Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais"

Transcrição

1 Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais - Princípios cirúrgicos básicos: assepsia/antissepsia; pré, trans e pós-operatório; instrumentação cirúrgica; fundamentos em esterilização de materiais e centros cirúrgicos; diérese/hemostasia/síntese; fios e suturas; cicatrização de feridas; controle de infecções. - Emergências cirúrgicas: emergências cardíacas; emergências respiratórias; choque. - Hérnias: caracterização, classificação e aspectos fisiopatológicos de todos os tipos de hérnia; técnicas cirúrgicas para correção. - Tecidos moles: princípios da cirurgia plástica reconstrutiva/anaplastia; enxertos; tratamento cirúrgico de distúrbios cutâneos específicos. - Cirurgias da cabeça: cirurgias do pavilhão auricular; cirurgias para correção de distúrbios oculares de causas externas ao globo; emergências e traumatismos oculares; enucleação. - Sistema digestivo: fisiopatologia e tratamentos cirúrgicos dos distúrbios que acometem as estruturas que compõe todo o sistema digestivo; tratamento e cuidados no pré e pós-operatório do paciente cirúrgico com distúrbios gastrintestinais. - Glândulas anexas: cirurgias do pâncreas; baço; fígado/sistema biliar. - Sistema respiratório: fisiopatologia e procedimentos na Síndrome dos braquicefálicos; cirurgias do sistema respiratório superior/inferior. - Sistema genito-urinário:

2 fisiopatologia e tratamentos cirúrgicos do sistema urinário; fisiopatologia e tratamentos cirúrgicos do sistema genital em machos e fêmeas; procedimentos obstétricos gerais. - Sistema músculo-esquelético: princípios básicos em ortopedia; tratamento de emergência das fraturas; métodos de fixação interna/externa de fraturas; fisiopatologia e tratamentos de distúrbios articulares; amputações; princípios básicos de tratamento dos distúrbios em músculos e tendões; princípios básicos nas afecções de coluna vertebral. - Oncologia: procedimentos e cuidados no tratamento cirúrgico de pacientes neoplásicos. Bibliografia Sugerida BISTNER, S.I. FORD, R.B. Manual de procedimentos veterinários e tratamentos de emergências. 6 ed. São Paulo: Roca BOJRAB, M.J. Mecanismos da Moléstia na Cirurgia dos Pequenos Animais. 2 ed. São Paulo: Manole DENNY, H. R. A guided to canine and feline orthopaedic surgery. 3 ed. London: Blackwell Scientific Publications FOSSUM, T. W. et al. Small Animal Surgery.2 ed. Missouri: Mosby HICKMAN, J. HOULTON, J. EDWARDS, B. An atlas of veterinary surgery. 3 ed. London: Blackwell Science Ltd SLATTER, D. Manual de Cirurgia de Pequenos Animais. 2 ed. Vol. 1, 2. São Paulo: Manole. 1999

3 Programa Seleção - Área de Clínica Médica e Reprodução de Pequenos Animais 1. Terapêutica Clínica Geral e Especial 2. Doenças Nutricionais, Metabólicas e Endócrinas 3. Dermatologia Veterinária 4. Sistema Respiratório 5. Sistema Cardiovascular 6. Afecções do Sistema Urinário 7. Sangue e Órgãos Hematopoiéticos 8. Sistema Nervoso 9. Sistema Digestório 10. Sistema Reprodutor

4 Programa para Seleção - Imagens (US e RX) Radiologia - Principais afecções : - Sistema ósseo - Sistema articular - Sistema digestório - Sistema genito-urinário - Sistema cardio-respiratório Ultra-sonografia - Bases Físicas e Princípios de Interpretação sonográfica - Princípios Físicos e Propriedades do som - Interação do som com os tecidos - Equipamentos e Transdutores (modo, freqüências, tipos e suas utilidades) - Artefatos de Técnica - Técnica do exame - Preparação e posicionamento do paciente - Terminologia do ultra-som - Ecotextura e Ecogenicidade dos órgãos abdominais - Anatomia e Topografia dos órgãos abdominais - Principais indicações e alterações do: - Fígado, pâncreas e vesícula biliar - Baço - Rins, bexiga, uretra e ureteres - Alças intestinais e estômago - Ovário e útero - Próstata e testículos - Adrenal - Linfonodos

5 Programa para Seleção - Anestesiologia - Avaliação Pré-anestésica - Medicação Pré-anestésica - Estágios e Planos Anestésicos - Anestesia Intravenosa - Anestesia Dissociativa - Circuitos e Aparelhos de Anestesia - Anestesia Inalatória - Monitoração da Anestesia - Anestésicos Locais - Técnicas de Anestesia Local - Bloqueadores Neuromusculares - Técnicas Anestésicas em Pequenos Animais, Eqüinos, Ruminantes e Suínos - Fluidoterapia e Equilíbrio Ácido-básico - Reanimação Cardiorrespiratória - Emprego de Fármacos Vasoativos - Uso de Analgésicos na Anestesia - Anestesia no Paciente de Alto Risco

6 Programa para Seleção Patologia Veterinária 01. Degenerações 02. Morte Celular e Necrose 03. Pigmentação Patológica 04. Alterações Circulatórias 05. Inflamação 06. Alteração do Crescimento Celular e Neoplasia 07. Patologia do Sistema Cardiovascular 08. Patologia do Sistema Respiratório 09. Patologia do Sistema Digestivo 10. Patologia do Sistema Hemolinfático 11. Patologia do Sistema Urinário 12. Patologia do Sistema Genital Masculino e Feminino 13. Patologia do Sistema Osteomuscular 14. Patologia da Pele 15. Patologia do Sistema Nervoso 16. Fenômenos Cadavéricos

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges RADIOGRAFIA ABDOMINAL Profª Drª Naida Cristina Borges Produção de Radiografias Diagnósticas Preparo adequado jejum/enema Pausa da inspiração evita o agrupamento das vísceras Indicações para a Radiologia

Leia mais

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O R E C Ô N C A V O D A B A H I A CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, AMBIENTAIS E BIOLÓGICAS COORDENAÇÃO ACADÊMICA FORMULÁRIO R0092 PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR COMPONENTE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Ciências Agrárias e Biológicas-DCAB PROFESSOR RESPONSÁVEL: Thasia Martins Macedo CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 Módulo I: M 3 BBPM Aparelho Cardiorrespiratório

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO CURSO: Bacharelado em Nutrição DEPARTAMENTO:Ciências Morfológicas PROGRAMA DE DISCIPLINA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS ROLIM DE MOURA CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS ROLIM DE MOURA CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PLANO DE AULA 01. DADOS PROFESSOR: KLAUS CASARO SATURNINO ÁREA/DISCIPLINA: ANATOMIA ANIMAL II (VET30010) UNIDADE: ROLIM DE MOURA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 100 HORAS CARGA HORÁRIA SEMANAL: 05 HORAS PERÍODO

Leia mais

PLANO DE ENSINO Ensino Superior

PLANO DE ENSINO Ensino Superior PLANO DE ENSINO Ensino Superior DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR : Anatomia Topográfica dos Animais Domésticos II Curso: Curso de Medicina Veterinária Período: 2013.2. Carga

Leia mais

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos.

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos. Sumário Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos 1 Sistemas de Órgãos e Desenvolvimento das Cavidades Corporais 1.1 Definições, Visão Geral e Evolução das Cavidades Corporais 2 1.2

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. ( x ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. Semestre Letivo: ( x ) Primeiro ( ) Segundo

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. ( x ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. Semestre Letivo: ( x ) Primeiro ( ) Segundo PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Nutrição DISCIPLINA: Anatomia Humana ( x ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: Anatomia DOCENTE RESPONSÁVEL: Prof. Dr. Sérgio Pereira Semestre Letivo: ( x ) Primeiro

Leia mais

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP Aula Inaugural Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP 1. História da Acupuntura 1.1. História da Acupuntura geral 1.2. História da Acupuntura Veterinária 1.3. Filosofia chinesa taoísmo 1.4. Pensamento

Leia mais

Níveis estruturais do corpo humano

Níveis estruturais do corpo humano Níveis estruturais do corpo humano O corpo humano como um sistema aberto SISTEMA Conjunto de componentes que funcionam de forma coordenada. ISOLADO FECHADO ABERTO Não ocorrem trocas de matéria nem energia

Leia mais

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h)

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h) Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Módulo I: Aparelho

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA

FICHA DE DISCIPLINA TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Fundamentos de Anatomia Veterinária CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA:

Leia mais

Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória

Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória 1. Anatomia e fisiologia do sistema cardiorrespiratório Egan. 1 ed. São Paulo: Manole, 2000. (Seção 3, caps.7 e 8) WEST, J.B. Fisiologia respiratória

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA

CURSO DE FISIOTERAPIA CURSO DE FISIOTERAPIA AUTORIZAÇÃO: Resolução nº 13/93 CONSUNI RECONHECIMENTO: Decreto Estadual nº 72/1999 e renovado pelo Decreto Estadual nº 1870/2013 PERÍODO DE CONCLUSÃO: Mínimo: 5 anos / Máximo: 8

Leia mais

Sumário Detalhado. PARTE I Gerenciamento de riscos 21. PARTE II Patologia da lesão esportiva 177. Capítulo 4 Equipamento de proteção 116

Sumário Detalhado. PARTE I Gerenciamento de riscos 21. PARTE II Patologia da lesão esportiva 177. Capítulo 4 Equipamento de proteção 116 Sumário Detalhado PARTE I Gerenciamento de riscos 21 Capítulo 1 Técnicas de condicionamento 22 A relação entre os fisioterapeutas esportivos e os preparadores físicos 23 Princípios do condicionamento 23

Leia mais

MÉDICO - CANCEROLOGIA CLÍNICA C A D B E C E A D A B C D A E B C D C D A D E B B MÉDICO - CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA E D D E A C D C C E E D B C E A C C E

MÉDICO - CANCEROLOGIA CLÍNICA C A D B E C E A D A B C D A E B C D C D A D E B B MÉDICO - CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA E D D E A C D C C E E D B C E A C C E Gabarito Definitivo MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - MEAC-UFC E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - HUWC-UFC CONCURSO PÚBLICO

Leia mais

ANATÔMIA RADIOLÓGICA DA CAVIDADE ABDOMINAL E PÉLVICA

ANATÔMIA RADIOLÓGICA DA CAVIDADE ABDOMINAL E PÉLVICA Disciplina: Anatomia e Fisiologia ANATÔMIA RADIOLÓGICA DA CAVIDADE ABDOMINAL E PÉLVICA Rafael Carvalho Silva Mestrado Profissional em Física Médica Fígado Lobo direito Veia Cava inferior Veia Hepática

Leia mais

PROTOCOLO PARA NECRÓPSIA

PROTOCOLO PARA NECRÓPSIA PROTOCOLO PARA NECRÓPSIA EXAME PÓS-MORTEM A importância de um exame post-mortem completo, para o monitoramento de doenças tanto de populações selvagens ou em cativeiro não pode ser subestimada. Os animais

Leia mais

PROGRAMA DE COMPONENTES CURRICULARES

PROGRAMA DE COMPONENTES CURRICULARES U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCI A ACADÊMI CA SECRETARI A GERAL DOS CURSOS PROGRAMA DE COMPONENTES CURRICULARES COMPONENTE CURRICULAR CÓDIGO NOME TÉCNI CA CI RÚRGICA

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR

PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR PLANO DE DISCIPLINA ANATOMIA SISTÊMICA E SEGMENTAR 2º Semestre de 2012 1. Identificação Departamento: Formação de Ciências Básicas (FCB) Disciplina: Anatomia Sistêmica e Segmentar Cód.: FCB00090 Período

Leia mais

CIRURGIAS DO SISTEMA GENITAL MASCULINO. Prof. Dr. João Moreira da Costa Neto Departamento de Patologia e Clínicas UFBA E-mail: jmcn@ufba.

CIRURGIAS DO SISTEMA GENITAL MASCULINO. Prof. Dr. João Moreira da Costa Neto Departamento de Patologia e Clínicas UFBA E-mail: jmcn@ufba. CIRURGIAS DO SISTEMA GENITAL MASCULINO Prof. Dr. João Moreira da Costa Neto Departamento de Patologia e Clínicas UFBA E-mail: jmcn@ufba.br Aspectos anatômicos Sistema genital masculino de bovino Aspectos

Leia mais

ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO.

ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO. CONEP UFSJ Parecer N o 002/2016 Aprovado em 17/02/2016 ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO PARA A DICON Modalidade: ( X ) Educação Presencial EDP ( ) Educação à Distância EAD Nome do curso:

Leia mais

Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES)

Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES) Fundação Educacional Lucas Machado - FELUMA Faculdade Ciências Médicas - MG Concurso de Transferência 2016 1 PROGRAMAS PARA A 2 ª SÉRIE DO CURSO DE MEDICINA PROGRAMA DE ANATOMIA (20 QUESTÕES) I Anatomia

Leia mais

O humano e o ambiente

O humano e o ambiente Aula 01 O humano e o ambiente O ser humano é formado por um conjunto de células. Um conjunto de células forma os tecidos. Um conjunto de tecidos forma os órgãos. Um conjunto de órgão forma os sistemas.

Leia mais

ANEXO III PONTOS PARA PROVA ESCRITA E DIDÁTICA

ANEXO III PONTOS PARA PROVA ESCRITA E DIDÁTICA MORFOLOGIA / ANATOMIA HUMANA (QUADRO 1) 4. Bases da Anatomia Humana: nomenclatura e planos anatômicos 5. Anatomia macroscópica dos sistemas aplicada à clínica 6. Correlações anatômicas entre as vísceras

Leia mais

CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO

CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO 1. COMA TRATAMENTO - ED. PRADO, F.C., RAMOS,J., VALLE, J.R. EDITORA ARTES MEDICAS - 1993 - SAO PAULO - PAG. 1110-12 2. MOLESTIA HIPERTENSIVA ESPECIFICA DA GRAVIDEZ ( MHEG )

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Biomedicina (17) Ano: 2013 Semestre: 2 Período: 2 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

Anatomia Comparada do Sistema Reprodutor Masculino nos Animais Domésticos (Equinos, Bovinos, Suínos, Ovinos e Caninos)

Anatomia Comparada do Sistema Reprodutor Masculino nos Animais Domésticos (Equinos, Bovinos, Suínos, Ovinos e Caninos) Anatomia Comparada do Sistema Reprodutor Masculino nos Animais Domésticos (Equinos, Bovinos, Suínos, Ovinos e Caninos) - Órgãos urinários - Órgãos genitais Aparelho urogenital Rosane Maria Guimarães da

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Enfermagem Disciplina: Anatomia Humana II Carga Horária: 75 h eórica: 45 h Prática: 30h Semestre: 2013.1 Professores: Pires Obrigatória: ( ) Eletiva:

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 DISCIPLINA: ENFERMAGEM NA SAUDE DO ADULTO I PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: Estudar o estado de doença do indivíduo em sua fase adulta. Intervir adequadamente

Leia mais

TÉCNICA CIRÚRGICA PARA CESARIANAS EM CADELAS E GATAS SURGICAL TECHNIQUE ENUCLEATION - REVIEW OF LITERATURE

TÉCNICA CIRÚRGICA PARA CESARIANAS EM CADELAS E GATAS SURGICAL TECHNIQUE ENUCLEATION - REVIEW OF LITERATURE TÉCNICA CIRÚRGICA PARA CESARIANAS EM CADELAS E GATAS SURGICAL TECHNIQUE ENUCLEATION - REVIEW OF LITERATURE SIMAS, Rafael de Carvalho BACCHIEGA, Thais Silva Discentes da Associação Cultural e Educacional

Leia mais

Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão

Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão Conteúdo Programático - Geral 1 Marcos históricos na Saúde Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão 3 Código de ética profissional 4 Bioética

Leia mais

EDITAL DE TURMA ESPECIAL

EDITAL DE TURMA ESPECIAL Edital N 96 / 216. Cacoal, 26 de Agosto de 216. EDITAL DE TURMA ESPECIAL A Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal FACIMED, no uso de suas atribuições legais, e tendo presente o disposto no Art. 153,

Leia mais

2) Observe o esquema. Depois, seguindo a numeração, responda às questões. C) Onde a urina é armazenada antes de ser eliminada do corpo?.

2) Observe o esquema. Depois, seguindo a numeração, responda às questões. C) Onde a urina é armazenada antes de ser eliminada do corpo?. Professor: Altemar Santos. Exercícios sobre os sistemas urinário (excretor), reprodutores masculino e feminino e fecundação para o 8º ano do ensino fundamental. 1) Analise o esquema: Identifica-se pelas

Leia mais

Classificação_Estatística_Internacional_de_Doenças,_Traumatismos_e_Causas_de_Morte,_9ª_Revisão,_1975_(CID-9

Classificação_Estatística_Internacional_de_Doenças,_Traumatismos_e_Causas_de_Morte,_9ª_Revisão,_1975_(CID-9 Tabela de conteúdo 1 Definição 2 Objectivo 3 Estrutura 4 Implementação 5 Publicações 6 Notas 7 Ver também 8 Data da criação desta página e data da última modificação significativa Definição 9ª revisão

Leia mais

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti MAMÍFEROS Capítulo 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS MAMÍFEROS Aquáticos: Habitat: Mamíferos podem ser terrestres: Único mamífero que voa: Pelos Estratificada

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul CLASSIFICADOS PARA SEGUNDA FASE POR NÚMERO DE INSCRIÇÃO 1- ACESSO DIRETO Anestesiologia 107432 107463 107594 107643 107756 107927 107935 108135 108404 108533 108550 108571 108582 Cirurgia Geral 107377

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO Identificação do animal Nome/número RG do HV Espécie: Raça: Idade: Sexo: Peso: Cor: Data e hora do

Leia mais

Curso de Graduação em Medicina. 1. Conteúdos Básicos Profissionais. 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais. Módulos. Carga Horária

Curso de Graduação em Medicina. 1. Conteúdos Básicos Profissionais. 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais. Módulos. Carga Horária Curso de Graduação em Medicina 1. Conteúdos Básicos Profissionais 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais Módulos Carga Horária MIV1 - Acolhimento ao Estudante 12 MIV2 - Saúde Coletiva 12 MIV3 - O homem Como

Leia mais

UMA REFLEXÃO EPISTEMOLÓGICA SOBRE OS PPGs EM FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO

UMA REFLEXÃO EPISTEMOLÓGICA SOBRE OS PPGs EM FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO IX Fórum Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Stricto Sensu em Fisioterapia Londrina (PR UMA REFLEXÃO EPISTEMOLÓGICA SOBRE OS PPGs EM FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO COERÊNCIA INTERNA VERSUS LEGITIMIDADE DA

Leia mais

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Currículo Disciplina Carga Horária Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Assistência de Enfermagem a Criança a ao Adolescente Grave ou de Risco Estágio

Leia mais

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: Curso: ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA Licenciatura em Enfermagem Ano Lectivo 2014-2015 Ano Curricular 1.º Semestre 1.º Nº de Ects 6 Equipa Pedagógica: Regente/Coordenador Docentes Manuel

Leia mais

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE o desenho abaixo e FAÇA o que se pede.

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE o desenho abaixo e FAÇA o que se pede. Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- OBSERVE o desenho abaixo e FAÇA o que se pede. a) ESCREVA em cima de cada seta qual a parte do corpo está indicada (tórax ou abdome). b) INDIQUE dois órgãos

Leia mais

EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP DAR CONHECIMENTO

EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP DAR CONHECIMENTO EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP A Doutora Teresinha Esteves da Silveira Reis, PRÓ- REITORA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UENP, e o Doutor Francisco Armando de Azevedo Souza, COORDENADOR do Programa de

Leia mais

Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: Professor: Antônio Acácio Guimarães Simão Titulação: Especialista PLANO DE CURSO

Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: Professor: Antônio Acácio Guimarães Simão Titulação: Especialista PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ANATOMIA HUMANA Código: ENF - 102 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: 2016.1

Leia mais

Anhanguera - Uniderp

Anhanguera - Uniderp Anhanguera - Uniderp CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A SELEÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICO- VETERINÁRIA - PRMV R1 / TURMA 2012 ÁREA DE CLÍNICA E CIRURGIA DE PEQUENOS ANIMAIS 1. Terapêutica Clínica Geral

Leia mais

Programa das Provas para seleção do Curso de Especialização em PRÁTICAS HOSPITALARES E LABORATORIAIS EM MEDICINA VETERINÁRIA

Programa das Provas para seleção do Curso de Especialização em PRÁTICAS HOSPITALARES E LABORATORIAIS EM MEDICINA VETERINÁRIA Programa das Provas para seleção do Curso de Especialização em PRÁTICAS HOSPITALARES E LABORATORIAIS EM MEDICINA VETERINÁRIA HOSPITAL VETERINÁRIO DMV UFRPE 1- Anestesiologia Veterinária: Considerações

Leia mais

CIRURGIA PERIODONTAL

CIRURGIA PERIODONTAL Disciplina de Periodontia 5 o período CIRURGIA PERIODONTAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2012 Tratamento completo do paciente com doença periodontal: FASES DA TERAPIA

Leia mais

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O C AT Ó L I C O S A L E S I A N O A U X I L I U M C U R S O D E N U T R I Ç Ã O - T U R M A 6 º T E R M O D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E M G E R I AT R I A

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina MED361 Cuidado Integral à Saúde do Adulto e do Idoso I

Programa Analítico de Disciplina MED361 Cuidado Integral à Saúde do Adulto e do Idoso I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 14 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Farmácia Professora: Liamara Basso Dala Costa

PLANO DE ENSINO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Farmácia Professora: Liamara Basso Dala Costa PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Farmácia Professora: Liamara Basso Dala Costa Email: liamara@uniarp.edu.br Período/ Fase: 1ª Fase Semestre:

Leia mais

Lista de pontos para exame do Título de Especialista em Acupuntura Veterinária

Lista de pontos para exame do Título de Especialista em Acupuntura Veterinária ANEXO 2 Lista de para exame do Título de Especialista em Acupuntura Veterinária 1. História da Acupuntura 1.1. História da acupuntura geral 1.2. História da Acupuntura Veterinária 1.3. Filosofia chinesa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLOGICAS 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Departamento / Setor Departamento de Ciências Fisiológicas Nome da Disciplina FISIOLOGIA HUMANA E

Leia mais

CURSO DE ECOGRAFIA PEDIÁTRICA ABDOMINAL E ECOCARDIOGRAFIA BÁSICA

CURSO DE ECOGRAFIA PEDIÁTRICA ABDOMINAL E ECOCARDIOGRAFIA BÁSICA CURSO DE ECOGRAFIA PEDIÁTRICA ABDOMINAL E ECOCARDIOGRAFIA BÁSICA 6 a 8 de outubro 2016 DESTINATÁRIOS Pediatras e Internos de Pediatria de Serviços de Pediatria Geral, Cuidados Intensivos e Urgência, interessados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE VETERINÁRIA Campus Universitário - Prédio 1 CEP Pelotas - RS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE VETERINÁRIA Campus Universitário - Prédio 1 CEP Pelotas - RS 1 Pelotas, 19 de Março de 2014. PLANO DE ENSINO TURMA REGULAR DISCIPLINA: Clínica Cirúrgica I ANO LETIVO: 2014-1 1. Universidade Federal de Pelotas 2. Campus: Capão do Leão 3. Endereço: Capão do Leão 4.

Leia mais

CURSO COMPLEMENTAR DE MASSAGEM SENSIBILIZAÇÃO PODAL A 3ª GERAÇÃO

CURSO COMPLEMENTAR DE MASSAGEM SENSIBILIZAÇÃO PODAL A 3ª GERAÇÃO CURSO COMPLEMENTAR DE MASSAGEM SENSIBILIZAÇÃO PODAL A 3ª GERAÇÃO Técnica de massagem realizada em terminas nervosos localizados nos pés, na região plantar Resgatou a cientificidade da Reflexoterapia. É

Leia mais

UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma

UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma UNINOVE Nome da Disciplina Ano Turma Medicina Bases Morfológicas da Medicina I 2013-2 2 Semestre Docentes Alex, Andrea, Karine, Renato, Richard e Suely Dias 2º, 3º Manhã 4º, 6º Tarde Data Horário Assunto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Nutrição (04) Ano: 2013 Semestre: 1 Período: 1 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR ELIANE GONÇALVES DISCIPLINA CIÊNCIAS SIMULADO: P4 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 501 TECIDOS,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

ODONTOLOGIA ANATOMIA HUMANA GERAL 1º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA ANATOMIA HUMANA GERAL 1º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA ANATOMIA HUMANA GERAL 1º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITO: Não há Pré-Requisitos 2. EMENTA: Conceito de Anatomia com as diversas formas de seu estudo. Conceito de normal,

Leia mais

DEPENDÊNCIA DE ANATOMIA dos SISTEMAS Curso de Educação Física - 2015

DEPENDÊNCIA DE ANATOMIA dos SISTEMAS Curso de Educação Física - 2015 1 DEPENDÊNCIA DE ANATOMIA dos SISTEMAS Curso de Educação Física - 2015 Profa. Dra. Thelma Parada 1 2 Recomendações e Bibliografia Serão 3 encontros a serem realizados: No 1º encontro, haverá uma prova

Leia mais

Ano lectivo 2010 / 2011 Conteúdos programáticos essenciais

Ano lectivo 2010 / 2011 Conteúdos programáticos essenciais Ano de escolaridade: 7º ano Área curricular disciplinar de Ciências Naturais A Terra no Espaço Terra - Um Planeta com Vida. - Condições que permitem a existência de vida. - A Terra como um Sistema. Ciência,

Leia mais

Prof. Diogo Mayer Fernandes Clínica Cirúrgica Medicina Veterinária Faculdade Anhanguera de Dourados

Prof. Diogo Mayer Fernandes Clínica Cirúrgica Medicina Veterinária Faculdade Anhanguera de Dourados Prof. Diogo Mayer Fernandes Clínica Cirúrgica Medicina Veterinária Faculdade Anhanguera de Dourados CONCEITOS E DEFINIÇÕES HÉRNIAS ABDOMINAIS INTERNAS Passagem de conteúdo abdominal por um orifício interno

Leia mais

EDITAL Nº 004/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DE MONITORIA DE DISCIPLINAS DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA ESFA

EDITAL Nº 004/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DE MONITORIA DE DISCIPLINAS DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA ESFA EDITAL Nº 004/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DE MONITORIA DE DISCIPLINAS DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA ESFA PERÍODO DE INSCRIÇÃO: de 19 a 24 de agosto de 2015 Renata Conti

Leia mais

Sumário. Amostra. II Localização e Indicação Clínica dos Acupontos Auriculares... 17

Sumário. Amostra. II Localização e Indicação Clínica dos Acupontos Auriculares... 17 tra Am os Sumário Prefácio....................... 1 Glossário....................... 3 I Estruturas Anatômicas e Topográficas.. 5 Topografia parte anterior.......... 6 Topografia parte posterior.........

Leia mais

EDITAL Nº23/2012 (RETIFICADO)

EDITAL Nº23/2012 (RETIFICADO) (RETIFICADO) CONCURSO DE MONITORIA O Departamento de Medicina e Cirurgia Veterinária (DMCV), do Instituto de Veterinária, faz saber que, de acordo com a Deliberação nº 057/1999 CEPE encontram-se abertas

Leia mais

Tema B TECIDO CONJUNTIVO

Tema B TECIDO CONJUNTIVO Tema B TECIDO CONJUNTIVO 1 Características gerais 2 Características dos principais tipos de tecido conjuntivo 2.1 Tecido conjuntivo propriamente dito 2.1.1 Laxo 2.1.2 Denso: modulado e não modulado 2.2

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. PROGRAMA DE DISCIPLINA/ ESTÁGIO Ano: 2008 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. PROGRAMA DE DISCIPLINA/ ESTÁGIO Ano: 2008 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE MARÍLIA Faculdade de Filosofia e Ciências PROGRAMA DE DISCIPLINA/ ESTÁGIO Ano: 2008 UNIDADE UNIVERSITÁRIA: Faculdade de Filosofia e Ciências CURSO: Fisioterapia

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CRONOGRAMA DE EXTENSÃO 2013

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CRONOGRAMA DE EXTENSÃO 2013 CURSO: BIOFÍSICA FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST MINISTRANTE: Prof. Drª. Adriana Leandro Camara PÚBLICO ALVO: Alunos da área de saúde: Cursos de Fisioterapia,Nutrição,Terapia Ocupacional,Fonoaudiologia,Enfermagem,Farmácia,Odontologia

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE DA MULHER

ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE DA MULHER INSTITUTO CENTRAL Hospital das Clínicas da Faculdade da Medicina da Universidade de São Paulo Av. Enéas de Carvalho Aguiar n.º 255 CEP 05403-900 São Paulo Brasil ANEXO 1 ESPECIALIZAÇÃO DE FISIOTERAPIA

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges RADIOGRAFIA ABDOMINAL Profª Drª Naida Cristina Borges Produção de Radiografias Diagnósticas Preparo adequado jejum/enema Pausa da inspiração evita o agrupamento das vísceras Indicações para a Radiologia

Leia mais

DISCIPLINA: FISIOTERAPIA EM UROGINECOLOGIA, OSBTETRÍCIA E MASTOLOGIA EMENTA:

DISCIPLINA: FISIOTERAPIA EM UROGINECOLOGIA, OSBTETRÍCIA E MASTOLOGIA EMENTA: VII PERÍODO DISCIPLINA: FISIOTERAPIA EM UROGINECOLOGIA, OSBTETRÍCIA E MASTOLOGIA EMENTA: Estudo da anatomia do aparelho genital feminino, fisiologia do ciclo menstrual, disfunção do ciclo menstrual. Doenças

Leia mais

EXIN FISIOTERAPIA

EXIN FISIOTERAPIA EXIN FISIOTERAPIA 2016.2 SÉRIE 4MA e 4MB Assuntos Avaliação do Tônus e Força Muscular. Avaliação da Marcha. Noções de Avaliação em Fisioterapia Neurológica. ADF 3 Avaliação da Coordenação e Equilíbrio.

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em Uroginecologia Código: Fisio 216 Pré-requisito: ------- Período

Leia mais

TECIDOS. Professora Débora Lia Biologia

TECIDOS. Professora Débora Lia Biologia TECIDOS Professora Débora Lia Biologia TECIDOS HISTOLÓGICOS DEFINIÇÃO : Do grego, histo= tecido + logos= estudos. Tecidos = É um conjunto de células especializadas, iguais ou diferentes entre si, que realizam

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGICAL DO PIAUÍ PI

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGICAL DO PIAUÍ PI ANEXO IV PROGRAMA DAS DISCIPLINAS DAS PROVAS CONTEÚDO PARA OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR LÍNGUA PORTUGUESA Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. Reconhecimento de

Leia mais

MEDICINA. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 6 anos

MEDICINA. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 6 anos MEDICINA 1. TURNO: Integral GRAU ACADÊMICO: Médico PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 6 anos Máximo = 9 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO O objetivo do curso de Medicina da UEM é formar

Leia mais

O que é e para que serve a Próstata

O que é e para que serve a Próstata O que é e para que serve a Próstata A próstata é uma glândula que faz parte do aparelho genital masculino. Está localizada abaixo da bexiga, atravessada pela uretra. Seu tamanho e forma correspondem a

Leia mais

Plano Platinum. Tabela de cobertura e carência. 30 dias. 60 dias. 60 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 60 a 90 dias. 60 dias.

Plano Platinum. Tabela de cobertura e carência. 30 dias. 60 dias. 60 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 90 dias. 60 a 90 dias. 60 dias. Tabela de cobertura e carência. Cobertura de procedimentos de acordo com o plano médico contratado. Consulta generalista das 08:00 as 21:00 horas (segunda a sábado). Consulta generalista das 21:00 as 08:00

Leia mais

Anhanguera - Uniderp

Anhanguera - Uniderp Anhanguera - Uniderp CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A SELEÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICO- VETERINÁRIA - PRMV R1 / TURMA 2012 ÁREA DE CLÍNICA E CIRURGIA DE GRANDES ANIMAIS 1. Distúrbios locomotores de

Leia mais

Departamento Ciências Morfológicas. TEÓRICO/ 4ª 13:30 às 16:00

Departamento Ciências Morfológicas. TEÓRICO/ 4ª 13:30 às 16:00 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA COORDENADORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 88040-900 Trindade

Leia mais

DISCIPLINA DE ANATOMIA PATOLÓGICA II (APM 002) PROGRAMA

DISCIPLINA DE ANATOMIA PATOLÓGICA II (APM 002) PROGRAMA EMENT: UNIVERSIDDE FEDERL DE MINS GERIS FCULDDE DE MEDICIN DEPRTMENTO DE NTOMI PTOLÓGIC E MEDICIN LEGL (PM) 1º SEMESTRE DE 2013 DISCIPLIN DE NTOMI PTOLÓGIC II (PM 002) PROGRM Patologias prevalentes e clinicamente

Leia mais

ANEXO DA RESOLUÇÃO COFEN Nº 528/2016 NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA

ANEXO DA RESOLUÇÃO COFEN Nº 528/2016 NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA I OBJETIVO Estabelecer normas para atuação do Enfermeiro Perfusionista, como membro da equipe cirúrgica, nas cirurgias que requeiram a presença deste profissional,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL REGIONAL DE MATO GROSSO DO SUL PARA O ANO LETIVO DE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL REGIONAL DE MATO GROSSO DO SUL PARA O ANO LETIVO DE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL REGIONAL DE MATO GROSSO DO SUL PARA O ANO LETIVO DE 2017 1ª RETIFICAÇÃO Onde se lê: 4. DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

Leia mais

Princípios da Ultrassonografia

Princípios da Ultrassonografia Princípios da Ultrassonografia Ana Paula Araujo Costa Es pecialista em Residênica Médico-Veterinária (Diagnóstico por Imagem) Mes tranda em Ciência Animal Conceitos Gerais Exame altamente interativo Interpretação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS PPGVET

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS PPGVET Bibliografia Recomendada Mestrado Processo Seletivo 2017 Prof. Dr. Alexandre Pinto Ribeiro Apenas o capítulo de oftalmologia do livro: Ribeiro A.P. Oftalmologia, In: Crivellenti Z. & Borin-Crivellenti

Leia mais

Conteúdo Descritivo. Saúde e qualidade de vida da população

Conteúdo Descritivo. Saúde e qualidade de vida da população Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Disciplina: Ciências Naturais PLANIFICAÇÃO ANUAL DO 9º ANO Conteúdo Descritivo Nº de aulas previstas [5'] 1º PERÍODO 36 Apresentação/ acolhimento / considerações

Leia mais

Sistema urinário. Aparelho Urinário. Órgãos urinários. Órgãos urinários. Rins. Ureteres. Bexiga urinária. Uretra. Sistema urogenital

Sistema urinário. Aparelho Urinário. Órgãos urinários. Órgãos urinários. Rins. Ureteres. Bexiga urinária. Uretra. Sistema urogenital Sistema urinário Aparelho Urinário Sistema urogenital - Órgãos urinários - Órgãos genitais -- Origem embriológica comum (mesoderma intermediário) -- Anatomicamente ligados Profa. Rosane Silva cadela ovário

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso sicologia Disciplina Anatomia e Fisiologia rofessor(es) e DRTs Maria Lucila Ribeiro Martins 108998-5 Carga horária total: 60 h/a

Leia mais

QUEDAS NA IDADE SÉNIOR: DO RISCO À PREVENÇÃO!

QUEDAS NA IDADE SÉNIOR: DO RISCO À PREVENÇÃO! QUEDAS NA IDADE SÉNIOR: DO RISCO À PREVENÇÃO! Janeiro, 2015 Sumário Processo de envelhecimento Incidência das quedas em Portugal Complicações das quedas Do risco à prevenção de quedas Envelhecimento Velhice

Leia mais

Conteúdo programático para Prova de Aprimoramento em Medicina Veterinária da UNIME

Conteúdo programático para Prova de Aprimoramento em Medicina Veterinária da UNIME 1 União Metropolitana de Educação e Cultura Conteúdo programático para Prova de Aprimoramento em Medicina Veterinária da UNIME Subárea: Clínica Médica de Pequenos Animais MANEJO HIGIÊNICO, DIETÉTICO E

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO

SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO Anatomia Genitália externa: pênis e bolsa escrotal; Órgãos reprodutores internos: testículos culos, epidídimos dimos, ductos(deferente, ejaculador e uretra) e as glândulas

Leia mais

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura

2º Final de Semana. Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura 2º Final de Semana Turma XLVI Curso de Especialização em Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura Data Temas Professores 08/03/2014 - Introdução geral à Acupuntura. História da Acupuntura. Teoria de Yin

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: ambiente e saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

PLANILHA GERAL - BASES BIOLÓGICAS DA PRÁTICA MÉDICA VI- 2º 2016

PLANILHA GERAL - BASES BIOLÓGICAS DA PRÁTICA MÉDICA VI- 2º 2016 PLANILHA GERAL - BASES BIOLÓGICAS DA MÉDICA VI- 2º 2016 Dia Data Hora Professor Sala Conteúdo Módulo QUINTA 4/8/2016 Stênio - GAD (Cito, Histo, Embrio) Embriologia da pele - aula expositiva - revisão Helio

Leia mais

Grade Curricular do Curso Profissionalizante de Massagem Terapêutica

Grade Curricular do Curso Profissionalizante de Massagem Terapêutica Grade Curricular do Curso Profissionalizante de Massagem Terapêutica Espondiloterapia: Técnica de avaliação, interpretação e orientação para os problemas de coluna vertebral e, ou, seus comprometimentos,

Leia mais