Ministério das Comunicações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério das Comunicações"

Transcrição

1 CLIPPING ABRATEL DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DIA SEÇÃO III Ministério das Comunicações GABINETE DO MINISTRO AVISO DE HABILITAÇÃO No- 17, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2011(*) O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, tendo em vista o disposto na Portaria nº 498, de 5 de dezembro de 2011, publicada no DOU de 6 de dezembro de 2011, que aprova a Norma de Procedimentos de Autorização para Execução dos Serviços de Retransmissão e de Repetição de Televisão; o disposto na Portaria nº 561, de 22 de dezembro de 2001, publicada no DOU de 26 de dezembro de 2011, que alterou os itens 5.3, 9.3 e 12.3 da referida norma; o inciso I, do Art. 4º, do Decreto nº 5.371, de 17 de fevereiro de 2005, que institui o Serviço da Retransmissão de Televisão e o Serviço de Repetição de Televisão; a necessidade de alteração dos números de canais constantes na primeira versão deste Aviso de Habilitação, para atender condições de ordem técnica, RESOLVE republicar o presente Aviso de Habilitação para que as pessoas jurídicas interessadas em executar o Serviço de Retransmissão de Televisão, ancilar ao Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens, nas localidades e canais constantes do Anexo I, apresentem suas propostas, devidamente acompanhadas da documentação constante do Anexo II, de acordo com as regras e critérios abaixo estabelecidos: I - Do prazo: o prazo para a apresentação das propostas é de 60 (sessenta) dias, contado a partir da data da publicação do presente Aviso, sem prejuízo das propostas já apresentadas em atendimento ao prazo estabelecido na sua primeira versão, que poderão, a critério dos respectivos concorrentes, serem completadas no prazo aqui estabelecido. II - Da entrega das propostas: as propostas deverão ser apresentadas a) pela via postal, endereçada ao Ministério das Comunicações - Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica - Esplanada dos Ministérios - Bloco R - Edifício Anexo - Ala Oeste Brasília-DF, ou b) diretamente no Protocolo Central do Ministério das Comunicações, situado na Esplanada dos Ministérios, Bloco R, Edifício Sede - Térreo Brasília-DF. III - Da documentação necessária para a instrução dos processos: a documentação indispensável para a instrução dos processos deverá ser apresentada no prazo fixado neste Aviso, juntamente com as respectivas propostas, as quais deverão ser formuladas com a utilização do modelo de formulário constante do Anexo III. A falta de apresentação de qualquer um dos documentos ou a sua apresentação contendo qualquer incorreção, em desacordo com o que estabelece o presente Aviso de Habilitação, virá a acarretar a inabilitação da respectiva concorrente (item da Norma).

2 Serão desclassificadas as pessoas jurídicas concorrentes para as quais o Ministério das Comunicações constate a existência de irregularidade no recolhimento de receitas do Fistel - Fundo de Fiscalização das Telecomunicações. IV - Da seleção das propostas: as propostas cujos processos estejam devidamente instruídos serão examinadas e selecionadas de acordo com os critérios e quesitos estabelecidos pelo item 5.3 da citada Norma, ou seja: a) as concessionárias do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens que objetivem retransmitir os seus próprios sinais e detenham todas as suas outorgas de serviços de TV e RTV num mesmoestado, ou no Distrito Federal, para onde foi oferecido o serviço, obterão 53 pontos; b) as concessionárias do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens que objetivem retransmitir os seus próprios sinais e detenham todas as suas outorgas de serviços de TV e RTV na macrorregião geográfica para a qual foi oferecido o serviço obterão 52 pontos; c) as concessionárias do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens que objetivem retransmitir os seus próprios sinais e detenham todas as suas outorgas de serviços de TV e RTV em mais de uma macrorregião geográfica obterão 51 pontos; d) as concessionárias do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens que tenham manifestado, até 20 de julho de 2011, interesse pela execução do serviço no município objeto da outorga obterão 1 pontos; e) as concorrentes com sede no estado, ou no Distrito Federal, onde será executado o Serviço obterão 22 pontos; f) as concorrentes pessoas jurídicas de direito público interno, na hipótese de serem oferecidos mais de dois canais para o município objeto da outorga, obterão 20 pontos. V - Da classificação: As concorrentes classificadas serão listadas em ordem decrescente à pontuação obtida e serão declaradas vencedoras aquelas classificadas até a posição correspondente ao número de canais disponibilizados no aviso de habilitação, para os respectivos municípios, respeitada a ordem de preferência de canal apresentado por cada concorrente. VI - Do desempate: No caso de empate entre duas ou mais concorrentes, após a aplicação dos critérios estabelecidos no item 5.2, a seleção da pessoa jurídica vencedora dar-se-á com base no critério de localização de sua sede na macrorregião geográfica onde tal serviço será executado e, em permanecendo o empate, será realizado sorteio público. VII - Do indeferimento: As propostas não instruídas devidamente com os documentos constantes do Anexo II deste Aviso serão indeferidas e arquivadas, mediante comunicação às respectivas proponentes, por meio de ofício, com aviso de recebimento (AR). VIII - Dos prazos e condições para interposição de recurso: da decisão que determinar o indeferimento do pedido de outorga caberá recurso administrativo, em face de razões de legalidade e de mérito, cujo prazo para a interposição é de 30 (trinta dias), contado a partir da data da ciência da decisão recorrida, devendo ser dirigido à autoridade que proferiu a decisão, a qual, se não a reconsiderar, encaminhará tal recurso à autoridade superior.

3 PAULO BERNARDO SILVA ANEXO I Listagem de localidades e características técnicas relacionadas às outorgas do Serviço de Retransmissão de Televisão UF Município Canal AC Rio Branco 47 AC Cruzeiro do Sul 52 AL Boca da Mata 55 AL Matriz de Camaragibe 56+ AM Manacapuru 51 AM Coari 51 AP Macapá (Bailique) 19 AP Tartarugalzinho 3- BA Vitória da Conquista 50 BA Vitória da Conquista 57 BA Itabuna 32 BA Itabuna 50- BA Itabuna 58- CE Aracati 45 CE Aracati 52 CE Aracati (Canoa Quebrada) 49 CE Iguatu 46 DF Brasília (Gama) 27+ DF Brasília (Gama) 52+ ES Colatina 33- ES Colatina (Serra da Boa Esperança) 15- ES Linhares 13 GO Itumbiara 5- GO Planaltina 57 MA Codó 27 MA Balsas 40 MG Ubá 42+ MG Ubá 15

4 MG Ubá 45+ MG Montes Claros 27- MG Montes Claros 30- MG Montes Claros 33+ MS Ponta Porã (Fazenda Campanário) 17+ MS Ponta Porã (Fazenda Itamarati) 19 MS Ponta Porã (Fazenda Itamarati) 21 MS Três Lagoas 10- MS Três Lagoas 24- MT Cáceres 14+ MT Cáceres 23 MT Tangará da Serra 24 MT Tangará da Serra 40 PA Breves 7+ PA São Félix do Xingu 36 PA São Félix do Xingu 42 PB Sousa 13+ PB Sousa 2 PB Patos 11- PE Araripina 12+ PE Araripina 2- PE Araripina 20- PE Caruaru 10 PE Caruaru 2+ PI Picos 14 PI Picos 9 PI Floriano 11 PI Floriano 20 PR Castro 10+ PR Castro 41 PR Castro 50 PR Francisco Beltrão 56 PR Francisco Beltrão (Morro Jacutinga) 59 RJ Rio de Janeiro 46+ RJ Macaé 11 RN Açu 39 RN Açu 8 RN Caicó 8+ RO Rolim de Moura 50 RO Rolim de Moura 55 RO Ariquemes 53 RR Alto Alegre 3 RR Alto Alegre 35 RR Alto Alegre (Serra do Taiano) 33 RR Rorainópolis 7+ RS Venâncio Aires 52 RS Vacaria 12+ SC Florianópolis 39- SE Estância 9+ SE Tobias Barreto 9+ SP Assis 49+ SP Assis 53+ SP Assis 51 SP Avaré 33- SP Avaré 36 TO Porto Nacional 42 TO Gurupi 31

5 ANEXO II DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À INSTRUÇÃO DAS PROPOSTAS DAS PESSOAS JURÍDICAS DE DIREITO PÚBLICO INTERNO, EM ORIGINAL OU CÓPIA AUTENTICADA As entidades interessadas na execução do Serviço de RTV deverão apresentar ao Ministério das Comunicações, no prazo estabelecido em aviso de habilitação, requerimento firmado pelos seus respectivos representantes legais, indicando, inclusive, a forma de repetição do sinal da estação geradora, acompanhado da seguinte documentação, em original ou cópia autenticada: Para os Estados, o Distrito Federal e os Municípios: a) declaração, firmada pelo representante legal do ente federativo, de que as transmissões serão interrompidas se estas vierem a provocar interferências em estações de telecomunicações e de radiodifusão regularmente autorizadas e instaladas, até que os problemas sejam sanados, conforme estabelece o Regulamento Técnico do Serviço, sem prejuízo das competências fiscalizatórias legalmente atribuídas à Anatel; b) cópia da publicação da Lei vigente, na qual esteja prevista a disponibilidade de recursos financeiros destinados ao empreendimento, discriminando o valor ou o percentual a ser aplicado na instalação e manutenção do sistema solicitado; c) em caso de requerimento assinado por procurador, comprovante de sua representação legal, com poderes específicos para a instrução do procedimento de outorga, cumulativa com a prova da sua condição de brasileiro nato ou naturalizado há mais de dez anos; d) declaração da entidade geradora, cedente da programação básica, assinada pelo seu representante legal, em concordância com a retransmissão de seus sinais; e) comprovante de protocolo ou postagem pelos correios de documento de manifestação de interesse pela execução do serviço para o município, com data até 20 de julho de 2011, se for o caso; e f) declaração, assinada pelo seu representante legal, informando a ordem de interesse pelos canais oferecidos para outorga, em caso de oferecimento de mais de um canal para o município. Para as pessoas jurídicas integrantes da administração indireta federal, estadual, distrital e municipal: a) ato oficial de criação da instituição; b) declaração, firmada pelo representante legal da instituição, de que as transmissões serão interrompidas se vierem a provocar interferências em estações de telecomunicações e de radiodifusão regularmente autorizadas e instaladas, até que os problemas sejam sanados, conforme estabelece o Regulamento Técnico do Serviço, sem prejuízo das competências fiscalizatórias legalmente atribuídas à Anatel; c) comprovação de destinação de recursos financeiros para a instalação, operação e anutenção da estação; d) comprovante da representação legal do gerente, administrador, diretor ou presidente da instituição e prova da sua condição de brasileiro nato ou naturalizado há mais de dez anos;

6 e) em caso de requerimento assinado por procurador, comprovante de sua representação legal, com poderes específicos para a instrução do procedimento de outorga, e prova da sua condição de brasileiro nato ou naturalizado há mais de dez anos; f) declaração da entidade geradora, cedente da programação básica, assinada pelo seu representante legal, em concordância com a retransmissão de seus sinais; g) comprovante de protocolo ou postagem pelos correios de documento de manifestação de interesse pela execução do serviço para o município, com data até 20 de julho de 2011, se for o caso; e h)declaração, assinada pelo seu representante legal, informando a ordem de interesse pelos canais oferecidos para outorga, em caso de oferecimento de mais de um canal para a localidade. Para as concessionárias ou autorizadas do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens interessadas na execução do Serviço de RTV para retransmitir os seus próprios sinais: a) Declaração, firmada por seu representante legal, de que as transmissões serão interrompidas se estas vierem a provocar interferências em estações de telecomunicações e de radiodifusão regularmente autorizadas e instaladas, até que os problemas sejam sanados, conforme estabelece o Regulamento Técnico do Serviço, sem prejuízo das competências fiscalizatórias legalmente atribuídas à Anatel; b) Certidão que comprove a regularidade fiscal perante as Fazendas Nacional, Estadual ou do Distrito Federal e Municipal do local da sede da entidade interessada; c) Certidão de regularidade perante a Seguridade Social e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS); d) comprovante de protocolo ou postagem pelos correios de documento de manifestação de interesse pela execução do serviço para o município, com data até 20 de julho de 2011, se for o caso; e e) declaração, assinada pelo seu representante legal, informando a ordem de interesse pelos canais oferecidos para outorga, em caso de oferecimento de mais de um canal para o município. Para as demais pessoas jurídicas: a) ato constitutivo e suas alterações, devidamente registrados ou arquivados no órgão competente, em que conste, dentre seus objetivos sociais, a prestação de serviço de radiodifusão ou de seus ancilares; b) cópia da Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); c) certidão que comprove a sua regularidade fiscal perante as Fazendas Nacional, Estadual ou do Distrito Federal e Municipal do local da sede da entidade interessada; d) Certidão que comprove a sua regularidade perante a Seguridade Social e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS); e) comprovante da representação legal do gerente, administrador, diretor ou presidente e prova da sua condição de brasileiro nato ou naturalizado há mais de dez anos;

7 f) em caso de requerimento assinado por procurador, comprovante de sua representação legal com poderes específicos para a instrução do procedimento de outorga e prova da sua condição de brasileiro nato ou naturalizado há mais de dez anos; g) declaração firmada pelo representante legal da pessoa jurídica de que as transmissões serão interrompidas se estas vierem a provocar interferências em estações de telecomunicações e de radiodifusão regularmente autorizadas e instaladas, até que os problemas sejam sanados, conforme estabelece o Regulamento Técnico do Serviço; h) declaração de que a pessoa jurídica possui recursos financeiros para a instalação, operação e manutenção da estação; e i) declaração da entidade geradora, cedente da programação básica, assinada pelo seu representante legal, em concordância com a retransmissão de seus sinais; j) comprovante de protocolo ou postagem pelos correios de documento de manifestação de interesse pela execução do serviço para o município, com data até 20/07/2011, se for o caso; e k) declaração, assinada pelo seu representante legal, informando a ordem de interesse pelos canais oferecidos para outorga, em caso de oferecimento de mais de um canal para o município ANEXO III MODELO DE REQUERIMENTO. Ao Senhor Secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações ASSUNTO: Proposta para a obtenção de outorga para a execução do Serviço de Retransmissão de Televisão Município: Canal: Sinais a serem retransmitidos: Aviso de Habilitação nº: Data de publicação do Aviso de Habilitação: Data de vencimento do prazo para a postagem ou protocolo das propostas: O (A) (denominação do ente/entidade) com sede em (cidade), (Estado),CNPJ nº por seu representante legal abaixo assinado, vem apresentar a essa Secretaria proposta para a obtenção de sua outorga para a execução do serviço ancilar de radiodifusão acima descrito, juntando, em anexo, a documentação necessária para a instrução do respectivo processo, tudo em observância à Portaria nº 498, de 5/12/2011, publicado no Diário Oficial da União de 6/12/2011,, que estabelece regras e critérios para os processos seletivos relativos ao referido serviço. Pede deferimento. (local e data) (assinatura) (nome completo) (título de representação legal) (*) Republicado por ter saído no DOU de 12/12/2011, Seção 3, pág. 131/132, com incorreção no original

8

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações,

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA 1. REQUERIMENTO Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, A , CNPJ nº , com endereço na

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, no uso da atribuição

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM

As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA CCTCI SETEMBRO/2015 Motivações Necessidade da Migração:

Leia mais

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 DOU de 20.3.2006 Aprova o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica -

Leia mais

PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013.

PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Publicado no DOM Nº 2655 de 27/11/2013 PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Disciplina o procedimento de indeferimento de opção e de exclusão de ofício ao Regime Especial Unificado

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA PRESIDÊNCIA RESOLUÇÃO Nº 20, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2004

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA PRESIDÊNCIA RESOLUÇÃO Nº 20, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2004 RESOLUÇÃO Nº 20, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2004 Fixa o valor a ser recolhido para o pagamento do porte de remessa e retorno de autos. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições

Leia mais

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre escritório de representação, no País, de ressegurador admitido, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1-Nº 116, segunda-feira, 18 de junho de 2012

Diário Oficial da União Seção 1-Nº 116, segunda-feira, 18 de junho de 2012 Secretaria da Receita Federal do Brasil revoga instrução normativa que tratava a respeito dos procedimentos para ratificação de erros no preenchimento de Guia da Previdência Social (GPS) Para conhecimento,

Leia mais

PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008.

PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008. Data de Publicação do D.O.U 15 de dezembro de 2008 PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008. A SECRETÁRIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA DO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições,

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital

Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES 1. O que são Entidades Cedentes de Programação ECP? São as entidades geradoras de televisão que disponibilizam

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 009/2011 Secretaria Municipal de Administração Processos: 100094/2011 ROMILDO BOLZAN

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO STJ N. 4 DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Setembro/2016 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de São Roque no uso de suas atribuições legais torna público que estão abertas as inscrições para participação

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD 1. PREÂMBULO 1.1. A Comissão Coordenadora do Polo UFGD

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE 2016. REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas as inscrições para participação

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA CADASTRO DE FORNECEDORES O Município de Colinas do Tocantins, Estado do Tocantins, com fundamento nos artigos 34 a 37 da Lei nº 8.666/93 e demais alterações, torna público

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO PROCEDIMENTO PARA EXPLORAÇÃO DE ÁREAS COMERCIAIS NAS ESTAÇÕES DO METRÔ MEDIANTE CREDENCIAMENTO RECEMPE E REGULAMENTO GERAL A Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô, com base

Leia mais

CENTRAIS GERADORAS EÓLICAS, SOLAR FOTOVOLTAICAS E TERMELÉTRICAS A BIOMASSA.

CENTRAIS GERADORAS EÓLICAS, SOLAR FOTOVOLTAICAS E TERMELÉTRICAS A BIOMASSA. INSTRUÇÕES PARA REQUERIMENTO AO ONS DE PARECER OU DOCUMENTO EQUIVALENTE DE ACESSO AO SISTEMA DE TRANSMISSÃO PARA FINS DE CADASTRAMENTO NA EPE COM VISTAS À HABILITAÇÃO TÉCNICA AO LEILÃO DE ENERGIA DE RESERVA

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 31

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 31 Universidade Regional do Cariri - URCA Centro de Ciências e Tecnologia Departamento de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - Polo 31 EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO

Leia mais

PORTARIA Nº 290, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2009

PORTARIA Nº 290, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2009 Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal PORTARIA Nº 290, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2009 Estabelece normas para emissão dos Atestados de Implantação Provisório e Definitivo para os empreendimentos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 31, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2002

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 31, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2002 SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 31, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2002 Baixa instruções para análise do requerimento de autorização de saque do FGTS de contas vinculadas, em nome de empregadores,

Leia mais

Programa de Aceleração do Crescimento. Modelo de Aferição por Parcelas e Portaria 130/2013

Programa de Aceleração do Crescimento. Modelo de Aferição por Parcelas e Portaria 130/2013 Programa de Aceleração do Crescimento Modelo de Aferição por Parcelas e Portaria 130/2013 Modelo de Aferição Por Parcelas Histórico: Com o advento do PAC2 foram estabelecidas algumas medidas a fim de otimizar

Leia mais

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 1/2014 REPETIÇÃO

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 1/2014 REPETIÇÃO 1 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 1/2014 REPETIÇÃO O CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS (CFN), autarquia federal, órgão de fiscalização profissional regida pela Lei n 6.583, de 20.10.1978, inscrito no CNPJ

Leia mais

Boletim de Serviço Edição nº 620

Boletim de Serviço Edição nº 620 2016 Boletim de Serviço Edição nº 620 Defensoria Pública do Distrito Federal 6/6/2016 I)- GABINETE DO DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DA DPDF I)-ATOS DO DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DA DPDF Edital republicado por incorreção

Leia mais

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE?

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? Instrumento que permite o financiamento, por meio de incentivos fiscais, de projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte. BASE LEGAL: Lei 11.438/06 -

Leia mais

PROJETO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS APAES E APLUB CAP

PROJETO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS APAES E APLUB CAP PROJETO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS APAES E APLUB CAP 2014 CONTROLADORIA FENAPAES-RS Projeto APLUB e Federação Nacional das APAES- Nome do projeto Projeto de apoio as Federações Estaduais dos recursos provenientes

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO CONTROLADORIA GERAL MUNICIPAL ATO DE APROVAÇÃO

GABINETE DO PREFEITO CONTROLADORIA GERAL MUNICIPAL ATO DE APROVAÇÃO GABINETE DO PREFEITO CONTROLADORIA GERAL MUNICIPAL ATO DE APROVAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 003/2011 VERSÃO 02 UNIDADE RESPONSÁVEL Controladoria Municipal de Guamaré I FINALIDADE Dispor acerca do requerimento

Leia mais

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO UF / Ação de Governo Valor a ser Fiscalizado AC R$ 99.891.435,79 Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica (PNAE) R$

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF UF Tecnologia Velocidade Quantidade de Acessos AC ATM 12 Mbps a 34Mbps 3 AC ATM 34 Mbps

Leia mais

EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº

EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº045.2016 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PSICOLOGO(A) PARA ATUAR JUNTO AO PROGRAMA NAAB- Nucleo De Apoio

Leia mais

Microempreendedor Individual MEI

Microempreendedor Individual MEI Universidade Estadual de Goiás - UNUCSEH Núcleo Interdisciplinar de Estudos Independentes NIEI 3º ano Aluna: Christiane Rocha Cunha Microempreendedor Individual MEI V. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 1. Principais

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE 2016. Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO Desejo receber comunicações da GEOS/SAS, via Correios, no endereço da sede social da empresa.

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARATIBA. Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CNPJ

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARATIBA. Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CNPJ Edital nº004/2016 ABRE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE ENFERMEIRA (O) PARA ATUAÇÃO JUNTO A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROGRAMA PSF O Município de Aratiba, Estado

Leia mais

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFLA N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 053/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras O, por intermédio da, comunica que, de acordo com o que dispõe a Lei Federal nº 8.666/93 e suas alterações, os Srs. Fornecedores da Prefeitura do Município de Piracicaba que desejarem se inscrever no CERTIFICADO

Leia mais

I. DOCUMENTOS INDIVIDUAIS A SEREM ENTREGUES PELOS INTEGRANTES DA CHAPA

I. DOCUMENTOS INDIVIDUAIS A SEREM ENTREGUES PELOS INTEGRANTES DA CHAPA INSCRIÇÃO DE CHAPAS A Resolução CFN 564/2015 determina os procedimentos necessários para efetivar o registro de chapas. Com o intuito de facilitar a interpretação dos dispositivos legais pertinentes, a

Leia mais

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE 10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de 2008. DOE 28.04.2008 Instrução Normativa AGE nº 001, de 25 de abril de 2008. Institui normas e rotinas para padronização e uniformização dos procedimentos

Leia mais

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica SiSUTEC 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, julho de 2014 Pronatec Mais de 7,59 milhões de matrículas realizadas até julho de 2014: 2,16

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO A na forma do art. 34, 1 da Lei n 8.666/93, torna público que para fornecimento de materiais e prestações de serviços ao Município de Caicó / RN, os interessados deverão

Leia mais

EDITAL DE CADASTRO MUNICIPAL DE MÚSICOS, ARTISTAS E/OU BANDAS MUSICAIS Nº. 005/2016

EDITAL DE CADASTRO MUNICIPAL DE MÚSICOS, ARTISTAS E/OU BANDAS MUSICAIS Nº. 005/2016 EDITAL DE CADASTRO MUNICIPAL DE MÚSICOS, ARTISTAS E/OU BANDAS MUSICAIS Nº. 005/2016 O PREFEITO MUNICIPAL DE GUARAPARI, Estado do Espírito Santo, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEPB N O 01/2016

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEPB N O 01/2016 Universidade Estadual da Paraíba Centro de Ciências e Tecnologia Departamento de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - Polo Campina Grande EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEPB N O 01/2016 PROCESSO

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR RESOLUÇÃO ANP Nº41, DE 06/11/2013 Exclusiva para pedido de autorização 1/2 01 TIPO DE VAREJISTA 02 INSCRIÇÃO CNPJ COMBUSTÍVEL LÍQUIDO GNV AMBOS / - 04 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME ( firma, razão social

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE SEVILLA EDITAL DRE n 045/16

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE SEVILLA EDITAL DRE n 045/16 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE SEVILLA EDITAL DRE n 045/16 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna pública a abertura

Leia mais

ITCMD Aspectos Relacionados ao Terceiro Setor

ITCMD Aspectos Relacionados ao Terceiro Setor ITCMD Aspectos Relacionados ao Terceiro Setor Comissão de Direito do Terceiro Setor Danilo Brandani Tiisel Imposto sobre Transmissão "Causa Mortis" e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos ITCMD Conceito

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 012/2011 TIPO: MENOR TAXA DE ADMINISTRAÇÃO 1 OBJETIVO 2 JUSTIFICTIVA DA CONTRATAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 012/2011 TIPO: MENOR TAXA DE ADMINISTRAÇÃO 1 OBJETIVO 2 JUSTIFICTIVA DA CONTRATAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 012/2011 TIPO: MENOR TAXA DE ADMINISTRAÇÃO A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil FETRAF-BRASIL/CUT, entidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015 Regulamenta a Transferência Interna, externa e Ingresso de Portador de Diploma nos cursos de graduação da Faculdade Guanambi. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL.

EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL. EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL. A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, por meio do COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA NO

Leia mais

INSTRUÇÃO UCRH Nº 01, de 22 de janeiro de 2009

INSTRUÇÃO UCRH Nº 01, de 22 de janeiro de 2009 INSTRUÇÃO UCRH Nº 01 de 22 de janeiro de 2009 Dispõe sobre os procedimentos relativos à concessão do salário-família e auxílioreclusão previstos respectivamente nos artigos 163-A e 163-B da Lei Complementar

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL Conselhos de Fiscalização de Profissões

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL Conselhos de Fiscalização de Profissões PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL Conselhos de Fiscalização de Profissões Geovani Ferreira de Oliveira Diretor de Normas e Gestão de Contas (TCU) Abril/2016 R Agenda Decisões recentes do TCU sobre a prestação

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DE MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINA 2 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES PÁGINA 4 DECLARAÇÃO

Leia mais

ÁREA: Estudos Técnicos e Saúde TÍTULO: Parâmetros referente a quantidade de Agentes de Combate à Endemias (ACE) por Município.

ÁREA: Estudos Técnicos e Saúde TÍTULO: Parâmetros referente a quantidade de Agentes de Combate à Endemias (ACE) por Município. NOTA TÉCNICA Nº 23/2016 Brasília, 14 de Junho de 2016. ÁREA: Estudos Técnicos e Saúde TÍTULO: Parâmetros referente a quantidade de Agentes de Combate à Endemias (ACE) por Município. 1- LEGISLAÇÃO A Lei

Leia mais

Departamento de Engenharia de Saúde Pública/CGEAR LICENCIAMENTO AMBIENTAL NAS OBRAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA FUNASA.

Departamento de Engenharia de Saúde Pública/CGEAR LICENCIAMENTO AMBIENTAL NAS OBRAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA FUNASA. Departamento de Engenharia de Saúde Pública/CGEAR LICENCIAMENTO AMBIENTAL NAS OBRAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA FUNASA Brasília 2005 O Licenciamento Ambiental nasceu de uma exigência social, fruto de uma

Leia mais

FACULDADE DE REABILITAÇÃO DA ASCE FRASCE Associação de Solidariedade à Criança Excepcional - ASCE

FACULDADE DE REABILITAÇÃO DA ASCE FRASCE Associação de Solidariedade à Criança Excepcional - ASCE Processo Seletivo 2015/02 O Diretor Geral da Faculdade de Reabilitação da ASCE faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 04 de maio de 2015 a 19 de junho de 2015, as inscrições

Leia mais

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007.

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. VA PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DE 4/10/2007, SEÇÃO 3, PÁG.. EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. Divulgar a distribuição de vagas do Concurso Público para provimento de cargos e formação

Leia mais

Portaria CAT - 94, de

Portaria CAT - 94, de Portaria CAT - 94, de 20-05-2009 (DOE 21-05-2009) Disciplina os procedimentos para o cancelamento dos débitos fiscais do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores - IPVA previsto no artigo 52

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003 Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre a prática de atos perante o Cadastro de Imóveis Rurais (Cafir) e dá outras providências

Leia mais

CAPÍTULO II Fornecedores SEÇÃO I Qualificação de fornecedores de produtos e insumos

CAPÍTULO II Fornecedores SEÇÃO I Qualificação de fornecedores de produtos e insumos REGULAMENTO PRÓPRIO PARA CONTRATAÇÃO DE OBRAS, SERVIÇOS E COMPRAS COM RECURSOS PROVENIENTES DO PODER PÚBLICO. CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer normas de padronização para aquisição de materiais,

Leia mais

Ministério de Minas e Energia Gabinete do Ministro

Ministério de Minas e Energia Gabinete do Ministro Ministério de Minas e Energia Gabinete do Ministro PORTARIA N o 172, DE 10 DE MAIO DE 2016 O MINISTRO DE ESTADO DE MINAS E ENERGIA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, incisos

Leia mais

Balanço da Atividade da Fiscalização da ANP no Mercado de GLP. Encontro Técnico do GLP de de dezembro de 2015 São Paulo - SP

Balanço da Atividade da Fiscalização da ANP no Mercado de GLP. Encontro Técnico do GLP de de dezembro de 2015 São Paulo - SP Balanço da Atividade da Fiscalização da ANP no Mercado de GLP Encontro Técnico do GLP de 2015 09 de dezembro de 2015 São Paulo - SP Fiscalização do Abastecimento 2 Agentes Econômicos Sujeitos à Fiscalização

Leia mais

EDITAL Nº 34/2016/PROEN/IFPI, DE 15 DE MARÇO DE 2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA DE ENSINO SUPERIOR

EDITAL Nº 34/2016/PROEN/IFPI, DE 15 DE MARÇO DE 2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA DE ENSINO SUPERIOR INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 34/2016/PROEN/IFPI, DE 15 DE MARÇO DE 2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA DE ENSINO SUPERIOR 1. PREÂMBULO

Leia mais

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 Estabelece os critérios relativos à Autorização de Funcionamento (AFE) e de Autorização Especial (AE) de farmácias e drogarias. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012 Ministério do Trabalho e Emprego Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. de 2012 1. Resultados do Programa de Microcrédito no 2 de 2012.

Leia mais

Normas - Sistema Gestão da Informação

Normas - Sistema Gestão da Informação Página 1 de 6 Normas - Sistema Gestão da Informação Visão Anotada PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 14/09/2016, seção 1, pág. 17) Disciplina a disponibilização, pela

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR EM CARGOS DE E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO Administrador AC 1 14 14.00 Administrador AL 1 53 53.00 Administrador AP 1 18 18.00 Administrador BA 1 75 75.00 Administrador DF 17 990 58.24 Administrador MT 1 55

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

05/2016 775707/2012 - MTE/SENAES CAMP

05/2016 775707/2012 - MTE/SENAES CAMP Cotação Prévia de Preço Nº. 05/2016 Convênio Nº 775707/2012 - MTE/SENAES CAMP Projeto: Centro de Formação e Apoio à Assessoria Técnica em Economia Solidária CFES Regional Sul. Critério: Menor Preço e Melhor

Leia mais

CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013

CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013 CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013 A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC), com sede na cidade de Brasília, no SCN, quadra 1, bloco C Ed. Brasília

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE 2016. VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas

Leia mais

Descrição do PAS Nº 001 VipLine

Descrição do PAS Nº 001 VipLine PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO LOCAL PLANO VIPLINE N 001 LC EMPRESA CLARO S.A. NOME DO PLANO Plano PAS 001 - LC MODALIDADE DO STFC Serviço Local DESCRIÇÃO RESUMIDA É um Plano Alternativo para prestação do

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Jahu, no uso de suas atribuições legais, expede a seguinte portaria:

O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Jahu, no uso de suas atribuições legais, expede a seguinte portaria: Portaria da Faculdade de Tecnologia de Jahu n.º 060, de 06/03/2013 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Jahu, no uso de suas atribuições legais estabelece normas para transferência de alunos nos cursos

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2012-AUDIN Assunto: Formalização legal dos processos de dispensa de licitação Belém, 05 de dezembro de 2012. Conforme disposto no art. 2º da Lei nº 8.666/93 as obras, serviços,

Leia mais

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL ª EDIÇÃO

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL ª EDIÇÃO ANEXO VI: FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL 2014 7ª EDIÇÃO REGULAMENTO - DESENVOLVIMENTO DE ROTEIROS 1. DO OBJETO DA PREMIAÇÃO 1.1 Serão analisadas propostas de desenvolvimento de roteiros

Leia mais

Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro

Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro O BNDES é hoje o maior patrocinador de ações de preservação do patrimônio histórico e arqueológico brasileiro. Desde 1997,

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus UFRJ-Macaé professor Aloísio Teixeira Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física (PPGEF)

Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus UFRJ-Macaé professor Aloísio Teixeira Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física (PPGEF) Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus UFRJ-Macaé professor Aloísio Teixeira Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física (PPGEF) EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFRJ_MACAÉ N O 342/2016 PROCESSO SELETIVO

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação RESOLUÇÃO N o 06, DE 10 DE JUNHO DE 2013. Trata de Instruções Normativas para a realização, pela UFJF, de processos de seleção de candidatos aos cursos de Mestrado e Doutorado abrigados pelos Programas

Leia mais

aprovação do pleno, ocorrida na sessão ordinária de 7 de outubro de 2014;

aprovação do pleno, ocorrida na sessão ordinária de 7 de outubro de 2014; 1 RESOLUÇÃO CONSU Nº. 13/2014, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014. Regulamenta o processo de revalidação de diploma de cursos de graduação em Medicina obtido em instituição estrangeira de ensino superior. A Presidente

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. Estabelece procedimentos relacionados com a instrução de processos de autorização para funcionamento, alterações

Leia mais

EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA

EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA A Comissão para eleição do Conselho Gestor do Instituto

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Polo 36 UFAL

Universidade Federal de Alagoas Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Polo 36 UFAL Universidade Federal de Alagoas Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Polo 36 UFAL EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFAL N O 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DE SANTA CATARINA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DE SANTA CATARINA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 34/99 Fixa normas para o reconhecimento da equivalência de estudos da Educação Básica e Profissional realizados no exterior, revalidação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO VAGAS REMANESCENTES DO PS OFERTA DE VAGAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO VAGAS REMANESCENTES DO PS OFERTA DE VAGAS EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 16 2016 VAGAS REMANESCENTES DO PS 10 2016 OFERTA DE VAGAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM LICENCIATURA EM MATEMÁTICA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Campus do Ifes ofertante

Leia mais

Quantidade de pedidos registrados por mês

Quantidade de pedidos registrados por mês Relatório de Pedidos de Acesso à Informação e Solicitantes (*) Informações adicionais para o correto entendimento do relatório podem ser encontradas na última seção. Órgão(s) de referência: MinC - Ministério

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÕES N O, DE 2014

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÕES N O, DE 2014 REQUERIMENTO DE INFORMAÇÕES N O, DE 2014 (Do Sr. Ruy Carneiro) Requer informações acerca de possíveis irregularidades na concessão de canais de transmissão em caráter secundário para as empresa TVCi TV

Leia mais

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 1. Sociedades Seguradoras Nacionais, Sociedades de Capitalização e Sociedades de Previdência Privada Aberta com fins lucrativos. 1.1- ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - AGE

Leia mais

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 1 2 8 1» Centro de Artes e Esportes Unificados Rio Branco AC 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 Recanto das Emas DF 3» Creche Ipê Rosa Samambaia DF 4» Quadra escolar Maria Nascimento

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC A EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA O movimento Constitucional; O processo de discussão que antecedeu a LDB nº9394/96; A concepção de Educação Básica e a universalização do

Leia mais

FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA

FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA EDITAL N.º 08/2010 FUNDAÇÃO JOSÉ AUGUSTO VIEIRA PROCESSO SELETIVO PARA ACEITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, EXTERNA, REINGRESSO E PORTADORES DE DIPLOMA E DISCIPLINA ISOLADA. Pelo presente edital, tornamos

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL POR PRAZO DETERMINADO DE MONITOR

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL POR PRAZO DETERMINADO DE MONITOR EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL POR PRAZO DETERMINADO DE MONITOR HILÁRIO CASARIN, Prefeito do Município de São Miguel das Missões, no uso de suas atribuições legais, autoriza

Leia mais

Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO CPL/CMP Nº 01/2011

Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO CPL/CMP Nº 01/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO CPL/CMP Nº 01/2011 Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing com o intuito de constituir subcomissão técnica para as contratações

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016 Página 1 de 5 AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Boletim de Serviço Eletrônico em EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 44/2016 O GERENTE DE ADMINISTRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, SUBSTITUTO, DA AGÊNCIA NACIONAL

Leia mais

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012.

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. Os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria das indenizações pagas

Leia mais

Cotação Eletrônica de Preço SICONV N. 021/2015 Tipo: MENOR PREÇO GLOBAL Convênio n.º /2014 MDA/FETRAF

Cotação Eletrônica de Preço SICONV N. 021/2015 Tipo: MENOR PREÇO GLOBAL Convênio n.º /2014 MDA/FETRAF Cotação Eletrônica de Preço SICONV N. 021/15 Tipo: MENOR PREÇO GLOBAL Convênio n.º 811554/14 MDA/FETRAF A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil, entidade

Leia mais