companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp"

Transcrição

1 sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE TUBOS E CONEXÕES DE MATERIAIS PLÁSTICOS PARA RESSUPRIMENTO DO ALMOXARIFADO 066 BOTUCATU. Aprovado por:

2 TUBO PVC RIGIDO C/PONTAS JR DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA MATERIAL: PVC RIGIDO NORMA DE FABRICACAO EXTREMIDADES: PONTAS ROSQUEADAS CONFORME NBR-6414 NOTA: - OS MATERIAIS DEVEM SER INSPECIONADOS NOS EXAMES, ENSAIOS, CONFORME NORMAS ESPECIFICAS DIAMETRO DE REFERENCIA:DR COMPRIMENTO DO TUBO PODERA SER FORNECIDO DE 3 OU 6 METROS, CONFORME ESPECIFICACAO TECNICA DA IDDAE REQUISITANTE 516,00 M RM DIAS TUBO PVC RIGIDO PB JS - NBR 5648 DN 20 (DR 15 MM) ( 1/2 ) 102,00 M Página: 1

3 TUBO PVC RIGIDO COM PONTA E BOLSA JTA SOLDAVEL NORMA DE FABRICACAO: NBR 5648 MATERIAL: COMPOSTO DE POLI (CLORETO DE VINILA) PVC 6,3 EXTREMIDADES: PONTA E BOLSA JTA SOLDAVEL NORMA: NBR 5648 APLICACAO: SISTEMAS PREDIAIS DE AGUA FRIA NOTA (S): - A PONTA DO TUBO DEVE SER CONVENIENTEMENTE CHANFRADA - NA MARCACAO DOS TUBOS DEVERA CONSTAR, TAMBEM, O CODIGO DE RASTREABILIDADE DO PRODUTO. - OS MATERIAIS DEVEM SER INSPECIONADOS NOS EXAMES E ENSAIOS CONFORME NORMAS VIGENTES E EXIGENCIAS COMPLEMENTARES NORMA TECNICA SABESP NTS 187. DIAMETRO DE REFERENCIA:DR RM DIAS ADESIVO TUBOS/CONEXOES PVC RIGIDO BISNAGA COM 90 CM3 (SOLDA RAPIDA) 200,00 Página: 2

4 UTILIZACAO: INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA NORMA: NBR 5648 APLICACAO: EXECUCAO DE JTA SOLDAVEL DE TUBOS/CONEXOES DE PVC RIGIDO NORMA: NBR 5648 NOTA: - NA EMBALAGEM DO PRODUTO DEVERA CONSTAR: O NOME DO FABRICANTE, IDENTIFICACAO DO FABRICANTE DO ADESIVO, INSTRUCAO DE UTILIZACAO, CAPACIDADE DO RECENTE, NUMERO DO LOTE E DATA DE VALIDADE E DEMAIS DADOS EXIGIDOS POR LEI. OBS.: - NO RECEBIMENTO DEVERA SER VERIFICADO O NUMERO DO LOTE, DATA DE FABRICACAO E DATA DE VALIDADE; - NAO RECEBER COM VALIDADE INFERIOR A 18 MESES. APRESENTACAO: BISNAGA C/ 90 CM3-75 G RM DIAS COLAR TOMADA PP/PVC P/TUBO PE DE 32MM X DNR 20 (3/4) 100,00 Página: 3

5 UTILIZACAO: EM TUBOS DE PE CONFORME NTS 048 PARA LIGACOES PREDIAIS DE AGUA MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO OU POLIPROPILENO INJETADO DERIVACAO: ROSQUEADA INTERNAMENTE CONFORME NM-ISO 7-1 OU ATRAVES DE ADAPTADOR SISTEMA DE FIXACAO: A)ARTICULADO COM PARAFUSOS OU TRAVAS B)CINTAS C)ABRACADEIRAS COM PARAFUSOS OU TRAVAS OBS: CASO SEJAM UTILIZADOS COMPONENTES METALICOS NO CONJTO, ESTES DEVERAO SER DE ACO INOXIDAVEL AISI 304 OU SUPERIOR ELEMENTOS DE VEDACAO DEVERAO SER DE BORRACHA NITRILICA PRENSADA COM DUREZA ENTRE 50 E 70 SHORE A CONFORME NBR 7423 NOTAS: - O COLAR DEVERA TER AS SEGUINTES MARCACOES EM ALTO RELEVO: A) NOME DO FABRICANTE B) DIAMETRO EXTERNO DA TUBULACAO EM MILIMETROS C) DIAMETRO NOMINAL DA DERIVACAO EM MILIMETROS X- COMPONENTES: GUARNICAO (ANEL) EM BORRACHA P/VEDACAO DA DERIVACAO E DUAS TRAVAS LATERAIS RM DIAS CORPO CAVALETE EM POLIPROPILENO 50,00 Página: 4

6 SAIDA DN 20 TAMPONADO UTILIZACAO:REDES DE ABASTECIMENTO DE DISTRIBUICAO MATERIAL: POLIPROPILENO EXTREMIDADE(S): JTAS ROSQUEAVEIS NORMA: NBR RM DIAS COTOVELO 90 GR PVC JR DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: COM TUBOS DE PVC RIGIDO CONFORME NBR-5648, EM INSTALACOES MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: BOLSAS ROSQUEAVEIS CONFORME NBR-6414 ANGULO: 90 GRAUS PREDIAIS DE AGUA FRIA DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 500,00 Página: 5

7 RM DIAS COTOVELO 90 GR PVC/PP JR C/INSERTO METALICO DN 25 (DR 20 MM) (3/4) COTOVELO 90 GR DE PVC/PP JR COM INSERTO METALICO MATERIAL: POLICLORETO DE VINILA NAO PLASTIFICADO(PVC)OU POLIPROPILENO INJETADO INSERTO METALICO: LIGA DE COBRE UTILIZACAO: INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA EXTREMIDADES: BOLSAS ROSQUEAVEIS CONFORME NBR 6414, UMA DELAS POSSUINDO INSERTO METALICO DE REFORCO ANGULO: 90 GRAUS NOTA(S): O MATERIAL DEVE ESTAR COM MARCACAO PERMANENTE, NO MINIMO, COM OS SEGUINTES DADOS: - NOME OU MARCA DE IDENTIFICACAO DO FABRICANTE; - MATERIAL; - DIAMETRO NOMINAL E O MATERIAL DEVE SER FABRICADO E INSPECIONADO NOS EXAMES E ENSAIOS CONFORME NORMAS VIGENTES. DIAMETRO NOMINAL: DN DIAMETRO DE REFERENCIA: DR OBS.: - DEVE SER FORNECIDO EM EMBALAGEM ADEQUADA FECHADA E LACRADA, NO MAXIMO COM 50 IDADES. - NA EMBALAGEM DEVE CONSTAR O NOME DO FORNECEDOR, CNPJ, NOME DO PRODUTO, QUANTIDADE, NOME DO FABRICANTE E DEMAIS DADOS EXIGIDOS POR LEI. 1000,00 Página: 6

8 RM DIAS COTOVELO 90 GR PVC JS DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: COM TUBOS PVC RIGIDO CONFORME NBR-5648, EM INSTALACOES PREDIAIS MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: BOLSAS SOLDAVEIS ANGULO: 90 GRAUS DE AGUA FRIA DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 300,00 RM DIAS 300 Página: 7

9 CONJTO SUPRESSAO DE LIGACAO DE AGUA DE 20 MM (3/4 POL) C/EXTREMIDADE CAPEADA 500,00 DIAMETRO EXTERNO:DE RM DIAS CURVA 22 GR 30 MIN PVC PB JE DN 50 (DE 60 MM) 20,00 Página: 8

10 UTILIZACAO: ADUTORAS E REDES DE AGUA MATERIAL: PVC RIGIDO NORMAS DE FABRICACAO: NBR-9815 E NBR ANGULO DA CURVA: 22 GRAUS E 30 MINUTOS RAIO DA CURVA: LONGO EXTREMIDADES: PONTA E BOLSA JTA ELASTICA CLASSE DE PRESSAO NOMINAL: 20 NOTAS: - O MATERIAL PODERA SER FABRICADO POR INJECAO OU A PARTIR DE TUBOS OBS: DEVE SER FORNECIDO COM ANEL DE BORRACHA E PASTA LUBRIFICANTE DIAMETRO EXTERNO:DE RM DIAS CURVA 90 GR PVC JR DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) 20,00 Página: 9

11 UTILIZACAO: COM TUBOS DE PVC RIGIDO ROSQUEAVEIS CONFORME NBR-5648, EM INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: PONTAS ROSQUEAVEIS CONFORME NBR-6414 ANGULO DA CURVA: 90 GRAUS OBS: DEVE SER FORNECIDO COMANEL DE BORRACHA E PASTA LUBRIFICANTE DIAMETRO DE REFERENCIA:DR RM DIAS FITA VEDACAO (PTFE) P/JTAS ROSCADAS 18 A 20 MM X 50 M (LARG X COMP) FITA DE VEDACAO NAO SINTERIZADA DE PTFE PARA VEDACAO DE JTAS ROSCADAS NORMA DE FABRICACAO: NBR MATERIAL: PTFE (POLITETRAFLUORETILENO) UTILIZACAO: VEDACAO DE JTA ROSCADA APLICACAO:INSTALACOES PREDIAIS HIDRAULICAS E PNEUMATICAS NOTA(S): -O MATERIAL DEVERA TER O DIMENSIONAL CONFORME NBR 13124, SENDO QUE A ESPESSURA DEVERA SER DE 0,07MM (AFASTAMENTO MAXIMO DE +0,02MM) -A FITA NAO DEVE APRESENTAR DESCONTINUIDADE AO LONGO DE SEU COMPRIMENTO 3000,00 Página: 10

12 LARGURA:18 A 20 MM COMPRIMENTO MINIMO:50 M ESPESSURA:0,07MM (AFASTAMENTO MAXIMO DE +0,02MM) EMBALAGEM: INDIVIDUAL (1 IDADE) OBS.: - NA EMBALAGEM DEVE CONSTAR O NOME DO FABRICANTE, CNPJ, NOME DO PRODUTO, DIMENSIONAL, QUANTIDADE, NUMERO DA NORMA E DEMAIS DADOS EXIGIDOS POR LEI. RM DIAS LUVA MISTA PVC JS/JR DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: COM TUBOS DE PVC RIGIDO CONFORME NBR-5648, EM INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: UMA BOLSA TIPO JTA SOLDAVEL E OUTRA BOLSA TIPO JTA ROSQUEAVEL COFORME NBR-6414 OBS: DEVE SER FORNECIDO COM ANEL DE BORRACHA E PASTA LUBRIFICANTE DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 500,00 Página: 11

13 RM DIAS LUVA PVC JS DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: COM TUBOS DE PVC RIGIDO SOLDAVEIS CONFORME NBR-5648, EM INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: BOLSAS SOLDAVEIS DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 250,00 RM DIAS 250 Página: 12

14 NIPLE DUPLO PVC ROSQUEADO C/SEXTAVADO DN 25 (DR 20 MM) ( 3/4 ) UTILIZACAO: COM TUBOS DE PVC RIGIDO ROSQUEAVEIS CONFORME NBR-5648, EM MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: PONTAS ROSQUEADAS CONFORME NBR-6414 INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 500,00 RM DIAS ADAPTADOR PVC C/BOLSA JE E PONTA P/TUBO CERAMICO DN ,00 Página: 13

15 RM DIAS ANEL VEDACAO P/TUBO/CONEXOES PVC COLETOR ESGOTO DN 100 UTILIZACAO:COM TUBOS E CONEXOES DE PVC RIGIDO CONFORME NBR-7362 E NBR MATERIAL: BORRACHA NITRILICA E/OU NEOPRENE NORMA DE FABRICACAO: NBR-9051 EM REDES COLETORAS DE ESGOTO 50,00 RM DIAS 50 Página: 14

16 ANEL VEDACAO P/TUBO/CONEXOES PVC COLETOR ESGOTO DN 150 UTILIZACAO:COM TUBOS E CONEXOES DE PVC RIGIDO CONFORME NBR-7362 E NBR MATERIAL: BORRACHA NITRILICA E/OU NEOPRENE NORMA DE FABRICACAO: NBR-9051 EM REDES COLETORAS DE ESGOTO 50,00 RM DIAS CURVA 45 GR PVC PB JE P/COLETOR ESGOTO DN 150 UTILIZACAO: EM REDES COLETORAS DE ESGOTO MATERIAL: PVC RIGIDO NORMAS: ABNT NBR 7362 E NBR EXTREMIDADES: PONTA E BOLSA DE JTA ELASTICA ANGULO DA CURVA: 45 GRAUS 15,00 Página: 15

17 RM DIAS SELIM 90 GR ELASTICO PVC C/BOLSA JTA ELASTICA DN 150 X 100 TIPO ABRACADEIRA COM TRAVA UTILIZACAO: EM LIGACOES PREDIAIS DE ESGOTO MATERIAL: PVC RIGIDO EXTREMIDADE(S): BOLSA DE JTA ELASTICA NORMA DE FABRICACAO NORMA: ABNT-NBR PADRONIZACAO SELIM EM PVC INJETADO, PARA ESGOTO COLETOR OCRE, COM TRAVA 48,00 RM DIAS 48 Página: 16

18 SELIM 90 GR ELASTICO PVC C/BOLSA JTA ELASTICA DN 200 X 100 TIPO ENCAIXE SOLDAVEL UTILIZACAO: EM LIGACOES PREDIAIS DE ESGOTO MATERIAL: PVC RIGIDO EXTREMIDADE(S): BOLSA DE JTA ELASTICA NORMA DE FABRICACAO NORMA: ABNT-NBR PADRONIZACAO SELIM PVC PARA ESGOTO COLETOR OCRE SOLDAVEL TIPO SELA, MOLDADO / MONTADO, DE ENCAIXE COM ABAS 200 X 100 MM (EXTREMIDADE COM BOLSA DE JTA ELASTICA) 12,00 RM DIAS HASTE POLIPROPILENO P/REGISTRO DE CAVALETE DN 20 C/CASTELO/BORBOLETA/ANEL DE VEDACAO 60,00 Página: 17

19 COMPONENTE(S): CASTELO, BORBOLETA E ANEL DE VEDACAO APLICACAO: CAVALETE DE POLIPROPILENO NORMA: ABNT-NBR /90-ESPECIFICACAO UTILIZACAO: LIGACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA DIAMETRO NOMINAL: 20 RM DIAS REGISTRO ESFERA PVC RIGIDO C/BORBOLETA DNR 20 REGISTRO ESFERA DE PVC RIGIDO COM BORBOLETA NORMA DE FABRICACAO: NBR MATERIAL: POLICLORETO DE VINILA NAO PLASTIFICADO (PVC RIGIDO) ACIONAMENTO: MANUAL COM BORBOLETA EXTREMIDADE(S): ROSCA EXTERNA NORMA: NBR 6414 APLICACAO: CAVALETE DEPVC NORMA: NBR UTILIZACAO: INSTALACOES EM SANEAMENTO PREDIAIS DE AGUA NOTA: - O MATERIAL DEVE SER INSPECIONADO NOS EXAMES E ENSAIOS CONFORME NORMAS VIGENTES. DIAMETRO NOMINAL DE ROSCA:DNR 2000,00 Página: 18

20 OBS.: - DEVE SER FORNECIDO EM EMBALAGEM ADEQUADA, FECHADA E LACRADA, NO MAXIMO COM 10 IDADES. - NA EMBALAGEM DEVE CONSTAR O NOME DO FABRICANTE, CNPJ, NOME DO PRODUTO, QUANTIDADE, NOME DO FORNECEDOR E DEMAIS DADOS EXIGIDOS POR LEI. RM DIAS ADAPTADOR CURTO PVC BOLSA JS/PONTA JR P/REGISTRO DN 20 (DR 15 MM) ( 1/2 ) UTILIZACAO: ACOPLAMENTO DE TUBOS JS A REGISTROS, EM INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA MATERIAL: PVC RIGIDO INJETADO EXTREMIDADES: BOLSA JTA SOLDAVEL/PONTA ROSQUEADA CONFORME NBR-5648 E NBR-6414 DIAMETRO DE REFERENCIA:DR 100,00 Página: 19

21 RM DIAS TE PVC C/BOLSAS E PONTA JE (BBP) P/COLETOR DE ESGOTO DN 100 X 100 UTILIZACAO: EM REDES COLETORAS DE ESGOTO MATERIAL: PVC RIGIDO NORMA: NBR EXTREMIDADES: PONTA E BOLSA TIPO JTA ELASTICA 4,00 RM DIAS 4 Importante: - Indicar a localidade (UF) de origem do faturamento do Material/Equipamento e eventuais serviços ( ) - Informar a(s) aliquota(s) do ICMS considerada(s) no(s) preço(s) ofertado(s) ( % ) Página: 20

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp 1 07.0069.0011.0 ADESIVO TUBOS/CONEXOES PVC RIGIDO BISNAGA COM 90 CM3 (SOLDA RAPIDA) UTILIZACAO: INSTALACOES PREDIAIS DE AGUA FRIA NORMA: NBR 5648 APLICACAO: EXECUCAO DE JTA SOLDAVEL DE TUBOS/CONEXOES

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DO GRUPO 07 ( CURVA 45 E 90 GR, JÇÃO 45 GR,

Leia mais

ATESTADO DE CONFORMIDADE TÉCNICA

ATESTADO DE CONFORMIDADE TÉCNICA Página 1 de 5 Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Departamento de Qualificação e Inspeção de Materiais - CSQ ATESTADO DE CONFORMIDADE TÉCNICA C.N.P.J: 81.428.187/0001-20 Impresso em:

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp 1 45.0180.0010.2 HIDRANTE COLA C/BASE FLANGEADA DN 100 (PN 10/16) UTILIZACAO: COMBATE A INCENDIOS NORMA:NBR 5667 MATERIAL DO CORPO: FERRO FDIDO NODULAR CLASSE FE-42012 OU GRAU 65-45-12 NORMA: ABNT 6916

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE TUBOS E CONEXÕES DE AÇO E FERRO MALEAVEL PARA RESSUPRIMENTO

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE PEÇAS EM FERRO FDIDO - GR.04 (COLAR TOMADA DN50 X DNR25

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LAGES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS RERRATIFICAÇÃO II

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LAGES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS RERRATIFICAÇÃO II 1 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LAGES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS RERRATIFICAÇÃO II Lages, 26 de fevereiro de 2015. ASSUNTO: EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. A aquisição dos materiais visa atender as necessidades para a manutenção de redes e ramais de água e esgoto da Autarquia.

TERMO DE REFERÊNCIA. A aquisição dos materiais visa atender as necessidades para a manutenção de redes e ramais de água e esgoto da Autarquia. TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO: Constitui objeto do presente termo, a aquisição de tubos e conexões em PVC destinados a reposição do estoque do almoxarifado da autarquia para o exercício de 2016. A avença

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO V TUBO DE PVC/PP/PE JUNHO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS PARA REABILITAÇÃO DE TRECHOS DA 1ª LINHA ABV/FRANÇA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA DO TRABALHO. Aprovado

Leia mais

RESULTADO FINAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 29/2013 PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 144/2013 MENOR PREÇO POR LOTE

RESULTADO FINAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 29/2013 PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 144/2013 MENOR PREÇO POR LOTE RESULTADO FINAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 29/2013 PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 144/2013 MENOR PREÇO POR LOTE LOTE 1: EMPRESA VENCEDORA: MORAL MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA Cód. SAAE Item Objeto Unid. Quant. Mar

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO VIII TÊ DE PVC/PP/PE MAIO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS

Leia mais

Grupo Material hidráulico

Grupo Material hidráulico O catálogo do grupo 30.24 contém as especificações de material hidráulico. Os itens que estão destacados com a mesma coloração significam que possuem a mesma descrição, no entanto, possuem diferentes unidades

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PP/PVC/PE TOMO I ADAPTADOR DE PP/PVC/PE MAIO/2015 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...5 4 MATERIAIS DE PP/PVC/PE... 6 4.1

Leia mais

Norma Técnica Sabesp NTS 288

Norma Técnica Sabesp NTS 288 Norma Técnica Sabesp NTS 288 Cavalete múltiplo Manutenção - Ligação de Água (DN 20 - Hidrômetro de 1,5 m 3 /h ou 3,0 m 3 /h) Especificação São Paulo Junho 201: revisão 1 NTS 288:201 Norma Técnica Sabesp

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC PP/PVC/PE TOMO VII LUVA DE PVC/PP/PE MAIO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO I ADAPTADOR DE PVC/PP/PE MAIO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO

Leia mais

PROCESSO Nº. 49/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 13/2015

PROCESSO Nº. 49/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 13/2015 PROCESSO Nº. 49/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 13/2015 LOTE 01 Empresa vencedora: HG Comércio de Materiais Hidráulicos Ltda ME CNPJ: 04.722.894/0001-84 Marca Quant 01 8636 02 3791 03 6092 04 1329 05 402 06

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO VI CURVA DE PVC/PP/PE JUNHO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp 1 04.0720.0138.1 TE FF DUCTIL TRIPARTIDO C/VEDACAO BORRACHA/SAIDA C/FLANGE DN 300 X 150 - FL PN 10/16-400 MM (COMP. MINIMO) CONSTRUCAO: SEGMENTOS INTEIRICOS, DO MESMO MATERIAL, ACOPLADOS ENTRE SI POR PARAFUSOS

Leia mais

Grupo: TUBOS E CONEXÕES

Grupo: TUBOS E CONEXÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS Mod.: 15.050 LISTA DE MATERIAIS E MARCAS CADASTRADAS Revisão: 1 23/06/2015 Grupo: TUBOS E CONEXÕES 1010487 ADAPTADOR PVC SOLD.CURTO

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO DA CAIXA TERMOPLÁSTICA

INSTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO DA CAIXA TERMOPLÁSTICA O padrão tipo caixa termoplástica para assentamento na parede é utilizado para instalação de hidrômetro em ligações com expectativa de consumo de até 270 m3 por mês, e poderá ser empregado nas seguintes

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO (SRP) Nº 37_ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS (TJAM)

PREGÃO ELETRÔNICO (SRP) Nº 37_ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS (TJAM) COMÉRCIO E SERVIÇOS TAG COMÉRCIO DE TINTAS LTDA - ME CNPJ: 10.296.571/0001-79 Insc. Est.:04.289.983-4 Insc. Mun.: 124.855-01 Rua 41 Nº 7 Quadra G Conjunto Castelo Branco II -Parque De z Manaus/AM Fones:

Leia mais

1ª ERRATA AO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 013/2017

1ª ERRATA AO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 013/2017 1ª ERRATA AO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 013/2017 O SAAE Serviço Autônomo de Água e Esgoto do Município de Valença-Bahia, por meio de seu Pregoeiro, constituído pela Portaria nº 015/2017, torna público

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento 01 Adaptador bolsa/rosca 75 mm x 2 1/2". UN 30 02 Adaptador curto de PVC 20mm X 1/2" UN 200 03 Adaptador curto de PVC 50mm x 1 1/2" UN 20 04 Adaptador flange, em PVC, com anel, 25 mm UN 20 05 Adaptador

Leia mais

Massa unitária (Kg) Número de tubos. Joelho 88º (J88 SMU): Joelho 88º ponta/ponta, em ferro fundido, Linha SMU, de acordo com a norma

Massa unitária (Kg) Número de tubos. Joelho 88º (J88 SMU): Joelho 88º ponta/ponta, em ferro fundido, Linha SMU, de acordo com a norma 1. Tubo TUBO (TP SMU): Tubo de ferro fundido ponta/ponta, Linha SMU, com comprimento de 3,00m. Fabricado pelo processo de centrifugação, com resistência mínima à tração de 200MPa, resistência mínima à

Leia mais

Ligação Predial 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: 2. BENEFÍCIOS:

Ligação Predial 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: 2. BENEFÍCIOS: Ligação Predial Localização no website Tigre: Obra de Infra-Estrutura Saneamento Água LIGAÇÃO PREDIAL Função: Condução de água potável em trecho de tubulação compreendido entre o ponto de derivação da

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME I MATERIAIS EM FERRO FUNDIDO TOMO XII LUVA DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL NOVEMBRO/2013 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP Coordenadoria de Suprimentos - CSU

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP Coordenadoria de Suprimentos - CSU ITEM QTDE. UND DESCRIÇÃO SALDO 1 1 UN.24.000192 - LUVA SOLDÁVEL, MATERIAL PVC, DIÂMETRO 25MM. 2 UN.24.000678 - NIPLE DE FERRO GALVANIZADO 3/4" 3 60 UN.24.000994-LUVA DE CORRER (SOLDAVEL) 40MM 4 UN.24.001159

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS PVC/PP/PE TOMO XII UNIÃO DE PVC/PP JULHO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS

Leia mais

C ATÁLOGO DE PRODUTOS SANEAMENTO E PREDIAL

C ATÁLOGO DE PRODUTOS SANEAMENTO E PREDIAL C ATÁLOGO DE PRODUTOS SANEAMENTO E PREDIAL 2 GRUPO ASPERBRAS NOSSA HISTÓRIA O GRUPO ASPERBRAS RECONHECIMENTO NACIONAL ASPERBRAS HOJE 966 985 206 O Grupo Asperbras começou sua história com o talento e a

Leia mais

Setor de Contratos e Licitações Pregão Eletrônico

Setor de Contratos e Licitações Pregão Eletrônico COMUNICADO DE ALTERAÇÃO NO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 040/2016 REGISTRO DE S PARA AQUISIÇÃO DE REGISTRO DE GAVETA DE METAL/BRONZE, TUBO PEAD E PVC E TÊ DE SERVIÇO INTEGRADO. Comunicamos que o Edital em

Leia mais

Mercado 6 - Para uso SOMENTE do pessoal de licitações Validade da lista de preços: 31/01/12. Descrição

Mercado 6 - Para uso SOMENTE do pessoal de licitações Validade da lista de preços: 31/01/12. Descrição Mercado 6 - Para uso SOMENTE do pessoal de licitações Validade da lista de preços: 31/01/12 Tubos PVC PBA NBR 5647 Tubo PVC PBA cl.12 DN 50 DE 60 41,67 Tubo PVC PBA cl.12 DN 65 DE 75 62,77 Tubo PVC PBA

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 191

Norma Técnica SABESP NTS 191 Norma Técnica SABESP NTS 191 Reparo de redes de distribuição, adutoras e linhas de esgoto em polietileno Procedimento São Paulo Dezembro - 2004 NTS 191 : 2004 Norma Técnica SABESP S U M Á R I O 1 OBJETIVO...1

Leia mais

ADAPTADOR CLICK PARA RESERVATÓRIOS

ADAPTADOR CLICK PARA RESERVATÓRIOS ADAPTADOR CLICK PARA RESERVATÓRIOS PREDIAL >> RESERVATÓRIOS >> ADAPTADOR CLICK 1 APRESENTAÇÃO DO PRODUTO 1.1 FUNÇÃO O adaptador click para reservatórios tem a função de flangear as aberturas realizadas

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 187

Norma Técnica SABESP NTS 187 Norma Técnica SABESP NTS 187 Tubos e conexões de PVC Exigências de desempenho complementares à NBR 5647-1, NBR 5648, NBR 5685, NBR 7362-1 e NBR 7665 Especificação São Paulo Abril - 2014 - revisão 1 NTS

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO III CAP DE PVC/PP/PE MAIO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 189

Norma Técnica SABESP NTS 189 Norma Técnica SABESP NTS 189 Projeto de redes de distribuição em PE 80, adutoras e linhas de esgotos em polietileno PE 80 ou PE 100. Especificação São Paulo Junho 2013: Revisão 1 NTS 189: 2013 Norma Técnica

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PVC/PP/PE TOMO XXI COLAR DE TOMADA DE PVC/PP/PL JULHO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00023/ SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00023/ SRP 26419 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC. DO RS 158262 - INST.FED.CIÊNCIA E TEC. RS/CAMPUS RIO GRANDE RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00023/2012-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - CONEXÃO HIDRÁULICA

Leia mais

Especificação Técnica de Projeto N.º 007

Especificação Técnica de Projeto N.º 007 SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA ETP 007 Especificação Técnica de Projeto N.º 007 ETP007 conexões de PVC 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais DN 125 até DN 270 INDICE 1. Objetivo...1

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 320

Norma Técnica SABESP NTS 320 NTS 320 Tubos de PVC-O para redes de distribuição, adutoras ou linhas de esgoto pressurizadas - Critérios complementares à ABNT NBR 15750. Especificação São Paulo Março - 2016 S U M Á R I O 1 OBJETIVO...

Leia mais

ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA

ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA NOTA: 1 - Os fabricantes dos metais e louças sanitárias deverão ser participantes do Programa Brasileiro de Qualidade

Leia mais

Especificação Técnica de Projeto Nº 008

Especificação Técnica de Projeto Nº 008 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA ETP 008 Especificação Técnica de Projeto Nº 008 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 2 3. CARACTERÍSTICAS GERAIS... 2 4. CAMPO DE APLICAÇÃO...

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: FORNECIMENTO DE TANQUES CILINDRICOS VERTICAIS EM POLIESTER REFORÇADO

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME II MATERIAIS DE CONCRETO TOMO I TUBO NOVEMBRO/2013 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS RESUMO:

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010061912 Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ELÉTRICOS PARA RESERVA ESTRATÉGICA

Leia mais

Grupo: TUBOS E CONEXÕES

Grupo: TUBOS E CONEXÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS Mod.: 15.050 LISTA DE MATERIAIS E MARCAS CADASTRADAS Revisão: 1 23/06/2015 Grupo: TUBOS E CONEXÕES 1010487 ADAPTADOR PVC SOLD.CURTO

Leia mais

Catálogo de Produtos LINHA PVC

Catálogo de Produtos LINHA PVC Catálogo de Produtos LINHA PVC linha PVC Coberturas Telhas PreconVC 4 TELHA DE PVC PreconVC COLONIAL CÓD. COR tamanho 2.301.1197 CERÂMICA 1,97x0,88 2.301.1230 CERÂMICA 2,30X0,88 2.301.1262 CERÂMICA 2,62X0,88

Leia mais

DEPEO/SUPRO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTOS E ESPECIFICAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA

DEPEO/SUPRO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTOS E ESPECIFICAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA DEPEO/SUPRO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTOS E ESPECIFICAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA EXECUÇÃO DA AMPLIAÇÃO DA REDE COLETORA E RAMAIS PREDIAIS PARA O SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO NO MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME I MATERIAIS EM FERRO FUNDIDO TOMO VII EXTREMIDADE DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME I MATERIAIS EM FERRO FUNDIDO TOMO VII EXTREMIDADE DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME I MATERIAIS EM FERRO FUNDIDO TOMO VII EXTREMIDADE DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL OUTUBRO/2013 ÍNDICE 2 MATERIAIS EM FERRO FUNDIDO...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA Estado de Minas Gerais Dr. Heitor Mendes do Nascimento, 40 São José Tel: (32)

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA Estado de Minas Gerais Dr. Heitor Mendes do Nascimento, 40 São José Tel: (32) EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 033/2016 PROCESSO LICITATÓRIO N.º 081/2016 PREGÃO PRESENCIAL 043/2016 OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS para compra de MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS IMÓVEIS, atendendo

Leia mais

PRODUTOS Água Fria Água Quente Esgoto Elétrica Acessórios

PRODUTOS Água Fria Água Quente Esgoto Elétrica Acessórios CATÁLOGO DE PRODUTOS Água Fria Água Quente Esgoto Elétrica Acessórios INDICE GERAL ÁGUA FRIA TUBOS E CONEXÕES SOLDÁVEIS PREDIAIS/INFRAESTRUTURA ADESIVOS E COMPLEMENTOS ADESIVOS/SOLUÇÃO PREPARADORA/MASSA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE IFORMES E MATERIAL DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA Aprovado por:

Leia mais

4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre

4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre 4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre O Kanasan é um tubo corrugado de dupla parede, fabricado em Polietileno de Alta Densidade (PEAD), semi rígido, anelado externamente e liso internamente (Figura 1,

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME I MATERIAIS DE FERRO FUNDIDO TOMO I TUBO DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL MARÇO/2015 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 MATERIAIS DE FERRO FUNDIDO...

Leia mais

PREDIAL ÁGUA QUENTE. Super CPVC FlowGuard Gold SUPER CPVC (11) (11) MORELI REPRESENTAÇÕES

PREDIAL ÁGUA QUENTE. Super CPVC FlowGuard Gold SUPER CPVC (11) (11) MORELI REPRESENTAÇÕES SUPER CPVC 31 Ficha Técnica de Produtos PREDIAL ÁGUA QUENTE Descrição O são Tubos e Conexões para condução de água quente e fria nas instalações hidráulicas. Características Produzido com um termoplástico

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA de instalação hidráulica.indd 1 23/03/2015 16: Esquema de Instalação Hidráulica RESIDENCIAL Atenção: Modelo meramente ilustrativo em casas térreas. Para sua segurança e

Leia mais

Linha Esgoto Série Reforçada

Linha Esgoto Série Reforçada Linha Esgoto Série Reforçada Localização no Website Tigre: Profissional Esgoto SÉRIE REFORÇADA Função: Conduzir efluentes em Trechos de sistemas prediais de esgoto considerados críticos, tais como: tubos

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E FABRICAÇÃO DE MATERIAIS E-01: TUBOS E CONEXÕES DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL 1. ESCOPO Objetivam as presentes especificações fixar as condições mínimas exigíveis para

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2016

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2016 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2016 REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS, CONEXÕES E HIDRÔMETROS PARA SUPRIR AS NECESSIDADES DO SAMAE DE GOVERNADOR CELSO RAMOS/SC. Aos 17 dias do mês de agosto

Leia mais

Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Itapira (ISO 9001 Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO

Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Itapira (ISO 9001 Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO (ISO Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO DE CAIXAS DE ABRIGO PARA HIDRÔMETRO E KIT CAVALETE REFERÊNCIA NORMATIVA: NBR5688/

Leia mais

Tubos em polietileno de baixa densidade e alta densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros.

Tubos em polietileno de baixa densidade e alta densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros. Mar.13 PEBD / PEAD Tubos em polietileno de baixa densidade e alta densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros. Especificações técnicas do produto Documento Produto Aplicação

Leia mais

Ligação Predial. Benefícios. Função e Aplicação. Tê de Serviço e Colar de Tomadas Contra Perdas. UMC Unidade de Medição e Controle 3/4.

Ligação Predial. Benefícios. Função e Aplicação. Tê de Serviço e Colar de Tomadas Contra Perdas. UMC Unidade de Medição e Controle 3/4. Ligação Predial Tê de Serviço e Colar de Tomadas Contra Perdas Fazer a derivação da rede, com ou sem carga, para a instalação do ramal predial em redes de distribuição de água e rede da água em indústrias.

Leia mais

APLICAÇÃO ÁGUA SALGADA INDÚSTRIA

APLICAÇÃO ÁGUA SALGADA INDÚSTRIA 1. Introdução A Saint-Gobain Canalização possui uma gama completa de produtos para transporte de fluidos, como: Tubos, Conexões, Válvulas Tampões e Acessórios, fabricados em ferro fundido dúctil conforme

Leia mais

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência:

Leia mais

LUVAS DE CORRER DE PVC 12 DEFOFO

LUVAS DE CORRER DE PVC 12 DEFOFO LUVAS DE CORRER DE PVC 12 DEFOFO ETM 002 VERSÃO 0 Jundiaí 2013 Aplicação: GAE e GME ETM-002 Sumário 1 Objetivo...3 2 Referências normativas...3 3 Definições...3 4 Requisitos gerais...4 4.1 Condições de

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv 1. ESCOPO DO FORNECIMENTO Compreende o fornecimento de 01 (um) conjunto compressor tipo paletas com potência não inferior a 40 Cv (micro processado),

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DAS INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS

MEMORIAL DESCRITIVO DAS INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS MEMORIAL DESCRITIVO DAS INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS 1. Objetivo: O presente memorial descritivo tem por finalidade descrever os métodos de execução e os materiais a serem utilizados nas instalações de

Leia mais

AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA-MG - PROCESSO Nº 081/ PREGÃO PRESENCIAL Nº 043/2016.

AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA-MG - PROCESSO Nº 081/ PREGÃO PRESENCIAL Nº 043/2016. AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA-MG - PROCESSO Nº 081/2016 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 043/2016. Objeto: REGISTRO DE PREÇOS para compra de MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAIS VOLUME III MATERIAIS DE PE/PP/PVC TOMO XVIII SELIM DE PVC JUNHO/2015 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS CATÁLOGO TÉCNICO DE MATERIAS

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp CV - 47616/14 sabesp PLANILHA DE ORÇAMENTO Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid.

Leia mais

Tubos em polietileno de baixa densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros.

Tubos em polietileno de baixa densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros. PEBD Tubos em polietileno de baixa densidade destinados a sistemas de rega, escoamento de águas, entre outros. Especificações técnicas do produto Documento Produto Aplicação Especificação Técnica Tubos

Leia mais

FITA DE SINALIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO DE ÁREA COM RECOLHEDOR - Especificação Técnica

FITA DE SINALIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO DE ÁREA COM RECOLHEDOR - Especificação Técnica FITA DE SINALIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO - Especificação Técnica CELG Distribuição S/A SESMT- Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho 1 de 5 ÍNDICE ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE BOMBAS DOSADORAS PARA A NOVA ETA DE ITATIBA, SISTEMA

Leia mais

PREDIAL ÁGUA QUENTE PPR-3 (11) (11) MORELI REPRESENTAÇÕES

PREDIAL ÁGUA QUENTE PPR-3 (11) (11) MORELI REPRESENTAÇÕES 25 Ficha Técnica de Produtos PREDIAL ÁGUA QUENTE Descrição São Tubos e Conexões de Polipropileno Copolímero Random Tipo 3 () para condução de água quente e fria nas instalações hidráulicas, desenvolvidos

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 298

Norma Técnica SABESP NTS 298 Norma Técnica SABESP NTS 298 Tubos de ferro fundido dúctil para sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário Especificação São Paulo Julho - 2013 NTS 298: 2013 Norma Técnica SABESP S U M Á

Leia mais

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA DRENAGEM DE AR CONDICIONADO LOTE 2 Versão: 003 Vigência: 12/2014 Última atualização: 09/2016

Leia mais

Registro e Válvulas 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: 2. BENEFÍCIOS: Função: Controlar o fluxo do líquido que passa pela tubulação;

Registro e Válvulas 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: 2. BENEFÍCIOS: Função: Controlar o fluxo do líquido que passa pela tubulação; Registro e Válvulas Localização no website Tigre: Obra Predial Água Fria REGISTROS E VÁLVULAS Função: Controlar o fluxo do líquido que passa pela tubulação; Aplicações: Barriletes de prédios, piscinas,

Leia mais

ANEXO II PLANILHA DE PREÇOS BÁSICOS Kit padrão

ANEXO II PLANILHA DE PREÇOS BÁSICOS Kit padrão ANEXO II PLANILHA DE PREÇOS BÁSICOS Kit padrão 1 2352 Tubo PVC, irrigação, sold, DN 35 mm PN 60 2 504 Tubo PVC, irrigação, sold, DN 50 mm PN 60 3 420 Tubo PVC, irrigação, sold, DN 75 mm PN 80 4 336 Bucha

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS SETOR DE GRADUAÇÃO INSTITUTO UNI-FAMEMA/OSCIP Marília/SP PROJETO: ENGEST ENGENHARIA LTDA Rua Carlos Gomes, 167 Sala 64 Centro 17501-000 MARÍLIA/SP Fone/Fax:

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 196

Norma Técnica SABESP NTS 196 Norma Técnica SABESP NTS 196 Lacre do tubete para hidrômetros Especificação São Paulo Março 2004 NTS 196 : 2004 Norma Técnica SABESP S U M Á R I O 1. OBJETIVO... 1 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 1 3. DEFINIÇÕES...

Leia mais

Gaveta com bolsa tipo JE F.Nodular V.Bronze - PN 16 Métrica Oval 16A 16A

Gaveta com bolsa tipo JE F.Nodular V.Bronze - PN 16 Métrica Oval 16A 16A ÍNDICE VÁLVULAS Fig. Pág. Gaveta HF Fofo Nodular V.Bronze PN 10, PN 16 e PN 25 01 01 Gaveta HF Fofo Nodular V.Inóx PN 10 e PN 16 02 02 Gaveta HA Fofo Nodular V.Bronze PN 10 e PN 16 03 03 Gaveta HA Fofo

Leia mais

REDE DE DISTRIBUIÇÃO ECO-PIPE MANUAL DE ESPECIFICAÇÃO E INSTALAÇÃO

REDE DE DISTRIBUIÇÃO ECO-PIPE MANUAL DE ESPECIFICAÇÃO E INSTALAÇÃO REDE DE DISTRIBUIÇÃO ECO-PIPE MANUAL DE ESPECIFICAÇÃO E INSTALAÇÃO Características técnicas Temperatura trabalho: -20 C a +70 C Pressão de trabalho: -0,13 a 13 bar Material: Tubo de alumínio estrudado

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 Versão: 003 Vigência: 12/2014 GRUPO INSTALAÇÕES DE REGISTROS

Leia mais

DIRETORIA FINANCEIRA CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO

DIRETORIA FINANCEIRA CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO GERÊNCIA DE SUPRIMENTOS 01 CARRETEL DE MADEIRA PARA EXPORTAÇÃO FICAP OPTEL CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO ÁREA SIGLA DATA DISTRIBUIÇÃO Suprimentos Tecnologia Cabos Ópticos Fs Tto GERÊNCIA DE SUPRIMENTOS 1/18

Leia mais

Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral.

Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral. Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral. NOVEMBRO/2013 Bitolas: 20, 25, 32, 40,50,60, 75, 85, 110 milímetros; Pressão

Leia mais

Instalações Hidráulicas: Água Quente. Prof. Fabiano de Sousa Oliveira Curso: Engenharia Civil FTC/VC

Instalações Hidráulicas: Água Quente. Prof. Fabiano de Sousa Oliveira Curso: Engenharia Civil FTC/VC Instalações Hidráulicas: Água Quente Prof. Fabiano de Sousa Oliveira Curso: Engenharia Civil FTC/VC INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS: ÁGUA QUENTE Primeiro ponto: Apresentação da norma técnica, vigente. Projeto

Leia mais

D.A.E. Divisão de Água e Esgoto Rua 07 nº 55 - Centro Itirapina SP Cep Fone: (19)

D.A.E. Divisão de Água e Esgoto Rua 07 nº 55 - Centro Itirapina SP Cep Fone: (19) D.A.E. Divisão de Água e Esgoto Rua 07 nº 55 - Centro Itirapina SP Cep 13530-000 Fone: (19) 3575-1901 PROCEDIMENTO PASSO-A-PASSO PARA A INSTALAÇÃO DA CAIXA DE PROTEÇÃO DE HIDRÔMETRO: PROCEDIMENTOS À SEREM

Leia mais

2005, Mês de ATESTO QUE A PRESENTE RELAÇÃO FOI PUBLICADA EM : / /

2005, Mês de ATESTO QUE A PRESENTE RELAÇÃO FOI PUBLICADA EM : / / Pag.: 1 C.N.P.J: 82.782.079/000114 2005, Mês de 30,00 0,150 4,50 19/08/2005 MARGEM COMERCIO E REPRESENTACOES LTDA 04.151.335/000161 ADAPTADOR DE PVC SOLDAVEL CURTO COM ROA, PARA REGISTRO DE 20 X 1/2" 50,00

Leia mais

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO LOTE 3 Versão: 004 Vigência: 06/2015 Última atualização:

Leia mais

58 CORREIAS E MANGUEIRAS

58 CORREIAS E MANGUEIRAS 58 CORREIAS E MANGUEIRAS CORREIAS EM V INDUSTRIAL Transmissão de força/velocidade do motor para o equipamento Resistente a óleo Indicação: máquinas industriais em geral, compressores, serras circulares,

Leia mais

CONEXÕES E ACESSÓRIOS

CONEXÕES E ACESSÓRIOS CONEXÕES E ACESSÓRIOS MAIOR QUALIDADE MELHOR PREÇO MAIS TECNOLOGIA MÁXIMA SEGURANÇA SUA FICA COM OS caixas e ralos sifonados A Plastilit A Plastilit é uma das quatro maiores indústrias de conexões, tubos

Leia mais

K-FLEX K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO

K-FLEX K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO K-FLEX 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM K-FLEX SOLAR R Acoplamento rápido à compressão Sistema completo para instalações de painéis solares térmicos Fácil e rápido

Leia mais

Irriga LF. Localização no website TIGRE: Irrigação Irriga LF

Irriga LF. Localização no website TIGRE: Irrigação Irriga LF Irriga LF Localização no website TIGRE: Irrigação Irriga LF Função: Tubos e Conexões de PVC com juntas soldável ou elástica destinados a linhas fixas enterradas ou parcialmente expostas para sistemas de

Leia mais

ANEXO I PLANILHA DE CUSTOS DOS SERVIÇOS DE LIGAÇÃO DE ÁGUA, LIGAÇÃO DE ESGOTO E RELIGAÇÃO DE ÁGUA CATEGORIA RESIDENCIAL

ANEXO I PLANILHA DE CUSTOS DOS SERVIÇOS DE LIGAÇÃO DE ÁGUA, LIGAÇÃO DE ESGOTO E RELIGAÇÃO DE ÁGUA CATEGORIA RESIDENCIAL ANEXO I PLANILHA DE S DOS SERVIÇOS DE LIGAÇÃO DE ÁGUA, LIGAÇÃO DE ESGOTO E RELIGAÇÃO DE ÁGUA CATEGORIA RESIDENCIAL PREÇOS ATUAIS: LIGAÇÃO DE ÁGUA C/ HIDRÔMETRO, DIÂMETRO 3/4...300TRA...R$416,40 LIGAÇÃO

Leia mais

Caixa concentradora de disjuntores

Caixa concentradora de disjuntores FIGURA 1 - CAIXA COM TAMPA 532 15 4 2,5 162 120 42 DETALHE 1 VISTA SUPERIOR DETALHE 2 49 ALINHAMENTO ENTRE A JANELA PARA DISJUNTOR E O TRILHO PARA DISJUNTOR TAMPA DA JANELA PARA DISJUNTOR JANELA VENEZIANA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ELÉTRICOS PARA ADEQUAÇÃO EM PAINEIS PARA CONTROLE

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Esquema de Instalação Hidráulica RESIDENCIAL Atenção: Modelo meramente ilustrativo em casas térreas. Para sua segurança e garantia do bom funcionamento das tubulações de

Leia mais