Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS"

Transcrição

1 04/204 ALESANDRA TALAMINI PEREIRA anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 ALEXANDRINA GRACIELI FERREIRA RECEPCIONISTA TELEFONISTA 3 4 anos e meses Remuneração Total Bruta R$.756,4 Descontos Legais R$ -85,86 Total Líquido após os Descontos Legais R$.570,28 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

2 04/204 ANGELA MARISTELA VICARI anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 ANTONINHO LEOCIR BALDISSERA anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -632,30 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.56,74 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

3 04/204 CARLOS ALBERTO BACHER anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -698,24 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.495,80 CASSIANA DA ROSA JUNGES anos e 6 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

4 04/204 DARIO CEZAR PEREIRA E SILVA MOTORISTA anos e meses Remuneração Total Bruta R$ 3.54,50 Abono de Permanência R$ 298,02 Descontos Legais R$ -490,7 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.322,35 ENICE TEREZINHA MARIANI DIRETOR EXECUTIVO 5 anos e meses Remuneração Total Bruta R$ 3.785,22 Descontos Legais R$ -532,75 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.252,47 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

5 04/204 ERNELIO KRUGER ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO 4 9 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 2.675,32 Descontos Legais R$ -3,82 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 2.363,50 EALDO QUADROS DE MOURA anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -659,26 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.534,78 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

6 04/204 GILSON DOS SANTOS PRES 5 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 5.452,25 Descontos Legais R$ -8,30 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 4.640,95 GREICE FERNANDA NERCOLINO anos e meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

7 04/204 IBANEZ VICTOR DE QUADROS 3 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -698,24 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.495,80 JESSIENI GARGARO LAMBERTY BERENS 3 5 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$.940,86 Descontos Legais R$ -74,67 Total Líquido após os Descontos Legais R$.766,9 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

8 04/204 KARIN GUILHERMINA DIRINGS anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 LOIA REJANE WEIDLICH anos e 7 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

9 04/204 MARLISE ROSICLER STREHL ASSESSOR JURIDICO 4 9 anos e 7 meses Remuneração Total Bruta R$ 2.675,32 Descontos Legais R$ -338,78 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 2.336,54 NEURI IVANOR SPRANDEL 5 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -659,26 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.534,78 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

10 04/204 PAULA SAMUEL VAN SCHAIK anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -698,24 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.495,80 PEDRO PAULO FALCAO DA ROSA 9 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -659,26 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.534,78 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

11 04/204 ROSANE MARIA SCHMITT BITTENCORT anos e meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 SOLANGE DOS SANTOS OFICIAL ADMINISTRATIVO anos e 3 meses Remuneração Total Bruta R$ 77,49 Descontos Legais R$ -88,72 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 682,77 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

12 04/204 VALDIR ALBERI KIRST 9 anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$ 4.94,04 Descontos Legais R$ -632,30 Total Líquido após os Descontos Legais R$ 3.56,74 VIVIAN CRISTINA FRIEDRICHS anos e 9 meses Remuneração Total Bruta R$.33,8 Descontos Legais R$ -9,80 Total Líquido após os Descontos Legais R$.2,38 Dados referentes a folha de pagamento do mês: 04/204 ) Remuneração total bruta: valor da remuneração sempre limitda ao teto constitucional, que se constitui no valor máximo pago a qualquer servidor de ao R$ valor 7.475,5, sem exceções. 3º salário e Férias pagas a servidores, que venham a ser inativos ou desligados do quadro funcional. As diarias de viagem pagas podem ser consultadas 4) Terço constitucional de férias: valor do adicional de /3 sobre a remuneração de férias já limitada ao teto constitucional. 5) Gratificação natalina: valor da gratificação natalina (3º salário) acrescido do abono de permanência, sempre limitado ao teto constitucional.

13 04/204

Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS

Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS 0/204 ALESANDRA TALAMINI PEREIRA anos e 8 meses Remuneração Total Bruta R$.80,56 Terço Constitucional de Férias R$ 48,97 Descontos Legais R$ -244,25 Total Líquido após os Descontos Legais R$.976,28 ALEXANDRINA

Leia mais

Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS

Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque/RS 06/205 ALESANDRA TALAMINI PEREIRA Tempo serviço público averbado na Prefeitura Não-Me-Toque 2 anos e 5 meses Remuneração Total Bruta R$.529,82 Descontos Legais R$ -37,68 Total Líquido após os Descontos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Detalhamento da folha de pagamento de pessoal (valores brutos em Reais) Mês/Ano: 08/2011

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Detalhamento da folha de pagamento de pessoal (valores brutos em Reais) Mês/Ano: 08/2011 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Anexo VIII Detalhamento da folha de pagamento de pessoal (valores brutos em Reais) Mês/Ano: 08/2011 Cargo no Órgão Função ou Retenção por Remuneração

Leia mais

MANUAL PARA MARCAÇÃO DE FÉRIAS PELO SIAPENET

MANUAL PARA MARCAÇÃO DE FÉRIAS PELO SIAPENET MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE REGISTROS E DOCUMENTOS MANUAL PARA MARCAÇÃO

Leia mais

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei (Lei 8.112/90 artigos 77 a 80).

Leia mais

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial ANEXO I TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE

Leia mais

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014 Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT Agenda Dados Cadastrais (ADP/CAD) Quadro de Cargos (QDR) Folha de Pagamento (REM/DES) Identificação

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE DIPES/PROGP 2013 Para esclarecer dúvidas sobre seu pagamento, procure imediatamente sua unidade pagadora. COMPROVANTE DE RENDIMENTOS - FOLHA NORMAL FUND. UNIVERSIDADE DE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PARECER Nº 13.895 Servidores do Quadro Especial criado pela Lei n o 10.959/98. Auxílio-rancho e gratificação ordinária incorporada. Inclusão na base de cálculo de outras vantagens pecuniárias. Vem a esta

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

CÂMARA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA DE LARANJAL PAULISTA COMERCIAL PROMOLIMP LTDA. EPP 68035211000101 15/04/2014 211/ 0 000000 413,40 031.002.001-3.3.90.30.00 DISPENSADA SEM CONTRATO AQUISIÇÃO DE PAPEL TOALHA INTERFOLHA 15/04/2014 213/ 0

Leia mais

art. 5º - Para efeito desde Regulamento, considera-se: II - indenização: valor devido aos beneficiários, em caso de sinistro;

art. 5º - Para efeito desde Regulamento, considera-se: II - indenização: valor devido aos beneficiários, em caso de sinistro; Assessoria Jurídica da Asscontas informa sobre as indenizações do pecúlio, seguro coletivo e seguro do cônjuge do Programa Estadual de Assistência ao Pecúlio dos Servidores do Estado de Minas Gerais: Muitos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA 2005 FIXAÇÃO DOS PROVENTOS PELA MÉDIA DAS MAIORES REMUNERAÇÕES A Emenda Constitucional nº 41, de 19.12.2003, introduziu a regra de fixação

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 159 DE 14 DE ABRIL DE 2010

LEI COMPLEMENTAR Nº 159 DE 14 DE ABRIL DE 2010 Altera anexos e dispositivos da Lei Complementar nº 142, de 29 de dezembro de 2008, e dá outras providências. Complementar: O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA Faço saber que a Assembleia Legislativa aprovou

Leia mais

Serviço de Administração de Pessoal. Seape

Serviço de Administração de Pessoal. Seape Serviço de Administração de Pessoal Seape Considerações da Lei 8.112/1990 e Outras Orientações aos Candidatos Classificados Carlos Viana Chefe do Serviço de Administração de Pessoal PROVIMENTO Requisitos

Leia mais

02 a 04/04/2014 BRASÍLIA - DF CURSO: FOLHA DE PAGAMENTO DO SERVIÇO PÚBLICO (SERVIDORES CIVIS ABRANGIDOS PELO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL)

02 a 04/04/2014 BRASÍLIA - DF CURSO: FOLHA DE PAGAMENTO DO SERVIÇO PÚBLICO (SERVIDORES CIVIS ABRANGIDOS PELO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL) Apresentação A Gestão de Recursos Humanos deixou de ser apenas uma área coadjuvante para transformar-se em uma área de gestão de políticas públicas para melhor analisar a eficácia destas políticas se faz

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Vinculada ao Ministério da Integração Nacional - M I. nº 1628/09 FOR-101 1/5 S U M Á R I O 1 Objetivo, 2/5 2 Definição, 2/5 3 Competências,

Leia mais

DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003.

DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003. DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003. Dispõe sobre a concessão das férias dos servidores públicos do Município de Pinhais. O PREFEITO MUNICIPAL DE PINHAIS, Estado do Paraná, D E C R E T A Art 1º Fica

Leia mais

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º,

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º, 13º SALARIO Trabalhadores beneficiados Farão jus ao recebimento do 13º salário os seguintes trabalhadores: a) empregado - a pessoa física que presta serviços de natureza urbana ou rural à empresa, em caráter

Leia mais

APOSTILA DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

APOSTILA DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO Exemplo de rescisão por dispensa sem justa causa com mais de um ano de serviço com aviso prévio indenizado (salário fixo + apuração de médias de horas-extras) Quando as horas extras não são contínuas,

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS RUBRICAS INSS FGTS IR de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono pecuniário de férias Arts. 28, 9º, e, 6

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS RUBRICAS INSS FGTS IR de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da Abono pecuniário de férias Não. Arts. 28, 9º, e,

Leia mais

Tabela de incidência Tributária

Tabela de incidência Tributária Tabela de incidência Tributária INCIDÊNCIAS RUBRICAS INSS FGTS IR de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono pecuniário de férias Não. Arts. 28, 9º, e,

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS RUBRICAS INSS FGTS IR de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono pecuniário de férias Arts. 28, 9º, e, 6

Leia mais

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV.

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV. PORTARIA N o 1621 DE 14 DE JULHO DE 2010 Aprova modelos de Termos de Rescisão de Contrato de Trabalho e Termos de Homologação. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

ABANDONO DE CARGO Ausência intencional do servidor ao trabalho, por mais de 30 (trinta) dias consecutivos.

ABANDONO DE CARGO Ausência intencional do servidor ao trabalho, por mais de 30 (trinta) dias consecutivos. A ABANDONO DE CARGO Ausência intencional do servidor ao trabalho, por mais de 30 (trinta) dias consecutivos. Abandono de Cargo Lei nº 6.677, de 26.09.94 - Arts. 192, inciso II e 198. ABONO Quantia paga

Leia mais

O Plenário do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO PARANÁ CRCPR, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

O Plenário do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO PARANÁ CRCPR, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CRCPR nº 753/2014 (Ata 1.272ª) INSTITUI O PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA PDV AOS FUNCIONÁRIOS DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO PARANÁ. O Plenário do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE

Leia mais

Direitos do Empregado Doméstico

Direitos do Empregado Doméstico Direitos do Empregado Doméstico Com a aprovação da Emenda Constitucional n 72, que ocorreu em 02/04/2013, o empregado doméstico passou a ter novos direitos. Alguns deles independem de regulamentação e,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ RECEITAS 1 - O Orçamento do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro para o exercício financeiro de 2013, estima a receita em R$ 16.122.900,00 e fixa sua despesa em igual importância. 2 - A

Leia mais

MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS

MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS RECUPERAÇÃO TRIBUTÁRIA REUNIÃO CMI - RJ Expositor: Samuel Soares Nossa Estrutura Recuperação Tributária Novos Benefícios Fiscais Aplicáveis ao Segmento da Construção

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE 09 CNPJ/CEI

Leia mais

Folha de Pagamento (Analítica) Emitido em: MARÇO DE 2015

Folha de Pagamento (Analítica) Emitido em: MARÇO DE 2015 Unidade: FUNDEB - SAMBAIBA Departamento: 15.02.00.00 - FUNDEB - EDUCAÇÃO BÁSICA (40%) Lotação: 15.02.01.02 - FUNDEB ENSINO FUNDAMENTAL - CONTRATADOS Nº Matrícula : 00671 Servidor :ANA LUCIA BATISTA PEREIRA

Leia mais

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão.

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 37º FONAI Maceió-AL Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 26 a 30/11/2012 Oficina Técnica Regras de Aposentadoria no Setor Público Pessoal Civil Cleison Faé Aposentadoria no Setor Público

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS Abonos de qualquer natureza Evento Descrição INSS FGTS IRRF Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe acerca das regras e procedimentos para a concessão, indenização, parcelamento e pagamento da remuneração de férias dos servidores do Instituto

Leia mais

Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão

Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão Conteúdo Complementar Cálculo de Rescisão Gestão de Pessoal Contéudo Complementar Cálculo de Rescisão 1. Cálculo de Rescisão Para efetuar o cálculo de um recibo de rescisão é necessário seguir as orientações

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS O Executivo municipal sentindo a necessidade de adotar o Regime Próprio de Previdência Social para os servidores públicos titulares de cargos de provimento efetivo da Prefeitura, do DAEV e da Câmara, e

Leia mais

expert PDF Trial PMEs: Contabilização da Folha de Pagamento Agosto 2014 O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a).

expert PDF Trial PMEs: Contabilização da Folha de Pagamento Agosto 2014 O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a). Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015 NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015 1. DA FINALIDADE Esta Norma dispõe sobre a concessão de Empréstimo Pessoal Modalidade Prestações Pós Fixadas pelo

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001

LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001 LEI Nº 7.885 DE 23 DE AGOSTO DE 2001 Dispõe sobre os vencimentos dos serventuários da Justiça e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta

Leia mais

NOTA DE EMPENHO Nº CLASSIFICAÇÃO DA DESPESA EMPENHADA PODER LEGISLATIVO CAMARA MUNICIPAL FÉRIAS - ABONO CONSTITUCIONAL

NOTA DE EMPENHO Nº CLASSIFICAÇÃO DA DESPESA EMPENHADA PODER LEGISLATIVO CAMARA MUNICIPAL FÉRIAS - ABONO CONSTITUCIONAL CNPJ:.624.224/00-37 Exercício: 25 Resolução TCE/PI nº 09/24 34..031.00.20.0000 MANUTENÇÃO ADMINISTRATIVA DA CÂMARA 3.1.90.11.45 FÉRIAS - ABONO CONSTITUCIONAL 20.808,00 325.242,67 1.050,67 19.757,33 FICHA..:

Leia mais

Vitória, 07 de dezembro de 2011. Mensagem nº. 273/2011. Senhor Presidente:

Vitória, 07 de dezembro de 2011. Mensagem nº. 273/2011. Senhor Presidente: Vitória, 07 de dezembro de 2011 Mensagem nº. 273/2011 Senhor Presidente: Encaminho a essa Casa de Leis Projeto de Lei Complementar que propõe alteração na Lei nº 3.196/1978, para permitir a convocação

Leia mais

Exercício 04 Determinada Organização contrata um prestador de Serviço para realizar atividade X na Instituição, que por sinal é filantrópica.

Exercício 04 Determinada Organização contrata um prestador de Serviço para realizar atividade X na Instituição, que por sinal é filantrópica. Exercício 01: Certo funcionário do P1MC realiza uma viagem para visitar determinada organização. O estabelecimento em que esta pessoa se hospedou só possuía nota fiscal da prefeitura. Assinale abaixo qual

Leia mais

E S T A D O D O R I O G R A N D E D O S U L

E S T A D O D O R I O G R A N D E D O S U L EDITAL Nº 2335 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA Nº. 001/2014 O Prefeito Municipal de Caçapava do Sul, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências Evento Descrição INSS FGTS IRRF Abonos de qualquer natureza Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho -

Leia mais

RECIBO DE PAGAMENTO AFEPON AG DE FOMENTO ECONOMICO DE

RECIBO DE PAGAMENTO AFEPON AG DE FOMENTO ECONOMICO DE 76 FERNANDA SZCZEPANSKI ASSISTENTE ADMINISTRATIVO 03/07/202.37,79.37,79 23,46 DEPOSITADO NA.37,79 23,46 Liquido-->.248,33.37,79.37,79 09,74 0 76 FERNANDA SZCZEPANSKI ASSISTENTE ADMINISTRATIVO 03/07/202.37,79.37,79

Leia mais

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri Recursos Humanos Patrícia Ramos Palmieri Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro 1 Férias - Finalidade A finalidade básica da concessão das férias é o restabelecimento das forças físicas

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

Secretaria de Recursos Humanos

Secretaria de Recursos Humanos FÉRIAS CONCESSÃO/PAGAMENTO/INTERRUPÇÃO 1 - A cada exercício correspondente ao ano civil, os servidores fazem jus a trinta dias de férias? Resposta: sim, ressalvados os seguintes casos: I - o servidor que

Leia mais

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS Capítulo 1 Recrutamento... 3 1.1 Possíveis ocorrências de recrutamento... 4 1.1.1 Ampliação do quadro de pessoal... 4 1.1.2 Desligamento de empregado... 5 1.1.3 Promoção...

Leia mais

CÁLCULOS TRABALHISTAS

CÁLCULOS TRABALHISTAS CÁLCULOS TRABALHISTAS Remuneração - Salário acrescido da média das variáveis (exemplo: comissões) dos últimos 12 meses. - Média: soma das 6 maiores parcelas variáveis mês a mês, divididas por 6, dentro

Leia mais

Lição 11. Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS

Lição 11. Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS Lição 11. Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS (Lei nº 8.036, de 11/5/90, e Decreto nº 99.684, de 8/11/90). 11.1. CONSIDERAÇÕES GERAIS O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é uma conta

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como é efetuado o cálculo das horas extras dos empregados comissionista puro

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como é efetuado o cálculo das horas extras dos empregados comissionista puro Como é efetuado o cálculo das horas extras dos empregados comissionista puro 25/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Análise do Projeto de Lei que dispõe sobre os planos de custeio e de benefícios do regime próprio de previdência social do Estado da Paraíba No dia 20

Leia mais

Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999

Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999 Lei 7645 de 12 de Fevereiro de 1999 INSTITUI O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DA ÁREA DE ATIVIDADES DE TRIBUTAÇÃO, ESTABELECE A RESPECTIVA TABELA DE VENCIMENTO E DISPÕE SOBRE O QUADRO ESPECIAL DA SECRETARIA

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo 03698709/000109 Exercício: 2015 BALANCETEISOLADO EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTE URBANO EMTU (UG:5) Página 1 de 5 100000000 05 ATIVO 343.632,70 139.134,52 114.972,75 367.794,47 110000000 05 ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete do Desembargador Marcos A. Souto Maior

Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete do Desembargador Marcos A. Souto Maior Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete do Desembargador Marcos A. Souto Maior DECISÃO APELAÇÃO CIVEL N 048.2003.001021-8/001 CUITEGI RELATOR: Juíza Maria das Neves do Egito

Leia mais

Direitos na Rescisão Folha 1:

Direitos na Rescisão Folha 1: Direitos na Rescisão Folha 1: 1º dia útil após o término do 04 EXPERIÊNCIA c) Férias proporcionais aos meses trabalhados contrato d) Salário família (se for o caso) c) Férias proporcionais aos meses trabalhados

Leia mais

Práticas trabalhistas

Práticas trabalhistas Resumo Neste capítulo, discorreremos sobre a prática da folha de pagamento da parte empregado, patrão e autônomos, algumas das principais leis trabalhistas brasileiras da parte do empregado e da parte

Leia mais

Coordenação de Cadastro/DP

Coordenação de Cadastro/DP CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP SEÇÃO DE CADASTRO Controle

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

Pessoa ou família que admite a seu serviço empregado doméstico (Decreto nº 71.885/1973, art. 3º, II).

Pessoa ou família que admite a seu serviço empregado doméstico (Decreto nº 71.885/1973, art. 3º, II). FONTE: www.iobonlineregulatorio.com.br EMPREGADO DOMÉSTICO: Considera-se doméstico o empregado que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa a pessoa ou família, no âmbito residencial

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

Novo teto libera dois terços dos supersalários Janaina Vilella, Sérgio Bueno, Vanessa Jurgenfeld, Carol Mandl e Patrick Cruz Valor 07/03/2007

Novo teto libera dois terços dos supersalários Janaina Vilella, Sérgio Bueno, Vanessa Jurgenfeld, Carol Mandl e Patrick Cruz Valor 07/03/2007 Novo teto libera dois terços dos supersalários Janaina Vilella, Sérgio Bueno, Vanessa Jurgenfeld, Carol Mandl e Patrick Cruz Valor 07/03/2007 A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que ampliou de

Leia mais

Gilson Fernando Ferreira de Menezes ASPECTOS PREVIDENCIÁRIOS NA CONCESSÃO DE SALÁRIOS INDIRETOS E BENEFÍCIOS

Gilson Fernando Ferreira de Menezes ASPECTOS PREVIDENCIÁRIOS NA CONCESSÃO DE SALÁRIOS INDIRETOS E BENEFÍCIOS Gilson Fernando Ferreira de Menezes ASPECTOS PREVIDENCIÁRIOS NA CONCESSÃO DE SALÁRIOS INDIRETOS E BENEFÍCIOS Tributo Conceito Corresponde à toda prestação pecuniária compulsória, em moeda ou cujo valor

Leia mais

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Equipe de Assistência Técnica MANUAL DRHU/SAP ASSUNTO:

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Equipe de Assistência Técnica MANUAL DRHU/SAP ASSUNTO: MANUAL DRHU/SAP ASSUNTO: FOLHA DE PAGAMENTO (Noções básicas) 1 FOLHA DE PAGAMENTO (Noções básicas) SISTEMA DA FOLHA DE PAGAMENTO Objetivando melhorar a eficiência, agilidade e segurança, no processamento

Leia mais

Administração Central

Administração Central INSTRUÇÃO Nº 003/2014 URH Dispõe quanto aos procedimentos a serem adotados para a operacionalização da Bonificação por Resultados BR relativa ao ano de 2014, e dá outras providências. O Coordenador Técnico

Leia mais

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS - DAS EMPRESAS EM GERAL, sobre: Folha de Pagamento (EMP./AVULSOS) 20% Remunerações pagas aos CI 20% Terceiros (EMP./AVULSOS) 5,8% RAT (EMP./AVULSOS) 1% (leve) 2%

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MPS SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SPPS DEPARTAMENTO DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO DRPSP COORDENAÇÃO-GERAL DE AUDITORIA, ATUÁRIA, CONTABILIDADE

Leia mais

15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA

15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA 15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA 15.1 - Integram a remuneração para fins de cálculos dos valores devidos à Previdência Social e a serem recolhidos para o FGTS, dentre outras, as seguintes parcelas:

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF AGOSTO de 2014 Direção: Marlette Rose Galvão Alves Organograma elaborado com base na Portaria nº 45.242,de 21/07/2011-BS nº 117/2011 Departamento de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000954/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029028/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.009096/2013-50 DATA DO

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

FÉRIAS WEB PARA O SERVIDOR

FÉRIAS WEB PARA O SERVIDOR Tutorial ACESSO AO APLICATIVO OBJETIVO PROCEDIMENTOS PARA PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS QUANTIDADE DE PARCELAS ADIANTAMENTO SALARIAL E DE DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO OBJETIVO O aplicativo de Férias Web possibilita

Leia mais

ABONO DE PERMANÊNCIA

ABONO DE PERMANÊNCIA ABONO DE PERMANÊNCIA O abono de permanência foi instituído pela Emenda Constitucional nº 41/03 e consiste no pagamento do valor equivalente ao da contribuição do servidor para a previdência social, a fim

Leia mais

Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF

Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF Discriminação INSS Fundamento legal FGTS Fundamento legal IRRF Fundamento legal Abono de férias - pecuniário

Leia mais

DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO TERÇO DE FÉRIAS PERÍODO AQUISITIVO BASE DE CÁLCULO

DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO TERÇO DE FÉRIAS PERÍODO AQUISITIVO BASE DE CÁLCULO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO TERÇO DE FÉRIAS PERÍODO AQUISITIVO BASE DE CÁLCULO Autoria: Sidnei Di Bacco Advogado Quais vantagens e gratificações devem integrar a base de cálculo do décimo terceiro salário

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RN000202/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029210/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46217.004335/2013-95

Leia mais

Código Nome do(a) Funcionário(a) C.B.O. Setor Seção 01008 ALEXANDRE DE SOUZA FILHO 919310

Código Nome do(a) Funcionário(a) C.B.O. Setor Seção 01008 ALEXANDRE DE SOUZA FILHO 919310 ( 60 ) FAST RUNNER MATERIAIS ESPORTIVOS LTDA.-ME. 2208-0 05.626.087/0002-0 Folha: 0008 ALEXANDRE DE SOUZA FILHO 99 00 00 400,00 00,00 24,00 00,00 60,00 38,25 400,00 500,00 322,25 Valor Líquido =>=> 77,75

Leia mais

Remuneração dos Agentes Políticos.

Remuneração dos Agentes Políticos. Remuneração dos Agentes Políticos. Subsídio Os Agentes Políticos recebem por subsídio (art. 39, 4º da CF/88), a saber: 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários

Leia mais

Funcionário: 13 - DANIELA MAIA COSTA Adm: 01/12/2014 Função: DIRETORA SETORIA GERAL: Geral Vencimentos Referência Valor Descontos Referência Valor

Funcionário: 13 - DANIELA MAIA COSTA Adm: 01/12/2014 Função: DIRETORA SETORIA GERAL: Geral Vencimentos Referência Valor Descontos Referência Valor CONSORCIO INTERM. DO SUL DO ESTADO DE AL Página: 1 Hora: 11:02:57 Funcionário: 20 - AMANDA MARTINS DOS ANJOS Adm: 01/06/2015 Função: ASSESSOR SETORIA Funcionário: 5 - BRUNO GERSON OLIVEIRA FARIAS Adm:

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Contribuição Sindical. Conceito

Contribuição Sindical. Conceito Contribuição Sindical Conceito A Contribuição Sindical é um tributo federal (art. 149 da CF), descontada em folha de pagamento e que deve ser recolhida compulsoriamente pelos empregadores, conforme estabelecido

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO.

EXMO. SR. DR. JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO. EXMO. SR. DR. JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO. Processo TRT/SP no20308200600002004 O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE SÃO PAULO, Suscitante, e o SINDICATO DAS EMPRESAS

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013 SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013 Estabelece procedimentos operacionais relacionados ao regime de previdência complementar para os servidores públicos federais

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para programação, concessão e pagamento de férias aos empregados da COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma poderá ser necessário

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Programa de Alimentação ao Trabalhador - Pat

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Programa de Alimentação ao Trabalhador - Pat Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pará CNPJ: 14.974.293/0001-12 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 922.380,03 665.569,81 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 541.961,33 188.309,60

Leia mais

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém Superintendente: Luciano Moura dos Santos Diretor Adm. Financeiro: Olavo Lopes Perez Diretor de Benefícios: Karine Vecci Rua

Leia mais

Darcy Francisco Carvalho dos Santos (Contador e Economista)

Darcy Francisco Carvalho dos Santos (Contador e Economista) Dezembro de 2011 Crescimento vegetativo da folha de pagamento do do Estado do RS Darcy Francisco Carvalho dos Santos (Contador e Economista) Estudos e Trabalhos sobre Finanças Públicas Estaduais www.darcyfrancisco.com.br

Leia mais

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00 100000000 ATIVO 110000000 ATIVO CIRCULANTE 111000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 111110000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL -

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

1. O que o Auditor-Fiscal do Trabalho deverá entender por trabalho temporário?

1. O que o Auditor-Fiscal do Trabalho deverá entender por trabalho temporário? Trabalho temporário Fonte: Fecomercio Em acréscimo ao Mix Legal Express, nº 168, de 2014, que trata de algumas peculiaridades do trabalho temporário, a que se refere à Lei nº 6.019 de 1974 e Portaria do

Leia mais

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO Simulador de aposentadoria do Servidor Público? A Controladoria-Geral da União (CGU) disponibiliza, em seu site (http://www.cgu.gov.br/simulador/index.asp), um simulador

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 DOU Nº 131, segunda-feira, 9 de julho de 2012 Seção 1 Página 108 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 Altera a Portaria nº 1.621, de 14 de julho de 2010, que aprovou os modelos

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO QUE ENTRE SI, CELEBRAM O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO

Leia mais

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 Altera a Portaria nº 1.621 de 14/07/2010, que aprovou os modelos de Termos de Rescisão do Contrato de Trabalho

Leia mais