ACÓRDÃO N. 5g7-4 /2009.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACÓRDÃO N. 5g7-4 /2009."

Transcrição

1 PROCESSO N. 2 : 2004.ITG.TCS /06 ( N.' antigo /05) ACÓRDÃO N. 5g7-4 /2009. EMENTA: Tomada de Contas de Gestão. Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social de Exercício financeiro de Relatório técnico apontando irregularidades nas Contas. Defesa insuficiente para sanar totalmente as falhas apontadas inicialmente. Parecer da Auditoria ratificando o relatório técnico. Parecer da Procuradoria pela desaprovação das Contas. sugerindo aplicação de multa e nota de improbidade administrativa. Decisão da Primeira Câmara pela desaprovação das Contas. considerando-as irregulares. com aplicação de multa. e existência de falhas insanáveis que configuram. em tese. atos de improbidade administrativa. Determinações. ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de TOMADA DE CONTAS DE GESTÃO da SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO E AÇÃO SOCIAL DE pertinente ao exercício financeiro de ACORDAM os Senhores Conselheiros integrantes da I" Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará. pela DESAPROVAÇÃO das referidas Contas, de responsabilidade da Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. ordenadora das respectivas despesas, considerando-as IRREGULARES. com fulcro no art. 13, inciso III. letra "b". da Lei Estadual ri' /93. com aplicação de MULTA à responsável. no valor de R$ (sete mil, quinhentos e um reais e oitenta e nove Proc. n Tcs ITAITINGA ST \S iwspapro\ IRREGt LARES MMFG

2 2 PROCESSO N. 2: TG.TCS /06 (1V." antigo /05) centavos). pelas irregularidades descritas nos itens 01, 02, 03, 04, OS, 06, 07 e 08. além de aplicação de Nota de Improbidade Administrativa pelas irregularidades insanáveis descritas nos itens 06 e 07, e outras determinações, nos termos do Relatório e Voto a seguir transcritos. Expedientes necessários. SALA DAS SESSÕES DA 1." CÂMARA DO TRIBUNAL DE CONTO DOS MUNICÍPIOS DO. em Fortaleza. de 0.,(1-tt bre d Conselheiro Presidente - Conselheiro Relator Fui presente: - Procurador (a) de Contas n' ICS ITAITINGA ti r.-1ti DLSPAPROV.-\ (;:\() IRREGULARES NIMEG

3 3 PROCESSO N.": 2004.ITG.TCS /06 (N.-' antigo /05) RELATÓRIO Reportam-se os autos sobre Tomada de Contas de Gestão da 'SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO E AÇÃO SOCIAL DE ITAITINGA, pertinente ao exercício financeiro de de responsabilidade da Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. ordenadora das respectivas despesas. originada de Provocação oriunda da Diretoria de Fiscalização desta Corte de Contas. fls. 02/04, submetida, neste ensejo, ao julgamento desta Corte de Contas. por força da disposição expressa no inciso II do art. 78 da Constituição Estadual, combinado com a alínea "a - cto inciso III do art. 1 da Lei Estadual n" /93. Depois de autuado. Os autos foram encaminhados, ao Ministério Público Especial junto ao TCM para manifestação acerca da admissibilidade da aludida Provocação. tendo o nobre representante do Parquet. Dr. Júlio César Rôla Saraiva. por meio do Parecer n 326/06. fl. 07. opinado pela sua admissibilidade e transformação em Processo-fim Principal de Tomada de Contas Gestão. o que foi determinado no Despacho de fl. 09. Consta nos autos a Informação Inicial da 4' Inspetoria. de n" 1.356/2007. fls. 10/19. informando irregularidades nas Presentes Contas. A 19 Inspetoria da Diretoria de Fiscalização, emitiu a Informação de tf 3.957/2007, à fl. 21 relatando que. não inspecionou no Município de ITAITINGA, obras e/ou serviços de engenharia relativos ao exercício em análise, contudo, o julgamento das presentes Contas, não prejudica o implemento de auditorias futuras. Tendo em vista a aposentadoria do Relator originário, os autos foram distribuídos a este Conselheiro. que deu prosseguimento ao feito. Os autos foram conx ertidos em Diligência (fls. 26/27) para que a Sra. JANY MARY RANGEL CAVALCANTE, pudesse apresentar justificativas de seu interesse. As razões defensivas da ex-gestora foram apresentadas às fls. 29/33, e documentos às fls. 34/141, dentro do prazo estabelecido no art. 9', inciso II da Resolução 02/2002. conforme Certidão da Secretaria do TCM de ll Proc. n "FCS NITIM ; \ - S L.NS I)ESPAPRON.-NCAO - IKKE(( I.. NR NIFG

4 4 PROCESSO N.": 2004.ITG.TCS /06 (N. antigo /05) NATUREZA: 'Fornada de Contas de Gestão. Sobre as questões levantadas pela Defendente, a 6'-' Inspetoria da DIRFI emitiu a Informação Complementar n" 5.365/2009. fls. 144/161. permanecendo todas as impropriedades indicadas inicialmente. Os autos, foram encaminhados a Auditoria, que se manifestou por meio do Parecer n' 696/2009, às fls. 175/179. da lavra do ilustre Auditor, Dr. David Santos Matos, ratificando o relatório técnico. Os autos, foram encaminhados a Procuradoria de Contas, que se manifestou. por meio do Parecer na 7.977/2009, às fls. 182/185. da lavra do ilustre Procurador de Contas. Dr. Júlio César Rola Saraiva. sugerindo que as Contas sejam julgadas. como irregulares, na forma cio art. 13. inc. III, da Lei Estadual ng /93, com aplicação de multa e nota de improbidade administrativa à Responsável. É o Relatório. Passo a decidir. RAZÕES DO VOTO Preliminarmente. Tramitaçào regular do processo. Observância dos princípios do contraditório e da ampla defesa assegurados à responsável pelas Contas. Gostaria de destacar que a tramitaçào do Processo em exame obedeceu às normas ditadas pelo Regimento Interno do TCM e às garantias e princípios estampados na Carta Magna Brasileira. No caso. foi assegurado à responsável pelas Contas o direito à ampla defesa e ao contraditório, tendo a mesma, oferecido tempestivamente seus esclarecimentos e documentos, com o fito de elidir as defeituações apontadas pela DIRFI. Do Mérito. Das irregularidades existentes na Tomada de Contas. Proc. n" On TCS ITAITINGA - SIAS DESPAPROVA ÁO - IRRF.G AR

5 5 PROCESSO N. 2: 2004.ITG.TCS /06 (N. " antigo /05) INTERESSADO: Secretaria Municipal do Trabalho c Ação Social de TCM. A seguir destaco as principais irregularidades detectadas pelos técnicos do 1. A Prestação de Contas de Gestão, relativa ao exercício de 2004, da Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social de Itaitinga. não foi remetida a este Tribunal, descumprindo o que prescreve o 1 2 do art. 35 c/c o 4. 2 da Constituição Federal e art. 2." da Instrução Normativa n. 2 03/97 deste Tribunal. impossibilitando a análise do Balanço Geral. (fls. 10/11): 2. Envio intempestivo da documentação mensal, referente ao mês de setembro (fl. II); 3. No confronto entre a Despesa Orçamentária Fixada Atualizada, demonstrada por meio cio SIM, no valor de R$ (quinhentos e cinqüenta mil reais) e a despesa demonstrada no Balancete do último mês, na quantia de R$ (trezentos e sessenta e nove mil e novecentos reais), constatou-se urna divergência na quantia de R$ (cento e oitenta mil e cem reais), conforme dados constantes no SIM, e quadro demonstrativo à fl. 11; 4. No confronto entre a Despesa Orçamentária Empenhada, demonstrada por meio do SIM. no valor de R$ (quatrocentos e noventa e oito mil, trezentos e cinqüenta e nove reais e cinqüenta e oito centavos) e a despesa empenhada demonstrada nas Notas de Empenho, na quantia de R$ (quatrocentos e trinta e sete mil, quatrocentos e quarenta e três reais e sessenta e dois centavos), constatou-se urna divergência na quantia de R$ (sessenta mil, novecentos e quinze reais e noventa e seis centavos), conforme dados constantes no SIM, e quadro demonstrativo à fl. 12: 5. Impossibilidade de comprovar os Restos a Pagar. informado por meio do SI NI no valor de R$ 5.334,28 (cinco mil, trezentos e trinta e quatro reais e vinte e oito centavos), em face do não envio da PC'S e do Balancete Financeiro (fl. 13); Proc. ri TCS I I \III \ST-\S DEM' \PRON V. 10 IRRECil I. \RES NI NIFG

6 6 TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICIPIOS PROCESSO N. 2: 2004.ITG.TCS /06 (N. " antigo /05) 6. Analisando as prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM, constatou-se a omissão na identificação dos procedimentos licitatórios pertinentes. a despesas no valor de R$ (trinta mil, oitocentos e setenta e sete reais e vinte centavos). junto ao credor M.L. Monteiro da Silva ME, em desacordo com o art. 2" da Lei n /93 (fl. 13); 7. Analisando as prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM. constatou-se a omissão na identificação dos procedimentos licitatórios pertinentes. a despesas no valor de R$ ,30 (quinze mil, novecentos e trinta e quatro reais e trinta centavos), junto ao credor Comercial Pereira F.R.A Pereira - ME. em desacordo com o art. r da Lei n /93 (11. 13); 8. Constatou-se nas prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM. que as notas fiscais, relativas aos empenhos relacionados às fls. 14/18, no valor de R$ ,25 (cento e noventa e sete mil. cento e setenta e cinco reais e vinte e cinco centavos), foram classificados em desacordo com o estabelecido no Manual do SIM (fls. 13/18); Das considerações pertinentes. Do exame dos autos. verifica-se que a defesa apresentada não foi capaz de sanar todas as irregularidades apontadas pelo corpo técnico, senão vejamos: 01. A Prestação de Contas de Gestão. relativa ao exercício de 2004, da Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social de Itaitinga, não foi remetida a este Tribunal, descumprindo o que prescreve o 1 2 do art. 35 c/c o 4." da Constituição Federal e art. 2." da Instrução Normativa n." 03/97 deste Tribunal, impossibilitando a análise do Balanço Geral. (fis. 10/11). A ex-gestora em sua defesa. acostou aos autos às fls. 34/60, as cópias dos seguintes documentos: Ofício de encaminhamento assinado, pela autoridade competente: relação e cadastro dos reponsa n eis: Balanços Orçamentário. Financeiro Prt. n" h 1(5 1 I \GA S I:\S DESPAPROVA(. \( Ril LARES \1\11,G

7 PROCESSO N. 2: 2004.ITG.TCS /06 (N." antigo /05) e Patrimonial e demonstrativo das variações patrimoniais; Demonstrativos dos adiantamento concedidos; Demonstrativo das doações, subvenções, auxílios e contribuições concedidos, pagos ou não, quando for o caso: Demonstrativo das responsabilidades não regularizadas, com a indicação das providências adotadas para sua regularização; Relatório do responsável pelo setor contábil; e o Termo de conferência de caixa e conciliações bancárias. A Inspetoria depois de analisar a documentação acostada aos autos pela defesa, constatou que as mesmas não foram suficientes para sanar a irregularidade, haja vista que ainda continuam pendentes de envio as seguintes peças: cópia da Portaria de nomeação e/ou exoneração, caso esta última tenha ocorrido; Quadro dos Restos a Pagar inscritos, discriminando os processados e não processados, identificando a classificação funcional programática e. ainda, a relação dos restos a pagar pagos e cancelados: e a cópia da primeira e última folha dos extratos das contas bancárias relativas ao período de gestão dos responsáveis: Diante do exposto a impropriedade foi parcialmente sanada, sendo passível de multa. 2. Envio intempestivo da documentação mensal, referente ao mês de setembro (fl. 11). A ex-gestora em sua defesa, alegou à fl. 31 dos autos que: "Discordamos da douta inspetoria técnica quando afirma que a documentação mensal da receita e despesa referente ao mês de abril, foi enviada fora do prazo legal. solicitamos que a competente inspetoria verifique junto ao setor de protocolo desse Tribunal a data correta do protocolo da documentação". A Inspetoria, depois de analisar as justificativas proferidas pela defesa, informou que a remessa em atraso citada na informação pretérita, se reportou ao mês de setembro. e não ao de abril citado pela defesa, portanto, a irregularidade persiste. Diante do exposto. a impropriedade continua passível de multa. 3. No confronto entre a Despesa Orçamentária Fixada Atualizada, demonstrada por meio do SIM, no valor de R$ ,00 (quinhentos e cinqüenta mil reais) e a despesa demonstrada no Balancete do último mês, na quantia de R$ Proc. n" TCS [TAITI:\ GA SIAS - DESPAPROVACAO IRREGULARES

8 8 PROCESSO N. 2: 2004.ITG.TCS /06 (N. 9 antigo /05) ITAITIN(;A. RESPONSÁVEL: Jane Marv Rangel Cavalcante ex-gestora (trezentos e sessenta e nove mil e novecentos reais), constatou-se uma divergência na quantia de R$ (cento e oitenta mil e cem reais), conforme dados constantes no SIM. e quadro demonstrativo à fl. 11: No tocante a esta impropriedade. a Defendente alegou às fls. 31/32 que: "As falhas apontadas nessa informação podem ter ocorrido em virtude dos fatos apresentados a seguir. no entanto, vale salientar que em fevereiro de 2007 o TCM liberou o novo manual do sistema SIM. no qual estão estabelecidas novas regras que favorecem ao gestor a sua ampla e oportunidade de Informação Substituição e Acréscimo dos Registros de Dados". Argumentou ainda que: "Durante o exercício de 2004 a Sec. Trab. e Ação Social Municipal de Itaitinga. buscando melhor adequação das informações a serem enviadas ao TCM, promoveu a troca dos sistemas informatizados de contabilidade pública. responsável pelo processamento de dados de todas as unidades gestoras. Por decorrência do processo de desenvolvimento e instalação do novo sistema e da necessidade de adaptação às constantes mudanças do projeto SIM. foram inevitáveis que algumas informações não se apresentassem corretas. problema hoje solucionado". Por fim, asseverou que: "Conforme descrito, as circunstâncias de implantação. teste e validação do novo sistema informatizado podem ter levado às falhas apontadas por esta inspetoria. Foi constatado pela equipe de informática assessora dos serviços de elaboração dos arquivos do SIM que o problema citado não existe na atualidade. porém. será solicitada cópia ao TCM dos arquivos entregues e importados na época para que se possa constatar as divergências. Umas vez se confirmando as divergências apontadas por esta inspetoria, será dado início aos procedimento de entrega. substituição e acréscimo dos dados conforme previsto no manual do SIM...". O órgão técnico depois de analisar as justificativas apresentadas pela defesa. informou que realizou uma nova consulta aos dados do SIM. e constatou, consoante Demonstrativos da Despesa. anexados aos autos às fls. 164/165. que as diferenças apontadas na informação inicial persistem. de multa. Diante do exposto. sana-se parcialmente tal impropriedade. sendo passível - -rn' Ur. TCS itnitinga - MAS" PESPAPRO\ AGAo IRREGULARES \ISIFG

9 9 PROCESSO N ITG.TCS /06 (N. "antigo /05) RESPONSÁVEL: Jany Mary. Rangel Cavalcante ex-gestora. 04. No confronto entre a Despesa Orçamentária Empenhada, demonstrada por meio do SIM, no valor de R$ (quatrocentos e noventa e oito mil, trezentos e cinqüenta e nove reais e cinqüenta e oito centavos) e a despesa empenhada demonstrada nas Notas de Empenho. na quantia de R$ (quatrocentos e trinta e sete mil, quatrocentos e quarenta e três reais e sessenta e dois centavos), constatou-se uma divergência na quantia de R$ (sessenta mil, novecentos e quinze reais e noventa e seis centavos), conforme dados constantes no SIM, e quadro demonstrativo à fl. 12: Acerca do item em comento. a ex-gestora apresentou a mesma justificativa do item anterior, qual seja: "As falhas apontadas nessa informação podem ter ocorrido em virtude dos fatos apresentados a seguir, no entanto, vale salientar que em fevereiro de 2007 o TCM liberou o novo manual do sistema SIM. no qual estão estabelecidas novas regras que favorecem ao gestor a sua ampla e oportunidade de Informação Substituição e Acréscimo dos Registros de Dados". Argumentou ainda que: "Durante o exercício de 2004 a Sec. Trab. e Ação Social Municipal de Itaitinga, buscando melhor adequação das informações a serem enviadas ao TCM. promoveu a troca dos sistemas informatizados de contabilidade pública. responsável pelo processamento de dados de todas as unidades gestoras. Por decorrência do processo de desenvolvimento e instalação do novo sistema e da necessidade de adaptação às constantes mudanças do projeto SIM, foram inevitáveis que algumas informações não se apresentassem corretas. problema hoje solucionado". Por fim. asseverou que: "Conforme descrito, as circunstâncias de implantação. teste e validação cio novo sistema informatizado podem ter levado às falhas apontadas por esta inspetoria. Foi constatado pela equipe de informática assessora dos serviços de elaboração dos arquivos do SIM que o problema citado não existe na atualidade. porém. será solicitada cópia ao TCM dos arquivos entregues e importados na época para que se possa constatar as divergências. Umas vez se confirmando as divergências apontadas por esta inspetoria, será dado início aos procedimento de entrega. substituição e acréscimo dos dados conforme previsto no manual do SIM...". n (11.2, ),.06 1(. 5 u.ri (;, _. S I..1S 1)1:S1' \PIRO \ MAU IRREGI 'ARES

10 10 PROCESSO N. 2: 2004.ITG.TCS /06 (N. 2 antigo /05) O órgão técnico depois de analisar as justificativas apresentadas pela defesa, informou que realizou uma nova consulta aos dados do SIM. e constatou, consoante Demonstrativos da Despesa. anexados aos autos às fls. 164/165, que as diferenças apontadas na informação inicial persistem. de multa. Diante do exposto, sana-se parcialmente tal impropriedade, sendo passível 05. Impossibilidade de comprovar os Restos a Pagar, informado por meio do SIM no valor de R$ 5.334,28 (cinco mil, trezentos e trinta e quatro reais c vinte e oito centavos), em face do não envio da PCS e do Balancete Financeiro (fl. 13). A ex-gestora com o intuito de elidir tal impropriedade, alegou às fls. 31/32 do processo que: "As falhas apontadas nessa informação podem ter ocorrido em virtude dos fatos apresentados a seguir. no entanto. vale salientar que em fevereiro de 2007 o TCM liberou o novo manual do sistema SIM, no qual estão estabelecidas novas regras que favorecem ao gestor a sua ampla e oportunidade de Informação Substituição e Acréscimo dos Registros de Dados -. Argumentou ainda que: "Durante o exercício de 2004 a Sec. Trab. E Ação Social Municipal de Itaitinga. buscando melhor adequação das informações a serem enviadas ao TCM, promoveu a troca dos sistemas informatizados de contabilidade pública, responsável pelo processamento de dados de todas as unidades gestoras. Por decorrência do processo de desenvolvimento e instalação do novo sistema e da necessidade de adaptação às constantes mudanças do projeto SIM. foram inevitáveis que algumas informações não se apresentassem corretas. problema hoje solucionado". Por fim. asseverou que: "Conforme descrito, as circunstâncias de implantação, teste e validação do novo sistema informatizado podem ter levado às falhas apontadas por esta inspetoria. Foi constatado pela equipe de informática assessora dos serviços de elaboração dos arquivos do SIM que o problema citado não existe na atualidade. porém, será solicitada cópia ao TCM dos arquivos entregues e importados na época para que se possa constatar as divergências. Umas vez se confirmando as divergências apontadas por esta inspetoria, será dado início aos procedimento de entrega, substituição e acréscimo dos dados conforme previsto no manual do SIM...". Proc. n" "rcs riari.i'.\ GA - L)1..SPA PROVA(' A( IRREGULARES vimfg

11 11 PROCESSO N.Q: 2004.ITG.TCS /06 (N. " antigo /05) O órgão técnico depois de analisar as justificativas apresentadas pela defesa. informou que realizou uma nova consulta aos dados do SIM. e constatou, consoante Demonstrativos da Despesa. anexados aos autos às fls. 164/165. que as diferenças apontadas na informação inicial persistem. de multa. Diante do exposto, sana-se parcialmente tal impropriedade. sendo passível 06. Analisando as prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM, constatou-se a omissão na identificação dos procedimentos licitatórios pertinentes, a despesas no valor de R$ (trinta mil, oitocentos e setenta e sete reais e vinte centavos), junto ao credor M.L. Monteiro da Silva - ME, em desacordo com o art. 2Q da Lei nq 8.666/93 (fl. 13). Acerca do item em comento, a ex-gestora em sua defesa. alegou à fl. 32 dos autos que: "Discordamos da conclusão desta Douta Comissão, pois todos os processos licitatórios que respaldaram as contratações diversas demonstradas nesta informação inicial foram devidamente elaborados não sendo encaminhados a esse Tribunal de Contas em respeito ao que preceitua o inciso 11 do art. 3 da Instrução Normativa n" 05/97...". Além das justificativas apresentadas pela defendente. a mesma, acostou aos autos à fl. 62, a cópia do ofício n 036 de 07/01/2005, protocolado nesta Corte de Contas sob o n" /05. onde afirma que remeteu a esta Corte de Contas o Processo Licitatório n e às fls. 63/141, a cópia do certame licitatório A Inspetoria depois de reexaminar as prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM. nesta fase complementar, constatou que a omissão na identificação dos procedimentos licitatórios não foi regularizada, consoante exposto a seguir: em consulta ao Sistema de Protocolo deste Tribunal, foi apurado que o referido Processo n" /05. foi anexado em 11/01/2005 ao Processo n' /04. alusivo à documentação mensal de abril/2004. e que este Processo foi devolvido à sua origem. em 03/12/2007. por meio do Oficio ri' /2007/SEC. anexado aos autos às fls. 167/171. -F.Çoe:WÁ S-717AS DEPAPRO \T A-U0 IRREGULARES MMFG

12 12 PROCESSO N.'1: 2004.ITG.TCS /06 Paniigo /05) O Órgão Técnico também analisou o certame licitatório inserido aos autos às fls. 63/141, e constatou a ausência das seguintes peças: Portaria de nomeação da Comissão de Licitação: Projeto inicial. inclusive pesquisa de mercado: Comprovantes de publicidade do julgamento das propostas: e cópia do contrato assinado com o vencedor do certame. Portanto as ausências das peças retro mencionadas, contaminam o certame licitatório, e impossibilitam que técnicos da DIRFI. certifiquem o atendimento às normas estabelecidas no Estatuto das Licitações. Ressalta-se ainda, que apesar da ausência da Portaria de nomeação da comissão de licitação junto ao processo, foi identificado junto. ao banco de dados do SIM. acostado aos autos à fl. 172, a seguinte composição: Presidente Evandro Ferreira Cavalcante; Membro Paulo Roberto cia Silva: Membro José Washington Mendes de Freitas. No entanto, a comissão é diferente daquela identificada nos documentos que compõe o processo Licitatório no qual dispõe que: Presidente Francisco Evanildo de Sousa: Membro Marilene Assunção Serpa: Membro Regivania Oliveira Rocha. Diante cio exposto acima, a falha continua passível de multa. 07. Analisando as prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM, constatou-se a omissão na identificação dos procedimentos licitatórios pertinentes. a despesas no valor de R$ (quinze mil, novecentos e trinta e quatro reais e trinta centavos), junto ao credor Comercial Pereira F.R.A Pereira - ME. em desacordo com o art. 2 2 da Lei n" 8.666/93 (fl. 13): Acerca clo item em comento. a ex-gestora não se reportou sobre o assunto. motivo pelo qual, permanecem os fatos imputados inicialmente. É de bom alvitre salientar que a falha apresentada constitui afronta aos mandamentos contidos no art. 37. inc. XXI. da Magna Carta e nos art. 2.'? e 55 da Lei 8.666/93. eis que os gastos efetuados deveriam. indubitavelmente, ter sido precedido cio devido processo licitatório e contrato. Ressalte-se que as regras contidas no Estatuto das Licitações e Contratos Públicos merecem a estrita observância por parte da Administração Pública em geral. em decorrência dos princípios constitucionais da Legalidade. Impessoalidade. Pro. n' TCS ITA I\ G.1 - ST \ S DESPAPROVAÇÁO IRREGULARES MMEG

13 13 PROCESSO N. 9: 2004.ITG.TCS /06 antigo /05) Moralidade, Publicidade, Eficiência e Probidade Administrativa. As formalidades legais existem e devem ser cumpridas rigorosamente. com vistas a correta aplicação dos recursos públicos. Diante do exposto. a irregularidade permanece. passível de multa. 08. Constatou-se nas prestações de contas mensais em meio informatizado do SIM, que as notas fiscais, relativas aos empenhos relacionados às fls. 14/18. no valor de R$ (cento e noventa e sete mil, cento e setenta e cinco reais e vinte e cinco centavos), foram classificados em desacordo com o estabelecido no Manual do SIM (fls. 13/18). A ex-gestora com o intuito de sanar tal impropriedade. argumentou à fl. 33 do processo que: "...o devido atendimento ao que preceitua a Lei Federal 4.320/04 especificamente no que tange as liquidações de despesas. solicitando que a competente inspetoria verifique junto aos arquivos desse Tribunal. mais precisamente junto a documentação de despesa onde encontrará todas as notas fiscais destacadas nesta informação inicial n /07. com fito de comprovar o atendimento dos ditames da Lei supra citada". A Inspetoria. depois de analisar as justificativas apresentadas pela defesa. e reexame as informações contidas nos dados do SIM, ratificou o exposto na informação pretérita. haja vista a permanência da irregularidade, contrariando o estabelecido no manual do SIM. indo de encontro ao disciplinamento estabelecido no art. 42 da Constituição Estadual. Diante do exposto. a falha persiste, passível de multa. Das multas a serem aplicadas pela prática de atos ilegais comprovados nas Contas. Considero que os atos praticados pela ex-gestora da SECRETARIA MUNICIPAL DO TRA BA LHO E AÇÃO SOCIAL DE ITAITINGA, Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. destacados acima nos itens 01, 02, 03, , 06, 07 e 08. foram praticados infringindo a norma legal, sujeitando a responsável aplicação de multa no valor de. R$ (sete mil. quinhentos e um reais e oitenta Proc. n- o 'WS I FAITI :\ SI 1S DESPAPROVAGNO IR 12E61!ARES

14 14 GABINETE DO CONSELIIEIRO FRANCISCO AGUIAR PROCESSO N. 2: TG.TCS /06 ( N.' antigo /05) NATUREZA: Tornada de Contas de Gestào. INTERESSADO: Secretaria Municipal do Trabalho e Açào Social de e nove centavos), com supedâneo no art. 56. inciso II. da Lei n( /93 c/c o art inciso II. do RITCM. arbitrada da seguinte forma: R$ (duzentos e sessenta e seis reais e dois centavos), para cada um dos itens 03, 04 e 05; item 02; R$ (trezentos e dezenove reais e vinte e três centavos), para o R$ (um mil e sessenta e quatro reais e dez centavos), para cada um dos itens 01, 07 e 08; R$ (três mil, cento e noventa e dois reais e trinta centavos), para o item 06: Ressalte-se que a irregularidade estampada no item 06, supra. ensejou aplicação de multa acima do valor mínimo previsto no inciso II do art. 154 do Regimento Interno do TCM. em razão do critério adotado por esta Corte de Contas. onde. na dosimetria cia sanção prevista no art. 56. II. da Lei /93, têm-se como parâmetro o montante despendido ilegalmente. Do reconhecimento da prática de vícios insanáveis, tipificados como atos de improbidade administrath a, e de crimes previstos em lei. Observa-se que a ex-gestora cia SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO E AÇÃO SOCIAL DE Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE, praticou, em tese, atos de improbidade administrativa, com lesão ao Erário e contra os princípios da Administração Pública, previstos na Lei Federal nq 8.429/92 e crime capitulado na Lei de Licitação, quando realizou despesas sem promover o competente processo licitatório (inciso VIII cio art. 10 da Lei n" 8.429/92 e art. 89 da Lei n" 8.666/93) itens 06 e 07. Diante de tais vícios insanáveis e na hipótese dos mesmos não serem elididos perante esta Corte de Contas. deve o TCM imputar NOTA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA à Responsável pelos atos acima praticados. para. em conseqüência. encaminhar representação ao Ministério Público, para fins de interposição da Proc. n 'IrS rrari INGA SIAS DESPAPROVA('.k0 IRRMAILARES

15 15 PROCESSO N. : 2004.ITG.TCS /06 ( N." antigo /05) NATUREZA: 'fornada de Contas de Gestão. competente ação judicial, objetivando a aplicação das penalidades previstas nas Leis Federais n" 8.429/92 e 8.666/93. Conclusão. Sendo assim, por força das irregularidades ora comentadas, entendo que tais ocorrências justificam a desaprovação das presentes Contas, pois as mesmas encontram-se irregulares. conforme o elemento disposto na alínea "b" do inciso III do art. 13 da Lei Estadual n" /93. VOTO DIANTE DO EXPOSTO. voto, de acordo com a douta Procuradoria de Contas. com as seguintes determinações: a) sejam DESAPROVADAS as Contas Gerais de Gestão da SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO E AÇÃO SOCIAL DE ITAITINGA, referentes ao exercício de 2004, de responsabilidade da Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE, ordenadora das respectivas despesas. considerando-as IRREGULARES. nos termos do art. 13. inciso III, letra "b". da Lei Estadual n." /93; b) seja aplicada MULTA no total de R$ (sete mil. quinhentos e um reais e oitenta e nove centavos), a Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. ordenadora das despesas apreciadas nas presentes Contas, pelas irregularidades comentadas nos itens 01, 02, 03, 04, 05, e 08, das Razões do Voto; c) seja aplicada Nota de Improbidade Administrativa a Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. pela prática. em tese. de atos irregulares tipificados na Lei n." 8.429/92. descritos nos itens 06 e 07. das Razões do Voto. devendo. por isso. ser encaminhada representação Proc. n' o 1CS ITAI 11 - STAS DESPAPROVAyk0 IRRáa:LÁRFS MNIFG

16 16 PROCESSO N ITG.TCS /06 (N. 2 antigo /05) ao Promotor de Justiça da Comarca, para fins de interposição da competente ação judicial, objetivando a aplicação das penalidades legais cabíveis: d) seja notificada a ex-gestora da SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO E AÇÃO SOCIAL DE Senhora JANY MARY RANGEL CAVALCANTE. advertindo-lhe que o não recolhimento do valor especificado acima na letra "b". ou a não apresentação de Recurso de Reconsideração, no prazo de 30 (trinta) dias. implicará na comunicação ao Promotor de Justiça da Comarca para a adoção das providências previstas em Lei e na inscrição do débito na Dívida Ativa; e) seja comunicado à atual administração do Município cm comento, no sentido de evitar a ocorrência das falhas presentes nos fólios. bem como. prevenir o cometimento de outras semelhantes: f) seja comunicado á Câmara Municipal de ITAITINGA o inteiro teor desta decisão. Expedientes necessários. SALA DAS SESSOES DA 1. 9 CÂMARA DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO. em Fortaleza. De de etehál, de Conselheiro Relator. Projj 'ns ITAITINGA - STAS - DESPAPROVAÇ.À0 - IRREGULARES rvl M FG

17

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO Nº 2006.ICA.PCS.12773/07 ENTIDADE: SECRETARIA DE TURISMO E ESPORTES DE ICAPUÍ INTERESSADO: JOSÉ EDILSON DA SILVA NATUREZA: CONTAS DE GESTÃO RELATOR: CONSELHEIRO MANOEL BESERRA VERAS INFORMAÇÃO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO Nº 2005.SLC.PCS.16719/06 ENTIDADE: FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO LUÍS DO CURU INTERESSADO: SR. WALTER WESLEY DE ANDRADE EX-GESTOR NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE GESTÃO INFORMAÇÃO Nº 2574/2008

Leia mais

1. DA REMESSA DOS BALANCETES MENSAIS (item 2 da Informação inicial)

1. DA REMESSA DOS BALANCETES MENSAIS (item 2 da Informação inicial) PROCESSO Nº 2004. OCA.PCS.12473/05 MUNICIPIO: OCARA ENTIDADE: FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO INTERESSADA: MARIA NÚBIA PEREIRA DE OLIVEIRA (EX-GESTORA) NATUREZA: CONTAS DE GESTÃO INFORMAÇÃO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO N.º 2008.ERE.PCS.11735/09 INTERESSADO: FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE MUNICÍPIO: ERERE GESTOR: TÉRCIO FREIRE CAVALCANTE NATUREZA: CONTAS DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2008 PERÍODO: 01/JANEIRO A 31/DEZEMBRO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO Nº 2007.IPA.PCS. 08915/08 MUNICÍPIO: IPAPORANGA NATUREZA: CONTAS DE GESTÃO INTERESSADO: FUNDO MUNICIPAL DE GESTOR: CLAUDIA MARIA MESQUITA LIRA RELATOR: CONSELHEIRO JOSÉ MARCELO FEITOSA INFORMAÇÃO

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul : CONS. IRAN COELHO DAS NEVES

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul : CONS. IRAN COELHO DAS NEVES Relatório Voto : REV - G.ICN - 00901/2011 PROCESSO TC/MS : 6107/2008 PROTOCOLO : 908430 ÓRGÃO : PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ALVORADA DO SUL ORDENADOR (A) DE : ARLEI SILVA BARBOSA DESPESAS CARGO DO ORDENADOR

Leia mais

RELATÓRIO. Os documentos obrigatórios de prestação de contas deram entrada dentro do

RELATÓRIO. Os documentos obrigatórios de prestação de contas deram entrada dentro do Processo : Nº630042009-00 Origem : Fundo Municipal de Saúde de Rio Maria Assunto: Prestação de Contas Anuais de Gestão exercício de 2009 Instrução: 6ªControladoria Ordenador: Edimilson Batista Alves Procuradoria:

Leia mais

ESTADO DO CEARA TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS GABINETE DO CONSELHEIRO MANOEL BESERRA VERAS

ESTADO DO CEARA TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS GABINETE DO CONSELHEIRO MANOEL BESERRA VERAS 1 ESTADO DO CEARA PROCESSO N. 2005.FOR.PCS.2.904/06 NATUFtEZA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE GESTÃO INTERESSADO(A): CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA RESPONSÁVEL: AGOSTINHO FREDERICO CARMO GOMES EXERCÍCIO: 2005 RECURSO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO Nº 2004.QXM.PCG.10266/05 NATUREZA: CONTAS DE GOVERNO INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Nº 5861/2008 ADITIVO INTERESSADO: PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXERAMOBIM PREFEITO: CIRILO ANTÔNIO PIMENTA LIMA RELATOR:

Leia mais

Esta Inspetoria após analisar os documentos ora remetidos constatou que o Sr. Sabino Guimarães Neto afastou-se da Presidência da

Esta Inspetoria após analisar os documentos ora remetidos constatou que o Sr. Sabino Guimarães Neto afastou-se da Presidência da PROCESSO N o 2006.FOR. PCS. 12686/07 ENTIDADE: COMPANHIA DE TRANSPORTE COLETIVO DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA - CTC INTERESSADOS: SABINO GUIMARÃES NETO SHEILA RIBEIRO LOPES NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Conselheiro Doutor Manoel Beserra Veras Presidente do Egrégio Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará

Excelentíssimo Senhor Conselheiro Doutor Manoel Beserra Veras Presidente do Egrégio Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará Excelentíssimo Senhor Conselheiro Doutor Manoel Beserra Veras Presidente do Egrégio Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará RESOLUCÃO TCM/CE N 07/2011-16/07/2011 Art. 1 0. Serão interrompidos,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 392 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) CONSIDERANDO a Instrução Normativa do Tribunal de Contas da União nº 42 de 03 de julho de 2002,

RESOLUÇÃO Nº 392 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) CONSIDERANDO a Instrução Normativa do Tribunal de Contas da União nº 42 de 03 de julho de 2002, RESOLUÇÃO Nº 392 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) 1014 Ementa: Estabelece manual de normas e procedimentos orçamentários, contábeis e financeiros, e dá outras providências. O Plenário do Conselho Federal

Leia mais

ACÓRDÃO N. 368/2008, TCE 1ª Câmara

ACÓRDÃO N. 368/2008, TCE 1ª Câmara ACÓRDÃO N. 368/2008, TCE 1ª Câmara 1. Processo n: 1905/2006 2. Processo Auxiliar Apenso: 5461/2005 Auditoria Programada 3. Classe de Assunto: 04 Prestação de Contas 3.1. Assunto: 05 Prestação de Contas

Leia mais

Estado do Ceará Tribunal de Contas dos Municípios Gabinete do Cons. Pedro Ângelo

Estado do Ceará Tribunal de Contas dos Municípios Gabinete do Cons. Pedro Ângelo Processo n 27413/08. Fundo Municipal de Saúde de Banabuiu. Prestação de Contas Exercício de 2008 (01/03 a 30/06). Responsável: Ana Cristina Batista Sá Santos. Recurso de Reconsideração (N 15794/11). Relator

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO c TRIBUNAL DE JUSTIÇA Auditoria Administrativa de Controle Interno

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO c TRIBUNAL DE JUSTIÇA Auditoria Administrativa de Controle Interno Relatório de Auditoria Prestação de Contas Anual - FERMOJU 2012 página 1 ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO c TRIBUNAL DE JUSTIÇA Objeto: Prestação de Contas Anual Origem: Fundo Especial de Reaparelhamento

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara 1. Processo n.º: TC 05821/2008 2. Classe de Assunto: 09 Processo Licitatório / 04 Inexigibilidade 3. Responsável: Sandra Cristina Gondim Secretária da Administração

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA - SESSÃO: 06/05/14

PRIMEIRA CÂMARA - SESSÃO: 06/05/14 PRIMEIRA CÂMARA - SESSÃO: 06/05/14 12 TC-038280/026/11 Órgão Público Concessor: Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente Fundação Casa - SP. Entidade(s) Beneficiária(s): Fraternidade

Leia mais

Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015

Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015 Relatório Controle Interno 2º. Quadrimestre 2015 1. APRESENTAÇÃO Nos termos do artigo 74 da Constituição Federal, artigo 59 da Lei Complementar nº. 59, artigos 63 a 66 da Lei Complementar nº. 33, de 28

Leia mais

I - RELATÓRIO. O não pronunciamento da autuada, obrigou a repartição preparadora a lavrar o competente Termo de revelia (( fls. 31).

I - RELATÓRIO. O não pronunciamento da autuada, obrigou a repartição preparadora a lavrar o competente Termo de revelia (( fls. 31). PROCESSO N.º 0124/2008 CRF PAT N. 0258/2007 1 A. URT RECORRENTE: ZANDICK GONDIM ALVES JÚNIOR EPP RECORRIDO: SEC DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO/RN RECURSO: VOLUNTÁRIO RELATOR: CONS. PEDRO DE MEDEIROS DANTAS JUNIOR

Leia mais

Estado do Ceará 1 Tribunal de Contas dos Municípios Gabinete do Cons. Pedro Ângelo

Estado do Ceará 1 Tribunal de Contas dos Municípios Gabinete do Cons. Pedro Ângelo Estado do Ceará 1 Processo n 23940/06. Secretaria de Educação de Irauçuba. Tomada de Contas Especial Exercício de 2006. Responsável: Elis Roberto Pinheiro Mota (Secretário de Educação). Recurso de Reconsideração

Leia mais

Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015

Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015 Relatório Controle Interno 1º. Quadrimestre 2015 1. APRESENTAÇÃO Nos termos do artigo 74 da Constituição Federal, artigo 59 da Lei Complementar nº. 59, artigos, 63 a 66 da Lei Complementar nº. 33, de 28

Leia mais

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em razão da omissão no dever de prestar contas.

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em razão da omissão no dever de prestar contas. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 309/96 - Primeira Câmara - Ata 31/96 Processo nº TC 450.133/95-8 Responsável: Raimundo Pereira Barbosa, Prefeito. Unidade: Prefeitura Municipal de Palestina

Leia mais

Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições constitucionais e legais,

Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012 Dispõe sobre procedimentos e prazos relativos ao encerramento do exercício de 2012 e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO N 2005.CCV.TCE.974/11 ENTIDADE: PREFEITURA MUNICIPAL DE CASCAVEL RESPONSÁVEL: PREFEITO EDUARDO FLORENTINO RIBEIRO E OUTROS. NATUREZA: TOMADA DE CONTAS ESPECIAL OBJETO: DENUNCIA DE IRREGULARIDADES

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE ATOS DE PESSOAL Inspetoria 1 DIVISÃO 1

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE ATOS DE PESSOAL Inspetoria 1 DIVISÃO 1 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE ATOS DE PESSOAL Inspetoria 1 DIVISÃO 1 PROCESSO Nº: REP 11/00278840 UNIDADE GESTORA: PREFEITURA MUNICIPAL DE TIJUCAS INTERESSADO:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO

RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO 1. Processo nº: 03755/2007 2. Classe de Assunto: Procedimento Licitatório Dispensa 3. Origem: Secretaria da Saúde SESAU 4. Responsável: Eugênio Pacceli de Freitas Coelho

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 18.800/10/2ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000159911-62 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 18.800/10/2ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000159911-62 Impugnação: 40. Acórdão: 18.800/10/2ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000159911-62 Impugnação: 40.010124334-54 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Viação Novo Horizonte Ltda IE: 433957082.00-83 Antônio Gilberto Barbosa

Leia mais

ACÓRDÃO N H,' -, j/2009 - TCE - 2a CÂMARA

ACÓRDÃO N H,' -, j/2009 - TCE - 2a CÂMARA SECRETARIA DO PUENü Certifico e dou fé que a presente publicada no Boletim Oficial d data de circuiaçáo_em_; ^. TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TüCAiV 1 UNS Assinatura/Matricula ACÓRDÃO N H,' -, j/2009

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS PROC.: 2536/97 AI: 9701559 1 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N 0414/2005 2 a.câmara SESSÃO DE".09/05/2005 PROCESSO DE RECURSO N 1/002536/97 AUTO DE INFRAÇÃO:

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS PROC.: 1/004275/2005 I ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃON obs/2008 la CÂMARA SESSÃODE 23/11/2007 PROCESSODE RECURSO N 1/004275/2005 AUTO DE INFRAÇÃO: 1/200517776

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS - DMU TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS - DMU Rua Bulcão Viana, 90, Centro Florianópolis Santa Catarina Fone: (48) 3221-3764 Fax: (048) 3221-3730 Home-page:

Leia mais

ACÓRDÃO N. 301/2.008, TCE 1ª Câmara.

ACÓRDÃO N. 301/2.008, TCE 1ª Câmara. ACÓRDÃO N. 301/2.008, TCE 1ª Câmara. Processo: 1.244/2.007 e apensos nº 9.738/2.006 III volumes e 5.157/2.007 Classe de Assunto: Prestação de Contas de órgãos da Administração Direta Ordenador 2.006 Responsável:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS Junto ao TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ACRE

MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS Junto ao TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ACRE PROCESSO N 13.843.2010-20 Rio Branco-AC, 12.08.2014. ASSUNTO: Prestação de Contas da Prefeitura Municipal de Rodrigues Alves, referente ao exercício de 2009. O presente processo já foi objeto de pronunciamento

Leia mais

Irregularidade: abertura de créditos adicionais sem recursos disponíveis

Irregularidade: abertura de créditos adicionais sem recursos disponíveis RELATOR: AUDITOR GILBERTO DINIZ Irregularidade: abertura de créditos adicionais sem recursos disponíveis DICOM TCEMG EMENTA: PRESTAÇÃO DE CONTAS PREFEITURA MUNICIPAL EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA ABERTURA DE CRÉDITOS

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 262/95 - Segunda Câmara - Ata 30/95 Processo nº TC 019.207/94-8 Responsável: Sara de Fátima Carneiro Delpino CPF: 293.709.496-15 Entidade: Fundação

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO nº : 49116/16/03/2010 1/SET. NÚMERO DE ORDEM : 0148/2011-CRF. PAT Nº 0099/2010-1ª URT. RECORRENTE : DAITEC EQUIPAMENTOS PARA ESCRITÓRIO LIMITADA.

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O Consta que contra a autuada acima qualificada, foi lavrado o Auto de Infração n 415/2010 1ª URT, onde se denuncia: I) Saída de mercadoria desacompanhada de nota fiscal, apurada através

Leia mais

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROC: 1/004193/2004 \ AL: 1/200410475 ESTADO DO CEARA SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROCESSO DE RECURSO N 1/004193/2004 AUTO

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Processo nº 0126452009-3 Acórdão nº 059/2012 Recurso HIE/VOL/CRF-427/2010 1ª RECORRENTE: GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS GEJUP 1ª RECORRIDA: LOJAS PRIMAVERA COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR CONSELHEIRO RELATOR DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR CONSELHEIRO RELATOR DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ EXCELENTÍSSIMO SENHOR CONSELHEIRO RELATOR DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ Processo N 2010.HRZ.PCG.5691/11 APRESENTAÇÃO DE JUSTIFICATIVAS - ADITIVAS PRESTAÇÃO DE CONTAS DE GOVERNO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010 Estabelece normas de organização e de apresentação dos relatórios de gestão e das peças complementares que constituirão os processos de contas

Leia mais

ACÓRDÃO N.º 147 /2008 TCE Pleno

ACÓRDÃO N.º 147 /2008 TCE Pleno ACÓRDÃO N.º 147 /2008 TCE Pleno 1. Processo nº: 02050/2008 2. Classe de Assunto: II - Prestações de Contas de Ordenador de Despesas 3. Responsável: Doris de Miranda Coutinho Presidente 4. Entidade: Tribunal

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS ATA DA VIGÉSIMA QUARTA SESSÃO ORDINÁRIA DA SEGUNDA CÂMARA DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO PODER LEGISLATIVO DE POCONÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O Presidente da Câmara Municipal de Poconé,

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA GESTÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA GESTÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE DA GESTÃO A Assessoria de Controle Interno do Tribunal de Justiça do Estado do Acre ASCOI, em cumprimento às determinações legais, apresenta o Relatório de Análise da Gestão Orçamentária,

Leia mais

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9 PROCESSO Nº UNIDADE GESTORA : : 1513-0/2014 (AUTOS DIGITAIS) FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDENCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃOZINHO ASSUNTO : CONTAS ANUAIS DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014 GESTOR

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS A.l: 1/200310806 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N 671/2005 la CÂMARA SESSÃO DE 20/09/2005 PROCESSO DE RECURSO N 1/000273/2004 AUTO DE INFRAÇÃO: 1/200310806

Leia mais

Número: 00225.000795/2012-63 Unidade Examinada: Município de Taubaté/SP

Número: 00225.000795/2012-63 Unidade Examinada: Município de Taubaté/SP Número: 00225.000795/2012-63 Unidade Examinada: Município de Taubaté/SP Relatório de Demandas Externas n 00225.000795/2012-63 Sumário Executivo Este Relatório apresenta os resultados das ações de controle

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PROCESSO Nº 2005.RUS.TCE.07282/07 INTERESSADO: PREFEITURA MUNICIPAL DE RUSSAS MUNICÍPIO: RUSSAS GESTORES: RAIMUNDO CORDEIRO DE FREITAS PREFEITO MUNICIPAL E GESTOR DO FUNDO GERAL MARTA MARIA DANTAS NUNES

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO Objeto: Prestação de Contas Anual Órgão/Entidade: Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba - EMEPA Exercício: 2011 Relator: Auditor Oscar Mamede Santiago Melo Responsável: Manoel Antonio de

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO N.º : 0031/2003 CRF PAT Nº : 0190/2001-1ª. U.R.T RECORRENTE : Queiroz Oliveira Comércio e Indústria Ltda. RECORRIDO :

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0199-14/00-2. Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0199-14/00-2. Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0199-14/00-2 Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Auxílio financeiro. MEC. Liga Parnaibana de

Leia mais

Assinatura: RELATÓRIO

Assinatura: RELATÓRIO Gerência/Diretoria: NUCLEO-RJ/SEGER Protocolo nº: 33902.566210/2012-01 Data: 23/11/2012 Hora: 14:33:25 Diretoria de Fiscalização Assinatura: Processo n.º: 33902.113433/2010-08 Demanda/Protocolo: 963822/959019

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO Nº: 0056/2011-CRF. PAT Nº: 0605/2008-1ª URT. RECORRENTE: SECRETARIA DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO. RECORRIDO: DUNAS VEÍCULOS MOTORS LTDA. RECURSO: EX-OFÍCIO

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 492/92 - Segunda Câmara - Ata 37/92 Processo nº TC 005.648/88-2 Responsáveis: JOÃO JOSÉ LAMARQUE e IVANEI CANHOLA DE SOUZA Órgão: Superintendência Regional

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO Fl. 433 SENTENÇA DA AUDITORA SILVIA MONTEIRO PROCESSO: ÓRGÃO: TC-1375/026/10 CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE CIRCUITO DAS ÁGUAS LINDÓIA - CONISCA JOSÉ JUSTINO LOPES RESPONSÁVEL: ASSUNTO: BALANÇO GERAL

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N oss" /2012 1 a CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO DE 23/11/2011-085 a SESSÃO EXTRAORDINÁRIA PROCESSO DE RECURSO N

Leia mais

Itabuna PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

Itabuna PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA D E C R E T O Nº 11.028, de 10 de novembro de 2014 EMENTA: Dispõe sobre os procedimentos e prazos para o Encerramento do Exercício Financeiro de 2014, no âmbito da Administração Pública Municipal e, dá

Leia mais

RECURSO DE RECONSIDERAÇÃO

RECURSO DE RECONSIDERAÇÃO 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR CONSELHEIRO PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBU- NAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ. RECURSO DE RECONSIDERAÇÃO PROCESSO 2005.BCR.PCS.13892/06 NATUREZA: Contas de Gestão INTERESSADO:

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS . PROC.: 1/4898/2006 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N óc1/2008 2aCÂMARA - SESSÃO DE 21/01/2008 PROCESSO DE RECURSO N 1/4898/2006 AUTO DE INFRAÇÃO: 2/200625240

Leia mais

Número: 00213.000123/2010-25 Unidade Examinada: Município de Bujaru/PA

Número: 00213.000123/2010-25 Unidade Examinada: Município de Bujaru/PA Número: 00213.000123/2010-25 Unidade Examinada: Município de Bujaru/PA Relatório de Demandas Externas n 00213.000123/2010-25 Sumário Executivo Este Relatório apresenta os resultados das ações de controle

Leia mais

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB. Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB. Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009 CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009 FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB pelo órgão de Controle Interno no âmbito da União (Controladoria Geral da União

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS;

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Dados Materiais: c/ 01 volume Assunto: Recurso de Reconsideração Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27. INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis. RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega

FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27. INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis. RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27 INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega RESPONSÁVEL: DIRETORIA DIR ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012. Acresce o 7 ao artigo 9º da Instrução Normativa nº 003, de 23 de setembro de 2009, que estabelece

Leia mais

ACÓRDÃO Nº 095/2009 TCE/TO 2ª Câmara

ACÓRDÃO Nº 095/2009 TCE/TO 2ª Câmara ACÓRDÃO Nº 095/2009 TCE/TO 2ª Câmara 1. Processo nº: 1686/2007 2. Classe de Assunto: II Prestação de Contas de ordenador de despesas referente ao exercício de 2006 3. Responsável: Valquíria Moreira Rezende

Leia mais

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO. CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO. CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT RESÇ>LUÇÃO N 3a.i /2010 2 8 CAMARA DE JULG MENTO 132 8 SESSÃO ORDINÁRIA EM: 09/08/2010 PROCESSO N 1/2180/2003 AUTO DE INFRAÇÃO N 1/200107169 RECORRENTE: CÉLULA DE JULGAMENTO DE 1 8 INSTÂNCIA RECORRIDO:

Leia mais

MARCO ANTÔNIO TEOBALDI, ex-prefeito MUNICIPAL DE JOINVILLE ASSUNTO

MARCO ANTÔNIO TEOBALDI, ex-prefeito MUNICIPAL DE JOINVILLE ASSUNTO Fls. 353 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORA 2 DIVISÃO 6 PROCESSO Nº REP 09/00054654 UNIDADE GESTORA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE

Leia mais

GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0

GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0 GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0 Natureza: Tomada de Contas Especial. Entidade: Município de Flores/PE. Responsável: Arnaldo Pedro da Silva, CPF n. 093.945.404-15. SUMÁRIO: TOMADA DE CONTAS

Leia mais

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA;

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA; Assunto: Tomada de Contas Especial Acórdão: VISTOS,

Leia mais

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0483-30/01-P Identidade do documento: Decisão 483/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. ANATEL. Licitação. Outorga de direito de concessão para a exploração

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 066/2014 REEXAME NECESSÁRIO N o : 3.285 PROCESSO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 147/2011 RECURSO VOLUNTÁRIO N o : 7.953 PROCESSO N

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO Nº: 0030/2011-CRF. PAT Nº 0047/2009-5ª URT. RECORRENTE: SECRETARIA DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO. RECORRIDO: LUIZ NERI DE AZEVEDO ME RECURSO: EX-OFÍCIO

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA SESSÃO: 26.06.2014

SEGUNDA CÂMARA SESSÃO: 26.06.2014 Fl. 231 GABINETE ADROALDO MOUSQUER LOUREIRO SEGUNDA CÂMARA SESSÃO: 26.06.2014 PROCESSO: 4526-0200/12-3 ASSUNTO: Contas de Governo - 2012 INTERESSADOS: Larri Lui e Egon Affonso Schneider ÓRGÃO: Executivo

Leia mais

CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº

CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº 03/09 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 02ª EM 16/02/09 PROCESSO : Nº 22001.10229/07-10 RECUROS VOLUNTARIO EMENTA: ICMS APROVEITAMENTO INDEVIDO

Leia mais

EXCELENTÍSISMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ.

EXCELENTÍSISMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ. EXCELENTÍSISMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ. Ref. Processo n. 2008.TRR.PCS.10806/09 JUSTIFICATIVAS NATUREZA: Contas de Gestão Exercício de 2008 INTERESSADO:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Farias Brito GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.595.572/0001-00

Prefeitura Municipal de Farias Brito GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.595.572/0001-00 ANEXO I PREGÃO Nº 2012.12.12.1 TERMO DE REFERÊNCIA Com a especificação dos serviços de assessoria, consultoria, execução contábil, justificativas, defesas e recursos de processos administrativos junto

Leia mais

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em decorrência da omissão no dever de prestar contas de recursos federais recebidos mediante convênio.

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em decorrência da omissão no dever de prestar contas de recursos federais recebidos mediante convênio. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 130/96 - Primeira Câmara - Ata 21/96 Processo nº TC 499.074/92-0 Responsável: José Felix de Brito (ex-prefeito). Entidade: Prefeitura Municipal de Itapororoca/PB.

Leia mais

DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013. Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências.

DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013. Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências. DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013 Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências. (Publicado no DOE de 10 de abril de 2013) O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

Entidade: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Entidade: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0348-20/01-2 Identidade do documento: Acórdão 348/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Pessoa física. CNPq. Concessão de bolsa de

Leia mais

Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO

Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO Assunto: Tomada de Contas Especial Acórdão: Vistos, relatados e discutidos estes autos de Tomada de Contas

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0148-17/00-2. Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0148-17/00-2. Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0148-17/00-2 Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. Fundo Nacional de Saúde. Prefeitura

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA Referente: PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 6622AD/2009, V.1 a 12. Interessado: COORDENADORIA DE ENGENHARIA DA PGJ/MA. Assunto: LICITAÇÃO CONSTRUÇÃO SEDE DA PGJ/MA. RELATÓRIO DA MOVIMENTAÇÃO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

Processo n 177.130.2014-4 Acórdão 115/2015 Recurso AGR/CRF-060/2015 AGRAVANTE: FSEG CURSOS EM FORMAÇAO DE VIGILANTES LIMITADA - ME

Processo n 177.130.2014-4 Acórdão 115/2015 Recurso AGR/CRF-060/2015 AGRAVANTE: FSEG CURSOS EM FORMAÇAO DE VIGILANTES LIMITADA - ME GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Receita Conselho de Recursos Fiscais Processo n 177.130.2014-4 Acórdão 115/2015 Recurso AGR/CRF-060/2015 AGRAVANTE: FSEG CURSOS EM FORMAÇAO DE VIGILANTES LIMITADA

Leia mais

TIPO DE DECISÃO DETERMINARAM REGISTRO. NEGARAM REGISTRO. RESTABELECERAM A LEGALIDADE.

TIPO DE DECISÃO DETERMINARAM REGISTRO. NEGARAM REGISTRO. RESTABELECERAM A LEGALIDADE. Tipo Processo AUDITORIA DE ADMISSÃO Número 006431-02.00/10-1 Exercício 2009 Anexos 000000-00.00/00-0 Data 13/04/2011 Publicação 20/05/2011 Boletim 523/2011 Órgão Julg. TRIBUNAL PLENO Relator CONS. MARCO

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0337-31/99-1. Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0337-31/99-1. Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0337-31/99-1 Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. FAE. Prefeitura Municipal de Magé

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS PRESTAÇÃO DE CONTAS TEXTO 2 PRESTAÇÃO DE CONTAS E SUAS ESPECIFICIDADES INTRODUÇÃO Tomando como base a definição do Tesouro Nacional que designa a Prestação Contas como: Demonstrativo organizado pelo próprio

Leia mais

Luiz Ademir Hessmann (Presidente da EPAGRI desde 05/02/2009) Murilo Xavier Flores (Presidente da EPAGRI em 2008) ASSUNTO

Luiz Ademir Hessmann (Presidente da EPAGRI desde 05/02/2009) Murilo Xavier Flores (Presidente da EPAGRI em 2008) ASSUNTO 508 TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL - DCE INSPETORIA 3 DIVISÃO 8 PROCESSO Nº PCA 09/00112794 UNIDADE GESTORA Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão

Leia mais

EMENTA: Pedido de Reconsideração. Ausência de demonstração de engano ou omissão na decisão atacada. PELO CONHECIMENTO E NÃO PROVIMENTO.

EMENTA: Pedido de Reconsideração. Ausência de demonstração de engano ou omissão na decisão atacada. PELO CONHECIMENTO E NÃO PROVIMENTO. TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA BAHIA AJU: ASSESSORIA JURÍDICA ORIGEM: GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ ALFREDO ROCHA DIAS PROCESSO Nº 41552-14 PARECER Nº 01756-14 (AP Nº 115/14) EMENTA: Pedido

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40. Acórdão: 20.740/12/1ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000167519-71 Recurso Inominado: 40.100131449-19 Recorrente: Recorrida: Proc. Recorrente: Origem: EMENTA Nova Era Silicon S/A IE: 447437112.00-77 Fazenda

Leia mais

ESTADO DO CEARA SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARA SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS tt " I ESTADO DO CEARA RESOLUÇÃO N J 9 /2011 9& SESSÃO PLENÁRIA EM 18.07.2011 DO RECURSO ESPECIAL N 1/4050/2007 AUTO DE INFRAÇÃO N 1/200708546 RECORRENTE: PORTAL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MADEIRAS L TDA.

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0393-35/98-2. Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0393-35/98-2. Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0393-35/98-2 Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Subvenção social. MBES. Prefeitura Municipal

Leia mais

RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA

RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA Acórdão nº 136/2011 Recurso VOL/CRF-127/2010 RECORRENTE BRASTEX S.A. : RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA : AUTUANTE

Leia mais

Prestação de contas (arts.56 a 60 da Portaria Interministerial nº 127/2008)

Prestação de contas (arts.56 a 60 da Portaria Interministerial nº 127/2008) Prestação de contas (arts.56 a 60 da Portaria Interministerial nº 127/2008) No tocante aos mecanismos de controle dos convênios e contratos de repasse, o momento principal, mas não o único, é a prestação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14/2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14/2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14/2011 Ver também IN 7/13 Disciplina a organização e a apresentação das contas anuais dos administradores e demais responsáveis por unidades jurisdicionadas das administrações direta

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0397-24/01-2. Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0397-24/01-2. Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0397-24/01-2 Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. CEF. Ilícito praticado por ex-servidor. Responsável

Leia mais

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco

Ministério Público Federal Procuradoria da República em Pernambuco Inquérito Civil Público n. º 1.26.000.002238/2010-98 Promoção de Arquivamento nº 599-2013/MPF/PRPE/AT PROMOÇÃO Cuida-se de inquérito civil público instaurado nesta Procuradoria da República, com o intuito

Leia mais

EXEMPLO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL

EXEMPLO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL ANEXO II EXEMPLO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL (PARA CONVÊNIO OU INSTRUMENTOS CONGÊNERES) RELATÓRIO DE TCE Nº XX/2013 DADOS DO CONVÊNIO PROCESSO ORIGINAL 90000.000050/2009-99 INSTRUMENTO ORIGINAL

Leia mais