DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r"

Transcrição

1 DILEMA DO OBJETIVO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 30 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

2 DILEMA DO OBJETIVO Desejo é inconsciente. O que você experimenta e chama de desejo não é desejo, é desejo conscientizado. Este livro é para explicar a natureza do desejo e ajudar você a lidar melhor com o seu. Boa leitura! 01 INTRODUÇÃO AO DILEMA CENA: Um grupo de cinco homens está em um bar onde se encontram um grupo de cinco mulheres. Todos os indivíduos do grupo masculino desejam fazer sexo com a mesma mulher do grupo feminino, ou seja, todos os indivíduos do grupo masculino tem o mesmo objetivo. Neste momento, John Nash, um dos indivíduos do grupo masculino, observa que se todos agirem em busca da realização de seus objetivos, uma vez que todos tem o mesmo objetivo, a ação de cada um só servirá para inviabilizar a realização do objetivo dos outros. Ou seja, se os indivíduos do grupo masculino agirem rumo a realização de seus desejos, o resultado é fracasso (não realização do desejo), contudo, se não agirem rumo a realização de seus desejos, o resultado também é fracasso (não realização do desejo). Este é o Dilema do Objetivo. Qual é a solução? 02 MUDANÇA DE OBJETIVO Ao observar o Dilema, John Nash propõe que todos os indivíduos do grupo masculino mudem de objetivo, ou seja, de desejo. Todos os indivíduos do grupo masculino desejam (objetivam) fazer sexo com a mesma mulher, mas como a realização deste objetivo só serve para inviabilizar a própria realização deste objetivo, Nash propõe como solução a mudança de desejo. Ao invés de todos objetivarem fazer sexo com a mesma mulher, cada um deve objetivar fazer sexo com uma mulher diferente, pois assim ninguém inviabiliza a realização do objetivo do outro. Esta solução é conhecida como equilíbrio de Nash, e realmente funciona, só que o motivo de funcionar não é mudança de objetivo. 03 MUDANÇA DE OBJETO A solução de John Nash para o Dilema do Objetivo não é mudança de objetivo, é mudança de objeto. Embora a proposta de Nash envolva parar de objetivar a mesma mulher e objetivar mulheres diferentes, o objetivo continua o mesmo: sexo. A solução para o Dilema do Objetivo não é mudança de desejo, é mudança de objeto de desejo. Desejo é objetivo. Objetivo é sempre o mesmo durante todo o jogo. 02

3 Imagine um jogo de xadrex. Cada uma das 16 peças é um objeto diferente que o enxadrista usa para realizar seu único e constante objetivo. Quando o enxadrista muda de peça, ele não está mudando de objetivo, está mudando de objeto. Agora, imagine que o enxadrista decida utilizar um único objeto, um pião, para realizar seu objetivo. Vai ficar difícil para o enxadrista realizar seu objetivo. Analogamente, o problema no grupo masculino não era objetivo comum, era objeto comum. 04 OBJETIVO CONSCIENTIZADO Objetivo é palavra do contexto dos jogos usada para expressar o desejo do jogador. Desejo é palavra do contexto da psicologia usada para expressar o objetivo de um ser humano. Objetivo e desejo são duas maneiras de dizer a mesma coisa. Dito isto, vamos entender porque você confunde objeto com objetivo. O motivo é que desejo é inconsciente. O que você experimenta e chama de desejo, não é bem desejo, é desejo conscientizado. Imagine um arquivo de fotografia no computador, por exemplo. Assim como você não consegue visualizar o conteúdo do arquivo sem transformá-lo em imagem na tela do computador, você também não consegue experimentar seu desejo, que é inconsciente, sem transformá-lo em desejo consciente. É por isto que você confunde objeto com objetivo. Objeto é seu objetivo inconsciente (desejo) sendo experimentado de forma consciente. 05 OBJETIVO INCONSCIENTE Todo ser é semente. Semente é potência. O desejo de todo ser é autorealização. Toda semente objetiva se autorealizar, objetiva se transformar em pé de si mesma. O objetivo inconsciente de uma semente de jabuticaba é se transformar em um pé de jabuticaba. O objetivo inconsciente de uma semente de azaleia é se transformar em um pé de azaleia. O objetivo inconsciente de uma semente de mostarda é se transformar em um pé de mostarda. O objetivo inconsciente de uma semente humana é se transformar em um pé de ser humano. 06 DESEJO CONSCIENTE Todo ser deseja autorealização. Mas nem todo ser experimenta seu desejo de forma consciente. Uma semente de jabuticaba, por exemplo, não sabe que deseja, apenas deseja. A experiência humana é diferente, possui o consciente, é por isso que você tem a possibilidade de experimentar seu objetivo através dos objetos, é por isto também que você deseja uns objetos e INdeseja outros. Os objetos que deseja e INdeseja são desejáveis e INdesejaveis, porque são representativos do seu desejo (objetivo inconsciente). 03

4 07 FUNÇÃO ESPELHO Assim como você não consegue ver seu próprio rosto diretamente, mas precisa usar um espelho, você também não consegue conhecer seu objetivo inconsciente diretamente, você também precisa usar um espelho. O espelho que você usa é o objeto. É através dos objetos, e só através deles, que você pode conhecer seu desejo (objetivo inconsciente). É ai que os objetos entram na sua história, ou melhor, entram para lhe contar histórias. Objetos, sejam concretos ou abstratos, não são desejados ou INdesejados aleatoriamente, mas por refletirem seu desejo. O desejável e Indesejável que você vê nos objetos, é reflexo do seu desejo (objetivo). Então, como todo espelho, o que você vê lhe conta sobre você. 08 LEI DA ATRAÇÃO A maneira como você se relaciona com um objeto, seja concreto ou abstrato, não depende apenas da natureza do objeto, mas da forma como seu desejo se relaciona com esse objeto. Quando a natureza de um objeto é Imagem e Semelhança com seu desejo, você deseja o objeto, sente atração. Quando a natureza de um objeto é Imagem Sem Semelhança com seu desejo, você INdeseja o objeto, sente repulsa. 09 OBJETIVO E OBJETO Macaco deseja comer banana e não deseja comer terra. Minhoca deseja comer terra e não deseja comer banana. Terra e banana são apenas objetos. É o desejo (objetivo inconsciente) do macaco e da minhoca que fazem os objetos banana e terra serem desejados ou INdesejados. Analogamente, Luiz deseja ser político e não deseja ser jogador de futebol. Edson deseja ser jogador de futebol e não deseja ser político. Político e jogador de futebol são apenas objetos. É o desejo (objetivo inconsciente) de Luiz e Edson que fazem os objetos político e jogador de futebol serem desejados ou INdesejados. 10 CONFUSÃO E MAL VIVER Você confunde objeto com objetivo por causa da função espelho dos objetos, mas a causa de você viver mal não é a função espelho dos objetos, é sua ignorância da função espelho. 04

5 11 CAUSA E EFEITO Quando você ignora a função espelho dos objetos, você: A) Prende os objetos desejados e, por consequência, vive preso a eles. B) Tenta mudar os objetos indesejados e, por consequência, vive preso a eles. Quando você está consciente da função espelho dos objetos, você: C) Liberta os objetos desejados e, por consequência, vive livre com eles. D) Permite os objetos indesejados e, por consequência, vive livre com eles. 12 ABRIDOR DE OBJETOS Para abrir os objetos e descobrir seu objetivo inconsciente, você deve usar a pergunta: Para que? Quanto mais você se indaga Para Que, mais você se aproxima da descoberta do seu desejo. Por exemplo, se seu desejo for: jogar futebol. Você se pergunta: Para que desejo jogar futebol?. A resposta pode ser: Desejo jogar futebol para fazer exercício físico. Dai você se pergunta: Para que desejo fazer exercício físico?. A resposta pode ser: Para cuidar da saúde. Pronto! Você chegou no seu objetivo inconsciente: bem estar. E uma vez consciente, você não precisa mais ficar preso ao objeto futebol, você pode realizar seu objetivo de bem estar através de diversos outros objetos. Mas sua resposta pode ser, por exemplo: Desejo jogar futebol para encontrar meus amigos. Dai você se pergunta: Para que desejo encontrar meus amigos?. Sua resposta pode ser: Para conversar. Dai você se pergunta: Para que desejo conversar?. Sua resposta pode ser: Para socializar. Dai você se pergunta: Para que desejo socializar?. A resposta pode ser: Para me sentir querido. Pronto! Você chegou no seu objetivo inconsciente: valor (afeto). E uma vez consciente, você não precisa mais ficar preso ao objeto futebol, você pode realizar seu objetivo de valor (afeto) através de diversos outros objetos. Toda vez que você usa o abridor de objetos você chega inevitavelmente nos quatro desejos humanos descritos, explicados e desenhados no livro QUATRIX. Então, recomendo a leitura do livro QUATRIX como complemento ao que você acabou de ler neste livro. Por fim, procure se manter consciente da função espelho, já é de grande ajuda para viver bem. Sucesso em seus quatro objetivos. 05

6 O QUE É 1FICINA? 1ficina é uma prestação de serviço consciencial a disposição do ser humano. A prestação de serviço da 1ficina é diferente, autônoma, inspirada, voluntária, universalista, prática e gratuita. A função da 1ficina é ajudar cada 1 em seu processo de auto-realização. A estratégia que a 1ficina utiliza para isto é o despertar da consciência. A ferramenta que a 1ficina utiliza é a comunicação. A 1ficina é praticante da ciência do óbvio e da autociência. MARCELO FERRARI Sou autor e coordenador da 1ficina. Tenho 45 anos e moro em Uberlândia, MG. Sou curioso, inventivo e teimoso desde que nasci. Não tenho formação acadêmica em filosofia, nem psicologia. Minha escola para entender a experiência humana é minha própria experiência humana. Se você tem internet, estamos a um click de distância. Disponha. DECLARAÇÃO DE UNIVERSALIDADE Eu honro e celebro eu. Eu honro e celebro você. Eu honro e celebro nós. Eu honro e celebro minha diferença. Eu honro e celebro sua diferença. Eu honro e celebro nossa diferença. Eu sou outro você. Você sou outro eu. Nós somos todos e cada um. Toda exclusão e desrespeito que em mim chega de mim não passa. Eu sou por minha unicidade. Eu sou por sua unicidade. Eu sou por nossa unicidade. Que meu viver confirme minhas palavras e assim seja! 06

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Tudo sobre o nada. Boa leitura! 01 CRIADOR DA REALIDADE Você entende e aceita

Leia mais

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Qual é a utilidade que você tem para você? Leia este livro

Leia mais

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME A experiência humana é interativa como um jogo. O problema é que este jogo não vem com manual

Leia mais

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 30 de outubro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Esse livro é a compilação de uma conversa que aconteceu entre

Leia mais

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Na Casa da Razão Humana moram quatro moradores: um bicho, uma criança,

Leia mais

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PARA BOI ACORDAR Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 12 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PRA BOI ACORDAR POVO: Tá brava comigo, Professora? O que foi que fiz?

Leia mais

Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual.

Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual. Nota Importante: É expressamente POIBIDO reproduzir e distribuir este livro por qualquer meio seja físico ou Virtual. Somente as pessoas que o compraram o curso Viver de Blog para Mulheres têm o direito

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

antropologia & cultura

antropologia & cultura antropologia & cultura carlos joão correia estudos africanos filosofia artes & humanidades 2011-2012/2ºsemestre Dopamina Serotonina Acetilcolina Glutamato Opiáceos (ex: endorfinas) Noradrelanina... a presença

Leia mais

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE UNIDADE 2: As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE 1ºESO 2ºESO Quem é você? Reconhecer minha sexualidade e meus afetos me ajuda a conhecer. Na igualdade e a diferença. No amor. 4. Meus primeiros

Leia mais

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral

O jogo quinário na criação do espetáculo teatral 1 I Introdução O jogo quinário na criação do espetáculo teatral Prof. Dr. Iremar Maciel de Brito Professor, autor e diretor de teatro UNIRIO UERJ Palavras-chave: jogo sistema quinário espetáculo teatral

Leia mais

O conhecimento é a chave da vida!

O conhecimento é a chave da vida! Porto Alegre, 02 de janeiro de 2017 Sejam Bem Vindos Prezados(as) Educadores(as)! Bom Dia com Alegria! O conhecimento é a chave da vida! Contem sempre conosco e que tenhamos divertidas e abençoadas formações

Leia mais

Amostragem. Amostragem. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos.

Amostragem. Amostragem. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos. Técnica: possibilita realizar a pesquisa em universos infinitos. A Estatística pode ser estendida ao estudo das populações chamadas infinitas nas quais não temos a possibilidade de observar todos os elementos

Leia mais

O Sentimento é o Segredo

O Sentimento é o Segredo O Sentimento é o Segredo Por Neville Goddard - Obra de 1944 Traduzido por Marcos Trombetta Parabéns! Você acabou de encontra a fonte dos desejos. Está em suas mãos a chave que abre todas as portas do céu.

Leia mais

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: How it is like to live in Uberlândia MG. Context: In this conversation André talks to his aunt Edmárcia, about the city of Uberlândia, in Minas Gerais state. She tells us

Leia mais

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta.

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta. Olá turma! Bem-vindos de volta. UNIDADE 3 Educação à distância: conceitos básicos Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias Você sabe o que são NTICs? Como elas poderiam auxiliar no seu processo de aprendizagem?

Leia mais

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Tema: Elaboração de uma peça de teatro - Promoção da Saúde,

Leia mais

FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA?

FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA? FAUSTO OLIVEIRA COMO EVITAR QUE SITUAÇÕES NEGATIVAS ATRAPALHEM SUA VIDA? WWW.FAUSTOOLIVEIRA.COM.BR O FUNCIONAMENTO DA NOSSA MENTE Para entendermos melhor como essa técnica funciona e como você pode utilizar

Leia mais

Entrevista Rodrigo

Entrevista Rodrigo Entrevista 1.17 - Rodrigo (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

A TENDA. EU: SER PESSOA

A TENDA. EU: SER PESSOA UNIDADE 1: A TENDA. EU: SER PESSOA 1º ESO Quem sou eu? Como é a minha tenda? Quero montar a tenda e preciso conhecer todos os elementos Necessito conhecer-me para amar-me. 4. Meu corpo muda e se constrói

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA

A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA A Gaveta e a Calçada OPERAÇÃO 3: GAVETAS DA VIDA Querido quilombense: A Quilombo que teremos é a Quilombo que fizermos! Você quer uma cidade melhor para os seus filhos e netos, para você mesmo e seus amigos,

Leia mais

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4 COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4 Índice 1. Significado...3 1.1. Contexto... 3 1.2. Intertextualidade... 3 1.2.1. Tipos de intertextualidade... 3 1.3. Sentido... 4 1.4. Tipos de Significado... 4 1.4.1. Significado

Leia mais

Jesus Cristo revela três passos para a felicidade

Jesus Cristo revela três passos para a felicidade Jesus Cristo revela três passos para a felicidade Introdução O desejo de felicidade está enraizado profundamente em cada pessoa, infelizmente muitos não alcançam este objetivo. São diversos os motivos

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais

É HORA DE MUDAR. 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora

É HORA DE MUDAR. 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora É HORA DE MUDAR 12 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir." 1 / 5 (Mateus 25:13) É isso aí amados! Hoje é

Leia mais

ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA

ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA ESTATÍSTICA EXPLORATÓRIA Prof Paulo Renato A. Firmino praf62@gmail.com Aulas 07-08 Probabilidade Apanhado Geral Seguimos nossas discussões sobre a Incerteza Decidir usualmente envolve incerteza Uma presa

Leia mais

Projeto Volta às aulas

Projeto Volta às aulas Projeto Volta às aulas Educador(a), Este projeto tem como objetivo sugerir diferentes propostas para as primeiras aulas com a sua turma. Esse é um momento especial. Mesmo que você já conheça os alunos,

Leia mais

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 Identificação ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista 4-8-2012 Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Leia mais

CIENCIA CONCIENCIA Y LUZ Peter Russell

CIENCIA CONCIENCIA Y LUZ Peter Russell CIENCIA CONCIENCIA Y LUZ Peter Russell por: Marouva Fallgatter Faqueti Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedade em redes 1/2016 Professor: Aires José Roverr Peter Russell (1946 - ) Escritor e

Leia mais

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade Roteiro para análise do filme Escritores da Liberdade É importante reforçar que toda a comunidade escolar é responsável e participante no processo educativo e que a ação dos funcionários na escola é, sobretudo,

Leia mais

VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO

VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO VISEDU: JOGO DE REALIDADADE AUMENTADA DE LETRAS COM CONTEÚDO DINÂMICO Aluna: Vivian de Lima Panzenhagen Orientador: Prof. Dalton Solano dos Reis, M. Sc Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação Teórica

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia.

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia. Entrevista A19 I Experiência no lar Há quanto tempo trabalha no lar? Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1 Qual é a sua função no lar? Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos,

Leia mais

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05 Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/2012 16:19:05 Minha_Vida_Agora.indd 8 11/06/2012 16:19:06 1 Meu nome é Elizabeth, mas ninguém nunca me chamou assim. Meu pai deu uma olhada em mim quando nasci e

Leia mais

As varetas e os paus. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE

As varetas e os paus. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE UNIDADE 2: As varetas e os paus. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE 1ºESO 2ºESO Quem és tu? Reconhecer minha sexualidade e meus afetos me ajuda a te conhecer. Na igualdade e na diferença. No amor. 1. Diferentes

Leia mais

Inteligência Lingüística:

Inteligência Lingüística: Inteligência Lingüística: Capacidade de lidar bem com a linguagem, tanto na expressão verbal quanto escrita. A linguagem é considerada um exemplo preeminente da inteligência humana. Seja pra escrever ou

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?!

COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! COMO AUMENTAR AS VENDAS USANDO A INTERNET?! Avisos legais Redistribuição Você concorda que não irá copiar, redistribuir ou explorar comercialmente qualquer parte

Leia mais

Probabilidade Condicional e Independência

Probabilidade Condicional e Independência Instituto Tecnológico de Aeronáutica Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica MOQ-13 Probabilidade e Estatística Profa. Denise Beatriz Ferrari www.mec.ita.br/ denise denise@ita.br 17/08/2011 Probabilidade

Leia mais

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parceiro(a). O Guia dos Solteiros não se responsabiliza

Leia mais

Sociedade. O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles.

Sociedade. O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles. Sociedade O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles. É impossível saber, historicamente, qual foi a primeira sociedade. O Homem vive em sociedade desde sua existência. A sociedade é uma necessidade

Leia mais

Nome: Nº. Escola: Professor: Data:

Nome: Nº. Escola: Professor: Data: Nome: Nº Escola: Professor: Data: 1. Observe as imagens a seguir e identifique qual linguagem predomina em cada uma delas: linguagem verbal, linguagem não verbal ou linguagem verbal e não verbal. Peça

Leia mais

À procura do inato !!!!!!!!!!!!!!

À procura do inato !!!!!!!!!!!!!! À procura do inato Prem Rawat foi convidado a falar no Teatro Verdi de Pádua, em Itália, sob o patrocínio do Presidente da República Italiana, do Ministério da Justiça, da Região de Veneto e da Província

Leia mais

Brincadeira científica - Câmera fotográfica

Brincadeira científica - Câmera fotográfica Brincadeira científica - Câmera fotográfica Você, provavelmente, está acostumado a tirar fotos com uma câmera digital ou um celular. Mas você sabe como a imagem de um grande edifício, ou de uma pessoa,

Leia mais

ESTATÍSTICAS APAV LINHA DE APOIO À VÍTIMA NOV_2014 DEZ_2015 APAV.PT/ESTATISTICAS

ESTATÍSTICAS APAV LINHA DE APOIO À VÍTIMA NOV_2014 DEZ_2015 APAV.PT/ESTATISTICAS ESTATÍSTICAS APAV LINHA DE APOIO À VÍTIMA NOV_2014 DEZ_2015 APAV.PT/ESTATISTICAS A Linha de Apoio à Vítima (LAV) 116 006 é um serviço de atendimento telefónico da APAV, gratuito e confidencial, adequado

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

Traduzindo o Encore Desenvolvido por Dellânio Alencar

Traduzindo o Encore Desenvolvido por Dellânio Alencar Traduzindo o Encore 4.5 - Desenvolvido por Dellânio Alencar Olá todos! Quem nunca teve problemas ao instalar algum tradutor? Principalmente quando se trata de pessoas menos familiarizadas com computadores

Leia mais

O Maior Tesouro da Humanidade

O Maior Tesouro da Humanidade elaboração: Tatiana Pita Mestre em Educação pela PUC (SP) O Maior Tesouro da Humanidade escrito por ilustrado por Patrícia Engel Secco Fábio Sgroi 2 O prazer da leitura Ler é um exercício de voar sem sair

Leia mais

A Escolha Racional relações binárias número de relações binárias 2m.p domínio imagem

A Escolha Racional relações binárias número de relações binárias 2m.p domínio imagem A Escolha Racional A racionalidade na teoria dos jogos procura perceber como os jogadores (sejam eles indivíduos, empresas, organizações, países etc.) tomam suas decisões em situações de interação estratégica.

Leia mais

Nº 38-B-Domingo XXXII do Tempo Comum

Nº 38-B-Domingo XXXII do Tempo Comum Nº 38-B-Domingo XXXII do Tempo Comum-11.11.2012 Vimos hoje como Jesus deu um grande elogio a uma pessoa pobre, a quem ninguém dava importância: a viúva que pôs na caixa das esmolas duas pequenas moedas.

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

O criador de ilusões

O criador de ilusões O criador de ilusões De repente do escuro ficou claro, deu para ver as roupas brancas entre aventais e máscaras e foi preciso chorar, logo uma voz familiar misturada com um cheiro doce e agradável de

Leia mais

DE QUE MODO ACTUAM OS

DE QUE MODO ACTUAM OS PREDADORES ONLINE Quando as crianças utilizam ferramentas de comunicação na Internet, como salas de chat, correio electrónico e mensagens instantâneas, estão vulneráveis a interagir com predadores online.

Leia mais

SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos

SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos CURRÍCULO DO PROGRAMA SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos Iniciando o currículo do Sonhe, Realize, o objetivo desta sessão é começar estabelecer um espaço seguro e acolhedor para as participantes, começar

Leia mais

Estatística Aplicada. Árvore de Decisão. Prof. Carlos Alberto Stechhahn PARTE II. Administração. p(a/b) = n(a B)/ n(b)

Estatística Aplicada. Árvore de Decisão. Prof. Carlos Alberto Stechhahn PARTE II. Administração. p(a/b) = n(a B)/ n(b) Estatística Aplicada Administração p(a/b) = n(a B)/ n(b) PARTE II Árvore de Decisão Prof. Carlos Alberto Stechhahn 2014 1. Probabilidade Condicional - Aplicações Considere que desejamos calcular a probabilidade

Leia mais

Liga-te mas com respeitinho navega em segurança

Liga-te mas com respeitinho navega em segurança Liga-te mas com respeitinho navega em segurança 2000 Geração do milénio ou da Internet "Ctrl C, Ctrl V, Santo Google, pai dos burros, olhai por mim que confiei na Wikipédia e quase me dei mal. Ajude-me

Leia mais

A EXPLORAÇÃO SEXUAL. Vamos entender como juntos podemos proteger crianças e adolescentes dessa grave violação de direitos.

A EXPLORAÇÃO SEXUAL. Vamos entender como juntos podemos proteger crianças e adolescentes dessa grave violação de direitos. A EXPLORAÇÃO SEXUAL Vamos entender como juntos podemos proteger crianças e adolescentes dessa grave violação de direitos. Por que esta causa? É uma das mais graves violações de direitos humanos. Quando

Leia mais

RESOLUÇÕES DA 2ª FASE

RESOLUÇÕES DA 2ª FASE Res RESOLUÇÕES DA 2ª FASE MODALIDADE PROGRAMAÇÃO QUESTÃO 01. Primeiramente, transforma-se o número 156 em binário. Uma das formas para isso, seria fatorá-lo. Onde teriamos que 156 = 2 3 * 3 * 13 = 2 3

Leia mais

Dança ao ritmo da existência

Dança ao ritmo da existência www.possibilidade.pt Dança ao ritmo da existência! Dança ao ritmo da existência, Página 1 Aquilo que eu gostava de vos dizer é algo que, quando eu era muito novo, ouvia o meu pai dizer quando discursava.

Leia mais

Dança ao ritmo da existência

Dança ao ritmo da existência www.possibilidade.pt Dança ao ritmo da existência! Dança ao ritmo da existência, Página 1 Aquilo que eu gostava de vos dizer é algo que, quando eu era muito novo, ouvia o meu pai dizer quando discursava.

Leia mais

DADOS MÁGICOS E.M.E.F.I.PROFªARACY LEAL BERNARDI

DADOS MÁGICOS E.M.E.F.I.PROFªARACY LEAL BERNARDI DADOS MÁGICOS E.M.E.F.I.PROFªARACY LEAL BERNARDI Professor(es) Apresentador(es): ROBERTA CRISTINA ROCHA Realização: Foco do Projeto Sistema de numeração decimal e o valor posicional do número. Contexto

Leia mais

O que é Social Commerce? Social Commerce é a interação do e-commerce com as midias sociais.

O que é Social Commerce? Social Commerce é a interação do e-commerce com as midias sociais. O que é Social Commerce? Social Commerce é a interação do e-commerce com as midias sociais. Mas não acredite que é um termo novo O comércio social sempre existiu Mas o que Internet mudou? E com esteroide

Leia mais

E-BOOK CO M L O U R O

E-BOOK CO M L O U R O BENZIMENTO E-BOOK CO M L O U R O Quem somos? Nós somos Bruno Gimenes e Patrícia Cândido e neste material especial nós vamos lhe ensinar algumas técnicas especiais de aplicação e resultados rápidos, para

Leia mais

JOGO DA MARCAÇÃO PESQUISA TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE INFORMÁTICA PARA NOVAS FORMAS DE

JOGO DA MARCAÇÃO PESQUISA TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE INFORMÁTICA PARA NOVAS FORMAS DE JOGO DA MARCAÇÃO PESQUISA TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE INFORMÁTICA PARA NOVAS FORMAS DE AUTO-GESTãO FINEP HABITARE - 2003 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 DESCRIÇÃO DA HISTÓRIA...3 DESCRIÇÃO TÉCNICA DO JOGO...4 SUGESTÕES

Leia mais

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Acredite: você é aquilo que acredita ser. Você tem aquilo que acredita poder ter. Você recebe da vida aquilo

Leia mais

COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL!

COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL! COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL! 01.11.16 A mãe está sempre a dizer que eu tenho muita sorte por ter a avó Nana a olhar mim, lá do céu. Acho que ela diz isso para me fazer sentir bem, mas eu tenho um

Leia mais

Sejam todas Bem Vindas

Sejam todas Bem Vindas Sejam todas Bem Vindas USE SEU CÉREBRO A SEU FAVOR DESCOBRINDO COMO ELE FUNCIONA!!! By... Karina Alves Montalbini Diretora Futura Executiva da Mary Kay VAMOS VERIFICAR 3 ITENS IMPORTANTES - CORAGEM (É

Leia mais

Este é o vosso tempo Este é o vosso tempo, Página 1

Este é o vosso tempo Este é o vosso tempo, Página 1 Este é o vosso tempo! Este é o vosso tempo, Página 1 Há uma coisa muito simples de que quero falar. Eu sei que as pessoas vieram para ouvir falar de paz. Já lá irei. Porque isso não é difícil, isso é fácil.

Leia mais

SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU COM DUAS VARIÁVEIS. Como se trata de dois números, representamos por duas letras diferentes x e y.

SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU COM DUAS VARIÁVEIS. Como se trata de dois números, representamos por duas letras diferentes x e y. SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU COM DUAS VARIÁVEIS Equação do 1º grau com duas variáveis Ex: A soma de dois números é 10. Quais são esses números? Como se trata de dois números, representamos por duas letras

Leia mais

O poderoso Banho do Amor

O poderoso Banho do Amor O poderoso Banho do Amor O banho caliente dos desejos e do amor! Já vi muitas fórmulas de banhos que prometem ativar o campo do amor, mas esse Banho é realmente muito quente, caliente diriam os mais experientes

Leia mais

Gerenciamento de disco; criando nova partição

Gerenciamento de disco; criando nova partição Gerenciamento de disco; criando nova partição A partir de agora vamos aprender a utilizar o Gerenciador de disco (gerenciador de partições), que está disponível no Windows Vista e Windows 7. Como já dito,

Leia mais

QUINA: Novos Preços (Maio/2015)

QUINA: Novos Preços (Maio/2015) QUINA: Novos Preços (Maio/2015) QUINA: Novas Combinações 1. Mudanças na Quina em 24/Maio/2015 Em 24/05/2015, a Quina sofreu alterações nos Preços das Apostas : Os custos foram corrigidos: Aposta de 7 Dezenas...

Leia mais

O que devo realmente comer? Existe tanta informação confusa!

O que devo realmente comer? Existe tanta informação confusa! O que devo realmente comer? Existe tanta informação confusa! Não há dúvida que como foi dito no vídeo de apresentação, o que comemos e como comemos é mais importante do que o treino regular. De forma a

Leia mais

O começo da história

O começo da história O começo da história Fotografia: Anastácia de Moura Leonardo Koury Martins O começo da história Todos nós temos um começo, um início, uma primeira vez. O importante é que desde este primeiro passo, possamos

Leia mais

Administração do Relacionamento com os

Administração do Relacionamento com os Unidade II Administração do Relacionamento com os Clientes Prof. MSc. Marcelo S. Zambon Objetivos da Disciplina Neste módulo: Entendimento e importância da segmentação de mercado: O que são atributos valorizados

Leia mais

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS Programa: Produção de Material Didático O Sistema Preventivo nos livros didáticos da RSE EXEMPLOS AVULSOS LÍNGUA PORTUGUESA - ENSINO FUNDAMENTAL Alfabetização UNIDADE Reprodução proibida Reproduzir livro

Leia mais

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes PÉTALAS E SANGUE De: Batista Mendes 1 Editoração e capa: Batista Mendes Revisão: Batista Mendes Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou armazenada, sob qualquer

Leia mais

Benefícios do Ultra Vendedor

Benefícios do Ultra Vendedor Módulo08 PROF.: ALEXANDRE HENRIQUE SOUZA 1 Benefícios do Ultra Vendedor Você pode usar suas habilidades em diferentes tipos de produto, em diferentes mercados; Você controla seus rendimentos, muito mais

Leia mais

Questionário de Lapsos de Memória

Questionário de Lapsos de Memória Questionário de Lapsos de Memória É raro o dia em que uma pessoa não tenha uma falha de memória. Numa altura esquecêmo-nos onde deixamos o guarda-chuva, noutra altura esquecêmonos daquele artigo importante

Leia mais

HANDS-ON PROGRAMAÇÃO DE JOGOS PARA CRIANÇAS

HANDS-ON PROGRAMAÇÃO DE JOGOS PARA CRIANÇAS HANDS-ON PROGRAMAÇÃO DE JOGOS PARA CRIANÇAS Hoje vamos criar nosso primeiro jogo utilizando o Scratch, trabalharemos com Labirintos, você sabe o que é? Veja nosso Robô XM, ele precisa chegar ao quadradinho

Leia mais

TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA

TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA 1. Introdução O Teorema de Pitágoras é uma ferramenta importante na matemática. Ele permite calcular a medida de alguma coisa que não conseguimos com o uso de trenas ou

Leia mais

Fundamentos do Negócio. Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay

Fundamentos do Negócio. Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay Fundamentos do Negócio Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay Mary Kay Ash Você pode tudo que quiser 7 anos de idade Mary Kay Ash já fazia tudo como uma adulta cozinhava, cuidada do pai invalido

Leia mais

Encontro Sucesso na Diferença

Encontro Sucesso na Diferença Encontro Sucesso na Diferença E.B. 2,3 Vieira da Silva, 15 de Março de 2012 Síndrome de Asperger e Emprego. Eu quero participar. Tu queres aceitar? Síndrome de Asperger na 1ª Pessoa Testemunho Interpretação

Leia mais

Diagnóstico PPA (Perfil e Potencial de Aprendizagem): como ler e interpretar o relatório do(a) seu(sua) filho(a)

Diagnóstico PPA (Perfil e Potencial de Aprendizagem): como ler e interpretar o relatório do(a) seu(sua) filho(a) Diagnóstico PPA (Perfil e Potencial de Aprendizagem): como ler e interpretar o relatório do(a) seu(sua) filho(a) Como parte integrante das ferramentas de gestão pedagógica disponibilizadas pelo sistema

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da Volta para a casa: Robinho é apresentado e já quer jogar clássico Presidente entrega a camisa 7 ao ídolo do Santos, que já se coloca à disposição de Oswaldo de Oliveira para o duelo com o Corinthians,

Leia mais

Perdendo o medo de Phrasal Verbs

Perdendo o medo de Phrasal Verbs 1 Perdendo o medo de Phrasal Verbs 2 Perdendo o medo de Phrasal Verbs com explicações e exemplos de uso Olá! Você acabou de adquirir o e-book que vai salvar sua vida! Um e-book para te ajudar e fazer entender

Leia mais

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO.

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO. Exercícios 65 ao 72 - Estrutura de Repetição: Enquanto 65) Escreva um algoritmo para ler um valor entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive). Se o valor lido não estiver entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive),

Leia mais

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Universidade Cidade de São Paulo UNICID Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Pesquisa e Análise de Obra de Arte Nome Completo CA Priscila Nakayama

Leia mais

TRANSATLANTIC TRENDS PORTUGAL

TRANSATLANTIC TRENDS PORTUGAL TRANSATLANTIC TRENDS PORTUGAL Q1. Pensa que será melhor para Portugal participarmos activamente nas questões mundiais ou afastarmo-nos das questões mundiais? - Participarmos activamente nas questões mundiais

Leia mais

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus, em oração Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira O Que é Oração? É pedir? É reclamar? É repetir as mesmas palavras em ocasiões específicas, todos os dias ou às vezes? É estar

Leia mais

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Sou bem que ele mais v coleção Conversas #21 - ABRIL 2015 - m o c está l e g i o h a que e l apenas por in e t. er e s se? Será Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

Leia mais

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col. 3,1 1 E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col 3,1 Te convidamos para ler estas histórias... Um homem de

Leia mais

Unidade Pedras do Sol

Unidade Pedras do Sol Unidade Pedras do Sol OBJETIVO DO PROJETO Desenvolvimento de Líderes capazes de conduzir o negócio Mary Kay com excelência, liderando PELO EXEMPLO, PELO EXEMPLO E PELO EXEMPLO!!! META DA UNIDADE Formar

Leia mais

Neste jogo, cada jogador assume o papel de um turista que visita Portugal, procurando sempre as melhores fotos de cada região.

Neste jogo, cada jogador assume o papel de um turista que visita Portugal, procurando sempre as melhores fotos de cada região. Livro de regras Introdução PORTUGAL está na moda. Repleto de monumentos únicos e paisagens deslumbrantes, o país merece a tua visita. Viaja de Norte a Sul pelas diferentes regiões e guarda as recordações

Leia mais

www. brunopinheiro.me

www. brunopinheiro.me >>SE VOCÊ ESTA PENSANDO EM ENTRAR NA INTERNET PENSANDO EM VENDER, VAI SE DAR MAL >> ENTRE PENSANDO EM CONQUISTAR CLIENTES CONQUISTE, EDUCANDO-OS >> QUANDO VOCÊ CONQUISTA UM CLIENTE, VOCÊ TEM UM MULTICOMPRADOR

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais