VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO"

Transcrição

1 VER-SUS Vivencias e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, um projeto estratégico do ministério da Saúde em parceria com a Rede Unida que tem como foco a formação de militantes para o SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO Imperatriz-MA 2016

2 Segunda-feira 12 de Setembro primeiro dia de vivencia. No inicio da manhã todos os integrantes da vivencia se reuniram na Universidade Federal do Maranhão para dar inicio ao processo de imersão, logo convidamos todos os viventes a adentrarem em um ônibus, onde permaneceram vendados durante todo o percurso ate a chegada ao lixão nas proximidades da cidade de Imperatriz. Ao tirarem suas vendas os viventes foram aos poucos percebendo o ambiente, a dura realidade em que muitas pessoas vivem, sem nenhuma forma de saneamento básico e condições adequadas de moradia. NUCLEO DE BASE- CONECSUS Após chegarmos do lixão pode conhecer o grupo ao qual iria facilitar durante à vivencia, uma ansiedade muito grande, pois foi a minha primeira vivencia como facilitador. Anoite fizemos uma roda de conversa para levanta um debate acerca do SUS.

3 Terça-feira 13 de Setembro segundo dia de vivencia. Pela manhã todos se direcionaram a plenária onde foram convidados a assistir um filme, a fim de apresentar aos viventes os desafios e a trajetória enfrentada para a formação do Sistema Único de Saúde (SUS), após o filme o grupo fez uma roda, para fazer uma analise critica acerca das problemáticas que o sistema enfrenta na atualidade. Atarde uma enfermeira que atua na cidade de Imperatriz, veio falar sobre os programas de prevenção e promoção de saúde no município. A tarde seguiu com a apresentação de um documentário que retratou a fome, a pobreza e as desigualdades sociais. No final da tarde todos se dirigiram a uma comunidade do (MST), onde se pode frequentar algumas moradias, é observar as condições em que vive os moradores. Quarta-feira 14 de Setembro terceiro de vivencia. Logo pela manha, todos os grupos se deslocaram para a comunidade do Bom Jesus, onde estava sendo realizada uma palestra voltada para a população idosa no auditório do CRAS. O dia segue com uma palestra na plenária da Universidade, a respeito da evolução das Politicas Publicas de Saúde no Brasil. Mística do NB1- ConecSUS Meu grupo de facilitação realizou uma mística que falava de invisibilidade social, todos colocaram sua criatividade para aflorar e conseguiram realizar uma dinâmica muito interessante, conseguindo trazer para dentro da temática, tão seria, muita descontração sem que se perdesse o cunho de seriedade que e discutido dentro da temática. Anoite todos os viventes foram levados para a plenária, vendados e ficaram sentados em círculos enquanto um dos viventes, que estava no meio do circulo dava um depoimento sobre suas historia de vida, os preconceitos que sofreu e que sofria ate então por conta da sua opção sexual. MOMENTO ÍMPAR DO VER-SUS-IMPERATRIZ-MA.

4 Quinta-feira 15 de Setembro quarto dia de vivencia. Iniciou-se com uma conversa com os viventes acerca da pontualidade para dar inicio aos trabalhos, depois dividimos os viventes em dois grupos para dar inicio as visitas, ao SAMU e HEMOMAR. Depois das visitas foi feito uma roda de conversa para discutir sobre o funcionamento dos serviços. Sexta feira 16 de Setembro quinto dia de vivencia. Começamos com o dia com a divisão dos núcleos de bases, para o direcionamento das visitas em cada dispositivo de Saúde, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), e as duas Unidades Básicas de Saúde, Cafeteira e Milton Lopes.

5 Durante a tarde fomos ao centro de atenção psicossocial (CAPS III), onde se pode observa o total descaso com que o poder publico trata a Saúde Mental, já tinha tido uma experiência de visitar um dispositivo em outra edição como vivente, é agora como facilitador pode perceber a cara de espanto de todos que adentraram ao local. Infelizmente essa e a realidade da grande maioria desses dispositivos que cuida da Saúde Mental dos usuários. Ao retornarmos exibimos um filme que falava da luta antimanicomial, mostrando a realidade dos manicômios, e o descaso com as instituições. Palestra com duas profissionais que atuam na prevenção e promoção de Saúde através do Consultório na Rua. Sábado 17 de setembro sexto dia de vivencia Foi trazida uma enfermeira que atua na Saúde Mental na cidade de Imperatriz para falar dos avanços e dificuldades que o município enfrenta. Em seguida todos foram levados para um terreiro de Umbanda, para conhecer e vivenciar os trabalhos que são desenvolvidos promovendo de saúde para os frequentadores do terreiro.

6 Agradeço ao VER-SUS por me proporcionar O prazer e oportunidade de Baiar Diante de Oxum, Xangô e Oxalá. Conhecer um novo amigo filho de Iemanjá Que Obaluaê esteja sempre com você Que diante de Ogum, não lhe falte proteção em lugar nenhum. Que as forças de Iansã te ilumine toda manhã Que as foças de Aruanda, levem Fé, Amor e Caridade combatendo intolerância e desigualdade. Visita ao terreiro de Umbanda.

7 Domingo 17 de setembro sétimo dia de vivencia. Ultimo dia de vivencia fomos confeccionar a bandeira dessa edição do VER- SUS- Imperatriz, em seguida uma discursão, acerca do papel dos acadêmicos na construção da cidadania e de uma consciência sanitária. No período da tarde todos se direcionaram para a beira rio para fazermos uma devolutiva e também um passeio para descontrair e fortalecer ainda mais os laços de amizades e fraternidades que foram construídos ao logo da vivencia.

O nome grupo vem devido à necessidade de se formar profissionais que possam acolher melhor quem busca atendimento de saúde no âmbito do SUS.

O nome grupo vem devido à necessidade de se formar profissionais que possam acolher melhor quem busca atendimento de saúde no âmbito do SUS. Relatório de vivência VERSUS Imperatriz Local: Universidade Federal do Maranhão Período: 06/01/2016 a 17/01/2016 Facilitadora: Thailane Maria Silva Santana O primeiro contato do grupo aconteceu a partir

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL VER-SUS SÃO PAULO 2016: VIVER A REALIDADE DA SAÚDE E MORADIA EM SÃO PAULO. 1- APRESENTAÇÃO Os estágios

Leia mais

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788 Relatório de Atividades Mensal Esse relatório tem como objetivo apresentar as principais atividades desenvolvidas pela Instituição Recanto Infantil Tia, de acordo com o Projeto Biblioteca e Cidadania Ativa.

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA- FACILITADOR DISCENTE: ALINE SANTANA FIGUEIREDO

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA- FACILITADOR DISCENTE: ALINE SANTANA FIGUEIREDO RELATÓRIO DE VIVÊNCIA- FACILITADOR DISCENTE: ALINE SANTANA FIGUEIREDO VER-SUS IMPERATRIZ 2016.1 1. Visão Geral do Evento Os estágios e vivências constituem importantes dispositivos que permitem tanto aos

Leia mais

Vamos discutir que temas, histórias e atores gostaríamos de ver nesse filme.

Vamos discutir que temas, histórias e atores gostaríamos de ver nesse filme. O mundo digital promoveu significativa redução das fronteiras entre os povos e uma aproximação entre as pessoas nas grandes metrópoles. Na cidade do Rio de Janeiro as fronteiras sociais, principalmente

Leia mais

VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO

VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO Facilitadora: Fabiane Santos Barros Acadêmica de Enfermagem UFT Palmas-TO O VER-SUS Tocantins, edição de verão 2016 aconteceu do dia 11 a 17 de janeiro, na cidade

Leia mais

OUVIDORIA GERAL EXTERNA

OUVIDORIA GERAL EXTERNA OUVIDORIA GERAL EXTERNA Plano de trabalho de Janeiro de 2012 a Julho de 2012 Principais Atividades JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL 1) Apresentação Plano de trabalho para Defensora Pública Geral X 2) Aprovação

Leia mais

Escala horária de propaganda em rede para televisão 08/10/2010 a 29/10/2010

Escala horária de propaganda em rede para televisão 08/10/2010 a 29/10/2010 Justiça Eleitoral Página 1 de 5 Cargo: Presidente Data da propaganda: 08/10/2010 SEXTA-FEIRA PARA O BRASIL SEGUIR MUDANDO 13:00:00 13: 20:30:00 20:40:00 O Brasil Pode Mais 13: 13:20:00 20:40:00 20:50:00

Leia mais

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana Horário de aulas do 6 Ano Ensino Fundamental ao 3ª Ensino Médio Segunda- feira Segunda - feira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Terça- feira - Terçafeira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Quarta-feira Quartafeira Ed.

Leia mais

REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO

REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO - 2015 REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO DATA HORÁRIO ATIVIDADE / OBJETIVO RESPONSÁVEL LOCAL 02 /03/15 (segunda - feira) 16:00h Solenidade de Instalação da Vara de Violência

Leia mais

É importante destacar que em 2016 ocorrerão simultaneamente os seguintes eventos:

É importante destacar que em 2016 ocorrerão simultaneamente os seguintes eventos: º Encontro Estadual de Serviços-Escola de Psicologia do Estado de São Paulo 2º Encontro Nacional de Serviços-Escola de Psicologia/6º Encontro Nacional de Supervisores de Psicologia 2016 Introdução ao projeto

Leia mais

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último.

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último. PLANO SEMANAL DE 02 A 06 DE MAIO PRÉ-ESCOLA I Arte: Pintura Livre Dia do Trabalhador. Português (2): Coordenação motora (Nome Próprio). Matemática (2): Primeiro e Último (Livro de Matemática). Ciências:

Leia mais

PREFEITURA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GERÊNCIA DE ATENÇÃO À SAÚDE COORDENAÇÃO DE SAÚDE MENTAL

PREFEITURA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GERÊNCIA DE ATENÇÃO À SAÚDE COORDENAÇÃO DE SAÚDE MENTAL PREFEITURA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GERÊNCIA DE ATENÇÃO À SAÚDE COORDENAÇÃO DE SAÚDE MENTAL OFICINA DE ATUALIZAÇÃO PERCURSOS FORMATIVOS NA RAPS CABO DE SANTO AGOSTINHO PERÍODO:

Leia mais

Natal, janeiro de Olá Sus!

Natal, janeiro de Olá Sus! Natal, janeiro de 2016 Olá Sus! Tenho muitas coisas pra te contar sobre você. Sim, isso mesmo, sobre você. Acredita que passei onze dias com mais cinqüenta e nove pessoas discutindo, vivendo, convivendo,

Leia mais

Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde

Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde Ver-SUS - Zona da Mata Paraibana / 2015.2 Vivente: Dilayne Diniz Pereira dos Santos João Pessoa, PB Agosto de 2015 Introdução O Ver-SUS Zona

Leia mais

Dia 09 Nesse segundo dia foi estabelecido que ele estava separado para conhecer melhor a cidade e para termos uma interação maior. Alugamos um carro e

Dia 09 Nesse segundo dia foi estabelecido que ele estava separado para conhecer melhor a cidade e para termos uma interação maior. Alugamos um carro e Portfolio do dia 8 Finalmente chegou o grande dia, o início de mais uma vivência, o dia que marcaria o inicio de uma caminhada longa e árdua, cheia de desafios e de fortes emoções. Ao desembarcamos no

Leia mais

Dra Hedi Martha Soeder Muraro

Dra Hedi Martha Soeder Muraro Dra Hedi Martha Soeder Muraro hemuraro@sms.curitiba.pr.gov.br Missão da SMS Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba, responsabilizando-se pela gestão e regulação dos serviços

Leia mais

Visita Técnica nos Estados Unidos DIREITO

Visita Técnica nos Estados Unidos DIREITO Visita Técnica nos Estados Unidos DIREITO De 14 a 22 de Abril de 2017 Northeastern State University - www.nsuok.edu Contato: international.office@sociesc.com.br VISITA TÉCNICA NOS ESTADOS UNIDOS ÁREA DE

Leia mais

SUMÁRIO 01 APRESENTAÇÃO

SUMÁRIO 01 APRESENTAÇÃO SUMÁRIO 01 APRESENTAÇÃO 03 02 RESUMO 04 03 OBJETIVO GERAL 05 04 OBJETIVOS PREVISTOS 05 05 COTAS E CONTRA PARTIDAS PROPOSTAS 06 06 MÍDIA SOCIAL 07 07 FACEBOOK 08 08 TWITTER 09 09 INSTAGRAM 10 10 WHATSAPP

Leia mais

11º CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE UNIDA. Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014

11º CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE UNIDA. Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014 Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014 QUEM SOMOS A Associação Brasileira Rede Unida (ou para os íntimos Rede Unida) reúne projetos, instituições e pessoas interessadas na mudança da formação dos profissionais

Leia mais

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo:

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo: Foto Calabor@tiva Carga Horária: 15h presenciais Facilitador: Sandro Barros Objetivo: O objetivo é estimular crianças e jovens a utilizar a linguagem fotográfica como elemento alternativo e visual, despertando

Leia mais

Abril / 2016. 25 Segunda-feira 17h, 18h e 19h 25 e 26/04. 27 Quarta-feira 17h, 18h e 19h 27 e 28/04. 29 Sexta-feira 17h, 18h e 19h 29/04 e 02/05

Abril / 2016. 25 Segunda-feira 17h, 18h e 19h 25 e 26/04. 27 Quarta-feira 17h, 18h e 19h 27 e 28/04. 29 Sexta-feira 17h, 18h e 19h 29/04 e 02/05 Cursos Abril / 2016 25 Segunda-feira 17h, e 19h 25 e 26/04 27 Quarta-feira 17h, e 19h 27 e 28/04 29 Sexta-feira 17h, e 19h 29/04 e 02/05 Cursos Maio / 2016 02 Segunda-feira 17h, e 19h 02 e 03/05 04 Quarta-feira

Leia mais

APÊNDICE A Plano Político Pedagógico da Escola de Pais

APÊNDICE A Plano Político Pedagógico da Escola de Pais APÊNDICE A Plano Político Pedagógico da Escola de Pais Apresentação e Justificativa A exclusão é parte do convencional na coletividade humana. A discriminação tem origem em preconceitos antigos gerados

Leia mais

HÁ MUITAS FORMAS DE MUDAR AS CIDADES: A JUVENTUDE FAZ SUA PARTE!

HÁ MUITAS FORMAS DE MUDAR AS CIDADES: A JUVENTUDE FAZ SUA PARTE! HÁ MUITAS FORMAS DE MUDAR AS CIDADES: A JUVENTUDE FAZ SUA PARTE! 1. APRESENTAÇÃO O Fundo da FASE para Juventudes, lançado pela organização em julho de 2016, visa apoiar financeiramente projetos de caráter

Leia mais

R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI -

R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI - R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI - A realizou em 03 do corrente mês, às 10 h (dez horas) Visita Técnica ao Hospital Materno Infantil HMI -, de acordo com a competência

Leia mais

Objetivo: Compreender a temática através da apresentação da proposta de trabalho.

Objetivo: Compreender a temática através da apresentação da proposta de trabalho. Quarta-feira 17/10/12 Objetivo: Compreender a temática através da apresentação da proposta de trabalho. Assunto: Cadê o lixo que estava aqui? Acolhimento: Amostra do Baú Mágico e apresentação da proposta

Leia mais

MAPEAMENTO DIGITAL DA REDE DE ARTICULAÇÃO INTERSETORIAL PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE PARTE 1 MAPA FALANTE

MAPEAMENTO DIGITAL DA REDE DE ARTICULAÇÃO INTERSETORIAL PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE PARTE 1 MAPA FALANTE MAPEAMENTO DIGITAL DA REDE DE ARTICULAÇÃO INTERSETORIAL PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE PARTE 1 MAPA FALANTE O que é o Mapeamento Participativo do Território / Mapa Falante? Parte de um processo metodológico de

Leia mais

E.E. Professora Lurdes Penna Carmelo Sala 1/ Sessão 1

E.E. Professora Lurdes Penna Carmelo Sala 1/ Sessão 1 Debate Regrado - desenvolvendo a argumentação e promovendo o protagonismo dos alunos E.E. Professora Lurdes Penna Carmelo Sala 1/ Sessão 1 Professor Apresentador: Celina Aparecida Rodrigues Machado dos

Leia mais

A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação

A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação A Lei de Acesso à Informação no Brasil: Um passo para o aprofundamento da democracia e os desafios para a sua implementação A Escola Nacional de Administração Pública realizou o primeiro Café com Debate

Leia mais

Inicial próximo final

Inicial próximo final Animação e irreverência é o que não vão faltar nas suas manhãs. O programa Manhãs Nordestinas comandando por Humberto Maia garante o melhor pé de serra e um bom dia para seu público, valorizando a música

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

COORDENADORIA DE EXTENSÃO 1ª EDIÇÃO DOS ENCONTROS ACADÊMICOS IX ENCONTRO DE EXTENSÃO

COORDENADORIA DE EXTENSÃO 1ª EDIÇÃO DOS ENCONTROS ACADÊMICOS IX ENCONTRO DE EXTENSÃO COORDENADORIA DE EXTENSÃO 1ª EDIÇÃO DOS ENCONTROS ACADÊMICOS IX ENCONTRO DE EXTENSÃO PROJETO DE EXTENSÃO A Terceira Idade: inclusão social de alunos com deficiência. - Grande Área de Conhecimento: Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde 040 Curso: Psicologia Disciplina: Psicologia e Processos de Prevenção e Promoção da Saúde Coletiva Professor(es): Robson Jesus Rusche Carga

Leia mais

GHC Empresa Cidadã. Aumento da Licença Paternidade como Estratégia para o Desenvolvimento Integral na Primeira Infância

GHC Empresa Cidadã. Aumento da Licença Paternidade como Estratégia para o Desenvolvimento Integral na Primeira Infância GHC Empresa Cidadã Aumento da Licença Paternidade como Estratégia para o Desenvolvimento Integral na Primeira Infância IV Seminário Internacional do Marco Legal da Primeira Infância Brasília julho 2016

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Associação de Cultura e Entretenimento Ibéji é uma entidade que há 22 anos desenvolve suas atividades culturais para o público infantil da cidade de Salvador e região metropolitana,

Leia mais

Quando dizemos a margem referimos ao analfabetismo e o baixo nível de escolaridade.

Quando dizemos a margem referimos ao analfabetismo e o baixo nível de escolaridade. O IFNMG Campus Arinos, localiza-se ao noroeste do estado de Minas Gerais, a 250 km de Brasília e a 700 km de Belo Horizonte. Abrange uma circunscrição constituída por 11 municípios, atendendo uma população

Leia mais

EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO

EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO DE VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL (VER-SUS CARIRI/BRASIL) As Secretarias de saúde de Barbalha, Juazeiro

Leia mais

Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde

Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde CASCAIS SAUDÁVEL 1. Contexto SÓCIO-POLÍTICO: Saúde na ordem do dia Envelhecimento da população Sustentabilidade do SNS Transferência de competências para as Autarquias

Leia mais

ESTRATÉGIAS SINGULARES DE IMPLANTAÇÃO DA CADERNETA DO IDOSO NO MUNICÍPIO DE CAXIAS DO SUL - RS

ESTRATÉGIAS SINGULARES DE IMPLANTAÇÃO DA CADERNETA DO IDOSO NO MUNICÍPIO DE CAXIAS DO SUL - RS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE ESTRATÉGIAS SINGULARES DE IMPLANTAÇÃO DA CADERNETA DO IDOSO NO MUNICÍPIO DE CAXIAS DO SUL - RS Nadia Peresin Perottoni Enfermeira Atenção

Leia mais

Descrição do Curso de Verão

Descrição do Curso de Verão Descrição do Curso de Verão Portugal - 1 de 7 - Introdução O BEST Board of European Students of Technology é uma associação sem fins lucrativos, políticos ou religiosos que reúne estudantes de Engenharia,

Leia mais

A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO USINA CORURIPE

A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO USINA CORURIPE A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO USINA CORURIPE APRESENTAÇÃO: Anderson Tsuchida Jornalista, Publicitário e Pós Graduado em Comunicação Empresarial Por que a Comunicação Interna é tão

Leia mais

Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais.

Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais. Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.639, DE 9 DE JANEIRO DE 2003. Mensagem de veto Altera a Lei n o 9.394,

Leia mais

Debate com Aline Julião, Coordenadora de gestão estratégica e Participativa.

Debate com Aline Julião, Coordenadora de gestão estratégica e Participativa. Angra dos Reis, 15 de Agosto de 2016 Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama, acorda e põe a roupa de viver - Clarice Lispector (Trecho retirado da placa de identificação do programa saúde da mulher

Leia mais

TAREFAS ABERTAS PARA GINCANA INTERCOLEGIAL 2014 MOVIMENTA IPIRÁ

TAREFAS ABERTAS PARA GINCANA INTERCOLEGIAL 2014 MOVIMENTA IPIRÁ TAREFAS ABERTAS PARA GINCANA INTERCOLEGIAL 2014 MOVIMENTA IPIRÁ TAREFA 01 (ABERTURA) ALA PARA ALVORADA Mascote é pessoa, animal ou coisa a que se atribui o dom de dar sorte, de trazer felicidade, enquanto

Leia mais

Missão Controle Atenção. confiança. Segurança

Missão Controle Atenção. confiança. Segurança Missão Controle Atenção confiança competência Respeito Segurança Nosso objetivo desde a municipalização SUS foi e continua sendo a análise permanente da situação de saúde, controle dos determinantes, riscos

Leia mais

Tese de Doutorado em Ciências Sociais, UFRN, 2006

Tese de Doutorado em Ciências Sociais, UFRN, 2006 LAZER EM NATAL Tese de Doutorado em Ciências Sociais, UFRN, 2006 METODOLOGIA Foi feita a análise dos equipamentos públicos de lazer existentes em diversos bairros da cidade do Natal, e estabelecida a relação

Leia mais

Biotecnologia Ambiental

Biotecnologia Ambiental Ambiental 1º MÓDULO 27 28 29 (AGOSTO) Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira (27/08) Sexta-feira (28/08) Sábado (29/08) //Marco //Marco Ambiental 2º MÓDULO 17 18 19 (SETEMBRO) Segunda-feira

Leia mais

DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DAS REDES ASSISTENCIAIS DE SAÚDE CAMPANHA MUNICIPAL DE CONTROLE DO TABAGISMO E DO CÂNCER DE BOCA

DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DAS REDES ASSISTENCIAIS DE SAÚDE CAMPANHA MUNICIPAL DE CONTROLE DO TABAGISMO E DO CÂNCER DE BOCA DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DAS REDES ASSISTENCIAIS DE SAÚDE CAMPANHA MUNICIPAL DE CONTROLE DO TABAGISMO E DO CÂNCER DE BOCA Canaã dos Carajás - 2015 CAMPANHA MUNICIPAL DE CONTROLE DO TABAGISMO E DO

Leia mais

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA O Projeto Infâncias, prevê a realização de 03 episódios do gênero ficção, abordando temáticas sociais a partir de perspectivas do universo infantil, representando a forma

Leia mais

Programação de novembro Mês da Consciência Negra

Programação de novembro Mês da Consciência Negra Programação de novembro Mês da Consciência Negra 1º de novembro sexta-feira Sessão Consciência: Amistad 4 de novembro segunda-feira Local: Associação Amukengue 8h30 Oficina de Percussão e Capoeira com

Leia mais

Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania.

Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania. Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania. FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS DEMOCRACIA REGIME PAUTADO NA SOBERANIA POPULAR E NO RESPEITO

Leia mais

CALENDÁRIO DAS AVALIAÇÕES II UNIDADE

CALENDÁRIO DAS AVALIAÇÕES II UNIDADE 6º ANO M1 / M2 / T1 11/05 Segunda-feira: 6º M1 1ª e 2ª Aulas 6º M2 3ª e 4ª Aulas 6º T1 1ª e 2ª Aulas 18/05 Segunda-feira Redação e Lógica 1ª e 2 ª aulas 16/06 Terça feira Matemática Básica 17/06 Quarta-feira

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Centro de Ciências da Saúde CCS. Serviço de Psicologia

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Centro de Ciências da Saúde CCS. Serviço de Psicologia Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Centro de Ciências da Saúde CCS Serviço de Psicologia Instrução Normativa n 01/2016 Estabelece as diretrizes para desenvolvimento de atividades e atendimento

Leia mais

Matemática Vamos exercitar?

Matemática Vamos exercitar? Vamos exercitar? 1. Represente em numerais ordinais: a) décimo sexto =... e) nono =... b) décimo nono =... g) quarto =... c) décimo quinto =... h) segundo =... d) vigésimo =... i) décimo =... 2. Pinte

Leia mais

Programa Germinar Desenvolvimento de Líderes Facilitadores

Programa Germinar Desenvolvimento de Líderes Facilitadores Programa Germinar Desenvolvimento de Líderes Facilitadores O que é o Programa Germinar É um processo de desenvolvimento individual que visa a transformação social. Seu principal objetivo é formar agentes

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Gratidão e celebração Mês: Dezembro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover o encerramento do ano de 2016, em que os alunos terão a oportunidade de resgatar

Leia mais

Secretaria Nacional DE POLÍTICA SOBRE DROGAS

Secretaria Nacional DE POLÍTICA SOBRE DROGAS Secretaria Nacional DE POLÍTICA SOBRE DROGAS 81 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICA SOBRE DROGAS Secretaria Nacional DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS Horário de funcionamento: de segunda a sexta,

Leia mais

"COMPARTILHANDO O VIVER"

COMPARTILHANDO O VIVER / e "COMPARTILHANDO O VIVER" Projeto: Família - "Compartilhando o viver" E.M.E.I."ProF. Valéria de OliveiraAsenjo" De 21 a 31 de Agosto de 2006 Professoras responsáveis: - Adriana Marianelli - Luciane

Leia mais

Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015)

Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015) Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015) I. Divulgação através de visitas à comunidade 1. Cidadãos em geral, idosos e jovens Tema 01/06/2013- residências, Guarde bem os

Leia mais

Objeto de Aprendizagem. Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde

Objeto de Aprendizagem. Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Objeto de Aprendizagem Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Objetivo: Apresentar sucintamente a Lei Orgânica de Saúde nº 8080 de 19 de setembro de 1990,

Leia mais

VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS

VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS Paço do Lumiar, Brasil Agosto, 2016 O VER-SUS Paço do Lumiar 1ª edição começou dia 22 de agosto e encerrou dia 28 do mesmo mês.

Leia mais

IV CURSO DE VERÃO. ESEnfCVPOA - ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA DE OLIVEIRA DE AZEMEIS. 28 junho a 04 julho Edição I

IV CURSO DE VERÃO. ESEnfCVPOA - ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA DE OLIVEIRA DE AZEMEIS. 28 junho a 04 julho Edição I ÁREA DA SAÚDE É A TUA ONDA? NÃO PERCAS A OPORTUNIDADE E VIVE A EXPERIÊNCIA DE SER ENFERMEIRO OE, 2011 IV CURSO DE VERÃO ESEnfCVPOA - ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA DE OLIVEIRA

Leia mais

VER SUS. Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde. João Pessoa Paraíba

VER SUS. Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde. João Pessoa Paraíba VER SUS Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde João Pessoa Paraíba [...] Assim a terra se converte em causa, a liberdade se converte em sonho, o grito forte se converte em guerra e

Leia mais

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO EQUIPE DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ CAMPUS DE ITABIRA

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO EQUIPE DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ CAMPUS DE ITABIRA PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO EQUIPE DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ CAMPUS DE ITABIRA A EXTENSÃO NO CAMPUS ITABIRA 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 A extensão

Leia mais

RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS NO PROJETO DE TRABALHO SOCIAL COM MORADORES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA - MÊS JULHO/2015

RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS NO PROJETO DE TRABALHO SOCIAL COM MORADORES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA - MÊS JULHO/2015 RELATÓRIO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS NO PROJETO DE TRABALHO SOCIAL COM MORADORES DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA - MÊS JULHO/2015 ATIVIDADE REALIZADA DESCRIÇÃO Entrega do Centro Comunitário da FCK Construções

Leia mais

www.ethosmg.com.br escola@ethosmg.com.br @EscolaEthos Maternal 1, 2 e 3, Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e 2, Período Integral Rua Ephrem Macedo, 466, CEP:35170-006, Santa Helena Coronel Fabriciano-MG

Leia mais

Produção de Conhecimento - ação-reflexão constantes permitiram avançar no campo museológico. Organização e Participação dos Profissionais

Produção de Conhecimento - ação-reflexão constantes permitiram avançar no campo museológico. Organização e Participação dos Profissionais AVANÇOS DO CAMPO MUSEAL BRASILEIRO Formação Profissional Produção de Conhecimento - ação-reflexão constantes permitiram avançar no campo museológico Organização e Participação dos Profissionais Revisão

Leia mais

CRAS. Rua São Caetano 822 Jardim Alvorada - Fone Programa de Atenção Integral á família - PAIF

CRAS. Rua São Caetano 822 Jardim Alvorada - Fone Programa de Atenção Integral á família - PAIF CRAS O Centro de Referência da Assistência Social é uma unidade publica estatal que atende em áreas específicas com maior vulnerabilidade social. Oferece serviços destinados á família, dentre eles, o Programa

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1 CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade ATA nº 1 Data: 24 de fevereiro de 2012 (sexta-feira) Local: Câmara Municipal de Peniche Hora

Leia mais

PRIMEIRA OFICINA DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA REGIÃO DO SERTÃO

PRIMEIRA OFICINA DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA REGIÃO DO SERTÃO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS PRIMEIRA OFICINA DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA REGIÃO DO SERTÃO SUMÁRIO INFORMAÇÃOES

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL PROSPECTIVA A FEIRA EXPOCOMER 2009

MISSÃO EMPRESARIAL PROSPECTIVA A FEIRA EXPOCOMER 2009 PROGRAMAÇÃO 02 Março segunda-feira São Paulo - Saída do grupo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, com destino ao Aeroporto Tocumen International, em classe econômica/ Chegada na Cidade do Panamá /

Leia mais

8 a 10 de outubro de 2015 Auditório da Universidade FUMEC (Rua Cobre, 200, Bairro Cruzeiro BH/MG)

8 a 10 de outubro de 2015 Auditório da Universidade FUMEC (Rua Cobre, 200, Bairro Cruzeiro BH/MG) 8 de outubro 8h30 - ABERTURA OFICIAL 8 a 10 de outubro de 2015 Auditório da Universidade FUMEC (Rua Cobre, 200, Bairro Cruzeiro BH/MG) - CRP-MG - SES/MG - Coordenação Estadual de Saúde Mental de Minas

Leia mais

Professora Erlani. Apostila 3 Capítulo 1

Professora Erlani. Apostila 3 Capítulo 1 Apostila 3 Capítulo 1 No continente africano, muitos focos de tensão e destruição demonstram as instabilidades geradas por guerras civis em diversos países africanos. A história colonial e o passado de

Leia mais

ATIVIDADES REALIZADAS PELA S ESCOLAS MUNICIPAIS DE COIMBRA

ATIVIDADES REALIZADAS PELA S ESCOLAS MUNICIPAIS DE COIMBRA ATIVIDADES REALIZADAS PELA S ESCOLAS MUNICIPAIS DE COIMBRA GRITO DE CARNAVAL O Departamento de Educação realizou uma Matinê no dia 28 de fevereiro, sexta-feira, para os alunos das Escolas Municipais Padre

Leia mais

12ª Semana de Integração Acadêmica (SIA) da UNIRIO 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT)

12ª Semana de Integração Acadêmica (SIA) da UNIRIO 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) 12ª Semana de Integração Acadêmica (SIA) da UNIRIO 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social 13 a 18 de outubro de 2014 PROGRAMAÇÃO Dia 13 de

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA EVANGELIZAÇÃO INFANTIL - QUANDO IMPLANTAR A TAREFA? Crianças com os pais ou responsáveis nas tarefas específicas para adultos; Filhos de trabalhadores

Leia mais

OXUM PONTOS DE LINHA. 2. Olha o barquinho de Cinda > Cinda é quem vem trabalhar >2x Cinda é mamãe Oxum, aieiêo > Cinda é a cobra coral >2x

OXUM PONTOS DE LINHA. 2. Olha o barquinho de Cinda > Cinda é quem vem trabalhar >2x Cinda é mamãe Oxum, aieiêo > Cinda é a cobra coral >2x OXUM PONTOS DE LINHA 1. Eu vi mamãe Oxum na cachoeira > Sentada na beira do rio >2x Colhendo lírios, lírio ê Colhendo lírios, lírio a Colhendo lírios Pra enfeitar nosso Congá 2. Olha o barquinho de Cinda

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS

A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS Eixo-temático: Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Autora

Leia mais

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML ACTIVIDADES JOVENS 12-18 ANOS DE IDADE Largo Trindade Coelho 1200-470 Lisboa Tel. 213 235 233/824/065 www.scml.pt/ www.museu-saoroque.com

Leia mais

Política Nacional sobre drogas. Leon Garcia- Diretor de Articulação e Projetos

Política Nacional sobre drogas. Leon Garcia- Diretor de Articulação e Projetos Política Nacional sobre drogas Leon Garcia- Diretor de Articulação e Projetos A arma mais importante que nós temos- os que temos uma perspectiva democrática para a vida social para tratar do tema das drogas

Leia mais

Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral

Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral Promover a Igualdade, Anulando a Diferença Este é um projecto que tem como principais objectivos promover a igualdade, no sentido de anular

Leia mais

RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE

RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE Trata-se de um projeto que procurou implementar a proposta curricular organizado por competência, implantada no Curso de

Leia mais

Cursos Especiais LIGHT DESIGN. coordenadora: beti font. 29/03/2016» 28/06/ horas. idioma: português. aulas: terças e quintas das 19h30 às 22h30

Cursos Especiais LIGHT DESIGN. coordenadora: beti font. 29/03/2016» 28/06/ horas. idioma: português. aulas: terças e quintas das 19h30 às 22h30 LIGHT DESIGN Cursos Especiais LIGHT DESIGN coordenadora: beti font 29/03/2016» 28/06/2016 60 horas idioma: português aulas: terças e quintas das 19h30 às 22h30 COORDENAÇÃO Beti Font é arquiteta e urbanista

Leia mais

PROGRAMAÇÃO RIO DE JANEIRO. Local: Instituto Pretos Novos- Rua Pedro Ernesto,36,Gamboa,Rio de Janeiro-RJ

PROGRAMAÇÃO RIO DE JANEIRO. Local: Instituto Pretos Novos- Rua Pedro Ernesto,36,Gamboa,Rio de Janeiro-RJ 14 de fevereiro (sexta-feira) PROGRAMAÇÃO RIO DE JANEIRO Tarde: recepção 20h00-Coquetel de boas vindas Local: Instituto Pretos Novos- Rua Pedro Ernesto,36,Gamboa,Rio de Janeiro-RJ 15 de fevereiro (sábado)

Leia mais

11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO

11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO 11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco Av. Augusto Barbosa da Silva, 313, Pioneiros Ouro Branco-MG, 36420-000 000 (31) 3742-3553 3553 / (31) 9624-8059 O projeto

Leia mais

Departamento de Serviço Social

Departamento de Serviço Social Introdução FEMINIZAÇÃO DO PODER Instituições comunitárias do bairro da Rocinha: uma aproximação inicial Aluno: Ronald Rosa Fonseca Orientadora: Denise Pini Rosalem da Fonseca Este relatório tem por finalidade

Leia mais

GRADE DE HORÁRIO CURSO POLÍCIA CIVIL

GRADE DE HORÁRIO CURSO POLÍCIA CIVIL GRADE DE HORÁRIO CURSO POLÍCIA CIVIL 28 DE JUNHO 2016 AULA 1 TERÇA FEIRA * LINGUA PORT MANHÃ / NOITE 30 DE JUNHO 2016 AULA 2 QUINTA FEIRA * LINGUA PORT MANHÃ / NOITE 05 DE JULHO 2016 AULA 3 TERÇA FEIRA

Leia mais

RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1. Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3.

RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1. Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3. RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1 Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3. 1 Trabalho de Extensão Departamento de Humanidades e Educação, Curso de Graduação em Psicologia 2 Acadêmico do 8ºsemestre

Leia mais

PAI, VEM ME VER Editado pela Chiado Editora em Setembro de 2012

PAI, VEM ME VER Editado pela Chiado Editora em Setembro de 2012 PAI, VEM ME VER Editado pela Chiado Editora em Setembro de 2012 (Autor) Nuno Vilaranda. Nascido em 1979, é Guarda da Guarda Nacional Republicana desde 2004. É membro vogal da direção da Associação Portuguesa

Leia mais

Ângelo Mário Emanuela Coutinho Geraldo Oliveira MANGABEIRA

Ângelo Mário Emanuela Coutinho Geraldo Oliveira MANGABEIRA MANGABEIRA Ângelo Mário Emanuela Coutinho Geraldo Oliveira MANGABEIRA Sumário Introdução 03 Localização geográfica 04 História 06 Depoimento de uma moradora 09 Curiosidades 11 Pontos de encontro da comunidade

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 6 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO MEMORIAL DO IMIGRANTE

BOLETIM INFORMATIVO MEMORIAL DO IMIGRANTE BOLETIM INFORMATIVO MEMORIAL DO IMIGRANTE FEVEREIRO DE 2011 Desde o último mês de agosto, como parte da política de preservação e valorização do patrimônio museológico da Secretaria de Estado da Cultura,

Leia mais

A Política de Assistência Social Um novo desenho.

A Política de Assistência Social Um novo desenho. A Política de Assistência Social Um novo desenho. Profª. Eline Alcoforado Maranhão Sá Profª. Maria Aparecida Guimarães Skorupski Profª Regina Coeli Climaco Matos A Assistência Social como política de proteção

Leia mais

Políticas Públicas de Prevenção e Atenção para DST/HIV/Aids em saúde mental, no Brasil

Políticas Públicas de Prevenção e Atenção para DST/HIV/Aids em saúde mental, no Brasil Ministério da saúde Secretaria de Atenção à saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Coordenação de Saúde Mental Políticas Públicas de Prevenção e Atenção para DST/HIV/Aids em saúde mental,

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Simone Röhrig de Sousa. Relatório Estágio Curricular III- Serviço Hospitalar

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Simone Röhrig de Sousa. Relatório Estágio Curricular III- Serviço Hospitalar 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Enfermagem Simone Röhrig de Sousa Relatório Estágio Curricular III- Serviço Hospitalar Hospital Dia Hospital de Clinica de Porto Alegre Porto Alegre

Leia mais

Marcos Vinicius Oliveira da Cruz. Relatório da vivência VER-SUS Bacabal 2016.1

Marcos Vinicius Oliveira da Cruz. Relatório da vivência VER-SUS Bacabal 2016.1 Marcos Vinicius Oliveira da Cruz Relatório da vivência VER-SUS Bacabal 2016.1 2016 DIA 4 DE JANEIRO DE 2016-1 dia Chegada dos viventes ao Hotel Royal Plaza Às 08:00 horas houve a recepção dos viventes,

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE Proposta Comissão Diocesana ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE - MATERIAL DIDÁTICO - INSCRIÇÕES (crianças, adolescentes, adultos) - FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS- ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE OBJETIVO: Que a catequese na

Leia mais

CAIU NA NET : UM ESTUDO SOBRE A CONCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DA ESCOLA ESTADUAL DOS RODOVIÁRIOS NO MUNICIPIO DE ALAGOINHAS-BA

CAIU NA NET : UM ESTUDO SOBRE A CONCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DA ESCOLA ESTADUAL DOS RODOVIÁRIOS NO MUNICIPIO DE ALAGOINHAS-BA CAIU NA NET : UM ESTUDO SOBRE A CONCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DA ESCOLA ESTADUAL DOS RODOVIÁRIOS NO MUNICIPIO DE ALAGOINHAS-BA Anderson José da Silva Brito¹ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais