» Conveniência fixo-móvel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "» Conveniência fixo-móvel"

Transcrição

1 26 de Fevereiro 2008 Centro Cultural de Belém Lisboa Luis Esteves Martins Siemens Enterprise Communications Portugal» Conveniência fixo-móvel Page 1 Copyright Siemens Enterprise Communications All rights reserved.

2 Desafios da mobilidade no sector Empresarial O objectivo A liberdade de comunicar e colaborar Em qualquer lugar, em qualquer altura, em qualquer dispositivo Em qualquer rede Page 2

3 Desafios da mobilidade no sector Empresarial Situação actual Os colaboradores estão cada vez mais móveis: 41% da força de trabalho opera fora do seu posto de trabalho Yankee Group 66% dos funcionários das empresas, viajaram durante 2007 CIO Insight Os colaboradores procuram comodidade, não eficiência de custos: 33% das chamadas de móveis, são realizadas no campus Frost & Sullivan 50% dos custos móveis são gerados dentro das empresas Frost & Sullivan Apesar do incremento das opções de comunicação, o desafio continua: Mais vias de comunição = mais complexidade a gerir. Múltiplos números, várias mailboxes, vários endereços Page 3

4 Desafios da mobilidade no sector Empresarial O Impacto Os custos com comunicações aumentam: Os custos com a mobilidade estão a crescer acentuadamente IDC 10% do budget está a ser gasto com a mobilidade Yankee Group A produtividade é afectada pela quantidade excessiva e redundante de informação. A acessibilidade tornou-se mais dificil de gerir. Page 4

5 Conveniência fixo-móvel O que é? Componentes: Appliance ( MobileConnect ) Localizada no site central, junto à rede fixa e entre o Wlan e o PBX. Monitoriza continuamente e faz a gestão das sessões dos utilizadores móveis, quer estes estejam no domínio público ou corporativo. Client ( MobileConnect ) Software que reside no terminal dual-mode e que interage com a Appliance para permitir a ligação dos domínios públicos e coorpotarivos. Page 5

6 Conveniência fixo-móvel como funciona? GSM Fixed Network The HiPath system and the network appliance provide the technology for the features like single number and process integration. Mobile WLAN Enterprise Dual Mode Home Office Corporate LAN MobileConnect Appliance Page 6

7 End-to-end Standards Enterprise FMC Home Office Branch Office Global & Regional Offices Factories & Warehouses Office HiPath SIP HiPath Wireless HiPath MobileConnect Page 7

8 Comunicações em Tempo Real Voice over WLAN ( VoWLAN) Voice VoIP Rede WLAN Convergente Data IP Data Wireless Voice Wireless Data 2gWlan WLAN de segunda geração Voice over WLAN Page 8

9 Arquitectura WLAN de segunda geração 2gWLAN Wireless Software Gestão Centralizada de Grupos e & user policies Centralização de moves/adds/changes Control de traffic flow IP Network Subnet #1 IP P Network Subnet #2 Wireless Controlador Colocado em qualquer ponto da rede. Encaminha Tráfego IP para e de mobile users Gere User Sessions e Policies WAN IP Network Page 9

10 Arquitectura WLAN de segunda geração características: disponibilidade e segurança Alta Disponibilidade Segurança Continuidade de Secções Através da rede e dos AP s Redundancia de Controladores Wireless Sobrevivencia a falha dos controladores Redundancia de alimentação Modo de operação em Load Sharing para autenticação e encriptação i, WPA. TLS, PEAP, RADIUS VPN Overlay Detecção de intrusão nos AP s Wireless Controller TKIP / AES Encryption Secure Socket Layer VPN Server Radius Server IPSec, L2TP, Etc. Page 10

11 Arquitectura WLAN de segunda geração características: virtualização e Gestão RF Virtualização Gestão RF Centralizada Redes Virtuais na mesma rede fisica Por SSID Por WLAN domain (AP, Controller) Centralização de Politicas Selecção optimizada de Canais Rádio Micro Celulas em Realtime por ajuste da potência transmitida Load-balancing QoS, Security, Roaming VoIP Platform User Group 1 Secure Network Campus Network Internet User Group 2 Page 11

12 Arquitectura WLAN de segunda geração Tempos de Comutação - Roaming No / Page 12

13 Communications Presença Presença Dispositivos Agregação Grupo Presença Page 13

14 Mobilidade Resumo Infra-estruturas móveis 2ª geração Conveniência fixo-móvel Comunicações associadas ao estado de presença e colaboração Page 14

15 26 de Fevereiro 2008 Centro Cultural de Belém Lisboa Luis Esteves Martins Siemens Enterprise Communications Portugal» Obrigado Page 15 Copyright Siemens Enterprise Communications All rights reserved.

Case Study Grupo Amorim. Eng. Paulo Sérgio Mota Director de Infra-estrutras OSI / Grupo Amorim

Case Study Grupo Amorim. Eng. Paulo Sérgio Mota Director de Infra-estrutras OSI / Grupo Amorim Case Study Grupo Amorim Eng. Paulo Sérgio Mota Director de Infra-estrutras OSI / Grupo Amorim 1 Central de Compras Tecnologias Informação Serviços de BPO Consultoria e Gestão Projectos IT a OSI Grupo Amorim

Leia mais

Open Communications. Unified Communications for PME. 23 de Setembro, Porto

Open Communications. Unified Communications for PME. 23 de Setembro, Porto Open Communications Unified Communications for PME 23 de Setembro, Porto Copyright GmbH Protection & Co KG notice 2007. All / Copyright rights reserved. notice O caminho para as Comunicações Abertas Agenda

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O BlackBerry Mobile Voice System (BlackBerry MVS) leva os recursos do telefone do escritório aos smartphones BlackBerry. Você pode trabalhar

Leia mais

Pedro Gomes Pereira IT Director

Pedro Gomes Pereira IT Director Pedro Gomes Pereira IT Director P Business Solutions Rumos Professional Services Lisboa - 04/05/2010 Tech Sessions 2010 RUMOS PROFESSIONAL SERVICES SOLUÇÕES o O QUE FAZEMOS o DISPERSÃO GEOGRÁFICA o SOLUÇÕES

Leia mais

TEMA 1 CENÁRIOS DE MUDANÇA

TEMA 1 CENÁRIOS DE MUDANÇA Mestrado em Engenharia de Redes de Comunicações TEMA 1 CENÁRIOS DE MUDANÇA Parte I Redes tradicionais: - Redes Fixas de Voz e Dados - Redes Móveis: SMT, SMRP As Redes de Acesso à Internet: - ISP - WISP

Leia mais

CARACTERÍSTICAS SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS

CARACTERÍSTICAS SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS Julho / 2011 CARACTERÍSTICAS SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS DIFERENCIAIS MOTOROLA PAGE 2 DIFERENCIAIS MOTOROLA Firewall cabeado e Wireless QoS WMM-PS/SIP

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

A experiência IP nos Centros de Contacto

A experiência IP nos Centros de Contacto A experiência IP nos Centros de Contacto José Santos Coelho Lisboa,1 de Abril, 2008 1993-2008 Altitude Software - All Rights Reserved 1 Agenda Introdução Centros de Contacto IP Evolução, criação e recriação

Leia mais

GoVoice é uma solução de voz na Cloud.

GoVoice é uma solução de voz na Cloud. Messenger corporativo Helpdesk Reuniões Colaborativas Presença Hosted PBX Interface de Utilizador Interface de Administração Integração com Aplicações de Negócio Acesso Integrado Vídeo Aprovisionamento

Leia mais

SonicWALL Clean Wireless Solution. Arley Brogiato SE SonicWALL Brasil brasil@sonicwall.com Tel: + 55 11 5095-3490

SonicWALL Clean Wireless Solution. Arley Brogiato SE SonicWALL Brasil brasil@sonicwall.com Tel: + 55 11 5095-3490 SonicWALL Clean Wireless Solution Arley Brogiato SE SonicWALL Brasil brasil@sonicwall.com Tel: + 55 11 5095-3490 Os desafios Expandir o uso de acesso a rede Wireless Cada vez mais dispositivos no padrão

Leia mais

Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0

Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0 Campus Virtuais Boas Práticas e-u/eduroam Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN Versão 2.0 Boas Práticas e-u Controlo de Versões Versão Data Status Alterações 1.0 2004-04-12 Draft Primeira Versão 2.0 2009-07-03

Leia mais

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Campus Virtuais Arquitectura de Roaming Nacional Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Versão 2.0 03 de Julho de 2009 Requisitos de uma solução nacional de roaming A implementação de uma solução de nacional

Leia mais

Enfrente os atuais desafios de BYOD

Enfrente os atuais desafios de BYOD Folheto Enfrente os atuais desafios de BYOD HP Intelligent Management Center para BYOD Quem é você? Seu dispositivo está em conformidade? Atribuído para redes de aplicativos virtuais de identidade Usuário

Leia mais

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro.

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro. Apresentação da Empresa Fundação 2003 Sede Santa Maria da Feira, Portugal Chief Marketing Officer Sérgio Castro Chief Technology Officer Ruben Sousa Internacionalização Mercado actuação: Global Presença

Leia mais

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP USB(LAN) WIRELESS WIRELESS USB LAN L/MONO R L/MONO R SELECT 3D REFORM AUTO ADJUST SOURCE AUDIO IN COMPUTER / COMPONENT 2 IN PC CONTROL Security HDMI IN AUDIO IN AC IN USB LAMP STATUS Projector Portátil

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar SEC03 Airhacks: : Como Criar Redes Wireless Seguras em Ambientes Microsoft Nuno Carvalho Director TécnicoT PVA TI Patrocinadores Agenda Introdução

Leia mais

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso O switch Industrial Ethernet Cisco Catalyst 2955 garante a confiabilidade o determinismo e a segurança fundamentais para uma rede de controle de produção. A confiabilidade é obtida evitando que PLCs e

Leia mais

Der. CryptoPhone IP UltraSecNet

Der. CryptoPhone IP UltraSecNet 0 Der CryptoPhone IP UltraSecNet 1 Solução - GSMK como seu parceiro de comunicação segura Fundada em 2003, a GSMK é líder global em criptografia de voz e mensagem Fundada em 2003 após dois anos de pesquisa

Leia mais

EDUCAÇÃO SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS

EDUCAÇÃO SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS Julho / 2011 EDUCAÇÃO SISTEMAS WIRELESS LAN DANIEL MELO GERENTE DE VENDAS A CANAIS MOTOROLA SOLUTIONS AGENDA Benefícios Aplicações Requisitos Soluções Casos de Sucesso PAGE 2 BENEFÍCIOS Diferencial no

Leia mais

Uma Solução de Colaboração e Comunicação Completa para Empresas do MidMarket, com até 3000 usuários

Uma Solução de Colaboração e Comunicação Completa para Empresas do MidMarket, com até 3000 usuários Uma Solução de Colaboração e Comunicação Completa para Empresas do MidMarket, com até 3000 usuários Desafios e Tendências da Tecnologia no Midmarket Suportando um força de trabalho distribuída e Móvel

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

Sistema de rede local sem fio Interference-Free da Extricom. Wireless On the Move

Sistema de rede local sem fio Interference-Free da Extricom. Wireless On the Move Sistema de rede local sem fio Interference-Free da Extricom Wireless On the Move On the Move Sistema de rede local sem fio da Extricom Aumente suas expectativas A arquitetura Interference- Free da Extricom

Leia mais

Bem-vindo à era do funcionário que trabalha a partir de qualquer lugar

Bem-vindo à era do funcionário que trabalha a partir de qualquer lugar Bem-vindo à era do funcionário que trabalha a partir de qualquer lugar O funcionário que trabalha de qualquer lugar é, nos dias de hoje, mais receptivo, mais produtivo e mais móvel do que nunca. Não basta

Leia mais

A POTÊNCIA DO WiNG SIMPLIFICADA

A POTÊNCIA DO WiNG SIMPLIFICADA A POTÊNCIA DO WiNG SIMPLIFICADA FINALMENTE. CONEXÃO DE REDES SEM FIO DE ALTO DESEMPENHO DE CLASSE EMPRESARIAL SIMPLIFICADA PARA EMPRESAS MENORES. Por menor que seja sua empresa, com certeza tem muitas

Leia mais

OmniPCX Enterprise. All rights reserved 2005, Alcatel-Lucent

OmniPCX Enterprise. All rights reserved 2005, Alcatel-Lucent Page 2 Alcatel O sistema Um único padrão de sistema suportando uma rede de alta capacidade (50K usuários) com escalabilidade para atender sites com alta e baixa concentração de usuários mantendo transparência

Leia mais

PT PRIME - APRESENTAÇÃO

PT PRIME - APRESENTAÇÃO PT PRIME - APRESENTAÇÃO A PT Prime Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, é uma empresa do Grupo PT que presta serviços e soluções de comunicação e informação para o mercado empresarial.

Leia mais

Mobility & RFID 26 de Fevereiro Centro Cultural de Belém, Lisboa

Mobility & RFID 26 de Fevereiro Centro Cultural de Belém, Lisboa Mobility & RFID 26 de Fevereiro Centro Cultural de Belém, Lisboa 2008 PATROCINADORES APOIO PLATINUM TRACK SESSION Os dados falam por s.i. GOLD SILVER MEDIA PARTNER INTRODUÇÃO Passado um primeiro período

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos SEC07 SEC07. Sérgio Martins Security Consultant Unisys. Security Consultant Unisys.

Patrocinadores. Agenda. Objectivos SEC07 SEC07. Sérgio Martins Security Consultant Unisys. Security Consultant Unisys. Microsoft TechDays 2005 SEC07 Aprender, Partilhar, Experimentar Autenticação de Rede com Certificados Digitais Sérgio Martins Security Consultant Unisys Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt

Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt Desktop Virtual Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt Tendo em conta que a Virtualização será um dos principais alvos de investimento para o ano 2009 (dados

Leia mais

SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES

SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES DIVISÃO DE TECNOLOGIAS DA INTERNET 1 Desafios Atuais do Setor de Manufatura Cisco IOS SOFTWARE MANUFACTURNG DESPESAS OPER.

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 8: Segurança de Redes Sem Fio Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Uma Wireless LAN (WLAN) é uma rede local sem fio padronizada pelo IEEE 802.11.

Leia mais

Motorola SMART Branch. Redes sem fio 802.11n fáceis de usar e de custo eficaz para filiais

Motorola SMART Branch. Redes sem fio 802.11n fáceis de usar e de custo eficaz para filiais Motorola SMART Branch Redes sem fio 802.11n fáceis de usar e de custo eficaz para filiais Envie comunicações de voz e dados críticos para sua empresa, de maneira fácil e acessível, com 802.11n ou para

Leia mais

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE REDE WIRELESS

PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE REDE WIRELESS PROJETO BÁSICO AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE REDE WIRELESS 1. OBJETO Este Projeto Básico tem por objeto a especificação dos requisitos técnicos necessários para a aquisição de uma solução de Rede Wireless para

Leia mais

Voz em ambiente Wireless

Voz em ambiente Wireless Voz em ambiente Wireless Mobilidade, acesso sem fio e convergência são temas do momento no atual mercado das redes de comunicação. É uma tendência irreversível, que vem se tornando realidade e incorporando-se

Leia mais

Tema 4a A Segurança na Internet

Tema 4a A Segurança na Internet Tecnologias de Informação Tema 4a A Segurança na Internet 1 Segurança na Internet Segurança Ponto de Vista da Empresa Ponto de vista do utilizador A quem Interessa? Proxy Firewall SSL SET Mecanismos 2

Leia mais

Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal

Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal Miguel Teixeira miguel.teixeira@microsoft.com Unified Communications Solutions-Product Manager Microsoft Portugal Trabalhar em conjunto em tempo real Manter equipas globais sincronizadas Partilhar informação

Leia mais

Panasonic KX-NCP500 KX-NCP1000

Panasonic KX-NCP500 KX-NCP1000 Linha PABX - 2009 Panasonic KX-NCP500 KX-NCP1000 PABX Panasonic - Soluções em Comunicação Soluções em Mobilidade Ramal Móvel IP Benefício Utilizando o Softphone IP da Panasonic em seu computador é possível

Leia mais

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br I Workshop do POP-MG Rede sem fio Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br Sumário Introdução Principais aplicações O padrão IEEE 802.11 Segurança e suas diferentes necessidades Conclusão 2/36

Leia mais

Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos. Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008

Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos. Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008 Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008 Agenda O porquê da mudança Comunicações Conclusões 2 O porquê da mudança PT-SI conta com mais

Leia mais

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas Apresentação Indice 1. Breve Apresentação 2. Resumo da Tecnologia 3. Abordagem Comercial 4. Dúvidas 1. Breve Apresentação A GoWireless É uma empresa nacional, sediada em Aveiro, que implementa redes privadas

Leia mais

Equipamentos e Usuários: Você Realmente Conhece Quem se Conecta na Sua Rede?

Equipamentos e Usuários: Você Realmente Conhece Quem se Conecta na Sua Rede? Equipamentos e Usuários: Você Realmente Conhece Quem se Conecta na Sua Rede? Miguel Minicz, H3CNE, H3CSE, H3CDP, IEEE Member Senior Solutions Architect, HP Networking Hewlett-Packard Brasil Desafios Atuais

Leia mais

Comparativo de soluções para comunicação unificada

Comparativo de soluções para comunicação unificada Comparativo de soluções para comunicação unificada Bruno Mathies Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 Resumo Este artigo tem com objetivo

Leia mais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Série SV8000 UNIVERGE 360 UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Tudo a ver com mudança E estar preparado para ela Com UNIVERGE360 você estabelece a direção. O ambiente de trabalho está

Leia mais

Gestão de rede wireless no campus

Gestão de rede wireless no campus Gestão de rede wireless no campus SCIFI e os desafios de uma rede sem fio na Universidade Roteiro o que é o SCIFI Evolução A Rede Wifi-UFF Mobilidade Gerência de identidade Próximos passos 3 O que é o

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha

Leia mais

Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP. Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Nuno Cruz <ncruz@net.ipl.pt> Infra-Estrutura VoIP. Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Universo IPL 8 Pólos 15000 alunos ISEL 7500 alunos 1500 docentes 500 funcionários

Leia mais

Configuração para Windows XP

Configuração para Windows XP Configuração para Windows XP O exemplo de configuração representa os passos necessários para a configuração do método de autenticação 802.1x/EAP-PEAP para o sistema operativo Windows XP (versão Português/Inglês),

Leia mais

Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s

Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s Redes de Comunicações Case Study - Integração de Voz, Dados, Segurança e SVA s IDC Banca & Seguros Lisboa, 06.Maio.2008 Nuno Miguel Nunes nuno.nunes@oni.pt Os Desafios Pressão da concorrência cada vez

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações WRAN Wireless Regional Access Network Fornecimento de Internet à população da Freguesia de Memória Orador: Tiago Mira

Leia mais

SEGURANÇA DE DADOS 1/1. Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0

SEGURANÇA DE DADOS 1/1. Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0 SEGURANÇA DE DADOS 1/1 Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ARQUITECTURAS DE ACESSO REMOTO... 3 2.1 ACESSO POR MODEM DE ACESSO TELEFÓNICO... 3 2.2

Leia mais

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões As redes locais sem fio (WLANs) constituem-se como uma alternativa às redes convencionais com fio, fornecendo as mesmas funcionalidades, mas de forma flexível,

Leia mais

Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco. Jonas Odorizzi. Curso de Redes e Segurança de Sistemas. Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco. Jonas Odorizzi. Curso de Redes e Segurança de Sistemas. Pontifícia Universidade Católica do Paraná Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco Jonas Odorizzi Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 RESUMO Este artigo tem o objetivo

Leia mais

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Microsoft Exchange Server 2007 Caso de Estudo Microsoft Porto Editora Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Sumário País Portugal Sector Cultura

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam

Leia mais

Convergência Fixo-Móvel

Convergência Fixo-Móvel 18as Palestras sobre Comunicações Móveis 2010 Instituto Superior Técnico 28 Maio 2010 Index Convergência Fixo-Móvel Agenda O que é a Convergência? O que é? Convergência resulta de um conjunto de iniciativas

Leia mais

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.05 Data: 2010-12-15 Appliance CAMES.GT 1 ÍNDICE A Apresentação da Appliance CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server B Características

Leia mais

Provides highly secure and reliable system with easy management tools and lower cost of ownership for IT professionals.

Provides highly secure and reliable system with easy management tools and lower cost of ownership for IT professionals. Licenciamento Unites voice, IM, audio, video, and Web conferencing into one application, enabling collaborative, engaging, and accessible interactions from virtually anywhere! Provides highly secure and

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA SIEMENS SPEEDSTREAM 3610 o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja

Leia mais

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Conteúdo 1. Identificação... 3 2. Serviços... 4 2.1. Serviços de Voz... 4 2.1.1. SIP Trunk /Voip... 4 2.1.2. IPBX... 4 2.1.3.

Leia mais

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network Fundamentos de Tecnologias Wireless Parte 1 Assunto Tecnologias Wireless Introdução à Wireless LAN Algumas questões e desafios Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area

Leia mais

ESTRUTURA E ASPECTOS. 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio

ESTRUTURA E ASPECTOS. 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio ESTRUTURA E ASPECTOS 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio A 3S Networks surgiu com a proposta de oferecer as mais avançadas soluções tecnológicas a empresas dos setores privado e público, atuamos

Leia mais

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa Escola disponibiliza acesso wireless de qualidade para alunos, funcionários e visitantes, e contribui para um aprendizado cada vez mais dinâmico. Com o objetivo de aperfeiçoar a iniciativa BYOD (Bring

Leia mais

Evolução das Redes de Telecomunicação: Arquitetura IMS

Evolução das Redes de Telecomunicação: Arquitetura IMS Evolução das Redes de Telecomunicação: Arquitetura IMS Samuel R. Lauretti Graduado em Engenharia Elétrica pela USP-São Carlos em 1987, com Mestrado em Telecomunicações pela UNICAMP em 1993. Completou o

Leia mais

SERVIÇOS CONVERGENTES MODELOS E DESAFIOS

SERVIÇOS CONVERGENTES MODELOS E DESAFIOS SERVIÇOS CONVERGENTES MODELOS E DESAFIOS Lisboa, 10 de Outubro de 2006 Paulo Garrido Sujeito à obtenção das aprovações usuais por parte das entidades reguladoras, à conclusão das normais condições de fecho

Leia mais

IDC Comunicações Unificadas

IDC Comunicações Unificadas IDC Comunicações Unificadas João Justo Gonçalves, HP Services, Business Development 1 Abril, 2008 2008 Hewlett-Packard Development Company, L.P. The information contained herein is subject to change without

Leia mais

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens:

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: Redes Sem Fio Instalação Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: O Projetista é o responsável: Cálculo dos link e perdas Site survey (levantamento em campo das informações)

Leia mais

OPORTUNIDADES DE TRANSFORMAÇÃO COM O ALCATEL-LUCENT OPENTOUCH SUITE OTIMIZANDO A CONVERSAÇÃO EM REDES DE COMUNICAÇÃO CENTRALIZADAS

OPORTUNIDADES DE TRANSFORMAÇÃO COM O ALCATEL-LUCENT OPENTOUCH SUITE OTIMIZANDO A CONVERSAÇÃO EM REDES DE COMUNICAÇÃO CENTRALIZADAS OPORTUNIDADES DE TRANSFORMAÇÃO COM O ALCATEL-LUCENT OPENTOUCH SUITE OTIMIZANDO A CONVERSAÇÃO EM REDES DE COMUNICAÇÃO CENTRALIZADAS ÍNDICE Resumo / Novas Oportunidades para Mudança da Conversação pela Ti

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA LINKSYS SPA-2102 Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais

Figura 1 - Arquitectura do GSM

Figura 1 - Arquitectura do GSM GSM O aparecimento das redes de comunicações no século passado veio revolucionar o nosso mundo. Com os primeiros telefones surgiu a necessidade de criar redes que os suportassem. Começaram a surgir as

Leia mais

Estudo de Caso. Switching e VLAN na. MUM - BRASIL - Florianópolis, 5 e 6 de novembro de 2015

Estudo de Caso. Switching e VLAN na. MUM - BRASIL - Florianópolis, 5 e 6 de novembro de 2015 1 Estudo de Caso + Switching e VLAN na MUM - BRASIL - Florianópolis, 5 e 6 de novembro de 2015 Agenda Tempo Total: 30 minutos Estudo de Caso: 10 minutos Switching e VLAN: 15 minutos Perguntas: 5 minutos

Leia mais

Caso de Estudo. Kero - Links Wireless e Redes Wi-Fi

Caso de Estudo. Kero - Links Wireless e Redes Wi-Fi Kero - Links Wireless e Redes Wi-Fi ...sendo fundamental para permitir o funcionamento de todos os equipamentos de mobilidade, usados nos vários processos da operação do armazém. Kero O Kero é uma empresa

Leia mais

EDUROAM. Configuração para Windows Vista. Nucleo de Informática da Universidade da Madeira

EDUROAM. Configuração para Windows Vista. Nucleo de Informática da Universidade da Madeira EDUROAM Configuração para Windows Vista Historico de mudanças: Nucleo de Informática da Universidade da Madeira Versao 0.1 Compilada e testada por José Jorge Cardoso Caso existam problemas contactar elementos

Leia mais

Formação BEYOND INNOVATION

Formação BEYOND INNOVATION Formação BEYOND INNOVATION 05 APLICAÇÕES E SERVIÇOS INTRODUÇÃO Conceitos de Segurança - BYOD Triple Play Gestão de Identidades - Estado da Arte e Tendências Instalação de Soluções Triple Play - MEO MEO:

Leia mais

CONEXÃO DE REDES PARA FILIAIS: MENOS HARDWARE, CUSTOS MAIS BAIXOS, MAIS SERVIÇOS

CONEXÃO DE REDES PARA FILIAIS: MENOS HARDWARE, CUSTOS MAIS BAIXOS, MAIS SERVIÇOS PLATAFORMAS DE SERVIÇOS INTEGRADOS PARA FILIAIS CONEXÃO DE REDES PARA FILIAIS: MENOS HARDWARE, CUSTOS MAIS BAIXOS, MAIS SERVIÇOS PLATAFORMA DE SERVIÇOS INTEGRADOS PARA FILIAIS SIMPLIFIQUE Y REDUZCA LOS

Leia mais

Sumário. VoIP - Vantagens e Desafios. Introdução ao VoIP Estado da Arte Case Studies Vantagens Desafios Próximos passos. Rui Ribeiro. sip:racr@fccn.

Sumário. VoIP - Vantagens e Desafios. Introdução ao VoIP Estado da Arte Case Studies Vantagens Desafios Próximos passos. Rui Ribeiro. sip:racr@fccn. VoIP - Vantagens e Desafios Rui Ribeiro sip:racr@fccn.pt 19 Janeiro 2006 1 Sumário Introdução ao VoIP Estado da Arte Case Studies Vantagens Desafios Próximos passos 2 VoIP Introdução ao VoIP Definição

Leia mais

Sua voz é essencial. As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz

Sua voz é essencial. As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz Sua voz é essencial As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz A voz confiável e de alta qualidade é essencial para a empresa As conversas envolvem interação em tempo real em

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

SejaBem-vindo! 2014 Extreme Networks, Inc. All rights reserved.

SejaBem-vindo! 2014 Extreme Networks, Inc. All rights reserved. SejaBem-vindo! 0 CIO Weekend DF 2014 Segurança Digital: do risco à solução Redes criadas a partir de softwares Momemntoeconômico Hoje consumimos mais mídias socias, mobilidade e Cloud BYOD, Internet das

Leia mais

Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação

Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação Estudo de caso do cliente Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação A First Wind implementou vigilância por vídeo com base em IP, controles de acesso físicos e soluções de grade conectadas.

Leia mais

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii.

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Manual Rede Eduroam Índice 1- Rede Wireless a. Eduroam. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Windows 7 (Seven) 3- Outras

Leia mais

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Introdução.

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Introdução. Sumário 6127. Redes comunicação de dados. 6127. Redes comunicação de dados A Internet: Permite a interação entre pessoas. 6127. Redes comunicação de dados A Internet: Ensino; Trabalho colaborativo; Manutenção

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA ROUTER D-LINK DVG 1402S o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja

Leia mais

Open Communications. Unified Communications. & IP Telephony. 2 de Abril, Centro Cultural de Belém

Open Communications. Unified Communications. & IP Telephony. 2 de Abril, Centro Cultural de Belém Open Unified & IP Telephony 2 de Abril, Centro Cultural de Belém Copyright GmbH Protection & Co KG notice 2007. All / Copyright rights reserved. notice O caminho para as Comunicações Abertas Agenda Comunicações

Leia mais

www.networkers2006.com

www.networkers2006.com www.networkers2006.com 2 0 0 6 17 de Outubro de 2006 Centro Cultural de Belém, Lisboa Gold Sponsors Media Partners Technology Partner Centro Cultural de Belém 17 de Outubro 2006 www.networkers2006.com

Leia mais

GOVERNANÇA NO SETOR DE TRANSPORTES. Telecomunicações Ferroviárias. Mário Alves. 9 de Maio de 2012. Brasília, 9 de Maio de 2012.

GOVERNANÇA NO SETOR DE TRANSPORTES. Telecomunicações Ferroviárias. Mário Alves. 9 de Maio de 2012. Brasília, 9 de Maio de 2012. Bem Brasília vindos 9 de Maio de 2012 AGENDA REFER TELECOM Desafios da Modernização Interoperabilidade Operação Ferroviária Modelo de negócio Gestão de Telecomunicações Gestão do Património Engenharia

Leia mais

Transição IPv4 IPv6. Uma perspectiva do futuro hoje. Seminário AFCEA Portugal - IPv6 O futuro das redes de informação 10.11.2011.

Transição IPv4 IPv6. Uma perspectiva do futuro hoje. Seminário AFCEA Portugal - IPv6 O futuro das redes de informação 10.11.2011. Transição IPv4 IPv6 Uma perspectiva do futuro hoje Pedro Freitas Seminário AFCEA Portugal - IPv6 O futuro das redes de informação 10.11.2011 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica proibida

Leia mais

Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente

Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente White Paper Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente Introdução Hoje, menos de um por cento de tudo no mundo físico está conectado em rede. Em um futuro próximo o crescimento

Leia mais

Agenda. 2 Dell - Confidential - Confidential

Agenda. 2 Dell - Confidential - Confidential 1 Agenda A demanda por redes sem fio de alta performance Por que visibilidade e controle são importantes? Qual a proposta da Dell Security para uma Rede Wireless Segura? O 802.11ac e os novos SonicPoints

Leia mais

SAP & Coca-Cola: Gerenciando seus dispositivos móveis. Agosto 2012

SAP & Coca-Cola: Gerenciando seus dispositivos móveis. Agosto 2012 SAP & Coca-Cola: Gerenciando seus dispositivos móveis Agosto 2012 Tendências da Mobilidade Empresarial 2012 SAP AG. All rights reserved. 2 Tendências da Mobilidade Empresarial 2012 SAP AG. All rights reserved.

Leia mais

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00 WIRELESS STATION MAIT0078R00 Manual do usuário 8 1 Especificações Técnicas PQPL-24XX CPE Proeletronic Frequência Ganho VSWR Relação Frente/costa OE/OH Polarização cruzada Impedância PQPL-2412 PQPL-2417

Leia mais

Evolução das Redes de Acesso para suporte a Serviços de Nova Geração

Evolução das Redes de Acesso para suporte a Serviços de Nova Geração Evolução das Redes de Acesso para suporte a Serviços de Nova Geração Luís Alveirinho Direcção de Planeamento e Estratégia de Desenvolvimento da Rede PT Comunicações Seminário ANACOM - Lisboa, Outubro 2006

Leia mais

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.06 Data: 2010-11-15 SO CAMES 1 ÍNDICE A Apresentação do CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server - Sistema Operativo de

Leia mais

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS Especificação do Projecto Grupo nº: 9 Turno (e campus): Taguspark Nome Número Luís Silva 68672 Ivo Marcelino 70684 José Lucas 70685 Nome do Projecto Enterprise Digital Content

Leia mais

Calendarização Cursos Microsoft para SNS

Calendarização Cursos Microsoft para SNS Calendarização Cursos Microsoft para SNS Curso Faro Lisboa Porto Coimbra Workshop Windows Server 2003/2008 Workshop Exchange Workshop Active Directory Workshop SharePoint 2007 Workshop Windows Office 2007

Leia mais

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente)

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Tema da Aula: Redes Heterogênea e Convergente Professor Rene - UNIP 1 Redes heterogêneas Redes Heterogêneas Todo ambiente de rede precisa armazenar informações

Leia mais

UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral

UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina Rede Metropolitana de Educação e Pesquisa da Região de Florianópolis 04 e 05 Outubro/2012 UFSC - Infraestrutura e Serviços de TIC Visão Geral Edison Tadeu Lopes

Leia mais