OBJETIVO: Captar e divulgar, semanalmente, os preços médios recebidos pelos produtores. COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OBJETIVO: Captar e divulgar, semanalmente, os preços médios recebidos pelos produtores. COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS"

Transcrição

1 SAIBA MAIS A EMATER/RS-ASCAR realiza sistematicamente o "Acompanhamento de Preços Recebidos pelos Produtores do RS". Essa pesquisa engloba alguns produtos agropecuários considerados importantes para o Rio Grande do Sul. OBJETIVO: Captar e divulgar, semanalmente, os preços médios recebidos pelos produtores. COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS COMPARAÇÃO ENTRE OS PREÇOS DA SEMANA E PREÇOS ANTERIORES RELATÓRIO SEMANAIS POR MUNICÍPIO SAZONALIDADE

2 COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS Nº ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RS Semana de: 06/06 /2016 a 10/06/2016 Produtos Unidade Preços em R$ Mínimo Médio Máximo Arroz em Casca 50 kg 40,50 42,43 48,00 Feijão 60 kg 120,00 163,40 218,00 Milho 60 kg 43,00 47,37 55,00 Soja 60 kg 80,00 82,34 86,50 Sorgo Granífero 60 kg 36,80 39,01 40,00 Trigo 60 kg 36,00 39,93 42,00 Boi para kg vivo 5,00 5,37 5,80 Cordeiro para kg vivo 5,00 5,48 6,50 Suíno Tipo Carne kg vivo 2,80 3,16 3,60 Vaca para kg vivo 4,50 4,80 5,00 Leite (valor liquido recebido) Litro 0,88 1,02 1,25 Fonte: EMATER/RS-ASCAR. Obs.: Preço do boi e vaca com prazo de pagamento de 20 a 30 dias.

3 COMPARAÇÃO ENTRE OS PREÇOS DA SEMANA E PREÇOS ANTERIORES Produtos Unidade Semana Atual Semana Anterior Mês Anterior Ano Anterior Médias dos Valores da Série Histórica 2011/ /06/ /06/ /05/ /06/2015 GERAL JUNHO 1. Arroz em Casca 50 kg 42,43 41,73 40,58 38,06 37,03 35,30 2. Feijão 60 kg 163,40 160,42 155,83 145,40 140,65 149,64 3. Milho 60 kg 47,37 46,66 43,88 25,39 29,08 28,05 4. Soja 60 kg 82,34 77,16 72,95 67,01 67,26 66,09 5. Sorgo Granífero 60 kg 39,01 38,54 34,48 21,06 24,42 25,55 6. Trigo 60 kg 39,93 39,02 35,16 33,33 33,54 33,10 7. Boi para kg vivo 5,37 5,33 5,27 5,61 4,43 4,53 8. Vaca para kg vivo 4,80 4,73 4,71 5,13 3,98 4,07 9. Cordeiro para kg vivo 5,48 5,45 5,39 5,20 4,87 4, Suíno Tipo Carne kg vivo 3,16 3,14 3,13 3,54 3,35 3, Leite (valor liquido recebido) litro 1,02 1,01 1,00 0,93 0,91 0,91 06/06-10/06 30/05-03/06 09/05-13/05 08/06-12/06 Fonte: Elaboração: EMATER/RS-ASCAR. Gerência de Planejamento / Núcleo de Informações e Análises (NIA). Índice de correção: IGP-DI (FGV). NOTA: Semana Atual, Semana Anterior e Mês Anterior são preços correntes. Ano Anterior e Médias dos Valores da Série Histórica, são valores corrigidos. Média Geral é a média dos preços mensais do quinquênio corrigidos. A última coluna é a média, para o mês indicado, dos preços mensais, corrigidos, da série histórica

4 RELATÓRIO SEMANAIS POR MUNICÍPIO Período: 06/06/2016 a 10/06/2016 Municípios Leite (litro) Sorgo Granífero Suíno Tipo Carne Arroz em Casca (sc/50 kg) Boi para Cordeiro para Milho Soja Vaca para Trigo Feijão 1. Aceguá 0,98 40,00 3,50 2. Alegrete 0,89 38,25 42,22 5,30 5,15 45,00 80,00 4,80 3. Alpestre 45,10 4. Anta Gorda 3,00 50,00 5. Antônio Prado 1,15 6. Aratiba 7. Arroio Grande 42,00 86,50 8. Bagé 1,00 40,00 41,75 5,12 5,00 50,00 4,70 36,50 9. Barão de Cotegipe 10. Bom Jesus 11. Bom Princípio 12. Cachoeira do Sul 40,50 5,35 46,00 85,50 4,65 40, Camaquã 42,00 80, Campinas do Sul 39, Campo Novo 45, Candelária 40,50 46, Canguçu 0,94 5,10 50,00 80,00 4,90 180, Capão Bonito do Sul 19. Capão do Cipó 20. Caraá 140, Carazinho 22. Carlos Barbosa 1,25 3, Chapada 1,13 80, Charrua

5 RELATÓRIO DE PREÇOS SEMANAIS RECEBIDOS Período: 06/06/2016 a 10/06/2016 Municípios Leite (litro) Sorgo Granífero Suíno Tipo Carne Arroz em Casca (sc/50 kg) Boi para Cordeiro para Milho Soja Vaca para Trigo Feijão 25. Coxilha 26. Cruz Alta 3,40 47,00 83,50 41,00 160, Cruzeiro do Sul 52,00 84, Dom Feliciano 29. Dom Pedrito 5,25 5,00 83,10 4, Doutor Maurício Cardoso 31. Encruzilhada do Sul 0,90 40,50 5,60 6,00 46,00 85,50 4,90 42,00 150, Entre Rios do Sul 33. Entre-Ijuís 42, Erechim 1,06 2,90 44,00 82,00 39,00 120, Esmeralda 36. Espumoso 3,60 81,00 39, Frederico Westphalen 0,90 3,10 5,00 46,00 80,00 5,00 39,00 145, Garruchos 3,10 42, Giruá 40. Ibiraiaras 1,12 155, Ijuí 2,95 48,00 82,00 42, Ipê 52,00 210, Iraí 46,00 145, Itaqui 42,70 45, Jaguarão 41,50 5,30 6,30 55,00 80,00 4, Joia 47. Júlio de Castilhos 1,03 5,50 5,50 45,00 82,00 5,00 40,00 160, Lagoa Vermelha 5,80 46,00 83,00 4,70 155, Lajeado 50. Marau 1,15 2,80 46,00 80,50 40,00

6 RELATÓRIO DE PREÇOS SEMANAIS RECEBIDOS Período: 06/06/2016 a 10/06/2016 Municípios Leite (litro) Sorgo Granífero Suíno Tipo Carne Arroz em Casca (sc/50 kg) Boi para Cordeiro para Milho Soja Vaca para Trigo Feijão 51. Morrinhos do Sul 52. Mostardas 53. Muitos Capões 50,00 86, Nova Bassano 47, Nova Palma 160, Palmeira das Missões 1,10 40,00 5,60 46,00 80,00 5,00 40, Passo Fundo 1,00 46,00 81,00 40, Pedras Altas 59. Pelotas 1,05 44,50 5,50 6,50 48,00 86,00 4,50 180, Pinhal Grande 61. Pinheiro Machado 62. Piratini 63. Quatro Irmãos 64. Rio Grande 0,88 42, Rio Pardo 40,50 83, Roca Sales 55,00 83, Rolante 68. Santa Bárbara do Sul 47,00 82, Santa Cruz do Sul 70. Santa Maria 0,95 44,00 5,45 45,00 82,00 4,93 160, Santa Rosa 1,12 2,80 45,00 80,00 40, Santa Vitória do Palmar 42,00 5,50 4, Santana do Livramento 5,10 5,30 4, Santiago 75. Santo Antônio da Patrulha 48,00 5,60 4,90 180, Santo Antônio das Missões 5,45 5,00 4,95 40,00

7 RELATÓRIO DE PREÇOS SEMANAIS RECEBIDOS Período: 06/06/2016 a 10/06/2016 Municípios Leite (litro) Sorgo Granífero Suíno Tipo Carne Arroz em Casca (sc/50 kg) Boi para Cordeiro para Milho Soja Vaca para Trigo Feijão 77. Santo Augusto 78. Santo Cristo 1,00 180, São Borja 43,50 5,30 5,50 45,00 80,00 4, São Gabriel 36,80 41,50 5,30 5,00 84,50 4,80 42, São José do Ouro 140, São Lourenço do Sul 1,00 44,00 50,00 85, São Luiz Gonzaga 80,00 40, São Miguel das Missões 85. São Pedro do Sul 86. São Sepé 87. Seberi 46, Sertão 0,99 46,00 81,00 36, Sobradinho 45,00 150, Taquari 91. Teutônia 0,92 5,20 43,00 4, Torres 42, Tupanciretã 0,98 83,00 39, Uruguaiana 95. Vacaria 55,00 84,00 42,00 180, Venâncio Aires 1,06 46,00 218, Vicente Dutra MÉDIA 1,02 39,01 3,16 42,43 5,37 5,48 47,37 82,34 4,80 39,93 163,40 MÍNIMO 0,88 36,80 2,80 40,50 5,00 5,00 43,00 80,00 4,50 36,00 120,00 MÁXIMO 1,25 40,00 3,60 48,00 5,80 6,50 55,00 86,50 5,00 42,00 218,00

8 SAZONALIDADE ANÁLISE DA SAZONALIDADE DO PREÇO DA SOJA NO RS 104 ÍNDICE DE SAZONALIDADE = JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ Mês Fonte: EMATER/RS-ASCAR - Pesquisa Mensal de Preços. Observações: 1. Médias dos preços corrigidos do quinquênio pelo IGP-DI para dezembro Média é considerada como índice 100. O Gráfico representa a sazonalidade do preço da Soja, sendo que o mês de junho indica um aumento nos últimos três meses Com o aumento do preço da soja e relação positiva com os insumos, os agricultores estão realizando contratos futuros fixando valores físicos de entrega de produtos para a próxima safra. O preço teve um aumento em relação a semana passada de +6,71%.

OBJETIVO: Captar e divulgar, semanalmente, os preços médios recebidos pelos produtores. COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS

OBJETIVO: Captar e divulgar, semanalmente, os preços médios recebidos pelos produtores. COTAÇÕES AGROPECUÁRIAS SAIBA MAIS A EMATER/RS-ASCAR realiza sistematicamente o "Acompanhamento de Preços Recebidos pelos Produtores do RS". Essa pesquisa engloba alguns produtos agropecuários considerados importantes para o

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL. SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016

BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL. SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016 BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016 PREÇOS EM R$ PRODUTOS UNIDADE MÍNIMO MÉDIO MÁXIMO 50 Kg 37,00 40,32

Leia mais

SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0

SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0 SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0 Emitido em: 27/06/2014 Municipio CRS Valor pago ACEGUA 07 140,00 AGUA SANTA 06 120,00 AGUDO 04 1.530,00

Leia mais

Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS

Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE ALEGRIA ALMIRANTE TAMANDARE DO SUL ALPESTRE AMARAL FERRADOR AMETISTA DO SUL ANDRE DA ROCHA ANTA GORDA ANTONIO

Leia mais

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 04 de junho (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 04 de junho (C.

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 04 de junho (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 04 de junho (C. FERIADOS MUNICIPAIS NAS COMARCAS DO RS/2015 Dados atualizados em NOVEMBRO/2015 Conforme Ato nº 12/2014 Órgão Especial, não haverá expediente no Tribunal de Justiça e nos serviços forenses de primeira instância

Leia mais

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 26 de maio (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 26 de maio (C.

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 26 de maio (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 26 de maio (C. FERIADOS MUNICIPAIS NAS COMARCAS DO RS/2016 Dados atualizados em JULHO/2016 Conforme Ato nº 08/2015 Órgão Especial, não haverá expediente no Tribunal de Justiça e nos serviços forenses de primeira instância

Leia mais

Data pagto. Valor Pago EMPENHO/LIQUIDACAO REFERENTE REPASSE DE MONTENEGR INCENTIVO PARA MANUTENCAO DO PROGRAMA O

Data pagto. Valor Pago EMPENHO/LIQUIDACAO REFERENTE REPASSE DE MONTENEGR INCENTIVO PARA MANUTENCAO DO PROGRAMA O EMPENHO/LIQUIDACAO REFERENTE REPASSE DE PRISIONAL 01 MONTENEGR INCENTIVO PARA MANUTENCAO DO PROGRAMA 03/07/14 15.194,00 O PRISIONAL- RESOLUCOES CIB/RS - COMP: 02/2014. EMPENHO/LIQUIDACAO REFERENTE REPASSE

Leia mais

CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS

CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS Cidade Aceguá Rosário do Sul 277 km 3h22min Agudo São Sepé 106 km 1h42min Alegrete Rosário do Sul 102 km 1h15min Alto Feliz Novo Hamburgo 62,5 km 1h05min Alvorada Sapucaia

Leia mais

PRESÍDIO ESTADUAL DE ALEGRETE

PRESÍDIO ESTADUAL DE ALEGRETE DIAS E HORÁRIOS DE VISITAS EM ESTABELECIMENTOS PRISIONAIS DO ESTADO ATENÇÃO: CONSULTAR O REGULAMENTO GERAL QUANTO ÀS CONDIÇÕES DE INGRESSO CIDADE ESTABELECIMENTO PRISIONAL DIAS, HORÁRIOS E OUTRAS OBSERVAÇÕES

Leia mais

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) Município Bento Gonçalves (RS) Porto Alegre (RS) Carlos Barbosa (RS) Caxias do Sul (RS) Selbach (RS) Ivoti (RS) Veranópolis (RS) Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) IDHM, 2000 7 7 6 6 6 5 5 5 Nova Petrópolis

Leia mais

Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS

Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS MACRORREGIÃO METROPOLITANA 430060 Alvorada 1 430087 Araricá 1 430310 Cachoeirinha 1 430390 Campo Bom 1 430460 Canoas 1 430640 Dois Irmãos 1 430760 Estância

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira n. alunos presente s Enade

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira n. alunos presente s Enade Área Sigla IES Município Rede (funcionamento do curso) Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira n. alunos presente s Enade Particip antes Ingressa ntes

Leia mais

SECRETARIA DA SAÚDE Consulta Popular Valores pagos em 06/06/12

SECRETARIA DA SAÚDE Consulta Popular Valores pagos em 06/06/12 MUNICÍPIO VALOR OBJETO SECRETARIA DA SAÚDE Consulta Popular Valores pagos em 06/06/12 Empenho/liquidacao para aquisicao de veiculo e equipamentos para UBS, ARARICA 30.000,00 Comp. Maio/2012, Consulta Popular

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ ÁGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE 8 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA 4 AMETISTA

Leia mais

Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS. Especialidade

Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS. Especialidade C.R.O. - RIO GRANDE DO SUL Emitido em: 20/01/2015 Pagina: 00001 Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO

Leia mais

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES UF MUNICIPIO CNES NOME RS AGUDO 2234386 HOSPITAL AGUDO RS ALEGRETE 2248328 SANTA CASA DE ALEGRETE RS ALVORADA 2232081 HOSPITAL DE ALVORADA RS ANTONIO PRADO 2241072 HOSPITAL

Leia mais

SECRETARIA DA AGRICULTURA, PECUÁRIA, PESCA E AGRONEGÓCIO SERVIÇO DE EXPOSIÇÕES E FEIRAS CALENDÁRIO OFICIAL DE EXPOSIÇÕES E FEIRAS AGROPECUÁRIAS 2009

SECRETARIA DA AGRICULTURA, PECUÁRIA, PESCA E AGRONEGÓCIO SERVIÇO DE EXPOSIÇÕES E FEIRAS CALENDÁRIO OFICIAL DE EXPOSIÇÕES E FEIRAS AGROPECUÁRIAS 2009 XXXI FEIRA DE OVINOS DE VERÃO SANTANA DO LIVRAMENTO 06 DE JANEIRO A 06 DE FEVEREIRO SR, SEAPPA I AGROVINOS BAGÉ 15 A 17 DE JANEIRO ABACO, SEAPPA FINAL NACIONAL DE TIRO DE LAÇO ESTEIO 16 A 18 DE JANEIRO

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 7 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA Terapeuta Ocupacional

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Porto Alegre e Delta do Jacuí. Vale do Rio dos Sinos

Porto Alegre e Delta do Jacuí. Vale do Rio dos Sinos MUNICÍPIOS Aceguá Água Santa Agudo Ajuricaba Alecrim Alegrete Alegria Almirante Tamandaré do Sul Alpestre Alto Alegre Alto Feliz Alvorada Amaral Ferrador Ametista do Sul André da Rocha Anta Gorda Antônio

Leia mais

Campanha Salarial Bancários 2011

Campanha Salarial Bancários 2011 ALEGRETE: Ag. Centro, Ag. Centro Ag. Centro Base: Ag. Manoel Viana - HSBC: Ag. Centro - Bradesco: Ag. Centro - Santander: Ag. Centro - Itaú: Ag. Centro BAGÉ: Ag Bagé (parcial) Ag Bagé - Bradesco: Ag Bagé

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

Conforme segue abaixo: LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990. Das Diárias

Conforme segue abaixo: LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990. Das Diárias Conforme segue abaixo: LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990 Das Diárias Art. 58. O servidor que, a serviço, afastar-se da sede em caráter eventual ou transitório para outro ponto do território nacional

Leia mais

LEVANTAMENTO SEMANAL PREÇOS PAGOS AOS PRODUTORES

LEVANTAMENTO SEMANAL PREÇOS PAGOS AOS PRODUTORES GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E SUPORTE ESTRATÉGICO SETOR DE APOIO À LOGÍSTICA E GESTÃO DA OFERTA LEVANTAMENTO SEMANAL DE PREÇOS PAGOS AOS PRODUTORES Belo Horizonte - MG GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E SUPORTE

Leia mais

Relatório de Fiscalização

Relatório de Fiscalização Relatório de Fiscalização Comparativo Primeiro Semestre 2014 2015 Zonal Sul Inspetoria de Bagé Inspetoria de Pelotas Inspetoria de Rio Grande 1 Inspetoria de Bagé 1.1 Área Geográfica Responsável pela fiscalização

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO RIO GRANDE DO SUL - 2013

DIAGNÓSTICO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO RIO GRANDE DO SUL - 2013 DEPLAN/SEDUC 1 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO DIAGNÓSTICO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO RIO GRANDE DO SUL - 2013 Porto Alegre Outubro/2014 DEPLAN/SEDUC 2 Equipe

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes DNIT Investimentos do Governo Federal no Estado do Rio Grande do Sul Rodovias Palestrante: Hideraldo Luiz Caron Diretor de Infra-estrutura Rodoviária do DNIT Outubro/2008 2 PROGRAMA

Leia mais

21.05.1878 Lei n. 1152 restabeleceu a Comarca de Caçapava, tendo como termo

21.05.1878 Lei n. 1152 restabeleceu a Comarca de Caçapava, tendo como termo &20$5&$&$d$3$9$'268/ &5,$d 2LEI N. 185 DE 22 DE OUTUBRO DE 1850. LEI N. 1152 DE 21 DE MAIO DE 1878. DECRETO N. 41, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1894. '$7$'(,167$/$d 2 (1'(5(d2'$6('('2)252 Rua Lúcio Jaime, 387

Leia mais

1ª 2.347.086 TOTAL: 3.113.337

1ª 2.347.086 TOTAL: 3.113.337 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA HOSPITALAR E AMBULATORIAL PROPOSTA DE REFERÊNCIA- SETEC 10/04/2008 REDE DE ASSISTÊNCIA EM NEUROCIRURGIA 1Unidade/800.000 habitantes,

Leia mais

Sábado. Câmara Municipal Rua Barão de Caçapava, 621-Centro Convenção Municipal ARROIO DOS RATOS 17 de junho. Domingo

Sábado. Câmara Municipal Rua Barão de Caçapava, 621-Centro Convenção Municipal ARROIO DOS RATOS 17 de junho. Domingo ELDORADO DO 10 de junho 14hs Rua Porto Alegre nº 46 TORRES 15 de junho CANOAS 15 de junho 18hs Câmara Municipal PORTO ALEGRE 16 de junho sáb 9hs às 13hs IGREJINHA 16 de junho 11hs Restaurante 10 de novembro

Leia mais

Campanha Nacional dos Bancários 2009

Campanha Nacional dos Bancários 2009 ALEGRETE -PAB Centro Administrativa da Prefeitura BAGÉ -Ag.Centro -PAB Justiça do Trabalho BENTO GONÇALVES CACHOEIRA DO SUL CAMAQUÃ -Ag Cidade Alta -Ag. Cachoeira do Sul -PAB Justiça do Trabalho Ag. Camaquã

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

Secretaria de Infraestrutura e Logística. Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Secretaria de Infraestrutura e Logística. Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Infraestrutura e Logística Governo do Estado do Rio Grande do Sul PLANO DE OBRAS RODOVIÁRIAS/2011 - MALHA RODOVIÁRIA PAVIMENTADA 7.353 Km - MALHA RODOVIÁRIA DUPLICADA 140 KM - EM OBRAS DE

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS:

Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS: NESTA PÁGINA VOCÊ ENCONTRA: Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS, coordenações e contatos Municípios que compõem cada Nucress O que são os Nucress? Como fazer para

Leia mais

FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS

FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS Frota em circulação representa todos os veículos registrados e até a data deste relatório não foram baixados, transferidos para outra UF ou tiveram seus registros desativados.

Leia mais

O papel do gestor municipal na promoção da sustentabilidade urbana na produção da Habitação de Interesse Social.

O papel do gestor municipal na promoção da sustentabilidade urbana na produção da Habitação de Interesse Social. O papel do gestor municipal na promoção da sustentabilidade urbana na produção da Habitação de Interesse Social. Maria do Carmo Avesani Diretora do Departamento de Produção Habitacional Secretaria Nacional

Leia mais

INFORME QUANTITATIVO. Esperamos que apreciem e se orgulhem da nossa entidade tanto quanto nos orgulhamos de trabalhar em prol da nossa profissão.

INFORME QUANTITATIVO. Esperamos que apreciem e se orgulhem da nossa entidade tanto quanto nos orgulhamos de trabalhar em prol da nossa profissão. INFORME QUANTITATIVO O CRCRS possui entre suas principais atribuições, efetuar o registro, fiscalizar o exercício da profissão contábil e prover a educação continuada como forma de qualificação e valorização

Leia mais

ANEXO III CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS

ANEXO III CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS POLO: Cacequi ANEXO III S TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS Manutenção e Alegrete POLO: Cachoeira do Sul Alegrete POLO: Cruz Alta POLO: Faxinal

Leia mais

PREÇOS CORRENTES 15/03/2013

PREÇOS CORRENTES 15/03/2013 PREÇOS CORRENTES 15/03/2013 SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Cotações Base Agrícola 05. Açúcar 07.

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO Divisão de Recursos Humanos INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR Todas escolas da Rede Pública Estadual são conveniadas ao Ministério

Leia mais

Telefone Endereço E-mail. Rua Ipiranga, 140 CEP: 92.010-290, Canoas, RS

Telefone Endereço E-mail. Rua Ipiranga, 140 CEP: 92.010-290, Canoas, RS Como contratar? O Programa Gaúcho de Microcrédito é operacionalizado nas normas do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado - PNMPO, que além de outros objetivos prevê que o atendimento

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO Divisão de Recursos Humanos INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR Todas escolas da Rede Pública Estadual são conveniadas ao Ministério

Leia mais

A Economia Global e as Perspectivas para o Agronegócio Brasileiro

A Economia Global e as Perspectivas para o Agronegócio Brasileiro A Economia Global e as Perspectivas para o Agronegócio Brasileiro Henrique de Campos Meirelles Julho de 20 1 pico = 100 Valor de Mercado das Bolsas Mundiais pico 100 Atual 80 Japão 60 40 crise 1929 20

Leia mais

Informações de Mercado

Informações de Mercado Informações de Mercado 04 de julho de 2013 Informações de Mercado Relevância do CI no desenvolvimento do país (*) Projeções Banco do Brasil (**) Projeção da ABECIP até 2015 e estimativa Dimob até 2016

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO Divisão de Recursos Humanos INSTITUIÇÕES DE ENSINO CONVENIADAS PARA FINS DE ESTÁGIO CURRICULAR Todas escolas da Rede Pública Estadual são conveniadas ao Ministério

Leia mais

RELAÇÃO DE CONVÊNIOS PARA ESTÁGIO COM O PODER PÚBLICO, INSTITUIÇÕES E EMPRESAS

RELAÇÃO DE CONVÊNIOS PARA ESTÁGIO COM O PODER PÚBLICO, INSTITUIÇÕES E EMPRESAS RELAÇÃO DE CONVÊNIOS PARA ESTÁGIO COM O PODER PÚBLICO, INSTITUIÇÕES E EMPRESAS Nº PARTÍCIPES OBJETO VIGENCIA CIDADE DO CAMPO DE ESTÁGIO 22A/2011 14/2011 74/2011 64/2011 ACISB - Associação Comercial Industrial

Leia mais

Revendas. Ferramentas de Penetração de Solos -FPS Ecoplan RUBENS TAVARES DE SOUZA ME (51)3652-1678

Revendas. Ferramentas de Penetração de Solos -FPS Ecoplan RUBENS TAVARES DE SOUZA ME (51)3652-1678 Arroio do Meio IRMÃOS HECK LTDA. 5197253740 Bagé Butiá BARBIERI & FILHO LTDA (53) 3242-8210 RUBENS TAVARES DE SOUZA ME (51)3652-1678 Cachoeirinha SULINA DE METAIS S/A 3471.4433 Camaquã ENIO CESAR SZORTYKA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA SEGURANÇA BRIGADA MILITAR 36ª OPERAÇÃO GOLFINHO 2005/2006

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA SEGURANÇA BRIGADA MILITAR 36ª OPERAÇÃO GOLFINHO 2005/2006 1. SALVAMENTOS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA SEGURANÇA BRIGADA MILITAR 36ª OPERAÇÃO GOLFINHO 2005/2006 RELATÓRIO DE SALVAMENTOS PERÍODO DE ATUAÇÃO: 17 DEZ 2005 a 13 MAR 2006. 1.1

Leia mais

Concessão de Registro

Concessão de Registro GABINETE DO MINISTRO DESPACHOS DO CHEFE DE GABINETE Em 9 de julho de 2009 Concessão de Registro No uso de suas atribuições legais e com fundamento na Portaria 186, publicada em 14 de abril de 2008, e Nota

Leia mais

CULTIVARES DE SOJA I N D I C A D A S P A R A

CULTIVARES DE SOJA I N D I C A D A S P A R A D E S E M P E N H O D E CULTIVARES DE SOJA I N D I C A D A S P A R A O R I O G R A N D E D O S U L Julho, 2013 RESULTADOS DE 2012 2013 Rendimento e características agronômicas das cultivares, indicadas

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS. Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS. Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS REESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DO DETRAN/RS EIXOS DE AÇÃO: I. EFICIÊNCIA NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS A POPULAÇÃO; II. EDUCAÇÃO

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 4 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA Terapeuta Ocupacional

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 3 Licença Temporaria de Trabalho-TO 2 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE

Leia mais

Hepatites Virais no Rio Grande do Sul

Hepatites Virais no Rio Grande do Sul Hepatites Virais no Rio Grande do Sul Observamos na tabela abaixo um importante decréscimo na incidência da hepatite A, o que pode ser justificada pela melhor estrutura de saneamento público do estado,

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS. RFB-Regimento Interno-Alterações nos Anexos VII e IX

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS. RFB-Regimento Interno-Alterações nos Anexos VII e IX VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX Orientador Empresarial TRIBUTOS RFB-Regimento Interno-Alterações nos Anexos VII e IX PORTARIA RFB 2.401/2011-DOU: 05.04.2011 Altera

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES I - A Cooperativa de Economia e Credito Mútuo dos Funcionários dos Correios no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná CredCorreios, divulga o presente

Leia mais

Perspectivas de Mercado

Perspectivas de Mercado Perspectivas de Mercado Estratégico Nível Gestão Gerencial Nível Caixa Nível Operacional Pecuária Custos de Corte Tecnologia do uso da informa ção Alcides Torres Insumos Bens de Fabiano R. Tito Rosa Scot

Leia mais

LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS

LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS Local atendimento Telefones Município Hospital de Alvorada Alvorada Hospital Municipal de Pronto Dr. Nelson Marchezan Canoas Hospital

Leia mais

Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus Janeiro de 2016

Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus Janeiro de 2016 Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus Janeiro de 2016 Semana Epidemiológica 05 (31/01 a 06/02)* A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (SES/RS), por meio do Centro Estadual

Leia mais

Alpestre Alto Feliz Ararica Bagé Brochier Butiá Cachoeirinha Campo Bom Canoas Capão da Canoa Capão do Leão Capivari do Sul Casca Caxias do Sul

Alpestre Alto Feliz Ararica Bagé Brochier Butiá Cachoeirinha Campo Bom Canoas Capão da Canoa Capão do Leão Capivari do Sul Casca Caxias do Sul Apoio: Apoio: Alpestre Alto Feliz Ararica Bagé Brochier Butiá Cachoeirinha Campo Bom Canoas Capão da Canoa Capão do Leão Capivari do Sul Casca Caxias do Sul Cidreira Ciríaco Cruzeiro do Sul David Canabarro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06257/2011/RJ COGAP/SEAE/MF Em 25 de março de 2011. Referência: Processo n.º 18101.000131/2011-85. Assunto: Distribuição Gratuita

Leia mais

ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE 2ª CRE - SÃO LEOPOLDO

ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE 2ª CRE - SÃO LEOPOLDO ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE PORTO ALEGRE 1a/4a LP/CONHEC. LING. GUARANI 1a/4a LP/CONHEC. LING. KAINGANG ED ESP - DEFIC AUDITIVA/LIBRAS ED ESP - DEFIC MENTAL ED ESP - DEFIC MULTIPLA ED ESP - DEFIC

Leia mais

ROVIIMCIA D A SÃO PEDRO STADO DO RIO. CENSOS DO RSi 1803-195O. nwaaos, das Nissffes.. itimitc municip&l Limite exterior.

ROVIIMCIA D A SÃO PEDRO STADO DO RIO. CENSOS DO RSi 1803-195O. nwaaos, das Nissffes.. itimitc municip&l Limite exterior. D ROVIIMCIA D A SÃO PEDRO STADO DO RIO GRAN UL CENSOS DO RSi 0 O JJòâf Bttptista, MiguelArch CT/ÜÍ»

Leia mais

CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I ORGANIZAÇÃO, JURISDIÇÃO E LIMITES

CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I ORGANIZAÇÃO, JURISDIÇÃO E LIMITES CAPÍTULO 1 NPCP-RS/2008 DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I ORGANIZAÇÃO, JURISDIÇÃO E LIMITES 0101 - COMPOSIÇÃO E JURISDIÇÃO a) Composição A Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul (CPRS) é composta pela sua

Leia mais

ANEXO III CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS

ANEXO III CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS ANEXO III S TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO MODALIDADE DE ENSINO EAD OFERTADOS NO IF FARROUPILHA VAGAS OFERTADAS POLO: Alegrete Manutenção e Suporte em proponente PcD EP 1,5 EP > 1,5 AC VAGAS Alegrete 2 1 2 1

Leia mais

CRONOGRAMA DAS ASSEMBLEIAS DE NÚCLEO 2014 - SICREDI ALTO URUGUAI RS/SC

CRONOGRAMA DAS ASSEMBLEIAS DE NÚCLEO 2014 - SICREDI ALTO URUGUAI RS/SC CRONOGRAMA DAS ASSEMBLEIAS DE NÚCLEO 2014 - SICREDI ALTO URUGUAI RS/SC DATA HORÁRIO UA NÚCLEO LOCAL ENDEREÇO COMPLETO 06/03/14 19:00 Ametista do Sul Núcleo 003 Salão da Comunidade Linha Santo Antão, sn,

Leia mais

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 29/05/2008 19:49 Fechamento dos Lotes (Resumo)

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 29/05/2008 19:49 Fechamento dos Lotes (Resumo) COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB 1 Fechamento dos Lotes (Resumo) LOTE QUANTIDADE VALORES NEGOCIADOS NR. Municipio UF Ofertado Negociado Sobra % Abertura Fech. Vl.Operação 1 ARROIO GRANDE RS

Leia mais

SINDICATO DOS BANCOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DO RAMO FINANCEIRO

SINDICATO DOS BANCOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DO RAMO FINANCEIRO SINDICATO DOS BANCOS NO E SANTA CATARINA Por este instrumento, de um lado, o SINDICATO DOS BANCOS NOS E SANTA CATARINA, e de outro, a FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DO ESTADO DO

Leia mais

I Carta do Fórum dos Conselhos Municipais de Educação- RS

I Carta do Fórum dos Conselhos Municipais de Educação- RS I Carta do Fórum dos Conselhos Municipais de Educação- RS Os Conselhos Municipais de Educação do Rio Grande do Sul, reunidos no Fórum Estadual de CMEs-RS, nos dias 26 e 27 de Outubro de 1995, após a realização

Leia mais

As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário

As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário JOSÉ VICENTE FERRAZ JULIANA MORETTI ANGELO 20 de Junho 2008 Investment Grade Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil (milhões

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: a Portaria GM/MS nº 2.439/05, que institui a Política Nacional de Atenção Oncológica;

Leia mais

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com. Agronegócio Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.br GRÃOS Produção (milhões de T. USDA - Fevereiro de 2014; Projeções

Leia mais

Campanha Salarial Bancários 2011

Campanha Salarial Bancários 2011 ALEGRETE: Ag. Centro Ag. Centro Ag. Centro Base: Ag. Manoel Viana -HSBC: Ag. Centro -Bradesco: Ag. Centro -Santander: Ag. Centro -Itaú: Ag. Centro BAGÉ: Ag. Centro Ag Bagé (parcial) Ag Bagé -Bradesco:

Leia mais

DADOS POPULACIONAIS DO REBANHO OVINO GAÚCHO

DADOS POPULACIONAIS DO REBANHO OVINO GAÚCHO DADOS POPULACIONAIS DO REBANHO OVINO GAÚCHO Diego Viali dos Santos, MSc., médico veterinário do Serviço de Epidemiologia e Estatística (SEE) da Divisão de Fiscalização e Defesa Sanitária Animal (DFDSA)

Leia mais

4.1.6 - Dados operacionais, por linha interestadual ou internacional - 2003

4.1.6 - Dados operacionais, por linha interestadual ou internacional - 2003 4.1.6 - Dados operacionais, por linha interestadual ou internacional - 2003 Linha Denominação Empresa Nº de Transporte de passageiros Distância Percorrida Transporte de passageiros Prefixo Código Viagens

Leia mais

AVALIAÇÃO ECONÔMICA EM SISTEMAS PECUÁRIOS DE CICLO COMPLETO NO ESTADO RIO GRANDE DO SUL

AVALIAÇÃO ECONÔMICA EM SISTEMAS PECUÁRIOS DE CICLO COMPLETO NO ESTADO RIO GRANDE DO SUL AVALIAÇÃO ECONÔMICA EM SISTEMAS PECUÁRIOS DE CICLO COMPLETO NO ESTADO RIO GRANDE DO SUL JOÃO GARIBALDI ALMEIDA VIANA; VICENTE C. P. SILVEIRA; ADRIANA FERREIRA VARGAS; UFSM SANTA MARIA - RS - BRASIL joaogaribaldi@brturbo.com.br

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Negociação de contratos futuros e de opções de milho na BVMF

Negociação de contratos futuros e de opções de milho na BVMF Negociação de contratos futuros e de opções de milho na BVMF Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Milho e Sorgo 11 de março de 2010 Agenda 1 Características do Mercado de Milho 2 Contratos Futuros e

Leia mais

Zoneamento climático das condições para o desenvolvimento da larva do mosquito transmissor do vírus da dengue no Estado do Rio Grande do Sul

Zoneamento climático das condições para o desenvolvimento da larva do mosquito transmissor do vírus da dengue no Estado do Rio Grande do Sul [www.reciis.cict.fiocruz.br] ISSN 1981-6278 Artigos originais Zoneamento climático das condições para o desenvolvimento da larva do mosquito transmissor do vírus da dengue no Estado do Rio Grande do Sul

Leia mais

CREA RS UM CONSELHO PARA TODOS O SISTEMA CONFEA/CREA. (Fiscalização Federal das profissões de Engenharia, Arquitetura e Agronomia)

CREA RS UM CONSELHO PARA TODOS O SISTEMA CONFEA/CREA. (Fiscalização Federal das profissões de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) CREA RS UM CONSELHO PARA TODOS Palestra: O SISTEMA CONFEA/CREA (Fiscalização Federal das profissões de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) Apresentação: Eng. Mec. Ary Trevisan Coordenado CEEI Eng. Mec.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SELEÇÃO DE ALFABETIZADORES, COORDENADORES DE TURMAS E TRADUTORES-INTÉRPRETES DE LIBRAS PARA O PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO/RS.

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL Jonas Irineu dos Santos Filho Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves O consumo de proteína animal no mundo

Leia mais

A PECUÁRIA NO RIO GRANDE DO SUL: A ORIGEM, A EVOLUÇÃO RECENTE DOS REBANHOS E A PRODUÇÃO DE LEITE

A PECUÁRIA NO RIO GRANDE DO SUL: A ORIGEM, A EVOLUÇÃO RECENTE DOS REBANHOS E A PRODUÇÃO DE LEITE A PECUÁRIA NO RIO GRANDE DO SUL: A ORIGEM, A EVOLUÇÃO RECENTE DOS REBANHOS E A PRODUÇÃO DE LEITE Pascoal José Marion Filho Prof. Dr. do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Santa

Leia mais

Hospitais com Registros Hospitalares de Câncer Região Sul (atualizado em junho de 2009)

Hospitais com Registros Hospitalares de Câncer Região Sul (atualizado em junho de 2009) Hospitais com Registros Hospitalares de Câncer Região Sul (atualizado em junho de 2009) PARANÁ CASCAVEL Clinica Médica Nossa Senhora de Salete Rua Carlos de Carvalho, 4183 - Centro - Cascavel - PR Cep:

Leia mais

Cesta básica volta a subir em Novembro

Cesta básica volta a subir em Novembro Piracicaba, 03 de dezembro de 2014. Cesta básica volta a subir em Novembro Os preços médios mensais da Cesta Básica de Piracicaba ICB - ESALQ/FEALQ, calculado pela EJEA, têm oscilado nos últimos meses

Leia mais

PORTARIA Nº 337/2013

PORTARIA Nº 337/2013 PORTARIA Nº 337/2013 Autoriza a transferir recursos aos Municípios para implementar os Projetos Prioritários de Governo, a regionalização da saúde, a universalização da saúde e o cofinanciamento hospitalar.

Leia mais

Secretaria Municipal de Assistência Social - Joinville PR Secretaria de Estado da Família

Secretaria Municipal de Assistência Social - Joinville PR Secretaria de Estado da Família Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Infantojuvenil no Território Brasileiro RELATÓRIO DE MONITORAMENTO REGIONAL NOTA: A elaboração deste relatório deve seguir

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS. Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA

PROJETO DE PESQUISA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS. Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS PROJETO DE PESQUISA Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA Período: Janeiro a Dezembro de 2015 Vitória, dezembro de 2015 Cesta Básica

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 21/06/2013 a 27/06/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

OPERAÇÕES DE FRETE/2011

OPERAÇÕES DE FRETE/2011 JAN (lta) 213.840 213.840 48.693,90 213.840 213.840 48.693,90 FEV 48.300 48.300 4.859,10 91.839 91.839 8.767,52 722.756 722.756 45.937,39 MAR 862.895 862.895 59.564,01 142.600 142.600 12.482,77 290.232

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando: RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando: o trabalho de educação permanente e suporte assistencial desenvolvido pela equipe do

Leia mais

IGP-M. Março/2016. 30 de março de 2016. Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Março/2016. 30 de março de 2016. Secretaria de Política Econômica IGP-M Março/2016 30 de março de 2016 mar 99 set 99 mar 00 set 00 mar 01 set 01 mar 02 set 02 mar 03 set 03 mar 04 set 04 mar 05 set 05 mar 06 set 06 mar 07 set 07 mar 08 set 08 mar 09 set 09 mar 10 set

Leia mais

Pesquisa da CNM sobre a Demanda reprimida em Saúde no Estado do Rio Grande do Sul

Pesquisa da CNM sobre a Demanda reprimida em Saúde no Estado do Rio Grande do Sul Pesquisa da CNM sobre a Demanda reprimida em Saúde no Estado do Rio Grande do Sul Brasília - 2011 Situação da Saúde no Estado do Rio Grande do Sul Introdução Em virtude dos registros das solicitações de

Leia mais

MILHO TRANSCÊNICO: CADA VEZ MAIS PRESE

MILHO TRANSCÊNICO: CADA VEZ MAIS PRESE MILHO TRANSCÊNICO: CADA VEZ MAIS PRESE A Fundação Pró-Sementes aponta que um dos grandes problemas encontrados nos arrozais é a forte atuação de plantas invasoras, que são de difícil controle, prejudicando

Leia mais

3 MATERIAL E MÉTODOS

3 MATERIAL E MÉTODOS 3 MATERIAL E MÉTODOS 3.1 Fundamentação Teórica Quando se quer obter informações de um grupo de variáveis ou de um conjunto total dos dados de uma região, usualmente recorre-se à análise multivariada. A

Leia mais