DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE TELEMEDICINA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE TELEMEDICINA"

Transcrição

1 DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE TELEMEDICINA Com a necessidade dos serviços médicos em disponibilizar para os seus pacientes exames especializados com qualidade, laudos analisados por especialistas e rapidez para tomada de decisões, a Clinica Morsch investe em tecnologia unindo aparelhagem de ponta em diversas áreas, com todos os equipamentos regulamentados na ANVISA e um sistema de Telemedicina via Internet de envio e recebimento dos laudos em tempo real.

2 RESOLUÇÕES QUE SE APLICAM AOS SERVIÇOS DE TELEMEDICINA RESOLUÇÃO CFM nº 1.643/2002 Define e disciplina a prestação de serviços através da Telemedicina. RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009 Define e normatiza a Telerradiologia. RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/2007 Aprova as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos dos prontuários dos pacientes, autorizando a eliminação do papel e a troca de informação identificada em saúde. RESOLUÇÃO CFM nº 1.983/2012 Normatiza o CRM Digital para vigorar como cédula de identidade dos médicos inscritos nos Conselhos Regionais de Medicina. DESPACHO SEJUR N. 194/ a empresa que presta serviços de telemedicina deverá ser registrada no Conselho Regional de Medicina onde está situada e mantém sua inscrição primária. Desta forma, estaria dispensada de manter registro também nos demais estados da federação. CONHECENDO O SISTEMA DE TELEMEDICINA O sistema online permite o acesso restrito com login e senha fornecidos, cadastro do paciente com todos os dados clínicos, historia clinica, resultado de exames gerais que ficam disponíveis para pesquisa para o profissional da instituição que pode comparar os exames atuais com exames antigos, onde o médico plantonista, médico do trabalho, especialistas, etc...acessam de qualquer aparelho que navega na internet. O sistema também permite que salve os resultados dos exames no seu próprio software de gerenciamento, bastando baixar o laudo em formato PDF e anexá-lo na pasta correspondente.

3 ABAIXO UMA JANELA DE NAVEGAÇÃO NO SISTEMA Observe que de forma simples e prática é possível enviar os exames e buscar os resultados num único local, sem necessidade de navegar por diversas páginas. A mesma página pode ser aberta em mais de um ambiente de trabalho, seja numa sala de exame, no consultório do médico, na recepção, na área administrativa sem que haja interferência no sistema, com isso todos os setores trabalham independentes, incluindo realizar e enviar exames de diferentes especialidades ao mesmo tempo.

4 DISPOSIÇÕES TÉCNICAS SOBRE O SISTEMA DE TELEMEDICINA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO UTILIZADA NO SISTEMA HMTL5 / CSS3 / jquery / PHP / MySQL Informações sobre o banco de dados do sistema Hospedagem dedicada com servidor dedicado exclusivo para rodar o site e o Sistema de Telemedicina, com provedor em nuvem, backup multiponto em tempo real do banco de dados.

5 DESCRITIVO DA ROTINA DE ACESSO AO SISTEMA E EXECUÇÃO DOS EXAMES A forma de trabalho baseia-se na realização do exame pelo técnico de Enfermagem treinado onde o aparelho faz a digitalização dos exames gráficos como Eletrocardiograma, Eletroencefalograma, Espirometria com envio dos arquivos pelo sistema disponibilizado na internet. Com acesso ao portal com login e senha fornecidos, os arquivos são enviados através de ícone específico na área de trabalho da Clínica e são direcionados para cada especialista relacionado que está logado para analisar e fornecer o resultado em tempo estipulados onde ficam disponíveis para impressão, salvar no computador, enviar por para quem escolher. A Clínica pode disponibilizar login e senha para os médicos que acessam os resultados dos exames de qualquer aparelho que navegue na internet, seja smartphone, tablet, netbook, etc... A execução dos exames não depende de disponibilizar internet em tempo integral. Nos períodos em que a Clinica não disponibiliza internet por problemas técnicos, os exames podem ser salvos no computador e enviados no momento que restaurar o sistema de internet, 24 horas por dia. Também é possível marcar os exames nas empresas e utilizar um notebook com sua própria bateria onde o técnico realiza os exames, salva e depois que estiver com sinal de internet pode transmitir para ser laudado no portal. A utilização de um sistema de telemedicina traz muitos benefícios para a empresa que necessita deste tipo de serviço: 1-Reduz drasticamente o tempo em todos os processos do atendimento, iniciando no momento em que o trabalhador chega no serviço para ser atendido no programa de saúde ocupacional em que imediatamente após ser avaliado pelo clínico já tem a opção de realizar no mesmo período de ausência do trabalho os exames solicitados, sem ter que marcar outro procedimento em outro serviço. 2-A clínica deixa de ter dependência do especialista para a execução dos exames, encaminhando especificamente quando recebe um resultado de exame alterado. 3-No quesito custo dos serviços se torna a maneira mais atrativa de investimento, com redução significativa dos custos dos exames

6 4-Todos os exames são analisados individualmente por especialistas com títulos inscritos nos respectivos conselhos, com assinatura digital e um canal de comunicação para discussão dos resultados caso o clínico tenha a necessidade de assim fazê-lo. 5-Todos os registros e laudos ficam disponíveis no sistema para pesquisa, impressão de segunda via, comparação anual dos resultados, enfim, todas as estatísticas que a clínica necessitar. MODELOS DOS APARELHOS FORNECIDOS EM COMODATO ELETROCARDIOGRAMA Aparelho fabricado pela Micromed, modelo wincardio. Não necessita de bateria, utiliza a mesma fonte do computador. Registrado na ANVISA, com calibração automática toda vez que o software é inicializado. Também é fornecido pela empresa o certificado de calibração anual caso sua empresa necessite. Abaixo um registro gráfico do exame de Eletrocardiograma que é enviado para o sistema onde o especialista consegue analisar todos os detalhes do exame.

7 REGISTRO DE ELETROCARDIOGRAMA

8 MODELO DO LAUDO DA CARDIOLOGIA Observe que no cabeçalho do laudo é possível configurar para aparecer a logomarca da sua empresa para melhor apresentação aos clientes.

9 ELETROENCEFALOGRAMA Aparelho fabricado pela Meditron, modelo Vertex. ESPIRÔMETRO Aparelho fabricado pela MIR, modelo Minispir. Compacto, ergonômico e fácil de ser instalado e manipulado.

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Ementa: Aprova as "Normas Técnicas para o Uso de Sistemas Informatizados para a Guarda e Manuseio do Prontuário

Leia mais

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina ECG Digital Apresentação O WinCardio é composto por um eletrocardiógrafo USB em 12 derivações simultâneas, software compatível com Windows XP, Vista (32 bits), Windows 7 (32 bits) e filtros digitais que

Leia mais

Gerenciamento Total da Informação

Gerenciamento Total da Informação RESOLUÇÃO CFM nº 1.639/2002 Aprova as "Normas Técnicas para o Uso de Sistemas Informatizados para a Guarda e Manuseio do Prontuário Médico", dispõe sobre tempo de guarda dos prontuários, estabelece critérios

Leia mais

Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014

Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014 Resolução CFM Nº 2107 DE 25/09/2014 Publicado no DO em 17 dez 2014 Define e normatiza a Telerradiologia e revoga a Resolução CFM nº 1890/09, publicada no D.O.U. de 19 janeiro de 2009, Seção 1, p. 94-5p

Leia mais

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS ANTECIPANDO TECNOLOGIAS Apresentação O WinCardio é composto por um eletrocardiógrafo USB em 12 derivações simultâneas, software compatível com Windows XP, Vista, Windows 7 e filtros digitais que garantem

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252) Aprova as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos

Leia mais

PARECER CFM 6/15 INTERESSADOS:

PARECER CFM 6/15 INTERESSADOS: PARECER CFM nº 6/15 INTERESSADOS: Sr. Artur Augusto Rodrigues Junior Sra. Clarice Moraes Durães Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro ASSUNTO: Microfilmagem de prontuários RELATOR:

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

SAÚDE SEM PAPEL ADRIANO DUARTE CEO

SAÚDE SEM PAPEL ADRIANO DUARTE CEO SAÚDE SEM PAPEL ADRIANO DUARTE CEO SAÚDE SEM PAPEL ADRIANO DUARTE CEO A GREEN é uma empresa de Alta Tecnologia especializada em Automação de Processos e Gestão de Conteúdo focada na substituição de Documentos

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009

RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009 RESOLUÇÃO CFM Nº 1890/2009 (Publicada no D.O.U. de 19 jan 2009, Seção I, pg. 94-5) Define e normatiza a Telerradiologia O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA, no uso das atribuições conferidas pela lei nº. 3.

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA CÂMARA MUNICIPAL DE ARIQUEMES SECRETARIA GERAL PROJETO BÁSICO

ESTADO DE RONDÔNIA CÂMARA MUNICIPAL DE ARIQUEMES SECRETARIA GERAL PROJETO BÁSICO PROJETO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO Em cumprimento ao que dispõe os incisos I e II do artigo 7º da LEI FEDERAL 8.666/93, alterada pelas leis nº 8.883/94, bem como as leis federais 131/2009, 12.527/2011, 9.755/98

Leia mais

Backup. Tutorial TGC Backup

Backup. Tutorial TGC Backup : seus dados seguros de forma simples e prática. Backup Objetivo: demonstrar como configurar o nas versões gratuita e paga. Com o aumento das obrigações fiscais e legais, o armazenamento de grandes volumes

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS

P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS P2D PRONTUÁRIO UNIVERSAL SISTEMA OFICIAL DO CBO CERTIFICADO PELO CFM-SBIS Estamos comprometidos a ajudá-lo a criar um fluxo de trabalho prático com o P2D. Para tanto, preparamos essas 10 dicas com as melhores

Leia mais

PADRÃO TISS. segurança & privacidade

PADRÃO TISS. segurança & privacidade PADRÃO TISS segurança & privacidade novembro 2013 O componente de segurança e privacidade do Padrão TISS, contou com a Sociedade Brasileira de Informática em Saúde SBIS como entidade de referência e estabelece

Leia mais

Manual de Instalação do Consultório Digital Versão 3.0.x

Manual de Instalação do Consultório Digital Versão 3.0.x Manual de Instalação do Consultório Digital Versão 3.0.x Após baixar o instalador no site http://www.consultoriodigital.com.br/ e executá-lo, a seguinte tela será exibida. Para continuar, clique em AVANÇAR.

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

PADRÃO TISS. segurança & privacidade

PADRÃO TISS. segurança & privacidade PADRÃO TISS segurança & privacidade outubro 2012 O componente de segurança e privacidade do Padrão TISS, contou com a Sociedade Brasileira de Informática em Saúde SBIS como entidade de referência e estabelece

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252) RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252) Aprova as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 Regulamenta o processo judicial eletrônico no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR

Leia mais

Holter Digital Nomad. Mais agilidade à sua rotina diária. w w w. m i c r o m e d. i n d. b r

Holter Digital Nomad. Mais agilidade à sua rotina diária. w w w. m i c r o m e d. i n d. b r Nomad Mais agilidade à sua rotina diária w w w. m i c r o m e d. i n d. b r Rapidez Conheça o sistema de holter mais rápido do mercado Com exclusivo Índice de Qualidade do Sinal trabalhando em conjunto

Leia mais

Apresentação 3 Agenda Apresentação SIAGRI Objetivo Situação Atual Modelo Proposto de SI o Tecnologias o Layout o Funcionalidades o Vantagens Benefícios Esperados Esclarecimentos de Dúvidas 4 Apresentação

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

CONSULTA Nº 157.262/2013

CONSULTA Nº 157.262/2013 1 CONSULTA Nº 157.262/2013 Assunto: Sobre armazenamento de imagens médicas usando sistema de cloud computing, e se é permitido o armazenamento em data center fora do País. Relator: Conselheiro Nacime Salomão

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.638, DE 10 DE JULHO DE 2002

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.638, DE 10 DE JULHO DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.638, DE 10 DE JULHO DE 2002 Define prontuário médico e torna obrigatória a criação da Comissão de Revisão de Prontuários nas instituições de saúde. O CONSELHO

Leia mais

1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7.

1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7. 1/5 1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de controle médico da saúde ocupacional;

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Vendas Online www.planosamildental.com.br Principais Informações Site exclusivo para produtos da Dental Venda de planos PME e PF online Pagamento com cartão de crédito PF Burocracia

Leia mais

Universal sistema oficial CBO

Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário 2013 Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário Universal 14/2/2013 2 Conteúdo 1. O que é o P2D Prontuário Universal?... 3 2. Quanto custa?... 3 3. Quais os benefícios?... 3 4. Quais os

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL]

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] 2015 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL - 2a. Região [ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] Este guia é destinado a Advogados, Partes e Peritos que acessam os serviços do Portal Eletrônico da 2ª

Leia mais

Sistema de Controle. Como entrar no sistema. Tela inicial. Funcionalidades do sistema. Controle de permissões. Menu Aplicativo

Sistema de Controle. Como entrar no sistema. Tela inicial. Funcionalidades do sistema. Controle de permissões. Menu Aplicativo Sistema de Controle Logístico de Medicamentos Como entrar no sistema 1 Tela inicial Funcionalidades do sistema Controle de permissões Menu Aplicativo Gerenciador de relatórios 0800 61 2439 siclom@aids.gov.br

Leia mais

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador O que é Gemelo Backup Online EMPRESA? É uma solução de administração e backup desenhada para Empresas que desejam controlar e proteger suas informações de forma simples, segura e confiável. É definido

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11)

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11) A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11) Texto compilado até o Ato (N) nº 791/2013 PGJ de 11/10/2013 Estabelece normas

Leia mais

Universal sistema oficial CBO

Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário 2012 Universal sistema oficial CBO P2D Prontuário Universal 1/9/2012 2 Conteúdo 1. O que é o P2D Prontuário Universal?... 3 2. Quanto custa?... 3 3. Quais os benefícios?... 3 4. Quais os

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 1/8 1. OBJETIVO Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional; PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; PCMAT

Leia mais

Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno

Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno Índice 1 Acessando o sistema via internet...3 2 Funcionalidades...6 2.1 Horário Individual...7 2.2 Calendário Acadêmico...8 2.3 Biblioteca...9 2.3.1 Consultar

Leia mais

Formulários rios Eletrônicos. FORM-e

Formulários rios Eletrônicos. FORM-e FORM-e O Formulário Eletrônico (Form-e) chega para substituir os antigos formulários de contrato que são registrados nas Federações Estaduais e será utilizado exclusivamente por Clubes e Federações; O

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

Prontuário Eletrônico em MT - estado atual relacionado às exigências do CFM. Cláudio de Souza Corregedor do CRMMG

Prontuário Eletrônico em MT - estado atual relacionado às exigências do CFM. Cláudio de Souza Corregedor do CRMMG Prontuário Eletrônico em MT - estado atual relacionado às exigências do CFM Cláudio de Souza Corregedor do CRMMG Prontuário médico É um documento único constituído de um conjunto de informações, sinais

Leia mais

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 2 Sumário Como começar usar?... 03 Iniciando o uso do OneDrive.... 04 Carregar ou Enviar os

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA 15/2015 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO NO CURSO BÁSICO DE PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL 2010 EAD

EDITAL DE ABERTURA 15/2015 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO NO CURSO BÁSICO DE PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL 2010 EAD EDITAL DE ABERTURA 15/2015 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO NO CURSO BÁSICO DE PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL 2010 EAD 1. DA REALIZAÇÃO A Escola de Governo (EG), através da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos

Leia mais

ASSINADOR ARQUIVO PDF. Versão 1.0r0 de 10 de Maio de 2013. Classificação: Corporativo

ASSINADOR ARQUIVO PDF. Versão 1.0r0 de 10 de Maio de 2013. Classificação: Corporativo ASSINADOR ARQUIVO PDF Versão 1.0r0 de 10 de Maio de 2013 Classificação: Classificação: Página 2 de 45 Classificação: Catalogação do Documento Código Titulo Classificação Versão 1.0r0-10 de Maio de 2013

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 CONSULTA nº 157.177/11 Assunto: Sistema sem registro no Brasil, com servidor hospedado em outro país, para conter

Leia mais

Certificado Digital e-cpf

Certificado Digital e-cpf Certificado Digital e-cpf Parabéns! Ao ter em mãos esse manual, significa que você adquiriu um certificado digital AC Link. Manual do Usuário 1 Índice Apresentação... 03 O que é um Certificado Digital?...

Leia mais

Oficina de Inclusão Tecnológica Windows Live Skydrive

Oficina de Inclusão Tecnológica Windows Live Skydrive 1 Windows Live Skydrive Fonte imagem: blogaomobile.org Ementa: O windows Live Skydrive apresenta a possibilidade da computação em nuvem, que permite ao usuário armazenar arquivos online, de forma a não

Leia mais

BELLSYS EMPRESARIAL BEM VINDO A

BELLSYS EMPRESARIAL BEM VINDO A BEM VINDO A BELLSYS EMPRESARIAL Com o avanço da tecnologia e com a necessidade de obtermos informações cada vez mais rápida, precisamos mais do que nunca de ferramentas que nos auxiliem a encontrar informações

Leia mais

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE Ao finalizar o cadastro no formulário do site imazon.com.br o usuário

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.107/2014 (Publicado no D.O.U. de 17 dez 2014, Seção I, p. 157-158) Define e normatiza a Telerradiologia e revoga a Resolução CFM nº 1890/09, publicada no D.O.U. de 19 janeiro de 2009,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 Ementa: Regulamenta o registro, a guarda e o manuseio de informações resultantes da prática da assistência farmacêutica nos serviços de saúde. O Conselho Federal

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL - MAC

SISTEMA OPERACIONAL - MAC Manual do Usuário SISTEMA OPERACIONAL - MAC Copyright GVT 2015 Versão 1.0.0 www.gvtcloud.com.br 1 1 Cloud... 3 1.1 Instalação do Cloud... 4 2 Configurações de preferências... 8 2.1 Geral... 10 2.2 Pastas...

Leia mais

Perguntas Frequentes. Distribuidores

Perguntas Frequentes. Distribuidores Perguntas Frequentes Distribuidores O que é o site Compre Lista Escolar? É um site que possui um sistema desenvolvido, exclusivamente, para que distribuidores possam realizar vendas de livros escolares

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA

MANUAL PARA USO DO SISTEMA Clínicas Odontológicas MANUAL PARA USO DO SISTEMA (GCO) GERENCIADOR CLÍNICO ODONTOLÓGICO SmilePrev Versão 2.0 SmilePrev Clínicas Odontológicas www.smilepev.com 2008 REQUISITOS BÁSICOS DO SISTEMA HARDWARE

Leia mais

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS 110 SETOR: TECNOLOGIA Nº DOC.: FOLHA:02/16 MATRIZ DE PROCESSOS E ATIVIDADES APROVADO POR: Ir. 25/03/2010 REVISÃO: 13/09/2013

Leia mais

Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação

Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação Acadêmico: Giuliano Márcio Stolf Orientador: Ricardo Alencar de Azambuja Apresentação Clínica médica SI na área da saúde

Leia mais

Certificação Digital na Saúde

Certificação Digital na Saúde Marcelo Lúcio da Silva Diretor Executivo e de Certificação da SBIS Brasília, 23 de setembro de 2015 Sobre a SBIS Sociedade científica para o desenvolvimento da Informática em Saúde no Brasil Fundada há

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios A Empresa MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Medware Sistemas Médicos é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltada para a criação

Leia mais

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação Índice 1. Introdução... 3 2. Funcionamento básico dos componentes do NetEye...... 3 3. Requisitos mínimos para a instalação dos componentes do NetEye... 4 4.

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES Prezado Senhor, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Item 1.1.2 - Onde podemos encontrar os procedimentos,

Leia mais

Eliminação do Papel em Saúde

Eliminação do Papel em Saúde Eliminação do Papel em Saúde Luis Gustavo Kiatake kiatake@evaltec.com.br Coordenador GT Segurança do Comitê Informática em Saúde ABNT Representante ABNT TC-215 Health Informatics ISO Membro titular da

Leia mais

Adicionais. Grupo Acert - 1

Adicionais. Grupo Acert - 1 MÓDULOS Adicionais Grupo Acert - 1 ÍNDICE 1 - ESTOQUE 1.1- Balanço de Estoque 03 2 - FATURAMENTO/FINANCEIRO 2.1- Pagamento Eletrônico (Fornecedores) 2.2- Plug-in Cheque Custódia 06 07 3 - FISCAL e CONTÁBIL

Leia mais

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS ANTECIPANDO TECNOLOGIAS Apresentação A Micromed tem o prazer de apresentar o Sistema para Telemedicina em Cardiologia mais avançado disponível no mercado. O Sistema utiliza tecnologia nacional e, de forma

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Mailing de imprensa e ferramenta de distribuição de e-mails (e-mail marketing) 1. Da justificativa A Assessoria de

Leia mais

OAB Online... 4. Acesso ao Sistema... 9. Publicações... 9. Marcar Prazo...10. Pesquisa por Publicações...11. Configuração de Preferências...

OAB Online... 4. Acesso ao Sistema... 9. Publicações... 9. Marcar Prazo...10. Pesquisa por Publicações...11. Configuração de Preferências... Índice Introdução OAB Online............................................ 4 Sistema OAB On-line Acesso ao Sistema........................................ 9 Publicações............................................

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO DE ATENÇÃO DOMICILIAR

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO DE ATENÇÃO DOMICILIAR MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO DE ATENÇÃO DOMICILIAR SAF SUL Qd. 02, Bl. E/F, Ed. Premium Torre II Auditório Sala 05 Telefone: (61) 3315 9052

Leia mais

VIAWEB service. Cadastrar empresa de segurança. Versão 3.5.0. PASSO 1 Cadastro:

VIAWEB service. Cadastrar empresa de segurança. Versão 3.5.0. PASSO 1 Cadastro: VIAWEB service Versão 3.5.0 Cadastrar empresa de segurança PASSO 1 Cadastro: Vá em www.viawebsystem.com.br, clicar em Produtos, depois em "VIAWEB service" Em seguida escolher a opção "Para cadastrar sua

Leia mais

Depois de clicar em Enviar Email, o cliente recebe uma notificação.

Depois de clicar em Enviar Email, o cliente recebe uma notificação. COMUNICADO INTERNO: PROCESSO PASSO A PASSO, SOBRE ORDEM DE SERVIÇO DIGITAL. INICIO DO PROCESSO:. COMO NOTIFICAR O CLIENTE Ao abrir a agenda o consultor ou o coordenador, podem enviar o e-mail de notificação

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

CARTILHA OFFICE 365. Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro. Subsecretaria de Infraestrutura e Tecnologia da Informação

CARTILHA OFFICE 365. Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro. Subsecretaria de Infraestrutura e Tecnologia da Informação CARTILHA OFFICE 365 Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro Subsecretaria de Infraestrutura e Tecnologia da Informação Superintendência de Tecnologia da Informação 1 ÍNDICE Índice... 2 Introdução

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Manual do e-dimed 4.0

Manual do e-dimed 4.0 Manual do e-dimed 4.0 Instalação e Configuração - Módulo Cliente Após a instalação do e-dimed ser efetuada, clique no atalho criado no desktop do computador. Será exibida a janela abaixo: A instalação

Leia mais

Gravação da quantidade de expostos por grupo homogêneo

Gravação da quantidade de expostos por grupo homogêneo Gravação da quantidade de expostos por grupo homogêneo Produto : TOTVS + PPRARobot + PMedPPRACfg + 6.3.27.14/11.7.0.5 Chamado : TDURCI Data da publicação : 13/12/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO E ESCRITÓRIO MULTIMÍDIA DO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ADMINISTRAÇÃO - UNIR - CACOAL

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO E ESCRITÓRIO MULTIMÍDIA DO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ADMINISTRAÇÃO - UNIR - CACOAL REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO E ESCRITÓRIO MULTIMÍDIA DO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ADMINISTRAÇÃO - UNIR - CACOAL TÍTULO I - DO LABORATÓRIO DIDÁTICO CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14

Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14 Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14 Sistema Eletrônico de Informações SEI O que é o SEI? SEI Sistema Eletrônico de Informações é a plataforma adotada pelo Ministério das Comunicações para

Leia mais

SISTEMAS CORPORATIVOS

SISTEMAS CORPORATIVOS SISTEMAS CORPORATIVOS ERPEnterprise Resource Planning Saúde Hospitais Clínicas Consultórios Medicina Diagnóstica Laboratorial Medicina Diagnóstica Imagem Projetado com módulos que se comunicam entre si,

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS ORIENTAÇÕES GERAIS No decorrer do ano de 2012/2013 o Plano PUMA implantou sistema único em todo o Estado. Tal sistema abrange área

Leia mais

BAIXAR ULTIMA VERSÃO DA DIMEP DO SOFTWARE DE ATIVAÇÃO NO NAVEGADOR DIGITAR: ftp://dsat.dimep.com.br FAZER LOGIN SELECIONE O ATIVADOR PARA BAIXAR

BAIXAR ULTIMA VERSÃO DA DIMEP DO SOFTWARE DE ATIVAÇÃO NO NAVEGADOR DIGITAR: ftp://dsat.dimep.com.br FAZER LOGIN SELECIONE O ATIVADOR PARA BAIXAR BAIXAR ULTIMA VERSÃO DA DIMEP DO SOFTWARE DE ATIVAÇÃO NO NAVEGADOR DIGITAR: ftp://dsat.dimep.com.br FAZER LOGIN SELECIONE O ATIVADOR PARA BAIXAR INSTALAR O SOFTWARE BAIXADO EXECUTAR O ATIVADOR DIMEP SELECIONAR

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync. com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync. com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync. com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 3 2.1 Instalação do Vivo Sync... 4 3 Configuração e uso das opções Vivo Sync... 6 3.1

Leia mais

Procedimentos para cadastrar no E-Process a solicitação de nomeação de fiel depositário em casos de TAD-e

Procedimentos para cadastrar no E-Process a solicitação de nomeação de fiel depositário em casos de TAD-e Procedimentos para cadastrar no E-Process a solicitação de nomeação de fiel depositário em casos de TAD-e Quando, na fiscalização do trânsito de mercadorias ou da respectiva prestação de serviço de transporte,

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

Manual de Acesso Mobile

Manual de Acesso Mobile Manual de Acesso Mobile Sumário Introdução... 3 1. Cadastro de Dispositivo... 3 2. Aprovação Mobile... 4 3. Acompanhamento de Viagem... 8 4. Lançamento de Despesas Mobile... 10 5. Finalizando uma Despesa

Leia mais

SISAB SISTEMA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE E ATENÇÃO BÁSICA

SISAB SISTEMA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE E ATENÇÃO BÁSICA Manual Prático Resumido de Instalação, Configuração e Uso dos Sistemas e-sus CDS (Coleta de Dados Simplificado), e-sus PEC (Prontuário Eletrônico do Cidadão) e e-sus PEC Centralizador (Centralizador de

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Barueri Padre Danilo José de Oliveira Ohl. Portaria nº 05/2014

Faculdade de Tecnologia de Barueri Padre Danilo José de Oliveira Ohl. Portaria nº 05/2014 Página 1 de 9 Portaria nº 05/2014 Estabelece e Regulamenta a Política de Uso dos Computadores, Laboratórios de Informática e Equipamentos Eletrônicos da Faculdade de Tecnologia de Barueri. O Diretor da

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador CÍCERO LUCENA

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador CÍCERO LUCENA PARECER Nº, DE 2014 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 167, de 2014, do Senador Roberto Requião, que autoriza o armazenamento eletrônico dos prontuários dos pacientes.

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Manual do usuário Certificado Digital e-cpf. Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD

Manual do usuário Certificado Digital e-cpf. Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD Manual do usuário Certificado Digital e-cpf Parabéns! Ao ter em mãos este manual, significa que você adquiriu um Certificado Digital DOCCLOUD Índice Apresentação 03 O que é um Certificado Digital? 04 Instalando

Leia mais