Esôfago. Acalásia ou Megaesôfago

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Esôfago. Acalásia ou Megaesôfago"

Transcrição

1 Esôfago Acalásia ou Megaesôfago Trata-se de doença rara, acometendo 1 a cada indivíduos anualmente. Em nosso meio os números são ligeiramente superiores aos da literatura mundial, pois além da acalásia idiopática (sem causa definida), contamos com aquela devido à doença de Chagas, que acomete 7 a 10% das pessoas infectadas pelo Trypanosoma cruzi. A acalásia é causada por denervação (perda do controle nervoso) do esôfago. Não se sabe o motivo desta denervação, mas ocorre de maneira progressiva e os sintomas agravam-se com a evolução da doença. Com a perda do controle nervoso, ocorre a perda da força e coordenação do corpo esofágico, dificultando o transporte adequado do bolo alimentar na região do tórax. Além disso, o controle do esfíncter inferior do esôfago também fica deteriorado, causando dificuldade no seu relaxamento, impedindo que o alimento entre no estômago. O sintoma principal é a dificuldade de engolir, chamada de disfagia. No início a alimentos sólidos, mas pode progredir até para líquidos, nos estágios mais avançados da doença. Para ajudar a passagem do alimento ao estômago, os pacientes geralmente tomam água para formar uma coluna líquida que empurra o bolo alimentar pelo esfíncter inferior do esôfago. O diagnóstico da doença é feito por endoscopia (principalmente para afastar outras doenças que possam causar disfagia, em especial o câncer de esôfago), RX contrastado e manometria esofágica. Foto: Raio X contrastado Dilatação do esôfago Depois de feito o diagnóstico, o tratamento visa aliviar a dsfagia, uma vez que a função do esôfago não será mais reestabelecida. Para tanto, deve-se retirar a resistência causada pelo esfíncter inferior do esôfago. Isso pode ser feito por endoscopia (com dilatações ou com injeção de toxina botulínica) ou por cirurgia.

2 Os tratamentos endoscópicos são menos agressivos, mas não isentos de riscos, pois pode haver perfuração ou sangramento, além de precisarem de repetidas sessões. Como só se destrói o esfíncter, pode haver, depois do tratamento, refluxo gastroesofágico de difícil controle. Em nossa opinião, o tratamento mais adequado para acalásia é o cirúrgico. A cirurgia é feita por videolaparoscopia, e o músculo do estincter inferior é seccionado completamente (chama-se miotomia), sob visão direta e controle imediato de eventuais perfuração ou sangramento. Após a secção do músculo realiza-se a cobertura da área operada com uma parte do estômago, fazendo uma válvula anti-refluxo parcial, para minimizar a chance de refluxo ácido. Atualmente temos vários pacientes operados exclusivamente por laparoscopia e com acompanhamento médio de 5 anos, mostrando resultados ótimos e bons em 94% dos casos. ORIENTAÇÃO MÉDICA APÓS CIRURGIA DE MEGAESÔFAGO OU ACALASIA POR VIDEOLAPAROSCOPIA ANALGÉSICOS: Sua cirurgia foi realizada por vídeo-laparoscopia provocando pouca agressão à parede abdominal, mas internamente ela se assemelha a tradicional podendo provocar-lhe uma pressão no peito ao respirar profundamente ou mesmo dor nos ombros de intensidade variável. No caso de dor use analgésico em gotas como os genéricos dipirona ou paracetamol (40 gotas de 6 em 6 horas) nomes comerciais: Lisador, Novalgina, Magnopyrol, Maxiliv, Anador, Dôrico ou Tylenol. Caso dor mais forte pode associar: antinflamatório solúvel (1 comprimido diluído em 1/2 copo d'agua de 8/8 h.) de Biofenac D.I. 50 mg. ou Cataflan D 50mg., intercalado com o outro analgésico comum já previamente citado. Outra opção seria usar anti-inflamatório sublingual como Toragesic 10 mg dissolver 1 comprimido na boca até de 6/6 horas ou ainda Feldene SL 20 mg comprimidos solúveis para dissolver na boca até no máximo de 12/12 horas. Atenção, se for alérgico não use anti-inflamatórios. Caso dor intensa use: anti-inflamatório intramuscular (uma ampola IM de 12 em 12 horas) de Profenid 100 mg. ou ainda Profenid 100 mg. supositório via retal até de 8/8 horas. Lembre-se você passou por uma cirurgia e um pouco de dor ou desconforto é normal no pós-operatório, no entanto, caso as medicações acima não estejam resolvendo, procure seu médico na Clinica Lane (fone (19) ramal 6) ou entre em contato com nosso serviço de urgência no Centro Médico Campinas (fone (19) DIETAS: Sua cirurgia atua no caminho por onde passa o alimento, determinando naturalmente algum grau de inflamação (inchaço) entre o esôfago e estômago. Isto irá melhorar ao longo das primeiras semanas. Neste período haverá dificuldade para ingerir alimentos. É necessário que siga corretamente as orientações abaixo para evitar que algum alimento pare no esôfago, lhe ocasionando dor ou desconforto intenso no peito, exigindo que regurgite a comida ou mesmo que procure o hospital de urgência para retirar o alimento por endoscopia.

3 Lembre-se que no início parecerá que seu estômago ficou pequeno e para não passar mal, deverá comer pequenas quantidades, mais vezes por dia (não é necessário passar fome, mas é comum emagrecer um pouco). Caso sinta-se empanzinado após comer, não se deite, procure caminhar que o alimento passará do estômago para o intestino e você se sentirá melhor. Evite líquido gelado (água gelada, chá gelado, sorvetes, etc.) isto poderá lhe provocar soluços com algum desconforto. Coma bem devagar, mastigando muito bem os alimentos. Faça do horário da refeição um horário sagrado. Se comer com pressa poderá passar mal. Tome líquido aos pequenos goles, senão não passará facilmente pelo local da cirurgia e poderá voltar causando regurgitação com desconforto. Primeira e segunda semanas:(dieta liquidificada ou dieta da colher ) Inicie sempre com alimentos líquidos ou cremosos. Isto significa que poderá tomar água, chá, suco de fruta, vitamina, gelatina, flan, danone, yogurte, etc. Evite tomar leite em excesso, pois poderá provocar-lhe muitos gases intestinais. Poderá também tomar sopas ou caldos de legumes, batata, mandioca, mandioquinha, cará, cenoura, ervilha, abóbora, macarrão, etc. Poderá também acrescentar carne (músculo) bem cozida nas sopas e sempre bater tudo no liquidificador. Se preferir, pode coar após bater no liquidificador. Preparações como purê de legumes, batata, cenoura, mandioquinha, papas de frutas (mamão, pêra mole, banana cozida, maça cozida, etc.) e ainda ovo quente, fruta raspada com colher, a semelhança da alimentação de um bebê (sem dentes) podem também ser utilizados. Terceira e Quarta semanas: ( dieta do garfo ) Poderá agora comer alimentos úmidos que passem entre os dentes de um garfo. Isto significa que está ainda proibido de usar faca. Poderá comer macarrão bem cozido com bastante molho (não seco) branco ou vermelho, arroz papa com caldo de feijão, legumes cozidos, filé de peixe cozido, nhoque cozido, suflês cremosos de legumes, suflês de espinafre ou cenoura, etc. Quinta e Sexta semanas: ( dieta da faca ) Poderá agora comer alimentos sólidos, mas de preferência bem úmidos. Use a faca para cortar os alimentos em pequenos pedaços e mastigue muito bem, sempre comendo menor quantidade mais vezes ao dia. Inicialmente, poderá introduzir carne bem cozida ou assada de frango ou mesmo carne moída de vaca. Aumente progressivamente a textura dos alimentos, mas sempre com os cuidados acima. Caso passe bem, na Sexta semana pode experimentar strognoff de carne ou de frango, tortas de carne ou de frango, etc. Reserve a carne vermelha em pedaço ou ainda bife de vaca, bisteca bovina, picanha, bife de alcatra, para somente seis semanas após a cirurgia. Estes alimentos são muito fibrosos e deverão ser muito bem mastigados para passarem na área em cicatrização. Evite também de comer pizza ou pão seco até seis semanas completos de cirurgia. LAXANTES:

4 Este tipo de dieta poderá provocar prisão de ventre. Caso seu intestino não funcione pelo período de dois ou três dias, poderá tomar um laxante suave como: Lactulona 20 ml de 12/12 horas (genérico) ou similar na forma líquida. Outra opção será usar um supositório de glicerina ou injetar uma bisnaginha de Minilax por via retal. É muito comum os gases intestinais incomodarem após a cirurgia. Evite o açúcar, leite, creme de leite, bolos, chocolates ou doces e, use : Dimeticona (genérico) ou Luftal gotas (20 gotas de 3 vezes por dia). È muito aconselhável o uso do luftal em especial na primeira semana para evitar os gases, bem como o hábito de caminhar. ATIVIDADES FÍSICAS: Os seus cortes foram pequenos e não deverão apresentar problemas, mas lembre-se que foram realizados pontos internos que precisam cicatrizar. Não faça força ou carregue peso acima de 15 quilos pelo período de quatro semanas. Poderá e deve caminhar à vontade, pois isto não lhe fará mal. Em especial, após alimentar-se, lhe fará muito bem andar. Não pratique esportes ou faça abdominais pelo período de até 3 meses após a cirurgia pois isto aumentará a pressão na área operada podendo danificá-la. Poderá dirigir à medida que isto não lhe provoque dor. Em geral a partir do terceiro dia de pós- operatório isto é possível sem problemas. CUIDADOS LOCAIS: Os seus cortes estão cobertos com pequenos adesivos de micropore. Não é necessário fazer curativos. Pode tomar banho normalmente e secar com toalha. Caso as fitas adesivas se desprendam, não é necessário colocar outra no local. Os seus pontos deverão ser retirados pelo seu médico. Ligue para a CLÍNICA LANE no telefone(19) ramal 6 e marque um retorno para retirada de pontos ao término de aproximadamente 8 dias. Esteja seguro do dia e hora a comparecer na Clínica para evitar desencontros. DÚVIDAS: Se fizer uso de medicações para diabetes, hipertensão, arritmias ou outras, poderá voltar a tomar após retornar a sua residência (se tiver opção, de sempre preferência a medicamentos na forma líquida ou solúvel ou se possível macerado). Discuta isto com seu médico. Caso tenha alguma dúvida, não deixe de entrar em contato. Se isto não foi possível, ligue para (19) ( procure pelo plantão de cirurgia do Centro Médico Campinas). A telefonista ou a recepcionista do hospital irá localizar um dos médicos da equipe que possa lhe atender. Câncer de Esôfago A neoplasia do esôfago é uma doença que tem aumentado de incidência nas últimas décadas.

5 Tem como fatores causadores principais o fumo e o álcool (em especial a combinação dos dois), mas também implica-se a ingestão de bebidas muito quentes (chá, chimarrão) e algumas doenças crônicas do esôfago como a estenose esofágica por ingestão de cáusticos, o megaesôfago e a transformação do revestimento do esôfago em um epitélio conhecido como Epitélio de Barrett. O principal sintoma do câncer de esôfago é a dificuldade de engolir, que pode piorar rapidamente, indo da dificuldade para deglutir sólidos para a dificuldade para pastosos em algumas semanas. Sempre que houver queixa de dificuldade para engolir, sensação de parada do alimento no peito, um médico deve ser consultado. O exame indicado inicialmente é uma endoscopia digestiva alta, que serve para avaliar a localização, extensão e fazer uma biópsia da lesão para fechar o diagnóstico. O tratamento do câncer do esôfago depende do tipo de câncer (se adenocarcinoma ou se carcinoma espinocelular), da localização (terço superior, médio ou inferior) e das condições clínicas do paciente. A cirurgia pode ser indicada logo na descoberta da doença ou pode ser solicitada radio e/ou quimioterapia para diminuir a lesão e possibilitar uma melhor cirurgia depois. Em alguns casos, o tratamento pode ser exclusivamente radio e quimioterapia. Nos últimos anos, com o aprimoramento das técnicas e do instrumental de videolaparoscopia, temos tratado várias lesões de esôfago por videolaparoscopia ou videotoracoscopia, diminuindo a agressão cirúrica, sem prejuizo da radicalidade da ressecção. A cirurgia de ressecção de esôfago está entre as mais complexas do aparelho digestivo, e deve ser executadas por equipes com experiência nesse tipo de cirurgia. Divertículos do esôfago São protusões da mucosa ( revestimento interno do esôfago ) ou de toda a parede que forma o órgão, formando saculações que podem causar sintomas. Possuem 3 localizações básicas: - Terço superior: Faringoesofágico - Terço médio - Terço inferior: Epifrênico O divertículo do terço superior é conhecido como divertículo de Zenker e ocorre quase sempre em pacientes acima dos 60 anos. Ele acontece por uma incoordenação ou fibrose de um músculo que deveria abrir durante a deglutiição, chamado esfíncter superior do esôfago ou cricofaríngeo. Uma vez formado o divertículo a tendência é aumentar, por acúmulo de alimentos em seu interior. Foto: Divertículo esofágico endoscopia Os sintomas dependem do tamanho do divertículo e geralmente pioram com o tempo, sendo os iniciais a irritação e/ou a sensação de corpo estranho no pescoço. Com a progressão da doença podem ocorrer disfagia ( dificuldade de engolir alimentos ), regurgitação, mau hálito, bronquites ou pneumonias por aspiração.

6 O diagnóstico é feito com a história clínica do paciente e exames como Raio- X contrastado do esôfago ( esofagograma ). A endoscopia digestiva alta é importante para se afastar outras doenças como o câncer, estenose esofágica. O tratamento está associado a importância dos sintomas do paciente e suas possíveis complicações. Todos devem ser tratados, exceto os pacientes muito idosos sem condições cirúrgicas. A cirurgia é realizada através de uma incisão na região cervical ( pescoço ), seccionado o musculo causador do divertículo, complementando a cirurgia com retirada do divertículo ou fixando-o em posição contrária ao fluxo alimentar (divertículopexia ). Foto: Raio X contrastado Os divertículos de terço médio são mais raros e não apresentam sintomatologia importante. Por vezes, entretanto, há sintomas de parada de alimentos no peito ou regurgitação de alimentos não digeridos. Os divertículos epifrênicos ( terço inferior ) ocorrem mais comumente nos últimos 10 centímetros do esôfago, são os mais freqüentes em ralação aos outros, isto porque está relacionado ao aumento da pressão intra-esofágica que pode ser dado por algumas doenças como esofagite de refluxo, estenose esofágica, acalásia do esfincter inferior do esôfago, refluxo gastro-esofágico e até mesmo congênitos. O tratamento envolve a tentativa de resolução da doença de base quando associada.

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Doença do Refluxo Gastroesofágico. O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago (comida ou acido clorídrico)

Leia mais

Hérnias Inguinal: Crural ou Femoral: Umbilical: Epigástrica: Incisional:

Hérnias Inguinal: Crural ou Femoral: Umbilical: Epigástrica: Incisional: Hérnias A definição clássica de hérnia é a saída de uma estrutura (órgão ou tecido) de sua cavidade normal através de uma abertura congênita ou adquirida. Elas podem ser classificadas de acordo com a sua

Leia mais

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa Centro Médico O seu médico recomendou uma cirurgia para tratar doença do refluxo gastroesofágico. Mas o que isso realmente significa? Seu diafragma é um músculo que separa o tórax de seu abdômen e o ajuda

Leia mais

www.ettinger.med.br Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica

www.ettinger.med.br Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica Desde 1992 1 O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago

Leia mais

O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s. Para colocação de

O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s. Para colocação de O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s Para colocação de Etapa 1 DIETA LÍQUIDA: Tempo de duração - 7 dias Primeiras 24-48 horas Nesta etapa, a dieta é composta por líquidos que forneçam poucos resíduos

Leia mais

Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato

Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato www.bahiagastrocenter.com.br Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Edvaldo Fahel Copyright Bahia Gastro Center - 2009 1 O Que é

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo SUPER 9 DIETAS Esta dieta é baseada principalmente na ingestão de alimentos que aumentam a densidade nutricional e diminuir a densidade calórica. É uma das dietas mais equilibradas, uma vez que não se

Leia mais

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa Vou passar a você, algumas receitas que usei para poder emagrecer mais rápido e com saúde. Não direi apenas só sobre como preparar algumas receitas, mas também direi como perder peso sem sofrimento e de

Leia mais

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Copyright Bahia Gastro Center - 2009 1 Quem pode ter pedra (cálculo) na vesícula?

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO Setor: N o. do quest QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO PARA TODAS AS PESSOAS COM 20 ANOS OU MAIS Data da entrevista / / Hora de início: Nome do entrevistador: Nº de identificação: Nome: Sexo

Leia mais

CRECHE CRIANÇA FELIZ SETEMBRO - 2013. Quarta-feira 04/09. Leite c/ achocolatado, Cuca simples. Vitamina de Fruta (banana) Com aveia

CRECHE CRIANÇA FELIZ SETEMBRO - 2013. Quarta-feira 04/09. Leite c/ achocolatado, Cuca simples. Vitamina de Fruta (banana) Com aveia 1ªSemana 02/09 03/09 04/09 05/09 06/09,. Bolo de milho Pão integral com ado de cana Vitamina de (banana) Com aveia Salada de (Banana, Maçã, Mamão e Laranja) Biscoito Doce Polenta com molho de frango (desfiado),

Leia mais

Escola de Educação Infantil Castelo do Saber Cardápio referente ao mês de Outubro de 2014*

Escola de Educação Infantil Castelo do Saber Cardápio referente ao mês de Outubro de 2014* Refeição Segunda Terça Quarta 01/10 Quinta 02/10 Sexta 03/10 LANCHE DA Pão Francês c/queijo Biscoito Waffer Pão Francês c/qjo presu MANHÃ Suco de Fruta Leite com Achocolatado Suco de Fruta Arroz Arroz

Leia mais

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite CARDÁPIO ENSINO FUNDAMENTAL e PRÉ ESCOLA= MAIO DE 2015 SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite com ao molho pomodoro* Salada de alface Bebida láctea

Leia mais

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 31/10 Leite com achocolatado Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete farinha láctea legumes Batatas ao molho Salada de cenoura e beterraba

Leia mais

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança Recomendações para a prática dietética do pré-escolar: Intervalo

Leia mais

7º Imagem da Semana: Radiografia de Tórax

7º Imagem da Semana: Radiografia de Tórax 7º Imagem da Semana: Radiografia de Tórax Legenda da Imagem 1: Radiografia de tórax em incidência póstero-anterior Legenda da Imagem 2: Radiografia de tórax em perfil Enunciado: Homem de 38 anos, natural

Leia mais

maleato de trimebutina

maleato de trimebutina maleato de trimebutina Althaia S.A. Indústria Farmacêutica Cápsulas Gelatinosas Mole 200 mg maleato de trimebutina Medicamento genérico Lei n o 9.787, de 1999. I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÃO:

Leia mais

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO 02/11/2015 03/11/2015 04/11/2015 05/11/2015 06/11/2015 Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina Cereal Matinal

Leia mais

Cardápio Personalizado ( 1200 calorias )

Cardápio Personalizado ( 1200 calorias ) Café da Manhã Cardápio Personalizado ( 1200 calorias ) Torradas integrais Wickbold light (2 unidades) Requeijão zero Danúbio Tampa rosa (2 colheres de chá) Suco Ades light sabores (1 copo de 200 ml) Mamão

Leia mais

02/09 Leite Pasteurizado (mamadeira) Iogurte de Fruta Fruta ou Suco de Fruta Iogurte de Fruta e Bolacha Doce. Sopa de Legumes com carne de frango

02/09 Leite Pasteurizado (mamadeira) Iogurte de Fruta Fruta ou Suco de Fruta Iogurte de Fruta e Bolacha Doce. Sopa de Legumes com carne de frango 1ªSemana 02/09 03/09 04/09 05/09 06/09 Iogurte de Fruta Iogurte de Fruta e Bolacha Doce Gelatina com Fruta (Mamão) Purê de Batata inglesa e legumes A/B Sopa de Legumes com carne de frango Sopa de lentinha

Leia mais

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha:

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha: Café da manha: Dieta opção 1 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado 1 pão francês sem miolo na chapa com 1 col. (sopa) rasa de margarina ou 1 fatia de queijo fresco ½ xíc. (chá) de cereal 1 xíc. (chá)

Leia mais

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento.

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento. Manual de Orientação Nutricional na Cirurgia Bariátrica- GCBV Elaborado por: Célia Ap Valbon Beleli Nutricionista CRN3.1501 Especialista em Obesidade e Emagrecimento Nutricionista do Grupo de Cirurgia

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA CELÍACA

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA CELÍACA O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA CELÍACA 2 O QUE É GLÚTEN? É um conjunto de proteínas presente no Trigo, Aveia, Centeio, Cevada, e no Malte, que são cereais muito utilizados na composição de alimentos,

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

Gastrite e Dispepsia Funcional

Gastrite e Dispepsia Funcional Gastrite e Dispepsia Funcional Este assunto caiu de bandeja pra você! Comer é uma coisa gostosa, e ninguém precisa sofrer com disgestão difícil, náuseas, saciedade precoce, desconforto ou dor de estômago.

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO no 1º ano de vida INÍCIO DA DIVERSIFICAÇÃO A diversificação pode ser iniciada após os 4 meses. Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou caldo de legumes (antes

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

INSTRUÇÕES CIRURGICAS

INSTRUÇÕES CIRURGICAS INSTRUÇÕES CIRURGICAS Estas orientações são feitas para que você entenda melhor o que irá ocorrer antes e depois de sua cirurgia. Leia com atenção, e siga corretamente as instruções que se aplicam ao seu

Leia mais

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 04/10/2014 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer O Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que

Leia mais

QUARTA-FEIRA 02/07. SEXTA-FEIRA 04/07 Jogo do Brasil- sem aula LANCHE DA MANHÃ. Suco de maracujá, pão na chapa

QUARTA-FEIRA 02/07. SEXTA-FEIRA 04/07 Jogo do Brasil- sem aula LANCHE DA MANHÃ. Suco de maracujá, pão na chapa 01/07 02/07 03/07 04/07 Jogo do Brasil- sem aula mamão, bolo pão na chapa Suco de goiaba, bolacha integral file de frango grelhado, cenoura sautê, salada de quibe de assadeira, purê de batata, salada de

Leia mais

07 Sucos Para Sua Dieta

07 Sucos Para Sua Dieta EmagrecaRapido.net 07 Sucos Para Sua Dieta 1 Este e-book foi elaborado com letras grandes para facilitar sua leitura! São 7 receitas de sucos para você emagrecer, são opções para o dia todo. Introdução

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta?

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta? HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL

HIPERTENSÃO ARTERIAL HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10 Acompanhamento Salada Sobremesa 01/09/10 Frango Assado com Creme de Cebola Brócolis alho e óleo Tomate Abacaxi 02/09/10 Bife a Role Purê de Batata cozida

Leia mais

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Início da Diversificação A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou sopa de legumes (antes dos 6 meses) Papa

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

COLONOSCOPIA UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA. Dr. Pedro Moutinho Ribeiro

COLONOSCOPIA UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA. Dr. Pedro Moutinho Ribeiro UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Pedro Moutinho Ribeiro COLONOSCOPIA A colonoscopia é um exame que tem como objectivo a observação do recto e do intestino grosso (cólon), na sua totalidade (COLONOSCOPIA

Leia mais

Pão com queijo branco Salada de fruta + Biscoito de polvilho Bisnaguinha com geléia de morango + Maçã Pão de leite com margarina

Pão com queijo branco Salada de fruta + Biscoito de polvilho Bisnaguinha com geléia de morango + Maçã Pão de leite com margarina CARDAPIO SEMANAL - 2 a 6 anos 05 a 09 de OUTUBRO 05/10/2015 06/10/2015 07/10/2015 08/10/2015 Lanche da Manhã Bisnaguinha com queijo cremoso Cereal Matinal (Flocos de milho) Pão francês com margarina Pão

Leia mais

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação 30/05 Leite com Pão de forma com Mamão e banana com farinha láctea 31/05 Leite com café Pão de leite com 01/06 Omelete Batatas ao molho Salada de cenoura e beterraba cozidas Caqui Filé de frango grelhado

Leia mais

Infantil. Suco de laranja Suco de acerola Achocolatado Suco de uva Suco de abacaxi

Infantil. Suco de laranja Suco de acerola Achocolatado Suco de uva Suco de abacaxi Infantil FEVEREIRO 01 Terça- feira 02 Quarta- feira 03 Quinta- feira 04 Sexta-feira Lanche Bolo mármore Pão coió recheado com Torrada Sucrilhos com sorvete queijo minas geléia / requeijão Biscoito cream

Leia mais

sanguínea, o medicamento estimula o centro do vómito no cérebro provocando o reflexo das náuseas e vómitos. 4

sanguínea, o medicamento estimula o centro do vómito no cérebro provocando o reflexo das náuseas e vómitos. 4 NÁUSEAS E VÓMITOS INDUZIDOS PELA QUIMIOTERAPIA CONSELHOS ÚTEIS As náuseas e os vómitos são os efeitos secundários mais temidos da quimioterapia. A frequência destes efeitos e a sua gravidade dependem dos

Leia mais

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Radiografia simples e contrastada (sulfato de bário e iodinas) Endoscopia

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Radiografia simples e contrastada (sulfato de bário e iodinas) Endoscopia AFECÇÕES CIRÚRGICAS DO ESÔFAGO Carmen Helena de Carvalho Vasconcellos DIAGNÓSTICO DA DOENÇA ESOFÁGICA SINAIS CLÍNICOS Regurgitação Disfagia, dificuldade de preensão Ptialismo Tosse, estertores Dispnéia

Leia mais

CARDÁPIO FLAVIA E DUDA JANEIRO

CARDÁPIO FLAVIA E DUDA JANEIRO SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA SÁBADO DOMINGO *1 XÍCARA DE CHÁ + 1 DISCO DE BEIJU COM CHIA NA MASSA E RECHEIO DE 2 FATIAS DE QUEIJO SEM LACTOSE 1 BANANA + 2 CASTANHAS DO

Leia mais

O Cardápio é montado seguindo a sequência de dias úteis do mês. MÊS: / CARDÁPIO nº 1. Dia do mês REFEIÇÃO Café da manhã 8:00hs

O Cardápio é montado seguindo a sequência de dias úteis do mês. MÊS: / CARDÁPIO nº 1. Dia do mês REFEIÇÃO Café da manhã 8:00hs Grupo 1 e Grupo 2 e 3 O Cardápio é montado seguindo a sequência de dias úteis do mês. MÊS: / CARDÁPIO nº 1 Carne Moida Batata doce Frita Repolho c/ cenoura Arroz/feijão Frango ensopado Purê Acelga Arroz

Leia mais

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia.

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia. Dieta alimentar saudável com esta dieta você conseguira emagrecer ate 5 quilos em um mês sem prejudicar a saúde. Primeiro dia. 200 ml de leite desnatado, 1 colher de chá com azeite de oliva extra virgem,

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

www.ettinger.med.br Hérnia Inguinal Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral

www.ettinger.med.br Hérnia Inguinal Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral www.ettinger.med.br Hérnia Inguinal Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Copyright BGC- 2009 1 O que é uma hérnia abdominal? Hérnia é uma protrusão (abertura) na parede abdominal causada

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira

CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira Tipos de dieta 100 gramas (prato principal) 50-80 gramas (guarnição) Salada (40 gramas) Arroz (70 gramas) Feijão (40 gramas) Sobremessa (100ml) Alface

Leia mais

Como lidar com os problemas de deglutição após um Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Como lidar com os problemas de deglutição após um Acidente Vascular Cerebral (AVC) Como lidar com os problemas de deglutição após um Acidente Vascular Cerebral (AVC) How to Manage Swallowing Problems After a Stroke - Portuguese UHN Informação para pacientes e famílias Leia esta informação

Leia mais

Obs: O achocolatado em pó já contém açúcar, não é necessário adicionar mais açúcar no preparo do leite.

Obs: O achocolatado em pó já contém açúcar, não é necessário adicionar mais açúcar no preparo do leite. CARDÁPIO PARA CAFÉ DA MANHÃ NAS CRECHES Obs: O achocolatado em pó já contém açúcar, não é necessário adicionar mais açúcar no preparo do leite. CARDÁPIO PARA ALMOÇO DA PRIMEIRA SEMANA NAS CRECHES Salada

Leia mais

Unidade Praia Data Colação Almoço Lanche Jantar Suco de melão Rosquinha de coco

Unidade Praia Data Colação Almoço Lanche Jantar Suco de melão Rosquinha de coco Suco de melão Rosquinha de coco 02/03 03/03 04/03 05/03 06/03 Suco de abacaxi Maçã Suco de maracujá com melão Pão francês com requeijão cremoso Opção: Pão francês com Becel Suco de acerola Biscoito cream

Leia mais

1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante

1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante SEGUNDA-FEIRA Café da Manhã - 07:00 2 colheres de chá de requeijão ou margarina 1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante 1/2 mamão papaia (1 fatia) ou 1 fatia de melão

Leia mais

CARDÁPIO ESCOLAR 30/01/12 31/01/12 01/02/12 02/02/12 03/02/12 MELÃO

CARDÁPIO ESCOLAR 30/01/12 31/01/12 01/02/12 02/02/12 03/02/12 MELÃO 30/01/12 31/01/12 01/02/12 02/02/12 03/02/12 MELÃO PERA ARROZ, ESTROGONOFE, BATATA PALHA E SALADA DE TOMATE E ALFACE BOLO DE CENOURA COM CALDA DE CHOCOLATE FEIJÃO, CARNE ASSADA, FAROFA DE CENOURA E SALADA

Leia mais

Refeição. Iscas de carne grelhadas. Arroz Feijão. Carne desfiada. Cardápio sujeito a alterações mediante a disponibilidade de alimentos.

Refeição. Iscas de carne grelhadas. Arroz Feijão. Carne desfiada. Cardápio sujeito a alterações mediante a disponibilidade de alimentos. 01/10 Iscas de grelhadas Alface Gelatina Couve abóbora com 02/10 Frango assado Macarrão ao Sugo mista de fruta Canja Observações: Oferecer outra fonte proteica (//peixe) para crianças alérgicas ou intolerantes

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal

Leia mais

10 Alimentos importantes para sua saúde.

10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. Os alimentos funcionais geram inúmeros benefícios para o organismo. Como muitas patologias se desenvolvem por deficiência

Leia mais

CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet. Chá Repousante

CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet. Chá Repousante CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet Chá Repousante 1 saquinho de chá de maçã 1 saquinho de chá de erva doce 1 saquinho de chá de erva cidreira 600ml de água Ferva a água e jogue em cima

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O (A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização

Leia mais

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Matinal Papinha de mamão Papinha de pêra Papinha de banana Papinha de manga Papinha de maçã Papinha de carne moída com, beterraba e couve Papinha de batata

Leia mais

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Hérnia Inguinal. O que é uma hérnia abdominal? Hérnia é a protrusão (saliência ou abaulamento) de uma víscera ou órgão através de

Leia mais

ACOMPANHAMENTO Purê de batata Rúcula, abóbora, alface e tomate.

ACOMPANHAMENTO Purê de batata Rúcula, abóbora, alface e tomate. ALMOÇO SEMANA VERDE SEGUNDA- FEIRA Almôndega ao molho sugo* batido Purê de batata Rúcula, abóbora, alface e tomate. *Almôndega de carne e molho sugo, ambos caseiros, feitos na Moenda. TERÇA- FEIRA Isca

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? TIPOS

O QUE É COLESTEROL? TIPOS O QUE É COLESTEROL? O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal (carne, leite integral, ovos etc.). Em nosso

Leia mais

CARDÁPIO ESCOLAR 2015

CARDÁPIO ESCOLAR 2015 Camila de O. G. Paiva 02/11/2015 03/11/2015 04/11/2015 05/11/2015 06/11/2015 COLAÇÃO - FRUTA Maçã Banana Melancia Melão ARROZ Arroz Integral Arroz Branco Arroz Integral ****** FEIJÃO Grão de Bico Feijão

Leia mais

EMENTA SEMANAL 09-11-2015 a 13-11-2015

EMENTA SEMANAL 09-11-2015 a 13-11-2015 BERÇÁRIO Creme Batata, Cenoura, Abóbora Carne: Novilho Batata, Brócolos, Courgete Peixe: Pescada Carne: Frango Batata, Abóbora, Feijão-Verde Carne: Perú Batata, Courgete e Alho- Peixe: Pescada Carne :

Leia mais

Manual de orientação aos pacientes

Manual de orientação aos pacientes Manual de orientação aos pacientes Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

CARDÁPIO FLAVIA E DUDA JANEIRO

CARDÁPIO FLAVIA E DUDA JANEIRO SEGUNDA FEIRA TERÇA FEIRA QUARTA FEIRA QUINTA FEIRA SEXTA FEIRA SÁBADO DOMINGO *1 XÍCARA DE CHÁ + 1 DISCO DE BEIJU COM CHIA NA MASSA E RECHEIO DE 2 FATIAS DE QUEIJO SEM LACTOSE 1 BANANA + 2 CASTANHAS DO

Leia mais

CONSTIPÇÃO INTESTINAL

CONSTIPÇÃO INTESTINAL AEROFAGIA A maior parte do gás intestinal é constituída de cinco gases: N², O², CO², H² e CH4 {metano}. O indivíduo normal usualmente elimina menos de 100ml de gás por hora. Se esta quantidade for excedida,

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO O (A) paciente, ou seu responsável, declara, para todos os fins legais, especialmente do disposto no artigo 39, VI, da Lei, 8.078/90 que dá plena autorização

Leia mais

Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar

Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar Carne moída refogada Couve refogada Leite com sucrilhos preto Frango cubos ensopado Cubinhos de legumes Salada agrião Bolinho de laranja Pão de forma com patê

Leia mais

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES TERESINA-PI SETEMBRO/11 1 ORIENTADORAS: Adriana de Azevedo Paiva Nutricionista, Doutora em Saúde Pública, Profa. da Disciplina Dietoterapia I da Universidade Federal do Piauí

Leia mais

Como eliminar o inchaço

Como eliminar o inchaço Como eliminar o inchaço Descubra quais alimentos ajudam você a acabar com o inchaço do corpo e perca até 5 kg em apenas 15 dias! por Belisa Rotondi Desinche, seguindo uma dieta rica em comidas anti-inflamatórias

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. Quarta-feira 03/06. Suco: laranja com beterraba Pão francês com queijo

EDUCAÇÃO INFANTIL. Quarta-feira 03/06. Suco: laranja com beterraba Pão francês com queijo CARDÁPIO JUNHO/05 Elaborado e aprovado por: Luiza Crozariol Campos Nutricionista CRN3 4488 Semana 0/06 0/06 03/06 04/06 05/06 Pão francês com Biscoito de leite com geleia com bolo de banana Bisnaguinha

Leia mais

Rua Rio Grande do Norte 57 sala 407 Bairro Santa Efigênia Belo Horizonte MG. Telefone: (31) 3226-7997 www.nutricio.com.br

Rua Rio Grande do Norte 57 sala 407 Bairro Santa Efigênia Belo Horizonte MG. Telefone: (31) 3226-7997 www.nutricio.com.br Esta é uma publicação da Nutrício Reeducação Alimentar e Emagrecimento que tem por objetivo fornecer informações a respeito dos cuidados nutricionais pré e pós cirúrgicos. As informações contidas neste

Leia mais

CARDÁPIO SEMANAL ALMOÇO MATER DEI - FEVEREIRO 2013 WEEKLY LUNCH MENU MATER DEI - FEBRUARY 2013

CARDÁPIO SEMANAL ALMOÇO MATER DEI - FEVEREIRO 2013 WEEKLY LUNCH MENU MATER DEI - FEBRUARY 2013 Sexta 01/02 Alface Cenoura Abobrinha Main dish Bife grelhado Soup Fricassé de frango Batata palha Creme de legumes com carne Mousse de chocolate com calda Segunda 04/02 Terça 05/02 Quarta 06/02 Quinta

Leia mais

Guia de nutrição para pacientes e cuidadores

Guia de nutrição para pacientes e cuidadores Guia de nutrição para pacientes e cuidadores SUMÁRIO Prezado paciente...................... 03 O que fazer quando ocorrer.................. 04 Falta de apetite...................... 04 Dor na boca ou garganta..................

Leia mais

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO ALIMENTAÇÃO NO VERÃO 1 - Quais os alimentos devem ser privilegiados no verão e quais devem ser evitados? Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, verduras e legumes, pois são ótimas

Leia mais

Residência Saúde 2012. Nutrição Clínica. Discursiva C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL

Residência Saúde 2012. Nutrição Clínica. Discursiva C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PEDRO ERNESTO C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A Nutrição Clínica Discursiva Residência Saúde 2012 ATIVIDADE DATA LOCAL Divulgação do gabarito - Prova Discursiva 31/10/2011

Leia mais

CARDÁPIO INFANTIL 1ª SEMANA 04/05 A 08/05 SEGUNDA FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA

CARDÁPIO INFANTIL 1ª SEMANA 04/05 A 08/05 SEGUNDA FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 1ª SEMANA 04/05 A 08/05 CARDÁPIO INFANTIL Suco uva Melancia picada Suco de manga picado Suco de pêssego Carne moída rica ( e Iscas de frango Bife de panela Moqueca capixaba Ensopado de frango vagem) Angu

Leia mais

NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO. Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado

NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO. Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado PROBLEMAS DURANTE A GESTAÇÃO Mal estar matinal (náuseas e vômitos) Azia Obstipação e hemorróidas Diarréia Pré-eclâmpsia e eclâmpsia Diabetes gestacional

Leia mais

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR GRUPO A Batata Cenoura Abóbora Dente de alho Nabo Cebola 4 5 meses SOPA DE LEGUMES GRUPO B Alho Francês Alface Brócolos Nabiça Agrião Espinafres

Leia mais

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821 APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS Para higienização de hortifrutis: - 1 litro de água potável - 1 colher de sopa (10 ml) de água sanitária, sem perfume - Deixar de molho por 15 minutos CALDO NUTRITIVO

Leia mais

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes APRESENTAÇÃO A alimentação e tão necessária ao nosso corpo quanto o ar que precisamos para a nossa sobrevivência, devem ter qualidade para garantir a nossa saúde. Quando falamos em alimentação com qualidade

Leia mais

Distúrbios do Esôfago

Distúrbios do Esôfago Distúrbios do Esôfago O esôfago é a porção do tubo digestivo que conecta a garganta (faringe) ao estômago. As paredes do esôfago impulsionam o alimento até o interior do estômago com ondas rítmicas de

Leia mais

Rua Roque Petrella,1146 Brooklin-São Paulo SP CEP.04581-051-Telefone (11) 5533.1026

Rua Roque Petrella,1146 Brooklin-São Paulo SP CEP.04581-051-Telefone (11) 5533.1026 PRIMEIRO DIA Somente Frutas Suco de frutas + 1 fruta Ex. suco de laranja com morango + 1{ mamão papaia DA MANHÃ 1 copo 250 ml Suco de melão + 1 fruta (ex. 1 ameixa ) Ex. Folhas de rúcula a vontade + 4

Leia mais

Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia

Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia Os tratamentos de quimioterapia e radioterapia geralmente causam diversos efeitos colaterais que, apesar de serem temporários,

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança CAPÍTULO 2 Introduzindo Outros Alimentos A partir do 2º mês de idade, outros alimentos deverão serem introduzidos na alimentação da criança. Dê preferência aos alimentos que são mais comuns em sua região

Leia mais

Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física

Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física LAHOR CLÍNICA MÉDICA Tatiana Oliveira Nutricionista - CRN 7508 Rua Mário Amaral, 267 - Paraíso - SP Tel/Fax: (11) 3884-7127 Tel: (11) 3051-5554 Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física

Leia mais

CARDÁPIO DE OUTUBRO LANCHE DA MANHÃ

CARDÁPIO DE OUTUBRO LANCHE DA MANHÃ LANCHE 01/10/2015 02/10/2015 BEBIDA Chocolate Quente Chocolate Quente BEBIDA Suco Laranja Suco de Limão BEBIDA Chá Iogurte de morango SALGADO OU DOCE Pão de Leite com Requeijão Pão de Queijo OPÇÃO Pão

Leia mais

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação Receitas Salgadas Molho Básico de Carne Moída Arroz Vitaminado Brasileirinho Sopa de Feijão com Macarrão, Legumes e Carne Baião

Leia mais

LINHA TRADICIONAL. Arroz, cenoura, cebola, presunto, vagem, passas, manteiga, óleo e sal. Feijão, bacon, cebola, óleo e sal.

LINHA TRADICIONAL. Arroz, cenoura, cebola, presunto, vagem, passas, manteiga, óleo e sal. Feijão, bacon, cebola, óleo e sal. LINHA TRADICIONAL ACOMPANHAMENTOS ARROZ À GREGA FEIJÃO FEIJÃO TROPEIRO PURÊ DE BATATA AVES FILÉ DE FRANGO À PARMEGIANA ESCONDIDINHO DE FRANGO STROGONOFF DE FRANGO FRANGO A MODA CAIPIRA FRANGO ASSADO FRANGO

Leia mais

COLONOSCOPIA. O preparo é realizado através de medicações laxativas e de uma dieta adequada, conforme orientação a seguir: Dulcolax.

COLONOSCOPIA. O preparo é realizado através de medicações laxativas e de uma dieta adequada, conforme orientação a seguir: Dulcolax. COLONOSCOPIA Um cólon limpo é indispensável para a realização de um exame acurado, seguro, mais confortável e rápido. Isto é feito através de dieta sem resíduos, e com uso de soluções laxativas orais,

Leia mais

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 ESTE CARDÁPIO APRESENTA INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS DIÁRIAS DE CALORIAS, CARBOIDRATOS, PROTEÍNAS, GORDURAS, FIBRAS, VITAMINA A, VITAMINA C, CÁLCIO, FERRO,

Leia mais