LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS"

Transcrição

1 fl. de 7 Endereço Local Aprovado Data Rev. UNIOP-SP Av. Paulista, 06 São Paulo SP 9º, 5º, 7º e 8º andares JMn (SESMS) 0/08/ C Atividade Perigo Dano (Todas) Agressão Física Assédio Discriminação Energizadas Falta de Energia Elétrica (Interrupção da Iluminação) Iluminação Inadequada Incêndio Serviços Internos Lesão Física Depressão Estresse Depressão Desmaio/Parada Cardiorespiratória/Queimadura Lesão Física Estresse/Fadiga Asfixia/Intoxicação/Lesão Física/Queimadura PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e DOCUMENTO EXTERNO Atendimento a NR0 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA Confirmar regularidade com o Condomínio PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de Análise quantitativa do iluminamento no PR-SMS-00 PPRA PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de contra Incêndios FR-SMS-07 Rev. A

2 Descargas Atmosféricas Desmaio/Parada Cardiorespiratória/Queimadura fl. de 7 Ext. Prej. INPEÇÃO PERIÓDICA Inspeção Anual e Quinquenal conforme NBR 59 (pelo Condomínio) Mal Súbito Lesão Física PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de Queda de Mesmo Nível (Inclui superfície escorregadia sanitários, café e hall) Lesão Física PR-SMS-06 Segurança nos Trabalhos em Escritório INSTALAÇÃO Utilização de carpete no piso. SINALIZAÇÃO Sinalização de piso escorregadio quando úmido para limpeza Queda em escada Lesão Física INSTALAÇÃO Corrimãos em toda a extensão da escada Queda do Elevador Lesão Física Queda no poço do Elevador Elevador parar deslocado do andar ou falha durante fechamento e abertura das portas Ar Condicionado (Síndrome dos Edifícios Doentes) Lesão Física Lesão Física Favorecimento e Agravamento de problemas de Saúde Ext. Prej Ext. Prej Contrato de Manutenção com empresa habilitada + RIA (pelo Condomínio) Contrato de Manutenção com empresa habilitada + RIA (pelo Condomínio) SINALIZAÇÃO Aviso para verificar se o elevador se encontra parado no andar (pelo Condomínio) Contrato de Manutenção com empresa habilitada (pelo Condomínio) PMOC e Análise do Ar (Condomínio) FR-SMS-07 Rev. A

3 Serviços de Escritório: Administrativos de Projetos* de Suporte Arquivamento Adm. Manutenção (*) inclui Clientes alocados na GENPRO Sujidade (Sanitários) Impotabilidade da Água Aparecimento de ratos e insetos Arranjo Físico ou Postura Inadequada Movimentos Repetitivos Aumento da probabilidade de contato com organismos patogênicos Doenças, desarranjos, intoxicações Aumento da probabilidade de contato com organismos patogênicos e Estresse/Fadiga/Lesão Estresse/Fadiga/Lesão Osteomioarticular fl. de 7 Aviso para dar descarga no vaso sanitário após a utilização HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA Higienização e Limpeza periódica dos sanitários conforme definido no PE-ADM-00 Limpeza dos reservatórios e análise laboratorial da água (pelo condomínio) Desratização e desinsetização semestral (interno: pela GENPRO; áreas comuns: pelo Condomínio) PR-SMS-05 Análise Ergonômica do Trabalho PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de LEIAUTE Alterações estudadas e definidas sob orientação da GEREN. PR-SMS-05 Análise Ergonômica do Trabalho Visitação (Clientes e fornecedores) Limpeza dos Escritórios (Subcontratada da GENPRO) Desinsetização para Controle de Vetores (Subcontratada da GENPRO) Contato/Ingestão de Vapores de Produtos de Limpeza Contato com Produto Químico Dermatose/ Alergia/ Intoxicação/ Lesão Ocular/Queimadura Dermatose/Irritação Ocular/Problemas Respiratórios PCMSO - Realização de Exames Laboratoriais definidos no PCMSO da contratada PPRA Utilização de EPI definidos no PPRA da contratada PCMSO - Realização de Exames Laboratoriais definidos no PCMSO da contratada FR-SMS-07 Rev. A

4 Manutenção (GEACO) fl. de 7 PPRA Utilização de EPI definidos no PPRA da contratada EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS Realizar serviços apenas nos finais de semana. Informar colaboradores sobre cuidados com produtos alimentícios em gavetas e armários. DOCUMENTO EXTERNO Atendimento a NR-0 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. Energizadas das instalações e equipamentos Desmaio/Parada Cardio- Respiratória/ Queimadura PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de QUALIFICAÇÃO Qualificação para serviços em eletricidade. TREINAMENTO Treinamento na NR-0 Suporte e Manutenção de TI (SEINF) Queda de escada articulada Transporte e movimentação de materiais / mobília Utilização de Ferramentas manuais/elétricas Energizadas de equipamentos de TI Lesão Física Ferimentos corte-contusos e contusões Distúrbio Postural/Lombalgias Ferimentos corte-contusos e pérfuro-cortantes Desmaio/Parada Cardio- Respiratória/ Queimadura PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de QUALIFICAÇÃO Qualificação para serviços em eletricidade. PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de FR-SMS-07 Rev. A

5 Transporte e movimentação de equipamentos de TI Queda de escada articulada Queda transportando equipamento em escada Ferimentos corte-contusos e contusões Distúrbio Postural/Lombalgias Lesão Física Lesão Física fl. 5 de 7 Serviços Externos PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de INSTALAÇÃO Corrimãos em toda a extensão da escada (Todas) Agressão Física Lesão Física PL-SMS-00 Plano de Respostas diante de PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e Assédio Depressão Estresse PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e Discriminação Depressão PE-ADM-00 Procedimentos de Conduta e Mal Súbito Lesão Física PL-SMS-00 Plano de Respostas Diante de Deslocam./Transporte de Pessoal (Veículos GENPRO) Atropelamento Lesão Física Campanha para Conscientização de de trânsito Colisão de Veículos Lesão Física - Campanha para Conscientização de FR-SMS-07 Rev. A

6 fl. 6 de 7 de trânsito HABILITAÇÃO Carteira de Habilitação dentro do prazo de validade Visita a Clientes, Fornecedores e Subcontratados Levantamento de Campo e Assistência Técnica à Obra Energizadas Contato com Produtos, Equipamentos, Superfícies, Materiais Aquecidos Contato, Mordedura ou Picada de Animais Peçonhentos e Insetos Descargas Atmosféricas Desmaio/Parada Cardiorespiratória/Queimadura Queimadura Lesão ou Doença por Contato, Mordedura ou Picada/Envenenamento Desmaio/Parada Cardio- Respiratória/Queimadura Ext. Prej. Utilizar capacete, bota com biqueira de PVC e uniforme de manga comprida Utilizar capacete, bota com biqueira de PVC e uniforme de manga comprida Utilizar perneiras Não realizar atividades em áreas abertas em dias nublados/chuvosos e deslocar-se para local protegidos com SPDA. Exposição a Poeiras Dermatose/Irritação Ocular/ Problemas Respiratórios USO DE EPI Utilizar máscara para poeira Exposição a Radiações Solares Fadiga/Lesão Ocular/Queimadura UTILIZAÇÃO DE UNIFORME Usar uniformes com mangas e calças compridas Usar protetor solar nas partes expostas ao sol Exposição a Ruído Desconforto Acústico/Estresse/Fadiga/ Perda Auditiva Média USO DE EPI Utilizar protetor auricular Exposição a Umidade Dermatose/Desconforto Térmico/Problemas Respiratórios USO DE EPI Utilizar capa de chuva. Recomendável não realizar a atividade. FR-SMS-07 Rev. A

7 Queda de Mesmo Nível (Inclui Superfície Escorregadia) Lesão Física fl. 7 de 7 Utilizar calçado de segurança Queda de Nível Diferente Lesão Física Extr. Prej. Utilizar calçado de segurança Queda de objeto na cabeça Lesão Física Extr. Prej. Utilizar capacete Impacto da cabeça em estruturas, objetos, etc. Lesão Física Utilizar capacete Os perigos relacionados acima para estas atividades são os normalmente encontrados nos contratos dos clientes da GENPRO. Previamente à execução dos serviços serão avaliados se existem outros perigos nas instalações onde os serviços serão executados. Partes Interessadas FR-SMS-07 Rev. A

Avaliação do Impacto sobre o Meio Ambiente. Abrangência. Frequência ou Probab. Incidência. Serviços Internos. 2 Regional. Baixa. Local. Baixa.

Avaliação do Impacto sobre o Meio Ambiente. Abrangência. Frequência ou Probab. Incidência. Serviços Internos. 2 Regional. Baixa. Local. Baixa. fl. de 5 Endereço Aprovado Data Rev. UNIOP-SP Av. Paulista, 0 São Paulo SP 9º, 5º, 7º e 8º andares JMn (SESMS) 0/08/4 C Atividade Aspecto Ambiental Impacto Todas Emissão Atmosférica (Incêndio) Geração

Leia mais

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir.

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir. 2.6.16 - Este programa contém as principais ações que têm sido tomadas para prevenir os danos à saúde e integridade física dos trabalhadores e da população da região, os prejuízos materiais e possíveis

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA RG PS 02 01 REVISÃO: 02 FOLHA de Emergência Manuseio a objetos cortantes (tesoura, estilete) N D 1 Corte 3 NS 2013 Técnico Descarga elétrica no manuseio de equipametos energizados Pisos com superfície

Leia mais

TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho. 1 0 Dia

TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho. 1 0 Dia TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho 1 0 Dia Realizar a apresentação dos participantes 1. Técnica de Lista de presença; apresentação e O multiplicador

Leia mais

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Rua Doutor Faivre, 888 - Fone: (41) 3264-4211 Fax: (41) 3264-4292 01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA NOME: CNPJ: ENDEREÇO: MUNICÍPIO: CEP: FONE / FAX: PROPRIETÁRIO: ENCARREGADO: 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES

Leia mais

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Introdução A Engemix possui uma equipe de Engenheiros de Segurança e Meio Ambiente capacitada para dar todo subsídio técnico para implantação, operação e desmobilização

Leia mais

AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL Número Situação Probabilidade Gravidade Resultado da Significância AVALIAÇÃO DE RISCOS A SAUDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL Avaliação do Risco a SSO Processo Atividade Perigo Riscos Associados Controle Existente

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL TÍTULO : SAÚDE E SEGURANÇA 1. OBJETIVO: Informar, conscientizar e instruir os colaboradores, sobre possíveis riscos inerentes as funções desempenhadas em seu dia a dia do trabalho.

Leia mais

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Equipamento de Proteção Coletiva (EPC): 2 Áreas vazadas: Equipamento de Proteção Coletiva (EPC) 18.13.1. É obrigatória a instalação de proteção coletiva

Leia mais

Este procedimento aplica-se a todas as Empresas de Distribuição da Eletrobras - EDEs em serviços de campo.

Este procedimento aplica-se a todas as Empresas de Distribuição da Eletrobras - EDEs em serviços de campo. Página: 1/8 1. OBJETIVO Este procedimento tem como objetivo determinar a metodologia para inspeção de postes em redes de distribuição Rural e Urbana em média e baixa tensão, visando garantir a uniformidade,

Leia mais

Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no Trabalho Curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio. Higiene e Segurança no Trabalho EPI & EPC Joinville, outubro de 2014 Medidas de Proteção no Trabalho Quando se fala em Segurança e Saúde no Trabalho

Leia mais

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES C.I.P.A. COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CURSO DE FORMAÇÃO DE CIPEIROS ÍNDICE PÁGINA INTRODUÇÃO 002 RISCOS AMBIENTAIS 003 MAPA DE RISCOS 004 ACIDENTE DO TRABALHO 006 CAUSAS DOS ACIDENTES 007

Leia mais

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos Administrativas APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos RG-083 Rev. 1 20/09/2012 CONTRATO / FRENTE DE TRABALHO: GESTÃO ATNAS ESCOPO: APOIO TÉCNICO / ADMINISTRATIVO E TRANSPORTE DE PESSOAS ALTERAÇÃO

Leia mais

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno PPRA MANUAL PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO FORMULÁRIO PARA RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Esse Formulário deve ser aplicado

Leia mais

Documentos Obrigatórios em UANs

Documentos Obrigatórios em UANs Documentos Obrigatórios em UANs Profa. Ms Kelly Ribeiro Amichi DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Para o funcionamento de uma UAN, existe a documentação obrigatória exigida pela legislação. Essa documentação deve

Leia mais

PROCEDIMENTO GERAL. Identificação e Avaliação de Perigos e Riscos de SST

PROCEDIMENTO GERAL. Identificação e Avaliação de Perigos e Riscos de SST PÁG. 1/8 1. OBJETIVO Definir a sistemática para identificação contínua de perigos, avaliação de riscos de e determinação de medidas de controle para redução dos riscos de, seguindo a hierarquia: eliminação,

Leia mais

Sinalização. Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94

Sinalização. Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94 Sinalização Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94 Materiais VINIL AUTO-ADESIVO PVC / PS Utilizado em ambientes internos e externos. Pode ser confeccionado com

Leia mais

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EP I) - NR 6 Em muitos servicos, o trabalhador precisa

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/5 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA ORGANIZAÇÃO DO ESTALEIRO 2 DESCRIÇÃO Face à legislação em vigor, estaleiros temporários ou móveis são os locais onde se efectuam trabalhos de

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 MARÇO/ 2004 SANTA MARIA - RS Rua Barão do Triunfo, 862, Santa Maria/RS - CEP: 97015-070 - Fone/Fax: (55) 222-8151 1 SUMÁRIO 1 Aspectos Gerais...3

Leia mais

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino Avaliação de riscos Filme 1 Situação 1 Caso do menino Camião a despejar carga em andamento (destravado) Menino a brincar debaixo da obra Técnicos sem EPIs Mau acondicionamento e deficiente arrumação de

Leia mais

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino Avaliação de riscos Filme 1 Situação 1 Caso do menino Camião a despejar carga em andamento (destravado) Menino a brincar debaixo da obra Técnicos sem EPIs Mau acondicionamento e deficiente arrumação de

Leia mais

Diferença EPI para dispositivos Perfurocortantes. Luciana Affonso Gerente Mkt

Diferença EPI para dispositivos Perfurocortantes. Luciana Affonso Gerente Mkt Diferença EPI para dispositivos Perfurocortantes Luciana Affonso Gerente Mkt SP, Agosto 2010 Definição EPI NR6 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção

Leia mais

Referência: Reunião Técnica, Memorial Descritivo Rev: 2. Proteções Existentes. Observações (O)/ Recomendações (R) Meio Ambiente.

Referência: Reunião Técnica, Memorial Descritivo Rev: 2. Proteções Existentes. Observações (O)/ Recomendações (R) Meio Ambiente. Ambiente Imagem 1 Vazamento de produto inflamável armazenado em frascos, bombonas ou tambores. - Falha durante o manuseio ou transporte do recipiente provocando tombamento ou queda; - Recipiente em más

Leia mais

International Paper do Brasil Ltda

International Paper do Brasil Ltda International Paper do Brasil Ltda Autor do Doc.: Editores: Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Título: Tipo do Documento: SubTipo: Serviços de Limpeza e Disposição

Leia mais

ALTO POTENCIAL DE RISCOS DE ACIDENTES

ALTO POTENCIAL DE RISCOS DE ACIDENTES 1 O QUE É ESPAÇO CONFINADO? CARACTERÍSTICAS VOLUME CAPAZ DE PERMITIR A ENTRADA DE EMPREGADOS LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES PARA ENTRADA E SAIDA DE PESSOAL NÃO E PROJETADO PARA OCUPAÇÃO CONTÍNUA POSSUI, EM GERAL,

Leia mais

Riscos e Impactos. 2 - ESCOPO Este procedimento se aplica a todas as áreas de atuação da SMART EXPRESS, inclusive quando em serviços externos.

Riscos e Impactos. 2 - ESCOPO Este procedimento se aplica a todas as áreas de atuação da SMART EXPRESS, inclusive quando em serviços externos. 1 - OBJETIVO Este procedimento tem por finalidade definir a metodologia e os critérios utilizados para identificação e avaliação dos riscos ocupacionais e impactos ambientais na SMART EXPRESS. 2 - ESCOPO

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações Aula

Leia mais

CATÁLOGO 2013 PLACAS DE SINALIZAÇÃO CONSTRUÇÃO CIVIL INDÚSTRIAS

CATÁLOGO 2013 PLACAS DE SINALIZAÇÃO CONSTRUÇÃO CIVIL INDÚSTRIAS CATÁLOGO 2013 rev. 01 PLACAS DE SINALIZAÇÃO CONSTRUÇÃO CIVIL INDÚSTRIAS Um dos fatores responsáveis pela causa de grande parte dos acidentes é a falta de sinalização disponível sobre os locais que oferecem

Leia mais

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS SETEMBRO / 2005 SANTA MARIA - RS Avenida. Medianeira 1900, Centro Santa Maria/ RS, CEP 97060-002- Fone (55) 3027 8911 Sumário 1 INTRODUÇÃO... 3 2

Leia mais

TLONAN LOGÍSTICA. PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Março de 2016

TLONAN LOGÍSTICA. PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Março de 2016 TLONAN LOGÍSTICA PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Março de 2016 T. Lonan Logística LTDA Est. do Lameirão Pequeno, 136 Campo Grande, Rio de Janeiro, RJ Tel.: +55 21 2411-1317 Fax : + 55

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estas exigências definem os deveres e as responsabilidades da CONTRATADA e estabelecem as orientações, requisitos

Leia mais

Riscos Ambientais. Riscos Ambientais

Riscos Ambientais. Riscos Ambientais Riscos Ambientais Riscos Ambientais São os agentes, elementos ou substâncias presentes nos locais de trabalho. A exposição dos trabalhadores a estes agentes pode causar acidentes com lesões ou danos à

Leia mais

NR 06 - Equipamento de Proteção Individual - EPI (1006.000-7)

NR 06 - Equipamento de Proteção Individual - EPI (1006.000-7) NR 06 - Equipamento de Proteção Individual - EPI (1006.000-7) 6.1. Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI todo dispositivo de

Leia mais

HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO

HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO CGC 95.610.887/0001-46 Inscrição Municipal 0315.411.661-0 Entidade Filantrópica reconhecida como Utilidade Pública Municipal. Estadual e Federal PPRA PROGRAMA

Leia mais

REDES DE COOPERAÇÃO PARA MELHORIA DOS AMBIENTES E PREVENÇÃO DE AGRAVOS NOS CANTEIROS DE OBRAS

REDES DE COOPERAÇÃO PARA MELHORIA DOS AMBIENTES E PREVENÇÃO DE AGRAVOS NOS CANTEIROS DE OBRAS REDES DE COOPERAÇÃO PARA MELHORIA DOS AMBIENTES E PREVENÇÃO DE AGRAVOS NOS CANTEIROS DE OBRAS Ijuí 13/09/2012 José Enio Fontoura de Andrade Médico do Trabalho CEREST-Serra Deuteronômio 22.8 Quando edificares

Leia mais

b) enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; (106.002-3 / I2)

b) enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; (106.002-3 / I2) NR 6 - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI (1006.000-7) 6.1. Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI todo dispositivo de uso

Leia mais

Security, Health and Safety

Security, Health and Safety Security, Health and Safety Conselhos para Colaboradores e Parceiros da Securitas Portugal securitas.pt As quedas, escorregadelas e os tropeçamentos são a causa de acidentes e ferimentos entre Trabalhadores.

Leia mais

Segurança a e Saúde no Trabalho

Segurança a e Saúde no Trabalho Metodologia de inspeção nos locais de trabalho: Portaria No. 5 do DSST de 17/08/92 Portaria No. 25 da SSST de 29/12/1992 Etapas de planejamento 1o. Conhecer os trabalhos anteriores 2o. Levantar a Planta

Leia mais

Prof. Gianfranco Pampalon

Prof. Gianfranco Pampalon 2º E-ENCONTRO 15º ENCONTRO DO GRUPO SESMT - ENCONTRO DR OSWALDO PAULINO 2 ENCONTRO DE SEGURANÇA E SAUDE NO TRABALHO Prof. Os nove Princípios Gerais de Prevenção 1. Evitar os riscos 2. Avaliar os riscos

Leia mais

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Sinópse Generalidades. Antecedentes Históricos. Conceitos Básicos: - Acidente do Trabalho; - Atividades e Operações Insalúbres; - Riscos Ocupacionais; - Equipamentos

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE 3 RESPONSABILIDADE DA CONTRATADA 3 ACIDENTE DO TRABALHO 4 RESPONSABILIDADE DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Sustentabilidade Para garantir um futuro próspero às próximas gerações, nós fomentamos a Sustentabilidade como um pilar fundamental para o

Leia mais

INSPEÇÃO DE SEGURANÇA

INSPEÇÃO DE SEGURANÇA INSPEÇÃO DE SEGURANÇA Grupo 01 Riscos Físicos 01. Existe ruído constante no setor? 02. Existe ruído intermitente no setor? 03. Indique os equipamentos mais ruidosos: 04. Os funcionários utilizam Proteção

Leia mais

SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO EM ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO. José Francisco Buda

SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO EM ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO. José Francisco Buda SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO EM ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO Engenheiro Civil e de Segurança no Trabalho Mestre pela UNICAMP Professor do CEFET-SP e da UNIFIAM-FAAM Interpretar as estações de tratamento

Leia mais

Aprovadas pela Portaria 3214 de 08/06/1978. Revogadas NR rurais em 15/04/2008

Aprovadas pela Portaria 3214 de 08/06/1978. Revogadas NR rurais em 15/04/2008 Ministério Trabalho e Emprego -CLT Aprovadas pela Portaria 3214 de 08/06/1978 36 NR (última( (19/04/2013 Segurança e Saúde no Trabalho em Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados) Revogadas

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 (*) (DOU de 30/12/94 Seção 1 págs 21.280 a 21.282) (Republicada em 15/12/95 Seção

Leia mais

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 Projeto N o Data de entrada: 3RFollowGoGreener-001-10-2010 Data de saída: Título do Projeto: Programa 3RFollowGoGreener - Sistema Follow é composto por Modelos de Documentos

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Conjunto de medidas educacionais, técnicas, médicas e psicológicas adotadas com o objetivo de prevenir acidentes. As causas de um acidente: a) condição insegura: Tal condição

Leia mais

ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS

ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS ROTEIRO DE INSPEÇÃO PRESTADORA DE SERVIÇOS / DEDETIZADORAS Data: A - IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA: 1-Razão Social: 2-Nome de Fantasia: 3-Alvará/Licença Sanitária:

Leia mais

PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95

PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95 PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95 Norma Regulamentadora NR 9 Riscos ambientais Nova redação Programa de Prevenção de

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade: NBR ISO 9001 Ficha de Segurança de Produto: LAB TIN 3104

Sistema de Gestão da Qualidade: NBR ISO 9001 Ficha de Segurança de Produto: LAB TIN 3104 Código: FSP-261 Revisão: 1 Página: 1/5 1 Informação do produto e da empresa Nome do produto: LAB TIN 3104 Nome da empresa: Lab Analítica e Ambiental Ltda. Endereço: Rodovia Geraldo Scavone, 2300 Condomínio

Leia mais

Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação

Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação Segue abaixo checklist que será utilizado na auditoria no fornecedor ou subcontratado das empresas signatárias.. Formalização da Empresa Peso.

Leia mais

Certificação de Proteção ao Meio Ambiente, Saúde e Segurança para Fornecedores

Certificação de Proteção ao Meio Ambiente, Saúde e Segurança para Fornecedores Certificação de Proteção ao Meio Ambiente, Saúde e Segurança para Fornecedores A Cisco Systems, Inc. (Cisco) tomará todas as medidas práticas e razoáveis para garantir a segurança do local de trabalho

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI Equipamento de Proteção Individual EPI Enquadramento NR 06 Anexo I A PROTEÇÃO DA CABEÇA Proteção da cabeça contra: A.1.1. Impactos de objetos sobre o crânio;

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS

LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS Manuel Adacio Ramos Paulo Médico do Trabalho Subgerência da Vigilância em Saúde do Trabalhador/GVISAM Coordenação de Vigilância em Saúde/SMS/PMSP LISTA

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE Controle Operacional na Indústria da Construção com base nas Normas Ohsas 18001:1999 e ISO 9001:2008. Por: Marlon

Leia mais

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS MARÇO DE 2013 A MARÇO DE 2014 PPRA NWN Logística LTDA - Aparecida de Goiânia PRRA-2013/2014 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Atendendo a Lei N

Leia mais

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços Para execução dos serviços o contratado deve enviar a documentação abaixo conforme a atividade que será desenvolvida. Para outras atividades que não constam na lista, o contratado deve enviar os documentos

Leia mais

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS APR PASSO A PASSO DOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS, OPERACIONAIS E DE SEGURANÇA DO TRABALHO

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS APR PASSO A PASSO DOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS, OPERACIONAIS E DE SEGURANÇA DO TRABALHO 1. Passo Receber o Pedido de Desligamento para execução de trabalhos de manutenção em linhas de distribuição, da área de manutenção e outras áreas da CEB-D, FURNAS, CELG, METRÔ, CAESB, CEB) GERAÇÃO, CORUMBÁ

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO PARA AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA FÍSICA DAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO PARA AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA FÍSICA DAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS I IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Nome: Endereço: AP: Nome Fantasia: Inscrição Municipal: Nº do Processo: CNPJ: Tipo de Serviço: ( ) Municipal ( ) Filantrópico ( ) Conveniado SUS RJ ( ) Privado ( ) Estadual

Leia mais

ANEXO IV - DIRETRIZES DE SEGURANÇA, MEIO- AMBIENTE E SAÚDE

ANEXO IV - DIRETRIZES DE SEGURANÇA, MEIO- AMBIENTE E SAÚDE Página 1 de 11 ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS A PARA LICITAÇÃO ORIGINAL REV. A REV. B REV. C REV. D REV. F REV. G DATA 30/01/09 10/07/09 EXECUÇÃO THIAGO THIAGO VERIFICAÇÃO THIAGO

Leia mais

CÓPIA CONTROLADA POP - PRIMATO 001 / REV. 00

CÓPIA CONTROLADA POP - PRIMATO 001 / REV. 00 Procedimento Operacional Padrão Sistema de Gestão Higiene e Saúde do Pessoal POP - PRIMATO 001 / REV. 00 HIGIENE E SAÚDE DO PESSOAL Toda e qualquer forma de manipulação de ingredientes que na sua junção

Leia mais

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs Seja bem Vindo! Curso NR 8 Edificações CursosOnlineSP.com.br Carga horária: 30hs Conteúdo programático: Introdução Circulação Atividades em Edificações com Risco de Queda Cuidados Extras na Circulação

Leia mais

3 Prevenir acidentes é dever de todos

3 Prevenir acidentes é dever de todos A U A UL LA Prevenir acidentes é dever de todos Introdução Acidente zero! Essa é uma meta que deve ser alcançada em toda empresa. Com a redução dos acidentes poderão ser eliminados problemas que afetam

Leia mais

Levantamento e Avaliação de Aspectos, Impactos, Perigose Danos - LAIPD

Levantamento e Avaliação de Aspectos, Impactos, Perigose Danos - LAIPD Área/Divisão: 550/558 - SEIFRA Correias Transportadoras Identificação: e Outros (º RC) água Redução e esgotamento dos recursos naturais MA A A 1 2 1 Lei nº 6938, de 31/08/1981 3 Programa de combate ao

Leia mais

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços.

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços. 1/5 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

CIPA GESTÃO 2013/2014

CIPA GESTÃO 2013/2014 HOSPITAL SÃO PAULO-SPDM Mapa de Risco da Empresa: Questionário auxiliar para elaboração do Mapa de Riscos Mapa de Risco é uma representação gráfica de um conjunto de fatores presentes nos locais de trabalho,

Leia mais

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho;

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho; Curso: Técnico de Segurança do Trabalho Curso Reconhecido pelo MEC: PORTARIA N 959/2007 Apresentação: O curso de Técnico de Segurança do Trabalho da Conhecer Escola Técnica é reconhecido pela excelência

Leia mais

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS JULHO / 2006. SANTA MARIA - RS Avenida. Medianeira 1900, Centro Santa Maria/ RS, CEP 97060-002- Fone (55) 3027 8911 SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO...3 2 CARACTERÍSTICAS

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO UNESP-2014 DANIELLE VARGAS E-mail:danielle@franca.unesp.br COSTSA Grupo de Segurança e Sustentabilidade Ambiental -7 (sete) TST -1 engenheiro de Segurança -1 engenheiro eletricista

Leia mais

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA 20.00.04.300 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO PARADO 20.00.04.600 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO

Leia mais

PPRA. PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS -Portaria 3.214 de 1978 NR 09 - (Documento Base)

PPRA. PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS -Portaria 3.214 de 1978 NR 09 - (Documento Base) PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS -Portaria 3.214 de 1978 NR 09 - (Documento Base) Santa Maria RS Outubro de 2013 á Outubro 2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES...

Leia mais

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras.

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras. Recepção de matérias primas Após a chegada das matérias primas à fábrica, estas são transportadas para o armazém através do empilhador, porta paletes ou através de transporte manual. Armazenamento Todas

Leia mais

A GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO UMA NOVA ABORDAGEM DE GESTÃO

A GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO UMA NOVA ABORDAGEM DE GESTÃO por A GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO UMA NOVA ABORDAGEM DE GESTÃO por Resolução do Conselho 2002/C161/01 Nova Estratégia Comunitária de Saúde e Segurança (2002 2006) Redução dos Acidentes de Trabalho

Leia mais

PPRA E PCMSO EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES. Elizabeth Sadeck Burlamaqui 09.01.2015

PPRA E PCMSO EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES. Elizabeth Sadeck Burlamaqui 09.01.2015 EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES PCMSO (NR-7) estabelece que o programa deverá ser desenvolvido sob a responsabilidade de um médico coordenador (OBRIGATORIAMENTE MT, podendo este repassar responsabilidades

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE S AMBIENTAIS Importância PPRA O PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores;

Leia mais

CONSIDERAÇÕES E FOTOS DE RECEPIENTES AQUECIMENTOS E TRANSPORTE DE PICHE

CONSIDERAÇÕES E FOTOS DE RECEPIENTES AQUECIMENTOS E TRANSPORTE DE PICHE CONSIDERAÇÕES E FOTOS DE RECEPIENTES DE AQUECIMENTOS E TRANSPORTE DE PICHE Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) 6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual EPI, todo dispositivo ou produto, de

Leia mais

Aula 8. Equipamentos de Proteção Coletiva e Individual META DA AULA OBJETIVOS

Aula 8. Equipamentos de Proteção Coletiva e Individual META DA AULA OBJETIVOS Aula 8 Equipamentos de Proteção Coletiva e Individual META DA AULA Compreender os aspectos essenciais de Combate a Incêndio e os Equipamentos de Proteção Coletiva e Individual. OBJETIVOS Ao final desta

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS ( NR ) PORTARIA Nº 3.214, DE 08 DE JUNHO DE 1978 O MINISTRO DO ESTADO, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no artigo 200, da Consolidação

Leia mais

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas)

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas) Tabela de e Prazos de Manutenção Item Apólice de s Incêndio (Revisão das Coberturas) Revisar Condições e Importâncias Seguradas. arts. 1.346 e 1348, IX, do Código Civil e art. 13, parágrafo único da Lei

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO - LTCAT PPRA NR 09

LAUDO TÉCNICO DE CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO - LTCAT PPRA NR 09 Cargo : AUXILIAR DE ESCRITÓRIO SETOR: ESCRITÓRIO Descrição da Função : Responsável por atendimento a clientes, emissão de notas fiscais, controle entrada e saída de materiais; digitação, zelar pela limpeza,

Leia mais

Conceitos básicos em Medicina e Segurança do Trabalho

Conceitos básicos em Medicina e Segurança do Trabalho Conceitos básicos em Medicina e Segurança do Trabalho A Consolidação das Leis do Trabalho foi aprovada pelo decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de l.943. Em seu art. 1º a Consolidação estatui as normas

Leia mais

Normas de Segurança para o Instituto de Química da UFF

Normas de Segurança para o Instituto de Química da UFF Normas de Segurança para o Instituto de Química da UFF A Comissão de segurança do Instituto de Química da UFF(COSEIQ) ao elaborar essa proposta entende que sua função é vistoriar, fiscalizar as condições

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - ANALISE GLOBAL - UGLIONE COMÉRCIO DE VEÍCULOS LTDA - AGÊNCIA

Leia mais

MAPA DE RISCO. Risco Químico Leve. Risco Químico Médio. Risco Químico Elevado. Risco Ergonômico Leve. Risco Ergonômico Médio. Risco Ergonômico Elevado

MAPA DE RISCO. Risco Químico Leve. Risco Químico Médio. Risco Químico Elevado. Risco Ergonômico Leve. Risco Ergonômico Médio. Risco Ergonômico Elevado MAPA DE RISCO Mapa de Risco é uma representação gráfica de um conjunto de fatores presentes nos locais de trabalho, capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores: acidentes e doenças de trabalho.

Leia mais

MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS

MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS O canteiro de obras Introdução Sistema de produção Em muitos casos de obras de construção e montagem o canteiro de obras pode ser comparado a uma fábrica

Leia mais

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD Página 1 de 5 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Nome da empresa: Anchortec Industrial e Comercial Ltda. Endereço: Rua Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar, 800, Mogi das Cruzes -

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE NÚMEROS ALARMANTES São 160 milhões de trabalhadores no mundo. Não essa não é uma estatística sobre um mega evento comemorativo ou o número de vagas disponíveis no Mercado

Leia mais

SMS NAS ATIVIDADES DE CAMPO DA ESTEIO PANORAMA

SMS NAS ATIVIDADES DE CAMPO DA ESTEIO PANORAMA SMS NAS ATIVIDADES DE CAMPO DA ESTEIO PANORAMA INTRODUÇÃO SMS, para os menos habituados à sigla ou ao conceito, Segurança, Meio-ambiente e Saúde, ou o conjunto de procedimentos aplicados à produção que

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - ANÁLISE GLOBAL - DESTAQUE AVIAÇÃO AGRÍCOLA LTDA. - SÃO PEDRO DO

Leia mais

INSTITUTO PRESBITERIANO MACKENZIE

INSTITUTO PRESBITERIANO MACKENZIE PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Mackenzie Campinas Ano: 2015 Razão social: Endereço: Instituto Presbiteriano Mackenzie Avenida Brasil, 1200 Jardim Guanabara - Campinas - SP CNPJ: 60.967.551/0007-46

Leia mais

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Definição Conforme a NR 06: EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Item 6.1 - Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR 6, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo dispositivo

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas ANEXO IV Referente ao Edital de Pregão nº. 010/2015 Especificações Técnicas 1. OBJETIVO 1.1. A presente licitação tem como objeto a prestação de serviços para realização de cursos para os colaboradores

Leia mais

Gerenciamento de Obras. Coordenação Prof. Dr. João R. L. Simões

Gerenciamento de Obras. Coordenação Prof. Dr. João R. L. Simões Gerenciamento de Obras Prof. Dr. Ivan Xavier Coordenação Prof. Dr. João R. L. Simões Fases do Gerenciamento: 3. Operação e controle da obra. 3. Operação e controle da obra: Reunião de partida da obra;

Leia mais

Saúde e segurança no ambiente de trabalho. A importância dos EPIs e EPCs na execução de serviços com eletricidade. Pesquisa. EPIs

Saúde e segurança no ambiente de trabalho. A importância dos EPIs e EPCs na execução de serviços com eletricidade. Pesquisa. EPIs 114 EPIs Saúde e segurança no ambiente de trabalho A importância dos EPIs e EPCs na execução de serviços com eletricidade 115 Os equipamentos de proteção individual e de proteção coletiva, conhecidos como

Leia mais