A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão"

Transcrição

1

2 A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão silenciosa, a Liturgia tem quatro momentos distintos:

3 1. A Liturgia da Palavra nos apresenta uma síntese da vida e da ação de Jesus: - Ele é o Servo que carrega os pecados da humanidade (1ª Leitura) - O Rei Universal que dá a vida (Evangelho) - O Único Sacerdote e Mediador entre Deus e a humanidade (2ª Leitura).

4 2. A Oração universal: exprime a abertura universal da comunidade, consciente de que a Salvação de Cristo é oferecida a todos os homens. 3. Adoração da Cruz: Jesus celebrou a sua Páscoa, "passando" através de uma morte dolorosa e humilhante, para chegar à Ressurreição gloriosa. Honrando a Cruz, adoramos e agradecemos a Jesus por seu Amor.

5 4. Rito da Comunhão: Hoje não há oferendas a apresentar ao Pai. Não é renovado no Altar o Sacrifício da Cruz, mas se faz a Comunhão com o pão eucarístico consagrado na véspera. A Paixão segundo João introduz no mistério pascal. Jesus morre no momento em que, no templo, se imolam os cordeiros destinados à celebração da Páscoa; a sua imolação é uma imolação "real", um Sacrifício realizado uma vez por todas.

6 O objetivo de João não é redigir uma crônica detalhada dos fatos, mas alimentar a fé dos discípulos e iluminá-los sobre o sentido misterioso do que aconteceu. Jesus era a "Luz", mas os homens amaram mais as trevas do que a "Luz", por isso o rejeitaram e condenaram.

7 Características dessa narrativa: 1. Oposição entre a luz e as trevas. Jesus aparece decidido, resoluto, ciente de tudo; não fala da agonia, da luta interior. Os maus agem na "escuridão da noite". 2. O velho Anás encaminha o processo de Jesus. Ele controlava toda a atividade no templo. Personifica quem ama as trevas e não suporta a "Luz", que expulsa os vendilhões do Templo.

8 3. Diante de Pilatos, algumas cenas significativas: - Os judeus estão fora; Jesus está dentro; Pilatos no meio... - Indicações de tempo: Terminada a noite iniciada com Judas ao sair do cenáculo desperta um novo dia... Ao meio dia: quando o sol brilha com mais intensidade, Pilatos proclama solene a Realeza: "Eis o vosso Rei". Jesus em silêncio, aguarda a escolha de cada um...

9 4. A Crucificação e Morte: - A Caminhada para o Calvário é breve... - Dá realce à Inscrição sobre a cruz: É a confirmação solene e oficial da realeza de Jesus, pela autoridade, em várias línguas: Universal. - As Vestes: A túnica inteiriça é dividida em 4 partes: A roupa representa a pessoa; 4 representa os pontos cardeais: O Sacrifício de Cristo tem um valor universal.

10 - A Mãe confiada ao Discípulo: Jesus convida essa mulher a acolher como filho todo discípulo que tem a coragem de seguir o Mestre até a Cruz e convida a Comunidade a considerar-se filha do Povo de Israel do qual Cristo nasceu. - A Morte de Jesus: Suave e serena, sem fenômenos... Cai o véu que impedia que o homem visse o rosto de Deus.

11 Agora contemplamos Jesus na cruz, pobre, fraco, que se entrega totalmente ao homem. - "Tenho sede" : Palavras exclusivas em João. Lembram a água viva prometida à Samaritana. - Depois da Morte: O Espírito foi entregue... Explicita a relação entre o "Espírito" e do dom da água viva. Do lado aberto, "manarão rios de água viva".

12 5. Sepultura: José de Arimatéia: aquele que fora de "noite" ter com Jesus traz perfumes usados para as festas nupciais... Não descreve um sepultamento, mas a preparação do leito sobre o qual está para ser acomodado o esposo. Concluindo: Na apresentação da Paixão de Jesus, no passado, se insistiu muito nos detalhes dramáticos do suplício da cruz, nos padecimentos, nos sofrimentos.

13 Os evangelistas e sobretudo João não pretendem comover os cristãos mediante a descrição dos tormentos atrozes infligidos a Jesus, mas procura de todas as maneiras fazer entender a imensidade do seu amor. A Imagem com que conclui a sua narrativa é a da festa das núpcias: a comunidade abraça seu esposo e mostra ter entendido quanto foi amado por ele.

14 Começa assim no Calvário a festa das núpcias que terá sua realização plena no céu. Esta será a conclusão da história de amor entre Deus e o homem. Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS

15 MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: Povo meu que te fiz Eu Pe. Ximenes - CD: Cantos da Semana santa - Paulinas comep https://www.youtube.com/user/meudomingo/videos

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública.

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. No BATISMO DE JESUS, no Rio Jordão, revela-se o Filho amado de Deus,

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

Festa Sagrada Família

Festa Sagrada Família Festa Sagrada Família Homilia para a Família Salesiana (P. J. Rocha Monteiro) Sagrada Família de Jesus, Maria e José 1. No Domingo, dentro da oitava do Natal, celebra-se sempre a festa da Sagrada Família.

Leia mais

Fé e Tradição de um Povo

Fé e Tradição de um Povo Celebrações da Semana Santa na Vila do 09 de Abril Quarta-feira 16.00 h Celebração Penitencial e Confissões na Igreja Matriz 13 de Abril Domingo de Ramos 11.00 h Bênção dos Ramos na Igreja da Misericórdia

Leia mais

Tríduo Pascal - Ano C

Tríduo Pascal - Ano C 1 A celebração da Missa Vespertina da Ceia do Senhor inaugura o Sagrado Tríduo Pascal, o coração do ano litúrgico, no qual celebramos a morte, sepultura e a ressurreição de Jesus Cristo. Trata-se de um

Leia mais

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É?

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Escola de Maria: Escola da Fé FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Formação Litúrgica: Liturgia: conceito O que é Liturgia? Termo de origem grega. ERGON (OBRA, AÇÃO, EMPREENDIMEN TO) (PÚBLICO) LEITON

Leia mais

VIA SACRA MEDITADA PELAS FAMÍLIAS REFUGIADAS DA SÍRIA. D. Samir Nassar, Arcebispo de Damasco, Síria COMISSÃO EPISCOPAL PARA A FAMÍLIA NA SÍRIA

VIA SACRA MEDITADA PELAS FAMÍLIAS REFUGIADAS DA SÍRIA. D. Samir Nassar, Arcebispo de Damasco, Síria COMISSÃO EPISCOPAL PARA A FAMÍLIA NA SÍRIA VIA SACRA MEDITADA PELAS FAMÍLIAS REFUGIADAS DA SÍRIA COMISSÃO EPISCOPAL PARA A FAMÍLIA NA SÍRIA D. Samir Nassar, Arcebispo de Damasco, Síria Felizes os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque

Leia mais

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I DOMINGO VII DA PÁSCOA (Onde a solenidade da Ascensão não é transferida para este Domingo). Semana III do Saltério Hi n o. Vésperas I Sa l m o d i a Salmos e cântico do Domingo III. Ant. 1 Elevado ao mais

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

Adoração Eucarística. André Batista. texto ser distribuído pela assembleia). Bendiz, ó minha alma, o SENHOR, e todo o meu ser louve o seu nome santo.

Adoração Eucarística. André Batista. texto ser distribuído pela assembleia). Bendiz, ó minha alma, o SENHOR, e todo o meu ser louve o seu nome santo. Adoração Eucarística Subsídios Pastorais www.fatima.pt/documentacao André Batista BATISTA, André Adoração Eucarística. Em VAZ, Carla Abreu, coord. Envolvidos no amor de Deus pelo mundo: Itinerário Temático

Leia mais

Evangelho de Lucas. O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso.

Evangelho de Lucas. O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso. Evangelho de Lucas O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso. A Dimensão Bíblica da Missão Verbita Brasil Norte SVD Referente: Benjamin Eber Barrios (Gigio) SVD Material

Leia mais

2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11)

2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11) Vivendo a Liturgia 2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11) Dezembro/2011 (João Batista) A cor litúrgica para esta celebração é a roxa. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração

Leia mais

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o 3 - Eucaristia O que é a Eucaristia? É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 1 1. Objetivos: Mostrar que o Senhor Jesus morreu na cruz e foi sepultado. Ensinar que o Senhor Jesus era perfeito; não havia nada que o condenasse. Ensinar que depois

Leia mais

Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse. A Bíblia é

Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse. A Bíblia é Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse A Bíblia é Pois é, após um longo percurso de descoberta do Antigo Testamento, chegou a vez de descobrir um pouco mais acerca

Leia mais

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista:

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista: Guião da celebração Festa do Pai-Nosso Núcleo seminário passionistas 2º Ano de catequese 2 Junho de 2012 Saudação inicial: Catequista: Boa tarde A nossa comunidade está hoje em festa, porque as crianças

Leia mais

DIOCESE DE BRAGANÇA MIRANDA VISITA PASTORAL DO BISPO ÀS COMUNIDADES DA SUA DIOCESE

DIOCESE DE BRAGANÇA MIRANDA VISITA PASTORAL DO BISPO ÀS COMUNIDADES DA SUA DIOCESE DIOCESE DE BRAGANÇA MIRANDA VISITA PASTORAL DO BISPO ÀS COMUNIDADES DA SUA DIOCESE SUBSÍDIOS PASTORAIS CONFORME DMPB E EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PASTORES GREGIS NATUREZA E FINALIDADE Visita pastoral é a que

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO 1 CATEQUESE VOCACIONAL 1. ACOLHIMENTO 2. ORAÇÃO INICIAL: A catequese deve iniciar sempre com uma oração conjunta: Todos de pé rezamos pedindo ao Senhor que continue a chamar jovens para a vida sacerdotal

Leia mais

Jubileu de Prata 25 ANOS

Jubileu de Prata 25 ANOS Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

Cantos para o Tempo Pascal Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil

Cantos para o Tempo Pascal Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil Inicio da Missa O Senhor ressurgiu! Letra e Música: Pe. Ney Brasil C Em F C... O Senhor ressurgiu,... Aleluia, aleluia! F Dm Dm7 G...É o Cordeiro Pascal,... Aleluia, aleluia! C Em F C Imolado por nós,...

Leia mais

NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem

NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem 15 de setembro NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem Solenidade Para nós Servos de Maria, a devoção a Nossa Senhora das Dores está ligada ao simbolismo do hábito preto e evoca um episódio

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA Objectivos: 1. Descobrir na entrega da vida de Jesus a plenitude da Sua relação com Deus Pai. 2. Acolher a fidelidade de Jesus a esta relação como geradora de vida

Leia mais

Escola de Acólitos S. Miguel Ano Lectivo

Escola de Acólitos S. Miguel Ano Lectivo ANO LITÚRGICO Contexto Histórico do Ano Litúrgico Após a morte de Jesus, os discípulos reuniam-se no primeiro dia da semana, o dia seguinte ao sábado, para celebrarem o memorial do Senhor. Nesse dia, explicavam

Leia mais

TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA

TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA 1. Quinta-Feira Santa Ao almoço D: Irmãos, Jesus Cristo fez de nós um reino de sacerdotes para Deus o nosso pai. T: A Ele, glória e poder / pelos séculos dos séculos. Amém.

Leia mais

Ano B n o 64 22 de novembro de 2015 Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo 34 o Domingo do Tempo Comum Solenidade

Ano B n o 64 22 de novembro de 2015 Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo 34 o Domingo do Tempo Comum Solenidade Ano B n o 64 22 de novembro de 2015 Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo 34 o Domingo do Tempo Comum Solenidade Cortesia da Editora Nossa Senhora da Paz Ano B n o 64 22 de novembro de 2015 Nosso

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Missa no Dia de Páscoa

Missa no Dia de Páscoa 48 DOMINGO DE PÁSOA DA RESSURREIÇÃO DO SENHOR Missa no Dia de Páscoa aríssimos irmãos e irmãs em risto: Neste dia santíssimo da Ressurreição do Senhor, em que o Espírito nos faz homens novos, oremos ao

Leia mais

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ SEIA 23 DE JUNHO 2013 ENTRADA NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, POVO SACERDOTAL, IGREJA SANTA

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! SÉRIE: QUEM É JESUS? Jesus é o Cordeiro de Deus Data: / 09 / 2010 - Semana 4. No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 1 / 7 1)

Leia mais

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho"

Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho" Celebramos hoje a festa da Ascensão do Senhor... Os últimos momentos de Jesus junto aos apóstolos e a volta de Cristo ao Pai... As leituras bíblicas descrevem

Leia mais

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA 2010 1 1 VAI COMEÇAR A MISSA (Entrada) Intr.: F#7 D B7 E A B7 E Vai começar a missa e o amor de Deus está A E F#7 B7 Bem junto a nós, inundando

Leia mais

PROC. Nº 0042/09 PLL Nº 001/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 0042/09 PLL Nº 001/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Padre Ladislau Molnar nasceu na cidade húngara de Székesfehérvár, no dia 3 de julho de 1931. Seus pais foram pequenos agricultores, profundamente católicos, que ensinavam a Bíblia

Leia mais

PARA O MATRIMÓNIO. R. Ouvi-nos, Senhor. Ou: Abençoai, Senhor, o vosso povo.

PARA O MATRIMÓNIO. R. Ouvi-nos, Senhor. Ou: Abençoai, Senhor, o vosso povo. MATRMÓNO 321 rmãos e irmãs: Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar o amor dos nossos irmãos N. e N., confiemo-los ao Senhor, dizendo (ou: cantando): Ou: Abençoai,

Leia mais

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim 5º DOMINGO DA PÁSCOA 18 de maio de 2014 Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim Leituras: Atos 6, 1-7; Salmo 32 (33), 1-2,4-5.18-19; Primeira Carta de Pedro 2, 4-9; João

Leia mais

Nossa Senhora da Assunção

Nossa Senhora da Assunção Série Pe. Roque Vicente Beraldi, CMF Novena milagrosa a Nossa Senhora da Assunção Dia da festa: 15 de agosto EDITORA AVE-MARIA Introdução Contemplações sobre a Sagrada Escritura, sem conteúdo comprovado,

Leia mais

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos 1 Advento e Natal 2 Ano Novo 3 Epifania 4 Entrada Triunfal 5 Paixão 6 Páscoa 7 Ascensão 8 Pentecostes 9 Trindade 10 Morte e Vida Eterna, Juízo Final

Leia mais

EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA

EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA HORA SANTA EUCARÍSTICA EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA O texto inspira-se no da Comissão Pastoral-Missionária do Grande Jubileu do Ano 2000, editado entre nós com o título Eu sou a vida do mundo (Paulinas,

Leia mais

TEMPO DA QUARESMA II. SEMANA SANTA HINOS. Vésperas

TEMPO DA QUARESMA II. SEMANA SANTA HINOS. Vésperas TEMPO DA QUARESMA. SEMANA SANTA Desde as Vésperas do Domingo de Ramos até à Noa do Sábado Santo inclusive, excepto nas Vésperas da Quinta-Feira Santa HNOS Vésperas O estandarte da Cruz proclama ao mundo

Leia mais

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém.

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. 13 Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. O episódio relatado por Lucas aconteceu no dia da ressurreição, durante e após uma caminhada

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

HOMILIA DO PAPA BENTO XVI. Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011. Queridos amigos!

HOMILIA DO PAPA BENTO XVI. Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011. Queridos amigos! HOMILIA DO PAPA BENTO XVI Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011 Queridos amigos! Saúdo-vos a todos, e de modo particular aos jovens que me formularam as perguntas, agradecendo-lhes

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

Bendito o que em nome do Senhor!

Bendito o que em nome do Senhor! DOMINGOS DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR 13 de abril de 2014 dia da Coleta Nacional da CF/2011 Bendito o que em nome do Senhor! Leituras: Mateus 21, 1-11; Isaías 50, 4-7; Salmo 22; Carta de São Paulo aos

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Diácono Admilson Pereira

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Diácono Admilson Pereira PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Pereira É o tempo que marca as datas dos acontecimentos da História da Salvação. É a manifestação de Deus em nosso tempo

Leia mais

DOMINGO II DA PÁSCOA Irmãs e irmãos: Supliquemos a Jesus ressuscitado que encha dos seus dons a santa Igreja, e dê a paz aos crentes e aos não

DOMINGO II DA PÁSCOA Irmãs e irmãos: Supliquemos a Jesus ressuscitado que encha dos seus dons a santa Igreja, e dê a paz aos crentes e aos não DOMINGO II DA PÁSCOA Irmãs e irmãos: Supliquemos a Jesus ressuscitado que encha dos seus dons a santa Igreja, e dê a paz aos crentes e aos não crentes, dizendo (ou: cantando), cheios de esperança: R. Cristo,

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT)

ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT) ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT) A FMT-Escola oferece este Curso para aqueles que tem um chamado para a obra de missões, mas que também queiram servir na igreja local. O CURSO A) CURSO

Leia mais

A Ação do Espírito Santo. no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ)

A Ação do Espírito Santo. no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) A Ação do Espírito Santo no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) O Espírito Santo, uma promessa de Jesus Descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará a força e sereis minhas testemunhas

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

Campinas do Sul 12 de março de 2016

Campinas do Sul 12 de março de 2016 Informativo Paroquial A BOA NOTÍCIA Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes Campinas do Sul 12 de março de 2016 PROGRAMAÇÃO PAROQUIAL DA SEMANA: Sábado, 12 de março, às 14h, missa na comunidade Na. Sra.

Leia mais

O que é Batismo? > É o sacramento pelo qual renascemos para a vida divina e nos tornamos filhos de Deus. Sacramento da iniciação a vida Cristã;

O que é Batismo? > É o sacramento pelo qual renascemos para a vida divina e nos tornamos filhos de Deus. Sacramento da iniciação a vida Cristã; Pastoral do Batismo Sacramentos Batismo O que é Batismo? > É o sacramento pelo qual renascemos para a vida divina e nos tornamos filhos de Deus. Sacramento da iniciação a vida Cristã; Consiste em derramar

Leia mais

Paulo. O sofrimento de Paulo

Paulo. O sofrimento de Paulo Paulo O sofrimento de Paulo Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados;

Leia mais

IV DOMINGO DO ADVENTO Dia 19 de Dezembro - Domingo

IV DOMINGO DO ADVENTO Dia 19 de Dezembro - Domingo IV DOMINGO DO ADVENTO Dia 19 de Dezembro - Domingo (Roxo, Prefácio do Advento IIA IV Semana do Saltério) Antífona da entrada Céus, deixai cair o orvalho, nuvens, chovei o justo; abra-se a terra, e brote

Leia mais

ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS. Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO

ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS. Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO INTRODUÇÃO «ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS» ANO DA MISERICÓRDIA PORTA SANTA INTRODUÇÃO «ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS»

Leia mais

TROVAS MAIS ALÉM... ESPÍRITOS DIVERSOS PSICOGRAFIA DE LEONARDO PAIXÃO

TROVAS MAIS ALÉM... ESPÍRITOS DIVERSOS PSICOGRAFIA DE LEONARDO PAIXÃO TROVAS MAIS ALÉM... ESPÍRITOS DIVERSOS PSICOGRAFIA DE LEONARDO PAIXÃO 1 Capa: Leonardo Paixão Digitação: Leonardo Paixão Permitida a reprodução desde que citada a fonte, conforme Lei 9.610, de 19 de Fevereiro

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO

SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO Quinta-feira depois da Santíssima Trindade ou no Domingo seguinte SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO Solenidade LEITURA I Ex 24, 3-8 «Este é o sangue da aliança que Deus firmou convosco» Leitura do Livro

Leia mais

a beleza da profissão de fé cristã

a beleza da profissão de fé cristã DIOCESE DE LEIRIA-FÁTIMA 2012-2013 ANO DA FÉ O Credo dos Apóstolos: a beleza da profissão de fé cristã Catequese para a celebração comunitária da profissão de fé do Povo de Deus Apresentação e sugestões

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

2º Domingo da Quaresma

2º Domingo da Quaresma 2º Domingo da Quaresma Homilia meditada para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Este é o meu filho muito amado: escutai-o Mc 9,7 Mc 9,2-10 1.Introdução As três leituras deste Domingo falam-nos

Leia mais

Solenidade da Ascenção do Senhor

Solenidade da Ascenção do Senhor Solenidade da Ascenção do Senhor Homilias Meditadas Lectio Divina para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Solenidade da Ascensão do Senhor Mc 16,15-20 1. Breve síntese A Solenidade da Ascensão

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

DOMINGO XXVIII. «Naamã foi ter novamente com o homem de Deus» e confessou a sua fé no Senhor

DOMINGO XXVIII. «Naamã foi ter novamente com o homem de Deus» e confessou a sua fé no Senhor DOMINGO XXVIII LEITURA I 2 Reis 5, 14-17 «Naamã foi ter novamente com o homem de Deus» e confessou a sua fé no Senhor Leitura do Segundo Livro dos Reis Naqueles dias, o general sírio Naamã desceu ao Jordão

Leia mais

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós!

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA 03 de maio de 2015 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! Leituras: Atos 9, 26-31; Salmo 22; Primeira Carta de João 3, 18-24; João 15, 1-8. COR LITÚRGICA: BRANCA

Leia mais

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz Completando a coleção do quadriênio junto com o término do Planejamento IELB 2014, temos as imagens menores que apontam para os cartazes anteriores.

Leia mais

Magistério profético na construção da Igreja do Porto

Magistério profético na construção da Igreja do Porto Magistério profético na construção da Igreja do Porto Excertos do pensamento de D. António Ferreira Gomes entre 1969-1982 A liberdade é sem dúvida um bem e um direito, inerente à pessoa humana, mas é antes

Leia mais

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11 Batismo do Senhor Homilia comentada para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Mc 1,7-11 1. Introdução. Cenário. O tema do Batismo do Senhor poderia ser definido como construir uma igreja para

Leia mais

EVANGELHO Mt 22,1-14 «.Na verdade, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos.».

EVANGELHO Mt 22,1-14 «.Na verdade, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos.». «.Na verdade, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos.». Ambiente: Continuamos em Jerusalém, nos dias que antecedem a Páscoa. Os dirigentes religiosos judeus aumentam a pressão sobre Jesus. Instalados

Leia mais

FORMULÁRIOS DAS MISSAS. 16. A Vi r g e m Ma r i a, f o n t e d a l u z e d a v i d a.

FORMULÁRIOS DAS MISSAS. 16. A Vi r g e m Ma r i a, f o n t e d a l u z e d a v i d a. TEMPO PASCAL No «grande domingo», isto é, nos cinquenta dias em que a Igreja celebra com alegria e júbilo o mistério pascal, a liturgia romana recorda também a Mãe de Cristo, na sua profunda alegria pela

Leia mais

F C G Am Meu coração se alegra com cantos e palmas celebro F C Bb C Dm Ao Deus Uno Santo e Trino, vivendo bem a fé que professo.

F C G Am Meu coração se alegra com cantos e palmas celebro F C Bb C Dm Ao Deus Uno Santo e Trino, vivendo bem a fé que professo. DIA DO SENHOR (Letra e Música André Cruz) Faixa 1 Intro: : Am G F G : Am G Am F G Hoje é o dia do senhor Am G Am F G Quero celebrar com a Igreja Am G Am F G Bom é adentrar pelos teus átrios Am G Am Pois

Leia mais

Este é o meu Filho Amado

Este é o meu Filho Amado CELEBRAÇÃO DO 2º DOMINGO DA QUARESMA 01 DE MARÇO DE 2015 Este é o meu Filho Amado Leituras: Gênesis 22, 1-2.9a.10-13.15-18; Salmo 115 (116), 10.1.16-17.18-19 (R. Sl 114,9); Carta de São Paulo aos Romanos

Leia mais

Oficina de Liturgia e. Por. Pe. Cleiton Alencar Salvador 2011

Oficina de Liturgia e. Por. Pe. Cleiton Alencar Salvador 2011 Oficina de Liturgia e Música Por. Pe. Cleiton Alencar Salvador 2011 I parte Ohomem éum ser sacramental, queno planoreligioso expressam suas relações com Deus através de um conjunto de sinais e símbolos.(puebla

Leia mais

! O CÓDIGO DE SANTIDADE

! O CÓDIGO DE SANTIDADE UMA VIDA QUE HONRA A DEUS Levítico 17 Lv 17.11 Pois a vida da carne está no sangue, e eu o dei a vocês para fazerem O CÓDIGO DE SANTIDADE Levítico 17 está estrategicamente localizado na abertura da segunda

Leia mais

SANTA BEATRIZ DA SILVA

SANTA BEATRIZ DA SILVA SANTA BEATRIZ DA SILVA Filha de pais portugueses, nasceu em Ceuta em 1424. viveu por algum tempo na corte da Rainha Isabel, mas, sofrendo perseguições invejosas, retirou-se da corte para um Mosteiro em

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

www.autoresespiritasclassicos.com

www.autoresespiritasclassicos.com www.autoresespiritasclassicos.com A Importância da Bíblia para a Doutrina Espírita Astrid Sayegh Filósofa, é Diretora de Cursos Básicos da Federação Espírita do Estado de São Paulo A Humanidade já foi

Leia mais

SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO

SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO Ano A - XXIV - Nº 1482-34º Domingo do Tempo Comum - cor branca ou dourada - 23/11/2014 SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO Dia Nacional dos Leigos(as) Preparar o espaço celebrativo

Leia mais

BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa)

BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa) BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa) Cântico de Entrada SAUDAÇÃO E MONIÇÃO INICIAL DIÁLOGO COM OS PAIS E PADRINHOS Que nome escolhestes para o vosso filho? Pais: (dizem o nome do filho). Que pedis à Igreja

Leia mais

...Festa do Credo 2000 FESTA DO CREDO RITOS INICIAIS

...Festa do Credo 2000 FESTA DO CREDO RITOS INICIAIS FESTA DO CREDO RITOS INICIAIS Entrada: Comentador: Boa tarde a todos e benvindos a esta celebração. De livre vontade e cheios de alegria vamos ao encontro do Senhor imitando as multidões que outrora seguiam

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João (Jo 20, 1-9)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João (Jo 20, 1-9) DOMINGO DE PÁSCOA (ANO A) 20 de Abril de 2014 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João (Jo 20, 1-9) 1 No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo logo de manhã, ainda escuro,

Leia mais

V DOMINGO DO TEMPO COMUM ANO B

V DOMINGO DO TEMPO COMUM ANO B CUROU MUITAS PESSOAS ATORMENTADAS POR VÁRIAS DOENÇAS V DOMINGO DO TEMPO COMUM ANO B EUCARISTIA 19H DINAMIZAÇÃO DO 8º ANO DE CATEQUESE IGREJA MATRIZ DE VILA DO CONDE Cântico Inicial Já se ouvem nossos passos

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

Escola Bíblica Ano Pastoral 2013-2014

Escola Bíblica Ano Pastoral 2013-2014 Escola Bíblica Ano Pastoral 2013-2014 Paróquia do Candal Um jugo suave 8.º encontro 8 de janeiro de 2014-21:30 horas - Cripta da igreja Que procuramos neste encontro? ü Hoje, escutaremos o convite que

Leia mais

O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO...

O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO... O QUE ESTUDAREMOS? O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO... 1. A Fé em Jesus Cristo: Cristologia a partir do CIC 2. A Fé Anunciada: Missiologia a partir do Decreto Ad Gentes 3. A Nova Evangelização: Conceito e compreensão

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe.

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe. NOVENA O verdadeiro crente deve conscientizar-se da importância da oração em sua vida. O senhor Jesus disse : Rogai sem cessar ; quando fazemos uma novena que é uma de oração, estamos seguindo um ensinamento

Leia mais

Oração da CF 2014. Amém!

Oração da CF 2014. Amém! Oração da CF 2014 Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados. Fazei que experimentem a libertação da cruz e a ressurreição de Jesus. Nós vos pedimos pelos

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais