Nota Técnica nº 36/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nota Técnica nº 36/2014"

Transcrição

1 Nota Técnica nº 36/2014 Assunto: Licitação para contratação de agência de publicidade. Procedimentos. Caros clientes e colegas: A GEPAM, no intuito de orientar seus clientes, vem esclarecer sobre a Lei que trata da Licitação e serviços de publicidade e propaganda e normas gerais. A Lei n /2010, estabelece normas gerais para a licitação e contratação pela Administração Pública de serviços de publicidade prestados por intermédio de agências de propaganda. Essa norma legal trouxe uma grande mudança na forma da contratação dos serviços de publicidade pelos órgãos da administração pública, tornando mais transparente e criterioso o processo de julgamento das propostas. Em seu 2º do art. 2º 1, define quais são os serviços de publicidade que poderão fazer parte do objeto de contratação de agência de publicidade, trazendo vedação quanto à inclusão no objeto de atividades em especial, assessoria de imprensa, relações públicas, realização de eventos festivos, uma vez que deverão ser contratados por procedimentos licitatórios próprios. Uma das inovações trata-se da modalidade a ser escolhida para contratação das agências nas licitações públicas, uma vez que, conforme a lei, deve ser pelo critério da melhor técnica ou de técnica e preço, incumbindo as entidades contratantes a optar por uma das modalidades elencadas no art. 22 da Lei 8.666/93, nos termos do art. 5º, descartando assim, a utilização do pregão, devendo, outrossim, optarem pelo procedimento nas modalidades convite, tomada de preço, concorrência ou o concurso. Para participação das agências em licitações públicas, a nova lei exige como pré-requisito, a certificação de qualificação técnica de funcionamento das agências de publicidade, obtido junto ao CENP Conselho de Qualificação das Normas Padrão, tal exigência visa assegurar a contratação de uma agência com estrutura e pessoal técnico qualificado. A lei prevê também a inversão das fases de habilitação e julgamento, ou seja, os documentos de habilitação serão apresentados após o julgamento das propostas técnicas e preço, apenas pelos licitantes classificados. O instrumento convocatório deverá ser elaborado com observância do art. 40 da Lei de Licitações e Contratos, com acréscimo de algumas exigências. Uma delas é a obrigatoriedade de disponibilizar as informações suficientes para os interessados elaborem as propostas em um briefing (conjunto de informações, uma coleta de dados passadas em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho, documento, sendo muito utilizadas em Administração, Relações Públicas e na Publicidade, em que deve-se criar um roteiro de ação para criar a solução que o cliente procura, ou seja, é como mapear o problema, e com estas pistas, ter idéias para criar soluções), de forma clara, precisa e objetiva, para que possam utilizá-lo na formulação da proposta técnica (art. 6º, incisos II e III, da Lei /2010) 2 As propostas deverão ser apresentadas em 5 (cinco) envelopes, uma para proposta de preços, três para as propostas técnicas e um para documentação. Conforme supracitado, a proposta técnica deve ser apresentada em três envelopes:

2 1 - Via não identificada do Plano de Comunicação Publicitária, padronizado e fornecido previamente pelo órgão ou entidade responsável pela licitação, sem nenhum tipo de identificação, com os exemplos de peças referentes à ideia criativa; 2 - Via identificada do Plano de Comunicação Publicitária, sem os exemplos de peças referentes à ideia criativa; e 3 - Demais informações integrantes da proposta técnica, sendo vedada a inclusão, neste envelope e nos documentos nele contidos, de informação, marca, sinal, etiqueta ou qualquer outro elemento que identifique a autoria do Plano de Comunicação Publicitária, em qualquer momento anterior à abertura dos invólucros. O plano de comunicação publicitária deve ser apresentado em 2 (duas) vias, uma sem a identificação de sua autoria e outra com a identificação e composto dos seguintes quesitos: - Raciocínio básico, sob a forma de texto, que apresentará um diagnóstico das necessidades de comunicação publicitária do órgão, a compreensão do proponente sobre o objeto da licitação e os desafios de comunicação a serem enfrentados; - Estratégia de comunicação publicitária, sob a forma de texto, que indicará e as linhas gerais da proposta para suprir o desafio e alcançar os resultados e metas de comunicação desejadas pelo órgão; - Ideia criativa, sob a forma de exemplos de peças publicitárias, que corresponderão à resposta criativa do proponente aos desafios e metas por ele explicitados na estratégia de comunicação publicitária; - Estratégia de mídia e não mídia, em que o proponente explicitará e justificará a estratégia e as táticas recomendadas, apresentada sob a forma de textos, tabelas, gráficos, planilhas e por quadro resumo que identificará as peças a serem veiculadas ou distribuídas e suas respectivas quantidades, inserções e custos nominais de produção e de veiculação. Outra inovação da lei é que haverá a participação de 2 comissões. A primeira é a comissão permanente ou especial de licitação, com a atribuição de processar e julgar a licitação, com exceção das propostas técnicas. A segunda comissão, nomeada de subcomissão técnica pela Lei /2010, analisará as propostas técnicas. A subcomissão será constituída por pelo menos três membros formados em Comunicação, Publicidade ou Marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, sendo que 1/3 (um terço) desses profissionais não deverão ter vínculo funcional, direto ou indireto, com o órgão responsável pela licitação. Os membros da subcomissão técnica serão escolhidos por sorteio, em sessão pública, cabendo ao órgão público atender os seguintes critérios: obter uma relação de nomes superior ao triplo de integrantes da subcomissão, cadastrá-los e publicá-los na imprensa oficial, em prazo não inferior a 10 (dez) dias da sessão em que será realizada o sorteio para a formação da subcomissão. Importante salientar que, quando a licitação for processada sob a modalidade convite, excepcionalmente, nas pequenas unidades administrativas, desde que comprovadamente impossível, poderá o órgão público substituir a subcomissão técnica pela comissão permanente de licitação para análise e julgamento das propostas técnicas, ou, inexistindo esta, por servidor formalmente designado pela autoridade competente, o qual deverá possuir conhecimentos na área de comunicação, publicidade ou marketing. Com relação aos contratos, somente pessoas físicas ou jurídicas previamente cadastradas pelo contratante poderão fornecer ao contratado, bens ou serviços especializados relacionados com as atividades complementares da execução do objeto do contrato, nos termos do 1º do art. 2º desta Lei, que exigirá sempre a apresentação pelo contratado ao contratante, de 3 (três) orçamentos obtidos entre pessoas que atuem no mercado do ramo do fornecimento pretendido. O contratado procederá à coleta de orçamentos de fornecedores em envelopes fechados, que serão abertos em sessão pública, convocada e realizada sob fiscalização do contratante, sempre que o fornecimento de bens ou serviços tiver valor superior a 0,5% (cinco décimos por cento) do valor global do contrato. As agências deverão manter o acervo dos serviços prestados e das peças publicitárias

3 produzidas por 5 anos, conforme o art. 17. Ainda quanto ao contrato, a lei exige a divulgação em sítio próprio na Internet, de informações sobre a execução dos contratos de serviços de publicidade. Contudo, a lei será aplicada subsidiariamente às empresas que possuem regulamento próprio de contratação; às licitações já abertas; aos contratos em fase de execução e aos efeitos pendentes dos contratos já encerrados na data da sua publicação, conforme artigo 20, da lei / Na sequência, a GEPAM elaborou um check-list de como devem ser realizadas as sessões dessa licitação. CHECK LIST Concorrência Pública para Contratação de Agência de Publicidade e Propaganda nos termos da Lei Federal nº / Analisando o edital de concorrência pública instaurado com o fim específico de contratar agência de publicidade e propaganda, nos ditames da Lei Federal nº /2010, define-se que serão realizadas 4 (quatro) sessões distintas, além de 1 (uma) sessão técnica específica, a saber: a) 1ª SESSÃO (art. 11, 4º, I e II, da Lei nº /2012). A primeira sessão a ser realizada consistirá no recebimento pela Comissão de Licitação dos envelopes "A - Plano de Comunicação (apócrifo)", "B - Plano de Comunicação (identificado)", "C - Proposta Técnica" e "D - Proposta de Preços". Nessa sessão, a Comissão de Licitações promoverá a abertura dos envelopes "A" e "C" e os encaminhará para o julgamento da Comissão Especial Técnica (subcomissão), que se reunirá em data e horário específicos, sem a participação dos licitantes (ver comentário do item 3). A Comissão de Licitações apenas abrirá os referidos envelopes e promoverá o seu encaminhamento à Subcomissão ou Comissão Especial, não lançando qualquer código, sinal ou marca nos invólucros padronizados e nem nos documentos que compõem o envelope "A", conforme previsto no 3º, do art. 11, da Lei nº /10. Os envelopes "B" e "D" deverão permanecer lacrados e sob os cuidados da Comissão de Licitação. Considerando que nessa sessão não será proferido qualquer julgamento, não há que conceder prazo para eventual recurso administrativo. Ainda na primeira sessão, os membros da Comissão Especial Técnica não poderão estar presentes, consoante o disposto no 1º, do art. 11, da Lei nº /2010, justamente para possibilitar a não identificação das licitantes, evitando qualquer interferência no julgamento posterior dos envelopes "A" e "C". b) 2ª SESSÃO (Art. 11, 4º, VI a VIII, da Lei nº /10). Após convocação das licitantes, a Comissão de Licitações recepcionará a ata de julgamento dos envelopes "A" e "C", elaborada pela Comissão Especial Técnica ou Subcomissão, promovendo, na sequência, a abertura dos envelopes "B". A Comissão de Licitações efetuará o confronto do conteúdo dos envelopes "B" com as informações constantes do envelope "A", já analisado e julgado pela Comissão Especial Técnica, para identificação das licitantes correspondentes. Em outras palavras, nessa etapa, a

4 Comissão de Licitações identificará qual envelope "A" correspondente ao envelope "B" de cada licitante, para conferência se as informações são compatíveis. Na sequência, considerando os dados técnicos do julgamento proferido pela Comissão Especial Técnica, a Comissão de Licitações formatará a classificação das propostas técnicas na ordem de "melhor técnica". Proferida tal classificação na sessão, será concedido o prazo de 5 (cinco) dias úteis às licitantes para eventual interposição recursal, salvo se, todas presentes, renunciarem ao referido direito, onde possibilitará que a Comissão de Licitações dê prosseguimento à abertura dos envelopes "D", das propostas de preços. Havendo manifestação recursal, deverá a Comissão de Licitações observar o rito processual previsto no art. 109, da Lei nº 8.666/93. c) 3ª SESSÃO (Art. 11, 4º, IX e X, da Lei nº /10) Ultrapassada a fase recursal das propostas técnicas, em data e horário previamente definidos e comunicados às licitantes classificadas, a Comissão de Licitações promoverá a abertura dos envelopes "D" e, consequentemente, efetuará a classificação das propostas de preços. Definida a classificação das propostas pela ordem de "menor preço", a Comissão de Licitações aplicará a formula prevista no edital para definição da pontuação final de cada licitante, considerando os pontos alcançados com as propostas de preços e com as propostas técnicas, observada a forma prevista nos 1º e 2º, do art. 46, da Lei nº 8.666/93. Concretizada a classificação final, será concedido novo prazo recursal, nos termos do art. 109, da Lei nº 8.666/93, pelo intervalo mínimo de 5 (cinco) dias úteis (art. 11, 4º, inc. X, da Lei nº /10). Havendo interposição de recurso, as demais licitantes deverão ser intimadas a apresentar as contra-razões, se assim pretenderem. d) 4ª SESSÃO (art. 11, 4º, XI a XIV, da Lei nº /10): Superada a fase de classificação final das licitantes, a Comissão de Licitações convocará aquelas classificadas no julgamento das propostas para apresentação dos documentos de habilitação, exigidos no edital. Do julgamento da habilitação deverá ser concedido o prazo recursal de 5 (cinco) dias úteis, nos termos do art. 109, da Lei nº 8.666/93, saindo as licitantes intimadas da sessão ou, em todo caso, para aquelas que não se fizerem representar no dia, deverá ser publicado o comunicado do julgamento. Interpostos recursos, serão as demais licitantes intimadas para apresentarem contra-razões, se pretenderem. Após, deverá a Comissão de Licitações promover a análise e julgamento dos recursos, comunicando às interessadas o resultado final. Se da habilitação não houver interposição de recurso, ou, se houver, após o seu regular julgamento, os autos da licitação deverão ser encaminhados à autoridade competente para a adjudicação e a homologação. 2. Isto feito, a(s) vencedora(s) será(ão) convocada(s), no prazo legal, para assinar o respectivo instrumento contratual, cujo extrato deverá ser publicado até o quinto dia útil do mês seguinte ao da sua assinatura, nos termos do parágrafo único, do art. 61, da Lei nº 8.666/93.

5 3. No que tange ao julgamento da Comissão Especial Técnica ou Subcomissão, uma vez recebidos os envelopes "A" e "C" da Comissão de Licitações, os seus membros se reunirão em data e horário, donde as licitantes não participarão, para proceder ao seguinte: a) Análise individualizada e julgamento do plano de comunicação publicitária (envelope "A"), desclassificando-se as que desatenderem as exigências legais ou estabelecidas no edital; b) Elaboração de ata de julgamento do plano de comunicação publicitária e encaminhamento à Comissão de Licitações, juntamente com as propostas, as planilhas com as pontuações e a justificativa escrita das razões que as fundamentaram em cada caso; c) Análise individualizada e julgamento dos quesitos referentes às informações relativas às propostas técnicas (envelope "C"), desclassificando-se as que desatenderem quaisquer exigências legais ou estabelecidas no edital; d) Elaboração de ata de julgamento dos quesitos e encaminhamento à Comissão de Licitações, juntamente com as propostas, as planilhas com as pontuações e a justificativa escrita das razões que as fundamentaram em cada caso. Isto feito, a Comissão de Licitações designará e convocará as licitantes para a realização da 2ª sessão, abordada oportunamente. 4. A composição da Comissão Técnica Especial ou Subcomissão Técnica deverá observar o disposto no art. 10, da Lei nº /10, impreterivelmente, sob pena de nulidade da licitação. A GEPAM, com seus Diretores e Técnicos, está à disposição para dirimir quaisquer dúvidas porventura existentes a respeito da presente Nota Técnica, seja via contato telefônico, pelo número (18) ou pelo site: por meio do canal consulta. Atenciosamente, GEPAM, em 21 de maio de Art. 2º. Para fins desta Lei, considera-se serviços de publicidade o conjunto de atividades realizadas integradamente que tenham por objetivo o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criação, a execução interna, a intermediação e a supervisão da execução externa e a distribuição de publicidade aos veículos e demais meios de divulgação, com o objetivo de promover a venda de bens ou serviços de qualquer natureza, difundir ideias ou informar o público em geral. 2 o Os contratos de serviços de publicidade terão por objeto somente as atividades previstas no caput e no 1 o deste artigo, vedada a inclusão de quaisquer outras atividades, em especial as de assessoria de imprensa, comunicação e relações públicas ou as que tenham por finalidade a realização de eventos festivos de qualquer natureza, as quais serão contratadas por meio de procedimentos licitatórios próprios, respeitado o disposto na legislação em vigor. 2 Art. 6º. A elaboração do instrumento convocatório das licitações previstas nesta Lei obedecerá às exigências do art. 40 da Lei no 8.666, de 21 de junho de 1993, com exceção das previstas nos incisos I e II do seu 2o, e às seguintes: II - as informações suficientes para que os interessados elaborem propostas serão estabelecidas em um briefing, de forma precisa, clara e objetiva; III - a proposta técnica será composta de um plano de comunicação publicitária, pertinente às informações expressas no briefing, e de um conjunto de informações referentes ao proponente; 3 Art. 20. O disposto nesta Lei será aplicado subsidiariamente às empresas que possuem regulamento próprio de contratação, às licitações já abertas, aos contratos em fase de execução e aos efeitos pendentes dos contratos já encerrados na data de sua publicação.

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS Secretaria Municipal de Gestão e Controle Departamento de Auditoria Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 LEI FEDERAL 12.232, DE 29

Leia mais

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO Por João Luiz Faria Netto A nova lei conta com normas principais e obrigatórias para a contratação de agências de publicidade

Leia mais

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS. Paulo Gomes de Oliveira Filho Advogados Associados

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS. Paulo Gomes de Oliveira Filho Advogados Associados PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS I DISPOSIÇÕES GERAIS 1 Normais legais e convencionais que regulam as licitações e as contratações de serviços publicitários: Normas

Leia mais

Publicidade Legal x Publicidade Institucional

Publicidade Legal x Publicidade Institucional Aperfeiçoamento em Licitações Públicas e Contratos Administrativos Módulo 6: Contratação de serviços de publicidade Edinando Brustolin Graduado e mestre em Direito pela UFSC. Assessor jurídico da Federação

Leia mais

A NOVA LEI DE LICITAÇÕES DE SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS LEI N. 12.232/29.04.2010. PauloGomesdeOliveiraFilho AdvogadosAssociados

A NOVA LEI DE LICITAÇÕES DE SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS LEI N. 12.232/29.04.2010. PauloGomesdeOliveiraFilho AdvogadosAssociados A NOVA LEI DE LICITAÇÕES DE SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS LEI N. 12.232/29.04.2010 PauloGomesdeOliveiraFilho AdvogadosAssociados 1) COEXISTÊNCIA ENTRE A NOVA LEI E A 8.666/93 A LEI 8.666/93 CONTINUA VIGORANDO

Leia mais

LICITAÇÕES: A NOVA LEI PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE

LICITAÇÕES: A NOVA LEI PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE Nº 26 abril/maio/junho de 2011 Salvador Bahia Brasil - ISSN 1981-187X LICITAÇÕES: A NOVA LEI PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE Edgar Guimarães Advogado. Mestre e Doutorando em Direito Administrativo

Leia mais

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008.

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre as ações de comunicação do Poder Executivo Federal e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. Disciplina as licitações e os contratos de serviços de publicidade prestados por intermédio

Leia mais

XXI. Instrução Normativa 04, de 21 de dezembro de 2010

XXI. Instrução Normativa 04, de 21 de dezembro de 2010 XXI Instrução Normativa 04, de 21 de dezembro de 2010 [Disciplina as licitações e os contratos de serviços de publicidade prestados por intermédio de agência de propaganda a órgão ou entidade do Poder

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013. Florianópolis, 15de fevereiro de 2013.

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013. Florianópolis, 15de fevereiro de 2013. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013 O CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA - CRF/SC, Autarquia Federal, instituída pela Lei 3.820/60, torna público que se acha aberto, nesta unidade,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 03/2014 RECURSO AO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS

CARTA CONVITE Nº 03/2014 RECURSO AO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS CARTA CONVITE Nº 03/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 14.09.029 ADM OBJETO: Contratação de agência publicitária para a prestação de serviços de publicidade, destinados à realização de campanha em homenagem

Leia mais

RESPOSTA: No que tange à equipe técnica é importante observar que a licitante interessada, deverá respeitar todos os requisitos exigidos pelo Edital.

RESPOSTA: No que tange à equipe técnica é importante observar que a licitante interessada, deverá respeitar todos os requisitos exigidos pelo Edital. É possível a uma Fundação de Apoio a uma Universidade, participar da Concorrência nº 002/2013, sabendo-se que a execução técnica das atividades de elaboração do Manual de Contabilidade Regulatório será

Leia mais

SINAPRO-PI SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE PROPAGANDA DO ESTADO DO PIAUÍ

SINAPRO-PI SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE PROPAGANDA DO ESTADO DO PIAUÍ VALORES DE INVESTIMENTO MÍNIMO PARA REEMBOLSO DE CUSTOS INTERNOS DE SERVIÇOS PRÓPRIOS DE AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA RECOMENDADO PELO SINAPRO PIAUÍ 2014 SINAPRO-PI SINDICATO DAS AGÊNCIAS DE PROPAGANDA

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 Inscrição e seleção dos membros da Subcomissão Técnica para licitações de serviços de publicidade EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DOS MEMBROS DA SUBCOMISSÃO TÉCNICA

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

Câmara Municipal de Timbó Estado de Santa Catarina

Câmara Municipal de Timbó Estado de Santa Catarina EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 05/2014 TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2014 A CÂMARA MUNICIPAL DE TIMBÓ, por intermédio da Comissão Permanente de Licitações, nomeada pela Portaria nº 11/2014, torna

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador FRANCISCO DORNELLES I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador FRANCISCO DORNELLES I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 197, de 2009 (nº 3.305, de 2008, na origem), do Deputado José Eduardo Cardozo,

Leia mais

Secretaria de Estado da Comunicação Institucional Secretaria de Estado da Administração Central de Compras EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2011

Secretaria de Estado da Comunicação Institucional Secretaria de Estado da Administração Central de Compras EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2011 Secretaria de Estado da Comunicação Institucional Secretaria de Estado da Administração Central de Compras EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2011 Contratação, através de licitação, na modalidade Concorrência

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015 A Faculdade de Direito de Franca FDF, com sede na Avenida Major Nicácio, 2377, Bairro São José, neste Município de FRANCA, SP, inscrita no CNPJ sob nº 54.157.748/0001-21,

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO A empresa

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 003/2014

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 003/2014 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 003/2014 O Prefeito Municipal de Pomerode/SC, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar CHAMAMENTO PÚBLICO,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS ESTADO DO PARANÁ EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA ASSUNTO: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, com o intuito de constituir subcomissão técnica para a

Leia mais

BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. CONCORRÊNCIA Nº 0001138/2011 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE

BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. CONCORRÊNCIA Nº 0001138/2011 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. CONCORRÊNCIA Nº 0001138/2011 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE ÍNDICE 1 OBJETO... 2 2 CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO... 4 3 RETIRADA DO EDITAL E INVÓLUCRO...

Leia mais

ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13

ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Comissão Central Permanente de Licitação COPEL ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13 1 - Em relação ao envelope 5 - documentos de habilitação, gostaria

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP

RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP O Decreto Municipal Nº 49.511/08 regulamenta, no âmbito do Município de São Paulo, as normas definidas na Lei Complementar nº 123/06, que criou o Estatuto

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015 Página 1 de 6 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2015 O Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, sediado à Avenida Major Nicácio, 2433, São José, neste Município de FRANCA, SP, inscrita no CNPJ

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE 1. Questionamento: Gostaríamos de saber se nas peças layoutadas, que serão apresentadas em pranchas de até no máximo 42 X 30cm para

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO ASSESSORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO ASSESSORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO ASSESSORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2012 Processo nº 22.402/2012 PREÂMBULO

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ CONCORRÊNCIA 12/2012 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE AGÊNCIA DE PUBLICIDADE

Leia mais

DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06

DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06 DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06 1 - Qual a data limite para o pedido de credenciamento? Em acordo com a Lei Estadual nº 9.433/05, a Administração Pública deve garantir

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011 1 CONVITE N.º 5030005-01/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA -, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, realizará licitação por CONVITE, do tipo menor preço global, para a AQUISIÇÃO DE CERCA/MANGUEIRA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE LICITAÇÕES PREÂMBULO A PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA, através da Comissão Permanente de Licitação de Serviços, em conformidade com as normas pertinentes à Lei Federal n.º 8.666/93 e suas modificações posteriores,

Leia mais

Licitações de Agências de Publicidade Lei nº 12.232/2010

Licitações de Agências de Publicidade Lei nº 12.232/2010 Licitações de Agências de Publicidade Lei nº 12.232/2010 * Rodrigo Corrêa da Costa Oliveira 1. INTRODUÇÃO A contratação de Agências de Propaganda pela Administração Pública sempre se pautou pela Lei Geral

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS 001/2011 FORMA: EXECUÇÃO INDIRETA REGIME: EMPREITADA POR PREÇO GLOBAL TIPO: MELHOR TÉCNICA PROCESSO N 23122000178/2011-38

TOMADA DE PREÇOS 001/2011 FORMA: EXECUÇÃO INDIRETA REGIME: EMPREITADA POR PREÇO GLOBAL TIPO: MELHOR TÉCNICA PROCESSO N 23122000178/2011-38 TOMADA DE PREÇOS 001/2011 FORMA: EXECUÇÃO INDIRETA REGIME: EMPREITADA POR PREÇO GLOBAL TIPO: MELHOR TÉCNICA PROCESSO N 23122000178/2011-38 A Comissão Permanente de Licitação da Universidade Federal de

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE SUBCOMISSÃO TÉCNICA PARA PROCESSO DE PUBLICIDADE

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE SUBCOMISSÃO TÉCNICA PARA PROCESSO DE PUBLICIDADE EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE SUBCOMISSÃO TÉCNICA PARA PROCESSO DE PUBLICIDADE PREÂMBULO O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede Urgência do Norte de Minas- CISRUN, com sede na Praça Itapetinga, N 27,

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA N.º 001/2015. Melhor Técnica

EDITAL DE CONCORRÊNCIA N.º 001/2015. Melhor Técnica EDITAL DE CONCORRÊNCIA N.º 001/2015 Melhor Técnica JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

TERMO DE RETIRADA DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2014. Brasília, 26 de junho de 2014. AILTON DIOGO MORILHAS RODRIGUES PRESIDENTE DO CFO RAZÃO SOCIAL:

TERMO DE RETIRADA DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2014. Brasília, 26 de junho de 2014. AILTON DIOGO MORILHAS RODRIGUES PRESIDENTE DO CFO RAZÃO SOCIAL: TERMO DE RETIRADA DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 Senhor Licitante, Visando comunicação futura entre este CFO e essa empresa, solicito de Vossa Senhoria preencher o recibo de entrega de edital abaixo,

Leia mais

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO Consolidação ao Regulamento da Licitação na Modalidade Pregão da Centrais Elétricas de Carazinho S/A ELETROCAR, aprovado pela Diretoria Executiva conforme Ordem de Serviço nº 03/12 de 09/03/2012, cuja

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012.

Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012. Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012. Questionamento 18 - No Anexo 04 Roteiro para Apresentação da Proposta Técnica, são

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, com o intuito de constituir Subcomissão

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO:

PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO: PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO: O CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CAU/RS solicita parecer jurídico acerca dos Recursos Hierárquicos

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2015 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 03/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2015 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 03/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2015 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 03/2015 OBJETO: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing com o intuito de constituir subcomissão técnica

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 001/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS - PBGÁS, Sociedade de Economia Mista, doravante denominada PBGÁS, com sede à Avenida Presidente Epitácio Pessoa, n 4.756, bairro do Cabo Branco, na

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 23/2008/DENOR/SGCN/SECOM-PR

NOTA TÉCNICA Nº 23/2008/DENOR/SGCN/SECOM-PR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Comunicação Social Secretaria de Gestão, Controle e Normas Departamento de Normas NOTA TÉCNICA Nº 23/2008/DENOR/SGCN/SECOM-PR Referências: Processo SECOM nº 00170.001719/2008-71.

Leia mais

Conselho Regional de Odontologia do Paraná

Conselho Regional de Odontologia do Paraná EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2014 Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing com o intuito de constituir subcomissão técnica para contratação de agência

Leia mais

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL AUTUAÇÃO O PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO E SEUS RESPECTIVOS MEMBROS, nomeados pelo Decreto n 3.675/2013 de 21 de outubro de 2013 da Prefeitura Municipal de Rio Verde, Estado de Goiás,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

CÂMARA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Concorrência nº 01/2015 Objeto: Contratação de uma Agência para prestação de serviços de publicidade. Requerentes: RCCOM (RC Comunicação LTDA). FEELING COMUNICAÇÃO.

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Concorrência nº 01/2012 Fase: Resultado da análise das propostas técnicas Sr. Secretário de Administração, RBM PROPAGANDA E COMUNICAÇÃO LTDA empresa devidamente estabelecida na CLN 309, Bloco

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013. Boletim 01

LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013. Boletim 01 LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013 Boletim 01 O SESCOOP/RS por meio da Comissão Especial de Licitação do SESCOOP/RS, no uso de suas atribuições, conferidas pela Portaria n. 09/2013 da mesma entidade, em atenção

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES DO ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS QUESTÕES PARA O ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS

CADERNO DE QUESTÕES DO ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS QUESTÕES PARA O ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS CADERNO DE QUESTÕES DO ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS QUESTÕES PARA O ENCARREGADO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS 1. Com relação à afirmação o convite é a modalidade de licitação, da Lei 8.666/93, que

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno PARECER N 123/2006 ORIGEM: Auditoria Regular DAE ASSUNTO: Departamento

Leia mais

DEPARTAMENTO CENTRAL DE AQUISIÇÕES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS

DEPARTAMENTO CENTRAL DE AQUISIÇÕES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS DEPARTAMENTO CENTRAL DE AQUISIÇÕES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS TOMADA DE PREÇOS N 03/2011 TIPO TÉCNICA E PREÇO Regida pela Lei nº 8.666/93, pela Lei Complementar nº 123/2006 e pela Lei nº

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC).

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). Pregão Eletrônico 07/2014 Processo: 23355.000130/2014-31 Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). JULGAMENTO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DE ESTUDOS N º 001/2014 PREÂMBULO

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DE ESTUDOS N º 001/2014 PREÂMBULO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DE ESTUDOS N º 001/2014 PREÂMBULO Interessado: Gabinete do Presidente Referência: Chamamento 001/2014. Objeto Resumido: Inscrição de profissionais formados em comunicação,

Leia mais

Fernando do Nascimento Rocha Procurador do Estado do Piauí

Fernando do Nascimento Rocha Procurador do Estado do Piauí Fernando do Nascimento Rocha Procurador do Estado do Piauí Conceito Procedimento prévio às contratações realizadas pelo Poder Público. FINALIDADES 1. Obter a melhor contratação pelo Poder Público (preço

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. C o n d o m í n i o Ouro Vermelho. Brasília, 15 de setembro de 2010.

EDITAL DE LICITAÇÃO. C o n d o m í n i o Ouro Vermelho. Brasília, 15 de setembro de 2010. Brasília, 15 de setembro de 2010. EDITAL DE LICITAÇÃO ALIENAÇÃO DE IMÓVEL NA MODALIDADE CONCORRÊNCIA PÚBLICA POR VENDA DIRETA CONCORRÊNCIA No 01 / 2010 TIPO: Maior Oferta para pagamento de igual ou maior

Leia mais

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO Câmpus Rio Verde GO CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 O Instituto Federal

Leia mais

CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924

CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924 CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924 OBJETO: Contratação, sob demanda, de serviços de publicidade e atividades complementares, a serem prestados por intermédio de agência de propaganda. SEGUE

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93 Viviane Moura Bezerra Índice de Apresentação 1.Considerações iniciais 2.Surgimento do RDC 3.Principais Inovações 4.Pontos Comuns 5.Contratação Integrada 6.Remuneração

Leia mais

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO FECAM Escola de Gestão Pública Municipal OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO Módulo II Chapecó, março/2012 1 Aspectos Legais da Licitação de Obras Denise Regina Struecker Auditora

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013 CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013 Processo nº 0.00.002.0000358/2013-45 CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

NACIONAL PELA MUDANÇA DA POLÍTICA DE DROGAS NO BRASIL,

NACIONAL PELA MUDANÇA DA POLÍTICA DE DROGAS NO BRASIL, EDITAL CONCURSO VIVA RIO, entidade civil de fins não econômicos, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 04.856.049/0001-00, com sede na Ladeira da Glória, 99 parte, com entrada suplementar pela Rua do Russel, 76,

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO MUNICÍPIO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: DECISÓRIO FEITO: RECURSO ADMINISTRATIVO REFERÊNCIA: - Pregão Presencial nº.: 010/2011 PROCESSO nº.: 319/2011 RAZÕES: CLASSIFICAÇÃO DA PROPOSTA DAS

Leia mais

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39 Curso de Licitações, Contratos e Sistema de Registro de Preços (SRP) - 20 e 21 de Março Módulo i- licitação Definição O dever de licitar Quem pode licitar Pressuposto Natureza jurídica e fundamentos Legislação

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina PREGÃO N. 070/201 /2014 PAE N. 24.230 230/201 2014 A empresa MEPAS apresentou impugnação ao edital do Pregão n. 070/2014, cujo objeto consiste no Registro de Preços para eventual aquisição de materiais

Leia mais

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA WORLD TURISMO TRANSPORTE E LOCAÇÃO LTDA, CNPJ 08.088.541/0001-25

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA WORLD TURISMO TRANSPORTE E LOCAÇÃO LTDA, CNPJ 08.088.541/0001-25 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA WORLD TURISMO TRANSPORTE E

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS PROJETO BÁSICO PS/TGE/009/2005. CONTRAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO. 1 - Objeto Contratação de empresa especializada em realização de concurso público destinado ao preenchimento

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

2.1- A venda do imóvel será realizada, mediante pagamento à vista, na forma do item 3 do presente Edital.

2.1- A venda do imóvel será realizada, mediante pagamento à vista, na forma do item 3 do presente Edital. EDITAL DE VENDA DE IMÓVEL ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE HABITAÇÃO POPULAR DO RIO A Associação dos Funcionários da Companhia de Habitação Popular do Rio Grande do Norte - ASFUC, pessoa jurídica

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE UBAÍRA PRAÇA DOS TRÊS PODERES, S/N Ubaíra Bahia CNPJ No. 16.434.714/0001-48

CAMARA MUNICIPAL DE UBAÍRA PRAÇA DOS TRÊS PODERES, S/N Ubaíra Bahia CNPJ No. 16.434.714/0001-48 Ubaíra Bahia DATA: 16/01/2015. HORÁRIO: 10:00h LOCAL: Sala da COPEL, situada na Praça dos Três Poderes, s/n, Centro, CEP 45.300-000, Centro, Ubaíra-Bahia. OBJETO: Contratação de Empresa Especializada na

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO Nº. 046/2013 MODALIDADE: CONVITE N.º.08/2013 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO PREAMBULO A Prefeitura Municipal de Suzanápolis (SP), com sede na Avenida Primeiro de Maio, nº.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS MEDIANTE LICITAÇÃO, INCLUSIVE DISPENSA E INEXIGIBILIDADE,

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO)

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/12/2014 ETAPA DO PROJETO Intenção Modelagem Iniciada PMI Iniciado Consulta Iniciada Consulta Encerrada Licitação em Andamento Vencedor Declarado

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

MODALIDADE DA LICITAÇÃO: CONCORRÊNCIA PÚBLICA nº.001/2013 ÁREA RESPONSÁVEL: COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MODALIDADE DA LICITAÇÃO: CONCORRÊNCIA PÚBLICA nº.001/2013 ÁREA RESPONSÁVEL: COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO COMUNICAÇÃO O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DE SÃO PAULO, de ora em diante designada simplesmente CROSP, por intermédio de sua Comissão Permanente de Licitação, torna público que promoverá licitação

Leia mais

DECRETO Nº 4154/2009, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2009

DECRETO Nº 4154/2009, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2009 DECRETO Nº 4154/2009, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2009 REGULAMENTA OS CONCURSOS PÚBLICOS PARA OS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUAPORÉ, Prefeito Municipal de Guaporé, Estado do Rio Grande do Sul, no uso das atribuições

Leia mais