Micro-ondas com convecção e grelhador

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Micro-ondas com convecção e grelhador"

Transcrição

1 Micr-ndas cm cnvecçã e grelhadr V3/0711

2 P Mantenha este manual de instruções prnt a ser utilizad cm prdut! 1. Infrmações gerais Infrmações sbre manual de instruções Simblgia Garantia Direits de autr Declaraçã de cnfrmidade Segurança Infrmações gerais Indicações relativas à segurança durante a utilizaçã d aparelh Us destinad Transprte, embalagem e armazenament Cntrle na entrega Embalagem Armazenament Dads técnics Especificações técnicas Especificaçã ds elements d aparelh Instalaçã e us Instruções de segurança Instalaçã e ligaçã Regras de czedura cm micr-ndas Os recipientes adaptads para serem usads n micr-ndas Utilizaçã Limpeza e manutençã Cnselhs de segurança Limpeza Indicaçã de segurança durante a manutençã Pssíveis prblemas Reciclagem 90 Bartscher GmbH Franz-Kleine-Straße 28 D Salzktten Tel.: +49 (0) Alemanha Fax: +49 (0)

3 1. Infrmações gerais 1.1 Infrmações sbre manual de instruções Este manual de instruções cntem infrmações sbre a instalaçã, manuseament e manutençã d aparelh e deve ser cnsultad cm uma fnte imprtante de infrmaçã e guia de referencia. O cnheciment das instruções de segurança e manuseament garantem us crrect e segur d aparelh. Para alem das infrmações frnecidas neste guia deve respeitar as nrmas de Higiene e Segurança lcais bem cm as mais básicas nrmas de segurança. O manual de instruções faz parte integrante d prdut e deve ser mantid pert d aparelh, acessível a respnsável pela instalaçã, utilizaçã, manutençã u limpeza. 1.2 Simblgia Neste manual, s símbls alertam para imprtantes instruções de segurança, u cnselhs técnics. As instruções devem ser seguidas cm atençã para evitar qualquer risc de acidente pessal u danificaçã d material. ATENÇÃO! Estes símbl alerta para perigs que pdem prvcar lesões. Siga as instruções crrectamente e tme particular atençã nestes cass. ATENÇÃO! Perig de chque electric Este símbl alerta para ptenciais riscs de chque eléctric. Se nã seguir as nrmas de segurança, crre risc de acidente u mrte. CUIDADO! Estes símbl chama a atençã para instruções que devem ser seguidas, evitand a danificaçã, mau funcinament u destruiçã d aparelh. NOTA! Este símbl alerta para instruções que devem ser seguidas para um eficiente us d aparelh

4 1.3 Garantia Tda a infrmaçã e instruções deste manual respeitam nrmas de segurança, s níveis actuais de tecnlgia assim cm cnheciment e experiência que adquirims a lng ds ans. O manual de instruções fi traduzid cm td cuidad e atençã. Cntud nã ns respnsabilizams pr quaisquer errs de traduçã. N cas de ser encmendad um mdel especial, este pde nã crrespnder às descrições e ilustrações deste manual. É também cas de encmendas especiais u se aparelh fr mdificad cm nva tecnlgia. Em cas de duvidas deve cntactar fabricante. NOTA! Leia manual de instruções cuidadsamente antes de usar aparelh. O fabricante nã se respnsabiliza pr qualquer danificaçã u mau funcinament resultante d nã seguiment das instruções. O manual de instruções deve ser mantid pert d aparelh, facilmente acessível a qualquer utilizadr d aparelh. É ns reservad direit de fazer mdificações técnicas cm bjectiv de melhrar as suas qualidades. 1.4 Direits de autr Este manual de instruções cntem texts, gravuras e imagens u utras ilustrações que sã prtegidas pr direits de autr. Nenhuma parte deste manual pde ser reprduzida, transmitida u usad de utra frma sem a autrizaçã escrita d fabricante. Qualquer infracçã será punida. Tds s direits reservads. NOTA! Os cnteúds, texts, gravuras, ftgrafias u qualquer utra ilustraçã sã prtegids pr direits de autr bem cm pr direits de prpriedade. Qualquer infracçã será punida pr lei. 1.5 Declaraçã de cnfrmidade O aparelh cumpre cm as nrmas e directivas da EU. Ist é certificad pela declaraçã de cnfrmidade da IEC. Se desejar, cm bm grad lhe enviams a declaraçã de cnfrmidade

5 2. Segurança Esta secçã apresenta um panrama sbre tds s aspects imprtantes da segurança. Alem diss, qualquer capitul apresenta cnselhs preciss para a prevençã de pssíveis perigs que sã assinalads pels símbls acima mencinads. Igualmente deve prestar atençã as pictgramas, rótuls e legendas d aparelh, que devem ser mantidas sempre em bm estad de visibilidade. Seguind tdas as nrmas de segurança, garante a prtecçã ideal cntra pssíveis perigs bem cm um us segur e uma utilizaçã sem avarias. 2.1 Infrmações gerais Este aparelh fi prduzid del acrd cm s níveis tecnlógics actuais. Cntud, aparelh pde ser perigs quand usad incrrectamente. Cnhecer manual de instruções é um mei de evitar errs e perigs e permite uma utilizaçã segura e sem avarias d aparelh. Para evitar acidentes e permitir uma ideal eficácia, nã deve ser feita nenhuma mdificaçã u alteraçã d aparelh que nã seja aprvada pel fabricante. Este aparelh deve ser usad unicamente em cndições técnicas e de segurança adequadas. 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilizaçã d aparelh As nrmas de segurança n trabalh cumpridas durante a prduçã d aparelh respeitam s Regulaments da Uniã Eurpeia. Se a aparelh fr usad industrialmente, utilizadr é brigad a garantir que as nrmas de segurança n trabalh estã de acrd cm as regras e regulaments aplicads durante td períd de utilizaçã d aparelh bem cm futuras especificações. Fra da Uniã Eurpeia, as regras de segurança n trabalh deve ser igualmente cumpridas. Para alem das nrmas de segurança n trabalh referidas n manual de instruções, as demais nrmas de segurança bem cm as de prtecçã d ambiente devem ser cumpridas cnfrme lcal de utilizaçã

6 CUIDADO! O aparelh nã se destina a us pr pessas cm habilidade física, sensrial u mental reduzida (incluind crianças) u pessas cm puca experiência e/u cnheciment insuficiente, a nã ser que as mesmas estejam sb supervisã da pessa respnsável pela sua segurança u tenham recebid pr parte da mesma instruções relativas a us d aparelh. As crianças devem ser mantidas sb vigilância, para ter a certeza, de que nã brincam cm aparelh. Preserve este manual de instruções. Se emprestar u vender aparelh a terceirs, manual deve seguir junt. Qualquer utilizadr deve respeitar as regras deste manual bem cm as nrmas de segurança. O aparelh é para us exclusiv n interir. 2.3 Us destinad A segurança só e garantida quand aparelh é usad para fim a que se prpõe. Qualquer intervençã técnica, mntagem u manutençã deve ser feita pel serviç técnic especializad. O micr-ndas serve apenas para preparar, aquecer e descngelar prats em luça adequada. O micr-ndas nã pde ser usad para: - fins industriais e de labratóri; - guardar luça; - secar papel, têxteis e utrs materiais inflamáveis; - aquecer líquids u materiais inflamáveis, ncivs para a saúde, vláteis u substâncias afins. CUIDADO! Nunca use aparelh cm utr fim que nã seja adequad. O fabricante u as autridades respnsáveis nã aceitam reclamações, sbre pssíveis dans causads pel us inadequad d aparelh. O utilizadr é respnsável pr esses dans

7 3. Transprte, embalagem e armazenament 3.1 Cntrle na entrega A receber aparelh verifique se está cmplet e nã danificad. Em cas de dans visíveis nã aceite u só cm reservas. Assinale s dans na nta de entrega. Apresente em seguida a reclamaçã. Dans nã visíveis devem ser imediatamente declarads, uma vez que as queixas só sã atendidas durante períd estabelecid para as reclamações. 3.2 Embalagem Pr favr, nã deite fra cartã da embalagem, uma vez que pde se útil para transprte d aparelh u n cas de ser enviad para serviç técnic. O material de embalagem interir e exterir deve ser ttalmente retirad antes de instalar aparelh. NOTA! Se deseja utilizar a embalagem deve respeitar as nrmas d sue pais. Envie s materiais recicláveis da embalagem para a reciclagem. Pr favr verifique se aparelh está cmplet. N cas de faltar alguma peça, pr favr cntacte imediatamente nss serviç de api a cliente. 3.3 Armazenament Mantenha a embalagem fechada até a instalaçã e seguind as indicações exterires de armazenament. As embalagens devem ser armazenadas cnsiderand seguinte: - nã armazenar n exterir. - Manter em lcal sec e prtegid d pó. - Prteger de ambientes agressivs. - Manter lnge da luz d sl. - Evite chques e vibrações. - Em cas de períd lng de armazenament (mais de 3 meses), verifique estad da embalagem e das peças regularmente. Se necessári renve

8 4. Dads técnics 4.1 Especificações técnicas Nme Micr-ndas cm cnvecçã e grelhadr N de encmenda: Exterir e câmara de czer: Ptência da ligaçã: Ptência d micr-ndas: Cnsum de energia: aç inxidável 1,4 kw / 230 V 900 W cnvecçã: 1950 W; grelhadr: 1000 W Níveis de ptência: 10 Temprizadr digital: Medidas: Capacidade: Pes: até 95 minuts interir: largura 340 x prf. 344 x altura 220 mm exterir: largura 483 x prf. 422 x altura 281mm prat rtativ: Ø 270 mm; taça para grelhar: Ø 275 mm, altura 50 mm 25 litrs 16 kg Sujeit a alterações técnicas! 4.2 Especificaçã ds elements d aparelh 1. Fech de segurança 2. Pega da prta Prta cm vidr 4. Anel rtativ 5. Tracçã d prat rtativ 6. Painel de cmand 7. Ranhuras de ventilaçã 8. Prat rtativ 9. Aquecedr d grelhadr Taça para grelhar

9 Painel de cmand A - Visr cristal líquid B - teclas de funçã A Micr-ndas Grelhadr Temp B Micr-ndas+ cnvecçã Cnvecçã Micr-ndas + Grelhadr Relógi / pes Stp / Reset C C Maçaneta Time / Menu Start

10 5. Instalaçã e us 5.1 Instruções de segurança ATENÇÃO! Risc de chque eléctric! O aparelh pde ser ligad apenas a tmadas singulares devidamente instaladas e cm prtecçã. Nunca desligue da tmada puxand fi eléctric. O cab eléctric nã deve tcar bjects quentes. N permita que el cable tenga cntact cn fuentes de energía ni cn cants aguds. El cable n puede clgar de la mesa ni del bar. Nã utilize aparelh n cas de nã funcinar crrectamente, estar danificad u sfrer uma queda. Nã utilize nenhum acessóri u peça que nã seja recmendada pel fabricante. Ist pde ser perigs para utilizadr e prvcar acidentes pessais u dans n aparelh, levand à anulaçã da garantia. Nã clque cab sb tapetes u islaments. Nã tape cab. Mantenha cab distante quand manusear aparelh e nã clque dentr de água. Durante seu funcinament aparelh nã pde ser deslcad nem girad. ATENÇÃO! Perig de chque eléctric! O aparelh pde prvcar feriments se fr mal instalad! Antes de instalar verifique se a crrente lcal é cmpatível cm aparelh (cnsulte a tabela). Ligue aparelh smente em cas de cmpatibilidade! As regras de segurança devem ser respeitadas! É imprtante que a prta nã esteja danificada e que pssa ser fechada de frma crrecta. Dans da prta que pdem ser perigss sã pr exempl: 1. defrmaçã u dbragem da prta, 2. dbradiças quebradas u mal instaladas e ligações ds parafuss, 3. vedante da prta danificad, 4. vidr quebrad, 5. elements d blquei danificads. Entre a prta e aparelh nã pdem encntrar-se nenhuns bjects. Os vedantes da prta têm que estar apertads e limps. Se tiverem sujidade u estiverem danificads, micr-ndas pde deixar escapar ndas electrmagnéticas. Deve evitar-se a frmaçã de quaisquer sediments nesses lugares (prvenientes de detergentes, pó, grdura, etc.)

11 Nã deve ligar-se micr-ndas quand a prta estiver aberta, pis pde dar-se uma radiaçã das ndas electrmagnéticas demasiad frte e nciva. Nunca deve mudar-se s fechs de segurança! ATENÇÃO! Perig de queimadura! Durante a utilizaçã d aparelh, algumas das suas peças ficam muit quentes. Para evitar queimaduras, nã deve tcar-se n aparelh! Nã aquecer nenhuns bjects inflamáveis n aparelh. Nã preparar nenhuns prats cm álcl. Nã assar nenhuns prats n aparelh. O óle quente pde levar a queimaduras da pele u à danificaçã d aparelh. Nã clcar na câmara de czedura nenhuns bjects (livrs de culinária, pans, etc.). Um ligament instantâne d aparelh pde danificar s mesms u mesm queimá-ls. Durante aqueciment u preparaçã ds prats em recipientes feits de materiais inflamáveis, tais cm plástic u papel, deve permanecer-se junt a aparelh, pis existe risc de sbreaqueciment d aparelh. ATENÇÃO! Perig de queimadura! Se s bjects n micr-ndas incendiarem-se, deve deixar-se a prta d micrndas fechada, desligar aparelh e tirar a ficha da tmada, eventualmente desligar fusível principal. Nã preparar prduts alimentares nem líquids em recipientes fechads u selads. Os recipientes pdem rebentar n aparelh u aleijar utilizadr durante a sua abertura! Os prats aquecids n micr-ndas sã aquecids de frma desigual. Para além diss s recipientes nrmalmente estã mais quentes d que seu cnteúd. Deve verificar-se cm cuidad a temperatura d prat, espcialmente quand em causa estã crianças. Perig de queimadura! Nã aquecer n micr-ndas vs frescs nem czids, cm casca u descascads, pis pdem expldir. Os prduts alimentares cm casca grssa, tais cm pr exempl batatas, abóbra, maçãs, castanhas, devem ser picads antes de serem aquecids. Nã clcar n micr-ndas misturas de água e óle u grdura, pis pdem expldir. Nunca deve usar-se aparelh sem prat rtativ e sem prduts. O aparelh pde ficar danificad. Nã usar tachs, panelas nem tampas de metal. O metal pde levar a faiscas na câmara de czedura. Deve usar-se apenas luça de material resistente a altas temperaturas, adaptada para ser usada em micr-ndas (ver capítul 5.4). Perig de incêndi!

12 Durante aqueciment de líquids n micr-ndas pde acntecer a chamada paragem de fervura. O líquid btém entã a temperatura de ferviment, sem haver efeits visíveis. Prtant deve tmar-se atençã a pegar n recipiente. Mesm um chque mínim, pr exempl quand tirar recipiente, pde levar a entrnament d líquid. Perig de queimadura! Pr iss nã deve usar-se recipientes alts e estreits cm um gargal estreit. N recipiente cm líquid deve inserir-se uma clher (eventualmente pde ser de metal) u uma clher de vidr e seguidamente clcar recipiente n mei d Prat rtativ. Misturar líquid antes de aquecer e passada metade d temp de czedura. Após aqueciment deve aguardar-se um mment, misturar cm cuidad líquid n recipiente e tirar da câmara de czedura. Cm s prduts alimentares sã aquecids n micr-ndas de frma desigual, cnteúd das garrafas para as crianças deve ser precisamente misturad, eventuamente agitad e seguidamente, antes de dar a garrafa à criança, verificar a temperatura da cmida. Perig de queimadura! Antes de aquecer a cmida deve retirar-se a tampa e a chupeta! 5.2 Instalaçã e ligaçã Retirar a embalagem e eliminá-la. Clcar aparelh numa superfície estável e plana, que pssa aguentar pes d micr-ndas e pes ds prats pesads. Nã clcar aparelh pert de materiais inflamáveis, evitar temperaturas altas, humidade e humidificaçã d ar elevada. Nunca deve clcar-se aparelh numa superfície inflamável (tal cm pr exempl uma talha, tapete, etc.). Para que aparelh pssa funcinar de frma crrect, deve assegurar-se uma ba ventilaçã. Pr iss quand aparelh fr clcad deve manter-se umas distâncias seguras: - pr cima 20 cm - pr trás 10 cm - 5 cm de cada um ds lads. Nunca deve tapar-se as ranhuras de ventilaçã! A distância d aparelh da rádi, da televisã tem que ser de pel mens 2 m, para evitar a interferência das ndas da rádi. O circuit eléctric das tmadas tem que estar prtegid cm pel mens 16A. O aparelh deve ser ligad apenas directamente à tmada na parede; nã deve usar-se adaptadres nem tmadas múltiplas. O aparelh deve ser clcad de frma a que haja fácil acess à ficha e para que cas seja necessári pssa desligar-se rapidamente aparelh da crrente eléctrica

13 5.3 Regras de czedura cm micr-ndas Em vez da fnte tradicinal de calr n micr-ndas é usada uma lâmpada electrónica que emite ndas electrmagnéticas. Essas ndas, tal cm as ndas da rádi, sã invisíveis, apenas pde bservar-se seu efeit. Essas ndas pdem passar pr materiais cm vidr, prcelana, plástic e papel. Cm estes materiais nã cntêm água, grdura nem óle, nã sã aquecids pelas micrndas. As micrndas penetram prdut que é czid e levam as mléculas de água, grdura u óle à vibrat e cm efeit prduzem calr, que é usad para descngelar, auqecer u czer. Durante a czedura cm micrndas calr surge n interir d prdut czid, a cntrári d que sucede n prcess nrmal de czedura u grelhament, nde calr penetra prdut pr fra. Se aparelh nã estiver danificad, a energia prduzida pelas micrndas Fica n interir d aparelh e nã cnstitui nenhuma ameaça para utilizadr. O prdut que será czid deve ser clcad cm atençã n micr-ndas, as partes maires devem ser clcadas na parte mais exterir. Lembrar-se d temp de czedura. O melr é esclher temp mais curt daqueles que frem frnecids e eventualmente prlngar temp de czedura. O prdut czid durante demasiad temp pde incendiar-se u deitar fum. Durante a czedura deve tapar-se s prats. Assim prat cze de frma unifrme e nã salpica. Durante a czedura prdut deve ser virad uma vez. Desta frma é acelerad prcesj de czedura, pr exempl d frang u d um hambúrguer. As partes grandem, tais cm assad, devem ser viradas pel men suma vez. Prats cm almôndegas devem ser passads após metade d temp de czedura de frma a trcar de psiçã: as de cima para baix, as de baix para cima, as d mei para fra e a cntrári. Esta udana deve ser feita pel mens uma vez. 5.4 Os recipientes adaptads para serem usads n micr-ndas 1. Verificar se recipiente pde ser utilizad n micr-ndas. Teste: clcar recipiente vazi cm um cp de água (nunca deve ligar-se aparelh quand estiver vazi, u quand n seu interir encntrar-se um recipiente vazi) n aparelh e aquecer durante 60 segunds cm nível de ptencja máxim. Um recipiente adequad encntra-se mrn. Se recipiente estiver quente, significa que nã serve para ser utilizad num micr-ndas. 2. O material adaptad para s recipientes para micr-ndas deixa passar as micrndas. A energia penetra pel recipiente e aquece prat. 3. Nã pde usar-se luça de metal u cm partes de metal (pr exempl partes duradas n prat). As micrndas nã penetram pel metal. 4. Nã usar prduts feits de peças recicladas, pis pdem cnter pequens pedaçs de metal. N cas de utilizaçã desse tip de recipientes n micr-ndas pdem surgir faiscas u mesm um incêndi. 5. Acnselha-se us de recipientes vais u rednds, nã quadrads, pis ns cants desse tip de recipientes a cmida aquece mais rápid

14 6. Os recipientes plans e largs sã melhres para serem utilizads n micr-ndas d que recipientes estreits e alts. Ns recipientes plans a cmida cze-se de frma unifrme. 7. Para evitar a czedura da cmida na beira d recipiente, pde clcar-se as beiras d recipiente cm tiras finas de flha de alumíni. Nã deve usar-se demasiada flha de alumíni e manter uma distância de pel mens 2,5 a 3,0 cm entre a flha e as paredes da câmara czedra n micr-ndas. 8. A tabela abaix ajudará a esclher a luça adequada: Luça para czer Utilizaçã n micr-ndas Utilizaçã n relhadr Cnvecçã Cmbinaçã* Vidr resistente a calr sim sim sim sim Vidr nã resistente a temperaturas altas Cerâmica resistente a calr Recipiente de plástic que pde ser usad em micr-ndas nã nã nã nã sim sim sim sim sim nã nã nã Papel de czinha sim nã nã nã Taça de metal / tigela nã sim sim nã Grelha de metal nã sim sim nã Flha de alumíni & recipientes de flha nã sim sim nã *Cmbinaçã: micr-ndas + grelhadr e micr-ndas + cnvecçã 5.5 Utilizaçã Lavagem antes da primeira utilizaçã Antes de utilizar pela primeira vez, deve lavar-se aparelh, para que pr exempl s rests da embalagem nã estraguem sabr ds prats que frem preparads. Esvaziar a câmara de czedura. Lavar aparelh pr dentr e pr fra cm um pan maci e húmid e n final secar precisamente. Deixar a prta aberta para que a câmara de czedura pssa secar presicamente. O cnjunt d anel rtatitv, prat rtativ e a taça para grelhar juntamente cm a pega móvel devem ser lavads regularmente cm um puc de detergente para a luça u n lava-luça

15 Regras gerais de utilizaçã Clcar anel rtativ 4 na prfundidade n fund da câmara de czedura. Clcar prat rtativ 8 cm a parte cm as ranhuras para baix, n fund da câmara de czedura e rdá-l até a mment em que prat encaixar na tracçã d prat rtativ Aqueciment e czedura Antes de cada ligaçã d micr-ndas deve verificar-se se prat rtativ 8 e anel rtativ 4 estã bem mntads. A câmara de czedura deve estar limpa; anel rtativ 4 tem que encntrar-se na prfundidade; prat rtativ 8 tem que estar mntad na tracçãd d prat rtativ 5. Clcar recipiente cm prdut n prat rtativ. Nada pde ficar para além da berma d prat rtativ. Nã aquecer / czer s prduts directamente sbre prat rtativ. N cas de aqueciment / czedura de um mair númer de peças / unidades, as mesmas devem ser clcadas de frma unifrme n recipiente para a czedura, de frma as peças d prdut nã tcarem umas nas utras. CUIDADO! Nunca deve usar-se aparelh sem prat rtativ e sem s recipientes cm s prduts u sem s prduts! Fechar a prta d aparelh e verificar se s vedantes da prta estã limps e se a prta fecha-se de frma crrecta. Esclher md de trabalh pretendid, nível de ptência e temp de czedura (ver mais adiante n capítul) e ligar aparelh. A câmara de czedura está iluminada e prat rtativ está em mviment. Deve lembrar-se de que prat rtativ tem que ter sempre espaç suficiente para rdar

16 CUIDADO! Se aparelh estiver regulad numa ptência alta, deve bservar-se aparelh de frma estável! N cas de sns estranhs, prduts que incham u líquids que fervem, deve seleccinar-se uma ptência mais baixa! Intrduçã de dads Para intrduzir s dads s btões devem ser carregads rapidamente duas vezes. N cas de intervals mais lngs, aparelh interrmpe de frma autmática a intrduçã ds dads. Se s dads frem aceites, aparelh cnfirma esse fact cm um sinal snr. Um sinal snr dupl significa que aparelh nã aceitu s dads intrduzids. Deve verificar-se s dads e tentar intrduzí-ls nvamente. Eliminaçã de dads Se quiserms eliminar s dads antes de iniciar a czedura, deve premir-se btã Stp/Reset. Para interrmper u terminar a funçã Para interrmper funcinament d aparelh, deve premir-se btã Stp/Reset u abrir a prta d aparelh. Para iniciar nvamente aparelh deve fechar-se a prta d aparelh e seguidamente premir btã Start. Se quiserms terminar pr cmplet prcess de czedura, premims nvamente btã Stp/Reset Fim d prgrama para eliminar tdas as rdens N fim d prgrama uve-se um sinal snr. N visr aparece a mensagem END. Pde tirar-se prat d micr-ndas. ATENÇÃO! Perig de queimadura! O recipiente para a czedura pde estar muit quente, prque prat liberta uma temperatura elevada. Quand tirar recipiente, deve usar-se umas luvas de prtecçã u um pan. Após terminar a czedura ds prats cm muita água a prta d aparelh deve permanecer aberta, para que a câmara de czedura pssa secar

17 Cnfiguraçã d relógi 1. Deve premir-se a tecla durante pel mens 3 segunds. Aparece 12H. 2. A maçaneta Time / Menu deve ser rdada até a mment em que aparecer a hra certa. 3. Para cnfirmar deve premir-se btã. 4. A maçaneta Time / Menu deve ser rdada até a mment em que aparecerem s minuts certs. 5. Para cnfirmar deve premir-se btã. NOTA! Durante a czedura a hra pde ser verificar a premir btã. Czedura cm a utilizaçã de micr-ndas Esta funçã serve para preparar prats de um tach, spas, mlhs,carne sem pele crcante, peixes czids n vapr, legumes, acmpanhantes (arrz, batatas, prats de farinha), bebidas quentes. Neste md, através d painel de cmand, pde cnfigurar-se pr quant temp e cm que ptência é que as micr-ndas devem aquecer u czer prat. A cnfiguraçã d nível de ptência é feita cm a tecla. N quadr abaix fi indicad nível de ptência. Na primeira cluna fi indicad quantas vezes é que deve ser premid btã, para cnfigurar a ptência pretendida. Na segunda cluna fi indicada a percentagem da ptência que é usada e s prgramas. A terceira cluna indica s respectivs níveis de ptência. O temp de czedura pretendid é esclhid cm a maçaneta Time / Menu. O temp que pde ser esclhid sã n máxim 95 minuts. Após seleccinar nível de ptência e temp de czedura, deve premir-se btã Start. Premir btã Ptência apróx. (%), entre parênteses fi indicada a mensagem que aparece n visr Respectiv nível de ptência 1 vez 100 % (P-HI) alt 2 vezes 90 % (P-90) 3 vezes 80 % (P-80)

18 Premir btã Ptência apróx. (%) entre parênteses fi indicada a mensagem que aparece n visr Respectiv nível de ptência 4 vezes 70 % (P-70) médi alt 5 vezes 60 % (P-60) 6 vezes 50 % (P-50) médi 7 vezes 40 % (P-40) 8 vezes 30 % (P-30) 9 vezes 20 % (P-20) médi baix / descngelament 10 vezes 10 % (P-10) baix 11 vezes 0 % (P-00) Exempl: Se quiserms aquecer prdut durante 5 minuts cm 60 % d nível de ptência, n painel de cmand devem ser feits s seguintes passs: 1. Premir btã 5 vezes. 2. Rdar a maçaneta Time / Menu até aparecer n visr temp de czedura pretendid (5:00). 3. Seguidamente premir btã Start. Infrmações imprtantes: Se quiserms interrmper a czedura pr um instante, deve premir-se btã Stp/Reset 1 vez. Após premir btã Start a czedura será iniciada nvamente. Se premirms btã Stp/Reset 2 vezes, será eliminad td rprgrama de czedura que fi esclhid Se a czedura acabu, uve-se 4 vezes um sinal snr e n visr aparece a mensagem END. Para eliminar a mensagem END n visr e ligar utra funçã, deve premir-se btã Stp/Reset u abrir a prta d aparelh. Durante a czedura pde verificar-se nível de ptência premind para tal btã

19 Regulaçã d temp Para pder usar a funçã temp, deve premir-se btã e seleccinar temp pretendid cm a maçaneta Time / Menu. Esta funçã pde ser usada n md Standby e n md de czedura cm a utilizaçã de micr-ndas. Exempl: Se quiserms esclher 5 minuts cm temprizadr, tems que cnfigurar as seguintes rdens n painel de cmand: 1. Premir btã 1 vez. 2. Rdar a maçaneta Time / Menu até aperecer n visr temp pretendid (5:00). 3. Premir btã Start. Infrmações imprtantes: O temp máxim que pde ser seleccinad, é de 95 minuts. Pde verificar-se temp seleccinad premind para tal btã. Para eliminar a mensagem sbre temp seleccinad, deve premir-se btã e seguidamente btã Stp/Reset. Funçã de grelhament A czedura cm a funçã de grelhament serve acima de tud para preparar fatias finas de carne, bifes, kebabes, churiçs e frang. Esta funçã serve também para preparar sandes aquecidas e prats assads. Exempl: Se quiserms prgramar a czedura cm funçã de grelhament para 12 minuts, entã: 1. Tems que certificar-ns de que tdas as cnfigurações anterires fram eliminadas e que aparelh está prnt a ser nvamente prgramad. 2. Premir btã. 3. Rdar a maçaneta Time / Menu até aparecer n visr temp pretendid (12:00). 4. Premir btã Start

20 Infrmações imprtantes: A ptência de grelhament está pré-seleccinada n nível mais alt. O temp máxim de grelhament é de 95 minuts. Funçã de cnvecçã Durante a czedura cm a funçã de cnvecçã n interir d aparelh circula ar quente, para que prdut fique durad rapidamente e de frma unifrme e para que fique crcante. O aparelh pde ser regulad em dez várias temperaturas de czedura durante um temp de czedura que vai até às 9 hras e 30 minuts. A funçã de cnvecçã serve para fazer bls, blinhs, biscits, flhads, suflês, bls de açúcar e massas. Czedura cm a funçã de cnvecçã A temperatura de czedura é cnfigurada cm btã. A lista das cnfigurações ds níveis de temperatura encntra-se n quadr abaix. Na cluna da esquerda fi indicad quantas vezes é que deve ser pressinad btã, para seleccinar a ptência pretendida. Na cluna direita fi indicada a temperatura. Premir btã Temperatura (apróx. C) 1 vez vezes vezes vezes vezes vezes vezes vezes vezes vezes 110 O temp de czedura pretendid é seleccinad através da maçaneta Time / Menu

21 Exempl: Se quiserms czer prdut numa temperatura de 180 C durante 40 minuts, deve efectuar-se s seguintes mviments n painel de cmand: 1. Premir btã 3 vezes. 2. Rdar a maçaneta Time / Menu até aparecer n visr temp de czedura pretendid (H:40). 3. Premir btã Start. Para recrdar: O temp máxim de czedura é de 9 hras e 30 minuts. Após fim da czedura uve-se um sinal snr, que repete-se 4 vezes e n visr aparece a mensagem END. Para eliminar a mensagem END d visr, antes de seleccinar utra funçã de czedura, deve premir-se btã Stp/Reset u abrir a prta d aparelh. Durante a czedura pde verificar-se a temperatura d ar quente, premind para tal btã. Aqueciment e czedura cm a funçã de cnvecçã O micr-ndas pde ser prgramad de frma a juntar a funçã de aqueciment à funçã de cnvecçã. Exempl: Se quiserms aquecer prdut até à temperatura de 160 C e seguidamente czer durante 1 hra e 30 minuts, tems que fazer seguinte: 1. Premir btã 5 vezes para esclher a temperatura. 2. Premir btã Start. Se aparelh atingiu a temperatura seleccinada, uve-se um sinal snr e n visr aparece a mensagem PREH. 3. Abrir a prta d aparelh e clcar recipiente cm prdut n mei d prat rtativ. 4. Rdar a maçaneta Time / Menu até que apareça n visr temp de czedura pretendid (1H:30). 5. Premir btã Start

22 Micr-ndas + grelhament N md cmbinad (micr-ndas e grelhament) pde czer-se e a mesm temp bter uma casca crcante. Assim temp de preparaçã d prat fica mais curt. Esta funçã serve especialmente para preparar sandes assadas, carne, aves, batatas assadas, tstas. Esta funçã permite esclher duas cmbinações, nas quais já fi prgramada a percentagem d temp de grelhament e de czedura cm a utilizaçã de micrndas. Esclhems temp ttal e após a selecçã da cmbinaçã a percentagem d temp de czedura cm micr-ndas e da funçã de grelhament é dividida de frma autmática. Primeir, deve premir-se 1 u 2 vezes btã, para esclher a devida cmbinaçã para prat preparad, seguidamente seleccinar temp de czedura pretendid cm a maçaneta Time / Menu, que aperece n visr. Para iniciar prgrama deve premir-se btã Start. Infrmações imprtantes: O temp máxim de czedura é de 95 minuts. Após terminar prcess de czedura, uve-se pr 4 vezes um sinal snr e n visr aparece a mensagem END. Durante a czedura pde verificar-se prgrama seleccinad, premind para tal btã. Cmbinaçã 1 30 % d temp de czedura cm micr-ndas, 70% d temp grelhament: para prats cm peixes, batatas e prats assads. Exempl: Se quiserms seleccinar para a cmbinaçã 1 temp de czedura de 1 hra e 25 minuts, tems que fazer seguinte: 1. Premir 1 vez btã. 2. Rdar a maçaneta Time / Menu até aparecer n visr temp de czedura pretendid (25:00). 3. Premir btã Start

23 Cmbinaçã 2 55 % % d temp de czedura cm micr-ndas, 45 % d temp grelhament: para pudins, meletes, batatas assadas e aves. Exempl: Se quiserms seleccinar para a cmbinaçã 2 temp de czedura de - 12 minuts, tems que fazer seguinte: 1. Premir btã Stp/Reset. 2. Premir 2 vezes btã. 3. Rdar a maçaneta Time / Menu até aparecer n visr temp de czedura pretendid (12:00). 4. Premir btã Start. Micr-ndas + cnvecçã Este md de funcinament cm a funçã de circulaçã d ar quente e de micrndas serve para preparar: - sandes assadas, que têm muita humidade - pedaçs grsss de carne - pã prfundamente cngelad - bls cm muita humidade O aparelh pssui quart cnfigurações pré-prgramadas, que facilitam a czedura autmática tant cm a funçã de cnvecçã cm cm a utlizaçã de micr-ndas. Para seleccinar a temperatura d ar quente, deve premir-se btã : Mensagem n visr Premir btã Temperatura ( C), apróx. COMB1 1 vez 200 COMB2 2 vezes 170 COMB3 3 vezes 140 COMB4 4 vezes

Manual de instruções

Manual de instruções P Manual de instruções Salamandra eléctrica 100 A151.5001 V3/0211 Mantenha este manual de instruções pronto a ser utilizado com o produto! - 1 - 1. Informações gerais 3 1.1 Informações sobre o manual de

Leia mais

A151.300 A151.600 V4/0111

A151.300 A151.600 V4/0111 A151.300 A151.600 V4/0111 P 1. Informações gerais 62 1.1 Informações sobre o manual de instruções 62 1.2 Simbologia 62 1.3 Garantia 63 1.4 Direitos de autor 63 1.5 Declaração de conformidade 63 2. Segurança

Leia mais

2. Segurança 64 2.1 Informações gerais 64 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 64-65 2.

2. Segurança 64 2.1 Informações gerais 64 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 64-65 2. 120.109 V2/1011 P 1. Informações gerais 62 1.1 Informações sobre o manual de instruções 62 1.2 Simbologia 62 1.3 Garantia 63 1.4 Direitos de autor 63 1.5 Declaração de conformidade 63 2. Segurança 64 2.1

Leia mais

Slim-Line 80L 700.180G V2/1011

Slim-Line 80L 700.180G V2/1011 Slim-Line 80L 700.180G V2/1011 P 1. Informações gerais 82 1.1 Informações sobre o manual de instruções 82 1.2 Simbologia 82 1.3 Garantia 83 1.4 Direitos de autor 83 1.5 Declaração de conformidade 83 2.

Leia mais

Manual de instruções Máquina de gelo

Manual de instruções Máquina de gelo P Manual de instruções Máquina de gelo 104.025 / 104.040 V2/0412 Mantenha este manual de instruções pronto a ser utilizado com o produto. - 1 - 1. Informações gerais 3 1.1 Informações sobre o manual de

Leia mais

Panini A150.676 V3/0211

Panini A150.676 V3/0211 Panini A150.676 V3/0211 P 1. Informações gerais 72 1.1 Informações sobre o manual de instruções 72 1.2 Simbologia 72 1.3 Garantia 73 1.4 Direitos de autor 73 1.5 Declaração de conformidade 73 2. Segurança

Leia mais

Extrator de Sucos Modelo

Extrator de Sucos Modelo O PREÇO ALIADO À QUALIDADE METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua: Anita Garibaldi, nº 22 - Bairr: Sã Luiz - CEP: 8851-10 Brusque - Santa Catarina - Brasil Fne: +55 (0 )7 211 000 / 255 2000 Fax: +55 (0 )7 211 020

Leia mais

Manual de instruções. Misturador de bar duplo V1/1013

Manual de instruções. Misturador de bar duplo V1/1013 P Manual de instruções Misturador de bar duplo 135101 V1/1013 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

Manual de instruções Forno para pizza Mini

Manual de instruções Forno para pizza Mini P Manual de instruções Forno para pizza Mini 203510 203500 V1/0813 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Termômetros Portáteis. Termômetro Modelo TM20 com sonda padrão Termômetro Modelo TM25 com sonda de penetração

GUIA DO USUÁRIO. Termômetros Portáteis. Termômetro Modelo TM20 com sonda padrão Termômetro Modelo TM25 com sonda de penetração GUIA DO USUÁRIO Termômetrs Prtáteis Termômetr Mdel TM20 cm snda padrã Termômetr Mdel TM25 cm snda de penetraçã 1 TM20-TM25-EU-PT-br V1.6 4/13 Intrduçã Obrigad pr esclher este Termômetr Prtátil Extech para

Leia mais

ABN-HD. Manual de Instruções. Kit Estrogonofe SKYMSEN LINHA DIRETA

ABN-HD. Manual de Instruções. Kit Estrogonofe SKYMSEN LINHA DIRETA METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Manual de Instruções METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 8835-40 Brusque Santa Catarina Brasil Fne: (47) 32-6000

Leia mais

IMBISS PRO 162.500 V1/0411

IMBISS PRO 162.500 V1/0411 IMBISS PRO 162.500 V1/0411 P 1. Informações gerais 82 1.1 Informações sobre o manual de instruções 82 1.2 Simbologia 82 1.3 Garantia 83 1.4 Direitos de autor 83 1.5 Declaração de conformidade 83 2. Segurança

Leia mais

Manual de Instruções. Kit Estrogonofe ABN-AB-ABK-ABL SKYMSEN LINHA DIRETA

Manual de Instruções. Kit Estrogonofe ABN-AB-ABK-ABL SKYMSEN LINHA DIRETA METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Manual de Instruções Kit Estrgnfe ABN-AB-ABK-ABL METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-410 Brusque Santa Catarina

Leia mais

LAR - 04/06/08/10. Manual do Usuário. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: SKYMSEN. 13241.1 Dezembro/2008 SE É SKYMSEN, PODE

LAR - 04/06/08/10. Manual do Usuário. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: SKYMSEN. 13241.1 Dezembro/2008 SE É SKYMSEN, PODE PRODUTOS SE É SKYMSEN, PODE CONFIAR. Manual d Usuári PRODUTOS METAL RGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-410 Brusque Santa Catarina Brasil Fne: +55 47 3211 6000 / 3255

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

150320 150310 V1/0815

150320 150310 V1/0815 150320 150310 V1/0815 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Índice 1. Segurança... 72 1.1 Indicações de segurança... 72 1.2 Explicação dos símbolos... 74 1.3 Fontes de riscos... 74 1.4

Leia mais

Manual de Instruções. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: LS - 06MB O PREÇO ALIADO À QUALIDADE POLI. 40926.

Manual de Instruções. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: LS - 06MB O PREÇO ALIADO À QUALIDADE POLI. 40926. O PREÇO ALIADO À QUALIDADE O PREÇO ALIADO À QUALIDADE Manual de Instruções Liquidificadr Industrial de ALTO RENDIMENTO O PREÇO ALIADO À QUALIDADE METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr:

Leia mais

2. Segurança 94 2.1 Informações gerais 94 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 94-95 2.

2. Segurança 94 2.1 Informações gerais 94 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 94-95 2. 110.134 V1/1111 P 1. Informações gerais 92 1.1 Informações sobre o manual de instruções 92 1.2 Simbologia 92 1.3 Garantia 93 1.4 Direitos de autor 93 1.5 Declaração de conformidade 93 2. Segurança 94 2.1

Leia mais

IV-65 300317 V4/0914

IV-65 300317 V4/0914 IV-65 300317 V4/0914 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! 1. Informações

Leia mais

2. Segurança 84 2.1 Informações gerais 84 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 84-85 2.

2. Segurança 84 2.1 Informações gerais 84 2.2 Indicações relativas à segurança durante a utilização do aparelho 84-85 2. 200.266 V5/0712 P 1. Informações gerais 82 1.1 Informações sobre o manual de instruções 82 1.2 Simbologia 82 1.3 Garantia 83 1.4 Direitos de autor 83 1.5 Declaração de conformidade 83 2. Segurança 84 2.1

Leia mais

Manual de Instruções para Aparelhos Auditivos

Manual de Instruções para Aparelhos Auditivos Manual de Instruções para Aparelhs Auditivs Índice Aparelhs Auditivs persnalizads Cnhecend seu aparelh auditiv Clcand a bateria Clcand e retirand aparelh intracanal/intra-auricular Clcand e retirand aparelh

Leia mais

Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível!

Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! Rimi 700220 V3/0214 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! 1. Informações

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7)

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7) PAINT 1 (Windws7) O Paint é uma funcinalidade n Windws 7 que pde ser utilizada para criar desenhs numa área de desenh em branc u em imagens existentes. Muitas das ferramentas utilizadas n Paint estã lcalizadas

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativ Centr de Saúde 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.. Tds s direits reservads. A ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.

Leia mais

Artigo 12 Como montar um Lava Jato

Artigo 12 Como montar um Lava Jato Artig 12 Cm mntar um Lava Jat Antigamente era cmum bservar as pessas, n final de semana, cm seus carrs, bucha e sabã nas mãs. Apesar de ainda haver pessas que preferem fazer serviç suj szinhas, s lava

Leia mais

Manual de instruções Balança digital electrónica

Manual de instruções Balança digital electrónica P Manual de instruções Balança digital electrónica А300068 / A300151 V1/0414 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente

Leia mais

LAR - 04/06/08/10. Manual de Instruções. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: SKYMSEN. 13241.1- Outubro/2010

LAR - 04/06/08/10. Manual de Instruções. Liquidificador Industrial de ALTO RENDIMENTO. Modelos: SKYMSEN. 13241.1- Outubro/2010 METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Manual de Instruções Liquidificadr Industrial de ALTO RENDIMENTO METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. METAL RGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-410 Brusque

Leia mais

Manual do Usuário. Fritadeiras Elétricas só Óleo. FSB-1600 / FSM-2300 / FSD-2300 - (220 Volts) Modelos: FSD-2300 SKYMSEN LINHA DIRETA

Manual do Usuário. Fritadeiras Elétricas só Óleo. FSB-1600 / FSM-2300 / FSD-2300 - (220 Volts) Modelos: FSD-2300 SKYMSEN LINHA DIRETA FSB-1600 FSM-2300 FSD-2300 PRODUTOS METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-410 Brusque Santa Catarina Brasil Fne: +55 47 255 2000 Fax: +55 47 255 2020 www.siemsen.cm.br

Leia mais

O manual da IMPRESSA C5

O manual da IMPRESSA C5 O manual da IMPRESSA C5 O Manual da IMPRESSA recebeu a marca d institut alemã independente de cntrl TÜV SÜD devid à sua fácil cmpreensã, pel seu cnteúd cmplet e pela sua segurança. Índice A sua IMPRESSA

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO : SISTEMA DE SEGURANÇA

MANUAL DE INSTALAÇÃO : SISTEMA DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTALAÇÃO : SISTEMA DE SEGURANÇA Réf. : 34920 Ref. : 34920 INFORMAÇÕES DE INSTALAÇÃO LISTA DE COMPONENTES INCLUÍDOS Deverá encntrar seguinte equipament n seu sistema. Verifique se cada um ds

Leia mais

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas 1 / 7 I. OBJETIVO E ÂMBITO Este dcument estabelece as regras de Segurança n Trabalh e Ambiente aplicáveis a entidades que venham a desenvlver actividades dentr da RESIESTRELA, em regime de cntrat, prestaçã

Leia mais

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF)

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF) Wrkshp Nva Legislaçã que regula a aplicaçã de Prduts Fitfarmacêutics (PF) Quinta d Vallad, Vilarinh ds Freires Branca Teixeira 23 de mai de 2013 Nva Legislaçã Lei nº26/2013 de 11 de abril Regula as actividades

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO C e n t r d e I n f r m á t i c a NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA A FMUP dispõe de salas e labratóris de infrmática gerids pel Centr

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO:

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5.1 INTRODUÇÃO A rganizaçã da manutençã era cnceituada, até há puc temp, cm planejament e administraçã ds recurss para a adequaçã à carga de trabalh esperada.

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

Aula 11 Bibliotecas de função

Aula 11 Bibliotecas de função Universidade Federal d Espírit Sant Centr Tecnlógic Departament de Infrmática Prgramaçã Básica de Cmputadres Prf. Vítr E. Silva Suza Aula 11 Biblitecas de funçã 1. Intrduçã À medida que um prgrama cresce

Leia mais

PROCEDIMENTO ESPECÍFICO OPERAÇÕES DE DESMATAÇÃO, DESARBORIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE FITOFARMACÊUTICOS

PROCEDIMENTO ESPECÍFICO OPERAÇÕES DE DESMATAÇÃO, DESARBORIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE FITOFARMACÊUTICOS Página 1 de 9 0 CONTROLO DE REVISÕES... 2 1 OBJECTIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 2 REFERÊNCIAS... 2 3 DEFINIÇÕES... 2 4 ABREVIATURAS... 3 5 PROCEDIMENTO... 3 5.1 NECESSIDADE DE DESARBORIZAÇÃO OU DESMATAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2008/2009, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

TECNOLOGIAS DE MICRO-GERAÇÃO E SISTEMAS PERIFÉRICOS. 6 Painéis Solares Fotovoltaicos

TECNOLOGIAS DE MICRO-GERAÇÃO E SISTEMAS PERIFÉRICOS. 6 Painéis Solares Fotovoltaicos 6 Painéis Slares Ftvltaics 48 6.1 Descriçã da tecnlgia A funçã de uma célula slar cnsiste em cnverter directamente a energia slar em electricidade. A frma mais cmum das células slares fazerem é através

Leia mais

Escla Superir Agrária de Cimbra Prcessament Geral de Aliments LEAL 2009/2010 Aqueciment Óhmic Brenda Mel, nº 20803030 Inês Ricard, nº 20090157 Nádia Faria, nº 20803060 O que é? Prcess nde a crrente eléctrica

Leia mais

Manual de Instruções. PCP-98M(Monofásico) PCP-98T(Trifásico) POLI O PREÇO ALIADO A QUALIDADE. 28088.7 - Novembro/2010 LINHA DIRETA

Manual de Instruções. PCP-98M(Monofásico) PCP-98T(Trifásico) POLI O PREÇO ALIADO A QUALIDADE. 28088.7 - Novembro/2010 LINHA DIRETA O PREÇO ALIADO A QUALIDADE. Manual de Instruções METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-10 Brusque Santa Catarina Brasil Fne: +55 7 3255 2000 Fax: +55 7 3255 2020

Leia mais

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO:

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3.1 MANUTENÇÃO CORRETIVA A manutençã crretiva é a frma mais óbvia e mais primária de manutençã; pde sintetizar-se pel cicl "quebra-repara", u seja, repar ds equipaments após a avaria.

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

Regulamento da Feira de Ciência

Regulamento da Feira de Ciência Regulament da Feira de Ciência A Feira A Feira de Ciência é um é um prject rganizad pel Núcle de Física d Institut Superir Técnic (NFIST). Esta actividade cnsiste em desenvlver um prject científic pr um

Leia mais

Diretor Conselheiro Técnico Consultores de serviços. Responsável pela Qualidade Gerente de Vendas Garantista

Diretor Conselheiro Técnico Consultores de serviços. Responsável pela Qualidade Gerente de Vendas Garantista Sã Paul, 06 de Julh de 2009. Nº. 341 Divulgar esta infrmaçã para: Diretr Cnselheir Técnic Cnsultres de serviçs Gerente de Serviçs Gerente de Peças Chefe de Oficina Respnsável pela Qualidade Gerente de

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/6 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA ABATE E DESRAME DE ÁRVORES 2 DESCRIÇÃO As tarefas de abate e desrame de árvres estã habitualmente relacinadas cm s seguintes trabalhs Levantaments

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

Terremotos e Ressonância

Terremotos e Ressonância Ntas d Prfessr Terremts e Ressnância Pergunta em fc Cm mviment d sl causad pr um terremt afeta a estabilidade de edifícis de diferentes alturas? Ferramentas e materiais Dis pedaçs quadrads de madeira,

Leia mais

Informática II INFORMÁTICA II

Informática II INFORMÁTICA II Jrge Alexandre jureir@di.estv.ipv.pt - gab. 30 Artur Susa ajas@di.estv.ipv.pt - gab. 27 1 INFORMÁTICA II Plan Parte I - Cmplementar cnheciment d Excel cm ferramenta de análise bases de dads tabelas dinâmicas

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

Mini 1,5L A100266 V2/1014

Mini 1,5L A100266 V2/1014 Mini 1,5L A100266 V2/1014 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! 1.

Leia mais

Processos de desumidificação visam manter a Umidade Relativa do Ar em níveis abaixo de 50%.

Processos de desumidificação visam manter a Umidade Relativa do Ar em níveis abaixo de 50%. 1. TEORIA Para prcesss específics de utilizaçã, é necessári manter cndições de temperatura e umidade relativa d ar em cndições específicas para prduçã e u trabalh. Prcesss de desumidificaçã visam manter

Leia mais

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA MANUAL ds LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA Objetiv 1. Oferecer as aluns a infra-estrutura e suprte necessári à execuçã de tarefas práticas, slicitadas pels prfessres, bservand s prazs estabelecids. 2. Oferecer

Leia mais

Sistema Cirúrgico MERLIN

Sistema Cirúrgico MERLIN Sistema Cirúrgic MERLIN Manual de Utilizaçã d CLA (Cndenser Lens Assembly) (apenas Manual) Vlk Optical Inc. 7893 Enterprise Drive Mentr, OH 44060 2 Intrduçã A Vlk Optical Inc., líder em óptica asférica,

Leia mais

Máquinas Eléctricas. b2 D. Sobre dois elementos de circuito dotados de resistência eléctrica ABC e ADC deriva-se um ramo ou ponte BD e

Máquinas Eléctricas. b2 D. Sobre dois elementos de circuito dotados de resistência eléctrica ABC e ADC deriva-se um ramo ou ponte BD e Labratóri de Máquinas léctricas Métd da Pnte de Wheatstne Manuel Vaz uedes Núcle de studs de Máquinas léctricas FUL NNHRI UNIVRSI O PORTO O estud experimental das máquinas eléctricas exige cnheciment d

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA De Plenári, err1 substituiçã à COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sbre Prjet de Lei da Câmara 209, de 2015, de autria d Deputad Aeltn Freitas, que altera a Lei n 8.906, de 4 de julh de 1994

Leia mais

Manual de instruções Aparelhos para fazer crepes a gás

Manual de instruções Aparelhos para fazer crepes a gás P Manual de instruções Aparelhos para fazer crepes a gás 1043413 1043423 V1/1013 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente

Leia mais

T12 Resolução de problemas operacionais numa Companhia Aérea

T12 Resolução de problemas operacionais numa Companhia Aérea T12 Resluçã de prblemas peracinais numa Cmpanhia Aérea Objectiv Criar um Sistema Multi-Agente (SMA) que permita mnitrizar e reslver s prblemas relacinads cm s aviões, tripulações e passageirs de uma cmpanhia

Leia mais

URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technologies samaritan PAD 500P (Desfibrilhador de Acesso Público) Actualização do Software

URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technologies samaritan PAD 500P (Desfibrilhador de Acesso Público) Actualização do Software URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technlgies samaritan PAD 500P (Desfibrilhadr de Acess Públic) Actualizaçã d Sftware Cars Prprietáris d samaritan PAD 500P, O bjectiv desta carta é infrmar-vs sbre uma

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011.

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011. Gabinete d Deputad FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de març de 2011. Quand ingressei cm Requeriment slicitand a presença de Vssas Senhrias na Cmissã, estava assustad, cm, aliás, tda a ppulaçã, cm

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas Prcessadr de Text Funcinalidades Avançadas ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 MODELOS...4 Criar Mdels...5 MODELO NORMAL...6 Alterar mdel Nrmal.dtm...7 IMPRESSÃO EM SÉRIE MAILINGS...7 Cartas e mensagens de crrei electrónic...8

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic 1 Simuland uma Cadeia e planejand seus estques Lcal: em sala de aula Material

Leia mais

ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS

ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS 1 Os Estads-Membrs devem garantir que tdas as cndições u restrições relativas

Leia mais

SMART Document Camera Modelo SDC-450

SMART Document Camera Modelo SDC-450 Especificações SMART Dcument Camera Mdel SDC-450 Especificações físicas Tamanh Dbrada 25,4 cm L 7 cm A 30,5 cm P Mntada 20,3 cm L 55 cm A 38 cm P Pes Medidas da embalagem Pes da embalagem Cub da realidade

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE AIKAWA

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE AIKAWA (ポルトガル 語 ) 愛 川 町 図 書 館 利 用 案 内 BIBLIOTECA MUNICIPAL DE AIKAWA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE AIKAWA (AIKAWA MACHI TOSHOKAN) Endereç: Aikawa Machi, Sumida 250-1 Telefne: 046-285-6963( 直 通 ) Fax: 046-286-9880 FUNCIONAMENTO:

Leia mais

- COMO PROCURAR EMPREGO -

- COMO PROCURAR EMPREGO - GUIA PRÁTICO - COMO PROCURAR EMPREGO - e 1 de 7 Técnicas de Prcura de Empreg...3 1. Aut Avaliaçã...3 2. Meis de Divulgaçã de Ofertas de Empreg...3 3. Carta de Apresentaçã...4 4. Curriculum Vitae...4 4.1.1.

Leia mais

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede Prcesss de Api d Grup Cnsultiv 5.5 Suprte Infrmátic Direit de Acess à Rede Suprte Infrmátic - Dcuments 5.5 Âmbit e Objectiv Frmuláris aplicáveis Obrigatóris Obrigatóris, se aplicável Frmulári de Mapa de

Leia mais

FISPQ Nº 009/2001 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - NBR 14725

FISPQ Nº 009/2001 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - NBR 14725 Nme d Prdut: PASTENIZ R PRETO 1531 Data: 25.06.2008 Revisã: 0 Códig Nº: PA 71.049 Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - NBR 14725 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS.

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS. Históric de Revisões Revisã Data Descriçã da Revisã Mtiv da Revisã 11 20/08/09 Ajustes de hardware dispar Sirene PST 12 14/11/09 AJUSTES SOFTWARE 13 25/11/09 Ajustes de hardware, falha n mdul GSM na trca

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

CRM-4L. Modelo SKYMSEN. 21288.1 - Julho/2003 LINHA DIRETA

CRM-4L. Modelo SKYMSEN. 21288.1 - Julho/2003 LINHA DIRETA PRODUTOS METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Rua Anita Garibaldi, nº 262 Bairr: S Luiz CEP: 88351-410 Brusque Santa Catarina Brasil Fne: +55 47 255 2000 Fax: +55 47 255 2020 www.siemsen.cm.br - cmercial@siemsen.cm.br

Leia mais

Guia de Bem-Estar Gestão do peso

Guia de Bem-Estar Gestão do peso Guia de Bem-Estar Gestã d pes Cm este guia pde beneficiar a sua vida Benefícis psitivs: Melhr saúde geral Mais energia Melhria da imagem crpral e da aut-estima Melhria da dispsiçã Melhria d rendiment físic

Leia mais

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição Julh 2010 Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids à EDP Distribuiçã DGF/Departament Gestã de Materiais e Equipaments Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids

Leia mais

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas Versã: 3.0.0.48 Empresa: TrucksCntrl Slicitante: Diretria Respnsável: Fernand Marques Frma de Slicitaçã: e-mail/reuniã Analista de Negóci: Fábi Matesc Desenvlvedr: Fabian Suza Data: 24/09/2012 Sistema

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Administração de Redes Servidores de Aplicação

Administração de Redes Servidores de Aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administraçã de Redes Servidres de Aplicaçã

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

GP1200 104905 104902 V1/0715

GP1200 104905 104902 V1/0715 GP1200 104905 104902 V1/0715 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Índice 1. Segurança... 82 1.1 Indicações de segurança... 82 1.2 Explicação dos símbolos... 84 1.3 Fontes de riscos...

Leia mais

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo O FDA ferece esta traduçã cm um serviç para um grande públic internacinal. Esperams que vcê a ache útil. Embra a agência tenha tentad bter uma traduçã mais fiel pssível à versã em inglês, recnhecems que

Leia mais

? Que fazer se tiver falta de apetite, alterações do gosto ou vómitos?

? Que fazer se tiver falta de apetite, alterações do gosto ou vómitos? ? Que fazer se tiver falta de apetite, alterações d gst u vómits? A sua dença u s trataments (quimiterapia e/u raditerapia) pdem prvcar-lhe falta de apetite, u alterações n gst e cheir ds aliments. Pde

Leia mais

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK Use as instruções de acrd cm a versã d seu Outlk (2010, 2007 u 2003) Para saber a versã de seu Outlk, clique n menu Ajuda > Sbre Micrsft Office

Leia mais

Software Development Kit (SDK) do Microsoft Kinect para Windows

Software Development Kit (SDK) do Microsoft Kinect para Windows Sftware Develpment Kit (SDK) d Micrsft Kinect para Windws Os presentes terms de licenciament cnstituem um cntrat entre a Micrsft Crpratin (u dependend d país em que reside uma das respetivas empresas afiliadas)

Leia mais

Manual de configuração de equipamento Huawei G73. Huawei G73. Pagina 1

Manual de configuração de equipamento Huawei G73. Huawei G73. Pagina 1 Manual de cnfiguraçã de equipament Huawei G73 Huawei G73 Pagina 1 Índice 1. Breve intrduçã... 3 2. Guia rápid de utilizaçã...errr! Bkmark nt defined. 3. Serviçs e Funcinalidades suprtads...errr! Bkmark

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.04 S4 Página 1 de 14 INDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.04 DO SST...3 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.04...3 PRESTADOR...3 Relatóri de Metas...3 CLIENTE...4 Tela

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL Novas funcionalidades do Software ALERT versão 2.6.1

CTH - ALERT REFERRAL Novas funcionalidades do Software ALERT versão 2.6.1 Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL Nvas funcinalidades d Sftware ALERT versã 261 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, SA Tds s direits reservads A ALERT Life Sciences Cmputing, SA dispnibiliza presente

Leia mais

Instruções para as apresentações científicas

Instruções para as apresentações científicas Instruções para as apresentações científicas As apresentações pderã ser realizadas na frma de PÔSTER u ORAL, dentr das especialidades dntlógicas: Ciências Básicas, Estmatlgia/Radilgia/Patlgia, Cirurgia,

Leia mais

3 Fundamentos do Comportamento dos Hidrocarbonetos Fluidos

3 Fundamentos do Comportamento dos Hidrocarbonetos Fluidos 3 Fundaments d Cmprtament ds Hidrcarbnets Fluids 3.1. Reservatóris de Petróle O petróle é uma mistura de hidrcarbnets, que pde ser encntrada ns estads: sólid, líquid, u ass, dependend das cndições de pressã

Leia mais