EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO"

Transcrição

1 EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO PROF.ª JUCIMARA BRITO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª FRANCISCA AGUIAR

2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho: A trajetória humana, suas produções e manifestações. 2

3 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 10.1 e 10.2 Conteúdos O futebol. O futebol para além das quatro linhas. 3

4 CONTEÚDOS E HABILIDADES Habilidades Reconhecer o futebol como prática popular e identificar suas diferentes manifestações. Adotar atitudes éticas em qualquer situação de prática esportiva. 4

5 O trajeto da memória das mídias esportivas pioneiras no Brasil. 5

6 Década de 1900 Primeiras crônicas esportivas (José da Silva Paranhos e Machado de Assis). Correio da Manhã / O Paiz / Gazeta de Notícias / Jornal do Brasil. Resultados esportivos (diariamente). 6

7 Maior espaço com o passar dos anos Revistas: Jockey (1912), Auto-Esporte (1912), Turf (1915). Revista Vida Esportiva (1917) - circulação nacional. 7

8 Maior espaço com o passar dos anos Encartes de jornal Gazeta Esportiva (1924) - encarte do jornal. 8

9 Maior espaço com o passar dos anos Transmissão pela rádio Locutores esportivos. 9

10 Maior espaço com o passar dos anos Transmissão pela TV Pequenas transmissão e nada periódico. Programas de TV. Financiamentos de empresas O destaque de atletas. 10

11 Maior espaço com o passar dos anos Transmissão pela TV Melhor qualidade na transmissão. Transmissão ao vivo. Com recursos tecnológicos avançados, TV digital. Recursos interativos com internet e TV fechada. 11

12 Hoje: TV aberta e fechada, rádio, jornal impresso, internet, celular. O esporte: principal produto. 12

13 Adequação dos esportes Para a melhor cobertura esportiva. As regras do voleibol e da Corrida São Silvestre. 13

14 A mídia e o esporte Popularização do esporte Criação de novas modalidades Criação de eventos esportivos 14

15 Os esportes que inicialmente moveram os recursos esportivos e marcaram a história do esporte brasileiro 15

16 DESAFIO DO DIA Observe atentamente a imagem 16

17 O jogo de futebol 17

18 História do futebol Registros de atividades semelhante Século III e II a. C. Na antiga China. Consistia em lançar uma bola com os pés para uma pequena rede. 18

19 História do futebol Nos moldes do futebol atual Criando na Inglaterra (Football Association). As primeiras regras: Código Sheffield ( ). 19

20 O Código Sheffield Criado por Nathaniel Creswick e William Prest Conjunto de regras de futebol, Ainda hoje são utilizadas: Uso de um travessão (poste horizontal) de material rígido. Os tiros livres, escanteios e arremessos laterais como métodos de reintrodução da bola ao jogo. 20

21 A FIFA Fédération Internationale de Football Association Órgão regente do futebol Principal competição internacional: Copa do Mundo FIFA (realizada a cada 4 anos) 21

22 As regras Disputa entre duas equipes 11 jogadores (sendo 1: o goleiro). 22

23 As regras Duração do jogo: 90 minutos por jogo. Divididos em dois tempos de 45 minutos. 15 minutos de intervalo entre ambos os períodos. Possibilidade de acréscimos. 23

24 Objetivo Deslocar uma bola pelo campo, para colocá-la dentro da baliza adversária, ou seja, fazer o gol. A equipe que marcar mais gols ao término da partida é a vencedora. Empate: equipes com o mesmo número de gols. Desempate: Prorrogação ou cobrança de pênalti. 24

25 O campo LINHA LATERAL 90m - 120m GRANDE ÁREA 16.5m x 40.3m LINHA DO MEIO PEQUENA ÁREA 17.7m x 5.5m CÍRCULO CENTRAL 9.15m LINHA DE FUNDO 45m - 90m ARCO-PENAL 9.15m PONTO CENTRAL ÁREA DO PENALTI GOL 7,3m x 2,4m ARCO DE CANTO 1m 25

26 Posição dos jogadores em campo 26

27 O goleiro: é quem protege a baliza. Os zagueiros: desarmam os atacantes adversários. Os laterais: responsáveis de repor a bola em jogo quando esta sai pelas linhas laterais do campo. Os meios de campo: têm basicamente a função de fazer a ligação entre a defesa e o ataque da equipe. O atacante: tem a função fundamental de fazer o gol. 27

28 Faltas Marca-se cada vez que um jogador golpeie ou tente golpear outro jogador. Tiro Livre: cobrado do local onde a infração foi cometida. 28

29 Faltas Pênalti: Infração cometida dentro de uma das áreas. Cobrado na marca do pênalti, direto para o gol. 29

30 Tiro livre indireto: Cobrado quando Um jogador joga de forma perigosa ou impede o goleiro de pegar a bola com suas mãos; Se o goleiro mantiver a bola em suas mãos por mais de seis segundos ou tê-la recebido de um companheiro ou diretamente de um arremesso lateral. 30

31 Cartões Cartão amarelo: É uma advertência ao jogador que comete uma falta perigosa. Cartão vermelho: Infração gravíssima ou acúmulo de dois cartões amarelos, o jogador é expulso do campo ou substituído. 31

32 O impedimento: Quando um jogador que poderia receber um passe não tem entre si e a linha de fundo adversária pelo menos dois jogadores do outro time. 32

33 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1. Monte um painel ou maquete: a) Desenhe o campo de futebol e especifique o nome das linhas e áreas b) Coloque cada um dos jogadores em campo e especifique suas respectivas posições. 2) Que jogos e brincadeiras simulam uma partida de futebol? 33

34 Fundamentos técnicos do Futebol A) Movimentos sem bola (corrida com mudança, saltos, giros, etc.); B) Movimentos com bola (condução, passe, chute, drible ou finta, recepção, cabeceio e arremesso lateral). 34

35 A Condução: É o ato de deslocar-se pelos espaços possíveis do jogo, tendo consigo o passe de bola. 35

36 O Passe: É um elemento técnico inerente ao fundamento chute, que se caracteriza pelo ato de impulsionar a bola para um companheiro. 36

37 O Chute: É o ato de golpear a bola, desviando ou dando trajetória à mesma, estando ela parada ou em movimento Objetivo: finalizar uma ação para o gol ou impedir o prosseguimento das ações do adversário 37

38 Drible ou finta É o ato que o jogador, estando ou não em posse da bola, tenta ludibriar o seu adversário. 38

39 Alguns tipos de fita ou drible: Pedalada: É quando o atacante passa os pés sobre a bola repetidas vezes, a fim de distrair o adversário e conseguir driblar a marcação. Corte: Para dar um corte, o jogador joga a bola com o pé esquerdo para direita e segue correndo com ela. 39

40 Alguns tipos de fita ou drible: Drible da vaca ou meia lua: No drible da vaca o jogador engana o adversário dando um toque leve na bola pela direita e, depois, ele corre pela esquerda. Chapéu ou lençol: o jogador levanta a bola com o dorso do pé e corre para recuperá-la enquanto ela passa por cima do adversário. 40

41 Alguns tipos de fita ou drible: Caneta ou rolinho: é quando o jogador passa a bola entre as pernas do adversário e corre para buscá-la novamente. 41

42 Recepção Ter a posse da bola após um passe Domínio. 42

43 Cabeceio É o ato de impulsionar a bola utilizando a cabeça. 43

44 Defesa do goleiro É a ação, desempenhada pelo goleiro, na tentativa de impedir a ação do atacante, impedir o gol. 44

45 Defesa do goleiro Ponte espalmada: É quando o goleiro salta para um dos ângulos superiores da trave e bate com as mão abertas, defendendo o gol. Soco: com as mãos fechadas e unidas, o goleiro dá um soco na bola que vem do ataque Encaixada: defesa em que a bola se encaixa nas mãos do goleiro que a escolhe junto ao corpo. 45

46 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Agora é hora de praticar: Divida a turma em duplas para praticar: 1. Passe e recepção 2. Condução e passe 3. Drible 4. Chute e defesa do goleiro 46

47 Jogos pré-desportivos São jogos cujo objetivo é ensinar crianças, de forma diferenciada, regras e os objetivos de cada modalidade, ou seja, constitui uma variação de jogos menores, onde o alunos conhecerá, aprenderá e executará diferentes habilidades esportivas. 47

48 Características dos Jogos pré-desportivos Atividade com caráter recreativo; Necessidade de ações coletivas e interações entre os participantes; Flexibilização dos objetivos; Flexibilização de regras; Flexibilização de espaços; Flexibilização de duração; 48

49 Flexibilização de jogadores; Proximidade aos jogos esportivos institucionalizados. 49

50 Abaixo alguns exemplos: Basquete Baixo É um basquete com alvos baixos, Haverá uma área ao redor dos alvos onde ninguém pode entrar. Para marcar pontos, é necessário que um jogador arremesse a bola no alvo e que outro jogador da mesma equipe pegue a bola. 50

51 Queimada Gigante É uma queimada cada um por si. Quem vai sendo queimado senta, e pode continuar queimando desde que sentado. O vencedor é o último a ser queimado 51

52 Fut - Pega - Duplas Os participantes devem formar duplas. É um pega - pega, onde a dupla de pegadores, terá uma bola e deve pegar outra dupla chutando a bola em cima do fugitivo. Será a nova dupla de pegadores em quem a bola encostar. 52

53 Vôlei Cego Vôlei com uma lona pendurada na rede de forma que uma equipe não veja a outra. 53

54 Jogo de peteca Neste jogo, a peteca é arremessada ao ar de um jogador para o outro, tendo uma rede de vôlei no centro. O objetivo é fazer com que a mesma toque o solo numa área definida. Uma outra forma de se praticar esta atividade, é jogar a peteca em roda entre os colegas sem deixá-la cair no chão. 54

55 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aprendendo com a prática Futebol com quatro gols Material: uma bola, 4 cones. Desenvolvimento: A turma será dividida em duas equipes com o número igual de participantes. Cada equipe terá dois goleiros, sendo que um ficará na goleira normal da quadra e o outro em uma goleira lateral improvisada pelos cones. Ao sinal, o jogo inicia normalmente como o futebol, só que podem fazer gol tanto em uma como em outra goleira. 55

56 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Será vencedora a equipe que conseguir mais gols em um determinado tempo. Obs.: Se os alunos tiverem boa habilidade com a bola, pode-se colocar 2 bolas para que haja maior movimentação dos jogadores. 56

57 Jogos Pré-desportivos Vantagens: Participação simultânea de grande número de alunos. Pouca exigência de material. Possibilidade de participação dos alunos sem levar em consideração seu nível técnico. 57

58 Jogos Pré-desportivos Vantagens: Motivação intrínseca Possibilidade do conhecimento das regras básicas da modalidade Possibilidade do conhecimento da mecânica do jogo. 58

59 Exemplos de jogos pré-desportivos Jogo do espião Handegol Base 4 Queimada Relojinho Volençol Derrubando cones Pega pega Bola ao cesto Futebol Voleibol Handebol Basquetebol Handebol Atletismo Beisebol Handebol Basquetebol 59

60 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aprendendo com a prática Bola por baixo da corda No centro da quadra de jogo, coloca-se uma corda a cerca de 80 cm do chão. Cada equipe deve manter-se em seu campo. O objetivo do jogo é fazer com que a bola, após ser chutada, ultrapasse a linha de fundo da quadra, passando por baixo da corda. Toda vez que fizer isso, a equipe marcará um ponto. Se a bola bater na corda ou passar por cima dela, a equipe perderá a posse da bola. 60

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Ms. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. A Meta Qual o número mínimo de jogadores, em um time,

Leia mais

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: /

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: / A5 ATIVIDADES DE MATEMÁTICA Aluno: Complete com os números que faltam: 1 4 6 8 10 12 14 16 17 18 20 Anexo: Conceitos Matemáticos Dinâmica Escolher uma forma criativa para apresentar a situação criada

Leia mais

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país.

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país. O Futsal, também conhecido como Futebol de Salão, é uma modalidade esportiva que foi adaptada do futebolde campo para as quadras. O futsal é muito praticado no Brasil, fazendo parte de uma das principais

Leia mais

Prof. Maick da Silveira Viana

Prof. Maick da Silveira Viana Regras do Handebol Prof. Maick da Silveira Viana REGRA 1 A quadra do jogo REGRA 2 - A duração da partida A partida de handebol consiste em dois tempos divididos por um intervalo de 10 minutos. A duração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO EDITAL Nº 003/2016, DE 14 DE JANEIRO DE 2016 Seleção para Alunos de Pós-Graduação Lato Sensu para

Leia mais

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA FABRÍCIO RAMALHO DA COSTA GERSON APARECIDO DE SOUZA JUNIOR ISMAEL FRANCO DE SOUZA MARCOS PAULO DA SILVA COSTA RUBENS VAZ COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS POLIVALENTE

Leia mais

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 FUTSAL Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 ÍNDICE Índice... i FUTSAL... 1 Fundamentos técnicos:... 1 Posições dos Jogadores no Futsal:... 1 Regras:... 2 Campo... 2 Área de

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO

EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO PROF. KIM RAONE PROF. MARCUS MELO ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Esporte e deficiência. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Esportes adaptados aula II 3

Leia mais

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo.

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 2. O jogador que receber um cartão azul será excluído

Leia mais

Questões dos 6º anos

Questões dos 6º anos 2012 - AVALIAÇÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO 4ª BIMESTRE Questões dos 6º anos 1- Lembrando que tanto o futebol como o handebol são esportes coletivos, quais comportamentos podemos observar com relação a forma

Leia mais

CAPÍTULO Reconhecer espaços. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO Reconhecer espaços. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO Capacidades táticas Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.1.5 Reconhecer espaços cap5.1.5.indd 1 27/05/13 18:09 cap5.1.5.indd 2 27/05/13 18:09 APRENDIZAGEM TÁTICA

Leia mais

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá

Leia mais

CAPÍTULO Transportar a bola. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO Transportar a bola. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO Capacidades táticas Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.1.2 Transportar a bola cap5.1.2.indd 1 27/05/13 18:06 cap5.1.2.indd 2 27/05/13 18:06 APRENDIZAGEM TÁTICA

Leia mais

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá a equipe que

Leia mais

A história do basquetebol

A história do basquetebol O Basquetebol A história do basquetebol Porque foi criado? Em Dezembro de 1891, o professor de educação física de Springfield College em Massachusetts, Estados Unidos, James Naismith, recebeu uma tarefa

Leia mais

Regulamento específico das modalidades

Regulamento específico das modalidades Festival de Jogos 6ª a 8ª séries 2013 Regulamento específico das modalidades Colégio Santa Dorotéia TAPABOL (MASC./ FEM.) 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de

Leia mais

Textos para leitura e exploração. Base 4. 7º Ano Ensino Fundamental II

Textos para leitura e exploração. Base 4. 7º Ano Ensino Fundamental II COMPONENTE CURRICULAR EDUCAÇÃO FÍSICA Textos para leitura e exploração Base 4 7º Ano Ensino Fundamental II Professor: Alexandre Damazio 2º Bimestre / 2016 INDICE Regras gerais------------------------------------------------3

Leia mais

REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017. Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos.

REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017. Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos. REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017 Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos. São dois grupos de 5 times, totalizando 10 times. O campeonato terá fase de grupos

Leia mais

CAPÍTULO Tirar vantagem tática. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO Tirar vantagem tática. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO Capacidades táticas Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.1.3 Tirar vantagem tática cap5.1.3.indd 1 27/05/13 18:07 cap5.1.3.indd 2 27/05/13 18:07 APRENDIZAGEM TÁTICA

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 6ª PROVA 5º ANO 2016

EDUCAÇÃO FÍSICA 6ª PROVA 5º ANO 2016 EDUCAÇÃO FÍSICA 6ª PROVA 5º ANO 2016 Handebol Devido ao fato do esporte ter sido desenvolvido por um professor de educação física, o handebol ganhou grande aceitação nas escolas e colégios de muitos países,

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 2 ANO 2 BIMESTRE

EDUCAÇÃO FÍSICA 2 ANO 2 BIMESTRE SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS EDUCAÇÃO

Leia mais

ASSEMBLÉIA PARAENSE DIRETORIA DE FUTEBOL COPA DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO. 2 Só poderão participar associados da AP de faixa etária acima de 18 anos;

ASSEMBLÉIA PARAENSE DIRETORIA DE FUTEBOL COPA DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO. 2 Só poderão participar associados da AP de faixa etária acima de 18 anos; ASSEMBLÉIA PARAENSE DIRETORIA DE FUTEBOL COPA DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO 1 A I Copa de Futsal 2016 é uma realização da Diretoria de Futebol da Assembleia Paraense, e os seus jogos serão realizados no ginásio

Leia mais

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS História O Futebol de Areia começou a ser disputado em 1992, quando as regras do jogo foram criadas e um campeonato piloto foi organizado em Los

Leia mais

CAPÍTULO. 8.3 Saltos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24

CAPÍTULO. 8.3 Saltos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24 8 CAPÍTULO Atletismo 8.3 Saltos José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24 cap8.3.indd 2 27/05/13 18:24 CAPACIDADES ATLETISMO SALTOS COORDENATIVAS PRESSÃO DE TEMPO ATIVIDADES

Leia mais

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken TÉCNICO CBV SAQUE POR CIMA - Sem SALTO Saque sem salto 1 a ensinar; Técnica geral será utilizada, nos saques com salto TRANSFERÊNCIA. POSTURA

Leia mais

TORNEIOS ESPORTIVOS MARÇO REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS

TORNEIOS ESPORTIVOS MARÇO REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS DISPOSIÇÕES GERAIS REALIZAÇÃO 19 de março de 2016 no Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo, para crianças nascidas entre 2007 e 2004. CERIMÔNIA DE ABERTURA Em cada grupo, às 08h30

Leia mais

Práticas pedagógicas Educação Física

Práticas pedagógicas Educação Física Práticas pedagógicas Educação Física Recomendada para o Ensino Fundamental Ciclo II (7a e 8a séries) Tempo previsto: 2 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Professor(a): Apresentamos aqui três (3)

Leia mais

Educação Física - 6º AO 9º ANO

Educação Física - 6º AO 9º ANO Conteúdos Programáticos Propostos para a Disciplina: Bimestre 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1º bimestre Jogo e : Competição e cooperação Jogos populares Jogos pré-desportivos Jogos cooperativos : modalidade

Leia mais

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Mst. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. Qual o número mínimo de jogadores, em um time, para iniciar

Leia mais

Regras do Futsal. Confira as principais regras do futsal de acordo com Livro Nacional de Regras da CBFS, aprovado pela Fifa:

Regras do Futsal. Confira as principais regras do futsal de acordo com Livro Nacional de Regras da CBFS, aprovado pela Fifa: Regras do Futsal Apesar da semelhança em vários pontos com o futebol de campo, as regras do futsal são diferentes. Regras básicas foram mantidas e outras como a dimensão da quadra, as marcações, número

Leia mais

PRIMEIRA PROVA SOMATIVA COM USO DO TEMPORIZADOR

PRIMEIRA PROVA SOMATIVA COM USO DO TEMPORIZADOR Esta avaliação é composta por 20 questões objetivas, ou seja, somente uma questão está correta. O tempo para cada questão, será de um minuto para escolher uma das alternativas, fique atento, pois, a mudança

Leia mais

METODOLOGIA DO ENSINO DO FUTSAL. Osvaldo Tadeu da Silva Junior

METODOLOGIA DO ENSINO DO FUTSAL. Osvaldo Tadeu da Silva Junior METODOLOGIA DO ENSINO DO FUTSAL Osvaldo Tadeu da Silva Junior INICIAÇÃO ÀS TÉCNICAS INDIVIDUAIS INTRODUÇÃO FUTSAL: Da iniciação ao Alto nível Daniel Mutti A técnica consiste na execução individual dos

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O Critério de disputa está previsto no REGULAMENTO GERAL. Art.2º. Será realizado nos dias 21 a 23/04/2005, nas dependências do campus da Unemat. Art. 3º. É

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira FUTEBOL (DE 11)

Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira FUTEBOL (DE 11) Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira Ano Letivo 2016/2017 FUTEBOL (DE 11) O QUE É O FUTEBOL? É um jogo desportivo coletivo praticado por duas equipas de 11 jogadores. O jogo é dirigido

Leia mais

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Olimpíada 2016 3º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Regulamento Geral Caros Alunos! Um dos grandes momentos da nossa escola está chegando. A Olimpíada será uma oportunidade de manifestarmos nossa alegria

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016

IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016 IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016 Datas e horários: Inicio em 01/10/2016 até 26/11/2016 Horário das 15h00min às 17h30min Sobre o número de atletas por equipe: Inscrições de no

Leia mais

CAPÍTULO. 8.2 Lançamentos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.2.indd 1 27/05/13 18:23

CAPÍTULO. 8.2 Lançamentos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.2.indd 1 27/05/13 18:23 8 CAPÍTULO Atletismo 8.2 Lançamentos José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira cap8.2.indd 1 27/05/13 18:23 cap8.2.indd 2 27/05/13 18:23 CAPACIDADES ATLETISMO LANÇAMENTOS COORDENATIVAS PRESSÃO DE

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Pomerode 2015 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA CIDADE Nº

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Blumenau 2017 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Pomerode 2017 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2016 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA Nº DE EQUIPES

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE VOLEIBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE VOLEIBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE VOLEIBOL CAPÍTULO I - NORMAS TÁTICAS MIRIM MASCULINO E FEMININO 1997-98: Sistema de Jogo: 6 X 0 ou 4 X 2, sem infiltração de jogadores em qualquer momento do rally;

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO

EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO PROF. KIM RAONE PROF. MARCUS MELO ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Esportes coletivos 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Fundamentos do basquetebol 3 CONTEÚDOS

Leia mais

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 INFANTIL REGULAMENTO: A Sub-diretoria de Futsal Infantil de Esportes do Jaraguá Clube Campestre realizará, no período de 30/08 a 14/11/2015.

Leia mais

Chute É o ato de golpear a bola, desviando ou dando trajetória à mesma, estando ela parada ou em movimento.

Chute É o ato de golpear a bola, desviando ou dando trajetória à mesma, estando ela parada ou em movimento. UI MARIA LENIR ARAÚJO MENESES Prof Esp. Leonardo Delgado FUNDAMENTOS TÉCNICOS DO JOGADOR DE FUTEBOL Para uma melhor prática do futebol, faz-se necessário o conhecimento e domínio de algumas técnicas básicas,

Leia mais

Parágrafo único Os jogos serão divididos em 4 tempos de 7 minutos, tanto na seletiva quanto na etapa final.

Parágrafo único Os jogos serão divididos em 4 tempos de 7 minutos, tanto na seletiva quanto na etapa final. BASQUETE Artigo 1º - A competição de basquete dos 15 os Jogos de Integração da APCEF/SP será realizada de acordo com as regras internacionais seguidas pela CBB - Confederação Brasileira de Basquete - e

Leia mais

Textos para Leitura e Exploração

Textos para Leitura e Exploração COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Textos para Leitura e Exploração Handebol. 8º ano - Ensino Fundamental II Professora: Raísa Prado. 1º Bimestre / 2016. Página 1 História do handebol Em 29 de outubro

Leia mais

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual POSICIONAMENTO DOS JOGADORES EM QUADRA E SUAS FUNÇÕES Pivôs: são os jogadores mais altos da equipe, pois têm como objetivo pegar rebotes, tanto na área defensiva como na ofensiva. Os pivôs, geralmente,

Leia mais

As Regras do Beach Handball

As Regras do Beach Handball Escrito por Administrator Qui, 16 de Julho de 2009 17:09 As Regras do Beach Handball As regras da lhf (International Handball Federation) datam de 1º de agosto de 1993, mas as mudanças decididas pelo Conselho

Leia mais

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016-17 Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 5º ano Ano letivo: 201.201 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2014 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Nº EMPRESA Nº DE

Leia mais

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL O futebol é um esporte coletivo jogado principalmente com os pés, como seu nome próprio diz (foot=pé, ball=bola). O futebol

Leia mais

Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7

Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7 Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7.P - 1 01 - local da competição: Parque Esportivo Alpendre da Vila: Rua Armando Monteiro, 555 - Vila União. 02 - atletas: Funcionários nas Empresas da Categoria

Leia mais

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A PROVAS 1) Atletismo 2) Futsal 3) Voleibol Especial 4) Natação 5) Cabo de Guerra 6) Provas de Habilidade 7) Tênis de Mesa A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B - Nesta prova

Leia mais

Histórico basquetebol James Naismith 1891

Histórico basquetebol James Naismith 1891 BASQUETEBOL Histórico O basquetebol é uma modalidade esportiva coletiva, que foi idealizada nos Estados Unidos da América pelo canadense James Naismith no ano de 1891 na cidade de Springfield no estado

Leia mais

PANELINHAS XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base.

PANELINHAS XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base. PANELINHAS 2016 XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base. I Objetivos: - Desenvolver o interesse do associado pela prática do futebol. - Promover o entretenimento e a sociabilização através do futebol.

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 6º ano Ano letivo: 201.2014 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Ministério de Juniores e Adolescentes. JUNAD nos JOGOS

Ministério de Juniores e Adolescentes. JUNAD nos JOGOS REGULAMENTO GERAL: Ministério de Juniores e Adolescentes O regulamento tem a função de orientar os participantes e a equipe que está executando as atividades do evento. Participantes de outras igrejas,

Leia mais

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto ì Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto Caraterização! Futsal! Caraterização O Futsal é uma modalidade praticada por duas equipas, compostas cada uma por cinco elementos

Leia mais

:: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU)

:: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU) :: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU) 1 - A disputa 1.1. Cada jogo será disputado em uma melhor de 3 partidas, o time que marcar 5 gols primeiro vence a partida. 1.2. As partidas são finalizadas

Leia mais

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados)

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Nome: Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Observe a figura acima e responda as questões a seguir: 1. A sequência se refere à prova de. 2. Em que distâncias essa prova

Leia mais

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Para começar a jogar Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Por Marcela Evangelista HÁ MAIS DE 30 ANOS, quando o Beach Tennis surgiu nas areias da Itália, tratava-se de uma atividade

Leia mais

Fundamentos técnicos do Handebol

Fundamentos técnicos do Handebol Resumo com autoria de Edvaldo Soares de Araújo Neto e Anália Beatriz A. S. Almeida. Fundamentos técnicos do Handebol Recepção Conceito: ato de receber a bola normalmente com as duas mãos; Objetivo: amortecer

Leia mais

CAPÍTULO. 5.2 Jogos de inteligência e JDICT. criatividade tática. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO. 5.2 Jogos de inteligência e JDICT. criatividade tática. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO JDICT Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.2 Jogos de inteligência e criatividade tática cap5.2.indd 1 27/05/13 18:16 cap5.2.indd 2 27/05/13 18:16 APRENDIZAGEM

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 1º JOGOS INTERNOS DO ENSINO MÉDIO 2017

REGULAMENTO GERAL 1º JOGOS INTERNOS DO ENSINO MÉDIO 2017 REGULAMENTO GERAL 1º JOGOS INTERNOS DO ENSINO MÉDIO 2017 Os Jogos Internos do Ensino Médio, que acontecem pela primeira no Colégio Antônio Vieira no ano de 2017, integram as atividades de Educação Física

Leia mais

História do Basquetebol

História do Basquetebol História do Basquetebol Foi inventado por um professor Canadiano, James Naismith no ano de 1891. Em Dezembro do mesmo ano, teve lugar o primeiro jogo, no Springfield College, nos EUA. O seu primeiro nome

Leia mais

Departamento de Educação Física Educação Física - 2º e 3º CICLO

Departamento de Educação Física Educação Física - 2º e 3º CICLO Ginástica no solo: Cambalhota à frente com pernas unidas Cambalhota à retaguarda com pernas unidas. Pino no espaldar ou Pino Cambalhota Roda Ginástica de Aparelhos: Salto ao eixo Salto Entre-Mãos Salto

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO: CHAVE A MORPHOS COREMA CAMPEÃO SEGUNDA VICE SEGUNDA CHAVE B 1. È OBRIGATÓRIO O USO DE CANELEIRAS. 2. Os jogos terão a duração de

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 Súmula: Liga da Justiça 4 x 6 Transporte FC Data: 19 de setembro de 2015 Árbitro: João Ricardo Gols: Alan Clei aos 2 (Transporte FC), Emerson Soares aos 3 e Arthur

Leia mais

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 Súmula: Liga da Justiça 1 x 2 Napoli Data: 24 de outubro de 2015 Árbitro: Marcelo Piacesi Gols: Glaudson Santos aos 17 e Bruno Sousa aos 19 (Napoli) do primeiro tempo;

Leia mais

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS Art. 1º - O campeonato da categoria BANANEIRAS do Pingo D água será disputado pôr 06 (seis) equipes compostas pôr atletas

Leia mais

CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO

CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO A QUADRA DE FUTSAL 1- Dimensões A quadra de jogo será um retângulo com o comprimento de 40 metros e largura de 20 metros. As linhas

Leia mais

XII INTERAMIZADE - NOTURNO. Carta Convite

XII INTERAMIZADE - NOTURNO. Carta Convite XII INTERAMIZADE - NOTURNO Carta Convite O Colégio São Luís tem o prazer de convidar esta conceituada instituição de ensino a participar dos XII Interamizade Noturno 2015, principal evento esportivo de

Leia mais

Grupo I Voleibol (25 pontos)

Grupo I Voleibol (25 pontos) Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO 2014 1ª FASE PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Duração da prova: 45 minutos --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO

REGULAMENTO ESPECÍFICO REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES ESPORTIVAS INTERCLASSES E INTERESCOLAS REGULAMENTO ESPECÍFICO Segue o Regulamento com os ajustes realizados e informado previamente. Lembrando que todas as crianças

Leia mais

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores.

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6º A, B, C DISCIPLINA:

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO

COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO 1. Goleiro como um jogador de quadra. A regra era seis (06) jogadores de quadra + 1 goleiro. Pela

Leia mais

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES O JOGADOR PADRÃO APOSTILA PÁGINA 6 As onze PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM BOM JOGADOR 1 - Sendo um jogo de conjunto, procurar sempre, e o mais rápido possível

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA RECUPERAÇÃO 5º ANO 2016

EDUCAÇÃO FÍSICA RECUPERAÇÃO 5º ANO 2016 EDUCAÇÃO FÍSICA RECUPERAÇÃO 5º ANO 2016 Regras Básicas do Basquetebol O time é formado por 5 jogadores de cada equipe em jogo mais 7 reservas. O jogo inicia com o arbitro lançando a bola ao ar no círculo

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LECTIVO 2011/2012 PARTICIPAÇÃO Todos os jogos das modalidades colectivas serão disputados

Leia mais

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto HANDEBOL Profesores: Daniel / Sheila Colégio Adventista de Rio Preto Técnicas Defensivas Handebol 1. Posição básica defensiva: É a postura que deve adotar os jogadores, posicionando-se para intervir na

Leia mais

Ofício Circular nº 18/CA-CBF/16 Rio de Janeiro, 13 de maio de 2016.

Ofício Circular nº 18/CA-CBF/16 Rio de Janeiro, 13 de maio de 2016. Ofício Circular nº 18/CA-CBF/16 Rio de Janeiro, 13 de maio de 2016. Da Presidência da CA-CBF Para: STJD, Oficiais de Arbitragem, Federações, Equipes e Interessados. Assunto: Resumo das Emendas as Regras.

Leia mais

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE LEÇA DA PALMEIRA/STA. CRUZ DO BISPO Ano Letivo de 20012/2013 O que é o andebol? REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO O Andebol é um desporto coletivo inventado por um alemão, Karl

Leia mais

Futebol Sete Masculino Livre

Futebol Sete Masculino Livre Futebol Sete Masculino Livre FASE LOCAL CANOINHAS 2016 FUTEBOL SETE MASCULINO LIVRE CHAVE A CHAVE B 1 CIA B 6 FRICASA A 2 BONETES 7 INVIOLÁVEL 3 MILI 8 GRUPO GSA B 4 PROENGEL 9 GRUPO GSA A 5 CIA A 10 FRICASA

Leia mais

Matriz - Prova Global do Agrupamento Departamento de Educação Física Educação Física - 2º Ciclo

Matriz - Prova Global do Agrupamento Departamento de Educação Física Educação Física - 2º Ciclo Cambalhota à frente com pernas unidas Cambalhota à retaguarda com pernas unidas. Apresentação de uma sequência com Ligação entre os elementos.... Nível 1 Apresenta-se e tenta, mas não executa o exercício.

Leia mais

BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU.

BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU. BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU. 2. O tempo de duração de cada jogo será de 20 (vinte)

Leia mais

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette VOLEIBOL 8º Ano Profª SHEILA - Prof. DANIEL Origem e Evolução: William Morgan 1895 ACM s Tênis Minonette Brasil 1915 Pernambuco Colégio Marista ou ACM s São Paulo 1916 1954 CBV 1982 afirmação brasileira

Leia mais

Campeonato De Bem com a Vida Cielo

Campeonato De Bem com a Vida Cielo DA FINALIDADE: Art. 1º - O Campeonato De Bem com a Vida de Futebol Society, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos e do

Leia mais

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 CALENDÁRIO De 25/06 a 28/06 2013 Horário de 25/06 até 27/06-7h10 às18h30 28/06-7h10 às 13h00 VALORES QUE ACREDITAMOS VIVENCIAR Atitude Coragem Perseverança Compromisso Disciplina

Leia mais

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Equipes: Equipe 1 (E1); Equipe 2 (E2); Equipe 3 (E3); Equipe 4 (E4) e Equipe 5 (E5). Tabela de Jogos de Mini Voleibol Quadra sintética 13h30 13h42 1 E1 x E2 Quadra sintética

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física

Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física 9º ANO - 1º PERÍODO UNIDADE DIDÁTICA TESTES DE C.F. ATLETISMO GINÁSTICA SOLO Conteúdos -

Leia mais

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto O que é o? O andebol é um jogo desportivo colectivo, praticado por duas equipas, cada uma delas com 7 jogadores em

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS!

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS! INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS! Qualifying Dia 8 de Novembro ATENÇÃO! Os times inscritos no Futebol Masculino categoria livre e os tenistas inscritos no Tênis categoria A disputarão o

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE - IFRN REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012 Art. 1º - Os Jogos Internos

Leia mais

Questões dos 8 anos

Questões dos 8 anos Questões dos 8 anos - 2012 1- A respeito da História do futebol, analise e responda. As figuras acima mostram a evolução do futebol. Embora não exista muita certeza sobre sua origem, historiadores descobriram

Leia mais

EDITAL DE RECUPERAÇÃO PARALELA SEMESTRAL 1º SEMESTRE/2016

EDITAL DE RECUPERAÇÃO PARALELA SEMESTRAL 1º SEMESTRE/2016 EDITAL DE RECUPERAÇÃO PARALELA SEMESTRAL 1º SEMESTRE/2016 Aluno: _ Ano: Professora: Disciplina: No Colégio Pentágono trabalhamos com a Recuperação Contínua e Paralela. A Recuperação Contínua ocorre durante

Leia mais