Instituto de Dermatologia Prof. R. D. Azulay/ INCA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto de Dermatologia Prof. R. D. Azulay/ INCA"

Transcrição

1 Instituto de Dermatologia Prof. R. D. Azulay/ INCA Linfoma cutâneo primário rio de células B: tratamento com rituximab associado à quimioterapia Autores: Nayibe Solano Martinez Renata Teles Filogônio Rocio Marín Ângela Gasparini Bernard Kawa Kac

2 Anamnese ID: Paciente masculino, 22 anos, pardo, estudante, natural e residente no Rio de Janeiro. QP: caroço no peito HDA: Relata surgimento de pápula pré-esternal há 2 anos evoluindo para placa infiltrada, eritematoacastanhada, com lesões pápulo-nodulares periféricas, assintomática. HPP/HF/HS: Nada digno de nota. Exame físico: Bom estado geral. Ausência de linfonodomegalias ou vísceras palpáveis. 2

3 3 Exame dermatológico

4 Hipóteses diagnósticas Dermatofibrossarcoma protuberans Quelóide 4

5 5 Histopatologia

6 6 Histopatologia

7 7 Histopatologia

8 Exames complementares - Hemograma - Glicemia de jejum, provas hepáticas, função renal, íons e LDH - Anti-HIV e anti-htlv - Rx de tórax PA/ perfil - Ultrassonografia abdominal total - Tomografias de pelve, abdome superior e tórax - Biópsia de medula óssea SEM ALTERAÇÕES 8

9 Imuno-histoqu histoquímica Positividade: LCA / CD20 Negatividade: bcl2 / CD3 Linfoma não-hodgkin difuso de grandes células B comprometendo primariamente a pele 9

10 Discussão CLASSIFICAÇÃO DOS LINFOMAS CUTÂNEOS PRIMÁRIOS DE CÉLULAS B ( WHO- EORTC): COMPORTAMENTO CLÍNICO INDOLENTE - Linfoma cutâneo primário de células B da zona marginal - Linfoma cutâneo primário centrofolicular COMPORTAMENTO CLÍNICO INTERMEDIÁRIO - Linfoma cutâneo primário difuso de grandes células B, tipo perna - Linfoma cutâneo primário difuso de grandes células B, outro - Linfoma cutâneo primário intravascular de grandes células B 10

11 Discussão LINFOMAS CUTÂNEOS PRIMÁRIOS DE CÉLULAS B: Conceito: Ausência de acometimento extracutâneo na avaliação inicial e por até 6 meses depois Não-Hodgkin extranodais 20-25% linfomas cutâneos 90 % linfomas cutâneos de células B 11

12 Discussão LINFOMAS CUTÂNEOS PRIMÁRIOS DE CÉLULAS B: Causa desconhecida (Borrelia burgdorferi ) Masculino(2:1) / idade média: 59 anos Poucas lesões de crescimento relativamente rápido Disseminação extracutânea em fases avançadas Sobrevida: 89-96% / recorrência local: 26-68% casos 12

13 Discussão DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO: 13 Padrão-ouro: - Histopatologia - Imuno - histoquímica Propedêutica essencial para estadiamento: - anamnese e exame físico direcionados - hemograma, LDH, metabólitos, ácido úrico - tomografias de tórax, abdome e pelve - biópsia de medula óssea Outros: - Teste p/ hepatite B, anti-hiv e ecocardiograma

14 Tratamento Estágio I (pele) / tumor < 10 cm/ sem fatores de risco adversos: R-CHOP 6 ciclos 14 Rituximab Ciclofosfamida Doxorrubicina Vincristina Prednisona 600 mg IV 1230 mg IV 80 mg IV 2 mg IV 100mg VO

15 15 Após s 1 ciclo de R-R CHOP

16 16 Após s 2 ciclos de R-R CHOP

17 Motivo da apresentação Raridade do caso, considerando-se a ocorrência de linfoma cutâneo primário de células B em faixa etária pouco usual; Primeiro caso relatado de tratamento desta entidade com rituximab associado à quimioterapia considerando-se a literatura dermatológica brasileira pesquisada. 17

18 Referências bibliográficas 1. Araújo PAFF, Santos SNMB, Savi D. Linfoma cutâneo de células B- relato de caso. An bras Dermatol 2002 ;77: Nunes MG, Pierro APSM, Coutinho MFV, Morais JCO, Carneiro SCS, Azulay DR. Linfoma cutâneo de células B: relato de caso. An bras Dermatol 2004; 79(6): Moricz CZM, Sanches JA. Processos linfoproliferativos da pele. Parte 1- Linfomas cutâneos de células B. An bras Dermatol 2005; 80(5): National Comprehensive Cancer Network. Version 2. 28/02/ Miller TP, Dahlberg S, Cassady JR, et al. Chemotherapy Alone Compared with Chemotherapy plus Radiotherapy for localized Intermediate-and High-Grade Non- Hodgkin s Lymphoma. N Engl J Med 1998; 339: Coiffier B, Lepage E, Briere J, et al. CHOP chemotherapy plus rituximab compared with CHOP alone in elderly patients with diffuse large-b-cell lymphoma. N Engl J Med 2002;346: Leonard, J. P., Coleman, M., Ketas, J., Ashe, M., Fiore, J. M., Furman, R. R., Niesvizky, R., Shore, T., Chadburn, A., Horne, H., Kovacs, J., Ding, C. L., Wegener, W. A., Horak, I. D., Goldenberg, D. M. (2005). Combination Antibody Therapy With Epratuzumab and Rituximab in Relapsed or Refractory Non- Hodgkin's Lymphoma. JCO 23: Reff ME, Carner K, Chaambers KS, Anderson DR. Depletion of B cells in vivo by a chimeric mouse human monoclonal antibody to CD20. Blood 1994;83:

19 OBRIGADA!

Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE. CONSULTA PÚBLICA No- 29, DE 19 DE AGOSTO DE 2010

Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE. CONSULTA PÚBLICA No- 29, DE 19 DE AGOSTO DE 2010 Diário Oficial Imprensa Nacional. Nº 164 DOU de 26/08/10 p. 79 seção 1 Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF CONSULTA PÚBLICA No- 29, DE 19 DE AGOSTO

Leia mais

Mandado de segurança contra ato do Secretário Municipal de Saúde RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO-HODGKIN FOLICULAR TRANSFORMADO EM DIFUSO

Mandado de segurança contra ato do Secretário Municipal de Saúde RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO-HODGKIN FOLICULAR TRANSFORMADO EM DIFUSO Data: 08/12/2012 Nota Técnica 2012 Juízo da 4ª Vara de Fazenda Pública Municipal Juiz Renato Dresh Numeração Única: 3415341-21.201 Impetrante Marlene Andrade Montes Medicamento Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Linfomas. Claudia witzel

Linfomas. Claudia witzel Linfomas Claudia witzel Pode ser definido como um grupo de diversas doenças neoplásicas : Do sistema linfático Sistema linfóide Que tem origem da proliferação de linfócitos B ou T em qualquer um de seus

Leia mais

TEMA: RITUXIMABE PARA A LEUCEMIA LINFOCÍTICA

TEMA: RITUXIMABE PARA A LEUCEMIA LINFOCÍTICA Data: 17/05/2013 NOTA TÉCNICA 73 /2013 Medicamento Material Procedimento Cobertura x Solicitante: Juíza Vanessa Guimarães da Costa Vedovotto Número do processo: TEMA: RITUXIMABE PARA A LEUCEMIA LINFOCÍTICA

Leia mais

Conteúdo. Data: 24/04/2013 NOTA TÉCNICA 54/2013. Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Conteúdo. Data: 24/04/2013 NOTA TÉCNICA 54/2013. Medicamento x Material Procedimento Cobertura NOTA TÉCNICA 54/2013 Solicitante Juíza Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira Processo número: 0512.13.002867-7 Data: 24/04/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura TEMA: Interferon, Oxsoralen 10 mg,

Leia mais

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto Introdução É realizada a avaliação de um grupo de pacientes com relação a sua doença. E através dele

Leia mais

TEMA: RITUXIMABE PARA A LEUCEMIA LINFOCÍTICA. Data: 05/03/2014 NOTA TÉCNICA /2014. Medicamento x Material Procedimento Cobertura

TEMA: RITUXIMABE PARA A LEUCEMIA LINFOCÍTICA. Data: 05/03/2014 NOTA TÉCNICA /2014. Medicamento x Material Procedimento Cobertura NOTA TÉCNICA /2014 Data: 05/03/2014 Medicamento x Material Procedimento Cobertura Solicitante: Marly Gonçalves Pinto - PJPI 3998-2 - Oficial de Apoio Judicial B - Escrivã Judicial da Comarca de Cláudio/MG

Leia mais

Linfoma Não-Hodgkin. Rituximabe (LNH Folicular) Rituximabe: 375mg/m2 semanalmente por 4 semanas. Ref. (01)

Linfoma Não-Hodgkin. Rituximabe (LNH Folicular) Rituximabe: 375mg/m2 semanalmente por 4 semanas. Ref. (01) Linfoma Não-Hodgkin Rituximabe (LNH Folicular) Rituximabe: 375mg/m2 semanalmente por 4 semanas. Ref. (01) R CVP (linfomas CD20 positivo) Ciclofosfamida: 750 mg/m² IV D1 Vincristina: 1,4 mg/m² IV D1 (dose

Leia mais

TEMA: RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO HODGKIN DE PEQUENAS CÉLULAS

TEMA: RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO HODGKIN DE PEQUENAS CÉLULAS NOTA TÉCNICA 46/2014 Data: 17/03/2014 Medicamento Material Procedimento Cobertura x Solicitante: Juiz de Direito Eduardo Soares de Araújo Número do processo: 0011607-07.2014.8.13.0026 Requerido(s): MUNICÍPIO

Leia mais

Obstrução Infravesical Aguda devido a Linfoma Primário de Próstata AUTOR CORRESPONDENTE

Obstrução Infravesical Aguda devido a Linfoma Primário de Próstata AUTOR CORRESPONDENTE Vol. 2 (1): 23-27; Jan Abr, 2013 Obstrução Infravesical Aguda devido a Linfoma Primário de Próstata AUTOR CORRESPONDENTE Carlos Eduardo Dainezzi Bolognani (1), Fernando Luz Dourado (1), Samuel Saiovici

Leia mais

Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT. Segundo diretrizes ANS

Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT. Segundo diretrizes ANS Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT Segundo diretrizes ANS Referencia Bibliográfica: Site ANS: http://www.ans.gov.br/images/stories/a_ans/transparencia_institucional/consulta_despachos_poder_judiciari

Leia mais

Doenças Linfoproliferativas

Doenças Linfoproliferativas Doenças Linfoproliferativas Órgãos linfóides Linfoproliferações não clonais Agudas Mononucleose infecciosa Citomegalovirose Rubéola Sarampo Hepatites HIV Crônicas Tuberculose Toxoplasmose Brucelose Sífilis

Leia mais

Tratamento de linfoma do manto com Rituximab

Tratamento de linfoma do manto com Rituximab REVISÃO DE LITERATURA / LITERATURE REVIEW Tratamento de linfoma do manto com Rituximab Treatment of mantle-cell lymphoma with Rituximab Jane de Almeida Dobbin, 1 Henry Luiz Najman 2 e Maria Inez Pordeus

Leia mais

Boas-vindas e Introdução

Boas-vindas e Introdução Ensaios clínicos ou tratamento padrão? Opções para leucemias Boas-vindas e Introdução Ensaios clínicos ou tratamento padrão? Opções para leucemias John P. Leonard, médico Reitor Associado de Pesquisa Clínica

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS PORTARIA 13/2014

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS PORTARIA 13/2014 PORTARIA 13/2014 Dispõe sobre os parâmetros do exame PET-CT Dedicado Oncológico. O DIRETOR-PRESIDENTE DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL-IPERGS, no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

Linfomas Dr. Ricardo Bigni -Serviço de Hematologia Hospital do Câncer I/INCA

Linfomas Dr. Ricardo Bigni -Serviço de Hematologia Hospital do Câncer I/INCA Linfomas Dr. Ricardo Bigni -Serviço de Hematologia Hospital do Câncer I/INCA A Doença, ou Linfoma de Hodgkin, é uma forma de câncer que se origina nos linfonodos (gânglios) do sistema linfático, um conjunto

Leia mais

LNH Difuso de Grandes Células B

LNH Difuso de Grandes Células B LNH Difuso de Grandes Células B BOARD REVIEW Guilherme Fleury Perini Hematologia - HIAE LNH DGCB CD20+ Estadiamento Clínico Avaliação Global Sorologias International Prognostic Index Doença Doença Paciente

Leia mais

PELE - MELANOMA PREVENÇÃO

PELE - MELANOMA PREVENÇÃO PREVENÇÃO Use sempre um filtro solar com fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 15, aplicando-o generosamente pelo menos 20 minutos antes de se expor ao sol e sempre reaplicando-o após mergulhar

Leia mais

Módulo: Câncer de Rim Localizado

Módulo: Câncer de Rim Localizado Módulo: Câncer de Rim Localizado Caso 1 CAL, 56 anos, masculino Paciente médico, obeso (IMC = 41; peso 120 kg) Antecedentes clínicos: nefrolitíase Antecedentes cirúrgicos: Laparotomia mediana por divertículo

Leia mais

Departamento de Oncologia Clínica do Hospital do Câncer I (HCI)/ Instituto Nacional de Câncer (INCA) 1

Departamento de Oncologia Clínica do Hospital do Câncer I (HCI)/ Instituto Nacional de Câncer (INCA) 1 Linfomas são transformações neoplásicas de células linfóides normais que residem predominantemente em tecidos linfóides. O linfoma não-hodgkin (LNH) é a quarta neoplasia mais incidente nos Estados Unidos,

Leia mais

Numeração Única: 0145120798114 ou 0798114-29.2012.8.13.0145

Numeração Única: 0145120798114 ou 0798114-29.2012.8.13.0145 NT 25/2012 Solicitante: João Martiniano Vieira Neto Juiz da 2ª Vara de Registros Públicos e Fazenda Pública Municipal de Juiz de Fora/MG Data: 26/11/2012 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração

Leia mais

LNH: Um guia para o tratamento de recém diagnosticados

LNH: Um guia para o tratamento de recém diagnosticados LNH: Um guia para o tratamento de recém diagnosticados John P. Leonard, MD 15 de junho de 2010 12:00pm ET OPERADOR: Olá todos e bem vindos ao LNH : Um guia para o tratamento de recém diagnosticados, um

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO

O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio Maria de Fátima Dias Gaui CETHO Introdução Objetivo: Definir a extensão da doença: Estadiamento TNM (American Joint Committee on Cancer ). 1- Avaliação

Leia mais

BENDAMUSTINA PARA LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA. Data: 31/01/2013. Medicamento. Nota Técnica 07/ 2013. Material

BENDAMUSTINA PARA LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA. Data: 31/01/2013. Medicamento. Nota Técnica 07/ 2013. Material Data: 31/01/2013 Nota Técnica 07/ 2013 Número do processo: MANDADO DE SEGURANÇA nº 145120844231, impetrado por Luiz Ernesto Bernardino Alves Filho contra ato do Secretário de Saúde de Juiz de Fora Medicamento

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

Linfomas gastrointestinais

Linfomas gastrointestinais Linfomas gastrointestinais Louise Gracielle de Melo e Costa R3 do Serviço de Patologia SAPC/HU-UFJF Introdução Linfomas extranodais: a maioria é de TGI. Ainda assim, linfomas primários gastrointestinais

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS

Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS 23 Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS A leucemia representa um grupo de neoplasias malignas derivadas das células hematopoiéticas. Esta doença inicia sempre na medula-óssea, local onde as células sangüíneas

Leia mais

Eficácia e segurança de rituximabe no tratamento de linfoma não Hodgkin de células B

Eficácia e segurança de rituximabe no tratamento de linfoma não Hodgkin de células B PARECER TÉCNICO-CIENTÍFICO PTC 02/2012 Eficácia e segurança de rituximabe no tratamento de linfoma não Hodgkin de células B Belo Horizonte - MG Agosto - 2012 Faculdade de Farmácia - UFMG Dep. de Farmácia

Leia mais

Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde

Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde 10 BRATS ISSN 1983-7003 Ano IV nº 10 Dezembro de 2009 Resumo RITUXIMABE NO TRATAMENTO DO LINFOMA NÃO HODGKIN DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B Os linfomas não Hodgkin (LNH) são um grupo heterogêneo de tumores

Leia mais

15º Imagem da Semana: Radiografia e Tomografia de Tórax

15º Imagem da Semana: Radiografia e Tomografia de Tórax 15º Imagem da Semana: Radiografia e Tomografia de Tórax Enunciado Paciente de 20 anos, sexo feminino, previamente hígida, percebeu há 20 dias nodulação em região cervical ínfero-anterior, indolor, com

Leia mais

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA PARECER Nº 2422/2013 CRM-PR PROCESSO CONSULTA N.º 11/2013 PROTOCOLO N. º 10115/2013 ASSUNTO: CRITÉRIOS DE ALTA DE SERVIÇOS DE CANCEROLOGIA PARECERISTA: CONS. JOSÉ CLEMENTE LINHARES EMENTA: Câncer urológico

Leia mais

LINFOMAS: DO DIAGNÓSTICO AO TRATAMENTO

LINFOMAS: DO DIAGNÓSTICO AO TRATAMENTO LINFOMAS: DO DIAGNÓSTICO AO TRATAMENTO Gisele W. B. Colleoni Departamento de Oncologia Clínica e Experimental Disciplina de Hematologia e Hemoterapia UNIFESP/EPM Aspectos abordados Definição Classificação

Leia mais

MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO

MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO COMPLICAÇÕES EM ESVAZIAMENTO CERVICAL UBIRANEI O. SILVA INTRODUÇÃO Incidência melanoma cutâneo: 10% a 25% Comportamento

Leia mais

SINAIS DE ALERTA DO CÂNCER INFANTIL

SINAIS DE ALERTA DO CÂNCER INFANTIL SINAIS DE ALERTA DO CÂNCER INFANTIL Cecília Fernandes Lorea Julho/2009 EPIDEMIOLOGIA 9000 casos novos/ ano no Brasil Probabilidade de 0,3% de uma criança desenvolver câncer antes dos 20 anos 1/300 indivíduos

Leia mais

Linfoma de Hodgkin. Anouchka Lavelle

Linfoma de Hodgkin. Anouchka Lavelle Linfoma de Hodgkin Anouchka Lavelle INTRODUÇÃO 1832 Thomas Hodgkin apresentou 7 casos posmortem 1865 Samuel Wilks descreveu a doença e os sintomas. 1898 and 1902, Carl Sternberg and Dorothy Reed descrevem

Leia mais

Processos linfoproliferativos cutâneos de células B: a difícil distinção entre linfomas e pseudolinfomas

Processos linfoproliferativos cutâneos de células B: a difícil distinção entre linfomas e pseudolinfomas 1 Claudia Zavaloni Melotti de Moricz Processos linfoproliferativos cutâneos de células B: a difícil distinção entre linfomas e pseudolinfomas Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade

Leia mais

Chat com o Dr. Guilherme Perini Dia 15 de setembro de 2015

Chat com o Dr. Guilherme Perini Dia 15 de setembro de 2015 Chat com o Dr. Guilherme Perini Dia 15 de setembro de 2015 Tema: Linfoma em busca de novos tratamentos Total atingido de pessoas na sala: 40 usuários Limite permitido na sala: 40 usuários Duração: 1h30

Leia mais

Discussão de Casos Clínicos Doença Localizada e Localmente Avançada Riad N. Younes William N. William Jr

Discussão de Casos Clínicos Doença Localizada e Localmente Avançada Riad N. Younes William N. William Jr Discussão de Casos Clínicos Doença Localizada e Localmente Avançada Riad N. Younes William N. William Jr Caso 1 Paciente fumante crônico, 61 anos, bom estado geral. Diagnosticado tumor de LSD de 3,7 cm,

Leia mais

TUMOR DE HIPOFARINGE. Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC. Mário Sérgio R. Macêdo

TUMOR DE HIPOFARINGE. Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC. Mário Sérgio R. Macêdo TUMOR DE HIPOFARINGE Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC Mário Sérgio R. Macêdo Anatomia Epidemiologia, Quadro Clínico, Diagnóstico e Estadiamento Tratamento Anatomia Epidemiologia O sítio mais

Leia mais

ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA FOLICULAR

ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA FOLICULAR ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA FOLICULAR 1. METODOLOGIA DE BUSCA E AVALIAÇÃO DA LITERATURA Foi realizada em 30/11/2013 uma busca na base eletrônica Medline, acessada

Leia mais

Metástase Cutânea de Carcinoma de Células Claras Renais: Relato de Caso Aichinger, L.A. 1, Kool, R. 1, Mauro, F.H.O. 1, Preti, V.

Metástase Cutânea de Carcinoma de Células Claras Renais: Relato de Caso Aichinger, L.A. 1, Kool, R. 1, Mauro, F.H.O. 1, Preti, V. Metástase Cutânea de Carcinoma de Células Claras Renais: Relato de Caso Aichinger, L.A. 1, Kool, R. 1, Mauro, F.H.O. 1, Preti, V. 1 1 Hospital Erasto Gaertner, Curitiba, Paraná. Introdução e Objetivo O

Leia mais

Tumor Desmoplásico de Pequenas Células Redondas: Relato de um caso.

Tumor Desmoplásico de Pequenas Células Redondas: Relato de um caso. Everton Pereira D. Lopes² Eduardo M Pracucho¹ Ricardo de Almeida Campos² Karla Thaiza Thomal¹ Celso Roberto Passeri¹ Renato Morato Zanatto¹ 1-Departamento de Cirurgia Oncológica Aparelho Digestivo Alto

Leia mais

Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio

Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio Nódulo: - Pcp manifestação clínica das dçs da tireóide - 5% das mulheres e 1% dos

Leia mais

CASO CLÍ ICO HDA IOA. Fonte da História: o próprio paciente. Queixa Principal: inchaço no rosto GEYSA CÂMARA

CASO CLÍ ICO HDA IOA. Fonte da História: o próprio paciente. Queixa Principal: inchaço no rosto GEYSA CÂMARA Identificação: M.R.B,32 anos, sexo masculino,pardo, natural de Quixadá e procedente de Solonópoles, solteiro, agricultor, católico. CASO CLÍ ICO Fonte da História: o próprio paciente Queixa Principal:

Leia mais

MabThera. (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml

MabThera. (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml MabThera (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml MabThera rituximabe Roche Antineoplásico e antirreumático APRESENTAÇÕES

Leia mais

Apudoma TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO. PROCED. DESCRIÇÃO QT CID At. Prof. Vr. TOTAL

Apudoma TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO. PROCED. DESCRIÇÃO QT CID At. Prof. Vr. TOTAL TABELAS DE PROCEDIMENTOS POR NEOPLASIA E LOCALIZAÇÃO Apudoma 0304020117 Quimioterapia paliativa de apudoma (doença loco-regional avançada, inoperável, metastática ou recidivada; alteração da função hepática;

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA No- 8, DE 5 DE MAIO DE 2014

CONSULTA PÚBLICA No- 8, DE 5 DE MAIO DE 2014 CONSULTA PÚBLICA No- 8, DE 5 DE MAIO DE 2014 O SECRETÁRIO DE ATENÇÃO À SAÚDE torna pública, nos termos do art. 34, inciso II, c/c art. 59 do Decreto nº 4.176, de 28 de março de 2002, minuta de Portaria

Leia mais

Doenças pulmonares intersticiais. Ft. Ricardo Kenji Nawa

Doenças pulmonares intersticiais. Ft. Ricardo Kenji Nawa Doenças pulmonares intersticiais Ft. Ricardo Kenji Nawa Definição As doenças pulmonares intersticiais (DIP) constituem um grupo heterogêneo de situações que levam a um acometimento difuso dos pulmões,

Leia mais

LINFOMAS. Maria Otávia da Costa Negro Xavier. Maio -2013

LINFOMAS. Maria Otávia da Costa Negro Xavier. Maio -2013 LINFOMAS GASTROINTESTINAIS Maria Otávia da Costa Negro Xavier Maio -2013 1 INTRODUÇÃO Cerca de 1 a 4% de todas as malignidades gastrointestinais são linfomas. Por definição os linfomas gastrointestinais

Leia mais

WDS, masculino, 57 anos

WDS, masculino, 57 anos Módulo: Câncer de Pulmão Não-Pequenas Células Metastático Caso 1 WDS, masculino, 57 anos FEV/2010: Dor lombar e em quadril E; ausência de tosse com hemoptise; sem sintomas neurológicos Cintilografia óssea:

Leia mais

Nota Técnica 125/2014. Betaterapia para tratamento de queloide

Nota Técnica 125/2014. Betaterapia para tratamento de queloide 05/07/2014 Nota Técnica 125/2014 Betaterapia para tratamento de queloide SOLICITANTE :Dra. Luciene Cristina Marassi Cagnin Juíza de Direito de Itajubá - MG NÚMERO DO PROCESSO: 0324.14.007196-4 SOLICITAÇÃO/

Leia mais

ESTADIAMENTO. 1. Histórico

ESTADIAMENTO. 1. Histórico Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família 68 ESTADIAMENTO O estadiamento tem como objetivo agrupar pacientes segundo a extensão anatômica da doença. Essa normatização tem grande valia

Leia mais

TROMBOCITOPENIA NA GRAVIDEZ

TROMBOCITOPENIA NA GRAVIDEZ TROMBOCITOPENIA NA GRAVIDEZ Ricardo Oliveira Santiago Francisco Herlânio Costa Carvalho INTRODUÇÃO: - Trombocitopenia pode resultar de uma variedade de condições fisiológicas e patológicas na gravidez.

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE SANTA CECILIA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 4/2015. Página: 1/7

ESTADO DE SANTA CATARINA FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE SANTA CECILIA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 4/2015. Página: 1/7 Página: 1/7 1 ANGIOTOMOGRAFIA ABD SUPERIOR UNID CLINICA MEDICA E IMAGEM S/S LTDA - IMED - EPP (8926) 0 520,0000 1 2 ANGIOTOMOGRAFIA PELVE UNID CLINICA MEDICA E IMAGEM S/S LTDA - IMED - EPP (8926) 0 520,0000

Leia mais

XV Reunião Clínico - Radiológica Dr. RosalinoDalasen. www.digimaxdiagnostico.com.br

XV Reunião Clínico - Radiológica Dr. RosalinoDalasen. www.digimaxdiagnostico.com.br XV Reunião Clínico - Radiológica Dr. RosalinoDalasen www.digimaxdiagnostico.com.br Caso 1 Paciente T. F. R. M., 56 anos, sexo feminino. História prévia: - Câncer de mama com metástase pleural. - Mastectomia

Leia mais

Alterações citogenéticas na leucemia linfocítica crônica

Alterações citogenéticas na leucemia linfocítica crônica 132_Newslab_Informe Científico Alterações citogenéticas na leucemia linfocítica crônica *Monika Conchon médica onco-hematologista Nos últimos anos, vários marcadores de prognóstico foram identificados

Leia mais

Diagnóstico do câncer

Diagnóstico do câncer UNESC FACULDADES ENFERMAGEM - ONCOLOGIA FLÁVIA NUNES Diagnóstico do câncer Evidenciado: Investigação diagnóstica por suspeita de câncer e as intervenções de enfermagem no cuidado ao cliente _ investigação

Leia mais

Os linfomas não-hodgkin (LNH) são neoplasias linfóides originadas de

Os linfomas não-hodgkin (LNH) são neoplasias linfóides originadas de 1 1. INTRODUÇÃO Os linfomas não-hodgkin (LNH) são neoplasias linfóides originadas de populações de células B, T ou Natural Killer, cujo comportamento clínico e história natural da doença dependem do subtipo

Leia mais

Autópsia-Carcinoma de Reto

Autópsia-Carcinoma de Reto Autópsia-Carcinoma de Reto RESULTADO DE EXAME ANATOMOPATOLÓGICO N.º PG 163 NOME: PCQ RESID.: CIDADE: São Paulo - SP FONE: ( ) SEXO M IDADE 31 COR P PROFISSÃO: PEDIDO pelo Dr Clínica Cirúrgica TEL. ( )

Leia mais

Módulo: Câncer de Próstata Metastático

Módulo: Câncer de Próstata Metastático Módulo: Câncer de Próstata Metastático Caso 1 WGB, 57 anos, masculino Paciente sem comorbidades 1997: PSA elevado em exame de rotina (sic) 1997: Prostatectomia: adenocarcinoma de próstata comprometendo

Leia mais

DOENÇAS LINFÁTICAS NOS GRANDES ANIMAIS. Prof. Adjunto III Dr. Percilio Brasil dos Passos perciliobrasil@hotmail.com

DOENÇAS LINFÁTICAS NOS GRANDES ANIMAIS. Prof. Adjunto III Dr. Percilio Brasil dos Passos perciliobrasil@hotmail.com DOENÇAS LINFÁTICAS NOS GRANDES ANIMAIS Prof. Adjunto III Dr. Percilio Brasil dos Passos perciliobrasil@hotmail.com DISTÚRBIOS LINFOPROLIFERATIVOS E MIELOPROLIFERATIVOS Prof. Adjunto III Dr. Percilio Brasil

Leia mais

Câncer de Testículo Não Seminomatoso

Câncer de Testículo Não Seminomatoso Câncer de Testículo Não Seminomatoso Estágio Clínico II Estado da Arte Fabio Kater Centro Paulista de Oncologia / Hospital Nove de Julho Introdução Incidência maior que no começo do século passado Idade

Leia mais

CÂNCER GÁSTRICO PRECOCE

CÂNCER GÁSTRICO PRECOCE CÂNCER GÁSTRICO PRECOCE Hospital Municipal Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Chefe do serviço: Dr. Nelson Medina Coeli Expositor: Dra. Ana Carolina Assaf 16/09/04 René Lambert DEFINIÇÃO Carcinoma

Leia mais

I. Este protocolo envolve: QUIMIOTERAPIA EM ALTAS DOSES COM RESGATE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOÉTICAS

I. Este protocolo envolve: QUIMIOTERAPIA EM ALTAS DOSES COM RESGATE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOÉTICAS Protocolo QUIMIOTERAPIA EM ALTAS DOSES COM RESGATE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOÉTICAS PARA O TRATAMENTO DE LINFOMAS NÃO-HODGKIN DE ALTO GRAU DE MALIGNIDADE E LINFOMAS DE HODGKIN Versão eletrônica atualizada

Leia mais

Setembro / Novembro 2011 - Volume I - Número 3

Setembro / Novembro 2011 - Volume I - Número 3 Setembro / Novembro 2011 - Volume I - Número 3 Pós-Graduação "Lato Sensu" Curso de Cirurgia Dermatológica CAMPUS RIO DE JANEIRO - RJ, HOSPITAL DA GAMBOA INÍCIO: OUTUBRO DE 2011 Endereço: Hospital da Gamboa,Rua

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde PORTARIA Nº 956, DE 26 DE SETEMBRO DE 2014. Aprova o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Linfoma Difuso de Grandes Células B. O Secretário de Atenção à Saúde, no uso das atribuições, Considerando

Leia mais

Neoplasias Gástricas. Pedro Vale Bedê

Neoplasias Gástricas. Pedro Vale Bedê Neoplasias Gástricas Pedro Vale Bedê Introdução 95% dos tumores gástricos são malignos 95% dos tumores malignos são adenocarcinomas Em segundo lugar ficam os linfomas e em terceiro os leiomiosarcomas Ate

Leia mais

Hospital Sírio Libanês e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Hospital Sírio Libanês e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Novidades no Tratamento de Linfomas Julho de 2006 Dr. Celso Massumoto Dr. Riguel Jun Inaoka Hospital Sírio Libanês e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Linfócitos são células especializadas do

Leia mais

Carcinoma Sebáceo Inguinal: Um desafio diagnóstico. David Oschilewski Lucares Maria Rita Pereira Bernard Kawa Kac José Augusto da Costa Nery

Carcinoma Sebáceo Inguinal: Um desafio diagnóstico. David Oschilewski Lucares Maria Rita Pereira Bernard Kawa Kac José Augusto da Costa Nery Carcinoma Sebáceo Inguinal: Um desafio diagnóstico David Oschilewski Lucares Maria Rita Pereira Bernard Kawa Kac José Augusto da Costa Nery Caso Clínico Identificação: Paciente masculino, 63 anos, bombeiro,

Leia mais

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS Carcinoma Metastático do Fígado METÁSTASES HEPÁTICAS Neoplasia primeira

Leia mais

Hemoglobina / Glóbulos Vermelhos são as células responsáveis por carregar o oxigênio para todos os tecidos.

Hemoglobina / Glóbulos Vermelhos são as células responsáveis por carregar o oxigênio para todos os tecidos. Doenças Hematológicas Hematologia é o ramo da medicina que estuda o sangue, seus distúrbios e doenças, dentre elas anemias, linfomas e leucemias. Estuda os linfonodos (gânglios) e sistema linfático; a

Leia mais

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA.

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. OUTUBRO ROSA ^ um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA ~ prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. ~ ^ O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete

Leia mais

Saúde Bucal no Programa de Saúde da Família De Nova Olímpia - MT. Importância da Campanha de. Nova Olímpia MT.

Saúde Bucal no Programa de Saúde da Família De Nova Olímpia - MT. Importância da Campanha de. Nova Olímpia MT. Saúde Bucal no Programa de Saúde da Família De Nova Olímpia - MT Importância da Campanha de câncer bucal no Município de Nova Olímpia MT. Autores: - CD Fabrício Galli e - CD Michelle Feitosa Costa. Com

Leia mais

Linfoma alimentar felino

Linfoma alimentar felino Juliana Maria Naves Rocha Linfoma alimentar felino São Paulo/SP 2013 Juliana Maria Naves Rocha Linfoma alimentar felino Monografia apresentada como requisito final à obtenção do Título de Especialista

Leia mais

HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO

HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO ARYENNE KAROLYNNE DE OLIVEIRA 1, GABRIELA RODRIGUES SAMPAIO 2, JOSÉ ARTHUR DE ABREU CAMASSA 3, FERNANDO YOITI KITAMURA KAWAMOTO 4, PAULA

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Reunião de casos. www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1)

Reunião de casos. www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1) Reunião de casos www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1) CASO 1 História Clínica Identificação: RN de E. B., 2º dia de vida História fisiológica: RNAT; AIG; cesareana

Leia mais

Linfomas em Pacientes com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Lymphomas in Patients with Acquired Immunodeficiency Syndrome

Linfomas em Pacientes com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Lymphomas in Patients with Acquired Immunodeficiency Syndrome ONCOLOGIA BASEADA EM PROVAS / Oncology evidence-based Linfomas em Pacientes com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Lymphomas in Patients with Acquired Immunodeficiency Syndrome Rita de Cássia Costamilan

Leia mais

LINFOMA NÃO HODGKIN EXAMES LABORATORIAIS AO DIAGNÓSTICO

LINFOMA NÃO HODGKIN EXAMES LABORATORIAIS AO DIAGNÓSTICO LINFOMA NÃO HODGKIN EXAMES LABORATORIAIS AO DIAGNÓSTICO - Histopatologia do tumor - Imunohistoquímica - Hemograma - Bioquímica: ácido úrico, cálcio, fósforo, uréia, creatinina, provas de função hepática,

Leia mais

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) - Relatório n 81. Recomendação Final

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) - Relatório n 81. Recomendação Final RITUXIMABE PARA O TRATAMENTO DE LINFOMA NÃO HODGKIN DE CÉLULAS B, FOLICULAR, CD20 POSITIVO, EM 1ª E 2ª LINHA. Demandante: Departamento de Articulação de Redes de Atenção à Saúde/Secretaria de Atenção à

Leia mais

PET- TC aplicações no Tórax

PET- TC aplicações no Tórax PET- TC aplicações no Tórax Disciplina de Pneumologia InCor- HCFMUSP Prof. Dr. Mário Terra Filho 1906 1863 Eisenberg 1992 (J. Kavakama) RxTC- Sec XIX-XX Lyons-Petrucelli 1978 Sec XIX PET- Sec XX-XXI PET

Leia mais

Nota Técnica GAF/CCTIES nº 03, de 23 de janeiro de 2015

Nota Técnica GAF/CCTIES nº 03, de 23 de janeiro de 2015 Nota Técnica GAF/CCTIES nº 03, de 23 de janeiro de 2015 Assunto: Orientações para programação dos medicamentos rituximabe 100 mg e 500 mg para o tratamento de Linfoma Difuso de Grandes Células B e Linfoma

Leia mais

ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B NO

ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B NO ANEXO DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS EM ONCOLOGIA LINFOMA DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B NO ADULTO 1.METODOLOGIA DE BUSCA E AVALIAÇÃO DA LITERATURA Foi realizada em 30/01/2012 uma busca na base eletrônica

Leia mais

TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO

TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO Os autores apresentam três casos de Tumores Gigantes de Ovário, sendo um com alto grau de malignidade (Linfoma do tipo Burkitt), dois benignos (Cisto Seroso e Teratoma), porém

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de tratamento adjuvante e neoadjuvante do câncer de mama Versão eletrônica atualizada em Fevereiro 2009 Tratamento sistêmico adjuvante A seleção de tratamento sistêmico

Leia mais

MabThera. (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml

MabThera. (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml MabThera (rituximabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução para diluição para infusão 100 mg / 10 ml 500 mg / 50 ml MabThera rituximabe Roche Antineoplásico e antirreumático APRESENTAÇÕES

Leia mais

Hepa%te C Crônica e Doença Hematológica: Há espaço para o uso inibidores de protease?

Hepa%te C Crônica e Doença Hematológica: Há espaço para o uso inibidores de protease? Hepa%te C Crônica e Doença Hematológica: Há espaço para o uso inibidores de protease? UFRJ Prof Cristiane Alves Villela Nogueira! Universidade Federal do Rio de Janeiro! Hepa%te C e Manifestações extrahepá%cas

Leia mais

Câncer da Pele Radioterapia

Câncer da Pele Radioterapia Introdução Éo câncer mais frequente e que apresenta maior índice de cura. A grande maioria dos casos são de carcinoma baso e espino celular. Tipos agressivos : Melanoma Tumor de Merkel A é uma boa opção

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Caderno de Prova. Hematologia e Hemoterapia. Secretaria de Estado da Saúde de SC (SES/SC) Processo Seletivo para Médico Residente.

Caderno de Prova. Hematologia e Hemoterapia. Secretaria de Estado da Saúde de SC (SES/SC) Processo Seletivo para Médico Residente. Secretaria de Estado da Saúde de SC (SES/SC) Processo Seletivo para Médico Residente Edital 02/2008 Caderno de Prova P6 Hematologia e Hemoterapia Dia: 16 de novembro de 2008 Horário: das 14 às 16 h Duração:

Leia mais

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea N o 35 Março 2015 Centro de Farmacovigilância da UNIFAL-MG Site: www2.unifal-mg.edu.br/cefal Email: cefal@unifal-mg.edu.br Tel: (35) 3299-1273 Equipe editorial: prof. Dr. Ricardo Rascado; profa. Drª. Luciene

Leia mais

Seja bem-vindo ao Chat!

Seja bem-vindo ao Chat! Chat com o Dr. Jacques Dia 04 de setembro de 2014 Tema: Linfoma: Novas perspectivas em busca da cura Total atingido de pessoas na sala: 31 usuários Limite permitido na sala: 40 usuários Duração: 1h30 (10h

Leia mais

Junho/2011: durante investigação de quadro gripal observado nodulo em LID

Junho/2011: durante investigação de quadro gripal observado nodulo em LID Módulo: Câncer de Pulmão de Pequenas Células Caso 1 MRC, femin, 70 anos Junho/2011: durante investigação de quadro gripal observado nodulo em LID CT de Torax: nodulo 28 2,8 x 1,9 19 cm junto à pleura base

Leia mais

Qual é a função do Sistema Nervoso Central?

Qual é a função do Sistema Nervoso Central? Câncer de SNC Qual é a função do Sistema Nervoso Central? O Sistema Nervoso Central (SNC) é constituído pelo cérebro, cerebelo e tronco cerebral. O cérebro é dividido em quatro lobos que controlam funções

Leia mais

Eficácia e segurança de rituximabe para tratamento de Linfoma não Hodgkin de células B

Eficácia e segurança de rituximabe para tratamento de Linfoma não Hodgkin de células B PARECER TÉCNICO-CIENTÍFICO PTC 02/2012 Eficácia e segurança de rituximabe para tratamento de Linfoma não Hodgkin de células B Efficacy and safety of rituximab in the treatment of B cells non-hodgkin lymphoma

Leia mais

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV?

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Controvérsias no Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço Localmente Avançado Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Oncologista Clínico Onco-Vida,

Leia mais