ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERFIS INSTITUCIONAIS DAS EMPRESAS A E B NAS REDES SOCIAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERFIS INSTITUCIONAIS DAS EMPRESAS A E B NAS REDES SOCIAIS"

Transcrição

1 1 ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERFIS INSTITUCIONAIS DAS EMPRESAS A E B NAS REDES SOCIAIS Irley David Fabrício da Silva Rafael Alexandre Coelho da Silva Nélio de Oliveira Araújo Universidade Federal da Paraíba PB Resumo: Este trabalho propõe analisar comparativamente os perfis institucionais de duas empresas de grande porte nas redes sociais, especialmente no Twitter, Blog corporativo e Facebook. Para isso, foram adotados três critérios, tais quais: (1) interação entre empresa e consumidor; (2) atualização da página; (3) e elogios e críticas. Metodologicamente, a pesquisa foi realizada num espaço de tempo de 15 dias, do dia 01 a 15 de novembro de Reconhecemos que é importante a pesquisa em questão, tendo em vista que as tecnologias de comunicação modificaram significativamente a sociedade, e isso é válido, sobretudo, nas relações entre empresa e consumidor, pois estes estão cada vez mais críticos, seja para devolver a ordem pública através das manifestações em rede, seja para reivindicar posições de empresas que relegam e violam os direitos do consumidor, bem como os direitos sociais. No fim, notou-se que a empresa B, em alguns aspectos se sobressai em relação à empresa A, no entanto, observou-se que as ambas as empresas necessitam se atentar as exigências atuais, do contrário a possibilidade de sucumbirem é grande. Palavras-chave: Redes Sociais. Comunicação Institucional. Sociedade. Novas tecnologias. INTRODUÇÃO O trabalho propõe analisar (comparativamente) os perfis de duas empresas de grande porte inseridas no ciberespaço 1, em especial das redes sociais (Facebook, Twitter e Blog). É preciso admitir que a evolução tecnológica e o advento da Internet na sociedade mudaram o modo como nos dispomos e isso é válido, sobretudo, nas relações entre empresa e consumidor. Não é a empresa que decide entrar no mundo das redes sociais, simplesmente, bastam os consumidores estarem insatisfeito ou satisfeito para tornarem público na linha virtual das redes sociais as suas opiniões relacionadas à determinada empresa. O contexto cultural no qual as empresas estão inseridas requer certo cuidado, pois, como dito, a qualquer momento a sua imagem pode ser comprometida. Pode-se dizer, sem medo de errar, que nunca antes a palavra relacionamento foi tão evidenciada quanto no tempo da era tecnológica e das redes sociais. Ter e promover um bom relacionamento entre empresa e consumidor é uma exigência para que as empresas sobrevivam no mercado atual e tenha a sua devida saúde financeira. Os consumidores, antes vistos apenas como agentes passivos, hoje, se tornaram agentes ativos, portadores de dispositivos móveis (Tablet, Smartphone, Iphones etc.) que os conectam ao mundo da Internet e permitem, a todos, a possibilidade de emitirem seus desejos latentes, bem como as suas críticas, seja com relação a produtos e serviços sejam com relação às demandas sociais. 1 O ciberespaço é definido como o espaço de comunicação aberto pela interconexão mundial dos computadores e das memórias dos computadores (LÉVY, 1999, pág. 92). Trata-se de um novo meio de comunicação estruturado. Trabalho apresentado no XII EVIDOSOL e IX CILTEC-Online - junho/

2 2 Os cidadãos ou atores sociais estão mais participativos, engajando novas lutas contra as violações de direitos pelo Estado e pelas empresas (privadas e públicas). A expressão cultura participativa, por sua vez, serve para caracterizar o comportamento do consumidor midiático contemporâneo, cada vez mais distante da condição receptor passivo. São pessoas que interagem com um sistema complexo de regras, criado para ser dominado de forma coletiva (JENKINS, 2008, p. 130). As transformações ocorridas nos últimos quinze anos provocaram mudanças não só na relação entre empresa e consumidor, mas também provocaram modificações no hábito e comportamento dos consumidores, pois estes, como afirmado por Jenkins (2008), estão cada vez mais participativos e críticos, passaram a se sensibilizar não só com as causas individuais, mas com as causas coletivas, como as questões que envolvem o meio ambiente. As empresas, de forma direta e indireta, contribuem para tornar o ecossistema de uma cidade, bairro ou comunidade mais próspero ou, se for o caso de uma empresa que não preze pela responsabilidade socioambiental, mais poluída. No entanto, com as novas redes, que permitem aos atores insatisfeitos emitirem suas reclamações e críticas, as empresas se veem na obrigação de reconsiderar suas atitudes, buscando formas de relacionamentos pacíficos e sólidos, calcados no respeito aos direitos do consumidor, bem como os direitos sociais. Convêm explicitar, agora, os métodos empregados no trabalho em questão. Realizar pesquisas no âmbito das redes sociais requer atenção redobrada, pois as modalidades de conversação e relacionamentos mediadas pelas tecnologias digitais se perfazem com rapidez, ainda mais por se tratar de um ambiente em que os atores sociais expressam interesses distintos, a depender dos fatores diversos empreendidos em nível local, nacional e internacional. A complexidade do objeto a qual este trabalho se propõe analisar solicita um mapeamento seletivo das mensagens disponibilizadas em rede. Buscou se nortear tendo como concepção o capturamento de conteúdos relacionados ao seguinte tema: relacionamentos e imagem das empresas. Vislumbrando a necessidade de delimitação da pesquisa, restringiu-se a registrar os conteúdos nos perfis das seguintes redes sociais: Facebook, Twitter e Blog. Baseamo-nos em três critérios de análises: (1) interação entre empresa e consumidor; (2) atualização da página; (3) e elogios e críticas. Vale apontar, prezando pela ética, que serão dados a letra A e a letra B como representação das empresas analisadas. De modo pragmático e delimitado em um espaço de tempo de 15 dias, do dia 01 de novembro de 2014 ao dia 15, realizamos visitas nos perfis das empresas B e A, ambas empreendidas no mesmo segmento de viagens, observamos as narrativas (comentários e postagens) em circulação nas redes, atentando-se cuidadosamente aos critérios adotados. De certo modo, as pesquisas realizadas na internet facilita o trabalho do pesquisador, pois ao acessarmos a internet já ingressamos no campo a ser analisado. Tudo isso apresenta inovações e ao mesmo tempo traz novos desafios à pesquisa. Tornamo-nos, como afirmado por Paiva e Silva (2013, p. 7), leitores imersivos e pesquisadores avatares incorporados num novo estilo de pesquisa-participante. 1 As empresas A e B A empresa A foi fundada em Janeiro de No mesmo ano, em Março, a empresa buscou reformular seu conceito, repercutindo em mudanças significativas na navegação e funcionalidade do site. Em Abril tornou-se oficialmente um portal de turismo online, conquistando e expandindo seus negócios em âmbito nacional e internacional. Em junho conquistou mais de um milhão de cadastrados em seu site, chegando, em setembro do mesmo ano, a conquistar 12 milhões de visitantes por mês. É em novembro que a empresa decide conquistar seu espaço no Facebook, tendo, na

3 3 época, de imediato, mais de um milhão de fãs. Não demorou muito, em Julho do ano de 2012, a empresa triplicou o número de curtidas na página, chegando a mais de quatro milhões de curtidas. Paralelo às conquistas do Facebook, a empresa tentava o mesmo sucesso no Twitter e no Blog, não tendo alcançado tanto sucesso quanto o perfil empreendido no Facebook. O site da empresa A é bastante dinâmico e contém todas as informações relacionadas ao seu surgimento, as suas conquistas e o que ela deseja conquistar. No caso da empresa B, não foi encontrado nada no site, nem nas redes sociais que remeta à história da empresa, dificultando, assim, aos pesquisadores, leitores, consumidores e clientes deterem qualquer informação sobre o seu surgimento, bem como as suas conquistas e progressão econômica no mercado nacional e internacional. A falta de informação, como o histórico da empresa e seu surgimento, pode, em parte, comprometer a credibilidade da instituição, pois os clientes desejam, a fim de ganhar confiança e credibilidade, verificar, de fato, a existência da empresa por meio do seu histórico e surgimento. Como se sabe, assim como nas negociações na esfera física, há também relações negociais e econômicas temerosas no ambiente virtual. Por isso é preciso possibilitar ao cliente o máximo de confiança possível, não dando margem de incredibilidade como a falta de informações pertinentes. Sabe-se, como colocado no site, que a empresa B é um site de vendas de pacotes, hotéis, passagens, passeios, cruzeiros, e outros produtos relacionados ao mercado de turismo e entretenimento. 2 O Blog corporativo das empresas A e B O Blog é uma abreviação de weblog, ou registro eletrônico, e apresenta um caráter dinâmico e de interação possibilitados pela facilidade de acesso e de atualização. O que distingue o blog de um site convencional é a facilidade com que se podem fazer registros para a sua atualização, o que o torna muito mais dinâmico do que os sites, pois sua manutenção é mais simples e apoiada pela organização automática das mensagens, ou posts, pelo sistema, que permite que novos textos sejam inseridos sem a dificuldade de atualização de um site tradicional. Seus registros aparecem em ordem cronológica inversa (o último lançamento aparece sempre em primeiro lugar) e utiliza programas simples que praticamente exigem apenas conhecimentos elementares de informática por parte do usuário. A manutenção também é simples como o sistema organiza automaticamente as mensagens (posts) do usuário, é bem mais fácil acrescentar textos a um blog do que a um site tradicional. Além disso, é possível criar diários coletivos, mantidos por vários usuários. Como mencionado, observamos o Blog corporativo das empresas A e B tendo como norte três critérios de análises: (1) interação entre empresa e consumidor; (2) atualização da página; (3) e elogios e críticas. No que diz respeito ao primeiro item (interação entre empresa e consumidor), ambas as empresas não interagem com os públicos. É no mínimo contraditório se fazer presente em uma rede social e não interagir com os públicos, ou não dar à verdadeira atenção a quem te dirigi a palavra (Marteleto, 2007, p. 45). A falta de interação no Blog (de ambas as empresas) é nítida, resultando na impossibilidade de resolver problemas e dúvidas depositados pelos clientes através de tal ferramenta. De certa forma, tal comportamento por parte da empresa, em não dar a devida atenção a quem a faz evoluir no mercado, pode gerar, caso a empresa não reconsidere o seu comportamento, grandes conflitos, podendo tomar proporções maiores, como uma crise. A falta de interação promovida por ambas às empresas conecta diretamente ao terceiro item (elogios e críticas). Devido à falta de interação, não se pôde constatar o nível de

4 4 satisfação dos públicos com relação aos produtos e serviços, haja vista que as empresas não respondiam aos públicos, fazendo-os esperarem a solicitação e perguntas até cair no esquecimento. Dar um retorno às demandas dos clientes é importante, pois é a partir da identificação do nível de satisfação dos clientes que se pode pensar em soluções visando ganhar, cada vez mais, a credibilidade dos públicos, tornando-os fiéis. Com relação ao último item (atualização da página), no Blog da empresa A, foram feitas, no espaço de tempo de visitação proposto neste trabalho, duas atualizações, ambas referentes à polos turísticos. Não houve, por parte dos públicos, interação com relação às publicações. Já, com relação à empresa B, houve um total de cinco postagens. Não havendo também qualquer interação por parte dos públicos. A importância de atualizar o seu blog, muitas vezes, leva em consideração as relações humanas. Ou seja, os seus seguidores e quem comentam os seus artigos estarão sempre à espera que você publique algo de novo, é a criação de uma comunidade em volta do seu blog o que também é muito importante para qualquer projeto na web. 3 O Twitter das empresas A e B Os termos web 2.0, mídias sociais e redes sociais têm sido bastante discutidos entre os profissionais de comunicação. A web 2.0 é um conceito criado em 2004 por Tim O Reilly para designar uma segunda geração de comunidades e serviços, que envolve os termos de acesso, participação, reciprocidade e comunicação ponto a ponto (Jenkins, 2009, p. 290). É a partir dessa concepção que nasce o Twitter. O Twitter é uma rede social que permite aos usuários enviar e receber atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como "tweets"), por meio do website do serviço, por SMS e por softwares específicos de gerenciamento. O Twitter também tem sido constantemente utilizado por grandes empresas para a divulgação de suas marcas, através de constantes atualizações, sempre ligando o "consumidor" a uma página onde possa encontrar mais informações sobre o serviço ou produto oferecido. Além disso, o Twitter tem se mostrado um ótimo instrumento para o fortalecimento das marcas no ambiente virtual, pois agrega seguidores que recebem as atualizações enviadas pelas empresas. Pegando como referência os critérios de análises deste trabalho, a empresa A, durante o período proposto, contabilizou 92 tweets, tendo um alto índice de atualização. Os conteúdos publicados foram reproduzidos pelos seguidores 109 vezes, notabilizando participação e interação efetiva entre consumidor e empresa. O conteúdo publicado vão desde divulgação de produtos e serviços às mensagens motivacionais. O Twitter da empresa A recebe perguntas, críticas e elogios, e demoram em média um dia para atender a solicitação. No caso da empresa B, só foi notabilizado quatro publicações no Twitter e não houve sinal algum de interação. A página conta com cerca de seguidores, mesmo assim não houve interação, embora a quantidade de seguidores mostre-se expressiva. Enquanto ao tipo de publicação, é estritamente de cunho publicitário, não existindo nada que motive a interação. Não houve elogios e críticas já que não houve interação. Após a análise, constatou-se que a ferramenta de comunicação Twitter, apesar de ser utilizada pelas empresas, não atende as expectativas que a rede social pode proporcionar. Entre as duas empresas analisadas, certamente a empresa A notabilizou-se bem mais no Twitter que a empresa B.

5 5 4 O Facebook das empresas A e B O Facebook, sem dúvidas, é uma das principais redes a nível mundial. Conta com mais de um bilhão de usuários, destacando-se, por isso, das demais. Por meio dela os usuários podem, a qualquer tempo, publicar as práticas decorrentes de suas rotinas, bem como utilizála para reivindicar direitos, serviços e produtos. A plataforma digital possibilita, basicamente, a criação de três tipos de perfis: as fan pages, que são direcionadas as empresas, associações políticas ou educacionais; os perfis pessoais; e, por último, os grupos. Como o próprio nome sugere, as páginas de perfil pessoal são as ideias para os usuários que acessarão a rede social. As fan pages são as melhores para produtos, marcas e, obviamente, empresas (Vaz, 2011, p. 75). Os grupos são formados pelos próprios usuários. São círculos fechados, ou não, de pessoas que compartilhem e mantêm contato através do Facebook sobre interesse em comum. Por se tratar de uma empresa, a organização A possui uma fan page, computando, em sua página, mais de 12 milhões de curtidas. No recorte temporal proposto, a fanpage foi atualizada, com publicações motivacionais e de pacotes de viagens promocionais, 407 vezes, chegando, por dia, em média de 27 publicações. Notou-se que os consumidores e seguidores da página envolviam-se com as publicações através das curtidas, comentários e compartilhamentos. No que diz respeito aos comentários de dúvidas e informações, pudemos notar que a empresa A respondia com celeridade, causando, assim, satisfação por parte dos clientes, estes, por sua vez, emitiam narrativas de elogios. Num total, constatou-se, na relação comunicacional entre empresa e consumidor: 520 elogios e 13 críticas. Acredita-se, também, que os elogios partem do sentimento de satisfação, mas também por se tratar de uma empresa que oferece pacotes de viagens nacionais e internacionais, e isso, querendo ou não, aguça os desejos e os sonhos dos seguidores. As críticas foram relacionadas à demora em relação aos cancelamentos de pacotes e a taxa cobrada, independente do valor do pacote, pela organização A. No caso da empresa B, a fan page possui um milhão de curtidas. Constataram-se apenas 109 publicações em 15 dias, em média 05 publicações diárias. No que concerne à interação, foi verificado 180 elogios, 10 críticas e 50 questionamentos. Dos 50 questionamentos, só 40 obtiveram retorno por parte da empresa, o que configura, de certo modo, desleixamento em relacionar-se com os clientes e seguidores. Ambas as empresas, ao menos na rede social Facebook, mostraram-se engajadas com relação aos três critérios analisados. No entanto, ainda sim, a empresa A mostrou mais empenho na busca de atender melhor os públicos, despendendo ações visando atender as exigências que o mercado atual requer. CONSIDERAÇÕES FINAIS Diante de tal conjuntura, proporcionada pelo advento da internet e pelas novas tecnologias, vê-se que as empresas analisadas devem se atentar emergencialmente ao contexto no qual elas estão inseridas, do contrário a possibilidade de sucumbirem são grandes. As instituições devem sair do seu estado de engessamento e buscar, cada vez mais, tornarem-se flexíveis às mudanças, pois, a qualquer tempo, os atores e consumidores conectados podem requerer isso através das manifestações em rede. Como discutido no trabalho em questão, hoje, os consumidores, clientes e atores estão,

6 6 cada vez mais, distante da condição de receptor passivo. Vestiram a camisa da coletividade, buscando, constantemente, manifestarem-se em rede contra abusos cometidos pelas empresas, pelo Estado e pelos demais atores. Caberá às empresas, frente à realidade, perder de vista a inflexibilidade, buscando harmonizar os seus objetivos, missão, visão e valores com os da sociedade. É notório que muitos consumidores, como o público analisado das empresas A e B, veem os perfis das empresas nos sites de redes sociais como mais um canal de serviço de atendimento ao consumidor, e que muitas vezes não é o sentido que a organização quer que os consumidores tenham. Pois estrategicamente podem ter outras funcionalidades a exemplo de ser um canal com o objetivo de estabelecer/manter um relacionamento mais próximo com os públicos. Os perfis das empresas nas redes sociais, em tese, não deveriam ser compreendidos como um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), mas sim como um canal de divulgação de serviços e produtos, assim como um ambiente de aproximação entre públicos e empresas. No entanto, vê-se que os consumidores, clientes e seguidores ao estarem insatisfeitos não observam os perfis das empresas nas redes sociais como um canal de divulgação e de aproximação, mas como uma plataforma que garante a possibilidade de expressar as críticas e reclamações. Nesse caso, acredita-se que as empresas devem verificar se os canais oficiais do SAC estão cumprindo o seu propósito. A ineficácia do SAC pode gerar cadeias de reclamações na página da empresa no Facebook, comprometendo, assim, a sua imagem, já que a polarização das redes sociais é bem maior. As redes sociais emergem como canais que tornam possível a aproximação entre públicos e empresas, no entanto, ter um perfil nas redes sociais e não buscar interação com os públicos e nem responder as dúvidas, solicitações de informações, bem como as reclamações geram, em vez de afetos pela empresa, desafetos, como acontece em relação à empresa A e B, que deixa em algum momento, de responder aos seus clientes em uma das redes sociais analisadas. Os atores e clientes sentem-se ignorados, emitindo, com isso, comentários insatisfeitos e tornando-os públicos por meio do seu perfil pessoal e da página da empresa. Os elogios e críticas por parte dos públicos servem para nortear o comportamento e atitudes das empresas, por isso é preciso dar a devida atenção aos públicos, visando, com isso, reter o feedback dos serviços e produtos. Do contrário, a possibilidade das empresas irem à falência é grande. REFERÊNCIAS LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, JENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: Editora 34, JENKINS, H. Cultura da Convergência. 2ª ed. São Paulo: Aleph, MARTELETO, R. M. Informação, redes e redes sociais: fundamentos e transversalidade. Informação & Informação, Londrina, v.12, n. esp., SILVA, Irley. PAIVA, Cláudio. Ciberativismo e democracia nas redes sociais. Um espaço de reivindicações e direitos. In: XV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste Mossoró RN 12 a 14/06/2013. Disponível em: <http://migre.me/oghxz> acesso em: 30 de novembro de Vaz, C.A. Os 8Ps do Marketing digital: o seu guia estratégico de marketing digital. São Paulo: Novatec, 2011.

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Andreia Solange Bos 2 Rodrigo Moreira 3 Instituto Federal Farroupilha- Campus Alegrete Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí,

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você

Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você Como e por onde começar e os melhores formatos de conteúdo para você A fim de criar, controlar, gerenciar sua reputação online e construir a carreira que você deseja, alguns ações são necessárias. A primeira

Leia mais

*** Os serviços de redes sociais mais utilizados no setor público

*** Os serviços de redes sociais mais utilizados no setor público [O livro baseia-se em entrevistas exploratórias realizadas entre 2009 e 2011 com diretores de agências e departamentos do Poder Executivo do governo federal americano, com profissionais de TI que trabalham

Leia mais

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas 1 Sumário I II V Porque monitorar? O que monitorar? Onde monitorar? Como engajar? 2 Por que Monitorar? 3 I II V Nas mídias sociais

Leia mais

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL?

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? Por que oferecer um atendimento multicanal? Este livro reúne em uma única fonte dicas para inovar na experiência com clientes, de um jeito simples e prático;

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Prefácio. Boa leitura e bons negócios!

Prefácio. Boa leitura e bons negócios! Prefácio Muito se fala atualmente sobre a importância das mídias sociais para os negócios. O número crescente de usuários das mídias sociais, que já ultrapassa um bilhão no mundo, atrai empresas de todos

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1

Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1 Mova São Luís e a Experiência de um Movimento Social no Facebook 1 Ana Paula Pereira COELHO 2 Patrícia AZAMBUJA 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA RESUMO Este trabalho foi realizado a partir

Leia mais

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento.

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento. Criação Personalização Gerenciamento. A Cafuné Design trabalha com as principais mídias e plataformas digitais do momento: Facebook, Twiiter, Instagram, Youtube e LinkedIn. Novas ferramentas de mídia social

Leia mais

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG Moema Gomes Moraes 1 RESUMO: Este trabalho faz uma reflexão sobre os aspectos relacionados ao uso de Blogs no ensino de Matemática. Para isto, ele inicia fazendo uma reflexão

Leia mais

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud Aprimore a jornada de seus clientes com a plataforma de marketing digital 1:1 líder de mercado 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget

Leia mais

2014 Aberje Espaços Corporativos em Redes Sociais Digitais e Processos de Colaboração nas Organizações: realidade no Brasil 2014

2014 Aberje Espaços Corporativos em Redes Sociais Digitais e Processos de Colaboração nas Organizações: realidade no Brasil 2014 2014 Aberje Espaços Corporativos em Redes Sociais Digitais e Processos de Colaboração nas Organizações: realidade no Brasil 2014 Concepção e planejamento: Prof. Dr. Paulo Nassar Coordenação: Carlos A.

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

Azul cada vez mais perto de seus clientes com SAP Social Media Analytics e SAP Social OnDemand

Azul cada vez mais perto de seus clientes com SAP Social Media Analytics e SAP Social OnDemand Azul cada vez mais perto de seus clientes com SAP Social Media Analytics e SAP Social OnDemand Geral Executiva Nome da Azul Linhas Aéreas Brasileiras SA Indústria Aviação comercial Produtos e Serviços

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

ARQUIVO PÚBLICO DO RS: DIFUSÃO NO AMBIENTE VIRTUAL ATRAVÉS DE MÍDIAS SOCIAIS

ARQUIVO PÚBLICO DO RS: DIFUSÃO NO AMBIENTE VIRTUAL ATRAVÉS DE MÍDIAS SOCIAIS CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X ARQUIVO PÚBLICO DO RS: DIFUSÃO NO AMBIENTE VIRTUAL ATRAVÉS

Leia mais

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta MÍDIAS SOCIAIS Manual de Conduta Apresentação O Sistema Ocemg, atento às mudanças de mercado e preocupado em estar sempre próximo de seus públicos de interesse, assume o desafio de se posicionar também

Leia mais

Manual de uso - Redes Sociais Clube Turismo. Fevereiro/2013

Manual de uso - Redes Sociais Clube Turismo. Fevereiro/2013 Fevereiro/2013 Manual de uso - Redes Sociais Clube Turismo Clube Turismo Matriz Av. Pres. Epitácio Pessoa, 724, Torre CEP 58040-000 João Pessoa / PB www.clubeturismo.com.br 2 2. Breve cenário: O brasileiro

Leia mais

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto Cases Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto ContaAzul O ContaAzul é um sistema de gestão empresarial para micro e pequenas empresas. O objetivo é ajudá-las a crescer de forma

Leia mais

TÍTULO: ESTUDO SOBRE A ADOÇÃO DO MARKETING DIGITAL PELAS EMPRESAS LÍDERES DO SEGMENTO DE FAST FOOD MUNDIAIS ATUANTES NO BRASIL

TÍTULO: ESTUDO SOBRE A ADOÇÃO DO MARKETING DIGITAL PELAS EMPRESAS LÍDERES DO SEGMENTO DE FAST FOOD MUNDIAIS ATUANTES NO BRASIL Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ESTUDO SOBRE A ADOÇÃO DO MARKETING DIGITAL PELAS EMPRESAS LÍDERES DO SEGMENTO DE FAST FOOD MUNDIAIS

Leia mais

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Maria Fazanelli Crestana (USP) - crestana@usp.br Eidi Raquel Franco Abdalla (FMUSP) - eidi@biblioteca.fm.usp.br Fabiola

Leia mais

ÍNDICE... 1 DICAS DE INSTAGRAM... 4 QUEM É ANA TEX?... 5 CONTEÚDO DE ALTA QUALIDADE... 6 CONSISTÊNCIA NAS POSTAGENS... 7

ÍNDICE... 1 DICAS DE INSTAGRAM... 4 QUEM É ANA TEX?... 5 CONTEÚDO DE ALTA QUALIDADE... 6 CONSISTÊNCIA NAS POSTAGENS... 7 1 Índice ÍNDICE... 1 DICAS DE INSTAGRAM... 4 QUEM É ANA TEX?... 5 CONTEÚDO DE ALTA QUALIDADE... 6 QUAL É O VALOR QUE VOCÊ PODE OFERECER PARA A SUA AUDIÊNCIA?... 6 CONSISTÊNCIA NAS POSTAGENS... 7 VOCÊ PRECISA

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito!

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito! À medida que mais e mais empresas aderem ao marketing de conteúdo, notamos que as expectativas são por vezes incompatíveis com a realidade quando se trata de um Blog Corporativo B2B. A maioria dos profissionais

Leia mais

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo www.talk2.com.br 03 Introdução 3 05 06 07 10 10 12 20 CONSTRUÇÃO DE ESTRATÉGIAS 2.1Facebook e a predileção pelas marcas

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

Título: ESTRATÉGIAS DE AMPLIAÇÃO DA PRESENÇA DO FLEURY MEDICINA E SAÚDE NAS REDES SOCIAIS

Título: ESTRATÉGIAS DE AMPLIAÇÃO DA PRESENÇA DO FLEURY MEDICINA E SAÚDE NAS REDES SOCIAIS Título: ESTRATÉGIAS DE AMPLIAÇÃO DA PRESENÇA DO FLEURY MEDICINA E SAÚDE NAS REDES SOCIAIS Autores: William Malfatti 1 ; Thaís Arruda 2 ; Sergio Auerbach 3 ; Kleber Soares Filho 4 ; Alex Fernandes 5 ; Melina

Leia mais

HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP

HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP 1 HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP RESUMO: Há muito que áreas como a Biblioteconomia e

Leia mais

Intranets e Capital Intelectual

Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual As mídias sociais ultrapassaram os limites da vida privada. Os profissionais são 2.0 antes, durante e depois do expediente. É possível estabelecer

Leia mais

Mídias Sociais em Negócios B2B. Marcelo Minutti Twitter: @mminutti

Mídias Sociais em Negócios B2B. Marcelo Minutti Twitter: @mminutti Mídias Sociais em Negócios B2B Marcelo Minutti Twitter: @mminutti Seu setor está atento as oportunidades das mídias sociais? Alguns estão! Existem muitas oportunidades para setores atentos as mídias sociais

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Nuria Sampietro (01); Roberto Sganzerla (02); Sara Benenkanp (03). SBCTrans Endereço: Rua Monteiro Lobato, 151 Jd. Montanhão São Bernardo

Leia mais

Plano de curso Redes Sociais Profissional

Plano de curso Redes Sociais Profissional PLANO DE CURSO MSOBRSOCIALMKT PAG1 Plano de curso Redes Sociais Profissional Justificativa do curso Uma empresa ou profissional de máquinas e equipamentos hoje em dia não pode ignorar as redes sociais

Leia mais

Aula 8 Conversação e rede social na web

Aula 8 Conversação e rede social na web Aula 8 Conversação e rede social na web Aula 8 Conversação e rede social na web Meta Apresentar um programa de voz sobre IP (VoIP), o Skype, e fazer uma breve introdução ao mundo das redes sociais online,

Leia mais

Hora de pensar o seguinte: para que você quer agir na internet? Para conseguir mais votos e ganhar a eleição.

Hora de pensar o seguinte: para que você quer agir na internet? Para conseguir mais votos e ganhar a eleição. Hora de pensar o seguinte: para que você quer agir na internet? Para conseguir mais votos e ganhar a eleição. No caso da internet, o foco é pensar em como essa meta pode ser alcançada. Para isso, você

Leia mais

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE GUIA Inbound Marketing COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE E-BOOK GRÁTIS WWW.FABIODONASCIMENTO.ME Tabela de Conteúdos Introdução... 3 Capítulo 1: Formas de obter Tráfego... 4 Capítulo 2: Como aumentar

Leia mais

Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS

Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA 50 milhões de usuários IDADE MÍDIA 90 milhões de brasileiros na WEB, 70 milhões na rede social Facebook e mais de 30 milhões no Twitter ADEUS

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil Samira NOGUEIRA 2 Márcio Carneiro dos SANTOS 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

MOBILE APPS. Principais características. Permitir que o cliente compre produtos e serviços diretamente via app

MOBILE APPS. Principais características. Permitir que o cliente compre produtos e serviços diretamente via app MOBILE APPS Aplicativo para relacionamento e marketing digital, pronto para todos os dispositivos móveis, nas plataformas ios, Android (aplicativos nativos) e mobile web, para plataformas como BlackBerry

Leia mais

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST:

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST: O MUNDO ONLINE Uma das marcas dessa nova era são as redes sociais. Comunidades online como o Facebook, Twitter, Fousquare, Youtube e outras, possibilitam a comunicação entre as pessoas, ao mesmo tempo,

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS TEMAS o O que são mídias sociais (conceito, apresentação dos diversos canais das redes sociais, gestão dos canais) o Moda ou

Leia mais

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS Entenda a importância da utilização das Redes Sociais para a sua pequena empresa e conheça os fundamentos necessários para obter resultados positivos com a sociabilidade.

Leia mais

Monitoramento de Redes Sociais

Monitoramento de Redes Sociais Monitoramento de Redes Sociais O QlikBrand é uma ferramenta profissional para monitoramento de mídias sociais e o primeiro "Social Mídia Discovery" com Qlikview. Localiza menções nas mídias sociais, interage

Leia mais

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito!

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Conteúdo Dar voz ao consumidor e levar em conta sua opinião é fundamental para a criação de regras que tornem o mercado de SMS Marketing

Leia mais

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL!

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL! O guia completo para uma presença online IMBATÍVEL! Sumário Introdução 3 Capítulo 1 - Produção de Conteúdo: Por que e Como produzir 5 Capítulo 2 - Distribuição e Divulgação 8 Capítulo 3 - Monitoramento

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Guia Herbalife BOAS PRÁTICAS NA INTERNET

Guia Herbalife BOAS PRÁTICAS NA INTERNET Guia Herbalife BOAS PRÁTICAS NA INTERNET :: Índice O mundo ficou pequeno... 03 O que a Internet representa... 05 Vários caminhos levam a um só lugar: a informação... 06 Reputação positiva na Internet...

Leia mais

Conceitos Fundamentais

Conceitos Fundamentais 19 Capítulo 1 Conceitos Fundamentais Para compreendermos este livro, há que se entender alguns conceitos-chave que vão permear a sua leitura. O blog hoje é o melhor mecanismo para construir relacionamentos

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA A IMPORTÂNCIA DAS REDES SOCIAIS PARA A COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

Leia mais

Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook.

Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook. 1 Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook. O que você vai encontrar neste ebook: Por que eu preciso

Leia mais

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015.

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. 1 OBJETIVO O objetivo deste documento é estipular um plano de ação para criar e gerenciar perfis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing 3 Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing

Leia mais

MONITORAMENTO E GOOGLE PLUS. Leonardo Alvez Letícia Chibior Patrick Miguel Ruth Derevecki Samara Bark / / 4MA

MONITORAMENTO E GOOGLE PLUS. Leonardo Alvez Letícia Chibior Patrick Miguel Ruth Derevecki Samara Bark / / 4MA MONITORAMENTO E GOOGLE PLUS Leonardo Alvez Letícia Chibior Patrick Miguel Ruth Derevecki Samara Bark / / 4MA MONITORAMENTO As empresas sabem que o planejamento digital, gestão de conteúdo, anúncios, campanhas

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD!

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! SocialSuite Rua Claudio Soares, 72-16 andar +55 11 3032 1982 São Paulo - SP Brasil Introdução Esse material foi desenvolvido pela equipe

Leia mais

Rastreamento da notícia: a produção jornalística no Jornal De Fato 1

Rastreamento da notícia: a produção jornalística no Jornal De Fato 1 Rastreamento da notícia: a produção jornalística no Jornal De Fato 1 André Luís da SILVA 2 Tamara de Sousa SENA 3 Marcília Luzia Gomes da Costa MENDES 4 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró,

Leia mais

VENDA MAIS USANDO AS REDES SOCIAIS

VENDA MAIS USANDO AS REDES SOCIAIS VENDA MAIS USANDO AS REDES SOCIAIS Coloque o Facebook, Linkedin e Instagram para atrair mais clientes e aumentar suas vendas. Dicas fáceis que você mesmo pode implementar e ver os resultados ainda hoje.

Leia mais

Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES. Por Best Web Fast. Best Web FAst. vídeo de animação 3D duração 3 minutos

Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES. Por Best Web Fast. Best Web FAst. vídeo de animação 3D duração 3 minutos Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES Por Best Web Fast Best Web FAst vídeo de animação 3D duração 3 minutos são paulo, 16 de outubro de 2014 1 websites vinheta BEST WEB FAST em seguida letterings:websites

Leia mais

quarta-feira, 8 de outubro de 14

quarta-feira, 8 de outubro de 14 Internet 2G no Brasil Mais usada que 3G... Em julho, o 2G era usado em 48,5% dos celulares, nº menor que o registrado em janeiro (57,8%) 3G passou de 35,9% em janeiro para 44,3% em julho Tecnologia 4G

Leia mais

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Marketing no Facebook Marketing de conteúdo e engajamento na rede Marketing de conteúdo no Facebook Tipos de conteúdo Edge Rank e os fatores de engajamento Facebook Ads

Leia mais

22 táticas comprovadas para aumentar seu engajamento no Facebook. Como explodir seu engajamento com dicas incrivelmente simples!

22 táticas comprovadas para aumentar seu engajamento no Facebook. Como explodir seu engajamento com dicas incrivelmente simples! Facebook Marketing 22 táticas comprovadas para aumentar seu engajamento no Facebook Como explodir seu engajamento com dicas incrivelmente simples Introdução 22 táticas comprovadas para aumentar seu engajamento

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente 10 Coisas Simples Que Você Pode Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente Geração de tráfego e converter os leads resultantes em vendas é o último desafio para qualquer comerciante ou empreendedor,

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Redes Sociais e TV Social nas TVs Públicas Universitárias

Redes Sociais e TV Social nas TVs Públicas Universitárias Redes Sociais e TV Social nas TVs Públicas Universitárias Karla Rossana Francelino Ribeiro Noronha 1 ; Olga Maria Tavares da Silva 2 Universidade de Federal da Paraíba, João Pessoa, PB. Resumo Este artigo

Leia mais

Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança,

Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança, Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança, confiança e credibilidade nas negociações. Dicas Essenciais

Leia mais

TREINAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS

TREINAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS TREINAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS PADRONIZAÇÃO REGRAS BÁSICAS FACEBOOK GOOGLE Apresentação: Marcus Barboza Analista de Social Media marcus@pericoco.com.br facebook.com/marcusbarboza whatsapp (17) 997275046

Leia mais

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY A Rock Content ajuda você a montar uma estratégia matadora de marketing de conteúdo para sua empresa. Nós possuimos uma rede de escritores altamente

Leia mais

Outros Elementos que fazem parte dos ambientes sociais digitais

Outros Elementos que fazem parte dos ambientes sociais digitais Outros Elementos que fazem parte dos ambientes sociais digitais Interatividade em várias interfaces e formatos Compartilhamento ilimitado Mobilidade: tuitamos e até blogamos em qualquer lugar Conteúdo

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Manual de Publicidade. Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Bebê Inteligente. Versão deste documento: 01 (10 agosto 2012)

Manual de Publicidade. Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Bebê Inteligente. Versão deste documento: 01 (10 agosto 2012) Manual de Publicidade Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Conteúdo do Manual 1.Introdução...3 2.Perfil do Público dos Canais...4 3.Detalhamento dos Canais...4 3.1.Anúncio na Página

Leia mais

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS.

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. 2 plenapropaganda portfólio quem somos 3 SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. A Plena é uma agência que atua sempre focada

Leia mais

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica.

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Além de tornar-se fundamental para a difusão do conhecimento e geração das relações interpessoais, a Internet

Leia mais

ÍNDICE 03 INTRODUÇÃO AO MARKETING DIGITAL SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05

ÍNDICE 03 INTRODUÇÃO AO MARKETING DIGITAL SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05 ÍNDICE 03 SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05 CAPÍTULO I - SITE 06,07,08 CAPÍTULO II - BLOG 09,10,11 CAPÍTULO III - SEM & SEO 12,13 CAPÍTULO IV - LANDING PAGES 14,15 CAPÍTULO V

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

criar colaborar comunicar Tecnologia para Crescer

criar colaborar comunicar Tecnologia para Crescer Tecnologia para Crescer Com o crescimento da banda larga e smartphones/ tablets, conteúdos têm sido criados e consumidos em uma taxa alarmante. Atualmente, a definição de conteúdo mudou e não se trata

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

Receba Dicas Gratuitas para o Seu Negócio

Receba Dicas Gratuitas para o Seu Negócio Aprenda Como Gerar Vendas Através de Seu Blog Saiba Como! Home Sobre Visão Sistema Quem Eu Sou Quem Eu Sou Ferramentas Recomendadas Ferramentas Recomendadas Receba Dicas Gratuitas para o Seu Negócio seu@email.com.br

Leia mais

AVISO LEGAL. Copyright 2016 Luis Passos http://luispassos.com.br. http://luispassos.com.br

AVISO LEGAL. Copyright 2016 Luis Passos http://luispassos.com.br. http://luispassos.com.br AVISO LEGAL Todo esforço foi feito para que este e-book fosse disponibilizado da forma mais correta, inteligível, clara e didática possível, no entanto, apesar de todo empenho nesse sentido, ainda podem

Leia mais

Guia Prático. Volume I. Comportamento

Guia Prático. Volume I. Comportamento Guia Prático Volume I Comportamento On-line Manter-se bem informado para gerenciar seu consultório ou clínica da melhor maneira possível é fundamental para o sucesso. Dessa forma, além de obter um resultado

Leia mais

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade Prof. Thiago Costa facebook.com/thicosta @thicosta thicosta@gmail.com www.profthiagocosta.wordpress.com www.evcom.com.br QUEM É O NOVO LEITOR? Online

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS

MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS AS MÍDIAS SOCIAIS SÃO HOJE AS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO SOCIAL E DE COMPARTILHAMENTO DE IDEIAS E INFORMAÇÕES. O Sistema de Saúde Mãe de Deus (SSMD), sabendo

Leia mais

Marketing Digital. Político. Gabinete 2015. NorteServer. Digital. Marketing Digital de Resultado

Marketing Digital. Político. Gabinete 2015. NorteServer. Digital. Marketing Digital de Resultado Marketing Digital Político Gabinete 2015 NorteServer Digital Marketing Digital de Resultado FUNIL TUDO COMEÇA COM UM BOM FUNIL DE CONTEUDO PARA SEU MANDATO. ENGAJE TODA A SUA BASE. INSTAGRAM A REDE SOCIAL

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Ana Luiza Collares Xavier JULIA FERRAZ DUAYER Thalita Gaspar Telles Light Serviços de

Leia mais