EMENTÁRIO. Ementa: Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMENTÁRIO. Ementa: Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas."

Transcrição

1 EMENTÁRIO 1º SEMESTRE CALCULO I Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas. AGROINFORMÁTICA Conceitos básicos da informação. Organização de máquinas, Sistemas operacionais, Ambiente Windows, Pacotes de escritório (Editor de Texto, Planilha eletrônica e Editor de apresentação) Uso de internet e Software ligados à agricultura. BIOLOGIA CELULAR Estuda a história e conceito introdutório da biologia celular, os métodos de estudo da célula e sua composição química. Descreve e caracteriza as estruturas celulares. Descreve o ciclo celular e os processos de diferenciação das células. DESENHO TÉCNICO Noções básicas desenho projetivo. Normas da ABNT. Uso adequado do material e equipamentos de desenho técnico para a execução de desenhos mecânicos topográficos e arquitetônicos em exercícios práticos relativos à área de agronomia. FÍSICA Vetores. Dinâmica. Trabalho. Energia. Conservação de Energia. Termodinâmicas. Fluidos. Eletroestática. Eletrodinâmica. Magnetismo. QUIMICA GERAL E ANALÍTICA Introdução ao estudo da química, a estrutura do átomo e seu efeito nas propriedades físicas e químicas das substâncias, a classificação periódicas dos elementos, o efeitos dos potenciais de oxirredução e sua influências nas perdas e ganhos dos elétrons dos elementos na oxirredução. Incerteza nas medidas. METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO A natureza do conhecimento. A ciência e a produção científica. Leituras, anotações, esquema, resumo, resenha. Pesquisa cientifica; método científico; técnicas de pesquisa; projeto de pesquisa; coleta, interpretação e analise dos dados; Normas da ABNT. 2º SEMESTRE

2 CALCULO II ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL NA AGRONOMIA ZOOLOGIA GERAL SOCIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO RURAL CARTOGRAFIA, TOPOGRAFIA E GEOREFERENCIAMENTO MINERALOGIA, GÊNESE E MORFOLOGIA DOS SOLOS

3 BIOQUÍMICA AGRÍCOLA 3º SEMESTRE ESTATÍSTICA EXPERIMENTAL GENÉTICA E EVOLUÇÃO AGROCLIMATOLOGIA SISTEMÁTICA DAS ESPERMATÓFITAS

4 ENERGIA RENOVÁVEL NA AGRICULTURA MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL 4º SEMESTRE ECONOMIA RURAL E COMERCIALIZAÇÃO AGRÍCOLA FERTILIZAÇÃO DO SOLO

5 FITOPATOLOGIA BÁSICA ENTOMOLOGIA GERAL FISIOLOGIA VEGETAL ADMINISTRAÇÃO RURAL HIDRÁULICA AGRÍCOLA

6 ZOOTECNIA GERAL 5º SEMESTRE LEVANTAMENTO, CLASSIFICAÇÃO E USO DO SOLO MELHORAMENTO VEGETAL FITOPATOLOGIA APLICADA ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA

7 PROPAGAÇÃO DE PLANTAS E BIOTECNOLOGIA MÉTODOS DE IRRIGAÇÃO DESENVOLVIMENTO REGIONAL E SUSTENTABILIDADE 6º SEMESTRE NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS E ADUBAÇÃO

8 FORRAGICULTURA BIOLOGIA E MANEJO DE PLANTAS ESPONTÂNEAS SUINOCULTURA E AVICULTURA CONSTRUÇÕES RURAIS E AMBIÊNCIA MANEJO E GESTÃO AMBIENTAL

9 TÓPICOS ESPECIAIS EM AGRONOMIA I 7º SEMESTRE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA DRENAGEM AGRÍCOLA E RECUPERAÇÃO DE SOLOS AFETADOS POR SAIS CULTURAS DO FEIJÃO, MILHO, MANDIOCA E SORGO AGROECOLOGIA

10 FLORICULTURA E PAISAGISMO TECNOLOGIA E PRODUÇÃO DE SEMENTES APICULTURA 8º SEMESTRE HIDROLOGIA E MANEJO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS FRUTICULTURA

11 OLERICULTURA CULTURAS DO SISAL, MAMONA E ALGODÃO EXTENSÃO RURAL E COMUNICAÇÃO TÓPICOS ESPECIAIS EM AGRONOMIA II 9º SEMESTRE TECNOLOGIA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

12 PROJETOS AGROPECUÁRIOS AVALIAÇÃO E PERÍCIA DE IMÓVEIS RURAIS SILVICULTURA CAPRINO/OVINOCULTURA E BOVINOCULTURA TCC

13 10º SEMESTRE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

14

15

HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO)

HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) SEGUNDA FEIRA BIOLOGIA GERAL 25/05 TERÇA FEIRA QUIMICA 26/05 QUARTA FEIRA METODOLOGIA CIENTIFICA 27/05 QUINTA FEIRA ANATOMIA

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) 1º PERIODO AGRONOMIA (1ª PERÍODO) - MATUTINO

CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) 1º PERIODO AGRONOMIA (1ª PERÍODO) - MATUTINO CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) CALCULO I 04/04/2016 QUIMICA INORGÂNICA E ANALÍTICA 05/04/2016 ANATOMIA E MORFOLOGIA VEGETAL 06/04/2016 BIOLOGIA CELULAR 07/04/2016 FISICA I 08/04/2016

Leia mais

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA.

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA. Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA A01 Agricultura - aspectos gerais A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA B10 Geografia B50 História C EDUCAÇÃO, EXTENSÃO E INFORMAÇÃO C10 Educação

Leia mais

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES 10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES Tabela 2. Matriz Curricular Semestral do Curso de Agronomia Campus de Cáceres 1 - Semestre Carga Horária (h) 1 Citologia 60 3 0 1

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP.

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP. CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - CHTS C H S NÚCLEO NATUREZA 01 5117 Introdução à Engenharia Florestal EA 32 32 00 Específico Obrigatória 02

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:19:05 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA COMPONENTES CURRÍCULARES Código Nome Nível de Ensino 1 FTC0001 AGROECOLOGIA STRICTO

Leia mais

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular Período letivo íoerp1º d o Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária Carga Código Componente Curricular horária (horaaularelógio) (hora- AQUI 101 Aquicultura Geral 54

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno 1 a 2 a 01 GCB189 Biologia Celular 02 GEX213 Matemática C 03 GEX341 Química Geral e Orgânica

Leia mais

PRIMEIRO SEMESTRE CALOUROS

PRIMEIRO SEMESTRE CALOUROS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA PRIMEIRO SEMESTRE CALOUROS CET 006 ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA T03 QUA 13-15 10 QUI 13-15 CET 008 FÍSICA GERAL T01 QUA 09-11 10 QUI CET 009 QUÍMICA GERAL E ORGÂNICA

Leia mais

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo 1 Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil CEFET-MG / Unidade Curvelo PRIMEIRO PERÍODO Aulas semana Cálculo I 90 6 Contexto Social e Profissional do Eng. 30 2 Desenho Técnico 30 2 Geometria Analítica

Leia mais

ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS

ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP Faculde de Ciências Sociais Aplicas Cursos de Bacharelado em Administração, Ciências Contábeis e Economia Administração

Leia mais

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar - Cafelândia AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Leia mais

ANEXO I EDITAL DE ABERTURA Nº 67/2015

ANEXO I EDITAL DE ABERTURA Nº 67/2015 Unidade Acadêmica FCA Depto. Agrícola e Solos Ciências Florestais QUADRO I VAGAS PARA AS UNIDADES ACADEMICAS DA CAPITAL Área de Requisito Carga Classe/ Vagas de AC* Conhecimento Mínimo Horária Padrão Sensoriamento

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 05/03/ :54 Página: 1 de 5. Colegiado: COLEGIADO DE ENGENHARIA CIVIL Curso:

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 05/03/ :54 Página: 1 de 5. Colegiado: COLEGIADO DE ENGENHARIA CIVIL Curso: 1 de 5 01 ENL101 - Introdução ao Cálculo - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA ENL102 - Expressão Gráfica - Ativa desde: ENL103 - Desenho Técnico - Ativa desde: ENL104 - Geometria Analítica e Algebra Linear

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases

ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases 1º PERÍODO 1 02010-9 Introdução à Computação 4-2 06216-2 Leitura e produção de textos para

Leia mais

FACULDADES INTA COORDENAÇÃO DE MEDICINA VETERINÁRIA

FACULDADES INTA COORDENAÇÃO DE MEDICINA VETERINÁRIA PRIMEIRO SEMESTRE MV01 Química Geral e Analítica 45 15 60 4 MV02 Biologia Celular e Molecular 45 15 60 4 MV03 Histologia e Embriologia Geral 45 15 60 4 MV04 Introdução à Medicina Veterinária 30 15 45 3

Leia mais

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS 1 CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS Área de concurso Conteúdos/Disciplinas Vinculadas Perfil do Candidato Perfil dos Membros da Banca Doutorado em Educação Doutorado em

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 21/06/2012-12:31:49 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA

ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA COORDENADOR Fernando Alves Pinto ferpinto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 193 Currículo do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartográfica Engenheiro Agrimensor

Leia mais

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 08-10h Inovação Tecnológica Fruticultura I Hidroponia e Cultivo Protegido Fruticultura I Comunicação e Extensão Rural 10-12h Irrigação Plantas Espontâneas Irrigação

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira 216 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antonio Marques Pereira jampereira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 217 Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Leia mais

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia eduardomaia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 333 Bacharelado ATUAÇÃO O profissional de Geografia deve ter um perfil que o

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA Primeiro Semestre (manhã) Introdução a Mecânica 36 h - Cálculo I 90 h Básico - Desenho Técnico I 72 h Básico - Química Geral 72 h Básico - Introdução à Programação

Leia mais

1 PERÍODO INTEGRAL - SALA 38

1 PERÍODO INTEGRAL - SALA 38 1 PERÍODO INTEGRL - SL 38 HORÁR SEGUND TERÇ QURT QUINT SEXT 07:40 08:30 INTRODUÇÃO À GRONOMI METODOLOGI E TEXTO 12:00 INTRODUÇÃO À GRONOMI METODOLOGI E TEXTO METODOLOGI E TEXTO METODOLOGI E TEXTO BLOGI

Leia mais

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS GRADE CURRICULAR DO CURSO BACHARELADO EM ENGENHARIA FLORESTAL A matriz curricular do curso de Engenharia encontra-se organizada em períodos e suas respectivas disciplinas são listadas abaixo. Também estão

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CURSO DE AGRONOMIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CURSO DE AGRONOMIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CURSO DE AGRONOMIA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE AGRONOMIA DA UNEMAT/NOVA XAVANTINA Coordenação Geral de Elaboração Membros designados pela Portaria 179/2012 DSc.

Leia mais

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002.

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002. RESOLUÇÃO CONSEPE 44/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, DO CÂMPUS ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição que

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA (INTA) PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 1º SEMESTRE

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA (INTA) PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 1º SEMESTRE 1 2.7. ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 2015.2 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Antropologia Teológica 30 30 02 3. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 4. Educação

Leia mais

Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS

Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS Campus Universitário de Cuiabá Bacharelados em: Direito; Filosofia; Sociologia; Antropologia; História; Geografia; Ciências Sociais; Ciências FILOSOFIA - Políticas; Teologia;

Leia mais

QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2

QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2 QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2 CAMPUS VAGA(S) CURSO(S) DISCIPLINA(S) C/H PERFIL ANÁPOLIS 1 AGRONOMIA Introdução à Ciência dos Solos (4h) Agrometeorologia e climatologia

Leia mais

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira Instituto de Ciências Exatas e da Natureza Coordenação de Licenciatura em Ciências Biológicas LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:28:06 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2012 1º PERÍODO Pré Geometria Analítica e Cálculo Vetorial 4 Introdução ao Cálculo 4 Introdução à Engenharia de Produção Introdução à Programação para Engenharia

Leia mais

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE ESTRUTURA CURRICULAR DE ENFERMAGEM 1º PERÍODO INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM 40 00 40 33:20 ANTROPOLOGIA/SOCIOLOGIA 80 00 80 66:40 FUNDAMENTOS DA SAÚDE 60 00 60 50:00 PÚBLICA SAÚDE PÚBLICA PESP I METODOLOGIA

Leia mais

Página 1 de 5. Matriz Curricular BIBZOOT - Zootecnia S-2015.1. Disciplinas Obrigatórias PERÍODO CO-REQUISITO PRÉ-REQUISITO DISCIPLINA CÓD. BIBZOOT.

Página 1 de 5. Matriz Curricular BIBZOOT - Zootecnia S-2015.1. Disciplinas Obrigatórias PERÍODO CO-REQUISITO PRÉ-REQUISITO DISCIPLINA CÓD. BIBZOOT. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS IFMG - Campus Bambuí LEI Nº., DE //00, PUBLICADA NO DOU DE 0//00, SEÇÃO I, PAGS. I - Fazenda

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34 1 de 9 Colegiado: Nível:Graduação Início: 19941 Título: Concluinte: Mínimo: 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA283 - METODOLOGIA DA PESQUISA - Ativa

Leia mais

Lista das Disciplinas e Perfis Disciplinas a Tempo Parcial

Lista das Disciplinas e Perfis Disciplinas a Tempo Parcial Disciplinas a Tempo Parcial Departamento de Ciência e Tecnologia - Praia Crítica de Produtos Multimédia Comunicação e Multimédia 5 Geofísica Geociência e Ambiente 4 Geologia e Geotecnia Ambientais Geociência

Leia mais

Curso de Engenharia Civil Nome do Curso

Curso de Engenharia Civil Nome do Curso Curso de Engenharia Civil Nome do Curso CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR 1ª Fase Carga horária total: 396h Cálculo A 108 ------ Projeto Integrador I (PI 1) 36 ------ Geometria Analítica 54 ------

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA. COORDENADOR Moisés Ferreira Costa

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA. COORDENADOR Moisés Ferreira Costa 110 ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA COORDENADOR Moisés Ferreira Costa moises@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 111 Currículo do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartográfica Engenheiro

Leia mais

1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO

1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO 1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO MATRIZ G5 7h30 às 10h30 SEGUNDA- FEIRA Fundamentos de Saúde TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA Anatomia Geral Histo/Cito/Embr Bioquímica Fisiologia 1º

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS OPÇÃO BIOLOGIA MARINHA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS OPÇÃO BIOLOGIA MARINHA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO D ACHARLADO M CIÊNCIAS IOLÓGICAS OPÇÃO IOLOGIA MARINHA Fase 1ª ACHARLADO M CIÊNCIAS IOLÓGICAS OPÇÃO IOLOGIA MARINHA Disciplina Créditos Nº de Turmas C.H. Docente por Teóricos

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Engenheiro de tem como campo profissional de atuação as indústrias que operam com processamento de alimentos, qualidade e conservação de matérias-primas

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria Analítica

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma:

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma: 5.2 Objetivo do Curso Capacitar o aluno para que se torne um profissional com habilidades para produzir mais e melhor, com competência para gerenciar e gerar tecnologias que reduzam os impactos negativos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE Programa de Otimização Curricular- POC 2016 Curso Disciplina CH Turno PSICOLOGIA

Leia mais

RELAÇÃO DE CURSOS SUPERIORES DA ÁREA TECNOLÓGICA DO SISTEMA CONFEA-CREA

RELAÇÃO DE CURSOS SUPERIORES DA ÁREA TECNOLÓGICA DO SISTEMA CONFEA-CREA APÊNDICE I RELAÇÃO DE CURSOS SUPERIORES DA ÁREA TECNOLÓGICA DO SISTEMA CONFEA-CREA Agrimensor Engenheiro Aeronáutico Engenheiro Agrícola Engenheiro Agrimensor Engenheiro Agrônomo Engenheiro Ambiental Engenheiro

Leia mais

1º APA. Seg Ter Qua Qui Sex Sáb ANT. E SAUDE ANIMAL. Karina. História. História. Português. Hamilton Sociologia. Maria Braga. Química.

1º APA. Seg Ter Qua Qui Sex Sáb ANT. E SAUDE ANIMAL. Karina. História. História. Português. Hamilton Sociologia. Maria Braga. Química. º APA ANT. E AUDE ANIMAL Educação Física Biologia :0 - :0 :0 - : Maria Braga Renato Agroecologia Thatiane Inf. Instrumental : - :00 Igor Paulo Júnior :00 - :0 ANT. E AUDE ANIMAL Agroecologia :0 - : ANT.

Leia mais

Matriz Curricular - Curso Técnico de Nível Médio Integrado em Saneamento. Disciplina I II III IV V VI VII Total

Matriz Curricular - Curso Técnico de Nível Médio Integrado em Saneamento. Disciplina I II III IV V VI VII Total Matriz Curricular - Curso Técnico de Nível Médio Integrado em Saneamento I II III IV V VI VII Total Biologia 30 30 30 90 Filosofia 30 30 30 90 Física 30 30 30 90 Geografia 30 30 30 90 História 30 30 30

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N.º 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N.º 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N.º 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agronômica ou

Leia mais

ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS

ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS DISCIPLINA ADM009 - Informática Básica - CON001 - Informática Básica - /Ciências Contábeis ADM010 - Metodologia Científica - ADM042 - Metodologia Científica

Leia mais

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011.

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO GERÊNCIA DE PÓSGRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PF 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PF 3 ÉTICA E CIDADANIA I PF 3 FÍSICA GERAL I PF 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PF 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PAIE 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I PAIE 3 COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS

Leia mais

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA.

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA. PÁGINA 00 / 00 /0/0 : Unidade: 0 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 00 CIENCIAS BIOLOGICAS - BAARELADO Habilitação: BAAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA Com Renovação Reconhecimento: Portaria Nro - D.O.U. DE //0 Disciplinas

Leia mais

001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123, Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00

001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123, Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00 001 A Sociedade em que Vivemos AMS R$ 76,00 R$ 123,00 002 Ações de Promoção do Ambiente Saudável AMS R$ 130,00 R$ 211,00 003 Administração de Compras GNE R$ 28,00 R$ 51,00 004 Administração de Recursos

Leia mais

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 2012.2 1º SEMESTRE Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Relações Étnico-raciais, Cultura e Saúde

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO: Departamento de Ciências da Saúde, Biológicas e Agrárias PROFESSOR: Fábio Ribeiro Pires CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

Retificação do subitem 6.2 e dos anexos II e III do Edital Interno e Externo de Extensão nº 008/2013

Retificação do subitem 6.2 e dos anexos II e III do Edital Interno e Externo de Extensão nº 008/2013 Retificação do subitem 6.2 e dos anexos II e III do Edital Interno e Externo de Extensão nº 008/2013 6.2. Os candidatos serão classificados obedecendo à ordem decrescente de pontuação. ANEXO II BAREMA

Leia mais

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha 20-03-2014 1 O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos Maria José Cunha 20-03-2014 2 ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE COIMBRA MISSÃO Formar profissionais

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V Informações aos Encarregados de Educação do trabalho a realizar no: 5º Ano Ciências Naturais Ano Letivo 2015/2016 1. Aulas previstas: Aulas (*) 5º1ª 5º2ª 5º3ª 5º4ª 1º Período: 21 de Setembro - 17 de Dezembro

Leia mais

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS 1º PERÍODO Obrigatória ou Carga Horária Anatomia dos Animais Domésticos Obrigatória 60 - Biologia geral animal Obrigatória 60 - Biologia geral vegetal

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Produção

Currículo do Curso de Engenharia de Produção Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de da UFV visa preparar profissionais que, integrando equipes interdisciplinares e articulando fatores de diferentes naturezas

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá EDITAL Nº 18/2016-PRH O PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, no uso de suas atribuições e considerando o Edital n o 11/2016-PRH e o contido no processo

Leia mais

Quando o ENEM foi criado? O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998.

Quando o ENEM foi criado? O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998. Quando o ENEM foi criado? O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998. Qual era o objetivo inicial do ENEM? Avaliar o desempenho do estudante ao fim da educação básica. Qual é o objetivo do ENEM

Leia mais

Quadro resumo do crédito do Pronaf

Quadro resumo do crédito do Pronaf Pronaf custeio Quadro resumo do crédito do Pronaf 2016-2017 Linha Finalidade/empreendimento Condições Encargos (taxa de juros) Para financiamentos destinados ao cultivo de arroz, feijão, mandioca, feijão

Leia mais

Listagem de UC por curso

Listagem de UC por curso Listagem de UC por curso Semestre * 2015-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ÁLGEBRA II LM11 2 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EQ11 2 T 1234 2209 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11 EP12 LF11 2 M 45 1203 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11

Leia mais

Adjunto DE 1 Graduação e Doutorado em qualquer área, com pesquisa no campo da dança. Teoria e Criação

Adjunto DE 1 Graduação e Doutorado em qualquer área, com pesquisa no campo da dança. Teoria e Criação UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ANEXO I Vagas para o Concurso Docentes REUNI Unidade Departamento Área de Conhecimento Classe RT Vag Titulação Mínima Administração Finanças e Políticas Políticas Públicas

Leia mais

PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Animal

PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Animal PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Adriano Geraldo Alcilene de Abreu Pereira Avicultura Citologia, Bioquímica e Doutorado em Zootecnia. Zootecnia,Licenciatura em Biologia,Mestre

Leia mais

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA Período Código Disciplina Pré-requisito C/H - Teórica C/H - Prática C/H - Total Créditos 1º LE1.01 Análise e Produção Textual em Língua Portuguesa - 04-04

Leia mais

Agenda Estratégica Priorizada... 32

Agenda Estratégica Priorizada... 32 Sumário Apresentação................................................................... 8 Metodologia................................................................... 9 Apresentação...................................................................

Leia mais

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE Fundação Educacional de Ituverava Faculdade Dr. Francisco Maeda O Diretor da Faculdade Dr. Francisco Maeda de Ituverava-SP, mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, tendo em vista o disposto nas

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO_2015/1. 1º Semestre (TURMA 1) SEG TER QUA QUI SEX

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO_2015/1. 1º Semestre (TURMA 1) SEG TER QUA QUI SEX CURSO DE ADMINISTRAÇÃO_2015/1 1º Semestre (TURMA 1) 19:15-20:05 Contabilidade Empresarial I Estatística Fundamentos da ADM Matemática Geral Leitura e Produção de Textos 20:05-20:55 Contabilidade Empresarial

Leia mais

b) Componentes curriculares Eletivas

b) Componentes curriculares Eletivas 3.8.1 Tabela com a Matriz Curricular do Núcleo Comum - Total de 2367 horas a) Componentes curriculares do Núcleo Comum Básico 1967 horas Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Língua Portuguesa 200 240

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG SUGESTÃO DE FLUXO DA MATRIZ CURRICULAR Período 2 Álgebra Linear IME 4 0 4 60 NC Obrig. 6 Biologia ICB 2 2 4 60 NC Obrig. 9 Cálculo Dif. e Int. com Geo. Analítica I

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

GRADE HORÁRIA ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES 1º SEMESTRE DE 2016

GRADE HORÁRIA ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES 1º SEMESTRE DE 2016 1º PERÍODO GRADE HORÁRIA ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES 1º SEMESTRE DE 2016 Algoritmos e Estrutura I Experimental Geometria Analítica e Álgebra Linear Amanda Cálculo Diferencial e Integral I Gilcélia Algoritmos

Leia mais

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1º SÁBADO LETIVO 2015/2 03/10/2015

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1º SÁBADO LETIVO 2015/2 03/10/2015 Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Câmpus Urutaí HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. Setor de Ciências Exatas e de Tecnologia SEET

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Campus CEDETEG ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. Setor de Ciências Exatas e de Tecnologia SEET 1ª SÉRIE 1º SEMESTRE MANHÃ 07h30min 08h20min Estatística - TB 09h10min Estatística - TB 10h10min Estatística - TA Química Inorgânica TA Química Inorgânica TB Sociologia do conhecimento TA 11h Estatística

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 001/2011/1 UNEMAT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE NOVA XAVANTINA DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA A, por intermédio

Leia mais

Horário Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado VESPERTINO NOTURNO

Horário Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado VESPERTINO NOTURNO Série: 1ª Período: 1º Turno: Noturno Turma: 01 14h:55~15h10 Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo 06859-INSERÇÃO DO ALUNO NA VIDA UNIVERSITÁRIA 06859-INSERÇÃO DO ALUNO NA VIDA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS ECONÔMICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 24.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS ECONÔMICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 24. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:11:59 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período)

Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período) Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período) 2011.1 16:00 18:30 BIOL0006 MATEMÁTICA TURMA - BU BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA

Leia mais

Relação Candidato/Vaga

Relação Candidato/Vaga Diretoria de Concursos e Processos Seletivos - Cód. Áreas de Atuação / Conhecimento Campus Candidatos Vagas Candidato / Vaga RJ-01 Análise Química Instrumental Rio de Janeiro 37 1 37 RJ-02 Artes Cênicas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIA 1º PERÍODO Créditos Carga Horária Prérequisito Teórico Prático E Total Horas Aula Horas Relógio 1 Contabilidade Básica I DECCA 4 - - 4 60 50-2 Sociologia das Organizações

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO PÁGINA: 1 INGRESSOS DE 20041 161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 NÚMERO MÁXIMO DE PERÍODOS 9 CARGA HORÁRIA 3640 1 132 FUNDAMENTOS ÉTICOS DE EDUCAÇÃO 30 OBRIGATORIA

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados pelo contingente geral Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados pelo contingente geral Código Instit. Classificações dos últimos s pelo contingente geral 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Pretórios) PM 15 15 1 0 154,0 0 0110 8085 Universidade dos Açores - Angra

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA 1 a FASE CÓD DISCIPLINAS EIXO C/H Créditos Filosofia da I Epistemologia Introdução à Ciência Epistemologia Científica educativa Português Comunicação e expressão

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMETOLOGIA SERIADO ANUAL - NOTURNO

MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMETOLOGIA SERIADO ANUAL - NOTURNO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMETOLOGIA TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO

Leia mais

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula dos cursos de Engenharia da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da

Leia mais

Carlos Nuno Castel-Branco

Carlos Nuno Castel-Branco Carlos Nuno Castel-Branco Estrutura da Discussão Introdução Conceito em Revolução Verde (1) O que é que é Verde? (2) Ligação entre Produção e Verde (2) Revolução de quê? Transformação tecnológica e socio-económica.

Leia mais

Bragança 3041 Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança

Bragança 3041 Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança Bragança 3041 Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança L029 Biologia e Biotecnologia L016 Ciência e Tecnologia Alimentar L009 Ciências Florestais e Recursos Naturais 9085

Leia mais