Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profª Roberlúcia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profª Roberlúcia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica"

Transcrição

1 Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profª Roberlúcia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica 1

2 Isomeria É o fenômeno onde dois ou mais compostos possuem a mesma formula molecular (o mesmo conjunto de átomos) e diferentes fórmulas estruturais (diferentes conectividades entre os átomos). Analogamente, Quantas palavras diferentes é possível escrever combinando as letras A, O, R e M? AMOR, ROMA, MORA, ORAM, RAMO, OMAR, ETC... 2

3 Na Química: Fórmula molecular C 2 H 6 O: Pto ebulição 78ºC -24ºC Pto fusão -117ºC -139ºC Fórmula molecular C 3 H 6 O: Pto ebulição 56ºC 34ºC Pto fusão - 95ºC -112ºC Compostos orgânicos de mesma fórmula molecular que apresentam propriedades diferentes, são denominados de Isômeros. 3

4 Classificação da Isomeria Isomeria Constitucional (ou Planar): a diferença entre os compostos é visível no plano, ou seja, é explicada por fórmulas estruturais planas. Estereoisômeros (ou Espacial, ou Estereoquímica): a diferença entre os compostos só é visível no arranjo espacial dos átomos, ou seja, é explicada por fórmulas estruturais espaciais. Constitucional Cadeia (ou de núcleo) Posição Função (ou funcional) Compensação (ou Metameria) Tautomeria Isomeria Estereoisômeros Geométrica ( ou cis-trans) Óptica 4

5 I.1. Isomeria de Cadeia (ou de núcleo): A diferença entre os isômeros está no tipo de cadeia carbônica, ou seja, é aquela onde os isômeros tem cadeias (ou núcleos) diferentes. a) Cadeia aberta x fechada CH 3 - CH = CH 2 Propeno C 3 H 6 CH 2 Ciclopropano CH 2 - CH 2 b) Cadeia normal x ramificada CH 3 C 4 H 10 CH 3 - CH - CH 3 Metilpropano CH 3 - CH 2 - CH 2 - CH 3 Butano 5

6 c) Cadeia Homogênea x Heterogênea H C 2 H 7 N CH 3 - N - CH 3 CH 3 - CH 2 - NH 2 Dimetilamina Etilamina 6

7 2. Isomeria de Posição: A diferença entre os isômeros está na posição de um radical, de um grupo funcional ou de uma insaturação. a) Diferente posição de um radical CH 3 - CH- CH 2 -CH 2 -CH 3 2-metil-pentano C 6 H 14 CH CH 3 - CH 2 - CH-CH 2 -CH 3 3-metil-pentano CH 3 7

8 b) Diferente posição de um grupo funcional C 3 H 8 O CH 3 - CH 2 - CH 2 - OH CH 3 - CH- CH 3 Propan-2-ol Propan-1-ol OH c) Diferente posição de uma insaturação CH 2 =CH-CH 2 -CH 3 C 4 H CH 3 -CH=CH-CH 3 But-1-eno But-2-eno 8

9 3. Isomeria de Função (ou funcional): A diferença entre os isômeros está no grupo funcional, ou seja, apresentam funções químicas diferentes. Os casos mais comuns são entre: a) Álcoois e Éteres CH 3 - CH 2 OH C Etanol 2 H 6 O b) Aldeídos e Cetonas C 3 H 6 O CH 3 - CH 2 - CHO Propanal CH 3 - O - CH 3 Metóxi-metano CH 3 - CO - CH 3 Propanona 9

10 c) Ácido Carboxílicos e Ésteres C 3 H 6 O 2 CH 3 - CH 2 -COOH Ác. Propanóico CH 3 -COO- CH 3 Etanoato de metila d) Álcoois Aromáticos, Éteres Aromáticos e Fenóis CH 2 OH OCH 3 CH 3 OH Álcool Benzílico (Álcool aromático) Metóxi-benzeno (Éter aromático) O- Cresol (Fenol) 10

11 4. Isomeria de Compensação (ou Metameria): A diferença entre os isômeros está na posição de um heteroátomo, ou seja, quando os isômeros diferem pela posição de um heteroátomo na cadeia carbônica. CH 3 - CH 2 -O- CH 2 - CH 3 C 4 H 10 O Etóxi-etano CH 3 -O- CH 2 - CH 2 - CH 3 Metóxi-propano Vejam que, além da mudança de posição do heteroátomo, os dois isômeros pertencem ao mesmo grupo funcional (Éter), sendo então, denominado de metâmeros. meta = mudança. 11

12 5. Isomeria de dinâmica (ou Tautomeria): É o caso particular da isomeria funcional em que os dois isômeros ficam em equilíbrio dinâmico. 1ºCaso: Tautomeria Aldo-Enólica, que é o equilíbrio entre um aldeído e um enol Enol H Aldeído H CH 2 C CH 3 - C OH O 12

13 2ºCaso: Tautomeria Ceto-enólica que é o equilíbrio entre uma cetona e um enol OH CH 2 C CH 3 Enol O CH C CH 3 3 Cetona 13

14 II. Estereoisomeria : 1) Isomeria Geométrica (ou Cis-Trans): Pode ocorrer em dois casos principais, que são: a) Isomeria cis-trans em compostos com dupla ligação: Ex: Cis-1,2-dibromo-eteno Isômero Cis: Possui ligantes iguais em um mesmo plano Trans-1,2-dibromo-eteno Isômero Trans: Possui ligantes iguais em planos opostos. 14

15 15

16 Ambos possuem propriedades físicas (densidade, pto de fusão e ebulição, etc.) e propriedades químicas diferentes. Na ligação dupla um carbono não pode girar livremente em relação ao outro, a existência das duas estruturas é justificada. E este fenômeno denominado rotação inibida (ou impedida), também ocorre em cadeias cíclicas. 16

17 b) Isomeria cis-trans em compostos cíclicos: Cis-1,2-dibromo-propano Trans-1,2-dibromo-propano No espaço Cis-1,2-dibromo-propano Trans-1,2-dibromo-propano 17

18 Isomeria E-Z Proposto pelo cientistas Ingold, Bósnio e Prelog, a nomenclatura mais aplicada a alcenos cujos átomos de carbono da dupla possuem em conjunto mais que dois ligantes diferentes. ou Com A B C D E o sistema E-Z, em que, a letra E vêm da palavra alemã entgegen, significando opostos. E a letra Z, vêm da palavra alemã zusammen, que significa juntos. 18

19 E-Z em Compostos Acíclicos: Terá maior prioridade o ligante cujo átomo imediatamente ligado ao carbono da dupla tiver maior número atômico. 3-metil-pent-2-eno Ordem de prioridade: P/ C X : o Etil é o ligante de maior prioridade, pois o desempate está no nº atômico do ultimo carbono desse ligante com o átomo de hidrogênio do ligante metil. P/ C Y : o Nº Atômico do ligante Metil é maior o ligante Hidrogênio.

20 Z-3-metil-pent-2-eno E-3-metil-pent-2-eno Mesmo Plano (Juntos) Planos Opostos (separados)

21 E-Z em Compostos Cíclicos: ou Com A B C D Ex: 1-cloro-1-etil-2-metilciclobutano X Y Ordem de prioridade: P/ C X : o Cl=17, C=12 e H=1. O Cloro é o ligante de maior prioridade, pois o nº atômico é maior que o ligante carbono; P/ C Y : o metil é o ligante de maior prioridade, pois o nº Atômico do carbono é maior que o do Hidrogênio.

22 Z-1-Cloro-1etil-2-metilciclobutano Mesmo Plano (Juntos) E-1-Cloro-1etil-2-metilciclobutano Planos Opostos (separados)

23 II. Quiralidade e Estereoquímica Quiralidade: É todo objeto que não é sobreponível a sua imagem especular. Assimétricos simétricos Objeto Quiral: Sua imagem especular não é sobreponível. Objeto Aquiral: Sua imagem especular é sobreponível.

24 Estereoquímica: Estuda as estruturas moleculares em três dimensões. Estereoisômeros podem ser divididos em: Enantiômeros (enantion, grego oposto) São estereoisômeros cujas moléculas são imagem especulares não sobreponíveis entre si. Diastereoisômeros São estereoisômeros cujas moléculas não são imagem especulares entre si.

25 Centro quiral (ou Estereogênicos, ou Assimétrico). a) Compostos com um carbono assimétrico: O carbono central é assimétrico (costuma-se indicar os carbono assimétrico com asterisco (*)). Por que a eles estão ligados 4 radicais diferentes. Centro de quiralidade: são centros cujos carbono assimétrico possuem geometria tetraédrica (hibridização do carbono sp³).

26 O carbono central é assimétrico (costuma-se indicar os carbono assimétrico com asterisco (*)). Por que a eles estão ligados 4 radicais diferentes. ácido 2-hidróxi-propanóico dextrógiro ácido 2-hidróxi-propanóico levógiro ou ácido (+) lático ou ácido (-) lático Pto ebulição 52,8ºC 52,8º Densidade (g/ml) 1,2485 1,2485 Rotação específica [α] +2,6-2,6 Molécula quiral são opticamente ativas. E estas possuem duas estruturas possíveis no espaço, denominada de dextrógira e levógira. 26

27 Moléculas Aquirais possuem plano de simetria. Exemplo, 27

28 28

29 Criança vítima da Talidomida 29

30 Aplicações: Fermentação do leite e do vinho Açúcares e Adoçantes: sacarose: glicose e frutose Sacarina após ingerida apresenta sabor amargo; Ciclamato de sódio Produz câncer em ratos e por isso, foi abolida por muitos países, apesar de não ter comprovação em seres humanos; Aspartame No organismo sofre hidrolise produzindo ácido aspártico, fenilalanina e metanol. A fenilalanina causa danos ao sistema nervoso. 30

31 Processos Biológicos - Enzimas Em moléculas assimétricas somente um dos isômeros ópticos são ativo. Exemplo, LSD: Isômero dextrogiro (causa alucinações), enquanto que o levogiro não produz nenhum efeito. Talidomida: Isômero dextrogiro é um sedativo, enquanto que o levogiro causa deformações (ataca o feto e as crianças nascem sem membros ou com deformações nestes). 31

32 Atividade Óptica: consiste na isomeria, cuja única diferença está no comportamento diante de uma luz polarizada. Descoberto pelo físico João-Baptista Biot 1815; 1848 Luis Pasteur princípio da estereoquímica Luz não polarizada: 32

33 Onda eletromagnética polarizada Quando um feixe de luz comum passa através de um polarizador; O polarizador interage com o campo elétrico da luz; Após a interação a luz emerge do polarizador oscilando apenas em um plano: POLARÍMETRO Instrumento com finalidade de medir o efeito de compostos opticamente ativos sobre a luz plano-polarizada; A lente geralmente é constituída de CaCO 3 em determinada forma cristalina, chamado de polaróide PRISMA DE NICOL; 33

34 Representação esquemática de um polarímetro: 34

35 As substâncias que giram o plano de polarização são chamadas de substâncias opticamente ativas, ou seja, tem atividade óptica. É o caso de b. As substâncias que vibram num mesmo plano, são chamadas de opticamente inativa. É o caso da a. 35

36 + α Quando a substância é opticamente ativa, e seu desvio for girado para a direita, denomina-se de dextrógira (d) (+). - α Quando a substância é opticamente ativa, e seu desvio for girado para a esquerda, denomina-se de Levógira ( ) (-). Para uma molécula ser opticamente ativa, é necessário que ela seja assimétrica!! 36

37 A rotação específica [a], pode ser dada pela relação: [ ] 20ºC D C.d Em que, [α] = rotação específica α = rotação observada: desvio no plano da luz polarizada (em graus) d = comprimento do tubo que contém a solução, expresso em decímetros (dm). 1dm =10cm. C = concentração da substância (em g/ml) D = luz utilizada, que é a Sódio 20ºC = temperatura da rotação específica 37

38 38

39 MEDIÇÃO: FATORES QUE INFLUENCIAM Concentração da solução; Comprimento de onda utilizado na fonte de luz; Comprimento do tubo de amostra; Temperatura; Natureza do solvente. 39

40 b) Compostos com vários carbonos assimétricos diferentes: Ácido α-hidróxi-β-metil-succínico O carbono 2 e 3, são diferentes entre si. Uma vez que, os grupos do carbono 2 não são iguais ao do carbono 3. Portanto, este composto resulta em 4 isômeros opticamente ativo e distinto entre si que são: 40

41 Os isômeros A e B, como C e D são pares de enantiômeros (possuem um (d ) e um ( ) em ambos); Têm-se 2 misturas racêmicas: A+B e C+D; E os isômeros que não são enantiômeros entre si, são chamados de diastereoisomêros (não são isomeros ópticos), são constituídos entre os pares A e C; A e D; B e C e C e D. 41

42 42

43 Misturas Racêmicas (ou racemato): Consiste de uma mistura equimolar dos dois enantiômeros. Isto é, apresenta a mesma quantidade de mols (50% de dextrógiro e 50% levógiro); Essa mistura não desvia o plano da luz polarizada (oticamente inativo, por compensação externa); Têm propriedades físicas diferentes dos enantiômeros. Exemplo, (±) butan-2-ol 43

44 Resumindo, Quando se tem N carbonos assimétricos diferentes, calcula-se o numero de isômeros ópticos ativos pela regra de Van thoff, que é: n 2 E misturas racêmicas: 2 n 1 Ex: 1 Carbono assimétrico 2 Carbonos assimétrico 2 isômeros ativos ( 2 1 =2) 1 isômero inativo (mistura racêmica) 2 0 = 1 2 isômeros ativos ( 2 2 =4) 2 isômero inativo (mistura racêmica) 2 1 = 2 44

45 c) Compostos com carbonos assimétricos iguais: Ácido Tartárico (ácido di-hidróxi-succínico) Plano de simetria O carbono 2 e 3, são iguais entre si. Uma vez que, ambos estão ligados aos mesmos grupos. E existem os três isômeros: levogiro e dextrogiro, e agora, o meso. Meso isômero: significa meio. A molécula não desvia o plano da luz polarizada (é opticamente inativo por compensação interna). Portanto é um diasteroisômero. 45

46 Possuem dois ou mais carbonos assimétricos e um plano de simetria 46

47 47

48 Isomeria Óptica sem carbono assimétrico Há dois casos importantes de moléculas que são assimétricas mesmo não possuindo carbono assimétrico, que são: a) Compostos Alênicos: consiste em compostos de alcadienos acumulados, ou seja, são aqueles que possuem duas ligações duplas seguidas. Esta molécula não é superponível Não tem um plano de simetria, mas apresenta dois isomeros o dextrogiro e o levogiro. 2,3-pentadieno 48

49 b) Compostos Ciclícos Quando um compostos de cadeia carbônica cíclica apresenta isomeria geométrica, a molécula do isômero trans é assimétrica, isto é, não apresenta plano de simetria e portanto possui atividade óptica, apresentando dois isômeros, o dextrogiro e o levogiro e uma mistura racêmica. Exemplo, 1,2-dicloro-ciclo-propano 49

50 Nomenclatura de Enantiômeros: Sistema R, S ou Sistema Cahn-Ingold-Prelog 1. Classifique os grupos ligados ao carbono assimétrico Se o grupo (ou átomo) de menor prioridade está ligado com uma cunha tracejada, 3 50

51 3. Se necessário, gire a molécula para que o grupo (ou átomo) de menor prioridade esteja ligado com uma cunha tracejada 4. Pode-se desenhar a seta do grupo 1 para o grupo 2, passando pelo grupo de menor prioridade (4), mas nunca passando pelo grupo de menor prioridade (3). (R)-1-Bromo-pentan-3-ol 51

52 52

53 Outras Designações da Estereoquímica (D e L por exemplo). 53

54 Atenção: A partir da projeção de Fischer, considerar a hidroxila ligado ao carbono quiral mais afastado da função carbonila. Quando a hidroxila estiver a direita, o enantiômero é D Quando a hidroxila estiver a esquerda, o enantiômero é L 54

55 AMINOÁCIDOS Se o grupo NH 2 estiver a esquerda: aminoácido L Se o grupo NH 2 estiver a direita: aminoácido D 55

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 4º Ano/série: 2ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE TEORIA 15 ISOMERIA PLANA Isomeria: fenômeno

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ISOMERIA PLANA E ESPACIAL

EXERCÍCIOS DE ISOMERIA PLANA E ESPACIAL CURS DE QUÍMICA PRF.: RENÉ DS REIS BRGES EXERCÍCIS DE ISMERIA PLANA E ESPACIAL 01 Cite a função química a que pertencem as substâncias abaixo, com os tipos de isomeria que ocorrem em cada par. a) 3 C C

Leia mais

Profa. Kátia Aquino. Isomeria

Profa. Kátia Aquino. Isomeria Profa. Kátia Aquino Isomeria O que são isomeros? O termo Isomeria vem do grego (iso = mesma(s); meros = partes). Partes iguais para transmitir a idéia de mesma composição. A Isomeria é o fenômeno pelo

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 5 Estereoquímica Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Estereoquímica - Introdução No início do século XIX, o mineralogista francês Renè Hauy observou a existência

Leia mais

Equipe de Química QUÍMICA

Equipe de Química QUÍMICA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 14B Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA ISOMERIA Isomeria é um fenômeno caracterizado pela ocorrência de duas ou mais substâncias diferentes, que apresentam

Leia mais

Caderno de Exercícios 1 Química Série 14 Isomeria

Caderno de Exercícios 1 Química Série 14 Isomeria 01 Além da fórmula molecular, também deveria constar no rótulo o nome oficial do composto, uma vez que a fórmula C 6 H 14 pode representar substâncias orgânicas completamente distintas. 1 02 Fórmula molecular:

Leia mais

Isomeria espacial e óptica

Isomeria espacial e óptica Isomeria espacial e óptica 01. Descobertas recentes revelam que várias espécies de plantas possuem um sistema de defesa químico contra o ataque de insetos, através do qual a planta produz substâncias voláteis,

Leia mais

Química D Extensivo V. 3

Química D Extensivo V. 3 Química D Extensivo V. 3 Exercícios 01) Alternativa correta: A 5 4 3 2 1 CH 3 CH 2 CH CH CH 2 OH CH 3 CH 3 metil metil 02) Alternativa correta: D 8 7 6 5 4 3 2 1 CH 3 C = CH CH 2 CH 2 CH CH 2 CH 2 OH CH

Leia mais

8. Estereoquímica. 1) Organic Chemistry Structure and Function, K. P. C. Vollhardt e N. E.

8. Estereoquímica. 1) Organic Chemistry Structure and Function, K. P. C. Vollhardt e N. E. 8. Estereoquímica 8.1. Estereoisômeros e Moléculas Quirais 8.2. Atividade Óptica 8.3. Configuração Absoluta 8.4. Compostos Meso 8.5. Obtenção de Moléculas Enantiomericamente Puras 8.6. Quiralidade no Mundo

Leia mais

Determinação do poder rotatório específico [a] D de fármacos. Química Medicinal Farmacêutica Curso de Farmácia UFPR

Determinação do poder rotatório específico [a] D de fármacos. Química Medicinal Farmacêutica Curso de Farmácia UFPR Determinação do poder rotatório específico [a] D de fármacos Química Medicinal Farmacêutica Curso de Farmácia UFPR Substâncias opticamente ativas Quando uma luz polarizada passa através de uma solução

Leia mais

Organic Chemistry. 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice. Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice Hall.

Organic Chemistry. 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice. Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice Hall. Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice Aula 5 Estereoquímica Arranjo de Átomos no Espaço Estereoquímica de Reações de Adição Irene Lee Case Western Reserve University eveland, O 2004, Prentice

Leia mais

Revisão de Química Orgânica

Revisão de Química Orgânica União de Ensino Superior de Campina Grande Faculdade de Campina Grande FAC-CG Curso de Fisioterapia Revisão de Química Orgânica Prof. Dra. Narlize Silva Lira Cavalcante A Química Orgânica e a Vida A uímica

Leia mais

Funções organometálicas:

Funções organometálicas: Funções organometálicas: 1- Para dar nome em compostos organometálicos, primeiramente coloca-se o nome do radical orgânico e em seguida o nome do metal: a) Metil sódio. b) Dimetil Zinco c) Butil lítio.

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA I 1- Um composto é orgânico quando: a) Possui carbono em sua molécula; b) Deriva dos seres vivos; c) Deriva dos vegetais; d) Possui obrigatoriamente carbono e nitrogênio em

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO 1. (Ufv 99) Sobre isômeros, é CORRETO afirmar que: a) são compostos diferentes com a mesma fórmula molecular. b) são representações diferentes da mesma substância. c)

Leia mais

Exercícios de revisão Funções e isomeria. Prof. Cristiano Rupp

Exercícios de revisão Funções e isomeria. Prof. Cristiano Rupp Exercícios de revisão Funções e isomeria Prof. ristiano Rupp 1) bserve na ilustração a seguir estruturas de importantes substâncias de uso industrial. Em cada uma dessas substâncias, o número de átomos

Leia mais

ISOMERIA MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET

ISOMERIA MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET 1. UnB-DF ISOMERIA MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET Considerando as estruturas representadas, relativas a compostos de grande utilização em indústrias

Leia mais

a) Correto. A ozonólise do limoleno gera uma cetona e um aldeído de apenas um carbono, cujo nome é metanal (aldeído fórmico).

a) Correto. A ozonólise do limoleno gera uma cetona e um aldeído de apenas um carbono, cujo nome é metanal (aldeído fórmico). 01. a) Correto. A ozonólise do limoleno gera uma cetona e um aldeído de apenas um carbono, cujo nome é metanal (aldeído fórmico). b) Incorreto. Haveria apenas um grupo de aldeído e um grupo de cetona.

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES EXERÍIOS OMPLEMENTARES Nome: Nº Ano: 9 Turma: Ensino Fundamental Disciplina: Química II Data: Professor: NILSONMAR/ERASMO Nota: ISOMERIA PLANA 1) A tabela mostra as propriedades de duas substâncias A e

Leia mais

APROFUNDAMENTO DE QUIMICA ORGÂNICA LISTA 04 09/10/2014. Assunto: Estudo das Funções Orgânicas

APROFUNDAMENTO DE QUIMICA ORGÂNICA LISTA 04 09/10/2014. Assunto: Estudo das Funções Orgânicas APROFUNDAMENTO DE QUIMICA ORGÂNICA LISTA 04 09/10/2014 Assunto: Estudo das Funções Orgânicas 01-( Medicina Jundiaí 2014 ) Considere as fórmulas estruturais de substâncias utilizadas como antibióticos:

Leia mais

1. Escreva a fórmula eletrônica e estrutural dos compostos cujas fórmulas moleculares são:

1. Escreva a fórmula eletrônica e estrutural dos compostos cujas fórmulas moleculares são: Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal Curso: Engenharia Florestal Mestranda: Daniele Potulski LISTA DE EXERCÍCIOS 2 ENGF007 1. Escreva

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2013 Disciplina: Química Ano: 3 ANO Professora: Maria Luiza Ensino Médio Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

OUTRAS FAMÍLIAS DE COMPOSTOS ORGÂNICOS ÁLCOOIS

OUTRAS FAMÍLIAS DE COMPOSTOS ORGÂNICOS ÁLCOOIS OUTAS FAMÍLIAS DE COMPOSTOS OGÂNICOS Além dos hidrocarbonetos, existem outros compostos orgânicos cujas famílias têm fórmulas genéricas características e grupos funcionais característicos. ÁLCOOIS A fórmula

Leia mais

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei 01. Dentre as alternativas a seguir, é incorreto afirmar que: a) etanol e etóxi-etano apresentam, respectivamente, isomeria funcional e de compensação. b) 2-buteno e propino apresentam, respectivamente,

Leia mais

TD de química orgânica. Assunto: isomeria ( 2º ano) Professor: Jorge Luiz. 1) Os compostos etanol e éter dimetílico demonstram que caso de isomeria?

TD de química orgânica. Assunto: isomeria ( 2º ano) Professor: Jorge Luiz. 1) Os compostos etanol e éter dimetílico demonstram que caso de isomeria? TD de química orgânica Assunto: isomeria ( 2º ano) Professor: Jorge Luiz Assunto: Isomeria Plana 1) Os compostos etanol e éter dimetílico demonstram que caso de isomeria? a) Cadeia. b) Posição. c) Compensação.

Leia mais

Isomeria espacial. dessa molécula. Nessa mistura, o percentual de aspartame equivale a: a) 20% b) 25% c) 33% d) 50%

Isomeria espacial. dessa molécula. Nessa mistura, o percentual de aspartame equivale a: a) 20% b) 25% c) 33% d) 50% 1. (Pucrj 2013) Substâncias que possuem isomeria óptica apresentam a mesma fórmula molecular, contudo diferem entre si no arranjo espacial dos átomos. De acordo com a estrutura representada, é possível

Leia mais

ISOMERIA. Instruções: Para responder às questões de números 1 e 2 considere as cinco estruturas de moléculas orgânicas que seguem.

ISOMERIA. Instruções: Para responder às questões de números 1 e 2 considere as cinco estruturas de moléculas orgânicas que seguem. ISOMERIA Instruções: Para responder às questões de números 1 e 2 considere as cinco estruturas de moléculas orgânicas que seguem. 1- A estrutura que permite a existência de tautômeros (isomeria por tautomeria)

Leia mais

Ensino Médio Seriado Química 5 Caderno de Atividades

Ensino Médio Seriado Química 5 Caderno de Atividades Ensino Médio Seriado Química 5 Caderno de Atividades Ensino Médio Seriado Química 5 Caderno de Atividades Química 5 Módulo 01 Introdução à Química Orgânica Exercícios de Aplicação 01. Vunesp Para os

Leia mais

FUNDAMENTOS DE QUÍMICA II

FUNDAMENTOS DE QUÍMICA II FUNDAMENTS DE QUÍMIA II Ano lectivo 2001/2002 Bloco de Química rgânica 1ª Série de Exercícios Estruturas de compostos orgânicos, nomenclatura, grupos funcionais, forças intermoleculares 1. Desenhe estruturas

Leia mais

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio Química SUMÁRI Química 1 MÓDUL 9 Isomeria Plana e Espacial... 3 Química 2 MÓDUL 9 Termoquímica... 11 Processos Exotérmicos e Processos Endotérmicos ombustões alor de Formação Lei de ess Energia de Ligação

Leia mais

Colégio Salesiano Sagrado Coração. Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 2012 Disciplina : Química Orgânica

Colégio Salesiano Sagrado Coração. Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 2012 Disciplina : Química Orgânica olégio Salesiano Sagrado oração Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 2012 Disciplina : Química rgânica Professor: Eber Barbosa ] Isomeria rgânica 01 Introdução Isomeria é o fenômeno pelo qual substâncias

Leia mais

Resumo Teórico. Fala Gás Nobre! Tudo bem?

Resumo Teórico. Fala Gás Nobre! Tudo bem? Resumo Teórico 2 Fala Gás Nobre! Tudo bem? Já assistimos todos os vídeos sobre a Poluição da Água. Estamos cada vez mais próximos do sucesso. Por isso quero te entregar esse material que contém o resumo

Leia mais

= 1 1 1 = 111123 45 67892 787 48678925 = 1 1 234 567896 97568 6676 5 6 1 4 3 2 CH 3 3-metil-cicloexeno 5 4 CH 3 1 2 3 CH 2 CH 3 3-etil-1-metil-1-ciclopenteno α β. α 5 4 6 3 1 2 OH OH 3 2 - metil

Leia mais

Desidratação de Álcoois

Desidratação de Álcoois Desidratação de Álcoois Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Unifenas-MG) A busca de fontes alternativas, devido à possível escassez do petróleo, fez

Leia mais

ISOMERIA PLANA. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1

ISOMERIA PLANA. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 ISOMERIA PLANA Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Mackenzie-SP) Relativamente ao álcool secundário, de fórmula molecular C 3 H 7 OH, é incorreto afirmar

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura EXERCÍCIOS As questões 2 e 3 referem-se aos textos abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado as usinas de compostagem,

Leia mais

3. (UnB) Quantos isômeros planos são possíveis para um composto que apresenta fórmula molecular C4H11N? a) 3 b) 5 c) 7 d) 8 e) N.D.

3. (UnB) Quantos isômeros planos são possíveis para um composto que apresenta fórmula molecular C4H11N? a) 3 b) 5 c) 7 d) 8 e) N.D. Isomeria Plana 1. (CATANDUVA) Butanal e metil propanal são isômeros de: a) Função b) Cadeia c) Compensação d) Posição e) N.D.A 2. (FMU) São isômeros funcionais: (Na resposta, dê a soma do valor) 01. butano

Leia mais

Exercícios Objetivos

Exercícios Objetivos Exercícios Objetivos 1. (06/2009) Pessoas, que necessitam de tratamento do transtorno de ansiedade, utilizam tranquilizantes do grupo dos benzodiazepínicos, após um diagnóstico e uma indicação realizada

Leia mais

Mary Santiago Silva 05/05/2010

Mary Santiago Silva 05/05/2010 Espectrometria de Massas Interpretação do Espectro de Massas Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Departamento de Química - UFS Introdução Fragmentação em espectro de massas por EI oferece importante informação

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 Os componentes principais dos óleos vegetais são os triglicerídeos, que possuem a fórmula genérica ao lado: Nessa fórmula, os grupos R, R e R representam longas cadeias de carbono, com ou sem

Leia mais

Gabarito -Funções Orgânicas 2015

Gabarito -Funções Orgânicas 2015 Gabarito: Resposta da questão 1: [Resposta do ponto de vista da disciplina de Química] As cenouras de coloração laranja podem ter sido trazidas a Pernambuco durante a invasão holandesa e contêm um pigmento

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

Química E Superintensivo

Química E Superintensivo GABARIT Superintensivo Exercícios 01) 02) B 03) A 04) D a) Errada. A cadeia é mista (uma parte aberta e outra fechada). b) Errada. A cadeia é heterogênea, tem dois heteroátomos: e N. c) erta. Possui uma

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Isomeria plana. www.sotaodaquimica.com.br Contato: sotaodaquimica@gmail.com

Isomeria plana. www.sotaodaquimica.com.br Contato: sotaodaquimica@gmail.com Isomeria plana 01. (Uerj) A gasolina é uma mistura de hidrocarbonetos diversos que apresenta, dentre outros, os seguintes componentes: Os pares de componentes I - II e I - III apresentam isomeria plana,

Leia mais

1) A estereoquímica é o ramo da química que estuda os aspectos tridimensionais das moléculas.

1) A estereoquímica é o ramo da química que estuda os aspectos tridimensionais das moléculas. 1) A estereoquímica é o ramo da química que estuda os aspectos tridimensionais das moléculas. Cl C H Cl C H Cl C H C H Cl cis-1,2-dicloroeteno trans-1,2-dicloroeteno 2) Enantiômeros só ocorrem quando a

Leia mais

Cadex Pré-vestibular Química Volume I Série 4 Geometria molecular; polaridade; forças intermoleculares

Cadex Pré-vestibular Química Volume I Série 4 Geometria molecular; polaridade; forças intermoleculares 01 I. H 2, linear (a) II. O 2, linear (a) III. H 2 O, angular (b) IV. NH 3, piramidal (c) V. CH 4, tetraédrica (e) VI. CO 2, linear (a) VII. BF 3, trigonal (d) VIII. H 2 S, angular (b) IX. CCl 4, tetraédrica

Leia mais

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a A química da Vida A Água A água é o componente biológico essencial à manutenção da vida animal e vegetal. No entanto existem organismos que possuem homeostase (equilíbrio interno) submetida às condições

Leia mais

Exercícios de Química Química Orgânica - Isomeria Plana

Exercícios de Química Química Orgânica - Isomeria Plana Exercícios de Química Química Orgânica - Isomeria Plana TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufrj) O olfato dos seres humanos e de outros animais depende da existência de receptores sensoriais que respondam à

Leia mais

www.professormazzei.com REAÇÕES DE ADIÇÃO Folha 01 João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com REAÇÕES DE ADIÇÃO Folha 01 João Roberto Mazzei 01. Aldeídos e cetonas reagem com compostos de Grignard (R-MgX), originando um composto intermediário que, por hidrólise, origina um álcool, de acordo com o esquema a seguir. R = grupo alquila ou H. R

Leia mais

R E A Ç Õ E S O R G Â N I C A S

R E A Ç Õ E S O R G Â N I C A S R E A Ç Õ E S R G Â N I A S PRF. AGAMENN RBERT < 011 > Prof. Agamenon Roberto REAÇÕES RGÂNIAS www.agamenonquimica.com REAÇÕES RGÂNIAS ISÕES DAS LIGAÇÕES Para que ocorra uma reação química, é necessário

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Aula 3 Estudo funcional Alcanos e cicloalcanos Polaridade das ligações covalentes e das moléculas Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução:

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES. LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.05 e QO.06 ISOMERIAS PLANA, GEOMÉTRICA E ÓPTICA PROFª HAIRA

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES. LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.05 e QO.06 ISOMERIAS PLANA, GEOMÉTRICA E ÓPTICA PROFª HAIRA CURSO MÁXIMO VESTIBULARES LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.05 e QO.06 ISOMERIAS PLANA, GEOMÉTRICA E ÓPTICA PROFª HAIRA 1. (Fuvest 2012) As fórmulas estruturais de alguns componentes de óleos essenciais,

Leia mais

Glicose. Frutose. Unidade 6 Açúcar e álcool

Glicose. Frutose. Unidade 6 Açúcar e álcool Unidade 6 Açúcar e álcool Açúcares A sacarose é um dos açúcares presentes na canadeaçúcar. Junto com ele também são encontrados os açúcares glicose e frutose. A diferença é que a sacarose está presente

Leia mais

Aula 6. Organic Chemistry. Reações de Substituição em Haletos de Alquila. O que é uma reação de substituição?

Aula 6. Organic Chemistry. Reações de Substituição em Haletos de Alquila. O que é uma reação de substituição? Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice Aula 6 Reações de Substituição em Haletos de Alquila Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice Hall O que é uma reação

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA

INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA BANCO DE QUESTÕES - QUÍMICA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 1 ============================================================================================= INTRODUÇÃO À QUÍMICA

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Química - Isomeria

Exercícios de Aprofundamento Química - Isomeria 1. (Enem 2014) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns no início da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo administrada

Leia mais

Introduzir o estudo das fórmulas químicas e seus diversos tipos, além de mostrar as fórmulas de determinados compostos.

Introduzir o estudo das fórmulas químicas e seus diversos tipos, além de mostrar as fórmulas de determinados compostos. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS FÓRMULAS QUÍMICAS Aula 8 META Introduzir o estudo das fórmulas químicas e seus diversos tipos, além de mostrar as fórmulas de determinados compostos. OBJETIVOS Ao final desta aula,

Leia mais

QUESTÕES DISSERTATIVAS

QUESTÕES DISSERTATIVAS QUESTÕES DISSERTATIVAS (Unicamp) A população humana tem crescido inexoravelmente, assim como o padrão de vida Conseqüentemente, as exigências por alimentos e outros produtos agrícolas têm aumentado enormemente

Leia mais

propan-1-ol ciclopropano

propan-1-ol ciclopropano propan-1-ol ciclobutano ciclopropano propeno Representação por traços 2- Introdução à Química rgânica Representações de Fórmulas Estruturais 2- Introdução à Química rgânica Representações de Fórmulas Estruturais

Leia mais

Isomeria - Questões Objetivas

Isomeria - Questões Objetivas Isomeria - Questões Objetivas 1. (Ufpe) A cortisona é um esteróide que possui efeito antiinflamatório e é importante no tratamento da asma e da artrite. A partir de sua estrutura, podemos afirmar que a

Leia mais

Sistema Elite de Ensino. Química Orgânica. Testes de identificação de compostos

Sistema Elite de Ensino. Química Orgânica. Testes de identificação de compostos Sistema Elite de Ensino Química Orgânica Testes de identificação de compostos Roberto Rezende 14/09/2008 Introdução Este material tem por finalidade mostrar alguns métodos de identificar qual a função

Leia mais

Funções orgânicas. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I

Funções orgânicas. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I Funções orgânicas Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I Aldeídos São compostos orgânicos que apresentam como radical: Podem ser representados por R COH (monoaldeído alifático) e

Leia mais

Claudi Cândia /Sara Regina. Aluno(a): PROVA COMENTADA

Claudi Cândia /Sara Regina. Aluno(a): PROVA COMENTADA QUÍMICA AVALIAÇÃO Claudi Cândia /Sara Regina Aluno(a): PROVA COMENTADA III UNIDADE Nota: Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D Data: 14/08/2015 1. A prova é composta de 07 questões abertas e 03

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

Reações orgânicas de esterificação, saponificação e outras

Reações orgânicas de esterificação, saponificação e outras Reações orgânicas de esterificação, saponificação e outras 01. Equacione as seguintes reações de esterificação: 02. (Ufrs) Na reação de esterificação: os nomes dos compostos I, II e III são, respectivamente,

Leia mais

07. (ABC) De acordo com a regra de Hund, estrutura eletrônica do átomo de carbono (Z=6), no estado fundamental, é representada por:

07. (ABC) De acordo com a regra de Hund, estrutura eletrônica do átomo de carbono (Z=6), no estado fundamental, é representada por: QUEIMANDO NEURÔNIOS 01. (UPE/SSA) O número total de elétrons do íon complexo [X(NH 3 ) 4 ] 2+ é igual a 68. A distribuição eletrônica do cátion X 2+ é Dados: N(Z=7) e H(Z=1) a) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

QUÍMICA 2C2H2 5O2 4CO2 2H2O. Prof. Rodolfo

QUÍMICA 2C2H2 5O2 4CO2 2H2O. Prof. Rodolfo QUÍMICA Prof. Rodolfo 1. Considere a tabela abaixo, em que H c representa a entalpia de combustão para os compostos listados, a 25 C: Nome IUPAC Nome usual Estado físico (25 C) ΔHc kj/mol Etanol Álcool

Leia mais

Centro Universitário Anchieta Engenharia Química Química Orgânica I Prof. Vanderlei I Paula Lista de exercícios 4 / Data: 02/05/2015

Centro Universitário Anchieta Engenharia Química Química Orgânica I Prof. Vanderlei I Paula Lista de exercícios 4 / Data: 02/05/2015 01 - A adição de Br a um alceno pode conduzir a produtos diferentes caso, nessa reação, seja empregado o alceno puro ou o alceno misturado a uma pequena quantidade de peróxido. 2 + Br 2 Br 2 + Br peróxido

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA 01.(UFPB) A teoria de Bohr introduziu uma série de inovações no modelo atômico. Dentre elas destacam-se: ( I )A energia não é emitida de forma contínua, mas em blocos,

Leia mais

TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA

TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA Prof. Borges EXERCÍCIOS DE AMINOÁCIDOS 1. (Fuvest) A hidrólise de um peptídeo rompe a ligação peptídica, originando aminoácidos. Quantos aminoácidos

Leia mais

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES QUÍMICA Prof. Daniel Pires LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES 1. Considere as seguintes moléculas: H O; PC؃; BHƒ; SF e CO. a) Indique

Leia mais

Isomeria 2015. 1 Profº Jaqueline Kapa Química

Isomeria 2015. 1 Profº Jaqueline Kapa Química 1. (Enem 2014) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns no início da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo administrada

Leia mais

Compostos Halogenados

Compostos Halogenados CLÉGI ESTADUAL RAINHA DA PAZ, ENSIN MÉDI REPSIÇÃ DAS AULAS D DIA 03/07/2012 DAS 3 ª SÉRIES: A, B, C. Professor MSc. Elaine Sugauara Disciplina de Química Compostos Halogenados São compostos que apresentam

Leia mais

Conteúdo: Substancias e misturas

Conteúdo: Substancias e misturas LISTA 1º. ANO - Substâncias Conteúdo: Substancias e misturas 1- Com relação ao número de fases, os sistemas podem ser classificados como homogêneos ou heterogêneos. As alternativas correlacionam adequadamente

Leia mais

4/14/2015. Proteínas. Fundamentos da Estrutura de Proteínas Parte 1. Funções biológicas das Proteínas

4/14/2015. Proteínas. Fundamentos da Estrutura de Proteínas Parte 1. Funções biológicas das Proteínas 1 Todo o material disponibilizado é preparado para as disciplinas que ministramos e colocado para ser acessado livremente pelos alunos ou interessados. Solicitamos que não seja colocado em sites nãolivres.

Leia mais

01) Considere as seguintes substâncias: e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico.

01) Considere as seguintes substâncias: e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico. 01) onsidere as seguintes substâncias: I) 3 e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico. B álcool. aldeído. II) III) IV) 3 3 3 D cetona. E éster. F éter. A opção que associa corretamente as substâncias

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

Série: 2º ano. Assunto: Isomeria

Série: 2º ano. Assunto: Isomeria Aluno: Série: 2º ano Assunto: Isomeria 1) Assinale a alternativa que indica um isômero funcional da propanona. a) Propanal b) Metóxi-etano c) Ácido Propanóico d) 1-propanamina e) Propano 2) Observe as

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA Teoria Geral

QUÍMICA ORGÂNICA Teoria Geral QUÍMICA RGÂNICA Teoria Geral Tipos de Carbono Dependendo do número de ligações que o átomo de carbono faz com outros carbonos, podemos classificá-los como:! rimário: ligado diretamente a, no máximo, um

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

QUEIMANDO NEURÔNIOS JULHO. Química Geral & Inorgânica

QUEIMANDO NEURÔNIOS JULHO. Química Geral & Inorgânica QUEIMANDO NEURÔNIOS JULHO 1. Considere as seguintes espécies químicas. I. 24Cr II. 12Mg 2+ III. 47Ag IV. 54Xe São diamagnéticas apenas: Química Geral & Inorgânica a) I e II b) I e III c) II e IV d) I e

Leia mais

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 01 (Vunesp-SP) Considere o seguinte arranjo experimental: EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Após

Leia mais

1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples

1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples 1º ANO ABC 1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples d) Decantação e) Filtração da água 2. Explique um

Leia mais

Ligações Químicas. Profª. Drª Narlize Silva Lira. Agosto /2014

Ligações Químicas. Profª. Drª Narlize Silva Lira. Agosto /2014 União de Ensino Superior de Campina Grande Faculdade de Campina Grande FAC-CG Curso de Fisioterapia Ligações Químicas Profª. Drª Narlize Silva Lira Agosto /2014 A Química Orgânica e a Vida A química orgânica

Leia mais

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático).

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). 61 b A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação descrita

Leia mais

REAÇÕES ORGÂNICAS. Instruções: Para responder às questões de números 2 e 3, considere o aspidinol, composto orgânico de fórmula estrutural:

REAÇÕES ORGÂNICAS. Instruções: Para responder às questões de números 2 e 3, considere o aspidinol, composto orgânico de fórmula estrutural: REAÇÕES RGÂNICAS 1- (UFPEL) Considerando ambas as reações (combustão do etanol e a ocorrida no bafômetro), é correto afirmar que, A) em ambas, os átomos de oxigênio se reduzem e os de carbono se oxidam.

Leia mais

Química Orgânica HIBRIDIZAÇÃO DO CARBONO

Química Orgânica HIBRIDIZAÇÃO DO CARBONO Química Orgânica HIBRIDIZAÇÃO DO CARBONO amos Relembrar... Orbitais Atômicos casinha do elétrons Existem 4 orbitais atômicos s p d f Ligações sigma (σ) e ligações pi (π) Ligações do tipo sigma(σ) Ocorre

Leia mais

Todas as reações dos Compostos de Grignard

Todas as reações dos Compostos de Grignard Todas as reações dos Compostos de Grignard Primeiramente vamos relembrar os compostos de Gringnard. Compostos de Grignard são os principais compostos organometálicos da química orgânica, onde o metal é

Leia mais

Funções orgânicas. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I

Funções orgânicas. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I Funções orgânicas Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I Hidrocarbonetos HIDROCARBONETOS DE CADEIA NORMAL Prefixo indicativo do número de C + intermediário indicativo da natureza

Leia mais

Exercício de revisão do 3º Ano Ensino Médio 3ª UNIDADE

Exercício de revisão do 3º Ano Ensino Médio 3ª UNIDADE Rua Siqueira de Menezes, 406 Centro, Capela SE, 49700000, Brasil Exercício de revisão do 3º Ano Ensino Médio 3ª UNIDADE 1. O propeno e o ciclopropano são representados, respectivamente, pelas fórmulas.

Leia mais

NOMENCLATURA DE MOLÉCULAS ORGÂNICAS

NOMENCLATURA DE MOLÉCULAS ORGÂNICAS NOMENCLATURA DE MOLÉCULAS ORGÂNICAS NOMENCLATURA A principal finalidade da nomenclatura química é a identificação de espécies químicas por meio de palavras escritas ou pronunciadas. Há dois tipos: - nomenclatura

Leia mais

2 Conceitos Básicos. onde essa matriz expressa a aproximação linear local do campo. Definição 2.2 O campo vetorial v gera um fluxo φ : U R 2 R

2 Conceitos Básicos. onde essa matriz expressa a aproximação linear local do campo. Definição 2.2 O campo vetorial v gera um fluxo φ : U R 2 R 2 Conceitos Básicos Neste capítulo são apresentados alguns conceitos importantes e necessários para o desenvolvimento do trabalho. São apresentadas as definições de campo vetorial, fluxo e linhas de fluxo.

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais