Lista de Exercícios 03: Derivadas e Aplicações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lista de Exercícios 03: Derivadas e Aplicações"

Transcrição

1 Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Centro de Ciências e Tecnologias Agroalimentar - CCTA Unidade Acadêmica de Ciências e Tecnologia Ambiental - UACTA Disciplina: Cálculo Professor: Paulo Pamplona Lista de Eercícios 03: Derivadas e Aplicações Parte I: Derivadas. Derive as seguintes funções: a) f() = b) f() = c) f() = 2/3 + 5 / /3 d) f() = e) f() = f) f() = 4 ( ) 3 g) f() = ( 3 5)( 4 2) h) f() = i) f() = e 3 j) f() = 2 ln( + 2) k) f() = sen( 2 + 3) l) f() = ln(e ) m) f() = tan() n) f() = cot() o) f() = sec() p) f() = csc() q) f() = arc cos() r) f() = arc cot() s) f() = arc csc() t) f() = arc tan( 2 + 2) u) f() = e + 2 v) f() = e ln( 3 ) ) f() = ln(ln(ln())) y) f() = ln( + ln( + )) z) f() = Determine as equações da reta tangente e da reta normal à curva y = f() no ponto dado: a) f() = 3, no ponto (2, 8) c) f() = 5 ln(), no ponto (2, 5 ln(2)) b) f() = ( ) 2, no ponto (2, ) d) f() = 3sen() +, no ponto ( π 2, 4) 3. Encontre os números críticos das funções dadas abaio: a) f() = c) f() = ( 2 4) 2 3 b) f() = d) f() = Determine os etremos absolutos das funções em cada intervalo e esboce o gráfico das funções. a) f() = 4 3; ], 2] f) f() = ; [, 2] b) f() = ; [ 3, ] g) f() = 3 + ; [ 3, + [ c) f() = ; [ 4, 0] h) f() = 4 + ; ]0, 6[ d) f() = ; [ 2, 4] i) f() = 5 3 ; [ 3, 3] e) f() = 2/3 ; [ 4, 0] j) f() = + 2 ; [ 3, 4] 5. Em cada caso abaio, determine: a) os números críticos de f; b) os máimos e mínimos relativos de f; c) os intervalos de crescimento e decrescimento de f; d) os pontos de infleão e intervalos de concavidade para f; e) esboce o gráfico de f. a) f() = b) f() = c) f() = d) f() = e) f() = f) f() = g) f() = h) f() = i) f() = 2 j) f() = 6 /3 2/3

2 2 6. Determine a e b para que (, 2) seja ponto de infleão para f() = a 3 + b Determine a e b de modo que f() = 3 + a 2 + b tenha um etremo relativo no ponto (2, 3). 8. Usando diferenciação implícita, determine a derivada de y em relação a. a) 2 3 y + 3y 3 = 5; b) 3 y y 2 y = 0 d) e y + ln(y) = Usando a regra de L Hospital, calcule os limites: a a) lim 3 a 3 a 3 e) lim e [ ln(/n) b) lim f) lim n n sen() ] c) lim d) lim 2 3 g) lim [ ln( + ) h) lim e cos() 2 + ] i) lim cos( 2 ) j) lim sen[ sen()] sen() k) lim [ sen( 2 + ) 2 sen( 2 ) l) lim e 3 cos( 2 ) Dada a função f() = + 2, esboce o gráfico de f e verifique que f é contínua em = 2 mas que não eiste f ( 2). { 2 +, se 4. Dada a função f() = esboce o gráfico de f, verifique se f é ou não 6, se > 4, contínua em = 4 e verifique se f é ou não diferenciável em = Seja g uma função contínua em a e f() = ( a)g(). Mostre que f (a) = g(a). 3. Sejam f, g, h funções diferenciáveis. Mostre que se F () = f()g()h(), então F () = f ()g()h() + f()g ()h() + f()g()h (). 4. Dadas as funções f() = 3 e g() = f( 2 ), encontre f ( 2 ) e g (). 5. Sejam f e g funções tais que f () = e f(g()) =. Se eiste g (), mostre que g () = g(). 6. Verifique se as hipóteses do teorema de Rolle são satisfeitas para as funções dadas em cada intervalo abaio e encontre um valor para c que satisfaça a conclusão deste teorema. a) f() = ; [, 3] b) f() = ; [, 2]. 7. Verifique se as hipóteses do teorema do valor médio são satisfeitas em cada caso abaio e encontre um valor para c que satisfaça a conclusão deste teorema. a) f() = ; [0, ] b) f() = 2 3 ; [0, ]. 8. Encontre c ]0, [ que verifique o teorema do valor médio para a função f() = 2 +. ]

3 3 Questões Etras 9. Seja f() = a + b, onde a e b são números reais. Sabendo-se que = é ponto de máimo 2 relativo para f e que f()f( ) = 3, determine a + b. 20. Seja f() = a b, onde a e b são números reais. Sabendo-se que = é ponto crítico de f e que = 2 é ponto de infleão de f, determine a + b. Resp.: Dada f() = ( + e) +, determine f (0). f() 22. Se f : R R é uma função tal que f(0) = 0 e lim 2 = 5, determine f (0). 23. Seja g : R R uma função derivável e f() = g( 3 2). Sabendo-se que g ( 4) = 3, determine f ( 2). Resp.: Seja g : R R uma função derivável tal que g( 3) = 2 e g ( 3) =. Se f : R R é uma função definida por f() = 2 g( ), determine f (). Resp.: 25. Dada f() = sen(), determine f (π). f() 26. Seja f uma função diferenciável tal que lim =. Determine a equação da reta tangente ao gráfico de f no ponto (, ). 27. Dada f() = ln(), determine f (e). 28. Dada f() = 3 e + 3 4, determine f (). Resp.: 3e Dada f() = sen 2 ( 2 ), determine f ( π 2 ). Resp.: π 30. Dada f() = 3, determine f (). Resp.: 3 3. Determine o coeficiente angular da reta tangente ao gráfico da função f() = ponto (, 6). Resp.: Seja f() = 3 + e e g a função inversa de f. Determine g ( + e). Resp.: +e 33. Seja f() = e g a função inversa de f. Determine g (). 34. Determine a equação da reta tangente ao gráfico da função f() = ln[ 2 + sen(3) + ] no ponto (0, 0). Resp.: y = Determine o máimo absoluto da função f() = no intervalo [2, 3]. Resp.: Se y é função de dada implicitamente pela equação ln( + y) = e y, determine y (0). 37. Sejam f() = sen() e g() = tg(). Sabendo-se que f (a) = 4, determine g (a). no

4 4 Parte II: Problemas Envolvendo Derivadas OTIMIZAÇÃO 0) Um estudo de eficiência realizado em uma fábrica durante o turno da manhã mostra que um operário que começa trabalhar às 8 horas terá produzido, em média, Q(t) = t 3 + 9t 2 + 2t unidades t horas mais tarde. Supondo que o turno da manhã vá de 8 horas ao meio-dia, em que hora da manhã os operários são mais produtivos. 02) Uma projeção válida para 5 anos, revela que daqui a t anos a população de um certo bairro será P (t) = t 3 + 9t t + 50 mil habitantes. Determine em que instante, dentro do período de 5 anos, a taa de crescimento da população será máima e em que instante será mínima? 03) O departamento de estradas de rodagem pretende construir uma área de piquinique para motoristas à beira de uma rodovia movimentada. O terreno deve ser retangular, com uma área de metros quadrados, e ser cercado nos três lados que não dão para a rodovia. Qual o menor comprimento da cerca necessária para a obra? 04) Um fazendeiro tem 2400 m de cerca e quer cercar um campo retangular que está na margem de um rio reto. Ele não precisa de cerca ao longo do rio. Quais são as dimensões do campo que tem maior área? 05) Pretende-se estender um cabo de uma usina de força à margem de um rio com 900 metros de largura até uma fábrica situada do outro lado do rio, metros rio abaio. O custo para estender o cabo pelo rio é de 5 reais o metro e o custo para estender o cabo por terra é de 4 reais o metro. Qual o percurso mais econômico para estender o cabo. 06) Um homem está de pé na margem de um rio com km de largura e quer chegar a uma cidade situada na margem oposta, km rio acima. Para isso, pretende remar em linha reta até um ponto P na margem oposta do rio e caminhar até a cidade. Qual deve ser a localização do ponto P para que o percurso seja coberto no menor tempo possível, sabendo que o homem é capaz de remar a 4km/h e andar a 5km/h? 07) Duas cidades A e B devem receber suprimentos de água de um reservatório a ser localizado às margens de um rio em linha reta que está a 20km de A e a 0km de B. Se a distância entre A e B é de 20km e A e B estão do mesmo lado do rio, a que distância de A e de B deve estar localizado o reservatório para que se gaste o mínimo de tubulação. 08) Um agente da polícia se encontra ao meio-dia dirigindo um jipe na areia do deserto, no pequeno principado de Alta Loma. O agente se encontra a 32 km do ponto mais próimo de uma estrada pavimentada retilínea. A uma distância de 6 km, nesta mesma estrada, eiste uma usina de energia elétrica abandonada na qual um grupo de bandidos está mantendo refém o chefe do agente. Se o agente não chegar com o resgate até as 2h50min, os bandidos irão eecutar o refém. O jipe pode viajar a 48 km/h na areia do deserto e a 80km/h na estrada pavimentada. O agente conseguirá chegar a tempo?

5 5 09) Um homem lança seu bote em um ponto A na margem de um rio reto, com largura de 3 km, e deseja atingir tão rápido quanto possível um ponto B na outra margem, 8 km rio abaio. Ele pode dirigir seu barco diretamente para o ponto C e então seguir andando para B, ou remar ATÉ um ponto D entre C e B e então andar até B. Se ele pode remar a 6 km/h E andar a 8 km/h, onde ele deveria aportar para atingir B o mais rápido possível? (Estamos supondo que a velocidade da água é desprezível comparada com a velocidade na qual o homem rema.) 0) Um espião é deiado por um submarino para ser embarcado em um bote a 2 km de um ponto P numa praia reta com direção Norte-Sul. Ele precisa chegar a uma casa na praia a 6km ao Norte de P. Remando ele percorre 3km/h e andando 5km/h. Sua intenção é remar a um certo ponto ao Norte de P e depois andar o resto do caminho. Pergunta-se: a) A que distância ao Norte de P ele deve desembarcar para chegar à casa no menor tempo possível? b) Qual a duração da viagem? c) Se remar até P e de P até a casa, quanto tempo a mais ele gastará? d) Se a casa tiver a 8km de P, a resposta de a) será a mesma? e) Se o bote estiver munido de um motor que desenvolve uma velocidade de 5km/h, qual seria a distância ao Norte de P para se chegar no menor tempo possível? f) Qual a menor velocidade em que tal rota continua sendo a mais rápida? ) João mora na margem de um rio de km de largura, sem correnteza e com margens retilíneas e paralelas. Sua escola fica na outra margem, 2 km adiante, conforme a figura. Para chegar à escola, João deve tomar um barco que navega a 3 km/h em linha reta, da porta de sua casa até algum ponto na outra margem. O restante do caminho é percorrido a pé, a uma velocidade de 5 km/h. Qual o tempo mínimo necessário para João ir de casa à escola? 2) Uma caia fechada com base quadrada deve ter um volume de 2.000cm 3. O material da tampa da base custa 3 reais por cada centímetro quadrado e o material para o lado da caia custa,5 reais por cada centímetro quadrado. Determine as dimensões da caia de modo que o custo do material seja o menor possível. 3) Deseja-se fabricar uma caia d água sem tampa, de fundo quadrado, de maneira que o seu volume seja de 08 m 3. Determine o lado da base quadrada que minimiza a quantidade de material utilizado na confecção da caia. Resp.: 6m.

6 6 4) Uma lata cilíndrica deve conter um certo volume de líquido. O custo do material usado para o fundo e para a tampa da lata é de 3 centavos por centímetros quadrado e o custo do material usado para o lado da lata é de 2 centavos por centímetros quadrados. Obtenha uma relação simples entre o raio e a altura da lata de modo que o custo do material seja o menor possível. 5) Determine as dimensões do retângulo de maior área inscrito num círculo de raio R. 6) Determine as dimensões do retângulo de maior área inscrito na elípse de eios a e b. 7) Determine as dimensões que deve ter uma lata na forma de um cilindro reto de um litro de volume, de modo que o material usado na sua fabricação seja mínimo. 8) Determine as dimensões do cilindro reto de maior volume que pode ser inserido num cone reto de base circular com raio r e altura h. TAXAS RELACIONADAS 9) O lados de um triângulo estão crescendo com velocidades 3m/s e 4m/s. Determine com que velocidade cresce a área do triângulo quando os lados medem 4 e 5 metros, respectivamente. 20) O volume de um cubo cresce a 0cm 3 /min. Determine com que velocidade cresce seus lados quando possuem 5cm de comprimento. 2) Um cateto de um triângulo retângulo cresce com velocidade igual ao dobro do outro. A que velocidade cresce a hipotenusa quando os catetos são iguais a b. 22) Uma escada de 5cm de comprimento se encontra apoiada numa parede e sobre um plano horizontal. Se o lado inferior da escada é arrastado com velocidade de 2m/s quando ela está a 4m de distância da parede, determine com que velocidade o outro etremo da escada está descendo. 23) Considere no eemplo anterior que a escada está apoiada sobre um plano inclinado que faz um ângulo de 30 graus com a horizontal. 24) O volume de uma região esférica cresce a uma taa de 3cm 3 /s. A que taa cresce o raio quando r =? 25) Dois corpos se movimentam em trajetórias paralelas com uma separação de 0 metros e em direções opostas. Se um corpo se movimenta a 0 m/s e o outro a 5m/s, encontre a velocidade com que estes corpos se acercam quando a distância horizontal entre eles é de 5m. 26) Dois carros estão viajando em direção ao cruzamento de duas rodovias. O primeiro vai dirigindo à taa de 72km/h na direção a Oeste-Leste e o outro vai dirigindo à taa de 54km/h na direção a Norte-Sul. A que taa os carros se aproimam um do outro no instante em que o primeiro estiver a 400 metros e o segundo a 300 metros do cruzamento? 27) Um tanque tem a forma de um cone invertido tendo uma altura de 5 metros e raio da base igual a metro. O tanque se enche de água à uma taa de 2m 3 /min. com que velocidade o nível da água sobe quando ele está a 3 metros de profundidade? 28) (VELOCIDADE INSTANTÂNEA) Um objeto move-se ao longo de uma reta de acordo com a equação do movimento s(t) = 4t com t 0. Determine os valores de t para os quais a medida da velocidade instantânea é: a) v=0; b) v=; c) v=2. Respostas: a) t = 0; b) t = ; c) não eiste t R. 2

7 7 Respostas: Questão : a) 8 + 5; b) ; c) e) ; d) ; ; f) 3( ) ; g) ; h) ( 3 2) 2 ; i) ( + 3)e 3 ; j) 2 ln( + 2) ; k) 2 cos(2 + 3); l) 2 ; m) sec2 (); n) csc 2 (); o) sec() tan(); p) csc() cot(); q) ; r) ; s) 2 ; 2 t) ; u) 3e + 2 (2 ) 2 ; v) 3 4 ; ) ln() ln(ln()) ; y) ( + )( + ln( + )) ; z) 2 ( + )( + ; + ) Questão 2: a) RT: y = 2 6 RN: y = ; b) RT: y = 4 7 RN: y = ; c) RT: y = ln(2) 5 RN: y = ln(2) ; d) RT: y = 4 RN: = π 2. Questão 3: Questão 4: a) = 3 e = 5; b) = ± e = 3; c) = ±2 e = 0; d) nenhum. a) f(2) = 2 mín.; b) f( 3) = 46 mín. e f( ) = 0 má.; c) f( 2) = 0 mín. e f( 4) = 44 má.; d) f(3) = 58 mín. e f(4) = 48 má. e) f(0) = 0 mín. e f( 2) = 3 4 má. ; f) f( ) = mín. e f(2) = 2 má. ; g) f( 3) = 0 mín. ; h) f(4) = mín.; i) f( 3) = mín. e f(3) = 5 má.; j) f( ) = 3 mín. e f(2) = 3 má.; Questão 5: a) f( ) = 5 é má. rel.; f() = 3 é mín. rel.; (0, ), ponto de infleão; f cresce em (, ] e [, + ); f decresce em [, ]; côncavo para baio para < 0; côncavo para cima para > 0; b)f( 3) = 5 é má. rel.; f( 3 ) = 2 27 é mín. rel.; ( 5 3, 7 27 ) é ponto de infleão; f cresce em ], 3] e [ 3, + [; f decresce em [ 3, 3 ]; côncavo para baio para < 5 3 ; côncavo para cima para > 5 3 ; c)f() = 4 é min. rel.; f( 2) = 3 é má. rel.; ( /2, f( /2)) é ponto de infleão; f cresce em ], 2] e [, + [; f decresce em [ 2, ]; côncavo para baio para < 2 ; côncavo para cima para > 2 ; h) f( 3 ) = 2 3 min. rel. Questão 6: a = e b = 3. j) f(27) = 9 má. rel. Questão 7: a = 3 e b = 7. Questão 9: a) 3a 2 ; b) n ; c) 0; d) ln(2 3 ); e) 0; f) 0; g) ; h) ; i) 0; j) ; k) 0; l) 0. 2 Questão 4: a) f () = 3 4 e g () = 6 5. Questão 5: a) c = 2; b) c = 3 (2 + 7) ou c = 3 (2 7). Questão 6: a) c = 2 ; b) c = Questão 7: c = 2 ;

MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações

MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações 1) Determine a função derivada de f definida por: a) ( 2 + 4 5) 4 b) (2 4 7 3 ) e c)

Leia mais

= ; a = -1, b = 3. 1 x ; a = -1, b = 0. M > 0 é um número real fixo. Prove que quaisquer que sejam x, y em I temos f ( x) < x.

= ; a = -1, b = 3. 1 x ; a = -1, b = 0. M > 0 é um número real fixo. Prove que quaisquer que sejam x, y em I temos f ( x) < x. INSTITUTO DE MATEMÁTICA -UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA LIMITES E DERIVADAS MAT B a LISTA DE EXERCÍCIOS - 008. - Prof a Graça Luzia Dominguez Santos. Prove que entre duas raízes consecutivas de uma função

Leia mais

Lista de Exercícios do capítulo 4

Lista de Exercícios do capítulo 4 Lista de Eercícios do capítulo 4 1. Eplique a diferença entre um mínimo local e um mínimo absoluto. 2. Nos gráficos abaio, diga se a função tem um máimo local, um mínimo local, um máimo absoluto, um mínimo

Leia mais

Lista de Exercícios 3 1

Lista de Exercícios 3 1 Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Matemática MTM122 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I 1 Encontre os pontos críticos das funções a seguir: Lista de Eercícios 1 a f = + 7 2 5 b g = 7/ +

Leia mais

1 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MAT /02/2011 Professores: Rosane (Coordenadora), Allan e Cristiane. = 2x. , determine os valores de x tais que:

1 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MAT /02/2011 Professores: Rosane (Coordenadora), Allan e Cristiane. = 2x. , determine os valores de x tais que: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 3657-000 - VIÇOSA - MG BRASIL. Resolva as equações: a) 3 7 + b) 5 3 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MAT 4 8/0/0 Professores: Rosane (Coordenadora),

Leia mais

TRABALHO 1 CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: =, no ponto x = 2?

TRABALHO 1 CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: =, no ponto x = 2? TRABALHO CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: Questão 0 Ache a derivada das seguintes funções: 0 y 0 y 5 5 y e) y y Questão 0 Qual é a derivada da função, no ponto? Questão 0 Se, calcule () f Questão

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas 5ª Lista de Exercícios de MAT140 Cálculo /2

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas 5ª Lista de Exercícios de MAT140 Cálculo /2 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Eatas e Tecnológicas 5ª Lista de Eercícios de MAT Cálculo / ) Resolva as integrais definidas abaio a) ( + )d c) (5 ) d e) +

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Quarta lista de Eercícios de Cálculo Diferencial e Integral I - MTM 1 1. Nos eercícios a seguir admita

Leia mais

MAT Cálculo I - POLI a Lista de Exercícios

MAT Cálculo I - POLI a Lista de Exercícios MAT 453 - Cálculo I - POLI - 003 a Lista de Eercícios. Calcule a derivada indicada em cada caso: a) y se y = ; b) y se y = ( ) d ; c) ; d + ( d) d d 3 + ); e) d500 3 d 500 (3 3 79 + 4).. Calcule dy por

Leia mais

Boa Prova! arcsen(x 2 +2x) Determine:

Boa Prova! arcsen(x 2 +2x) Determine: Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Centro de Ciências e Tecnologia - CCT Unidade Acadêmica de Matemática e Estatística - UAME - Tarde Prova Estágio Data: 5 de setembro de 006. Professor(a):

Leia mais

Estudar mudança no valor de funções na vizinhança de pontos.

Estudar mudança no valor de funções na vizinhança de pontos. Universidade Federal de Alagoas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Curso de Arquitetura e Urbanismo Disciplina: Fundamentos para a Análise Estrutural Código: AURB006 Turma: A Período Letivo: 007- Professor:

Leia mais

Derivada de funções na forma paramétrica

Derivada de funções na forma paramétrica Derivada de funções na forma paramétrica Sejam ( t) y y( t) (1) duas funções da mesma variável t [a,b]. Tomando e y como as coordenadas de um ponto P, podemos dizer que a cada valor de t, corresponde um

Leia mais

CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I NOTAS DE AULAS Prof. Dr. Luiz Francisco da Cruz Departamento de Matemática UNESP/Bauru

CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I NOTAS DE AULAS Prof. Dr. Luiz Francisco da Cruz Departamento de Matemática UNESP/Bauru REGRA DE LHÔPITAL Teorema: Suponhamos que f (a) g(a) e que f (a) e g (a) eistam com g(a). Então: lim a f() g() f(a) g(a). in det er min ação. Forma mais avançada do Teorema de L Hospital: Suponhamos que

Leia mais

Matemática Exercícios

Matemática Exercícios 03/0 DIFERENCIAÇÃO EM R Matemática Eercícios A. Regras de Derivação Calcular a derivada de f( considerando que toma unicamente os valores para os quais a fórmula que define f( tem significado:. f ( 3 5

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas

Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas 1) Esboce o gráfico da função f(x) = x + e responda qual é a taxa de variação média dessa função quando x varia de 0 para 4?

Leia mais

1 Definição de Derivada

1 Definição de Derivada Departamento de Computação é Matemática Cálculo I USP- FFCLRP Prof. Rafael A. Rosales 5 de março de 2014 Lista 5 Derivada 1 Definição de Derivada Eercício 1. O que é f (a)? Eplique com suas palavras o

Leia mais

1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm?

1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm? MAT 001 1 ō Sem. 016 IMC UNIFEI Lista 4: Aplicações da Derivação 1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm?.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA VIÇOSA - MG BRASIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA VIÇOSA - MG BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 6571-000 - VIÇOSA - MG BRASIL 8 o e 9 o ROTEIRO DE MAT 096 TUTORIA EM CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I ASSUNTO: Problemas de Otimização

Leia mais

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: RESUMO 1

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: RESUMO 1 UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU DATA: CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: DISCIPLINA: CÁLCULO I Prof. Ms Rogério Lobo PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS Observe a função y = f(x), contínua e derivável,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi

LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi http://www.professores.uff.br/hjbortol/ 17 Crescimento e decrescimento de funções, máximos e mínimos globais, máximos e mínimos locais, o teorema

Leia mais

QUESTÕES DE CÁLCULO (2) = 2 ( ) = 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo:

QUESTÕES DE CÁLCULO (2) = 2 ( ) = 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo: 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo: a) 0 L 1 b) 1 L c) L 3 d) 3 L 4 e) L 4. A função f(x) é continua em x= quando f() vale: = + 3 10 () = a) - b) -5 c) d) 5 e) 7 3. A derivada da função

Leia mais

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Prof. Ulysses Sodré - Londrina-PR, 17 de Abril de 008 - provas005.te TOME CUIDADO COM OS GRÁFICOS E DETALHES DA SUBSTITUIÇÃO UTILIZADA.....................................................................................................

Leia mais

1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que n é a reta normal a f(x) = e x no ponto x o = 1. Figura 1: Exercício 1

1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que n é a reta normal a f(x) = e x no ponto x o = 1. Figura 1: Exercício 1 Lista 5: Derivada como taxa de variação e Diferencial - Cálculo Diferencial e Integral I Professora: Elisandra Bär de Figueiredo 1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. (a) (b) (c) (d)

LISTA DE EXERCÍCIOS. Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. (a) (b) (c) (d) LISTA DE EXERCÍCIOS Pré-Cálculo Humberto José Bortolossi ttp://www.professores.uff.br/jbortol/ 02 Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. [01] Para cada uma das figuras abaixo, determine

Leia mais

2ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização

2ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Cálculo Diferencial e Integral II Prof. Robson Rodrigues www.rodrigues.mat.br 2ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Problema 1. Utilizando 40 m de tela e um muro como um dos lados, deseja-se

Leia mais

1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização

1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Cálculo Diferencial e Integral II Prof. Robson Rodrigues www.robson.mat.br email: robsonmat@uol.com.br 1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Problema 1. Utilizando 40 m de tela e um muro como

Leia mais

Lista 3. Funções de Uma Variável. Derivadas III

Lista 3. Funções de Uma Variável. Derivadas III Lista 3 Funções de Uma Variável Derivadas III Taxas Relacionadas 5 Uma esteira transportadora está descarregando cascalho a uma taxa de 30m 3 /min formando uma pilha na forma de cone com diâmetro da base

Leia mais

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO. Um ponto c do domínio de uma função f é chamado de ponto crítico da f se f (c) = 0 ou f (c) não existe.

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO. Um ponto c do domínio de uma função f é chamado de ponto crítico da f se f (c) = 0 ou f (c) não existe. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Matemática - Departamento de Matemática Cálculo I - 2006 PONTO CRÍTICO ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO Um ponto c do domínio de

Leia mais

Limites, derivadas e máximos e mínimos

Limites, derivadas e máximos e mínimos Limites, derivadas e máimos e mínimos Psicologia eperimental Definição lim a f ( ) b Eemplo: Seja f()=5-3. Mostre que o limite de f() quando tende a 1 é igual a 2. Propriedades dos Limites Se L, M, a,

Leia mais

A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função

A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função Suponhamos que a função y = f() possua derivada em um segmento [a, b] do eio-. Os valores da derivada f () também dependem de, ou seja, a derivada

Leia mais

2. Uma escada apoiada em uma parede forma, com ela, um ângulo de 30 o. Determine o comprimento da escada, sabendo que a mesma esta a 3 m da parede:

2. Uma escada apoiada em uma parede forma, com ela, um ângulo de 30 o. Determine o comprimento da escada, sabendo que a mesma esta a 3 m da parede: 1. Um ciclista partindo de um ponto A, percorre 21 km para o norte; a seguir, fazendo um ângulo de 90, percorre mais 28 km para leste, chegando ao ponto B. Qual a distância, em linha reta, do ponto B ao

Leia mais

MAT146 - Cálculo I - Problemas de Otimização

MAT146 - Cálculo I - Problemas de Otimização Alexandre Miranda Alves Anderson Tiago da Silva Edson José Teixeira Um problema de otimização é aquele onde se procura determinar os valores extremos de uma função, isto é, o maior ou o menor valor que

Leia mais

INSTITUTO DE MATEMÁTICA DA UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CÁLCULO A Atualizada em A LISTA DE EXERCÍCIOS

INSTITUTO DE MATEMÁTICA DA UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CÁLCULO A Atualizada em A LISTA DE EXERCÍCIOS INSTITUTO DE MATEMÁTICA DA UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CÁLCULO A Atualizada em 007. A LISTA DE EXERCÍCIOS 0. Esboce o gráfico de f, determine f ( ), f ( ) e, caso eista, f ( ) : a a+ a, >, e a) f (

Leia mais

4.1 Funções Deriváveis

4.1 Funções Deriváveis 4. Funções Deriváveis 4.A Em cada caso, encontre a derivada da função y = f (), usando a de nição. (a) y = + (b) y = 3 (c) y = 5 (d) y = 3 (e) y = +

Leia mais

x lim, sendo: 03. Considere as funções do exercício 01. Verifique se f é contínua em x = a. Justifique.

x lim, sendo: 03. Considere as funções do exercício 01. Verifique se f é contínua em x = a. Justifique. INSTITUTO DE MATEMÁTICA DA UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CÁLCULO A 008. A LISTA DE EXERCÍCIOS 0. Esboce o gráfico de f, determine f ( ), f ( ) e, caso eista, f ( ) : a a a, >, e a) f ( ) =, = (a = )

Leia mais

Atividades Práticas Supervisionadas (APS)

Atividades Práticas Supervisionadas (APS) Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba epartamento Acadêmico de Matemática Prof: Lauro César Galvão Cálculo II Entrega: junto com a a parcial ATA E ENTREGA: dia da a PROVA (em sala

Leia mais

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 (

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 ( Escola Naval 0 1. (EN 0) Os gráficos das funções reais f e g de variável real, definidas por f(x) = x e g(x) = 5 x interceptam-se nos pontos A = (a,f(a)) e B = (b,f(b)), a b. Considere os polígonos CAPBD

Leia mais

Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e

Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e Mínimos Exercício 1 Determine os intervalos de crescimento e de decrescimento, calcule todos os limites necessários e esboce o gráfico de f, onde

Leia mais

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 15: Taxa de Variação. Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação;

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 15: Taxa de Variação. Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação; CÁLCULO I Prof. Marcos Diniz Prof. Edilson Neri Prof. André Almeida Aula n o 15: Taxa de Variação. Taxas Relacionadas Objetivos da Aula Denir taxa de variação; Usar as regras de derivação no cálculo de

Leia mais

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas Resolução dos Eercícios sobre Derivadas Eercício Utilizando a idéia do eemplo anterior, encontre a reta tangente à curva nos pontos onde e Vamos determinar a reta tangente à curva nos pontos de abscissas

Leia mais

1. Seja V o volume de um cilindro tendo altura h e raio r e suponha que h e r variam com o tempo.

1. Seja V o volume de um cilindro tendo altura h e raio r e suponha que h e r variam com o tempo. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA DISCIPLINA: MAT0339 - Cálculo e Geometria Analítica para Arquitetos PROFESSOR: Vilmar Trevisan

Leia mais

CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida

CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida Aula n o 16: Problemas de Otimização Objetivos da Aula Utilizar o Cálculo Diferencial para resolução de problemas. 1 Problemas de Otimização Nessa

Leia mais

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação;

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação; CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas Objetivos da Aula Denir taxa de variação; Usar as regras de derivação

Leia mais

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =.

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =. 1ª Avaliação 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f. ) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 3 3 8 9 + 14 3) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 1 ( 3)( ) 4)

Leia mais

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c 1 Sumário TRIGONOMETRIA... GEOMETRIA ESPACIAL...8 Geometria Plana Fórmulas Básicas...8 Prismas... 11 Cilindro... 18 Pirâmide... 1 Cone... 4 Esferas... 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... TRIGONOMETRIA Trigonometria

Leia mais

Taxas Trigonométricas

Taxas Trigonométricas Taas Trigonométricas Obs.: Com é mais difícil (confere a resolução). 1) A intensidade da componente F é p% da intensidade da força F. Então, p vale (a) sen(α) (b) 1sen(α) (c) cos(α) (d) 1cos(α) (e) cos(α)/1

Leia mais

3º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1.- Quais são os coeficientes angulares das retas r e s? 60º 105º. 0 x x. a) Escreva uma equação geral da reta r.

3º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1.- Quais são os coeficientes angulares das retas r e s? 60º 105º. 0 x x. a) Escreva uma equação geral da reta r. EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE GEOMETRIA ANALÍTICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1.- Quais são os coeficientes angulares das retas r e s? s 60º 105º r 2.- Considere a figura a seguir: 0 x r 2 A C -2 0 2 5

Leia mais

9(67,%8/$5 '$ 0$&.(1=,( 63 *UXSRV,, H,,, 3URYD 7LSR $ 3529$ '( 0$7(0È7,&$ 5(62/8d 2 ( &20(17È5, )$ 0$5,$ $1721,$ *289(,$

9(67,%8/$5 '$ 0$&.(1=,( 63 *UXSRV,, H,,, 3URYD 7LSR $ 3529$ '( 0$7(0È7,&$ 5(62/8d 2 ( &20(17È5, )$ 0$5,$ $1721,$ *289(,$ 9(67,%8/$5 '$ 0$&.(1=,( 63 *UXSRV,, H,,, 3URY 7LSR $ 3529$ '( 0$7(0È7,&$ 5(62/8d 2 ( &20(17È5,26 325 352)$ 0$5,$ $1721,$ *289(,$ Questão nº 01 Os números compreendidos entre 400 e 1 500, divisíveis ao

Leia mais

MAT CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I. IME & Física 2016 (2 a Lista de Exercícios)

MAT CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I. IME & Física 2016 (2 a Lista de Exercícios) MAT - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I IME & Física 6 ( a Lista de Eercícios). Verifique para as funções abaio se eistem números c, com a < c < b e tais que f(b) f(a) = f (c)(b a). Em caso afirmativo eiba-os.

Leia mais

CPV - especializado na ESPM

CPV - especializado na ESPM - especializado na ESPM ESPM NOVEMBRO/006 PROVA E MATEMÁTICA 0. Entre as alternativas abaixo, assinale a de maior valor: a) 8 8 b) 6 c) 3 3 d) 43 6 e) 8 0 Das alternativas a) 8 8 = 3 3 b) 6 = 8 c) 3 3

Leia mais

Prof. Luiz Carlos Moreira Santos. Questão 01)

Prof. Luiz Carlos Moreira Santos. Questão 01) Questão 01) A figura abaixo representa o perfil de uma escada cujos degraus têm todos a mesma extensão (vide figura), além de mesma altura. Se AB = m e BCA mede 0º, então a medida da extensão de cada degrau

Leia mais

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é:

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é: EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - 3ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Função Polinomial

Leia mais

Unidade 3 Geometria: semelhança de triângulos

Unidade 3 Geometria: semelhança de triângulos Sugestões de atividades Unidade Geometria: semelhança de triângulos 9 MTEMÁTI 1 Matemática 1. (Unirio-RJ) eseja-se medir a distância entre duas cidades e sobre um mapa, sem escala. Sabe-se que 80 km e

Leia mais

Semelhança e Relações Métricas no Triângulo

Semelhança e Relações Métricas no Triângulo 1. Seja ABC um triângulo retângulo cujos catetos AB e BC medem 8 cm e 6 cm, respectivamente. Se D e um ponto sobre AB e o triângulo ADC e isósceles, calcule a medida do segmento AD, em cm: 2. No retângulo

Leia mais

9. Derivadas de ordem superior

9. Derivadas de ordem superior 9. Derivadas de ordem superior Se uma função f for derivável, então f é chamada a derivada primeira de f (ou de ordem 1). Se a derivada de f eistir, então ela será chamada derivada segunda de f (ou de

Leia mais

Prof. Me. Armando Paulo da Silva paginapessoal.utfpr.edu.br/armando

Prof. Me. Armando Paulo da Silva paginapessoal.utfpr.edu.br/armando Prof. Me. Armando Paulo da Silva armando@utfpr.edu.br paginapessoal.utfpr.edu.br/armando Taxa de Variação Relacionada 1 Exemplo A: Um quadrado se expande de modo que seu lado varia a razão de 5 cm/s. Achar

Leia mais

Geometria Espacial Cilindro, Cone, Esfera, Inscrição e Circunscrição

Geometria Espacial Cilindro, Cone, Esfera, Inscrição e Circunscrição Geometria Espacial Cilindro, Cone, Esfera, Inscrição e Circunscrição Enem 15 semanas 1. Um quadrado de lados medindo 1 cm sofre uma rotação completa em torno de um eixo paralelo a um de seus lados. A distância

Leia mais

Material de Apoio. Roteiro para Esboçar uma Curva 1

Material de Apoio. Roteiro para Esboçar uma Curva 1 Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Matemática Disciplina: Cálculo M I Prof a Yane Lísle Material de Apoio Roteiro para Esboçar uma Curva A lista a seguir pretende servir como um guia

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 2. Questão 4. alternativa D. alternativa B. alternativa E

TIPO DE PROVA: A. Questão 3. Questão 1. Questão 2. Questão 4. alternativa D. alternativa B. alternativa E Questão TIPO DE PROVA: A Os números compreendidos entre 400 e 500, divisíveis ao mesmo tempo por 8 e 75, têm soma: a) 600 d) 700 b) 50 e) 800 c) 50 Questão Na figura, temos os esboços dos gráficos de f

Leia mais

Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D. Professora: Elisandra Bär de Figueiredo

Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D. Professora: Elisandra Bär de Figueiredo Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D Professora: Elisandra Bär de Figueiredo 1. Seja f() = 5 + + 1. Justique a armação: f tem pelo menos uma raiz no

Leia mais

Aula 25. Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil

Aula 25. Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil Assíntotas, Esboço de Gráfico e Aplicações Aula 25 Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil 09 de Maio de 2014 Primeiro Semestre de 2014 Turma 2014106 - Engenharia

Leia mais

9 Integrais e Primitivas.

9 Integrais e Primitivas. Eercícios de Cálculo p. Informática, 006-07 9 Integrais e Primitivas. E 9- Determine a primitiva F da função f que satisfaz a condição indicada, em cada um dos casos seguintes: a) f() = sin, F (π) = 3.

Leia mais

IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA. Resolução de triângulos retângulos

IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA. Resolução de triângulos retângulos IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA Resolução de triângulos retângulos 1. A polícia federal localizou na floresta amazônica uma pista de

Leia mais

BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE

BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE Série: 3ªEM Gabarito 1- Uma pessoa percorreu, caminhando a pé, 6,0 km em 20,0 minutos. A sua velocidade escalar média, em unidades do Sistema Internacional, foi de: * 2,0

Leia mais

Matemática A Semiextensivo V. 2

Matemática A Semiextensivo V. 2 Semietensivo V. Eercícios 0) R = {(0, ), (, ), (, ), (8, 9)} 0) B 0) D 0) B A = {0,,,, 8} e B = {,,, 9} R = {(, ) A. B/ = + } = 0 = 0 + = B = = + = B = = + = B = = + = 7 7 B = 8 = 8 + = 9 9 B Assim R =

Leia mais

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75 MATEMÁTICA 3 17. Sejam f() sen() e g() /2. Associe cada função abaio ao gráfico que melhor a representa. Para cada associação feita, calcule i k, onde i é o número entre parênteses à direita da função,

Leia mais

Lista4: Trabalho e Energia

Lista4: Trabalho e Energia Lista 4: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder a questão

Leia mais

Exercícios de Razões Trigonométricas. b) Considerando o triângulo retângulo ABC da figura, determine as medidas a e b indicadas.

Exercícios de Razões Trigonométricas. b) Considerando o triângulo retângulo ABC da figura, determine as medidas a e b indicadas. Exercícios de Razões Trigonométricas a) No triângulo retângulo da figura abaixo, determine as medidas de x e y indicadas (Use: sen 65 = 0,91; cos 65 = 0,42 ; tg 65 = 2,14) b) Considerando o triângulo retângulo

Leia mais

a) R$ 8,20 b) R$ 8,40 c) R$ 8,60 d) R$ 8,80 e) R$ 9,00

a) R$ 8,20 b) R$ 8,40 c) R$ 8,60 d) R$ 8,80 e) R$ 9,00 Aula n ọ 03 01. Um engenheiro, precisando calcular a área de um terreno com forma quadrangular (conforme a figura abaixo), utilizou como referencial as duas ruas, A e B, que se cruzavam perpendicularmente.

Leia mais

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO (Tóp. Teto Complementar) PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO 1 PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO Este teto estuda um grupo de problemas, conhecido como problemas de otimização, em tais problemas, quando possuem soluções, é

Leia mais

Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas.

Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas. Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas. 1) Determine o valor de x nas seguintes figuras: 2) Determine o valor de x nas seguintes

Leia mais

Trigonometria. Reforço de Matemática Básica - Professor: Marcio Sabino - 1 Semestre 2015

Trigonometria. Reforço de Matemática Básica - Professor: Marcio Sabino - 1 Semestre 2015 Trigonometria Reforço de Matemática ásica - Professor: Marcio Sabino - 1 Semestre 015 1. Trigonometria O nome Trigonometria vem do grego trigo-non triângulo + metron medida. Esta é um ramo da matemática

Leia mais

Matemática B Extensivo V. 7

Matemática B Extensivo V. 7 GRITO Matemática Etensivo V. 7 Eercícios ) D ) D ) I. Falso. O diâmetro é dado por. r. cm. II. Verdadeiro. o volume é dado por π. r² π. ² π cm² III. Verdadeiro. (, ) (, ) e assim, ( )² + ( )² r² fica ²

Leia mais

Movimento Unidimensional

Movimento Unidimensional Movimento Unidimensional Professor: Carlos Alberto Disciplina: Física Geral I Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como descrever o movimento unidimensional em termos da velocidade

Leia mais

Movimento fev retilíneo e uniforme. 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto

Movimento fev retilíneo e uniforme. 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto 08 Movimento fev retilíneo e uniforme (MU) 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto RESUMO Ao estudarmos o Movimento Uniforme (ou MU) estamos nos referindo aos movimentos

Leia mais

Importante: i. As cinco páginas seguintes contém

Importante: i. As cinco páginas seguintes contém Lista 2: Cinemática Bi e Tridimensional NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção.

Leia mais

Problemas de O-mização. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html

Problemas de O-mização. Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html Problemas de O-mização Material online: h-p://www.im.ufal.br/professor/thales/calc1-2010_2.html Roteiro para resolver problemas de o-mização 1. Compreenda o problema a) O que é desconhecido? b) Quais as

Leia mais

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein # Ler todas as teorias # Refazer todos os exercícios dados em aula. # Refazer todos os exercícios feitos do livro. # Refazer

Leia mais

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas.

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas. Lista de exercícios Prof Wladimir 1 ano A, B, C, D 1) A figura abaixo nos mostra duas avenidas que partem de um mesmo ponto A e cortam duas ruas paralelas. Na primeira avenida, os quarteirões determinados

Leia mais

número de unidades deste produto que deve ser vendida para que se obtenha um lucro de 144 dólares é: a) 324 b) 543 c) 128 d) 342 e) 345

número de unidades deste produto que deve ser vendida para que se obtenha um lucro de 144 dólares é: a) 324 b) 543 c) 128 d) 342 e) 345 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 1 Uma bomba d água eleva água para uma caixa que tem o formato e as dimensões (metros) indicadas pela figura abaixo Sabe-se que a bomba d água tem uma vazão de 50 litros por minuto

Leia mais

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, = 1m, D = 8m e D = 4m. alcule a medida do segmento D. LIST DE EXERÍIOS GEOMETRI PLN PROF. ROGERINHO 1º Ensino Médio Triângulo retângulo, razões trigonométricas,

Leia mais

A Determine o comprimento do raio da circunferência.

A Determine o comprimento do raio da circunferência. Lista de exercícios Trigonometria Prof. Lawrence 1. Um terreno tem a forma de um triângulo retângulo. Algumas de suas medidas estão indicadas, em metros, na figura. Determine as medidas x e y dos lados

Leia mais

11. Problemas de Otimização

11. Problemas de Otimização 11. Problemas de Otimização Nesta seção veremos vários eemplos de problemas cujas soluções eigem a determinação de valores máimos e/ou mínimos absolutos das funções que os representam. São chamados de

Leia mais

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE www.elitecampinas.com.br Fone: (19) -71 O ELITE RESOLVE IME 004 PORTUGUÊS/INGLÊS Você na elite das universidades! UNICAMP 004 SEGUNDA FASE MATEMÁTICA www.elitecampinas.com.br Fone: (19) 51-101 O ELITE

Leia mais

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane 1) Um terreno quadrado tem 289m 2 de área. Parte desse terreno é ocupada por um galpão quadrado e outra, por uma calçada de 3m de

Leia mais

2 = 1,41. 4) Qual é o comprimento da sombra de uma árvore de 5 m de altura quando o sol está 30º acima do horizonte? Dado

2 = 1,41. 4) Qual é o comprimento da sombra de uma árvore de 5 m de altura quando o sol está 30º acima do horizonte? Dado Exercicios - Relações Trigonométricas no Triangulo Retangulo 1) Um avião está a 7000 m de altura e inicia a aterrissagem, em aeroporto ao nível do mar. O ângulo de descida é 6º. A que distância da pista

Leia mais

FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS

FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS Introdução Considere os seguintes enunciados: O volume V de um cilindro é dado por V r h onde r é o raio e h é a altura. Um circuito tem cinco resistores. A corrente deste circuito

Leia mais

MAT Cálculo Diferencial e Integral I Bacharelado em Matemática

MAT Cálculo Diferencial e Integral I Bacharelado em Matemática MAT- - Cálculo Diferencial e Integral I Bacharelado em Matemática - 200 a Lista de eercícios I. Limite de funções. Calcule os seguintes ites, caso eistam: 2 3 + 9 2 + 2 + 4 2 + 6 5 ) 2 3 2 2 2) + 4 + 8

Leia mais

DATA: 17/ 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 9º ANO TURMAS:

DATA: 17/ 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 9º ANO TURMAS: DISCIPLINA: MATEMÁTICA PROFESSORES: MÁRIO,ADRIANA E MAGNO DATA: 17/ 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 9º ANO TURMAS: ALUNO (A): Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO PARA RECUPERAÇÃO

Leia mais

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x?

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x? EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Equação do º grau.

Leia mais

Máximos e mínimos. Problemas de máximos e mínimos estão presentes. Nossa aula

Máximos e mínimos. Problemas de máximos e mínimos estão presentes. Nossa aula A UA UL LA Máimos e mínimos Introdução Problemas de máimos e mínimos estão presentes em quase todas as atividades do mundo moderno. Por eemplo, você pode imaginar como um carteiro distribui a correspondência?

Leia mais

Complemento Matemático 03 Ciências da Natureza I TEOREMA DE PITÁGORAS Física - Ensino Médio Material do aluno

Complemento Matemático 03 Ciências da Natureza I TEOREMA DE PITÁGORAS Física - Ensino Médio Material do aluno 01. Para essa atividade sugerimos inicialmente que você observe a ilustração abaio e responda aos questionamentos: 1 cm 1 cm a. Calcule a área dos dois quadrados menores que estão em destaque: b. Some

Leia mais

Exercícios para as aulas TP

Exercícios para as aulas TP Generalidades sobre funções reais de variável real. FichaTP0. Considere os gráficos correspondentes a duas funções reais de variável real: y y 5-0 4-5 4 3-3 - - 0 3 4 - Indique para cada uma delas: (a)

Leia mais

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3

a) b) 5 3 sen 60 o = x. 2 2 = 5. 3 x = x = No triângulo da figura abaixo, o valor do x é igual a: a) 7 c) 2 31 e) 7 3 b) 31 d) 31 3 Matemática a. série do Ensino Médio Frentes e Eercícios propostos AULA FRENTE Num triângulo ABC em que AB = 5, B^ = º e C^ = 5º, a medida do lado AC é: a) 5 b) 5 c) 5 d) 5 e) 5 Sabendo-se que um dos lados

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos PROCESSO SELETIVO 2010 13/12/2009 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaio, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. Conhecimentos Específicos 2. Aguarde autorização para abrir o caderno

Leia mais

1) Em cada Prisma representado a seguir, calcule a área da base (A b ), a área lateral (A L ), a área total (A T ) e o volume (V):

1) Em cada Prisma representado a seguir, calcule a área da base (A b ), a área lateral (A L ), a área total (A T ) e o volume (V): EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO GEOMETRIA SÓLIDA ÁREAS E VOLUMES DE PRISMAS, CILINDROS E CONES 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO 2011 ==========================================================================================

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA OLÉGIO FRNO-RSILEIRO NOME: N : TURM: PROFESSOR(): NO: 9ª DT: / 07 / 014 EXERÍIOS DE REUPERÇÃO DE MTEMÁTI 1) alcule: a) 7 7 b) 1 + 1 1 ) alcule: 1 1 a). 8. 8 b) ) alcule: a) 1 7 1 ( ) 64 9 1 b) 0 4) Resolva

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CÁLCULO L1 NOTAS DA DÉCIMA PRIMEIRA AULA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Resumo. Nesta aula, apresentaremos o Teorema do Valor Médio e algumas de suas conseqüências como: determinar os intervalos de

Leia mais

de h(x) = f(x) no sistema de coordenadas dado abaixo. Indique as intersecções com os eixos x e y, bem como assíntotas. b) Idem para g(x) = f(2x).

de h(x) = f(x) no sistema de coordenadas dado abaixo. Indique as intersecções com os eixos x e y, bem como assíntotas. b) Idem para g(x) = f(2x). UFRGS Instituto de Matemática DMPA - Depto. de Matemática Pura e Aplicada MAT 01 353 Cálculo e Geometria Analítica I A Gabarito da 1 a PROVA fila A de setembro de 005 Questão 1 (1,5 pontos). Seja f uma

Leia mais