PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação"

Transcrição

1 PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA Apresentação

2 PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA OBJETIVO: Organizar um conjunto de ferramentas capazes de potencializar os recursos disponíveis na Cooperativa de Música e ampliar o volume de vendas de produtos e serviços dos cooperados. PRINCÍPIOS: Mesmos princípios que fundamentam a cooperativa: Coletividade, autogestão, economia solidária, ética e qualidade. META: Posicionar a imagem da cooperativa como a empresa do Brasil com o maior e mais diversificado portfólio de produtos e serviços musicais.

3 PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA - CONCEITOS A Cooperativa de Música é uma empresa fundamentada nos princípios do Cooperativismo e da Economia Solidária. É uma associação sem fins lucrativos, que agrega no Estado de São Paulo, 1500 profissionais da música, dos diferentes elos da cadeia produtiva, e que atuam como agentes econômicos, políticos e sociais de modo autônomo, e organizado em torno de um CNPJ em diversas ações comuns e coletivas. Entre os associados encontram-se profissionais específicos das áreas de formação, criação, produção e comercialização da música residentes no Estado de São Paulo. E a Cooperativa, ao longo destes sete anos, assinou contrato com diferentes clientes e consumidores de produtos e serviços musicais. Assim, podemos concluir que na Cooperativa de Música existem todas as ferramentas necessárias para formar um Sistema Produtivo Local, que é um método utilizado como estratégia para o desenvolvimento econômico de grupos que atuam em uma mesma cadeia produtiva. Parte do princípio da reunião dos diferentes agentes em prol do crescimento coletivo, unindo esforços para otimizar os recursos e potencializar as oportunidades econômicas.

4 PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA 1. REDE DE PRODUTORES Reunião de produtores cooperados que atuará no mercado como representante de vendas do portfólio de produtos da Cooperativa. 2. PORTFÓLIO DE PRODUTOS Reunião, catalogação, e organização dos produtos oferecidos pelos cooperados. Criação de um catálogo digital. 3. CRIAÇÃO DE UM BANCO DE PROJETOS Banco de Projetos aprovados em leis de incentivos fiscais - projetos institucionais e projetos de cooperados 4. CRIAÇÃO DE UM BANCO DE OFICINAS Reunião de um conjunto de oficinas que podem ser comercializadas junto com espetáculos musicais. Rede de Produtores Núcleo de produção Serviços Portfólio de Produtos Núcleo de Projetos Banco de Projetos

5 ESTRATÉGIAS Ações de venda direta dos produtos e serviços dos cooperados no mercado por parte dos produtores da rede. Comunicação Institucional com o mercado empresas contratantes e patrocinadores. Articulação política com órgão públicos, tais como Ministério, Funarte, Secretarias de cultura estaduais e municipais. Oferta de cursos e assessoria em desenvolvimento de projetos e autogestão de carreira. Ações de parceria institucional com imprensa, empresas fornecedoras de equipamento de áudio, seguradoras, etc.

6 FERRAMENTAS PROPOSTAS Portfólio digital no portal da cooperativa. Mailing com 430 empresas - contratantes de produtos dos cooperados nos anos 2008, 2009 e Catálogo Digital Catálogo trimestral com produtos e projetos de cooperados. Os catálogos serão cumulativos não excluindo os trabalhos dos catálogos anteriores. Agenda musical expandida- mailing coletivo de divulgação de shows Comunicação institucional envio de s institucionais para os contratantes. Diretoria Cooperativa Núcleo de Comunicação Rede de Produtores Mercado

7 Ações Rede Colaborativa Catálogo/ Portfólio Artistas Produtores Mercado Portfólio Digital no Portal Catálogo Digital Carteira de Clientes Venda Direta Comunicação institucional

8 Agentes internos Produtores Atuará como agente institucional de venda dos trabalhos de cooperados. Produção dos eventos de lançamento dos catálogos digitais - trimestral Produção das ações de formação de público universidade, bares e livrarias. Artista Cadastramento dos produtos e serviços no portal da cooperativa. Ter um produtor ou representar esse profissional diante ao contratante. Entrega de material necessário para conhecimento do produto; release, fotos e Cds Definição preços mínimo e ideal.

9 Produtos da Rede O catálogo Catálogo Digital Catálogo trimestral com 50 trabalhos a serem divididos em 5 informativos diferentes que será enviado semanalmente pelo núcleo de comunicação aos contratantes em um período de três meses. Projetos dos Catálogos Serão criados 4 projetos gerais que serão divulgados e representados pela rede e que permitam a reunião de diferentes trabalhos individuais. O projetos seguirão uma linha temática a ser definida coletivamente em cada lançamento do catálogo. Os cooperados poderão se inscrever gratuitamente na rede, e a seleção para a escolha dos trabalhos em cada catálogo será por ordem de chegada. Em agosto abriremos inscrições para o catálogo de outubro, novembro, dezembro.

10 Produtos da Rede Venda Direta Os contatos de contratantes serão divididos em praças e essas serão distribuídas entre os 5 produtores da rede. Os produtores se apresentarão como produtores da cooperativa de música. A estratégia de venda direta é a identificação de demandas, não serão oferecidos trabalhos especificadamente e sim identificadas as necessidades de cada contratante. Os trabalhos serão distribuídos conforme as demandas identificadas. O produtor apresentará trabalhos e não artistas, a idéia é mostrar a diversidade do portfólio e as diferentes possibilidades de produtos. A principal estratégia é de aproximação com o contratante procurando trabalhar a imagem institucional e o casting da cooperativa como o maior e mais diversificado do Brasil, na intenção de gerar demandas exclusivas.

11 Produtos da Rede Evento de Lançamento Evento de lançamento será trimestral. Procuraremos traçar um perfil de evento usando como estratégia principal a realização de um conjunto de apresentações simultâneas em lugares diferentes, dando a idéia de rede, ou em um mesmo local com uma programação de final de semana. O objetivo desta ação é a mídia espontânea. A adesão dos artistas será espontânea, pois não haverá pagamento de cachê neste primeiro momento, será uma contribuição para o sucesso da Rede de Produtores. Serão feitas parceria com empresas fornecedoras de equipamento de áudio e locais de apresentação.

12 Produtos da Rede Ação de formação de público Ação de formação de público em universidades: Apresentações musicais semanais, ou quinzenais em espaço universitário, para apresentar a diversidade da música independente, mostrar sua qualidade e importância. Nossa proposta é resgatar o movimento musical nas universidades, fazendo parcerias com Centros Acadêmicos, Diretórios, Reitorias, Coordenações, etc. Ação de Formação de público em bares: é idéia é construir um circuito de música independente em bares alternativos, e criar uma programação semanal ou quinzenal para apresentar trabalhos de cooperados que tenham perfil para casas noturnas. Ação de Formação de Público em livrarias A idéia é aproveitar os espaços auditório das livrarias e criar um círculo de apresentações de trabalhos de cooperados. Para isso buscaremos parcerias com essas empresas a fim de conseguir algumas datas mensais para divulgar os trabalhos de cooperados.

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

EDITAL 011/2013 CHAMADA DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR DO IF SUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA, PARA PARTICIPAÇÃO DO PROJETO RONDON

EDITAL 011/2013 CHAMADA DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR DO IF SUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA, PARA PARTICIPAÇÃO DO PROJETO RONDON Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. Pró-reitoria de Extensão. Diretoria de Extensão

Leia mais

44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS. 15 a 31 de julho de Praça da República

44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS. 15 a 31 de julho de Praça da República 44º FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE NOVA PETRÓPOLIS - RS 15 a 31 de julho de 2016 - Praça da República Realização: Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis e Prefeitura

Leia mais

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 OS ENCONTROS Há 10 anos, o CTE realiza Encontros de profissionais da cadeia produtiva da construção. OS

Leia mais

CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA

CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN DE BRAGA PLANO DE MELHORIA 2014 / 2016 ÍNDICE Introdução 3 Resultados da Avaliação Externa 4 Ações a contemplar no Plano de Melhoria 5 Conclusão 7 2 Introdução

Leia mais

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO Diretoria de Formação e Desenvolvimento Profissional Fone: (81) 3073.6629 CNPJ: 09.773.169/0001-59 www.fundaj.gov.br EDITAL 03/2016 CURSO DE FORMAÇÃO DE CONSELHEIROS

Leia mais

Um olhar sobre as experiências de Grupos de Consumo Responsável no Brasil

Um olhar sobre as experiências de Grupos de Consumo Responsável no Brasil Encontro dos Grupos de Consumo Responsável Um olhar sobre as experiências de Grupos de Consumo Responsável no Brasil Parelheiros/São Paulo, 28 de agosto de 2011 Thais Mascarenhas Instituto Kairós - Ética

Leia mais

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS I. APRESENTAÇÃO A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização entende sustentabilidade

Leia mais

Agenda de Ações PDA

Agenda de Ações PDA Agenda de Ações PDA - 2013 Planejamento Estratégico O PDA fornece metodologia e facilitadores para a realização de duas reuniões de planejamento, com duração de oito horas cada. Esse processo possibilita

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA ANPUH

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA ANPUH REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA ANPUH CAPÍTULO I DAS ANUIDADES ARTIGO. 1º A fixação do valor da anuidade, sua correção e sua distribuição entre a ANPUH Nacional e as Seções Estaduais

Leia mais

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 1 Conceito de Financiamento Público da Cultura Conjunto de ofertas governamentais e não governamentais de recursos para a concretização de produção cultural

Leia mais

PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013.

PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013. PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013. Estabelece normas para o I Festival de Samba Autoral de Teresina, fixa o valor dos prêmios e dá outras providências. O Presidente da Fundação Municipal

Leia mais

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Comunicação Social - ASCOM Petrolina - PE Julho de 2016 2ª Versão Apresentação A Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Univasf tem como

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO - UNISAL Campinas - Campus Liceu. V SEMINÁRIO DE EXTENSÃO 24 de setembro de 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO - UNISAL Campinas - Campus Liceu. V SEMINÁRIO DE EXTENSÃO 24 de setembro de 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO - UNISAL Campinas - Campus Liceu V SEMINÁRIO DE EXTENSÃO 24 de setembro de 2016 Edital n.º 05 Chamada de Trabalhos Tema: Planeta Terra: O cuidado da casa comum.

Leia mais

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão?

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? 1. Objetivos: Trazer ao conhecimento e à apreciação da comunidade os resultados dos projetos de Extensão

Leia mais

Proposta de Patrocínio. 24/agosto/ Espaço Transatlântico

Proposta de Patrocínio. 24/agosto/ Espaço Transatlântico Proposta de Patrocínio 24/agosto/2016 - Espaço Transatlântico O FÓRUM ABRAFATI DA INDÚSTRIA DE TINTAS é o evento que reúne as principais lideranças do setor para conhecer a avaliação de especialistas sobre

Leia mais

Associação à Rede Petro BC

Associação à Rede Petro BC Associação à Rede Petro BC O foco da Rede Petro BC é proporcionar a criação de ambientes favoráveis para geração de negócios para seus associados. Atuando como articuladora entre clientes e fornecedores

Leia mais

Centro de Convenções do SEBRAE-CE

Centro de Convenções do SEBRAE-CE Centro de Convenções do SEBRAE-CE O evento O evento A 2ª Feira de Emprego e Estágio do Ceará é uma iniciativa da IDHEA, que pretende alcançar o mesmo sucesso da primeira edição, quando recebeu a visita

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS Edital n 001/2016 A Produtora da Vila vem, por meio do presente edital, realizar o Credenciamento de Artistas dos diversos segmentos culturais: Artes Visuais, Artes

Leia mais

PARTICIPE! Independente do idioma, a solidariedade e a bondade são compreendidas por todas as nações.

PARTICIPE! Independente do idioma, a solidariedade e a bondade são compreendidas por todas as nações. A Feira Internacional das Embaixadas, em sua 12ª Edição, é um evento cultural beneficente. Por meio de doações e vendas de produtos e/ou gastronomia típicos de cada Embaixada participante, os fundos são

Leia mais

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010 Regionalização e Segmentação do Turismo Natal, 23 de março de 2010 Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo Ministério do Turismo MTur Conselho

Leia mais

1º Festival de comédia Segunda com Sorriso de Primeira Shopping Nova Iguaçu

1º Festival de comédia Segunda com Sorriso de Primeira Shopping Nova Iguaçu EncontrArte Apresenta 1º Festival de comédia Segunda com Sorriso de Primeira Shopping Nova Iguaçu Edital 09 de maio a 29 de maio de 2016 A AncarIvanhoe, junto com a produtora EncontrArte lançam o 1º Festival

Leia mais

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference 8 a 10 de novembro de 2016 Centro FECOMERCIO de Eventos São Paulo Apoio Mídia Organização e Realização Apresentação São esperados

Leia mais

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Diante do cenário atual (necessidades x investimentos), onde a participação dos parceiros/canais Ramo Sistemas é essencial para o crescimento dos negócios das empresas no Brasil, sugerimos fazer: 1. Mapear

Leia mais

II CONCURSO REGIONAL ABRACOPEL DE REDAÇÃO E DESENHO Eletricidade com segurança

II CONCURSO REGIONAL ABRACOPEL DE REDAÇÃO E DESENHO Eletricidade com segurança II CONCURSO REGIONAL ABRACOPEL DE REDAÇÃO E DESENHO Eletricidade com segurança Objetivo principal: incentivar a participação de crianças, adolescentes e professores no desenvolvimento dos conceitos de

Leia mais

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO Seguem abaixo orientações acerca do preenchimento do Formulário Eletrônico para inscrição no Edital de Seleção de Projetos Culturais Lei Rouanet 2015 para patrocínio

Leia mais

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO EDITAL N 001/2016 SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS NO PARQUE NACIONAL DE JERICOACOARA O Parque Nacional de Jericoacoara (PNJ), Unidade de Conservação Federal administrada

Leia mais

Políticas públicas: o que elas podem fazer por todos? Novembro, 2016

Políticas públicas: o que elas podem fazer por todos? Novembro, 2016 Políticas públicas: o que elas podem fazer por todos? Novembro, 2016 Qual contexto atuamos? Museus no Estado de São Paulo 415 museus em 190 cidades 18 museus da Secretaria da Cultura do Estado Museus no

Leia mais

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE Plano de negócios Implantação do Empreendimento. Para implantar o site Bem na Foto na sua região de atuação o fotógrafo credenciado precisa de equipamento fotográfico profissional, veículo próprio, computador

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC.

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. CHAMADA PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE AGENTES DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO DO PROJETO BRASIL LOCAL ETNODESENVOLVIMENTO E ECONOMIA

Leia mais

Considerações O mundo alcançou seu colapso nas esferas: social, ambiental e econômica, e o apelo para implantar o desenvolvimento sustentável não é

Considerações O mundo alcançou seu colapso nas esferas: social, ambiental e econômica, e o apelo para implantar o desenvolvimento sustentável não é Considerações O mundo alcançou seu colapso nas esferas: social, ambiental e econômica, e o apelo para implantar o desenvolvimento sustentável não é moda, é uma necessidade urgente. Em setembro de 2015,

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Centro de Referência de Assistência Social PLANO ANUAL DE AÇÃO 2015

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Centro de Referência de Assistência Social PLANO ANUAL DE AÇÃO 2015 CRAS: Maracanã COORDENADOR(A): Eliana de Araújo Vieira PREFEITURA DE MONTES CLAROS PLANO ANUAL DE AÇÃO 2015 QUADRO I Atividades de fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários: Objetivo Atividades

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS REGULAMENTO GERAL Nº01/2016

I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS REGULAMENTO GERAL Nº01/2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus Nilópolis I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS

Leia mais

E AUTONOMIA DAS MULHERES

E AUTONOMIA DAS MULHERES E AUTONOMIA DAS Faz-se necessário identificar as organizações de mulheres artesãs e possibilitar a articulação das cadeias produtivas de artesanatos geridas por mulheres. o que orienta o Programa O desafio

Leia mais

Edital Artes Visuais Integradas

Edital Artes Visuais Integradas Edital Artes Visuais Integradas A Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Vale do São Francisco DACC/PROEX/UNIVASF, no exercício de suas atribuições

Leia mais

CONTROLE DE APROVAÇÃO ELABORADO REVISADO POR APROVADO Kélia Jácome Kélia Jácome Silvia Helena Correia Vidal

CONTROLE DE APROVAÇÃO ELABORADO REVISADO POR APROVADO Kélia Jácome Kélia Jácome Silvia Helena Correia Vidal Primeira 1/6 CONTROLE DE APROVAÇÃO ELABORADO REVISADO POR APROVADO Kélia Jácome Kélia Jácome Silvia Helena Correia Vidal Marcelo de Sousa Monteiro Michelle Borges C. Cunha HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES EDIÇÃO

Leia mais

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro.

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro. O Circuito Cultural é parte de um grande projeto de reestruturação de Belo Horizonte, visando adequá-la aos requisitos dos grandes centros metropolitanos do séc. XXI. O Centro da Indústria, Arte e Cidade

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org GT de Comunicação - Nota Conceitual O Grupo de Trabalho de Comunicação do Comitê Organizador do

Leia mais

Câmpus Francisco Beltrão REGULAMENTO MOSTRA DE FOTOGRAFIA O CÂMPUS EM UM CLICK

Câmpus Francisco Beltrão REGULAMENTO MOSTRA DE FOTOGRAFIA O CÂMPUS EM UM CLICK REGULAMENTO MOSTRA DE FOTOGRAFIA O CÂMPUS EM UM CLICK DO OBJETO 1. A UTFPR,, promove O Câmpus em um Click. A Mostra de Fotografia tem como objetivo retratar o dia a dia, espaço e pessoas que fazem parte

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Festival Internacional de Cultura Livre Local: Casa de Cultura Mário Quintana e Anfiteatro Pôr do

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho REGULAMENTO MUNICIPAL CABREIRA ROCK Preâmbulo A Câmara Municipal de Vieira do Minho tem procurado intervir em diversos campos que cruzam a vasta área da juventude organizando, entre outras iniciativas,

Leia mais

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO NATAL DO CORAÇÃO REGULAMENTO

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO NATAL DO CORAÇÃO REGULAMENTO 1º CONCURSO FOTOGRÁFICO NATAL DO CORAÇÃO REGULAMENTO 1 APRESENTAÇÃO: 1.1 O Concurso Fotográfico NATAL DO CORAÇÃO 2012, é uma iniciativa da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Santa Maria (CDL) e Prefeitura

Leia mais

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG TÍTULO DO PROJETO Área Predominante: (Marque um x nas áreas que seu projeto mais se identifica) CULTURAS POPULARES ( ) Tradição Oral ( ) Artesanato ( ) Manifestações culturais ( ) Contador de Histórias

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DO SINAL EM ATIVIDADES POLÍTICAS CIDADANIA. Relatores da proposta: Paulo Eduardo de Freitas Laerte Silveira Porto

PARTICIPAÇÃO DO SINAL EM ATIVIDADES POLÍTICAS CIDADANIA. Relatores da proposta: Paulo Eduardo de Freitas Laerte Silveira Porto PARTICIPAÇÃO DO SINAL EM ATIVIDADES POLÍTICAS CIDADANIA Relatores da proposta: Paulo Eduardo de Freitas Laerte Silveira Porto EDUCAÇÃO FINANCEIRA PROPOSTA AUTOR: Laerte Silveira Porto Participação efetiva

Leia mais

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Dezembro/2015)

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Dezembro/2015) Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Dezembro/015) Objetivo Estratégico / Iniciativa Estratégica/ Meta Estratégica 1. Aumentar para 5% os resíduos sólidos reciclados do TST Ação 1. Recolher

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS Pretende-se com este documento organizar a oferta cultural no Município de Fornos de Algodres, de modo a promover a diversidade de espetáculos e a atração e formação

Leia mais

Comunicação & Relações Governamentais

Comunicação & Relações Governamentais Plano de Ação Comunicação & Relações Governamentais Data: 06.dezembro.2013 Eng. Antonio E. F. Müller Presidente História Associação Brasileira de Engenharia Industrial Entidade civil sem fins lucrativos

Leia mais

REGULAMENTO.

REGULAMENTO. www.firjan.com.br REGULAMENTO Regulamento Prêmio Melhores Práticas Sindicais - 2016 APRESENTAÇÃO Art. 1º A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), por meio da Diretoria Executiva

Leia mais

Política Inst. Concessão de Patrocínio

Política Inst. Concessão de Patrocínio Política de Backup Política de Backup Política Inst. Concessão de Patrocínio Página 1 de 5 1. Descrição Política Institucional de Concessão de Patrocínio A Política de Patrocínio da Cooperativa de Economia

Leia mais

Art. 3º O Prêmio será concedido às melhores propostas nas seguintes categorias:

Art. 3º O Prêmio será concedido às melhores propostas nas seguintes categorias: Art. 1º A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC, por meio da Diretoria de Desenvolvimento Institucional e Industrial, lança a 1ª edição do Prêmio Melhores Práticas Sindicais, que

Leia mais

Prêmio EDP Edital da Premiação

Prêmio EDP Edital da Premiação Prêmio EDP Edital da Premiação Inscrições 1. A inscrição é gratuita. Podem inscrever-se jovens nascidos a partir de 1 de janeiro de 1983, de todo o país, residentes no Brasil há pelo menos dois (2) anos.

Leia mais

ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Página 1 de 8

ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Página 1 de 8 ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Coletânea das notícias publicadas e divulgadas Página 1 de 8 Veículo: Site Diálogos Políticos

Leia mais

Regulamento Encontro Gospel

Regulamento Encontro Gospel Regulamento Encontro Gospel COMISSÃO DAS IGREJAS DE SANTAROSA Coordenador e Redator: Sanderson Belo Peres Secretário: Tiago Monteiro Neves Conselho Editorial: Willian Gonçalves, Volnei Schwartzhaupt, João

Leia mais

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE

40% 60% AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE AVALIAÇÃO IFRJ EM DEBATE DATA: 14 de março de 2010 LOCAL: Auditório da FIRJAN TEMA: Seminário de Planejamento Estratégico do IFRJ Arranjos Produtivos Locais, Mercado de Trabalho e Indicadores de Gestão.

Leia mais

A Profissão. Campo de Atuação

A Profissão. Campo de Atuação A Profissão A UNIASSELVI, uma dos maiores instituições de ensino superior do Brasil, e o IBAM, com grande experiência em consultorias e projetos voltados à área pública, firmaram parceria para a oferta

Leia mais

NÚCLEO ESTADUAL DE REGULAMENTAÇÃO DA ANS Regimento Interno

NÚCLEO ESTADUAL DE REGULAMENTAÇÃO DA ANS Regimento Interno NÚCLEO ESTADUAL DE REGULAMENTAÇÃO DA ANS Regimento Interno 1. DAS ATRIBUIÇÕES 1.1. O Núcleo Estadual de Regulamentação da ANS tem por atribuições: a) padronizar ações, modelos e processos que envolvam

Leia mais

REGULAMENTO BEST PRACTICES TOOLBOX

REGULAMENTO BEST PRACTICES TOOLBOX REGULAMENTO BEST PRACTICES TOOLBOX A atividade BEST PRACTICES TOOLBOX está sujeita a este regulamento e, ao se inscrever, o participante automaticamente declara sua concordância com todas as condições

Leia mais

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Fevereiro/2016)

Painel de Contribuição Núcleo Socioambiental - NSA (Fevereiro/2016) Núcleo Socioambiental - NSA Objetivo Estratégico / Iniciativa Estratégica/ Meta Estratégica 1. Aumentar para 5% os resíduos sólidos reciclados do TST Ação 1. Recolher Resíduos. Reaproveitamento de resíduos

Leia mais

Mensagem de boas-vindas. 1. Formação 2. Negócio. 3. Rentabilidade. O que ganhar com o nosso Grupo?

Mensagem de boas-vindas. 1. Formação 2. Negócio. 3. Rentabilidade. O que ganhar com o nosso Grupo? Mensagem de boas-vindas Procuras uma atividade interessante, em contínuo crescimento, rentável e de futuro? Junta-te à nossa rede de agentes de Serviços-Xpo. Aqui vais tornar-te num profissional de vendas

Leia mais

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Enviado por Interface Comunicação 09-Set-14 PQN - O Portal da Comunicação Interface Comunicação A cidade

Leia mais

Edital Artes Visuais Integradas

Edital Artes Visuais Integradas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE ARTES, CULTURA E AÇÕES COMUNITÁRIAS Campus Petrolina Centro (8702101-6770 Av. José de Sáá Maniçoba,

Leia mais

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015

EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 EDITAL DA CHAMADA DE TRABALHOS ACADÊMICOS/CIENTÍFICOS PARA A SEMANA ACADÊMICA DE COMUNICACÃO - SEACOM/2015 Torna-se pública a abertura das inscrições para a submissão de trabalhos acadêmicos e científicos

Leia mais

PLANO ESTADUAL DO LIVRO, LEITURA E LITERATURA (PELLL)

PLANO ESTADUAL DO LIVRO, LEITURA E LITERATURA (PELLL) PLANO ESTADUAL DO LIVRO, LEITURA E LITERATURA (PELLL) AÇÃO INTERSECRETARIAL ELABORAÇÃO E IMPLANTAÇÃO CONJUNTA ENTRE SECRETARIA DE ESTADO DA CULTUA E SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO INTEGRAÇÃO Para otimizar

Leia mais

THE VOICE ACESC 2.016

THE VOICE ACESC 2.016 Capítulo I DA INSCRIÇÃO THE VOICE ACESC 2.016 Art. 1º. As inscrições dos clubes na ACESC deverão ser feitas entre os dais 15 Página 1 (quinze) de abril e 31 (trinta e um) de Agosto de 2.016. Art. 2º. Cada

Leia mais

PROJETO ARTE NA PRAÇA

PROJETO ARTE NA PRAÇA apresentam PROJETO ARTE NA PRAÇA SHOW DO COLETIVO VINIL É ARTE 29 DE JANEIRO DE 2016 patrocínio Apresentação Este relatório tem como objetivo descrever o quinto e último show do Projeto Arte na Praça,

Leia mais

XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa

XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa Período de Inscrição: 05 de Agosto a 16 de Setembro de 2016 Divulgação dos artistas

Leia mais

UNIVERSIDADE E FEDERAL DO ACRE ÓRGÃO DOS COLEGIADOS SUPERIORES CONSELHO UNIVERSITÁRIO EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015

UNIVERSIDADE E FEDERAL DO ACRE ÓRGÃO DOS COLEGIADOS SUPERIORES CONSELHO UNIVERSITÁRIO EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015 EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015 O Presidente do Conselho Universitário (Consu) faz saber à comunidade em geral acerca da realização da eleição de três membros externos, representantes

Leia mais

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012.

PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012. PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, Janeiro de 2012 Design D Kebrada 2. Dados do projeto 2.1 Nome do projeto Design D Kebrada 2.2 Data e

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS

REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS REGULAMENTO CONCURSO MUSICAL DE COMPOSIÇÃO PROJETO GURI 21 ANOS Termos e Condições para participação - AMIGOS DO GURI INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO PROJETO GURI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DA CULTURA, com sede

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA Pacajus - CE Maio/2011.1 Sumário Apoio e Parcerias:... 3 Justificativa... 4 Introdução... 5 Objetivos... 6 Objetivo Geral:... 6 Objetivo Específico:... 6 Público Alvo... 7

Leia mais

Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde

Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde Fórum Concelhio Para a Promoção da Saúde CASCAIS SAUDÁVEL 1. Contexto SÓCIO-POLÍTICO: Saúde na ordem do dia Envelhecimento da população Sustentabilidade do SNS Transferência de competências para as Autarquias

Leia mais

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA FICHA DE INSCRIÇÃO Curso: Excelência na Prestação de Serviços na Administração Pública Módulo I Excelência no Relacionamento e Atendimento

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 Fundado em 2003, Instituto Escola São Paulo é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo ampliar o acesso à cultura e à educação, promovendo atividades

Leia mais

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo:

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo: Foto Calabor@tiva Carga Horária: 15h presenciais Facilitador: Sandro Barros Objetivo: O objetivo é estimular crianças e jovens a utilizar a linguagem fotográfica como elemento alternativo e visual, despertando

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar Atualização sobre a compra da Agricultura Familiar Resolução do FNDE nº04/2015 Olavo Braga COSAN - CECANE/SC

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

GESTÃO DA EQUIPE DE VENDAS: Como aumentar sua performance. Ingresso Julho Informações: (51)

GESTÃO DA EQUIPE DE VENDAS: Como aumentar sua performance. Ingresso Julho Informações: (51) GESTÃO DA EQUIPE DE VENDAS: Como aumentar sua performance Ingresso Julho 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/cursosdeferias Gestão da Equipe de Vendas: como aumentar sua performance O Desempenho

Leia mais

EMPRESA JUNIOR. Edital 01/2016 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EMPRESA JUNIOR. Edital 01/2016 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CENTRO UNIVERSITÁRIO LEÃO SAMPAIO Coordenação de Pesquisa e Extensão Coordenação de Administração Coordenação de Ciências Contábeis Coordenação de Gestão Comercial Coordenação de Recursos Humanos Edital

Leia mais

TERMO DE ABERTURA DO PROJETO

TERMO DE ABERTURA DO PROJETO 1 Nome do Projeto 2 Código Projeto Fiscalização do Exercício e Atividade Profissional 3 Coordenador(a) 4 Tipo de Projeto João Augusto de Lima Estratégico 5 Gestor(a) 6 Programa Igor de Mendonça Fernandes

Leia mais

1. DO OBJETO 1.1 O presente Edital tem como objeto a seleção de candidatos visando o desenvolvimento das atividades descritas no item 2.2.

1. DO OBJETO 1.1 O presente Edital tem como objeto a seleção de candidatos visando o desenvolvimento das atividades descritas no item 2.2. EDITAL SEDETEC Nº 01/2013, DE 26 DE AGOSTO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CHAMADA PARA INSCRIÇÕES NO PROJETO DE EXTENSÃO DISSEMINAÇÃO DA CULTURA DO EMPREENDEDORISMO E DA INOVAÇÃO DA UFJF

Leia mais

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Francisco Beltrão Inovações e Desafios Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Agosto de 2015 Política de Desenvolvimento Local Sistema Regional de Inovação Serviços Urbanos CITFBE

Leia mais

Renata Benevides e Karla Rodrigues

Renata Benevides e Karla Rodrigues Resultado da união profissional das jornalistas Renata Benevides e Karla Rodrigues, a Capuchino Press traz a experiência de quem já esteve do outro lado da imprensa, trabalhando em jornais, TVs e revistas.

Leia mais

Prefeitura do Município de Taboão da Serra Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia.

Prefeitura do Município de Taboão da Serra Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Concurso: Água para todos e todos pela água 2ª Edição A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra, em parceria com Grupo 1 de Jornais, participará da Campanha Educacional Economia

Leia mais

Case: Cartões Viva. Síntese do caso

Case: Cartões Viva. Síntese do caso Case: Cartões Viva Síntese do caso Com o intuito de ampliar nosso portfólio de produtos e entregar uma linha premium ao nossos clientes de cartões de crédito, há um ano lançamos o primeiro cartão internacional

Leia mais

Plano Metropolitano de Habitação. Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas

Plano Metropolitano de Habitação. Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas Apresentado pelo representante do Ministério das Cidades Histórico Aprovado pelo Conselho de Desenvolvimento

Leia mais

É IMPOSSÍVEL VIVER SEM ELA!!!!

É IMPOSSÍVEL VIVER SEM ELA!!!! É IMPOSSÍVEL VIVER SEM ELA!!!! Premissas básicas da Rede RPMe Missão Incentivar o desenvolvimento da metrologia e sua cultura no cotidiano para aumentar a competência e qualidade e competitividade dos

Leia mais

EDITAL: Processo Seletivo 2016

EDITAL: Processo Seletivo 2016 EDITAL: Processo Seletivo 2016 A presidência da ELO Engenharia Júnior no uso de suas atribuições regimentais, por meio da Diretoria de Recursos Humanos torna público, por meio deste Edital, que estarão

Leia mais

Edital Prêmio Literário USCS 2012

Edital Prêmio Literário USCS 2012 1 Edital Prêmio Literário USCS 2012 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), por meio de seu Núcleo de Ação Cultural, torna público o Edital Prêmio Literário USCS

Leia mais

Realização: Secretaria de Políticas de Previdência Complementar e Superintendência Nacional de Previdência Complementar

Realização: Secretaria de Políticas de Previdência Complementar e Superintendência Nacional de Previdência Complementar Realização: Secretaria de Políticas de Previdência Complementar e Superintendência Nacional de Previdência Complementar Educação é a palavra-chave Educação é a palavra-chave A educação financeira tem um

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA III ENCONTRO PIBID DA UniRV

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA III ENCONTRO PIBID DA UniRV PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UniRV Pró-Reitoria de Graduação EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA III ENCONTRO PIBID DA UniRV III Encontro

Leia mais

Programa USP/U.Porto Edital 2015

Programa USP/U.Porto Edital 2015 1. Introdução A Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade do Porto (U.Porto) Portugal celebraram um Acordo de Cooperação Internacional objetivando a cooperação acadêmica em todas as áreas do conhecimento

Leia mais

Diretriz Nacional de Comunicação. Sistema Unimed

Diretriz Nacional de Comunicação. Sistema Unimed Diretriz Nacional de Comunicação Sistema Unimed Diretriz de Comunicação Definição Política ou Diretriz de Comunicação é um processo articulado de definição de valores, objetivos, diretrizes, normas e estruturas,

Leia mais

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Vídeo: A Força de quem FAZ O SISTEMA FIEMG A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais representa as indústrias do Estado e atua na defesa

Leia mais

REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016

REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016 REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016 INTRODUÇÃO A Fundação Nacional de Artes/Funarte, entidade vinculada ao Ministério da Cultura/MINC, torna público que, no período de

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE PÃES, TORTAS E SANDUÍCHES FEIRA CEARAPÃO

REGULAMENTO CONCURSO DE PÃES, TORTAS E SANDUÍCHES FEIRA CEARAPÃO REGULAMENTO CONCURSO DE PÃES, TORTAS E SANDUÍCHES FEIRA CEARAPÃO - 2015 OBJETIVO: Dar oportunidade aos profissionais do segmento de panificação para mostrarem suas habilidades e competências em produtos

Leia mais