Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2013"

Transcrição

1 Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas Equipe de Coordenação do 7º e 8º Ano Coordenação de Segmento Ivan Millarch Orientação Educacional Marcilia Neves Coordenação Pedagógica Denise Machado Coordenação de Alemão Michael Dahms

2 CURRÍCULO POR COMPETÊNCIAS DA EAC PESSOAIS SOCIAIS MÉTODOS ÁREAS / DISCIPLINAS OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI Para poder dar resposta ao conjunto das suas missões, a educação deve organizar-se em torno de quatro aprendizagens fundamentais que, ao longo de toda a vida, serão de algum modo para cada indivíduo, os pilares do conhecimento: aprender a conhecer, isto é adquirir os instrumentos da compreensão; aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; finalmente aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes. (1) (1) Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI

3 O DESENVOLVIMENTO DAS COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS INTRODUÇÃO A Escola Alemã Corcovado (EAC), uma escola bilíngue e bicultural, proporciona aos seus alunos uma sólida formação acadêmica, capacitando-os para o ingresso na vida universitária, tanto no Brasil como na Alemanha. A proposta pedagógica da EAC apresenta um caráter diferenciado em sua abrangência, uma vez que contempla e articula a aprendizagem dos saberes das diferentes áreas do conhecimento (saberes disciplinares específicos), o multilinguismo, as experiências culturais, artísticas e esportivas e o desenvolvimento das habilidades tanto pessoais (aprender a ser) quanto sociais (aprender a conviver). Alinhada com as modernas tendências da educação, observadas no Brasil, na Alemanha e no restante do mundo, a EAC tem como foco metodológico o desenvolvimento de uma cultura de ensino e aprendizagem centrada nos alunos. Ocupando o lugar central do trabalho nas salas de aula, os alunos aprendem os saberes específicos das disciplinas em um contexto amplo e complexo, no qual se constroem como seres humanos autônomos, solidários e convictos de que o respeito mútuo é necessário e legítimo. A EAC investe em uma educação plural, que entende o saber ser e o saber conviver como importantes conteúdos de aprendizagem, com a crença de que, assim, poderá formar personalidades tão livres quanto responsáveis (2). AS COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS Desde o ano de 2007, o corpo docente da EAC, as equipes de coordenação e a direção escolar vêm refletindo sobre como trabalhar, pedagogicamente, a formação humanística dos seus alunos. A construção das matrizes das Competências Pessoais e Sociais para o Ensino Fundamental II e Ensino Médio resultou desse processo e foi concluída em março de Essas matrizes servirão de base para os planejamentos de todos os professores, conforme o estabelecido pelo Currículo por Competências, com a ressalva de que alterações serão, gradativamente, introduzidas no futuro. (2) Piaget, Jean et al - Cinco Estudos de Educação Moral; Lino de Macedo (org.) - São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996.

4 AS COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS NO CICLO DAS TURMAS 7c e 8c HABILIDADES INTRAPESSOAIS 1. Construir uma imagem positiva de si mesmo, das próprias características e possibilidades. Comprometer-se e ser responsável por suas ações e avaliá-las. Avaliar o próprio desenvolvimento, as atitudes, a responsabilidade, comprometimento, participação nas aulas, interesses, dificuldades etc. 2. Desenvolver atividades de forma autônoma e equilibrada, valorizando o esforço e a superação das dificuldades. Demonstrar persistência frente às dúvidas e dificuldades, encarando os erros de forma construtiva. Realizar tarefas adicionais, disponibilizadas pelos professores, por iniciativa própria e com autonomia. Cumprir as metas de trabalho e os prazos estabelecidos. Entregar as tarefas dentro do formato de apresentação estabelecido pelos professores. 3. Organizar o espaço físico escolar e gerenciar do tempo: Manter a limpeza e a ordem dos locais de trabalho ao final de cada atividade realizada, conservando adequadamente os espaços físicos da escola e o material coletivo. Preparar-se para o inicio de cada aula, utilizando adequadamente os 5 minutos de intervalo. HABILIDADES INTERPESSOAIS Cooperar, de diferentes formas, para promover a própria aprendizagem e a dos colegas. Participar de atividades de grupo, respeitando normas, regras e critérios de atuação, de convivência e de trabalho em vários contextos.

5 OS MÉTODOS, O DOMÍNIO DAS LINGUAGENS E A METACOGNIÇÃO O século XXI, desde o seu nascimento, já nos anunciava que nele seria construída uma nova ordem mundial, produzida por uma sociedade com alto desenvolvimento tecnológico e com inúmeros e diversificados espaços virtuais para a produção e circulação de novos conhecimentos. A vertiginosidade das mudanças trazidas pela tecnologia e o seu impacto na vida familiar e social, bem como na economia das nações e no mundo do trabalho, são inéditos na história da humanidade. Portanto, acompanhar e assimilar grandes mudanças, selecionar e processar imensos pacotes de informações e encontrar novos nichos de qualificação profissional serão alguns dos grandes desafios para a nova geração de alunos que estamos formando. Para se adaptarem à nova realidade e nela se desenvolverem adequadamente, esses jovens precisarão aproveitar todos os contextos de aprendizagem criados e disponibilizados pelas tecnologias da comunicação e neles aprender durante toda a vida. Tomando como base esse cenário mundial e seus desdobramentos, ainda pouco conhecidos e difíceis de prever, parece sensato afirmar que o mundo tecnológico exigirá de todos os indivíduos que aprendam sempre e muito (1). Para isso, a flexibilização e a ampliação das estratégias e dos estilos de aprendizagem serão determinantes e caberá, então, à educação formal ocupar-se com parte dessa tarefa. Com o objetivo de avançar nessa direção, incluímos em nosso currículo algumas metodologias, técnicas e procedimentos que, uma vez adquiridos, comporão o acervo pessoal de recursos e ferramentas de trabalho dos alunos. Acreditamos que essas aprendizagens serão valiosas para que esses jovens sejam capazes de aproveitar e explorar, do começo ao fim da vida, todas as ocasiões de atualizar, aprofundar e enriquecer os conhecimentos adquiridos na escola e de se adaptar, assim, a um mundo em mudança (Jacques Delors - Comissão para a Educação do Século XXI, 1996). OS MÉTODOS DO CURRÍCULO POR COMPETÊNCIAS DA EAC: Aprendizagem Cooperativa - alunos aprendendo com alunos Trabalho com textos - leitura e tipos de resumos Comunicação e argumentação - oral e escrita Aprender a Aprender: - gestão do tempo - organização do espaço físico - planejamento das tarefas de casa - estratégias de estudo e preparação para as provas - equilíbrio entre atenção, concentração e pausas - autoavaliação e autoconhecimento - metacognição

6 A metacognição é o conhecimento e a capacidade de regulação que um aprendente adquire e desenvolve a respeito das próprias cognições, que são acionadas no ato de aprender (linguagem, pensamento e memória). É no exercício da tomada de consciência do que sabe, pensa e sente, que o sujeito torna-se virtualmente apto a exercer controle sobre suas experiências, afirma a pesquisadora Evelise Portilho. (3) Para refletir sobre as suas ações mentais, o aluno precisa planejar, supervisionar e avaliar os recursos e estratégias utilizados na realização das tarefas e atividades escolares, bem como os resultados alcançados. Uma vez cumpridas essas etapas, o estudante poderá, então, controlar e regular seu processo de trabalho, desenvolvendo e aperfeiçoando, portanto, os seus esquemas mentais envolvidos na aprendizagem. (3) Portilho, E.; Tescarolo, R. Metacognição e Ética planetária Alemão como Língua Estrangeira. Deutsch als Fremdsprache (DaF) Professores: Ethel Driesen e Robson Carapeto Intenções Pedagógicas TURMAS 7C Comunicar-se em Alemão sobre os seguintes temas: os ambientes e os objetos das casas e apartamentos; a descrição da própria moradia; a comemoração de festas na Alemanha e no Brasil; as atividades preferidas para as férias; os destinos de viagens dentro da Alemanha; a previsão do tempo; o futuro profissional dos jovens de hoje. Estrutura e gramática: artigos possessivos, declinação de artigos, declinação do adjetivo, preposições locais, verbos modais no presente e pretérito, termos compostos; pretérito. Técnicas e estratégias para organizar suas idéias e pensamentos, auxiliando na fixação dos conteúdos. Aprimorar sua atitude social de cidadão, aprendendo a lidar com o outro, respeitando as diferenças e tendo uma posição produtiva e efetiva no grupo. Como o aluno aprende? Lendo, resumindo e interpretando textos escritos; Ouvindo textos em áudio e assistindo filmes. Escrevendo s, cartas, redações. Pesquisando e construindo no grupo um ponto de vista, defendendo-o com argumentos coerentes. Interagindo com o grupo ouvindo, reproduzindo estruturas e transferindo-as para situações semelhantes.

7 Avaliação / Nota complementar: Constituição da nota: 40% - provas e 60% nota complementar. Provas: 2 por semestre com duração de 2 hora/aula. A prova é composta pelas seguintes partes: LV - leitura e interpretação de texto HV- discernimento auditivo SK- produção escrita Pode conter ou não questões de gramática. Nota complementar é composta da seguinte forma: 30% - matéria, conteúdo: testes, exercícios avaliados, apresentações orais e o uso da língua alemã como veículo de comunicação, interação na aula. 30% - social e organizacional: apresentação de tarefas de casa e do material de aula, contribuição para um ambiente favorável ao estudo, domínio de habilidades para trabalho em grupos, respeito etc. Dever de Casa São solicitados com frequência e devem ser apresentados no prazo solicitado. No terceiro esquecimento do semestre o aluno recebe uma carta comunicando os pais. Gesellschaftslehre - GL Professores: Ethel Driesen e Robson Carapeto Intenções Pedagógicas TURMAS 7C Temas da Idade Média: castelos e cavalheiros; literatura, lendas, artesanato, música e o dia-a-dia da época; Johannes Gutenberg e a invenção da imprensa, Martin Luther e o impacto da tradução da bíblia na língua alemã. Como o aluno aprende? Lendo, interpretando e discutindo textos escritos; ouvindo textos em áudio e assistindo filmes. Relacionado os conhecimentos prévios com os novos, discutindo e tomando posição acerca de assuntos, estatísticas e fatos apresentados. Pesquisando em diversas fontes construindo no grupo um ponto de vista, defendendo-o com argumentos coerentes. Interagindo com o grupo, ouvindo, exercitando.

8 Avaliação / Nota complementar: Constituição da nota: 40% - prova e 60% nota complementar. Provas: 1 por semestre com duração de 1 hora/aula. Nota complementar é composta da seguinte forma: 30% - matéria, conteúdo: testes, exercícios avaliados, apresentações orais e o uso da língua alemã como veículo de comunicação, interação na aula. 30% - social e organizacional: apresentação de tarefas de casa e do material de aula, contribuição para um ambiente favorável ao estudo, domínio de habilidades para trabalho em grupos, respeito etc. Dever de Casa São solicitados com frequência e devem se apresentados no prazo solicitado. No terceiro esquecimento do semestre o aluno recebe uma carta comunicando os pais. Alemão como Língua Estrangeira. Deutsch als Fremdsprache (DaF) Professores: Ethel Driesen e Ivan Millarch Intenções Pedagógicas TURMAS 8C Competências: Os alunos devem atingir a competência oral e escrita em Alemão no nível B1, conforme descrito no Quadro Europeu de Referência para o Ensino de Línguas Estrangeiras. No material didático Planet 3, dividido em cinco unidades e com quatro lições cada. Cada lição tem aspectos comunicativos, lexicais (vocabulário) e gramaticais que são abordados e desenvolvidos em aula. A relação completa está no sumário do livro de curso, p. 3 e 4. Os temas das unidades são: planos para o futuro, o futuro profissional, trabalho e prazer, modelos e pessoas de referência (ídolos); meio-ambiente no contexto da escola, a vida na cidade e no campo, proteção aos animais; moda e modas ao longo da história, aparência, propaganda, estar ou não estar na moda, culto ao corpo e alimentação saudável; mundo moderno relação com o trânsito, comunicações e meios de comunicação de massa e encontros e relações grupos, nacionalidades, namoros e paqueras.

9 Como o aluno aprende? Lendo, resumindo, interpretando textos escritos, ouvindo textos em áudio e assistido filmes. Escrevendo s, cartas, relatórios e redações. Pesquisando em diversas fontes e construindo no grupo um ponto de vista sobre o tema trabalhado em aula e defendendo-o com argumentos coerentes. Interagindo com o grupo, falando e ouvindo, reproduzindo estruturas e transferindoas para situações semelhantes, exercitando sempre o idioma estudado. O trabalho de pesquisa é bastante estimulado e empregado, sendo que o aluno, além dos trabalhos em aula, pode contribuir para as aulas trazendo contribuições orais e escritas sobre assuntos do seu interesse pesquisados em jornais, livros, internet... Avaliação: Composição da nota: 40% provas e 60% nota complementar. Provas: duas por semestre com duração de duas aulas. A prova é composta pelas seguintes partes: LV leitura e interpretação de texto HV discernimento auditivo SK produção escrita redação A prova pode conter ou não questões de gramática. Nota complementar: 30% - matéria e conteúdo: testes, exercícios avaliados, apresentações orais e participação oral nas aulas e interação oral com a turma e com o professor. 30% - focado nas competências pessoais e sociais apresentação dos deveres, Gesellschaftslehre material de aula, pontualidade, - GL contribuição para o ambiente de estudo, domínio das habilidades de trabalho individual e em grupos, relação de respeito para com colegas e professor. Dever de casa São solicitados com freqüência e devem ser apresentados no prazo solicitado. Os deveres podem revisar e fixar um conteúdo desenvolvido em aula, preparar o conteúdo das aulas seguintes ou contribuir para aprofundar algum tema estudado. Três deveres não feitos implicam em uma comunicação escrita aos pais.

10 Gesellschaftslehre - GL Professores: Ethel Driesen e Ivan Millarch Intenções Pedagógicas TURMAS 8C Competências: Os alunos devem buscar informações e materiais na biblioteca e na internet, colocá-las em sequências determinadas, preparar apresentações orais e escritas e avaliar a si e a seus colegas criticamente. Aspectos da geografia, história e costumes da Alemanha; Preparação para a viagem para Alemanha e junho e julho; Situações do cotidiano; Preparação de um Diário de Viagem Balanço da viagem após retorno Como o aluno aprende? Lendo, resumindo, interpretando textos escritos, ouvindo textos em áudio e assistido filmes. Pesquisando em diversas fontes e construindo no grupo um ponto de vista sobre o tema trabalhado em aula e defendendo-o com argumentos coerentes. Apresentando resumos e palestras sobre os referidos temas. Escrevendo s, cartas, relatórios e redações. Interagindo com o grupo, falando e ouvindo, reproduzindo estruturas e transferindo-as para situações semelhantes, exercitando sempre o idioma estudado. O trabalho de pesquisa é bastante estimulado e empregado, sendo que o aluno, além dos trabalhos em aula, pode contribuir para as aulas trazendo produções orais e escritas sobre assuntos do seu interesse pesquisados em jornais, livros, internet...

11 Avaliações / Nota Complementar Constituição da nota: 40% provas e 60% nota complementar. Provas: uma por semestre com duração de uma aula. Nota complementar: 30% - matéria e conteúdo: testes, exercícios avaliados, apresentações orais e participação oral nas aulas e interação oral com a turma e professor. 30% - focado nas competências pessoais e sociais apresentação dos deveres, material de aula, pontualidade, contribuição para o ambiente de estudo, domínio das habilidades de trabalho individual e em grupos, relação de respeito para com colegas e professor. Deveres de casa São solicitados com freqüência e devem ser apresentados no prazo solicitado. Os deveres podem revisar e fixar um conteúdo desenvolvido em aula, preparar o conteúdo das aulas seguintes ou contribuir para aprofundar algum tema estudado. Três deveres não feitos implicam em uma comunicação escrita aos pais. Inglês Professores: Alba Koschorke, Isabela Bustamante e Paulo Henrique Sá Intenções Pedagógicas TURMAS 7C TEMAS: - O Mundo dos esportes - História da Grã-Bretanha - Vivendo junto (Questões de conflitos e respeito) - A mídia na vida das pessoas - O mundo da propaganda - Viagens e intercâmbios ESTRUTURAS GRAMATICAIS: - Verb Tenses: Simple present, present continuous, simple past, future, past perfect - If clauses I,II and III - Modal auxiliares - Reflexive pronouns - Possessives pronouns - Passive voice - Reported speech - Review articles, a, an, the their uses in a text.

12 Como o aluno aprende? Leitura e compreensão de textos Compreensão oral Uso dos CDs ( Listening) Dramatizações, entrevistas, perguntas e recontagens de textos Exercícios de fixação das estruturas gramaticais Atividades em duplas e em grupos Avaliação / Nota complementar: Provas (duas no primeiro semestre e duas no segundo semestre) 70% Nota complementar: O aluno é avaliado por sua participação em sala, assiduidade, na apresentação dos deveres e notas dos testes curtos. 30% Dever de casa O dever de casa é essencial no processo de aprendizado de língua estrangeira. Em inglês o dever é quase diário, sempre corrigido no início da aula seguinte. Projetos - Projetos (orais e escritos) - Leitura extra-classe a critério do professo Recomendações para estudo em casa È necessário que o aluno, além dos deveres de casa, estude o vocabulário que está sendo trabalhado, faça leitura extraclasse e estude regularmente as estruturas gramaticais vistas durante o ano.

13 Inglês Professora: Paulo Henrique Sá e Alba Koschorke Intenções Pedagógicas - TURMAS 8C Estruturas gramaticais: - Present Perfect Progressive e Past Perfect utilizando since e for - Advérbios de grau - Gerúndio - Passive Progressive forms - Infinitive after question words and superlatives - Verbos seguidos por infinitivo e/ou gerúndio - Particípios como adjetivos - Non-defining relative clauses Como o aluno aprende? Desenvolvimento do senso crítico do aluno através de um trabalho com quatro habilidades: leitura, escrita, compreensão oral e expressão oral em língua inglesa. Leitura e Compreensão de textos (autênticos e didáticos). Compreensão oral (através do uso de CD s, DVD s e internet (listening). Desenvolvimento da expressão oral por meio de debates, apresentações e entrevistas. Exercícios de fixação das estruturas gramaticais. Atividades em duplas e em grupos. Avaliações /Nota complementar: Provas bimestrais 70% Nota complementar: o aluno é avaliado por sua participação e desempenho em língua inglesa, em sala de aula, pela assiduidade na apresentação de deveres, nas notas dos testes curtos e em projetos orais e escritos. 30%

14 Dever de casa O dever de casa é parte essencial no processo de aprendizado. Os exercícios que o aluno leva como tarefa para casa referem-se a conteúdos já trabalhados em sala de aula, além disso, todos os deveres serão corrigidos em sala. Os pais devem ficar atentos para que o aluno faça seus deveres com atenção, capricho e que anote no caderno as dificuldades encontradas. Orientações para estudo em casa O aluno deve, para melhor desempenho em sala de aula e fora dela, estudar o vocabulário trabalhado, fazer leituras extraclasse e estudar as estruturas gramaticais pertinentes ao seu nível. Recomenda-se também assistir filmes em Inglês com legendas em Inglês. Língua Portuguesa Professora: Lila Paquelet Intenções Pedagógicas - TURMAS 7C Leitura e interpretação de textos plurais de diferentes gêneros textuais. Produção de textos de diferentes tipos e gêneros. Conteúdos linguísticos: morfologia: classe de palavras Síntese (termos que aparecem na construção da oração); introdução à morfossintaxe; ortografia e pontuação. Como o aluno aprende? O livro didático adotado, Singular & Plural: leitura, produção e estudos de linguagem 7 Autores: FIGUEIREDO, Laura; BALTHASAR, Marisa; GOULART, Shirley. 1ª ed. São Paulo MODERNA, desenvolve as habilidades relacionadas à leitura, interpretação e produção de texto. Além disso, leva o aluno a explorar o emprego de alguns aspectos gramaticais nas produções textuais. Qualquer dicionário de bolso servirá de instrumento para pesquisa. Uma gramática deverá fazer parte do material de apoio para consulta e pesquisa. Não será determinado o livro, autor ou editora. A única ressalva é que seja uma gramática para o Fundamental II. As multiplas atividades, como produções textuais de gêneros diversificados, realizadas em folhas separadas, são objeto de avaliação individual do aluno; após as

15 correções, ele poderá reescrevê-las no caderno. A reescritura dos textos na turma 7 será solicitada de acordo com as necessidades prioritariamente estruturais; As sínteses e os esquemas e têm por objetivo sedimentar/rever os conteúdos trabalhados. As sínteses e os esquemas deverão ser registrados no caderno; as folhas suplementares, guardadas numa pasta. Todos os instrumentos de apoio (livros, caderno e folhas) constituem o material de estudo dos alunos. A leitura de paradidáticos, uma seleção de livros que atendam aos critérios estabelecidos para a série, são uma forma de desenvolver não só o gosto pela leitura e a percepção estética da literatura, como também a visão partilhada do mundo. Obs: Livros paradidáticos serão pedidos ao longo do ano. Por semestre, dois livros serão selecionados. A avaliação, nesse conteúdo pedagógico, decorre da observação dos seguintes aspectos: atendimento aos prazos para leitura e realização de atividades prévias, trabalhos e estudos dirigidos. Realização de RECUPERAÇÃO PARALELA Avaliações /Nota complementar O aluno é avaliado não só pelo seu desempenho cognitivo, mas também pela atuação e atitude demonstradas nas diversas atividades: compromisso, organização, participação, iniciativa, posicionamento solidário e responsável etc. A nota semestral é o resultado obtido na: - nota de duas provas (50%); - média das redações (25%); - nota complementar (25%). A nota complementar é decorrente do desenvolvimento do aluno em atividades que envolvem competências da disciplina (domínio das linguagens) e competências pessoal e social. Dever de casa Os deveres de casa têm por objetivo não só a internalização dos conteúdos gramaticais trabalhados em aula, como também a elaboração de atividades que fomentem a pesquisa e a reflexão do aluno diante de temas propostos em sala. Eles serão diversificados de acordo com as atividades desenvolvidas. Orientações de estudo em casa O aluno deve rever as noções dadas no dia para evitar acúmulo de matéria, realizar as tarefas propostas e, sempre que necessário, buscar o professor para tirar as dúvidas. Além disso, é bom ter o material organizado em pasta, com as atividades devidamente corrigidas. Em caso de falta, pedir a um colega que guarde, na pasta da turma, as folhas que por ventura tenham sido dadas. A leitura dos paradidáticos deve ser planejada de modo a que não seja feita de forma corrida, em função da proximidade com o término do prazo estabelecido.

16 Projetos Ciranda de Livros Fazer o bem faz bem... Expressões Pessoais Projeto para a Semana das Linguagens Língua Portuguesa Professora: Héllen Dutra Intenções Pedagógicas - TURMAS 8C Leitura e interpretação de textos plurais de diferentes gêneros textuais; Produção de textos de diferentes tipos e gêneros. Conteúdos linguísticos: morfologia: classe de palavras (revisão e aprofundamento dos conteúdos já dados): sintaxe (termos da oração); morfossintaxe; estilística (figuras de linguagem e de sintaxe); ortografia e pontuação. Como o aluno aprende? O livro didático adotado, Singular & Plural: leitura, produção e estudos de linguagem 8 (Autores: FIGUEIREDO, Laura; BALTHASAR, Marisa; GOULART, Shirley 1ª ed. São Paulo. 2013), desenvolve as habilidades relacionadas à leitura, interpretação e produção de texto. Além disso, leva o aluno a explorar o emprego de alguns aspectos gramaticais nas produções textuais. Contempla ainda o estudo mais específico das regularidades da Língua Portuguesa, explorando-as em sua dimensão discursiva. Prioriza-se, assim, o estudo de uma gramática textual, com os mais variados tipos de textos, de forma contextualizada e em consonância com as diversas situações comunicativas. Uma gramática deverá fazer parte do material de apoio para consulta e pesquisa. Não será determinado o livro, autor ou editora. A única ressalva é que seja uma gramática para o Fundamental II. Qualquer dicionário de bolso servirá de instrumento para pesquisa. As múltiplas atividades, como produções textuais de gêneros diversificados, realizadas em folhas separadas, são objeto de avaliação individual do aluno; após as correções, ele poderá reescrevê-las no caderno. A reescritura dos textos na turma 8 será solicitada de acordo com as necessidades prioritariamente estruturais.

17 As sínteses, os esquemas e folhas suplementares, dados ao correr do ano, têm por objetivo sedimentar/rever os conteúdos trabalhados. As sínteses e os esquemas deverão ser registrados no caderno; as folhas suplementares, guardadas numa pasta. Todos os instrumentos de apoio (livros, caderno e folhas) constituem o material de estudo dos alunos. As leituras de paradidáticos, uma seleção de livros que atendam aos critérios estabelecidos para a série, são uma forma de desenvolver não só o gosto pela leitura e a percepção estética da literatura, como também a visão partilhada do mundo. Por semestre, dois livros serão selecionados. A avaliação, nesse conteúdo pedagógico, decorre da observação dos seguintes aspectos: atendimento aos prazos para leitura e realização de atividades prévias, trabalhos e estudos dirigidos. Realização de RECUPERAÇÃO PARALELA. Avaliações /Nota complementar O aluno é avaliado não só pelo seu desempenho cognitivo, mas também pela atuação e atitude demonstradas nas diversas atividades: compromisso, organização, participação, iniciativa, posicionamento solidário e responsável etc. A nota semestral é o resultado obtido na: - nota de duas provas (50%); - média das redações(25%); - nota complementar(25%). A nota complementar é decorrente do desenvolvimento do aluno em atividades que envolvem competências da disciplina (domínio das linguagens) e competências pessoal e social. Dever de casa Os deveres de casa têm por objetivo não só a internalização dos conteúdos gramaticais trabalhados em aula, como também a elaboração de atividades que fomentem a pesquisa e a reflexão do aluno diante de temas propostos em sala. Eles serão diversificados de acordo com as atividades desenvolvidas. Orientações de estudo em casa O aluno deve rever as noções dadas no dia para evitar acúmulo de matéria, realizar as tarefas propostas e, sempre que necessário, buscar depois o professor para tirar as dúvidas. Além disso, é bom ter o material organizado em pasta, com as atividades devidamente corrigidas. Em caso de falta, pedir a um colega que guarde, na pasta da turma, as folhas que por ventura tenham sido dadas. A leitura dos paradidáticos deve ser planejada de modo que não seja feita de forma corrida, em função da proximidade com o término do prazo estabelecido. Projetos Revisitando os clássicos Contos de mistério e enigma

18 Matemática Professora: Armando Tramontano Intenções Pedagógicas - TURMAS 7C Números e operações - Configurar o número e definir operações e propriedades no conjunto dos números inteiros e racionais. Analisar, interpretar, formular e resolver situações-problema, compreendendo diferentes significados das operações. Identificar usos para letras em situações que envolvem generalização de propriedades, incógnitas, fórmulas e relações numéricas e padrões. Grandezas e medidas - Reconhecer a importância social das medidas e usar com coerência os números estudados aplicando-os ao cotidiano (comprimento, área/ superfície, ângulos). Reconhecer a diferença entre o sistema de numeração decimal e o sistema de numeração sexagesimal. Espaço e Forma Identificar procedimentos para construção geométrica dos elementos da geometria plana, usando régua, compasso e transferidor. Reconhecer tipos de ângulos, operar com eles e usar as medidas convenientes. Reconhecer pares de retas em posições diferentes, e relacionar os ângulos formados nas intersecções. Reconhecer figuras planas e identificar os procedimentos para construção através das propriedades estudadas. Tratamento da Informação Reconhecer o plano cartesiano e suas regiões através dos referenciais definidos. Reconhecer ponto desenhado no plano cartesiano e relacioná-lo com o par ordenado que o represente. Desenvolver procedimentos para realizar a marcação de ponto através do seu endereço, o par ordenado. Realizar a leitura, a interpretação e a construção de gráficos de barra e de segmento assim como de tabelas associadas a estes gráficos. Como o aluno aprende? Resolvendo problemas contextualizados; discutindo soluções diversas propostas pelo grupo; fazendo a análise dos erros; construindo geometricamente as figuras planas; estudando as relações e propriedades observadas nessas construções; participando de atividades práticas; confeccionando jogos e através de outras atividades interativas. O aluno será sempre elemento participativo do processo e o professor terá sempre a função de orientador e coordenador das atividades.

19 Avaliações/ Nota complementar O aluno durante o ano letivo será avaliado qualitativa e quantitativamente, através de provas, testes e outras atividades diversificadas. Durante um semestre, serão realizadas duas provas, marcadas antecipadamente, com conteúdos acumulados, que representarão 60% (sessenta por cento) da média daquele período. Os 40% (quarenta por cento) restantes serão atribuídos a uma nota complementar (NC) que avaliará a participação, responsabilidade, atenção, pontualidade, pesquisas e trabalhos (individuais e/ou em grupo), entre outras habilidades necessárias ao desenvolvimento das competências e habilidades da disciplina, das variadas linguagens e das habilidades pessoais e sociais. Dever de casa As tarefas domiciliares complementam e/ou fixam o estudo feito em aula e servem de base para a retomada das discussões sobre os procedimentos de resolução utilizados. Exercícios do livro texto, pesquisas e listas de exercícios de recuperação paralela serão propostos durante as aulas e deverão ser finalizados em casa, para que possam ser comentados e corrigidos pelos professores na aula seguinte. Matemática Professoras: Cátia Pereira Intenções Pedagógicas - TURMAS 8C Números e operações - Configurar o número e definir operações e propriedades no conjunto dos números reais. Analisar, interpretar, formular e resolver situaçõesproblema, compreendendo diferentes significados das operações. Identificar usos para letras em situações que envolvem generalização de propriedades, incógnitas, fórmulas e relações numéricas e padrões. Grandezas e medidas - Reconhecer a importância social das medidas e usar os números estudados aplicando-os ao cotidiano (comprimento, área/superfície, ângulos). Identificar e resolver problemas com medidas de ângulos nas diferentes figuras planas. Espaço e Forma Compreender, selecionar e usar unidades convenientes para medir ângulos. Construir procedimentos de construção e de cálculo para as propriedades dos triângulos e quadriláteros.

20 Tratamento da Informação Desenvolver através de jogos lógicos, a observação, a concentração e atenção e a abstração, estratégias de jogada, de causa e efeito, o raciocínio lógico, criativo e dedutivo, a cooperação e socialização do conhecimento adquirido, o autocontrole e a autonomia. Como o aluno aprende? Resolvendo problemas contextualizados; discutindo soluções diversas propostas pelo grupo; fazendo a análise dos erros; construindo geometricamente as figuras planas; estudando as relações e propriedades observadas nessas construções; participando das sequências didáticas; confeccionando jogos e utilizando na sala de aula o software Geogebra para vivenciar e provar as noções de geometria. O aluno será sempre elemento participativo do processo e o professor terá sempre a função de orientador e coordenador das atividades. Avaliações / Nota complementar O aluno durante o ano letivo será avaliado qualitativa e quantitativamente, através de provas, testes e outras atividades diversificadas. Durante um semestre, serão realizadas duas provas, marcadas antecipadamente, com conteúdos acumulados, que representarão 60% (sessenta por cento) da média daquele período. Os 40% (quarenta por cento) restantes serão atribuídos a uma nota complementar (NC) que avaliará a participação, responsabilidade, atenção, pontualidade, pesquisas e trabalhos (individuais e/ou em grupo), entre outras habilidades necessárias ao desenvolvimento das competências e habilidades da disciplina, das variadas linguagens e das habilidades pessoais e sociais. Dever de casa As tarefas domiciliares complementam e/ou fixam o estudo feito em aula e servem de base para a retomada das discussões sobre os procedimentos de resolução utilizados. Exercícios do livro texto, pesquisas e listas de exercícios de recuperação paralela serão propostos durante as aulas e deverão ser finalizados em casa, para que possam ser comentados e corrigidos pela professora na aula seguinte.

Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2015

Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2015 Ensino Fundamental II PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 7C e 8C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2015 Equipe de Coordenação do 7º e 8º Ano Coordenação de Segmento Ivan Millarch Orientação Educacional

Leia mais

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015 4º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2015 Sumário Currículo por Competências. 04 Competências Pessoais e Sociais. 05 Competências Metodológicas.

Leia mais

2º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

2º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 2º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

3º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

3º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 3º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 4º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015 1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2015 Sumário Currículo por Competências. 04 Competências Pessoais e Sociais. 05 Competências Metodológicas.

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 30 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Área de conhecimento: LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: LÍNGUA ESTRANGEIRA

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL... 4 02 INVESTIGAÇÃO PEDAGÓGICA: DIVERSIDADE CULTURAL NA APRENDIZAGEM... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA...

Leia mais

I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA I - FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA O Colégio Ceom, fundamenta seu trabalho educacional na área da Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Fundamental II e Ensino Médio, a partir das teorias de Jean Piaget e Emília

Leia mais

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio.

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio. Proposta Pedagógica Visão: Ser um centro de excelência em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio que busca alcançar a utopia que tem de pessoa e sociedade, segundo os critérios do evangelho, vivenciando

Leia mais

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Engenharia da Computação RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: Discentes: Desempenho docente e Projeto Pedagógico

Leia mais

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE COORDENAÇÃO COLÉGIO OFICINA 1 PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE DISCIPLINA CONTEÚDO COMPETÊNCIAS E HABILIDADES LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO OFICINA DE LEITURA ARTES EDUCAÇÃO

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

DESIGN DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO

DESIGN DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA DESIGN NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO Raciocínio Lógico Matemática Financeira A disciplina trata

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2014 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Componente Curricular: Artes Série:

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas:

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas: EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil, enquanto segmento de ensino que propicia um maior contato formal da criança com o mundo que a cerca, deve favorecer a socialização da criança, permitir a interação

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames.

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames. C U R S O S ESPECIAIS I n s t i t u t o C e r v a n t e s d e B r a s i l i a CURSOS ESPECIAIS O Instituto Cervantes de Brasília dispõe de uma ampla oferta de cursos especiais para se adaptar as necessidades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MU096- CANTO 1A OBRIG 0 60 60 2.0 Fórmula: MU055 MU055- PERCEPCAO RITMICA MU271- CANTO CORAL 1 OBRIG 0 30 30 1.0 Fórmula: MU096 MU096- CANTO 1A PRÁTICA DA POLIFONIA VOCAL A DUAS E TRÊS VOZES.

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS -1º TRIMESTRE- -7º ANO/2012- Operações com números decimais: multiplicação; divisão; potenciação e raiz quadrada.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS -1º TRIMESTRE- -7º ANO/2012- Operações com números decimais: multiplicação; divisão; potenciação e raiz quadrada. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS -1º TRIMESTRE- -7º ANO/2012- Matemática Operações com números decimais: multiplicação; divisão; potenciação e raiz quadrada. Números Inteiros: conceitos fundamentais; localização

Leia mais

Objetivos de Aprofundamento:

Objetivos de Aprofundamento: OBJETIVOS 1 o TRIMESTRE 2013 6 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA Interpretar os diversos gêneros textuais (conto, poema, história em quadrinhos e anedota), identificando os mecanismos estruturais da narrativa.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

Plano de Estudo 3ª Etapa

Plano de Estudo 3ª Etapa Plano de Estudo 3ª Etapa NÍVEL DE ENSINO: ENSINO FUNDAMENTAL I ANO: 4º Querido (a) aluno(a), SAÚDE E PAZ! Esse plano de estudo tem como finalidade ajudá-lo (a) a se organizar melhor em seu hábito de estudo

Leia mais

Ensino Médio PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 11C e 12C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2013

Ensino Médio PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 11C e 12C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2013 Ensino Médio PROPOSTA PEDAGÓGICA DO CICLO TURMAS 11C e 12C Procedimentos Pedagógicos das Áreas. 2013 Equipe de Coordenação do 9º ao 12º Ano Coordenação de Segmento Francisco Linhares Orientação Educacional

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação Ano letivo 2013/2014 Critérios de Avaliação 2013/2014 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Filosofia Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Introdução à Filosofia, o estudo da filosofia;

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Português para fins acadêmicos

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC Português para fins acadêmicos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS GAROPABA Aprovação do curso e Autorização da oferta

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PEDAGOGIA Disciplina: Comunicação e Expressão Ementa: A leitura como vínculo leitor/texto através do conhecimento veiculado pelo texto escrito. Interpretação:

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo Critérios de Avaliação 1º Ciclo 2015/2016 Critérios de Avaliação do 1º ciclo Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada ciclo de ensino têm como referência os conteúdos

Leia mais

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínio das atitudes e valores Domínio Cognitivo Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014 Docente: Graça Silva Turma: 6.º A Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínios de Avaliação Instrumentos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho/ Professor E.E. Arlindo Bittencourt (extensão) Código: 092-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Bacharelado em Odontologia RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: Discentes: Desempenho Docente e Projeto Pedagógico

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Prática: 15 h/a Carga Horária: 60 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Historia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município:Garça Eixo Tecnológico: Mecatrônica Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica Qualificação: Técnico

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:06

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:06 Curso: 9 DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências da Educação Pedagogia (Noturno) Ano/Semestre: 0/ 09/0/0 :06 s por Curso Magistério: Educação Infantil e Anos Iniciais do Ens. Fundamental CNA.0.00.00-8

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL MARIA JOSÉ Roteiro de Estudos da 1ª Unidade 2015 7º Ano A

CENTRO EDUCACIONAL MARIA JOSÉ Roteiro de Estudos da 1ª Unidade 2015 7º Ano A CENTRO EDUCACIONAL MARIA JOSÉ Roteiro de Estudos da 1ª Unidade 2015 7º Ano A 1 A essência da tecnologia é nos tornar livres, no entanto quanto mais rápido fazemos as coisas com ajuda da tecnologia, mais

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Bacharelado em Enfermagem RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: Discentes: Desempenho Docente e Projeto Pedagógico

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC: PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2004.1. Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2004.1. Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL Disciplinas do Núcleo Comum 01 ANTROPOLOGIA CULTURAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 10 h/a Créditos: 2 : A Antropologia enquanto ciência e seus principais ramos. Metodologia da pesquisa em Antropologia

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO ANEXO 1 S PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO S PRÉVIOS DO 5º ANO PARA CANDIDATOS A BOLSA NO 6 ANO PORTUGUÊS Leitura e interpretação textual Artigo Substantivo (comum,

Leia mais

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS Dificuldades de Palestra EF e EM Todas Conscientizar sobre as dificuldades de aprendizagem aprendizagem que podem ser manifestadas pelos alunos numa sala de aula e sugerir ações de encaminhamento, conforme

Leia mais

ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO

ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO Resumo SANTANA, C. G. Secretaria Municipal de Educação de Curitiba claudia-gutierrez@hotmail.com Eixo Temático: Psicopedagogia Agência Financiadora: Não contou

Leia mais

CONTEÚDOS DA 1ª ETAPA

CONTEÚDOS DA 1ª ETAPA CONTEÚDOS DA 1ª ETAPA 7º ANO ARTE Composição de abertura da Etapa no caderno sobre Abstração. Avaliação 1: Valor 30. Atividade no caderno sobre Retrato. Avaliação 2: Valor 40. Pesquisas sobre Abstracionismo.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática Para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática Para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias. Componente Curricular: Língua Estrangeira

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ENSINO SECUNDÁRIO Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos PLANIFICAÇÃO ANUAL INGLÊS MÓDULOS 7, 8 e 9 12º ANO TURMA F ANO LETIVO

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA Ementas das Disciplinas de Educação Física Estão relacionadas abaixo, as ementas e a bibliografia dos diferentes eixos curriculares do Curso, identificadas conforme os ciclos de formação: Ciclo de Formação

Leia mais

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR ENSINO MÉDIO. Edenia Maria Ribeiro do Amaral UFRPE/PPGEC Assessoria da Área de Ciências da Natureza - BNCC

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR ENSINO MÉDIO. Edenia Maria Ribeiro do Amaral UFRPE/PPGEC Assessoria da Área de Ciências da Natureza - BNCC BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR ENSINO MÉDIO Edenia Maria Ribeiro do Amaral UFRPE/PPGEC Assessoria da Área de Ciências da Natureza - BNCC A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR É parte de um Sistema Nacional

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Historia

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente 2014 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE INGLÊS ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ CURRICULAR DE INGLÊS ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ CURRICULAR DE INGLÊS ENSINO FUNDAMENTAL 2014 1 3º ANO Cumprimentos e apresentação pessoal Objetos escolares Cores Aniversário Números até 10 Iniciar conversação em língua estrangeira cumprimentando

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Padre José Nunes Dias Código: 075 Município: Monte Aprazível Área de conhecimento: Linguagem, Código e suas Tecnologias Componente Curricular: Língua

Leia mais

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS 1. As humanidades e suas repercussões sobre o pluralismo cultural 2. Humanidades e ciências: o debate transcultural em contextos plurais 3. Pedagogias

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

TURMA: 17 B CALENDÁRIO ESCOLAR JUNHO / 2013

TURMA: 17 B CALENDÁRIO ESCOLAR JUNHO / 2013 TURMA: 17 B CALENDÁRIO ESCOLAR JUNHO / 2013 Segunda Terça Quarta Quinta Sexta 3 Semana do Meio Ambiente Fórum de Debates e palestras Salão de Atos 4 Semana do Meio Ambiente Fórum de Debates e palestras

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: EDUCAÇÃO FÍSICA MATRIZ CURRICULAR LICENCIATURA SERIADO ANUAL - NOTURNO Duração: 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange LÍNGUA PORTUGUESA Leitura: Meu nome não é esse (Notícia); Pesquisa de opinião (entrevista); Aprofundamento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: LINGUAGENS, CÓDIGOS E TECNOLOGIAS. Componente Curricular: SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES AUDIOVISUAIS NA PRODUÇÃO TEXTUAL DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE INTERDISCIPLINAR

CONTRIBUIÇÕES AUDIOVISUAIS NA PRODUÇÃO TEXTUAL DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE INTERDISCIPLINAR 1 CONTRIBUIÇÕES AUDIOVISUAIS NA PRODUÇÃO TEXTUAL DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE INTERDISCIPLINAR Loraine Vidigal LISBOA Universidade Gama Filho loraine_vidigal@yahoo.com.br Resumo: O artigo apresenta

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Professor Mário Antonio Verza Código: 164 Município: Palmital Área de conhecimento: Linguagens e Códigos Componente Curricular: Língua Inglesa Série:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ARAGUAÍNA COLÉGIO ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ANANÁS TO

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ARAGUAÍNA COLÉGIO ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ANANÁS TO GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ARAGUAÍNA COLÉGIO ESTADUAL GETÚLIO VARGAS ANANÁS TO PROJETO REFORÇO ESCOLAR PORTUGUÊS E MATEMÁTICA ATRAVÉS

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC PROF MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ/SP Área de conhecimento: LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: LÍNGUA ESTRANGEIRA

Leia mais

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO Instituto Federal Farroupilha Câmpus Santa Rosa ledomanski@gmail.com Introdução Ler no contexto mundial globalizado

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de

Leia mais

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II Aprendendo a ESTUDAR Ensino Fundamental II INTRODUÇÃO Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. Paulo Freire DICAS EM AULA Cuide da

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia Científica Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceito e concepção de ciência

Leia mais

Calendário de Atividades da 5ª Série A e B - 1 bimestre

Calendário de Atividades da 5ª Série A e B - 1 bimestre REDE DE EDUCAÇÃO SMIC - COLÉGIO SANTA CLARA Calendário de Atividades da 5ª Série A e B - 1 bimestre DATA/TURMA / ATIVIDADE CONTEÚDO PONTUAÇÃO Educação Física 28/03 (A e B) Avaliação escrita Basquetebol

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso

Projeto Pedagógico do Curso Projeto Pedagógico do Curso Fundamentação Diretrizes curriculares do MEC Diretrizes curriculares da SBC Carta de Princípios da UNICAP Projeto Pedagógico Institucional da UNICAP Diretrizes Curriculares

Leia mais

METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016

METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016 METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016 Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Utilizar técnicas para registar e reter

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

Estudo e aplicação dos critérios de elaboração e aplicação das avaliações internas previstos no Plano de Ensino-Aprendizagem

Estudo e aplicação dos critérios de elaboração e aplicação das avaliações internas previstos no Plano de Ensino-Aprendizagem Estudo e aplicação dos critérios de elaboração e aplicação das avaliações internas previstos no Plano de Ensino-Aprendizagem A avaliação no Programa de Alfabetização é processual. O seu propósito é o de

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL APROVO Em conformidade com as Port. 38-DECEx, 12ABR11 e Port 137- Cmdo Ex, 28FEV12 MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 Nome: Nº 6º ano Data: / /2015 Professor: Nota: (valor: 2.0) A - Introdução Neste ano, sua pontuação foi inferior a 60,0 pontos e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: : Gestão e Negócios MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Superior em Administração/Bacharelado FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x

Leia mais

NOSSO CURRÍCULO A EDUCAÇÃO QUE PRATICAMOS ÁREA DAS CIÊNCIAS HUMANAS. Adotamos uma pedagogia:

NOSSO CURRÍCULO A EDUCAÇÃO QUE PRATICAMOS ÁREA DAS CIÊNCIAS HUMANAS. Adotamos uma pedagogia: A EDUCAÇÃO QUE PRATICAMOS NOSSO CURRÍCULO Adotamos uma pedagogia: - que faz da escola uma instância efetiva de assimilação crítica, sistemática e integradora do saber e da cultura geral; - que trata os

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 7º ano PROFESSORAS: SANDRA MARA

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Turismo Disciplina: Língua Inglesa Carga Horária Semestral: 40 h/a Semestre do Curso: 5º Semestre 1 - Ementa (sumário, resumo) Compreensão de texto básico. Revisão

Leia mais

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014 1 AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES Paripiranga 2014 2 SUMÁRIO 1. DEFINIÇÃO... 3 2. CURSOS, PERÍODOS E/OU TURMAS QUE SÃO INTERDISCIPLINARES...

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA 1 - IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO CURSO: Técnico Subsequente em Agricultura DISCIPLINA/ COMPONENTE CURRICULAR: Matemática Aplicada a Agricultura ANO/ CARGA

Leia mais