/PGM/2013, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA DO MUNICÍPIO / PGM, DE UM LADO E DO OUTRO, A EMPRESA PARAISO COMERCIO DE CONFECÇÕES

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS Contrato para prestação de serviços técnicos de elaboração de Projeto Executivo para a execução de reforma no Rio Grande do Sul, que fazem entre

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO 026/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA

CHAMAMENTO PÚBLICO 026/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA CHAMAMENTO PÚBLICO 026/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA O DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DETRAN ES, através da Coordenação de Gestão

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº:

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: LOCADOR: Salão de Beleza ou (Estética), situado na Rua, Bairro, CEP, Cidade, Estado, inscrito no CNPJ sob o número, Alvará Municipal

Leia mais

Estado do Amazonas Prefeitura Municipal de Benjamin Constant Gabinete da Prefeita Fls.1/10

Estado do Amazonas Prefeitura Municipal de Benjamin Constant Gabinete da Prefeita Fls.1/10 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO Contrato de Locação de Imóvel nº 001/2014 Processo nº 001/2014 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE BENJAMIN CONSTANT/AM, E À EMPRESA

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTA ROSA

MUNICÍPIO DE SANTA ROSA CONTRATO Nº 099/2015 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE BEM IMÓVEL URBANO RESIDENCIAL QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SANTA ROSA E CRISTIANE PREISSLER. LOCADOR (A): CRISTIANE PREISSLER, brasileira,

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL

CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL LOCADOR(A): NOME PROPRIETÁRIO, brasileira(o), desquitada(o), comerciante, portador(a) da cédula de identidade nº SSP/SP., e do CIC nº 000.000.000-00, residente e domiciliado

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, as partes, de um lado, na qualidade de LOCADOR, e doravante assim designado, Landlord, e, de outro

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ CONTRATO Nº 062/2007, de locação de imóvel não residencial, firmado entre a Justiça Federal Seção Judiciária do Paraná e a empresa Tupã Administradora de Imóveis Ltda. Processo Administrativo: nº 06/3003427.3.

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015 MUNICÍPIO DE WENCESLAU GUIMARÃES, pessoa jurídica de direito público, através de seu órgão administrativo Prefeitura Municipal, CNPJ nº 13.758.842/0001-59, representado

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL COM SEGURO FIANÇA

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL COM SEGURO FIANÇA CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL COM SEGURO FIANÇA Por este instrumento particular, de um lado como proprietário (a) Locador(a), o Sr.(a) (nome, qualificação, endereço e número do CPF), ora representado

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO DE BEM MÓVEL E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE COMODATO DE BEM MÓVEL E OUTRAS AVENÇAS 1/6 CONTRATO DE COMODATO DE BEM MÓVEL E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, pessoa jurídica de direito privado, de fins não

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 064/2013 Contrato para locação de imóvel para abrigar o Cartório da 27ª Zona Eleitoral São Francisco do Sul/SC, autorizado pelo Senhor Eduardo

Leia mais

Câmara de Vereadores de Timbó Estado de Santa Catarina

Câmara de Vereadores de Timbó Estado de Santa Catarina CONTRATO DE LOCAÇÃO nº 03/2014. PARTES: ADMINISTRADORA DE BENS SJM LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 07.474.629/0001-12, com sede na Rua Germano Brandes Sênior, nº 711,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Estado do Paraná

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Estado do Paraná CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA SEDIAR A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE LONDRINA E BARRETO IMÓVEIS S/S LTDA. DISPENSA N.º DP/SMGP- Nº0490/2009- Art. 24, X, da

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA PE

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA PE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO CONTRATO Nº.../2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE TIMBAÚBA, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E A EMPRESA R. U. VERAS TRANSPORTES.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá/RS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá/RS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá/RS EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS PARA CONTRATAÇAO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO 003/2013 DISPENSA Nº. 020/2013

CONTRATO DE LOCAÇÃO 003/2013 DISPENSA Nº. 020/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO 003/2013 DISPENSA Nº. 020/2013 LOCADOR(A): MARIA CECÍLIA DE OLIVEIRA PINTO, brasileira, portadora da Cédula de Identidade RG 42.875.9.575.629 SSP/SP e inscrita no CPFMF sob nº 097.827.198-03,

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA Dezembro de 2013 SUMÁRIO 1. OBJETO... 3 2. GENERALIDADES... 3 3. DO EDIFÍCIO... 4 4. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, ELETRÔNICAS, DADOS E VOZ... 4 5. INSTALAÇÕES DE REFRIGERAÇÃO...

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO LOCADOR:-

CONTRATO DE LOCAÇÃO LOCADOR:- CONTRATO DE LOCAÇÃO Pelo presente instrumento, as pessoas abaixo nomeadas e qualificadas contratam a locação do bem imóvel descrito e caracterizado, adiante designado simplesmente Objeto, com a finalidade,

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO 049/2014 EDITAL DE INTERESSE DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA OU JURIDICA

CHAMAMENTO PÚBLICO 049/2014 EDITAL DE INTERESSE DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA OU JURIDICA CHAMAMENTO PÚBLICO 049/2014 EDITAL DE INTERESSE DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA OU JURIDICA O DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DETRAN ES, através da Coordenação de Gestão

Leia mais

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 1 TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 Termo Doacao 0003 IDM Pelo presente termo de doação de imóvel com encargos, de um lado o Município de Xanxerê, com sede na cidade de Xanxerê, Estado

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 087/2009 Contrato para locação de imóvel para abrigar o Cartório Eleitoral da 79ª Zona Eleitoral Içara/SC, autorizado pelo Senhor Eduardo Cardoso,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTO(S) COM OPÇÃO DE COMPRA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTO(S) COM OPÇÃO DE COMPRA I PARTES: I.1. WI2BE TECNOLOGIA S.A., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CPNJ/MF sob o nº 11.013.389/0001-26, com sede em Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Padre Anchieta, nº 2310, 4º andar,

Leia mais

(LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015

(LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015 (LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015 ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE FATOS SUPERVENIENTES DA EMPRESA AO INSTITUTO VITÓRIA

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

NORMA DE PRÉ - QUALIFICAÇÃO PARA OPERADOR PORTUÁRIO NO PORTO DE ILHÉUS

NORMA DE PRÉ - QUALIFICAÇÃO PARA OPERADOR PORTUÁRIO NO PORTO DE ILHÉUS NORMA DE PRÉ - QUALIFICAÇÃO PARA OPERADOR PORTUÁRIO NO PORTO DE ILHÉUS APROVADA NA REUNIÃO REALIZADA EM 18/02/2011, DO CONSELHO DE AUTORIDADE PORTUÁRIA DO PORTO DE ILHÉUS. SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Âmbito

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná

Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná CHAMAMENTO PÚBLICO 001/2012 EDITAL DE PROCURA DE IMÓVEL PARA LOCAÇÃO INEXIGIBILIDADE 001/2012 O - CISCOPAR, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto no Artigo 24, Inciso X, da Lei 8.666/93

Leia mais

ANEXO 06 - TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO

ANEXO 06 - TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO ANEXO 06 - TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO Pelo presente instrumento, de um lado a ASSOCIAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 09.105.890/0001-70, com sede na cidade

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº /

CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº / CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº / Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, (Nome da empresa CONTRATANTE), pessoa jurídica de direito privado com

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015 1 - PREÂMBULO 1.1 O Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Bela Vista de Goiás PREVIBEL - autarquia municipal de direito público, com sede

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO

CONTRATO ADMINISTRATIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA DE MINAS MG Praça da Bandeira, n.º 276, Centro - CEP: 37.545-000 Tel.: (35)3472-1270 / 3472-1333 Fax: (35) 3472-1200 CNPJ n.º 18.675.959/0001-92 CONTRATO ADMINISTRATIVO

Leia mais

I Sala comercial nº 806, do oitavo pavimento do Centro Comercial Fuad Chequer, situado nesta cidade de Viçosa MG à rua Benjamin Araújo, nº 56,

I Sala comercial nº 806, do oitavo pavimento do Centro Comercial Fuad Chequer, situado nesta cidade de Viçosa MG à rua Benjamin Araújo, nº 56, EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PROCESSO Nº 65/2015 CONCORRÊNCIA Nº 01/2015 OBJETO: Consiste na Concessão de Uso de Imóveis Públicos, mediante contrato, pelo período de 24 meses, dos espaços físicos localizados

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 9431/2015

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 9431/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 9431/2015 TERMO DE CONTRADO QUE ENTRE SÍ CELEBRAM A [EMPRESA CLIENTE] E A PBSYS AUTOMAÇÃO COMERCIAL LTDA ME PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE IMPLANTAÇÃO

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX Contrato de locação de estrutura de BOX TRUS que entre si celebram o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO DF SESC/AR/DF e a Empresa

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO: A CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:, com sede na cidade de, Endereço, inscrita no CNPJ/MF sob o n., doravante denominada DISTRIBUIDORA, neste ato

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº.

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. I PARTES: CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. 004/2014 A CONTRATANTE: O MUNICÍPIO DE TAQUARUÇU DO SUL, Pessoa Jurídica

Leia mais

EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA

EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Rondônia - COREN-RO, Autarquia Publica Federal criada pela Lei 5.905/1973, devidamente

Leia mais

PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010

PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010 PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010 Contrato que celebram entre si a Fundação Arquivo e Memória de Santos e M. Felipe de Paiva - ME para serviços para montagem de infra-estrutura elétrica

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E AFINS CNPJ 01.787.506/0001-55 Página 1 de 15 CHAMADA PÚBLICA N.º 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Decreto Nº 41.043, de 25 de julho de 1996 Estabelece normas para a locação de imóveis pela Administração Centralizada e Autárquica do Estado e dá providências correlatas MÁRIO COVAS, Governador do Estado

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO Pelo presente instrumento particular, de um lado, FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, entidade de direito privado sem fins lucrativos devidamente inscrita

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA FINS DE CREDENCIAMENTO DE CLINICAS PARA TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUIMICOS. PREÂMBULO A Prefeitura Municipal de Itajubá,

Leia mais

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE BENS IMÓVEIS QUADRO RESUMO

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE BENS IMÓVEIS QUADRO RESUMO CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE BENS IMÓVEIS QUADRO RESUMO CONTRATADA/ADMINISTRADORA: HB IMOBILIÁRIA LTDA., estabelecida na Avenida Hermes Fontes, nº 1950, Luzia, Aracaju, Sergipe, CEP: 49045-760, inscrita

Leia mais

Item Quant Unid. Descrição Detalhada e Atualizada do Objeto

Item Quant Unid. Descrição Detalhada e Atualizada do Objeto CONTRATO DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E OUTSOURCING DE PROCESSAMENTO DE IMAGEM N.º 085/2015, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO DAS NEVES, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E TEM SOLUÇÕES

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1 Tipo do Serviço e Especificação do Veiculo

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1 Tipo do Serviço e Especificação do Veiculo TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO Nº 017/2013 TIPO: MENOR PREÇO A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil FETRAF-BRASIL/CUT, entidade de direito

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL 1 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Os abaixo assinados LOCADOR/A e LOCATÁRIO/A, têm justo e contratado, na melhor forma de direito, o/a Sr/a,,,,, portador/a da Cédula de Identidade do RG nº e do CPF nº, residente

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX

CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX Contrato de Fornecimento de Ribbon para Impressora Datacard SP 55 Plus que entre si celebram o Serviço Social do Comércio Administração Regional do Distrito

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO AÇÃO COMUNITÁRIA DO BRASIL ACB/RJ Plano Nacional de Qualificação - PlanSeQ CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT N 00010/08 PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO A Comissão de Licitação da AÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE ALEGRETE PALÁCIO LAURO DORNELLES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE ALEGRETE PALÁCIO LAURO DORNELLES TERMO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO QUE CELEBRAM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL ALEGRETE E A EMPRESA UNIÃO PRODÓCIMO SUPERMERCADOS LTDA, VENCEDORA DA MODALIDADE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 008/2015, OBJETIVANDO

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 019/2015

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 019/2015 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N.º 019/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES PROCESSO Nº 50605.000475/2015-50 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 A UNIÃO FEDERAL,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 023/2011 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 023/2011 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 023/2011 TIPO: MENOR PREÇO A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil FETRAF-BRASIL/CUT, entidade de direito

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VII PREGÃO Nº. 006/2013 MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CELEBRADO ENTRE O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS CRECI 2.ª REGIÃO E A EMPRESA XXXXXXXXXXXXXXXXX CONSELHO REGIONAL

Leia mais

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA. O MUNICÍPIO

Leia mais

ANEXO II MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

ANEXO II MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ANEXO II MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular de contrato, acordam entre si, de um lado o CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA CONFEF, inscrito no CNPJ sob o

Leia mais

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016 CONTRATO Nº 038/2014 MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS O MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS, Estado de Minas Gerais, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 18.677.633/0001-02,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 015/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA ESPECIALIZADA AO MUNICÍPIO DE DOUTOR PEDRINHO.

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA ESPECIALIZADA AO MUNICÍPIO DE DOUTOR PEDRINHO. PROTOCOLO DE RECEBIMENTO DE DOCUMENTAÇÃO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO DE LICITAÇÃO Carta convite nº 09/2013 FINALIDADE: PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA ESPECIALIZADA AO MUNICÍPIO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05 MINUTA 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/05 Processo nº 10.091/05 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 014/2015. ESTADO DE PERNAMBUCO Contrato do Processo Administrativo nº 009/2015, Concorrência nº 005/2015, com amparo no Artigo 40, 2º, inciso III da Lei 8.666/93, destinado a aquisição de Material

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE FMS

PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE FMS CONTRATO N 008/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE E A EMPRESAMARANATHA RETIFICA DE MOTORES LTDA - ME, NA FORMA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 020 0 20/201 /2014 Contrato para locação de sala para a realização de treinamento dos gestores do TRESC, autorizado pelo Senhor Eduardo Cardoso,

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY 1 MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO, Autarquia Federal criada pelo Decreto-Lei nº. 9.295, de 27.05.1946, CNPJ /MF nº.

Leia mais

ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA LOCAÇÃO DE 25 (VINTE E CINCO) MÓDULOS DE CONTAINERS HABITÁVEIS ACOPLADOS PARA AS INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS DA SEÇÃO DE CONTRAINCÊNDIO

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL, que entre si fazem, GMI - Grupo Mineiro de Imóveis Ltda, inscrita no CNPJ sob o n.º 42.771.485/0001-67, CRECI PJ 2427, estabelecida nesta

Leia mais

ANEXO VI MINUTA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 034 / 2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ANEXO VI MINUTA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 034 / 2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. / 2015.. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 065 / 2015. CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRANA / SP. EMPRESA DETENTORA:. Aos dias do mês de do ano

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 006/2013 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS (CARROS E VANS) COM MOTORISTA

ATO CONVOCATÓRIO 006/2013 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS (CARROS E VANS) COM MOTORISTA ATO CONVOCATÓRIO 006/2013 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE VEÍCULOS (CARROS E VANS) COM MOTORISTA O INSTITUTO QUALIDADE MINAS - IQM, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATUALIZAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO Pelo presente instrumento particular, as partes, de um lado, VARITUS BRASIL EIRELI, inscrita no CNPJ sob nº

Leia mais

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F Pelo presente instrumento, de um lado o Município de Alvorada - RS, pessoa jurídica de Direito Público Interno, inscrito no CPNJ sob o nº. 88.000.906/0001-57, com

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA 1 CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA O, Pessoa Jurídica de Direito Público Interno, sita a Av. Silvio Sanson, 1135, Guaporé-RS, CNPJ nº

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015.

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015. 1 EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE Nº 01/2015. TIPO: Menor Preço LEGISLAÇÃO: Lei nº 8.666/93. REFERÊNCIA: contratação de empresa para prestação de serviços de telecomunicações de dados consistentes de

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA )

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA ) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA ) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: - TERRACAP PROCESSO Nº: Pregão Presencial Nº: VALIDADE:, a partir da publicação no DODF. Aos dias do mês de do ano de dois mil e treze,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

ANEXO III MINUTA DE CONTRATO PREGÃO AMPLO Nº 007 Processo n. º 53569.000.127/2003

ANEXO III MINUTA DE CONTRATO PREGÃO AMPLO Nº 007 Processo n. º 53569.000.127/2003 ANEXO III MINUTA DE CONTRATO PREGÃO AMPLO Nº 007 Processo n. º 53569.000.127/2003 CONTRATO ( U.O 10.2 ) / ER-10 N.º XXX/2003-ANATEL CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2008

MINUTA DO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2008 MINUTA DO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2008 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA FISCALIZAÇÃO E SUPERVISÃO DAS OBRAS DE CONSTRUÇÃO DO PRÉDIO DA SEDE DEFINITIVA DA QUE ENTRE SI FAZEM A JUSTIÇA

Leia mais

LOCADORES(AS): LOCATÁRIO(A): FIADOR: IMÓVEL: PRAZO: INÍCIO DA LOCAÇÃO: TÉRMINO DA LOCAÇÃO: VALOR: REAJUSTE: ANUAL DESTINAÇÃO: COMERCIAL

LOCADORES(AS): LOCATÁRIO(A): FIADOR: IMÓVEL: PRAZO: INÍCIO DA LOCAÇÃO: TÉRMINO DA LOCAÇÃO: VALOR: REAJUSTE: ANUAL DESTINAÇÃO: COMERCIAL LOCADORES(AS): LOCATÁRIO(A): FIADOR: IMÓVEL: PRAZO: INÍCIO DA LOCAÇÃO: TÉRMINO DA LOCAÇÃO: VALOR: REAJUSTE: ANUAL DESTINAÇÃO: COMERCIAL CONTRATO DE LOCAÇÃO COMERCIAL Pelo presente instrumento, e na melhor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO FINANCEIRO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE CONTRATO N.º /2013 CHAMADA

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 015/2015

C O N V Ê N I O Nº 015/2015 C O N V Ê N I O Nº 015/2015 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS TERMO DE CONTRATO Nº 154/08 Processo Administrativo nº 08/10/53.408 Interessado: Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública Modalidade: Amil nº 1342 O MUNICÍPIO DE CAMPINAS, inscrito

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016 1. OBJETO 1.1. O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), Autarquia Federal de abrangência estadual, por meio de sua Presidência, de acordo com suas atribuições

Leia mais

TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014

TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014 TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014 Termo de credenciamento para contratação de instituições financeiras oficiais com agência estabelecida no território do Município de Não-Me-Toque para prestação de

Leia mais