Formulários para Consulta Apenas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Formulários para Consulta Apenas"

Transcrição

1 6Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Capítul 11 Implementand UC003 Cnsultar/Imprimir Ficha Funcinal!" - Entendend Md de Visualizaçã de Dcument A cnsulta e impressã da Ficha Funcinal, nss próxim desafi, pede basicamente a apresentaçã de tds s dads da Agregaçã de Funcinari (prtant, presentes n frmulári de manutençã que já fizems), mas desta vez em um frmat mais adequad para usuáris cnsultarem e imprimirem. Além diss, tems ainda algumas plíticas de segurança específicas. Veja pela Figura B11.1, que: Smente usuáris cm papel RH pdem manter funcináris. Smente usuáris cm papel RH e FlhaPagament pdem cnsultar Ficha Funcinal. Figura B11.1. Diagrama de Cass de Us da Versã 1.0 d RH Tut rial. Vams cmeçar buscand uma sluçã para a cnsulta em si. E reús deve ser nssa primeira pçã: Será que pdems reutilizar a manutençã de funcináris, para atender a este Cas de Us? Tds s dads estã presentes na manutençã. E mesm que smente 80% estivessem, digams, ainda assim cmpensaria reutilizar. Mas leiaute é um prblema ntóri: O us de Tab-Flder trna dcument visualmente bem segmentad para s usuáris, evitand rlagens de página, mas é ttalmente inadequad para impressã u cnsulta analítica, que exige a apresentaçã de tds s dads simultaneamente. Na sua frma de visualizaçã padrã, um frmulári de manutençã em Tab-Flder nã está em um leiaute adequad para cnsultas analíticas e impressã, muit embra já pssua mais difícil: s critéris de recuperaçã (seleçã) e cnteúd d dcument em si adequads e funcinais.

2 Capítul 11 Em vez de desenvlverms nvs frmuláris e Clabrações cm alt índice de redundância, pdems utilizar técnicas de gestã de leiautes para tentar reaprveitar códig. E jcmpany FS Framewrk já traz uma pçã autmatizada que irá ns auxiliar muit nestes cass: Md de Visualizaçã de Dcuments. Já fms apresentads a esta facilidade quand falams sbre Entrada de Dads em Lte n capítul anterir. Vams cnhecer agra algumas extensões que ns permitirã bter uma sluçã de cnsulta e impressã imediatamente funcinal para quaisquer frmuláris de manutençã sem esfrç. 1. Selecine um funcinári (acesse via Favrits d Navegadr!). 2. Em seguida, clique n btã Vis. Dcument. Um resultad cm da Figura B11.2 deverá aparecer. Figura B11.2. Md de Visualizaçã de Dcument. Neste frmat, nss frmulári se aprxima bastante d leiaute de um dcument de negóci típic, impress, pis alguns ajustes autmatizads já fram feits: #1. O Tab-Flder é substituíd pr tags HTML Fieldset u Table (dependend d estil d frmulári esclhid pel usuári, em Persnalizar Frmulári. Respectivamente, Elegante u Clássic ) e s cmpnentes d frmulári sã rganizads na vertical. #2. O btã de ajuda d calendári nã é mais exibid. #3. O btã de seleçã para vínculs nã é mais exibid. #4. O cmpnente cm btã para anexar arquiv também nã é exibid (smente nme d arquiv u imagem, se huver um anexad). #5. A imagem, títul e as caixas para marcaçã de exclusã de Detalhes também nã sã exibids. Pdems cnsiderar este cm um leiaute já aprpriad para cnsulta. Mas nã para a impressã! Se frms imprimir esta página pel cmand Arquiv -> Imprimir... (u File -> Print... ) d Navegadr, imprimiríams, junt cm frmulári, tp, a barra de ações cm btões e rdapé d leiaute principal. Além diss, as setas para seleçã das listas de valres (cmbs) também nã fazem sentid em uma impressã. - Leiaute para impressã A figura abaix mstra um leiaute cm tps e rdapés ajustads para impressã, sem barras de btões, cm camps de entrada transfrmads em texts.

3 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Figura B11.3. Frmulári visualizad cm a primeira pçã de impressã, cm leiaute aprpriad. #1. O tp, a barra de btões e s rdapés d leiaute riginal sã substituíds apenas pr um tp de impressã, que pde ser custmizad especializand-se a página /fcls/geralimpressa.xhtml. A imagem apresentada cm padrã é declarada ns metadads glbais e a mesma utilizada na janela de lgin (se nã infrmada, default é /plc/midia/lgin-lg-empresa.png ). #2. Funções Javascript d jcmpany alteram s camps de entrada, transfrmand-s em texts simples. #3. Smente s cmpnentes d tip Btões de Rádi e Caixa de Marcaçã nã sã mdificads, pis se cmprtam bem em impressã. #4. Os títuls também sfrem adequações incluind um refrç de negrit, que cmprta bem em tdas as peles padrões dispnibilizadas cm jcmpany. Antes de imprimir, usuári pde ainda alterar títul cm um simples clique n mesm, cnfrme ilustra a Figura B11.4. Figura B11.4. Alterand títul via DHTML cm um simples clique na área d tp. - Custmizand Cmprtaments em Md de Visualizaçã - Ediçã de Camada Cntrle IV Para maximizar nssas chances de reús, pdems exibir u mitir certas infrmações, smente em Md de Visualizaçã, simplesmente testand a presença d indicadr visualizadcumentplc em escp de requisiçã. A Figura B11.5 traz um exempl de teste para escnder a linha arquivs de currículs smente quand em Md de Visualizaçã :

4 Capítul 11 Figura B11.5. Testand Md de Visualizaçã em páginas. Mas e se quiserms acrescentar algum tip de infrmaçã que exija prgramaçã Java, smente em Md de Visualizaçã? Neste cas, bastaria especializarms métd de extensã editavisualizadcumentaps() em nssa classe de cntrle FuncinariMB utilizand um mecanism similar a que fizems para ajustar s arguments de idade para data, n últim Cas de Us. Vams fazer um exempl acrescentand últim pagament recebid, a lad d camp bservaçã. Smente cnseguirems finalizar esta prgramaçã quand implementarms Cas de Us de Cálcul da Flha de Pagament, já que nã tems saláris recebids ainda (smente s valres nminais de base). Mas já pdems adiantar a sua fôrma básica, que já atende a nss prpósit didátic. 1. Edite a classe FuncinariMB e implemente um métd cm da Figura B11.6. Figura B11.6. Métd de cntrle que executa prcessament smente em Md de Visualizaçã. #1. Métd de Extensã de "editdcumentview". #2. Teste d md. A presença d flag VISUALIZA_DOCUMENTO_PLC em request indica este md.. #3. O retrn "null" mantém usuári na mesma página (default). - Cnferind a implementaçã cm Tmcat Ht Deply Depuraçã e Lgging I Neste mment vams testar a implementaçã de nss métd de cntrle, mas desta vez sem realizar nenhuma tarefa de liberaçã Maven. Nte que XHTMLs, CSS, Javascript e mídias em geral pdem ser liberadas de frma instantânea pel jcmpany Ht Deply - mas e n cas da classe FuncinariMB? O plugin para Tmcat chamad Sysde, hmlgad pel jcmpany Cnfiguratin Management, é capaz de realizar liberações a quente para classes Java. Estas liberações sã um puc mais cmplexas

5 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas d que uma cópia simples de um arquiv FuncinariM.class, d Eclipse para Tmcat. Elas exigem um recarregament desta classe pr parte d Class Lader, que é módul ds Applicatin Servers encarregad de instanciar e manter estratégias de caching para códigs interpretads pela JVM*. Prtant, pdems testar imediatamente implementações em classe Java, sem esperas, desde que tenham sid liberadas uma primeira vez via Maven. Em alterações de uma frma geral, que sã 95% das demandas, esta facilidade ns será bastante útil. 1. Chame a aplicaçã, edite um Funcinári e aperte btã de Visualizar Dcument. 2. Cnfira a cnsle, prcurand a mensagem de lg cm na Err! Fnte de referência nã encntrada.. Figura B11.7. Mensagem de depuraçã aparecend na Cnsle. Se a mensagem nã apareceu, pde haver algum prblema na cnfiguraçã d Surce Path para Tmcat Sysde. Vams cnferir. 3. Abra a lista de prjets Eclipse que estã marcads para recnheciment pel Tmcat Sysde, em Windws -> Shw View -> Servers e clique n arquiv "Tmcat". 4. Clique em "Open Launch Cnfiguratin" e irá abrir uma ppup, clique na aba Surce. 5. Cnfira se sua cnfiguraçã está cm a da Figura B11.8. * T ambém é ps s ível s e realizar c nfigurações d WT P 2.0 em prjets jcmpany para permitir H t Deply para utrs A pp Servers. M as es te tema s mente s erá abrdad em um próxim livr des ta s érie: V lume II T ópics A vançads.

6 Capítul 11 Figura B11.8. Prjets marcads n Tmcat Sysde para liberaçã imediata e recnheciment em depuraçã. Se ela estiver sem s prjets desejads, adicine-s através d btã "Add..." e reinicie Tmcat, para que passem a valer nas próximas mdificações. Se esta cnfiguraçã está crreta e a mensagem ainda nã apareceu, um utr pnt imprtante para cnferir sã s níveis de lgging d Lg4j. 6. Perceba na Err! Fnte de referência nã encntrada. que a classe de exibiçã da mensagem fi [AppMB], já que a classe de lgging utilizada está definida n ancestral de FuncinariActin, cm mstra a Figura B11.9. Figura B11.9. Classe de lg declarada n ancestral de Cntrle da Aplicaçã. N padrã que enviams cm lg.debug( mensagem ) a mensagem smente é exibida se nível de exibiçã para sua classe de lgging está cm DEBUG. Cnfira seu arquiv lg4j.prperties cm a Figura B O jcmpany Cnfiguratin Management pré-cnfigura este arquiv cm nível DEBUG para tdas as classes de lgging definidas n prjet crrente.

7 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Figura B Arquiv de def iniçã de dispsitivs, classes e níveis de lgging d Lg4j. #1. Arquiv padrã chamad lg4j.prperties. #2. A classe rtlgger é a ancestral geral, cm nível INFO. Mudá-la para DEBUG liga lgging de tdas as mensagens cntidas em classes cujs pactes nã estã declarads neste arquiv, mas que se encntram presentes na aplicaçã. #3. Para Hibernate, a classe de lg rg.hibernate.type é especialmente imprtante, pis se alterada para DEBUG exibe s arguments enviads em Prepared Statements (?) que aparecem ns SQLs! Pr ser muit útil, é pré-cnfigurada aqui pel jcmpany. #4. Classes d framewrk d jcmpany sã declaradas cm INFO. #5. Classes da aplicaçã sã declaradas cm DEBUG (d cntrári nã veríams a mensagem que fizems). #6. Definiçã da saída padrã para tdas as mensagens na Cnsle d Applicatin Server. - Custmizand em Md de Visualizaçã para Impressã Já vims cm é pssível se custmizar cnteúd apresentad em Md de Visualizaçã, que entra em cena quand usuári clica n btã Visualiza Dcument. É neste md que se deve acrescentar u remver infrmações, mtiv pel qual existem inclusive variáveis de cntrle e Template Methds dedicads a iss. Mas vejams agra um puc sbre a custmizaçã em Md de Visualizaçã para Impressã. Para ajustes, é precis que se cmpreenda sua característica especial de renderizaçã: a cntrári d Md de Visualizaçã, que exige uma nva ida a servidr para uma nva remntagem geral da página, a entrada em Md de Visualizaçã para Impressã nã renderiza tda a página nvamente, para evitar sbrecarga desnecessária. O mecanism utilizad é basicamente seguinte: 1. A página /f/fcls/geralimpressa.xhtml é chamada diretamente pr tds s frmuláris n jcmpany, pr mei de uma funçã Javascript que lhe passa, cm parâmetr, td cnteúd da página chamadra que se encntra dentr de duas marcações padrões (tkens). Esta marcações existem n template de frmulári genéric "/f/fcls/template/plcfrmsubtemplate.xhtml" (utilizad para tds s frmuláris) delineand trech significativ para impressã, cm abaix: <!-- INI --> // Crp d Frmulári Útil para Impressã <!-- FIM -->

8 Capítul Prtant, quand usuári dispara a chamada para impressã, smente tp de impressã é baixad, pis é únic cnteúd relevante da página /f/fcls/geralimpressa.xhtml. Esta pequena página é ultra leve, realizand a inclusã d cnteúd d frmulári "chamadr", passad cm parâmetr, abaix d nv tp. 3. Em seguida, esta página chama as rtinas Javascript d jcmpany que realizam a trca ds cmpnentes de frmulári pr texts mais aprpriads para impressã. Este esquema é tremendamente timizad, cmparad a uma nva renderizaçã cmpleta, mas trazem algumas cnsequencias imprtantes: Custmizações mais prfundas (acréscims u retiradas de infrmações ds frmuláris) devem ser realizadas n Md de Visualizaçã (cm fizems n tópic anterir) e nã n de Md de Visualizaçã para Impressã, já que este nã realiza prcessament significativ n servidr. Prgramações n Md de Visualizaçã para Impressã sã pssíveis smente via Javascript. Em Md de Visualizaçã para Impressã, de uma frma geral, pdem ser utilizads s seguintes recurss para custmizaçã: Para alterar tp u leiaute cm um td: Especializar a página /src/main/webapp/fcls/geralimpressa.xhtml, salvand-a d prjet jcmpany_view para a Camada Bridge* u para um prjet específic. Para alterar estil CSS: Para alterações em estils que devam crrer smente neste md, deve-se utilizar a declaraçã CSS "bdy.plc-impressa" cm seletr, antes de qualquer utr estil. Ex.: "bdy.plc-impressa span.af_utputlabel {}" pssibilita alterar-se estil de rótuls smente em md impressã. - Reutilizand Frmuláris para Smente Cnsulta Já deu para perceber que, cm pequens ajustes, s recurss generalizads n jcmpany FS Framewrk ns livrarã de redundar muits elements de manutençã na nssa desejável cnsulta; e de um retrabalh que eliminarems pr inteir:mais um bcad de XHTMLs, declarações n facescnfig.xml, metadads etc. Mas ainda precisams respnder a uma questã: Cm trnar tud iss transparente para usuári final? Muits usuáris nã pderã inclusive manter funcináris, entã entrar através da pçã de manutençã para depis cmandarem cnsultas e impressões nã seria muit aprpriad. Mesm que impedíssems estes usuáris de alterar, escndend btões e impedind submissões ( POSTs ) de manutençã, a chamada via menu nã seria muit intuitiva. Prtant, cm pdems dispnibilizar este nss reús para atender à especificaçã d Cas de Us UC003 Cnsultar/Imprimir Ficha Funcinal! em um item de menu própri de md que abra diretamente a nssa Ficha d Funcinári? Vams respnder a esta questã simplesmente declarand um nv item de menu e chamand nssa mesma Clabraçã de Manutençã /funcinarimdt, passand alguns parâmetrs especiais na URL: 1. Edite arquiv geralmenu.xhtml (Cntrl+Shift+R) cpiand seguinte blc de códig: * A c amada Bridge fi intrduzida n c apítul 4, s bre arquitetura. É um módul c rprativ que atua em grande parte c m uma c amada (layer), s ervind para generalizações de arquitetura es pecíficas da empres a que c rrem após jc mpany e antes das aplic ações.

9 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Figura B Cpiand item de menu n editr 2. Em seguida, altere títul chave para menu.funcinari.cn.titul. Agra altere hiperlink de chamada, incluind sufix &amp;mfplc=t&amp;mcplc=v. Nte que trech em negrit acima é necessári pis querems que seja renderizad n Navegadr cm simplesmente &mfplc=v&mcplc=t. O us de & n lugar de simplesmente um & deve-se a fat de desejarms passar parâmetrs de URL que nã afetarã frmulári de seleçã, apenas d de manutençã, que será transfrmad n de cnsulta. Entã tken "&amp;" é separadr padrã para esta técnica. Figura B Alterand hiperlink para realizar chamada de f rmulári de manutençã em md cnsulta. mfplc=v (Md Frmulári = Visualiza). Abrir uma seleçã passand este parâmetr, u diretamente uma manutençã, faz cm que frmulári se abra em Md de Visualizaçã de Dcument. mcplc=t (Md Cmpnentes = Text). Abrir uma seleçã passand este parâmetr, u diretamente uma manutençã, faz cm que s cmpnentes d frmulári se abram cm cmpnentes cnvertids para texts. 3. Defina rótul para a entrada de menu em ApplicatinResurces_pt_BR.prperties. Lembrete: Nã se esqueça de tabular após infrmar text neste editr. Se acinar salvamente sem uma tabulaçã, últim text nã será gravad. Figura B Rótul para item de menu. 4. Salve s arquivs e faça uma nva liberaçã Rápida para Tmcat cm Reinici. 5. Entre na aplicaçã e clique em nss nv item de menu. A mesma página de seleçã de funcináris deve aparecer, cm na Figura B11.14.

10 Capítul 11 Figura B Nv item de menu, reutilizand a mesma seleçã d anterir. 6. Agra selecine em um bjet. Desta vez, ele já aparece apresentad em Md de Visualizaçã. Figura B Nv item de menu, reutilizand a mesma seleçã d anterir. #1. Página de cnsulta aparece lg na entrada da ediçã e dentr d leiaute nrmal. #2. A Barra de Ações é ajustada para cnsulta apenas, restand smente btã Abrir. #3. O leiaute d frmulári aparece em Md de Visualizaçã e cm camps em Md Text, uma mistura cm leiaute de impressã. Perceba que, diretamente neste md, eventuais prgramações de ajuste específicas já sã executadas evitand um clique adicinal para usuári. Cnstatams iss pela ausência d camp bservaçã, que ajustams para nã ser exibid em tópics anterires. Imprtante: Quand reutilizand uma mesma Clabraçã de Seleçã para dis bjetivs diferentes (em nss cas, para manutençã u para a cnsulta), certifique -se de que a chamada de menu para a

11 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas seleçã da manutençã esteja passand cm parâmetr fwplc=<urlmanutençã> (Ex.: fwplc=funcinarimdt). - Garantind Acess Smente para Cnsulta Cntrle de Acess II Em nss exempl de cnsulta, se um usuári cm papel FlhaPagament quiser ver s camps de frmulári em md de manutençã, basta manipular a URL, retirand s parâmetrs especiais que clcams, para que cnsiga! Seria uma falha grsseira de segurança se estivéssems cnsiderand nssa implementaçã deste pnt de vista. Ajustes visuais em aplicações Web nã pdem ser cnsiderads cm segurança. Cnsidere-s sempre cm um cnfrt visual bem desejável, mas implemente alguma verificaçã de segurança efetiva, necessariamente n servidr. Vams agra cuidar da segurança cmeçand pr utilizar que há dispnível n padrã Java EE. E este padrã ferece recurss declarativs e suficientes para se restringir direits de gravaçã e/u cnsulta para determinads papéis em determinadas URLs: 1. Edite arquiv web.xml e clique direit em Security Rles, cm na Figura B Figura B Def inind Atres UML cm Rles Java EE n web.xml. 2. Cadastre uma entrada em rle-name para cada Atr encntrad n diagrama da Figura B11.17.

12 Capítul 11 Figura B Atres d negóci em amarel. Membrs e AreaTecnica sã utilizads pel jcmpany. 3. Em seguida, defina uma primeira restriçã, que irá impedir acess de gravaçã em funcináris, chamand-a de Funcinári Smente Cnsulta. Para tant, clique direit acima de Security Cnstraints e adicine um Web Resurce Cllectin cntend /f/n/funcinarimdt cm URL pattern e GET cm prtcl HTTP. Em seguida, adicine a rle FlhaPagament a esta restriçã. Cnfira resultad cm a Figura B Figura B Restriçã para acess de smente cnsulta para usuáris cm rle FlhaPagament #1. Nme da restriçã. #2. Nme ds recurss (cnjunts de URLs, basicamente) a serem prtegids. #3. Padrões de URL que serã prtegidas, pdend ter * cm cringa. Em nss cas, tems smente uma URL (apesar de chamada de dis mds diferentes). #4. Prtcl HTTP permitind smente GET, utilizad para ediçã de dcuments.

13 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas #5. Lista de papéis (rles) de usuáris que pdem utilizar s recurss prtegids. N nss cas, smente FlhaPagament. #6. Camp pcinal para inserir uma descriçã da "Web Resurce Cllectin". 4. Defina a restriçã para permitir manutençã smente para usuáris cm papel RH de uma frma similar, mas agra sem incluir nenhum prtcl definid. Deste md, a restriçã vale tant para GET quant para POST. Nvamente: Em Clabrações de Manutençã, jcmpany utiliza GET para a ediçã e POST para gravações. Figura B Restriçã para acess de cnsulta e manutençã (tds s cmands HTTP) rle RH. 5. Faça, cm exercíci, a definiçã da segurança para s dis primeirs Cass de Us que desenvlvems, restrits apenas a papel Administradr. 6. Para teste, precisarems criar nvs usuáris, papéis (rles) e assciações aprpriadas. Para iss, edite arquiv [jcmpany]/servers/tmcat/cnf/tmcat-users.xml e altere-, cnfrme a Figura B Imprtante: O jcmpany Cnfiguratin Management pré-cnfigura n arquiv web.xml uma primeira restriçã geral que exige n mínim papel de Membrs para qualquer usuári que queira acessar qualquer página da aplicaçã. E também uma segunda que exige papel AreaTecnica para usuáris que terã acess às funções d Menu Área de TI. Prtant, a mens que se queira mdificar esta plítica, deve-se também atribuir pel mens primeir papel as nvs usuáris de teste. Figura B Cadastrament de usuáris, papéis (rles) e assciaçã ent re ambs n arquiv Realm de teste. 7. Reinicie Tmcat para que s nvs usuáris e papéis sejam recnhecids.

14 Capítul Faça, entã, testes cm tdas as variações. Experimente autenticar cm ja", que nã pssui rle RH, e acessar a manutençã. Perceba que ainda assim será pssível a ediçã e cnsulta (já que sua rle FlhaPagament lhe dá acess de GET para cnsulta). Prém, a apertar Nv, Gravar, Excluir u qualquer utra açã que envie cmands de POST para a URL /f/n/funcinarimdt, uma mensagem padrã para restriçã de segurança aparece refletind a prteçã. - Persnalizand Menus cm Declarações Facelets Ediçã de Camada Visã IV Cm resultad da segurança que implementams n tópic anterir, invertems nssa situaçã: agra tems plíticas de segurança mais refinadas d que s ajustes de cnfrt visual. Usuáris pdem ver btões e itens de menu, mas disparam estes events, recebem mensagens de acess negad. Cm já discutims, a mairia das empresas exige que haja alguma persnalizaçã da Interface cm Usuári, cndizente cm a segurança. Ist significa smente apresentar a usuári aqueles itens de menu, abas, btões e camps de frmulári, em cnfrmidade cm seu perfil de acess. É uma precupaçã que, na verdade, serve a dis prpósits: de facilitar a vida d usuári, que passa a nã ver que nã tem direit de acessar; e de refrçar ainda mais a segurança, nã dand infrmações iniciais que pssam despertar iniciativas ilegais de invasã. N nss cas presente, a primeira necessidade óbvia é escnder itens de menu de usuáris que nã pssuem direits de acess a eles. Vams fazê-l aprveitand a ediçã d menu para melhrar a sua rganizaçã geral. Vams cmeçar criand mais blcs de menu de primeir nível, separand as pções de manutençã da estrutura rganizacinal das que lidam cm funcináris. Iss irá ns facilitar, pr exempl, a aplicar restrições de segurança a primeir blc, que smente pde ser utilizad pr usuáris cm papel Administradr (veja Figura B11.21). 1. Edite arquiv geralmenu.xhtml. 2. Primeiramente, vams fazer uma cópia d primeir blc d menu. Selecine blc app.m.inicial, para em seguida cpiá-l. Figura B Cpiand blc de menu. 3. Utilize paste para clá-l abaix d blc cpiad. 4. A clar, denmine nv blc de app.m.func e, em seguida, retire s itens de chamada indesejads em cada um ds dis blcs resultantes, cnfrme ilustra a Figura B11.22.

15 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Figura B Resultad da clnagem de blc de menu já cm alterações. #1. Exclusã de itens de funcinári d app.m.inicial. #2. Alteraçã d títul (rótul que aparecerá) para app.m.func. #3. Exclusã de itens de unidade rganizacinal d app.m.func. Vams agra mdificar texts I18n. O rótul de app.m.inicial pde ser mdificad de Menu Inicial para Unid. Organizacinal. E a nva entrada para app.m.func criada cm Funcinári. Edite arquiv ApplicatinResurces_pt_BR.prperties (Cntrl+Shift+R). Após a abertura d editr, n camp name busque pr app.m.inicial. Altere rótul para Unid. Organizacinal. Em seguida, clique n btã Add para adicinar uma linha e acrescente nv rótul, cnferind cm a Figura B Figura B Mensagens para a nva rganizaçã d menu. 5. Agra cm uma melhr rerganizaçã funcinal d menu, pdems implementar facilmente nssa primeira restriçã de cnfrt visual para permitir acess a primeir blc de funções de Estrutura Organizacinal, smente a usuáris cm papel Administradr. Para tant, basta usar uma funçã Facelets especial d jcmpany, chamada "plct:execonearg". Esta funçã permite que se chame métds de qualquer bjet dispnível passand até 1 (um) argument, de dentr de arquivs XHTML/Facelets. Ela é suficiente para chamarms teste padrã Java EE para "rles" d usuári crrente, que em uma classe Java seria "request.isuserinrle("<role-x>");". E pde ser utilizada para qualquer cmpnente visual em diversas granularidades, seja em nível de blcs de menu, seja para cada item. Edite a tag de menu "<li>" d app.m.inicial e infrme a prpriedade "style" cm códig abaix: <li style="#{plct:execonearg(request,'isuserinrle','administradr')?'':'display:nne;'}">

16 Capítul 11 Nte que há um teste (finalizad pr "?") que, se avaliad cm "true" nã irá renderizar nada n "style", deixand que trech seja apresentad. Se fr "false", prém, ele renderiza "display:nne;" n HTML, que trna element e td seu cnteúd invisível. O mesm racicíni pde também ser utilizad para item de menu de manutençã de funcinári, que smente deve ser exibid para usuári cm rle "RH". Pr fim, tud iss smente irá funcinar após declararms us da bibliteca "plct" n dcument Facelets. Veja abaix as três mdificações: Figura B Opções diversas para itens de menu, inclusive segurança para blcs. #1. Declaraçã para us de funções especiais d jcmpany, através d prefix "plct". #2. Teste que irá exibir u nã a primeira seçã de menu (Unidade Organizacinal) em cnfrmidade cm as rles d usuári. N cas, smente se ele tiver rle "Administradr". #3. Teste adicinal que irá exibir u nã a pçã de menu para ediçã de funcinári, smente send permitida para usuáris cm rle "RH". - Testand Cnfrt Visual assciad à Segurança Cm a finalizaçã da prgramaçã, vams liberar mais uma vez a aplicaçã para testar se as plíticas de segurança e cnfrt visual estã cerentes. 1. Libere utilizand Liberaçã Rápida para Tmcat cm Reinici. 2. Entre cm usuári maria, que nã tem papel RH, mas tem de Administradr. O resultad esperad deve ser da Figura B Figura B Acess para perf il de maria. Perceba que ela ainda vê blc de menu Funcináris, mas nã tem acess visual à pçã de manutençã de funcináris, que é um cnfrt visual.

17 Mas que acntece se ela tenta furar a segurança? Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas 3. Cnsulte um funcinári e, em seguida, altere a URL da ediçã, retirand s parâmetrs que frçam a exibiçã em cnsulta. Ou seja, deixand smente uma URL cm.../f/n/funcinarimdt?chplc=[object-id]. Perceba que este funcinári aparece editad para manutençã, tericamente furand a segurança. 4. Tente agra gravar registr. Se a plítica de segurança fi definida crretamente n arquiv web.xml, aparecerá a mensagem da página /plc/errs/err403.html, exibida na Figura B Esta página é registrada cm padrã, também n arquiv web.xml, para exibir mensagens de segurança. Neste cas, a explicaçã mais técnica é Maria tentu dar um POST nã permitid para seu perfil, na URL /f/n/funcinarimdt. Figura B Mensagem padrã para err http 403 para segurança averiguada n servidr. Dica: Para se custmizar esta página de err, bem cm tdas as páginas para errs padrões HTTP*, deve-se alterar registr das páginas de err n web.xml apntand para uma específica. 5. Entre agra cm usuári jse, que tem papel RH. O resultad esperad é da Figura B Ele nã tem acess visual à barra de menu de unidade rganizacinal, mas tem acess às funções de funcinári. Figura B Acess para perf il de jse, mais restrit que de maria. 6. Entre agra cm ja, que tem papel FlhaPagament mas nã tem RH u Administradr. O acess visual é mais restrit. Até agra, a única funçã que este perfil pde executar na aplicaçã é cnsultar funcináris. * N te que númer é um padrã http para errs de s eguranç a. E xistem váris utrs c ódigs para variadas situações e cada um deles pde ps suir uma página própria de mens agem padrã.

18 Capítul 11 Figura B Acess para perf il de ja, mais restrit de tds. Segurança e Cnfrt Visual integrads cm jcmpany Security! - A prblemática da segurança em aplicações Web Discutims, neste capítul, a imprtância de se manter em sintnia as declarações e prgramações de segurança cm as custmizações de cnfrt visual. Praticams também algumas técnicas que ns permitiram atingir este bjetiv. Prém, apesar da aparência simples em um pequen exempl, trabalh para se manter estas duas dimensões de esfrç, em tdas as plíticas que surgem em aplicações reais, nã cstuma ser nada desprezível. Além diss, estas aplicações pdem exigir: Us de certificads digitais de cliente para determinads perfis de usuári que devem apresentáls para perar determinadas pções mais críticas. Manutenções frequentes de plíticas de segurança, incluind a necessidade da criaçã de nvs papéis (Rles) e nvas plíticas de restriçã. Realizar nvas alterações n arquiv web.xml, nvas mntagens e liberaçã da aplicaçã tda vez que uma plítica é alterada está fra de questã... Mas seria necessári, n esquema utilizad até aqui*! Manutençã de plíticas de segurança pr usuáris finais que devem pssuir uma IDE de Administraçã já que nã é viável alterarem plíticas via edições d web.xml. Prteçã cntra hackers (n pir sentid), pribind prgramações para implementaçã de plíticas de segurança que pr si, já é um imprtante flanc de segurança. - Utilizand jcmpany Security O jcmpany Suite, apresentad n capítul 1, traz diverss utrs prduts que sã ferecids em separad d jcmpany Develper Suite, mas que funcinam de frma imediatamente integrada. O jcmpany Security é um deles. Cm jcmpany Security (também chamad de jsecurity), tds s passs de prgramações e declarações que fizems neste capítul, tant para a segurança efetiva, via cntrle de acess n servidr, quant para cnfrt visual, se trnam desnecessáris! O jsecurity dispnibiliza uma aplicaçã de administraçã de segurança, amigável para us pr usuáris finais d negóci, que s permite criar papéis dinamicamente, além de definir e alterar plíticas de acess - smente nas aplicações sb sua respnsabilidade. Iss tud sem que haja necessidade de intervenções de prgramaçã e, prtant, expsiçã de plíticas de segurança a prfissinais de tecnlgia. As restrições dinâmicas pdem chegar até nível de camp de frmulári (Ex.: escnder camp X para usuáris de perfil Y), pedir e gerenciar certificads digitais de cliente, dentre utras sfisticações. * M es m que alguma implementaçã de A pp Server permita a mdificaçã das declarações de s egurança d web.xml em temp de exec uçã, s em exigir remntagem e reliberaçã (u s eja, a quente ), nã é razável que prfis s inais da área téc nica tmem c iênc ia destas mdificações de plítica. E es tas pç ões via App Server nunc a s ã amigáveis s uficiente para que s devids res pns áveis pela s egurança ps sam perá-las.

19 Dispnibilizand Frmuláris para Cnsulta Apenas Além diss, uma única restriçã de segurança cadastrada via jsecurity resulta tant n registr dinâmic da segurança em si (utilizand padrã JAAS), cm também em custmizações dinâmicas de GUI (via integraçã cm leiautes e cmpnentes visuais d jcmpany)! Cm iss, se ganha duplamente: em prdutividade e também em qualidade da segurança na medida em que errs ptencia is relacinads a esta sincrnia sã eliminads. O jcmpany Security é um prdut cmercializad em mdel Open Surce Gerenciad, cm jcmpany Develper Suite. Se nã fr de interesse utilizá-l, deve-se cnsiderar desenvlviment de alguma aplicaçã de administraçã de segurança similar, especialmente quand se trabalha cm desenvlviment crprativ, em larga escala.

20 Sumári Neste capítul encerrams desenvlviment d Cas de Us UC003 C nsultar/imprimir Ficha Funcinal, reutilizand ttalmente s nsss artefats desenvlvids para manutençã de funcináris através da utilizaçã de pções dinâmicas d jcmpany FS Framewrk, que permitem variações dinâmicas em leiautes e frmats de camps. Vims cm é pssível se custmizar detalhes crprativs ds leiautes de impressã, tais cm padrã lgtip e cabeçalh padrã para impressões; e também cm custmizar detalhes necessáris em cada Cas de Us, tais cm apresentar u mitir infrmações, n md e cnsulta u impressã. Pela primeira vez implementams regras de cntrle de acess de acrd cm padrã Java EE, basead em declarações de plíticas de segurança definidas n arquiv web.xml. Cmplementams esta implementaçã cm custmizações na parte de Interface cm Usuári, escndend u exibind itens de menu e/u de frmuláris, em cnfrmidade cm as plíticas de segurança estabelecidas. Um desenvlvedr experiente deve levar em trn de 2 (duas) hras para prduzir uma cnsulta de frmulári, cm qualidade para impressã inclusive, a partir de uma manutençã já existente, cm pequenas custmizações cm fizems. N próxim capítul d módul C irems realizar uma manutençã típica, pela primeira vez, e intrduçã s Cass de Us Padrões de nível secundári.

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Aula 11 Bibliotecas de função

Aula 11 Bibliotecas de função Universidade Federal d Espírit Sant Centr Tecnlógic Departament de Infrmática Prgramaçã Básica de Cmputadres Prf. Vítr E. Silva Suza Aula 11 Biblitecas de funçã 1. Intrduçã À medida que um prgrama cresce

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Clabradres Tutrial Atualizad cm a versã 3.9 Cpyright 2009 pr JExperts Tecnlgia Ltda. tds direits reservads. É pribida a reprduçã deste manual sem autrizaçã prévia e pr escrit da JExperts Tecnlgia

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO A Lógica de Prgramaçã é necessária à tdas as pessas que ingressam u pretendem ingressar na área de Tecnlgia da Infrmaçã, send cm prgramadr, analista de sistemas u suprte.

Leia mais

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA VERSÃO Eikn Dcuments 2007 Service Pack 5 (2.9.5) Fevereir de 2010 DATA DE REFERÊNCIA DESCRIÇÃO Sftware para implantaçã de sistemas em GED / ECM (Gerenciament Eletrônic

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Cnfiguraçã Pnt de Venda (PDV) Versã: 1.1 Índice 1 EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.1 INSTALANDO O TERMINAL EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.2 CAPTURANDO O NÚMERO DE SÉRIE E O GT DO

Leia mais

Event Viewer - Criando um Custom View

Event Viewer - Criando um Custom View Event Viewer - Criand um Custm View Qui, 06 de Nvembr de 2008 18:21 Escrit pr Daniel Dnda Cnhecend Event Viewer Muit imprtante na manutençã e mnitrament de servidres Event Viewer é uma ferramenta que gera

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

MANUAL DOS GESTORES DAA

MANUAL DOS GESTORES DAA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI MANUAL DOS GESTORES DAA MÓDULOS: M atrícula e P rgramas e C DP [Digite resum d dcument aqui. Em geral, um resum é um apanhad

Leia mais

Tutorial de criação de um blog no Blogger

Tutorial de criação de um blog no Blogger Tutrial de criaçã de um blg n Blgger Bem-vind a Blgger! Este guia pde ajudar vcê a se familiarizar cm s recurss principais d Blgger e cmeçar a escrever seu própri blg. Para cmeçar a usar Blgger acesse

Leia mais

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection)

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection) Prjet de Sexta-feira: Prfessra Lucélia 1º Pass Criar banc de dads u selecinar banc de dads. Ntas: Camps nas tabelas nã pdem cnter caracteres acentuads, especiais e exclusivs de línguas latinas. Nã há necessidade

Leia mais

Processo TCar Balanço Móbile

Processo TCar Balanço Móbile Prcess TCar Balanç Móbile Tecinc Infrmática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centr Cascavel PR 1 Sumári Intrduçã... 3 Funcinalidade... 3 1 Exprtaçã Arquiv Cletr de Dads (Sistema TCar)... 4 1.1 Funcinalidade...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01.

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01. Agenda Intrduçã Diariamente cada um ds trabalhadres de uma empresa executam diversas atividades, muitas vezes estas atividades tem praz para serem executadas e devem ser planejadas juntamente cm utras

Leia mais

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras FKcrreisg2_cp1 - Cmplement Transprtadras Instalaçã d módul Faça dwnlad d arquiv FKcrreisg2_cp1.zip, salvand- em uma pasta em seu cmputadr. Entre na área administrativa de sua lja: Entre n menu Móduls/Móduls.

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

Versão 14.0 Junho 2015 www.psr-inc.com Contato: sddp@psr-inc.com. Representação mais detalhada da operação em cada estágio: 21 blocos

Versão 14.0 Junho 2015 www.psr-inc.com Contato: sddp@psr-inc.com. Representação mais detalhada da operação em cada estágio: 21 blocos Versã 14.0 Junh 2015 www.psr-inc.cm Cntat: sddp@psr-inc.cm SDDP VERSÃO 14.0 Nvidades Representaçã mais detalhada da peraçã em cada estági: 21 blcs Tradicinalmente, a peraçã de cada estági (semana u mês)

Leia mais

Processo de envio de e-mail de marketing

Processo de envio de e-mail de marketing Prcess de envi de e-mail de marketing Intrduçã Visand um melhr gerenciament ns prcesss de marketing das empresas, fi desenvlvid uma nva funcinalidade para sistema TCar, que tem pr finalidade realizar envis

Leia mais

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas Versã: 3.0.0.48 Empresa: TrucksCntrl Slicitante: Diretria Respnsável: Fernand Marques Frma de Slicitaçã: e-mail/reuniã Analista de Negóci: Fábi Matesc Desenvlvedr: Fabian Suza Data: 24/09/2012 Sistema

Leia mais

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463 Mdel de Negócis Trabalh n âmbit da disciplina de Mdelaçã de dads. Criaçã de uma platafrma utilizand as tecnlgias SQL PHP e Javascript.. TRABALHO REALIZADO POR: Antni Gme- 2007009 // Jrge Teixeira - 2008463

Leia mais

BIRT Viewer. Capítulo. Entendendo o BIRT Viewer. - Visualizando o relatório em múltiplos formatos

BIRT Viewer. Capítulo. Entendendo o BIRT Viewer. - Visualizando o relatório em múltiplos formatos A6Utilizand jcmpany BIRT Viewer Capítul 20 Entendend BIRT Viewer - Visualizand relatóri em múltipls frmats N capítul anterir, quand realizams "Preview" d relatóri, vims em sua frma básica, em frmat HTML.

Leia mais

com jcompany Extensions Capítulo Expandindo o Poder do jcompany Developer Suite - Entendendo as melhores práticas de customização

com jcompany Extensions Capítulo Expandindo o Poder do jcompany Developer Suite - Entendendo as melhores práticas de customização A6Extensões Arquiteturais cm jcmpany Extensins Capítul 23 Expandind Pder d jcmpany Develper Suite - Entendend as melhres práticas de custmizaçã Exercitams em váris capítuls as pssibilidades de extensã

Leia mais

Desenho centrado em utilização

Desenho centrado em utilização Desenh centrad em utilizaçã Engenharia de Usabilidade Prf.: Clarind Isaías Pereira da Silva e Pádua Departament de Ciência da Cmputaçã - UFMG Desenh centrad em utilizaçã Referências Cnstantine, L.L., &

Leia mais

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual Lja Virtual Desenvlviment FrmigaNegócis Orçament: /2012 Cliente: Respnsável: Prjet: Lja virtual Telefne: Frmiga (MG), de de 2012 Intrduçã Segue abaix prjet para desenvlviment de nv website para lja Virtual

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

Controle de Atendimento de Cobrança

Controle de Atendimento de Cobrança Cntrle de Atendiment de Cbrança Intrduçã Visand criar um gerenciament n prcess d cntrle de atendiment de cbrança d sistema TCar, fi aprimrad pela Tecinc Infrmática prcess de atendiment, incluind s títuls

Leia mais

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP Dissídi Retrativ Cálculs INSS, FGTS e geraçã da SEFIP A rtina de Cálcul de Dissídi Retrativ fi reestruturada para atender a legislaçã da Previdência Scial. A rtina de Aument Salarial (GPER200) deve ser

Leia mais

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA 2015 Orientações para a Escrituraçã Cntábil Digital (Sped Cntábil) Versã 14.01 Sluções SPDATA Equipe SAT Análise Desenvlviment e Qualidade de Sftware 07/04/2015 Sumári Objetiv... 3 Cnsiderações gerais...

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

De fato, o caminho mais eficiente para se construir uma solução é não construí-la, reutilizando uma existente.

De fato, o caminho mais eficiente para se construir uma solução é não construí-la, reutilizando uma existente. A6Instaland jcmpany Capítul 2 Gerência de Cnfiguraçã em Java EE Open Surce - Reús x Geraçã de Códig A mairia ds arquitets e desenvlvedres de sftware atualmente busca salts de prdutividade e qualidade através

Leia mais

Administração de Redes Servidores de Aplicação

Administração de Redes Servidores de Aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administraçã de Redes Servidres de Aplicaçã

Leia mais

Interfaces com o Usuário. Capítulo. Entendendo o resultado produzido para UC002 Manter Funcionário!

Interfaces com o Usuário. Capítulo. Entendendo o resultado produzido para UC002 Manter Funcionário! 6Testand e Aprimrand Interfaces cm Usuári Capítul 10 Entendend resultad prduzid para UC002 Manter Funcinári! - Frmulári Padrã para Manter Agregaçã Mestre/Detalhe - Usabilidade III A clicarms na pçã Menu

Leia mais

PDF Livre com o Ghostscript

PDF Livre com o Ghostscript PDF Livre cm Ghstscript Um tutrial para criaçã de um geradr de arquivs PDF em Windws, basead em ferramentas gratuitas. Márci d'ávila, 05 de mai de 2004. Revisã 8, 20 de setembr de 2007. Categria: Text

Leia mais

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas Prcessadr de Text Funcinalidades Avançadas ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 MODELOS...4 Criar Mdels...5 MODELO NORMAL...6 Alterar mdel Nrmal.dtm...7 IMPRESSÃO EM SÉRIE MAILINGS...7 Cartas e mensagens de crrei electrónic...8

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Data: 17-09-2008 Data: Aprvad: Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Events.dc

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

"Manter Agregação Mestre/Detalhe"

Manter Agregação Mestre/Detalhe 6Implementand Padrã "Manter Agregaçã Mestre/Detalhe" Capítul 8 Implementand UC002 Manter Funcinári! - Analisand a especificaçã A terceira especificaçã de Cas de Us que irems implementar está definida n

Leia mais

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas SGCT - Sistema de Gerenciament de Cnferências Tecnlógicas Versã 1.0 09 de Setembr de 2009 Institut de Cmputaçã - UNICAMP Grup 02 Andre Petris Esteve - 070168 Henrique Baggi - 071139 Rafael Ghussn Can -

Leia mais

API de Integração E-Zoop Documentação de uso

API de Integração E-Zoop Documentação de uso API de Integraçã E-Zp Dcumentaçã de us Data de Atualizaçã: 10/06/2015 Índice 1. Intrduçã... 1 2. Características... 2 Cadastr de características... 2 Exclusã de características... 4 Listagem de características...

Leia mais

1 Criando uma conta no EndNote

1 Criando uma conta no EndNote O EndNte Basic (anterirmente cnhecid pr EndNte Web), é um sftware gerenciadr de referências desenvlvid pela Editra Thmsn Reuters. Permite rganizar referências bibligráficas para citaçã em artigs, mngrafias,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 8 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.2 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.2... 2 SEGURANÇA... 2 SAÚDE... 2 SAÚDE/AUDIOMETRIA...

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

FRWTC-220 DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA WEB

FRWTC-220 DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA WEB FRWTC-220 DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA WEB SOBRE A FRAMEWORK A Framewrk (www.frwtc.cm) atua diretamente cm prfissinais d segment de tecnlgia em busca de capacitaçã, atualizaçã e certificaçã, curss

Leia mais

Design Patterns ABSTRACT FACTORY EMERSON BARROS DE MENESES

Design Patterns ABSTRACT FACTORY EMERSON BARROS DE MENESES Design Patterns ABSTRACT FACTORY EMERSON BARROS DE MENESES 1 Breve Históric Sbre Design Patterns A rigem ds Design Patterns (Padrões de Desenh u ainda Padrões de Prjet) vem d trabalh de um arquitet chamad

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Cnteúd prgramátic CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Este é cnteúd prgramátic d curs preparatóri n nv prgrama CDO-0001 para a certificaçã CmpTIA CDIA+. CONCEITUAL ECM Apresentaçã ds cnceits envlvids

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

Academia FI Finanças

Academia FI Finanças Academia FI Finanças A Academia é melhr caminh para especializaçã dentr de um tema n ERP da SAP. Para quem busca uma frmaçã cm certificaçã em finanças, mais indicad é participar da próxima Academia de

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D

RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D ULTRASSONOGRAFIA OBSTÉTRICA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA FETAL ANEXO 1 TUTORIAL PARA EXPORTAÇÃO

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.04 S4 Página 1 de 14 INDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.04 DO SST...3 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.04...3 PRESTADOR...3 Relatóri de Metas...3 CLIENTE...4 Tela

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager!

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager! WEB MANAGER Cnhecend Web Manager! O Web Manager é uma pdersa ferramenta para gestã de Sites, prtais, intranets, extranets e htsites. Cm ela é pssível gerenciar ttalmente seus ambientes web. Integrad ttalmente

Leia mais

Proposta. Projeto: VENSSO. Data 25/05/2005. Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes. Responsável. Autor (s)

Proposta. Projeto: VENSSO. Data 25/05/2005. Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes. Responsável. Autor (s) Prpsta Prjet: Data 25/05/2005 Respnsável Autr (s) Dc ID Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes Lcalizaçã Versã d Template

Leia mais

PAULO ALVIM TIRANDO O MÁXIMO DO JAVA EE 6 OPEN SOURCE. 3ª edição. com jcompany Developer Suite

PAULO ALVIM TIRANDO O MÁXIMO DO JAVA EE 6 OPEN SOURCE. 3ª edição. com jcompany Developer Suite PAULO ALVIM TIRANDO O MÁXIMO DO JAVA EE 6 OPEN SOURCE cm jcmpany Develper Suite 3ª ediçã Bel Hriznte Paul César Alvim Ottni 2010 Tirand Máxim d Java EE 6 Open Surce cm jcmpany Develper Suite 2010 Pwerlgic

Leia mais

Implementando o Padrão "Manter Agregação Mestre/Detalhe"

Implementando o Padrão Manter Agregação Mestre/Detalhe 8 Capítul Implementand Padrã "Manter Agregaçã Mestre/Detalhe" 6 Implementand UC002 Manter Funcinári! - Analisand a especificaçã A terceira especificaçã de Cas de Us que irems implementar está definida

Leia mais

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente Sistema de Cmercializaçã de Radifármacs - Manual d Cliente O IEN está dispnibilizand para s seus clientes um nv sistema para a slicitaçã ds radifármacs. Este nv sistema permitirá a cliente nã só fazer

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Dcumentaçã de Versã Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 6 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.1 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.1... 2 PRESTADOR... 2 CLIENTE...

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

IBOConsole Instalação e Configuração. Ferramenta para gerenciamento do banco de dados.

IBOConsole Instalação e Configuração. Ferramenta para gerenciamento do banco de dados. IBOCnsle Instalaçã e Cnfiguraçã Ferramenta para gerenciament d banc de dads. 2 IBOCnsle ÍNDICE INSTALAÇÃO IBOCONSOLE... 3 CONFIGURAÇÃO IBOCONSOLE... 6 Menu Cnsle... 6 Menu View... 8 Menu Server... 8 Menu

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Acess Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

Linguagem de. Aula 07. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagem de. Aula 07. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagem de Prgramaçã IV -PHP Aula 07 Prfa Cristiane Kehler cristiane.kehler@canas.ifrs.edu.br Banc de Dads Manipulaçã de Banc de Dads HTML básic códigs cm páginas estáticas HTML + PHP códigs cm páginas

Leia mais

Integração Ayty CRM e Altitude

Integração Ayty CRM e Altitude Dcumentaçã Elabrada pr: Ayty CRM Data / Lcal: 30/10/2011 Prjet: Ayty CRM cm Discadr Altitude Versã: 1.0 Dcument: Integraçã AytyCRM e Discadr Altitude Integraçã Ayty CRM e Altitude Sumári: Principais Fluxs:...

Leia mais

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 OBJETIVO Infraestrutura e tecnlgia d Prtheus sã a base de uma sluçã de gestã empresarial rbusta, que atende a tdas as necessidades de desenvlviment, persnalizaçã, parametrizaçã

Leia mais

CRONOGRAMA DELPHI para turmas Aproximadamente 84 horas - aulas de 2 horas

CRONOGRAMA DELPHI para turmas Aproximadamente 84 horas - aulas de 2 horas CRONOGRAMA DELPHI para turmas Aprximadamente 84 hras - aulas de 2 hras Primeira Parte Lógica de Prgramaçã 5 aulas 10 hras AULA 1 OBJETIVO 1. Cnceits básics: Algritm, Tips de Variáveis, Tips e Expressões

Leia mais

Política de Privacidade Qrush Cards

Política de Privacidade Qrush Cards Plítica de Privacidade Qrush Cards Última atualizaçã em 21/09/2013 A Qrush Tecnlgia e Serviçs Ltda repeita a privacidade de seus clientes e usuáris e desenvlveu esta Plítica de Privacidade para demnstrar

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software).

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software). HARDWARE e SOFTWARE O Cmputadr é cmpst pr duas partes: uma parte física (hardware) e utra parte lógica (sftware). Vcê sabe qual é a diferença entre "Hardware" e "Sftware"? Hardware: é nme dad a cnjunt

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Pnt Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO POLÍTICA SOBRE PRESENTESE ENTRETENIMENTO Oferecer u receber presentes cmerciais e entreteniment é frequentemente uma frma aprpriada

Leia mais

Um controlador de domínio baseado em Linux para laboratório vsphere - parte 4

Um controlador de domínio baseado em Linux para laboratório vsphere - parte 4 Um cntrladr de dmíni basead em Linux para labratóri vsphere - parte 4 Essa é uma série de quatr artigs, que explicam cm instalar e cnfigurar um appliance basead em Linux em seu ambiente de labratóri vsphere

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

CAPÍTULO III Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas.

CAPÍTULO III Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas. Apstila Sóln Cnheciments Básics de Infrmática CAPÍTULO III Principais aplicativs cmerciais para: ediçã de texts e planilhas. Micrsft Office (Wrd 2003 - Excel 2003) BROffice 2.0 (Calc, Writer) Aplicativs

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO SIGIO Sistema Integrad de Gestã de Imprensa Oficial MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO S I G I O M A N U A L D O U S U Á R I O P á g i n a 2 Cnteúd 1 Intrduçã... 3 2 Acess restrit a sistema... 4 2.1 Tips de

Leia mais

CURSO. Curso CSS/Tableless. A estrutura de um documento HTML Criando primeiro documento

CURSO. Curso CSS/Tableless. A estrutura de um documento HTML Criando primeiro documento Curs CSS/Tableless A estrutura de um dcument HTML Criand primeir dcument Trabalhand cm imagens Criand Links Apresentand Dreamweaver CS4 Wireframe Entendend s Dctypes Criand primeir XHTML Criand XHTML cm

Leia mais

Casos de Uso Centrados em Dados (Primários)

Casos de Uso Centrados em Dados (Primários) B Módul Cass de Us Centrads em Dads (Primáris) A. Este é um módul prátic que traz tutriais cm passs para implementaçã de Cass de Us Padrões d jcmpany Develper Suite, incluind variações típicas (Inclusões

Leia mais

MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE

MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE DAVID CHAPPELL OUTUBRO DE 2010 PATROCINADO PELA MICROSOFT CORPORATION SUMÁRIO Pr que criar um nv mdel de prgramaçã?... 3 Três regras d mdel de prgramaçã d Windws

Leia mais

IBOConsole Recuperação do Banco de Dados. Ferramenta de manutenção para recuperação de banco de dados.

IBOConsole Recuperação do Banco de Dados. Ferramenta de manutenção para recuperação de banco de dados. IBOCnsle Recuperaçã d Banc de Dads Ferramenta de manutençã para recuperaçã de banc de dads. 2 IBOCnsle ÍNDICE MAINTENANCE... 3 VALIDATION... 4 BACKUP/RESTORE... 6 BACKUP... 7 RESTORE... 10 3 IBOCnsle MAINTENANCE

Leia mais

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7)

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7) PAINT 1 (Windws7) O Paint é uma funcinalidade n Windws 7 que pde ser utilizada para criar desenhs numa área de desenh em branc u em imagens existentes. Muitas das ferramentas utilizadas n Paint estã lcalizadas

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

com jcompany Extensions Capítulo Expandindo o Poder do jcompany Developer Suite - Entendendo as melhores práticas de customização

com jcompany Extensions Capítulo Expandindo o Poder do jcompany Developer Suite - Entendendo as melhores práticas de customização A6Extensões Arquiteturais cm jcmpany Extensins Capítul 21 Expandind Pder d jcmpany Develper Suite - Entendend as melhres práticas de custmizaçã Exercitams em váris capítuls as pssibilidades de extensã

Leia mais

Manual do Licitante Pregão Eletrônico - SIAG ÍNDICE DE REVISÃO

Manual do Licitante Pregão Eletrônico - SIAG ÍNDICE DE REVISÃO ÍNDICE DE REVISÃO Data Versã Descriçã Páginas 2/75 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 5 2. ÁREA DO LICITANTE 5 3. ACESSANDO O SISTEMA 5 2.1 Pregões 6 2.1.1 Em Andament 6 Assistind Pregã 7 2.1.2 Futurs 10 2.1.3 Lançar

Leia mais

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Plan de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Escla Clégi Eng Juarez Wanderley Prfessr Fernand Nishimura de Aragã Disciplina Infrmática Objetivs Cnstruçã de um website pessal para publicaçã de atividades

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS INDICE Descriçã básica...3 A. Quem pde acessar módul?... 3 Relações Ministeriais, Prcess...4 B. Etapas e Agentes... 4 C. Duraçã d prcess... 4 Atividades Permitidas as Usuáris d

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK Use as instruções de acrd cm a versã d seu Outlk (2010, 2007 u 2003) Para saber a versã de seu Outlk, clique n menu Ajuda > Sbre Micrsft Office

Leia mais