Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)"

Transcrição

1 Prova Preambular Delegado São Paulo 2011 Módulo VI - Informática Confrontada com o gabarito oficial e comentada 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) a) Garante as liberdades de execução, estudo, redistribuição e aperfeiçoamento de programas assim licenciados, permitindo a todos o conhecimento do aprimoramento e acesso ao código fonte. b) Representa a possibilidade da Administração Pública em utilizar gratuitamente de certos softwares em face da supremacia do interesse público. c) Representa a viabilidade do público em geral aproveitar o software em qualquer sentido porem preservando a propriedade intelectual do desenvolvedor. d) Garante ao desenvolvedor os direitos autorais em qualquer país do mundo. e) Assegura apenas a distribuição gratuita de programas. X Gabarito oficial: Alternativa A. Está correto. A Licença Pública Geral GNU é uma licença copyleft livre para softwares e outros tipos de obras. As licenças de muitos softwares e outros trabalhos práticos são projetadas para tirar a sua liberdade de compartilhar e modificar as obras. Pelo contrário, a Licença Pública Geral GNU pretende garantir sua liberdade de compartilhar e modificar todas as versões de um programa - para ter certeza que permanece software livre para os seus usuários. A Free Software Foundation usa a Licença Pública Geral GNU para a maioria do nosso software, que se aplica também a qualquer outro trabalho lançado dessa maneira por seus autores. Você pode aplicá-la aos seus programas também. Quando falamos de software livre, estamos nos referindo à liberdade, não preço. A General Public License são desenhadas para se certificar que você tem a liberdade de distribuir cópias de software livre, que receba código-fonte ou possa obtê-lo se você quiser, que você pode alterar o software ou utilizar partes dele em novos programas livres e que você sabe que pode fazer essas coisas. É o que comentamos no nosso curso: Software livre se refere à liberdade dos usuários executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software. Mais precisamente, ele se refere a quatro tipos de liberdade, para os usuários do software: A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades através do acesso ao código-fonte.

2 A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie. Para quem sabe o conceito de software livre não teve dificuldade para resolver a questão. 76. DHCP e TCP/IP constituem, respectivamente, a) Protocolo de serviço de controle de transmissão e protocolo de IPs dinâmicos. b) Protocolos de distribuição e controle. c) Protocolo de controle de transmissão por IP e serviço de concessão. d) Protocolos de entrada e saída de dados. e) Protocolo de serviço com concessão de IPs dinâmicos e protocolo de controle de transmissão por IP. Gabarito oficial: Alternativa E. Está correto. Questão extremamente simples e fácil. O DHCP ("Dynamic Host Configuration Protocol" ou "protocolo de configuração dinâmica de endereços de rede") permite que todos os micros da rede recebam suas configurações de rede automaticamente a partir de um servidor central, sem que você precise ficar configurando os endereços manualmente em cada um. E nós mostramos isso em aula no Status de uma conexão de Internet. Veja a figura: Falamos também que esse sistema de atribuição dinâmico permite que o mesmo No de IP possa ser usado por mais de um internauta. Como os números de IPv4 já acabaram, esse rodízio permite, enquanto a nova versão do IPv6 não esteja toda implementada, que não haja falta de números de IP. O TCP (Transmission Control Protocol) que atua na camada 4 (Transporte) do modelo ISSO/OSI, tem a função de empacotar e desempacotar os pacotes que serão entregues pela rede e que devem ter a sua entrega confirmada. O TCP estabelece conexão entre host (duas máquinas) e garante a entrega dos pacotes.

3 77. A razão de se configurar um número específico de proxy no navegador da internet a) Permite bloquear acesso de crianças a sites inadequados. b) Impede a contaminação por vírus e malwares em geral. c) Objetiva um determinado acesso especifico na rede. d) É condição essencial para se navegar na internet por qualquer provedor e) Funciona como endereço favorito para posterior acesso. Gabarito oficial: Alternativa C. Está correto. Firewall e Proxy são programas que atuam na borda de uma rede, ou seja, é por eles que todo o tráfico de rede passa. Eles filtram, protegem e direcionam esse tráfico. Justamente por esta posição estratégica é possível configurá-los para promover melhor segurança, permitindo acesso apenas ao que é necessário. Esta configuração é feita no Firewall, pois a maioria do que trafega pela internet e nas redes é feito por meio do protocolo TCP/IP e do uso de portas. Através do Proxy é possível gerenciar o que cada usuário esta acessando, proibindo sites e downloads de determinados arquivos. Maior segurança para que redes acima de 20 computadores fiquem protegidas contra invasões, perdas causadas por vírus ou roubos de informação causada por trojans, bem como outros danos causados por outros malwares. Ainda é possível criar regras no Firewall para que a rede possa ser acessada externamente. Nesse caso, uma pessoa de casa ou em uma viagem de negócios, poderia acessar os recursos que estão na rede da empresa. É o acesso à intranet da empresa usando como via de acesso a internet. 78. Para se configurar o acesso ao servidor de por meio de um aplicativo gerenciador e necessário conhecer, em regra, a) Os protocolos de envio POP e recebimento SMTP, além do IP da máquina. b) Os protocolos de envio SMTP e recebimento POP, além do endereço de . c) Os protocolos 1MAP e SMTP, além do IP da máquina. d) Os protocolos de envio POP e recebimento SMTP, além do endereço de . e) Os protocolos IMAP e POP, o IP da máquina, além do endereço de . Gabarito oficial: Alternativa B. Está correto.

4 Vimos no curso que para configurar um cliente (Outlook, Mozilla Thunderbird, Eudora) precisamos de: Conta do usuário: ou.com.br Protocolos ou servidores de entrada: HTTP, POP, POP3, IMAP Protocolo ou servidor de saída: SMTP 79. Constituem sistemas operacionais de código aberto a) Free Solaris, MAC OS, Open BSD b) DOS, Linux e Windows. c) Linux, Mac OS, Windows e OS 2. d) Linux, OpenBSD e Free Solaris. e) Windows, Mac OS, OpenBSD Gabarito oficial: Alternativa D. Está correto. Por exclusão resolvemos com muita tranquilidade a questão. Vejamos: o MAC OS é software proprietário Apple enquanto o Windows é software proprietário Microsoft. Resta só a alternativa do gabarito. Sem dificuldades. 80. Assinale a alternativa incorreta. a) O Calc possibilita a edição de fórmulas. b) Arquivos de extensão.odt são conversíveis para.xls. c) O Base viabiliza a edição de banco de dados. d) Arquivos de texto de extensão odt editado pelo Broffice ou Open Office não abrem no Windows pois foram elaborados em Linux. e) O writer, da suíte Libreoffice ou Broffice, possui botão nativo na barra de tarefas que permite a conversão de texto era PDF. Gabarito oficial: Alternativa D. Está correto.

5 Assunto também tratado em aula e de fácil resolução. Vamos ao comparativo dos aplicativos das respectivas Suítes Office. Aplicativo MS-Office BrOffice.Org Processador de texto Word Writer Planilha Eletrônica Excel Calc Apresentação de Slides Power Point Impress Banco de Dados Access Base O Calc como o Excel permite a realização de operações matemáticas entre outras. No Salvar Como dos aplicativos BrOffice você pode converter os arquivos para extensões de MS-Office. O Base é um Gerenciador de Banco de Dados. NO Writer, Calc e Impress existe o botão arquivos para PDF. que permite a exportação dos respectivos É isso querido candidato. Prova extremamente tranquila. Boa sorte e conto com você para a segunda fase do concurso. Boa Sorte. Prof. Edu Benjamin 27/09/11

PREFEITURA MUNICIPAL DE BUENO BRANDÃO ESTÂNCIA CLIMÁTICA E HIDROMINERAL CNPJ: 18.940.098/0001-22

PREFEITURA MUNICIPAL DE BUENO BRANDÃO ESTÂNCIA CLIMÁTICA E HIDROMINERAL CNPJ: 18.940.098/0001-22 1. Qual programa não faz parte do pacote BrOffice.org? a) Groove b) Writer c) Draw d) Math e) Calc 2. Considerando a figura abaixo que apresenta uma parte da Barra de ferramentas de formatação do LibreOffice

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar.

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. Quais são eles? Vários outros programas 1 Sistema Básico

Leia mais

Software Livre Introdução ao Linux

Software Livre Introdução ao Linux Software Livre Introdução ao Linux Instituto Granbery 06/03/2004 Carlos de Castro Goulart Departamento de Informática-UFV goulart@dpi.ufv.br Parte I - Software Livre O que é Software Livre? Vantagens da

Leia mais

Como é o desenvolvimento de Software?

Como é o desenvolvimento de Software? Como é o desenvolvimento de Software? Fases do Desenvolvimento Modelo Cascata Define atividades seqüenciais Outras abordagens são baseadas nesta idéia Especificação de Requisitos Projeto Implementação

Leia mais

O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA.

O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA. O GABARITO É A PARTIR DA PÁGINA 4, POIS AS ANTERIORES FORAM CORRIGIDAS EM SALA. 71 O computador em uso não possui firewall instalado, as atualizações do sistema operacional Windows não estão sendo baixadas

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha.

aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. Recurso 1 MINISTRADO EM 27/05/2015 Prova da PM aluno, Responda ao questionário e tire suas dúvidas caso as tenha. ------------------Soldado_Policia_Militar_MG_2013 1. 33ª QUESTÃO Marque a alternativa CORRETA.

Leia mais

Prof. André Di Thommazo

Prof. André Di Thommazo Unidade 3 Comunicação e Organização Pessoal Tipos de Arquivo Prof. André Di Thommazo Pacote de software para escritório Pacote de software para escritório é um conjunto de software destinados a atividades

Leia mais

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público Informática- Leandro Rangel, Analista Financeiro Contábil da AGU e professor do QConcursos.com 1- Q236949 CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Em ambiente gráfico KDE, as diversas distribuições

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 22 - ( ESAF - 2004 - MPU - Técnico Administrativo ) O

Leia mais

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP Olá pessoal, Tivemos neste último domingo (09/05/2010) a aplicação da prova da CEF para a região de SP e RJ, uma prova que todo resto Pais aguarda ansiosamente os comentários, já que servirá de base para

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 31 Na Internet, para evitar que o tráfego de dados entre os usuários e seus servidores seja visualizado por terceiros, alguns sites, como os de bancos e de comércio

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente Internet e Intranet Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Cliente / Servidor SERVIDOR Computador ou equipamento que fornece algum tipo de serviço em redes (Armazenamento e compartilhamento

Leia mais

Noções de Informática TRT -RS

Noções de Informática TRT -RS Analista Judiciário 26. Um usuário do Windows 7 Professional em português clicou, a partir do Painel de Controle, nas seguintes opções: Rede e Internet; Exibir o status e as tarefas da rede; Conexão Local;

Leia mais

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck

Prof. Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Noções de Informática Professor: Ricardo Beck Prof. Ricardo Beck www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 5 Noções de Informática SISTEMA OPERACIONAL Software O hardware consiste nos equipamentos que compõe

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

SUÍTES DE APLICATIVOS PARA ESCRITÓRIO. Prof. Erion Monteiro

SUÍTES DE APLICATIVOS PARA ESCRITÓRIO. Prof. Erion Monteiro SUÍTES DE APLICATIVOS PARA ESCRITÓRIO Prof. Erion Monteiro Pensamento do Dia Sabemos o que somos, mas não o que poderíamos ser. William Shakespeare SUÍTES DE APLICATIVOS São pacotes de programas disponibilizados

Leia mais

ÍNDICE. www.leitejunior.com.br 06/10/2009 10:21 Leite Júnior

ÍNDICE. www.leitejunior.com.br 06/10/2009 10:21 Leite Júnior ÍNDICE SOFTWARE LIVRE / OPEN SOURCE...2 PROPRIEDADE INTELECTUAL...2 GRAUS DE RESTRIÇÃO EM LICENÇAS DE SOFTWARE...2 LICENÇAS DE SOFTWARE...2 OPEN SOURCE...2 SOFTWARE LIVRE...2 GNU GPL...4 GNU LGPL...4 SOFTWARE

Leia mais

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

software livre: a tecnologia que liberta!

software livre: a tecnologia que liberta! software livre: a tecnologia que liberta! conteúdo original de www.cachorrosurtado.blogspot.com www.escolaep.blogspot.com copyleft 2010 (((SLIDE 01))) RELEMBRANDO O CONCEITO DE SOFTWARE SOFTWARE é o mesmo

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

www.leitejunior.com.br 18/05/2010 00:11 Leite Júnior CEF NACIONAL NÍVEL MÉDIO 16/05/2010

www.leitejunior.com.br 18/05/2010 00:11 Leite Júnior CEF NACIONAL NÍVEL MÉDIO 16/05/2010 CEF NACIONAL NÍVEL MÉDIO 16/05/2010 CONCURSO: CEF CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CARGO: TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA CADERNO HOTEL DATA: 16/05/2010 QUESTÃO 50 A respeito dos modos de utilização

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

Aula 01. Introdução ao Linux

Aula 01. Introdução ao Linux Aula 01 Introdução ao Linux Introdução Objetivos aprender a usar um novo sistema aprender a usar uma nova interface Como no Windows navegar pela internet (e-mails, facebook, etc) criar pastas e arquivos

Leia mais

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. A respeito dos ambientes Microsoft Office e BrOffice,

Leia mais

EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado.

EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado. Nome: Nº Série: EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado. Habilidades: Pesquisar novas ferramentas e aplicativos de informática para a área

Leia mais

E-mail (eletronic mail )

E-mail (eletronic mail ) E-mail (eletronic mail ) alice@gmail.com bob@yahoo.com.br Alice escreve uma carta Entrega no correio da sua cidade Que entrega pra o carteiro da cidade de Bob Bob responde também através de carta 1 Processo

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04 Prof. André Lucio Competências da aula 3 Servidor de DHCP. Servidor de Arquivos. Servidor de Impressão. Aula 04 CONCEITOS

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Policial Rodoviário Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. A respeito dos ambientes Microsoft Office e BrOffice, julgue os itens seguintes. 1.( ) Arquivos criados e normalmente salvos

Leia mais

8. No exccel, a fómula = SOMA (D2:D7) resultará na soma do contudo existe na célula D2 com conteúdo da célula D7.

8. No exccel, a fómula = SOMA (D2:D7) resultará na soma do contudo existe na célula D2 com conteúdo da célula D7. A respeito dos ambientes Microsoft Office e BrOffice, julgue os itens seguintes. 1. Arquivos criados e normalmente salvos no Word 2010 são compatíveis com a versão 2007, porém, em versões anteriores, esses

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02 Prof. André Lucio Competências da aula 2 Instalação e configuração dos sistemas operacionais proprietários Windows (7 e

Leia mais

Conteúdo. Uma visão social. O que é? Dá certo? Custos. Recomendações. Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems. Software Livre Junho de 2011

Conteúdo. Uma visão social. O que é? Dá certo? Custos. Recomendações. Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems. Software Livre Junho de 2011 Conteúdo Uma visão social O que é? Dá certo? Custos Recomendações Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems Página 2 Uma visão social História da computação: o começo de tudo 1936 década de 40 Máquina

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 GESTOR AMBIENTAL - FUNCAB

leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 GESTOR AMBIENTAL - FUNCAB CONCURSO: SEMACE CARGO: GESTOR AMBIENTAL G01 - X DATA: 29/11/2009 QUESTÃO 11 - Qual das alternativas a seguir contém a sigla de uma tecnologia de transmissão digital de dados que permite conectar um computador

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 01 -Existem vários tipos de vírus de computadores, dentre

Leia mais

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01 Sumário Capítulo I Introdução à Informática... 13 1. Conceitos Básicos... 13 2. Hardware... 15 3. Software... 15 4. Peopleware... 16 5. Os Profissionais de Informática:... 16 6. Linguagem de Computador

Leia mais

Assinale a alternativa que apresenta as fórmulas CORRETAS para calcular E4 e D6, respectivamente:

Assinale a alternativa que apresenta as fórmulas CORRETAS para calcular E4 e D6, respectivamente: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO 6 INFORMÁTICA QUESTÕES DE 21 A 40 21. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que apresenta CORRETAMENTE ferramentas existentes em softwares de escritório (BrOffice ou Microsoft

Leia mais

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB)

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) Por Prof.ª Ana Lucia Castilho NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Assunto: Noções de sistema operacional (ambientes

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA. Classificação / Licenciamento de Software

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA. Classificação / Licenciamento de Software Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA Classificação / Licenciamento de Software MATERIAL PARA ESTUDO PRIMEIRO BIMESTRE Componentes de um Sistema Computacional

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FCC 2012 NOÇÕES DE : 1 Conceitos de Internet e intranet. 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC

Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC Prova do INSS 2012 Cargo Técnico FCC Prof(a) Ana Lucia de Informática 18. Pedro trabalha em uma pequena imobiliária cujo escritório possui cinco computadores ligados em uma rede com topologia estrela.

Leia mais

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO CONCURSO: SEGER / ES Com referência à tela Painel de controle do sistema operacional Windows e ao sistema operacional Windows, julgue os itens a seguir. 31 No Windows,

Leia mais

EMENTA DO CURSO DE BROFFICE

EMENTA DO CURSO DE BROFFICE EMENTA DO CURSO DE BROFFICE O curso de BrOffice está formatado com a duração de 44 horas-aulas e tem previsto 05 (cinco) módulos como descritos abaixo. Módulos Carga horária (horas/aula) Conhecendo o Computador

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Informática Básica: aplicativos de escritório Aula 2 Instrutores: Arisneuza Gonçalves Isail Araújo Danilo Azevedo

Informática Básica: aplicativos de escritório Aula 2 Instrutores: Arisneuza Gonçalves Isail Araújo Danilo Azevedo Informática Básica: aplicativos de escritório Aula 2 Instrutores: Arisneuza Gonçalves Isail Araújo Danilo Azevedo História do Linux 1987 S.O Minix Andrew S. Tanembaum 1960 Multics Unics - Unix S.O Ken

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN. Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN. Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Desenvolvimento

Leia mais

Com Software Livre você pode! Agradeço a oportunidade!

Com Software Livre você pode! Agradeço a oportunidade! Com Software Livre você pode! Agradeço a oportunidade! Agradeço a presença Fátima Conti ( Fa ) - fconti@gmail.com @faconti ( identi.ca, twitter ), Fa Conti ( diaspora, facebook ) Site: http://www.ufpa.br/dicas

Leia mais

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação versão 2.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4 Entrando em contato com a ez... 4 1.5

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

Licenças Livres. Terry Laundos Aguiar

Licenças Livres. Terry Laundos Aguiar Licenças Livres Terry Laundos Aguiar "Quando nos referimos a software livre, estamos nos referindo a liberdade e não a preço." Licença GPL Licenças de Softwares Comprar um software, geralmente, é como

Leia mais

PREPARATÓRIO RIO PARA CAIXA ECONÔMICA

PREPARATÓRIO RIO PARA CAIXA ECONÔMICA PREPARATÓRIO RIO PARA CAIXA ECONÔMICA O que é Software Livre? Software Livre (Free Software) é o software disponível com a permissão para qualquer um usá-lo, copiá-lo, e distribuí-lo, seja na sua forma

Leia mais

BrOffice.org, Writer e Calc. Introdução. Software que compõe a suíte

BrOffice.org, Writer e Calc. Introdução. Software que compõe a suíte Introdução O BrOffice.org traz uma proposta de software gratuito, onde encontramos poderosos aplicativos comerciais para edição de texto, planilha eletrônica, software de apresentação entre outros. A cada

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 2 Sumário Como começar usar?... 03 Iniciando o uso do OneDrive.... 04 Carregar ou Enviar os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PROJETO TELECENTROS COMUNITÁRIOS GOOGLE MICROSOFT LINUX APPLE Existem vários pacotes

Leia mais

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE 1. ( ) Um computador pode ser protegido contra vírus por meio da instalação de software específicos como, por exemplo, Norton Anti-virus, McAfee Security Center e AVG, que identificam e eliminam os vírus.

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 35 QUESTÕES. (2012, 2011 e 2008)

INFORMÁTICA FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 35 QUESTÕES. (2012, 2011 e 2008) INFORMÁTICA FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 35 QUESTÕES (2012, 2011 e 2008) A apostila contém provas de Informática de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC), realizadas para os

Leia mais

Diretórios I /dev II /etc III /home IV /Sbin

Diretórios I /dev II /etc III /home IV /Sbin 1 (CESGRANRIO) BB 2010 - Com relação às diferenças entre os editores de texto Microsoft Word 2003 e BrOffice.org Writer 2.2, é INCORRETO afirmar que o comando (A) Alterações encontra-se no menu Editar

Leia mais

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba Linux Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados (IPD)

Introdução ao Processamento de Dados (IPD) Universidade Federal de Pelotas Instituto de Física e Matemática Departamento de Informática Introdução ao Processamento de Dados (IPD) Estrutura da Apresentação Conceitos Básicos Processamento de Dados

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação 08 - Licenças, Tipos de Softwares, Tradutores. Linguagens de Máquina, de Baixo Nível e de Alto Nível Márcio Daniel Puntel marcio.puntel@ulbra.edu.br Software Livre GPL BSD Software

Leia mais

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO INFORMÁTICA PARA CONCURSOS (jabruas@uol.com.br) 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Office, OpenOffice, BrOffice e LibreOffice).

Leia mais

02/03/2014. O que é Importante!!! Microsoft Office. Microsoft Office. BrOffice. BrOffice. Curso Preparatório para Concursos Públicos

02/03/2014. O que é Importante!!! Microsoft Office. Microsoft Office. BrOffice. BrOffice. Curso Preparatório para Concursos Públicos Curso Preparatório para Concursos Públicos Microsoft Office X BrOffice.org Word (90% das questões) O que é Importante!!! Conhecer as ferramentas (botões); Organização do menus; Teclas de Atalho; www.professormarcelomoreira.com.br

Leia mais

Caixa Econômica Federal

Caixa Econômica Federal 1- Ao configurar um aplicativo para receber e-mail informou-se que o endereço do servidor SMTP da conta de e-mail é smtp.empresa.com.br, equivalente ao endereço IP 123.123.123.123. Após a configuração

Leia mais

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões FACSENAC ECOFROTA Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.5 Data: 21/11/2013 Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: FacSenac

Leia mais

PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO

PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO Olá pessoal da Editora Ferreira. Abraços a todos! Vamos responder e comentar as questões de informática de uma maneira

Leia mais

Noções de informática Professora Ana Lucia Castilho

Noções de informática Professora Ana Lucia Castilho Noções de informática Professora Ana Lucia Castilho 01. (INSS/2012/ cargo Técnico) Pedro trabalha em uma pequena imobiliária cujo escritório possui cinco computadores ligados em uma rede com topologia

Leia mais

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Valença-Ba, 17 de outubro de 2010. Identificação IFBA- Campus Valença Curso: Informática subseqüente Disciplina: Redes de Computadores Turma:

Leia mais

Instrutor(a): Nilcéa Lima

Instrutor(a): Nilcéa Lima Instrutor(a): Nilcéa Lima João Pessoa, abril de 2008 HORÁRIO TURMA TARDE: 14h00 18h00 1ª SEMANA: SEGUNDA TERÇA QUINTA 2ª SEMANA: SEGUNDA - QUINTA HORÁRIO TURMA NOITE: 18h00 22h00 1ª SEMANA: SEGUNDA TERÇA

Leia mais

BrOffice Módulo 01 ÍNDICE

BrOffice Módulo 01 ÍNDICE ÍNDICE Vídeo 01: Introdução ao BrOffice Vídeo 02: Componentes Vídeo 03: Outras funções Vídeo 04: Formato de arquivo Vídeo 05: Uso Vídeo 06: Multiplataforma Vídeo 07: Conhecendo a interface Vídeo 08: Experimentando

Leia mais

Informática. 2 o Período 09/03/2012

Informática. 2 o Período 09/03/2012 Informática 2 o Período 09/03/2012 1 Agenda 1ª Parte Perguntas da aula do dia 28/02/2012 2ª Parte Redes: Protocolos e Serviços 1ª Parte Perguntas da aula do dia 28/02/2012 Grupo de 5 pessoas Perguntas

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet. Compreender os conceitos básicos de protocolo. Conhecer mais a respeito

Leia mais

Resumão Writer ( Broffice.org)

Resumão Writer ( Broffice.org) Resumão Writer ( Broffice.org) Resumo BrOffice.org Cespe O Broffice.org é um pacote de programas para escritório, do mesmo nível do pacote Microsoft Office. Os dois pacotes trazem programas parecidos e

Leia mais

Informática Instrumental

Informática Instrumental 1º PERÍODO.: GRADUAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES :. Madson Santos madsonsantos@gmail.com 2 Unidade I Unidade I Software 3 Software o é uma sentença escrita em uma linguagem de computador, para a qual existe

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Introdução 12/06/2012. Software Livre

Introdução 12/06/2012. Software Livre Software Livre Introdução Software Livre, software de código aberto ou software aberto é qualquer programa de computador cujo código-fonte deve ser disponibilizado para permitir o uso, a cópia, o estudo

Leia mais

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM Bacharel em Ciência da Computação, especialista em Gerência de Projetos e em Criptografia e Segurança da Informação. Servidora Publica. Atua na área acadêmica em cursos de Graduação

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

Aplicativos de Escritório. ConectivaOffice. ConectivaOffice Calc

Aplicativos de Escritório. ConectivaOffice. ConectivaOffice Calc 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Aplicativos de Escritório e Internet 1 Sistemas Operacionais de Redes I -

Leia mais

Oficina de produção de tutoriais. WALESKA - TUTORIAL Audacity

Oficina de produção de tutoriais. WALESKA - TUTORIAL Audacity Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação Implementação de Informática Aplicada à Educação Oficina de produção de tutoriais WALESKA - TUTORIAL Audacity Oficina de produção de tutoriais

Leia mais

O modelo Bazar de Produção de Softwares. O caso das Comunidades Virtuais de Software livre.

O modelo Bazar de Produção de Softwares. O caso das Comunidades Virtuais de Software livre. O modelo Bazar de Produção de Softwares O caso das Comunidades Virtuais de Software livre. Por Vicente Aguiar Fonte: Lucas Rocha Feced/2005 Sobre esta apresentação 2008 Vicente Aguiar

Leia mais

São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário. Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1

São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário. Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1 Softwares São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário Tipos : Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1 Licenciados São software autorizados, cedidos

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Tipos de Software (Básico) Tipos de Software. Curso Conexão Noções de Informática

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Tipos de Software (Básico) Tipos de Software. Curso Conexão Noções de Informática Curso Conexão Noções de Informática Aula 2 Arquitetura de Computadores (Software) Agenda Introdução; Tipos de Software; Básico; Aplicativo; Livre; Proprietário. Pirataria de Software; Demos, Freewares

Leia mais

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes Administração de Servidores de Rede Prof. André Gomes FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DE SERVIDORES DE REDE Competências a serem trabalhadas nesta aula Protocolos de comunicação; Como

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais