retrato ELE ADMITE: MENSALÃO MANIPULOU AS PENAS DO ESPECIAL ROLEZINHOS Nossa reportagem foi ouvir a molecada e concluiu: eles querem é diversão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "retrato ELE ADMITE: MENSALÃO MANIPULOU AS PENAS DO ESPECIAL ROLEZINHOS Nossa reportagem foi ouvir a molecada e concluiu: eles querem é diversão"

Transcrição

1 LIVRO AS DUZENTAS MELHORES CRÔNICAS DE RUBEM BRAGA, O MESTRE BRASILEIRO DO GÊNERO retrato dobrasil R$ 11,00 N O 80 MARÇO DE > ESPECIAL ROLEZINHOS Nossa reportagem foi ouvir a molecada e concluiu: eles querem é diversão FINANÇAS A manipulação da Libor, a taxa de juros que afeta US$ 800 trilhões em contratos Joaquim Barbosa, presidente do STF ELE ADMITE: MANIPULOU AS PENAS DO MENSALÃO MEDICINA ENTRE AS NOVAS TERAPIAS CONTRA A DEPRESSÃO TEM ATÉ REMÉDIO PARA CAVALO

2 retrato dobrasil N O 80 MARÇO DE Ponto de Vista AGORA, A DESARMAÇÃO No julgamento da AP 470, o ministro Joaquim Barbosa fez uma confissão espetacular, que confirma a armação do mensalão 8 A FORMAÇÃO DOS PALANQUES ELETRÔNICOS Nas eleições de outubro, Pros e SDD terão grande poder de negociação graças ao horário gratuito de propaganda eleitoral [Lia Imanishi] 14 A GENTE SÓ QUER O NOSSO LAZER À parte dos acalorados debates gerados pelos megaencontros de jovens em shopping centers, os rolezeiros querem é se divertir [Tânia Caliari] 30 US$ A manipulação da Libor, a taxa de juros definida em Londres por grandes bancos, é anomalia ou parte do sistema financeiro globalizado? [Téia Magalhães] 34 O EFEITO SNOWDEN Grandes empresas de internet e telefonia se mobilizam para reduzir os danos provocados pelas denúncias do ex-funcionário da NSA [Thiago Domenici] 36 VAGA-LUMES NO FIM DO TÚNEL Os psiquiatras ensaiam terapias heterodoxas para domar a depressão, um mal que acomete centenas de milhões de pessoas [Flávio de Carvalho Serpa] Mohamed Abd El Ghany/Reuters FALE CONOSCO: CARTAS À REDAÇÃO praça da república, sala centro cep são paulo - sp ATENDIMENTO AO ASSINANTE tel de 2 a a 6 a, das 9h às 17h Entre em contato com a redação de Retrato do Brasil. Dê sua sugestão, critique, opine. Reservamo-nos o direito de editar as mensagens recebidas para adequá-las ao espaço disponível ou para facilitar a compreensão. Retrato do BRASIL é uma publicação mensal da Editora Manifesto S.A. EDITORA MANIFESTO S.A. PRESIDENTE Roberto Davis DIRETOR VICE-PRESIDENTE Armando Sartori DIRETOR EDITORIAL Raimundo Rodrigues Pereira EXPEDIENTE SUPERVISÃO EDITORIAL Raimundo Rodrigues Pereira EDIÇÃO Armando Sartori SECRETÁRIO DE REDAÇÃO Thiago Domenici REDAÇÃO Lia Imanishi Sônia Mesquita Tânia Caliari Téia Magalhães EDIÇÃO DE ARTE Pedro Ivo Sartori REVISÃO Silvio Lourenço [OK Linguística] COLABORARAM NESTA EDIÇÃO Carlos Conte Flávio de Carvalho Serpa Weberson Santiago 26 A DIFÍCIL ESTABILIZAÇÃO DO EGITO Qual será o papel da Irmandade Muçulmana no pleito que pode ter um presidente militar eleito pela população? [Sônia Mesquita] 40 O VELHO BRAGA AOS CEM Relançamento de coletânea marcou o centenário de nascimento do mestre da crônica brasileira, morto em 1990 [Carlos Conte] CAPA Foto de Fellipe Sampaio/SCO/STF REPRESENTANTE EM BRASÍLIA Joaquim Barroncas ADMINISTRAÇÃO Mari Pereira Mariluce Prado DISTRIBUIÇÃO EM BANCAS Global Press 4 retratodobrasil 80

3 Ponto de Vista A CONFISSÃO DE BARBOSA 2 Ainda enquanto a câmera da TV Justiça focaliza Barroso, 1 Barroso faz a provocação: diz que não insinua que Barbosa ouve-se Barbosa dizer Mas foi feito para isso... E, quando a manipulou as penas para evitar o regime fechado câmera o focaliza, ele completa a frase... sim Agora, a desarmação Ao ser derrotado na votação dos embargos infringentes da Ação Penal 470, o ministro Joaquim Barbosa fez uma confissão espetacular. Ela confirma a armação do mensalão e abre caminho para a desconstrução dessa história O CRIME DE formação de quadrilha é definido como a associação de mais de três pessoas para, de forma continuada, cometer crimes que perturbem a paz pública. Aparentemente, na história do mensalão, em julgamento na Ação Penal 470 (AP 470), a formação de quadrilha não deveria ter muita importância. Pela lei, sua pena máxima pode ser fixada entre um e três anos apenas. No total, as condenações por ela somariam 21 anos a serem distribuídos entre nove acusados pesariam pouco, portanto, a se medir pelo total das condenações, 240 anos, distribuídos entre os 25 acusados pelos outros crimes, cujo julgamento é considerado encerrado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) os de corrupção ativa e passiva, peculato, evasão de divisas, gestão fraudulenta de empresa e lavagem de dinheiro (três das 21 condenações por lavagem de dinheiro, que somam cerca de dez anos, incluindo a que pesa sobre o petista João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, ainda serão reexaminadas, tudo indica, neste mês). Se a formação de quadrilha não é o delito mais grave analisado na AP 470, por que, então, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, ficou tão irritado com o julgamento dos embargos infringentes, que terminou com o resultado de sete a quatro a favor dos réus no último dia 27? O embargo infringente é um tipo de apelação ao qual condenados pela suprema corte, os quais em princípio não teriam chance de revisão de suas sentenças, têm direito desde que tenham tido quatro ou cinco votos por sua absolvição entre os 11 juízes do pleno do STF. Barbosa, de comportamento explosivo, como se sabe, ficou irritadíssimo quando a corte aprovou, no ano passado, o direito aos embargos infringentes. Desta vez, porém, foi além: num rompante, fez uma espécie de confissão, como veremos, importantíssima. O julgamento foi feito em três sessões do tribunal, nas duas semanas finais de fevereiro. Na primeira, falaram o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que pediu a reafirmação das condenações pelo crime de quadrilha, e os advogados dos réus, que o contestaram. Na segunda sessão, no dia 26, ao perceber, pelo voto do ministro Luís Roberto Barroso, que o resultado final seria a absolvição dos réus pelo suposto crime, Barbosa foi perdendo progressivamente o controle, interrompendo acintosamente o voto de seu colega por várias vezes, de uma forma tão descortês que até mesmo o normalmente calmo ministro Dias Toffoli, depois de tentar infrutiferamente fazê-lo devolver a palavra a Barroso, ergueu o tom de voz e, quase aos gritos, disse que, durante o julgamento, os ministros tinham ouvido Barbosa falar durante horas e horas, por dias e dias seguidos, o que, diga-se de passagem, é uma simples verdade, para todos que acompanharam mais de perto o desenrolar dessa história. A fúria de Barbosa culminou de forma inesperada nessa segunda sessão. O voto de Barroso durou pouco mais de uma hora. Com seu microfone aberto, o atual presidente do STF e ex-relator da AP 470 intervinha com curtos comentários de contestação. Barroso procurava 80 retratodobrasil 5

4 3 Ainda olhando para Barroso, Barbosa resmunga um ora..., enfatizando a afirmação de que elevou propositalmente as penas de Soares, Genoino e Dirceu 4 A seguir, Barbosa muda bruscamente. A impressão que se tem é de que um impulso involuntário o levou a mudar de assunto... Então ele começa a desviar a cabeça... demonstrar, com uma sequência de fatos, que, no caso dos três petistas acusados de formar a quadrilha, Barbosa agravara a pena em cerca de 63% para Delúbio Soares e José Genoino, respectivamente ex-tesoureiro e ex-presidente do PT, e em 75% para José Dirceu, ex-chefe da Casa Civil da Presidência da República. Fez isso a despeito de o agravamento das penas, em todos os tipos de crimes, para todos os acusados, em todo o julgamento, ter se situado num patamar muito inferior, de 15% a 21%. Tinha sido, disse Barroso, uma exacerbação seletiva. Se esse agravamento especial não tivesse ocorrido, disse Barroso, todas as penas por formação de quadrilha estariam prescritas e, consequentemente, teria sido extinta a punibilidade. Isso porque, concluiu, pelo Código Penal, penas não superiores a dois anos prescrevem em quatro anos, o que seria o caso, pois o recebimento da denúncia deu-se em agosto de 2007 e a condenação ocorreu em dezembro de Barroso aparentava grande calma. Mas, aos 50 minutos e 26 segundos de sua fala, de acordo com o cronômetro no YouTube (ver nesse site: STF, AP 470, ), num improviso, fez um resumo rapidíssimo do seu argumento e como que provocou: E nem estou explorando, presidente [...] que essa exacerbação tenha sido feita para evitar a prescrição ou promover a mudança de regime semiaberto para fechado. Eu não preciso especular isso. Nesse instante, ainda sem aparecer no vídeo da TV Justiça, Barbosa faz a confissão. Mas foi feito para isso..., ele diz. E, frações de segundo depois, já flagrado pela câmera, ele completa a frase com um enfático: Sim. Imediatamente após, talvez percebendo a gravidade da confissão, ele resmunga algo como: Ora!, se sacode na cadeira, vira a cabeça para o lado direito e para baixo e se cala. A confissão de Barbosa não foi surpresa para Felipe Recondo, repórter do diário O Estado de S. Paulo que acompanha o julgamento da AP 470 há Outra manipulação: Barbosa condenou Pizzolato como o autor de um desvio de dinheiro do Banco do Brasil e escondeu de seus pares inquérito da PF que ainda estava em busca dos autores tempos e, ao que parece, foi o primeiro jornalista a descrever a confissão, numa nota do jornal na internet, datada de 28 de fevereiro, às 17h36. Recondo aproveitou o texto para contar um episódio, aparentemente presenciado por ele mesmo, revelador do artifício usado por Barbosa para manipular as penas por formação de quadrilha com o objetivo de tentar fazer com que os petistas Dirceu, Genoino e Soares as cumprissem em regime fechado, e não aberto. Diz a nota de Recondo: Em março de 2011, Joaquim Barbosa estava de pé em seu gabinete. Não se sentava por conta do problema que ainda supunha atacar suas costas. Foi saber, depois, que suas dores tinham origem no quadril. A porta mal abrira e ele iniciava um desabafo. Dizia estar muito preocupado com o julgamento do mensalão. A instrução criminal, com depoimentos e coleta de provas e perícias, tinha acabado. E, disse o ministro, não havia provas contra o principal dos envolvidos, o ministro José Dirceu. O então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, fizera um trabalho deficiente, nas palavras do ministro. Piorava a situação a passagem do tempo. Disse então o ministro: em setembro daquele ano, o crime de formação de quadrilha estaria prescrito. Afinal, transcorreram quatro anos desde o recebimento da denúncia contra o mensalão, em Barbosa levava em conta, ao dizer isso, que a pena de quadrilha não passaria de dois anos. Com a pena nesse patamar, a prescrição estaria dada. Traçou, naquele dia em seu gabinete, um cenário catastrófico. O jornal O Estado de S. Paulo publicou, no dia 26 de março de 2011, uma matéria que expunha as preocupações que vinham de dentro do Supremo. O título era: Prescrição do crime de formação de quadrilha esvazia processo do mensalão. Dias depois, o assunto provocava debates na televisão. Novamente, Joaquim Barbosa, de pé em seu gabinete, pergunta de onde saiu aquela informação. A pergunta era 6 retratodobrasil 80

5 5...para a direita e para baixo, cada vez mais para baixo. Será que ele se deu conta do significado de sua confissão? Jânio de Freitas, colunista do diário Folha de S.Paulo diz que o que Barbosa fez foi renegar um valor básico do direito brasileiro a combinação de prioridade aos direitos do réu e segurança do julgamento surpreendente. Afinal, a informação tinha saído de sua boca. Ele então questiona com certa ironia: E se eu der [como pena] 2 anos e 1 semana?. O artigo de Recondo termina assim: Barroso não sabia dessa conversa ao atribuir ao tribunal uma manobra para punir José Dirceu e companhia e manter vivo um dos símbolos do escândalo: a quadrilha montada no centro do governo Lula para a compra de apoio político no Congresso Nacional. Barbosa, por sua vez, nunca admitira o que falava em reserva. Na quarta-feira, para a crítica de muitos, falou com a sinceridade que lhe é peculiar. Sim, ele calculara as penas para evitar a prescrição. Ora!. Retrato do Brasil acompanha o mensalão desde fevereiro de 2012, quando publicou seu primeiro artigo sobre o assunto, depois de muitas entrevistas e da leitura dos documentos básicos da história. Nossa edição de dezembro passado, com 112 páginas, traz 13 grandes reportagens sustentando que o crime chamado de mensalão foi uma construção política com uma conclusão falsa em todos os seus quatro aspectos essenciais: 1) o PT formou uma quadrilha política com Dirceu, Genoino, Soares e o publicitário Marcos Valério; 2) essa quadrilha, com a ajuda de outra, formada por banqueiros interessados em favores do Estado, simulou empréstimos falsos ao partido; 3) esses empréstimos eram necessários para encobrir a verdadeira origem do dinheiro de fato, desvio de recursos públicos feito por uma quadrilha de publicitários; 4) a finalidade do dinheiro era comprar deputados e garantir a perpetuidade do partido no poder. A quadrilha chefiada por Dirceu era a cereja do bolo do mensalão. Sem ela, as condenações ficam ainda mais absurdas. Os culpados maiores pelo suposto maior crime de corrupção da história da República são três publicitários: Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, condenados a 37 anos e 5 meses, 27 anos e 4 meses e 23 anos e 8 meses, em regime fechado, respectivamente. Na última sessão do julgamento, ignorando o disparate de condenações como essas e concentrando-se no amargor de sua derrota na tentativa de atingir a cúpula do PT acusando-a de formação de quadrilha, Barbosa disse que se sentia obrigado a advertir a nação para a maioria formada no STF que, com argumentos pífios, teria jogado por terra e extirpado do mundo jurídico a decisão que quase obteve de seus pares com suas manobras. Sua avaliação é grotesca, mas a confissão vale como elemento para a desconstrução total dos quatro pilares dessa mal contada história. A suposta quadrilha foi inventada para provar um suposto desvio de dinheiro público, mais precisamente do Banco do Brasil (BB), em cuja diretoria de marketing os petistas colocaram outro de seus quadros famosos, Henrique Pizzolato. Para a revisão de suas penas, os advogados dos publicitários Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, condenados como mandantes do desvio, estão completando o levantamento que mostra ser completamente falso esse outro pilar do mensalão: não existe o suposto desvio de 73,8 milhões de reais repassados ao BB pela empresa Visanet (hoje Cielo) para publicidade dos cartões de crédito e débito de sua bandeira vendidos pelo banco. Isso porque todos os serviços de publicidade correspondentes a esses recursos foram realizados. Pizzolato que, com abundância de provas, ajudou RB a mostrar que o dinheiro do BB não foi desviado também poderia aproveitar a oportunidade da confissão de Barbosa. Afinal, ao ir para a Itália, país do qual é cidadão, ele deixou uma carta dizendo ter fugido do Brasil para conseguir, na sua segunda pátria, o segundo julgamento ao qual tem direito pelas leis internacionais. E a manipulação de sua condenação por Barbosa é ainda mais escandalosa. O hoje presidente do STF escondeu de seus pares, exatamente na 53ª e última sessão do julgamento do mensalão antes dos embargos, no final de 2012, o Inquérito da Polícia Federal (IPL) 0555/2006-SR-DPF-DF, aberto em Brasília exatamente para apurar quais teriam sido os autores do desvio de dinheiro do BB (ver A trama dos três acusadores, RB edição 71, junho de 2013 ). Por fim, num novo julgamento, Barbosa, ao ser provocado para explicar a ocultação do inquérito citado, poderia, quem sabe, ter um novo surto de sinceridade e dizer que escolheu, sim, o petista Pizzolato como o autor de um crime cuja autoria ainda se procurava, e que a escolha foi feita exatamente para dar uma punição exemplar ao PT, que formou uma quadrilha, e essa quadrilha desviou dinheiro público, etc., etc., etc. 80 retratodobrasil 7

retrato A TEORIA DO MENSALÃO 2 TECNOLOGIA A pequena Estônia fez uma e-revolução nos últimos 20 anos

retrato A TEORIA DO MENSALÃO 2 TECNOLOGIA A pequena Estônia fez uma e-revolução nos últimos 20 anos CIÊNCIA A AVENTURA DA SONDA ROSETTA PARA CHEGAR A UM COMETA A MILHÕES DE KM DA TERRA retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 11,00 N O 87 OUTUBRO DE 2014 9 771980 379004 8 7> TECNOLOGIA A pequena

Leia mais

RESULTADO DO JULGAMENTO AP 470 1

RESULTADO DO JULGAMENTO AP 470 1 RESULTADO DO JULGAMENTO AP 470 1 Material atualizado em 18/12/2012. 1 Anderson Adauto Pereira ex-ministro dos Transportes Lavagem de dinheiro no Partido dos Trabalhadores: de lavagem de dinheiro (voto

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RC 1-30.2013.6.21.0068 PROCEDÊNCIA: FLORES DA CUNHA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDO: JONATAN DE OLIVEIRA -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Dinheiro público alimentou "mensalão" do PT, afirma CPI

Dinheiro público alimentou mensalão do PT, afirma CPI Dinheiro público alimentou "mensalão" do PT, afirma CPI ESCÂNDALO DO "MENSALÃO"/ HORA DAS PROVAS Segundo relator, pelo menos R$ 10 mi distribuídos por Valério têm origem no BB Para Delcídio (PT-MS), descoberta

Leia mais

10 de Setembro de 2013

10 de Setembro de 2013 10 de Setembro de 2013 TJDFT na mídia http://tjdft2013.myclipp.inf.br Segunda-feira, 09 de Setembro de 2013 Revista Veja/SP Brasil Seg, 09 de Setembro de 2013. 07:48:00. REVISTA VEJA BRASIL TJDFT TRIBUNAL

Leia mais

retrato LIVRO CONQUISTA SOCIAL DA TERRA, DE EDWARD O. WILSON, PIONEIRO DA SOCIOBIOLOGIA

retrato LIVRO CONQUISTA SOCIAL DA TERRA, DE EDWARD O. WILSON, PIONEIRO DA SOCIOBIOLOGIA LIVRO CONQUISTA SOCIAL DA TERRA, DE EDWARD O. WILSON, PIONEIRO DA SOCIOBIOLOGIA retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 64 NOVEMBRO DE 2012 ENERGIA A PRESIDENTE TEM SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA

Leia mais

retrato CIÊNCIA PESQUISADORES ANUNCIAM A DESCOBERTA DO BÓSON DE HIGGS, A PARTÍCULA DEUS

retrato CIÊNCIA PESQUISADORES ANUNCIAM A DESCOBERTA DO BÓSON DE HIGGS, A PARTÍCULA DEUS CIÊNCIA PESQUISADORES ANUNCIAM A DESCOBERTA DO BÓSON DE HIGGS, A PARTÍCULA DEUS retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 61 AGOSTO DE 2012 MÚSICA CLEMENTINA DE JESUS, A RAINHA QUELÉ, MORTA

Leia mais

retrato SERÁ QUE VALE A PENA? Dúvidas sobre duas sentenças do juiz que encanta o Brasil dobrasil

retrato SERÁ QUE VALE A PENA? Dúvidas sobre duas sentenças do juiz que encanta o Brasil dobrasil 9 771980 37900 4 retrato 9 7> LIVRO COMO TORTURADORES E OUTROS AGENTES DA REPRESSÃO ENXERGAM O QUE FIZERAM NO DOI-CODI dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 11,00 NO 97 AGOSTO DE 2015 SERÁ QUE VALE A

Leia mais

retrato CINEMA NAS TELONAS, UMA LEVA DE BONS FILMES QUE TÊM A HISTÓRIA COMO PANO DE FUNDO

retrato CINEMA NAS TELONAS, UMA LEVA DE BONS FILMES QUE TÊM A HISTÓRIA COMO PANO DE FUNDO CINEMA NAS TELONAS, UMA LEVA DE BONS FILMES QUE TÊM A HISTÓRIA COMO PANO DE FUNDO retrato WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 68 MARÇO DE 2013 dobrasil TECNOLOGIA GRANDES ECONOMIAS MUNDIAIS QUEREM REDUZIR

Leia mais

retrato CLIMA INCRÍVEL: A TEMPERATURA DA TERRA É ESTÁVEL, APESAR DO AUMENTO DO VOLUME DE CO

retrato CLIMA INCRÍVEL: A TEMPERATURA DA TERRA É ESTÁVEL, APESAR DO AUMENTO DO VOLUME DE CO CLIMA INCRÍVEL: A TEMPERATURA DA TERRA É ESTÁVEL, APESAR DO AUMENTO DO VOLUME DE CO retrato 2 dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 71 JUNHO DE 2013 7 1> 9 771980 379004 IMPRENSA NA ESPANHA,

Leia mais

Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas

Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas Cavaco Silva convoca mandões da Justiça para Belém Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas De acordo com a Ordem dos Advogados, apenas 2238 processos estavam irregulares

Leia mais

Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção

Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção DEBATE Janot promete criar nova procuradoria anticorrupção DE BRASÍLIA - No último debate em busca do aval dos procuradores para permanecer por mais dois anos na chefia do Ministério Público, o procurador-geral

Leia mais

XII SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UFSCar CIÊNCIA POLÍTICA GT 6: INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E ORGANIZAÇÕES. Sessão 2: Comportamento Eleitoral e Mídia

XII SEMANA DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UFSCar CIÊNCIA POLÍTICA GT 6: INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E ORGANIZAÇÕES. Sessão 2: Comportamento Eleitoral e Mídia CIÊNCIA POLÍTICA GT 6: INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E ORGANIZAÇÕES Sessão 2: Comportamento Eleitoral e Mídia 285 ANÁLISE DA CONTRUÇÃO DA IMAGEM DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO NA COBERTURA DO MENSALÃO PELO JORNAL NACIONAL

Leia mais

Case study. A bailarina do Mensalão: notas sobre criminal compliance. Davi Tangerino. 2014 Trench, Rossi e Watanabe Advogados

Case study. A bailarina do Mensalão: notas sobre criminal compliance. Davi Tangerino. 2014 Trench, Rossi e Watanabe Advogados Case study A bailarina do Mensalão: notas sobre criminal compliance. Davi Tangerino 2014 Trench, Rossi e Watanabe Advogados Quebra de dever de compliance no Mensalão 1. Lavagem in a nutshell origem da

Leia mais

Síntese da defesa de Kátia Rabello nos autos da Ação Penal nº 470 em Trâmite perante o Supremo Tribunal Federal.

Síntese da defesa de Kátia Rabello nos autos da Ação Penal nº 470 em Trâmite perante o Supremo Tribunal Federal. Brasília, 6 de agosto de 2012 Síntese da defesa de Kátia Rabello nos autos da Ação Penal nº 470 em Trâmite perante o Supremo Tribunal Federal. 1. Acusação Kátia Rabello, conjuntamente com outros administradores

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13 Até Maradona coraria. Teve a mão de Deus, disse o ministro Gilmar Mendes na quarta 16 ao defender seu longo pedido de vista, de um ano e cinco meses, no julgamento do Supremo Tribunal Federal que analisa

Leia mais

MÉDICOS DA TROPA SUSPEITOS DE CORRUPÇÃO P.4

MÉDICOS DA TROPA SUSPEITOS DE CORRUPÇÃO P.4 MÉDICOS DA TROPA SUSPEITOS DE CORRUPÇÃO P.4 Polícia Judiciária Militar investiga empresa de Massamá ligada a negócio de cirurgias de urologia em unidades do setor privado MÉDICOS DO HOSPITAL M lutar DESVIAM

Leia mais

INQUÉRITO 2280. (Senador EDUARDO BRANDÃO AZEREDO) O inquérito que instrui a denúncia resultou do

INQUÉRITO 2280. (Senador EDUARDO BRANDÃO AZEREDO) O inquérito que instrui a denúncia resultou do 1 INQUÉRITO 2280 (Senador EDUARDO BRANDÃO AZEREDO) O inquérito que instrui a denúncia resultou do desmembramento do inquérito n 2245, hoje Ação Penal 470, e trata de fatos delituosos praticados na campanha

Leia mais

"O Supremo não corteja a opinião pública", afirma Ayres Britto - Política - Diário C...

O Supremo não corteja a opinião pública, afirma Ayres Britto - Política - Diário C... Página 1 de 5 Diário Catarinense Personalidade 09/03/2013 01h55 "O Supremo não corteja a opinião pública", afirma Ayres Britto Em entrevista ao DC, ex-ministro disse ainda que o STF não faz salamaleques

Leia mais

retrato O BRASIL NO MAU CAMINHO O déficit nas contas externas está no limite crítico

retrato O BRASIL NO MAU CAMINHO O déficit nas contas externas está no limite crítico PERFIL JOÃO FILGUEIRAS LIMA, O LELÉ, UM ARQUITETO VOLTADO À INDUSTRIALIZAÇÃO DA CONSTRUÇÃO retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 11,00 N O 84 JULHO DE 2014 ELEIÇÕES Para ter metade do tempo de

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO ORIGEM : 37ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO - PE RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. FRANCISCO WILDO (Relator): Tratam-se de apelações criminais interpostas por ROMERO SANTOS VERAS e ROMERO SALES GOMES em face de sentença

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA Divisão de Ciências Fundamentais PLANO DE CURSO

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA Divisão de Ciências Fundamentais PLANO DE CURSO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA Divisão de Ciências Fundamentais NOME DA DISCIPLINA: NOÇÕES DE DIREITO (HUM-20) 3º Ano dos Cursos Profissionais de: Engenharia Aeronáutica (AER) Engenharia Civil-Aeronáutica

Leia mais

Olhos nos olhos. Qual é o impacto da utilização da videoconferência no processo penal e a interferência dessa medida no trabalho do advogado?

Olhos nos olhos. Qual é o impacto da utilização da videoconferência no processo penal e a interferência dessa medida no trabalho do advogado? Olhos nos olhos Se o interrogatório O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, atua em Brasília há 30 anos e é um dos mais respeitados criminalistas do país. Tendo a liberdade como fator preponderante

Leia mais

Clipagem de Notícias da SEF - 12/05/11

Clipagem de Notícias da SEF - 12/05/11 Riscos Fiscais DUPLICAÇÃO DA SC-401 Matérias veiculadas na imprensa Clipagem de Notícias da SEF - 12/05/11 JORNAL: DIÁRIO CATARINENSE Estado consegue vitória parcial Tribunal Regional Federal decidiu ontem

Leia mais

Nº /2015 ASJCRIM/SAJ/PGR Petição n. 5263 Relator : Ministro Teori Zavascki Nominados : ANTÔNIO PALOCCI

Nº /2015 ASJCRIM/SAJ/PGR Petição n. 5263 Relator : Ministro Teori Zavascki Nominados : ANTÔNIO PALOCCI Nº /2015 ASJCRIM/SAJ/PGR Petição n. 5263 Relator : Ministro Teori Zavascki Nominados : ANTÔNIO PALOCCI PROCESSO PENAL. COLABORAÇÃO PREMIADA. EX- PRESSA VEDAÇÃO CONSTITUCIONAL (ART. 86, 4º, CF/88) PARA

Leia mais

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PEÇA PROFISSIONAL Mariano Pereira, brasileiro, solteiro, nascido em 20/1/1987, foi denunciado pela prática de infração prevista no art. 157, 2.º, incisos I e II,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro RELATÓRIO O Senhor DESEMBARGADOR FEDERAL MARCELO NAVARRO: Cuida-se de apelação criminal interposta por Alfredo de Oliveira Santos contra sentença (fls. 455/471) da lavra do MM. Juízo da 13ª Vara Federal

Leia mais

retrato LIVRO A SAGA DE DOIS ESTUDANTES PARA DIVULGAR A IMPRENSA POPULAR NO INTERIOR DO PAÍS

retrato LIVRO A SAGA DE DOIS ESTUDANTES PARA DIVULGAR A IMPRENSA POPULAR NO INTERIOR DO PAÍS LIVRO A SAGA DE DOIS ESTUDANTES PARA DIVULGAR A IMPRENSA POPULAR NO INTERIOR DO PAÍS retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 11,00 N O 79 FEVEREIRO DE 2014 9 771980 379004 7 9> CIÊNCIA DAQUI A 500

Leia mais

Ministério Público investiga a CET por alta de multas

Ministério Público investiga a CET por alta de multas Tráfego Ministério Público investiga a CET por alta de multas DO AGORA - A Promotoria de São Paulo abriu inquérito para investigar a denúncia feita por funcionário da CET (companhia de tráfego) de que

Leia mais

MPE Direito Penal Aplicação da Lei Penal no Tempo e no Espaço Emerson Castelo Branco

MPE Direito Penal Aplicação da Lei Penal no Tempo e no Espaço Emerson Castelo Branco MPE Direito Penal Aplicação da Lei Penal no Tempo e no Espaço Emerson Castelo Branco 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1. APLICAÇÃO DA LEI PENAL NO TEMPO E NO

Leia mais

retrato dobrasil pecadores POR QUE OS CIENTISTAS SUCUMBEM À TENTAÇÃO DE FRAUDAR E PLAGIAR TRABALHOS?

retrato dobrasil pecadores POR QUE OS CIENTISTAS SUCUMBEM À TENTAÇÃO DE FRAUDAR E PLAGIAR TRABALHOS? pecadores POR QUE OS CIENTISTAS SUCUMBEM À TENTAÇÃO DE FRAUDAR E PLAGIAR TRABALHOS? retrato www.retratodobrasil.com r$ 8,00 n O 39 outubro de 2010 dobrasil mídia UMA RETROSPECTIVA CRÍTICA DA POLÍTICA DE

Leia mais

"TV Justiça revela democracia do Judiciário"

TV Justiça revela democracia do Judiciário Page 1 of 5 Texto publicado domingo, dia 20 de junho de 2010 ENTREVISTAS "TV Justiça revela democracia do Judiciário" POR MARIANA GHIRELLO Se existisse uma disciplina chamada televisão jurídica, a maior

Leia mais

retrato NOSSOS VOTOS DE BOM ANO-NOVO E POR... dobrasil ESPECIAL 16 PÁGINAS NOSSO PONTO DE VISTA SOBRE A CRISE

retrato NOSSOS VOTOS DE BOM ANO-NOVO E POR... dobrasil ESPECIAL 16 PÁGINAS NOSSO PONTO DE VISTA SOBRE A CRISE economia CADA PÍLULA DO SOVALDI, REMÉDIO CONTRA HEPATITE C, CUSTA MIL DÓLARES. PODE? retrato dobrasil www.retratodobrasil.com.br r$ 11,00 n O 101 DEZemBRO de 2015 NOSSOS VOTOS DE BOM ANO-NOVO POR UMA NOVA

Leia mais

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Câmara Municipal de Perdizes, Estado de Minas Gerais

Leia mais

Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional

Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional Relatório de Análise de Mídia Clipping Senado Federal e Congresso Nacional Noticiário de fevereiro de 2013 Brasília, março de 2013 SECRETARIA DE TRANSPARÊNCIA Conteúdo 1. Análise de notícias... 3 2. Pré-sal...

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA Índice 1. Competência...3 1.1. Critérios Objetivos... 3 1.1.1. Critérios Subjetivos... 4 1.1.2. Competência Territorial... 4 2. Dos Processos...4

Leia mais

AMB. Clipping. Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7. AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004

AMB. Clipping. Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7. AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004 AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004 AMB C L I P P I N G Brasília, 30 de julho IMPRESSO de 2004 1 ESPECIAL 230/2002 - DR/BSB AMB CORREIOS Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7 2 Brasília,

Leia mais

15/09/2012. Os segredos do Mensalão

15/09/2012. Os segredos do Mensalão 15/09/2012 Os segredos do Mensalão O empresário Marcos Valério, apontado como o operador do esquema, diz que, em troca do seu silêncio, recebeu garantias do PT de uma punição branda. Condenado pelo STF

Leia mais

retrato CHARLATANISMO COMO O MINISTRO AYRES BRITTO FOI LEVADO A CONDENAR OS BEM-TE-VIS

retrato CHARLATANISMO COMO O MINISTRO AYRES BRITTO FOI LEVADO A CONDENAR OS BEM-TE-VIS CHARLATANISMO COMO O MINISTRO AYRES BRITTO FOI LEVADO A CONDENAR OS BEM-TE-VIS retrato dobrasil WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 66 JANEIRO DE 2013 HOMENAGEM SÉRGIO MIRANDA (1947-2012), NOSSO DIRETOR,

Leia mais

Só as razões da Ética dão rigor ao jornalismo

Só as razões da Ética dão rigor ao jornalismo 1 www.oxisdaquestao.com.br Só as razões da Ética dão rigor ao jornalismo Texto de CARLOS CHAPARRO Em outubro de 2007, estouraram em jornais e telejornais as primeiras reportagens sobre um suposto escândalo

Leia mais

retrato LIVRO A BIOGRAFIA DA CANÇÃO QUE NA VOZ DE BILLIE HOLIDAY DENUNCIOU O RACISMO NOS EUA

retrato LIVRO A BIOGRAFIA DA CANÇÃO QUE NA VOZ DE BILLIE HOLIDAY DENUNCIOU O RACISMO NOS EUA LIVRO A BIOGRAFIA DA CANÇÃO QUE NA VOZ DE BILLIE HOLIDAY DENUNCIOU O RACISMO NOS EUA retrato WWW.RETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 65 DEZEMBRO DE 2012 dobrasil MEMÓRIA MARIA AUGUSTA THOMAZ, O PERFIL DA

Leia mais

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25 Espelho Penal Peça O examinando deve redigir uma apelação, com fundamento no artigo 593, I, do Código de Processo Penal. A petição de interposição deve ser endereçada ao juiz de direito da 1ª vara criminal

Leia mais

Poder Judiciário. Tabela 1 Poder Judiciário Primeira Instância Segunda Instância

Poder Judiciário. Tabela 1 Poder Judiciário Primeira Instância Segunda Instância O é a instituição encarregada de administrar justiça por meio dos tribunais. Sua função é assegurar o amparo, proteção ou tutela dos direitos dispostos nas leis. A Suprema Corte de Justiça é a máxima autoridade

Leia mais

Empresas recuperam em contratos até 39 vezes o valor doado a políticos Seg, 30 de Março de 2015 12:52

Empresas recuperam em contratos até 39 vezes o valor doado a políticos Seg, 30 de Março de 2015 12:52 É política de boa vizinhança. Evidentemente quando você apoia um partido ou um candidato, no futuro eles vão procurar ajudá-lo, afirmou o empresário Cristiano Kok, da empreiteira Engevix, em entrevista

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DE CULTURA REQUERIMENTO Nº, DE 2012. ( Do Sr. Izalci )

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DE CULTURA REQUERIMENTO Nº, DE 2012. ( Do Sr. Izalci ) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DE CULTURA REQUERIMENTO Nº, DE 2012. ( Do Sr. Izalci ) Requer que sejam convidados os Senhores: Amaro Henrique Pessoa Lins - Secretário de Educação Superior (SESU); Senhor Jorge Rodrigo

Leia mais

RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR):

RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR): fls.1/5 RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR): 1. Trata-se de apelação criminal interposta pelo MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL contra sentença proferida pelo Juiz Federal Substituto da 2ª Vara

Leia mais

Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento

Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento Valentim e mais 23 arguidos vão a Julgamento Fonte: anti-corrupcao.150m.com e Correio da Manhã O juiz Pedro Miguel Vieira validou as mais de 16 mil horas de escutas do caso Apito Dourado e decidiu levar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : Apelação Criminal Nº Processo : 1999 04 1 000829-4 Apelante : JOÃO AMARO FERNANDES Apelada : A JUSTIÇA PÚBLICA Relator : Des or GETULIO PINHEIRO Delito de trânsito.

Leia mais

COM A FACA NO PESCOÇO. OU SEM A FACA?

COM A FACA NO PESCOÇO. OU SEM A FACA? Retrato do Brasil www.retratodobrasil.com Nº55 fevereiro de 2012 COM A FACA NO PESCOÇO. OU SEM A FACA? A grande mídia mais conservadora pressiona o STF a desrespeitar os autos e ir além dos delitos realmente

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: LEI N o 7.492, DE 16 DE JUNHO DE 1986. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: Art. 1º Considera-se instituição financeira, para efeito desta

Leia mais

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' Lewandowski critica voto secreto no Congresso Para ministro do Supremo, "esse modo de pensar é incompatível com a Constituição" 'Sessão secreta não é compatível

Leia mais

JOSE BRAULIO BRITO MAIA MINISTERIO PUBLICO A C Ó R D Ã O

JOSE BRAULIO BRITO MAIA MINISTERIO PUBLICO A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. ESTELIONATO. RECONHECIMENTO DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA DO ESTADO PELA PENA EM CONCRETO. RECURSO DEFENSIVO PREJUDICADO. Transcorridos mais de 04 (quatro)

Leia mais

LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965

LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965 LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965 Regula o Direito de Representação e o Processo de Responsabilidade Administrativa Civil e Penal, nos casos de abuso de autoridade. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA CARLOS SAMPAIO, brasileiro, Deputado Federal, Líder do Partido da Social Democracia Brasileira PSDB na Câmara dos Deputados, com endereço profissional

Leia mais

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF O Estado de S.Paulo Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF Nardes, do TCU, é citado na Zelotes O Estado de S. Paulo - 10/09/2015 Investigadores analisam informações sobre suposto envolvimento

Leia mais

I - NOÇÕES GERAIS SOBRE A REMESSA E MANUTENÇÃO DE VALORES NO EXTERIOR

I - NOÇÕES GERAIS SOBRE A REMESSA E MANUTENÇÃO DE VALORES NO EXTERIOR Foi publicada, no dia 13 de Janeiro de 2016, a Lei nº 13.254/2016, que dispõe sobre a regularização de recursos, bens ou direitos remetidos ou mantidos no exterior de forma ilegal. Vamos conhecer um pouco

Leia mais

Acirrada como não se via desde 1989, a campanha pelo primeiro turno

Acirrada como não se via desde 1989, a campanha pelo primeiro turno Panorama Edição 07 Sexta-feira, 3 de de 2014 Acirrada como não se via desde 1989, a campanha pelo primeiro turno das eleições presidenciais demonstrou a importância da internet e das redes sociais. Elas

Leia mais

GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE DESVENDANDO A NOTÍCIA. Pastor recua e garante que nunca irá queimar o Alcorão (Folha UOL/ 10/09/2010)

GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE DESVENDANDO A NOTÍCIA. Pastor recua e garante que nunca irá queimar o Alcorão (Folha UOL/ 10/09/2010) GABARITO ATIVIDADE DE CLASSE Questão 1 DESVENDANDO A NOTÍCIA Certos acontecimentos que ganham destaque na mídia internacional costumam, como se diz na linguagem corrente, esconder problemas ou polêmicas

Leia mais

TELEVISÃO EM BOSS, A POLÍTICA É BEM DIFERENTE DA RETRATADA PELA GRANDE MÍDIA BRASILEIRA retrato. dobrasil

TELEVISÃO EM BOSS, A POLÍTICA É BEM DIFERENTE DA RETRATADA PELA GRANDE MÍDIA BRASILEIRA retrato. dobrasil TELEVISÃO EM BOSS, A POLÍTICA É BEM DIFERENTE DA RETRATADA PELA GRANDE MÍDIA BRASILEIRA retrato dobrasil WWW.ORETRATODOBRASIL.COM.BR R$ 9,50 N O 59 JUNHO DE 2012 CIÊNCIA O MACHISMO NO CAMPO CIENTÍFICO

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

A PRESCRIÇÃO SOB A ÉGIDE DA NOVA LEI DE FALÊNCIAS

A PRESCRIÇÃO SOB A ÉGIDE DA NOVA LEI DE FALÊNCIAS A PRESCRIÇÃO SOB A ÉGIDE DA NOVA LEI DE FALÊNCIAS Com a entrada em vigor, em maio de 2005, da nova lei que regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência das empresas (Lei 11.101 de 09.02.2005),

Leia mais

R E L A T Ó R I O. O SENHOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA - (Relator): Sra. Presidente, o eminente Procurador-Geral da

R E L A T Ó R I O. O SENHOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA - (Relator): Sra. Presidente, o eminente Procurador-Geral da R E L A T Ó R I O O SENHOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA - (Relator): Sra. Presidente, o eminente Procurador-Geral da República apresentou denúncia contra JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA, JOSÉ GENOINO NETO,

Leia mais

Prescrição da pretensão punitiva

Prescrição da pretensão punitiva PRESCRIÇÃO PENAL 1 CONCEITO É o instituto jurídico mediante o qual o Estado, por não fazer valer o seu direito de punir em determinado tempo, perde o mesmo, ocasionando a extinção da punibilidade. É um

Leia mais

Escândalo no futebol levará a revisão de contratos de TV POR ADALBERTO LEISTER FILHO, DUDA LOPES, ERICH BETING E PRISCILA BERTOZZI

Escândalo no futebol levará a revisão de contratos de TV POR ADALBERTO LEISTER FILHO, DUDA LOPES, ERICH BETING E PRISCILA BERTOZZI B O L E T I M OFERECIMENTO QUINTA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2015 NÚMERO DO DIA US$ 150 mi foram desviados por corrupção pelo futebol nas Américas, segundo a Justiça americana EDIÇÃO 264 Escândalo no futebol

Leia mais

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO ADENDO AO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 18, de 2013, primeiro signatário o Senador Jarbas Vasconcelos, que altera o art. 55 da

Leia mais

ESTADO CONDENADO POR PRISÃO E PROCESSO ILEGAL CONTRA VIGILANTE E PROPRIETÁRIO DA EMPRESA, POR PORTE DE ARMA

ESTADO CONDENADO POR PRISÃO E PROCESSO ILEGAL CONTRA VIGILANTE E PROPRIETÁRIO DA EMPRESA, POR PORTE DE ARMA ESTADO CONDENADO POR PRISÃO E PROCESSO ILEGAL CONTRA VIGILANTE E PROPRIETÁRIO DA EMPRESA, POR PORTE DE ARMA Desembargador diz que obrigação de delegado e promotor é conhecer a lei Segue abaixo, com partes

Leia mais

Secretário de Segurança nega não ter atendido convocações na Alesp

Secretário de Segurança nega não ter atendido convocações na Alesp Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 12/05/2006 Secretário de Segurança nega não ter atendido convocações na Alesp Diário de São Paulo,

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Estado KWY editou norma determinando a gratuidade dos estacionamentos privados vinculados a estabelecimentos comerciais, como supermercados, hipermercados, shopping

Leia mais

Manual do Ministério Público para a Imprensa

Manual do Ministério Público para a Imprensa Manual do Ministério Público para a Imprensa PREFÁCIO Ministério Público do Estado da Bahia. Qualquer parte deste manual pode ser reproduzida desde que citada a fonte. O uso da marca deve ser precedido

Leia mais

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis?

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis? Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Juizados Especias Perguntas mais freqüentes e suas respostas 1 - O que são os Juizados Especiais Cíveis? Os Juizados Especiais Cíveis são órgãos da Justiça (Poder

Leia mais

COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE. REQUERIMENTO N DE 2005 (do Sr. EDUARDO PAES )

COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE. REQUERIMENTO N DE 2005 (do Sr. EDUARDO PAES ) COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE Senhor Presidente, REQUERIMENTO N DE 2005 (do Sr. EDUARDO PAES ) Solicita seja convidada a Sra. Isabel carneiro Silva. Nos termos regimentais, requeremos

Leia mais

Trechos do voto do Ministro CELSO DE MELLO proferido na sessão plenária de 22 de outubro de 2012 (AP 470/MG).

Trechos do voto do Ministro CELSO DE MELLO proferido na sessão plenária de 22 de outubro de 2012 (AP 470/MG). Trechos do voto do Ministro CELSO DE MELLO proferido na sessão plenária de 22 de outubro de 2012 (AP 470/MG). Em mais de 44 anos de atuação na área jurídica, primeiramente como membro do Ministério Público

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão de Fiscalização Financeira e Controle CFFC

CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão de Fiscalização Financeira e Controle CFFC REQUERIMENTO Nº, DE 2013 (do Sr. Fernando Francishcini) Requer que seja convocado o Sr. Manoel Dias, Ministro de Estado do Trabalho e Emprego para expor acerca dos últimos acontecimentos naquele Ministério,

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

Proposta de Razão Recursal

Proposta de Razão Recursal Concurso: Banca examinadora: Proposta de Razão Recursal Oficial Escrevente FAURGS Questões recorríveis: 46, 47, 48, 49 e 52 Professor: Davi André Costa Silva Objeto de recurso Questão Motivo 46 Objeto

Leia mais

Empreiteiras cartelizadas: inidôneas ou grandes demais para responder à lei?

Empreiteiras cartelizadas: inidôneas ou grandes demais para responder à lei? Empreiteiras cartelizadas: inidôneas ou grandes demais para responder à lei? Por Felipe Campos C. Coutinho* em dezembro de 2014 O progresso da operação Lava-Jato, conduzida pela Polícia Federal (PF) sob

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTÁGIO DIREITO ATENÇÃO

SELEÇÃO DE ESTÁGIO DIREITO ATENÇÃO SELEÇÃO DE ESTÁGIO DIREITO ATENÇÃO - Verifique se este caderno contém 20 questões objetivas e 2 temas de redação. Caso contrário, reclame ao fiscal da sala outro caderno. - A resposta deve ser marcada

Leia mais

Estupro de vulnerável consentido: uma absolvição polêmica

Estupro de vulnerável consentido: uma absolvição polêmica Estupro de vulnerável consentido: uma absolvição polêmica Plínio Gentil 1 Introdução Recente decisão da 7ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, absolvendo réu acusado de praticar estupro

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL PÚBLICA tem início através de uma peça que se chama denúncia. Essa é a petição inicial dos crimes

Leia mais

Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11.

Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11. Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11. Ricardo Henrique Araújo Pinheiro. A breve crítica que faremos neste

Leia mais

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados:

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados: PARECERES JURÍDICOS Partindo das diversas obras escritas pelo Prof.Dr. AURY LOPES JR., passamos a oferecer um produto diferenciado para os colegas Advogados de todo o Brasil: a elaboração de Pareceres

Leia mais

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia Representação da UNESCO no Brasil DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia 1ª Edição Brasília e São Paulo UNESCO e OBORÉ Setembro de 2009 2009 Organização das Nações

Leia mais

Questões de Processo Penal

Questões de Processo Penal Questões de Processo Penal 1º) As Contravenções Penais (previstas na LCP) são punidas com: a) ( ) Prisão Simples; b) ( ) Reclusão; c) ( ) Detenção; d) ( ) Não existe punição para essa espécie de infração

Leia mais

RECURSOS NO PROCESSO PENAL

RECURSOS NO PROCESSO PENAL ESTUDO RECURSOS NO PROCESSO PENAL RECURSOSRE Ribamar Soares Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional

Leia mais

COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS

COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS Ricardo Benevenuti Santolini 1 Resumo:A sociedade brasileira repudia qualquer tipo de delito que possa causar grande

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS RAUL BELENS JUNGMANN PINTO, brasileiro, solteiro portador da Cédula de Identidade RG n 964.067 SSP-PE, inscrito

Leia mais

Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990

Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990 Sumário Prefácio... 11 Apresentação dos autores... 13 Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990 1. Para entender a lei... 26 2. Aspectos gerais... 28 2.1 Fundamento constitucional... 28 2.2 A Lei dos

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal PROGRESSÃO DE REGIME NA EXECUÇÃO PENAL 21 DISTRITO FEDERAL RELATOR POLO PAS ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :PEDRO HENRY NETO :RICARDO GOMES DE ALMEIDA DECISÃO: I. A HIPÓTESE 1. Pedro Henry Neto foi condenado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA CARLOS SAMPAIO, cidadão brasileiro, deputado federal, com endereço profissional na Câmara dos Deputados, Anexo I, Edifício Principal, Brasília DF, telefone

Leia mais

O último factóide. Como juntar fatos velhos e criar um escândalo para enviar informações para comentar

O último factóide. Como juntar fatos velhos e criar um escândalo para enviar informações para comentar 1 de 14 02/04/2012 20:13 O último factóide Como juntar fatos velhos e criar um escândalo para enviar informações para comentar A catarse e a mídia A mudança de comando A guerra das cervejas O caso André

Leia mais

Clipping CARF Matérias de jornais, revistas, sites e blogs que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias de jornais, revistas, sites e blogs que mencionam o CARF Clipping CARF Matérias de jornais, revistas, sites e blogs que mencionam o CARF Valor Econômico Conselho discute súmula sobre aplicação de multas Valor Econômico - 10/12/2015 Beatriz Olivon O Conselho

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 393, DE 2008

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 393, DE 2008 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 393, DE 2008 Redação final do Substitutivo ao Projeto de Lei do Senado nº 209, de 2003. A Comissão Diretora apresenta a redação final do Substitutivo ao Projeto de Lei do Senado

Leia mais

OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO

OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO MEMORIAIS (OAB/SP 133 - ADAPTADO) Pedro foi acusado de roubo qualificado por denúncia do Promotor de Justiça da comarca, o dia 1 de julho de 2006. Dela constou que

Leia mais

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Um adolescente entre 16 e 18 anos de idade, que assalta e mata alguém,

Leia mais

CASOS PRÁTICOS DA COOPERAÇÃO JURÍDICA INTERNACIONAL EM MATÉRIA PENAL TIAGO SANTOS FARIAS

CASOS PRÁTICOS DA COOPERAÇÃO JURÍDICA INTERNACIONAL EM MATÉRIA PENAL TIAGO SANTOS FARIAS CASOS PRÁTICOS DA COOPERAÇÃO JURÍDICA INTERNACIONAL EM MATÉRIA PENAL TIAGO SANTOS FARIAS BASE NORMATIVA DA COOPERAÇÃO JURÍDICA INTERNACIONAL TRATADOS BILATERAIS E MULTILATERAIS RECIPROCIDADE DIREITO INTERNO

Leia mais

Zelotes faz buscas em escritórios de SP, DF e RS

Zelotes faz buscas em escritórios de SP, DF e RS MÔNICA BERGAMO monica.bergamo@grupofolha.com.br VOTE EM MIM Eloisa de Sousa Arruda, que foi secretária de Estado da Justiça de São Paulo até janeiro e voltou a ser procuradora do Ministério Público, decidiu

Leia mais

O STF e a Voz das Ruas: como a Corte vê as manifestações populares?

O STF e a Voz das Ruas: como a Corte vê as manifestações populares? O STF e a Voz das Ruas: como a Corte vê as manifestações populares? Sociedade Brasileira de Direito Público - SBDP Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP Julgados sobre as movimentações das

Leia mais

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado

Concurso Público para Admissão ao Bacharelado Concurso Público para Admissão ao Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública da Polícia Militar do Estado de São Paulo Assinatura do Candidato 2. Prova de Escolaridade (Parte II) INSTRUÇÕES

Leia mais