PARADIGMA SEMIÓTICO DOS MECANISMOS DE BUSCA NO CIBERESPAÇO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARADIGMA SEMIÓTICO DOS MECANISMOS DE BUSCA NO CIBERESPAÇO"

Transcrição

1 PARADIGMA SEMIÓTICO DOS MECANISMOS DE BUSCA NO CIBERESPAÇO Joel Gomes de Abreu, (IC Fundação Araucária), Silvana Drumond Monteiro (Orientadora), Universidade Estadual de Londrina/Centro de Comunicação, Educação e Artes/Departamento de Ciência da Informação Londrina PR Palavras-chave: Mecanismos de busca, Representação do conhecimento, Ciberespaço. Resumo: Investiga as múltiplas sintaxes de indexação dos mecanismos de busca no ciberespaço. Propõe uma tipologia dos mecanismos, a partir do aporte da semiótica. Analisa três sites de busca, sendo eles o Musipedia, Systemone e Google, respectivamente de indexação sonora, visual e verbal. Conclui que se tratam de objetos semióticos, decorrente à variedade de regimes sígnicos operacionalizada nos índices e que processos análogos são identificados na busca da informação e do conhecimento do ciberespaço. Introdução O tema organização da informação e do conhecimento é um estudo corrente na área da Biblioteconomia e Ciência da Informação. O termo organização, nessa área de estudos, pressupõe a busca de informações e de conhecimentos (ALMEIDA JUNIOR, O. F., 2008). Esses últimos termos são relacionados especialmente aos mecanismos externos ou físicos de representação e de registros (MONTEIRO, 2007). Nesse sentido, para que haja busca, também é necessário que tais informações e conhecimentos estejam disponíveis, seja pela realização, seja pela atualização e para facilitar sua localização e acesso é preciso representá-los e organizá-los. Neste trabalho se investiga as múltiplas sintaxes de indexação dos mecanismos de busca, ou seja, identificar diferentes formas de representação nos índices. Conseqüentemente, respondendo as formas de organização e busca da informação e do conhecimento no ciberespaço. Propõe-se uma tipologia dos mecanismos de busca a partir do aporte semiótico. E para análise e confirmação dos pressupostos teóricos, foram selecionados três sites de busca para análise das sintaxes de indexação e

2 busca. Sendo um sonoro, o site Musipedia, um visual, o site Systemone e um verbal, o site Google. Materiais e Métodos Trata-se de uma pesquisa teórica, no qual o objeto foi construído a partir do aporte da Filosofia, Ciência da Informação e Informática. Também uma pesquisa formal em razão dos princípios filosóficos que orientaram a dedução e a observação do objeto de pesquisa. Indutivamente, os mecanismos de busca foram identificados em seu ambiente, ou seja, no ciberespaço. Utilizou-se a ferramenta Del.icio.us (comunidade de favoritos via Web), para descrever e armazenar as URL's encontradas na rede. A identificação do objeto e o levantamento bibliográfico ocorreram no período de setembro a dezembro de 2007, embora tenham se estendido na etapa subseqüente. A análise de literatura e da classificação dos mecanismos de busca ocorreu durante o período de janeiro a abril de 2008, seguida da análise das múltiplas sintaxes de indexação e busca, durante o período de abril a julho de Resultados e Discussão Quanto à indexação e busca, foram identificadas diferentes classes de sistemas. De acordo com Mostafa (2005), essas classes processam operações textuais, espaciais, imagéticos e musicais. Essas informações foram analisadas com a teoria semiótica das matrizes da linguagem e pensamento de Santaella (2005). E a partir desta análise, propomos uma tipologia dos mecanismos de busca baseada nos paradigmas semióticos: QUADRO 01: TIPOLOGIA DOS MECANISMOS DE BUSCA BASEADA NO PARADIGMA SEMIÓTICO Mecanismo Matrizes Indexação e Busca s de Busca Semióticas Música Sonora Operações baseadas na estrutura das formas das ondas e em melodia, notas, partituras e letras musicais em áudio. Exemplo: Medex (Projeto De Biblioteca Digital Da Nova Zelândia). Outros exemplos: site <http://:www.musipedia.org> e; site <http://www.midomi.com>. Ambos disponibilizam a busca a partir de entradas de áudio.

3 Espacial Visual Operações baseadas na forma. Exemplo: 3-D-Model Search Engine (Grupo de Análise e Recuperação de Formas de Princenton). Outro mecanismo é o Systemone, que busca a imagem com base na cor e no esboço de um desenho <http://labs.systemone.at/retrivr> Operações baseadas em coordenadas geo-espaciais e mapas disponíveis para consulta Exemplo: Rover (em desenvolvimento na Universidade de Maryland). Outro exemplo é o Google Earth, que pode ser feito o download do programa. Texto Verbal Operações baseadas em códigos verbais. Exemplo: Google <http://www.google.com> Observa-se, que os mecanismos operacionalizam signos análogos para indexação e busca. Inclui-se o paradigma de busca espacial na matriz visual, pois a espacialidade é uma referência construída a partir de parâmetros de localização, e também pelo uso de mouse e cursores sobre mapas na tela. A exemplo dos mecanismos de busca sonoro, o site Musipedia cria a partir de uma base de dados de arquivos de áudio, os índices sonoros ou musicais. O índice é construído por programas de indexação de áudio, que criam representações sonoras dos arquivos completos. Essas representações são arquivos MIDI (Musical Instruments Digital Interfaces). Para se pesquisar na base de dados é utilizado o mecanismo chamado MelodyHound. É a caixa de busca, em que se grava a intenção de busca, utilizando um microfone conectado ao PC. Esse foi criado por Rainer Typke em 1997 e hospedado na Universidade de Karlsruhe, originalmente com o nome Tuneserver (REISS; SANDLER, 2002). O site Systemone, disponibiliza o mecanismo de busca visual Retrievr. Esse foi criado por Langreiter Christian e aplicado em 2006 para indexar e buscar na base de dados de fotos Flickr do Yahoo!. São utilizados programas de indexação para criar as representações visuais das fotos e imagens, para pesquisar nesse índice há uma caixa de busca simples em branco, também são oferecidos quatro opções de tamanho de pincel e um espectro de onze cores. Assim, o mecanismo de busca baseia-se nas expressões artísticas para retornar resultados de fotos. Em estudos de semelhança e correspondência da imagem são abordados aspectos característicos da imagem como a cor, a textura e a forma (AIGRAIN et. al.apud GOODRUM, 2000). Os mecanismos de busca mais populares da internet são baseados em código verbal. O site de busca Google, criado em 1998 por Sergey Brin

4 e Lawrence Page, inicialmente hospedado na Universidade de Stanford, utiliza índices de palavras e caixas de busca com entrada para texto. Esse paradigma de indexação envolve vários programas como programas de análise gramatical, de indexação, classificação e programas especializados para a inversão da base de dados do indexador, disponibilizando o índice invertido, que é uma base de dados disponível para consulta dos mecanismos de pesquisa (PAGE; BRIN, 1998). Para pesquisar o índice o usuário digita palavras-chave na caixa de busca e aciona a pesquisa. Conclusões Observa-se que os mecanismos de busca utilizam algoritmos de indexação e de busca, que operacionalizam regimes de signos análogos. Utiliza-se o som para buscar arquivos de músicas, esboço e forma para buscar fotos e imagens e texto para buscar em índices textuais. Contudo, os índices textuais semioticamente são da categoria de terceiridade, nível de representatividade, lei, mediação e aplicados para recuperar todo tipo de arquivo. A operacionalização de diferentes regimes de signos nos índices e na entrada direta de uma intenção de busca ilustra o aspecto semiótico dos mecanismos de busca do ciberespaço. Assim, pode-se dizer que os mecanismos de busca trabalham a tradutibilidade de diferentes linguagens, a saber: sonora, visual, verbal. Tal confirmação, na representação, indexação e busca, afirma os aspectos teóricos de heterogeneidade e multiplicidade dos mecanismos de busca. Ambos, atributos do rizoma, e identificados na organização do conhecimento do ciberespaço por Monteiro (2003; 2006). Vale notar que, as linguagens no ciberespaço são híbridas e de difícil identificação. Entretanto, buscou-se apresentar as diferentes sintaxes de indexação em modelos esquemáticos e um corpus selecionado para ilustrar o objeto de estudo. Agradecimentos Agradeço a minha orientadora por acompanhar-me neste trabalho. E também a todos que estiveram comigo nesse tempo de muitos estudos. Referências

5 ALMEIDA JUNIOR, OSWALDO F. Ciência da Informação: conceitos e relações. Curso de Biblioteconomia. Departamento de Ciência da Informação. Centro de Educação, Comunicação e Artes. Universidade Estadual de Londrina. Disciplina optativa do curso de Biblioteconomia. Aula de 01 abr comunicação verbal. GOODRUM, ABBY A. Image Information Retrieval: an overview of current research. Informing Secience. Special issue on information science research. v.3, n.2, GOOGLE, Google Inc. Disponível em: <http://www.google.com>. Acesso: 17 jul MONTEIRO, Silvana Drumond. O ciberespaço e os mecanismos de busca: novas máquinas semióticas. Ci. Inf. Brasília, v. 35, n. 1, p , jan./abr Ciberespaço, memória e esquecimento. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, VIII, out. 2007, Salvador, Bahia. A organização virtual do conhecimento no ciberespaço. DataGramaZero, v.4, n.6, dez MOSTAFA, Javed. Procura Indolor. Scientific American Brasil, v. 34, p. 1 8 mar MUSIPEDIA, The Open Music Encyclopedia. Disponível em: <http://www.musipedia.org/>. Acesso em: 17 jul PAGE, L.; BRIN. S. The anatomy off a large-scale hypertextual Web search engine. Computer science Department, Stanford Universit, REISS, J; SANDLER, M. Benchmarking Music Information Retrieval Systems. In Workshop on the creation of Sandardised test Colections, Tasks and Metrics for Music Information Retrieval and Music Digital Library Evolution, Joint ACM/IEEE Conference on Digital Libraries, Portlan, OR, July SANTAELLA, Lúcia. Matrizes da linguagem e pensamento: sonora, visual, verbal: aplicações na hipermídia. São Paulo: luminuras : FAPESP, SYSTEMONE, System One (Empresa). Disponível em: <http://labs.systemone.at/retrievr/>. Acesso em: 17 jul. 2007

Por uma Maior Articulação entre Som, Imagem e Texto na Produção do Webdesign

Por uma Maior Articulação entre Som, Imagem e Texto na Produção do Webdesign Por uma Maior Articulação entre Som, Imagem e Texto na Produção do Webdesign For a great articulation between sound, image and text on the web design production Braida, Frederico; Doutorando; Pontifícia

Leia mais

AS CATEGORIAS DOS MECANISMOS DE BUSCA: OBJETO EM CONSTRUÇÃO E EM PERMANENTE MODIFICAÇÃO

AS CATEGORIAS DOS MECANISMOS DE BUSCA: OBJETO EM CONSTRUÇÃO E EM PERMANENTE MODIFICAÇÃO AS CATEGORIAS DOS MECANISMOS DE BUSCA: OBJETO EM CONSTRUÇÃO E EM PERMANENTE MODIFICAÇÃO THE SEARCH ENGINES CATEGORIES: AN OBJECT UNDER CONSTRUCTION AND IN CONSTANT CHANGING Silvana Drumond Monteiro drumond@sercomtel.com.br

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD Disciplina: Aplicações da Teoria dos Signos, Símbolos e Códigos ATSC Módulo: 3 Área de Concentração: Processos Cognitivos e Ambientes Digitais Linha de Pesquisa: (comum às três linhas de pesquisa) Professor:

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS E SERVIÇOS GOOGLE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS E SERVIÇOS GOOGLE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS E SERVIÇOS GOOGLE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO 1. Introdução A empresa Google Inc. nasceu em 1998, quando Larry Page e Sergey Brin,

Leia mais

Linguagem Matemática e as Artes

Linguagem Matemática e as Artes Linguagem Matemática e as Artes Hermes Renato Hildebrand e José Armando Valente Sumário Introdução Matemática como linguagem Capítulo 01 Etnomatemática e os Espaços de Representação 1. Etnomatemática;

Leia mais

XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação - XIII ENANCIB 2012. GT 8 Informação e Tecnologia

XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação - XIII ENANCIB 2012. GT 8 Informação e Tecnologia XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação - XIII ENANCIB 2012 GT 8 Informação e Tecnologia PANORAMA ATUAL DO USO DOS MECANISMOS DE BUSCA NA WEB Comunicação Oral Rogerio Paulo Muller Fernandes

Leia mais

05/05/2015. Recuperação de Informação

05/05/2015. Recuperação de Informação Recuperação de Informação Recuperação de Informação Recuperar consiste em identificar, em um conjunto de documentos (corpus), quais atendem à necessidade de do usuário. O usuário de um sistema de recuperação

Leia mais

Otimização da exposição de websites em mecanismos de busca vista como atividade de indexação

Otimização da exposição de websites em mecanismos de busca vista como atividade de indexação Otimização da exposição de websites em mecanismos de busca vista como atividade de indexação Bruno Viana Rezende 1 Marcello Peixoto Bax 2 Resumo O artigo apresenta a atividade considerada de webmarketing

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1 Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis Resumo Descreve a implantação da Biblioteca Virtual

Leia mais

GESTÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL NA BIBLIOTECA CENTRAL DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA: relato de experiência

GESTÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL NA BIBLIOTECA CENTRAL DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA: relato de experiência TRABALHO ORAL IMPACTO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA GESTÃO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA Dimensionamento dos impactos dos serviços digitais na Biblioteca GESTÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL NA BIBLIOTECA CENTRAL

Leia mais

O Google é um dos navegadores mais utilizados. Surgiu a partir de trabalhos de faculdade dos estudantes Sergey Brin e Lawrence Page.

O Google é um dos navegadores mais utilizados. Surgiu a partir de trabalhos de faculdade dos estudantes Sergey Brin e Lawrence Page. A Internet é uma rede de comunicação conectada a computadores e sistemas informatizados de todo o mundo. As informações e produções são disponibilizadas em diversos ambientes. Portanto, as pesquisas devem

Leia mais

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Centro de Documentação e Informação da FAPESP São Paulo 2015 Sumário Introdução... 2 Objetivos...

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo

Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo Lidijanne de Miranda Santos (1); Aécio Solano Rodrigues Santos (2); Ricardo Martins Ramos (3); Valéria Oliveira Costa (4) Instituto

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN Matriz Curricular do Curso de Design Fase Cód. Disciplina Créditos Carga Horária 01

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Introdução à Comunicação Visual 40 horas Não tem Desenho I 40 horas Não

Leia mais

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA BEATRIZ RENEIS LUIS¹, FELIPE DE PAULA RUI² e LUCIENE APARECIDA GOUVÊA NOGUEIRA³ biareneis@gmail.com,

Leia mais

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I MESTRADO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE LINHA DE PESQUISA: JOGOS ELETRÔNICOS E APRENDIZAGEM GRUPO DE PESQUISA: COMUNIDADES VIRTUAIS

Leia mais

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA Daniel Gonzaga dos Santos 1 Faculdade Cidade de João Pinheiro Resumo: Este artigo aborda as etapas para

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso:

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

A plataforma Android: Uma Introdução

A plataforma Android: Uma Introdução A plataforma Android: Uma Introdução Android Iniciativa da Google de prover uma plataforma aberta para Web móvel Open Handset Alliance Associação de um grupo bastante heterogêneo de empresas (operadoras,

Leia mais

Extensão do SGBD PostgreSQL para suportar recuperação de imagens por conteúdo

Extensão do SGBD PostgreSQL para suportar recuperação de imagens por conteúdo Extensão do SGBD PostgreSQL para suportar recuperação de imagens por conteúdo Ernani Viriato de Melo V Jornada Científica 24/10/2006 Tópicos Abordados Motivação Imagens e Características PostgreSQL-IE:

Leia mais

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes MARACATU A component search tool Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes Vinicius Cardoso Garcia July 29, 2005 Agenda Introdução Especificação

Leia mais

DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA

DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA Mestrado e Doutorado em Comunicação Matrícula e Calendário acadêmico 2014.2 DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA: 29, 30 e 31/07/2014 LOCAL: A pré-matrícula deverá ser efetivada na Secretaria do PPGCOM ou através do

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 550 INFORMÁTICA Planificação Anual /Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 550 INFORMÁTICA Planificação Anual /Critérios de avaliação DOMÍNIOS (Unidades) UNIDADE 1 INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Introdução Conteúdos Objetivos Estratégias/ recursos Conceitos fundamentais Teste e controlo de erros em algoritmia Estruturas de controlo Arrays

Leia mais

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Eng. Ignacio de las Peñas CADIC - DMAPAS Dados básicos das empresas que formam o consórcio

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

Nathalie Portugal Vargas

Nathalie Portugal Vargas Nathalie Portugal Vargas 1 Introdução Trabalhos Relacionados Recuperação da Informação com redes ART1 Mineração de Dados com Redes SOM RNA na extração da Informação Filtragem de Informação com Redes Hopfield

Leia mais

Biblioteca Digital para a coleção de lundus do acervo Mozart de Araújo

Biblioteca Digital para a coleção de lundus do acervo Mozart de Araújo Biblioteca Digital para a coleção de lundus do acervo Mozart de Araújo Adriana Olinto Ballesté Laboratório Nacional de Computação Científica UNIRIO-PPGM e-mail: adri@lncc.br Jupter Martins de Abreu Jr.

Leia mais

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade Rubens de Souza Designer gráfico O designer gráfico desenvolve projetos ou planejamentos a partir de elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade específica de atingir

Leia mais

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Projeto FlexiGrid IWA Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Aristófanes C. Silva Danilo Launde Lúcio Dias Roteiro PACS Definição Infra-Estrutura Camadas Problemas Soluções DICOM IWA Histórico

Leia mais

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição:

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição: A música e a voz Tópicos: A música e a voz Técnicas de síntese digital de som Definição: Técnicas de produção de seqüências de áudio a partir de uma seqüência de eventos musicais. Tipos de síntese: tempo

Leia mais

Áreas, sub-áreas e especialidades dos estudos da cognição

Áreas, sub-áreas e especialidades dos estudos da cognição 01. GRANDE ÁREA: CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E NATURAIS 2. Área - Probabilidade Probabilidade Aplicada (aspectos 3. Área - Estatística Fundamentos da Estatística (aspectos Modelagem Estatística Teoria da Amostragem

Leia mais

Introdução à Multimédia conceitos

Introdução à Multimédia conceitos 1. Introdução à Multimédia conceitos Popularidade mercado potencial aparece nos anos 90 Avanços Tecnológicos que motivaram o aparecimento/ desenvolvimento da MULTIMÉDIA Indústrias envolvidas - Sistemas

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Introdução à Programação Carga horária total: 60 Carga horária teórica: 0 Carga horária prática: 60 Código da Disciplina: CCMP0041 Período de oferta: 2010.2 Turma: CA

Leia mais

Manual do usuário do ClaireMeeting

Manual do usuário do ClaireMeeting Manual do usuário do ClaireMeeting Entrando no ClaireMeeting 4 Digite o endereço do ClaireMeeting http:// www.clairemeeting4.com.br/ no campo de seu Navegador e pressione Enter. Na tela de Log in, digite

Leia mais

Direitos Autorais nas Bibliotecas Virtuais

Direitos Autorais nas Bibliotecas Virtuais Direitos Autorais nas Bibliotecas Virtuais 1 Prof. Omer Pohlmann Filho Prof.. Marco Gonzalez Edicarsia Barbiero José Mauricio Maciel Karen Borges Profª ª Elisa Corrêa dos Santos Jiani Cardoso Convênio

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

Lucas Figueiredo Gonçalves

Lucas Figueiredo Gonçalves Lucas Figueiredo Gonçalves Master s student in Computer Graphics at Federal University of Rio de Janeiro luccashappy@gmail.com Summary I m a Master s student in Computer Graphics at Federal University

Leia mais

Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace. Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida

Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace. Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida Roteiro Biblioteca Digital da UNIVATES Bibliotecas: Conceitos Metas da

Leia mais

Uso das redes sociais na Biblioteca Etec de Embu: ferramenta para o incentivo à leitura

Uso das redes sociais na Biblioteca Etec de Embu: ferramenta para o incentivo à leitura Uso das redes sociais na Biblioteca Etec de Embu: ferramenta para o incentivo à leitura Rodrigo Batista de Almeida¹ ¹Bibliotecário na Etec de Embu CRB-8/8320 Sociedade da informação SABBAG, Paulo Yazigi.

Leia mais

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas?

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Thuban Qgis Jump MapServer O Futuro das Tecnologias

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

1 Noções de software musical Conteúdo

1 Noções de software musical Conteúdo Introdução Conceitos básicos de software educacional e informática na educação O software musical como auxílio aos professores de música Software para acompanhamento Software para edição de partituras

Leia mais

Ano letivo 2014/2015. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º

Ano letivo 2014/2015. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º Código 401470 Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Dr. Joaquim de Carvalho DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO Ano letivo 2014/2015 Planificação Anual Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS

Leia mais

Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br

Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br Hardware Processo Informação Codificação Armazenamento Decodificação Informação Modelo computacional

Leia mais

Princípios de usabilidade e engenharia semiótica no projeto de interfaces gráficas com o usuário

Princípios de usabilidade e engenharia semiótica no projeto de interfaces gráficas com o usuário Princípios de usabilidade e engenharia semiótica no projeto de interfaces gráficas com o usuário Anaís Schüler Bertoni Mestranda em Design Centro Universitário Ritter dos Reis anais@d750.com.br Silvia

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

PRODUÇÃO DE POD E VIDEOCAST PARA A AGÊNCIA MEGAFONE: UMA PROPOSTA PARA A DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA

PRODUÇÃO DE POD E VIDEOCAST PARA A AGÊNCIA MEGAFONE: UMA PROPOSTA PARA A DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA V Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 PRODUÇÃO DE POD E VIDEOCAST PARA A AGÊNCIA MEGAFONE: UMA PROPOSTA PARA A DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA Thaís

Leia mais

Formação de professores para docência online

Formação de professores para docência online Formação de professores para docência online uma pesquisa interinstitucional Marco Silva EDU/UERJ Educar em nosso tempo conta com uma feliz coincidência histórica: a dinâmica comunicacional da cibercultura,

Leia mais

A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto

A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias Gramado, 16-18 de Setembro de 2012 A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto Lewis Joel Greene Editor, Brazilian Journal of Medical and

Leia mais

Biblioteca digital: novo paradigma da informação

Biblioteca digital: novo paradigma da informação Biblioteca digital: novo paradigma da informação Murilo Bastos da Cunha Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Brasília, DF E-mail: murilobc@unb.br Introdução A Internet está revolucionando

Leia mais

Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict

Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict SERVIÇOS DE REFERÊNCIA: NAS TRILHAS DA WEB Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict No processo

Leia mais

Planificação de. Aplicações Informáticas B

Planificação de. Aplicações Informáticas B Escola básica e secundária de Velas Planificação de Aplicações Informáticas B Ano letivo 2011/2012 1- Introdução à Programação Planificação de Aplicações Informáticas B Unidade Sub-Unidades Objetivos Conteúdos

Leia mais

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Auta Rodrigues Moreira Irene Guerra Salles Lilian Braga Carmo Luana Roberta Salazar Resumo: Atualmente, com a presença marcante das tecnologias, torna-se

Leia mais

Rede Teatro d@ Floresta: Por Uma Biopolítica Construída por Artistas/ Articuladores do Teatro da Amazônia

Rede Teatro d@ Floresta: Por Uma Biopolítica Construída por Artistas/ Articuladores do Teatro da Amazônia Rede Teatro d@ Floresta: Por Uma Biopolítica Construída por Artistas/ Articuladores do Teatro da Amazônia Wlad Lima 1 Programa de Pós-graduação em Arte do Instituto de Ciências da Arte ICA \ UFPA. Professora-pesquisadora

Leia mais

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA Figura 1 - Francisco Paoliello Pimenta, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora acervo pessoal de Francisco Paoliello Pimenta Não há separação entre o conhecimento

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PARANÁ GOVERNO DO ESTADO COLÉGIO ESTADUAL DE PARANAVAÍ ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO, NORMAL E PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INTERNET E PROGRAMAÇÃO WEB 1º MÓDULO SUBSEQUENTE MECANISMOS

Leia mais

Leandro Fabris Lugoboni

Leandro Fabris Lugoboni UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA COMISSÃO DE PESQUISAS ACADÊMICAS Leandro Fabris Lugoboni Semiótica Visual e Publicidade Digital: o estudo do material

Leia mais

UM COMPOSITOR MUSICAL TANGÍVEL USANDO O ARTOOLKIT

UM COMPOSITOR MUSICAL TANGÍVEL USANDO O ARTOOLKIT UM COMPOSITOR MUSICAL TANGÍVEL USANDO O ARTOOLKIT Marcelo Fernandes França (Bolsista PIBIC/CNPq) Felipe Afonso de Almeida (Orientador) Davi D Andréa Baccan (Co-orientador) Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Leia mais

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS 1. As humanidades e suas repercussões sobre o pluralismo cultural 2. Humanidades e ciências: o debate transcultural em contextos plurais 3. Pedagogias

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

SOFTWARE DE INTERNET PARA DEFICIENTES VISUAIS

SOFTWARE DE INTERNET PARA DEFICIENTES VISUAIS SOFTWARE DE INTERNET PARA DEFICIENTES VISUAIS Aluno: Bruno Levy Fuks Orientador: Marcos da Silveira Introdução No Brasil, é evidente o pouco comprometimento da sociedade com o deficiente. Para se ter uma

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação Som Interactivo Área Científica Som Som e Imagem Ciclo de Estudos 5º Ciclo - Licenciatura Carácter: Opcional Semestre 1º ECTS 6 Tempo de Trabalho:

Leia mais

Sistemas Multimédia. Ano lectivo 2006-2007. Aula 11 Conceitos básicos de Audio Digital. MIDI: Musical Instrument Digital Interface

Sistemas Multimédia. Ano lectivo 2006-2007. Aula 11 Conceitos básicos de Audio Digital. MIDI: Musical Instrument Digital Interface Sistemas Multimédia Ano lectivo 2006-2007 Aula 11 Conceitos básicos de Audio Digital Sumário Aúdio digital Digitalização de som O que é o som? Digitalização Teorema de Nyquist MIDI: Musical Instrument

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

A TERMINOLOGIA EM TUTORIAIS DE REDES SOCIAIS: RESULTADOS PRELIMINARES

A TERMINOLOGIA EM TUTORIAIS DE REDES SOCIAIS: RESULTADOS PRELIMINARES Bloco 01 Tema: 7. Terminologia e estudos de linguagens técnicas e científicas: aspectos linguísticos, textuais, gramaticais e socioculturais. A TERMINOLOGIA EM TUTORIAIS DE REDES SOCIAIS: RESULTADOS PRELIMINARES

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades Relatório de Atividades Lucas Santos Junqueira Bolsista de apoio técnico ao projeto O livro-jogo digital vai à escola: experimentação e desenvolvimento de linguagens e tecnologias hipermidiáticas para

Leia mais

Proposta de uma Biblioteca Digital para Documentos Técnico-cientícos do Departamento de Computação da Universidade Federal de Ouro Preto

Proposta de uma Biblioteca Digital para Documentos Técnico-cientícos do Departamento de Computação da Universidade Federal de Ouro Preto Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM Proposta de uma Biblioteca Digital para Documentos Técnico-cientícos do Departamento

Leia mais

O PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE: A REPRESENTAÇÃO DESCRITIVA EM HTML 1

O PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE: A REPRESENTAÇÃO DESCRITIVA EM HTML 1 1 Eixo Temático: Organização e Representação da Informação e do Conhecimento O PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE: A REPRESENTAÇÃO DESCRITIVA EM HTML 1 Bill Alexander Santos da Silva 2 Juliana Marques do

Leia mais

Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br

Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br Princípios de Tecnologia e Sistemas de Informação (PTSI) Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br Hardware Processo Informação Codificação Armazenamento Decodificação Informação Modelo computacional

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES EMENTÁRIO 1 ANO ATIVIDADES COMPLEMENTARES DESIGN GRÁFICO E EDITORAÇÃO Ementa: A história do design gráfico e sua relação com as várias formas de linguagens (gravura, desenho, pintura, fotografia e vídeo).

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i Raimunda Fernanda dos Santos Aluna de Graduação em Biblioteconomia da UFRN/Natal/RN-Brasil nanda_florania@hotmail.com

Leia mais

Banco de Dados Multimídia

Banco de Dados Multimídia Banco de Dados Multimídia Nomes: Ariane Bazilio Cristiano de Deus Marcos Henrique Sidinei Souza Professor Mauricio Anderson Perecim Conteúdo Banco de Dados Multimídia... 3 Conceitos... 3 Descrição... 3

Leia mais

ÁREA LINGUAGEM - Artes Visuais Cultura Digital Internet

ÁREA LINGUAGEM - Artes Visuais Cultura Digital Internet ÁREA LINGUAGEM - Artes Visuais Cultura Digital Internet ARTE E REDES SOCIAIS EXPERIMENTAÇÕES NA WEB 2.0 Orientação: Denise Agassi. Aulas teóricas e práticas que apresentam as experimentações artísticas

Leia mais

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Objetivo O objetivo do projeto é especificar o desenvolvimento de um software livre com a finalidade de automatizar a criação de WEBSITES através do armazenamento

Leia mais

PESQUISA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS E CIENTÍFICAS NA INTERNET. OLIVEIRA, Simone Lucas Gonçalves de

PESQUISA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS E CIENTÍFICAS NA INTERNET. OLIVEIRA, Simone Lucas Gonçalves de PESQUISA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS E CIENTÍFICAS NA INTERNET OLIVEIRA, Simone Lucas Gonçalves de SUMÁRIO ÍNDICE DE ILUSTRAÇÕES... 3 1. INTRODUÇÃO... 4 2. CONCEITOS SOBRE A INTERNET... 4 3. ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1

O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1 O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1 Paulo Souza dos SANTOS JUNIOR 2 Maria Carolina Maia MONTEIRO 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE RESUMO Este trabalho apresenta uma produção multimídia

Leia mais

Trabalho de TI. Elaborado por: Francisco Gonçalves João Pias

Trabalho de TI. Elaborado por: Francisco Gonçalves João Pias Trabalho de TI Elaborado por: Francisco Gonçalves João Pias índice Introdução Freeware o que é? Shareware o que é? Open source Download o que é? Upload o que é? Peer to peer Programas de download Emule

Leia mais

Avaliação de técnicas de seleção de quadros-chave na recuperação de informação por conteúdo visual

Avaliação de técnicas de seleção de quadros-chave na recuperação de informação por conteúdo visual Avaliação de técnicas de seleção de quadros-chave na recuperação de informação por conteúdo visual Shênia Salvador de Pinho, Kleber J. F. Souza Instituto de Ciências Exatas e Informática PUC Minas Guanhães,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3

DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3 DESENVOLVIMENTO WEB DENTRO DOS PARADIGMAS DO HTML5 E CSS3 Eduardo Laguna Rubai, Tiago Piperno Bonetti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR- Brasil eduardorubay@gmail.com, bonetti@unipar.br Resumo.

Leia mais

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1 LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1 Patrícia Marques da Silva 2 ; Aline Cardoso Militão 3 ; Sônia Cristina Soares Dias Vermelho

Leia mais

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web PROVA DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE REFERENCIAL DE CONHECIMENTOS E APTIDÕES Áreas relevantes para o curso de acordo com o n.º 4 do art.º 11.º do

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida

Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida 1 Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida 1. Colocado diretamente no desktop Colocou a câmera IP na posição adequada 2 2. Montagem na parede O suporte com o parafuso de bloqueio

Leia mais

Sistemas de Gerência de Bancos de Dados

Sistemas de Gerência de Bancos de Dados Sistemas de Gerência de Bancos de Dados - Módulo 8a - Armazenamento e Recuperação de Dados Geográficos modulo8a.prz 1 29/0 Tópicos Motivação Indexação Espacial Grid files Árvores-R e variantes Armazenamento

Leia mais

Geolocation Marketing nas plataformas digitais: * Por que Geolocalização nas Mídias Sociais?

Geolocation Marketing nas plataformas digitais: * Por que Geolocalização nas Mídias Sociais? Geolocation Marketing nas plataformas digitais: * Por que Geolocalização nas Mídias Sociais? GeoSocial Dinâmica social para conectar e coordenar os usuários com as pessoas ou locais/eventos que correspondem

Leia mais

ANAIS DA VII JORNADA CIENTÍFICA DA FAZU 20 a 24 de outubro de 2008 ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO

ANAIS DA VII JORNADA CIENTÍFICA DA FAZU 20 a 24 de outubro de 2008 ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PESQUISADORES... 2 AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PESQUISADORES SILVA, M.M Margareth Maciel Silva

Leia mais

Projetos Colaborativos: conhecimento em rede, cocriação e colaboração

Projetos Colaborativos: conhecimento em rede, cocriação e colaboração Projetos Colaborativos: conhecimento em rede, cocriação e colaboração Alexander Cesar Direito Henriques alexcdhrio@yahoo.com.br Ana Vitória Dias Pimentel ana.vitoria14@yahoo.com.br Maria Clara Mendonça

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Fabiana Pacheco Lopes 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) fabipl_21@yahoo.com.br Resumo.Este

Leia mais

Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba!

Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba! Concepção e Desenvolvimento de Interfaces para o Motor de Busca Geográfico GeoTumba! Sérgio Freitas, Ana Paula Afonso, Mário Silva Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Departamento de Informática

Leia mais

Repositórios digitais da Embrapa: acesso livre a produção técnico-científica

Repositórios digitais da Embrapa: acesso livre a produção técnico-científica Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Repositórios digitais da Embrapa: acesso livre a produção técnico-científica Rosângela Lacerda de Castro (EMBRAPA) - rosangela.lacerda@embrapa.br Marilaine Schaun Pelufê

Leia mais

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Adriano Peixoto Panazzolo (*), Augusto Gattermann Leipnitz, Daniela Viegas, Társio Onofrio Cardoso da Silva, Thiago

Leia mais

Tutorial da base Web of Science

Tutorial da base Web of Science Tutorial da base Web of Science BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE/SD Lilia Maria Bitar Neves (lilia@ufpr.br) Douglas Alex Jankoski (douglas.alex@ufpr.br) 1 WEB OF SCIENCE A Web of Science é a designação

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO EM AMBINETES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO SOBRE O USO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS

ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO EM AMBINETES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO SOBRE O USO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO EM AMBINETES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO SOBRE O USO DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS Maria Paulina de Assis Mestranda PUCSP paulina@coc.com.br 2 Este trabalho é parte de um

Leia mais

Capítulo 3 Implementação de Modelos de Simulação

Capítulo 3 Implementação de Modelos de Simulação 33 Capítulo 3 Implementação de Modelos de Simulação A simulação é uma ferramenta disponibilizada pela área de pesquisa operacional que possibilita: orientar o processo de tomada de decisão, proceder análises

Leia mais

GOOGLE RESUMO. Palavras-chave: Google. Marca. Tecnologia. 1 INTRODUÇÃO

GOOGLE RESUMO. Palavras-chave: Google. Marca. Tecnologia. 1 INTRODUÇÃO GOOGLE José Carlos Busanna Filho Rafael Luiz Trierweiler Rodrigo Soares Spengler Prof. Beatriz Hering Faht Prof. Patrícia Monteiro Faculdade Metropolitana de Blumenau FAMEBLU Administração/Marketing (MKT

Leia mais