MAPAS DE PESSOAL GABINETES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAPAS DE PESSOAL GABINETES"

Transcrição

1 Apoio, administrativo e logístico ao Gabinete da Presidência Comissão das comemorações dos 250 anos do Concelho Oeiras Apoio ao Gabinete nas áreas do Ambiente e do Parque dos Poetas Apoio nas áreas das Finanças, Adm. Geral, Qualida e Mornização Adm., Recursos Humanos, Ocupação do Espaço Público, Desporto, Act. Económicas e Edificação Urbana (obras particulares) e Soc. Reab. Urb. e Centros Históricos Apoio administrativo nas áreas do Abastecimento Público e ização Sanitária, Mercados, Cemitérios, Projecto Apoio ao Animal Oeiras, Gestão do Espaço Público áreas das Obras Municipais, Controlo das Intervenções dos Concessionários Serviços Públicos, Equipamento e Viaturas, Espaços Vers, Ambiente e Higiene Urbana, Trânsito e Transportes Unida competência ou produto/área Gabinete da Presidência Chefe Coornador Sociologia Área Artes Decorativas, Arquitectura, Engª Civil, Geografia 1 Arquitectura 1 Direito 4 Nº postos 5 6 (a)

2 Unida competência ou produto/área Chefe Coornador Área Nº postos áreas da Acção Social, Saú, Protecção Menores, Cultura, Juventu, Bibliotecas, Toponímia e Geminações áreas dos Equipamentos Saú, Habitação Social, Áreas Urbanas Génese Ilegal e Acompanhamento da Revisão do Plano Oeiras áreas do Património e Turismo Gabinete da Presidência

3 Apoio administrativo e logístico ao Gabinete Intificar e avaliar situações risco e verificar a aquação e a eficácia do sistema controlo interno instituído pelos orgãos competentes Apoio administrativo ao Gabinete Apoio aos s análise cartográfica Contribuir para a finição dos objectivos senvolvimento e cisões planeamento estratégico do concelho Oeiras Unida competência ou produto/área Gabinete Auditoria Gabinete Desenvolvimento Chefe Coornador Área Nº postos 1 2 Gestão, Auditoria, Direito Arquitectura, Engª Civil, Engª Mecânica, Engª do Ambiente, Geografia e Planeamento Regional, História (a) 1 (a)

4 Unida competência ou produto/área Chefe Coornador Área Nº postos Apoio administrativo ao do Gabinete Apoio administrativo carácter instrutório aos processos RJUE Patrocínio nos Tribunais Administrativos Emissão pareceres jurídicos, elaboração contratos e propostas à reunião dos orgãos executivo e liberativo Gabinete Contencioso e Apoio Jurídico 4 Direito Direito 5 8 (a) Apoio administrativo às unidas orgânicas do Gabinete Secção Administrativa Apoio administrativo à na componente organização dos processos contraornação Instrução dos processos contraornação em conformida com a lei Contra- Ornações Direito 4 (a)

5 Apoio administrativo e logístico ao Gabinete Conceber, executar e acompanhar o plano comunicação global do Município Acompanhamento protocolar e organização eventos Concepção e acompanhamento da imagem e comunicação gráfica do Município Apoio administrativo ao Gabinete Promoção da política municipal legação competências, assegurando a articulação entre o Município e as Juntas Freguesia Unida competência ou produto/área Gabinete Gabinete Apoio às Juntas Freguesia Chefe Coornador Área Nº postos Ciências da, Realização Cinema, Empresarial, Ciência Política, Relações Públicas e Publicida Gestão Empresas Turísticas, Ciências da Design, Artes Decorativas, Social, Ciências da Serviço Social, Geografia (a) 4 (a)

6 Apoio Administrativo ao Exercer funções polícia administrativa, zelando pelo cumprimento das leis, regulamentos e liberações dos orgãos do Município Assegurar a nível municipal a prevenção riscos colectivos resultantes acintes graves ou catástrofes, prestar socorro e assistência a pessoas e bens Unida competência ou produto/área Polícia e Protecção Civil Chefe Coornador Área Nº postos Direito Total Gabinetes Regulamento orgânico publicado através do Aviso n.º H/ Setembro (a) - mencionar número postos a preencher com relação jurídica por tempo terminado (b) - mencionar número postos a tempo parcial Total (a)

Mapa de pessoal total 2010 Câmara Municipal de Oeiras - Artigo 5.º LVCR

Mapa de pessoal total 2010 Câmara Municipal de Oeiras - Artigo 5.º LVCR Mapa pessoal total 010 Câmara Oeiras - Artigo 5.º LVCR Mapa Resumo dos postos trabalho por cargo/carreira/categoria Cargo/carreira/categoria N.º postos trabalho N.º postos trabalho a preenchidos preencher

Leia mais

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Nos termos do disposto na alínea a) do artigo 7.º e no n.º 3 do artigo 10.º do Decretolei n.º 305/2009, de 23 de Outubro e dentro dos limites

Leia mais

MAPA DE PESSOAL 2016

MAPA DE PESSOAL 2016 MAPA DE PESSOAL 06 Atribuições/Competencias/Actividades Cargo/Categoria/carreira Formação académica/ profissional N.º de postos de Trabalho Tempo Indeterminado Termo certo OBS. Unidade Orgânica Ocupados

Leia mais

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública PÁGINA : 1 1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 230.507,00 230.507,00 230.507,00

Leia mais

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3 2009 MAPA DE PESSOAL DA ANPC (Artigo 5º da Lei nº 2-A/2008, 27 Fevereiro) SEDE - Carnaxi Competências/Actividas Área formação académica e/ou - Presinte () - - Director Nacional () - 3 - Comandante Operacional

Leia mais

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente MADRP Entida Promotora Autorida Gestão do Programa Desenvolvimento Rural do Continente Autorida Gestão do PROMAR Autorida Florestal Nacional Direcção-Geral Veterinária Direcção Regional das Florestas Lisboa

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E ORCAMENTO EXERCICIO: 2016 SIOR - SISTEMA ORCAMENTARIO R$ 1,00

ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E ORCAMENTO EXERCICIO: 2016 SIOR - SISTEMA ORCAMENTARIO R$ 1,00 COD ORGAO LEGISLATIVA JUDICIARIA ESSENCIAL A ADMINISTRACAO JUSTICA 01 ASSEMBLEIA LEGISLATIVA 219.950.000 03 TRIBUNAL DE CONTAS 114.101.360 30.000 04 TRIBUNAL DE CONTAS - ENT. VINCULADAS 180.139 05 TRIBUNAL

Leia mais

MAPA DE PESSOAL PARA O ANO DE 2012

MAPA DE PESSOAL PARA O ANO DE 2012 GABINETE DE APOIO E RELAÇÕES EXTERNAS As constantes do artigo 10.º do Regulamento Orgânico dos Serviços Municipais e Anexo V, aprovado em reunião ordinária da Câmara Municipal de 28 de Fevereiro de 2011.

Leia mais

MAPA DE PESSOAL 2015

MAPA DE PESSOAL 2015 MAPA DE PESSOAL 05 (art.º 9.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 5/04 de 0/06) A.. COMISSÃO DE SERVIÇO A... PESSOAL DIRIGENTE Direção Direção Dirigente Diretor de Departamento

Leia mais

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 415.272,00 415.272,00 331.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.062.128,71 1.1. Serviços gerais de 400.272,00 400.272,00 325.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.041.128,71

Leia mais

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE S ANO CONTABILÍSTICO 2011 Pagina : 1 1. FUNÇOES GERAIS 239.200,00 505.000,00 744.200,00 177.311,45 177.311,45 74.13 23.83 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 232.200,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2. Segurança e ordem públicas 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2.1. Protecção civil e luta 196.000,00 196.000,00 196.000,00 contra incêndios

Leia mais

Escola Secundária de Ermesinde. Cursos Científico- Humanisticos

Escola Secundária de Ermesinde. Cursos Científico- Humanisticos Escola Secundária de Ermesinde Cursos Científico Humanisticos Cursos CientíficoHumanísticos Ciências e Tecnologias Condições de Acesso: Alunos com 9º ano de escolaridade ou equivalente a este. Realização

Leia mais

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto LISTA E CODIFICAÇÃO DAS ÁREAS DE ACTIVIDADES Actividades relacionadas com o património cultural 101/801 Artes plásticas e visuais 102/802 Cinema, audiovisual e multimédia 103/803 Bibliotecas 104/804 Arquivos

Leia mais

Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos

Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Gestão de Recursos Humanos Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Gestão de Recursos Humanos Ref #GRH090 Nº Horas: 48 h Nº de Dias: 8 dias Hora de Início:

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 25.122,75 53.500,00 53.500,00 55.105,00 51.456,00 53.001,00 238.184,75 1.1. Serviços gerais de 12.275,53 30.500,00 30.500,00 31.415,00 27.054,00 27.866,00 129.110,53 administração

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) SERVIÇO MUNICIPAL PROTEÇÃO CIVIL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais)

CÂMARA MUNICIPAL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) SERVIÇO MUNICIPAL PROTEÇÃO CIVIL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) mapa de pessoal Ano 2013 Artigos 4º e 5º da Lei nº 12-A/2008 de 27 de Fevereiro CÂMARA MUNICIPAL Assistente Técnico 12º ano de escolaridade 2 1 - Secretário Presidência Assistente Operacional Escolaridade

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E

Leia mais

Instituto Politécnico de Lisboa - Mapa de pessoal não docente - 2015

Instituto Politécnico de Lisboa - Mapa de pessoal não docente - 2015 Instituto Politécnico Lisboa - Mapa pessoal não docente - 0 () terminado, mobilida (+6+7+8) grau, ou Coornador Especialista Superior Informática Informática Informática Coornador * () (6) Orgãos Gestão

Leia mais

Disciplinas da Componente de Formação Técnica dos Cursos Profissionais por Área de Educação e Formação

Disciplinas da Componente de Formação Técnica dos Cursos Profissionais por Área de Educação e Formação Área de Educação e Formação 212 - Artes do espectáculo Área de Educação e Formação 213 - Audiovisuais e produção dos media Adereços 380 Cenografia 400 Cenotecnia 380 Conjuntos Instrumentais 180 Figurinos

Leia mais

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19 PÁGINA : 1 DESPESAS D (PREVISÃO) 1. FUNÇOES GERAIS 132.059,77 470.000,00 470.000,00 157.250,00 107.500,00 62.700,00 929.509,77 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 93.277,77 410.000,00 410.000,00 147.250,00 97.500,00

Leia mais

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro)

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro) MAPA DE PESSOAL - 202 (art.º 5.º da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 0 de Setembro) GERAL, FINANÇAS E MODERNIZAÇÃO Decreto-Lei n.º 05/09, de 2/0. DEPARTAMENTO

Leia mais

Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir

Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir Núcleo Executivo / Secretariado Técnico Rede Social Loures Aprovado na reunião de CLAS de 19.Fevereiro.2009 Objectivo Superior Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir Monitorização

Leia mais

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00 MUNICIPIO SAO DO ANO 2014 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 114.600,00 114.600,00 114.600,00 1.1. Serviços gerais de 52.200,00 52.200,00 52.200,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 52.200,00

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 11:27 2014/10/27 Grandes Opções do Plano - Func. Plano Pag. 1 PÁGINA : 1 01 RENOVAR O MUNICIPIO 517.058,00 636.758,00 330.000,00 277.500,00 227.500,00 1352058,00

Leia mais

Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho para 2014

Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho para 2014 Gabinete de Apoio ao Presidente Técnico Superior Ciências da Informação 1 1 1 1 Técnico Superior Jornalismo 1 1 0 3 0 0 3 0 1 1 Gabinete de Auditoria Técnico Superior 1 1 1 1 Serviço Municipal de Proteção

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 204 Nos termos da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro SECÇÃO DE APOIO E DE COORDENAÇÃO GERAL (Capitulo III do Regulamento da Organização dos Serviços)

Leia mais

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho De : DCED/DICUL Carlos Anjos Proc. Nº Para : ANA JOSÉ CARVALHO, CHEFE DA DICUL Assunto : PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES DO GRUPO DE TRABALHO PARA O MOVIMENTO ASSOCIATIVO - 2011 Para os efeitos tidos

Leia mais

Seminário Rugby Juvenil

Seminário Rugby Juvenil Seminário Rugby Juvenil Lisboa, 29 Outubro 2005 Escola de Rugby Projecto Operacional Formar e competir, sem formação todos os projectos futuros serão postos em causa. Sem competição não poderá haver progresso

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR MONITOR PAUTA DE FREQUENCIA DOS EXAMES DE 08 A 16 DE FEVEREIRO 2016 PROVISÓRIA

INSTITUTO SUPERIOR MONITOR PAUTA DE FREQUENCIA DOS EXAMES DE 08 A 16 DE FEVEREIRO 2016 PROVISÓRIA Matric Disciplina T1 T2 T3 T4 NF Situa 15-470 Direito Constitucional I 14,00 17,50 15,00 14,00 15,12 Admit 15-470 Introdução ao Direito I *9,00 13,50 13,50 11,00 11,75 Admit 15-470 Economia Política I

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 Demanda de Candidatos ---------- Candidatos ---------- 13/11/2013 11:13:32 Página: 1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 Demanda de Candidatos ---------- Candidatos ---------- 13/11/2013 11:13:32 Página: 1 Página: 1 054 ADMINISTRACAO - MATUTINO BELEM 64 1,611 684 2 2,297 50.34 21.38 055 ADMINISTRACAO - NOTURNO BELEM 64 2,476 821 14 3,311 77.38 25.66 007 AGRONOMIA - INTEGRAL ALTAMIRA 32 273 149 1 423 17.06

Leia mais

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1 Pagina : 1 1. Funções gerais 610.500,00 610.500,00 334.850,49 334.850,49 54.85 54.85 1.1. Serviços gerais de administração pública 525.500,00 525.500,00 334.640,59 334.640,59 63.68 63.68 1.1.1. Administracao

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Sistemas Integrados de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança Sistemas Integrados de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança Um SIG-QAS é um sistema global de uma organização, que inclui práticas, processos e recursos para desenvolvimento e implementação do seu

Leia mais

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi)

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi) REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi) Março de 2011 CAPÍTULO I: DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Definição O Serviço de Psicologia, adiante designado por Serviço, é uma estrutura de caráter permanente

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA NOTA JUSTIFICATIVA Em conformidade com os poderes regulamentares que lhes são atribuídos pelos artigos 112º n.º 8 e 241º da Lei Constitucional, devem os Municípios aprovar os respectivos regulamentos municipais,

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) Município Valença do Plano Plurianual Investimentos (unida: ) 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 01 001 2010/1 AQUISIÇÃO, CONSTRUÇÃO, CONSERVAÇÃO

Leia mais

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária Preenchidos A preencher Preenchidos Gabinete de Apoio ao Presidente Coordenar e executar todas as atividades inerentes à assessoria, secretariados, protocolos da Presidência e assegurar a interligação

Leia mais

Exercício: 2013 Data base: 31/12/2013

Exercício: 2013 Data base: 31/12/2013 Prefeitura Municipal de Alvorada Página: 000001 Orgão: 01 CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 01 LEGISLATIVA 41.087,91 6.600.377,60 0,00 6.641.465,51 01.031 ACAO LEGISLATIVA 41.087,91 5.758.613,76 0,00 5.799.701,67

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO LICENCIATURA EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL ( LEGI ) 1 A UNIVERSIDADE A Universidade

Leia mais

Regulamento. Espaço Solidário de Ourique

Regulamento. Espaço Solidário de Ourique Regulamento Espaço Solidário de Ourique Regulamento Espaço Solidário de Ourique Nota justificativa O Espaço Solidário surge no âmbito da Rede Social, de acordo com o Diagnóstico Social do Concelho, constando

Leia mais

MUNICÍPIO DE TOLEDO Estado do Paraná

MUNICÍPIO DE TOLEDO Estado do Paraná LEI Nº 1.963, de 13 de agosto de 2007 Altera a legislação que dispõe sobre o Plano de Cargos e Vencimentos para os servidores públicos municipais de Toledo. O POVO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO, por seus representantes

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Introdução No âmbito da sua actividade, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), aprovou a Recomendação n.º 1/2009,

Leia mais

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS:

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: Bairro da Laje, freguesia de Porto Salvo: - Parque Urbano Fase IV Os Arranjos Exteriores do Parque Urbano Fase IV do bairro da Laje, inserem-se num vasto plano de reconversão

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 3/A/2004

RECOMENDAÇÃO Nº 3/A/2004 Número: 3/A/2004 Data: 22-03-2004 Entidade visada: Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva Processo: P-1/04 Área: A1 Assunto: Concurso Chefe da Divisão Municipal de Planeamento, Urbanismo e

Leia mais

11814909 de 09.01.2001, emitido pelo Arquivo de Identificação de Lisboa

11814909 de 09.01.2001, emitido pelo Arquivo de Identificação de Lisboa MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL NOME MORADA CORREIO ELECTRÓNICO TELEMÓVEL 917 485 660 NACIONALIDADE BILHETE DE IDENTIDADE Mariana Alexandra Carneiro Azevedo Rua Poeta Cesário Verde,

Leia mais

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1 PÁGINA : 1 1. FUNCOES GERAIS 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00 7.095.218,46 1.1. SERVICOS GERAIS DE 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00

Leia mais

Plano de Ação para 2012

Plano de Ação para 2012 Área da Ação Plano de Ação para 2012 CRONOGRAMA ÁREA DE INTERVENÇÃO ATIVIDADES 2012 Recursos Humanos Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro O atendimento

Leia mais

Diagnóstico de Necessidades de Formação

Diagnóstico de Necessidades de Formação Diagnóstico de Necessidades de Formação No presente ano, foi levado a cabo, numa iniciativa conjunta do Formação e de Recursos Humanos, o levantamento das necessidades de formação através de contactos

Leia mais

Banco Local de Voluntariado de Gondomar

Banco Local de Voluntariado de Gondomar Regulamento Interno do Banco Local de Voluntariado de Gondomar (Aprovado em reunião de Câmara de 12 de Fevereiro e Assembleia Municipal de 18 de Fevereiro de 2009) Preâmbulo Entende-se por voluntariado

Leia mais

Capítulo I Disposições Gerais

Capítulo I Disposições Gerais Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Marco de Canaveses Preâmbulo A Lei n.º 71/98, de 3 de Novembro, estabelece as bases do enquadramento jurídico do voluntariado, visando promover e

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

CADASTRO DE CURSO. Conteúdo Programático Capítulos Conteúdo / Especificações Horas 01 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 68. 01.1 Gestão da Qualidade 4

CADASTRO DE CURSO. Conteúdo Programático Capítulos Conteúdo / Especificações Horas 01 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 68. 01.1 Gestão da Qualidade 4 PÁGINA: 1 6 Destinatários Objectivos Gerais Duração Total (h) Quadros médios e superiores empresas e organizações. Licenciados ou bacharéis que exerçam, ou pretenm vir a exercer, actividas na implementação,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA RIBEIRA GRANDE

CÂMARA MUNICIPAL DA RIBEIRA GRANDE CÂMARA MUNICIPAL DA RIBEIRA GRANDE Proposta de Regulamento do Serviço Municipal de Protecção Civil do Concelho da Ribeira Grande Preâmbulo Atendendo que: A Protecção Civil é, nos termos da Lei de Bases

Leia mais

Conselho Local de Acção Social De Vila Nova de Cerveira

Conselho Local de Acção Social De Vila Nova de Cerveira Conselho Local de Acção Social De Vila Nova de Cerveira REGULAMENTO INTERNO INTRODUÇÃO A rede social é uma plataforma de articulação de diferentes parceiros públicos e privados que tem por objectivos combater

Leia mais

PROJECTO PORTUGAL SEM DIABETES

PROJECTO PORTUGAL SEM DIABETES PROJECTO PORTUGAL SEM DIABETES Um projecto Apoio ins=tucional e cienafico: SOCIEDADE PORTUGUESA DIABETOLOGIA PORTUGUESE SOCIETY OF DIABETOLOGY PORTUGAL SEM DIABETES Portugal sem Diabetes procura cons*tuir

Leia mais

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social PLANO DE ACÇÃO 2007 Introdução O CLASA - Conselho Local de Acção Social de Almada, de acordo com a filosofia do Programa da Rede Social, tem vindo a suportar a sua intervenção em dois eixos estruturantes

Leia mais

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO PREÂMBULO O projecto Estarreja COMpartilha surge da necessidade que se tem verificado, na sociedade actual, da falta de actividades e práticas de cidadania. Traduz-se numa relação solidária para com o

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000 PROJETO DE LEI DO PLANO PLURIANUAL Projeto de Lei: Dispoe sobre o Plano Plurianual para o periodo 2015/2018 A CAMARA MUNICIPAL decreta: Art. 1o. Esta lei institui o Plano Plurianual para o quadrienio 2015/2018

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. 2. Legislação de enquadramento 3. Tramitação para a inspecção dos Espaços de Jogo e Recreio 4. Fluxograma da tramitação

NORMA DE PROCEDIMENTOS. 2. Legislação de enquadramento 3. Tramitação para a inspecção dos Espaços de Jogo e Recreio 4. Fluxograma da tramitação NORMA DE PROCEDIMENTOS Abril de 2008 EJR 06 / AL Tramitação para a inspecção dos Espaços de Jogo e Recreio 01 / AL 1. Apresentação 2. Legislação de enquadramento 3. Tramitação para a inspecção dos Espaços

Leia mais

Ministério da Saúde. Decreto Lei 2/00 De 14 de Janeiro

Ministério da Saúde. Decreto Lei 2/00 De 14 de Janeiro Ministério da Saúde Decreto Lei 2/00 De 14 de Janeiro As mudanças que ocorrem no âmbito das transformações em curso no País principalmente a reforma geral da administração pública e a adopção da Lei de

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso

Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso Francisco Silva francisco.silva@eshte.pt Director do Curso de Gestão do Lazer e Animação Turística Maio 2011 ESHTE Curso de Gestão do Lazer e

Leia mais

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação 1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE 1.1 Identificação Espinho é uma cidade situada no distrito de Aveiro, região Norte e subregião do Grande Porto. Segundo os censos de 2001, o concelho tem uma população residente

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Série I, N. 16 SUMÁRIO. Jornal da República PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE $ 0.75

Série I, N. 16 SUMÁRIO. Jornal da República PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE $ 0.75 Quarta-Feira, 22 de Maio de 2013 Série I, N. 16 $ 0.75 PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE SUMÁRIO GOVERNO : DECRETO-LEI N. 07/2013 de 22 de Maio Orgânica do Ministério da Administração

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00

Leia mais

FREGUESIA DE S. TIAGO DOS VELHOS FLUXOS DE CAIXA

FREGUESIA DE S. TIAGO DOS VELHOS FLUXOS DE CAIXA Data inicial: / / Data final: 31/12/2011 RECEBIMENTOS 1.402,62 Despesas orçamentais 107.413,76 Receitas orçamentais Correntes Capitais Outras Receitas 1.264,38 138,24 73.914,74 34.18 108.094,74 2.071,52

Leia mais

República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE

República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE República de Moçambique Ministério das Finanças SISTAFE Data de Geração: 01/10/2012 Orçamento do Estado para Ano de 2013 Código Designação 0101 Presidência da República 150,000.00 0.00 150,000.00 0105

Leia mais

3. BENEFICIÁRIOS Podem ser beneficiários dos apoios previstos na acção 3.1.3, Pessoas singulares ou colectivas de direito privado.

3. BENEFICIÁRIOS Podem ser beneficiários dos apoios previstos na acção 3.1.3, Pessoas singulares ou colectivas de direito privado. 1. OBJECTIVOS DAS INTERVENÇÕES Os apoios previstos no âmbito do presente regulamento visam desenvolver o turismo e outras actividades de lazer como forma de potenciar a valorização dos recursos endógenos

Leia mais

Decreto-Lei n.º 121/2008 de 11 de Julho

Decreto-Lei n.º 121/2008 de 11 de Julho Decreto-Lei n.º 121/2008 de 11 de Julho No âmbito do programa de reformas da Administração Pública, assumem especial relevância os novos regimes de vinculação, de carreiras e de remunerações dos trabalhadores

Leia mais

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação Cidade 1_2000 Cidade - Edifícios 1_2000 Cidade - Toponímia 1_2000 TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA Cidade - Altimetria 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Aqueduto

Leia mais

Plano Concelhio Para a Integração de Pessoas Sem Abrigo (Plano)

Plano Concelhio Para a Integração de Pessoas Sem Abrigo (Plano) Plano Concelhio Para a Integração de Pessoas Sem Abrigo (Plano) 2010-2013 RELATÓRIO DE EXECUÇÃO E AVALIAÇÃO - 2012 CMC/DIPS Ricardo Caldeira - Coordenador do Grupo de Planeamento da Intervenção com os

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Página : 1 1. FUNÇOES GERAIS 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇAO GERAL 1.1.1. 01 2002 I 1 AQUISIÇAO/REPARAÇAO DE OUTRO MATERIAL

Leia mais

GOVERNANÇA NA FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL 1. INTRODUÇÃO

GOVERNANÇA NA FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL 1. INTRODUÇÃO GOVERNANÇA NA FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL 1. INTRODUÇÃO 1.1 As disposições contidas a seguir foram extraídas de documentos e de deliberações que regulam a atuação da Fundação Banco do Brasil, cuja consulta,

Leia mais

Assunto. 1 Ata nº 14/2015, da reunião de câmara de 2015/06/17 Aprovação

Assunto. 1 Ata nº 14/2015, da reunião de câmara de 2015/06/17 Aprovação ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL Melros, Freguesia de Alverca do e Sobralinho, pelas 9h30, do dia 2015/07/15 1 Ata nº 14/2015, da reunião de câmara de 2015/06/17 Pág. 1 2 Parque Linear Ribeirinho - Sistema de iluminação

Leia mais

PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE:

PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE: PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE A AG~NCIA PARA 0 DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL E INOVACAO E A SOCIEDADE DE DESENVOLVIMENTO TUR~STICO DAS ILHAS DE BOA VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE: A Aggncia para o Desenvolvimento

Leia mais

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH)

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH) Maputo, Julho de 2015

Leia mais

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Maio de 2011 Preâmbulo As alterações demográficas que se têm verificado na população portuguesa

Leia mais

CAPÍTULO I Disposições gerais

CAPÍTULO I Disposições gerais Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Lagoa As bases do enquadramento jurídico do voluntariado, bem como, os princípios que enquadram o trabalho de voluntário constam na Lei n.º 71/98,

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES

REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES REGULAMENTO DOS TRANSPORTES ESCOLARES A Câmara Municipal de Alpiarça, com a criação do presente Regulamento, pretende definir e clarificar procedimentos no âmbito dos Transportes Escolares, nomeadamente

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

MUNICÍPIOS E O MAR Associação Fórum Empresarial da Economia do Mar. Município da Nazaré

MUNICÍPIOS E O MAR Associação Fórum Empresarial da Economia do Mar. Município da Nazaré MUNICÍPIOS E O MAR Associação Fórum Empresarial da Economia do Mar Município da Nazaré PROJECTO VIVER O MAR Valorizar a associação da Nazaré ao Mar como factor de identidade Assegurar o conhecimento Científico

Leia mais

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 índice Índice (numeração conforme a indicação no POCAL) índice... 2 5 - Balanço... 3 6 Demonstração de Resultados... 9 7 Mapas de Execução Orçamental...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011.

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Unidade Gestora...: CONSOLIDADO Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal

Unidade Gestora...: CONSOLIDADO Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal Orgao...: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 01.01 Camara Municipal 01.000.0000.0.000.000 Legislativa 2.159.894,63 2.159.894,63 01.031.0000.0.000.000 Acao Legislativa 2.159.894,63 2.159.894,63 01.031.0001.0.000.000

Leia mais

Demonstrativo de Funcoes, Subfuncoes e Programas por Projetos, Atividades e O.E. Exercicio de 2010 - Anexo 7, da Lei 4.320/64

Demonstrativo de Funcoes, Subfuncoes e Programas por Projetos, Atividades e O.E. Exercicio de 2010 - Anexo 7, da Lei 4.320/64 01.000.0000 Legislativa 5.300.000,00 28.019.660,00 33.319.660,00 01.031.0000 Acao Legislativa 5.300.000,00 28.019.660,00 33.319.660,00 01.031.0010 Processo Legislativo 5.300.000,00 1.173.900,00 6.473.900,00

Leia mais

PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA PECMEI \ PRESERVE THE PRESENT, BUILD THE FUTURE

PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA PECMEI \ PRESERVE THE PRESENT, BUILD THE FUTURE PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA MANTER O PARQUE EMPRESARIAL SAUDÁVEL, FORTE E CAPAZ DE CUMPRIR COM TODAS AS NECESSIDADES DO MERCADO. Dedicamos a nossa especial atenção

Leia mais

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ Associação para o Desenvolvimento de Peniche O que são as Formações Modulares Certificadas As Formações Modulares

Leia mais

Conselho Local de Ação Social de Figueira de Castelo Rodrigo

Conselho Local de Ação Social de Figueira de Castelo Rodrigo REDE SOCIAL Conselho Local de Ação Social de Figueira de Castelo Rodrigo Regulamento Interno [9/04/2014] REGULAMENTO INTERNO DO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DE FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

Leia mais

AUDITORIA INTERNA Nº 01/2014

AUDITORIA INTERNA Nº 01/2014 AUDITORIA INTERNA Nº 01/2014 Auditoria de: Qualidade Ambiente Urbanismo Outro: Área Auditada: Local: Data da Auditoria: Data do Relatório: Todas as que constam do plano de auditoria Câmara Municipal de

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2010 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais

ANEXO I Tabela de Cargos

ANEXO I Tabela de Cargos ANEXO I Tabela de Cargos CARGO QUANTIDADE Agente Administrativo Parlamentar 24 Agente Legislativo 1 266 Agente Legislativo 2 50 Agente Legislativo 3 56 Assessor Chefe de Gabinete 24 Assessor de Assistência

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA JAIME MONIZ

ESCOLA SECUNDÁRIA JAIME MONIZ ESCOLA SECUNDÁRIA JAIME MONIZ ano lectivo 2012/13 a nova oferta educativa da escola Cursos Profissionais.Preparação para a vida activa Contactos Escola Secundária Jaime Moniz Largo Jaime Moniz 9064-503

Leia mais

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA Assistente Técnico Secretariado Administrativa 12.º ano de escolaridade 12.º ano de escolaridade complexidade, na área de secretariado, designadamente, gestão de agenda;

Leia mais

MATRIZ ORIENTADORA PARA ANÁLISE DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO/ALERTA/AVISO NACIONAL PREÂMBULO

MATRIZ ORIENTADORA PARA ANÁLISE DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO/ALERTA/AVISO NACIONAL PREÂMBULO MATRIZ ORIENTADORA PARA ANÁLISE DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO/ALERTA/AVISO NACIONAL PREÂMBULO A Matriz Orientadora que se apresenta foi construída pelas Equipas de Projecto Ar e Fenómenos Meteorológicos

Leia mais

Engenharia de Segurança 2/12

Engenharia de Segurança 2/12 Especialização em Engenharia de Segurança Um Contributo da Ordem dos Engenheiros para a Prevenção de Riscos A. Sérgio Miguel & Pedro Arezes Lisboa, Auditório da OE 27Abril2011 Engenharia de Segurança 2/12

Leia mais

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432. RESUMO Ano :2012 Receitas Montante Despesas Montante Corrente... 4.349.118,00 Corrente... Capital... 2,00 Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.383,80 960.736,20 Total 4.349.120,00 Total 4.393.120,00

Leia mais

Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO

Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO Função em Confiança ANALISTA TÉCNICO Nível Anterior 15 Nível Atual 19 Requisitos: Diploma de Graduação reconhecido pelo MEC e inscrição no Conselho da Profissão, Descrição da Função: Prestar orientações

Leia mais