PEPP e Projeto Integrado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PEPP e Projeto Integrado"

Transcrição

1 Anexo 3 Orientações para o Projeto Experimental em Publicidade e Propaganda PEPP e Projeto Integrado

2 1. Apresentação Regulamentos do trabalho de conclusão de curso de Comunicação Social 2. Características Gerais O manual de orientação para o desenvolvimento do Projeto Experimental em Publicidade e Propaganda foi elaborado para padronizar especificidades do curso, visando com isso, obter unidade visual e de material, além de critérios de avaliação. Este manual, entretanto, está submisso ao Manual de Trabalho de Conclusão de Curso das FACULDADES COC. 2.1 Disciplinas O Projeto Experimental em Publicidade e Propaganda PEPP é o ponto máximo do curso de PP. Neste momento, os graduandos colocam à prova todas as habilidades teóricas e práticas adquiridas no decorrer do curso. O resultado resume-se em uma ampla Campanha Publicitária. O PEPP será acompanhado por todos os professores dos 7º e 8º semestres, caracterizando se pelas atividades teóricas e práticas, aulas, seminários e orientação desses professores nas seguintes disciplinas: Planejamento de Comunicação, Pesquisa, Criação Publicitária, Redação Publicitária, Mídia, Produção Publicitária em Rádio e TVC, Marketing, Tópicos Especiais e da própria disciplina Projetos Experimentais. As disciplinas Criação Publicitária e Fotografia Publicitária são disciplinas de apoio ao Projeto Experimental. 2.2 Projeto, escolha de clientes e procedimentos iniciais O projeto a ser desenvolvido deverá constar de um plano de comunicação para uma empresa (cliente), seu produto e/ou serviço, escolhido pelo grupo respeitando as seguintes disposições: A escolha do cliente 1. O cliente deverá ter histórico de anunciante, ou seja, deve ter se utilizado da mídia pelo menos uma vez. Se a empresa escolhida não possuir esta característica, o grupo deverá submeter o cliente à aprovação da coordenação do PEPP. 2. Os grupos não poderão escolher clientes atendidos por trabalhos interdisciplinares de 7º e 8º semestres de até dois anos anteriores. Essa regra também vale para os clientes atendidos por alunos do 5º e 6º semestres, para a execução do trabalho interdisciplinar. 3. A escolha do cliente deverá levar em conta o tamanho da empresa. Empresas muito pequenas não oferecem desafios à altura de um trabalho de conclusão de curso. Deve-se priorizar empresas maiores, que ampliam as possibilidades do trabalho. A facilidade de comunicação com o cliente será primordial para a execução do projeto. 4. O cliente deverá, obrigatoriamente, dispor de verbas para a veiculação da campanha. Quando esses dados não forem apresentados pelo cliente, a agência poderá estimá los, desde que devida e tecnicamente justificados. 5. No caso de campanhas institucionais como: Hospital do Câncer, Leite Materno, AIDS, entre outras cujos clientes não possuam verba, o grupo deverá apresentar um plano estratégico viável para captação de recursos (patrocínio, permutas, doações etc.) Normas legais e éticas 1. Deve-se respeitar as normas do CONAR. Não serão aceitos clientes cujo produto ou atividade fim estejam à margem da Lei e das normas do Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária CONAR.

3 2.2.3 Sigilo profissional 1. Para salvaguardar o sigilo empresarial, poderá ser utilizado um nome fictício para a empresa, produto e/ou serviço, desde que com o conhecimento dos professores orientadores Decisões sobre o trabalho 1. É importante lembrar que, apesar da importância do cliente, este projeto é um trabalho acadêmico e as decisões finais serão tomadas pelos alunos junto aos professores de cada disciplina Remunerações 1. Como não é um trabalho profissional, o PEPP não deve ser cobrado do cliente. No entanto, acordos de patrocínio e de futuras utilizações do resultado final podem ocorrer, sendo um assunto de responsabilidade única dos alunos e de seu cliente. O andamento do trabalho deverá seguir o cronograma contido neste regulamento Formalização dos contatos com as empresas 1. Os grupos deverão enviar uma carta à empresa escolhida, solicitando sua colaboração para a realização do Projeto Experimental ANEXO 2. A empresa, por sua vez, deverá responder, por escrito ANEXO 3, à solicitação do grupo, evitando, assim, que os alunos fiquem sem as devidas informações durante a elaboração do Projeto. As cartas deverão ser entregues à coordenação do curso até a data estipulada pelo cronograma de trabalho (capitulo V deste manual: Procedimentos de Entrega ) e fazer parte dos books de apresentação no capítulo Documentação. Ao final deste capítulo, seguem dois modelos de cartas. Qualquer caso omisso deve ser levado ao conhecimento do orientador do PEPP, para que este possa tomar as providências necessárias para a sua resolução. Solicitações e relatórios graves somente serão aceitos por escrito e assinados pelo líder de grupo. 3. As Agências 3.1 Número de componentes Cada grupo será composto, no mínimo, de 4 (quatro) e, no máximo, 6 (seis),alunos. Casos específicos serão resolvidos pelo coordenador do PEPP, mediante requerimento escrito dos alunos. 3.2 Formação dos grupos Os alunos poderão formar outros grupos, ou manter os mesmos do 3ª ano (5º e 6º semestres). Os novos grupos formados até o prazo estipulado no cronograma, deverão permanecer, conforme sua constituição original até a apresentação do PEPP. Em qualquer situação, os grupos deverão criar uma nova agência para atuar no PEPP, isto é, o nome da agência, missão, visão etc. deverão ser alterados. 3.3 Líderes e funções O grupo deverá definir um líder, que responderá pelo grupo, assim como definir funções entre seus componentes, que responderão pelas seguintes áreas: Atendimento, Planejamento, Mídia, Criação, Produção e Revisão. Caso o número de componentes do grupo seja inferior a 5 (cinco), alguns alunos deverão acumular funções.

4 Nas apresentações, a banca examinadora levará em consideração as responsabilidades de cada aluno no processo de argüição. 3.4 Presença em aula e controle de participação É obrigatória a participação de todos os componentes do grupo durante o desenvolvimento e apresentação do projeto. Os professores farão o controle da participação em uma planilha específica e de forma individual. Durante o desenvolvimento do trabalho, os professores das disciplinas afins poderão dispor, se assim entenderem, de parte da aula, para dar suporte e acompanhamento do projeto. As aulas serão ministradas normalmente e a presença em sala continuará sendo obrigatória. O professor tem o direito de não atender as equipes quando o número de componentes presentes for menor que a metade do total da equipe. 4. Lançamento oficial das agências e apresentação de parte do projeto Primeira fase do projeto correspondente ao 1º semestre do ano ou 7º semestre curricular. Durante o 7º semestre, os alunos irão apresentar suas agências, bem como parte do projeto experimental, para fins de qualificação, por uma banca examinadora. 4.1 Critérios de apresentação As apresentações das agências ocorrerão nos dias pré-determinados pela coordenação e dispostos no cronograma de datas anexo. A ordem de apresentação dos grupos será definida por sorteio. 4.2 Para esta etapa os grupos deverão desenvolver e apresentar: 1. O manual de identidade visual da agência (desenvolvido pelas disciplinas de Redação Publicitária e /ou Criação Publicitária e Produção Gráfica); 2. Missão, visão, valores e perfil da agência; 3. Funções dos integrantes; 4. Carômetro; 5. Briefing; (na apresentação em forma de vídeo empresa) 6. Análise SWOT 7. Pesquisa; 8. Recomendações para o marketing. 4.3 Tempo de apresentação 1. O tempo para a realização desta etapa de qualificação de cada Agência será de 30 minutos. O tempo excedente implicará na diminuição de nota, com base no seguinte critério: A cada quatro minutos ultrapassados do tempo regulamentar, o grupo perderá um ponto, reduzidos da média final apresentada pelo(a) professor(a) orientador(a) do Projeto Experimental. 2. Nos primeiros 10 minutos a agência fará a apresentação do material de identidade visual, da missão, visão, valores, perfil da agência, funções dos integrantes e carômetro. 3. Nos 20 minutos seguintes apresentará o briefing do cliente, as análises de swot, as recomendações para marketing e a pesquisa. 4.4 Atribuição de Nota A nota da agência será a somatória do material escrito e da apresentação oral, (Anexo 7), podendo variar individualmente, de acordo com o empenho e eficiência de cada aluno. Essa nota será utilizada como média B2 do primeiro semestre pela disciplina Projeto Experimental I, com peso 10,0.

5 1. Os professores das demais disciplinas ministradas no 7º semestre poderão, caso julgarem necessário e adequado ao seu plano de ensino, considerar o desenvolvimento do projeto (para o período B1) como avaliação prática complementar, com nota 10,0. 5. Apresentação dos trabalhos finais Segunda fase do projeto correspondente ao 2º semestre do ano ou 8º semestre curricular. Durante o 8º semestre, os alunos apresentarão os trabalhos finais de projeto experimental em publicidade e propaganda, para fins de avaliação final, por uma banca examinadora. 5.1 Critérios de apresentação As apresentações das agências ocorrerão nos dias pré-determinados pela coordenação e dispostos no cronograma de datas anexo. A ordem de apresentação dos grupos será definida por sorteio. Haverá duas apresentações, a primeira fechada com a presença de todos os professores ou da maioria. Nesta banca, os professores decidem se os alunos estão aptos a irem para a banca pública, caso não estejam, os alunos devem fazer uma nova banca fechada, que corresponderá ao exame. Ao constatarem que os alunos estão aptos para irem para a banca aberta, estes deverão defender o trabalho e os alunos se comprometem a realizar as mudanças solicitadas na banca pública, caso necessite. 5.2 A apresentação dos trabalhos finais do PEPP divide-se em três partes: escrita; oral e entrega da criação (peças publicitárias). 5.3 Apresentação escrita Entrega dos trabalhos 1. Antes da encadernação final dos trabalhos, os alunos devem submeter os conteúdos de cada disciplina aos seus respectivos professores, que darão parecer favorável ou não, por escrito. 2. A apresentação escrita deve constar da entrega de quatro books, formatados de acordo com as normas do Manual de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) estabelecidos pelas FACULDADES COC e, em concordância com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Três books poderão ser entregues com encadernação em espiral e um, denominado book formal, deverá ter capa dura e ser colorido e este será entregue após as correções feitas pela banca. 3. Entrega do book 8o semestre: Além da entrega dos 3 books para os professores da banca e do book formal para a Profa de Projeto Experimental, os alunos devem entregar um DVD contendo todo o trabalho escrito, material de vídeo/áudio e a apresentação para todos os professores do 8o semestre no dia da prova destes. Cópia em PDF do manual de identidade visual e de todas as peças. Uma semana antes da apresentação final, os grupos irão expor as peças de criação no saguão do anfi-teatro Capa do Book formal O modelo da capa do book formal encontra-se no anexo 5 e suas respectivas orientações nos itens abaixo Formato Os books devem ser apresentados em papel sulfite 75g, formato A4-21,0 x 29,7 cm, sendo que o formal deve ser encadernado em brochura com capa dura preta com texto em dourado.

6 Conteúdo Todos os Books devem conter os seguintes itens: 1. Capa 2. Folha de respeito 3. Folha de rosto Nome da Universidade Nome do Cliente Nome do Produto e / ou serviço Nome da Agência Nome, número e telefone para contato dos componentes do grupo Texto Explicativo Local e Data 4. Página de Avaliação 5. Dedicatória (opcional) 6. Agradecimentos (opcional) 7. Sumário 8. Introdução 9. Desenvolvimento do Trabalho Briefing Pesquisa Plano de Marketing Planejamento de Comunicação Plano de Mídia Criação 10. Conclusão 11. Bibliografia 12. Anexos 13. Documentação 14. Errata Configuração da página do Book Margem superior: 3,0 cm Margem inferior: 2,5 cm Margem direita: 2,5 cm Margem esquerda: 4,0 cm Tipologia / Formatação Os Books devem seguir à risca as seguintes recomendações: Fonte: Times New Roman Títulos: corpo 16 - negrito. Subtítulos: corpo 14 - negrito. Texto: corpo 12, normal, espaço entre linhas l,5. Parágrafos: utilizar um recuo de 2 cm. Citações: Se houver citação, o recuo deverá ser de 4 cm a partir da margem esquerda e com diminuição do tamanho da fonte. Numeração de página: A numeração da página deverá estar no canto inferior direito. Alinhamento do texto: O alinhamento do texto deverá ser justificado. Títulos: Os títulos devem estar em letra maiúscula. Anexo 6" há um exemplo da formatação segundo a metodologia científica Papel timbrado

7 A agência/grupo deve possuir papel timbrado, criado de acordo com os parâmetros do grupo, com endereço das FACULDADES COC: Rua Abraão Issa Hallack nº 980 Cep Tel. (0..16) do grupo Cópias coloridas No book formal todas as cópias das referências e peças publicitárias inseridas deverão, obrigatoriamente, ser coloridas Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) O projeto, ainda que essencialmente prático, deverá ser fundamentado segundo as normas da ABNT, cuja orientação será feita pela disciplina de Projeto Experimental e Tópicos Especiais. 5.4 Apresentação oral e das peças da criação 1. A apresentação oral dos trabalhos do PEPP obedecerá uma ordem estabelecida por sorteio, divulgada com até uma semana de antecedência pelo coordenador do PEPP, por meio de memorando aos líderes de grupo. 2. Vale lembrar que, no dia da apresentação oral, também será apresentado todo o material de criação para a Banca examinadora e público presente Reserva de equipamentos para apresentação 1. Todo e qualquer material de suporte a ser utilizado durante a apresentação oral pelos grupos deve ser reservado com antecedência de 30 dias, mediante solicitação escrita, dirigida ao professor(a) da disciplina Projetos Experimentais. 2. A entrada, instalação e funcionamento de qualquer equipamento que não pertença à instituição deverá ser previamente solicitada por escrito à coordenação do curso, que buscará orientações e autorização da direção geral das FACULDADES COC Material de divulgação e exposição de produtos e/ou material promocional 1. Os grupos que pretenderem expor outdoor, faixas, cartazetes, produtos, stands, displays e degustação deverão solicitar previamente e por escrito à coordenação do curso que buscará orientações e autorização da direção geral das FACULDADES COC. 2. Esse procedimento cabe tanto nas apresentações do primeiro semestre, quanto nas apresentações do segundo semestre (finais) Banca examinadora: Formação, convidados e atribuições; postura dos grupos. 1. A apresentação oral compreende a explanação e a argumentação do trabalho diante da Banca Examinadora, convocada pelo coordenador do curso e formada pelo(a) professor(ra) orientador(a), do projeto experimental PEPP, mais 2 (quatro) professores das FACULDADES COC habilitados para representarem as áreas de: marketing e pesquisa, planejamento de comunicação e mídia e redação/criação e produção gráfica e RTV, e/ou até 2 (dois) convidados, representantes do mercado publicitário. Para cada banca, será convocado um(a) professor(a) suplente, que cobrirá eventual falta de algum membro titular. 2. À Banca Examinadora caberá apenas julgar a apresentação e defesa dos trabalhos e a coerência estratégica e criativa, em conformidade com o Anexo 7. Na banca de qualificação aberta os professores atribuirão notas referente ao 2º bimestre do 7º

8 semestre. Na banca fechada, que acontece ao final do 8º semestre, a banca decide se os alunos estão aptos para irem a banca aberta e atribuem parte da nota do 2º bimestre do 8º semestre. Na banca aberta, os professores também atribuem nota que compõe a nota final do 2º bimestre do 8º semestre. 3. Os convidados não terão poder de veto nos trabalhos, nem aplicam notas. Entretanto, os alunos deverão responder às questões formuladas por eles e os professores deverão analisar as respostas dadas, como parte da avaliação do grupo. 4. É importante que os componentes da equipe se preparem para responder às questões, de acordo com a sua função na agência. No entanto, os professores poderão dirigir suas perguntas para qualquer membro do grupo. 5. A Banca examinadora é soberana para decidir sobre questões não contempladas pelo Manual de Orientação do Projeto Experimental PEPP Tempo de apresentação oral e participação individual 1. Na banca fechada cada grupo terá 30 minutos exatos para apresentar. Nas bancas abertas cada grupo terá de 35 a 45 minutos para a apresentação. O tempo excedente implicará diminuição de nota, com base no seguinte critério: A cada quatro minutos ultrapassados do tempo regulamentar, o grupo perderá um ponto, reduzidos da média final apresentada pelo professor(a) orientador(a) do Projeto Experimental. 2. Considerando-se que, cada participante do grupo tem uma função na agência, constituise em obrigatoriedade a participação de todos na apresentação e nos possíveis esclarecimentos solicitados pela Banca Examinadora. 3. O não comparecimento na apresentação do trabalho implica a reprovação automática dos alunos ausentes Roteiro das apresentações, seqüência e padronização. 1. A apresentação oral deverá seguir a mesma seqüência da apresentação escrita, ou seja: Briefing (sob forma de vídeo empresa), Análise SWOT, Pesquisa, Recomendações para o Marketing, Planejamento de Comunicação, Plano de Mídia, e Criação. 2. Caberá às agências elaborar o desdobramento desse roteiro, priorizando as informações mais importantes dentro de cada item, não fugindo da seqüência e padronização recomendadas no parágrafo anterior. 5.5 Apresentação da criação A apresentação de material compreende a produção de peças para mídia impressa, eletrônica, radiofônica e televisiva Peças gráficas dimensões e material a ser apresentado para a banca 1. As peças devem ser entregues em tamanho natural, com exceção de cartazetes, outdoors ou outros materiais de grandes dimensões, que devem ser apresentados respeitando a proporção particular de cada peça, sem exceder o tamanho máximo do formato A3 (35,0 x 45,0 cm) e contendo por escrito uma indicação do seu tamanho real. Nestes casos, o aluno deve privilegiar, com base no bom senso e criatividade, a visibilidade e intelecção da mensagem, bem como sua valorização estética. 2. É necessário, ainda, que as peças sejam apresentadas, montadas em prancha rígida, (foram ou papel pluma), com overlay protetor que aceite anotações dos professores Formatos Básicos Tamanho natural Tamanho natural Tamanho reduzido largura altura largura altura Outdoor

9 Opção 1 290cm 880cm 11,9cm 36,0cm Opção 2 300cm 900cm 12,0cm 36,0cm Anúncio em revista Página dupla 42cm 48cm 31,5cm 36,0cm Anúncio em jornal (standard) Página dupla 70cm 52cm 36,0cm 26,7cm Página simples 33cm 52cm 22,8cm 36,0cm Anúncio em jornal (tablóide) Página dupla 54cm 33cm 36,0cm 22,0cm Formatos de anúncios 1. Anúncio de Revista 2/3 página vertical: 12 x 18 cm 1/2 página horizontal: 21 x 14 cm 2/3 página vertical: 7 x 28 cm Observação: alguns meios têm formatos diferenciados dos assinalados acima, como as revistas da Editora Abril, Revista Caros Amigos, outras. Nesses casos, o layout deverá acompanhar as medidas oferecidas pelos veículos e, quando se tratar de módulos, ou outros formatos, seguir igualmente o tamanho praticado em cada revista. 2. Anúncios de Jornal (standard): 1/2 página: 33 x 26 cm 1/4 página:16,3 x 26 cm 3. Anúncios de Jornal (tablóide): 1/2 página: 26,1 x 17 cm 1/4 página:10,2 x17 cm Observação: os espaços em jornais são comercializados em cm/coluna no noticiário. Portanto, caso o formato escolhido saia dos padrões acima, o layout deverá respeitar as medidas sugeridas pela mídia. Caso os anúncios venham a ser inserido nas seções de classificados, esta mesma regra manter-se-á inalterada. 4. Folhetos, folders, catálogos, broadsides, malas diretas e impressos em geral Folhetos, folders, catálogos, broadsides, malas-diretas e impressos em geral têm formato livre. Sugere-se, no entanto, que, para maior aproveitamento dos recursos gráficos, os formatos sejam múltiplos de 21 x 29,7 cm Peças promocionais e embalagens As peças promocionais e embalagens também têm formato livre. Deve-se obrigatoriamente apresentar protótipos das peças e mock-ups das embalagens Internet e multimídia A apresentação destas peças deverá ser feita utilizando um micro-computador e projetor multimídia. O layout deverá estar presente nos Books. A estrutura e os conteúdos de navegação devem estar especificados. As páginas HOME E AS INICIAIS tem que ser desenhadas (com layout). Embora seja desejável, o website não precisa ser funcional Rádio - Spot, Texto Foguete, Jingle Rádio - Spot, Jingle, TEXTOS AO VIVO (TESTEMUNHAL, TEXTO FOGUETE OU TEXTOS PARA HORÁRIO PERSONALIZADO) O roteiro DA PEÇA RADIOFÔNICA E/OU TEXTO AO VIVO deve constar do Book.

10 Uma cópia DA PEÇA OU MENSAGEM PRODUZIDA, em CD, deve ser entregue para ser apreciada pela banca junto com os Books TV/Cinema 1. Story Board Formato A4, contendo telas na proporção de 3 x 4, com locução e trilha marcadas no layout. (Consultar impresso padrão disponível com os professores de PPTVC) No Book, também devem ser inclusos o story line, o argumento e o roteiro técnico. 2. Filmes Os filmes devem ser entregues em formato VHS para apreciação da banca junto com o Story Board e roteiro técnico. Deverão ser produzidas, obrigatoriamente, no mínimo duas peças; uma para TV (VT de 60, 30 ou 15 ) e outra que será um vídeo-empresa (com duração que não poderá ultrapassar 5 minutos) para distribuição aos clientes e pontos de venda. 5.6 Errata A errata é uma lista dos erros que os alunos podem vir a encontrar, nos Books, após sua entrega oficial. Caso seja necessária, deverá seguir o mesmo número de cópias e os mesmos parâmetros de formatação dos Books, com indicações das correções e páginas aonde se encontram os erros. A errata deverá ser entregue até o dia da apresentação oral, sendo preferível que seja apresentada antecipadamente a cada professor membro da Banca examinadora. 5.7 Procedimentos de entrega dos books e pré entrega da criação 1. A não entrega na data e horário marcados Anexo 4, implicará na perda de um ponto por dia de atraso, a ser deduzido da média final das apresentações. Trabalhos incompletos não serão aceitos. 2. O prazo total da entrega do projeto (incluindo dedução de pontos por atraso) é de dois dias úteis, a contar do dia da entrega. Decorrido este prazo, a coordenação não mais aceitará o trabalho e todos os integrantes do grupo estarão automaticamente reprovados no PEPP. 5.8 Prazos de entrega das etapas do PEPP. 1. A entrega das etapas será acompanhada diretamente pela disciplina Projeto Experimental. Além disso, cada etapa deverá ser entregue ao professor responsável nas datas estipuladas pelo regulamento, do contrário pode haver a desestruturação do trabalho e perda de qualidade na apresentação final, além do decréscimo de pontos na avaliação de cada professor. A cada entrega das etapas, o professor da disciplina irá preencher e assinar um relatório (Anexo 9) com suas anotação e este deverá acompanhar a entrega oficial para a professora de Projeto Experimental, caso este relatório não seja entregue junto com o material este não será aceito pela Profa de Projeto Experimental. Observação: Além de ser entregue à professora de Projetos Experimentais, o planejamento concluído também deve ser entregue, na data programada, para os professores orientadores de Planejamento de Comunicação, Mídia e Criação. 5.3 Cronograma geral datas limites para entrega das tarefas As datas limites para a entrega das tarefas constam no anexo Critérios de Avaliação 6.1 Critérios gerais de avaliação

11 O PEPP, de acordo com a resolução nº 02/64, do MEC, é considerado uma atividade obrigatória para todo e qualquer curso de Comunicação Social, entretanto, seus critérios de avaliação são estipulados pela Faculdade. No caso do curso das FACULDADES COC, haverá avaliações bimestrais, independentes, por meio de todas as disciplinas que compõem a grade curricular da 4ª série do curso (7º e 8º semestres), sendo seus critérios, já conhecidos pelos alunos. A nota final do PEPP respeitará, unicamente, o critério matemático. Será arredondada conforme convenção estatística. 6.2 Notas B1 e B2 do 7º semestre e B1 do 8º semestre Nos três primeiros bimestres, a nota bimestral da disciplina Projeto Experimental será atribuída em função do estágio proposto no cronograma, respeitado os parâmetros regimentais (mínimo 7,0 para prova e 3,0 para trabalhos). Nota B1 7º semestre: (média = Nota Projeto Experimental + Briefing) Nota B2 7º semestre: (média = Nota Projeto Experimental + Pesquisa, Análise de Swot e Recomendações para Marketing); Nota B1-8º semestre: (média aritmética das notas individuais de atendimento e da nota da equipe) No 7º semestre os professores das disciplinas envolvidas no PEPP poderão, a critério de cada um, considerar as etapas do PEPP para complementação de suas notas bimestrais, limitada a 5,0 pontos. O(a) professor(a) da disciplina Projeto Experimental levará em conta o desempenho e interesse individual dos alunos, mesmo que o trabalho seja em grupo, podendo inclusive, haver diferenças nas notas. 6.3 Nota B2 do 8º semestre O último bimestre do ano é o coroamento tanto do 4 ano pelo desenvolvimento do Projeto Experimental, como de todo o curso, uma vez que estará concluindo um trabalho publicitário acadêmico, com acentuadas características profissionais, utilizando-se de todos os conhecimentos acumulados nesses quatro anos. Para que o aluno seja aprovado, sua nota no PEPP deve ser superior a 6.0 pontos. A nota B2 do 8º semestre da disciplina Projeto Experimental será a média das notas das apresentações orais (banca aberta e banca fechada) e dos books. Composição da nota final do 2º bimestre: A + B + C 2 Sendo: A Nota individual (de 0 a 5 pontos) - cada professor atribuirá uma nota individual em sua disciplina e que levará em conta: presença nos atendimentos, pontualidade na entrega das etapas dos projetos na qual o aluno é o responsável e atendimento das solicitações realizadas durante as orientações; B Nota da agência (de 0 a 5 pontos) cada professor atribuirá uma nota para a agência em sua equipe e que levará em conta: pontualidade na entrega das etapas e qualidade do conteúdo entregue e a média aritmética da apresentação na banca fechada. C Nota da agência e individual (de 0 a 10) média aritmética da nota da banca oficial, que será composta por 2 professores e será aberta ao público;

12 Obs.: Além da entrega dos 3 books para os professores da banca e do book formal para a Profa de Projeto Experimental, os alunos devem entregar um DVD contendo todo o trabalho escrito, material de vídeo/áudio e a apresentação para todos os professores do 8o semestre no dia da prova destes. Uma semana antes da apresentação final, os grupos irão expor as peças de criação no saguão do anfi-teatro. 6.4 Critérios de Avaliação dos Books A avaliação final do book de cada agência respeitará os critérios estabelecidos no anexo Reapresentação e Reprovação A agência que não for considerada pela banca fechada apta a ir para a banca aberta terá até 30 dias para corrigir as falhas apontadas e apresentar em uma nova banca fechada. A agência que obtiver, em decorrência da apresentação final (campanha e books), na disciplina Projeto Experimental, média inferior a 6.0 (seis) terá a chance de uma reapresentação que ocorrerá em até quinze dias após a data da primeira apresentação, a ser agendada a critério da coordenação do curso, que poderá manter ou eleger outra banca examinadora. Caso a agência, ainda assim, não consiga a média 6,0 (seis), os alunos ficarão retidos na disciplina Projeto Experimental. Anexo 1 Modelo de carta de apresentação e solicitação de autorização Ribeirão Preto,...de... de... À (Nome da empresa) At. Sr. Ref.: Projeto Experimental - PEPP Nós, alunos do 4º ano (7º e 8º semestres) do Curso de Comunicação social com habilitação em Publicidade e Propaganda, da FACULDADES COC, vimos, por meio deste documento, solicitar aos senhores a colaboração para realização do PEPP Projeto Experimental. O PEPP é um trabalho de conclusão de curso, com duração de 1 ano e compreende a realização de um Plano de Comunicação, para a criação de uma campanha publicitária sobre um produto específico. Este plano compreende Briefing, Pesquisa, Planejamento de Marketing e Comunicação (Mídia e Criação).

13 Para a realização deste trabalho, o grupo Agência, escolheu o produto de sua empresa e estamos certos de desenvolver um planejamento, embora acadêmico, de grande valia para os senhores. Contando, desde já, com sua aprovação para esse projeto, agradecemos. Respeitosamente, Líder do grupo Atendimento do grupo Ciente: Daniela P. Tincani Coordenador do Curso de Publicidade e Propaganda Anexo 2 Modelo de carta de apresentação e solicitação de autorização Ribeirão Preto,... de... de... À FACULDADES COC Curso de Publicidade e Propaganda At. Profº João Eduardo Ragazzi Coordenador do Curso de Publicidade e Propaganda Ref. Projeto Experimental PEPP Conforme sua solicitação, estamos dando nosso consentimento para que os alunos do grupo do curso de Publicidade e Propaganda realizem um Plano de Comunicação para nosso produto. O mesmo grupo terá nosso apoio no que diz respeito à obtenção de informação, desde que não as sigilosas. Sem mais,

14 Assinatura do responsável pelo grupo na empresa. Anexo 3 Cronograma de datas limite para entrega das tarefas PEPP 2008 CRONOGRAMA DE DATAS PARA 2008 Nº Atividade a ser cumprida Data limite 1º Definição do nome da agência, líder do grupo e definição do cliente. 2º Entrega do briefing 3º Entrega da análise swot 4º Entrega da parte metodológica da pesquisa e questionário 5º Entrega do pré-book, análise e tabulação da pesquisa e recomendações de marketing 6º Apresentação das agências 7º Entrega do conceito (estratégia de copy, promessa a desenvolver, recomendação para a criação) 8º Entrega do planejamento de campanha 9º Entrega do plano de mídia 10º Entrega da criação 11º Entrega dos books para a banca Exposição das peças gráficas 12º Apresentação oral 13º Entrega do book formal (capa dura)

CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SAO PAULO PECC - PROJETO EXPERIMENTAL DE CONCLUSÃO DE CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SAO PAULO PECC - PROJETO EXPERIMENTAL DE CONCLUSÃO DE CURSO CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SAO PAULO PECC - PROJETO EXPERIMENTAL DE CONCLUSÃO DE CURSO São Paulo 2007 O PECC Denomina-se Projeto Experimental de Conclusão de Curso (PECC), a produção, realizada

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO fevereiro 2012 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I E II... 3 3 ESTRUTURA DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO...

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS: Capa Folha de rosto Dedicatória

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Patrocínio,Outubro de 2013 SUMÁRIO Título I - Disposições Preliminares... 02 Título II - Da Caracterização... 02

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina

Leia mais

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS E PROJETOS EXPERIMENTAIS 1 1 ÁREAS TEMÁTICAS Respeitada a disponibilidade de carga horária dos professores orientadores e a escolha

Leia mais

Univap Universidade do Vale do Paraíba

Univap Universidade do Vale do Paraíba Univap Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação FCSAC Curso de Design de Moda Manual de Trabalho de Conclusão de Curso 2014 TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO O Colegiado do Curso de Engenharia Ambiental, em reunião de 26 de agosto de 2011, RESOLVE: Aprovar

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO MANUAL TCC - Trabalho de Conclusão de Curso - 7º e 8º Períodos de Administração - Responsáveis: Prof a. Andrea Luisa Veludo Colmanetti Prof. Karim

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias BELO HORIZONTE 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

TCC 2013.1 _ PREMISSAS TCC 2012.2

TCC 2013.1 _ PREMISSAS TCC 2012.2 TCC 2013.1 _ PREMISSAS TCC 2012.2 SUMÁRIO _ Definição _ Abrangência _ Linhas _ Estruturação básica - Projetos de Comunicação - Cenários de Comunicação _ Equipes - Projetos de Comunicação - Cenários de

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Objetivo: Estas diretrizes têm por objetivo padronizar a apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) dos Cursos Técnicos

Leia mais

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 1 REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 2015 2 SUMÁRIO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO... 3 CAPÍTULO I GENERALIZAÇÕES... 3 CAPÍTULO

Leia mais

FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO JAÚ/ SP - 2014 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FAJAU REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente regulamento tem como finalidade de normatizar

Leia mais

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO -

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - A estrutura a seguir foi desenvolvida com base no escopo da disciplina de Planejamento Estratégico de Comunicação,

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado Credenciada pela Portaria nº 590 de 18/05/2011 Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado DOS FUNDAMENTOS, OBJETIVOS E CONTEÚDOS Art. 1º. Os Trabalhos

Leia mais

FACULDADE CÁSPER LÍBERO PROJETO CRIAR 2013 2 ANO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2º ANO DE RÁDIO E TV

FACULDADE CÁSPER LÍBERO PROJETO CRIAR 2013 2 ANO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2º ANO DE RÁDIO E TV FACULDADE CÁSPER LÍBERO PROJETO CRIAR 2013 2 ANO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2º ANO DE RÁDIO E TV O Projeto Criar é um projeto transdisciplinar, que envolve os cursos de Publicidade e Propaganda e Rádio

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO NORMATIVA INTERNA PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

PRÓ-REITORIA DE ENSINO NORMATIVA INTERNA PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PRÓ-REITORIA DE ENSINO NORMATIVA INTERNA PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Aracaju/SE 2011 CAPÍTULO I Das finalidades e dos Objetivos Art. 1º - As Normas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA

MEDICINA VETERINÁRIA FACULDADE ASSIS GURGACZ_FAG Cascavel, PR. MEDICINA VETERINÁRIA Manual de TCC do Curso de Medicina Veterinária, em concordância com o Regulamento De Trabalhos De Conclusão De Curso, Anexo I, Cap.XIV, da

Leia mais

Univap Universidade do Vale do Paraíba

Univap Universidade do Vale do Paraíba Univap Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação FCSAC Curso de Rádio e TV Manual de Trabalho de Conclusão de Curso 2013 TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Os trabalhos

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ

FACULDADE DO GUARUJÁ FACULDADE DO GUARUJÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 01/2011 REGULAMENTO DE TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS GERAIS Artigo 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se em pré-requisito para

Leia mais

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC)

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) compreende a elaboração de trabalho de caráter individual teórico, projetual ou aplicativo, com observância de exigências

Leia mais

Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS 1 ESTRUTURA A estrutura e a disposição dos elementos de um trabalho acadêmico são as

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO MANUAL DE PROJETO APLICADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO MANUAL DE PROJETO APLICADO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO MANUAL DE PROJETO APLICADO Jaguarão, RS 2013 APRESENTAÇÃO O Curso de Tecnologia em Gestão do Turismo da Universidade

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA (ABNT - NBR 15287- válida a partir de 30.01.2006) 1 COMPONENTES DE UM PROJETO DE PESQUISA (itens em negrito são obrigatórios) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS Capa

Leia mais

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE CAPÍTULO I Da Natureza e dos Objetivos Art. 1. Com base no disposto no Art. 77 do Regulamento da Graduação da Universidade

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco / AEDB Prof. Ms. Antonio Carlos Simon Esteves Coordenação do Curso de Pedagogia Profa. Ms. Sueli Sardinha Guedes 2 MISSÃO DA FFCLDB/AEDB Promover

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO EXPERIMENTAL TC Curso de Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda Faculdade Campo Real

REGULAMENTO PROJETO EXPERIMENTAL TC Curso de Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda Faculdade Campo Real REGULAMENTO PROJETO EXPERIMENTAL TC Curso de Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda Faculdade Campo Real 1. Introdução 2. Objetivo 3. Metodologia 4. Modalidades 5. Orientação 6. Desenvolvimento

Leia mais

Curso de Serviço social

Curso de Serviço social 3 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O objetivo geral do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC é servir de instrumento estimulador à aplicação, no campo prático, de conhecimentos adquiridos no decorrer

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA 0 FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA ALAGOINHAS 2014 1 SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS CAPÍTULO I DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA Artigo 1º - Este regulamento

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE CASSILÂNDIA - FIC PÓS GRADUAÇÃO Lato sensu

FACULDADES INTEGRADAS DE CASSILÂNDIA - FIC PÓS GRADUAÇÃO Lato sensu FACULDADES INTEGRADAS DE CASSILÂNDIA - FIC PÓS GRADUAÇÃO Lato sensu MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DA MONOGRAFIA DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO Lato sensu DA FIC Cassilândia - 2010 APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO ÍNDICE TÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO, FINALIDADE E OBJETIVO TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO CAPÍTULO I - DA COORDENAÇÃO CAPÍTULO II -

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Art. 1º - Este regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do Trabalho Final de Graduação (TFG) do curso de

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1. DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um processo de reflexão e elaboração intelectual

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS INTRODUÇÃO FORMAS E REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

FIBRA Faculdade do Instituto Brasil Instituto Brasil de Ciência & Tecnologia Ltda

FIBRA Faculdade do Instituto Brasil Instituto Brasil de Ciência & Tecnologia Ltda REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente regulamento normatiza as atividades relacionadas à elaboração, apresentação e aprovação do

Leia mais

Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP

Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TCC CURSO DE DIREITO DA FESP FACULDADES Ultima versão 21/08/2012 CAPÍTULO

Leia mais

UNIESP - CASCAVEL FACULDADE DE TECNOLOGIA E GESTÃO FATEG REGULAMENTO TCC

UNIESP - CASCAVEL FACULDADE DE TECNOLOGIA E GESTÃO FATEG REGULAMENTO TCC UNIESP - CASCAVEL FACULDADE DE TECNOLOGIA E GESTÃO FATEG REGULAMENTO TCC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENADORA DO CURSO Profa. Ms. Arlete Korovisk

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1 DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 1 DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012 1 RESOLUÇÃO Nº 1 DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012 Regulamenta a orientação, elaboração e apresentação do Trabalho de Graduação nos cursos tecnológicos da Fatec Professor Fernando Amaral de Almeida Prado. A diretora

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO (TCC) DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO

REGULAMENTO INTERNO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO (TCC) DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO 1 REGULAMENTO INTERNO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO (TCC) DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO Nos termos da resolução da Portaria 2785 de 12 de dezembro de 2001, do CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, Trabalho

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I Definições e Finalidade Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC);

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC); Regulamenta o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), fixados no Projeto Pedagógico dos cursos de graduação da Faculdade Sequencial, e dá outras providências: O COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, no uso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS DIRETRIZES PARA A REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PORTO ALEGRE 2009 2 SUMÁRIO 1. VINCULAÇÃO NA ATIVIDADE DE TCC... 04 2. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SET / 2013. INTRODUÇÃO O presente documento visa proporcionar ao aluno inscrito no Estágio Supervisionado do Curso

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54 Curso: DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências Humanas e da Comunicação Comunicação Social (Noturno) Ano/Semestre: 011/1 09/05/011 1:5 COM.0000.0.000- COM.0001.0.001-0 COM.0019.01.001-7 FIL.0051.00.00-3

Leia mais

Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência FIESC nº 020/2014 Lote 2.

Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência FIESC nº 020/2014 Lote 2. Data: 16/09/2014 Para: AOS PARTICIPANTES DA CONCORRÊNCIA 020/2014 De: FIESC COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Assunto: Esclarecimento n. 6 Pergunta: Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO/PUBLICIDADE E PROPAGANDA COORDENAÇÃO DE TCC

FACULDADE SETE DE SETEMBRO COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO/PUBLICIDADE E PROPAGANDA COORDENAÇÃO DE TCC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º. Este regulamento disciplina o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Comunicação Social (Cursos de Jornalismo

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II Santa Maria, RS, Brasil 2015 Conforme Processo Nº 253/2015, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE LUZIÂNIA

3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE LUZIÂNIA 3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE LUZIÂNIA NOME DO AUTOR (fonte tamanho 12, arial, todas em maiúscula, negrito, centralizado) ESTÁGIO SUPERVISIONADO I OU II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI

FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE IBAITI FACULDADE DE EDUCAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA DE IBAITI - FEATI REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENADORA

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º- O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Porto Alegre RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (PROJETO DE PESQUISA E RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (PROJETO DE PESQUISA E RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA) REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (PROJETO DE PESQUISA E RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA) ARARUAMA / RIO DE JANEIRO AGOSTO / 2013 Diretor Geral: Prof. Rogério Leopoldo Rocha Diretor Acadêmico:

Leia mais

REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01

REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01 KIT ALUNO REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01 AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO 01 ROTEIRO PARA O RELATÓRIO

Leia mais

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Estabelece normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Graduação em

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP)

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP) REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP) Dezembro de 2012 Dispõe sobre o Regulamento Geral dos Estágios da Faculdade Capivari,

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR I, II e III (Manual para a realização do Projeto Interdisciplinar do Curso de Tecnologia em Logística)

PROJETO INTERDISCIPLINAR I, II e III (Manual para a realização do Projeto Interdisciplinar do Curso de Tecnologia em Logística) FACULDADE NOSSA SENHORA APARECIDA FANAP CURSO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA PROJETO INTERDISCIPLINAR I, II e III (Manual para a realização do Projeto Interdisciplinar do Curso de Tecnologia em Logística)

Leia mais

25º SET Universitário

25º SET Universitário 25º SET Universitário O SET Universitário é um evento que estimula a troca de experiências entre alunos, professores e profissionais das áreas de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas,

Leia mais

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI Curso de Graduação SALVADOR 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO DO PI... 3 2 DIRETRIZES GERAIS... 3 3 FLUXO DOS PROCESSOS DE

Leia mais

MANUAL PARA OS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO- TCC

MANUAL PARA OS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO- TCC MANUAL PARA OS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO- TCC 1) INTRODUÇÃO A ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas, define o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC como: Documento que representa o resultado

Leia mais

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA ETF-TO

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA ETF-TO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE PALMAS DIRETORIA DE ENSINO REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 058/2008-SESA/G/UNICENTRO DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Aprovar o Regulamento de Estágio Curricular do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Campus Santa

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BELÉM PA

FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BELÉM PA FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BELÉM PA 1 2015 2 CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º.

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Cruzeiro-SP 2011 2 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade

Leia mais

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas de Avaré AVARÉ NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Considerações preliminares O Regulamento do Trabalho

Leia mais

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2 UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA COORDENAÇÃO ADJUNTA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS Administração: Reconhecido pela Portaria nº 4218, de 06/12/2005, D.O.U. de 07/12/2005 Pedagogia: Reconhecido pela Portaria nº 42, de 22/05/2006, D.O.U. de 24/05/2006 Serviço Social:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E APROVAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGIMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E APROVAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGIMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E APROVAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2013 1 REGIMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E APROVAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Apresentação:

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Av. Dom Manuel de Medeiros s/nº Dois Irmão, Recife PE Telefone: 3320-6203 ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA I ESTRUTURA DO RELATÓRIO 1.1

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2, DE 25 DE JUNHO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 2, DE 25 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 2, DE 25 DE JUNHO DE 2012 Estabelece normas para realização, execução e avaliação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no Curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA)

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA) UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA) 2004 S U M Á R I O 1 CONCEITO, OBJETIVOS E ETAPAS....3 2

Leia mais

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO BAIXO TOCANTINS FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA RUA Manoel de Abreu, s/n, Bairro: Mutirão, CEP: 68.440-000 Fone/Fax:

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho de Conclusão de Curso deverá ser apresentado

Leia mais

Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia

Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia 1 Identidade Visual SUMÁRIO 03 04 07 08 21 Apresentação Orientações Gerais Fundo de Cultura Aplicações Assinaturas 2 Apresentação Este manual

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa

FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Terezinha, Itu/SP FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Terezinha, Itu/SP FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Manual

Leia mais

CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR. TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo)

CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR. TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo) CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo) Coordenador de Pesquisa: Prof. Charley Teixeira Chaves Piumhi, Agosto

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG FACULDADE GUANAMBI FG

CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG FACULDADE GUANAMBI FG CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG FACULDADE GUANAMBI FG Av. Barão do Rio Branco, 459 Centro / (77) 3451 8400 CEP: 46.430.000 Guanambi Bahia www.portalfg.com.br CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Resolução 012/2010 da Pró-Reitoria de Graduação CAPÍTULO I - DO CONCEITO Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2013 PPGLET. O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Letras, Cultura e Regionalidade, da Universidade RESOLVE:

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2013 PPGLET. O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Letras, Cultura e Regionalidade, da Universidade RESOLVE: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2013 PPGLET Estabelece os procedimentos para o Exame de Qualificação para os discentes vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Letras, Cultura e Regionalidade Mestrado O Colegiado

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado de 26 de

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - O presente regulamento tem por finalidade estatuir a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do Curso

Leia mais

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento dispõe sobre as diretrizes específicas para a realização de Trabalho de Conclusão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESTADO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES EFMP COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESTADO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES EFMP COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO SEMINÁRIO NORMAS E DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE TCC Circular 001 /Coord/2015 O presente documento visa orientação da comunidade escolar quanto aos procedimentos e normas técnicas e esclarecimentos referentes

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PRODUÇÃO SUCROALCOLEIRA ANEXO III

CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PRODUÇÃO SUCROALCOLEIRA ANEXO III CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PRODUÇÃO SUCROALCOLEIRA ANEXO III Regulamento para Realização do Trabalho de Conclusão de Curso São Carlos 2011 1 DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. Capítulo I. Disposições gerais. Capítulo II. Finalidade. Capítulo III. Características da produção técnico-científica

REGULAMENTO GERAL. Capítulo I. Disposições gerais. Capítulo II. Finalidade. Capítulo III. Características da produção técnico-científica REGULAMENTO GERAL Capítulo I Disposições gerais Art. 1º O regulamento estabelece as normas para publicação dos artigos técnico-científicos da Revista Contabilidade e Amazônia a serem apresentados na VII

Leia mais

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA.

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA COORDENAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é relevante para a formação profissional do discente, tem a função

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL DIRETRIZES PARA O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DE ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA I E II Considerando os problemas

Leia mais

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015.

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. OBJETIVO: O FIC - Festival Iguassu de Comunicação tem o objetivo de incentivar a COMUNICAÇÃO criativa na região. Trazendo profissionais gabaritados

Leia mais