DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r"

Transcrição

1 DILEMA DO OBJETIVO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 30 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

2 DILEMA DO OBJETIVO Desejo é inconsciente. O que você experimenta e chama de desejo não é desejo, é desejo conscientizado. Este livro é para explicar a natureza do desejo e ajudar você a lidar melhor com o seu. Boa leitura! 01 INTRODUÇÃO AO DILEMA CENA: Um grupo de cinco homens está em um bar onde se encontram um grupo de cinco mulheres. Todos os indivíduos do grupo masculino desejam fazer sexo com a mesma mulher do grupo feminino, ou seja, todos os indivíduos do grupo masculino tem o mesmo objetivo. Neste momento, John Nash, um dos indivíduos do grupo masculino, observa que se todos agirem em busca da realização de seus objetivos, uma vez que todos tem o mesmo objetivo, a ação de cada um só servirá para inviabilizar a realização do objetivo dos outros. Ou seja, se os indivíduos do grupo masculino agirem rumo a realização de seus desejos, o resultado é fracasso (não realização do desejo), contudo, se não agirem rumo a realização de seus desejos, o resultado também é fracasso (não realização do desejo). Este é o Dilema do Objetivo. Qual é a solução? 02 MUDANÇA DE OBJETIVO Ao observar o Dilema, John Nash propõe que todos os indivíduos do grupo masculino mudem de objetivo, ou seja, de desejo. Todos os indivíduos do grupo masculino desejam (objetivam) fazer sexo com a mesma mulher, mas como a realização deste objetivo só serve para inviabilizar a própria realização deste objetivo, Nash propõe como solução a mudança de desejo. Ao invés de todos objetivarem fazer sexo com a mesma mulher, cada um deve objetivar fazer sexo com uma mulher diferente, pois assim ninguém inviabiliza a realização do objetivo do outro. Esta solução é conhecida como equilíbrio de Nash, e realmente funciona, só que o motivo de funcionar não é mudança de objetivo. 03 MUDANÇA DE OBJETO A solução de John Nash para o Dilema do Objetivo não é mudança de objetivo, é mudança de objeto. Embora a proposta de Nash envolva parar de objetivar a mesma mulher e objetivar mulheres diferentes, o objetivo continua o mesmo: sexo. A solução para o Dilema do Objetivo não é mudança de desejo, é mudança de objeto de desejo. Desejo é objetivo. Objetivo é sempre o mesmo durante todo o jogo. 02

3 Imagine um jogo de xadrex. Cada uma das 16 peças é um objeto diferente que o enxadrista usa para realizar seu único e constante objetivo. Quando o enxadrista muda de peça, ele não está mudando de objetivo, está mudando de objeto. Agora, imagine que o enxadrista decida utilizar um único objeto, um pião, para realizar seu objetivo. Vai ficar difícil para o enxadrista realizar seu objetivo. Analogamente, o problema no grupo masculino não era objetivo comum, era objeto comum. 04 OBJETIVO CONSCIENTIZADO Objetivo é palavra do contexto dos jogos usada para expressar o desejo do jogador. Desejo é palavra do contexto da psicologia usada para expressar o objetivo de um ser humano. Objetivo e desejo são duas maneiras de dizer a mesma coisa. Dito isto, vamos entender porque você confunde objeto com objetivo. O motivo é que desejo é inconsciente. O que você experimenta e chama de desejo, não é bem desejo, é desejo conscientizado. Imagine um arquivo de fotografia no computador, por exemplo. Assim como você não consegue visualizar o conteúdo do arquivo sem transformá-lo em imagem na tela do computador, você também não consegue experimentar seu desejo, que é inconsciente, sem transformá-lo em desejo consciente. É por isto que você confunde objeto com objetivo. Objeto é seu objetivo inconsciente (desejo) sendo experimentado de forma consciente. 05 OBJETIVO INCONSCIENTE Todo ser é semente. Semente é potência. O desejo de todo ser é autorealização. Toda semente objetiva se autorealizar, objetiva se transformar em pé de si mesma. O objetivo inconsciente de uma semente de jabuticaba é se transformar em um pé de jabuticaba. O objetivo inconsciente de uma semente de azaleia é se transformar em um pé de azaleia. O objetivo inconsciente de uma semente de mostarda é se transformar em um pé de mostarda. O objetivo inconsciente de uma semente humana é se transformar em um pé de ser humano. 06 DESEJO CONSCIENTE Todo ser deseja autorealização. Mas nem todo ser experimenta seu desejo de forma consciente. Uma semente de jabuticaba, por exemplo, não sabe que deseja, apenas deseja. A experiência humana é diferente, possui o consciente, é por isso que você tem a possibilidade de experimentar seu objetivo através dos objetos, é por isto também que você deseja uns objetos e INdeseja outros. Os objetos que deseja e INdeseja são desejáveis e INdesejaveis, porque são representativos do seu desejo (objetivo inconsciente). 03

4 07 FUNÇÃO ESPELHO Assim como você não consegue ver seu próprio rosto diretamente, mas precisa usar um espelho, você também não consegue conhecer seu objetivo inconsciente diretamente, você também precisa usar um espelho. O espelho que você usa é o objeto. É através dos objetos, e só através deles, que você pode conhecer seu desejo (objetivo inconsciente). É ai que os objetos entram na sua história, ou melhor, entram para lhe contar histórias. Objetos, sejam concretos ou abstratos, não são desejados ou INdesejados aleatoriamente, mas por refletirem seu desejo. O desejável e Indesejável que você vê nos objetos, é reflexo do seu desejo (objetivo). Então, como todo espelho, o que você vê lhe conta sobre você. 08 LEI DA ATRAÇÃO A maneira como você se relaciona com um objeto, seja concreto ou abstrato, não depende apenas da natureza do objeto, mas da forma como seu desejo se relaciona com esse objeto. Quando a natureza de um objeto é Imagem e Semelhança com seu desejo, você deseja o objeto, sente atração. Quando a natureza de um objeto é Imagem Sem Semelhança com seu desejo, você INdeseja o objeto, sente repulsa. 09 OBJETIVO E OBJETO Macaco deseja comer banana e não deseja comer terra. Minhoca deseja comer terra e não deseja comer banana. Terra e banana são apenas objetos. É o desejo (objetivo inconsciente) do macaco e da minhoca que fazem os objetos banana e terra serem desejados ou INdesejados. Analogamente, Luiz deseja ser político e não deseja ser jogador de futebol. Edson deseja ser jogador de futebol e não deseja ser político. Político e jogador de futebol são apenas objetos. É o desejo (objetivo inconsciente) de Luiz e Edson que fazem os objetos político e jogador de futebol serem desejados ou INdesejados. 10 CONFUSÃO E MAL VIVER Você confunde objeto com objetivo por causa da função espelho dos objetos, mas a causa de você viver mal não é a função espelho dos objetos, é sua ignorância da função espelho. 04

5 11 CAUSA E EFEITO Quando você ignora a função espelho dos objetos, você: A) Prende os objetos desejados e, por consequência, vive preso a eles. B) Tenta mudar os objetos indesejados e, por consequência, vive preso a eles. Quando você está consciente da função espelho dos objetos, você: C) Liberta os objetos desejados e, por consequência, vive livre com eles. D) Permite os objetos indesejados e, por consequência, vive livre com eles. 12 ABRIDOR DE OBJETOS Para abrir os objetos e descobrir seu objetivo inconsciente, você deve usar a pergunta: Para que? Quanto mais você se indaga Para Que, mais você se aproxima da descoberta do seu desejo. Por exemplo, se seu desejo for: jogar futebol. Você se pergunta: Para que desejo jogar futebol?. A resposta pode ser: Desejo jogar futebol para fazer exercício físico. Dai você se pergunta: Para que desejo fazer exercício físico?. A resposta pode ser: Para cuidar da saúde. Pronto! Você chegou no seu objetivo inconsciente: bem estar. E uma vez consciente, você não precisa mais ficar preso ao objeto futebol, você pode realizar seu objetivo de bem estar através de diversos outros objetos. Mas sua resposta pode ser, por exemplo: Desejo jogar futebol para encontrar meus amigos. Dai você se pergunta: Para que desejo encontrar meus amigos?. Sua resposta pode ser: Para conversar. Dai você se pergunta: Para que desejo conversar?. Sua resposta pode ser: Para socializar. Dai você se pergunta: Para que desejo socializar?. A resposta pode ser: Para me sentir querido. Pronto! Você chegou no seu objetivo inconsciente: valor (afeto). E uma vez consciente, você não precisa mais ficar preso ao objeto futebol, você pode realizar seu objetivo de valor (afeto) através de diversos outros objetos. Toda vez que você usa o abridor de objetos você chega inevitavelmente nos quatro desejos humanos descritos, explicados e desenhados no livro QUATRIX. Então, recomendo a leitura do livro QUATRIX como complemento ao que você acabou de ler neste livro. Por fim, procure se manter consciente da função espelho, já é de grande ajuda para viver bem. Sucesso em seus quatro objetivos. 05

6 O QUE É 1FICINA? 1ficina é uma prestação de serviço consciencial a disposição do ser humano. A prestação de serviço da 1ficina é diferente, autônoma, inspirada, voluntária, universalista, prática e gratuita. A função da 1ficina é ajudar cada 1 em seu processo de auto-realização. A estratégia que a 1ficina utiliza para isto é o despertar da consciência. A ferramenta que a 1ficina utiliza é a comunicação. A 1ficina é praticante da ciência do óbvio e da autociência. MARCELO FERRARI Sou autor e coordenador da 1ficina. Tenho 45 anos e moro em Uberlândia, MG. Sou curioso, inventivo e teimoso desde que nasci. Não tenho formação acadêmica em filosofia, nem psicologia. Minha escola para entender a experiência humana é minha própria experiência humana. Se você tem internet, estamos a um click de distância. Disponha. DECLARAÇÃO DE UNIVERSALIDADE Eu honro e celebro eu. Eu honro e celebro você. Eu honro e celebro nós. Eu honro e celebro minha diferença. Eu honro e celebro sua diferença. Eu honro e celebro nossa diferença. Eu sou outro você. Você sou outro eu. Nós somos todos e cada um. Toda exclusão e desrespeito que em mim chega de mim não passa. Eu sou por minha unicidade. Eu sou por sua unicidade. Eu sou por nossa unicidade. Que meu viver confirme minhas palavras e assim seja! 06

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO PERFEIÇÃO: Olá! Eu sou a perfeição. Vamos conversar?

Leia mais

AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 27 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m.

AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 27 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 27 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL Amar pode ser fácil, pode ser difícil, mas

Leia mais

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Tudo sobre o nada. Boa leitura! 01 CRIADOR DA REALIDADE Você entende e aceita

Leia mais

LIVRE CLICK. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 31 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

LIVRE CLICK. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 31 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r LIVRE CLICK Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 31 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r LIVRE CLICK Para viver bem é preciso entender a diferença entre liberdade e livre arbítrio, mas

Leia mais

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Qual é a utilidade que você tem para você? Leia este livro

Leia mais

CADA UM NO SEU GABARITO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 9 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CADA UM NO SEU GABARITO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 9 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CADA UM NO SEU GABARITO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 9 de novembro de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CADA UM NO SEU GABARITO PARTE 1 Sim, existe destino. Se não existisse destino, não

Leia mais

SUPER HOMEM. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

SUPER HOMEM. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r SUPER HOMEM Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r SUPER HOMEM Assim como uma criança caminha para se tornar um adulto, você está caminhado para

Leia mais

COMO VOCÊ VIROU OUTRO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 22 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

COMO VOCÊ VIROU OUTRO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 22 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r COMO VOCÊ VIROU OUTRO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 22 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r COMO VOCÊ VIROU OUTRO O natural é você viver sendo você. Isso deveria ser sempre.

Leia mais

OBJETIVO DA FELICIDADE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 13 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

OBJETIVO DA FELICIDADE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 13 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r OBJETIVO DA FELICIDADE Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 13 de novenbro de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r OBJETIVO DA FELICIDADE Felicidade não é objetivo, tem objetivo. Qual é o objetivo

Leia mais

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME A experiência humana é interativa como um jogo. O problema é que este jogo não vem com manual

Leia mais

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 30 de outubro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Esse livro é a compilação de uma conversa que aconteceu entre

Leia mais

GPS DO DESTINO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 15 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

GPS DO DESTINO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 15 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r GPS DO DESTINO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 15 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r GPS DO DESTINO INTRODUÇÃO No livro CADA UM NO SEU GABARITO expliquei que seu destino é ser

Leia mais

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Na Casa da Razão Humana moram quatro moradores: um bicho, uma criança,

Leia mais

CONTROL+EU. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONTROL+EU. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONTROL+EU Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONTROL+EU Você não sofre porque tem uma programação mental, você sofre porque sua programação

Leia mais

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Este livro é para ajudar você a lidar melhor com seus traumas. Boa leitura! 01 VIVER É TRAUMATIZANTE

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

DESMATERIALIZANDO A CIÊNCIA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

DESMATERIALIZANDO A CIÊNCIA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DESMATERIALIZANDO A CIÊNCIA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DESMATERIALIZANDO A CIÊNCIA Ciência não é materialista, está materialista, devido

Leia mais

APOCALIP-SE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

APOCALIP-SE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r APOCALIP-SE Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r APOCALIP-SE Ser humano não é ser uma pessoa, ser humano é ser um aluno. Aluno de que e de quem?

Leia mais

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PARA BOI ACORDAR Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 12 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PRA BOI ACORDAR POVO: Tá brava comigo, Professora? O que foi que fiz?

Leia mais

Do Vácuo ao Encontro

Do Vácuo ao Encontro Do Vácuo ao Encontro INTRODUÇÃO Todos nós homens já passamos por situações constrangedoras de puxar conversa com uma bela mulher e não obtemos nada além de um Belo de um vácuo, eu mesmo já passei por isso.

Leia mais

QUATRIX. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 4ª edição - 01 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

QUATRIX. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 4ª edição - 01 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r QUATRX Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 4ª edição - 01 de outubro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r QUATRX Quatrix é um robô humano que vive simultaneamente em quatro dimensões. Com a ajuda de algumas

Leia mais

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA Trechos selecionados do livro Estratégias poderosas para fazê-la voltar para você. www.salveseucasamento.com.br Mark Love E-book gratuito Esse e-book gratuito é composto de

Leia mais

FAMÍLIA COMO PROTEÇÃO AO USO DE DROGAS

FAMÍLIA COMO PROTEÇÃO AO USO DE DROGAS FAMÍLIA COMO PROTEÇÃO AO USO DE DROGAS IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA A família tem papel central na proteção ao uso de drogas. Família é primeira referência. Pode estruturar ou desestruturar. A criança e o adolescente

Leia mais

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas?

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas? Êta bicho curioso! Oi! Tem uma coisa engraçada acontecendo comigo: estou super curioso sobre tudo. Minha mãe que anda louca comigo pois não paro de perguntar o porquê de tudo...mas olha só quanta coisa

Leia mais

BEM-VINDO AO E-BOOK DE BUSINESS MODEL CANVAS DA CANVAS ACADEMY! A LEI SUPREMA DOS MODELOS DE NEGÓCIOS Uau! Fascinante este título não acha?! O que é a lei suprema de modelos de negócios, e, mais importante

Leia mais

Preliminar. Um comentário do Prof. Delfim Neto Professor Emérito da FEA/USP

Preliminar. Um comentário do Prof. Delfim Neto Professor Emérito da FEA/USP Preliminar Um comentário do Prof. Delfim Neto Professor Emérito da FEA/USP A mercadoria Seção 3 do Capítulo 1 A forma de valor ou valor de troca 14/03/2013 3 Estrutura Capítulo I Nome: A mercadoria Seção

Leia mais

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. a s coleção Conversas #12 - SETEMBRO 2014 - Eu sinto a I tr s ç o ã o por c é no r r m ia a nç a l? s. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

ebooksbrasil ebooksbrasil.com

ebooksbrasil ebooksbrasil.com ebooksbrasil ebooksbrasil.com Coração Palhaço! Jacinto Luigi de Morais Nogueira Edição ebooksbrasil Versão para ebook ebooksbrasil.com Fonte Digital Documento do Autor Copyright: 2001 Jacinto Luigi de

Leia mais

VIOLÊNCIA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 4 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

VIOLÊNCIA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 4 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r VIOLÊNCIA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 4 de novenbro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r VIOLÊNCIA PRIMEIRA PARTE A palavra violência vem do verbo violar. Quando você está executando

Leia mais

Propósito João Machado Semana 4

Propósito João Machado Semana 4 Regressando então ao inicio desta nossa conversa... ao Grande Problema à comparação e ao jogo. Uma das melhores palestras que assisti na minha vida (online não fisicamente) foi do OSHO, onde ele fala sobre

Leia mais

O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS?

O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS? Abstinência O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS? Abstinência, em Comedores Compulsivos Anônimos, é a ação de abster-se do comer compulsivo e dos comportamentos alimentares compulsivos,

Leia mais

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna OSHO - INTUIÇÃO EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna Maestri 2016/1 O LIVRO três partes

Leia mais

O INÍCIO DE CADA JORNADA COMEÇA POR UM ATO DE CORAGEM JORNADA DA. Mul her PRÓXIMAS EDIÇÕES SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PASSOS / MG

O INÍCIO DE CADA JORNADA COMEÇA POR UM ATO DE CORAGEM JORNADA DA. Mul her PRÓXIMAS EDIÇÕES SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PASSOS / MG O INÍCIO DE CADA JORNADA COMEÇA POR UM ATO DE CORAGEM JORNADA DA Mul her PRÓXIMAS EDIÇÕES SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PASSOS / MG O INÍCIO DE TUDO SUA JORNADA COMEÇA AGORA A CORAGEM NA JORNADA A Coragem de

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

Semana 4 Curso Propósito Observação Pausa Aceitação - Jogo pt1

Semana 4 Curso Propósito Observação Pausa Aceitação - Jogo pt1 Más noticias e boas noticias ou só noticias, tu decides. Atrasado ou avançado, tu decides. Quando entramos no jogo da comparação (que na realidade, quando bem jogado até pode ser um jogo bem divertido)

Leia mais

O conhecimento é a chave da vida!

O conhecimento é a chave da vida! Porto Alegre, 02 de janeiro de 2017 Sejam Bem Vindos Prezados(as) Educadores(as)! Bom Dia com Alegria! O conhecimento é a chave da vida! Contem sempre conosco e que tenhamos divertidas e abençoadas formações

Leia mais

Introdução. Homens buscam uma mulher que tenha algo a lhes a acrescentar, que traga valor pra vida dele. Nada diferente do que

Introdução. Homens buscam uma mulher que tenha algo a lhes a acrescentar, que traga valor pra vida dele. Nada diferente do que 0 Introdução Sim. Existem muitas mulheres disponíveis, mulheres inclusive mais jovens que você e com aquele brilho natural dos 20 e poucos anos de idade. Mas isso não precisa ser um problema para você.

Leia mais

1. Planilhas de Gastos Pessoais

1. Planilhas de Gastos Pessoais Este conteúdo faz parte da série: Finanças Pessoais Ver 8 posts dessa série Para começar, quando você está buscando uma planilha de gastos no Google (ou no Bing), não fica claro (para as ferramentas de

Leia mais

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Tema: Elaboração de uma peça de teatro - Promoção da Saúde,

Leia mais

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Ilustração da Capa: Grace Kelli Pereira Projeto gráfico e editoração eletrônica: WOZi Revisão: Roque Aloisio Weschenfelder Todos os direitos desta

Leia mais

Brincadeira científica - Cineminha

Brincadeira científica - Cineminha Brincadeira científica - Cineminha Você sabia que um filme projetado na tela do cinema não exibe uma imagem contínua em movimento, mas uma série de quadros, como se fossem várias fotografias, a cada segundo?

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: How it is like to live in Uberlândia MG. Context: In this conversation André talks to his aunt Edmárcia, about the city of Uberlândia, in Minas Gerais state. She tells us

Leia mais

ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA

ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA Prof Paulo Renato A. Firmino praf62@gmail.com Aulas 07-08 Probabilidade Apanhado Geral Seguimos nossas discussões sobre a Incerteza Decidir usualmente envolve incerteza Uma presa

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

SME Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de Trabalho: jogo Semáforo

SME Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de Trabalho: jogo Semáforo SME0230 - Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de 2017 Professora: Marina Andretta (andretta@icmc.usp.br) Monitores: Douglas Buzzanello Tinoco (douglas.tinoco@usp.br) Amanda Carrijo

Leia mais

É HORA DE MUDAR. 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora

É HORA DE MUDAR. 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora É HORA DE MUDAR 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir." 1 / 5 (Mateus 25:13) É isso aí amados! Hoje é

Leia mais

Amostragem. Amostragem. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos.

Amostragem. Amostragem. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos. A Estatística pode ser estendida ao estudo das populações chamadas infinitas nas quais não temos a possibilidade de observar todos os elementos

Leia mais

TREINAMENTO DE NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1: O NEGÓCIO

TREINAMENTO DE NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1: O NEGÓCIO TREINAMENTO DE NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1: O NEGÓCIO Conhecendo nossa empresa Fundada em 1963, em Dallas, no Texas (52 anos) e está há 18 anos atuando no Brasil. Equilíbrio de vida Espírito de ajuda Faça-me

Leia mais

Prof.: Diego Santos. Especializações: Design _ FAMAP Comunicação com o Mercado_ ESPM Consumo_ ESPM

Prof.: Diego Santos. Especializações: Design _ FAMAP Comunicação com o Mercado_ ESPM Consumo_ ESPM Prof.: Diego Santos Especializações: Design _ FAMAP Comunicação com o Mercado_ ESPM Consumo_ ESPM Ementa Estudos elementares dos fundamentos da composição em desenho. Fundamentos básicos da composição.

Leia mais

RESOLUÇÕES DA 2ª FASE

RESOLUÇÕES DA 2ª FASE Res RESOLUÇÕES DA 2ª FASE MODALIDADE PROGRAMAÇÃO QUESTÃO 01. Primeiramente, transforma-se o número 156 em binário. Uma das formas para isso, seria fatorá-lo. Onde teriamos que 156 = 2 3 * 3 * 13 = 2 3

Leia mais

Eu, Pedro Henrique A. nasci em 20 de outubro de 2004 na maternidade de Itapetininga, tenho 10 anos e gosto de viajar, ir à escola, participar dos

Eu, Pedro Henrique A. nasci em 20 de outubro de 2004 na maternidade de Itapetininga, tenho 10 anos e gosto de viajar, ir à escola, participar dos Turma 2015 Eu, Pedro Henrique A. nasci em 20 de outubro de 2004 na maternidade de Itapetininga, tenho 10 anos e gosto de viajar, ir à escola, participar dos campeonatos municipais e brincar com meus

Leia mais

Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual.

Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual. Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual. Somente as pessoas que o compraram o curso Viver de Blog para Mulheres têm o direito

Leia mais

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta.

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta. Olá turma! Bem-vindos de volta. UNIDADE 3 Educação à distância: conceitos básicos Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias Você sabe o que são NTICs? Como elas poderiam auxiliar no seu processo de aprendizagem?

Leia mais

antropologia & cultura

antropologia & cultura antropologia & cultura carlos joão correia estudos africanos filosofia artes & humanidades 2011-2012/2ºsemestre Dopamina Serotonina Acetilcolina Glutamato Opiáceos (ex: endorfinas) Noradrelanina... a presença

Leia mais

Teoria dos Jogos Jogos na Forma Normal Com Informação Completa. Maurício Bugarin Fernando Meneguin Adriana Portugal

Teoria dos Jogos Jogos na Forma Normal Com Informação Completa. Maurício Bugarin Fernando Meneguin Adriana Portugal 1 Teoria dos Jogos Jogos na Forma Normal Com Informação Completa Maurício Bugarin Fernando Meneguin Adriana Portugal Brasília / UnB Lembrando: Ø Jogos estáticos: todos os jogadores jogam ao mesmo tempo

Leia mais

Metodologia e Amostra

Metodologia e Amostra Job: 130361 Introdução Objetivo Investigar os hábitos alimentares dos brasileiros que trabalham fora, durante o período de trabalho, comparando trabalhadores que recebem o benefício refeição com aqueles

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

Resolução das Questões Discursivas

Resolução das Questões Discursivas COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO PISM III - TRIÊNIO 008-010 Prova de Matemática Resolução das Questões Discursivas São apresentadas abaixo possíveis soluções

Leia mais

PESQUISA HÁBITOS ALIMENTARES DO TRABALHADOR BRASILEIRO

PESQUISA HÁBITOS ALIMENTARES DO TRABALHADOR BRASILEIRO PESQUISA HÁBITOS ALIMENTARES DO TRABALHADOR BRASILEIRO INTRODUÇÃO OBJETIVO Investigar os hábitos alimentares dos brasileiros que trabalham fora, durante o período de trabalho, comparando trabalhadores

Leia mais

Líder Coach. Alexandre Vinicius S. Pereira

Líder Coach. Alexandre Vinicius S. Pereira Líder Coach Alexandre Vinicius S. Pereira Alexandre Vinicius da Silva Doutorado Pereira em Psicologia USP Desenvolvimento e avaliação de equipe multidisciplinar. Mestrado em Psicologia USP. Comprometimento

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos ÍNDICE Sumário INTRODUÇÃO... 3 ISSO ACONTECE COM VOCÊ TAMBÉM?... 4 MAS PERAÍ, QUEM GANHA NA LOTERIA?... 5 QUE NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA... 6 O QUE FAZEM PARA GANHAR NA MEGA SENA?... 7 8 DICAS PRÁTICAS

Leia mais

Língua Portuguesa- 7º ano / 2015 Profª : Fernanda Braga. Zap

Língua Portuguesa- 7º ano / 2015 Profª : Fernanda Braga. Zap Língua Portuguesa- 7º ano / 2015 Profª : Fernanda Braga Nome: Nº: Turma EXERCÍCIOS DE APROFUNDAMENTO Leia o seguinte texto para responder às questões 1 a 6 Zap Moacyr Scliar Não faz muito que temos esta

Leia mais

5 Chaves para o Sucesso SÓ VOCÊ PODE MUDAR SUA VIDA

5 Chaves para o Sucesso SÓ VOCÊ PODE MUDAR SUA VIDA 5 Chaves para o Sucesso SÓ VOCÊ PODE MUDAR SUA VIDA 1 Chave: Sonhos Primeiro o homem constrói o sonho e depois o sonho constrói o homem. Acredite, os seus melhores dias ainda estão à sua frente. O seu

Leia mais

Aulas 5 e 6 / 28 e 30 de março

Aulas 5 e 6 / 28 e 30 de março Aulas 5 e / 8 e 30 de março 1 Notação de soma e produto Como expressar a seguinte soma de uma maneira mais concisa? 1 + + 3 3 + + 10? Note que as parcelas são semelhantes, e que a única coisa que varia

Leia mais

Iracema ia fazer aniversário. Não

Iracema ia fazer aniversário. Não Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema ia fazer aniversário. Não sabia muito bem se ela podia convidar a turma do Hospital por motivos fáceis de explicar,

Leia mais

Jogo da Memória. Instruções. Dicas. Passo a passo

Jogo da Memória. Instruções. Dicas. Passo a passo Jogo da Memória Instruções Para trabalhar o tema Consumo Consciente com crianças e adolescentes, podemos utilizar uma série de jogos. Um deles é o Jogo da Memória. Nesta versão, a mecânica da brincadeira

Leia mais

Acesse: Segredo da Atração

Acesse:  Segredo da Atração Segredo da Atração Direitos Autorais: Este e-book não pode ser editado ou modificado, mas pode ser compartilhado livremente! Tire as suas conclusões e divirta-se!! Nós vimos um pouco sobre atração no E-book

Leia mais

Muitos caras conseguem ser assim em sua vida social, sendo mais eficiente do que vários caninos, por exemplo.

Muitos caras conseguem ser assim em sua vida social, sendo mais eficiente do que vários caninos, por exemplo. Ser um Alfa... Bem, no mundo animal é aquele que todo bicho respeita e sabe de sua superioridade perante eles. É o líder natural do bando e nunca deixa a peteca cair. Na verdade, ele é o bicho mais disputado,

Leia mais

Viva Laduma! 2 Continuando... September 16, 2009

Viva Laduma! 2 Continuando... September 16, 2009 Viva Laduma! September 16, 2009 1 Introdução Laduma? O que é isso? Ah... se você não sabe o que Laduma significa, você não está preparado para o próximo ano. Mas, antes disso, vamos por partes [afinal,

Leia mais

Quando um determinado programa gera um arquivo, sua extensão é variada de acordo com cada tipo.

Quando um determinado programa gera um arquivo, sua extensão é variada de acordo com cada tipo. 1 2 ENTENDENDO Tudo que funciona em um pc, é basicamente a base de arquivos. Vamos entender o que é um arquivo: Arquivo é tudo aquilo que um determinado programa gera. Arquivos tem nome e sobrenome. Aqui

Leia mais

Anexo 2.2- Entrevista G1.2

Anexo 2.2- Entrevista G1.2 Entrevistado: E1.2 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 53 anos Masculino Cabo-Verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: 4ª classe Imigrações prévias : -- Língua materna: Outras línguas: Agregado

Leia mais

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parceiro(a). O Guia dos Solteiros não se responsabiliza

Leia mais

Traduzindo o Encore Desenvolvido por Dellânio Alencar

Traduzindo o Encore Desenvolvido por Dellânio Alencar Traduzindo o Encore 4.5 - Desenvolvido por Dellânio Alencar Olá todos! Quem nunca teve problemas ao instalar algum tradutor? Principalmente quando se trata de pessoas menos familiarizadas com computadores

Leia mais

1. Passo a passo de como Remover Duplicatas

1. Passo a passo de como Remover Duplicatas Existem duas maneiras principais para você descobrir se existem valores duplicados na sua tabela de dados do Excel. A primeira e mais direta é a funcionalidade de remover duplicatas, que depois de usada,

Leia mais

COLÉGIO KENNEDY REDE PITÁGORAS Colégio Kennedy, 51 anos, educando e inovando sempre.

COLÉGIO KENNEDY REDE PITÁGORAS Colégio Kennedy, 51 anos, educando e inovando sempre. COLÉGIO KENNEDY REDE PITÁGORAS Colégio Kennedy, 51 anos, educando e inovando sempre. PLANO DE ESTUDO DE PORTUGUÊS 3ª ETAPA 4º ANO EFI PROFESSORA : FLÁVIA LETÍCIA ALUNO(A): 1) Leias as frases a seguir.

Leia mais

COMO JOGAR TRUCO PAULISTA

COMO JOGAR TRUCO PAULISTA COMO JOGAR TRUCO PAULISTA Link: http://www.jogatina.com/como-jogar-truco.html Como começo a jogar? Para começar a jogar truco paulista clique em "JOGAR AGORA!" na página do seu perfil no Jogatina. Em seguida,

Leia mais

A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA

A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA Querido quilombense: A Quilombo que teremos é a Quilombo que fizermos! Você quer uma cidade melhor para os seus filhos e netos, para você mesmo e seus amigos,

Leia mais

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE UNIDADE 2: As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE 1ºESO 2ºESO Quem é você? Reconhecer minha sexualidade e meus afetos me ajuda a conhecer. Na igualdade e a diferença. No amor. 4. Meus primeiros

Leia mais

VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO

VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO Aluna: Vivian de Lima Panzenhagen Orientador: Prof. Dalton Solano dos Reis, M. Sc Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação Teórica

Leia mais

O Sentimento é o Segredo

O Sentimento é o Segredo O Sentimento é o Segredo Por Neville Goddard - Obra de 1944 Traduzido por Marcos Trombetta Parabéns! Você acabou de encontra a fonte dos desejos. Está em suas mãos a chave que abre todas as portas do céu.

Leia mais

Entrevista Rodrigo

Entrevista Rodrigo Entrevista 1.17 - Rodrigo (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral 1 I Introdução O jogo quinário na criação do espetáculo teatral Prof. Dr. Iremar Maciel de Brito Professor, autor e diretor de teatro UNIRIO UERJ Palavras-chave: jogo sistema quinário espetáculo teatral

Leia mais

Como usar o aplicativo MMM17

Como usar o aplicativo MMM17 Como usar o aplicativo MMM17 Este guia mostra como registrar dados usando o aplicativo MMM17 Você precisará de acesso à internet para usar o aplicativo Você pode voltar uma ou mais etapas em qualquer ponto

Leia mais

A TENDA. EU: SER PESSOA

A TENDA. EU: SER PESSOA UNIDADE 1: A TENDA. EU: SER PESSOA 1º ESO Quem sou eu? Como é a minha tenda? Quero montar a tenda e preciso conhecer todos os elementos Necessito conhecer-me para amar-me. 4. Meu corpo muda e se constrói

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO 19 LEIS DA QUÍMICA. Professor Edson Cruz

QUÍMICA MÓDULO 19 LEIS DA QUÍMICA. Professor Edson Cruz QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 19 LEIS DA QUÍMICA INTRODUÇÃO Um exame apurado das propriedades físicas de um material (como densidade, ponto de fusão e ebulição) permite dizer se o material é uma

Leia mais

FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA?

FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA? FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA? WWW.FAUSTOOLIVEIRA.COM.BR O FUNCIONAMENTO DA NOSSA MENTE Para entendermos melhor como essa técnica funciona e como você pode utilizar

Leia mais

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade Roteiro para análise do filme Escritores da Liberdade É importante reforçar que toda a comunidade escolar é responsável e participante no processo educativo e que a ação dos funcionários na escola é, sobretudo,

Leia mais

Aná lise QL QL Me todo do X²

Aná lise QL QL Me todo do X² Aná lise QL QL Me todo do X² Isso é um resumo-manual, ou seja, primeiro apresentarei os conceitos, depois explicarei passo a passo como fazer uma análise. Para fazer uma análise de dados QL-QL (qualitativa,

Leia mais

3 Breve Introdução à Teoria dos Jogos

3 Breve Introdução à Teoria dos Jogos 3 Breve Introdução à Teoria dos Jogos Teoria dos Jogos é uma ferramenta matemática criada para melhor entender ou interpretar a maneira com que agentes que tomam decisões interagem entre si. Pense num

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

Probabilidade Condicional e Independência

Probabilidade Condicional e Independência Instituto Tecnológico de Aeronáutica Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica MOQ-13 Probabilidade e Estatística Profa. Denise Beatriz Ferrari www.mec.ita.br/ denise denise@ita.br 17/08/2011 Probabilidade

Leia mais

Como fazer? O que é CHA? Mapeamento de Competências: O que é e como fazer

Como fazer? O que é CHA? Mapeamento de Competências: O que é e como fazer O que é: Parte essencial de uma boa gestão de Recursos Humanos é definir as competências necessárias para cada cargo dentro da empresa. O Mapeamento de Competências serve para definir essas competências

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

Não importa o que você decida

Não importa o que você decida Não importa o que você decida vender ou fazer, todo negócio é sobre pessoas. O nível e a qualidade do seu relacionamento interpessoal determinará os resultados do seu negócio. Arrisco dizer que o valor

Leia mais

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I MÓDULO TEMAS CONTEÚDO CONCEITUAL QUANTIDADE DE AULAS DESCOBRINDO A SI MESMO A importância dos nomes Estou mudando Em prosa e verso Descobrir a si mesmo e compreender

Leia mais

RUI SILVA AKA ELCALVITO

RUI SILVA AKA ELCALVITO FORMAÇÃO - Semana 1 by Rui SILVA BEM VINDOS A ESTA FORMAÇÃO. HOJE VAMOS VER A NOSSA FORMULA DE SUCESSO, E COMO COMEÇAR A DESENVOLVER O NOSSO NEGÓCIO. PODEM FAZER O DOWNLOAD EM http://elcalvito.com/treino-semana-1/

Leia mais