GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica."

Transcrição

1 GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica. Taguatinga, DF 2012

2 Novas tecnologias estão chegando às salas de aula e levando a muitas mudanças na relação aluno-professor e no processo de ensino-aprendizagem. O conhecimento de tais recursos tecnológicos e a forma de como utilizá-los é fator primordial neste processo de inovação. Torna-se necessário ao professor estar sempre atento para conhecer as novidades que a tecnologia oferece para a educação e analisar até onde realmente trará benefícios, ou seja, avaliar a correta aplicação pedagógica. Tais inovações com o uso do computador no campo educacional levam a uma nova vertente: o uso da tecnologia não como máquina de ensinar, mas como uma nova mídia para a educação. O computador passa a ser uma ferramenta de complementação e aperfeiçoamento na qualidade do ensino, criando novos ambientes de aprendizagem e facilitando o processo de desenvolvimento intelectual do aluno. Por meio deste manual, iremos fazer uma viagem ao mundo do Geogebra, conhecendo suas funções e aplicabilidade no universo da Matemática. Explorando o Geogebra Em 2001, Markus Hohenwarter criou o geogebra e tem liderado o desenvolvimento deste software desde então. O geogebra é um programa de computador que tem como objetivo fazer com que o estudo e a utilização da Matemática se tornem mais dinâmico e facilitado, despertando assim o interesse pela busca do conhecimento matemático. É um software de acesso livre utilizado em diversos níveis de ensino, que reúne todas as ferramentas tradicionais de um software de geometria dinâmica (pontos, segmentos, retas, seções cônicas, equações e coordenadas) com outras mais adequadas à álgebra e ao cálculo. Pode ser encontrado com facilidade através de mecanismos de busca ou diretamente pelo endereço: Com relação à forma de abordagem, o geogebra pode ser classificado de duas formas: instrucionista e construcionista. Na abordagem instrucionista o professor utiliza esse software como ferramenta de apoio na transmissão do conhecimento, já na abordagem construcionista o aluno pode manipular o software. 2

3 Geogebra É um software de fácil entendimento a partir de um menu e uma lista de onze botões que oferecem várias possibilidades de construções. O software oferece a opção de inserir o plano cartesiano e a malha quadriculada na área de trabalho, o que ajuda a fazer a relação com os estudos feitos na sala de aula. Figura 1 Geogebra 3.2 Tela Inicial Cada janela do Geogebra possui uma subdivisão conforme mostrado abaixo: Janela 1 3

4 Janela 2 Janela 3 Janela 4 4

5 Janela 5 Janela 6 Janela 7 5

6 Janela 8 Janela 9 Janela 10 6

7 Janela 11 Janela 1 Mover: permite selecionar, mover e manipular os objetos. Girar em torno de um ponto: permite girar os objetos em torno de um ponto. Gravar para a planilha de cálculo: permite transportar informações selecionadas da janela geométrica para a planilha de cálculo. Janela 2 intersecção. Novo Ponto: permite criar um ponto em um espaço livre, objeto ou Intersecção de dois pontos: permite localizar os pontos de intersecção entre dois objetos. Ponto médio ou centro: permite criar o ponto médio entre dois objetos. 7

8 Janela 3 pontos. Reta definida por dois pontos: permite criar uma reta que passa por dois Segmento definido por dois pontos: permite criar o segmento de reta que liga dois pontos. Segmento com comprimento fixo: permite criar um segmento de reta definido o seu comprimento. pontos. Semirreta definida por dois pontos: permite criar uma semirreta dados dois Vetor definido por dois pontos: permite criar um vetor dados dois pontos. Vetor a partir de um ponto: permite criar um vetor paralelo a outro vetor clicando num vetor e em seguida num ponto. Janela 4 Reta perpendicular: constrói uma reta perpendicular a uma reta, semirreta, segmento de reta, vetor, eixo ou lado de um polígono. Reta paralela: constrói uma reta paralela a uma reta, semirreta, segmento de reta, vetor, eixo ou lado de um polígono. Mediatriz: permite construir a reta perpendicular que passa pelo ponto médio de um segmento. Bissetriz: permite construir a bissetriz de um ângulo. Tangentes: permite construir retas tangentes a uma circunferência, cônica ou função, dado um ponto. 8

9 Reta polar ou diametral: constrói a reta diametral relativa a uma circunferência ou curvas cônicas. Reta de regressão linear: permite achar a reta que melhor se ajusta a um conjunto de pontos. Lugar Geométrico: constrói automaticamente o lugar geométrico descrito pelo movimento de um objeto ao longo de uma trajetória. Janela 5 Polígono: permite construir um polígono de N lados. Polígono regular: permite construir um polígono regular dado um lado e a quantidade de vértices ou lados. Janela 6 Círculo definido pelo centro e um dos seus pontos: cria um círculo a partir de dois pontos. Círculo dados centro e raio: cria um círculo dado o centro e raio com comprimento definido. Compasso: permite transportar medidas. Círculo definido por três pontos: cria um círculo dado três pontos. pontos. Semicírculo definido por dois pontos: cria um semicírculo dado dois Arco circular dados o centro e dois pontos: cria um arco circular dado o centro e dois pontos. 9

10 Arco circuncircular dados três pontos: cria um arco a partir de três pontos. Setor circular dados o centro e dois pontos: cria um setor circular dado o centro e dois pontos. Setor circuncircular dados três pontos: cria um setor dado três pontos da circunferência. Janela 7 curva. Elipse: cria uma elipse dado três pontos, sendo dois focos e um ponto na na curva. Hipérbole: cria uma hipérbole dado três pontos, sendo dois focos e um ponto Parábola: cria uma parábola dado um ponto e uma reta diretriz. Cônica definida por cinco pontos: cria uma cônica (parábola, elipse ou hipérbole) dado cinco pontos. Janela 8 Ângulo: permite marcar e medir um ângulo definido por três pontos, sendo que o segundo ponto marcado é o vértice. dois pontos. Ângulo com amplitude fixa: constrói um ângulo com amplitude fixa dado Distância, comprimento ou perímetro: fornece o comprimento de um segmento ou a distância entre dois pontos. Área: fornece a área de uma figura. 10

11 Inclinação: fornece a inclinação de uma reta. Janela 9 uma reta. Reflexão com relação a uma reta: cria a simetria axial de um objeto dada um ponto. Reflexão com relação a um ponto: cria a simetria central de um objeto dado Inversão: cria o reflexo de um ponto sobre uma circunferência. Girar em torno de um ponto por um ângulo: cria a simetria rotacional de um objeto ao redor de um ponto, dado um ângulo determinado. Transladar objeto por um vetor: cria a simetria translacional de um objeto dado um vetor. Ampliar ou reduzir objetos dados centro e fator de homotetia: cria o homotético de um objeto dado um ponto e a razão de semelhança. Janela 10 Seletor: é um segmento pequeno que possui um ponto deslizando sobre ele. Caixa para exibir/esconder objetos: permite escolher quais objetos quer mostrar. Para esconder o objeto, basta desmarcar esta opção. Inserir texto: permite inserir um texto na janela de visualização. Incluir imagem: permite inserir figuras na janela de visualização. Relação entre dois objetos: fornece algumas relações dado dois objetos. 11

12 Janela 11 Deslocar eixos: permite mover os eixos e os objetos nele contidos. Ampliar: permite ampliar as figuras que estão na janela de visualização. Reduzir: permite reduzir as figuras que estão na janela de visualização Exibir / esconder objeto: permite esconder objetos da janela de visualização. Exibir / esconder rótulo: permite esconder os rótulos dos objetos. Copiar estilo visual: permite copiar um estilo visual de um objeto para outro: pontilhado, cor, tamanho, etc. Apagar objeto: permite apagar objetos da janela algébrica ou da janela de visualização. Clicando com o botão direito do mouse em qualquer parte da janela geométrica, aparecerá uma figura como a figura abaixo: Figura 2 Geogebra 3.2 Ao selecionar um objeto e clicar com o botão direito do mouse sobre o objeto, aparecerá uma janela mostrando as opções conforme mostrado abaixo: 12

13 Figura 3 Geogebra 3.2 Ao clicar na décima janela, escolher a opção seletor e em seguida clicar em qualquer área da janela geométrica, aparecerá a figura abaixo: Figura 4 Geogebra 3.2 Abaixo segue uma sequência de figuras mostrando as opções que podem ser exploradas clicando na opção propriedades. Figura 5 Geogebra Básico 13

14 Figura 6 Geogebra 3.2- Cor Figura 7 Geogebra Estilo Figura 8 Geogebra Álgebra 14

15 Figura 9 Geogebra Avançado O Geogebra procura incorporar recursos que possibilitam a integração de objetos geométricos, gráficos cartesianos e tabelas. Atividades Atividade 1 Noções Básicas do Geogebra a) Na janela 2, selecione a opção e crie dois pontos livres e nomeie-os de P e Q. Para renomear um ponto, clique com o botão direito do mouse sobre o ponto, clique em renomear e em seguida digite a letra desejada. Lembrando que um ponto é sempre representado por uma letra maiúscula. Mude a cor dos pontos para vermelho. Para mudar a cor de um ponto, clique com o botão direito do mouse sobre o ponto, clique em propriedades, cor e escolha a cor vermelha e depois clique em fechar. b) Na janela 3 clique na opção e construa um segmento de reta passando por estes dois pontos, ou seja, PQ. c) Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela e nomeie-os de R e S. Construa o segmento de reta com extremidades nestes pontos. d) Clique na opção, selecione a opção comprimento e em seguida clique nos pontos R e S para medir o segmento RS. 15

16 Atividade 2 Perímetro e Ângulos a) Na janela 2 selecione a opção. Marque no plano cartesiano os seguintes pontos: A (0,2) e B (3,0). No campo de entrada digite o ponto C=(7,4) e clique em Enter. Repita este procedimento para o ponto D=(3,4). b) No menu exibir selecione a opção eixos. Clique com o botão direito do mouse na janela gráfica e selecione a opção malha. c) Mude a cor dos pontos. Para mudar a cor de um ponto, clique sobre ele com o botão direito do mouse, selecione a opção propriedades e em seguida a opção cor. Escolha a cor desejada e clique em fechar. d) Na janela 5 selecione a opção e clique sobre os pontos ABCDA e forme o polígono ABCD. e) Na janela 1 selecione a opção e mova cada ponto para fora do polígono formado. f) Clique com o botão direito do mouse em cada letra minúscula formada e selecione a opção Exibir Rótulo. Note que estas letras irão desaparecer. g) Na janela 8 clique em e em seguida clique nos pontos A e B. Depois em B e C. Depois em C e D e por fim em D e A. Na tela aparecerá os valores de cada lado do quadrilátero formado. h) Na janela 1 selecione a opção e mova o valor de cada lado para fora do quadrilátero. i) No campo de entrada digite s=a+b+c+d e clique em Enter. Na janela algébrica aparecerá o valor do perímetro do quadrilátero formado. 16

17 j) Na janela 8 selecione a opção. Clique em ADC, DCB, CBA e BAD. Na tela aparecerá o valor de cada ângulo do quadrilátero formado. Na janela 1 selecione a opção e arraste cada valor para frente de seu ângulo formado. Atividade 3 Teorema de Pitágoras a) Selecione a opção na janela 2. Marque os pontos A(0,0), B(0,6) e C(8,0) no plano cartesiano. Clique no menu Exibir e em seguida clique em eixos. Perceba que os eixos irão desaparecer. Na janela gráfica, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção malha. Note que a janela gráfica ficará apenas com os três pontos marcados. b) Na janela 5, selecione a opção. Em seguida clique em ABCA. Na tela você verá um triângulo retângulo. Na janela 1 selecione a opção e mova o ponto A para fora do triângulo. Clique com o botão direito do mouse dentro do polígono formado. Em seguida clique em propriedades e depois em cor. Mude a cor do polígono para verde e clique em fechar. c) Na janela 8 selecione a opção. Em seguida clique em AB, BC e CA. Na tela aparecerá a medida do comprimento de cada lado deste triângulo. Na janela 1 selecione a opção para fora do triângulo.. Clique nos valores de cada lado do triângulo e arraste-os d) Na janela 8 selecione a opção e clique dentro do triângulo retângulo formado. e) Na janela 1 selecione a opção e mova o ponto B. Repita este procedimento para o ponto C. O que você percebeu? 17

18 Atividade 4 Perímetro e Área a) Na janela 2 selecione a opção e na janela gráfica marque o ponto A(-3,1). Repita o procedimento para o ponto B(0,1). Na janela 5 selecione a opção e clique no ponto A e depois no ponto B. Na janela que abriu digite 3 e clique em Ok. b) Na janela 1 selecione a opção e mova os pontos A, B e C para fora do polígono formado. Clique com o botão direito do mouse sobre cada letra minúscula da figura e selecione a opção Exibir Rótulo. Na tela ficará apenas a figura do triângulo formado com seus pontos, o eixo e a malha. c) Na janela 2 selecione a opção e marque os pontos D(3,-2) e o ponto E(6,-2). Na janela 5 selecione a opção digite 6 e clique em Ok., clique em D e depois em E. Na janela que abriu d) Na janela gráfica clique com o botão direito do mouse e clique em eixos. Repita este procedimento e clique em malha. e) Na janela 1 selecione a opção e arraste os pontos da Figura 2 para fora do polígono formado. Ainda na figura 2, clique com obotao direito do mouse sobre cada letra minúscula da figura e clique em Exibir Rótulo. Observe que na tela ficará apenas as duas figuras com seus respetivos pontos. f) Clique com o botão direito do mouse dentro do hexágono formado. Na janela que irá abrir clique em propriedades, cor, selecione a cor azul e clique em fechar. Perceba que na janela algébrica as informações de cada figura acompanham a cor de suas respectivas figuras. 18

19 g) Na janela 8 selecione a opção. Clique em AB, BC e CA. Na janela 1 selecione a opção e mova a medida de cada lado da figura para fora do polígono. Agora repita o mesmo procedimento para a figura 2. h) Na janela 8 selecione a opção e clique com o botão esquerdo do mouse dentro de cada figura. Na janela 1 selecione a opção e ajeite o valor de cada perímetro fora de sua respectiva figura. Observe que o perímetro do hexágono regular é o dobro do perímetro do triângulo equilátero. Ainda na janela 8 selecione a opção e clique com o botão esquerdo do mouse dentro de cada figura. Na janela 1 selecione a opção e ajeite o valor de cada área fora de sua respectiva figura. Observe que a área do hexágono regular é seis vezes a área do triângulo equilátero. i) Na janela 3 selecione a opção, clique em DG, EH e FI. Com o botão direito do mouse clique em cada letra minúscula formada e clique na opção Exibir Rótulo. Na janela 2 selecione a opção e clique nos segmentos DG e EH. Na janela 1 selecione a opção e ajeite o ponto J formado. j) Na janela 2 selecione a opção e clique em AB. Na janela 1 selecione a opção e movimente para fora da figura o ponto K formado. Na janela 3 selecione a opção e clique em KC. Clique com o botão direito do mouse sobre a letra p formada e clique em Exibir Rótulo. Na janela 8 selecione a opção clique em KC. Arraste o valor para fora figura. e 19

20 k) Na janela 2 selecione a opção e clique em DE e em HG. Na janela 3 selecione a opção e clique em LM. Com o botão direito do mouse clique no segmento LM, selecione propriedades, cor e pinte este segmento de vermelho. Na janela 8 selecione a opção regular é o dobro da altura do triângulo eqüilátero. e clique em LM. Observe que a altura do hexágono Atividade 5 Pontos Notáveis de um Triângulo a) Na janela 2 selecione a opção e marque os pontos A(-3,2), B(-1,2), C(-2,5), D(2,4), E(5,4), F(4,2), G(6,1), H(10,3) e I(10,0). b) Na janela 5 selecione a opção e clique em ABCA, DEFD e em GHIG. Com o botão direito do mouse clique na opção Exibir Rótulo sobre cada letra minúscula formada. Na janela 1 selecione a opção fora de sua respectiva figura. e arraste cada letra maiúscula para c) Pinte o primeiro triângulo de verde, o segundo de azul e o terceiro de vermelho. Para mudar a cor do triângulo, clique com o botão direito dentro de cada triângulo, selecione propriedades, cor, selecione a cor estabelecida na atividade e clique em fechar. d) Na janela 4 selecione a opção e clique no ponto C e no segmento AB. Depois clique no ponto B e no segmento AC e por último clique no ponto A e no segmento BC. Na janela 2 selecione a opção e clique em duas retas quaisquer que foram formadas. O ponto formado é chamado de Ortocentro, ou seja, é o ponto de encontro das três alturas de um triângulo. 20

21 e) Na janela 2 selecione a opção e clique em DE, EF e FD. Na janela 1 selecione a opção e mova para fora da figura os pontos formados. Na janela 3 selecione a opção e clique em DK, EL e FJ. Na janela 2 selecione a opção e clique em dois segmentos formados. O ponto formado é chamado de Baricentro, ou seja, é o ponto de encontro das três medianas de um triângulo. f) Na janela 4 selecione a opção e clique em GHI, HIG e em IGH. Na janela 2 selecione a opção e clique em duas retas formadas. O ponto formado é chamado de Incentro, ou seja, é o ponto de encontro das três bissetrizes de triângulo. g) Abra um novo arquivo e na janela 5 selecione a opção. Na janela de visualização crie um triângulo qualquer. Na janela 1 selecione a opção e arraste para fora do triângulo as letras correspondentes a cada ponto do triângulo. Clique com o botão direito do mouse sobre cada letra minúscula formada na figura e selecione a opção Exibir Rótulo. Na janela 4 escolha a opção. Clique em AB, depois em AC e por último em BC. Na janela 2 selecione a opção e clique em duas retas formadas. O ponto D formado é o ponto de encontro das três mediatrizes do triângulo e este ponto é chamado de Circuncentro. 21

22 Atividade 6 Ângulo Interno a) Na janela 2 selecione a opção e marque os pontos A(3,-1) e o ponto B(5,-1). Na janela 5 selecione a opção e clique em A e depois em B. Na janela que abriu na tela digite 7 e clique em Ok. Com o botão direito do mouse desmarque os eixos e a malha. Clique com o botão direito do mouse sobre cada letra minúscula formada e clique em Exibir Rótulo. b) Na janela 1 selecione a opção e mova cada ponto para fora do heptágono. Na janela 8 selecione a opção e clique em BAG, AGF, GFE, FED, EDC, DCB e em CBA. Perceba que todos os ângulos tem a mesma medida. Na janela 1 selecione a opção e ajeite o valor de cada ângulo formado, dentro da figura. Atividade 7 Função Afim a) Na caixa de entrada digite f(x)=4+2*x e clique em Enter. b) Ainda na caixa de entrada, digite g(x)= -3*x+3 e clique em Enter. Pinte a reta g de roxo. c) Clique com o botão direito do mouse na reta g e selecione propriedades, estilo, puxe a seta até o número 5 e clique em fechar. Observe que a reta f é crescente e a reta g é decrescente. d) No campo de entrada digite (1, f(1)) e clique em Enter. O ponto A formado tem coordenadas (1,6). Nesta função isto significa que quando x for igual a 1, y será igual a 6. e) No campo de entrada digite (1,g(1)) e clique em Enter. O ponto B formado tem coordenadas (1,0). Isto significa que para o domínio 1 terá imagem 0. 22

23 f) Na janela 1 selecione a opção e movimente a reta f. Repita o procedimento na reta g. Atividade 8 Função Quadrática a) No campo de entrada digite f(x)=x^2-5*x+6 e clique em Enter. b) Na janela 11 selecione a opção e movimente a janela gráfica um pouco para baixo. Observe que o eixo das abscissas foi cortado nos pontos 2 e 3. Estas são as raízes desta função. c) Observe que o discriminante desta função é maior que zero, ou seja, 0, pois o gráfico cortou o eixo x em dois pontos. E como o valor de a é positivo, temos uma parábola voltada para cima. Esta função tem valor mínimo. d) Selecione um novo arquivo no menu arquivo. No campo de entrada digite a função f(x)=-x^2+2*x-4 e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e movimente a janela gráfica para cima. Na janela 2 selecione a opção e marque o ponto A(1,-3). Observe que este ponto representa as coordenadas do vértice desta função. O fato da parábola não tocar o eixo das abscissas (eixo x) significa que 0, ou seja, esta função não possui raiz. E como o valor do coeficiente a é negativo, a parábola tem concavidade voltada para baixo. e) No menu arquivo selecione a opção novo. No campo de entrada digite a função f(x)=-x^2+2*x-1 e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção movimente a janela gráfica para cima. Observe que o gráfico toca o eixo x em apenas um ponto, ou seja no ponto 1. Isto significa que o discriminante desta função é igual a zero, ou seja, 0. E como o coeficiente a é negativo, a parábola tem concavidade voltada pra baixo. Observe que o gráfico cortou o eixo das ordenadas (eixo y) justamente no coeficiente c desta função. Esta função tem valor máximo. e 23

24 f) No menu arquivo clique na opção novo. No campo de entrada digite a função h(x)=-x^2-3*x+4 e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e movimente a janela gráfica para a direita. No campo de entrada digite (-3,h(-3)) e clique em Enter. O ponto A formado de coordenadas (-3,4) significa que quando x for -3, y será 4, ou seja, para o domínio de -3 o valor da imagem será 4. Atividade 9 Função exponencial e Função Logarítmica a) No campo de entrada digite a função g(x)=2^x e clique em Enter. Clique com o botão direito do mouse sobre o gráfico formado, clique em propriedades, cor, azul, estilo, arraste a seta até o número 5 e na opção estilo da linha selecione o pontilhado da segunda opção. Clique em fechar. b) Ainda no campo de entrada digite a função f(x)=log(x) e clique em Enter. Clique com o botão direito do mouse sobre o gráfico formado, clique em propriedades, cor, vermelho, estilo, arraste a seta até o número 5 e na opção estilo da linha selecione o pontilhado da segunda opção. Clique em fechar. c) Agora vamos escrever a função log (x) na base 2. No campo de entrada digite f(x)=log(x)/log(2) e clique em Enter. Observe que o gráfico da função foi alterado. d) No campo de entrada digite (4,f(4)) e clique em enter. O ponto A(4,2) formado significa que o logaritmo de 4 na base 2 é 2. No campo de entrada digite (8,f(8)) e clique em enter. O ponto B(8,3) formado significa que o log de 8 na base 2 é 3. Atividade 10 Números Complexos a) No campo de entrada digite o número complexo z=3+5i. O número 3 é a parte real e o número 5i é a parte imaginária. No campo de entrada digite u=2+3i e clique em Enter. 24

25 b) No campo de entrada digite: S=z+u e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e arraste a janela algébrica para baixo. O ponto S formado representa a soma destes dois números complexos. Agora no campo de entrada digite D=z-u e clique em Enter. O ponto D formado representa a diferença entre estes dois números complexos. c) No campo de entrada digite P=z*u e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e arraste a janela algébrica para baixo e para a direita. O ponto P formado representa o produto entre estes dois números complexos. d) No campo de entrada digite Q=z/u e clique em Enter. O ponto Q formado representa o quociente entre estes dois números complexos. e) No menu arquivo selecione a opção novo. No campo de entrada digite u=2+3i e clique em Enter. Agora calcule o argumento deste número complexo digitando no campo de entrada Ângulo[u] e clique em Enter. Clique com o botão direito do mouse no ângulo formado, selecione propriedades, básico e em Exibir Rótulo selecione nome & valor e clique em fechar. Atividade 11 Trigonometria a) Na janela gráfica mantenha os eixos e a malha. Na caixa de entrada digite f(x)=sin(x) e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e movimente a janela de visualização um pouco para cima. Agora vamos alterar a janela de visualização. Clique com o botão direito do mouse na janela de visualização. Selecione a opção janela de visualização e altere a unidade para e a distância para. Clique em fechar e deixe o gráfico na tela. 2 25

26 b) No campo de entrada digite g(x)=cos(x) e clique em Enter. Na janela algébrica clique com o botão direito do mouse sobre a função g(x), selecione propriedades, cor e mude a cor do gráfico da função cosseno para vermelho e clique em fechar. Atividade 12 Polinômio a) Na janela 2 selecione a opção e na janela gráfica escolha 6 pontos aleatórios. No campo de entrada digite Polinômio[A,B,C,D,E,F] e clique em Enter. Mantenha o desenho na tela. No campo de entrada digite Função[f(x), x(a),x(f)] e clique em Enter. Na janela algébrica clique com o botão direito do mouse na função g(x), selecione propriedades, cor e escolha uma cor qualquer. Ainda na janela algébrica, clique com o botão direito do mouse na função f(x) e selecione Exibir Objeto. Na janela 1 selecione a opção e movimente os pontos da função g(x) e veja o que acontece. b) No menu arquivo abra um novo arquivo. No campo de entrada digite P(x)=x^3+2*x^2-x-1 e clique em Enter. Observe que o gráfico cortou o eixo x em três lugares que são exatamente as raízes deste polinômio. Mude a cor deste gráfico para roxo. Na janela 2 selecione a opção e clique no eixo x e no gráfico de P(x). Os pontos A, B e C formados são as raízes deste polinômio e as coordenadas de cada raiz estão escritas na janela algébrica. Agora no campo de entrada digite (1,P(1)) e clique em Enter. O ponto D formado significa que P(1)=1. Atividade 13 - Vetores a) Na janela 2 selecione a opção e crie os pontos A(2,2) e B(4,5). Na janela 3 selecione a opção e clique em A e depois em B. Um vetor u foi formado. Volte na janela 2 e selecione a opção e crie o ponto C(5,1). Na janela 3 selecione a 26

27 opção e clique em C e no vetor u. Observe que o vetor v formado tem a mesma direção, sentido e magnitude do vetor u. b) No menu arquivo, abra um arquivo novo. No campo de entrada digite u=(2,4) e clique em Enter. Agora no campo de entrada digite v=(-2,6) e clique em Enter. Ainda no campo de entrada digite u+v e clique em Enter. O vetor w formado representa a soma dos vetores u e v (w=u+v). Na janela algébrica, clique com o botão direito do mouse no vetor v, selecione propriedades, básico, mude a opção valor para (-3,2) e clique em fechar. Observe que o vetor w automaticamente foi alterado. Não apague o desenho formado. c) No campo de entrada digite 2*u e clique em Enter. Na janela 11 selecione a opção e dê dois cliques com o botão esquerdo do mouse na janela gráfica. O vetor z formado representa o produto escalar. Observe que o vetor z tem o dobro da magnitude do vetor u. d) No campo de entrada digite comprimento [u] e clique em Enter. Na janela algébrica aparecerá a letra a que representa a magnitude ou módulo do vetor u. Atividade 14 Reflexão em torno de uma reta e de um ponto a) Na janela 2 selecione a opção e marque os pontos A(-3,5), B(-3,3), C(-1,2), D(2,1) e E(3,6). Na janela 5 selecione a opção e clique nos pontos ABCA. Na janela de visualização clique com o botão direito do mouse e selecione a opção Eixos. Os eixos irão desaparecer. Na janela 11 selecione a opção e arraste a malha um pouco para baixo. Na janela 3 selecione a opção e clique nos pontos D e E. Na janela 9 selecione a opção e clique no polígono e na reta. Na janela 27

28 1 selecione a opção e movimente a reta. Agora movimente os pontos A, B e C e observe. b) No campo de entrada digite A=(-3,5) e clique em Enter. Repita o mesmo procedimento para os pontos B=(-3,3), C=(-1,2) e D=(2,3). Na janela 5 selecione a opção e clique nos pontos ABCA. Na janela de visualização clique com o botão direito do mouse e selecione a opção Eixos. Os eixos irão desaparecer Na janela 9 selecione a opção e clique no polígono e no ponto D. Na janela 1 selecione a opção e mova o ponto D. Observe o que acontece. Agora movimente os vértices do polígono e veja o que acontece. 28

29 REFERÊNCIAS Geogebra disponível em Acesso em 14/02/2012. Aplicações do Geogebra ao ensino da Matemática disponível em ensino-de-matematica.pdf - Acesso em 15/02/2012. Geogebra: uma opção para o ensino de teoremas pertencentes à Geometria Euclidiana plana disponível em - Acesso em 15/02/2012. Aplicações do Geogebra ao ensino de Matemática : disponível em nhecendo_o_geogebra - Acesso em 15/02/2012. Software Geogebra: uso didático nas aulas de Matemática e Informática educacional das séries finais do ensino fundamental disponível em - Acesso em 18/02/2012. NÓBRIGA, Jorge Cássio Costa & ARAÚJO, Luís Cláudio Lopes de Aprendendo Matemática com o GeoGebra, Brasília: Exato, GIOVANNI, José Ruy, BONJORNO, José Roberto & JÚNIOR, José Ruy Giovanni Matemática Completa, São Paulo: FTD, Desenho da Capa: Anderson Guimarães dos Santos. 29

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB I Semana de Educação Matemática: Discutindo o trabalho docente aliado às novas tendências educacionais 25 a 29 de maio de 2009 Minicurso: GEOGEBRA UM FORTE

Leia mais

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica 1 5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica Cristina Cerri IME USP Cada vez mais estamos incorporando o computador

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 05 - Desvendando o GeoGebra PARTE 04 - COMO APAGAR OBJETOS. Ao iniciar o GeoGebra,

Leia mais

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 JANELA 1 JANELA 2 JANELA 3 JANELA 4 JANELA 5 JANELA 6 JANELA 7 JANELA 8 JANELA 9 JANELA 10 JANELA 11 JANELA 12 Mover Novo Ponto Reta definida Reta Polígono Círculo Elipse

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática Introdução ao GeoGebra software livre 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS Curso de Matemática Primeiros Passos Com o Software Livre GeoGebra Março de 2010 Prof. Ilydio Pereira de Sá Introdução ao

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

PROJETO SALA DE AULA

PROJETO SALA DE AULA PROJETO SALA DE AULA 1. Identificação: Título: APRENDENDO FUNÇÕES BRINCANDO Série: 1º série do Ensino Fundamental Softwares Necessários: Cabri-Géomètre, Jogos de Funções e Graphmatica Tempo previsto: Seis

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE ENSINO

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICE A - Análise dos softwares GeoGebra e Winplot I Objetivo: Identificar o software que será utilizado para desenvolver as atividades. II Metodologia:

Leia mais

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index.

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index. Applets no Geogebra Sonia Regina Soares Ferreira UFBA Applet é um software aplicativo que é executado no contexto de outro programa. Os applets geralmente tem algum tipo de interface de usuário, ou fazem

Leia mais

APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra

APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra 95 APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra João Bosco Laudares Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GEOGEBRA

Leia mais

Software Régua e Compasso

Software Régua e Compasso 1 COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CPPG TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 1ª Parte - Consulta Rápida Software Régua e Compasso A primeira

Leia mais

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA ISSN 2177-9139 MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA Vanessa Etcheverria Cassuriaga vanessa19921000@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus

Leia mais

Manual Tabulæ Colaborativo

Manual Tabulæ Colaborativo Manual Tabulæ Colaborativo Estabelecendo Sessões Colaborativas em Rede Thiago Maciel de Oliveira Ulisses Dias Versão 1.0 Página 2 Manual do Tabulæ Colaborativo Sumário Uma visão geral... 5 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Apucarana Projeto Novos Talentos Edital CAPES 55/12 Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA Professor Responsável: Ivan José Coser

Leia mais

MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos

MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos 1 MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos 1 - Abrindo o Winplot Para abrir o Winplot.exe clique duas vezes no ícone. Abrirá a caixa: Clique (uma vez) no botão. Surgirá uma coluna: Clique no

Leia mais

Geogebra, uma ferramenta genial

Geogebra, uma ferramenta genial Geogebra, uma ferramenta genial Eduardo Antônio Soares Júnior Jéssica Amorim Mamed Paulo Tarso Farias Teixeira Roberta Layra Faragó Jardim Jaime Batista de Souza Deborah Faragó Jardim 9 de abril de 2013

Leia mais

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos V Bienal da SBM Sociedade Brasileira de Matemática UFPB - Universidade Federal da Paraíba 18 a 22 de outubro de 2010 utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos ermínia de

Leia mais

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática.

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Ministrantes: Daniel

Leia mais

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Universidade Federal do Paraná UFPR Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Amanda Carvalho de Oliveira Juliana Rodrigues de Araújo Marcelo José Cardozo Caldeira Mayara Poyer da Silva Verediana

Leia mais

2012/2013. Funções e Geometria MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS

2012/2013. Funções e Geometria MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS 2012/2013 MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS I. Funções polinomiais. Considera a função f, de domínio IR definida por: 1 3 2 f x x 3x 8x 3 3 1. Determina o(s) zero(s) da função f, com aproximação às

Leia mais

MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS

MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS I. Simplesmente Funções Considera: a função f, de domínio IR \ 4, definida por 2 f x ; 4 x a função g, de domínio IR, definida por 1 3 3 2 g x x x 4x 5 6 2 1. Determina

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

Conceitos e fórmulas

Conceitos e fórmulas 1 Conceitos e fórmulas 1).- Triângulo: definição e elementos principais Definição - Denominamos triângulo (ou trilátero) a toda figura do plano euclidiano formada por três segmentos AB, BC e CA, tais que

Leia mais

GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica

GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica Ana Paula Santos Rebello Universidade do Vale do Rio dos Sinos Brasil prof.anapaula@ibest.com.br Márcio Alexandre Rodriguez

Leia mais

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos 1 Universidade Federal do Paraná UFPR Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos Amanda Rosa Liria Machado Ingrid Mariana Rodrigues de Lima Simone Venturi Curitiba 2011 2

Leia mais

Lista de exercícios de recuperação. 3º E.M. - Matemática

Lista de exercícios de recuperação. 3º E.M. - Matemática Lista de exercícios de recuperação 3º E.M. - Matemática 1) As equações das retas r e s da figura são, respectivamente, a) r: -x + y - 5 = 0 e s: x + y - 5 = 0. b) r: -5x + y - 5 = 0 e s: 5x + y - 5 = 0.

Leia mais

ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA

ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA Roberto Claudino Ferreira Professor Especialista da Disciplina de Computação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia / Campus de Itapetinga. Roberto.fisica@bol.com.br

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

PROFº. LUIS HENRIQUE MATEMÁTICA

PROFº. LUIS HENRIQUE MATEMÁTICA Geometria Analítica A Geometria Analítica, famosa G.A., ou conhecida como Geometria Cartesiana, é o estudo dos elementos geométricos no plano cartesiano. PLANO CARTESIANO O sistema cartesiano de coordenada,

Leia mais

5910179 Biofísica I Turma de Biologia FFCLRP USP Prof. Antônio C. Roque Segunda lista de exercícios

5910179 Biofísica I Turma de Biologia FFCLRP USP Prof. Antônio C. Roque Segunda lista de exercícios Lista sobre funções no Excel A ideia desta lista surgiu em sala de aula, para ajudar os alunos a conhecer de modo prático as principais funções matemáticas que aparecem em biologia. Inicialmente, para

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS.

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS. 56 A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS. Antônio Carlos Marangoni 2 (Unifran) Antônio César Geron 2 (Unifran) Lucinda M. de F. Rodrigues

Leia mais

Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra.

Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra. Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra. Orientador: Sérgio Antônio Wielewski Autora: Veridiana Cristina Soares de Melo e-mail: veridianacsm@gmail.com

Leia mais

NO ESTUDO DE FUNÇÕES

NO ESTUDO DE FUNÇÕES 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SEMANA DA MATEMÁTICA 2014 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES GRÁFICOS NO ESTUDO DE FUNÇÕES PIBID MATEMÁTICA 2009 CURITIBA

Leia mais

GeoGebra-INFORMAÇÕES. GeoGebra AJUDA BUSCA

GeoGebra-INFORMAÇÕES. GeoGebra AJUDA BUSCA GeoGebra-INFORMAÇÕES www.geogebra.org Autor: Markus Hohenwarter Última modificação : 19 de Abril de 2007 Tradução para Português: Hermínio Borges Neto, Luciana de Lima, Alana Paula Araújo Freitas, Alana

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AUTOCAD

INTRODUÇÃO AO AUTOCAD INTRODUÇÃO AO AUTOCAD O AUTOCAD é um software que se desenvolveu ao longo dos últimos 30 anos. No início o programa rodava no sistema D.O.S., o que dificultava um pouco seu uso. Com o surgimento do sistema

Leia mais

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Apresentação dos Conteúdos e Objetivos para o 3º Teste de Avaliação de

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA AS TRANFORMAÇÕES ISOMÉTRICAS NO GEOGEBRA COM A MOTIVAÇÃO ETNOMATEMÁTICA Trabalho Final apresentado à Banca Examinadora

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 Desenvolver juntamente aos professores, alunos, equipe diretiva e demais participantes atividades que auxiliem no uso do aplicativo KlogoTurtle e KPresenter assim os

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010 PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-0 DA MACKENZIE Profa. Maria Antônia Gouveia. / / 00 QUESTÃO N o 9 Dadas as funções reais definidas por f(x) x x e g(x) x x, considere I, II, III e IV abaixo. I) Ambas

Leia mais

GEOMETRIA DINÂMICA PARA QUÊ?

GEOMETRIA DINÂMICA PARA QUÊ? GEOMETRIA DINÂMICA PARA QUÊ? GUIA DE APOIO À UTILIZAÇÃO DO GEOGEBRA SESSÃO DE TRABALHO COM A TURMA 4 Raul Aparício Gonçalves - ESE IPPorto - Dezembro 2007 pág. 1 / 17 ÍNDICE: Breve apresentação das funcionalidades

Leia mais

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO DANIELLA ASSEMANY DA GUIA CAp- UFRJ danyprof@bol.com.br 1.1. RESUMO Esta comunicação científica tem como objetivo tratar e apresentar a Geometria

Leia mais

Geometria Dinâmica com o Cinderella. - Em que um dos lados meça 4 unidades e os ângulos adjacentes 30 e 70.

Geometria Dinâmica com o Cinderella. - Em que um dos lados meça 4 unidades e os ângulos adjacentes 30 e 70. Actividade 1 Polígonos Construa um triângulo 1 : - definido por três pontos; - isósceles, não equilátero; - rectângulo; - Em que um dos lados meça 4 unidades e os ângulos adjacentes 30 e 70. Construa um

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

Ajuda GeoGebra Manual Oficial da Versão 3.2

Ajuda GeoGebra Manual Oficial da Versão 3.2 Ajuda GeoGebra Manual Oficial da Versão 3.2 Markus Hohenwarter e Judith Hohenwarter www.geogebra.org Ajuda GeoGebra 3.2 Autores Markus Hohenwarter, markus@geogebra.org Judith Hohenwarter, judith@geogebra.org

Leia mais

Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Fundamental

Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Fundamental Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Maria da Conceição Alves Bezerra Universidade Federal da Paraíba Brasil mcabst@hotmail.com Cibelle Castro de Assis

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

PRODUÇÃO TÉCNICA CONSTRUÇÃO DE FRACTAIS COM USO DO SOFTWARE GEOGEBRA

PRODUÇÃO TÉCNICA CONSTRUÇÃO DE FRACTAIS COM USO DO SOFTWARE GEOGEBRA PRODUÇÃO TÉCNICA TÍTULO CONSTRUÇÃO DE FRACTAIS COM USO DO SOFTWARE GEOGEBRA AUTORES Teresinha Aparecida Faccio Padilha Maria Madalena Dullius Marli Teresinha Quartieri CONTEXTUALIZAÇÃO A motivação de trabalhar

Leia mais

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Notasdeaula Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Os primeiros conjuntos numéricos conhecidos pela humanidade são os chamados inteiros positivos

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 02 ATIVIDADE 01 Para poupar esforço de digitação, você pode usar o tradicional

Leia mais

A Estação da Evolução

A Estação da Evolução Microsoft Excel 2010, o que é isto? Micorsoft Excel é um programa do tipo planilha eletrônica. As planilhas eletrônicas são utilizadas pelas empresas pra a construção e controle onde a função principal

Leia mais

POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA

POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA Maria Maroni Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Norte marolopes@hotmail.com

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH Conteúdos: Geometria, espaço e forma, grandezas e medidas. Tempo: 2 aulas de 50 minutos. Objetivos: Desenvolver a análise de espaço e forma dentro de ambientes simulados,

Leia mais

MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO DE CÁLCULO I

MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO DE CÁLCULO I Universidade dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM Instituto de Ciência, Engenharia e Tecnologia ICET Grupo de Estudos em Software Livre no Ensino GESE MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO

Leia mais

ELIPSES INSCRITAS NUM TRIÂNGULO

ELIPSES INSCRITAS NUM TRIÂNGULO ELIPSES INSCRITAS NUM TRIÂNGULO SERGIO ALVES IME-USP Freqüentemente apresentada como um exemplo notável de sistema dedutivo, a Geometria tem, em geral, seus aspectos indutivos relegados a um segundo plano.

Leia mais

Geometria Analítica. Katia Frensel - Jorge Delgado. NEAD - Núcleo de Educação a Distância. Curso de Licenciatura em Matemática UFMA

Geometria Analítica. Katia Frensel - Jorge Delgado. NEAD - Núcleo de Educação a Distância. Curso de Licenciatura em Matemática UFMA Geometria Analítica NEAD - Núcleo de Educação a Distância Curso de Licenciatura em Matemática UFMA Katia Frensel - Jorge Delgado Março, 011 ii Geometria Analítica Conteúdo Prefácio ix 1 Coordenadas na

Leia mais

Estatística Usando EXCEL

Estatística Usando EXCEL Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Estatística Estatística Usando EXCEL Distribuição de alunos segundo idade e sexo > =23 60% 40% 21 ---23 67% 33% 19 ---21

Leia mais

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Resolução por Maria Antônia Conceição Gouveia da Prova de Matemática _ Vestibular 5 da Ufba _ 1ª fase QUESTÕES de 1 a 8 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

Quickstart. O que é o GeoGebra?

Quickstart. O que é o GeoGebra? Quickstart O que é o GeoGebra? Software de Geometria Dinâmica Para a aprendizagem e ensino em todos os níveis de ensino Junta geometria interativa, álgebra, tabelas, gráficos, cálculo e estatística Software

Leia mais

O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA

O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA Conceição BRANDÃO de Lourdes Farias FACIG clfb_05@hotmail.com Evanilson LANDIM Alves UFPE evanilson.landim@ufpe.br RESUMO O uso das tecnologias

Leia mais

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA.

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA. ROTEIRO COMPONENTE CURRICULAR: Matemática 2 PROF.(A): Fabiano Maciel DATA: 9º An o EFII ALUNO(A): Nº: TURMA: P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos Atividades usando o GEOGEBRA. As atividades deverão ser

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2

EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2 EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2 1 IFRN/Professor de Matemática do Ensino Básico e Tecnológico do IFRN, frank.amorim@ifrn.edu.br 2

Leia mais

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Mestrado Profissional em Educação Matemática

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Mestrado Profissional em Educação Matemática UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Mestrado Profissional em Educação Matemática JONAS DA CONCEIÇÃO RICARDO UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE FUNÇÕES QUADRÁTICAS

Leia mais

Geogebra nas aulas de Matemática

Geogebra nas aulas de Matemática Geogebra nas aulas de Matemática Sala 13 Matemática EM Integral E. E. JOÃO XXIII Professor(es) Apresentador(es): Dimas Inácio Rossi Ana Lucia T. Araujo Durigan Realização: Justificativa A Matemática inserida

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais

SIMETRIA DE TRANSLAÇÃO

SIMETRIA DE TRANSLAÇÃO 18 Isometrias no plano é um tópico de estudo da Geometria das Transformações e sua abordagem visa propiciar conceituações de congruência e de semelhança, procurando desenvolver a capacidade de perceber

Leia mais

Módulo 1 Abrindo o Wingeom

Módulo 1 Abrindo o Wingeom Módulo 1 Abrindo o Wingeom Para abrir o Wingeom, dê dois clique no ícone. Abrirá a janela: No menu, na barra de ferramentas, clique no item. Isto criará a janela gráfica sem nome1.wg2: Barra de Ferramentas

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 07 ATIVIDADE 01 Na aula anterior, vimos como rastrear pontos. Abra o arquivo

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática. Leonardo Pereira Barcelos

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática. Leonardo Pereira Barcelos Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática Leonardo Pereira Barcelos Ensino de Geometria com o Software GeoGebra: Aplicações em Sala de Aula Belo

Leia mais

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 NOTA:. Nota: Toda resolução deve ser feita no seu devido

Leia mais

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA KIT VIRTUAL DE APOIO (KVA) Vassouras 2011 WENDEL DE OLIVEIRA SILVA

Leia mais

FSP/USP. HEP5800 Bioestatística_2011 Denise Pimentel Bergamaschi

FSP/USP. HEP5800 Bioestatística_2011 Denise Pimentel Bergamaschi Aula 1 - Excel Assuntos que serão vistos no Excel 1- Cálculo de porcentagem simples e acumulada; construção de tabelas 2- Construção de gráficos 2.1 Diagrama de barras (uma variável) 2.2 Diagrama linear

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa B. alternativa C. alternativa D. Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente,

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa B. alternativa C. alternativa D. Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente, Questão Os trabalhadores A e B, trabalhando separadamente, levam cada um 9 e 0 horas, respectivamente, para construir um mesmo muro de tijolos Trabalhando juntos no serviço, sabe-se que eles assentam 0

Leia mais

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul Resolução da Prova da Escola Naval 29. Matemática Prova Azul GABARITO D A 2 E 2 E B C 4 D 4 C 5 D 5 A 6 E 6 C 7 B 7 B 8 D 8 E 9 A 9 A C 2 B. Os 6 melhores alunos do Colégio Naval submeteram-se a uma prova

Leia mais

Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I. Aula Excel

Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I. Aula Excel Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I Aula Excel O que é o Excel? O Excel é um aplicativo Windows - uma planilha eletrônica - que

Leia mais

Métodos Matemáticos para Engenharia de Informação

Métodos Matemáticos para Engenharia de Informação Métodos Matemáticos para Engenharia de Informação Gustavo Sousa Pavani Universidade Federal do ABC (UFABC) 3º Trimestre - 2009 Aulas 1 e 2 Sobre o curso Bibliografia: James Stewart, Cálculo, volume I,

Leia mais

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75 Módulo de Georreferenciamento Sistema Página 1/75 Para iniciar o Módulo de Georreferenciamento acesse, no AutoCAD a partir do Menu flutuante >Posição >Georreferenciamento >Módulo de Georreferenciamento.

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA.

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 00 ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. QUESTÃO.01.Carlos, Luis e Sílvio tinham, juntos, 100 mil reais para investir por um ano. Carlos

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

Geometria Dinâmica com o GeoGebra

Geometria Dinâmica com o GeoGebra Geometria Dinâmica com o GeoGebra Lenimar Nunes de Andrade UFPB João Pessoa 9 de abril de 2014 1 Introdução GeoGebra ( = Geometria + Álgebra) é um programa austríaco gratuito que reúne Geometria, Álgebra

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 de outubro de 2015) AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE CÓD. 152 870 No caso específico

Leia mais

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03. Teste Intermédio Matemática Versão 1 Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.2014 9.º Ano de Escolaridade Indica de forma legível a versão do teste. O teste é constituído por dois

Leia mais

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA 40 5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA Propriedade: O lugar geométrico dos pontos do plano situados a uma distância constante r de um ponto fixo O é a circunferência de centro O e raio r. Notação: Circunf(O,r). Sempre

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 3.º CICLO do Ensino BÁSICO Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/1.ª Chamada 8 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância:

Leia mais

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8 NAPNE / RENAPI Google SketchUp 8 Agosto de 2011 Sumário 1 Introdução... 4 2 Requisitos básicos... 4 3 Itens... 4 3.1 Assista os tutoriais em vídeo... 5 3.2 Leia dicas e truques... 6 3.3 Visite a Central

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIA DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: MATEMÁTICA I SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:.

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática 6º Ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

José A. Cancela. Pág. 1

José A. Cancela. Pág. 1 José A. Cancela. Pág. 1 Índice 1. Configurações das barras de ferramentas 4 2. Configuração do fundo da tela 4 3. Configuração do cursor 5 4. Criar Arquivo 5 4.1. Tipo de arquivo 6 5. Salvar arquivo 6

Leia mais