Conta NÃO FEBRABAN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "11.1.20 - Conta NÃO FEBRABAN"

Transcrição

1 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page Conta NÃO FEBRABAN CONT Utilizando o teclado numérico, selecione o tipo da Conta a receber. 2. Em seguida, siga as solicitações contidas na tela e tecle ENVIAR 3. Cheque com o cliente os dados exibidos no visor (principalmente o valor) e siga as instruções da tela. Seu terminal emitirá automaticamente o comprovante de Recebimento da Conta e, caso seja a última atividade realizada para o cliente, acione a tecla FIM TOTAL e realize o troco. (Ver função tecla FIM / TOTAL). 39

2 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page Conta COBRANÇA CONT Utilizando o teclado numérico, selecione o tipo da Conta a receber. 2. Em seguida, siga as solicitações contidas na tela, digite os números da conta e tecle 2 vezes ENVIAR 3. Siga novamente as solicitações contidas na tela e digite o valor e a data. Obs: A data deve ser digitada no formato completo DD/MM/AAAA. 4. Cheque com o cliente os dados exibidos no visor (principalmente o valor) e siga as instruções da tela. Seu terminal emitirá automaticamente o comprovante de Recebimento da Conta e, caso seja a última atividade realizada para o cliente, acione a tecla FIM TOTAL e realize o troco. (Ver função tecla FIM / TOTAL). 40

3 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page RELATÓRIOS - RESULTADOS RELAT Utilizando o teclado numérico, selecione o tipo do relatório desejado. 2. Em seguida, siga as solicitações contidas na tela, e com o teclado numérico, selecione o tipo de relatório. 3. Siga novamente as solicitações contidas na tela e digite a opção desejada. 4. Para imprimir o resultado, acione a tecla IMP. TEL 41

4 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page RELATÓRIOS - FINANCEIRO RELAT Utilizando o teclado numérico, selecione o tipo de relatório desejado. 2. Em seguida, siga as solicitações contidas na tela e, com o teclado numérico, selecione o tipo de relatório. 3. Siga novamente as solicitações contidas na tela e digite a opção desejada. 4. Para imprimir o relatório, acione a tecla IMP. TEL 42

5 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page 43 Dicas O Empresário Lotérico deve sempre aguardar a impressão do recibo de transação antes de inserir outro volante de jogo no terminal. Veja que, por questões de segurança, o sistema só permite a reimpressão da última transação efetuada. Os Relatórios de Resultados só estarão disponíveis no terminal após o término oficial da apuração dos ganhadores. Então, de imediato, serão disponibilizados nos terminais de captação de apostas. A devolução dos bilhetes da Loteria Federal é uma excepcionalidade concedida pela CAIXA; o registro de devolução só pode ocorrer pelo Terminal Lotérico até 1 hora antes da extração. A troca de senha do operador é efetuada no terminal pelo próprio Empresário Lotérico; para a troca de senha do supervisor, o Empresário entra em contato com o CALL CENTER e faz a troca de senha no terminal por meio da opção 8. No caso de perda da senha, a troca deverá ser autorizada pelo Consultor de Campo, por telefone. Quanto a informações sobre a existência de encalhe de uma determinada extração de bilhetes da Loteria Federal e o percentual para encalhe, o Empresário Lotérico deverá obtêlas na Agência da CAIXA de sua vinculação ou com o seu Consultor de Campo. Em nenhuma hipótese, a reimpressão deve ser passada ao apostador. A reimpressão deve ser utilizada para invalidar um recibo ilegível. O Lotérico pode concorrer com as apostas reimpressas e não invalidadas. Quando um Empresário Lotérico sofre um sinistro, primeiramente deve fechar sua loja, até para evitar o retorno dos assaltantes em caso de perseguição policial. Emite os relatórios Cobrança Diária, providencia a Ocorrência Policial e comunica o sinistro à Seguradora conforme orientação na Apólice. Na Apólice, indica-se a documentação necessária para a solicitação de ressarcimento do sinistro. O Consultor de Campo deverá fornecer o relatório exigido, denominado Transações por hora, extraído do SGL. Não há impedimento do fornecimento do relatório pela GTECH, em caso de sinistro. As apostas encerram-se 1 (uma) hora antes da realização dos sorteios. O recebimento/cancelamento de contas encerra-se às 21h, e o fechamento total do sistema (StopSys) para processamento, às 23h. Caso necessite cancelar/estornar o recebimento de uma conta, o Empresário Lotérico deverá ter os dois recibos emitidos pela máquina (o do cliente e o da Casa Lotérica). Deve solicitar autorização ao CALL CENTER e, no mesmo terminal em que a conta foi recebida, munido da senha de supervisor, utiliza a tecla CANC; o sistema emitirá um comprovante de invalidação/estorno que pode ser efetuado até o fim do expediente. Na prestação de contas, o comprovante de invalidação (estorno) e as duas vias do recibo cancelado deverão ser anexados à fita de Cobrança Diária Contas. 43

6 mod11a 11/21/03 3:24 PM Page 44 Todos os convênios cadastrados no Sistema On-line de Loterias estão liberados para recebimento em qualquer Terminal Lotérico do País. O tempo para manutenção de uma ERB ( Estação Rádio Base ) é de 2 horas e o atendimento técnico ao terminal na Unidade Lotérica é, no máximo, de 24 horas. Nunca passar BRANQUINHO nos volantes. O No-Break destina-se a manter seu equipamento funcionando caso falte energia elétrica, por um período de tempo suficiente para que o operador finalize a transação que está sendo realizada. Em caso de falta de energia elétrica, finalize suas operações e desligue o No-Break por meio da chave liga-desliga localizada no painel frontal. Antes de desligar o No-Break, realize o procedimento correto para desligar a CPU. (Vide item Funções Especiais.) Horário de encerramento e sorteios. JOGO SORTEIOS HORA ENCERRAMENTO HORA SORTEIO Mega-Sena sábados 19h 20h Dupla Sena quartas e sábados 19h 20h Quina terças, quintas e sábados 19h 20h Lotomania quartas e sábados 18h 19h LEF 12h do sábado LEF.Encerramento das apostas :..12h do sábado Rateio:..:.. 12h segunda ou terça (de acordo com a CAIXA) 44

Jogo Manual TEIMOSINHA - DUPLA SENA. Acione a tecla

Jogo Manual TEIMOSINHA - DUPLA SENA. Acione a tecla 11.2.9 - Jogo Manual TEIMOSINHA - DUPLA SENA Jogo Manual TEIMOSINHA - DUPLA SENA Acione a tecla TEIMO No jogo Teimosinha, é possível participar em mais de um sorteio com os mesmos números. Para isso, basta

Leia mais

Desejamos a todos boa sorte!!!!

Desejamos a todos boa sorte!!!! TERMINAL ISYS GTECH - INTRODUÇÃO TERMINAL ISYS GTECH INTRODUÇÃO Você vai operar um Terminal ISYS GTECH. Procure ler todo o manual antes de executar qualquer tipo de operação. No manual, estão contidas

Leia mais

11.1.16 - Jogo Manual COMBINADO - QUINA

11.1.16 - Jogo Manual COMBINADO - QUINA 11.1.16 - Jogo Manual COMBINADO - QUINA 11.1.16 - Jogo Manual COMBINADO - QUINA QUINA Para mais de 1 jogo, acione a tecla e no teclado numérico, digite o número de jogos desejados (máximo de 10 jogos).

Leia mais

Guia de Operação do Terminal Bin

Guia de Operação do Terminal Bin Guia de Operação do Terminal Bin 1. Terminal Bin O começo de bons negócios para sua empresa. Bem simples. Bem próximo. Bin é a solução de pagamentos eletrônicos no Brasil, que nasceu com a experiência

Leia mais

SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS

SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS 4.1 - LOTERIA DE PROGNÓSTICOS... 03 28 4.2 - LOTERIA INSTANTÂNEA... 29 34 4.3 - LOTERIA FEDERAL DO BRASIL... 35 42 4.4 - CONSULTA DE SALDO... 43 44 4.5 - DEPÓSITOS

Leia mais

Guia. Máquina Bin. Máquina Bin. de Operação. Guia de Operação

Guia. Máquina Bin. Máquina Bin. de Operação. Guia de Operação POS TEF Guia Guia de Operação de Operação Máquina Bin Máquina Bin Bem simples. Bem próximo. Bin é a solução de pagamentos eletrônicos no Brasil que nasceu com a experiência da First Data, líder global

Leia mais

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Manual do POS O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Sumário 4 5 6 7 funções básicas funções operacionais c o n s u l t a m é d i c a execução sp/sadt 9 10 c a n

Leia mais

Manual de Operaça o. Pit-Caixa. Versão 1.0

Manual de Operaça o. Pit-Caixa. Versão 1.0 Manual de Operaça o Pit-Caixa Versão 1.0 Sumário Iniciando o Programa... 3 Tela do Programa... 5 Menu Operador... 6 Abrir/Fechar Sessão... 6 Relatório Sessão... 8 Abrir Gaveta... 8 Efetuar Suprimento...

Leia mais

MANUAL DE APOIO PARA UTILIZAÇÃO DO TERMINAL DE CARTÃO MAGNÉTICO POS -Terminais Hypercom modelo T7 Plus (para Cooperado) ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...

MANUAL DE APOIO PARA UTILIZAÇÃO DO TERMINAL DE CARTÃO MAGNÉTICO POS -Terminais Hypercom modelo T7 Plus (para Cooperado) ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... MANUAL DE APOIO PARA UTILIZAÇÃO DO TERMINAL DE CARTÃO MAGNÉTICO POS -Terminais Hypercom modelo T7 Plus (para Cooperado) ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...01 2 TRANSAÇÕES DISPONÍVEIS...02 2.1 SOLICITAÇÃO CONSULTAS

Leia mais

Guia de Consulta Rápida

Guia de Consulta Rápida Guia de Consulta Rápida do Terminal Rede estamos todos ligados 1 REDCCMK-0241 Guia Consulta Rapida_v3 REV.indd 1 09/9/13 11:31 Seja bem-vindo à Rede. A Rede é uma empresa fortemente ligada ao consumo e

Leia mais

3.3 - LOTERIAS DE PROGNÓSTICOS

3.3 - LOTERIAS DE PROGNÓSTICOS mod3 11/21/03 11:58 AM Page 17 3.3 - Segundo o Dicionário Aurélio, a palavra PROGNÓSTICO também significa PROFECIA. Portanto, o apostador, ao fazer sua aposta nesse tipo de Loteria, está profetizando,

Leia mais

CTA Hotel. Guia CTA Hotel

CTA Hotel. Guia CTA Hotel Guia CTA Hotel O CTA Hotel é um cartão virtual corporativo para as grandes empresas e multinacionais realizarem de forma inteligente e segura o pagamento e gestão das despesas com hospedagem. Ao aceitar

Leia mais

Correspondência. 1º Dezena de milhar 0 a 4, 5, 6, 7, 8 ou 9. 2º Unidade de milhar 0 a 9. 3º Centena 0 a 9. 4º Dezena 0 a 9.

Correspondência. 1º Dezena de milhar 0 a 4, 5, 6, 7, 8 ou 9. 2º Unidade de milhar 0 a 9. 3º Centena 0 a 9. 4º Dezena 0 a 9. REGULAMENTO LOTERIAS LOTERIA FEDERAL 1. Os sorteios da Loteria Federal são realizados na localidade programada para os sorteios, no Caminhão da Sorte, em locais de grande evidência pública, previamente

Leia mais

4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS

4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS mod4b 11/21/03 4:19 PM Page 153 TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS 4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS A Unidade Lotérica é uma empresa jurídica legalmente constituída, sujeita às tributação vigente.

Leia mais

Manual do Usuário. Vixen PDV

Manual do Usuário. Vixen PDV 1 Manual do Usuário Vixen PDV 2 Índice 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENTRANDO NO SISTEMA 4 2.1 TELA LOGIN 4 2.2 CARGA DE TABELAS LOCAIS 4 3. MENU INICIAL 5 4. BARRA DE STATUS 6 5. ABRINDO O CAIXA 6 6. VENDA 7 6.1

Leia mais

VERIFONE OMNI 5150/VX510. lder POS Tricard_CMYK_09-06-2011.indd 1 09/06/11 14:26

VERIFONE OMNI 5150/VX510. lder POS Tricard_CMYK_09-06-2011.indd 1 09/06/11 14:26 VERIFONE OMNI 5150/VX510 lder POS Tricard_CMYK_09-06-2011.indd 1 09/06/11 14:26 ÍNDICE POS FUNÇÕES...03 MENU PRINCIPAL E PRODUTOS...04 CARTÃO DE CRÉDITO...04 CARTÃO DE DÉBITO...07 R CORRESPONDENTE TUDO

Leia mais

TERMOPLUS MTP-43 / ESTACIONAMENTO. Manual do Usuário

TERMOPLUS MTP-43 / ESTACIONAMENTO. Manual do Usuário TERMOPLUS MTP-43 / ESTACIONAMENTO Manual do Usuário 1 De acordo com as leis de copyright, nenhuma documentação ou software poderá ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido por qualquer

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

SCRIPT DE ERROS Módulo TEF Visanet. Script TEF Discado ISO

SCRIPT DE ERROS Módulo TEF Visanet. Script TEF Discado ISO Script TEF Discado ISO Script TEF Discado Visanet 5.1A pág. 1-25 Versão 1.2 de 08/2003 ÍNDICE DESCRIÇÃO DO ERRO PÁGINA Erro na abertura do arquivo (Falta espaço em disco) 04 Iniciar terminal imediatamente

Leia mais

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS A Pré Autorização é o produto ideal que garante o pagamento das despesas de locação de veículos. Ao realizar uma Pré Autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista Crédito à Vista Guia Crédito à Vista Cada vez mais as redes varejistas querem manter um bom relacionamento com seus consumidores. Para viabilizar o negócio precisam disponibilizar o mais rápido e melhor

Leia mais

Manual do sistema Lojamix PDV

Manual do sistema Lojamix PDV Manual do sistema Lojamix PDV Versão 1.10 Data da última atualização 07/11/2011 SUMÁRIO LISTA DE FIGURAS...3 LISTA DE Siglas...4 Primeiros passos...5 Acessando o ambiente de configuração...5 Acessando

Leia mais

Nome do Processo: Impressão de TEF após emissão da NF-e

Nome do Processo: Impressão de TEF após emissão da NF-e Desenvolvimento: 25189 Versão: 2006 Release : 93_63_14 Autor: Sirlene Araújo Processo: Venda Nome do Processo: Impressão de TEF após emissão da NF-e Acesso Iniciar\Todos os Programas\Millennium\Gerenciador

Leia mais

Produtos Bancários CAIXA. Item 3- Loterias Parte 2

Produtos Bancários CAIXA. Item 3- Loterias Parte 2 Produtos Bancários CAIXA Item 3- Loterias Parte 2 Produtos Bancários CAIXA Item 3- Loterias Parte 2 Como jogar: TELA CHEIA MEGASENA APOSTA O sistema escolhe Concorrer com a SORTEIOS RATEIO SEM GANHADOR

Leia mais

Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES

Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES CRV Sistemas e Consultoria Comercializamos s, entregamos soluções, geramos otimização de lucros, somos pioneiros, inovadores e o mais importante:

Leia mais

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM)

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Parcelado Emissor Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de cartões

Leia mais

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja Guia Parcelado Loja O Parcelado Loja vem se mostrando um excelente produto para fidelizar seus clientes e assim, alavancar vendas, devido a possibilidade de parcelar compras sem juros. Com o Parcelado

Leia mais

Manual de Treinametnto do Agente Loteria Mineira e Intralot. Atualizado em Agosto 2013

Manual de Treinametnto do Agente Loteria Mineira e Intralot. Atualizado em Agosto 2013 Manual de Treinametnto do Agente Loteria Mineira e Intralot Atualizado em Agosto 2013 .Introdução A Loteria Mineira e a Intralot pensam sempre nas melhores soluções para facilitar a rotina de operações

Leia mais

Pré-autorização. Guia HOTÉIS

Pré-autorização. Guia HOTÉIS Guia HOTÉIS A pré-autorização é o produto ideal que garante o pagamento de reservas e despesas adicionais dos hóspedes. Ao realizar uma pré-autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

PORTARIA 45/2011. III-Símbolo: Considera-se símbolo a representação gráfica de números randômicos dentro do sistema.

PORTARIA 45/2011. III-Símbolo: Considera-se símbolo a representação gráfica de números randômicos dentro do sistema. PORTARIA 45/2011 A Diretoria da Loteria do Estado de Minas Gerais, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei Delegada n 180 de 20/01/2011 em especial os arts. 192 e 193, Decreto Estadual nº 44.599,

Leia mais

MAN - Manual de Instalação e Utilização do CAT. CAT - Controle de Aula Teórica

MAN - Manual de Instalação e Utilização do CAT. CAT - Controle de Aula Teórica CAT - Controle de Aula Teórica Índice Analítico 1. Introdução 3 2. Instalação do CAT 3 3. Utilização do CAT 6 MAN - Manual de Instalação e Utilização do CAT 1. Introdução O documento descreve os procedimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2013-ASSEJERN

RESOLUÇÃO Nº 01/2013-ASSEJERN RESOLUÇÃO Nº 01/2013-ASSEJERN Regulamenta o Bolão ASSEJERN de Loterias para as loterias administradas pela Caixa Econômica Federal. A Diretoria Executiva da Associação dos Servidores da Justiça Eleitoral

Leia mais

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos Vise Boletos O Vise Boletos é um aplicativo que gera o arquivo de remessa e lê o arquivo de retorno de títulos que foram enviados e retornados pelo Banco. Esses processos são todos vinculados ao sistema

Leia mais

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op...

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op... Sumário PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6 Teclado Alfanumérico... 6 Status... 6 Link... 6 Pdv... 6 Op... 7 Visor... 7 Opções... 7 OS PRINCIPAIS BOTÕES PRESENTES

Leia mais

Guia de Operação TEF

Guia de Operação TEF Guia de Operação TEF 1. TEF A Transferência Eletrônica de Fundos é um sistema que executa transações financeiras de forma eletrônica e integrada à solução de automação comercial do estabelecimento. Opera

Leia mais

Seja bem-vindo à BrasilPark!

Seja bem-vindo à BrasilPark! Seja bem-vindo à BrasilPark! A BrasilPark tem por missão oferecer aos seus clientes serviços de extrema eficiência e satisfação. Para que isto ocorra, deve ser permanente o comprometimento de todos nós

Leia mais

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031.

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031. Sumário Legenda... 3 1. Caixa... 4 1.1. Caixa... 4 1.1.1. Abertura de Caixa... 4 1.1.1.1. Lançamentos de Caixa... 6 1.1.2. Fechamento de Caixa... 38 1.2. Consultas... 39 1.2.1. Fita do Caixa... 39 1.2.2.

Leia mais

Glossário de Identificação de Configurações Locais do MerchFarma. Data: 13 de Abril de 2010

Glossário de Identificação de Configurações Locais do MerchFarma. Data: 13 de Abril de 2010 Glossário de Identificação de Configurações Locais do MerchFarma Data: 13 de Abril de 2010 Configurador Local: Caminho: C:\MERCFARMA\FarmaConfiguradorLocal.exe Imagem 1; Aba Banco de Dados e Rede (Imagem

Leia mais

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 Conteúdo 1 - O que é o Conectividade Social? 03 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 3 - O que é necessário para instalar o Conectividade Social?.... 05 4 - Como faço para executar

Leia mais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Operações de Caixa Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Introdução... 3 Suprimento... 3 Sangria... 4 Abertura de Caixa... 6 Fechamento de Caixa...

Leia mais

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora Parcelado Administradora Guia Parcelado Administradora Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de

Leia mais

Débito à Vista. Guia rápido Débito à Vista

Débito à Vista. Guia rápido Débito à Vista Guia rápido Débito à Vista As transações com cartões de débito além de trazer agilidade e segurança para seu estabelecimento e clientes também alavanca o seu negócio. Veja como: Acesso a mais de 34 milhões

Leia mais

BB Crédito Material Construção. Solução em Financiamento para sua Empresa

BB Crédito Material Construção. Solução em Financiamento para sua Empresa BB Crédito Material Construção Solução em Financiamento para sua Empresa Maio 2009 Índice 1. Para sua Empresa 1.1 O que é? 02 1.2 Qual a vantagem de ser conveniado ao BB? 02 1.3 Quais os procedimentos

Leia mais

Atendimento_POS_TISS_Seisa_2010_09_A.doc. Manual de Atendimento

Atendimento_POS_TISS_Seisa_2010_09_A.doc. Manual de Atendimento Manual de Atendimento 1 ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO....3 MOVIMENTO MANUAL...3 DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR...3 COBRANÇA DE MATERIAL, MEDICAMENTOS E TAXAS (OUTRAS DESPESAS)...3 FECHAMENTO DE

Leia mais

Objetivo. Acesso ao Sistema

Objetivo. Acesso ao Sistema Revisão 2.2 de 18/09/2006 Objetivo Apresentar o manual do sistema integrado ao terminal Mult Serviços, para operação de correspondente bancário nas funções de recebimento de contas e outros serviços disponibilizados

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

bolão do apostebem 2013

bolão do apostebem 2013 APRESENTAÇÃO O objetivo deste bolão é concorrer com mais chances ao sorteio especial da Mega da Virada, a ser realizado em dezembro de 2013. A tendência é que o prêmio ultrapasse R$ 240 milhões. Para isso

Leia mais

Pré-Datado. Guia rápido Pré-Datado

Pré-Datado. Guia rápido Pré-Datado Guia rápido O produto Pré-datado permite ao portador do cartão de débito Visa Electron realizar compras e pré-datar o pagamento em até 90 dias. O débito na conta do portador e o crédito ao EC são efetuados

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

SICRA Sistema de CAIXA Rápido Eletrônico

SICRA Sistema de CAIXA Rápido Eletrônico SUMÁRIO CONCEITO VANTAGENS PARA O EL PARÂMETRO DO SISTEMA EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS TRANSMISSÃO DE DADOS CONTRATAÇÃO PROCEDIMENTO NO PV PROCEDIMENTOS NA VAN PROCEDIMENTOS NA UL CONFECÇÃO DE DEPÓSITO GERAR

Leia mais

ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 1. Abertura do Caixa/Suprimento O Operador de Caixa deverá ligar o equipamento e efetuar o logon no Aplicativo de Caixa. Em seguida, deverá conferir a bomba

Leia mais

TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ. Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Estimados Estudantes,

TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ. Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Estimados Estudantes, TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ Estimados Estudantes, Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Gostaríamos de manifestar nossa alegria e gratidão pela confiança em nossa Instituição durante o período

Leia mais

CTA Hotel. Guia CTA Hotel

CTA Hotel. Guia CTA Hotel Guia CTA Hotel O CTA Hotel é um cartão virtual corporativo para as grandes empresas e multinacionais realizarem de forma inteligente e segura o pagamento e gestão das despesas com hospedagem. Ao aceitar

Leia mais

Recarga Cielo Guia Recarga

Recarga Cielo Guia Recarga Recarga Cielo Guia Recarga O serviço de Recarga Cielo traz comodidade a seus clientes e muitos benefícios para seu estabelecimento. Com ele, você oferece recarga de telefones prépagos (fixos e móveis)

Leia mais

Como jogar. Keno Minas. O novo jogo da Loteria Mineira.

Como jogar. Keno Minas. O novo jogo da Loteria Mineira. Como jogar Keno Minas. O novo jogo da Loteria Mineira. IB00-Cartilha Como Jogar.indd 8/7/0 :: PM IB00-Cartilha Como Jogar.indd 8/7/0 :: PM . A Loteria de Minas Gerais e a INTRALOT A Loteria do Estado de

Leia mais

Circular CEF nº 441 (DOU de 01/08/08)

Circular CEF nº 441 (DOU de 01/08/08) Circular CEF nº 44 (DOU de 0/08/08) Regulação das loterias de números: Loto III - Quina / Loto V - Mega-Sena / Loto VIII - Lotomania / Loto IX - Dupla Sena / Loto XII - Lotofácil. O Vice-presidente de

Leia mais

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual [Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema] =====

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual [Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema] ===== 1 Manual Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema 01 PRIMEIROS PASSOS E CONHECENDO O SISTEMA 2 01.01 Após a instalação do sistema vamos dar os primeiros passos para podermos utilizar o U3 Marmoraria Plus.

Leia mais

Guia Débito Parcelado

Guia Débito Parcelado Guia Débito Parcelado (antigo CDC) O parcelamento nos cartões de débito traz muitas vantagens para seu estabelecimento e seus clientes. Os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos seus portadores

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

InfoEntregas MANUAL DO USUÁRIO

InfoEntregas MANUAL DO USUÁRIO InfoEntregas MANUAL DO USUÁRIO INFO SISTEMAS DE INFORMÁTICA LTDA. Fone: (31) 2122-0888 Site: www.infosistemas.com.br e-mail: suporte@infosistemas.com.br MSN: suporte@infosistemas.com.br Skype: suporte_infosistemas

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

Guia ra pido de operaça o. Pit-Caixa. Versão 2.0

Guia ra pido de operaça o. Pit-Caixa. Versão 2.0 Guia ra pido de operaça o Pit-Caixa Versão 2.0 Sumário 1. Teclas do programa... 2 2. Operações básicas... 3 2.1 Abrir sessão de trabalho... 3 2.2 Registrar suprimento... 3 2.3 Consultar produto... 3 2.4

Leia mais

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos:

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Prestação de Contas Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Acessar o Sistema NEGOCIUS. Clicar em Tesouraria do menu lateral esquerdo, em seguida clicar em Prestação

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CIRCULAR No- 486, DE 9 DE SETEMBRO DE 2009 Regulação das Loterias de Números: Loto III - Quina / Loto V - Mega-Sena / Loto VIII

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB...

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

1. CONSIDERAÇÕES GERAIS

1. CONSIDERAÇÕES GERAIS 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.1. CUIDADOS COM O EQUIPAMENTO Nunca ligue o Terminal na tomada cuja linha já esteja alimentando, outros aparelhos elétricos/industriais de preferência o Terminal deve ser ligada

Leia mais

Guia rápido. Flex Car Visa Vale. Segurança e fidelização de Clientes

Guia rápido. Flex Car Visa Vale. Segurança e fidelização de Clientes Segurança e fidelização de Clientes Guia rápido Cartão benefício utilizado por empresas que disponibilizam aos seus colaboradores valores para o pagamento de despesas em segmentos automotivos (postos de

Leia mais

Cadastramento de usuário. Acesse o site www.tefmatic.com.br. Clique no link Criar uma conta.

Cadastramento de usuário. Acesse o site www.tefmatic.com.br. Clique no link Criar uma conta. 1 Tutorial Tefmatic. Index: Cadastro de usuário no site Pag. 02 Cadastro de empresa parceira Pag. 04 Cadastro de clientes Pag. 05 Abertura de chamado técnico - Pag. 06 Impressão de boletos segunda via.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

Objetivos. Página - 2

Objetivos. Página - 2 Índice Índice... 1 Objetivos... 2 Configurações... 3 Cadastro de Bancos... 3 Plano de Contas... 3 Conta Corrente... 4 Instruções Bancárias... 6 Portadores Bancários... 7 Cadastro de Clientes... 8 Boletos...

Leia mais

Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul

Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul 1. Introdução Este manual tem a finalidade de orientar o cliente do Banrisul e Conveniado ao serviço de Malote Eletrônico. O Malote Eletrônico é um produto

Leia mais

Guia de Utilização. Índice. Sumário. Produção Online 3.0 - Cooperados

Guia de Utilização. Índice. Sumário. Produção Online 3.0 - Cooperados Índice Sumário 1. Apresentação... 2 2. Dúvidas Frequentes... 2 2.1. Não consigo acessar o Produção Online 3.0. O que fazer?... 2 2.2. Qual o meu login e senha de acesso ao Produção Online 3.0?... 2 2.3.

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 48 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 2. REGRAS PARA CADASTRAMENTO... 5 3. SENHA WEB... 6

Leia mais

Curitiba PR www.softwar.com.br Responsável Técnico: Fábio Bastos suporte@softwar.com.br

Curitiba PR www.softwar.com.br Responsável Técnico: Fábio Bastos suporte@softwar.com.br Curitiba PR www.softwar.com.br Responsável Técnico: Fábio Bastos suporte@softwar.com.br INSTALAÇÃO Para instalar o sistema clique duas vezes sobre o arquivo sispark.exe e o sistema será instalado automaticamente,

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Tutorial de Matrícula/Rematrícula Cursos Noturnos 2015-2:

Tutorial de Matrícula/Rematrícula Cursos Noturnos 2015-2: Tutorial de Matrícula/Rematrícula Cursos Noturnos 2015-2: Sumário 1. Acessando o Portal Acadêmico... 2 2. Impressão do boleto... 3 3. Acessando o ambiente de Matrícula/Rematrícula... 6 4. Impressão do

Leia mais

Guia de Instalação Máquina Bin. iwl250. Bem simples. Bem próximo.

Guia de Instalação Máquina Bin. iwl250. Bem simples. Bem próximo. Guia de Instalação Máquina Bin Bem simples. Bem próximo. TM Índice 1. Kit de instalação 2. Vista frontal da máquina 3. Instalando a bobina 4. Instalando ou substituindo o cartão SIM 5. Instalando a bateria

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2008-06 a 10 de outubro. Olinda - Pernambuco - Brasil

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2008-06 a 10 de outubro. Olinda - Pernambuco - Brasil XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Pagamento da Conta de Energia com Cartão de débito Visa Rosimeri Xavier de Oliveira

Leia mais

Manual de Operaça o. Pit-Caixa. Versão 3.1

Manual de Operaça o. Pit-Caixa. Versão 3.1 Manual de Operaça o Pit-Caixa Versão 3.1 Sumário 1. Inicialização... 3 2. Tela Principal... 5 3. Menu Operador... 6 3.1. Abrir/Fechar Sessão... 6 3.2. Relatório de Sessão... 9 3.3. Abrir Gaveta... 10 3.4.

Leia mais

Manual Sistema WEB 1

Manual Sistema WEB 1 Manual Sistema WEB 1 APRESENTAÇÃO Nosso site na internet é o www.tercred.com.br onde apresentamos um pouco da nossa história, nossos produtos, a rede credenciada e outros serviços. Para acessar o Sistema

Leia mais

TERMINAL BANRISUL. TerminaI VERIFONE Modelo Nurit 8000S BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A.

TERMINAL BANRISUL. TerminaI VERIFONE Modelo Nurit 8000S BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. MANUAL AL OPERACIONAL TERMINAL BANRISUL TerminaI VERIFONE Modelo Nurit 8000S BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. Elaboração: Unidade de Canais Eletrônicos Editoração e Impressão: Unidade de Gestão

Leia mais

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Objetivo do Módulo Home Saúde Acesso ao Módulo Home Saúde Botões de Comando Consultando informações cadastrais do seu grupo familiar Consultando os dados da

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

MANUAL. Cartão Pesquisa/Facepe. Atualizado em Junho/2015

MANUAL. Cartão Pesquisa/Facepe. Atualizado em Junho/2015 MANUAL Cartão Pesquisa/Facepe Atualizado em Junho/2015 Prezado Pesquisador, A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE está adotando um novo meio para a utilização dos

Leia mais

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS

GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS GEST - SISTEMA DE GESTOR DE ESTACIONAMENTOS VISÃO GERAL 1- INTRODUÇÃO GEST Sistema Gestor de Estacionamentos é o sistema desenvolvido pela INFRAERO para o controle operacional e financeiro do fluxo e permanência

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO VERSÃO 1.01 (21/FEV/2005)

MANUAL DE OPERAÇÃO VERSÃO 1.01 (21/FEV/2005) MANUAL DE OPERAÇÃO VERSÃO 1.01 (21/FEV/2005) INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo auxiliar na utilização da solução Pay&Go e nas operações de com cartões de Crédito, Débito e outros produtos disponíveis

Leia mais

BMG MAIS. Treinamento

BMG MAIS. Treinamento BMG MAIS Treinamento SEGURO de Acidentes Pessoais BMG MAIS Assistência Funeral Auxílio Cesta básica Sorteios Cobertura de Morte Acidental Benefícios em vida Fácil contratação 2 Conceito Trata-se de um

Leia mais

Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto

Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto Utilização Para dar início ao processo, o cooperado deverá ter acesso ao internet banking. Se ainda não possuir, dirija-se aos caixas da Sicoob-Cocred. O programa

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

Manual Portal Empresário Lotérico

Manual Portal Empresário Lotérico Manual Portal Empresário Lotérico Versão 1.1 Brasília DF Sumário Introdução 3 Acesso 4 Tela de Boas Vindas 6 Menu Meus Dados Cadastrais 7 Tela Mudar a Senha 7 Menu Pedidos 8 Tela Portal de Rastreamento

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

O QUE É PARA QUE SERVE ONDE CONFIGURAR 8 SEGURANÇA GERAL

O QUE É PARA QUE SERVE ONDE CONFIGURAR 8 SEGURANÇA GERAL ORG 8 SEGURANÇA GERAL Tão importante quanto alimentar corretamente o sistema com os dados e realizar todas as configurações corretamente é cuidar para que esse trabalho não seja perdido por uma série de

Leia mais

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS.

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. FATURAMENTO ELETRO NICO - SADT Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. LANÇANDO SADT Para enviar o faturamento

Leia mais

MANUAL AL DE OPERAÇÃO. TerminaI VERIFONE V X 510

MANUAL AL DE OPERAÇÃO. TerminaI VERIFONE V X 510 MANUAL AL DE OPERAÇÃO TERMINAL BANRISUL TerminaI VERIFONE V X 510 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. Elaboração: Unidade de Canais Eletrônicos Editoração e Impressão: Unidade de Gestão Corporativa

Leia mais