OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS"

Transcrição

1 30 ISSN Nº PROCESSO NOME CPF / FERNANDA RODRIGUES RIQUELME Art. 2º. Este Ato entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. FÁBIO LEMES BARROS SERVIÇO DE ADMINISTRAÇÃO ADUANEIRA ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO Nº 4, DE 29 DE MARÇO DE 206 O CHEFE DO SERVIÇO DE ADMINISTRAÇÃO ADUA- NEIRA, no uso da competência delegada pela Portaria DRF/URA/nº 067/202, de 09 de julho de 202, publicada no Diário Oficial da União de 2 de julho de 202, resolve: Art. º. INCLUIR no Registro de Ajudante de Despachante Aduaneiro as seguintes pessoas: Nº PROCESSO NOME CPF / ANGÉLICA SABRINA TRINDADE VIEIRA / ARLEI GOMES DE ABREU Este Ato entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União DYONATHANN PADOIN SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL PORTARIA Nº 73, DE 29 DE MARÇO DE 206 O SECRETÁRIO DO TESOURO NACIONAL, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria MF nº 244, de 6 de julho de 202, e Considerando o disposto no 3º do art. 65 da Constituição Federal; Considerando o estabelecido nos arts. 2º, 52 e 53 da Lei Complementar nº 0, de 4 de maio de 2000; Considerando o disposto no inciso I do art. 6º do Decreto nº 6.976, de 7 de outubro de 2009, e no inciso I do art. 7 da Lei nº 0.80, de 6 de fevereiro de 200, que conferem à Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda, a condição de órgão central do Sistema de Contabilidade Federal; Considerando as competências do órgão central do Sistema de Contabilidade Federal, estabelecidas no art. 7º do Decreto nº 6.976, de 7 de outubro de 2009, complementadas pelo disposto no inciso I do art. 24 do Decreto nº 825, de 28 de maio de 993, e no inciso XIV do art. 2 do Anexo I do Decreto nº 7.482, de 6 de maio de 20; resolve: Art. º Divulgar o Relatório Resumido da Execução Orçamentária do Governo Federal, de acordo com a Portaria nº 553, de 22 de setembro de 204, da STN, com informações realizadas e registradas no SIAFI pelos órgãos e entidades da Administração Pública, relativo ao mês de fevereiro de 206, outros demonstrativos da execução orçamentária e respectivas notas explicativas. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS NOTAS EXPLICATIVAS. Os demonstrativos, Anexos a 8 e 4, apresentados nesta publicação, foram aprovados pela Portaria nº 553, de 22 de setembro de 204, da STN. Os outros demonstrativos da execução orçamentária são divulgados conforme o inciso I do art. 24 do Decreto nº 825, de 28 de maio de 993, e também o compromisso do Tesouro Nacional de dar continuidade à transparência das contas públicas aos órgãos de controle e à sociedade. 2. Os Balanços e os demonstrativos da Execução Orçamentária referem-se, exclusivamente, aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, no âmbito da Administração Pública Federal. 3. Consideram-se Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social o conjunto de dotações estabelecidas para as unidades orçamentárias pela Lei nº 3.255, de 4 de janeiro de Lei Orçamentária Anual, acrescidas dos créditos adicionais abertos até o período de referência do relatório. Esta composição está estruturada em: 3.. Órgãos da Administração Direta, compreendendo inclusive os valores relativos às despesas de transferências para entidades não contempladas nos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social; 3.2. Fundos Especiais; 3.3. Entidades da Administração Indireta, tais como: Fundações; Autarquias; Empresas Públicas dependentes; e Sociedades de Economia Mista dependentes. 4. Na fórmula da dotação inicial constam contas de detalhamento, para que seja possível evidenciar a dotação inicial detalhada, lançada no SIAFI até o nível de modalidade. 5. Considera-se como execução orçamentária da despesa a ocorrência do estágio da liquidação, efetivado ou não o seu respectivo pagamento. 6. Esta publicação apresenta três situações distintas: 6.. Balanço Orçamentário; Nº 60, quarta-feira, 30 de março de Realização das receitas e despesas de refinanciamento da dívida pública da União; e 6.3. Realização das receitas e despesas da União, excetuando-se nessas demonstrações o refinanciamento da dívida pública da União. 7. Nos Anexos, 2 e 7 são destacadas as operações intraorçamentárias às quais se referem o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, 6ª edição, Parte I - Procedimentos Contábeis Orçamentários, aprovado pela Portaria Conjunta STN/SOF nº, de 0 de dezembro de 204. No Anexo 3, as operações intra-orçamentárias são excluídas conforme o 3º do art. 2º da Lei Complementar nº 0, de 4 de maio de A Tabela -A - Demonstrativo das Receitas Desvinculadas por Força de Dispositivo Constitucional apresenta a desvinculação de receitas da União - DRU aplicada aos recursos da Seguridade Social. Nos termos da Emenda Constitucional nº 42, de 9 de dezembro de 2003, são desvinculados vinte por cento da receita da União proveniente das seguintes contribuições sociais: a) Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social; b) Cota-Parte da Contribuição Sindical; c) Contribuição sobre os Concursos de Prognósticos; d) Contribuições para os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público; e) Contribuição Social sobre o Lucro Líquido das Pessoas Jurídicas; e Sobre as Contribuições Previdenciárias para o Regime Geral de Previdência Social não se aplica a desvinculação de recursos com base no inciso XI do art. 67 da Constituição. Por analogia, também não se aplica a mesma desvinculação sobre as receitas de Contribuição para o Plano de Seguridade Social do Servidor. Quanto à receita de Contribuição para o Salário-Educação, a exceção decorre do disposto no 2º do art. 76 do ADCT. No demonstrativo consta nota explicativa com memória de cálculo das receitas desvinculadas por força de dispositivo constitucional. 9. O Anexo 2 passará a constar apenas da versão bimestral do Relatório Resumido de Execução Orçamentária, por força da Lei Complementar nº 4, de 3/0/202, e do 3º do art. 65 da Constituição Federal. 0. Os valores totais apresentados nos demonstrativos deste Relatório poderão eventualmente divergir do somatório das partes em função de arredondamentos.. A partir do Relatório de fevereiro de 204, foi incluída a Tabela 3, atual Tabela 3 com o objetivo de divulgar a evolução das despesas discricionárias e decorrentes de emendas individuais, conforme o inciso I, 6º, do artigo 52º da Lei nº 2.99, de 24/2/ A Tabela - A não apresenta valores pois a Emenda Constitucional nº 68, de 2 de dezembro de 20, deixou de produzir efeitos a partir de º de janeiro de Estas informações estão disponíveis na Internet no seguinte endereço: I - BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO - Anexo (LRF, art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e º) PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS SALDO A R E C E I TA S INICIAL AT U A L I Z A D A No Mês % Até o Mês % REALIZAR (a) (b) (b/a) (c) (c/a) (a-c) RECEITAS (Exceto Intra-Orçamentárias) (I) , , RECEITAS CORRENTES , , IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA , , Impostos , , Ta x a s , , RECEITA DE CONTRIBUICOES , , Contribuições Sociais , , Contribuições Econômicas , , Contribuições para Ent. Privadas de Serv. Social e de Form. Profissional RECEITA PATRIMONIAL , , Exploração do Patrimônio Imobiliário do Estado , , Valores Mobiliários , , Delegação de Serviços Públicos Mediante Concessão, Permissão, Autorização ou Licença , , Exploração de Recursos Naturais , , Exploração do Patrimônio Intangível ,00 0 5,45 5 Cessão de Direitos , , Demais Receitas Patrimoniais RECEITA AGROPECUARIA , , RECEITA INDUSTRIAL , , RECEITA DE SERVICOS , , Serviços Administrativos e Comerciais Gerais , , Serviços e Atividades Referentes à Navegação e ao Transporte , , Serviços e Atividades referentes à Saúde , , Serviços e Atividades Financeiras , , Outros Serviços , , TRANSFERENCIAS CORRENTES , , OUTRAS RECEITAS CORRENTES , , Multas Administrativas, Contratuais e Judiciais , , Indenizações, Restituições e Ressarcimentos , , Bens, Direitos e Valores Incorporados ao Patrimônio Público , ,

2 Demais Receitas Correntes , , RECEITAS CORRENTES A CLASSIFICAR RECEITAS DE CAPITAL , , OPERAÇÕES DE CRÉDITO , , Operações de Crédito Internas , , Operações de Crédito Externas , , ALIENACAO DE BENS , , Alienação de Bens Móveis , , Alienação de Bens Imóveis , , Alienação de Bens Intangíveis ,00 0 0, AMORTIZAÇÕES DE EMPRÉSTIMOS , , TRANSFERENCIAS DE CAPITAL , , OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL , , Integralização do Capital Social Resultado do Banco Central ,00 0 0, Remuneração das Disponibilidades do Tesouro , , Resgate de Títulos do Tesouro ,00 0 0, Demais receitas de Capital RECEITAS DE CAPITAL A CLASSIFICAR FONTE: SIAFI - STN/CCONT/GEINF BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO - Anexo (LRF, art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e º) PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS SALDO A R E C E I TA S INICIAL AT U A L I Z A D A No Mês % Até o Mês % REALIZAR (a) (b) (b/a) (c) (c/a) (a-c) RECEITAS (Intra-Orçamentárias) (II) , , RECEITAS CORRENTES , , IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA , ,9-5 Impostos , ,3-55 Ta x a s , ,28 40 RECEITA DE CONTRIBUICOES , , Contribuições Sociais , , Contribuições Econômicas 7 7 4,42 4,42 7 Contribuições para Ent. Privadas de Serv. Social e de Form. Profissional RECEITA PATRIMONIAL , , Exploração do Patrimônio Imobiliário do Estado , , Valores Mobiliários Delegação de Serviços Públicos Mediante Concessão, Permissão, Autorização ou Licença RECEITA INDUSTRIAL , , RECEITA DE SERVICOS , , Serviços Administrativos e Comerciais Gerais ,0.332, Serviços e Atividades Referentes à Navegação e ao Transporte Serviços e Atividades referentes à Saúde , , Serviços e Atividades Financeiras Outros Serviços ,08 0, OUTRAS RECEITAS CORRENTES , , Multas Administrativas, Contratuais e Judiciais , , Indenizações, Restituições e Ressarcimentos , ,6 454 Demais Receitas Correntes , , RECEITAS DE CAPITAL OPERAÇÕES DE CRÉDITO Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas ALIENACAO DE BENS Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis Alienação de Bens Intangíveis OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL Integralização do Capital Social Resultado do Banco Central Remuneração das Disponibilidades do Tesouro Resgate de Títulos do Tesouro Demais receitas de Capital SUBTOTAL DAS RECEITAS (III) = (I + II) , , OPERAÇÕES DE CRÉDITO - REFINANCIAMENTO (IV) , , Operações de Crédito Internas , , Mobiliária , , Operações de Crédito Externas ,00 0 0, Mobiliária ,00 0 0, SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (V) = (III + IV) , , AJUSTES NA PREVISÃO ATUALIZADA (VI) DÉFICIT (VII) TOTAL (VIII) = (V + VI + VII) , , DETALHAMENTO DOS AJUSTES NA PREVISÃO ATUALIZADA Créditos adicionais abertos com Superávit Financeiro Créditos adicionais abertos com Excesso de Arrecadação Créditos cancelados líquidos 0 FONTE: SIAFI - STN/CCONT/GEINF BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO - Anexo (LRF, art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e º) D O TA Ç Ã O D O TA Ç Ã O DESPESAS EMPENHADAS SALDO DESPESAS LIQUIDADAS SALDO DESPESAS PAGAS DESPESAS INICIAL AT U A L I Z A D A No Mês Até o Mês Até o Mês (j) (h) (d) (e) No Mês Até o Mês (f) (g) = (e - f) (i) = (e - h) DESPESAS (Exceto Intra-Orçamentárias) (IX) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES Transferência a Estados, DF e Municípios Benefícios Previdenciários Demais Despesas Correntes DESPESAS DE CAPITAL I N V E S T I M E N TO S pelo código de 24/08/200, que institui a

3 32 ISSN Nº 60, quarta-feira, 30 de março de 206 INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA DESPESAS (Intra-Orçamentárias) (X) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL I N V E S T I M E N TO S INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA SUBTOTAL DAS DESPESAS (XI) = ( IX + X) AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA - REFINANCIAMENTO (XII) Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (XIII) = (XI + XII) SUPERÁVIT (XIV) TOTAL (XV) = (XIII + XIV) FONTE: SIAFI - STN/CCONT/GEINF Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em:. a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64;. b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em restos a pagar não processados, consideradas liquidadas no encerramento do exercício, por força do art.35, inciso II da Lei 4.320/64. RENATO PONTES DIAS Coordenador-Geral de Contabilidade e Custos da União Contador - CRC-DF.49/O DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO RREO - Anexo 2 (LRF, Art. 52, inciso II, alínea "c") FUNÇÃO D O TA Ç Ã O D O TA Ç Ã O DESPESAS EMPENHADAS SALDO DESPESAS LIQUIDADAS SALDO INSCRITAS EM RESTOS A PA- GAR NÃO PRO- CESSADOS INICIAL AT U A L I Z A D A No Mês Até o Mês % No Mês Até o Mês % (a) (b) (b/total c = (a - b) (d) (d/total (e) = (a - d) (f) b) d) L E G I S L AT I VA , , JUDICIARIA , , ESSENCIAL A JUSTICA , , ADMINISTRACAO , , DEFESA NACIONAL , , SEGURANCA PUBLICA , , RELACOES EXTERIORES , , ASSISTENCIA SOCIAL , , PREVIDENCIA SOCIAL , , SAUDE , , TRABALHO , , EDUCACAO , , C U LT U R A , , DIREITOS DA CIDADANIA , , URBANISMO , , H A B I TA C A O , , S A N E A M E N TO , , GESTAO AMBIENTAL , , CIENCIA E TECNOLOGIA , , A G R I C U LT U R A , , ORGANIZACAO AGRARIA , , INDUSTRIA , , COMERCIO E SERVICOS , , COMUNICACOES , , ENERGIA , , T R A N S P O RT E , , DESPORTO E LAZER , , ENCARGOS ESPECIAIS , , RESERVA DE CONTINGENCIA , , TO TA L , , FONTE: SIAFI - STN/CCONT/GEINF DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO RREO - Anexo 2 (LRF, Art. 52, inciso II, alínea "c") FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO D O TA Ç Ã O D O TA Ç Ã O DESPESAS EMPENHADAS SALDO DESPESAS LIQUIDADAS SALDO (Despesas Exceto Intra-Orçamentárias) INICIAL AT U A L I Z A D A No Mês Até o Mês % No Mês Até o Mês % (a) (b) (b/total b) c = (a - b) (d) (d/total d) e = (a - d) L E G I S L AT I VA , , Acao Legislativa , , Controle Externo , , Administracao Geral , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , JUDICIARIA , , Controle Externo , , Acao Judiciaria , , Administracao Geral , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , ESSENCIAL A JUSTICA , ,

4 Controle Externo , , Defesa Do Interesse Publico No Processo Judiciario , , Representacao Judicial E Extrajudicial , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Direitos Individuais, Coletivos E Difusos , , ADMINISTRACAO , , Representacao Judicial E Extrajudicial , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , Administracao Financeira , , Controle Interno , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Ordenamento Territorial , , Formacao De Recursos Humanos , , Administracao De Receitas , , Comunicacao Social , , Defesa Civil , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Relacoes De Trabalho , , Ensino Superior , , Patrimonio Historico, Artistico E Arqueologico , , Desenvolvimento Cientifico , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Producao Industrial , , Outros Encargos Especiais , , Reserva De Contingencia , , DEFESA NACIONAL , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Defesa Aerea , , Defesa Naval , , Defesa Terrestre , , Defesa Civil , , Informacao E Inteligencia , , Cooperacao Internacional , , Assistencia A Crianca E Ao Adolescente , , Assistencia Comunitaria , , Atencao Basica , , Assistencia Hospitalar E Ambulatorial , , Suporte Profilatico E Terapeutico , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Empregabilidade , , Ensino Profissional , , Ensino Superior , , Educacao De Jovens E Adultos , , Educacao Basica , , Habitacao Urbana , , Controle Ambiental , , Desenvolvimento Cientifico , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Te l e c o m u n i c a c o e s , , SEGURANCA PUBLICA , , Administracao Geral , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Policiamento , , Defesa Civil , , Informacao E Inteligencia , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , RELACOES EXTERIORES , , Administracao Geral , , Formacao De Recursos Humanos , , Relacoes Diplomaticas , , Cooperacao Internacional , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Difusao Cultural , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Promocao Comercial , , ASSISTENCIA SOCIAL , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Cooperacao Internacional , , Assistencia Ao Idoso , , Assistencia Ao Portador De Deficiencia , , Assistencia Comunitaria , , Atencao Basica , , Alimentacao E Nutricao , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Educacao Infantil , , Saneamento Basico Rural , , PREVIDENCIA SOCIAL , , Representacao Judicial E Extrajudicial , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Informacao E Inteligencia , , Previdencia Basica , , Previdencia Do Regime Estatutario , , pelo código de 24/08/200, que institui a

5 34 ISSN Nº 60, quarta-feira, 30 de março de 206 Previdencia Complementar , , Previdencia Especial , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Normalizacao E Qualidade , , SAUDE , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , Controle Interno , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Assistencia Hospitalar E Ambulatorial , , Suporte Profilatico E Terapeutico , , Vigilancia Sanitaria , , Vigilancia Epidemiologica , , Alimentacao E Nutricao , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Patrimonio Historico, Artistico E Arqueologico , , Direitos Individuais, Coletivos E Difusos , , Assistencia Aos Povos Indigenas , , Saneamento Basico Rural , , Saneamento Basico Urbano , , Preservacao E Conservacao Ambiental , , Desenvolvimento Cientifico , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , TRABALHO , , Administracao Geral , , Administracao Financeira , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Relacoes De Trabalho , , Empregabilidade , , Fomento Ao Trabalho , , Desenvolvimento Cientifico , , Promocao Industrial , , EDUCACAO , , Administracao Geral , , Administracao Financeira , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Assistencia Hospitalar E Ambulatorial , , Suporte Profilatico E Terapeutico , , Alimentacao E Nutricao , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Ensino Profissional , , Ensino Superior , , Educacao Infantil , , Educacao De Jovens E Adultos , , Educacao Basica , , Desenvolvimento Cientifico , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Servicos Financeiros , , Outros Encargos Especiais , , Transferencias Para A Educacao Basica , , C U LT U R A , , Administracao Geral , , Administracao Financeira , , Normatizacao E Fiscalizacao , ,00 00 Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Patrimonio Historico, Artistico E Arqueologico , , Difusao Cultural , , Desenvolvimento Cientifico , , Promocao Comercial , , DIREITOS DA CIDADANIA , , Acao Legislativa , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Comunicacao Social , , Assistencia Ao Portador De Deficiencia , , Assistencia A Crianca E Ao Adolescente , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Custodia E Reintegracao Social , , Direitos Individuais, Coletivos E Difusos , , Assistencia Aos Povos Indigenas , , URBANISMO , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , Ordenamento Territorial , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Assistencia Comunitaria , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Infra-Estrutura Urbana , , Servicos Urbanos , , Transportes Coletivos Urbanos , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Normalizacao E Qualidade , , H A B I TA C A O , , Administracao Geral , , Infra-Estrutura Urbana , , Habitacao Urbana , , S A N E A M E N TO , , Saneamento Basico Urbano , , GESTAO AMBIENTAL , ,

6 Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Ordenamento Territorial , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Preservacao E Conservacao Ambiental , , Controle Ambiental , , Recuperacao De Areas Degradadas , , Recursos Hidricos , , Desenvolvimento Cientifico , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Irrigacao , ,00 88 CIENCIA E TECNOLOGIA , , Planejamento E Orcamento , ,00 00 Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Formacao De Recursos Humanos , , Comunicacao Social , , Cooperacao Internacional , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Controle Ambiental , , Recuperacao De Areas Degradadas , ,00.68 Desenvolvimento Cientifico , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Producao Industrial , , Mineracao , , Promocao Comercial , , Combustiveis Minerais , ,00 28 A G R I C U LT U R A , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Preservacao E Conservacao Ambiental , , Meteorologia , , Desenvolvimento Cientifico , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Abastecimento , , Extensao Rural , , Irrigacao , , Promocao Da Producao Agropecuaria , , Defesa Agropecuaria , , Normalizacao E Qualidade , , Promocao Comercial , , ORGANIZACAO AGRARIA , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Ordenamento Territorial , , Comunicacao Social , , Assistencia Comunitaria , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Ensino Profissional , , Direitos Individuais, Coletivos E Difusos , , Abastecimento , , Extensao Rural , , Reforma Agraria , , INDUSTRIA , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Ordenamento Territorial , , Formacao De Recursos Humanos , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Empregabilidade , , Recursos Hidricos , , Desenvolvimento Cientifico , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Promocao Industrial , , Mineracao , , Propriedade Industrial , , Normalizacao E Qualidade , , Promocao Comercial , , Comercio Exterior , ,00 5 COMERCIO E SERVICOS , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , ,00.8 Tecnologia Da Informacao , , Comunicacao Social , ,00 50 Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Desenvolvimento Cientifico , , Promocao Comercial , , Comercio Exterior , , Tu r i s m o , , COMUNICACOES , , Administracao Geral , , Normatizacao E Fiscalizacao , , Tecnologia Da Informacao , , Comunicacao Social , , Atencao Basica , , Protecao E Beneficios Ao Trabalhador , , Direitos Individuais, Coletivos E Difusos , , Desenvolvimento Cientifico , , Desenvolvimento Tecnologico E Engenharia , , Difusao Do Conhecimento Cientifico E Tecnologico , , Te l e c o m u n i c a c o e s , , ENERGIA , , Planejamento E Orcamento , , Administracao Geral , , pelo código de 24/08/200, que institui a

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016 PÁGINA 6 Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segundafeira, 28 de março de 2016 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA PORTARIA Nº 50, DE 23 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO, no uso

Leia mais

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº /

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº / PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Balanço Orçamentário LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I Receitas Previsão p/ o Exercício Receitas Realizadas até RECEITAS CORRENTES 36.336,00 31.631,99

Leia mais

LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO

LRF, Art.52, inciso I, alíneas a e b - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I RECEITAS PREVISÃO P/ O RECEITAS REALIZADAS ATÉ O MÊS SALDO R$1,00 RECEITAS CORRENTES 30,118,600 14,711,229 15,407,371 Receita Tributária 1,075,000 438,954

Leia mais

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS RECEITAS CORRENTES (I) 1.919.900,00 1.919.900,00 10.802.689,50 8.882.789,50 RECEITA TRIBUTÁRIA 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITA

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO PÁGINA:1 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) SALDO c=(ba) RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTÁRIA Impostos Taxas Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MAIO A JUNHO 2016 INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS 1 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO 2014 ESPECIFICAÇÃO 2014 Receitas Orçamentárias - - Despesas Orçamentárias 7.583.637,48 - Ordinárias - - Ordinárias 2.011.924,00

Leia mais

Tabela 1 - Balanço Orçamentário

Tabela 1 - Balanço Orçamentário Tabela 1 Balanço Orçamentário PREFEITURA MUNICIPAL DE VITORIA DA CONQUISTA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO SETEMBRO/OUTUBRODE 2012 RREO Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA JANEIRO A FEVEREIRO INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS 408.377.447,62 395.630.624,01 Receitas derivadas e originárias 5.555.252,62 5.259.708,60 Transferências correntes recebidas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Nº 249, quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 1 ISSN 1677-7042 159. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome GABINETE DA MINISTRA PORTARIA Nº 117, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015 Aprova o orçamento

Leia mais

PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) ,00

PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) ,00 Município de UNIÃO DA VITORIA PR CONSORCIO INTERMUNIC. DE SAÚDE DO VALE DO IGUAÇU BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A FEVEREIRO 2017/BIMESTRE JANEIRO FEVEREIRO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.

Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL. Anexo I - Balanço Orçamentário Page 1 of 1 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A OUTUBRO 2010 / BIMESTRE SETEMBRO-OUTUBRO RREO - Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

PM DE ALEGRIA ORGÃO Nº: CNPJ: /01/2016 a 31/12/2016

PM DE ALEGRIA ORGÃO Nº: CNPJ: /01/2016 a 31/12/2016 a. Quadro Principal - Receitas e Despesas RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL (a) PREVISÃO ATUALIZADA (b) RECEITAS REALIZADAS (c) SALDO (d = c - b) RECEITAS CORRENTES (I) 17.166.500,00 17.166.500,00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A

Leia mais

Anexo 06 Programa de Trabalho por Unidade Orçamentária

Anexo 06 Programa de Trabalho por Unidade Orçamentária 01101 - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAZONAS 01 01 031 01 031 3282 01 126 01 126 3282 01 128 01 128 3282 01 272 01 272 0002 01 331 01 331 3282 01 722 01 722 3282 Legislativa 35.736.904,09 196.973.734,86

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATEUS LEME

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATEUS LEME Página 00001 Lei nº 2.420, de 01 de Dezembro de 2008 Estima a receita e fixa a despesa do Município de Mateus Leme, MG, para o exercício financeiro de 2009. O povo do Município de Mateus Leme, por seus

Leia mais

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba UF:Pernambuco SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E DAS DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMONTE GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMONTE GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 2.093/2013 Altera a Estrutura Organizacional Administrativa da Prefeitura Municipal de Itamonte/MG e dá outras providências. A Câmara Municipal de Itamonte, Estado de Minas Gerais, no uso de suas

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Ingressos 10.259.869,68 Receitas derivadas e originárias 9.582.366,64 Transferências correntes recebidas Outros ingressos operacionais

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias Diário Oficial Ano: Edição: 131 Páginas: 32 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3º BIMESTRE Atos Oficiais Decreto DECRETOS Página 1 Diário Oficial Ano:

Leia mais

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL SUBSECRETARIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL SUBSECRETARIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM FOZ DO IGUAÇU ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO Nº 8, DE 26 DE SETEMBRO DE 204 Inscrição no Registro de Despachantes Aduaneiros. O DELEGADO DA DELEGACIA DA RECEITA FEDE-

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) RECEITAS

Leia mais

Mossoró, 01 de Dezembro de 2015 Ano VII Nº 332-B

Mossoró, 01 de Dezembro de 2015 Ano VII Nº 332-B Ano VII Nº 332-B CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ GABINETE DA PRESIDÊNCIA PORTARIA 020/2015 GP/CMM O Presidente da Câmara Municipal de Mossoró, no uso de suas atribuições legais e com fulcro nos Art. 26, inciso

Leia mais

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DO GOVERNO FEDERAL E OUTROS DEMONSTRATIVOS

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DO GOVERNO FEDERAL E OUTROS DEMONSTRATIVOS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DO GOVERNO FEDERAL E OUTROS DEMONSTRATIVOS Brasília Março 2014 PRESIDENTA DA REPÚBLICA Dilma Rousseff MINISTRO DE ESTADO DA FAZENDA Guido Mantega SECRETÁRIO-EXECUTIVO

Leia mais

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014 Diário Oficial Ano: 4 Edição: 474 Páginas: 36 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 2º BIMESTRE Relatório de Gestão Fiscal 1º QUADRIMESTRE Atos Oficiais Decreto

Leia mais

LEI Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015

LEI Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Orçamento do Estado 2016 Governo do Estado de São Paulo LEI Nº 16.083, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Orça a Receita e fixa a Despesa do Estado para o exercício de 2016. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

Leia mais

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( )

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( ) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(58+59) 2.124.771,48 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+7+11+12) 93.165,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6) 93.165,19

Leia mais

Demonstrativo da Despesa por Funcoes, Programas e Subprogramas. Prefeitura Municipal de Jarinu. Unidade Gestora : CONSOLIDADO

Demonstrativo da Despesa por Funcoes, Programas e Subprogramas. Prefeitura Municipal de Jarinu. Unidade Gestora : CONSOLIDADO 01.000.0000 Legislativa 2.840.000,00 2.840.000,00 01.031.0000 Acao Legislativa 2.840.000,00 2.840.000,00 01.031.0001 Prover a Camara Municipal dos recursos 2.840.000,00 2.840.000,00 humanos e materiais

Leia mais

Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina.

Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina. DECRETO N o 2.879, de 30 de dezembro de 2004 Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu LEI N o 3.941, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2011. Estima a receita e fixa a despesa do Município de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, para o exercício financeiro de 2012. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS IPC 05 Metodologia para Elaboração do Balanço Orçamentário

Leia mais

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Luiz Carlos Wisintainer Sistemas da Contabilidade Pública SUBSISTEMAS DE CONTAS ORÇAMENTÁRIO PATRIMONIAL CUSTOS COMPENSAÇÃO Fonte: MCASP Subsistema

Leia mais

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34)

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(59+60) 2.395.359,36 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+8+13+14) 76.650,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6+7) 76.650,19

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA AZUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA AZUL CEP: 14230-000 - Serra Azul - SP LEI MUNICIPAL N 1317 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015 Estima a receita e fixa a despesa do Município de Serra Azul para o exercício de 2015 MARIA SALETE ZANIRATO GIOLO, Prefeita

Leia mais

LEI Nº 3.905, DE 19 DE DEZEMBRO DE O Prefeito Municipal: Faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I

LEI Nº 3.905, DE 19 DE DEZEMBRO DE O Prefeito Municipal: Faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I LEI Nº 3.905, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2016. Estima a receita e fixa a despesa do Município para o exercício financeiro de 2017 e dá outras disposições. O Prefeito Municipal: Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 1 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Siglas deste documento:

Siglas deste documento: O Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (CAUC) possui 13 itens a serem observados para a efetivação de uma transferência voluntária. Veja adiante a legislação relativa a cada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS 4º - Exercício: 2015 EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DA RECEITA Código da Receita Discriminação das Contas da Receita 1100.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 60.213,03 261.361,22 1110.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 48.119,00

Leia mais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS Página 1 de 26 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE ATÉ BIMESTRE RECEITAS (I)

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PAUINI GABIENTE DA PREFEITA Ato do Poder Executivo

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PAUINI GABIENTE DA PREFEITA Ato do Poder Executivo LEI MUNICIPAL Nº245, de 30 de dezembro de 2014. Estima a Receita e fixa a Despesa do Orçamento Anual do Município de PAUINI, para o exercício financeiro de 2015. A Prefeita Municipal de Pauini, Estado

Leia mais

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde 1º /2014 RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA (I) Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde (a) (b/a) x 100 1.402.614,83 1.402.614,83 174.351,79 12,43 Imposto Predial e Territorial

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA RREO - ANEXO I (LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º R$ 1,00 RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2008 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL SALDO A REALIZAR No Bimestre

Leia mais

LEI Nº 074/2014 A CÂMARA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO OESTE, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

LEI Nº 074/2014 A CÂMARA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO OESTE, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: LEI Nº 074/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Cruzeiro do Oeste para o exercício Financeiro de 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO OESTE, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU,

Leia mais

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas 7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL TITULO BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS SUBTITULO 70013 - TRIBUNAL

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO PIRAÍ Gabinete do Presidente

ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO PIRAÍ Gabinete do Presidente LEI MUNICIPAL Nº 2511 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA ORÇAMENTÁRIA DO MUNICÍPIO DE BARRA DO PIRAÍ PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2015. A Câmara Municipal de Barra do Piraí

Leia mais

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado Folha N. 1 01 LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031 AÇÃO LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 4.543.000,00 4.728.000,00 01.031.0001.0125 INATIVOS

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMBÉ DO MATO DENTRO MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMBÉ DO MATO DENTRO MINAS GERAIS LEI Nº 520/2011 Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Itambé do Mato Dentro para o Exercício de 2012. Eu, WAVEL DIAS LAGE, Prefeito do Município de Itambé do Mato Dentro, Estado de Minas Gerais,

Leia mais

PROJETO DE LEI. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017.

PROJETO DE LEI. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017. PROJETO DE LEI Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta Lei estima a receita da

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Sumário. Serviço Público e Administração Pública

Sumário. Serviço Público e Administração Pública Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública 1.1 Conceito 1.2 Objeto 1.3 Objetivo 1.4 Campo de Aplicação 1.5 Exercício Financeiro 1.6 Regime Orçamentário e Regime Contábil 1.6.1 Regime de Caixa 1.6.2 Regime

Leia mais

RECEITA ORÇAMENTÁRIA

RECEITA ORÇAMENTÁRIA RECEITA ORÇAMENTÁRIA Receita Orçamentária Efetiva é aquela que, no momento do reconhecimento do crédito, aumenta a situação líquida patrimonial da entidade. Constitui fato contábil modificativo aumentativo.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ Notas Explicativas Das Demonstrações Contábeis Exercício financeiro de 2016 As Demonstrações Contábeis do Município de Arapuã foram elaboradas de acordo

Leia mais

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( )

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( ) BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO = (84+85) 1.173.921.10 2 ATIVO FINANCEIRO = (3+14+19+20+27) 49.475.90 3 DISPONÍVEL = (4+12+13) 41.041.40 4 EM MOEDA NACIONAL = (5+6+7) 41.041.40

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS LDO EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E TECNOLOGIA DIRETORIA DE ORÇAMENTO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS Código da Receita Descrição da Receita PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS ORÇAMENTO DA RECEITA Receita Prevista 11000000000000 RECEITA TRIBUTARIA 2.288.643,00 11100000000000 Impostos 2.115.750,00 11200000000000

Leia mais

Prefeitura Municipal de DIAS D AVILA ESTADO DA BAHIA

Prefeitura Municipal de DIAS D AVILA ESTADO DA BAHIA Projeto de Lei n. 278 /2007 De 28 de setembro de 2007. Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Dias D avila para o exercício financeiro de 2008. A Câmara Municipal de Dias D avila, Estado da

Leia mais

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ / PÁGINAS 02 A 23

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ / PÁGINAS 02 A 23 Tribuna do Sertão FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS (1943-1998) PUBLICAÇÕES OFICIAIS ANO 5 - EDIÇÃO Nº 095-21 DE MAIO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ 13.670.658/0001-52 PÁGINAS 02 A

Leia mais

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas Profa.: Patrícia Siqueira Varela Receita Pública Conceito: todo e qualquer recolhimento feito aos cofres públicos. Receita Orçamentária:

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO

EDITAL DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ACARAÚ EDITAL DE PUBLICAÇÃO O prefeito Municipal de Acaraú, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade com a determinação contida

Leia mais

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013.

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar 141 - Considerações Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Especiais Base legal: Arts. 71 a 74 Lei 4.320/64 Art. 71: Constitui fundo especial o produto de

Leia mais

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016.

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. Dispõe sobre o empenho de despesas, a inscrição de restos a pagar e o encerramento das atividades com repercussão orçamentária, financeira e patrimonial do

Leia mais

O Governador do Estado do Tocantins Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO II

O Governador do Estado do Tocantins Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO II LEI Nº 2.678, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Publicada no Diário Oficial nº 3.780 Estima a receita e fixa a despesa do Estado do Tocantins para o exercício de 2013. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2016 R$ 594,563 R$ 489,051 R$ 317,098 R$ 152,180 R$ 106,487 R$ 94,546 R$ 72,736 R$ 33,937 R$ 27,899 R$ 21,687 R$ 6,312 R$ 45,100 Previdência (RPPS Dívida Pública

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL. Exercício : 2016 em R$ ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL. Exercício : 2016 em R$ ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO CONTA SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO Ativo Circulante 4.308.121.585,05 4.119.026.030,21 Passivo Circulante - 931.748.272,24-917.833.735,13

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE ARATIBA CNPJ / Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CEP ARATIBA RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE ARATIBA CNPJ / Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CEP ARATIBA RS LEI MUNICIPAL N 3.783 DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016. O Prefeito Municipal em Exercício de Aratiba, Estado do Rio Grande do Sul, no

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 503/2015, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015. Estima a receita e fixa a despesa do município de São Francisco do Piauí para o exercício financeiro de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ,

Leia mais

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 MUNICÍPIO DE ILHÉUS - BA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A JUNHO 2016/BIMESTRE MAIO

Leia mais

Tópico 5: RREO e RGF.

Tópico 5: RREO e RGF. Tópico 5: RREO e RGF. 1. (Cespe/2007/TCM-GO/Procurador) Determinado município brasileiro, ao final do primeiro quadrimestre do exercício, providenciou a elaboração de seu relatório de gestão fiscal. Todavia,

Leia mais

UNIDADE GESTORA (2353/SERVIÇO AUTONÔMO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO DE TIMBÓ)

UNIDADE GESTORA (2353/SERVIÇO AUTONÔMO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO DE TIMBÓ) NOTAS EXPLICATIVAS DO COMPARATIVO DA DESPESA AUTORIZADA COM A REALIZADA ANEXO 11 Neste demonstrativo gerado pelo e-sfinge Web, não fora considerado no campo dos Créditos Orçamentários e Suplementares o

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.897, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2008. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2009. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

Demonstrativo da Despesa por Órgãos e Funções - Anexo IX

Demonstrativo da Despesa por Órgãos e Funções - Anexo IX Legislativa Judiciária Essencial à Justiça Administração Segurança Pública 49.350.000 02 - Secretaria 7.590.239 Municipal de Governo 03 - Gabinete 884.465 do Vice-Prefeito 04 - Procuradoria 16.522.000Geral

Leia mais

LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015.

LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015. LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE CRUZEIRO DO IGUAÇU - ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPAL DE ARATIBA LEI MUNICIPAL Nº3.637 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2014.

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPAL DE ARATIBA LEI MUNICIPAL Nº3.637 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2014. LEI MUNICIPAL Nº3.637 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2014. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE ARATIBA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2015. LUIZ ANGELO POLETTO, Prefeito Municipal de ARATIBA, Estado

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO,

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, 09.12.2008 Estima a Receita e fixa a Despesa do município de NOVA IGUAÇU DE GOIÁS, para o exercício Financeiro de 2009 e dá outras providências. A CÂMARA

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

Sumário. Prefácio à Décima Quinta Edição, xv. Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi. Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii

Sumário. Prefácio à Décima Quinta Edição, xv. Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi. Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii Sumário Prefácio à Décima Quinta Edição, xv Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii Prefácio à Décima Segunda Edição, xviii Prefácio à Décima Primeira Edição, xix Prefácio

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ Pacote I Área Nº Disciplinas Horas / Aula 03 Procedimentos Contábeis Orçamentários I PCO I Procedimentos Contábeis Orçamentários II PCO II 05 Procedimentos Contábeis Patrimoniais I PCP I Fundamentos 06

Leia mais

CAPÍTULO I DO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL

CAPÍTULO I DO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL LEI MUNICIPAL Nº 5.767, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2015 Estima a Receita e fixa as Despesas do Município de Taquara/RS, para o exercício de 2016. TITO LIVIO JAEGER FILHO, Prefeito Municipal de Taquara, Estado

Leia mais

01 LEGISLATIVA 031 ACAO LEGISLATIVA 0135 GESTAO ADMINISTRATIVA DO PODER LEGI 0136 GESTAO LEGISLATIVA 032 CONTROLE EXTERNO

01 LEGISLATIVA 031 ACAO LEGISLATIVA 0135 GESTAO ADMINISTRATIVA DO PODER LEGI 0136 GESTAO LEGISLATIVA 032 CONTROLE EXTERNO CLASSIFICACAO FUNCIONAL-PROGRAMATICA: CODIGO E ESTRUTURA ANEXO 05 DA LEI 4.320/64 13/03/2009 FOLHA: 1 01 LEGISLATIVA 02 JUDICIARIA 03 ESSENCIAL A JUSTICA 04 ADMINISTRACAO 031 ACAO LEGISLATIVA 032 CONTROLE

Leia mais

5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá.

5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá. 5- FINANÇAS PÚBLICAS Abaixo seguem os dados que retratam a conjuntura das finanças públicas do município de Corumbá. Tabela 1 Demonstrativo da Receita Total Arrecadada 2012-2013 Receitas Correntes Discriminação

Leia mais

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 2012 Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 1º Material divulgado em atendimento às disposições de que trata a Portaria nº 407 da Secretaria do Tesouro Nacional, de 20 de junho de 2011 e o estabelecido

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA E FINANÇAS PÚBLICAS DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

CONJUNTURA ECONÔMICA E FINANÇAS PÚBLICAS DE SÃO BERNARDO DO CAMPO CONJUNTURA ECONÔMICA E FINANÇAS PÚBLICAS DE SÃO BERNARDO DO CAMPO 1 Seminário de Planejamento da Diretoria Executiva Gestão 2017-2021 São Bernardo do Campo, 13 de fevereiro de 2017 Tópicos 1 Conjuntura

Leia mais

ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001. Prof. Dr. Giovanni Pacelli

ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001. Prof. Dr. Giovanni Pacelli ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001 Prof. Dr. Giovanni Pacelli Agradecimentos aos alunos: Andressa Giglioli, Lin Chan, Regiane Aparecida pelo envio da

Leia mais

PROVA DE CONTABILIDADE. Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO:

PROVA DE CONTABILIDADE. Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO: 18 PROVA DE CONTABILIDADE QUESTÃO 41 Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO: a) Compreende os recebimentos efetuados e os provenientes de apropriação da despesa orçamentária,

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Guanambi - Bahia Poder Executivo Ano VI Nº 618 24 de Janeiro de 214 LICITAÇÕES RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: APOSTILAMENTO DO CREDENCIAMENTO

Leia mais

I - a créditos extraordinários abertos e reabertos no exercício de 2016; II - a despesas financiadas com recursos de doações e convênios;

I - a créditos extraordinários abertos e reabertos no exercício de 2016; II - a despesas financiadas com recursos de doações e convênios; PORTARIA N o 67, DE 01 DE MARÇO DE 2016 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal,

Leia mais

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Prefeitura Municipal de Eusébio CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Período: 1º Quadrimestre de 2017 (jan/abril) Relatório: Gestão Fiscal Data da Publicação: 30 de Mai o de 2017 Local: Prefeitura Municipal Para os

Leia mais

R$ 1,00 ÓRGÃOS LEGISLATIVA JUDICIÁRIA ESSENCIAL À ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL SEGURANÇA

R$ 1,00 ÓRGÃOS LEGISLATIVA JUDICIÁRIA ESSENCIAL À ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL SEGURANÇA ÓRGÃOS LEGISLATIVA JUDICIÁRIA ESSENCIAL À ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL SEGURANÇA JUSTIÇA PÚBLICA 01 - CÂMARA MUNICIPAL DE MACEIÓ 02 - GABINETE DO PREFEITO 03 - GABINETE DO VICE-PREFEITO 04 - SECRETARIA

Leia mais

MUNICÍPIO DE GUAÍRA - SP

MUNICÍPIO DE GUAÍRA - SP Programa Descrição 1 Processo Legislativo Página 1 de 61 PROGRAMAS, METAS E AÇÕES (LDO INICIAL 217) Lei: PROJETO, Data: 26//216 217 Metas Indicadores Unidade de Medida Indice Recente Indice Futuro Sessoes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ LEI N O 182, de 20 de novembro de 2014 Estima a Receita e fixa a Despesa do Orçamento Anual do Município de Sao Sebastiao Do Uatuma, para o exercício financeiro de 2015. O(A) Prefeito(a) Municipal de Sao

Leia mais

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01 Sumário Capítulo 1 Disposições Gerais... 1 1.1. Introdução... 1 1.2. Objetivo da obra... 6 1.3. Apresentando a LRF... 6 1.4. Origem da LRF... 7 1.5. Previsão constitucional para implementação da LRF...

Leia mais

Prof. Francisco C. E. Mariotti

Prof. Francisco C. E. Mariotti Prof. Francisco C. E. Mariotti A RECEITA PÚBLICA Receitas públicas são os recursos previstos em legislação e arrecadados pelo poder público com a finalidade de realizar gastos que atenda as necessidades

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação - RREO O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

TRT-MG Analista Especialidade Contabilidade

TRT-MG Analista Especialidade Contabilidade TRT-MG Analista Especialidade Contabilidade Pessoal, vou comentar as questões da prova. 29. Dentre outras, são entidades que aplicam integralmente a contabilidade aplicada ao setor público: (A) os órgãos

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 Regulamenta o 3 o do art. 198 da Constituição Federal para dispor sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente pela União, estados, Distrito Federal e municípios em

Leia mais