Os vários tipos de Mapas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os vários tipos de Mapas"

Transcrição

1 MAPAS TEMÁTICOS

2 Os vários tipos de Mapas Os mapas temáticos existem em uma variedade considerável. Cada tipo representa melhor algum tipo de dado. A informação no nível do endereço demanda um tipo de mapa temático, enquanto os dados medidos apenas no nível do bairro, distrito ou unidade de recenseamento requer outra abordagem. Na seguinte caracterização dos mapas temáticos há exemplos dos diversos modos com que os mapas temáticos podem ser produzidos.

3 Os mapas estatísticos Os mapas estatísticos Utilizam símbolos proporcionais, gráficos de setores circulares ou histogramas para visualizar os aspectos quantitativos dos dados. São colocados símbolos estatísticos em cada subdivisão do mapa, como áreas de patrulha, unidades de recenseamento, bairros ou distritos.

4 Os mapas pontuais Os mapas pontuais (de pino) utilizam pontos para representar incidentes individuais ou números específicos, Embora os dados pontuais possam oferecer-nos maior detalhe em termos de onde os eventos ocorrem, podemos necessitar de informação sintética para as áreas, o que é importante em termos de planejamento, gerenciamento, investigação ou políticas.

5 Os mapas coroplet Os mapas coroplet mostram a distribuição discreta de áreas específicas como áreas de ronda, distritos, regiões, condados ou quarteirões. Também podemos dar aos mapas coroplet uma aparência tridimensional, transformando cada área em um bloco, sendo sua altura o valor dos dados relevantes.

6 A isolinha A isolinha deriva de "iso," prefixo grego para igual, e se refere aos mapas com linhas que unem pontos de mesmo valor. A geografia física está repleta de mapas com isolinhas: isobarras (mesma pressão barométrica), isoetas (mesmo índice pluviométrico), isotermas (mesma temperatura), isobanho (mesma profundidade) e, em uma diferente utilização do prefixo iso, linhas de contorno que unem pontos de mesma elevação. As formas mais comuns utilizam pontos de controle para a determinação de onde serão traçadas as isolinhas.

7 Os mapas de superfície Os mapas de superfície podem ser conceitualmente considerados como um caso especial de apresentação do tipo isolinha. Estes mapas acrescentam um efeito tridimensional, erguendo uma superfície para os valores dos dados. Estes mapas de superfície contínua podem exercer um grande impacto visual, mas apresentam uma dupla desvantagem: os valores dos dados são de difícil leitura, e o detalhe por detrás dos dados máximos é perdido.

8 Os mapas lineares Os mapas lineares mostram ruas e rodovias, bem como fluxos, através de símbolos lineares como linhas proporcionais em espessura representando os fluxos. Além dos mapas básicos das ruas e rodovias,. os mapeadores utilizam mapas lineares com frequência. Sua aplicação mais comum é a investigação mostrando as conexões entre locais.

9 Os Mapas Mapas são representações gráficas feitas geralmente em uma superfície plana (como papel), com a finalidade de apresentar informações da realidade; eles fazem parte da humanidade desde os tempos remotos. Essas representações do espaço geográfico se tornaram mais difundidas a partir da necessidade de tornar o trajeto das viagens mais seguro, como as caravanas mercantis, por exemplo. Praticamente todas as características do espaço geográfico podem ser representadas em um mapa. No entanto, tais características não podem ser colocadas em uma única carta cartográfica, pois sua compreensão fica confusa e comprometida. Diante disso, os cartógrafos criaram mapas que abordam temas específicos, dando origem aos mapas temáticos. São eles: mapa político, físico, econômico e histórico.

10 Mapa Político Mapa Político Esse tipo de representação tem como objetivo explicitar as divisões territoriais, ou seja, as fronteiras entre continentes, países, estados e até municípios, enfatizando que as mesmas são criações humanas. Nesse tipo de mapa, é comum encontrarmos símbolos, como linha ( ), para demonstrar fronteiras; e ponto ( ), para indicar cidades.

11 Mapa Físico Mapa Físico: são elaborados para informar aspectos naturais (relevo, clima, vegetação, hidrografia) de um determinado continente, subcontinente, país, estado e município.

12 Mapa Econômico Mapas Econômicos: Representação cartográfica criada para informar as riquezas de um determinado lugar (continente, subcontinente, país, estado e município). Expressam onde estão localizadas as principais jazidas minerais, além de informar sobre as produções agropecuárias, industriais e de serviços.

13 Mapa Histórico Mapas Históricos: Tipo de representação cartográfica que informa sobre aspectos que aconteceram no passado, como, por exemplo, a floresta Amazônica em 1970, a expansão de um território sobre o outro em períodos de expansionismo espacial, entre outros.

14 Anamorfose São mapas esquemáticos, sem escala cartográfica, representações em que as áreas sofrem deformações matematicamente calculadas, tornando-se diretamente proporcionais a um determinado critério que se está considerando. Em Geografia usamos essa técnica para representar cartograficamente temas e visualizá-los de forma diferente da habitual. A superfície de cada espaço cartografado vai mudar proporcionalmente segundo uma determinada variável. Os dados estatísticos, normalmente aplicados nessa transformação, são os de população, PIB, exportação de produtos manufaturados, mortalidade, etc.

15 Anamorfose indicando os investimentos em pesquisa de acordo com cada país

16 Anamorfose indicando o PIB das nações

17 Representa uma projeção da população do mundo para o ano 2025, em que o tamanho de cada país é proporcional à população

Conceitos Básicos mapa

Conceitos Básicos mapa Cartografia Conceitos Básicos Entende-se por mapa a representação gráfica convencional, geralmente plana e em pequena escala, de áreas relativamente extensas, como acontece nos mapas dos atlas. Para tal,

Leia mais

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas.

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. CARTOGRAFIA (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. ELEMENTOS DE UM MAPA. Escala: é a proporção entre o tamanho

Leia mais

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 NAVEGAR É PRECISO 2500 A.C. uma das primeiras representações de mapa, produzido na região da mesopotâmia. NAVEGAR É PRECISO Mapa do Salmo (1260) e Mappe-Monde (1707),

Leia mais

Representações da superfície terrestre

Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Formas de representação Formas de representação Mapas mentais Representações da imagem mental que cada um adquire de uma determinada

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Professora: Jordana Costa Cartografia Cartografia, segundo a ABNT é definida como: A arte de levantamento, construção e edição de mapas e cartas de qualquer natureza. Função principal: Representar a realidade

Leia mais

MÉTODOS DE REPRESENTAÇÃO DA CARTOGRAFIA TEMÁTICA: REPRESENTAÇÕES QUALITATIVAS MANIFESTAÇÃO LINEAR

MÉTODOS DE REPRESENTAÇÃO DA CARTOGRAFIA TEMÁTICA: REPRESENTAÇÕES QUALITATIVAS MANIFESTAÇÃO LINEAR MÉTODOS DE REPRESENTAÇÃO DA CARTOGRAFIA TEMÁTICA: REPRESENTAÇÕES QUALITATIVAS MANIFESTAÇÃO LINEAR META Demonstrar a localização e a extensão dos fenômenos geográficos que se diferenciam pela sua natureza

Leia mais

ENGL71 - TEAU-Dados Espaciais Aplicados a Transportes e Geodésia

ENGL71 - TEAU-Dados Espaciais Aplicados a Transportes e Geodésia ENGL71 - TEAU-Dados Espaciais Aplicados a Transportes e Geodésia CIRA SOUZA PITOMBO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES O QUE VIMOS ATÉ AQUI? RECAPITULANDO... OS

Leia mais

Símbolos Ordenados. PONTOS LINHAS ÁREAS ORDEM relevo e outros, se manifestam de forma contínua no espaço ou no tempo, ou obedecem uma hierarquia de

Símbolos Ordenados. PONTOS LINHAS ÁREAS ORDEM relevo e outros, se manifestam de forma contínua no espaço ou no tempo, ou obedecem uma hierarquia de 14- Simbolização Cartográfica Manifestações Ordenadas Além das manifestações qualitativas, Símbolos Cartográficos Ordenados quantitativas e dinâmicas, alguns fenômenos espaciais, como os fatores climáticos

Leia mais

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA TOPOS significa lugar GRAPHEN significa descrição Pode-se dizer que a TOPOGRAFIA é a ciência que trata do estudo da representação detalhada de uma porção da superfície terrestre.

Leia mais

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS DEFINIÇÃO... Projeção cartográfica corresponde à representação de uma superfície esférica num plano. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO MÉTODO PROJEÇÃO CILÍNDRICA

Leia mais

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira. Geografia As Regiões Geoeconômicas do Brasil Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia Aula XX AS REGIÕES GEOECONÔMICAS DO BRASIL A divisão regional oficial do Brasil é aquela

Leia mais

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues M A P A S Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano G E O G R A F I A Prof. José Gusmão Rodrigues Clique com o mouse sobre o título desejado ou vá clicando enter para ver a apresentação completa

Leia mais

Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria. Geografia 9º ano. Planificação longo prazo. Filipe Miguel Botelho 2012/2013

Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria. Geografia 9º ano. Planificação longo prazo. Filipe Miguel Botelho 2012/2013 Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria Geografia 9º ano Planificação longo prazo Filipe Miguel Botelho 0/0 TEMA C POPULAÇÃO E POVOAMENTO 6. Áreas de fixação humana Planificação a longo prazo 9º ano

Leia mais

Características Básicas dos Mapas

Características Básicas dos Mapas Características Básicas dos Mapas Localização e Atributos Localização: dada por suas posições no espaço (coordenadas) bidimensional ou tridimensional. Atributos: qualidades ou magnitudes, ou variável temática,

Leia mais

I - Navegação marítima. II - Áreas de ocorrência da floresta tropical e da taiga. III - Regiões agricultáveis e desérticas.

I - Navegação marítima. II - Áreas de ocorrência da floresta tropical e da taiga. III - Regiões agricultáveis e desérticas. Fuvest 1999 Toda representação da superfície terrestre sobre o plano - mapa - contém distorções. É, pois, necessário escolher adequadamente a projeção cartográfica em função do tema a ser representado.

Leia mais

Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria. Geografia 8º ano. Planificação a longo prazo. Filipe Miguel Botelho 2012/2013

Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria. Geografia 8º ano. Planificação a longo prazo. Filipe Miguel Botelho 2012/2013 Colégio de Nossa Senhora de Fátima - Leiria Geografia 8º ano Planificação a longo prazo Filipe Miguel Botelho 0/03 Planificação a longo prazo 8º ano - Geografia º Período Aulas º Período Aulas 3º Período

Leia mais

CARTOGRAFIA GERAL. Por que o ser humano já na Pré-História construía estas representações?

CARTOGRAFIA GERAL. Por que o ser humano já na Pré-História construía estas representações? LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro Estagiários: Ricardo Kwiatkowski Silva / Carlos André Batista de Mello CARTOGRAFIA GERAL 1 CARTOGRAFIA: DEFINIÇÕES Por que

Leia mais

Projeções Cartográficas

Projeções Cartográficas CARTOGRAFIA Projeções Cartográficas Uma projeção cartográfica nada mais é do que o resultado de um conjunto de operações que permite representar no plano, por meio de paralelos e meridianos, os fenômenos

Leia mais

ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG

ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG Maria Itaiana Ferreira de Moraes 1 ; Thiago César Frediani Sant Ana 2 RESUMO: A vida social do homem está vinculada a ação de interação

Leia mais

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO CAMPO LARGO, 15 DE ABRIL DE 2013 Cartografia Cartografia é o conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, baseado

Leia mais

REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO

REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO O que é regionalizar? É dividir o espaço em regiões. É uma parte do espaço que tem traços comuns e é relativamente diferente das áreas vizinhas. Para que regionalizar?

Leia mais

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Curvas de Nível Mapas temáticos Representação de fenômenos e suas diversidades: Qualitativas: Representa os diferentes elementos cartográficos Ex: Rios, cidades, industrias,

Leia mais

Ciências do Ambiente. Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL ) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC )

Ciências do Ambiente. Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL ) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC ) Ciências do Ambiente Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL - 1995) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC - 2002) Ciências Ambientais Estudo sistemático tico da natureza

Leia mais

Lista de Pontos para o Concurso de Professor Efetivo Edital 04

Lista de Pontos para o Concurso de Professor Efetivo Edital 04 Edital 04 DEPARTAMENTO DE DIREITO/CCSA MATÉRIA DE ENSINO: Filosofia do Direito e Hermenêutica. 1. O pensamento jurídico de Kant; 2. O pensamento jurídico de Hegel; 3. O pensamento jurídico de Bobbio; 4.

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 Em uma escala numérica, quanto maior foi o seu denominador isto é, o número que vem depois dos dois pontos, menor será a escala. Mas quanto menor for uma escala, maior será

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:Geografia ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 5 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:Geografia ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 5 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 BRASIL: UM PAIS DE MUITAS DIVERSIDADES *Conhecer e compreender a diversidade de paisagens do Brasil *Conhecer a diversidade da população brasileira. *Perceber os contrastes sociais existentes

Leia mais

Os geógrafos utilizam as viagens, leituras, o estudo de estatísticas, mapas, para atualizar e aprofundar o conhecimento. A geografia precisa das

Os geógrafos utilizam as viagens, leituras, o estudo de estatísticas, mapas, para atualizar e aprofundar o conhecimento. A geografia precisa das Os geógrafos utilizam as viagens, leituras, o estudo de estatísticas, mapas, para atualizar e aprofundar o conhecimento. A geografia precisa das outras áreas do conhecimento:como a geologia, historia,

Leia mais

a) b) c) d) e) 3 2 1

a) b) c) d) e) 3 2 1 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7 ª TURMA(S):

Leia mais

AT = Maior valor Menor valor

AT = Maior valor Menor valor UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA TABELAS E GRÁFICOS Departamento de Estatística Luiz Medeiros DISTRIBUIÇÃO DE FREQUÊNCIA Quando se estuda uma massa de dados é de frequente interesse resumir as informações

Leia mais

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Professor: Gelson Alves Pereira 1- O QUE É REGIONALIZAÇÃO É a divisão de um espaço ou território

Leia mais

A TEORIA DO CONFORTO NATURAL, A DINÂMICA DA NATUREZA TERRESTRE E O PARADIGMA DA GEOGRAFIA ARTICULADA AO CONHECIMENTO HUMANO

A TEORIA DO CONFORTO NATURAL, A DINÂMICA DA NATUREZA TERRESTRE E O PARADIGMA DA GEOGRAFIA ARTICULADA AO CONHECIMENTO HUMANO Ricardo Carlos Trindade FCT/ UNESP Universidade Estadual Paulista ricatri86@gmail.com A TEORIA DO CONFORTO NATURAL, A DINÂMICA DA NATUREZA TERRESTRE E O PARADIGMA DA GEOGRAFIA ARTICULADA AO CONHECIMENTO

Leia mais

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Desenho Técnico Desenho Mecânico Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Introdução O desenho, para transmitir o comprimento, largura e altura, precisa recorrer a um modo especial de representação gráfica:

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º TRIMESTRE ABRIL/2014 TURMA 311. Professora Simone

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º TRIMESTRE ABRIL/2014 TURMA 311. Professora Simone TURMA 311 Professora Simone 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 411 Professora Simone 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 412 Professora Ana Paula 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 511 Professora

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 5 Nome: Data: Unidade 1 1. Para a Geografia, o que é paisagem? 2. Desenhe três elementos naturais e três elementos culturais que podem compor as paisagens.

Leia mais

SUMÁRIO. Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1

SUMÁRIO. Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1 SUMÁRIO Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1 CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESENVOLVIMENTO RURAL... 7 1.1 O Panorama Mundial... 7 1.2 O Panorama Brasileiro... 9 1.2.1

Leia mais

MONITORIZAÇÃO DAS DINÂMICAS DO USO DO SOLO NA CIDADE AFRICANA

MONITORIZAÇÃO DAS DINÂMICAS DO USO DO SOLO NA CIDADE AFRICANA MONITORIZAÇÃO DAS DINÂMICAS DO USO DO SOLO NA CIDADE AFRICANA Cristina HENRIQUES Faculdade de Arquitectura Universidade Técnica de Lisboa e-geo Centro de Estudos de Geografia e Planeamento Regional Universidade

Leia mais

DATA: 04 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: %

DATA: 04 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 04 / 05 / 205 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR:

Leia mais

A Terra e suas diferentes representações

A Terra e suas diferentes representações O estudo das da Terra é um tema complexo e exige dos alunos alto nível de abstração. As atividades propostas têm como finalidade desenvolver na criança a compreensão de que a superfície do planeta Terra

Leia mais

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano?

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Dificuldade elementar da Cartografia : representar a Terra : transpor 3D para 2D : desprezar a curvatura da superfície real para representação Operação matemática

Leia mais

A regionalização do território brasileiro

A regionalização do território brasileiro A regionalização do território brasileiro A regionalização tem vários objetivos: Conhecer com detalhes as partes de um todo (o mundo, um país, um estado, um município). Perceber as semelhanças e diferenças

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO MÉDIO Conteúdos da 1ª Série 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Lucas Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Geografia Resultado / Rubrica

Leia mais

Escalas. O processo de modificação dos tamanhos reais de medidas para outras medidas no desenho é realizado pela aplicação de escalas.

Escalas. O processo de modificação dos tamanhos reais de medidas para outras medidas no desenho é realizado pela aplicação de escalas. Escalas Em desenhos sempre possíveis os detalhes devem ser feitos em tamanho original. Isto é, passar para o desenho as medidas iguais as das peças e objetos que representam. Desta forma os desenhos dão

Leia mais

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita Professor Leandro Signori Conteúdos constantes no edital Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas

Leia mais

Regionalização e Planejamento regional

Regionalização e Planejamento regional Regionalização e Planejamento regional O que é regionalização? Entende-se por regionalização, a divisão de um espaço ou território em unidades de área que apresentam características que as individualizam.

Leia mais

EIXO CAPACIDADES CONTEÚDOS / CONCEITOS CICLO COMPLEMENTAR

EIXO CAPACIDADES CONTEÚDOS / CONCEITOS CICLO COMPLEMENTAR SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃOBÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL 5 MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Disciplina: Geografia. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Geografia. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Geografia Período:

Leia mais

FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES

FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES 1. INTRODUÇÃO Importância: Para o projetista ou Engenheiro a arte de representar um objeto ou fazer sua leitura através do Desenho Técnico é muito importante,

Leia mais

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE 9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2

Leia mais

EDUCAÇÃO VISUAL 3ºCICLO DO ENSINO BÁSICO

EDUCAÇÃO VISUAL 3ºCICLO DO ENSINO BÁSICO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Os Conteúdos Programáticos estão enunciados segundo o programa em vigor e as Metas Curriculares definidas pelo ministério da Educação e Ciência.* 9.ºANO 1º Período 39/42 aulas previstas

Leia mais

A taxa de crescimento de variáveis económicas Manual de apoio

A taxa de crescimento de variáveis económicas Manual de apoio A taxa de crescimento de variáveis económicas Manual de apoio Sumário 1. Enquadramento conceptual 2 2. Características gerais da taxa de crescimento 4 3. Cálculo das taxas de crescimento 6 4. O crescimento

Leia mais

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA A importância dos pontos de referência Pontos Cardeais: são pontos principais utilizados como padrão de localização ou pontos de referência. Através deles é possível localizar

Leia mais

Sistemas de Informações Geográficas

Sistemas de Informações Geográficas Sistemas de Informações Geográficas Aula 3 Assuntos: # Revisão em geodésia # Georreferenciamento # Representação do mundo real no computador # Formatos vetorial e matricial # Modelo conceitual de banco

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO CLIMÁTICA

CLASSIFICAÇÃO CLIMÁTICA CLASSIFICAÇÃO CLIMÁTICA -A CLASSIFICAÇÃO CLIMÁTICA OBJETIVA CARACTERIZAR EM UMA GRANDE ÁREA OU REGIÃO, ZONAS COM CARACTERÍSTICAS CLIMÁTICAS E BIOGEOGRÁFICAS RELATIVAMENTE HOMOGÊNEAS. -ESSA CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

Bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra. Anexo B. Habilitações. Habilitação: Analista de Suporte à Decisão... B-2

Bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra. Anexo B. Habilitações. Habilitação: Analista de Suporte à Decisão... B-2 UFRJ Bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra Anexo B Habilitações Habilitação: Analista de Suporte à Decisão... B-2 Habilitação: Ciências da Terra e Patrimônio Natural... B-5 Habilitação: Sensoriamento

Leia mais

Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais

Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Seminário Nacional com as Instituições Responsáveis por Limites Político-Administrativos Brasília - DF, 1 de Julho de 2008 Sumário Gestão Pública e

Leia mais

ENSINO MÉDIO Geografia

ENSINO MÉDIO Geografia ENSINO MÉDIO Geografia Conteúdos da 1ª Série 1º/2º Bimestre 2016 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Bruno Data: / /2016 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Resultado / Rubrica

Leia mais

Capítulo 4 Teoria da Produção

Capítulo 4 Teoria da Produção Capítulo 4 Teoria da Produção 1. Produção Econômica i. Produção econômica: é a arte ou técnica de reunir insumos e transformá-los, através da aplicação de uma tecnologia, em um novo produto. O aspecto

Leia mais

Análise espacial dos óbitos por acidentes de. trânsito no município do Rio de Janeiro

Análise espacial dos óbitos por acidentes de. trânsito no município do Rio de Janeiro XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia Análise espacial dos óbitos por acidentes de trânsito no município do Rio de Janeiro Vanessa dos Reis de Souza Suzana

Leia mais

SELEÇÃO DE MUNICÍPIOS CRÍTICOS A DESLIZAMENTOS

SELEÇÃO DE MUNICÍPIOS CRÍTICOS A DESLIZAMENTOS MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral SELEÇÃO DE MUNICÍPIOS CRÍTICOS A DESLIZAMENTOS NOTA EXPLICATIVA Vale do Cuiabá Petrópolis/RJ Jan 2011 Outubro de

Leia mais

Profª: Adriana Oliveira

Profª: Adriana Oliveira ROTEIRO DE AVALIAÇÕES DA 4º UNIDADE PROCESSUAL Profª: Adriana Oliveira ATIVIDADES Atividades de casa e de classe DATAS Durante a unidade ASPECTOS A SEREM AVALIADOS/ ENCAMINHAMENTOS Pontualidade; Participação;

Leia mais

Atividade: Escalas utilizadas em mapas

Atividade: Escalas utilizadas em mapas Atividade: Escalas utilizadas em mapas I. Introdução: Os mapas são representações gráficas reduzidas de uma determinada região e de grande importância para vários profissionais como engenheiros, geógrafos,

Leia mais

GEOGRAFIA UNIFAL/MG 2014

GEOGRAFIA UNIFAL/MG 2014 GEOGRAFIA UNIFAL/MG 2014 ETAPAS DO EXAME 19/09 - Divulgação eletrônica da lista de estudantes inscritos e convocados ao Enade 2014 21/10 a 23/11 Período para resposta eletrônica ao Questionário do Estudante

Leia mais

Desenho Técnico. Escalas e Cotagem. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato

Desenho Técnico. Escalas e Cotagem. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Desenho Técnico Escalas e Cotagem Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato ESCALA NBR 8196 refere-se ao emprego de escalas no desenho. A escala de um desenho é a relação entre as dimensões do desenho e as

Leia mais

ENSINANDO HISTÓRIA E GEOGRAFIA. A Geografia Levada a Sério

ENSINANDO HISTÓRIA E GEOGRAFIA.  A Geografia Levada a Sério ENSINANDO HISTÓRIA E GEOGRAFIA 1 Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. Cora Coralina 2 Aquarela Toquinho Vinícius de Moraes M. Fabrízio G. Moura - 1983 3 Tempo e espaço Deve-se

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO

PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO EBI/ JI FIALHO DE ALMEIDA CUBA PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO Ano lectivo 2007/2008 CALENDARIZAÇÃO Períodos Início Final Tempos lectivos previstos 1º 17 de Setembro 14 de Dezembro 62 2º 3 de Janeiro

Leia mais

1- Objeto de Avaliação

1- Objeto de Avaliação Informação - Prova de Equivalência à Frequência Geografia 3º ciclo do Ensino Básico 2016 1- Objeto de Avaliação As Orientações Curriculares para o 3º ciclo do ensino básico da disciplina de Geografia integram

Leia mais

Fundamentos de Informação Geográfica

Fundamentos de Informação Geográfica Fundamentos de Informação Geográfica Compilação de Exames e Frequências 1) Relativamente ao método de observação GNSS, explique o que entende por RTK. No método de observação RTK são transmitidos em tempo

Leia mais

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2. Tabelas e Diagramas de Freqüência

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2. Tabelas e Diagramas de Freqüência Tabelas e Diagramas de Freqüência Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 2 O primeiro passo na análise e interpretação dos dados de uma amostra consiste na descrição (apresentação) dos dados

Leia mais

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 1. A distribuição de energia solar, ou insolação, depende dos movimentos de rotação

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I 1-Em um mapa cuja escala é 1:2.500.000, duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO PREÇO DA TERRA EM GOIÁS A PARTIR DO USO DE GEOESTATÍSTICA

DETERMINAÇÃO DO PREÇO DA TERRA EM GOIÁS A PARTIR DO USO DE GEOESTATÍSTICA DETERMINAÇÃO DO PREÇO DA TERRA EM GOIÁS A PARTIR DO USO DE GEOESTATÍSTICA Fábio Campos MACEDO 1 ; Laerte Guimarães FERREIRA 2 ; Nilson Clementino FERREIRA 3 1 Doutorando em Geografia IESA/UFG; Professor

Leia mais

GUIA DE AULAS - GEOGRAFIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR

GUIA DE AULAS - GEOGRAFIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR GUIA DE AULAS - GEOGRAFIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também quer ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Por isso, oferecemos

Leia mais

Profª Esp. Simone Mourão Abud. Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira, 1983)

Profª Esp. Simone Mourão Abud. Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira, 1983) Abordagem Familiar Instrumentos de Abordagem Familiar: GENOGRAMA E ECOMAPA Profª Esp. Simone Mourão Abud Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira,

Leia mais

CAPÍTULO 5 LINGUAGEM LEGAL E EXTENSÕES PROPOSTAS

CAPÍTULO 5 LINGUAGEM LEGAL E EXTENSÕES PROPOSTAS CAPÍTULO 5 LINGUAGEM LEGAL E EXTENSÕES PROPOSTAS Os operadores de manipulação de campos geográficos implementados neste trabalho tiveram como ambiente de desenvolvimento a Linguagem Espacial para Geoprocessamento

Leia mais

Desenvolvimento definição

Desenvolvimento definição Desenvolvimento definição O termo situação de foi criado para retratar a de um país, dentro dos moldes capitalistas. Países desenvolvidos são também chamados de: ; ; ; Fatores do Desenvolvimento Crescimento

Leia mais

Localização. à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: km, da ; Oeste-Leste: 7.

Localização. à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: km, da ; Oeste-Leste: 7. Localização Parte integrante do separada da Europa pelo, a África está e ligase à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: 8.000 km, da ; Oeste-Leste: 7.400 km, no

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CAA NÚCLEO DE TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL AULA 01 INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES Prof. Leonardo Herszon Meira, DSc DEFINIÇÕES

Leia mais

Sistemas de Projeções Cartográficas:

Sistemas de Projeções Cartográficas: Sistemas de Projeções Cartográficas: Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre. Isto ocorre porque não se pode passar de uma superfície curva para uma superfície plana sem que

Leia mais

Projeção ortográfica de modelos com elementos diversos

Projeção ortográfica de modelos com elementos diversos Projeção ortográfica de modelos com elementos diversos A execução de modelos que apresentam furos, rasgos, espigas, canais, partes arredondadas etc., requer a determinação do centro desses elementos. Introdução

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril. Informação Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2016 Escola Básica de Porto Alto Escola Básica Prof. João Fernandes Pratas Prova de Equivalência à Frequência de Geografia (18) 3º Ciclo - 9.º Ano de

Leia mais

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Aula 01 - Fundamentos teóricos, parte I. Economia internacional Vs Comércio exterior. Teorias do Comércio Internacional (liberalismo vs protecionismo) COMÉRCIO INTERNACIONAL Onde

Leia mais

Geografia. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Geografia. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Geografia baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE GEOGRAFIA Middle e High School 2 6 th Grade Os ciclos da natureza e a sociedade A história da Terra

Leia mais

CÁLCULO DO IRBES. Estudo sobre a Carga Tributária/PIB x IDH. Maio Edição Maio com a utilização da Carga Tributária e IDH do ano de 2013

CÁLCULO DO IRBES. Estudo sobre a Carga Tributária/PIB x IDH. Maio Edição Maio com a utilização da Carga Tributária e IDH do ano de 2013 Maio 2015 CÁLCULO DO IRBES (Índice de Retorno de Bem Estar à sociedade) COORDENAÇÃO Dr. Gilberto Luiz Do Amaral Dr. João Eloi Olenike Dra. Letícia Mary Fernandes Do Amaral Estudo sobre a Carga Tributária/PIB

Leia mais

Medidas Territoriais: Bairro, Distrito, Zona, Interdistrital, Intradistrital, Intermunicipal e outros Recortes do Espaço Urbano

Medidas Territoriais: Bairro, Distrito, Zona, Interdistrital, Intradistrital, Intermunicipal e outros Recortes do Espaço Urbano INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS Ministério da Ciência e Tecnologia Medidas Territoriais: Bairro, Distrito, Zona, Interdistrital, Intradistrital, Intermunicipal e outros Recortes do Espaço Urbano

Leia mais

Meg Silva Gestora de Processos Contato: / Blog: Uberlândia - MG

Meg Silva Gestora de Processos Contato: / Blog:  Uberlândia - MG FLUXOGRAMA CONCEITO Fluxograma é um tipo de diagrama, e pode ser entendido como uma representação esquemática de um processo, muitas vezes feito através de gráficos que ilustram de forma descomplicada

Leia mais

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO  Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Cartografia I BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO britaldo@csr.ufmg.br www.csr.ufmg.br Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Introdução Histórico da Cartografia definição, história e evolução.

Leia mais

UNIDADE: DATA: 03 / 12 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 7.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 03 / 12 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 7.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / 2 / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 7.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

NOVO MAPA NO BRASIL?

NOVO MAPA NO BRASIL? NOVO MAPA NO BRASIL? Como pode acontecer A reconfiguração do mapa do Brasil com os novos Estados e Territórios só será possível após a aprovação em plebiscitos, pelos poderes constituídos dos respectivos

Leia mais

Representação Desenho Arquitetônico. Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia

Representação Desenho Arquitetônico. Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia Representação Desenho Arquitetônico Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia OS ELEMENTOS DO DESENHO ARQUITETÔNICO Os desenhos básicos que compõem um projeto de arquitetura, a partir de projeções ortogonais,

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Geografia ÁREA DE ENSINO: FUNDAMENTAL I SÉRIE\ ANO: 4º ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Geografia ÁREA DE ENSINO: FUNDAMENTAL I SÉRIE\ ANO: 4º ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 - O PLANETA TERRA * Explorar o conhecimento sobre a Terra. *Conhecer a estrutura do planeta Terra e suas características. *Compreender que o planeta Terra é formado por oceanos e continentes.

Leia mais

Análise de Dados de Área dos índices de indústria e malha rodoviária para o estado de Minas Gerais

Análise de Dados de Área dos índices de indústria e malha rodoviária para o estado de Minas Gerais Análise de Dados de Área dos índices de indústria e malha rodoviária para o estado de Minas Gerais Adriana Maria Rocha Trancoso Santos 1 Gérson Rodrigues dos Santos 2 Nilcilene das Graças Medeiros 1 Eduardo

Leia mais

Gestão da Qualidade. Aula 8. Prof. Pablo

Gestão da Qualidade. Aula 8. Prof. Pablo Gestão da Qualidade Aula 8 Prof. Pablo Proposito da Aula 1. Folha de Verificação 2. Carta de Controle Folha de Verificação Folha de Verificação A Folha de Verificação é uma ferramenta utilizada no controle

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ A divisão do Pará em Debate

SEMINÁRIO SOBRE A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ A divisão do Pará em Debate SEMINÁRIO SOBRE A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ A divisão do Pará em Debate Subsídios à Discussão Prof. Me. José Queiroz de Miranda Neto Mestre em Geografia (Gestão do Planejamento Regional) Implicações da

Leia mais

FURG ICEAC UAB Especialização em Gestão Pública Municipal. Disciplina Indicadores Socioeconômicos na gestão pública.

FURG ICEAC UAB Especialização em Gestão Pública Municipal. Disciplina Indicadores Socioeconômicos na gestão pública. FURG ICEAC UAB Especialização em Gestão Pública Municipal Disciplina Indicadores Socioeconômicos na gestão pública Fonte de dados Prof. Tiarajú A. de Freitas Fonte de dados Os indicadores socioeconômicos

Leia mais

Nota Introdutória... IX. Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI. Capítulo 1 A Metrologia em Portugal...

Nota Introdutória... IX. Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI. Capítulo 1 A Metrologia em Portugal... Índice Nota Introdutória... IX Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI Capítulo 1 A Metrologia em Portugal... 1 1.1 CONCEITO DE METROLOGIA... 1 1.2 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA METROLOGIA

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 12) A cartografia é um conhecimento que vem se desenvolvendo desde a pré-história até os dias de hoje. A leitura e a interpretação de um mapa necessitam do entendimento dos ele-mentos que o compõem. Sobre

Leia mais

Relatório de Metadado

Relatório de Metadado Identificador do metadado 04bda65f-17e2-4b01-be90-3cc0816a795e Idioma Português Conjunto de Caracteres UTF8 Nível hierárquico Conjunto de dados geograficos Ponto de contato dos metadados Instituto do Meio

Leia mais

QUEM QUER SER UM ENTENDIDO EM ESTATÍSTICA? JOGO 1 - (para treino).

QUEM QUER SER UM ENTENDIDO EM ESTATÍSTICA? JOGO 1 - (para treino). Este jogo contém uma lista de referências em português, com termos que deverá analisar a fim de se preparar para responder às questões. O jogo a realizar em Portugal apresentará questões diferentes, mas

Leia mais

Aplicações Informáticas B 12º Ano

Aplicações Informáticas B 12º Ano Aplicações Informáticas B 12º Ano Prof. Adelina Maia 2010/2011 AIB_U4C 1 TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO EM COMPUTADOR A animação por computador pode ser definida como a produção do movimento de imagens utilizando

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 1. Mundo contemporâneo: economia e geopolítica: - Processo de desenvolvimento do capitalismo - Geopolítica

Leia mais