116 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa Sociedade: contribuição e proximidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "116 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Sociedade: contribuição e proximidade"

Transcrição

1 116 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa Sociedade: contribuição e proximidade

2 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A /01 motor de desenvolvimento econômico A atividade da Telefónica impulsiona a economia dos países onde desenvolve operações 07/02 motor de desenvolvimento tecnológico As novas tecnologias, aplicadas pelas empresas e pessoas, melhoram a produtividade 07/03 motor de inclusão digital A Telefónica trabalha para reduzir as causas da brecha digital: geográficas, econômicas e de capacitação REDISTRIBUIÇÃO DE RENDAS Milhões de euros 10 relatórios da Sociedade da Informação 14 Cátedras Telefónica CUSTO DO SERVIÇO UNIVERSAL 198 milhões de euros (Telefónica de España 2003) 07/04 motor de desenvolvimento social 07/05 motor de igualdade O Grupo Telefónica desenvolve um importante trabalho social e cultural em todos os países onde opera A Telefónica tem um compromisso com a igualdade de oportunidades, através da Global Compact PESSOAS BENEFICIADAS PROJETOS DA FUNDAÇÃO TELEFÓNICA PLANO INTEGRAL TELEFÓNICA ACESSÍVEL A confiança dos países onde atuamos é determinada pelo nosso grau de compromisso e nossa contribuição com o progresso econômico, social e tecnológico de todos nós, que integramos a sociedade

3 118 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 A Telefónica assume seu papel como motor de desenvolvimento nas sociedades nas quais desenvolve suas atividades em cinco áreas diferentes: motor de desenvolvimento econômico: a Telefónica, como operador multidoméstico, contribui para alavancar a economia local por meio da redistribuição de riqueza entre fornecedores, funcionários, administrações públicas ou acionistas. motor de desenvolvimento tecnológico: por meio de seu investimento em inovação tecnológica e do incentivo à adoção das novas tecnologias por parte das empresas e instituições. motor de inclusão digital: em seu objetivo de popularizar as telecomunicações, a Telefónica desenvolve diferentes medidas para reduzir a brecha geográfica, a brecha econômica e a brecha de capacitação. motor de desenvolvimento social: as telecomunicações podem ser uma importante ferramenta para favorecer a educação, a cooperação, a difusão da arte e a cultura ou a telemedicina e a teleassistência. Diferentes empresas do Grupo, especialmente a Fundação Telefónica, desenvolvem estas atividades. motor de igualdade de oportunidades: as telecomunicações são uma ferramenta para favorecer a igualdade e a integração social das pessoas portadoras de deficiência. 01 MOTOR DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO A Telefónica é a operadora de referência na sociedade espanhola e portuguesa, como conseqüência de seu firme compromisso com o desenvolvimento de cada um dos países nos quais está presente, e sua vocação de adaptar-se à realidade e necessidades de cada um deles. Este caráter regional é apreciado em sua distribuição de receitas: 40% das mesmas em 2004 procedem de países diferentes da Espanha. A Telefónica, como uma das primeiras empresas nacionais em cada um dos países, assume seu papel de motor da economia nacional. A proporção das receitas da Telefónica em relação ao Produto Interno Bruto dos países nos quais opera apresenta valores que oscilam entre 1% da Argentina e 2,3% da Espanha. Durante o ano de 2004, a Telefónica deu boas amostras de seu compromisso de investimento nos países nos quais desenvolve suas atividades: Região latino-americana Ao longo de 15 anos de presença contínua na América Latina, a Telefónica superou os milhões de euros de investimento na região, incluindo investimentos em aquisições e no desenvolvimento de infra-estruturas. A Telefónica anunciou o acordo alcançado com a BellSouth para adquirir todos seus ativos da telefonia móvel na América Latina, consolidando sua liderança na região e entrando em mercados como o Equador, Panamá, Colômbia, Venezuela, Uruguai ou Nicarágua. A valorização inicial das empresas adquiridas foi estimada em milhões de dólares, o que supõe um dos principais investimentos realizados na América Latina. Argentina O presidente da Telefónica anunciou em novembro ao Presidente da Argentina, investimentos de mais de milhões de dólares por um período de quatro anos. O destino destes investimentos, entre outros objetivos, é desenvolver a rede de telefonia fixa, a penetração do serviço de Internet de alta velocidade (ADSL) e a implantação da rede GSM para telefonia móvel. Em 2004, a Telefónica Móviles iniciou a ampliação de sua rede com tecnologia GSM/GPRS. Durante o primeiro semestre de 2004, a rede já esteve operando nas principais cidades do interior do país.

4 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 119 DISTRIBUIÇÃO DE RECEITAS POR PAÍSES (07-1) (Dados em porcentagem) 58,5 61,6 60, ,0 16,9 17,2 5,2 4,5 4,0 5,3 4,9 4,5 3,7 4,0 4,2 1,9 2,1 2,7 7,4 6,0 7,2 Espanha Brasil Peru Chile Argentina México Outros países Brasil Em um encontro com o Presidente da República, o Presidente da Telefónica reafirmou a manutenção das cifras atuais de investimento em torno dos milhões de reais anuais entre a telefonia fixa e a telefonia móvel. A Brasilcel, empresa conjunta que participa com 50% pela Telefónica Móviles e 50% Portugal Telecom, e que opera sob a marca Vivo, lançou ofertas de aquisição voluntárias sobre as ações em circulação de suas filiais (Telesudeste, Tele Leste, CRT e TCO), confirmando seu compromisso com o mercado brasileiro de telefonia móvel. Chile No Chile, as empresas do Grupo Telefónica são atores de primeira linha em Agenda Digital, um programa do governo cujas metas fixadas para o período de 2003 a 2005 são: - 25% dos lares e 66% das Pequenas e Médias empresas conectadas à Internet, 100% das empresas grandes e médias com acesso à Internet em banda larga e 90% das escolas com acesso à Internet em banda larga. - Um milhão de cidadãos com formação em tecnologias de informação. - Transição desde um governo eletrônico informacional a outro mais transacional e interativo, com ênfase nos municípios. - Uso das tecnologias de informação nas políticas sociais e para a redução da pobreza, em particular na área da saúde. México O presidente da Telefónica ratificou ao Presidente do país a importância estratégica de ter o México no Grupo Telefónica e sua intenção de ser consolidado como um investidor em longo prazo: A Telefónica Móviles realiza um programa de investimento no país de milhões de dólares durante o período de 2003 a Em 2004, foi constituída a Telefónica I+D no México, com o objetivo de apoiar e contribuir com o desenvolvimento tecnológico do Grupo nesse país. Peru A aposta da Telefónica pela tecnologia de banda larga será vista refletida em investimentos acima dos 150 milhões de dólares anuais, nos próximos anos. O lançamento dos novos planos tarifários reforçou os compromissos da Telefónica com o desenvolvimento do país, ao aproximar o serviço às famílias dos segmentos mais baixos da economia. Outros países A Telefónica Móviles El Salvador apresentou o desenvolvimento de sua nova rede GSM. Espanha Na Espanha, a Telefónica conta com 80 anos de história como empresa. A Telefónica investiu, em 2004, 1970 milhões de euros no desenvolvimento das telecomunicações no país. Em 2004: A Telefónica Móviles España completou a instalação de estações base de terceira geração, oferecendo serviço a 40% da população espanhola. Este investimento faz parte do compromisso de investimento da Empresa de 1 bilhão de euros no desenvolvimento de seu plano de desenvolvimento de infraestruturas de terceira geração. A Telefónica de España desenvolveu em 2004 seu serviço de televisão interativa sobre ADSL Imagenio em Alicante, Barcelona e Madri. No primeiro trimestre de 2005, foi estendido ao País Vasco, Valência e Zaragoza. A Telefónica constituiu os Conselhos de Catalunha e Andaluzia, com o objetivo de promover o desenvolvimento da Sociedade da Informação em ambas as regiões.

5 120 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 RECEITAS/PRODUTO INTERNO BRUTO (07-2) (Dados em porcentagem) ,39 2,35 2,34 2,46 2,36 2,20 2,21 2,02 1,80 1,06 1,12 1,07 1,01 1,03 0,92 Espanha Brasil Peru Chile Argentina No âmbito local, a Telefónica e a Comunidade de Madri concordaram com o desenvolvimento de infra-estruturas de transporte para a nova sede no Parque Empresarial de las Tablas. A Lista Telefónica on-line de TPI Páginas Amarelas está disponível em catalão, euskera, galego, inglês, português, francês e alemão, sendo o primeiro buscador cartográfico que pode ser consultado integralmente em sete idiomas. Redistribuição de riqueza O Grupo Telefónica tem um importante efeito redistribuidor de riqueza entre todos seus grupos de interesses. Por um lado, sua principal fonte de receitas são os serviços que, unidos a outros sistemas de cobrança, permitem acumular mais de milhões de euros (ver capítulo 11). Esta quantidade é distribuída entre compensações econômicas a mais de funcioná- UM COMPROMISSO COM AS ECONOMIAS E O DESENVOLVIMENTO DOS PÁISES MAGNITUDES 2004 (07-3) México Receitas/PIB: 0.165% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: 822 % Volume de compras locais: 94 Espanha Receitas/PIB: 2.337% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: % Volume de compras locais: 93 Perú Receitas/PIB: 2,197% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: % Volume de compras locais: 86 Chile Receitas/PIB: 1.795% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: % Volume de compras locais: 76 Argentina Receitas/PIB: 1.029% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: % Volume de compras locais: 79 Brasil Receitas/PIB: 1.074% Clientes (milhares): Empregados: Fornecedores: % Volume de compras locais: 98

6 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 121 INVESTIMENTO ACUMULADO DO GRUPO TELEFÓNICA NA AMÉRICA LATINA (07-4) (Dados em milhões de euros) Investimento em infra-estruturas Investimento em aquisições Total rios, remuneração a 1,5 milhão de acionistas, pagos a mais de fornecedores, ou às Administrações Públicas. É importante destacar o papel de recolhimento da Telefónica que, mediante taxas, licenças, impostos ao consumo e impostos indiretos, canalizou mais de milhões de euros às Administrações Públicas. A elevada porcentagem de contratos declarados a fornecedores locais (92%) é uma evidência adicional da importância das linhas de atividade da Telefónica em cada região. Impacto indireto dos serviços É importante indicar o impacto indireto dos serviços oferecidos pelo Grupo Telefónica na economia local. Por exemplo, as ações para reduzir a brecha digital, a redução no preço dos serviços, a maior disponibilidade dos serviços de banda larga ou a conectividade permanente estão tendo resultados significativos na produtividade de indivíduos, empresas e na economia em geral. 02 MOTOR DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGI- CO: PARA A SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Considera-se que a Sociedade da Informação será um elemento fundamental na competitividade e na produtividade dos países, assim como das pessoas, empresas e órgãos que desenvolvem sua atividade neles. O compromisso da Telefónica com seu desenvolvimento vai além da atividade inovadora e é estendida por meio de iniciativas destinadas a seu desenvolvimento e difusão. A chave para impulsionar a Sociedade da Informação é tornar realidade a transformação de seus benefícios potenciais em benefícios reais para seus usuários. Para consegui-lo, junto ao desenvolvimento das infra-estruturas básicas e a luta contra a brecha digital, a Telefónica desenvolve uma importante atividade de estudos, encontros e publicações, colaboração com universidades, trabalho conjunto com outras empresas e desenvol- vimento de serviços direcionados a impulsionar a produtividade dos diferentes setores empresariais e Administrações Públicas. a) Impulso à Sociedade da Informação A Telefónica foi pioneira com a edição em 2000 do primeiro relatório A Sociedade da Informação, um documento que, ano após ano, analisou a situação da Sociedade da Informação não somente na Espanha, mas também na Europa e América Latina (Peru, Brasil, Argentina e Chile). O Relatório da Sociedade da Informação na Espanha 2004 traz uma análise pormenorizada da situação atual por meio de uma ampla gama de indicadores, destacando a estreita colaboração de todas as Comunidades Autônomas. Como medida de apoio e complemento dos Relatórios, e com o objetivo de suscitar um debate que promova o desenvolvimento e implantação da Sociedade da Informação, a Telefónica pôs em andamento um ciclo de Mesas Redondas destinadas a servir de ponto de encontro. Em 2004, foram realizadas cinco mesas deste tipo sobre: O uso das TIC nas empresas espanholas (9 março 2004). Aprender e ensinar hoje na Sociedade da Informação na Espanha (27 abril 2004). Os desafios da mobilidade perante a Sociedade da Informação (27 maio 2005). O lar e o ócio, duas janelas à Sociedade da Informação (28 junho 2004). As TIC na Administração e a saúde: a aproximação ao cidadão (15 novembro 2004). Oportunidades e desafios para as empresas argentinas na Sociedade da Informação (Buenos Aires, 2 dezembro 2004).

7 122 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 RELATÓRIOS SOBRE A SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO PUBLICADOS PELA TELEFÓNICA (07-5) Espanha (Perspectivas ) Espanha (2003) Peru (Presente e Perspectivas: ) Chile (*) (Presente e Perspectivas ) Espanha (Perspectivas 2000) (*) Publicación prevista Espanha (2002: Presente e Perspectivas) Europa (Presente e Perspectivas: 2002) Brasil (Presente e Perspectivas: 2002) Argentina (Presente e Perspectivas ) Espanha (2004) A Telefónica lançará em 2005 o Portal da Sociedade da Informação, uma nova web específica que tem como objetivo juntar toda as informações referentes ao desenvolvimento da Sociedade da Informação e o Conhecimento na Espanha: os Relatórios anuais sobre a Sociedade da Informação, ciclos de mesas redondas, publicações, cursos e aquelas iniciativas realizadas pela empresa para informar sobre as últimas inovações tecnológicas, os serviços que oferecem e sua repercussão nos âmbitos profissional e privado. As novas tecnologias permitem aplicações como o teletrabalho, a videoconferência, a formação on-line, a integração das pessoas portadoras de deficiência, o telecontrole de equipes industriais, etc., que tornam possível uma sociedade na qual todas as pessoas podem ter acesso à informação em qualquer momento, desde qualquer lugar e por meio de qualquer dispositivo. Neste sentido, o novo portal servirá para difundir as oportunidades fornecidas por um bom uso das novas tecnologias na melhoria de qualidade de vida, aumento de produtividade da economia, incentivo ao desenvolvimento sustentável e facilidade de diálogo entre culturas, e outros aspectos. Por último, a Telefónica Latinoamérica criou o Foro Latino-americano de Indústria e Tecnologia da Informação e Comunicações, junto com outras seis empresas líderes em tecnologia: a Intel Corporation, IBM, HP, Microsoft, Time Warner e Cisco Systems. O Foro tem como objetivo ajudar aos governos e instituições públicas dos países nos quais a Telefónica Latinoamérica opera na implantação das políticas públicas para o crescimento econômico, inovação e desenvolvimento da tecnologia digital. Na España Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento Infotecnológico de Empresas e Sociedade), na qual a Telefónica participa como patrono fundador em colaboração com a Rede.es, El Corte Inglés, HP, Intel e Microsoft, nasce com o objetivo de pôr em andamento ações precisas de alfabetização digital, aumentar o uso eficiente das tecnologias nas Pequenas e Médias empresas e servir de estímulo à formação nas TIC. b) Colaboração com universidades O Grupo Telefónica estabeleceu ou renovou durante o ano de 2004 mais de duzentos acordos com universidades espanholas e favoreceu a concessão de mais de mil bolsas. O esforço econômico do Grupo Telefónica direcionado para o apoio da formação na Universidade foi de 10,7 milhões de euros no último exercício, distribuídos entre as Cátedras Telefónica, bolsas (cerca de 6 milhões) e outras iniciativas. O número de iniciativas totais de formação da Telefónica com universidades e escolas de negócio, em 2004, foi de 102 (120 em 2003 e 65 em 2002). Estas iniciativas são centradas fundamentalmente na colaboração acadêmica com a Universidade, o fornecimento de aulas e salas para teleformação, colaboração tecnológica e o estabelecimento de Cátedras Telefónica, que consistem em projetos de colaboração para promover a pesquisa básica e aplicada e potencializar a formação de profissionais e Pequenas e Médias empresas nas possibilidades oferecidas pela sociedade da informação. Existem outras colaborações entre as empresas do Grupo Telefónica e as universidades: A Cátedra Telefónica Móviles na ETSI de Telecomunicação (Univ. Politécnica Madri) ou na Universidade de Deusto. Acordo da Telefónica Móviles com a universidade de Valladolid (Faculdade de Medicina) e o Centro Superior de Pesquisas Científicas (Instituto de Biologia e Genética Molecular) para colaborar em temas relacionados com telefonia móvel e saúde. Acordos tecnológicos e diversas colaborações da Telefónica Móviles com as universidades de Salamanca, Murcia, Cartagena, Málaga, Sevilha, Valência e Zaragoza. Acordos entre a Telefónica I+D e todas as universidades públicas de Castilla y León (Castela e Leão), e a Universidade Pontifícia de Salamanca.

8 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 123 CÁTEDRAS TELEFÓNICAS (07-6) (Universidad) Cátedras Telefónica Politécnica de Madrid Carlos III de Madrid Autónoma de Madrid Complutense de Madrid Las Palmas de Gran Canaria Internet Nova Geração Estudos sobre Economia das Telecomunicações Estudos sobre Tecnologia das Telecomunicações Redes e Serviços avançados de Telecomunicações Economia dos Serviços Master APIE (Assoc. de Jornalistas de Informação Econômica) Serviços Experimentos Multimídia La Laguna de Tenerife Unesco sobre Telemedicina Politécnica de Valencia Politécnica de Cataluña Pompeu Fabra Zaragoza Oviedo Banda Ancha e Internet da Próxima Geração Especialização Tecnológica e Sociedade do Conhecimento Produção Multimídia Qualidade de Novas Redes e Serviços de Telecomunicações Novas Tecnologias da Informação e as Telecomunicações Santiago de Compostela Telemedicina A Telefónica Empresas desenvolveu diferentes ações com as universidades de Palma de Mallorca, Complutense de Madri, Santiago de Compostela, Verano Maspalomas, Baleares, Murcia, Granada, Deusto e Navarra (IESE). A Fundação Telefónica colabora nos cursos de verão da Universidade Internacional Menéndez Pelayo. O Grupo Telefónica ofereceu em 2004 um total de bolsas a estudantes de carreiras técnicas de diversas universidades espanholas, por meio de 264 acordos relacionados com este tema. A iniciativa CampusRed da Fundação Telefónica fomenta o intercâmbio de informação e o conhecimento entre a comunidade universitária iberoamericana, facilitando a docência na Rede e a gestão compartilhada. O CampusRed, que durante o ano de 2004 recebeu mais de um milhão de visitas, está aberto a toda a comunidade universitária espanhola e latino-americana. Em outros países como a Argentina, Brasil, Chile e Peru está sendo produzida uma aproximação à comunidade universitária que se reflete em: Assinatura de acordos para a concessão de bolsas para estudantes e graduados com as seis faculdades argentinas. Na Argentina, estão sendo impulsionadas as colaborações acadêmicas com a Universidade Católica Argentina, a Universidade de El Salvador, Universidade de Buenos Aires, Universidade Nacional de la Plata e o Instituto Tecnológico de Buenos Aires. No Peru, a Telefónica está prestando seu apoio à primeira especialidade de Engenharia de Telecomunicações no país, junto à Universidade Católica do Peru. Esta colaboração inclui o estabelecimento de uma Cátedra Telefónica. No Chile, a Telefónica Móviles desenvolve um projeto para massificar o conhecimento a respeito da tecnologia celular, em colaboração com a Universidade Tecnológica Metropolitana. c) MovilForum Entre as iniciativas mais destacadas no campo da aplicação prática das TIC está o MovilForum, um espaço de colaboração, formação e suporte técnico, que facilita às empresas o desenvolvimento de seus próprios negócios. No marco deste Foro se desenvolvem aplicações para setores muito diversos como saúde, seguros, bancário, indústria ou transporte, entre outros muitos, com o apoio técnico da área de consultoria.

9 124 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 DISTRIBUIÇÃO DO INVESTIMENTO EM INICIATIVAS COM A UNIVERSIDADE POR LINHAS DE NEGÓCIO (07-7) (Dados em porcentagem) Fundación Telefónica 1,6 Telefónica Empresas 3,9 Telefónica Móviles España 16,9 Telefónica I+D 0,2 DISTRIBUIÇÃO DO INVESTIMENTO EM BOLSAS DE ESTUDO POR LINHAS DE NEGÓCIO (07-8) (Dados em porcentagem) Telefónica Móviles España 9,5 Telefónica Telefónica Empresas de España 12 8,4 Telefónica Soluciones 15 Otras compañías 11,2 Telefónica S.A. 14,7 Telefónica de España 62,7 Telefónica I+D 43,9 ALGUNS RESULTADOS DAS CÁTEDRAS TELEFÓNICA EM projetos de inovação tecnológica 11 projetos em colaboração com a Telefónica I+D 17 projetos em colaboração com outras universidades e centros de informação 26 cursos ministrados a alunos horas de formação 91 bolsas de estudo concedidas no âmbito das Cátedras 79 atividades de projeção das bolsas de estudo (32 foros, 26 publicações e 10 sites próprios 8 Classes Telefónica No fim de 2004, o MovilForum contava com associados, 154 empresas inscritas, 122 empresas membro e 103 aplicações desenvolvidas nesse ano. Esta iniciativa é possível, em grande medida, graças à ajuda institucional do programa PROFIT (Programa de Fomento da Pesquisa Técnica) do Ministério de Indústria, Turismo e Comércio da Espanha. Uma das conquistas do MovilForum foi a criação do Catálogo de Produtos e Serviços fazendo com que a força comercial da Empresa conheça a oferta setorial de soluções móveis desenvolvidas por terceiros, que inclui mais de 200 aplicações. Além disso, 17 empresas do MovilForum, apresentam soluções em serviços de terceira geração (3G). No marco do MovilForum, em 2004, foram apresentadas Soluções Móveis para seu negócio, cujo objetivo é facilitar soluções em mobilidade às Pequenas e Médias empresas, empacotadas e de custo reduzido, agrupadas em aplicações de localização, gestão de clientes, força de vendas, telecontrole/domótica e sistema de mensagens. d) Serviços que contribuem com valores à Sociedade A Telefónica trabalha há vários anos no desenvolvimento de serviços de comunicações que permitem melhorar a produtividade de serviços de uso público ou de determinados setores empresariais, assim como as necessidades individuais de determinadas comunidades. Serviços que adicionam valor à sociedade civil O projeto Cidade Móvel nasceu na Telefónica Móviles España em 2003 com o objetivo de melhorar a eficiência na gestão da Administração e na relação com os cidadãos e as empresas. Esta iniciativa recebeu, em 2004, o prêmio da Associação Espanhola de Usuários de Telecomunicações e da Sociedade da Informação (AUTELSI), como melhor iniciativa de Cidade Digital. - Em Zaragoza, cidade que ganhou o prêmio e.mobility 2004, foram incorporados serviços de alertas de ofertas de emprego, licenças de obras, caixa de sugestões, programação de atos e eventos culturais. - Em Madri, foi implantada uma série de serviços móveis turísticos, tais como Informação de Monumentos, Rotas turísticas e Postais de Madri, este último faz uso da tecnologia MMS para fazer download de postais da cidade de Madri. Além disso, a Telefónica colaborou com o projeto Madri Participa, uma consulta cidadã utilizando somente as novas tecnologias. - Parquímetro virtual, que permite o pagamento de estacionamento por meio de Mobipay, de uma forma cômoda, rápida e simples. Adicionalmente, o sistema avisa o motorista pelo celular sobre vencimento do prazo de estacionamento, sem necessidade de deslocamento. - Ticketless, converte o terminal móvel em uma ferramenta de recebimento, armazenamento e porte de tickets, bilhetes ou entradas para o acesso a ambientes nos quais seja necessária uma autenticação do usuário. A aplicação mais típica está associada com a compra e distribuição de entradas em cinemas, teatros, eventos esportivos, etc. A Telefónica Soluções, lançou uma plataforma multicanal de atendimento ao cliente que integra serviços de atendimento presencial, a Telefónica e Internet como parte do que constitui seu Centro de Soluções de Cidades Digitais. O objetivo prioritário é a modernização e o desenvolvimento da cidade por meio da implantação de cinco modelos de serviços: e-administração, e-cidadão, e-turismo, e-empresas e e-learning. Na Argentina, a Telefónica realizou alguns desenvolvimentos de Cidades Digitais em lugares, tais como Mar del Plata, Pergamino.

10 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 125 CASO PRÁTICO CÁTEDRA TELEFÓNICA SOBRE INTERNET DE NOVA GERAÇÃO (UNIVERSIDADE POLITÉCNICA DE MADRI) (07 9) O objetivo principal da Cátedra é a criação de um grupo de interesse sobre as aplicações e serviços de Internet de nova geração, assim como a organização de atividades relacionadas com este tema. Na atualidade, a Cátedra tem em andamento os seguintes projetos: CyberAula consiste em uma aula virtual para o intercâmbio de conteúdos educativos telepresenciais entre centros da UPM e Telefónica I+D. Seu objetivo é experimentar novas idéias e metodologias de teleducação em um ambiente de uso real. Durante 2004 foram fornecidos seis cursos. O projeto Euro6IX (European IPv6 Internet Exchanges Backbone) é um projeto Europeu realizado em colaboração com a Telefónica I+D. Tem por objetivo criar uma rede piloto pan-européia com base em IPv6, que tenha uma arquitetura similar à Internet atual, em que existam redes conectadas por meio de intercambiadores de trânsito (pontos neutros). O projeto E-NEXT (desenvolvido com a Telefónica I+D) tem como objetivo principal reforçar a excelência científica e tecnológica de Europa na área de redes por meio de uma integração progressiva e duradoura das capacidades que existem no European Research Area (ERA). Jornadas sobre Internet de Nova Geração, com a participação de cerca de 30 centros na Espanha (TID, 13 universidades e um instituto do CSIC), Europa (8 universidades, ESA-ESRIN e Iceland Telecom) e América (MIT, Univ.Ottawa, CRC em Ottawa e Univ. Cauca-Popayan na Colômbia). O número de assistentes foi de cerca de 80 na ETSI Telecomunicação, assim como cerca de 600 nas sedes remotas. Concessão de um total de 12 bolsas para realização de trabalhos sobre Internet de Nova Geração e de suporte para CyberAula. Atividades de difusão da atividade da Cátedra O Web Site é o instrumento de comunicação mais importante da Cátedra e contém anúncios e descrições das atividades realizadas de maior importância e interesse. Participação em foros sobre Ipv6, Tecnologias W3C. Publicação do livro Para uma Internet de Nova Geração. Concessão do Prêmio Novas Aplicações para Internet (IV Convocação). Com a apresentação de 19 propostas de aplicações que cobriram as tendências de maior relevância no desenvolvimento de novos serviços. O primeiro prêmio foi concedido à aplicação Hospital Virtual: Sistema de telemedicina para o atendimento de pacientes com HIV/AIDS em seu domicílio pela Internet do Grupo de Bioengenharia e Telemedicina da ETSITM.

11 126 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 CASO PRÁTICO OBJETIVOS DE UM PROJETO DE CIDADE DIGITAL / CIDADE MÓVEL (07-10) Melhorar a imagem corporativa da cidade. Aproximar a Administração ao cidadão. Obter um sistema de informação sólido que integre atendimento ao cidadão, gestão de expedientes, informação e tramitação pela web. Aumentar a qualidade dos serviços prestados. Sensibilizar e incentivar aos cidadãos o uso das novas tecnologias. Potencializar as comunidades de interesses (associações de jovens, mulheres, aposentados). Facilitar e incentivar as atividades empresariais. Promover a cidade como destino turístico: arte, rotas, aventura, esportes, gastronomia, comércio. Oferecer formação de qualidade aos cidadãos e ao pessoal da Administração. Além disso, um projeto assinado em 2003, mas executado em 2004, permitiu unir em uma rede virtual todas as delegações do Colégio de Escreventes da Província de Buenos Aires, reduzindo o tempo dos trâmites e adotando um moderno sistema de firma digital para a documentação que ali é tramitada. Neste projeto participaram, além disso, a Universidade Nacional de la Plata e a Universidade Tecnológica Nacional. A Telefónica CTC Chile estabeleceu acordos com organizações como a Associação Chilena de Prefeituras, entidade que agrupa as 345 governanças do país, e que agora conta com fornecimento especial de serviços tecnológicos. Por sua vez, a Telefónica Empresas Brasil conecta atualmente mais de edifícios da Administração Pública do Governo do Estado de São Paulo, ao longo de 645 municípios do Estado, permitindo vincular 70 órgãos governamentais. No Brasil os julgamentos on-line são uma realidade graças à interconexão entre as penitenciárias de comarca e os tribunais de justiça. Outro projeto de interesse permitiu a votação on-line em diversos pontos do país, incluindo aqueles tão distantes que foi necessária a conexão via satélite para a contagem on-line dos votos. Serviços que adicionam valor às pequenas e médias empresas É articulado por meio da colaboração com empresas de outros setores e desenvolvedores. -A Telefónica Móviles España lançou também o serviço Escritório de Apoio a Pequenas e Médias empresas (OAPY) que identifica programas de subvenções públicas apropriadas para os projetos de mobilidade das Pemes. -Em 2004, a Telefónica assinou um acordo com o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio do Brasil para a implantação de 20 telecentros de informações e negócios. Estes telecentros serão implantados em 2005 nas sedes de entidades representativas de micro e pequenas empresas e incluirão formação, capacitação, comércio eletrônico, busca de informação e serviços públicos e privados por meios eletrônicos.

12 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 127 SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES MÓVEIS PARA CLIENTES EMPRESARIAIS (07-11) Argentina Brasil Chile Colômbia Equador El Salvador España Guatemala México Nicaragua Panamá Peru Uruguai Venezuela Oficina Móvel: acesso em mobilidade a ferramentas de trabalho habituais ( , agenda, dados). Coleta de dados: tomada de informação e coleta de dados para processamento instantâneo. Gestão de frotas: traçado de rotas e otimização de trajetos e movimentos dos veículos. Força de vendas e de serviços: pedidos on-line, fechamento das operações e consulta de preços, catálogos, estoques. Logística e distribuição: acompanhamento das entregas, reporte de incidências, redistribuição dos trabalhos. Telemetria, Telecontrole e segurança: alarmes e monitoramento de equipes e instalações, máquinas eletrônicas, gestão de pontos de vendas e manutenção em geral. Envio massivo de mensagens: comunicados internos a empregados, alertas, promoções. CASO PRÁTICO INCENTIVO AO DESENVOLVIMENTO DA PEQUENA E MÉDIA EMPRESA (PEME) NA ARGENTINA (07-12) Observatório Peme e Capacitação Peme (Telefónica de Argentina) Em primeiro lugar Observatório Peme participa junto com o Ministério de Economia na Análise da evolução e grau de desenvolvimento da tecnologia da informação nas Pemes da Argentina. Em segundo lugar, a Telefónica instrumentou um programa de capacitação (denominado Capacitação Pemes) para 77 Pemes dos setores vitivinícola, alimentício, automotivo, construção e têxtil, alcançando um total de 700 funcionários das mesmas. Capacitação para as Pemes (Telefónica Móviles Argentina) contribui com as Pemes fornecendolhes acesso à informação e capacitação geral de forma gratuita. Neste sentido existem vários programas: Programa Crescendo Juntos: seminário gratuito de um dia de duração relativo a vendas, gerenciamento e qualidade de atendimento. Bate-papos de Conjuntura Econômica: seminário gratuito de meio dia a cargo do economista chefe da Câmara Argentina de Comércio. Seminários de Marketing: conferência gratuita de meio dia a cargo do especialista Alberto Levy. Programa Empresas em Expansão (T-Gestiona) A t-gestiona Argentina desenvolveu o Programa Empresas em Expansão que representa um serviço integral que considera todas as atividades, direta ou indiretamente relacionadas com o Comércio Internacional. O programa está estruturado em base em 3 componentes: i) Assessoria e consultoria; ii) Promoção das exportações; e iii) Distribuição internacional. A t-gestiona oferece às empresas serviços de consultoria e assessoria em matéria normativa sobre comércio exterior e informação legal e técnica relativa à atividade. Com o objetivo de que as empresas possam informar e posicionar seus produtos no exterior, foram postos à sua disposição os seguintes serviços: serviços multimídia, presença em guias, ferramentas e-business e sites e-marketplace e ativamento de contatos internacionais.

13 128 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 A estas ações de apoio concretas soma-se a capacidade de desenvolvimento tecnológico e liderança empresarial da Telefónica para fazer chegar às pequenas e médias empresas soluções concretas que aumentem sua produtividade, em especial todas aquelas relacionadas com as Soluções ADSL. Soluções genéricas para as empresas Serviços Multiempresa Os serviços de televigilância: permitem observar, desde qualquer conexão de Internet, o captado por uma câmara IP, que oferece múltiplas possibilidades nos âmbitos de educação, segurança em armazéns, fábricas e creches. A videoconferência: permite realizar reuniões virtuais, transmite áudio e vídeo com alta qualidade em tempo real e já não requer um PC, dado que pode-se conectar a qualquer televisor. A Telefónica apresentou o livro Teletrabalho: Trabalhar e viver conectado à Rede, uma obra que analisa esta modalidade trabalhista e as mudanças culturais que implicam novas formas de relação profissional e uma nova organização do trabalho. O serviço de Geolocalização da Telefónica de España permite às empresas conhecer em todo momento a localização física de seus veículos e seu pessoal com o único requisito de que disponham de um telefone móvel com cobertura dentro do território nacional. Isto permite às empresas obter a máxima otimização de seus recursos móveis, por melhorarem seus processos de negócio. Além disso, o serviço aumenta a segurança das pessoas CASO PRÁTICO A TELEFONIA MÓVEL COMO FERRAMENTA CONTRA A VIOLÊNCIA DE GÊNERO (07-13) Com o objetivo de ajudar a combater a violência de gênero, a Fundação Telefónica e a Telefónica I+D trabalham desde o ano 2000 em um sistema de teleassistência que permite localizar e ajudar mulheres mal tratadas que se encontrarem em situação de perigo de agressão. Este sistema dispõe de alguns terminais, com o aspecto externo e dimensões de um telefone móvel convencional, que não somente permitem a conversação vocal normal, mas que também facilitam a localização por GPS e células GSM, o que diminui o tempo de resposta por parte das forças de segurança. Todo o sistema é complementado com um centro de controle instalado nas dependências da polícia local, integrado por um computador que realiza as funções de localização geográfica, recebimento de mensagens e gravação das chamadas recebidas. Para o correto funcionamento de todo o dispositivo são ministrados cursos de formação às mulheres e polícias participantes. Durante o ano de 2004, foi estendido este programa para as assembléias de Avilés, Baracaldo, Elche, Motril e Santander, que se unem aos de Gijón, Palma de Mallorca, Pamplona, Valência e à Comunidade Autonômica da Rioja, nos quais foi distribuído um total de 105 terminais, dos quais, 90% foi entregue a usuárias. Também foram potencializadas as soluções para mulheres mal tratadas, por meio de um acordo entre a Telefónica Móviles e a Fundação Telefónica.

14 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 129 (evita distrair o motorista com chamadas), racionaliza os recursos da empresa (permite conhecer qual é o recurso mais próximo à necessidade). Este serviço requer o consentimento do usuário que está sendo localizado. Serviços Agrícolas Em 2004, a Telefónica Empresas Argentina lançou o produto VSAT Agro, que permite às empresas do ambiente agropecuário beneficiar-se de acesso a Internet tipo banda larga controlada por satélite. Apoio à força de vendas Para empresas com pessoal de campo, a Telefónica lançou um produto que permite às empresas fornecer a seus funcionários um acesso de Internet de Banda Larga e chamadas sem custo desde suas casas. Setor sanitário Durante a Feira MovilForum 2004, a Telefónica Móviles España lançou a iniciativa Saúde Móvel para promover a criação de novos serviços móveis no setor sanitário graças às tecnologias GPRS/UMTS. Na quarta edição do Movilforum, foram apresentados 14 projetos no âmbito da saúde, entre os quais se destacam: -Hércules Emergências, desenvolvido pela Telefónica I+D, gerencia os processos de assistência sanitária em situações de emergência. -GesAmbu, gestão de frotas de ambulâncias. - Automação de atuação médica, por meio de uma PDA com acesso à rede. -Gestão de Visitas Hospitalares, que permite solicitar e consultar visitas para qualquer especialidade médica no hospital ou posto de saúde no qual seja implantado. Setor construção No Salão Imobiliário de Madri, a Telefónica apresentou para Casas Inteligentes, uma solução que integra aplicações domóticas sobre a linha ADSL. O objetivo é garantir ao usuário um aumento do conforto, da segurança, a economia de energia e as facilidades de comunicação dentro do lar moderno. Assistência em caso de emergências Na seção dedicada a Telecomunicações e Desenvolvimento Sustentável da web é analisado o impacto das telecomunicações em casos de emergência: Graças às possibilidades de teleassistência, localização e informação, a telefonia móvel está sendo convertida em ferramenta imprescindível para os serviços de atendimento ao cidadão em geral e de emergências em particular. Cumprindo a normativa vigente em cada país, todas as operadoras do Grupo facilitam o acesso gratuito a serviços de emergência e entidades assistenciais. Além disso, as aplicações que permitem a localização automática de telefones ativos dentro de sua célula estão se transformando em uma ferramenta fundamental para a localização de pessoas em situações de risco ou com problemas de orientação ou para a recuperação de veículos, etc. São destacáveis os serviços especiais de assistência 24 horas a clientes, desenvolvidos em alguns países que oferecem todo tipo de ajuda e informação para casos de acidentes no lar ou de circulação, avarias mecânicas, assistência médica, ou assistência legal pelo telefone. Este tipo de serviço está disponível no Chile, Colômbia, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Nicarágua e Peru. 03 MOTOR DE INCLUSÃO DIGITAL O conceito brecha digital é definido como as diferenças existentes no acesso às novas tecnologias. Entretanto, a tecnologia digital em si mesma não é a causa da brecha digital: os principais fatores

15 130 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 PRINCIPAIS COMPONENTES DE CUSTO DO SERVIÇO UNIVERSAL (07-14) Quantidade (mill.) Moneda local Taxa de cambio Euros (mill.) Espanha 198 Euro 198 Brasil 137,82 Real brasileiro 3,63 37,79 Peru 27,832 Novo sol peruano 4,08 6,82 Argentina 12,85 Peso Argentino 3,65 3,5 Total 246,11 que a causam são o fornecimento das infra-estruturas de comunicações em todo o território, assim como o nível de ingresso e a capacitação para usar as novas tecnologias. A Telefónica, desde sua condição de operadora de referência em seus mercados e em cumprimento de seus compromissos de proximidade e confiança, não somente cumpre com as exigências regulatórias associadas ao serviço universal, mas empreende numerosas iniciativas encaminhadas à redução da brecha digital em suas regiões de influência. Durante o ano de 2004, o Grupo Telefónica distribuiu no Brasil cópias do livro Inclusão Digital, com a Palavra à Sociedade. O livro destaca as principais iniciativas de inclusão digital implantadas no Brasil, tanto promovidas pelo governo, como por ONGs ou por empresas privadas. Trata-se de uma ferramenta útil para avançar na eliminação de brechas digitais. a) Exigências regulatórias: o serviço universal Serviço Universal na Espanha Na Espanha, a Telefónica de España está assumindo de forma exclusiva, até agora, o custo líquido da prestação do Serviço Universal que, além de abranger o serviço telefônico, incluído o acesso à Internet para velocidade suficiente, abrange uma série de obrigações de caráter eminentemente social, como o bônus social ou alguns dos serviços especiais para pessoas portadoras de deficiência, expostos no final deste capítulo, um serviço de informação Telefónica a preço acessível e gratuito disponível em cabines, a elaboração de um guia telefônico gratuito para os usuários e uma oferta suficiente de cabines em vias públicas. O custo líquido das obrigações do serviço universal em 2003 cresceu para 198 milhões de euros de acordo com a Telefónica de España. Este custo é distribuído entre custo líquido em zonas não rentáveis (122 milhões de euros), usuários com necessidades especiais (64 milhões de euros), e o custo dos serviços de informação e guias (12 milhões de euros). A Comissão de Mercado de Telecomunicações (CMT) ainda não se pronunciou sobre qual será a cifra definitiva do Custo Líquido estabelecida pela Telefónica no ano O custo líquido do ano 2003 não incorpora a totalidade do custo que supõe realmente o cumprimento destas obrigações para a Telefónica de España. Assim, por questões metodológicas estabelecidas pela CMT, são compensadas as perdas associadas à manutenção de cabines em lugares onde seu uso não cobre o custo de manutenção, que cresceriam para 76 milhões de euros. Serviço Universal na América Latina Na América Latina, as empresas da Telefónica colaboram com as diferentes iniciativas públicas de globalização do serviço, com uma contribuição aos fundos de globalização próxima aos 50 milhões de euros:

16 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 131 CASO PRÁTICO DISPONIBILIDADE DE TELEFONIA NO PERU (07-15) A Telefónica é a única empresa que oferece seus serviços em âmbito nacional tanto em áreas rurais como urbanas. Em telefonia fixa, as operadoras da concorrência oferecem seus serviços basicamente para o segmento corporativo de Lima. Em Internet, o serviço oferecido em Lima Metropolitana pela Telefónica é o mesmo que é oferecido em províncias. Dos serviços de cobertura rural são beneficiados aproximadamente 2,2 milhões de usuários com a rede rural desenvolvida pela Telefónica do Peru de acordo com o Contrato de Concessão, enquanto que para dezembro de 2004 o número de telefones públicos rurais da Telefónica cresceram para (e linhas). Em outubro de 2004, sobre o total dos distritos do país, contavam com serviço de telefonia fixa. Na Argentina, ainda não foi constituído o Fundo de Serviço Universal ao que se prevê que os operadores contribuam com 1% de seu faturamento. A Telefónica da Argentina vem prestando serviços a pessoas portadoras de deficiência e contribuindo com a globalização da telefonia. A importância provida desde o ano 2001 até março de 2005 aumenta para 33,04 milhões de euros. No Brasil, os Fundos de Globalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST) são integrados por 1% do faturamento operacional bruto. Desde a criação do FUST, seus fundos não foram utilizados pelo governo. Recentemente foi apresentado para consulta pública um novo serviço denominado Serviço de Comunicações Digitais (SCD) com o fim de introduzir a banda larga em escolas, centros de Fiscalização Sanitária, etc. e que seria financiado pelos fundos do FUST. No Chile, a CTC realiza por conta própria programas de promoção de serviços e aplicações (por exemplo, dotar escolas de acesso à Internet) complementares aos programas do Fundo de Desenvolvimento das Telecomunicações (FDT), financiado diretamente pelo Governo. No Peru foi estabelecido um Fundo de Investimento em Telecomunicações (FITEL), que está formado pela contribuição dos operadores equivalente a 1% do montante total dos ingressos brutos faturados. A Telefónica do Peru, por seu peso específico no mercado peruano, tem uma contribuição muito relevante a este fundo direcionado ao estabelecimento de serviços em zonas rurais e outros lugares de interesse social. b) Ações contra a brecha geográfica A brecha geográfica pode ser descrita como aquela barreira que impede que uma pessoa tenha acesso às comunicações básicas ou à banda larga em função do lugar físico do qual deseja obter acesso. Esta brecha pode ser considerada internacional (serviços que existem em alguns países e não em outros) ou nacional (serviços que existem em umas regiões e não em outras). Telefonia básica A Telefónica oferece comunicações rurais para aquelas comunidades que se encontram situadas em zonas rurais ao mesmo preço que nos ambientes urbanos. Em dezembro de 2004, quase clientes se beneficiavam do serviço na Espanha e quase em países latino-americanos. NÚMERO DE CLIENTES BENEFICIADOS PELOS SERVIÇOS DE TELEFONIA RURAL (07-16) (Dezembro 2004) Espanha São Paulo (Brasil) Peru Argentina 4.013* Total (*) Dados de linhas de uso público (TUP) em zonas rurais

17 132 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 COBERTURA OFERECIDA PELAS REDES DA TELEFÓNICA MÓVILES (07-17) Cobertura população (%) ERBS em zonas rurais (%) ** Argentina Brasil 87 * Chile 95,4 Colômbia 70 5 Equador El Salvador Espanha 99 Guatemala 49 México 72 17,7 Nicaragua 60 Panamá Peru 53,5 Uruguai Venezuela 89,5 7 (*) Calculado sobre as zonas de operação da Vivo (**) Em cidades com menos de habitantes Em alguns lugares, os clientes somente dispõem das comunicações móveis como alternativa. A Telefónica, como operadora integrada alterna o uso de meios fixos e móveis para oferecer serviço a seus clientes. Em média, a cobertura populacional da Telefónica Móviles alcança 79,6% da população dos países nos quais opera. Na Espanha, a globalização do serviço telefônico básico foi alcançada no passado graças à tecnologia de rádio conhecida como TRAC. O Projeto Migração TRAC é uma iniciativa conjunta da Telefónica de España e Telefónica Móviles España, que consiste em fornecer serviço de voz e dados via rádio por meio dos sistemas GSM e GPRS para zonas de baixa densidade de população. No México, a Telefónica Móviles cobre Km de rodovias onde a telefonia móvel é a única opção de comunicação. A rede da Telefónica Móviles cobria em dezembro de 2004, populações rurais de menos de habitantes. No Equador, estima-se que nas áreas periféricas das capitais provinciais e cidades principais, onde as empresas de telefonia fixa não podem fornecer serviço de telefonia residencial ou este é muito limitado, cerca de pessoas contam com serviço de telefonia celular. No Brasil, no fim de 2004, a Vivo tinha estendido sua rede a 62% dos municípios dos estados de sua operação. Na Venezuela, 3,6% da população, dividido em 738 populações de menos de habitantes que somam um total de habitantes, tem na telefonia móvel sua única opção de comunicação. Banda larga O esforço de investimento da Telefónica de España conseguiu aumentar a já significativa cobertura do ADSL até 95% das linhas, o que coloca a Espanha em uma posição cada vez mais próxima à acessibilidade total da banda larga.

18 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 133 O esforço de investimento da Telefónica na América Latina para impulsionar a banda larga se reflete na digitalização da planta de telefonia que passou dos 96,1% no ano 2000 aos 99,5% em 2004, fruto especialmente das melhoras em TeleSP (93,62% a 99,78%) e da Telefónica do Peru (96% a 97%). A Telefónica da Argentina e Telefónica CTC já tinham 100% de sua rede digitalizada no ano de Esta digitalização da rede permitiu alcançar uma elevada cobertura dos serviços de banda larga sobre a rede de telefonia fixa,que alcança 95% em São Paulo (Brasil) e Peru, 90% no Chile e 88,1% na Argentina. A Telefónica do Peru colocou em andamento o projeto para integrar às zonas rurais do país e lhes oferecer acesso à informação e a mercados internacionais. A primeira etapa do plano integrou 20 populações, proporcionando acesso à Internet de forma permanente, com tarifa plana. Este projeto obteve um reconhecimento à Criatividade Empresarial no Peru em 2004, na categoria de Serviços Públicos. On-line com a intenção de facilitar aos usuários o acesso à banda larga, a Telefónica de España finalizou o ano de 2004 com 350 pontos de serviço Wi-Fi (Hot Spots ou Zonas ADSL WI-FI). Complementando estes dados, para dezembro de 2004 tinham sido instalados hotspots entre Argentina, Brasil e Chile. Outra alternativa para oferecer banda larga naqueles lugares onde não existe cobertura nem de fixo nem de móvel, é o serviço Internet Rural por Satélite da Telefónica de España. Uma pesquisa realizada por Rede sobre este serviço demonstrou alta satisfação dos clientes, em sua maior parte colégios do âmbito rural. 89,6 % dos entrevistados valorizaram como boa a excelente COBERTURA 2,5G NAS REDES DA TELEFÓNICA MÓVILES (07-18) (Dados em porcentagem) Argentina Chile Colômbia Equador 92 El Salvador Espanha GPRS Guatemala México Nicaragua Panamá Peru Uruguai Venezuela , ,8

19 134 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 ESTUDO DE RESIDÊNCIAS NA AMÉRICA LATINA QUE PODEM PAGAR A RENDA BÁSICA* (07-19) (Dados em porcentagem) Classe Social A Classe Social B Classe Social C Classe Social D/E Sao Paulo (Brasil) Argentina Chile Peru (*) calcula-se um máximo de 4% da renda como gasto em telecomunicações e se supõe a renda básica de cada país, o que determina a renda mínima que deve ter uma residência para arcar com o gasto. a velocidade de acesso, 92,8 % a disponibilidade do serviço e 86,4 % para satisfação global do acesso à internet por satélite. Por outro lado, graças às novas gerações de tecnologia móvel e usando o telefone móvel conectado a um computador ou PDA, a Internet móvel transformou-se em uma alternativa real que oferece à sociedade a possibilidade de conexão de banda larga à Internet, a partir de qualquer lugar dentro das áreas de cobertura. O alto grau de incorporação das tecnologias de 2,5G nas redes das operadoras da Telefónica Móviles, que em média alcança 99,4% do total das infra-estruturas do Grupo contribui de maneira importante para a redução da brecha digital. A respeito da terceira geração, ao final de 2004, na Espanha, a cobertura da rede de UMTS da Telefónica Móviles superava os 40% da população. c) Ações contra a brecha econômica O bônus social, junto ao pré-pago, a telefonia de uso público e as linhas com serviços restritos, são os pilares básicos sobre os quais a Telefónica baseou seu desenvolvimento de serviços direcionados às rendas baixas. De acordo com estudos realizados pelo Grupo, são imprescindíveis iniciativas deste tipo para promover a inclusão digital, já que as classes sociais D e E (as de menores rendimentos) dificilmente poderiam, de outra forma, financiar a renda básica. Por isso, é imprescindível realizar uma oferta de produtos e serviços de acordo com a realidade social e econômica dos países nos quais opera, e assim atender às necessidades daqueles setores que, por motivos econômicos, não podem acessar a serviços de telecomunicações. Bônus social A Telefónica de España oferece o Bônus Social, com o objetivo de facilitar o acesso de clientes com dificuldades econômicas aos serviços básicos de telecomunicações na Espanha. Este consiste na bonificação de 70% da importância vigente da quota de conexão e alta de instalação do equipamento para terminal de rede (PTR), assim como a bonificação de 95% na quota de bônus mensal da linha telefônica (livre de qualquer contrato de manutenção). O número de linhas beneficiadas pelo Bônus Social na Espanha para dezembro de 2004 era de Pré-pago Em âmbito geral, o sistema de faturamento com base na modalidade de pré-pago e o serviço de custo reduzido SMS, foram fatores determinantes para a extensão da telefonia móvel celular para todas as camadas sociais, como provam as cifras de utilização destes serviços. Por outro lado, a estratégia da Telefónica Móviles foi sempre conseguir a maior base de clientes sem centralizar-se exclusivamente nos segmentos de maior nível aquisitivo. Com esta estratégia, as políticas comerciais têm baseando-se sempre na redução do custo dos terminais - Telefónica Móviles mantém uma oferta de terminais próprios de custo reduzido - e na oferta de uma variedade de esquemas de faturamento que permitiram escolher milhões de usuários de acordo com a fórmula mais adaptada de suas necessidades de comunicação ou seu nível econômico. Telefonia pública A telefonia pública é uma opção a mais que o telefone no em casa, pois facilita o acesso às comunicações de toda a população, evitando a necessidade de pagar uma fatura de conexão ou de manutenção. Vale destacar que na Espanha, cabines ofereciam acesso à Internet. Linhas adaptadas aos recursos dos usuários Argentina Na Argentina, o crescimento do serviço de telefonia básica nos segmentos de menores ingressos está sustentado no desenvolvimento e na oferta de produtos adequados a suas necessidades de consumo e a suas possibilidades econômicas. Por isso, são desenvolvidos produtos adequados aos níveis de ingresso entre os que apresentam as seguintes ofertas:

20 Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 135 Linha Controle: linha de fatura com custo fixo, com 600 pulsos para efetuar chamadas locais e dispor de 1 mês para consumir esses pulsos. Quando forem consumidos todos os pulsos, será produzido o bloqueio, passando a linha para modalidade entrante de todo tipo de chamada. Além do acesso a todos os números de emergência, é permitido continuar fazendo chamadas por meio de cartões de controle. Linha Controle Plus: De iguais características que a anterior, mas permite realizar chamadas urbanas, interurbanas e internacionais, economizar e ter o controle dos gastos. Serviços de telefonia com descontos para clientes de sob consumo (Aposentados e Casas de Família). Telefonia Pública Social para organizações sociais (refeitórios, centros de formação, etc.). Planos com bonificações de chamadas e acessos a Internet para Escolas, Bibliotecas, Postos de Bombeiros, Centros Tecnológicos Comunitários, Centros de Aposentados, Hospitais, etc. Próximo lançamento do serviço de telefonia virtual, caixa postal de mensagens concedidas a beneficiários do Plano Chefes e Donas de casa, como parte do Programa do Governo de assistência a desempregados. A quantidade de clientes de serviços projetados para rendas baixas em cresceu para mais de , destacando linhas pré-pagas e linhas com controle de inadimplência. Brasil Durante o ano de 2004, foram lançados no Brasil dois produtos especialmente desenhados para as rendas mais baixas.trata-se da Linha da Economia, a qual o custo fixo de manutenção da linha equivale a dois terços da linha convencional, e da Linha da Supereconomia para a qual o custo fixo de manutenção da linha equivale a um terço do custo de linha. Ambas as modalidades são para chamadas locais, já que para longa distância e chamadas para celulares existe a opção de controle eficaz do gasto por meio de cartões pré-pagos. A Linha da Economia tem beneficiado em 2004 a clientes, e a Linha da Supereconomia TERMINAIS DE USO PÚBLICO. GRUPO TELEFÓNICA (07-20) (Dados em unidades) Espanha Argentina São Paolo (Brasil) Chile Peru

180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Fornecedores

180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Fornecedores 180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 09 Fornecedores Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 181 09/01 Grande número de fornecedores 09/02

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

Telefonia celular Grupo Telefônica Móviles Resultados Consolidados (milhões de euros)

Telefonia celular Grupo Telefônica Móviles Resultados Consolidados (milhões de euros) Telefonia celular Grupo Telefônica Móviles Resultados Consolidados (milhões de euros) Dezembro Dezembro 2001 2000 % Var. Receitas operacionais 8.411,1 7.401,2 13,6 Trabalhos para imobilizado (1) 128,6

Leia mais

38 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Inovação

38 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Inovação 38 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 03 Inovação Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 39 03/01 modelo de inovação tecnológica A inovação

Leia mais

A Telefónica é assim. Uma empresa na vanguarda. Relatório Anual 2002

A Telefónica é assim. Uma empresa na vanguarda. Relatório Anual 2002 A Telefónica é assim A Telefónica é a operadora de referência nos mercados de língua espanhola e portuguesa com quase 90 milhões de clientes. Além disso, é a sétima companhia mundial do setor em termos

Leia mais

Telefonia fixa. Negócio de Telefonia Fixa Resultados Consolidados (em milhões de euros)

Telefonia fixa. Negócio de Telefonia Fixa Resultados Consolidados (em milhões de euros) Telefonia fixa Negócio de Telefonia Fixa Resultados Consolidados (em milhões de euros) Telefónica da Espanha Telefónica latino-america 2001 2000 % Var. 2001 2000 % Var. Receitas operacionais 10.220,4 10.182,9

Leia mais

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo

O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Atualizado em: julho, 2011 O Grupo Telefônica no Brasil e no Mundo Dados financeiros (2010) Indicadores Mundo Brasil %BR/mundo Receita Líquida (1) 60,7 bilhões (1) Considera Telesp + 50% da Vivo até 3T2010

Leia mais

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Instituição Portuguesa Instituição Cubana Objectivos / áreas de cooperação Validade Universidade do Algarve Universidade de Pinar

Leia mais

TELEFÓNICA MÓVILES, S.A.

TELEFÓNICA MÓVILES, S.A. COMUNICAÇÃO DE FATO RELEVANTE TELEFÓNICA MÓVILES, S.A. Madri, 28 de outubro de 2004 Em cumprimento ao disposto no artigo 82 da Lei 24/1988, de 28 de julho, do Mercado de Valores espanhol e disposições

Leia mais

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo. Telefônica 17 de julho de 2009

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo. Telefônica 17 de julho de 2009 Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo 17 de julho de 2009 1. Grupo 1 Grupo dados de 2008 No Mundo Presença em 25 países na Europa,

Leia mais

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos I D C C A S E S T U D Y Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos Janeiro, 2015 João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A eficiência

Leia mais

a nossa alma telefónica em 2006

a nossa alma telefónica em 2006 a nossa alma telefónica em 2006 02 02 1 Identidade Corporativa 60 02 2 Princípios de Atuação 64 02 3 Responsabilidade Corporativa 68 02 4 Ação Social 90 02 5 Governo Corporativo 96 Telefónica em 2006 02.1

Leia mais

Telepresença Embratel

Telepresença Embratel I D C V E N D O R S P O T L I G H T Telepresença Embratel Outubro, 2014 Por João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A busca por eficiência operacional é

Leia mais

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de

Serviços universitários Projetos académicos. 18,3 milhões de Informação global / Primeiro semestre 2015 Serviços universitários Projetos académicos 1.345 universidades 23 países da Ibero-américa 18,3 milhões de professores e estudantes universitários 1Andorra 83Argentina

Leia mais

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência 79% dos universitários portugueses garantem Estágios profissionais são bons para ganhar experiência A rede Universia e o portal de empregos www.trabalhando.com realizaram em nove países um questionário

Leia mais

Informe Anual de Responsabilidade Corporativa Telefónica, S.A.

Informe Anual de Responsabilidade Corporativa Telefónica, S.A. Informe Anual de Responsabilidade Corporativa Telefónica, S.A. 08 Fornecedores: igualdade de oportunidades e benefício mútuo 122 Telefónica, S.A. Informe Anual de Responsabilidade Corporativa 2003 01 Grande

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL DAS AMÉRICAS Washington D. C - março 2014 NOME CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA TEMA PALAVRAS-CHAVE REDE SOCIAL EMPRESARIAL : CONNECT AMERICAS PRÁTICA INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Você conectado ao mundo com liberdade APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL > ÍNDICE Sobre a TESA 3 Telefonia IP com a TESA 5 Portfólio de produtos/serviços 6 Outsourcing 6 Telefonia 7 Web

Leia mais

PROJETO CIDADE DIGITAL. CIDADE ONLINE e Internet para todos

PROJETO CIDADE DIGITAL. CIDADE ONLINE e Internet para todos PROJETO CIDADE DIGITAL CIDADE ONLINE e Internet para todos 2 PROJETO CIDADE DIGITAL CIDADE(nome da cidade) ONLINE e Internet para todos 3 CONCEITO Em termos técnicos, uma CIDADE DIGITAL é a interconexão

Leia mais

Avaliação da Iniciativa Ibero-Americana CIBIT

Avaliação da Iniciativa Ibero-Americana CIBIT Avaliação da Iniciativa Ibero-Americana CIBIT Antonio Hidalgo Professor da Escola Técnica Superior de Engenharia Industrial. Universidade Politécnica. 1/8 RESUMO EXECUTIVO XVII CÚPULA IBERO-AMERICANA A

Leia mais

Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País

Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País EMBRATEL CASE Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País O Portfólio de TI da Embratel a Serviço da Agroindústria A convergência de serviços de TI e telecom se consolida como fenômeno

Leia mais

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista:

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista: Dossier de Imprensa Quem Somos Quem Somos Agile Content é uma empresa de tecnologia com soluções para gerenciamento de vídeo e Big Data Audience Management com modelo de Software (SaaS), nas quais permitem

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

Resumo do Projeto de Elaboração de Indicadores de Integração de TICs na Educação para os países da região Iberoamericana

Resumo do Projeto de Elaboração de Indicadores de Integração de TICs na Educação para os países da região Iberoamericana Resumo do Projeto de Elaboração de Indicadores de Integração de TICs na Educação para os países da região Iberoamericana O IDIE - Instituto para o Desenvolvimento e Inovação Educativa, especializado em

Leia mais

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm Anexo C: Súmula das principais iniciativas desenvolvidas na Europa na área da Sociedade de Informação e da mobilização do acesso à Internet em banda larga Para informação adicional sobre os diversos países

Leia mais

Estatutos da RIICOTEC

Estatutos da RIICOTEC ESTATUTO DA REDE INTERGOVERNAMENTAL IBEROAMERICANA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS INTEGRAIS PARA AS PESSOAS IDOSAS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (RIICOTEC) 1 (Com as modificações

Leia mais

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP Tendências, Panorama e Desafios do Roaming Internacional II Painel Que Mercado na CPLP? Agenda Sobre a Oi Que Mercado na CPLP Panorama Roaming Internacional

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações CONFIDENCIAL A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações José Antônio Guaraldi Félix Presidente da NET Serviços de Comunicação S.A. São Paulo, 29 de setembro de 2009 SUMÁRIO

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

Ministério das Comunicações 2015

Ministério das Comunicações 2015 Ministério das Comunicações 2015 O MINISTÉRIO - Secretaria de Telecomunicações Políticas para expansão dos serviços de telecomunicações, prioritariamente o acesso à banda larga - Secretaria de Comunicação

Leia mais

Relatório Anual 2002. Resultados 2002

Relatório Anual 2002. Resultados 2002 Resultados 2002 Em 2002, a Telefónica foi especialmente vulnerável aos mercados latino-americanos: foi afetada pela crise econômica, política e social da Argentina, ao mesmo tempo em que se fizeram sentir

Leia mais

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos.

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos. Protegendo Laços. Construindo uma comunidade segura é um Programa de doação de licenças desenvolvido pela ESET América Latina, que tem o objetivo de premiar a iniciativa das organizações sem fins lucrativos

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO VISÃO GERAL DO MERCADO Principais dados: América Latina e Caribe M Assinaturas móveis (milhões) Assinaturas de smartphones (milhões)

Leia mais

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA PARQUE TECNOLÓGICO DA BAHIA ÁREAS DE ATUAÇÃO BIOTECNOLOGIA E SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ENERGIAS E ENGENHARIAS TECNOCENTRO

Leia mais

ASTRO 25 SOLUÇÃO DE SISTEMAS TRONCALIZADOS DIGITAIS BASEADOS EM IP VOZ E DADOS INTEGRADOS

ASTRO 25 SOLUÇÃO DE SISTEMAS TRONCALIZADOS DIGITAIS BASEADOS EM IP VOZ E DADOS INTEGRADOS ASTRO 25 SOLUÇÃO DE SISTEMAS TRONCALIZADOS DIGITAIS BASEADOS EM IP VOZ E DADOS INTEGRADOS LÍDER DE MERCADO EM SOLUÇÕES PARA COMUNICAÇÕES A Motorola exerce a liderança em soluções digitais de próxima geração

Leia mais

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 REPÚBLICA DA COLÔMBIA POPULAÇÃO 48 Milhões SUPERFÍCIE 1.141.748 Km2 CAPITAL Bogotá 7,3 milhões PRINCIPAIS CIDADES

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado Barômetro Cisco da Banda Larga Índice Introdução Introdução...2 Metodologia...3 Barômetro Cisco da Banda Larga...3 Definições...4 Banda Larga no Mundo...4

Leia mais

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO 1 SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007

Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007 Apresentação ao Senado Telefônica Antônio Carlos Valente 23 de maio de 2007 Agenda I. Panorama do Setor II. Convergência e Consolidações 2 O mercado de telecomunicações no mundo alcançou 1,3bi de linhas

Leia mais

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND

TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND julho/2012 Case de Sucesso TERRA DESENVOLVE O SUNDAYTV, SERVIÇO DE VÍDEO ON DEMAND Para publicar um case no Portal IT4CIO, entre em contato pelo e-mail comunicacao@it4cio.com. PERFIL Terra é parte da Telefônica

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Chamada de Projetos Laboratório Ibero-Americano de Inovação Cidadã

Chamada de Projetos Laboratório Ibero-Americano de Inovação Cidadã Chamada de Projetos Laboratório Ibero-Americano de Inovação Cidadã Chamada aberta para projetos de inovação cidadã A iniciativa Inovação Cidadã da Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB) e o Ministério

Leia mais

Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite

Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite Algar Telecom lança TV por assinatura via satélite Com investimentos de mais de R$ 160 milhões, empresa amplia seu portfólio de serviços São Paulo, 20 de maio de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

Operador global centrado na sustentabilidade

Operador global centrado na sustentabilidade Operador global centrado na sustentabilidade Francisco Nunes, Administrador PT Portugal Lisboa, 8 maio 2012 CONFIDENCIAL A utilização deste documento, para quaisquer fins, sem autorização expressa da Portugal

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA

SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA SEM FRONTEIRAS NA AMÉRICA LATINA Case vencedor do VII Prêmio ANATEC na categoria B2B Serviços BANCA ASSINATURA CUSTOMIZADA PORTFÓLIO A maior provedora de conteúdo de economia, negócios e finanças da América

Leia mais

Logo! O nosso site está disponível em Português. Enquanto isso, baixe as regras do concurso em Português clicando aqui. LEMBRE-SE: As candidaturas

Logo! O nosso site está disponível em Português. Enquanto isso, baixe as regras do concurso em Português clicando aqui. LEMBRE-SE: As candidaturas Logo! O nosso site está disponível em Português. Enquanto isso, baixe as regras do concurso em Português clicando aqui. LEMBRE-SE: As candidaturas devem ser em espanhol. PRÊMIO INOVADORES DA AMÉRICA BASES

Leia mais

Nível de seguimento das recomendações de bom governo

Nível de seguimento das recomendações de bom governo Nível de seguimento das recomendações de bom governo 54 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Governo Corporativo 2003 Nível de seguimento das recomendações de bom governo 07.01 TELEFONICA, S.A. A seguir

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

A Estratégia de Lisboa. Plano Tecnológico. e o. Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008

A Estratégia de Lisboa. Plano Tecnológico. e o. Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008 A Estratégia de Lisboa e o Plano Tecnológico Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008 1. Estratégia de Lisboa Estratégia de Lisboa : uma resposta a novos desafios A Globalização e a emergência de novas potências

Leia mais

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 1 Composição Orçamentária ISAGS - 2013 (*) Natureza Valor anual (US$) Percentual Projetos 42,6% 1.001.200,00 Pessoal 37,9% 892.958,00 Gastos Operacionais

Leia mais

Apoios às empresas no Norte 2020. Eunice Silva Valença 30.06.2015

Apoios às empresas no Norte 2020. Eunice Silva Valença 30.06.2015 Apoios às empresas no Norte 2020 Eunice Silva Valença 30.06.2015 SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INOVAÇÃO EMPRESARIAL EMPREENDEDORISMO QUALIFICAÇÃO DE PME INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME I&D Produção de

Leia mais

Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações

Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Telefonia Móvel Banda Larga Telefonia Fixa TV por Assinatura Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Telefonia Móvel 1. Adesão A prestação do Serviço

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Brasília/DF Maio/2013 15 anos de LGT Em 1997, na corrida pelo usuário, a

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. Olinda - Pernambuco - Brasil

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. Olinda - Pernambuco - Brasil XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Sistema Otimização de Serviços Comerciais em Apoio à Operação de Corte e Religação

Leia mais

DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL

DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL DOCUMENTO DE INFORMAÇÃO DO II FORO MUNDIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL ÍNDICE 1. ANTECEDENTES... 2 2. ORGANIZADORES... 2 3. OBJETIVOS DO FÓRUM... 4 4. PARTICIPANTES... 5 5. PROGRAMA E CONTEÚDOS...

Leia mais

Software Livre no Serpro

Software Livre no Serpro Software Livre no SERPRO Apresentador:Sérgio Rosa Diretor 02/03/05 Agenda O SERPRO Fatores Críticos de Sucesso Papel do SERPRO Software Livre no SERPRO Resultados Alcançados Conclusões Empresa Pública

Leia mais

RECEITA FEDERAL DO BRASIL GANHA AGILIDADE E EFICIÊNCIA AO IMPLANTAR O PROJETO COMUNICAÇÃO UNIFICADA NA RBF. Case de Sucesso.

RECEITA FEDERAL DO BRASIL GANHA AGILIDADE E EFICIÊNCIA AO IMPLANTAR O PROJETO COMUNICAÇÃO UNIFICADA NA RBF. Case de Sucesso. outubro/2012 Case de Sucesso RECEITA FEDERAL DO BRASIL GANHA AGILIDADE E EFICIÊNCIA AO IMPLANTAR O PROJETO COMUNICAÇÃO UNIFICADA NA RBF Para publicar um case no Portal IT4CIO, entre em contato pelo e-mail

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

Mobile Device Management MDM. SAP Forum, Fev2014.

Mobile Device Management MDM. SAP Forum, Fev2014. Mobile Device Management MDM SAP Forum, Fev2014. A EMBRATEL ENTREGA Porque é a mais completa operadora de Telecomunicações e TI Referência e líder na oferta de serviços de telecomunicações em toda a América

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE LEI nº, de de (Projeto de Lei nº 00/04, do Executivo) Institui o Programa Oportunidade Solidária, estabelece princípios fundamentais e objetivos da Política de Fomento à Economia Popular Solidária do Município

Leia mais

Governo Municipal. Oferta de Soluções Motorola

Governo Municipal. Oferta de Soluções Motorola Governo Municipal Oferta de Soluções Motorola Agenda Por que a Motorola? Oferta de Soluções Motorola Casos de Sucesso Por que a Motorola? Conta com mais 80 anos na indústria. Liderança indiscutível em

Leia mais

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital.

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital. MOTOROLA A empresa alcançou um faturamento global da ordem de US$ $37.6 bilhões em 2000. É líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Atuando de maneira globalizada em 45 países, mais

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Rede de Telefonia Fixa Telefonia pode ser considerada a área do conhecimento que trata da transmissão de voz através de uma rede de telecomunicações.

Leia mais

Reunião da Qualidade RS - 48a Edição. Inovação e Cidades Inteligentes. Planeta Mais Inteligente: www.ibm.com/smarterplanet/br/pt/

Reunião da Qualidade RS - 48a Edição. Inovação e Cidades Inteligentes. Planeta Mais Inteligente: www.ibm.com/smarterplanet/br/pt/ Planeta Mais Inteligente: www.ibm.com/smarterplanet/br/pt/ Siga a IBM no Twitter: YouTube Canal IBM: www.twitter.com/ibmbrasil www.youtube.com/ibmbrasil Reunião da Qualidade RS - 48a Edição Inovação e

Leia mais

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações.

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações. PRONUNCIAMENTO DO MINISTRO EDUARDO CAMPOS NA SOLENIDADE DE INSTALAÇÃO DA III ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE PARLAMENTARES PARA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (IPAIT), NA CÂMARA DOS DEPUTADOS,

Leia mais

Master em Sustentabilidade e Eficiência Energética

Master em Sustentabilidade e Eficiência Energética Master em Sustentabilidade e Eficiência Energética Área de Energias Renováveis Energias Renováveis Datos del curso Área formativa: Energias Renováveis Modalidade: A Distância/E-learning Duração: 60 ECTS

Leia mais

MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo)

MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo) CÂMARA DOS DEPUTADOS MENSAGEM N.º 671, DE 2009 (Do Poder Executivo) Aviso nº 603/2009 C. Civil Submete à deliberação do Congresso Nacional o Texto do Acordo Geral de Cooperação entre o Governo da República

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência III Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para Pessoas com Deficiência O Desenho Universal na Indústria Brasileira - São Paulo, 24 a 26 de outubro de 2011 - Relatório Final Introdução Tendo como

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR

CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR CLUSTER DE ELETRÓNICA E TIC DO PAÍS BASCO (ESPANHA) 30 ANOS A CRIAR VALOR GAIA: Agrupador das empresas do Sector basco de TIC e eletrónica e impulsionador da sua competitividade 2012: >11.930 especialista

Leia mais

Sistemas Colaborativos Simulado

Sistemas Colaborativos Simulado Verdadeiro ou Falso Sistemas Colaborativos Simulado 1. Todos os tipos de organizações estão se unindo a empresas de tecnologia na implementação de uma ampla classe de usos de redes intranet. Algumas das

Leia mais

Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL. Mariana Balboni osilac@cepal.org

Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL. Mariana Balboni osilac@cepal.org Coletiva de Imprensa Lançamento Sistema de Informação Estatística sobre TIC do OSILAC/CEPAL Mariana Balboni osilac@cepal.org Agenda I. Programa Sociedade da Informação II. Sistema de Informação estatística

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO QUEM SOMOS Somos uma empresa brasileira dedicada a construir e prover soluções que empregam tecnologias inovadoras, combinadas com a identificação por rádio frequência (RFID), análise de imagens (imagens

Leia mais

Brasil 2011: o momento certo para promover a inovação. Antonio Carlos Valente Presidente do Grupo Telefonica no Brasil Maio, 2011

Brasil 2011: o momento certo para promover a inovação. Antonio Carlos Valente Presidente do Grupo Telefonica no Brasil Maio, 2011 Brasil 2011: o momento certo para promover a inovação Antonio Carlos Valente Presidente do Grupo Telefonica no Brasil Maio, 2011 Agenda 01 O momento certo para promover a inovação tecnológica no Brasil

Leia mais

Síntese dos debates ocorridos nos fóruns anteriores relacionados ao tema. Inovação e Empreendedorismo. Data: 02/04/2014 Versão 1.0

Síntese dos debates ocorridos nos fóruns anteriores relacionados ao tema. Inovação e Empreendedorismo. Data: 02/04/2014 Versão 1.0 Síntese dos debates ocorridos nos fóruns anteriores relacionados ao tema Inovação e Empreendedorismo Data: 02/04/2014 Versão 1.0 1. INTRODUÇÃO Os relatórios considerados para esta síntese foram: I Fórum

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Eng. Ignacio de las Peñas CADIC - DMAPAS Dados básicos das empresas que formam o consórcio

Leia mais

Publicidade no portal e-bit e email marketing

Publicidade no portal e-bit e email marketing Mães e namorados Publicidade no portal e-bit e email marketing PACOTE DIA DAS MÃES São Paulo, 8 de março de 2012 Publicidade no site e E-mail Marketing Quem somos Buscapé Company Presente em grande parte

Leia mais

COMUNICADO DE IMPRENSA

COMUNICADO DE IMPRENSA Grupo PTV em expansão internacional - também na América do Sul PTV inaugura sua própria filial no Brasil Karlsruhe/São Paulo, 15/10/2015. Os especialistas em transportes do Grupo PTV estão expandindo ainda

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA.

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. EDITAL CONCORRÊNCIA 01/2015 ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. Este Anexo apresenta as especificações requeridas para o Sistema de Bilhetagem Eletrônica SBE a ser implantado

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

Estratégia do Projeto Cyberela

Estratégia do Projeto Cyberela Estratégia do Projeto Cyberela 1. Situação antes do começo da iniciativa Apenas 32 milhões dos 180 milhões de brasileiros tem acesso à internet. Neste contexto de exclusão digital, as mulheres se encontram

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia A pobreza rural 55% da população mundial vive em zonas rurais 70% da população mundial muito pobre é rural 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia 1,0 bilhão passa fome 80% dos lugares mais pobres dependem

Leia mais

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO Sistema de rádio bidirecional digital profissional A solução de comunicação em rádios bidirecionais de próxima geração está aqui, com melhor desempenho, produtividade e preço e mais oportunidades para

Leia mais

Plano tecnológico? Ou nem tanto?

Plano tecnológico? Ou nem tanto? Plano tecnológico? Ou nem tanto? WEB: ÉDEN?APOCALIPSE? OU NEM TANTO? Plano Tecnológico Mas, Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, além deste Contrato, o Novo Contrato para a Confiança, o nosso

Leia mais