SISTEMA RESPIRATÓRIO RIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA RESPIRATÓRIO RIO"

Transcrição

1 SISTEMA RESPIRATÓRIO RIO

2 Sistema Respirató Divisão: 1. Porção condutora: Nariz, faringe, laringe, traquéia e brônquios 2. Porção respiratória ria propriamente dita: Pulmões

3 Sistema Respirató Traquéia Do Grego, tracheia, artéria ria rugosa Tubo mediano (13cm x 2cm) que se situa entre a laringe (margem infer da cartilagem cricóide) ide) e os brônquios Orgão cervicotorácico cico

4 Sistema Respirató Traquéia Parede fibrocartilagínea, musculomembranácea cea Estende-se se da VI VC até a V VT (bifurcação) Em inspiração forçada o limite infer pode descer até a VI VT

5 Sistema Respirató Traquéia Cartilagens traqueais (16 a 20) Ligg.. anulares Fáscia de tec. conectivo Mucosa traqueal Bifurcação da traquéia

6 Sistema Respirató Traquéia Túnica adventícia Cartilagem traqueal Túnica mucosa Epitélio Glândulas traqueais Parede membranácea M. traqueal

7 Sistema respirató Traquéia Carina: é uma crista interna na bifurcação da traquéia (formada pela margem infer da última cartilagem da traquéia). Ponto de referência durante a broncoscopia

8 BRONCOSCOPIA

9 Sistema Respirató Traquéia: relações

10 Sistema Respirató Traquéia: relações

11 Sistema Respirató Traquéia: relações

12 Sistema Respirató Traquéia: irrigação sanguínea nea Artéria ria tireóidea idea infer (principalmente) Artéria ria tireóidea idea super (ramos) Artérias rias bronquiais (ramos) Artéria ria torácica interna (algumas vezes)

13 Sistema Respirató Traquéia: Drenagem venosa Veias satélites das artérias rias para as veias tireóideas ideas inferes, esofâgicas,, mediastinais e ázigos.

14 Sistema Respirató Traquéia: Drenagem linfática Uma densa rede de vasos linfáticos existe na parede da traquéia; sua parte cervical drena para os linfonodos pré-traqueais e paratraqueais, ou diretamente para os cervicais profundos inferes. Linfonodos traqueobrônquicos.

15 Sistema Respirató Traquéia: inervação A inervação faz-se por meio do n. laríngeo recorrente do n. vago, ramos do plexo pulmonar e simpático (gânglio cervical infer e I gânglio torácico)

16 Sistema Respirató Brônquios principais

17 Sistema Respirató Nomenclatura dos Brônquios Os brônquios são divididos em 3 grupos: Principal Lobar Segmentar: intrasegmentares, subsegmentares,, bronquíolos, olos, bronquíolos olos respiratós, s, ducto alveolares, sacos alveolares e alvéolos

18 Sistema Respirató Brônquios : Irrigação

19 Sistema Respirató Brônquios: Drenagem venosa Veias bronquiais Direita veia ázigos Esquerda veia hemiázigo acessória

20 Sistema Respirató Brônquios: drenagem linfática Linfonodos broncopulmonares Linfonodos traqueobrônquicos

21 Sistema Respirató Brônquios: inervação É semelhante à da traquéia, e alcança a os brônquios através s dos plexos cardíaco aco e pulmonar. São relativamente indolores, embora a estimulação se sua mucosa provoque tosse.

22 Sistema Respirató Pleura Parietal Visceral

23 Sistema Respirató Pleura parietal Porções: Costal Mediastinal Diafragmática Cúpula

24 Sistema Respirató Pleura parietal costal Fáscia endotorácica Borda anter (recesso costomediastinal) Borda infer (recesso costodiafrágm gmático) Borda poster (indefinida)

25 Sistema Respirató Pleura parietal costal

26 Sistema Respirató Pleura parietal mediastinal

27 Sistema Respirató Pleura parietal mediastinal Ligamento pulmonar (entre o esôfago e o pulmão) Recesso retroesofágico Espaço retrocardíaco aco (visualização radiográfica) Recesso intrapericárdico rdico (abaixo do pericárdio, rdio, logo atrás s da veia cava infer)

28 Sistema Respirató Pleura parietal diafragmática Recobre a maior parte do diafragma, exceto o centro tendíneo neo Fáscia frenicopleural (fina camada de fáscia f endotorácica)

29 Sistema Respirató Pleura parietal cervical ou cúpula c pleural Membrana suprapleural (espessamento da fáscia endotorácica) Poster : Tronco simpático 1 nervo torácico Vasos do 1 1 espaço intercostal

30 Sistema Respirató Pleura parietal: Irrigação sanguínea nea Vasos intercostais posteres Vasos torácicos internos Vasos intercostais superes Vasos frênicos superes

31 Sistema Respirató Pleura parietal: Irrigação sanguínea nea Vasos intercostais posteres Vasos torácicos internos Vasos intercostais superes Vasos frênicos superes

32 Sistema Respirató Pleura parietal: Drenagem linfática Da parte costal afluem aos linfáticos dos intercostais internos e, assim, terminam nos linfonodos esternais. Da parte diafragmática afluem aos vasos aferentes do diafragma. Da parte mediastinal terminam nos linfonodos mediastinais posteres.

33 Sistema Respirató Pleura visceral: Irrigação Artérias rias bronquiais

34 Sistema Respirató Pleura visceral: Drenagem venosa Veias pulmonares

35 Sistema Respirató Pleura visceral: Drenagem linfática Vasos linfáticos Hilo Linfonodos broncopulmonares

36 Pleura parietal: Costal Diafragmática Parte periférica rica Parte central Mediastinal Pleura visceral Sistema Respirató Pleura: Inervação Nervos intercostais Nervos toracoabdominais Nervos subcostais Nervos frênicos

37 Sistema Respirató Pulmões São os órgãos da respiração Latim Pulmo Bofe Preso ao coração e à traquéia pela sua raiz e pelo ligamento pulmonar. Encontra-se livre na cavidade torácica. Brilhantes, moles, esponjosos e elásticos.

38 Sistema Respirató Pulmões: Árvore brônquica

39 Pulmões Pulmão Direito Esquerdo Peso + - Tamanho + curto, + largo - Lobos Super, médio m e infer Super e infer Fissuras Oblíqua e horizontal Oblíqua Ápice < e + próximo da traquéia Face diafragmática + côncava - côncava

40 Pulmões Ápice, base, faces, bordas, lobos, fissuras, hilo e raiz

41 Pulmões Principais estruturas da raiz Brônquios Vasos pulmonares Nervos Vasos bronquiais Vasos linfáticos Linfonodos

42 Pulmão direito A traquéia e os brônquios principais ocupam um plano poster àquele ocupado pelo coração e grandes vasos. Esta relação é mantida na raiz do pulmão, onde, de anter para poster, estão situadas veias, artérias rias e brônquios, com a artéria ria sobre a veia.

43 Pulmão esquerdo

44 Pulmões Pulmão Brônquio principal (1ª ordem) Lobo pulmonar Brônquios lobar ou divisão (2ª ordem) Segmento broncopulmonar Brônquio segmentar (3ª ordem) Lóbulo secundá Bronquíolo olo Lóbulo primá Bronquíolo olo respirató,, ducto alveolar, saco alveolar e alvéolos

45 Lóbulo primá

46 Segmentos broncopulmonares É aplicado aos maiores segmentos de um lobo São separados por septos de tecido conjuntivo

47 Pulmão direito X VI II IX I VIII III IV V Lobo super Segmento apical (S I) Segmento poster (S II) Segmento anter (S III) Lobo médiom Segmento lateral (S IV) Segmento medial (S V) Lobo infer Segmento super (S VI) Segmento basilar medial (S VII) Segmento basilar anter (S VIII) Segmento basilar lateral (S IX) Segmento basilar poster (S X)

48 Pulmão esquerdo I II III IV V VIII IX VI X Lobo super Segmento apicoposter (S I + S II) Segmento anter (S III) Segmento lingular super (S IV) Segmento lingular infer (S V) Lobo infer Segmento super (S VI) Segmento basilar medial (S VII)* Segmento basilar anter (S VIII) Segmento basilar lateral (S IX) Segmento basilar poster (S X) *Este segmento não é considerado uma unidade independente, mas um segmento fundido com o segmento basilar anter ( S VIII)

49 Pulmão direito Segmentos broncopulmonares vista medial I II III VI V VII X VII IX

50 Pulmão esquerdo Segmentos broncopulmonares vista medial II I III VI IV V X IX VIII

51 Segmentos broncopulmonares

52 Nomenclatura dos brônquios

53 Segmentos broncopulmonares

54 Segmentos broncopulmonares

55 Segmentos broncopulmonares

56 Segmentos broncopulmonares

57 Pulmões Irrigação sanguínea nea

58 Pulmões Irrigação sanguínea nea

59 Pulmões Irrigação sanguínea nea

60 Pulmões Irrigação sanguínea nea

61 Pulmões: drenagem linfática

62 Pulmões: inervação

63 Pulmões: inervação

Sistema respiratório II. Profa. Mirelle Saes

Sistema respiratório II. Profa. Mirelle Saes Sistema respiratório II Profa. Mirelle Saes TRAQUÉIA Tubo largo continuação da extremidade inferior da laringe. - Desce na frente do esôfago e entra no mediastino superior, um pouco á direita da linha

Leia mais

Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges

Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Aberturas da Parede Torácica Movimentos da Parede Torácica Movimentos: Alça de Balde Cabo de Bomba

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO. Prof. Dr. Thiago Cabral

SISTEMA RESPIRATÓRIO. Prof. Dr. Thiago Cabral SISTEMA RESPIRATÓRIO Respiração É o processo pelo qual o organismo absorve oxigênio e elimina gás carbônico. Órgão respiratório Pulmão Elemento intermediário Sangue Divisão do Sistema Respiratório Porção

Leia mais

É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO

É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO SISTEMA RESPIRATÓRIO O sistema respiratório contem os tubos que transportam o ar do meio externo aos

Leia mais

APARELHO RESPIRATÓRIO

APARELHO RESPIRATÓRIO UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL Curso de Medicina Veterinária Disciplina de Anatomia Veterinária I APARELHO RESPIRATÓRIO Médico Veterinário

Leia mais

Esôfago e Estômago. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges

Esôfago e Estômago. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Esôfago e Estômago Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Esôfago Grego: oisophagos, de oisein, levar, e phagein, comer, signifigando o tubo por onde passa o alimento para ser digerido.

Leia mais

Anatomia Radiológica para Aplicação na Física Médica

Anatomia Radiológica para Aplicação na Física Médica Anatomia Radiológica para Aplicação na Física Médica Rafael Carvalho Silva Subcoordenador de Ensino e Pesquisa LCR/UERJ MSc Engenharia Nuclear Aplicada COPPE/UFRJ Área Controle de Qualidade em Radiodiagnóstico

Leia mais

Espaço pleural. Pleura. Pleura visceral Envolve os pulmões. Pleura parietal Recobre a cavidade torácica. Cavidade pleural Contém o líquido pleural

Espaço pleural. Pleura. Pleura visceral Envolve os pulmões. Pleura parietal Recobre a cavidade torácica. Cavidade pleural Contém o líquido pleural pleural M Filomena Botelho Pleura Pleura visceral Envolve os pulmões Pleura parietal Recobre a cavidade torácica Cavidade pleural Contém o líquido pleural Função Reduz a fricção Compartimentaliza Gera

Leia mais

Radiografia simples do tórax: noções de anatomia

Radiografia simples do tórax: noções de anatomia Radiografia simples do tórax: noções de anatomia Gustavo de Souza Portes Meirelles 1 1 Doutor em Radiologia pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP 1 Partes moles Devemos analisar as partes moles em toda

Leia mais

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO MEDIASTINO MEDIASTINO Conceito Mediastino Pleura direita Limites Divisão Mediastino superior Mediastino anterior Mediastino médio Pleura direita Mediastino posterior

Leia mais

Sistema Respiratório Disciplina Citologia e Histologia II. Docente: Sheila C. Ribeiro Agosto/2016

Sistema Respiratório Disciplina Citologia e Histologia II. Docente: Sheila C. Ribeiro Agosto/2016 Sistema Respiratório Disciplina Citologia e Histologia II Docente: Sheila C. Ribeiro Agosto/2016 Introdução Sistema Respiratório Porção Condutora Fossas Nasais Nasofaringe Laringe Traqueia Brônquios Bronquíolos

Leia mais

Sistema respiratório. Funções. Anatomia do sistema respiratório. Brônquios, bronquíolos e alvéolos. Promover troca de gases circulantes: Vocalização

Sistema respiratório. Funções. Anatomia do sistema respiratório. Brônquios, bronquíolos e alvéolos. Promover troca de gases circulantes: Vocalização Funções Sistema respiratório Promover troca de gases circulantes: suprir oxigênio e remover o dióxido de carbono Vocalização Anatomia do sistema respiratório Nariz Faringe Laringe Traquéia Brônquios Pulmões

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Basicamente a respiração é a absorção pelo organismo de oxigênio e a eliminação do gás carbônico resultante do

Leia mais

O sistema respiratório

O sistema respiratório T5 Texto de apoio ao professor Sistema respiratório O sistema respiratório Movimentos respiratórios Nesta aula será introduzido o sistema respiratório, focando a sua importância, e as características e

Leia mais

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia Sistema Circulatório Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular Angiologia Sistema Circulatório Funções Meio de transporte Ligação metabólica entre diferentes

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Basicamente a respiração é a absorção pelo organismo de oxigênio e a eliminação do gás carbônico

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório 11/11/15 Faculdade de Medicina de Lisboa Ins8tuto de Anatomia Humana Normal Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Sistema Respiratório Lisboa,11 de Novembro de 2015 Sistema Respiratório Sistema responsável

Leia mais

Sistema Respiratório. Profª Talita Silva Pereira

Sistema Respiratório. Profª Talita Silva Pereira Sistema Respiratório Profª Talita Silva Pereira A respiração é fundamental para vida humana sendo responsável pela troca dos gases oxigênio(o2) e dióxido de carbono(co2) do organismo, com o meio ambiente.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Me. Tatiane da Silva Poló

DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Me. Tatiane da Silva Poló DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RESPIRATÓRIO Profª Me. Tatiane da Silva Poló INÍCIO DO DESENVOLVIMENTO 4ª semana Local: assoalho da extremidade caudal da faringe primitiva (originada do intestino anterior)

Leia mais

Sistema respiratório. Profa. Mirelle Saes

Sistema respiratório. Profa. Mirelle Saes Sistema respiratório Profa. Mirelle Saes Sistema Respiratório Respiração troca substâncias gasosas entre o ar e a corrente sanguínea. Bulbo amplitude e freqüência da respiração. Diafragma nervo frênico.

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO. Prof.: Lazaro Antonio dos Santos

SISTEMA RESPIRATÓRIO. Prof.: Lazaro Antonio dos Santos SISTEMA RESPIRATÓRIO Prof.: Lazaro Antonio dos Santos SISTEMA RESPIRATÓRIO CONCEITO Conjunto de órgãos que nutrem o organismo por meio de alimentos no estado gasoso, completando a função do Sistema Digestório.

Leia mais

Unidade 6. Sistema respiratório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres

Unidade 6. Sistema respiratório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres Unidade 6 Sistema respiratório Adaptado por Ana Mafalda Torres O que é o sistema cardiorrespiratório? + Sistema circulatório Sistema respiratório O que é o sistema respiratório? O sistema respiratório

Leia mais

CONSTITUIÇÃO E FUNÇÃO DIVISÃO VIAS RESPIRATÓRIAS SISTEMA RESPIRATÓRIO 9/3/2013. Profa. Dra. Monique Batista Paiva

CONSTITUIÇÃO E FUNÇÃO DIVISÃO VIAS RESPIRATÓRIAS SISTEMA RESPIRATÓRIO 9/3/2013. Profa. Dra. Monique Batista Paiva CONSTITUIÇÃO E FUNÇÃO SISTEMA RESPIRATÓRIO Profa. Dra. Monique Batista Paiva - CONSTITUIÇÃO: VIAS RESPIRATÓRIAS E PULMÕES; - HEMATOSE PULMONAR; - VENTILAÇÃO PULMONAR. DIVISÃO NARIZ LARINGE TRAQUÉIA BRÔNQUIOS

Leia mais

- Slides das apresentações fornecidos pelos colegas. - Almeida, AB. et al, Pneumologia Clínica, 1ª edição, 2005, Printer Portuguesa

- Slides das apresentações fornecidos pelos colegas. - Almeida, AB. et al, Pneumologia Clínica, 1ª edição, 2005, Printer Portuguesa Anotadas do 4º Ano 2007/08 Data: 17 de Dezembro 2007 Disciplina: Pneumologia Tema da Aula: Formação Clínica Complementar - Estudos do Sono - Telerradiografia do Tórax Normal - Urgências em Pneumologia

Leia mais

Sistema Respiratório. rio. A função do sistema respiratório é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função:

Sistema Respiratório. rio. A função do sistema respiratório é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função: Sistema Respirató Função A função do sistema respirató é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função: Receber o oxigénio; Libertar o dióxido carbono ( CO2) produzido

Leia mais

O Sistema Respiratório. Humano

O Sistema Respiratório. Humano E.E.B.P Mansueto Boff O Sistema Respiratório Humano Nomes: Tiago, Marcos, Erik, Alexandro, Luciana, Andreína, Vanessa, Eduarda e Jaiane Matéria: Ciências Professor: Cladir Turma: 802 Concórdia, 20 de Agosto

Leia mais

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO Funções Troca de gases com o ar atmosférico; Manutenção da concentração de oxigênio; Eliminação da concentração de dióxido de carbônico; Regulação da ventilação.

Leia mais

5 de Outubro de Professor Ewerton. Introdução à Radiologia do Tórax

5 de Outubro de Professor Ewerton. Introdução à Radiologia do Tórax 5 de Outubro de 2007. Professor Ewerton. Introdução à do Tórax Métodos de investigação radiológica Radiografias. TC. RM. Medicina Nuclear. US. Angiografias. Os dois primeiros são os mais utilizados. Radiografia

Leia mais

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão.

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. TESTE Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. 1 O ar entra nos pulmões através de A. Fossas nasais, laringe, faringe, traqueia e brônquios. B. Fossas nasais, faringe,

Leia mais

Ventilação e trocas gasosas nas vias aéreas

Ventilação e trocas gasosas nas vias aéreas Ventilação e trocas gasosas nas vias aéreas Componentes que direcionam a passagem do ar para dentro/fora formam a PORÇÃO CONDUTORA. cavidade nasal, seios nasais, nasofaringe, laringe, traquéia, brônquios,

Leia mais

ANATOMIA RADIOLÓGICA E PATOLOGIAS DO MEDIASTINO

ANATOMIA RADIOLÓGICA E PATOLOGIAS DO MEDIASTINO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CLÍNICA MÉDICA DISCIPLINA DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM ANATOMIA RADIOLÓGICA E PATOLOGIAS DO MEDIASTINO Monitor:

Leia mais

Aspectos Anatômicos do Sistema Respiratório. Professora: Karen Mascaro Gonçalves da Silva

Aspectos Anatômicos do Sistema Respiratório. Professora: Karen Mascaro Gonçalves da Silva Aspectos Anatômicos do Sistema Respiratório Professora: Karen Mascaro Gonçalves da Silva Objetivo da aula Descrever a anatomia do sistema respiratório, sua relação com o corpo e seus vizinhos imediatos

Leia mais

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro Sistema Circulatório Coração Conceito: É um órgão muscular central do aparelho circulatório, que funciona como uma bomba dupla de sucção e

Leia mais

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos Sistemas de Órgãos e Desenvolvimento das Cavidades Corporais Sistema Urinário.. Visão Geral............................................ 0

Leia mais

Nariz e Laringe. Anatomia Aplicada à Medicina IV MOR 044 Prof. Sérvulo Luiz Borges

Nariz e Laringe. Anatomia Aplicada à Medicina IV MOR 044 Prof. Sérvulo Luiz Borges Nariz e Laringe Anatomia Aplicada à Medicina IV MOR 044 Prof. Sérvulo Luiz Borges Rinoscopia normal Nariz: Funções Condução do ar Sentido do olfato Filtrar, aquecer e umedecer o ar inspirado Eliminar as

Leia mais

25/08/2015. https://odontousp.wordpress.com/ APARELHO RESPIRATÓRIO Usado vezes por dia

25/08/2015. https://odontousp.wordpress.com/ APARELHO RESPIRATÓRIO Usado vezes por dia https://odontousp.wordpress.com/ APARELHO RESPIRATÓRIO Usado 23.000 vezes por dia 1 APARELHO RESPIRATÓRIO Usado 23.000 vezes por dia APARELHO RESPIRATÓRIO Usado 23.000 vezes por dia Funções: RESPIRAÇÃO

Leia mais

Anatomia do Sistema Respiratório. Prof.Gabriel Villas-Bôas

Anatomia do Sistema Respiratório. Prof.Gabriel Villas-Bôas Anatomia do Sistema Respiratório Prof.Gabriel Villas-Bôas Objetivos Compreender as partes anatômicas que compõem o sistema respiratório incluindo: O sistema condutor; A nasofaringe e laringofaringe; A

Leia mais

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM Prof. Dante L. Escuissato Figura 1. O tórax é composto por um conjunto de estruturas que pode ser dividido em parede torácica, espaços pleurais, pulmões, hilos pulmonares e

Leia mais

Parede abdominal Ântero-lateral. Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges

Parede abdominal Ântero-lateral. Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Parede abdominal Ântero-lateral Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Abdome A parte do tronco entre o tórax e a pelve, possui paredes musculotendíneas, exceto posteriormente onde a

Leia mais

Prof: Clayton de Souza da Silva

Prof: Clayton de Souza da Silva Prof: Clayton de Souza da Silva Sangue O sangue é a massa líquida contida num compartimento fechado, o aparelho circulatório, que a mantém em movimento regular e unidirecional, devido essencialmente às

Leia mais

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos.

Sumário. Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos. Sumário Estrutura e Desenvolvimento Embrionário dos Sistemas de Órgãos 1 Sistemas de Órgãos e Desenvolvimento das Cavidades Corporais 1.1 Definições, Visão Geral e Evolução das Cavidades Corporais 2 1.2

Leia mais

Sistema Respiratório. rio. Componentes

Sistema Respiratório. rio. Componentes Slide 1 Sistema Respiratório rio Faringe Slide 2 Componentes Nariz (fossas nasais) - duas cavidades paralelas que começam nas narinas e terminam na faringe - funções: filtrar, umedecer e aquecer o ar,

Leia mais

Anatomia II. Coração e Vasos

Anatomia II. Coração e Vasos Anatomia II Coração e Vasos Mediastino O Mediastino é uma região central larga que separa as duas cavidades pleurais lateralmente colocadas. Estende-se: Do esterno aos corpos das vértebras; Da abertura

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório Sistema Respiratório Sistema Respiratório Funções: Troca gasosa: Oxigenação do sangue venoso e eliminação de CO 2 pela expiração. Garantia de eficiência: Condução, filtração, aquecimento e umedecimento

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório Sistema Respiratório A função do sistema respiratório é facultar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações

Leia mais

RADIOLOGIA PULMONAR INCIDÊNCIA : PÓSTERO-ANTERIOR (PA)

RADIOLOGIA PULMONAR INCIDÊNCIA : PÓSTERO-ANTERIOR (PA) RADIOLOGIA PULMONAR RADIOLOGIA PULMONAR INCIDÊNCIA : PÓSTERO-ANTERIOR (PA) É A MAIS UTILIZADA NA RADIOGRAFIA SIMPLES DO TÓRAX. É NECESSÁRIA UMA DISTÂNCIA MÍNIMA PARA A SUA REALIZAÇÃO, DA ORDEM DE 1,50

Leia mais

1 Anatomia da mama. 5 Serrátil anterior 6 Reto abdominal 7 Inserção tendínea do reto abdominal 8 Músculo oblíquo externo do abdome

1 Anatomia da mama. 5 Serrátil anterior 6 Reto abdominal 7 Inserção tendínea do reto abdominal 8 Músculo oblíquo externo do abdome Fundamentos 1 Anatomia da mama Figura 1.1 Anatomia da musculatura que recobre a parede torácica. 1 Porção clavicular do peitoral maior 2 Porção esterno-costal do peitoral maior 3 Grande dorsal 4 Parte

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana Natália Guimarães Barbosa Natal - RN 2016 Levar material nutritivo e oxigênio às células; Transportar produtos residuais do metabolismo celular;

Leia mais

Aparelho Respiratório

Aparelho Respiratório Aparelho Respiratório Organização Geral Pulmões: órgãos de troca gasosa. Órgão auxiliares: apenas passagem de ar. o Nariz: nariz externo, cavidade nasal e seios paranasais. o Faringe (nasofaringe) o Laringe

Leia mais

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima Sistema Cardiovascular ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima INTRODUÇÃO: CONCEITO: O sistema cardiovascular ou circulatório é formado por uma vasta rede de tubos, que põe em comunicação todas as partes

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA HUMANA I SISTEMA RESPIRATÓRIO Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Respiratório Conceito Função Divisão Estruturas Nariz Faringe Laringe Traquéia e Brônquios Pulmão Bronquíolos e Alvéolos 1

Leia mais

AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA DA ÁRVORE BRONQUICA E DOS PULMÕES DE UM EXEMPLAR DE VEADO CATINGUEIRO (MAZAMA GOUAZOUBIRA, FISCHER, 1814) 1

AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA DA ÁRVORE BRONQUICA E DOS PULMÕES DE UM EXEMPLAR DE VEADO CATINGUEIRO (MAZAMA GOUAZOUBIRA, FISCHER, 1814) 1 AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA DA ÁRVORE BRONQUICA E DOS PULMÕES DE UM EXEMPLAR DE VEADO CATINGUEIRO (MAZAMA GOUAZOUBIRA, FISCHER, 1814) 1 Artur Schoenmeier Woecichoshi 2, Andiara Diulia Menegol 3, Orestes Moraes

Leia mais

24/02/2016 RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS

24/02/2016 RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS RELAÇÕES ANATÔMICAS A laringe pode ser comparada há uma passagem de ar, um mecanismo esfincteriano, e um órgão de fonação, estende-se da laringo-faringe até a traquéia. Marcelo Marques Soares Prof. Didi

Leia mais

Anatomia da Cabeça e do Pescoço. Gaudencio Barbosa Residente Cirurgia de Cabeça e Pescoço Hospital Universitário Walter Cantídio

Anatomia da Cabeça e do Pescoço. Gaudencio Barbosa Residente Cirurgia de Cabeça e Pescoço Hospital Universitário Walter Cantídio Anatomia da Cabeça e do Pescoço Gaudencio Barbosa Residente Cirurgia de Cabeça e Pescoço Hospital Universitário Walter Cantídio Introdução Area anatomicamente rica e complexa Indice de complicações depende

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR Fisiologia do Sistema Respiratório A respiração pode ser interpretada como um processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio, ou como um conjunto de reações químicas

Leia mais

Nome RA. Introdução ao Estudo da Anatomia Humana

Nome RA. Introdução ao Estudo da Anatomia Humana Introdução ao Estudo da Anatomia Humana 1) È um dos fatores gerais de variação anatômica 2) Segmento do membro inferior 3) Plano de secção que divide o corpo em duas porções laterais exatamente iguais

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina VET103 Anatomia Veterinária II

Programa Analítico de Disciplina VET103 Anatomia Veterinária II 0 Programa Analítico de Disciplina VET10 Anatomia Veterinária II Departamento de Veterinária - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 8 Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

25/11/2009. Tamanho Na entrada do tórax 20% profundidade do tórax Relação 0.20 Bulldog até 0.14

25/11/2009. Tamanho Na entrada do tórax 20% profundidade do tórax Relação 0.20 Bulldog até 0.14 Proj. lateral Extende-se da Laringe a Carina Os anéis traqueais podem se calcificar Vias áereas superiores Cavidade pleural Mediastino Miscelânea Tamanho Na entrada do tórax 20% profundidade do tórax Relação

Leia mais

Aula 6: Sistema respiratório

Aula 6: Sistema respiratório Aula 6: Sistema respiratório Sistema respiratório Tem início no nariz e na boca e continua através das vias aéreas até os pulmões, onde ocorre a troca dos gases. Sistema respiratório - Funções Condução

Leia mais

Fisiologia do Trato Respiratório

Fisiologia do Trato Respiratório Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Ciências Biológicas DECBI Fisiologia II (CBI-198) Fisiologia do Trato Respiratório Profª: Franciny Paiva

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução A função do sistema respiratório é facilitar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações metabólicas,

Leia mais

Todos os direitos reservados. - Distribuição e venda proibidas - Este material destina-se a fins didáticos somente.

Todos os direitos reservados. - Distribuição e venda proibidas - Este material destina-se a fins didáticos somente. Prova 621-2016/1 ANATOMIA HUMANA FARMÁCIA Método: UNB (Certo ou Errado) Resolva esta atividade individualmente ou em grupo. Utilize o livro, o atlas e outros materias de pesquisa. Imprima, caso prefira.ou

Leia mais

Sistema Respiratório. Prof. a Dr. a Tatiana Montanari Departamento de Ciências Morfológicas ICBS UFRGS

Sistema Respiratório. Prof. a Dr. a Tatiana Montanari Departamento de Ciências Morfológicas ICBS UFRGS Sistema Respiratório Prof. a Dr. a Tatiana Montanari Departamento de Ciências Morfológicas ICBS UFRGS FUNÇÕES VIAS AÉREAS SUPERIORES VIAS AÉREAS INTRAPULMONARES FUNÇÕES Eliane de Oliveira Borges, UFRGS

Leia mais

Como funciona o sistema respiratório?

Como funciona o sistema respiratório? Como funciona o sistema respiratório? O sistema respiratório é responsável pela ventilação pulmonar. " O diafragma contrai-se e desloca-se para baixo. " Os músculos intercostais contraem-se, afastando

Leia mais

Sistema Respiratório Capítulo 9

Sistema Respiratório Capítulo 9 Sistema Respiratório Capítulo 9 1 VIAS AÉREAS SUPERIORES Eliane de Oliveira Borges, UFRGS Figura 9.1 - Ilustração do sistema respiratório. Fonte: Montanari, T.; Borges, E. O. Museu virtual do corpo humano.

Leia mais

Aparelho Respiratório

Aparelho Respiratório Aparelho Respiratório Respirar: Absorver (os animais) o oxigénio do ar nos pulmões, nas brânquias, nas traqueias, na pele e expelir o gás carbónico resultante das queimas orgânicas, depois de se realizarem

Leia mais

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Circulatório

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Circulatório ACERVO DIGITAL FASE II Histologia do Sistema Circulatório I Material: Aorta Técnica: Weigert Observação com aumento total de 40x: Nesse aumento e nesse campo microscópico é possível observar-se a luz da

Leia mais

Sistema Respiratório. Página Diferenças entre o ar inspirado e o expirado. Página 61

Sistema Respiratório. Página Diferenças entre o ar inspirado e o expirado. Página 61 Página 61 Sistema Respiratório Página 62 2. Diferenças entre o ar inspirado e o expirado 1. Movimentos Respiratórios Os movimentos respiratórios permitem a ventilação pulmonar que se processa em 2 fases:

Leia mais

PNEUMOLOGIA. Introdução ao estudo Radiológico do Tórax. PEC III. Acad. Franchesca Luz

PNEUMOLOGIA. Introdução ao estudo Radiológico do Tórax. PEC III. Acad. Franchesca Luz PNEUMOLOGIA Introdução ao estudo Radiológico do Tórax. PEC III Acad. Franchesca Luz COMO ESTUDAR O TÓRAX Uma olhada em uma radiografia de tórax, frequentemente é suficiente para ver uma anormalidade muito

Leia mais

1) DISSECAÇÃO DA CAVIDADE TORÁCICA 1

1) DISSECAÇÃO DA CAVIDADE TORÁCICA 1 1) DISSECAÇÃO DA CAVIDADE TORÁCICA 1 1.1. Identifique, inicialmente, o pulmão, o pericárdio, o coração, a pleura, o músculo diafragma, o esôfago, a traquéia, e o timo. Neste item também deverão ser identificados

Leia mais

Sistema Gastrointestinal

Sistema Gastrointestinal Sistema Gastrointestinal PATRICIA FRIEDRICH ENF. ASSISTENCIAL DO CTI ADULTO DO HOSPITAL MOINHOS DE VENTO PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA PELA UNISINOS ANATOMIA E FISIOLOGIA Algumas doenças

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 11/08/2012 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número

Leia mais

Artéria Elástica (aorta)

Artéria Elástica (aorta) CORAÇÃO Devido á existência de grande número de fibras musculares cardíacas, anastomosadas, estriações longitudinais e núcleo central pode concluir-se tratarse de uma preparação de coração. É um órgão

Leia mais

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral Circulação Pulmonar e Sistêmica Passagem do sangue através do coração e dos vasos. Ocorre através de duas correntes sanguíneas que partem ao mesmo tempo do coração: 1 Sai do ventrículo direito através

Leia mais

Fisiologia Respiratória

Fisiologia Respiratória Fisiologia Respiratória Via Aérea Alta Faringe Orofaringe Nasofaringe Laringofaringe Via aérea Baixa Traquéia Brônquios Bronquíolos Alvéolos pulmonares Via Aérea Baixa A traquéia se bifurca dando origem

Leia mais

FÍGADO E VIAS BILIARES. Prof. Sérvulo Luiz Borges

FÍGADO E VIAS BILIARES. Prof. Sérvulo Luiz Borges FÍGADO E VIAS BILIARES Prof. Sérvulo Luiz Borges Fígado INTRODUÇÃO A maior glândula no corpo Sua secreção exócrina é a bile Localiza-se nos quadrantes direito e esquerdo superiores, inferior ao diafragma

Leia mais

LISTA DE LAMINÁRIO HISTOLÓGICO

LISTA DE LAMINÁRIO HISTOLÓGICO 2017 LISTA DE LAMINÁRIO HISTOLÓGICO Produzido por: Karen Chaves Maysa Resende Técnicas do laboratório 10/07/2017 Adrenal Cápsula, Zona glomerular, Zona fasciculada, Zona reticulada e Medular. Artéria de

Leia mais

Plano de Ensino da Disciplina

Plano de Ensino da Disciplina Plano de Ensino da Disciplina Disciplina: Anatomia Aplicada à Fonoaudiologia I Código da disciplina: MOF019 Classificação: Obrigatória Período do Curso: 1º período N.º de créditos: 03 créditos Carga horária:

Leia mais

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo:

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: SISTEMA RESPIRATÓRIO Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: Respiração é definida como a absorção do oxigênio pelo organismo, com liberação subseqüente de energia para o trabalho, calor e a

Leia mais

ANATOMIA. Sistema Respiratório. Órgãos da Respiração PROF. MUSSE JEREISSATI

ANATOMIA. Sistema Respiratório. Órgãos da Respiração PROF. MUSSE JEREISSATI ANATOMIA HUMANA Sistema Respiratório Órgãos da Respiração PROF. MUSSE JEREISSATI mussejereissati@hotmail.com website: www.mussejereissati.com Feito com Apple Keynote AGORA, NÃO! 3 Organização e Funções

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÒRIO

SISTEMA CIRCULATÒRIO Universidade Federal de Viçosa campus Florestal SISTEMA CIRCULATÒRIO ANATOMIA HUMANA Laboratório de Morfofisiologia Funções: Transporte de gases respiratórios, nutrientes, hormônios e excretas; Distribuição

Leia mais

13-Nov-14. Intestino de humanos; 6-7X tamanho do corpo Intestinto de ruminantes: 20x tamanho do corpo. Desenvolvimento Gastrointestinal

13-Nov-14. Intestino de humanos; 6-7X tamanho do corpo Intestinto de ruminantes: 20x tamanho do corpo. Desenvolvimento Gastrointestinal 13-Nov-14 Desenvolvimento Gastrointestinal Folhetos embrionários Ectoderma Pele Sistema Nervoso Crista Neural (ecto=externa) Mesoderma Intestino de humanos; 6-7X tamanho do corpo Intestinto de ruminantes:

Leia mais

Ureter, Bexiga e Uretra

Ureter, Bexiga e Uretra Ureter, Bexiga e Uretra 1 Ureter, Bexiga e Uretra 2 URETER 3 Estrutura do Ureter Tubo muscular que conecta o rim à bexiga Porção superior (abdominal) e inferior (pélvica) 4 Trajeto do Ureter Ao nível do

Leia mais

CELIOTOMIA 2/9/2016 CELIOTOMIA. CELIOTOMIA (laparotomia mediana) DEFINIÇÃO CLASSIFICAÇÃO:

CELIOTOMIA 2/9/2016 CELIOTOMIA. CELIOTOMIA (laparotomia mediana) DEFINIÇÃO CLASSIFICAÇÃO: Prof a. Dr a. Aline A. Bolzan DEFINIÇÃO Abertura cirúrgica da cavidade abdominal, em qualquer região. Celio (koilia) = abdome + tomia (tome) = corte (laparotomia mediana) CLASSIFICAÇÃO: de acordo com a

Leia mais

Sumário. Redução da Transparência Radiológica

Sumário. Redução da Transparência Radiológica 2ª Aula Prática Sumário Constituição do retículo pulmonar Diafragma Mediastino Alterações Hilares Radiografia de perfil do tórax Anatomia Seccional Redução da Transparência Radiológica Generalizada Localizada

Leia mais

Sumário. Opacidades em toalha. Por redução do componente aéreo: Colapso Patologia pleural (derrame)

Sumário. Opacidades em toalha. Por redução do componente aéreo: Colapso Patologia pleural (derrame) 3ª Aula Prática Sumário Opacidade Nodular Única / Nódulo Pulmonar Solitário Opacidades em toalha Por redução do componente aéreo: Colapso Patologia pleural (derrame) Nódulo Pulmonar Solitário Opacidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA Calendário - 2014 1º e 2º semestres Curso: MEDICINA Unidade Curricular: AS BASES MORFOLÓGICAS DA MEDICINA

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Esplancnologia. Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino. Sentido lato Vascular endócrino

Esplancnologia. Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino. Sentido lato Vascular endócrino Esplancnologia Estudo das vísceras: órgãos internos ( splanchnon) Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino + Sentido lato Vascular endócrino Arquitetura funcional

Leia mais

Sumário. CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1. CAPÍTULO 2 Tecido Conectivo 11. CAPÍTULO 3 Tecido Adiposo 25. CAPÍTULO 4 Cartilagem 31. CAPÍTULO 5 Osso 41

Sumário. CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1. CAPÍTULO 2 Tecido Conectivo 11. CAPÍTULO 3 Tecido Adiposo 25. CAPÍTULO 4 Cartilagem 31. CAPÍTULO 5 Osso 41 Sumário CAPÍTULO 1 Tecido Epitelial 1 PRANCHA 1 Epitélios simples pavimentoso e cúbico 2 PRANCHA 2 Epitélios simples cilíndrico e pseudoestratificado 4 PRANCHA 3 Epitélios estratificados 6 PRANCHA 4 Epitélio

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO NO ESTADIAMENTO POR IMAGEM DO CÂNCER DE PULMÃO COM QUESTÕES COMENTADAS

AUTOAVALIAÇÃO NO ESTADIAMENTO POR IMAGEM DO CÂNCER DE PULMÃO COM QUESTÕES COMENTADAS 9 AUTOAVALIAÇÃO NO ESTADIAMENTO POR IMAGEM DO CÂNCER DE PULMÃO COM QUESTÕES COMENTADAS VIVIAN CARDINAL DA SILVA SIMON PROWSE THERESA C. MCLOUD BRUNO HOCHHEGGER EDSON MARCHIORI ARTHUR SOARES SOUZA JÚNIOR

Leia mais

Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório

Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório 1 Márcia Koja Breigeiron Este capítulo aborda alguns aspectos anatômicos e fisiológicos relevantes do sistema respiratório, salientando as particularidades

Leia mais

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero a) Que números indicam artérias e veias? b) Que números indicam vasos por onde circulam sangue

Leia mais

Sumário. 2 Cabeça e Pescoço Anatomia Geral VII. 2.1 Crânio Aparelho Mastigatório e Músculos da Cabeça 53.

Sumário. 2 Cabeça e Pescoço Anatomia Geral VII. 2.1 Crânio Aparelho Mastigatório e Músculos da Cabeça 53. VII Sumário 1 Anatomia Geral 2 Cabeça e Pescoço 19 Posição dos Órgãos Internos, Pontos de Palpação e Linhas Regionais 2 Planos de Secção e Termos de Direção do Corpo 4 Osteologia 6 Esqueleto do Corpo Humano

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CAROLLINE FREIRE MOREIRA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CAROLLINE FREIRE MOREIRA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CAROLLINE FREIRE MOREIRA ESTUDO SOBRE A EFICÁCIA DA VISITA DOMICILIAR ASSOCIADA AO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Fisiologia do Trato Respiratório

Fisiologia do Trato Respiratório Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Ciências Biológicas DECBI Fisiologia II (CBI-198) Fisiologia do Trato Respiratório Profª: Franciny Paiva

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA. Calendário UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA E GENÉTICA Calendário - 2016 1º e 2º semestres Curso: MEDICINA Unidade Curricular: AS BASES MORFOLÓGICAS DA MEDICINA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA MARIA FERNANDA CÂNDIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA MARIA FERNANDA CÂNDIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA MARIA FERNANDA CÂNDIA ESTUDO SOBRE A EFICÁCIA DA REEDUCAÇÃO DIAFRAGMÁTICA NA MELHORA DA FORÇA MUSCULAR

Leia mais

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges

RADIOGRAFIA ABDOMINAL. Profª Drª Naida Cristina Borges RADIOGRAFIA ABDOMINAL Profª Drª Naida Cristina Borges Produção de Radiografias Diagnósticas Preparo adequado jejum/enema Pausa da inspiração evita o agrupamento das vísceras Indicações para a Radiologia

Leia mais

Sistema Respiratório. Simulação em Matlab

Sistema Respiratório. Simulação em Matlab Modelos dos Processos Fisiológicos no Home Sistema Respiratório Simulação em Matlab Licenciatura em Eng.ª Biomédica 2 Conteúdos Sistema Respiratório - Introdução Biofísica Pulmonar Simulação Computacional

Leia mais