PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020"

Transcrição

1 PROGRAMA DE GOVERNO EDUCAÇÃO A EDUCAÇÃO É PRIORIDADE EM NOSSO PLANO DE GOVERNO, ONDE SERÃO DESENVOLVIDAS AÇÕES DE APERFEIÇOAMENTO NA QUALIDADE DE ENSINO EM TODAS AS SUAS MODADLIDADES, CUMPRINDO TODAS AS METAS E ÍNDICES DO GOVERNO FEDERAL E MELHORANDO A ESTRUTURA FÍSICA DAS ESCOLAS. CONSTRUIR ÁREAS DE RECREAÇÃO NAS ESCOLAS DE ENSINO INFANTIL; ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO DAS FAMILIAS NA VIDA ESCOLAR DOS ALUNOS; IMPLANTAR O PROGRAMA REFORÇO ESCOLAR PARA ATENDER OS ALUNOS DAS ESCOLAS MUNICIPAIS COM DIFICULDADES DE APRENDIZADO; IMPLANTAR O PROGRAMA ALUNO NOTA 10 PARA INCENTIVAR E PREMIAR OS ALUNOS COM MELOR DESEMPENHO ANUAL POR UNIDADE ESCOLAR MUNICIPAL; GARANTIR O TRANSPORTE ESCOLAR AOS ALUNOS DA REDE MUNICIPAL; CONSTRUÇÃO, AMPLIAÇÃO E REFORMA DE ESCOLAS; AMPLIAR AS CAPACITAÇÕES CONTINUADAS PARA PROFESSORES E TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO; PROMOVER E INCENTIVAR A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO; AMPLIAR O SISTEMA DE ENSINO DE TEMPO INTEGRAL EM ESCOLAS MUNICIPAIS; FORTALECER AS AÇÕES CONTINUADAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DO IDEB NAS ESCOLAS MUNICIPAIS; GARANTIR A MERENDA ESCOLAR DE QUALIDADE; INCENTIVAR AS PRÁTICAS ESPORTIVAS NAS ESCOLAS MUNICIPAIS; FORTALECER A ESCOLINHA DE FUTEBOL E O ESPORTE LOCAL; CAPACITAR OS DIRETORES, COORDENADORES E SUPERVISORES DAS ESCOLAS, PARA MELHORAR A INTREGRAÇÃO COM PROFESSORES, ALUNOS E PAIS.

2 PROGRAMA DE GOVERNO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO NOSSA POLÍTICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO É DE INCENTIVAR A AGRICULTURA FAMILIAR, FORTALECER A PISCICULTURA OPORTUNIZANDO A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA. CRIAR O CADASTRO MUNICIPAL DO PESCADOR ARTESANAL; COMEMORAR O DIA DO PESCADOR 29 DE JUNHO COM ATIVIDADES, CURSOS E PALESTRAS DESTINADOS AOS PESCADORES; APOIAR PROGRAMAS DE INCENTIVOS À AGRICULTURA; IMPLANTAR O PROGRAMA BOA SEMENTE COM A DISTRIBUIÇÃO DE SEMENTES DE QUALIDADE AOS PEQUENOS PRODUTORES RURAIS; ESTIMULAR A COMERCIALIZAÇÃO DIRETO PELOS PRÓPRIOS PRODUTORES NO MERCADO DO PRODUTOR; INCENTIVAR E FORTALECER A PISCICULTURA E A PESCA ARTESANAL; OPORTUNIZAR O ACESSO AO CRÉDITO RURAL; IMPLATAR PROGRAMA DE SANIDADE ANIMAL ; AMPLIAR O PROGRAMA ARAÇÃO DE TERRA ; FORTALECER HORTAS COMUNITARIAS.

3 PROGRAMA DE GOVERNO SAÚDE NOSSA POLÍTICA EM SAÚDE PREVÊ O ACESSO GRATUITO E HUMANIZADO A TODOS OS CIDADÃOS, PROMOVENDO A SAÚDE, AMPLIANDO OS SERVIÇOS E PREVENINDO DOENÇAS, ADOTANDO METAS E MELHORANDO OS INDICADORES EM SAÚDE. EFETIVAR AS AÇÕES DO PMAC; INSTALAR PONTOS DE ATENDIMENTO DE SAÚDE NAS LOCALIDADES ASSENTAMENTO REGALO, COCAL, TABOLEIRÃO, SACO I, PIQUIZEIRO; AMPLIAR OS SERVIÇOS DE FISIOTERAPIA; PRMOVER DE MANEIRA EFETIVA O ACOLHIMENTO E A HUMANIZAÇÃO DENTRO DAS UNIDADES DE SAÚDE, E GARANTIR PARA TODOS OS USUÁRIOS; CONSTRUIR E EQUIPAR UMA UNIDADE DE VILÂNCIA SANITÁRIA E DE ENDEMIAS; ADOTAR MEDIDAS DE FORTALECIMENTO E MONITORAMENTO DAS AÇÕES NO CONTROLE DAS ENDEMIAS; IMPLANTAR O PROGRAMA VIDA MULHER 1- PROMOVENDO AÇÕES DIFERENCIADAS DE PREVENÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO E DA MAMA; 2- ESTIMULAR AS MULHERES GESTANTES PARA MELHORAR A REALIZAÇÃO DO PRÉ- NATAL; IMPLANTAR O PROGRAMA JUVENTUDE SAUDÁVEL 1- DESENVOLVER AÇÕES DE EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLECENTES, NO CONTROLE DAS DST S E GRAVIDEZ NA ADOLECÊNCIA; 2- COMBATER O USO DE ÁLCOOL E DROGAS EM PARCERIA COM A FAMÍLIA; 3- REDUÇÃO DO TABAGISMO NA JUVENTUDE.

4 PROGRAMA DE GOVERNO IMPLANTAR O PROGRAMA MELHOR IDADE 1- FORTALECER A FORMAÇÃO DE GRUPOS DE IDOSOS PARA DESENVOLVER ATIVIDADES FÍSICAS; 2- INCENTIVAR A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PROSTATA; 3- COMBATER O TABAGISMO; 4- ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO NAS CAMPANHAS PERIÓDICAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE HIPERTENSÃO E DIABETES. DESENVOLVER AÇÕES CONTINUADAS PARA CUMPRIR AS METAS E ÍNDICES ESTABELECIDOS PELO GOVERNO FEDERAL. INFRAESTRUTURA OS INVESTIMENTOS NECESSÁRIOS PARA MELHORAR A INFRAESTRUTURA DO MUNICÍPIO, DEVERAM SER VIABILIZADOS ATRAVÉS DE PARCERIAS COM O GOVERNO FEDERAL E ESTADUAL, PARA QUE POSSAMOS PROMOVER UM MELHOR DESENVOLVIMENTO URBANO E RURAL DO NOSSO MUNICÍPIO. CONSTRUÇÃO DO PORTAL DE ENTRADA DA CIDADE; REFORMA NO ESTÁDIO MUNICIPAL; REGULAMENTAÇÃO DO SAAE; CONTRUÇÃO DA PRAÇA DO MERCADO DO PRODUTOR COM ACADEMIA AO AR LIVRE; REFORMA DO PARQUE BEIRA RIO; AMPLIAÇÃO E REFORMA DOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTOS DE ÁGUA NA ZONA RURAL; CONSTRUÇÃO DE PASSAGENS MOLHADAS NA ESTRADA DO ASSENTAMENTO; CONSTRUÇÃO DO ATERRO SANITÁRIO;

5 PROGRAMA DE GOVERNO AMPLIAR A REDE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA; CONSTRUÇÃO DA GARAGEM DA PREFEITURA; PAVIMENTAÇÃO POLIÉDRICA EM DAS RUAS DA SEDE; RECUPERAÇÃO DAS ESTRADAS VICINAIS; CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES PARA FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA. ASSISTÊNCIA SOCIAL AS FAMÍLIAS VUNERÁVEIS, A JUVENTUDE E AS PESSOAS DA MELHOR IDADE, SERÃO PRIORIZADAS ATRAVÉS DE AÇÕES E PROGRAMAS SOCIAIS CONTINUADOS EM PACERIA COM O GOVERNO FEDERAL. IMPLANTAR O PROGRAMA JOVEM APRENDIZ ; CRIAR O CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE, PARA DISCUTIR PRIORIDADES E AÇÕES DIRECIONADAS AOS JOVENS; PROMOVER NOVOS CURSOS PROFICIONALIZANTES; PROMOVER A FORMAÇÃO DE GRUPOS DE MÚSICA, TEATRO, DANÇA PARA OS JOVENS; PLANEJAR AS AÇÕES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, TENDO COMO FOCO PRINCIPAL A FAMÍLIA E A COMUNIDADE; ATENDIMENTO PRIORITÁRIO AOS BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA; IMPLANTAR O PROGRAMA GESTANTE FELIZ COM A DISTRIBUIÇÃO DE ENXOVAIS PARA AS GESTANTES BENEFICIÁRIAS DO BOLSA FAMÍLIA; PROMOVER AÇÕES INTEGRADAS NAS ÁREAS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, CULTURA, EDUCAÇÃO, ESPORTES, LAZER E SAÚDE; PROMOVER AÇÕES PARA O IDOSO;

6 PROGRAMA DE GOVERNO ESSE É O PLANO DE GOVERNO DO CANDIDATO A PREFEITO MÁRCIO NEIVA, QUE TEM O COMPROMISSO COM OS PORTOALEGRESSES E QUE VERDADEIRAMENTE ATENDE AS NECESSIDADE DESTE POVO E DENTRO DA REALIDADE FINANCEIRA DESTE MUNICIPIO. E COM O OBJETIVO PRINCIPAL DE CONTINUAR PROMOVENDO O BEM, AS OPORTUNIDADES, O DESEMVOLVIMENTO, PARA QUE TODOS TENHAM ORGULHO DE SER PORTOALEGRESSE. MÁRCIO NEIVA MARTINS

AÇÃO SOCIAL e HABITACÃO

AÇÃO SOCIAL e HABITACÃO PLANO DE GOVERNO Diretrizes para o Programa de Governo da candidatura de Dejamira de Almeida Pereira para o Executivo Municipal de Augustinopolis -TO. Queridos amigos e amigas, Assim, enquanto candidato

Leia mais

Ampliar a cobertura da Atenção Básica; Implantar o Programa Saúde na Escola; Ampliar o serviço de atendimento da saúde bucal; Ampliação do Programa

Ampliar a cobertura da Atenção Básica; Implantar o Programa Saúde na Escola; Ampliar o serviço de atendimento da saúde bucal; Ampliação do Programa 1 Ampliar a cobertura da Atenção Básica; Implantar o Programa Saúde na Escola; Ampliar o serviço de atendimento da saúde bucal; Ampliação do Programa de Farmácia Popular; Ampliação do Programa de atendimento

Leia mais

PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA

PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA 2012 PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA POLÍTICAS DE PROTEÇÃO POLÍTICA PÚBLICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL/ PROTEÇÃO ESPECIAL META: COMBATE AO TRABALHO INFANTIL

Leia mais

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00 Programa: 0001 - PROCESSO LEGISLATIVO 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO Ilhéus, 01 de Abril de 2009. OF GAB 013/2009 Senhor Presidente, Em atendimento ao disposto no Art. 73, da Lei Orgânica do Município de Ilhéus, estamos encaminhando à esta Casa Legislativa o Programa de

Leia mais

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 25 de Abril de 2013 Constituição

Leia mais

em 2013 e, no Fundamental II, de 5,0 em 2011 para 4,7 em Com esses índices em decréscimo fica evidenciada a falta de investimento na qualidade

em 2013 e, no Fundamental II, de 5,0 em 2011 para 4,7 em Com esses índices em decréscimo fica evidenciada a falta de investimento na qualidade Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação apresenta as propostas dos candidatos à prefeitura da cidade de Campo Grande no segundo turno das eleições de 2016 Rose PSDB Confira o programa

Leia mais

PARANA PREFEITURA MUNICIPAL DE CERRO AZUL Programa de Trabalho por Órgão e Unidade Orçamentária - Anexo 06 - Administração Direta

PARANA PREFEITURA MUNICIPAL DE CERRO AZUL Programa de Trabalho por Órgão e Unidade Orçamentária - Anexo 06 - Administração Direta Página 1 Órgão: 02 - SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO Unidade Orçamentária: 01 - Chefia de Gabinete Operações Especiais 04 Administração 598.124,43 598.124,43 04.122 Administração Geral 598.124,43 598.124,43

Leia mais

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis Organização Pan Americana da Saúde Oficina Regional da Organização Mundial da Saúde Municípios e Comunidades Saudáveis Guia dos prefeitos e outras autoridades locais Promovendo a qualidade de vida através

Leia mais

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO Página 1 PROGRAMA: ATENÇÃO A SAÚDE DA POPULAÇÃO OBJETIVO: Promover o acesso universal da população aos serviços ambulatoriais, emergenciais e hospitalares nos postos de saúde e hospitais localizados no

Leia mais

DE INÍCIO: MÊS/ANO DE TÉRMINO:

DE INÍCIO: MÊS/ANO DE TÉRMINO: Página 1 PROGRAMA: QUALIDADE DO ENSINO FUNDAMENTAL OBJETIVO: Assegurar a igualdade nas condições de acesso, permanência e êxito dos alunos matriculados no Ensino Fundamental. PUBLICO ALVO: Alunos do Ensino

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLÂNDIA ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLÂNDIA ESTADO DO PARANÁ FUNÇÃO: JUDICIÁRIA Defesa do interesse público APOIO ADMINISTRATIVO Manutenção da Procuradoria Jurídica no processo judiciário ENCARGOS ESPECIAIS Encargos com precatórios e requisitórios FUNÇÃO: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado Folha N. 1 01 LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031 AÇÃO LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 4.543.000,00 4.728.000,00 01.031.0001.0125 INATIVOS

Leia mais

Anexo 5 - Classificação Funcional Programática - Orçamento

Anexo 5 - Classificação Funcional Programática - Orçamento 01 LEGISLATIVA 031 AÇÃO LEGISLATIVA 0001 MODERNIZAÇÃO DO LEGISLATIVO 1001 CONTRUÇÃO/AMPLICAÇÃO/REFORMA DE PREDIOS - CAMARA 1002 AQUISIÇÃO EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES - CAMARA 0002 PROCESSO LEGISLATIVO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA

PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA 2013 PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA 1- POLÍTICAS DE PROTEÇÃO POLÍTICA PÚBLICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL/ PROTEÇÃO ESPECIAL 1.1- META: COMBATE AO TRABALHO

Leia mais

Decreto nº 2314/2016 de 27/09/2016

Decreto nº 2314/2016 de 27/09/2016 Decreta: Decreto nº 2314/2016 de 27/09/2016 Ementa: Abre Crédito Adicional Suplementar e da outras providências. O Prefeito Municipal de LUNARDELLI,, no uso de suas atribuições legais e das que lhe foram

Leia mais

Abaixo, algumas das PROPOSTAS DA CANDIDATA TERESA SURITA PARA

Abaixo, algumas das PROPOSTAS DA CANDIDATA TERESA SURITA PARA HISTÓRICO GESTÃO TERESA SURITA 2013-2016 Nos últimos três anos e meio, a Prefeitura de Boa Vista, na gestão Teresa Surita, trabalhou na recuperação da cidade, implantando uma enorme quantidade de ações

Leia mais

Proposta de Plano de Governo do PMDB para as Eleições Municipais Prefeito SIMONAL Vice GLÁDIS. Um Novo Olhar para Santana

Proposta de Plano de Governo do PMDB para as Eleições Municipais Prefeito SIMONAL Vice GLÁDIS. Um Novo Olhar para Santana Proposta de Plano de Governo do PMDB para as Eleições Municipais 2012. 15 - Prefeito SIMONAL Vice GLÁDIS Um Novo Olhar para Santana 1 Educação 1.1 Educação Infantil Atender de forma integrada com o Estado,

Leia mais

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS Pacto de Gestão do SUS Pacto pela Vida Pacto em Defesa do SUS PACTO PELA SAÚDE O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação

Leia mais

PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO DO ITARARE

PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO DO ITARARE Página 1 Órgão: 02 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Unidade Orçamentária: 01 - GABINETE DO PREFEITO 04 Administração 206.479,37 206.479,37 04.122 Administração Geral 206.479,37 206.479,37 04.122.0002 APOIO

Leia mais

Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos

Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos Porto Alegre, 30 de janeiro 2013 Projeto Jogos Limpos Objetivos Transparência Integridade

Leia mais

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.311, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014 Altera a Portaria nº 2.866/GM/MS, de 2 de

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL

MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL IDENTIFICAÇÃO Nome da Conferência: Conferência Livre de Proteção e Defesa Civil: contribuições da Psicologia como ciência e profissão

Leia mais

UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX

UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX SELEÇÃO DE DOCENTES OPERAÇÃO TOCANTINS/ PROJETO RONDON A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade

Leia mais

TEMA: 1 - A MULHER NOS ESPAÇOS DO PODER. Implementação e implantação da Secretaria ou Departamento dos Direitos e das Políticas para a Mulher.

TEMA: 1 - A MULHER NOS ESPAÇOS DO PODER. Implementação e implantação da Secretaria ou Departamento dos Direitos e das Políticas para a Mulher. TEMA: 1 - A MULHER NOS ESPAÇOS DO PODER DIF IC UL DAD ES A falta de recursos financeiros (orçamentos específicos para a área) dos entes federados. Desconhecimento dos Conselhos dos Direitos da Mulher Falta

Leia mais

JOÃO RAMALHO. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00

JOÃO RAMALHO. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00 JOÃO RAMALHO OBRAS E AÇÕES - Gestão 2007-2010 R$ 3.304.100,00 AGRICULTURA: Distribuição de leite: distribuídos 45.248 litros de leite, no período de Jan/2007 a Out/2008 Custo: R$ 51 mil, beneficiando 202

Leia mais

Cadastro Único para Políticas Sociais

Cadastro Único para Políticas Sociais Cadastro Único para Políticas Sociais O que é o Cadastro Único? Políticas Universais Saúde Políticas Contributivas Políticas nãocontributivas e seletivas Educação Previdência Social Cadastro Único O que

Leia mais

Programa Cessação do Tabagismo

Programa Cessação do Tabagismo Programa Cessação do Tabagismo Vallourec do Brasil Ramo de atividade: Siderurgia Produto: Tubos de aço sem costura Presença no Brasil: desde 1952 Localização: Belo Horizonte/MG Empregos diretos: 4.000

Leia mais

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs -PNAN - Portaria 1.010 - Estatuto da criança e do adolescente -PCNs Alimentação Escolar Aline Guimarães Nutricionista - CECANE UnB PNAN Política Nacional de Alimentação e Nutrição Alimentação escolar PNAN

Leia mais

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura Foco: Impactos da Emenda Constitucional do SNC na organização

Leia mais

Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea. Carlos Henrique Paganetto Roma Junior

Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea. Carlos Henrique Paganetto Roma Junior Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea Carlos Henrique Paganetto Roma Junior SUSTENTABILIDADE NA SOCIEDADE Problemas centrais Uso insustentável e predatório dos recursos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108 PROGRAMA Nº- 108 AMPLIAÇÃO DO PROJETO VOLTA REDONDA CIDADE DA MÚSICA SUB-FUNÇÃO: 361 ENSINO FUNDAMENTAL Proporcionar aos alunos da Rede Pública Municipal de Volta Redonda atividades musicais diversas nos

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2011

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2011 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2011 A missão do Movimento Nós Podemos Capitão Leônidas Marques: Encantar, contribuir e integrar, potencializando ações sustentáveis para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento

Leia mais

Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA

Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA MODELO DE ATENÇÃO À SAÚDE HOSPITAIS ESTADUAIS HOSPITAIS UNIVERSIT. ATENÇÃO

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo A Federação Espírita do Espírito Santo, fundada em 1921, é constituída pelo Conselho Estadual e

Leia mais

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS PREVENÇÃO NAS ESCOLAS PREVENÇÃO NAS ESCOLAS Diga Sim à Vida a Turma da Mônica na Prevenção do Uso de Drogas Parceria: SENAD/MEC/FIOCRUZ 2º ao 5º ano Ensino Fundamental Escolas da Rede Pública Público-Alvo:

Leia mais

Objetivo Geral: Objetivos Específicos:

Objetivo Geral: Objetivos Específicos: Objetivo Geral: Superação da pobreza e geração de trabalho e renda no meio rural por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. Objetivos Específicos: Inclusão produtiva das populações

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org ALAI, América Latina en Movimiento 2005-01-23 IV Fórum Social Pan Amazônico Relatório Seminário:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vinhedo

Prefeitura Municipal de Vinhedo 02 SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO 002 ADMINISTRAÇÃO GERAL DA SECRETARIA 04 ADMINISTRAÇÃO 140.00 3.940.50 4.080.50 04 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 140.00 3.840.50 3.980.50 04 122 1112 ADMINISTRAÇÃO GERAL DA

Leia mais

PORTARIA Nº 2.681, DE 7 DE NOVEMBRO DE Redefine o Programa Academia da Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde

PORTARIA Nº 2.681, DE 7 DE NOVEMBRO DE Redefine o Programa Academia da Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde PORTARIA Nº 2.681, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2013 Redefine o Programa Academia da Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos

Leia mais

Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação. Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)

Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação. Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) O que é o SCFV? É realizado em grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo

Leia mais

Gestão Compartilhada. do Programa Bolsa. Família

Gestão Compartilhada. do Programa Bolsa. Família Gestão Compartilhada do Programa Bolsa Família Olinda Abriga uma população de 397.268 habitantes (IBGE/2009), 3ª maior cidade de Pernambuco. Extensão territorial de 43,55 km², das quais 9,73 km² fazem

Leia mais

Proteção Social y Saúde em Brasil

Proteção Social y Saúde em Brasil Proteção Social y Saúde em Brasil Banco Interamericano do Desenvolvimento Divisão de Proteção Social e Saúde (SPH) Marcia Leite Arieira Washington, DC Os Programas do BID em Proteção Social Para combater

Leia mais

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA ORGANIZACIONAL DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ MS, CONFORME LEI MUNICIPAL Nº /2011

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA ORGANIZACIONAL DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ MS, CONFORME LEI MUNICIPAL Nº /2011 ESTRUTURA ADMINISTRATIVA ORGANIZACIONAL DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ MS, CONFORME LEI MUNICIPAL Nº 10.067/2011 Seção I Dos Órgãos Colegiados Art. 8º - A Administração Municipal de Caarapó

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Social 2 CICLO DE CAPACITAÇÃO PARA COMUNIDADES TERAPÊUTICAS PARCEIRAS

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Social 2 CICLO DE CAPACITAÇÃO PARA COMUNIDADES TERAPÊUTICAS PARCEIRAS 2 CICLO DE CAPACITAÇÃO PARA COMUNIDADES TERAPÊUTICAS PARCEIRAS 08/06/2016 DO PROGRAMA RECOMEÇO: UMA VIDA SEM DROGAS 8h00 Chegada e café de boas vindas 9h00 - Abertura 9h30- Tema 01 Questões de Gênero e

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS BAHIA

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS BAHIA PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS BAHIA OBJETIVO GERAL Promover ações integradas para o enfrentamento da epidemia de HIV/AIDS e outras DST

Leia mais

Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade

Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade Encontro com as referências estaduais de Alimentação e Nutrição 16 e 17/06/2015 - Brasília/DF Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

PLANOS DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PAIR

PLANOS DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PAIR S DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PAIR DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PAIR ANÁLISE DA SITUAÇÃO NACIONAL 1. Identificar causas/ fatores de vulnerabilidade e modalidades de violência sexual contra

Leia mais

Avanços do Programa bolsa Família em João Pessoa: Uma Questão de Acesso à Saúde para Beneficiários do Programa Bolsa Família

Avanços do Programa bolsa Família em João Pessoa: Uma Questão de Acesso à Saúde para Beneficiários do Programa Bolsa Família Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Atenção à Saúde Área Técnica de Saúde da Criança e Adolescente Avanços do Programa bolsa Família em João Pessoa: Uma Questão de Acesso à Saúde para Beneficiários

Leia mais

Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves.

Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves. Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves. A vocação de Porto Velho é abrir-se para explorer de forma sustentável sua grandiosidade territorial e sua

Leia mais

cada órgão de segurança, através de publicação, de forma acessível.

cada órgão de segurança, através de publicação, de forma acessível. EIXO I - Gestão Democrática: Controle Social e Externo, Integração e Federalismo 1. Divulgação das atribuições específicas de cada órgão de segurança, através de publicação, de forma acessível. 1 EIXO

Leia mais

Política de Relacionamento do Sistema Unimed Paraná com os cooperados do estado

Política de Relacionamento do Sistema Unimed Paraná com os cooperados do estado Política de Relacionamento do Sistema Unimed Paraná com os cooperados do estado Conceito Uma política consiste em um conjunto de objetivos que dão forma a um determinado programa de ação e condicionam

Leia mais

ESTUDO DE CASO EXPLORATÓRIO QUESTÕES DE GÊNERO

ESTUDO DE CASO EXPLORATÓRIO QUESTÕES DE GÊNERO ESTUDO DE CASO EXPLORATÓRIO QUESTÕES DE GÊNERO A EXPERIÊNCIA DO PCPR/ RN Coordenação BIRD: Fatima Amazonas Tulio Barbosa Alberto Costa Claudia Romano Apresentação: Ana Guedes SEPLAN/RN PCPR II: RESUMO

Leia mais

LEI Nº , DE 5 DE MARÇO DE 2012.

LEI Nº , DE 5 DE MARÇO DE 2012. LEI Nº 11.226, DE 5 DE MARÇO DE 2012. Institui o Plano Municipal do Livro e da Leitura (PMLL) no Município de Porto Alegre, cria o Conselho Municipal do Livro e da Leitura (CMLL) e dá outras providências.

Leia mais

PLANO DE GOVERNO UM NOVO CAMINHO PARA RIBEIRÃO DO LARGO

PLANO DE GOVERNO UM NOVO CAMINHO PARA RIBEIRÃO DO LARGO PLANO DE GOVERNO UM NOVO CAMINHO PARA RIBEIRÃO DO LARGO Manter a Administração aberta à participação popular através dos Conselhos de Orçamento Participativo. Capacitar os nossos Servidores Municipais

Leia mais

MÓDULO I IRACI DE ANDRADE DRA. SERVIÇO SOCIAL

MÓDULO I IRACI DE ANDRADE DRA. SERVIÇO SOCIAL MÓDULO I IRACI DE ANDRADE DRA. SERVIÇO SOCIAL ACOMPANHAMENTO E ATENDIMENTO FAMILIAR Configura-se como um ato Configura como um processo continuado ACOMPANHAMENTO FAMILIAR ACOMPANHAMENTO FAMILIAR O QUE

Leia mais

PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde

PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde rossanachacon@unimednatal.com.br Programa de Atenção a Pacientes Crônicos Elaborado pela Gerência

Leia mais

LEI Nº 023/2005. A CÂMARA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA, Estado do Paraná, aprova, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte L E I :

LEI Nº 023/2005. A CÂMARA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA, Estado do Paraná, aprova, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte L E I : LEI Nº 023/2005 SÚMULA: Autoriza a abertura de Credito Adicional Suplementar no valor de R$ 578.400,00 (quinhentos setenta e oito mil e quatrocentos reais), no orçamento da Prefeitura Municipal de Boa

Leia mais

PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO A 2018

PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO A 2018 PLANO DE GESTÃO ESCOLAR PLEITO - 2016 A 2018 NOVA ANDRADINA MS SETEMBRO/2015 ABMAEL ROCHA JUNIOR ROSIMEIRE DA SILVA OLIVEIRA E. E. PROFESSORA FÁTIMA GAIOTTO SAMPAIO PROJETO GESTÃO ESCOLAR PLEITO 2016 A

Leia mais

O ORÇAMENTO PÚBLICO MUNICIPAL E OS RECURSOS PARA A INFÂNCIA A ORIGEM DOS RECURSOS E O PLANEJAMENTO PARA O ORÇAMENTO

O ORÇAMENTO PÚBLICO MUNICIPAL E OS RECURSOS PARA A INFÂNCIA A ORIGEM DOS RECURSOS E O PLANEJAMENTO PARA O ORÇAMENTO O ORÇAMENTO PÚBLICO MUNICIPAL E OS RECURSOS PARA A INFÂNCIA A ORIGEM DOS RECURSOS E O PLANEJAMENTO PARA O ORÇAMENTO 1. Qual a origem dos recursos disponíveis no orçamento para a área da INFÂNCIA? Todos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. INTRODUÇÃO A Fundação Stickel em 2007 iniciou efetivamente sua atuação direta na área da assistência social, através da unidade Vila Brasilândia do Programa Mulheres de Talento,

Leia mais

CARTA ABERTA DO POVO MADIJA KULINA

CARTA ABERTA DO POVO MADIJA KULINA CARTA ABERTA DO POVO MADIJA KULINA Ao Ministério da Saúde, Ao Ministério do Desenvolvimento Social, Ao Ministério da Educação, À Fundação Nacional do Índio, À Secretaria Especial de Saúde Indígena, Ao

Leia mais

Movimento dos Pequenos Agricultores MPA. Apresentação - Embrapa. Movimento dos Pequenos Agricultores. Brasilia, 18 de Dezembro 2013 MENSAGEM

Movimento dos Pequenos Agricultores MPA. Apresentação - Embrapa. Movimento dos Pequenos Agricultores. Brasilia, 18 de Dezembro 2013 MENSAGEM Movimento dos Pequenos Agricultores MPA Apresentação - Embrapa Movimento dos Pequenos Agricultores Brasilia, 18 de Dezembro 2013 MENSAGEM SISTEMA CAMPONÊS DE PRODUÇÃO: Sustentabilidade da Agricultura Camponesa

Leia mais

DIRCE REIS. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00

DIRCE REIS. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00 DIRCE REIS OBRAS E AÇÕES - Gestão 2007-2010 2010 R$ 3.500.000,00 AGRICULTURA: Distribuição de Leite: distribuídos 31.615 litros de leite, no período Jan/2007 a Ago/2009 - Custo: R$ 40 mil, beneficiando

Leia mais

Programa FIC+Feliz. Maio/2016 Belo Horizonte - MG. Maria Lúcia Rezende Milhorato

Programa FIC+Feliz. Maio/2016 Belo Horizonte - MG. Maria Lúcia Rezende Milhorato Programa FIC+Feliz Maio/2016 Belo Horizonte - MG Maria Lúcia Rezende Milhorato CONTEXTO A Credicom foi piloto no projeto do Índice de Felicidade Interna do Cooperativismo FIC, promovido pelo SESCOOP Nacional

Leia mais

Curso de Serviço Social UNISINOS

Curso de Serviço Social UNISINOS Curso de Serviço Social UNISINOS FONTE: Grupo Rádio UMA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FORTE TAMBÉM DEPENDE DE SUA PARTICIPAÇÃO! CONHEÇA O TRABALHO REALIZADO... AQUI IREMOS APRESENTAR RESULTADOS DA PESQUISA

Leia mais

VI FitoRJ 2016 e II Encontro de Fitoterapia do Hospital Federal do Andaraí

VI FitoRJ 2016 e II Encontro de Fitoterapia do Hospital Federal do Andaraí Experiências de Ensino e Pesquisa em Fitoterapia Márcia Augusta Pereira dos Santos Professora Assistente Depto de Medicina de Família e Comunidade Faculdade de Medicina UFRJ Médica de Família - Fitoterapeuta

Leia mais

MINUTA EM CONSTRUÇÃO

MINUTA EM CONSTRUÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO MINUTA EM CONSTRUÇÃO RESOLUÇÃO POLÍTICA DE AÇÕES AFIRMATIVAS E PROMOÇÃO DA IGUALDADE ÉTNICO-RACIAL Institui a Política de Ações Afirmativas

Leia mais

Quadro das Dotações Por Órgãos de Governo e Administração (Consolidado) Código Especificação Desp. Correntes Desp.

Quadro das Dotações Por Órgãos de Governo e Administração (Consolidado) Código Especificação Desp. Correntes Desp. Artigo 2º Parágrafo 1º - Item IV da Lei 4.320/64 - (Detalhamento do Programa de Trabalho) Pág. 1 Órgão: 1 - Câmara Municipal de Seritinga Unidade: 01 - Corpo Legislativo Sub-Unidade: - Corpo Legislativo

Leia mais

Centro de Recursos TEIA

Centro de Recursos TEIA Quem somos O Contrato Local Desenvolvimento Social 3ª Geração do Concelho Ourém (CLDS 3G) Centro de Recursos TEIA - iniciou a sua atividade a 2 de Novembro de 2015, tem como Entidade Coordenadora Local

Leia mais

Desafios e perspectivas do Programa Bolsa Família

Desafios e perspectivas do Programa Bolsa Família Desafios e perspectivas do Programa Bolsa Família Rodrigo Lofrano Coordenador-Geral de Acompanhamento das Condicionalidades Decon/Senarc/MDS Brasília, 19 de agosto de 2015 As três dimensões do Programa

Leia mais

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MISSÃO DA UNIDADE: Fomentar a atividade acadêmica, promover o intercâmbio da Universidade com órgãos públicos, empresas privadas e

Leia mais

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO 2016 1. JUSTIFICATIVA O Projeto de Educação no Trânsito O despertar para um trânsito mais seguro, vem conscientizar que é possível ser reduzido o número de acidentes

Leia mais

BOLSA-FORMAÇÃO MODALIDADES DE DEMANDA

BOLSA-FORMAÇÃO MODALIDADES DE DEMANDA BOLSA-FORMAÇÃO MODALIDADES DE NTE Secretarias de Estado e do Distrito Federal de Educação Pronatec Jovem Técnico Concomitante Pronatec Jovem FIC Estudantes do Ensino Médio da rede pública Estudantes do

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO. Brasília, Fevereiro de 2016

SECRETARIA DE GESTÃO. Brasília, Fevereiro de 2016 SECRETARIA DE GESTÃO Brasília, Fevereiro de 2016 ENTREGAS PARA A SOCIEDADE Integrar novos parceiros à rede Estimular novos arranjos institucionais Melhorar a qualidade dos serviços públicos Estimular investimentos

Leia mais

NARANDIBA OBRAS E AÇÕES GESTÃO R$ ,00

NARANDIBA OBRAS E AÇÕES GESTÃO R$ ,00 NARANDIBA OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2007-2010 R$ 7.728.300,00 AGRICULTURA: Distribuição de leite: distribuídos 86.332 litros de leite, no período de Jan/2007 a Fev/2009 Custo: R$ 106 mil, beneficiando 190 famílias

Leia mais

Estratégias para a Saúde

Estratégias para a Saúde Estratégias para a Saúde V.1) Cadernos do PNS Acções e Recomendações Promoção da Cidadania em Saúde (Versão Discussão) ESTRATÉGIAS PARA A SAÚDE V.1) CADERNOS DO PNS - ACÇÕES E RECOMENDAÇÕES PROMOÇÃO DA

Leia mais

DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA

DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E PLANO DE AÇÃO DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA JUNHO DE 2015 A DEZEMBRO 2017 1 NOTA INTRODUTÓRIA Atualmente torna-se cada vez mais evidente a necessidade de adequar o crescimento

Leia mais

INVESTIMENTOS SOCIAIS

INVESTIMENTOS SOCIAIS SABARÁ 2015 INVESTIMENTOS SOCIAIS Projeto Esporte na Cidade, na Casa da Criança Fotos: arquivo AGA Reunião do Projeto Bons Conselhos, com representantes das seis cidades, no Centro de Educação Ambiental,

Leia mais

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Atividades - *Moradia para todos *Ruas Pavimentadas *Emprego Para todos *100%

Leia mais

Prof. Jefferson Monteiro

Prof. Jefferson Monteiro Prof. Jefferson Monteiro Histórico O Programa Segundo Tempo é uma política pública de esporte educacional idealizado e criado em 2003 pelo Ministério do Esporte, destinado a democratizar o acesso à prática

Leia mais

LEVANTAMENTO DE DEMANDA DOS CURSOS DO PRONATEC NOS CENTROS DE REFERÊNCIAS DOS BAIRROS CENTENÁRIO E UNIÃO

LEVANTAMENTO DE DEMANDA DOS CURSOS DO PRONATEC NOS CENTROS DE REFERÊNCIAS DOS BAIRROS CENTENÁRIO E UNIÃO LEVANTAMENTO DE DEMANDA DOS CURSOS DO PRONATEC NOS CENTROS DE REFERÊNCIAS DOS BAIRROS CENTENÁRIO E UNIÃO BOA VISTA/RR 2012 Apresentação Criado no dia 26 de Outubro de 2011 com a sanção da Lei de nº 12.513/2011

Leia mais

Plano de Governo. Candidato Donizeti Lousada

Plano de Governo. Candidato Donizeti Lousada Plano de Governo do Candidato Donizeti Lousada Segurança Aprimorar e manter a atividade delegada com ênfase nos locais vulneráveis da cidade. Aumentar a quantidade de câmeras de segurança. Buscar junto

Leia mais

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida O EXEMPLO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO EUNICE NEVES OBJECTIVOS Igualdade Direitos Humanos Cidadania Activa e Inclusiva Conciliação Novas

Leia mais

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS X CONFERÊNCIA DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS Objetivos do encontro Esclarecer sobre

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP Proposta Pedagógica Uma nova visão Nossa Proposta Pedagógica é a tradução do nosso compromisso com o desenvolvimento das pessoas, da sociedade e da indústria

Leia mais

Gestão da política educacional: o caso do município do Rio

Gestão da política educacional: o caso do município do Rio Gestão da política educacional: o caso do município do Rio Claudia Costin Diagnóstico da rede do Rio de Janeiro em 2009 IDEB bom, mas notas da Prova Brasil em queda Professores de bom nível mas insuficientes

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 32, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 32, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 32, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013. Dispõe sobre o Pacto de Aprimoramento da Gestão dos Estados e do Distrito Federal no âmbito do Sistema Único de Assistência Social SUAS, estabelece a revisão

Leia mais

A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas. Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013

A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas. Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013 A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013 Situação Atual - Portaria 336/2002 - CAPS - Portaria 245/2005 incentivo implantação

Leia mais

PRESIDENTE ALVES OBRAS E AÇÕES GESTÃO

PRESIDENTE ALVES OBRAS E AÇÕES GESTÃO PRESIDENTE ALVES OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2011-2014 DESENVOLVIMENTO SOCIAL: Distribuição de leite: Distribuídos 24.420 litros de leite de Jan a Nov/2011 Custo: R$ 34 mil, beneficiando 148 famílias carentes,

Leia mais

PLANO PLURIANUAL R$ 1,00 INFORMAÇÕES SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - FUESPI

PLANO PLURIANUAL R$ 1,00 INFORMAÇÕES SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - FUESPI 90 - GESTÃO E MANUTENÇÃO DO PODER EXECUTIVO COORDENAÇÃO GERAL DA FUESPI PROMOVER POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR DOCENTE E ADMINISTRATIVO, INCLUINDO O PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA. AMPLIAR O QUADRO

Leia mais

PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA.

PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA. CARTA COMPROMISSO: PACTO PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA. Ilustríssimo Senhor Candidato a Prefeito de Itabuna nas eleições municipais de 2016, Primando por uma Educação de qualidade

Leia mais

INVESTIMENTOS SOCIAIS

INVESTIMENTOS SOCIAIS CRIXÁS 2015 INVESTIMENTOS SOCIAIS Fotos: arquivo AGA Projeto Talentos de Ouro, iniciativa apoiada por meio da Lei de Incentivo à Cultura Sabão Ecológico Aquarela, iniciativa da Associação dos Agricultores

Leia mais

PLATAFORMA DE INDICADORES DE MONITORAMENTO CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO

PLATAFORMA DE INDICADORES DE MONITORAMENTO CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO PLATAFORMA DE INDICADORES DE MONITORAMENTO CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO 1 MONITORAMENTO O que é o MONITORAMENTO? Monitoramento é a observação e o registro de atividades de determinado projeto

Leia mais

Política Nacional de Assistência Social

Política Nacional de Assistência Social SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO 2009 Olímpia SP Se, na verdade, não estou no mundo para simplesmente a ele me adaptar, mas para transformá-lo; se não é possível

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE DA LOJAS RENNER E SUAS CONTROLADAS

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE DA LOJAS RENNER E SUAS CONTROLADAS POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE DA LOJAS RENNER E SUAS CONTROLADAS 1 INTRODUÇÃO A Lojas Renner acredita que para alcançar a sua meta de ser a maior e melhor loja de departamentos das Américas precisa ir além

Leia mais

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que?

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que? ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO CCSH Questão Geral 1.1 Como você percebe a utilização dos resultados da autoavaliação como subsídio à revisão, proposição e implementação das ações

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA Edição Nº 030/2912 00120 Quinta-Feira Quit-Feira 0827 de Março Junho de 2012 2013 1 A Prefeitura Municipal de Itiuba, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. Decreto No. 1

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO POR ÁREA TEMÁTICA INSTITUCIONAL E POR UNA

AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO POR ÁREA TEMÁTICA INSTITUCIONAL E POR UNA UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL INTERNO CONJUNTO Nº 01/016 AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO POR E POR A Comissão de Avaliação dos projetos de

Leia mais