MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: (31) / Fax: (31)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215"

Transcrição

1 Av. Augusto de Lima, º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: (31) / Fax: (31)

2 1. SUMÁRIO 1. SUMÁRIO INTRODUÇÃO ACESSO O ISS DIGITAL RECADASTRAMENTO, CADASTRAMENTO E ACESSO DE CONTADOR RECADASTRAMENTO DE CONTADOR CADASTRO DE CONTADOR PRIMEIRO ACESSO DO CONTADOR RELACIONAR CONTRIBUINTES AO CONTADOR ACESSO DE CONTRIBUINTE OBTENÇÃO DE UMA NOVA FRASE SECRETA E/OU SENHA FRASE SECRETA SENHA TELA INICIAL DO ISS DIGITAL CADASTRO DO CONTRIBUINTE ADMINISTRADORES DE CONDOMÍNIO CONSTRUÇÃO CIVIL PLANO DE CONTAS (Bancos) ABERTURA, SELEÇÃO E ENCERRAMENTO DE COMPETÊNCIAS ABERTURA DE COMPETÊNCIAS SELEÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENCERRAMENTO DE COMPETÊNCIAS REABERTURA DE COMPETÊNCIAS PARA ESCRITURAR SERVIÇOS PRESTADOS SERVIÇOS DIVERSOS SUBSTITUTIVA CONSTRUÇÃO CIVIL SEM DOCUMENTOS FISCAIS ESCRITURAÇÃO SERVIÇO TOMADO SERVIÇOS DIVERSOS SUBSTITUTIVA CONSTRUÇÃO CIVIL SEM DOCUMENTOS FISCAIS ESCRITURAÇÃO BANCÁRIA ESCRITURAÇÃO VIA ARQUIVO DENUNCIA ESPONTÂNEA MATERIAIS PARA ABATIMENTO SUB-EMPREITADAS PARA ABATIMENTO GUIA / CONTA CORRENTE / 2ª VIA SERVIÇOS PRESTADOS SERVIÇOS TOMADOS GUIAS AVULSAS SOLICITAÇÃO DE AIDF (AUTORIZAÇÃO PARA IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS) SOLICITAÇÃO DE AIDF-e (PARA EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA) EMISSÃO DE NF-E NOTA FISCAL ELETRÔNICA CLIQUE NO MENU NF-e EMISSÃO DE NF-e POR TOMADOR DE SERVIÇO EMISSÃO DE NOTA FISCAL BUSCAR PELO CLIENTE IMPRESSÃO DE NF-E PARA CLIENTES CANCELAMENTO DE NF-e RELATÓRIOS LIVRO FISCAL ESCRITURAÇÃO EXTRATO SIMPLIFICADO RECIBO DE RETENÇÃO DE ISS REQUISITOS MÍNIMOS PARA O SISTEMA DE ISS DIGITAL ANEXO I CONSTRUÇÃO CIVIL CADASTRAR OBRA EMISSÃO DE NF-e ANEXO II - INTEGRAÇÃO VIA WEBSERVICE ANEXO III - GLOSSÁRIO

3 2. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados do Imposto sobre Serviços de qualquer natureza ISSQN, bem como a instituição da nota fiscal eletrônica de serviços no âmbito da administração da Prefeitura Municipal. Considerando, ainda, que os contribuintes possuem ou devem possuir uma estrutura mínima de informática que podem auxiliar os prestadores de serviços, quando necessário, ao preenchimento da Nota Fiscal Eletrônica NF-e diretamente da página eletrônica do Município na Internet. Essa inovação tecnológica substitui o procedimento manual de escrituração fiscal do ISSQN por um sistema informatizado, simples e seguro, que permite gerar automaticamente: Declaração Mensal de Serviços DMS; Guia de Recolhimento Digital GRD do ISSQN com código de barras; recibo de retenção na fonte; e escrituração dos livros fiscais de serviços prestados e tomados. O Sistema tem como objetivo: Declarações Eletrônicas de Serviços, possibilitando o registro das informações contidas em todos os documentos fiscais emitidos. Estabelecer uma integração entre as Empresas prestadoras de Serviços com a Prefeitura facilitando assim os lançamentos das notas fiscais e consequentemente a emissão das guias para pagamento. Conhecer os serviços gerados no Município e que são consumidos por outros municípios. Conhecer os serviços adquiridos de outros municípios por empresas do nosso município. Agilizar o atendimento. Para melhor entendimento, dividimos as informações por tipo de declarante, registrando assim as ações que cada um deverá seguir para efetuar a escrituração. Empresas Prestadoras de Serviços Deverá declarar todos os Documentos Fiscais emitidos e ainda todos os Serviços tomados de empresas do município ou fora do município. Empresas Não Prestadoras de Serviços e Demais Tomadores de Serviços: Deverá declarar todos os serviços tomados de Empresas com sede no município ou fora do município. Serviços tomados de Empresas de Dentro do Município: As Empresas nomeadas Substitutas Tributárias deverão declarar os serviços prestados (no caso das mesmas serem empresas prestadoras de serviços), e deverão reter na fonte das empresas contratadas, repassando os valores retidos para o município. 3

4 As demais Empresas e Tomadores, Não Substitutas Tributárias, deverão apenas declarar os serviços tomados. Serviços Tomados de Empresas de Fora do Município: Para os serviços tomados de empresas com sede fora do Município, quando os mesmos se referirem aos itens da lista de serviços do art. 3º, Incisos I a XXII da lei complementar 116 de 31 de Junho de 2003, o imposto deverá ser retido e os valores deverão ser repassados ao Município, independente se a Empresa ou Demais Tomadores são ou não Substitutos Tributários. Substitutos Tributários: Toda empresa, condomínios, órgãos municipais, estaduais e federais nomeados pelo município como substituto tributário estão obrigados a informar mensalmente todos os serviços Tomados de empresas sediadas dentro ou fora do município e todos os serviços prestados (somente os contribuintes prestadores de serviços do município). Estão ainda obrigados também a fazerem a retenção e o repasse do imposto referente ao ISSQN ao município, de todos os serviços tomados de empresas instaladas no município e somente aqueles serviços constantes do art. 3º, Incisos I a XXII da lei complementar 116 de 31 de Junho de 2003 quando forem tomados de empresas não estabelecidas no município. Empresas Prestadoras de Serviços Não Nomeadas Como Substitutas Tributárias: Estas empresas estão obrigadas a informar mensalmente todos os serviços prestados e todos os serviços tomados de empresas sediadas dentro ou fora do município. Elas estão ainda obrigadas a fazerem a retenção e o repasse do imposto para o município quando se tratar de itens da lista de serviços constantes do art. 3º, Incisos I a XXII da lei complementar 116 de 31 de Junho de 2003, quando forem de empresas não estabelecidas no município. Demais Empresas não nomeadas como Substitutas Tributárias: Estas empresas estão obrigadas a informar os Serviços tomados de empresas sediadas dentro ou fora do município. Está obrigado ainda fazerem a retenção do imposto referente ao ISSQN dos 3 serviços constantes do art. 3º, Incisos I a XXII da lê complementar 116 de 31 de Junho de 2003 quando forem tomados serviços de empresas não estabelecidas no município. 4

5 3. ACESSO O ISS DIGITAL Após acessar o site da Prefeitura, clique no link para acessar o Sistema de ISS DIGITAL, pela tela inicial: Após clicar no ISS ONLINE, a tela de Identificação para Acesso, o Contribuinte / Contador, obtém sua senha e frase secreta. OBS.: ESTE PASSO É APENAS UMA VEZ. 5

6 4. RECADASTRAMENTO, CADASTRAMENTO E ACESSO DE CONTADOR 4.1. RECADASTRAMENTO DE CONTADOR O recadastramento do CONTADOR, confirma os dados já cadastrados na Prefeitura. O CONTADOR também já pode cadastrar a FRASE SECRETA, e será gerada uma senha temporária para o primeiro acesso ao Sistema. Se o CONTADOR já possuir um cadastro, este deverá clicar no link, do lado direito da tela, EM PRIMEIRO ACESSO. OBS.: ASSIM COMO OS CONTRIBUINTES PARA OBTER A SENHA. 6

7 Com a FRASE SECRETA e a SENHA DE ACESSO TEMPORÁRIA, o CONTADOR já pode acessar o Sistema 4.2. CADASTRO DE CONTADOR O CONTADOR, sendo de fora do Município ou domiciliado no Município, deverá se cadastrar no site, através do link de cadastro do Contador PRIMEIRO ACESSO DO CONTADOR O contador acessar o Sistema pela primeira vez, o sistema solicitará a mudança da SENHA TEMPORÁRIA para uma SENHA PERMANENTE, conforme mostra a figura abaixo: 7

8 4.4. RELACIONAR CONTRIBUINTES AO CONTADOR Para relacionar o (s) Contribuintes (s) ao Contador, clique no menu CADASTRO / CONTADOR: Clique na aba CLIENTES e em seguida pesquise o CONTRIBUINTE que deseja relacionar ao CONTADOR: Para confirmar quais clientes são do contador acesse em cadastros/contadores na aba clientes e utilize desvinculação e confirmação. 8

9 Com o CONTRIBUINTE relacionado, quando o CONTADOR acessar os sistema, ele terá acesso a listagem de seus clientes, para que possa realizar os lançamentos. Para realizar os lançamentos do CONTRIBUINTE, clique em SELECIONAR: 5. ACESSO DE CONTRIBUINTE Para o CONTRIBUINTE acessar o SISTEMA, clique em PRIMEIRO ACESSO, para solicitar a SENHA e a FRASE SECRETA: 9

10 6. OBTENÇÃO DE UMA NOVA FRASE SECRETA E/OU SENHA Caso o usuário esqueça a frase secreta ou a senha, a opção de recuperar estas informações: 6.1. FRASE SECRETA 10

11 6.2. SENHA Obs.: se o usuário não souber a senha ou a frase secreta, deverá refazer o cadastro das mesmas na Prefeitura. 7. TELA INICIAL DO ISS DIGITAL 11

12 8. CADASTRO DO CONTRIBUINTE Para que o contribuinte possa verificar seu cadastro, acesse o menu CADASTRO e em seguida em Contribuinte. Para consulta das informações do Contribuinte, clique no botão DADOS e uma tela será aberta com as informações deste Contribuinte. Veja as figuras abaixo: Se houver necessidade de alterar alguma informação do contribuinte, este deverá procurar a Prefeitura para que as alterações possam ser realizadas. Obs.: As alterações são realizadas apenas pela Prefeitura. O CONTRIBUINTE e o CONTADOR não possuem permissão para alterar seus dados cadastrais. 9. ADMINISTRADORES DE CONDOMÍNIO Rotina que permite ao contador/administrador de condomínio, visualizar seus contribuintes. Deverá entrar, ao fazer o primeiro acesso, para confirmar ou desvincular um Contribuinte, ou seja, a escrituração só estará liberada após o contador executar esta rotina. 10. CONSTRUÇÃO CIVIL Nesta rotina o Contribuinte enquadrado na Construção Civil, poderá fazer o Cadastro das Obras, relacionar as obras existentes ou fazer o cadastro de Nova Obra. Fazer o cadastro das empresas consideradas como Subempreitadas. Obras: Rotina destinada ao cadastro das Obras. Relacionamento de Obras/Sub-Empreitadas: Rotina para relacionar a obra com o contribuinte. (Este relacionamento deverá ser lançado para que os contribuintes da Construção Civil possam receber os descontos de Materiais e Sub- Empreitada). Obs.: A obra deverá ter somente um único cadastro. No caso da obra já estar cadastrada o usuário deverá entrar na Opção de Relacionamento de Obras, e clicar em Relacionar. 12

13 Para fazer o relacionamento o usuário deverá clicar em DADOS, Incluir, digitar o código da Obra e logo após em SALVAR. Para incluir as empresas consideradas como Sub-Empreiteiras, o usuário deverá clicar no botão + (Adicionar Sub-Empreitadas), abrirá uma tela que dará opção contendo vários campos que poderão ser utilizados para pesquisa. O usuário deverá preencher um dos campos disponíveis e digitar <ENTER>, assim que as informações aparecerem na tela, deverá clicar no contribuinte desejado. Este procedimento deverá ser executado toda vez que se desejar adicionar uma nova sub-empreiteira. 11. PLANO DE CONTAS (Bancos) Fazer a manutenção das Contas que deverão ser escrituradas. Permite ao usuário incluir novas contas. Para incluir novas contas, o usuário deverá utilizar a opção de Adicionar, clicando em +, disponibilizada na tela de Visualizar. 13

14 12. ABERTURA, SELEÇÃO E ENCERRAMENTO DE COMPETÊNCIAS Para realizar escriturações ou emissões de NF-es, deve-se primeiramente, abrir ou selecionar Competências ABERTURA DE COMPETÊNCIAS SELEÇÃO DE COMPETÊNCIAS As Prefeituras costumam permitir até um número de 03 (três) competências em aberto. 14

15 O contribuinte não terá permissão para abrir além de três competências, desde que tenha encerrado uma competência para abrir uma nova ENCERRAMENTO DE COMPETÊNCIAS No sistema, o usuário tem a opção de encerrar a competência "COM MOVIMENTO" ou "SEM MOVIMENTO". O encerramento da competência confirma que aquele fim de exercício daquele mês. 15

16 Quando a competência é encerrada, o status da competência muda para a cor vermelha, indicando o encerramento. Quando é encerrada a competência, um comprovante é gerado, indicando o encerramento fiscal daquele mês. 16

17 12.4. REABERTURA DE COMPETÊNCIAS Se ocorrer depois de todos os lançamentos e de toda a conferência da escrituração e conta corrente, ainda verificou-se que faltou realizar algum lançamento ou o lançamento foi realizado erroneamente, o CONTRIBUINTE/CONTADOR poderá solicitar a reabertura da mesma na Prefeitura. Para solicitar a reabertura, clique em: COMPETÊNCIAS/CRIAR E SELECIONAR Clique no link SOL. DE REABERTURA. 17

18 Será aberta a tela para digitar o motivo da reabertura. Digite o motivo e clique em OK. A solicitação é enviada à Prefeitura, onde será analisada e será autorizado ou não por um fiscal. Após a reabertura, o CONTRIBUINTE/CONTADOR poderá realizar as alterações e inclusões necessárias e realizar o encerramento posteriormente. 13. PARA ESCRITURAR SERVIÇOS PRESTADOS Rotina que deverá ser utilizada para lançamento da Escrituração fiscal de Serviços Prestados SERVIÇOS DIVERSOS Permite o usuário fazer os lançamentos das Notas Fiscais Emitidas, Canceladas, Extraviadas, Retidas, etc. Nesta tela deverá ser informado o Tomador dos Serviços Prestados. Visualizar: Permite ao usuário visualizar as Notas Fiscais Lançadas no mês de competência. Ao clicar em Dados, o usuário poderá ter acesso à tela de movimentação da escrituração. Dados: Permite ao usuário acesso à tela de movimentação da escrituração, ou seja, acesso aos botões de Incluir, Alterar, Salvar, Cancelar e Excluir um lançamento. 18

19 Depois de escriturar clique em salvar, depois se necessário clique em iniciar para nova escrituração. OBS.: Você pode lançar várias notas em sequência se for para pessoa física. a. Buscar o Tomador de Serviço. 19

20 b. Na tela de pesquisa, selecione o tipo de Tomador e clique em buscar. c. Caso ele não esteja cadastrado, ele deverá ser cadastrado clicando no botão "CADASTRAR". d. Preencha as informações necessárias e clique em Salvar. e. Após salvar, clique no botão VOLTAR PARA ESCRITURAÇÃO. 20

21 f. Com o Tomador selecionado, busque a atividade utilizada pelo Prestador de Serviço. g. O Prestador pode ter cadastrado mais de uma atividade, seleciona a relativa para aquela Nota Fiscal e clique em OK. 21

22 h. Com todos os dados preenchidos, clique em salvar para encerrar o lançamento da Nota Fiscal SUBSTITUTIVA Tela que permite ao usuário fazer acertos na escrituração de notas que foram lançadas com erro. Esta rotina só poderá ser utilizada após já ter ocorrido o encerramento da Escrituração Fiscal para Serviços Prestados. 22

23 13.3. CONSTRUÇÃO CIVIL Permite o usuário fazer os lançamentos das Notas Fiscais Emitidas, Canceladas, Extraviadas, Retidas etc. Nesta tela deverá ser informado o Tomador dos Serviços Prestados e ainda o Código da Obra. Obs.: O código da Obra é de fundamental importância para no caso da aplicação dos descontos relacionados aos Materiais utilizados na Obra SEM DOCUMENTOS FISCAIS Permite que o usuário faça os lançamentos das receitas que não tiveram emissão de Notas Fiscais. 23

24 14. ESCRITURAÇÃO SERVIÇO TOMADO Rotina que deverá ser utilizada para lançamento da Escrituração Fiscal de Serviços Tomados. Visualizar: permite ao usuário visualizar as Notas Fiscais Lançadas no mês de competência. Ao clicar em Dados, o usuário poderá ter acesso à tela de movimentação da escrituração. Dados: permite ao usuário acesso à tela de movimentação da escrituração, ou seja, acesso aos botões de Incluir, Alterar, Salvar, Cancelar e Excluir um lançamento. Com o Prestador selecionado, busque a atividade utilizada para a Nota Fiscal. Imprimir: Disponível na tela de Escrituração Fiscal para Tomadores de Serviços. Permite ao usuário gerar guia para pagamento por Nota Fiscal Lançada. O usuário poderá optar por esta rotina quando necessitar que o nome do Prestador de Serviços seja impresso na guia de Pagamento, uma vez que a Guia é impressa em nome do Tomador de Serviços. 24

25 14.1. SERVIÇOS DIVERSOS Tela que permite ao usuário, fazer os lançamentos das Notas fiscais Emitidas, Canceladas, Extraviadas, Retidas etc. Nesta tela terá de ser informado o Prestador de Serviços SUBSTITUTIVA Tela que permite ao usuário fazer acertos na escrituração de notas que foram lançadas com erro. Esta rotina só poderá ser utilizada após já ter ocorrido o encerramento da Escrituração Fiscal para serviços Tomados CONSTRUÇÃO CIVIL Permite o usuário fazer os lançamentos das Notas Fiscais Retidas ou Não Retidas. Nesta tela deverá ser informado o Prestador dos Serviços e ainda o Código da Obra. Obs. O código da Obra é de fundamental importância para no caso da aplicação dos descontos relacionados aos Materiais utilizados na Obra SEM DOCUMENTOS FISCAIS Permite que o usuário faça os lançamentos das receitas que não tiveram emissão de Notas Fiscais. Esta opção permite ainda que o Tomador de Serviços faça a retenção ou não do Imposto lançado. 15. ESCRITURAÇÃO BANCÁRIA Rotina que deverá ser utilizada para lançamento da Escrituração Fiscal de Serviços Prestados pelos bancos. 25

26 O Usuário deverá clicar em DADOS, aparecerão as contas cadastradas no plano de Contas Bancário que tem incidência de ISSQN, clicar no botão Alterar e lance os valores nas contas desejadas. Após os lançamentos o usuário deverá clicar em Salvar. 16. ESCRITURAÇÃO VIA ARQUIVO Rotina destinada a importar a Escrituração Fiscal extraída de outros aplicativos. O Arquivo gerado deverá seguir um layout específico que poderá ser adquirido na página principal de acesso ao ISS Digital. Layout para Escrituração Via Arquivo. 17. DENUNCIA ESPONTÂNEA Rotina destinada à lançamento Valores que não foram que não foram escriturados anteriormente. Ao executar esta rotina, o sistema permitirá a emissão de uma guia que poderá ser quitada na rede bancária, após este lançamento o usuário deverá aguardar o manifesto da fiscalização. 26

27 18. MATERIAIS PARA ABATIMENTO Rotina que permite ao usuário fazer os lançamentos das Notas Fiscais dos materiais aplicados na obra. Os valores dos Materiais, depois de aprovados pela prefeitura, serão aplicados como descontos para o calculo do ISSQN a ser pago. Informar inicialmente a Obra, logo após entrar na opção de DADOS, nesta tela estará os botões que permitirá ao usuário fazer as manutenções na tabela, Incluir, Alterar, Salvar, Cancelar ou Excluir. - Reservado Para Prefeitura: Aceitar: Sim ou Não, deverá ser lançado pelos usuários da Prefeitura para que os valores possam ou não ser aplicados como descontos no ISSQN. 19. SUB-EMPREITADAS PARA ABATIMENTO Rotina destinada à Prefeitura. Ela permite ao usuário da Prefeitura autorizar os valores da SubEmpreitadas que entrarão nos descontos, juntamente com os materiais utilizados na Obra. 27

28 20. GUIA / CONTA CORRENTE / 2ª VIA Após escriturar todas as notas da competência referida, será necessário gerar as guias de pagamento. Clique em GUIAS/CONTA CORRENTE, para gerar as guias de pagamento. Para imprimir a guia, clique no botão "GERAR GUIA", da competência em questão SERVIÇOS PRESTADOS Se houver necessidade de emitir uma segunda vida da guia, clique no botão "GUIAS EMITIDAS". Abaixo segue a imagem da guia gerada: 28

29 Cancelar: Ao clicar nesta opção, o usuário estará fazendo o Cancelamento da Guia, o que implicará em ter de gerar nova guia. Lembramos que ao cancelar a guia o pagamento não deverá ser efetuado na rede bancária. Num. de Guia: Ao clicar nesta opção abrirá tela para lançamento de uma nova data de vencimento. Os Juros, Multa e Atualização serão impressos na nova guia a ser gerada. Solicitar Estorno: Ao clicar nesta opção o usuário estar solicitando à Prefeitura que retorne a guia emitida anteriormente. Esta opção só poderá ser solicitada se nova guia não for gerada SERVIÇOS TOMADOS Se houver necessidade de emitir uma segunda via, clique no botão "GUIAS EMITIDAS". 29

30 Cancelar: Ao clicar nesta opção, o usuário estará fazendo o Cancelamento da Guia, o que implicará em ter de gerar nova guia. Lembramos que ao cancelar a guia o pagamento não deverá ser efetuado na rede bancária. Num. de Guia: Ao clicar nesta opção abrirá tela para lançamento de uma nova data de vencimento. Os Juros, Multa e Atualização serão impressos na nova guia a ser gerada. Solicitar Estorno: Ao clicar nesta opção o usuário estar solicitando à Prefeitura que retorne a guia emitida anteriormente. Esta opção só poderá ser solicitada se nova guia não for gerada. 21. GUIAS AVULSAS Tela que permite ao usuário emitir guias para pagamento sem o lançamento da Escrituração Fiscal. O usuário deverá clicar na opção desejada, Para Serviços Prestados ou Para Serviços Tomados, clicar no botão Nova, fazer o lançamento e logo após clicar no botão de Imprimir (Aguardar a geração da Guia). Emitidas: Opção que permite a visualizar na tela, as guias avulsas que foram emitidas no mês de referência. Obs.: O usuário só poderá emitir 01 (UMA) guia avulsa no mês, e não poderá executar nenhuma opção da escrituração no mês subsequente, enquanto não escriturar o mês em aberto. 30

31 22. SOLICITAÇÃO DE AIDF (AUTORIZAÇÃO PARA IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS) A solicitação de AIDF (AUTORIZAÇÃO PARA IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS, como: Nota Fiscal, Talão, Formulário Contínuo, Cupom Fiscal, etc.). OBS.: Para solicitar AIDF, não é necessário ter competência selecionada. a. Clique no menu AIDF \ SOLICITAÇÃO - IMPRESSÃO DE AUTORIZAÇÃO: b. Clique no botão Dados e em seguida clique em INCLUIR. c. Depois de digitar todas as informações, salve e clique em "DOMUMENTOS A SEREM ENVIADOS". 31

32 d. Preencha todas as informações do pedido para o bloco de Notas Fiscais. Com os dados preenchidos, clique em Salvar e em seguida clique em Voltar para AIDF. e. A solicitação de AIDF é enviada à Prefeitura, onde será analisada e liberada pelo fiscal. f. Com a solicitação aprovada, imprima a ficha cega, com a autorização para impressão do bloco de notas fiscais para a Gráfica. 32

33 23. SOLICITAÇÃO DE AIDF-e (PARA EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA) A Solicitação de AIDF-e, vai seguir o mesmo princípio de solicitação de AIDF. A diferença é que a solicitação de AIDF-e não será necessário selecionar gráfica e o tipo de documento fiscal será sempre para Nota Fiscal Eletrônica. 33

34 24. EMISSÃO DE NF-E NOTA FISCAL ELETRÔNICA CLIQUE NO MENU NF-e EMISSÃO DE NF-e POR TOMADOR DE SERVIÇO a. Clique em Dados: b. Clique em INCLUIR. c. Selecione a situação da NF-e: 34

35 d. Após escolher a situação da NF-e, selecione o tomador de serviço: e. Digite o CPF/CNPJ para buscar o Tomador cadastrado no sistema. f. Se o Tomador não esteja cadastrado, clique no botão "CADASTRAR": 35

36 g. Para cadastrar o Tomador, preencha as informações do Tomador e clique em Salvar. h. Quando os dados forem salvos, para voltar para NF-e e terminar os lançamentos, clique em VOLTAR PARA ESCRITURAÇÃO OBS.: Se o TOMADOR for do município, busque pela opção de BUSCAR PELO TOMADOR, busque digitando o CPF/CNPJ. Caso o Tomador de Serviços seja do município e não esteja cadastrado no sistema, somente a Prefeitura poderá realizar o cadastro. 36

37 i. Voltando a tela da NF-e, os dados do Tomador e do Prestador de Serviço ficaram visíveis para conferência. j. Os dados a seguir devem ser preenchidos de acordo com o serviço prestado na NF-e: OBS.: Os dados como observações, forma de pagamento e valor do desconto, devem ser preenchidos de acordo com a necessidade da emissão da NF-e. As deduções devem ser preenchidas de acordo com a necessidade do serviço prestado. 37

38 k. Salve a NF-e. O sistema irá solicitar o lançamento dos serviços prestados: l. Lance o serviço que será escriturado. 38

39 m. Selecione a atividade do Prestador de serviço: n. Digite o valor unitário e o detalhamento do serviço. Clique em salvar: o. Quando salvar o serviço, o sistema volta para tela de lançamento de serviços prestados. Se desejar colocar mais um serviço, clique no botão Incluir. OBS.: qualquer alteração ou exclusão de um item na Nota Fiscal, somente poderá ser realizada antes de sua emissão. Após a emissão, somente a Prefeitura poderá realizar o cancelamento. 39

40 p. Prévia da NF-e OBS.: Sempre imprima a prévia para conferência. A prévia é um rascunho da Nota Fiscal Eletrônica, dessa maneira a Nota poderá ser modificada antes de sua emissão. A prévia não vale como documento fiscal. Após sua conferência e os dados estiverem corretos, a Nota poderá ser emitida. 40

41 q. Emitir \ Escriturar a NF-e: 41

42 r. Status da NF-e EMISSÃO DE NOTA FISCAL BUSCAR PELO CLIENTE Esta opção é para que o contribuinte possa utilizar um banco de dados de Clientes que não estarão disponíveis para outros Contribuintes. Este banco de dados é exclusivo para este Contribuinte. O Contribuinte poderá modificar estes clientes de acordo com sua necessidade. Somente é permitido o cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas de fora do Município. Clientes domiciliados no Município não poderão ser cadastrados. a. Selecione a situação e em seguida clique no link "Procurar pelo Cliente". b. Digite o CPF/CNPJ para buscar o cliente já cadastrado. O Cliente já cadastrado aparecerá e clique em OK para continuar a preencher a Nota: 42

43 c. Se o Cliente do Contribuinte não estiver cadastrado clique no botão "CADASTRAR": d. Digite as informações, de acordo com a imagem abaixo e em seguida clique em salvar. Com os dados salvos, clique em "VOLTAR PARA NOTA FISCAL". OBS.: As demais informações na parte de "Serviço Prestado, deverão ser preenchida quando a emissão da Nota for pela funcionalidade da NF-e para o Cliente. É uma emissão por competência, de apenas uma nota para o Cliente, onde apenar o valor da Nota irá variar por competência. 43

44 O Status deste contribuinte tem que estar marcado como Ativo, para que possa ser utilizado. Selecione uma das três opções, de acordo com a necessidade. e. Depois que retornar a tela de busca, digite o CPF/CNPJ e clique em OK para continuar o preenchimento da NF-e f. O processo de preenchimento da NF-e será o mesmo que o processo utilizado pelo Tomador de Serviço, visto anteriormente. g. A manutenção é de inteira responsabilidade do contribuinte, para isso o contribuinte deverá entrar no menu CADASTRO \ CLIENTES DO CONTRIBUINTE. Clique em DADOS, onde aparecerão as opções de Incluir, Alterar, Salvar, Cancelar e Excluir. h. Quando terminar o lançamento da NF-e, ao emitir a Nota ela terá a mesma funcionalidade de uma NF-e emitida por um Tomador de Serviço. 44

45 24.4. IMPRESSÃO DE NF-E PARA CLIENTES a. Para imprimir uma NF-e para clientes, clique no menu AIDF e em seguida Impressão de NF-e para clientes. 45

46 b. Marque a opção Gerar NF e em seguida selecione o botão "+", para selecionar os clientes. c. Pressione ENTER em seu teclado para listar todos os clientes cadastrado no seu acesso. Marque aqueles clientes onde será gerada as NF-es e clique no botão "X" para retornar a tela. d. Na tela de impressão, digite o valor de cada nota fiscal dos clientes selecionados e clique em Imprimir. Será emitidas NF-es correspondentes a estes clientes: 46

47 24.5. CANCELAMENTO DE NF-e a. Para cancelar uma Nf-e, clique no botão REQUISITAR CANCELAMENTO. b. Clique no botão "NOTA FISCAL SUBSTITUTA" para selecionar a NF-e que substituirá a NF que será cancelada. OBS.: A NF-e Substituta já deverá estar emitida no sistema. c. Ao clicar no botão "NOTA SUBSTITUTA", uma caixa de diálogo será aberta para que possa informar a NF-e que foi emitida em substituição a NF-e que deseja cancelar. Se não possuir o numero da NF-e, basta pressionar o ENTER em seu teclado, para listar todas as notas emitidas em seu sistema. 47

48 d. Informe o motivo do cancelamento e os outros dados da requisição de cancelamento da NF-e. Clique em salvar e imprima a solicitação de cancelamento. Recolha as devidas assinaturas do Tomador de serviço, confirmando o cancelamento e encaminhe a solicitação ao Setor da Fazenda, responsável pelo ISS DIGITAL da Prefeitura.Obs.: Verifique sempre quais as exigências de cancelamento da Prefeitura. e. Quando salvar a requisição, o processo de cancelamento será enviado automaticamente à Prefeitura para análise, para que possa efetuar o cancelamento. EXEMPLO: QUANDO SERÁ NECESSÁRIO A IMPRESSÃO DO FORMULÁRIO E SUA ENTREGA NO SETOR DO ISS. AGUARDAR STATUS NA TELA DA NOTA SE A MESMA FOI CANCELADA OU O CANCELAMENTO INDEFERIDO. SE FOI INDEFERIDO, DEVERÁ CLICAR NA REQUISIÇÃO DE CANCELAMENTO PARA VERIFICAR O MOTIVO. 48

49 25. RELATÓRIOS LIVRO FISCAL Para gerar Livro Fiscal, clique no menu RELATÓRIOS \ LIVRO FISCAL. O Livro Fiscal só poderá ser impresso depois que todas as competências do exercício, estejam encerradas, tanto para Prestador como para Tomador de Serviços. Ex.: Livro Fiscal de Teste de Contribuinte da Prefeitura de Cabo Frio 49

50 25.2. ESCRITURAÇÃO Gera um relatório de todas as escriturações lançadas no sistema. Pode-se gerar o relatório de qualquer período, enquadramento, tipo de escrituração e situação da NF. 50

51 25.3. EXTRATO SIMPLIFICADO 51

52 25.4. RECIBO DE RETENÇÃO DE ISS 26. REQUISITOS MÍNIMOS PARA O SISTEMA DE ISS DIGITAL Software de leitura de arquivos PDF (Acrobat Reader). Equipamento IBM-PC ou compatível Processador Pentium II 266 MHz ou superior; 256 MB de memória RAM; Sistema operacional: Windows 2000 ou superior; Configuração mínima de vídeo de 256 cores; Configuração mínima de tela 800x600 pixels. Impressora Jato de tinta, laser, cera ou fusão térmica; Navegador de internet (Mozilla Firefox, Chrome ou Internet Explorer) O bloqueador de pop-up de seu navegador deverá estar desativado para visualizar as guias e relatórios gerados no sistema. Conexão internet banda larga para os computadores que utilizarão o sistema. 52

53 27. ANEXO I CONSTRUÇÃO CIVIL CADASTRAR OBRA a. Clique em cadastro, construção civil e em seguida em obras. b. Clique em dados c. Clique em incluir para inserir as informações da obra. 53

54 d. Após inserir os dados e salvar o sistema muda para a tela de Relacionamento de Obras, onde o contribuinte irá relacioná-la a sua inscrição. e. Clique em dados e após em incluir. Digite as informações para a busca. 54

55 f. Voltar em Cadastro / Obras para relacioná-la. g. Relacionar a obra EMISSÃO DE NF-e Para emitir a NOTA FISCAL ELETRÔNICA da construção civil com a dedução de material. a. Clique em NF-e, em dados e após em incluir. b. Clique em dados, depois em incluir e procurar pelo cliente. 55

56 c. Insira o cliente e na parte inferior da nota buscar a obra. d. Digite o numero da obra e pressione ENTER para buscar a obra. e. A seguir irá lançar os itens da nota e clique me salvar. 56

57 f. Lance as informações do serviço como: quantidade, atividade, valor da nota e o detalhamento. Com as informações preenchidas, clique em salvar. g. Clique na prévia para verificar os dados da NF-e. h. Após a conferência dos dados, faça a emissão da NF-e Obs.: O valor do abatimento só aparecerá na nota após efetivamente emitida. 57

58 28. ANEXO II - INTEGRAÇÃO VIA WEBSERVICE Este documento apresenta o modelo conceitual para o desenvolvimento de sistemas de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, capazes de viabilizar o sincronismo de informações entre contribuintes e municípios, e desses com outros órgãos de governo das esferas federal e estaduais, para implementação em Secretarias Municipais de Finanças. A partir da implementação dos sistemas de NFS-e, as Administrações Tributárias Municipais poderão atuar de forma integrada com o compartilhamento de informações que viabilizarão controle fiscal e de arrecadação do ISS, como forma de se adequarem à nova realidade tributária. Com o intuito de prover uma solução de contingência para o contribuinte, a Administração Tributária Municipal poderá criar, segundo a sua conveniência, o Recibo Provisório de Serviços (RPS) que é um documento de posse e responsabilidade do contribuinte, que deverá ser gerado manualmente ou por alguma aplicação local, possuindo uma numeração sequencial crescente e devendo ser convertido em NFS-e no prazo estipulado pela legislação tributária municipal. Este documento poderá atender, também, àqueles contribuintes que, porventura, não disponham de infraestrutura de conectividade com o sistema da Administração Tributária Municipal em tempo integral, podendo gerar os documentos e enviá-los, em lote, para processamento e geração das respectivas NFS-e. Para que os RPS possam fazer parte de um lote a ser enviado para geração das NFS-e correspondentes, é necessário que o contribuinte possua algum tipo de aplicação instalada em seus computadores, seja ela fornecida pela Administração Tributária Municipal ou desenvolvida particularmente, seguindo as especificações disponibilizadas por essa. A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) é um documento de existência exclusivamente digital, gerado e armazenado eletronicamente pela Administração Tributária Municipal ou por outra entidade conveniada, para documentar as operações de prestação de serviços. A geração da NFS-e será feita, automaticamente, por meio de serviços informatizados, disponibilizados aos contribuintes. Para que sua geração seja efetuada, dados que a compõem serão informados, analisados, processados, validados e, se corretos, gerarão o documento. A responsabilidade pelo cumprimento da obrigação acessória de emissão da NFS-e e pelo correto fornecimento dos dados à secretaria, para a geração da mesma, é do contribuinte. Para realizar o acesso, clique no menu NF-e \ Integração via WebService. 58

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 1. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados

Leia mais

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 1. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: Apresentação: 02 Método de Acesso ao Sistema Sig Iss: 02 Tela de Abertura: 03 Modo de Acesso: 04 Botões e Telas

Leia mais

VERSÃO 1.0.1 (09/2010)

VERSÃO 1.0.1 (09/2010) VERSÃO 1.0.1 (09/2010) 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. CONCEITO... 4 3. BENEFÍCIOS... 4 4. ACESSO AO SISTEMA... 5 4.1 ACESSANDO O SISTEMA DA NFS-E PELA PRIMEIRA VEZ... 5 4.2 ACESSANDO A ÁREA EXCLUSIVA DE PRESTADOR...

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CONCEITO... 3 3. BENEFÍCIOS... 3 4. ACESSO AO SISTEMA... 4 5. MANUTENÇÃO... 6

1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CONCEITO... 3 3. BENEFÍCIOS... 3 4. ACESSO AO SISTEMA... 4 5. MANUTENÇÃO... 6 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CONCEITO... 3 3. BENEFÍCIOS... 3 4. ACESSO AO SISTEMA... 4 4.1 ACESSANDO O SISTEMA DA NFS-E PELA PRIMEIRA VEZ... 4 4.2 ACESSANDO A ÁREA EXCLUSIVA DE PRESTADOR... 5 5. MANUTENÇÃO...

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e Manual do Usuário Prestador Introdução Este manual tem como objetivo apresentar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) que será utilizado pelos contribuintes

Leia mais

M a n u a l de E m i s s ã o NFeI

M a n u a l de E m i s s ã o NFeI M a n u a l de E m i s s ã o NFeI Sistema Versão 1.8 21/08/2009. ÍNDICE Apresentação... 1 Objetivos... 2 Conceitos... 2 Recibo Provisório de Serviços RPS... 3 Geração da NFeI... 3 Cancelamento de NFeI...

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. APRESENTAÇÃO...4 1 2. ACESSO AO APLICATIVO...5 3. GERAÇÃO DE NFS-e...6 3.1. Preenchimento dos dados para emissão da NFS-e...6

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO Parte:...................................... Gabarito Assunto:............................ Atualização: Original........................ Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação APLICAÇÕES

Leia mais

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novo Hamburgo/RS ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica SUMÁRIO Página LOGIN AO SISTEMA...3 EMITIR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...7 CONSULTAR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...12 CONSULTAR SOLICITAÇÕES DE CANCELAMENTO

Leia mais

Assunto: Identificação: Versão: Folha / Nº: Cartilha ISS Online DOC-IN 1.0 1 / 29. Grupo Assessor Público

Assunto: Identificação: Versão: Folha / Nº: Cartilha ISS Online DOC-IN 1.0 1 / 29. Grupo Assessor Público Cartilha ISS Online DOC-IN 1.0 1 / 29 Guia Rápido de Usuário Cartilha ISS Online DOC-IN 1.0 2 / 29 ISS Online Apresentação O avanço da tecnologia aliado aos novos conceitos de gerenciamento das informações

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA CARTILHA E TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA SUMÁRIO

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA CARTILHA E TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA SUMÁRIO NFS-e NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA CARTILHA E TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA SUMÁRIO 1. NFS-e 1.1 Considerações Iniciais 1.2 Definição 1.3 Regras de uso 1.3.1 Quem está obrigado a emitir a NFS-e?

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO M A N U A L D A NFS-e NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NOTA NATALENSE ÍNDICE INFORMAÇÕES GERAIS...4 1. Acesso ao Portal do Sistema...7

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO.

SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO. Página 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAXÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO. ARAXÁ MINAS GERAIS 2010 Página 2 Manual do Sistema da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços NFS-e ÍNDICE 1. NOTA FISCAL

Leia mais

Prefeitura de Araxá - MG

Prefeitura de Araxá - MG ARAXÁ - MG sexta-feira, 10 de setembro de 2015 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Desbloquear PopUps Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1 1 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

Serviço de Informações Municipais Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e. Manual de Operação Versão 2.0

Serviço de Informações Municipais Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e. Manual de Operação Versão 2.0 Manual de Operação Versão 2.0 Índice de Operações 1. Apresentação...2 2. Solicitação de Uso da NFS-e...3 3. Consultar Andamento da Solicitação de Uso...5 4. Emitindo a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica...5

Leia mais

Indice. O que é NFSe?... 5

Indice. O que é NFSe?... 5 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1

NFSE - Nota Fiscal de Serviços Eletrônica 1 1 DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais, contanto que as cópias sejam feitas

Leia mais

Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa

Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa Manual do Sistema de ISS 1 Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa Na página inicial do sistema de ISSWEB são apresentados quatro menus: Início, Acesso ao Sistema, Credenciamento e Consultas.

Leia mais

ISSWEB Contribuintes com Inscrição Municipal

ISSWEB Contribuintes com Inscrição Municipal Manual do Sistema de ISS ISSWEB Contribuintes com Inscrição Municipal FIORILLI SOFTWARE Manual do Sistema de ISS CONTEÚDO 1. Menu Contribuintes 1.1 Página Inicial...2 1.2 Dados Gerais...2 1.3 Trocar Contribuinte...3

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

ISSWEB Contribuintes de Outro Município FIORILLI SOFTWARE

ISSWEB Contribuintes de Outro Município FIORILLI SOFTWARE Manual do Sistema de ISS ISSWEB Contribuintes de Outro Município FIORILLI SOFTWARE Manual do Sistema de ISS 1 CONTEÚDO 1. Menu Contribuintes 1.1 Página Inicial... 2 1.2 Dados Gerais... 2 1.3 Trocar Contribuinte...

Leia mais

ISSQN MANUAL DE. UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição

ISSQN MANUAL DE. UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição ISSQN MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NFe) 1ª edição 1 O QUE É A NOTA FISCAL ELETRÔNICA NFe? São notas fiscais de serviços emitidas através de um microcomputador conectado a Internet através

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PESSOA FÍSICA

MANUAL DO USUÁRIO PESSOA FÍSICA MANUAL DO USUÁRIO PESSOA FÍSICA 1 Índice DSF - Desenvolvimento de Sistemas Fiscais Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial deste documento sem o pagamento de direitos autorais,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Versão 2.0 Índice 1. Acessar o sistema 2. Notas Eletrônicas 2.1. Emitir

Leia mais

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer?

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer? Manual do Sistema SUMÁRIO 1 O que é o sistema GEFISCO? 2 - Como acessar o sistema GEFISCO? 3 - Como criar um login e uma senha? 4 - Esqueci minha senha, e agora? 5 - Como acessar o Livro Fiscal? 6 - Como

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Matéria publicada originalmente no Diário do Comércio Data: 01/08/2006 01 - CONCEITOS? 1.01.

Leia mais

MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS BELONOT@

MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS BELONOT@ MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS BELONOT@ Este manual é aplicado a todos os prestadores de serviço estabelecidos no município de Porto Belo SC, que deverão emitir a BELONOT@ para o registro

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e)

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) Diretoria Geral de Tributos Biguaçu, Janeiro de 2012 INTRODUÇÃO

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 36 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 2. REGRAS PARA CADASTRAMENTO... 5 3. SENHA WEB... 6

Leia mais

Manual de Utilização Versão 2.1

Manual de Utilização Versão 2.1 Manual de Utilização Versão 2.1 ÍNDICE DE IMAGENS Figura 1 - Página home do NFS-e... 6 Figura 2 - Tela de Solicitação de Cadastro dos Prestadores de Serviço... 6 Figura 3 - Cadastro Prestador de Serviços...

Leia mais

Nota Salvador - NFS-e Acesso ao Sistema - Pessoa Física

Nota Salvador - NFS-e Acesso ao Sistema - Pessoa Física Nota Salvador - NFS-e Acesso ao Sistema - Pessoa Física Versão 1.0 Nota Salvador NFS-e Versão do Manual: 1.0 pág. 2 Manual do Sistema Nota Salvador NFS-e Acesso ao Sistema para Pessoa Física ÍNDICE 1.

Leia mais

MANUAL PRONIM NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E

MANUAL PRONIM NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E MANUAL PRONIM NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E VERSÃO ON-LINE Manual do Usuário do Sistema NFS-E PRONIM NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Usuário Pagina 1 APRESENTAÇÃO No atual

Leia mais

SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS 21/05/2014 11:06:04

SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS 21/05/2014 11:06:04 SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS 21/05/2014 11:06:04 Manual do Sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e ÍNDICE NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA-NFS-e - CONSIDERAÇÕES GERAIS Definição Obrigatoriedade

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e. Prefeitura Municipal de Tupãssi

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e. Prefeitura Municipal de Tupãssi NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e Prefeitura Municipal de Tupãssi PERGUNTAS E RESPOSTAS O QUE É A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e? R NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) é um documento

Leia mais

Manual de Nota Fiscal Eletrônica e Declaração Mensal de Serviços Prefeitura Municipal de Morrinhos Estado de Goiás

Manual de Nota Fiscal Eletrônica e Declaração Mensal de Serviços Prefeitura Municipal de Morrinhos Estado de Goiás Manual de Nota Fiscal Eletrônica e Declaração Mensal de Serviços Prefeitura Municipal de Morrinhos Estado de Goiás Secretaria Municipal de Finanças Gerência de Arrecadação 1 Prefeitura Municipal de Morrinhos

Leia mais

SOLUÇÕES EM GESTÃO TRIBUTÁRIA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS

SOLUÇÕES EM GESTÃO TRIBUTÁRIA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS SOLUÇÕES EM GESTÃO TRIBUTÁRIA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA INDICE NFS-e.. 02 Tomador, Prestador e Prefeitura 03 Nota Fiscal impressa 04 Nota Fiscal enviada por e-mail 05 Certificação Digital. 06

Leia mais

NFS-E ON-LINE NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO

NFS-E ON-LINE NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Dezembro/2012 ÍNDICE 1.

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Manual do Sistema

Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Manual do Sistema 1 Índice Apresentação... 3 Entrada no sistema... 4 Manual da NFe de Serviços Módulo Tomador... 5 Consultar RPS Recibo Provisório de Serviços... 6 Verificar a Autenticidade de Nota Fiscal...7 Geração de

Leia mais

NFS-e. Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual Operacional do Prestador de Serviços

NFS-e. Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual Operacional do Prestador de Serviços te 2013 NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual Operacional do Prestador de Serviços Este manual tem como objetivo orientar os usuários, sobre os procedimentos relativos ao correto manuseio de

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços Eletrônicos NFS-e Administração de Receita Manual do Usuário

Nota Fiscal de Serviços Eletrônicos NFS-e Administração de Receita Manual do Usuário Nota Fiscal de Serviços Eletrônicos NFS-e Administração de Receita Manual do Usuário Copyright GOVERNANÇABRASIL 2011 APRESENTAÇÃO No atual cenário mundial, a compreensão do conhecimento e o domínio da

Leia mais

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador Contador 2 1 Credenciamento Se for prestador do município, substituto ou empresas de outros municípios clique na opção credenciar Para acessar a tela de credenciamento do contador, clique na opção Contador

Leia mais

Manual do módulo Hábil NFS-e Emissor de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Manual do módulo Hábil NFS-e Emissor de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Manual do módulo Hábil NFS-e Emissor de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Hábil Empresarial 2014 by Koinonia Software Ltda (0xx46) 3225-6234 I Hábil Empresarial NFS-e Índice Cap. I Introdução 1 1 O que

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Módulo Gráfica: 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema

Leia mais

DECRETO Nº 4.252 DE 13 DE MARÇO DE 2014

DECRETO Nº 4.252 DE 13 DE MARÇO DE 2014 DECRETO Nº 4.252 DE 13 DE MARÇO DE 2014 (Dispõe sobre a instituição e obrigatoriedade da nota fiscal eletrônica de serviços, da declaração eletrônica de prestadores e tomadores de serviços, com pertinência

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Safeweb enota NFSe Sistema de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário - Versão 1.0.0 1. Sobre O enota NFSe é um sistema de emissão de Nota

Leia mais

Versão 2.3 (01/2013)

Versão 2.3 (01/2013) Versão 2.3 (01/2013) Sumário INTRODUÇÃO... 4 CONCEITO... 4 BENEFÍCIOS... 4 REQUISITOS TÉCNICOS... 4 INFORMAÇÃO AO USUÁRIO... 4 PANORAMA DO SISTEMA... 5 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA UTILIZAR A NFS-E... 6

Leia mais

Manual do Sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-es

Manual do Sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-es LAGOA FORMOSA MINAS GERAIS 2012 Manual do Sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-es ÍNDICE NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA-NFS-e - CONSIDERAÇÕES GERAIS Definição Obrigatoriedade de emissão

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ MANUAL DO USUÁRIO NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA ÍCONES PADRÕES UTILIZADOS 2

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ MANUAL DO USUÁRIO NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA ÍCONES PADRÕES UTILIZADOS 2 ÍNDICE ÍCONES PADRÕES UTILIZADOS 2 PARTE 1 DADOS DO PRESTADOR DE SERVIÇO 4 PARTE 2 SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DE NFS-e 7 PARTE 3 ALTERAR SENHA 9 PARTE 4 GERENCIAMENTO DE USUÁRIOS E PERMISSÕES

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica

Manual da Nota Fiscal Eletrônica Manual da Nota Fiscal Eletrônica Memory Informática Tabela de Conteúdos Meu Usuário Meu Perfil --------------------------------------------------------- 4 Minha Empresa Configurar Minha Empresa -------------------------------------

Leia mais

PASSO A PASSO PARA A EMISSÃO DA NOTA CARIOCA

PASSO A PASSO PARA A EMISSÃO DA NOTA CARIOCA PASSO A PASSO PARA A EMISSÃO DA NOTA CARIOCA 1º PASSO Certificado Digital ou Senha Web? Existem duas formas de acessar o sistema para a emissão da NFS-e, uma com o Certificado Digital e a outra pela Senha

Leia mais

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca www.notacarioca.rio.gov.br Objetivo Apresentar na prática os procedimentos para acesso e manuseio do sistema da Nota

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 48 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 2. REGRAS PARA CADASTRAMENTO... 5 3. SENHA WEB... 6

Leia mais

Versão 2.2 (04/2012)

Versão 2.2 (04/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 4 CONCEITO... 4 BENEFÍCIOS... 4 REQUISITOS TÉCNICOS... 4 PANORAMA DO SISTEMA... 5 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA UTILIZAR A NFS-E... 6 SENHA DE ACESSO... 10 ALTERANDO A SENHA DE ACESSO...

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica do Tomador de Serviços NFTS

Nota Fiscal Eletrônica do Tomador de Serviços NFTS Nota Fiscal Eletrônica do Tomador de Serviços NFTS Versão 1.0 Nota Salvador NFS-e Versão do Manual: 1.0 pág. 2 Manual do Sistema da Nota Fiscal Eletrônica do Tomador de Serviços NFTS ÍNDICE 1. Acessando

Leia mais

Help de NFSe. Credenciamento

Help de NFSe. Credenciamento Prestador 2 1 Help de NFSe Credenciamento Se for prestador do município, substituto ou empresas de outros municípios clique na opção credenciar Para acessar a tela de credenciamento do contador, clique

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e Manual de Acesso e Utilização do Aplicativo On-Line Versão 1.0.2 Abril/2011 ÍNDICE ÍNDICE...2

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN MIGRAÇÃO DAS INFORMACOES DO ATUAL SISTEMA PARA O SIGISSWEB 1ª FASE: Em 1º de Maio de 2015, o sistema SIGISSWEB deverá estar carregado com todos os cadastros

Leia mais

ÍNDICE. 1.1 Em Login do Administrador o usuário do sistema vai digitar seu Nome de Usuário e a senha, que foi criado anteriormente.

ÍNDICE. 1.1 Em Login do Administrador o usuário do sistema vai digitar seu Nome de Usuário e a senha, que foi criado anteriormente. ÍNDICE Descrição 1.0 Acessos ao Sistema 1.1 Login do Administrador 1.2 Login do Fiscal 1.3 Login do Contribuinte 2.0 Menu Principal 2.1 Gerar NFS-e 2.1.1 Gerar NFS-e 2.2 Cadastros 2.2.1 Cadastro de Atividades

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. REGULAMENTA A LEI MUNICIPAL N.º 1.209, DE 02 DE MAIO DE 2014, QUE INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, A DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e

Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e 1. Solicitar a senha Clicar na opção Solicitar Senha. Digitar o CNPJ da empresa, razão social e cadastrar uma senha, digitar novamente a senha para confirmar. Abaixo

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Manual do Sistema

Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Manual do Sistema 1 Índice Apresentação... 3 Entrada no sistema... 4 Manual da NFe de Serviços Módulo Tomador... 5 Consultar RPS Recibo Provisório de Serviços... 6 Verificar a Autenticidade de Nota Fiscal...7 Geração de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO NOTA FISCAL AVULSA ORIENTAÇÕES PARA EMISSÃO PELA WEB

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO NOTA FISCAL AVULSA ORIENTAÇÕES PARA EMISSÃO PELA WEB PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO NOTA FISCAL AVULSA ORIENTAÇÕES PARA EMISSÃO PELA WEB Página 2 de 11 INFORMAÇÕES GERAIS O Sistema de emissão de Nota Fiscal Avulsa - NFA

Leia mais

ISS DIGITAL MANUAL DO USUÁRIO INTERSOL SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA

ISS DIGITAL MANUAL DO USUÁRIO INTERSOL SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA ISS DIGITAL MANUAL DO USUÁRIO INTERSOL SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA Este Manual de Instruções destina-se aos usuários do Sistema de ISS Digital, desenvolvido e mantido por Intersol Serviços de Informática

Leia mais

I.S.S.Q.N. Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza

I.S.S.Q.N. Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza I.S.S.Q.N. Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA - Versão 1.2 30/03/2010 Pag.: 1 : Tópico: Página: 1-APRESENTAÇÃO 04 1.1-Método de Acesso ao Sistema ISS-Londrina-DMS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VISCONDE DO RIO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE VISCONDE DO RIO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS DECRETO Nº 102/2011 Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma e prazo de recolhimento do ISSQN, cria obrigações acessórias pela internet, e dá outras providências. O

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS. Manual. Versão 1

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS. Manual. Versão 1 NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS Manual Versão 1 1 INDICE 1 CONSIDERAÇÕES GERAIS...4 1.1 Definição...4 1.2 Obrigatoriedade de emissão da NF-e...4 1.3 Benefícios para o prestador de serviços que emitir

Leia mais

SOLICITAR USUÁRIO E SENHA DE ACESSO GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS ATRIBUIR UM CONTADOR A UMA EMPRESA

SOLICITAR USUÁRIO E SENHA DE ACESSO GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS ATRIBUIR UM CONTADOR A UMA EMPRESA 1 Manual prático Pág. 2 Pág. 4 Pág. 9 Pág. 11 SOLICITAR USUÁRIO E SENHA DE ACESSO EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA DECLARAÇÃO DE NOTA FISCAL RECEBIDA GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS IMPOSTO

Leia mais

M a n u a l U t i l i z a ç ã o d o R A N F S. Registro Auxiliar da Nota Fiscal de Serviços. Sistema. Versão 4.0 26/04/2010.

M a n u a l U t i l i z a ç ã o d o R A N F S. Registro Auxiliar da Nota Fiscal de Serviços. Sistema. Versão 4.0 26/04/2010. M a n u a l U t i l i z a ç ã o d o R A N F S Registro Auxiliar da Nota Fiscal de Serviços Sistema Versão 4.0 26/04/2010. Indíce Apresentação... 3 Objetivo... 3 PARTE I - PRESTADOR 1- Cadastro do Contribuinte

Leia mais

Versão 2.2 (01/2014)

Versão 2.2 (01/2014) Versão 2.2 (01/2014) Versão 2.2 (01/2014) Sumário INTRODUÇÃO... 7 APRESENTAÇÃO... 7 O QUE É GISSONLINE?... 7 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 7 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 7 INFORMAÇÃO AO USUÁRIO...

Leia mais

NFS-e. Nota Legal Porto Alegre

NFS-e. Nota Legal Porto Alegre NFS-e Nota Legal Porto Alegre APRESENTAÇÃO DA NFS-e A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica é um documento digital, gerado e armazenado eletronicamente pela prefeitura e que substitui as tradicionais notas

Leia mais

INFORMATIVO ISSQN. Descritivo de Funcionalidades

INFORMATIVO ISSQN. Descritivo de Funcionalidades INFORMATIVO ISSQN Descritivo de Funcionalidades INFORMATIVO ISSQN 1 Sumário DESABILITE O BLOQUEADOR DE POP-UPS... 2 ACESSANDO O SISTEMA... 2 LANÇAMENTO EVENTUAL DE RETENÇÃO NA FONTE PARA TOMADOR NÃO SEDIADO

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Envio de RPS em Lote (Arquivo XML / ABRASF Versão 1.0)

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Envio de RPS em Lote (Arquivo XML / ABRASF Versão 1.0) Manual de Envio de RPS em Lote (Arquivo XML / ABRASF Versão 1.0) Página 2 de 15 Índice ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. MANUAL COM O LAYOUT DO MODELO NACIONAL... 3 1.2. EXEMPLO... 3 2. ENVIANDO UM ARQUIVO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Barra Mansa

Prefeitura Municipal de Barra Mansa Prefeitura Municipal de Barra Mansa Manual de Envio de RPS em Lote (Arquivo XML / ABRASF Versão 1.0) Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br

Leia mais

Copyright 2004/2015 - VLC

Copyright 2004/2015 - VLC Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Perguntas Frequentes Versão 8.1 Atualizado em 26/08/2015 Copyright 2004/2015 - VLC As informações contidas neste caderno de Perguntas e Respostas são de propriedade da

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Manual de Integração Web Service

Manual de Integração Web Service Manual de Integração Web Service Prefeitura de São Simão/MG 1. INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar as especificações e critérios técnicos necessários para utilização do Web Service disponibilizado

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Março/2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 6 2.

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS

Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS Manual prático Pág. 2 - EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Pág. 5 - GERAÇÃO DE GUIAS PARA RECOLHIMENTO DO ISS Pág. 8 - ATRIBUIR UM CONTADOR A UMA EMPRESA Pág. 9 - VERIFICAR REGISTRO DE RPS Pág. 11 - TRANSMISSÃO

Leia mais