Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A Capítulo I Disposições Preliminares

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A 2011. Capítulo I Disposições Preliminares"

Transcrição

1 Capítulo I Disposições Preliminares Art. 1º - O Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. sistematiza os valores essenciais que norteiam os relacionamentos internos e externos com os diversos segmentos da sociedade. Contribui, também, para o aperfeiçoamento das normas de conduta profissional e a prática de elevado padrão ético, visando a: I. propiciar a disseminação e o compartilhamento desses valores, servindo de âncora para o exercício profissional responsável; II. alcançar excelência dos serviços, governança corporativa, responsabilidade socioempresarial, enfatizando o respeito e a valorização do ser humano, do bem público e do meio ambiente; III. estabelecer padrões de integridade de caráter, retidão e honestidade no exercício profissional; IV. preservar a lisura dos seus processos internos; V. resguardar a imagem institucional; e VI. orientar a tomada de decisões em situações de conflito de interesses. Art. 2º - O compromisso com este Código por parte dos agentes públicos Conselho Fiscal, Conselho de Administração, Comitê de Auditoria, Diretoria e demais comitês, administradores, empregados, terceirizados, estagiários, jovens aprendizes, bolsistas, assessores, parceiros de negócios, entidades coligadas, fornecedores e todos que, com ou sem remuneração, prestem serviços ao Banco do Nordeste, inclusive de forma temporária visa a proporcionar elevado padrão de comportamento que efetivamente contribua para a lisura e a transparência dos atos praticados na condução dos negócios do Banco. Art. 3º - Este Código encontra fundamentos na Constituição Federal, no Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, aprovado pelo Decreto nº , de 22/06/1994, no Código de Conduta da Alta Administração Federal, aprovado em 21/08/2000, no Decreto nº 6.029, de 01/02/2007, que instituiu o Sistema de Gestão da Ética do Poder Executivo Federal, na Resolução nº10, de 29/09/2008, da Comissão de Ética Pública (CEP), e no Pacto Global das Nações Unidas, lançado no Fórum Econômico de Davos em Capítulo II Dos Princípios e Valores Fundamentais Art. 4º - O Banco do Nordeste valoriza a ética como forma de aprimorar comportamentos, atitudes e ações, fundamentando suas relações nos princípios da 1

2 justiça, honestidade, democracia, cooperação, disciplina, governança, sustentabilidade, compromisso, confiança, civilidade, transparência, igualdade e respeito. Art. 5º - O Banco do Nordeste respeita e valoriza a diversidade de qualquer natureza, dispensando tratamento equânime a todas as pessoas, sem preconceitos de origem social, cultural, étnica ou relativos ao gênero, idade, religião, convicção filosófica ou política, orientação sexual, estado civil, condição física, psíquica, grau de escolaridade, repudiando toda forma discriminatória. Art 6º - O Banco do Nordeste está comprometido com a melhoria das condições de saúde, segurança e higiene, de modo a favorecer o equilíbrio harmônico no ambiente de trabalho, e apoia a participação voluntária em atividades sociais destinadas a valorizar o ser humano e a preservar e recuperar o meio ambiente. Art. 7º - O Banco adota, ainda, os seguintes princípios previstos no Pacto Global: I. apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos internacionais dentro de seu âmbito de influência; II. certificar-se de que suas corporações não sejam cúmplices de abusos em direitos humanos; III. apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva; IV. arrimar a eliminação de todas as formas de trabalho forçado e compulsório; V. favorecer a erradicação efetiva do trabalho infantil; VI. concorrer para o fim da discriminação relacionada a emprego e cargo; VII. adotar abordagem preventiva para os desafios ambientais; VIII. tomar iniciativas para promover maior responsabilidade socioambiental; IX. incentivar o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente sustentáveis; e X. combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina. Capítulo III Nas Relações com os Clientes Art. 8º - O relacionamento do Banco do Nordeste com seus clientes e com a sociedade é regido pelos seguintes padrões de conduta: I. respeito; II. equidade; III. cordialidade; IV. cortesia; V. agilidade; 2

3 VI. presteza; VII. transparência; VIII. receptividade às sugestões e críticas; IX. confidencialidade e segurança de informações; e X. observância de princípios e normas pertinentes aos direitos do consumidor. Art. 9º - Na realização de seus negócios o Banco do Nordeste adota os princípios gerais constantes no Capítulo II. Art As operações de financiamento e de crédito são analisadas à luz dos critérios técnicos disponíveis, inclusive aqueles relacionados com o risco e a viabilidade pertinentes, e tratadas de forma colegiada quanto à tomada de decisão. Capítulo IV Nas Relações com Investidores e Acionistas Art O Banco do Nordeste pauta as relações com investidores e acionistas nos princípios de governança universalmente aceitos e nos pressupostos da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, que norteiam a gestão pública, visando à (o): I. transparência nas relações com o mercado, mediante a prestação de informações que possibilitem a avaliação do desempenho da Instituição; II. equidade de tratamento para os acionistas; III. conformidade com as leis, normas e regulamentos e exigência de seu cumprimento pelas contrapartes; IV. cumprimento da missão institucional; e V. continuidade da Empresa no longo prazo e a geração de resultados positivo. Art Os programas e as operações de fomento ao desenvolvimento são compatibilizados com a otimização dos resultados da Empresa, preservadas as expectativas dos acionistas minoritários. Art As estratégias, objetivos e metas corporativas, assim como o plano geral de negócios e o orçamento global, são planejados e avaliados pela Diretoria, observada a orientação geral dos negócios do Banco definida pelo Conselho de Administração. 3

4 Capítulo V Nas Relações com Governos, Sociedade e Comunidade Art O Banco do Nordeste norteia o relacionamento com o Poder Público pela discussão democrática e pelo estabelecimento de parcerias institucionais, objetivando a implementação de políticas, projetos e programas voltados para o desenvolvimento sustentável de sua área de atuação. Art No relacionamento com as comunidades de sua área de atuação, o Banco do Nordeste valoriza e apoia projetos que promovam o desenvolvimento sustentável e a justiça social, respeitando os valores culturais de cada localidade. Art O Banco do Nordeste reconhece a relevância do papel das associações e entidades de classe legalmente constituídas, procura manter diálogo permanente com estas, assim como acompanhar e apoiar as iniciativas e práticas dessas instituições que se coadunem com a missão do Banco. Art Os editais de concurso público para seleção de empregados do Banco do Nordeste farão expressa referência a este Código de Conduta Ética para prévio conhecimento dos candidatos. Capítulo VI Nas Relações com o Mercado e com os Concorrentes Art A competitividade do Banco do Nordeste é exercida buscando promover a concorrência justa e leal e seguindo as legislações e normas aplicáveis. Art O Banco do Nordeste respeita seus concorrentes e proíbe que seus administradores, empregados ou colaboradores divulguem ou disseminem, por qualquer meio e sob qualquer pretexto, conceito, comentário ou boato que possa comprometer a imagem de empresas do mercado, concorrentes diretos ou não, ou prejudicá-las de alguma maneira, zelando pela proteção de informações. Art O Banco do Nordeste prima pela civilidade no relacionamento com a concorrência, buscando informações de maneira lícita, utilizando-as de forma fidedigna, por meio de fontes autorizadas. Capítulo VII Nas Relações com os Fornecedores e Outros Parceiros Art O Banco do Nordeste pauta seu relacionamento com fornecedores e prestadores de serviços pelo compartilhamento dos padrões morais e éticos constantes deste Código e pela valorização de iniciativas social e ambientalmente responsáveis. 4

5 Art A seleção de fornecedores e prestadores de serviços é realizada com imparcialidade, transparência e preservação da qualidade e viabilidade econômica dos serviços prestados e dos produtos fornecidos, observados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência dos atos administrativos. Art O Banco do Nordeste, quando da contratação das empresas prestadoras de serviços, requer que estas e seus empregados respeitem os princípios éticos e os compromissos de conduta definidos neste Código, enquanto perdurar a relação contratual. Capítulo VIII Nas Relações de Trabalho Art Nas relações de trabalho, o Banco do Nordeste compromete-se a: I - cumprir as leis, as normas e as políticas de desenvolvimento humano instituídas, estimulando a convivência harmônica, a cidadania, o espírito de equipe, honestidade e a solidariedade no ambiente de trabalho; II - estimular ações de responsabilidade socioambiental; III otimizar o fluxo de informações necessárias à excelência de procedimentos no ambiente de trabalho; IV repudiar, coibir e punir qualquer procedimento que possa configurar assédio de qualquer natureza, seja de caráter físico, moral ou psicológico; V Proporcionar e democratizar as oportunidades de ascensão profissional, mediante critérios claros de acesso a treinamentos, avaliações de desempenho e suprimento de cargos e funções, assegurando aos empregados lisura e transparência em todos os processos desta natureza; VI Oferecer ambiente de trabalho seguro e saudável, primando pela qualidade de vida dos empregados; VII - disponibilizar para todos os colaboradores canais de comunicação efetivos, seguros e confiáveis para receber informações, sugestões, consultas, críticas e denúncias; VIII - prover garantias institucionais quanto ao sigilo, à reserva de informações dos processos e à identidade de colaboradores envolvidos em denúncias, objetivando preservar direitos e proteger a neutralidade das decisões; e IX assegurar a livre associação sindical e o direito à negociação coletiva, priorizandoa como modo preferencial de solução de conflitos trabalhistas. 5

6 Art Os diretores e empregados do Banco do Nordeste comprometem-se a: I cumprir a missão institucional; II observar este Código de Conduta e as normas internas a ele relacionadas; III manter sigilo sobre assuntos de interesse da Instituição, inclusive relacionados aos seus clientes, concorrentes e acionistas, não devendo divulgá-los, sob qualquer pretexto, salvo se autorizados; IV agir de acordo com os princípios e valores éticos definidos neste Código, escolhendo sempre, diante de mais de uma opção, a melhor para o Banco e para a sociedade; V submeter previamente à área técnica responsável solicitação para elaboração de projeto de pesquisa e publicação de trabalho autoral no qual sejam utilizadas informações do Banco, públicas ou internas; VI primar pela economia, guarda e conservação dos recursos materiais à sua disposição, utilizando-os unicamente para trabalhos de interesse do Banco; VII cuidar da integridade dos recursos patrimoniais e financeiros de terceiros que estejam sob a guarda ou estejam sendo administrados pelo Banco; VIII contribuir e zelar para a boa imagem do Banco do Nordeste, dentro e fora do ambiente de trabalho; IX abster-se em decisões que envolvam interesses pessoais ou relação de parentesco consanguíneo ou por afinidade, em linha reta ou colateral, até 2º grau; X abster-se de receber favores, vantagens ou presentes de qualquer natureza, para si ou para outrem, oferecidos de forma direta ou indireta, resultantes ou não de relacionamentos com o Banco do Nordeste e que possam influenciar decisões, facilitar negócios ou beneficiar terceiros; XI privar-se de obter proveito de cargo, função ou de informações, em benefício próprio ou de terceiros; XII abster-se de adotar procedimento que possa configurar assédio de qualquer natureza, seja físico, moral ou psicológico; XIII comunicar às áreas competentes pressão ou assédio de qualquer pessoa cujo interesse conflite com os do Banco do Nordeste; 6

7 IV contribuir para manutenção de ambiente de trabalho saudável baseado em respeito, solidariedade, honestidade, harmonia, autodesenvolvimento, espírito de equipe, cidadania e no compartilhamento de conhecimentos em prol do Banco; XV exercer suas atividades com profissionalismo, contribuindo para a excelência dos serviços prestados pelo Banco; XVI consultar a Comissão de Ética, em caso de dúvida, sobre situação passível de infringir este Código; e XVII comunicar à Comissão de Ética ocorrências de descumprimento deste Código. Capítulo IX Comissão de Ética Art À Comissão de Ética do Banco do Nordeste compete a divulgação e implementação deste Código. Art O funcionamento da Comissão de Ética é estabelecido em Regimento Interno aprovado pela própria Comissão. Art Compete à Comissão de Ética analisar as ocorrências de descumprimento deste Código de Conduta e decidir pela abertura de processo de apuração ética ou pelo seu encaminhamento às áreas internas competentes. Art A Comissão de Ética fica obrigada a preservar o sigilo de quaisquer informações a que tenha acesso. Art A Comissão de Ética do Banco do Nordeste é composta por 3 (três) membros titulares, com respectivos suplentes, todos escolhidos entre os empregados do quadro permanente e em atividade no Banco. 1 dois membros titulares e dois suplentes são designados pelo Presidente do Banco do Nordeste; 2 um membro titular e um suplente são escolhidos pelos empregados do Banco do Nordeste, respectivamente o primeiro e o segundo mais votados em eleição direta conduzida pelo Banco; 3 Compete ao Presidente do Banco do Nordeste designar, dentre os componentes, o presidente da Comissão; 4 O mandato dos membros da Comissão é de 3 (três) anos, não coincidentes, permitida apenas uma recondução; 7

8 5º A Comissão de Ética conta com uma Secretaria Executiva com a finalidade de contribuir para a elaboração e a execução do plano de trabalho da gestão da ética e prover apoio técnico e material ao cumprimento das atribuições da Comissão; 6º A atribuição de secretário-executivo é confiada a empregado do quadro permanente e em atividade no Banco, indicado pelos membros da Comissão de Ética e designado pelo Presidente do Banco; 7º Fica vedado ao secretário-executivo ser membro da Comissão de Ética; 8 Os membros da Comissão de Ética não são remunerados pelo exercício de suas atividades na Comissão e os trabalhos por eles desenvolvidos são considerados prioritários, relevantes e consignados em registro funcional; 9º A consignação em registro funcional pode ocorrer também para o secretárioexecutivo da Comissão de Ética e para aquelas pessoas que, a juízo de seus membros, tenham prestado relevante serviço à Comissão; e 10º A eleição de membros da Comissão de Ética ocorrerá com antecedência mínima de 30 (trinta) dias do término do mandato vigente na forma estabelecida no Regimento Interno da Comissão. Capítulo X Disposições Finais Art A Comissão de Ética apreciará toda e qualquer sugestão de aprimoramento deste Código. Art Cabe à Comissão de Ética: I. dirimir qualquer dúvida relacionada à aplicação deste Código, inclusive casos omissos; e II. propor à Diretoria do Banco modificações que julgar necessárias. Art Este Código de Conduta Ética entra em vigor na data de sua publicação. 8

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A.

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do 03/07/2006 Composição da Comissão de Ética do Banco do Nordeste do, designada pela Presidência do BNB em 08/08/2005 pela Resolução da Presidência RP/0612:

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO Este Código de Ética é público e reúne diretrizes que norteiam o comportamento dos Conselheiros, Dirigentes e Colaboradores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA APRESENTAÇÃO O Banco da Amazônia S.A., consciente da importância da ética nas relações com a comunidade em que atua, divulga este Código de Ética, que contém os padrões

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0 CÓDIGO DE ÉTICA Aprovado pelo Conselho Consultivo da Saúde BRB Caixa de Assistência em sua 37ª Reunião Extraordinária, realizada em 10.12.2010. Brasília, 22 de fevereiro de 2011 I - APRESENTAÇÃO CÓDIGO

Leia mais

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Edição: agosto/2014 1 ÍNDICE Visão, Missão e Valores 6 Fornecedores e prestadores de serviço 14 Objetivos 7 Brindes, presentes e entretenimento 15 Princípios

Leia mais

Banco do Brasil Seguros. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Banco do Brasil Seguros. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Banco do Brasil Seguros. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO 1. CONCEITO 2. OBJETIVO 3. PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS 4. CONFLITOS DE INTERESSE 5. CUMPRIMENTO DO CÓDIGO 4 5 6 10 11

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Código de Ética das Empresas Eletrobras

Código de Ética das Empresas Eletrobras Código de Ética das Empresas Eletrobras Princípios éticos e Compromissos de conduta SUMÁRIO Versão 2010 1 Palavra do Presidente Apresentar este Código de Ética das Empresas Eletrobras é, para nós e para

Leia mais

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português.

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Esta publicação é distribuída para os colaboradores da Recuperadora Sales Gama Ltda e seu público

Leia mais

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência...

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência... Índice Apresentação...4 Glossário...5 Princípios Éticos Suzano...6 Governança Corporativa...6 Integridade...7 Igualdade...9 Transparência...10 Desenvolvimento Sustentável...10 Valorização Profissional...11

Leia mais

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO CONCEITO OBJETIVO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS CONFLITOS DE INTERESSE CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESERVAÇÃO

Leia mais

Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA. ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015

Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA. ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015 30/06/2015 Boletim Administrativo Eletrônico de Pessoal Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015 Revisa e altera os objetivos estratégicos do plano

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS ÍNDICE CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

Código de ética e Conduta

Código de ética e Conduta DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS GlobalPET Reciclagem S.A Agosto /2014 Código de ética e Conduta Sumário 1. Introdução 2. Objetivos 3. Código de Conduta 4. Código de Ética 5. Valores éticos 6. Princípios

Leia mais

Manual de. Ética e Conduta. Fácil e rápido de contratar. Correspondente Bancário

Manual de. Ética e Conduta. Fácil e rápido de contratar. Correspondente Bancário Manual de Ética e Conduta Correspondente Bancário Fácil e rápido de contratar. A P R E S E N T A Ç Ã O A Poupacred, por meio do presente Manual de Ética e Conduta, objetiva aclarar os princípios que deverão

Leia mais

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo ITAPOÇOS POÇOS ARTESIANOS DE ITABIRA NASCIMENTO LTDA Introdução A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA

CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA 1. Introdução A materialização da Missão, Visão e Valores de uma Empresa traduz-se na actuação quotidiana dos seus colaboradores, de acordo com práticas éticas consensuais

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Código de Ética e Conduta Sabesp

Código de Ética e Conduta Sabesp Código de Ética e Conduta Sabesp 1 MENSAGEM DA ALTA ADMINISTRAÇÃO Aos Empregados, Gerentes, Clientes, Acionistas, Investidores, Fornecedores, Parceiros, Terceiros, Governo, Comunidade e toda sociedade,

Leia mais

PSS - Seguridade Social

PSS - Seguridade Social CÓDIGO DE ÉTICA PSS Índice Página 1. Apresentação 2 2. Introdução 3 3. Objetivos Gerais 3 4. Integridades Profissional e Pessoal 4 5. Condutas Não Aceitáveis 5 6. Condutas Esperadas 6 7. Relações com os

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras Versão 1.0 18/08/2014 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Conceitos... 3 3. Diretrizes... 3 3.1. Diretrizes Gerais... 3 3.2. Diretrizes Específicas...

Leia mais

c) Ênfase na importância e necessidade de contínuo aprimoramento cultural e profissional de todos os envolvidos.

c) Ênfase na importância e necessidade de contínuo aprimoramento cultural e profissional de todos os envolvidos. TÍTULO Código de Conduta Ética da Organização Bradesco GESTOR Banco Bradesco S.A. ABRANGÊNCIA Unidades no Exterior, Agências, Departamentos, Empresas Ligadas DATA DE PUBLICAÇÃO 07/08/2015 Descrição: 1.

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES Outubro/2009 1/8 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. ABRANGÊNCIA 3. OBJETIVOS 4. CÓDIGO DE CONDUTA EMPRESARIAL 4.1 NORMAS DE CONDUTA

Leia mais

Política de Relacionamento com Fornecedores

Política de Relacionamento com Fornecedores Política de Relacionamento com Fornecedores Publicado em: 25/06/2013 1. Conceito O Santander tem como compromisso promover a sustentabilidade, conduzindo seus negócios em plena conformidade com a legislação

Leia mais

MENSAGEM CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

MENSAGEM CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO MENSAGEM O Código de Ética do Banco do Brasil vem reafirmar a contínua valorização dos preceitos éticos existentes na cultura da Organização, reconhecidos pela comunidade. Nasce da realidade da Empresa,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. do sistema petrobras

CÓDIGO DE ÉTICA. do sistema petrobras CÓDIGO DE ÉTICA do sistema petrobras esse é nosso jeito de ser Palavra do Presidente Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras 1. 2... No exercício da Governança

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS

CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS Sumário 1. Objetivo...7 2. Entidades...9 2.1. Missão... 10 2.2. Visão... 11 2.3. Valores e Princípios... 12 3. Abrangência... 15 3.1 Aplicação...

Leia mais

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global.

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global. Código de Ética C 2 O conteúdo deste documento é destinado apenas a visualização, sendo expressamente proibido o uso não autorizado, reprodução, cópia, distribuição, publicação ou modificação por terceiros

Leia mais

sumário Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras Disposições Complementares

sumário Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras Disposições Complementares sumário Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras 1. No exercício da Governança Corporativa, o Sistema Petrobras compromete-se a: 2. Nas relações com seus Empregados,

Leia mais

Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras

Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras sumário Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras 1. No exercício da Governança Corporativa, o Sistema Petrobras compromete-se a: 2. Nas relações com seus Empregados,

Leia mais

Identidade Organizacional. Prezado,

Identidade Organizacional. Prezado, Prezado, Apresentamos a todos os colaboradores, o Código de Conduta da Bolt Transportes, que foi minuciosamente elaborado de acordo com os valores que acreditamos ser essenciais para o um bom relacionamento

Leia mais

b) Transparência em todos os relacionamentos internos e externos. d) Crença no valor e na capacidade de desenvolvimento das pessoas.

b) Transparência em todos os relacionamentos internos e externos. d) Crença no valor e na capacidade de desenvolvimento das pessoas. 1. OBJETIVO A finalidade deste Código de Conduta Ética é servir como Guia Prático de Conduta Pessoal e Profissional, a ser utilizado por todos os administradores e funcionários em suas interações e decisões

Leia mais

Visão, Missão e Valores do Grupo Bravante

Visão, Missão e Valores do Grupo Bravante CÓDIGO DE ÉTICA O Grupo Bravante apresenta a todos os seus colaboradores o seu Código de Ética. O objetivo deste é definir com clareza os princípios e valores éticos que norteiam todos os procedimentos

Leia mais

Código de Conduta Corporativa

Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa 04 Introdução 05 Objetivo 06 Razão de Ser 07 Princípios de Comportamento 16 Confidencialidade 18 Relacionamentos 23 Gestão do Código de Conduta

Leia mais

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros.

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros. Âmbito de aplicação O presente Código de Conduta aplica-se a toda a estrutura GUARDIAN Sociedade de Mediação de Seguros, Lda., seguidamente designada por GUARDIAN, sem prejuízo das disposições legais ou

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA Para a QUAY, o Código de Ética e Conduta evidencia o propósito da empresa de buscar o constante aperfeiçoamento de seus valores, respeitando a

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento SUMÁRIO 1. Conceito 2. Objetivo 3. Abrangência 4. Regras e Normas 4.1 Conceito de Ética. Ponto de vista empresarial 4.2 Princípios

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda.

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. 1 Objetivo Descrever e comunicar os princípios que norteiam o relacionamento do Laboratório Weinmann Ltda. com as suas partes interessadas

Leia mais

Pacto Global da ONU MEIO AMBIENTE, que são derivados da Declaração do Rio Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento:

Pacto Global da ONU MEIO AMBIENTE, que são derivados da Declaração do Rio Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento: O Código de Ética e Conduta da G.C. Global Catering reflete o compromisso de alcançar os objetivos empresariais com responsabilidade social, valorizando seu relacionamento com empregados, clientes e fornecedores,

Leia mais

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho A primeira frase deste documento sintetiza os objetivos desse trabalho, quando abrimos o tema Conduta Empresarial. Está lá: Mantemos a Governança Corporativa da Seguros Unimed alinhada com as boas práticas

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. Regulamenta as atribuições da Secretaria de Controle Interno do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá outras providências. A PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA SUMÁRIO 1 ÉTICA...03 2 APRESENTAÇÃO...04 3 APLICAÇÃO...05 4 FINALIDADES...06 5 DEFINIÇÕES...07 6 CULTURA ORGANIZACIONAL...08 6.1 MISSÃO...08 6.2 VISÃO...08 6.3 VALORES...08 6.4

Leia mais

Relatório Pacto Global. Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente;

Relatório Pacto Global. Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente; Relatório Pacto Global Princípios de Direitos Humanos Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente; Um dos valores que sustentam a

Leia mais

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re.

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. 1. Código de Ética 1.1. Introdução Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. O IRB-Brasil Re valoriza a reflexão ética como forma de aprimorar comportamentos

Leia mais

GENILDO LINS DE ALBUQUERQUE NETO

GENILDO LINS DE ALBUQUERQUE NETO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 126, DE 25 DE JUNHO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES Interino, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do parágrafo

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA GSIME TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA Nome Fantasia: GTI Solution

CÓDIGO DE ÉTICA DA GSIME TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA Nome Fantasia: GTI Solution CÓDIGO DE ÉTICA DA GSIME TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA Nome Fantasia: GTI Solution GTI Solution Código de Ética: GSIME TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA 1. INTRODUÇÃO A GSIME TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA Código de 1. O CÓDIGO 1.1 PRINCÍPIOS ÉTICOS: 1.1.1. Os dirigentes e os empregados da Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais PRODEMGE pautam suas ações no

Leia mais

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon Palavra do Presidente É com satisfação que editamos o Guia de Conduta Ética das Empresas Randon, um instrumento de comunicação que traduz os nossos valores e dá as diretrizes para as nossas ações profissionais,

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta O Código de Ética e Conduta do ESA - Externato Santo Antônio estabelece o comportamento esperado de todos aqueles que trabalham na, para e com a instituição, e tem por objetivo

Leia mais

Políticas Corporativas. Código Interno de Ética

Políticas Corporativas. Código Interno de Ética Políticas Corporativas Versão: Janeiro de 2014 Área: Risco e Compliance Responsável: Leonardo Tavares Pereira Objetivo : Este Código tem por objetivo estabelecer os princípios, conceitos e valores que

Leia mais

DECRETO Nº 6.029, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2007

DECRETO Nº 6.029, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2007 SENADO FEDERAL SUBSECRETARIA DE INFORMAÇÕES DECRETO Nº 6.029, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2007 Institui Sistema de Gestão da Ética do Poder Executivo Federal, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Dispõe sobre a criação, a organização e as atribuições da Ouvidoria do Ministério Público Federal. O Presidente da República, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu

Leia mais

PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e

PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a necessidade de reafirmar o compromisso público e formal do Ministério da Justiça

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PI.001.00000000 A - 04 de Junho de 2014

CÓDIGO DE ÉTICA PI.001.00000000 A - 04 de Junho de 2014 CÓDIGO DE ÉTICA PI.001.00000000 A - 04 de Junho de 2014 PALAVRA DA DIRETORIA Apresentamos, com muito prazer, o do Grupo Galvão, que foi elaborado de maneira participativa com representantes dos colaboradores

Leia mais

AMMPL (BME) Código de Conduta

AMMPL (BME) Código de Conduta AMMPL (BME) Código de Conduta 1 Código de Conduta da AMMPL (BME) I Introdução A Association Materials Management, Purchasing and Logistics (Associação de Gestão de Materiais, Compras e Logística, AMMPL

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A.

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. O presente Código de Conduta da Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (a Companhia ), visa cumprir com as disposições do Regulamento

Leia mais

Valores Pessoas; Trabalho em Equipe; Conduta Ética; Orientação ao Cliente; Orientação a Resultados; Inovação; e Comunidade e Meio Ambiente.

Valores Pessoas; Trabalho em Equipe; Conduta Ética; Orientação ao Cliente; Orientação a Resultados; Inovação; e Comunidade e Meio Ambiente. CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL 1 INTRODUÇÃO O Código de Ética Empresarial da COELCE, apresenta os princípios direcionadores das políticas adotadas pela empresa e que norteiam as ações e relações com suas

Leia mais

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015 PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015 RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO Este Manual/Relatório foi elaborado pela ATIVA com fins meramente informativos. É proibida a reprodução total ou

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ÉTICA DO CEFET/RJ REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I. Competências

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ÉTICA DO CEFET/RJ REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I. Competências MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA COMISSÃO DE ÉTICA DO CEFET/RJ REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I Competências Art. 1º - Compete à Comissão de Ética, no âmbito

Leia mais

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta.

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Código de Ética e Conduta Carta do Presidente Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Procuramos refletir todos os princípios éticos e padrões de conduta emanados pela nossa fundadora

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 18.523 Processo 2013/52.449-6

RESOLUÇÃO Nº 18.523 Processo 2013/52.449-6 RESOLUÇÃO Nº 18.523 Processo 2013/52.449-6 Institui o Código de Ética e Disciplina dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado do Pará. O Tribunal de Contas do Estado do Pará, no uso de suas atribuições

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL GOVERNANÇA CORPORATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL GOVERNANÇA CORPORATIVA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A CAIXA A Caixa Econômica Federal é uma instituição financeira sob a forma de empresa pública, vinculada ao Ministério da Fazenda. Instituição integrante do Sistema Financeiro Nacional

Leia mais

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética Código de Ética Sobre nossos Relacionamentos: Relacionamento com Clientes Relacionamento com Acionistas Relacionamento com Colaboradores Relacionamento com Parceiros de Negócio e Fornecedores Relacionamento

Leia mais

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores Código de Ética e Conduta de Fornecedores Fev/2012 Caro Fornecedor, Palavra do Presidente Este Código de Ética e Conduta de Fornecedores busca orientá-lo sobre as diretrizes da relação entre a Cielo e

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

Código de Conduta Ética da. Organização Bradesco

Código de Conduta Ética da. Organização Bradesco Código de Conduta Ética da Organização Bradesco Caros Colaboradores, O regime da livre iniciativa e concorrência impõe às empresas, seus representantes, prepostos e funcionários conduzirem-se dentro de

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA 1 2 Código de Ética e Conduta ÍNDICE 5 6 7 7 8 Visão, Missão e Valores Apresentação Objetivos do Código de Ética e Conduta Abrangência Princípios da conduta Copagaz nas relações

Leia mais

Código de Conduta. Viainvest Serviços Financeiros

Código de Conduta. Viainvest Serviços Financeiros Código de Conduta Fone: (11)3737-4700 Fax: (11) 3737-4729 Viainvest Serviços Financeiros Introdução O Código de Conduta deve ser aplicado de forma obrigatória por todos os colaboradores e servir de referência

Leia mais

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA Prezados, O Código de Ética apresenta os princípios éticos que devem orientar as decisões e a conduta dos funcionários do Ultra e parceiros da companhia. Além de expressar os compromissos

Leia mais

Código de Ética do Grupo Pirelli

Código de Ética do Grupo Pirelli Código de Ética do Grupo Pirelli A identidade do Grupo Pirelli fundamenta-se historicamente em um conjunto de valores sempre seguidos e apoiados por todos nós. Esses valores, ao longo dos anos, permitiram

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 542, DE 13 DE JANEIRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 542, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 Publicada no DJE/STF, n.10, p. 1-3 em 16/01/2015 RESOLUÇÃO Nº 542, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre as prerrogativas, as responsabilidades, a competência e a atuação da Secretaria de Controle Interno

Leia mais

CEC CÓDIGO DE ÉTICA DA CODEVASF

CEC CÓDIGO DE ÉTICA DA CODEVASF CEC CÓDIGO DE ÉTICA DA CODEVASF SUMÁRIO CAPÍTULO I Objetivo...02 CAPÍTULO II Princípios Gerais...02 CAPÍTULO III Deveres...02 CAPÍTULO IV Diretrizes com Relação aos Órgãos Públicos Competentes...04 CAPÍTULO

Leia mais

Código de Ética. Âmbito de aplicação

Código de Ética. Âmbito de aplicação Código de Ética Âmbito de aplicação O Código de Ética agora publicado busca orientar as ações da Energias do Brasil S.A. e de suas Controladas ( Energias do Brasil ) cujo âmbito de aplicação considera

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA 23 de julho de 2015 ÍNDICE Pág. Introdução... 3 Objetivos... 3 Princípios gerais de atuação... 4 Princípios específicos de atuação... 7 Mecanismos de desenvolvimento,

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

EQUIPOMAN. Sistema de Gestão Integrada. Código de Ética

EQUIPOMAN. Sistema de Gestão Integrada. Código de Ética Sistema de Gestão Integrada Código de Ética CE-01/2012 Rev: 01 Data: 11/12/2012 1 Mensagem da Diretoria Prezados (as) Colaboradores (as), É com imensa satisfação que apresentamos o Código de Ética da EQUIPOMAN

Leia mais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais CÓDIGO DE ÉTICA 1. Âmbito de Aplicação 1.1. O presente Código de Ética aplica-se a todos os colaboradores da COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A., adiante designada como CL, qualquer que seja o seu vínculo laboral

Leia mais

ÓDIGO DE ÉTICA DO SISTEMA PETROBRAS

ÓDIGO DE ÉTICA DO SISTEMA PETROBRAS ÓDIGO DE ÉTICA DO SISTEMA PETROBRAS esse é nosso jeito de ser Palavra do Presidente Princípios Éticos do Sistema Petrobras Compromissos de Conduta do Sistema Petrobras 1. 2... No exercício da Governança

Leia mais

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Acordo de Acionistas Diretrizes da CPFL de Energia Governança S.A. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. 1 Sumário I Introdução 3 II Estrutura Corporativa

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA 1. Introdução Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável. Este Código de Ética e Conduta da UTC Participações

Leia mais

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros.

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros. Índice 1. Objetivo... 1 2. Escopo e Partes Afetadas... 1 3. Definições... 1 4. Princípios... 1 5. Objetivos, metas e programas... 2 6. Papéis e Responsabilidades... 5 7. Regulamentação Aplicável... 6 1.

Leia mais

tica Código de do Grupo Neoenergia.

tica Código de do Grupo Neoenergia. tica Código de do Grupo Neoenergia. 1. Introdução O Código de Ética do Grupo Neoenergia serve como guia de atuação e padrão de conduta para seus profissionais e é baseado em valores e princípios que devem

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA CASA DA MOEDA DO BRASIL

CÓDIGO DE ÉTICA DA CASA DA MOEDA DO BRASIL CÓDIGO DE ÉTICA DA CASA DA MOEDA DO BRASIL PALAVRA DO PRESIDENTE A Casa da Moeda do Brasil é uma empresa pública que atua no mercado de produtos de segurança gráfica e metalúrgica, bem como serviços e

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS)

REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS) REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º A Unidade de Auditoria

Leia mais

Cartilha para os. Colaboradores. Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310. 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com.

Cartilha para os. Colaboradores. Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310. 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com. Cartilha para os 62 3224-4767 www.pontaleng.com.br contato@pontaleng.com.br Rua 105-C, nº 16 Setor Sul - Goiânia/GO CEP: 74.080-310 Colaboradores Cartilha para o colaborador A PONTAL ENGENHARIA acredita

Leia mais

Código de Ética e Conduta Lojas Renner

Código de Ética e Conduta Lojas Renner Código de Ética e Conduta Lojas Renner Junho de 2008 Introdução Carta do Presidente Código de Ética: Valores e Princípios Empresariais Código de Conduta: Colaboradores Fornecedores Clientes Comunidade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA MERCANTIL DO BRASIL

CÓDIGO DE ÉTICA MERCANTIL DO BRASIL CÓDIGO DE ÉTICA MERCANTIL DO BRASIL CÓDIGO DE ÉTICA MERCANTIL DO BRASIL O Código de Ética do Mercantil do Brasil reflete os princípios que devem compor a conduta dos empregados da Instituição e tem como

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO Art. 1º O CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM AVALIAÇÃO E SELEÇÃO

Leia mais

Associação Saúde da Família CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA PROFISSIONAL DA ASSOCIAÇÃO SAÚDE DA FAMÍLIA - ASF

Associação Saúde da Família CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA PROFISSIONAL DA ASSOCIAÇÃO SAÚDE DA FAMÍLIA - ASF CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA PROFISSIONAL DA ASSOCIAÇÃO SAÚDE DA FAMÍLIA - ASF 1 Sumário Sobre um Código de Ética e de Conduta Profissional...3 Código de Ética e de Conduta Profissional da Associação ASF

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2010

RESOLUÇÃO Nº 001/2010 RESOLUÇÃO Nº 001/2010 ALTERA O REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS. O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, no uso das atribuições conferidas pelo artigo 18, inciso XVII,

Leia mais

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES Índice 1. INTRODUÇÃO 2. PARTES INTERESSADAS. NORMATIVOS. ESTRUTURA DE GOVERNANÇA. PRINCÍPIOS 6. DIRETRIZES 6.1 NORMATIZAÇÃO 6.2 GERENCIAMENTO DO RISCO SOCIOAMBIENTAL 6.2.1 RISCO SOCIOAMBIENTAL DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87. Comitê de Auditoria Estatutário. Regimento Interno. Capítulo I Introdução

CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87. Comitê de Auditoria Estatutário. Regimento Interno. Capítulo I Introdução PÁGINA 1 DE 7 DO PÁGINA 1 DE 7 DO CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87 Comitê de Auditoria Estatutário Regimento Interno Capítulo I Introdução Artigo 1º. O Comitê de Auditoria Estatutário ( Comitê ou CAE ) da

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL Na ASBRASIL, já foram estabelecidas as direções básicas da ação empresarial, conforme estabelecido em nosso plano de negócios que deseja se consolidar em uma cultura

Leia mais