Evangelho da Comunidade de Lucas - 2 Bloco. "Ele me consagrou com a unção, para anunciar a boa notícia aos pobres (Lc 4,18)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Evangelho da Comunidade de Lucas - 2 Bloco. "Ele me consagrou com a unção, para anunciar a boa notícia aos pobres (Lc 4,18)"

Transcrição

1 Evangelho da Comunidade de Lucas - 2 Bloco "Ele me consagrou com a unção, para anunciar a boa notícia aos pobres (Lc 4,18)

2 Arquidiocese de Vitória Departamento Pastoral Rua Soldado Abílio dos Santos, 47 Cidade Alta - Caixa Postal 107 CEP Vitória - ES Telefone: (27) CEBI - Centro de Estudos Bíblicos Rua Duque de Caxias, 121, Ed. Juel, Sala 206 Centro - Vitória Cep Telefone (27) / Atendimento: 2ª a 6ª feiras 13h às 19h Blog:

3 ORIENTAÇÕES GERAIS Continuamos o nosso estudo sobre o Evangelho da Comunidade de Lucas. Este é o 2º bloco com os textos que abordam o Ministério de Jesus na Galileia (Lc 4,14-9,50) e o Relato da viagem de Jesus para Jerusalém (Lc 9,51-19,27). Tivemos um 1º bloco do Evangelho desta Comunidade como Introdução e teremos o 3º bloco no mês de setembro Discípulos missionários a partir do Evangelho da Comunidade de Lucas sobre as propostas formativas de Jesus a partir deste Evangelho. O nosso estudo é motivado pela Liturgia da Palavra do Ano Litúrgico C, e pelo Mês da Bíblia (para a Igreja Católica) que acontece sempre em setembro. Nos dois casos o texto bíblico tem como fonte o Evangelho da Comunidade de Lucas Queremos apresentar outros aspectos importantes para a nossa reflexão: - O Estudo do Evangelho interessa e é necessário a todas as pessoas da Comunidade e não apenas à Equipe de Círculos Bíblicos. - Convidar, juntamente com o Conselho da Comunidade, outras pessoas para formar mais grupos de Círculos Bíblicos. Pode ser por equipe, pastorais ou movimentos, ex.: Catequistas, equipes envolvidas na Liturgia, Ministros/as da Distribuição da Comunhão e outras. O importante é que todos possam estudar e conhecer Jesus Cristo a partir desse Evangelho da Comunidade de Lucas. - Convidar também (pessoalmente e na comunidade) outras pessoas para que formem novos grupos por proximidade (rua, córrego, vila) favorecendo assim, que mais pessoas possam estudar o Evangelho e participar dos encontros. - Os Textos de Apoio estão organizados em conjunto e colocados no final do livro. Eles levam em conta o 1º bloco, sobre a Introdução, mas serão muito úteis para o bloco seguinte. Logo, devem ser EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 3

4 guardados para serem consultados depois, especialmente no Mês da Bíblia. - Cada Equipe de Círculos Bíblicos deve preparar bem cada um dos encontros; - Essa Boa Notícia deve chegar sempre mais a outras famílias e pessoas que não participam ou não são visitadas normalmente; - Estes Círculos Bíblicos podem ser feitos durante o ano todo (qualquer período) em outras casas que ainda não foram visitadas pelo grupo ou mesmo pela Comunidade; - Garantir sempre o clima de acolhida fraterna, de oração, de partilha, onde ninguém é dono da verdade e cada uma das pessoas é convidada a partilhar as suas experiências; - Os/as animadores/as dos Círculos Bíblicos deverão ler com antecedência o Texto de Apoio para terem uma visão geral de cada encontro. - Cantos e refrãos poderão ser substituídos, se o grupo não conhece os sugeridos, mas devem ser escolhidos outros de acordo com o que se pede; - Combinar com o grupo ou com os demais grupos se vai haver um Encerramento Comunitário deste bloco, que pode ser feito na Casa da Igreja ou outro lugar. - Pode combinar também se vai acontecer uma Confraternização entre os grupos. - Levar em conta a vida da Igreja e a realidade da Comunidade neste período em que estão fazendo estes Círculos Bíblicos. Bom trabalho a todos e todas e a cada um em particular. Equipe de Redação e Elaboração dos Círculos Bíblicos CEBI-ES - Leitura Popular e Libertadora da Bíblia Página 4 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

5 APRESENTAÇÃO Caríssimos irmãos e irmãs, Voltamos ao Tempo Comum na Liturgia, seja em nossas Celebrações da Palavra bem como da Eucaristia. E com o Evangelho da Comunidade de Lucas vamos tendo a oportunidade de ouvir textos bíblicos que abordam o Ministério de Jesus na Galileia e o relato da viagem de Jesus para Jerusalém. Ao mesmo tempo teremos também a oportunidade de estudar os principais pontos do Evangelho de Lucas a partir do olhar daquela Comunidade que o escreveu. Em nossos encontros de Círculos Bíblicos já tivemos uma Introdução no 1º bloco e chegamos agora ao 2º bloco com essa certeza: Ele me consagrou com a unção, para anunciar a boa notícia aos pobres (Lc 4,18). Já o 3º bloco, no mês de setembro nos lembrará como ser Discípulos missionários a partir do Evangelho da Comunidade de Lucas sobre as propostas formativas de Jesus a partir deste Evangelho. Estamos vivendo e celebrando na Igreja, no mundo inteiro, o Ano da Fé. Também participamos da reflexão que a CF/2013 nos motivou. Temos ainda presente a Semana Missionária e a Jornada Mundial da Juventude. Por tudo isso, temos a convicção que estamos vivendo um ano de graça do Senhor. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 5

6 Caminhemos juntos com a Comunidade de Lucas, pois hoje se cumprem essas passagens da Escritura. Bom trabalho a todos e todas, na força do Espírito, Pe. Manoel David Neto Equipe de Redação e Elaboração de Círculos Bíblicos do CEBI - ES Vitória, 26 de maio de 2013 Festa da Santíssima Trindade Página 6 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

7 ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS Animador/a: Vinde ó Deus em nosso auxílio! TODOS: SOCORREI-NOS SEM DEMORA! Animador/a: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! TODOS COMO ERA NO PRINCÍPIO AGORA E SEMPRE AMÉM! Oremos: TODOS: SENHOR JESUS CRISTO QUE DISSESTES: ONDE DOIS OU TRÊS ESTIVEREM REUNIDOS EM MEU NOME, EU AÍ ESTAREI NO MEIO DELES. MULHERES: ASSIM COMO CAMINHASTE COM OS DISCÍPULOS DE EMAÚS, NÓS VOS PEDIMOS: CAMINHAI CONOSCO, NESTE ENCONTRO. HOMENS: ENVIAI-NOS O VOSSO ESPÍRITO E ILUMINAI-NOS, A FIM DE QUE, MEDITANDO E COMUNGANDO NA VOSSA PALAVRA. COMPREENDAMOS MELHOR O BATISMO QUE NOS LAVOU E O SANGUE QUE NOS REDIMIU. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 7

8 TODOS: FICAI CONOSCO SENHOR! E ASSIM, RENOVADOS PELA VOSSA GRAÇA, FORTALECIDOS EM NOSSA FÉ E CONVÍCTOS DE VOSSA RESSURREIÇÃO, POSSAMOS SER DISCÍPULOS/AS MISSIONÁRIOS/AS DO VOSSO AMOR POR TODO MUNDO. VÓS QUE SOIS DEUS COM O PAI NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM! (Pe. Manoel David Neto) Página 8 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

9 1º ENCONTRO Tema: ELE ME CONSAGROU COM A UNÇÃO, PARA ANUNCIAR A BOA NOTÍCIA AOS POBRES. (Lc 4,18) 01 PREPARANDO O AMBIENTE Colocar ao centro a Bíblia, vela, óleo perfumado, recortes de jornal com boas notícias para o povo, um cartaz com a palavra EVANGELHO, alguns relatos de boa nova que aconteceram dentro do bairro, da comunidade da qual o grupo participa. 02 ACOLHIDA Acolher a todos e todas, destacando que o encontro e a união do grupo já são boas notícias da comunidade. Que possam se sentir em casa e de ouvidos abertos à palavra que será partilhada. Convidar todos e todas presentes para acompanhar o 2º bloco de encontros sobre o Evangelho da comunidade de Lucas. 3 SAUDAÇÃO INICIAL Animador/a: Irmãs e irmãos, cheios do Espírito do Senhor, nos reunimos na alegria e confiança de nos tornarmos a cada dia, mais fiéis ao projeto de Deus. Cantemos: TODOS/AS: Nas horas de Deus amém! Pai, Filho e Espírito Santo! (bis) Luz de Deus em todo canto, nas horas de Deus amém! (bis) Nas horas de Deus, amém! Que o bem nos favoreça, (bis) que o mal não aconteça, nas horas de Deus, amém! (bis) Nas horas de Deus, amém! Que o coração do meu povo, (bis) de amor se torne novo, nas horas de Deus, amém! (bis) EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 9

10 04 INTRODUÇÃO Animador/a: Com esse nosso encontro iniciamos nosso 2º bloco de Círculos Bíblicos sobre o Evangelho da Comunidade de Lucas. Vamos recordar o que significa evangelho? Leitor/a 1: No tempo de Jesus e das primeiras comunidades a palavra evangelho que quer dizer boa notícia era bastante usada no mundo grego e na corte do império romano. Quando nascia um herdeiro do império ou quando esse ocupava o trono, isso era tido como evangelho boa notícia. Também quando o imperador ia visitar alguma região do império, sua chegada era recebida como boa notícia. Leitor/a 2: Pouco a pouco as primeiras comunidades foram ligando a palavra evangelho à pessoa e à prática de Jesus. Ele passou a ser a grande BOA NOTÍCIA de Deus para os pobres da terra. O próprio nascimento de Jesus é narrado como uma grande boa nova para todo povo. TODOS/AS: EU ANUNCIO PARA VOCÊS A BOA NO- TÍCIA, NASCEU PARA VOCÊS UM SALVADOR, QUE É MESSIAS, O SENHOR. CANTO: Nossa alegria é saber que um dia 05 PARTILHANDO A VIDA Animador/a: Vamos recordar fatos, acontecimentos de nossa vida que são boas notícias para nossa comunidade. - Quais foram as boas notícias que recebemos nestes últimos tempos? - Como essas notícias foram recebidas e celebradas? Página 10 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

11 06 ORAÇÃO (para todos os dias) 07 SITUANDO O TEXTO BÍBLICO Leitor/a 1: O Evangelho da Comunidade de Lucas foi escrito na segunda geração de cristãos e cristãs, após o ano 70 EC (era comum). Pela sua estrutura e estilo, esse evangelho foi escrito para preservar a memória dos ensinamentos de Jesus de Nazaré, para comunidades de cultura grega. Leitor/a 2: Essas comunidades enfrentavam diversas situações de conflitos e desigualdades. Principalmente os pobres eram os que mais sofriam. O Evangelho é Palavra de Deus. Ele nos mostra os ensinamentos de Jesus anunciados como experiência de libertação aos sofredores e oprimidos. CANTO: Que arda como brasa, tua palavra nos renove TEXTO BÍBLICO: Lc 4,14-24 O texto bíblico seja lido de maneira que todas as pessoas possam acompanhar e entender. Preparar a leitura com antecedência. Após a proclamação, motivar para um momento de silêncio. 09 PARTILHANDO A PALAVRA a Destacar o que mais chamou a atenção do texto proclamado. b Qual é o projeto de salvação de Jesus que este texto apresenta e a quem ele é destinado? c E hoje, para quem o Evangelho é boa notícia? EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 11

12 10 GESTO CONCRETO Escolher no texto bíblico, entre as pessoas que Jesus fala, um ou mais grupos que estejam próximo da realidade do grupo de Círculos Bíblicos. Fazer uma visita e ver o que eles mais necessitam. Em seguida conversar sobre as maneiras que o grupo de Círculo Bíblico pode mostrar Jesus Cristo sendo solidário com essas pessoas. 11 CELEBRANDO A VIDA Animador/a: Precisamos estar unidos/as em torno da Vida do povo e proclamar a Boa Nova do Reino de Deus, para que aconteça a libertação dos que são oprimidos nos tempos de hoje. Leitor/a 1: Vamos lembrar das pessoas que estão necessitadas de nossas ações e orações, para que sejam libertas e possam proclamar a Boa Nova de uma vida digna. Cantemos... TODOS: SENHOR ESCUTAI A NOSSA PRECE! Leitor/a 2: Fortalecei, ó Deus de bondade todas as pessoas que trabalham com os mais pobres entre nós, especialmente os moradores/as de rua, para que sejam sempre um sinal do amor de Jesus Cristo na vida de nossos irmãos e irmãs, cantemos... Leitor/a 1: Olhai ó Deus o sofrimento da famílias que vivem marcadas pelos vícios das diversas drogas, aquelas legalizadas como o álcool, o jogo, mas também as ilegais, para que não desanimem diante do sofrimento, cantemos... Leitor/a 2: Ajudai Pai Santo às famílias vítimas da violência banalizada, que perderam seus entes queridos por causa da maldade humana. Fazei que possam ser consoladas em sua dor e amparadas pela vossa misericórdia, cantemos... Página 12 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

13 Leitor/a 1: Conduzi e iluminai todos os jovens que se organizam para a Jornada Mundial da Juventude. Tornai esse momento para cada jovem num importante encontro com a pessoa de Jesus Cristo que os leve encontrar o sentido da vida, da doação e do serviço, cantemos... (lembrar de outros grupos e pessoas que estão precisando da nossa oração e solidariedade). CANTO: Boca do Povo 12 PAI NOSSO Animador/a: Vamos dar as mãos, e juntos, na esperança que o ano da graça de Deus está sempre se realizando e um dia virá em plenitude rezemos: Pai Nosso AVISOS - O próximo Círculo Bíblico será o do mês de setembro Evangelho de Lucas (3º bloco): Discípulos Missionários a partir do Evangelho de Lucas. - Treinamento para o Mês da Bíblia oferecido pelo CEBI- ES - dia 13/07 - de 08h às 17h - Sala do CEBI-ES - em cima da Livraria PAULUS - próximo à Escadaria Maria Ortiz - Centro de Vitória - informações: - (27) Começar a programar os grupos de Círculos Bíblicos para os meses de setembro, outubro (missões); novembro e novena de Natal. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 13

14 14 ORAÇÃO FINAL Animador/a: Unge Senhor nossas mãos para estender aos pobres, para sarar os que estão doentes, consolar os que estão aflitos, levantar os que estão caídos e tristes e nos ajuda a apontar o horizonte onde devemos com sua graça chegar para transformar. Amém 15 - UNÇÃO E ENVIO AO COMPROMISSO Animador/a: Assim como Jesus foi ungido e enviado, batizados em Cristo somos também enviados por Deus. Com este óleo vamos ungir uma pessoa que está ao nosso lado. (Em seguida rezar todos juntos:) TODOS: O ESPÍRITO DO SENHOR ESTÁ SOBRE MIM, PORQUE ELE ME CONSAGROU PELA UNÇÃO PARA EVANGELIZAR OS POBRES!. AMÉM! 15 BÊNÇÃO FINAL Animador/a: Que a Divina Sabedoria nos acompanhe e nos guie para caminhos de justiça. Que nossas ações façam prevalecer à vida. Amém! A bênção amorosa de Deus Pai, Filho e Espírito Santo, desça sobre nós e permaneça para sempre. Amém. CANTO: É missão de todos nós Página 14 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

15 2º ENCONTRO Tema: ELA DEMONSTROU MUITO AMOR... (Lc 7,47a) 1 PREPARANDO O AMBIENTE Colocar a Bíblia em destaque. Colocar também: algo que lembre os diversos preconceitos e discriminações que estão presentes entre nós nos dias de hoje; uma bandeira ou cartaz com a palavra PAZ, uma vela e uma vasilha com água cheirosa. 02 ACOLHIDA Valorizar a presença de cada pessoa, aquelas que estão sempre participando do grupo e as pessoas que participam pela primeira vez. Convidar a todas para continuar unidas ao grupo. 03 SAUDAÇÃO INICIAL TODOS: EM NOME DO PAI QUE NOS CRIOU, DO FI- LHO QUE NOS SALVOU E DO ESPIRITO QUE NOS UNE POR AMOR. AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! AMÉM! PARA TOD SEMPRE AMÉM! (cantar) 04 INTRODUÇÃO Animador/a: Continuamos nossa caminhada com Jesus seguindo o Evangelho da Comunidade de Lucas. E de acordo com essa Comunidade Jesus continua profetizando na Galileia. Esse é o lugar da missão de Jesus, é a sua terra, é o seu povo. A comunidade vai revelando quem é Jesus, o Jesus histórico, a partir de sua ação. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 15

16 Leitor/a 1: A Comunidade vivia a sua fé no meio de uma sociedade preconceituosa, dividida entre ricos e pobres, escravos e livres, homens e mulheres, crianças e adultos. Na religião havia judeus e não judeus, puros e impuros. TODOS: SÓ TEM LUGAR NESSA MESA PRÁ QUEM AMA E PEDE PERDÃO. SÓ COMUNGA NESSA CEIA, QUEM COMUNGA NA VIDA DO IRMÃO. Leitor/a 2: Dentro da Comunidade de Lucas conviviam essas várias categorias ou grupos de pessoas. Um destaque especial para a presença e o discipulado das mulheres. E uma pergunta necessária então: como participar da mesma mesa, do banquete do Reino? Acompanhemos a reflexão que a Comunidade de Lucas nos propõe para hoje. TODOS: SÓ TEM LUGAR NESSA MESA PRÁ QUEM AMA E PEDE PERDÃO. SÓ COMUNGA NESSA CEIA, QUEM COMUNGA NA VIDA DO IRMÃO. 05 PARTILHANDO A VIDA Animador/a: Vivemos numa sociedade que se diz democrática, porém sabemos que ainda nossa sociedade está marcada por preconceitos, racismo e discriminação. Vejamos: Leitor/a 1: A mulher ganha menos que o homem quando ocupa o mesmo posto de trabalho; empregados e empregadas domésticas somente agora estão sendo um pouco mais reconhecidos; morar de periferia é ser considerado bandido; morar no interior é caipira, bobão; morar em bairros nobres é ser gente honesta; o machismo se dá o direito de matar; toda pessoa afrodescendente é preguiçosa. Página 16 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

17 PARA CONVERSAR: DE QUE MANEIRA LIDAMOS COM ESSAS REALIDA- DES DE RACISMO E PRECONCEITO QUE ESTÃO PRE- SENTES ENTRE NÓS, NA VIDA DO GRUPO OU DA CO- MUNIDADE? CANTO: Religião Libertadora 06 ORAÇÃO (para todos os dias) 07 SITUANDO O TEXTO BÍBLICO Leitor/a 1: Estamos lendo uma parte do Evangelho da comunidade de Lucas onde encontramos fatos que mostram a ação de Jesus na Galileia. Esse é o lugar da realização do projeto de Deus, anunciado pelos profetas. Leitor/a 2: Também a Comunidade de Lucas, vivendo em outro tempo e lugar, se sente chamada a profetizar. No tempo da comunidade a situação social e política não está melhor do que a da época de Jesus, na Palestina. A sociedade está dividida: ricos e pobres, escravos e livres, puros e impuros. É uma sociedade cheia de preconceitos e exclusões. CANTO: Palavra não foi feita 08 TEXTO BÍBLICO: Lc 7,36-50 O texto bíblico poderá ser dramatizado de forma que ajude na compreensão melhor do conteúdo da Palavra. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 17

18 09 PARTILHANDO A PALAVRA a - Destacar os personagens que aparecem no texto bíblico, o que fazem, o que falam, como agem, etc. b - Lembrar o contexto em que viviam (ver a introdução) e comparar entre si as diferentes atitudes: da mulher, de Simão e de Jesus. c - A partir destes elementos, que compromisso precisamos assumir em nossa vida neste mundo de preconceitos e discriminação? CANTO: Seu nome é Jesus Cristo 10 GESTO CONCRETO Verificar os principais pecados relacionados aos preconceitos, discriminação que estão presentes na realidade da vida do grupo ou da comunidade. Assumir uma atitude pessoal e também em grupo de trabalhar na conscientização para mudar essa realidade. O que vamos fazer para ajudar mudar essa situação? 11 CELEBRANDO A VIDA Animador/a: Diante de nós temos a vida e temos a morte. Devemos escolher a vida e trabalhar que ela seja amada, valorizada, respeitada, pois é dom de Deus. Queremos pedir perdão pelos nossos pecados contra a vida. Leitor/a 1: Perdoa-nos ó Deus, pelas vezes que nos omitimos diante do sofrimento e da morte de irmãos e irmãs nossos, mesmo aqueles que consideramos bandidos, cantemos... Página 18 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

19 TODOS: PIEDADE, PIEDADE, PIEDADE, PIEDADE DE NÓS (BIS) Leitor/a 2: Perdoa-nos ó Deus pelas vezes que reclamamos da violência e continuamos a dar armas de brinquedo ou filmes violentos para nossos filhos, netos, sobrinhos; cantemos... Leitor/a 1: Perdão ó Deus pelas vezes que discriminamos as pessoas somente pelo fato de serem diferentes daquilo que somos e pensamos; cantemos... Leitor/a 2: Perdão ó Deus pelas vezes que defendemos ou ensinamos o machismo como forma de dominação familiar e social; cantemos... Fazer outros pedidos de perdão que o grupo achar necessário. Em seguida cantar, tocar a água cheirosa e dar um forte abraço de paz. CANTO: Oração de São Francisco 12 PAI NOSSO Animador/a: Como rezar o Pai Nosso se dizemos que Ele é Pai de todos e agimos como inimigos? Como rezar pedindo pão nosso de cada dia e ainda não sabemos partilhar? Como rezar pedindo que Ele nos perdoe e ainda não aprendemos a agir com misericórdia? Deixar um momento de silêncio para meditar e depois rezar juntos e de mãos dadas essa oração. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 19

20 13 AVISOS - O próximo Círculo Bíblico será o do mês de setembro Evangelho de Lucas (3º bloco): Discípulos Missionários a partir do Evangelho de Lucas. - Treinamento para o Mês da Bíblia oferecido pelo CEBI- ES - dia 13/07 - de 08h às 17h - Sala do CEBI-ES - em cima da Livraria PAULUS - próximo à Escadaria Maria Ortiz - Centro de Vitória - informações: - (27) Começar a programar os grupos de Círculos Bíblicos para os meses de setembro, outubro (missões); novembro e novena de Natal. 14 ORAÇÃO FINAL Animador/a: Ó Deus concede-nos, pelos méritos de Vosso Filho Jesus Cristo, o Bom Pastor, a graça de que sejamos solidários com nossos irmãos e irmãs de todas as crenças, a fim de que todos e todas tenham vida e o alimento na mesa de cada dia para viver com dignidade. Isso vos pedimos por Jesus Cristo, Vosso Filho na unidade do Espírito Santo. AMÉM! 15 BÊNÇÃO FINAL Animador/a: O Senhor Deus de todos os povos e crenças nos abençoe e nos guarde para sempre! AMÉM! Animador/a: Abençoe-nos o Deus misericordioso, rico em compaixão, que é Pai, Filho e Espírito Santo. AMÉM! CANTO: Se meu irmão me estende a mão Página 20 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

21 3º ENCONTRO Tema: QUEM PÕE A MÃO NO ARADO E OLHA PARA TRÁS NÃO ESTÁ PREPARADO PARA O REINO DE DEUS (Lc 9,62) 01 PREPARANDO O AMBIENTE Preparar um lugar especial para a Bíblia e próximo a ela colocar uma vela e nomes ou imagens de pessoas que doaram a vida na luta pela justiça e pelos direitos humanos. 02 ACOLHIDA Preparar um momento aconchegante, valorizando o nome de cada pessoa presente, em especial, daquelas que estão participando pela primeira vez. Cantar um refrão de acolhida que o grupo conheça. 03 SAUDAÇÃO INICIAL Animador/a: Saudemos a Trindade Santa presente em nosso meio cantando: TODOS: EM NOME DO PAI, EM NOME DO FILHO, EM NOME DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM! 04 INTRODUÇÃO Animador/a: Continuando nossa caminhada com a Comunidade de Lucas, vamos, neste encontro, acompanhar essa comunidade fazendo memória de Jesus e seus discípulos passando pela região da Samaria, a caminho de Jerusalém. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 21

22 TODOS: CAMINHEIRO, VOCÊ SABE, NÃO EXISTE CA- MINHO. PASSO A PASSO, POUCO A POUCO E O CAMI- NHO SE FAZ. Leitor/a 1: A Comunidade de Lucas procurava aprender com os acontecimentos do caminho e com os diálogos entre Jesus e o grupo de discípulos e discípulas que o seguiam. No caminho nem todos compreendem Jesus e seu jeito de profetizar. Muitos o abandonavam; outros ficavam em dúvida sobre a proposta de seguimento. Era preciso fazer escolhas e assumir riscos. CANTO: Eis-me aqui Senhor 05 PARTILHANDO A VIDA Animador/a: Hoje vivemos também um tempo de muitas dúvidas na caminhada. Estamos num período de muitos desafios a serem enfrentados. Parece que falta clareza no rumo a tomar. PARA CONVERSAR: Em nossos dias, o que está impedindo as nossas comunidades de assumirem uma ação profética em nossa sociedade? (lembrar alguns problemas que atingem nossos bairros, municípios, estado, e que exigem engajamento de nós como Igreja e de nossas comunidades). CANTO: Somos gente nova 06 ORAÇÃO (para todos os dias) 07 SITUANDO O TEXTO BÍBLICO Página 22 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

23 Leitor/a 1: A Comunidade de Lucas, viveu entre os anos 80 a 85 da Era Comum. Nesse tempo as comunidades já representavam a segunda geração de cristãos e cristãs. Elas estavam espalhadas por várias regiões do império romano. Para quem queria viver uma proposta de seguimento de Jesus, com fidelidade ao seu projeto, as dificuldades eram muitas. Leitor/a 2: No texto de hoje, a comunidade de Lucas faz memória de uma viagem de Jesus para Jerusalém. São vários textos narrando episódios desta viagem. Vamos refletir hoje sobre alguns acontecimentos na região da Samaria. CANTO: A Palavra de Deus já chegou 08 TEXTO BÍBLICO: Lc 9,51-62 Talvez pudesse com antecedência envolver crianças e adolescentes para fazer uma dramatização deste texto e ajudar na compreensão da mensagem de Jesus 09 PARTILHANDO A PALAVRA Animador/a: Vamos refletir sobre esse texto, recordando: o acontecimento narrado, as pessoas e as palavras: a) Conversar sobre a atitude de Jesus e a atitude dos discípulos/as (v.51-55). b) De acordo com o texto bíblico, quais são as exigências para seguir Jesus? c) Para sermos fiéis ao Projeto de Jesus em nossos dias, quais devem ser as nossas atitudes? EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 23

24 10 GESTO CONCRETO A partir dos assuntos do Partilhando a vida escolher um gesto concreto que a Comunidade precisa fazer. É preciso motivar o grupo a assumir a defesa da vida, engajando-se na Campanha contra a redução da maioridade penal. Promover encontros e conversas sobre o assunto. Pensar outras maneiras de deixar clara a posição do grupo sobre essa questão. Ver no anexo algumas informações sobre o assunto. 11 CELEBRANDO A VIDA Animador/a: Os desafios atuais da vida em nossa caminhada, não podem ser ignorados. Não podemos fazer de conta que estamos seguindo Jesus; não podemos agir com fogo de palha. As exigências para ser discípulo e discípula de Jesus são muitas. Por isso muitas pessoas param no meio do caminho. Leitor/a: Hoje queremos recordar e celebrar a vida daquelas pessoas que não pararam, que enfrentaram com coragem os desafios, os riscos do anúncio da palavra. Essas pessoas são força em nossa caminhada. Elas estão presentes! Dizer os nomes que foram colocados no ambiente e motivar para que outras pessoas sejam lembradas; após cada nome pronunciado todos dizem presente. CANTO: Se calarem a voz dos profetas 12 PAI NOSSO Página 24 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

25 13 AVISOS - O próximo Círculo Bíblico será o do mês de setembro Evangelho de Lucas (3º bloco): Discípulos Missionários a partir do Evangelho de Lucas. - Treinamento para o Mês da Bíblia oferecido pelo CEBI- ES - dia 13/07 - de 08h às 17h - Sala do CEBI-ES - em cima da Livraria PAULUS - próximo à Escadaria Maria Ortiz - Centro de Vitória - informações: - (27) Começar a programar os grupos de Círculos Bíblicos para os meses de setembro, outubro (missões); novembro e novena de Natal. 14 ORAÇÃO FINAL Animador/a: Ó Deus que nos criastes à vossa imagem e semelhança, na dignidade de filhas e filhos, herdeiros de vossa vida e de vossa glória. Abençoai todos os movimentos de Direitos Humanos, fortalecei todas as pessoas que por eles lutam e educai- -nos na convivência, corresponsável e feliz, da dignidade humana que nos concedestes. Por vosso Filho Jesus, nosso Irmão divino e Humano, Caminho, Verdade e Vida. Amém, Axé, Awere, Aleluia. 15 BÊNÇÃO FINAL Animador/a: Abençoe-nos o Deus da Vida e da Esperança: o Pai, o Filho e o Espírito santo. Amém! CANTO: No peito eu levo uma cruz EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 25

26 4º ENCONTRO: Tema: DURANTE A VIDA RECEBESTES BENS E LÁZARO OS MALES (Lc 16,25) 01 PREPARANDO O AMBIENTE Colocar a Bíblia em destaque. Colocar também uma vasilha com água perfumada e imagens de situações de riqueza e pobreza estejam em lugar de destaque. TODOS: CONFIEMO-NOS AO SENHOR, ELE É JUSTO E TÃO BONDOSO. CONFIEMO-NOS AO SENHOR, ALE- LUIA! (Cantar bem suavemente) 02 ACOLHIDA Acolher as pessoas de modo bem carinhoso. CANTO: Que bom que você veio, que bom que você veio, foi o amor de Cristo, que te trouxe até aqui! (bis) 03 SAUDAÇÃO INICIAL Animador/a: Cantemos juntos invocando a presença da Trindade Santa. TODOS: EM NOME DO PAI, EM NOME DO FILHO, EM NOME DO ESPÍRITO SANTO AMÉM. A GRAÇA DO PAI, O AMOR DO DEUS FILHO E A FOR- ÇA DO ESPÍRITO SANTO AMÉM. AMÉM ALELUIA, AMÉM ALELUIA, AMÉM ALELUIA, ALELUIA AMÉM. Página 26 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

27 04 INTRODUÇÃO Animador/a: Estamos aprofundando o Evangelho da comunidade de Lucas, que recordamos mais uma vez, foi escrito entre os anos 80 e 90 EC. (era comum). Lucas conheceu e serviu-se de várias fontes para escrever o evangelho, como a fonte Q que são pergaminhos com manuscritos muito antigos encontrados por pastores próximo ao Mar Morto, do evangelho de Marcos que foi o primeiro a ser escrito. E a fonte L que são textos que só estão no evangelho de Lucas. TODOS: A VOSSA PALAVRA SENHOR É SINAL DE IN- TERESSE POR NÓS. Leitor/a 1: As comunidades de Lucas são predominantemente comunidades urbanas, melhor dizendo, das periferias das grandes cidades. No evangelho de Lucas, a palavra grega polis, que, significa cidade, aparece 40 vezes enquanto que em Marcos somente 8. Nos evangelhos sinóticos: (Marcos, Lucas e Mateus) o ensinamento é realizado, de forma predominante, tendo por base imagens da natureza e do trabalho rural: ovelhas, videira, semente, pastor. TODOS: TODO POVO SOFREDOR. O SEU PRANTO ES- QUECERÁ: POIS O QUE PLANTOU NA DOR NA ALEGRIA COLHERÁ! (BIS) Leitor/a 2: Estamos, hoje diante de uma parábola: Jesus ensina algo invisível a partir de situações visíveis, concretas, é um jeito de ensinar diferente do jeito grego, que ensinava através de debates, oratórias e discursos. EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 27

28 TODOS: Todo povo sofredor. 05 PARTILHANDO A VIDA Animador/a: O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos, produzindo 25,7% a mais do que necessita para alimentar a sua população (FAO). De toda esta riqueza, grande parte é desperdiçada. Leitor/a 1: Diariamente, desperdiçamos o equivalente a 39 mil toneladas por dia, quantidade esta suficiente para alimentar 19 milhões de brasileiros, com as três refeições básicas: café da manhã, almoço e jantar. Vejamos onde acontecem os desperdícios: 20% na colheita; 8% no transporte e armazenamento; 15% na indústria de processamento; 1% no varejo; 20% no processamento culinário e hábitos alimentares. PARA CONVERSAR: QUANDO FICAMOS SABENDO QUE, APROXIMADA- MENTE 64% DO QUE SE PLANTA NO BRASIL É PERDI- DO AO LONGO DA CADEIA PRODUTIVA, O QUE PODE- MOS FAZER? CANTO: Quando o Espírito de Deus soprou Página 28 EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO

29 06 ORAÇÃO INICIAL (para todos os dias) 07 SITUANDO O TEXTO BÍBLICO Leitor/a: O Evangelho da comunidade de Lucas foi escrito entre os anos 80 e 90 EC (era comum), por seguidores e seguidoras de Jesus, que viviam em grandes cidades da Àsia Menor ou da Grécia. Leitor/a 2: Essas comunidades se deparam com muitas dúvidas sobre a vivência do Projeto de Jesus em meio a culturas e religiões diferentes. E para alimentar a perseverança no seguimento, faz memória dos ensinamentos de Jesus. CANTO: Alê, alê, aleluia! 08 TEXTO BÍBLICO Lc 16,19-31 A proclamação do texto bíblico seja preparada ou encenada de maneira que todas as pessoas possam entender. Após a proclamação garantir um tempo de silêncio para meditação pessoal. 09 PARTILHANDO A PALAVRA a. Destacar o que mais chama a nossa atenção neste texto. (ex: vida dos personagens) b. De que maneira aquele rico poderia ter ajudado a Lázaro durante sua vida? Por que será que ele não fez? c. Como em nosso grupo, em nossa comunidade temos enfrentado o problema das injustiças sociais? EVANGELHO DA COMUNIDADE DE LUCAS - 2 BLOCO Página 29

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP-

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- 1 ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- DIA 15.06.2010 MOMENTO ORANTE ECUMÊNICO PELA PASSAGEM DO 59º ANIVERSÁRIO DA ACHUAP (para propiciar momento de silêncio e

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

MOMENTO DE ORAÇÃO (nos cânticos o que está em caracteres tachados não deve ser pronunciado, apenas sua melodia deve ser lembrada com um leve sussurro)

MOMENTO DE ORAÇÃO (nos cânticos o que está em caracteres tachados não deve ser pronunciado, apenas sua melodia deve ser lembrada com um leve sussurro) MOMENTO DE ORAÇÃO (nos cânticos o que está em caracteres tachados não deve ser pronunciado, apenas sua melodia deve ser lembrada com um leve sussurro) Canto inicial: OFERTÓRIO DA COMUNIDADE 1. Nesta mesa

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

P á g i n a 1 7 PAROQUIA N. SRA. RAINHA DOS APOSTOLOS CANTOS DA QUARESMA - 2015. Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo

P á g i n a 1 7 PAROQUIA N. SRA. RAINHA DOS APOSTOLOS CANTOS DA QUARESMA - 2015. Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo Refrão: Senhor, eis aqui o teu povo que vem implorar teu perdão; É grande o nosso pecado, porém é maior o teu coração. 1. Sabendo que acolheste

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

Missa - 10/5/2015. Entrada

Missa - 10/5/2015. Entrada Missa - 10/5/2015 ntrada m F#m 1. Todos unidos formamos um só corpo, um povo que na Páscoa nasceu. G Membros de Cristo, no sangue redimidos, Igreja peregrina de eus. m F#m Vive conosco a força do spírito,

Leia mais

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO Pai nosso que estais nos céus Santificado seja o vosso nome Venha a nós o vosso reino Seja feita a vossa vontade Assim na Terra como no Céu O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO DE NATAL 2013 ADORAÇÃO Prelúdio HE 21 Dirigente: Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, entrou na casa de Zacarias e saudou

Leia mais

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor!

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 2º ROTEIRO EUCARISTIA Mistério Pascal celebrado na comunidade de fé! 3º ENCONTRO EVANGELHO Amor para anunciar e transformar o mundo! 1915-2015 SUBSÍDIOS

Leia mais

CÃNTICOS MISSIONÁRIOS SANTAS MISSÕES POPULARES

CÃNTICOS MISSIONÁRIOS SANTAS MISSÕES POPULARES 1 CÃNTICOS MISSIONÁRIOS SANTAS MISSÕES POPULARES DIOCESE DE GUAXUPÉ SEJA BEM VINDO G D C G Você que está chegando, bem-vindo seja bem-vindo! G D C G Você que está chegando bem-vinda seja bem-vinda! C D

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

Considerações sobre o Evangelho de João

Considerações sobre o Evangelho de João 1 Considerações sobre o Evangelho de João. O Evangelho de João nasceu do anúncio vivo, da memória de homens e mulheres que guardavam e transmitiam os ensinamentos transmitidos por Jesus.. O chão = vida

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B Solenidade da Assunção de Nª Senhora Admonição Inicial Cântico Inicial (Tu és o Sol) Refrão: Tu és o sol de um novo amanhecer! Tu és farol, a vida a renascer Maria! Maria! És poema de amor! És minha Mãe

Leia mais

Hora Santa pela santificação do Clero

Hora Santa pela santificação do Clero Hora Santa pela santificação do Clero Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - 12 de Junho de 2015 1. ABERTURA Animador: Caríssimos irmãos e irmãos, neste dia em que a Igreja celebra a Solenidade do Sagrado

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM XV DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus chamou os doze Apóstolos e começou a enviá-los dois a dois 1. Admonição de entrada 2. Entrada: Em nome do Pai Refrão: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol)

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol) CD EU QUERO DEUS 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) EU QUERO DEUS \ EU QUERO DEUS SEM DEUS EU NÃO SOU NADA EU QUERO DEUS Deus sem mim é Deus \ Sem Deus eu nada sou Eu não posso viver sem Deus \ Viver longe

Leia mais

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Edição oficial do CICLUMIG Flor do Céu De acordo com revisão feita pelo Sr. Luiz Mendes do Nascimento, zelador do hinário. www.mestreirineu.org 1 01 - DIVINO PAI

Leia mais

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes 17º DOMINGO DO TEMPO COMUM 26 de julho de 2015 Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes Leituras: Segundo Livro dos Reis 4, 42-44; Salmo 144 (145),

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS RITOS INICIAIS ANIM.: Celebramos hoje a Eucaristia, ação de graças a Deus, nosso Pai, por todos os pais do colégio.

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

HINÁRIO Transformação

HINÁRIO Transformação HINÁRIO Transformação Tema 2012: Flora Brasileira Pau-de-rosas (Physocalymma scaberrimum) www.hinarios.org Apolo 2 1 ORAÇÃO DA TRANSFORMAÇÃO Oh! Meu pai, livrai-me da autocomiseração e da preguiça. Dême

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA Assim nós invocamos a presença de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Hino: HPD II 330 Abraço de

Leia mais

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga Introdução Ouço uma voz que me diz: O homem necessita de alguém que lhe esclareça quem ele é, que o instrua acerca de seus deveres, que o dirija para a virtude, renove seu coração, que o restabeleça em

Leia mais

DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS

DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS Introdução Iniciamos nossa oração comunitária acolhendo as palavras que o Santo Padre dirigiu aos membros da Congregação Geral 35: Hoje desejo animar-vos

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B

COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B Tema: Ficai atentos, pois não sabeis quando chegará o momento. Acolhida: Sejam todos bem-vindos. Vamos refletir e rezar em comunidade, acolhendo a

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

Dá-me de beber! João 4,7

Dá-me de beber! João 4,7 SEMANA DE ORAÇÃO PELA UNIDADE DOS CRISTÃOS 18 a 25 Janeiro de 2015 Dá-me de beber! João 4,7 CONSELHO PORTUGUÊS DE IGREJAS CRISTÃS COMISSÃO EPISCOPAL MISSÃO E NOVA EVANGELIZAÇÃO CELEBRAÇÃO DE CULTO ECUMÉNICO

Leia mais

SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO

SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO Ano A - XXIV - Nº 1482-34º Domingo do Tempo Comum - cor branca ou dourada - 23/11/2014 SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO Dia Nacional dos Leigos(as) Preparar o espaço celebrativo

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO 1. UM POUCO ALÉM DO PRESENTE (10º DOMINGO) 1. Um pouco além do presente, Alegre, o futuro anuncia A fuga das sombras da noite, A luz de um bem novo dia. REFRÃO: Venha teu reino,

Leia mais

Jesus viu e se encheu de compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor!

Jesus viu e se encheu de compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor! 16º DOMINGO DO TEMPO COMUM - 19 de julho de 2015 Jesus viu e se encheu de compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor! Leituras: Jeremias 23, 1-6; Salmo 22 (23), 1-3a.3b-4.5.6 (R/1.6a); Efésios 2, 13-18;

Leia mais

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...!

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! Quem procura acha. Módulo 2 Etapa 3 Nem sempre acha o

Leia mais

PENSAMENTOS DE IRMÃ DULCE

PENSAMENTOS DE IRMÃ DULCE PENSAMENTOS DE IRMÃ DULCE 1. "O amor supera todos os obstáculos, todos os sacrifícios. Por mais que fizermos tudo é pouco diante do que Deus faz por nós." 2. "Sempre que puder, fale de amor e com amor

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Oração Pai Nosso Ave Maria Chave Harmonia Hinos da ORAÇÃO Consagração do Aposento Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Pai Nosso - Ave Maria Prece

Leia mais

Músicos, Ministros de Cura e Libertação

Músicos, Ministros de Cura e Libertação Músicos, Ministros de Cura e Libertação João Paulo Rodrigues Ferreira Introdução Caros irmãos e irmãs; escrevo para vocês não somente para passar instruções, mas também partilhar um pouco da minha experiência

Leia mais

Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus!

Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus! 4º Dia Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus! Bodas de Caná A obediência de Maria é obediência a seu Filho e, por meio dele, ao Pai. A fé é dinâmica em nossa vida e nos desacomoda. Ser cristão é escutar

Leia mais

ROSÁRIO ANGLICANO. contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã.

ROSÁRIO ANGLICANO. contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã. ROSÁRIO ANGLICANO contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã. O Círculo do Rosário Anglicano simboliza a roda do tempo; na tradição cristã o número 4 representa os quatro braços da cruz: quando

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

(3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor!

(3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor! 1º Dia (3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor! Batismo de Jesus Jesus foi batizado por João no rio Jordão. A partir desse momento assumiu o anúncio público do Reino de

Leia mais

Toda bíblia é comunicação

Toda bíblia é comunicação Toda bíblia é comunicação Toda bíblia é comunicação de um Deus amor, de um Deus irmão. É feliz quem crê na revelação, quem tem Deus no coração. Jesus Cristo é a palavra, pura imagem de Deus Pai. Ele é

Leia mais

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Bem - Aventuranças Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Eu estou à tua porta a bater, Eu estou à tua porta a bater, Se me abrires a porta entrarei para enviar. Eu preciso

Leia mais

Diocese de Guaxupé. Hora Santa. Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes

Diocese de Guaxupé. Hora Santa. Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes Diocese de Guaxupé Hora Santa Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes para exposição do Santíssimo Sacramento Glória a Jesus na Hóstia Santa (ou outro a escolha) Dirigente: Graças e louvores se

Leia mais

Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano

Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano Entrada: Em nome do Pai Refrão: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui (BIS) 1- Para louvar e agradecer, bendizer

Leia mais

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO VICENTE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA DA VÍGILIA DE PENTECOSTES COM OFÍCIO DIVINO Comunidade São Sebastião 19h30min

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO VICENTE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA DA VÍGILIA DE PENTECOSTES COM OFÍCIO DIVINO Comunidade São Sebastião 19h30min PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO VICENTE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA DA VÍGILIA DE PENTECOSTES COM OFÍCIO DIVINO Comunidade São Sebastião 19h30min Terço Como de costume RITOS INICIAIS Enquanto se entoa o refrão

Leia mais

Cantos para o Tempo Pascal Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil

Cantos para o Tempo Pascal Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil C Em F C... O Senhor ressurgiu,... Aleluia, aleluia! F Dm Dm7 G...É o Cordeiro Pascal,... Aleluia, aleluia! C Em F C Imolado por nós,...

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista.

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. COMENTARISTA: Bem-vindos, irmãos e irmãs! Juntos nos colocamos diante da misericórdia

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais