Todavia, o mesmo dispositivo constitucional, traz a responsabilidade da família no dever de prestar assistência médica aos seus entes.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Todavia, o mesmo dispositivo constitucional, traz a responsabilidade da família no dever de prestar assistência médica aos seus entes."

Transcrição

1 3ª Vara Federal de Curitiba. Autos nº mandado de Segurança. Impetrante Airton Júnior de Marchi Gonçalves Impetrados Superintendente do Instituto Nacional do Seguro Social Secretário Municipal de Saúde de Curitiba e Diretor Geral do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná Vistos etc. 1. Trata-se de pedido de liminar em mandato de segurança, em que o impetrante pretende sejam colocados à sua disposição os recursos financeiros necessários para o transplante de medula óssea e os tratamentos acessórios necessários. Alega o impetrante que é portador da doença chamada leucemia linfóide aguda, desde os três anos de idade e, de acordo com diagnósticos médicos, há necessidade de um transplante urgente de medula óssea e, se não for realizado, poderá resultar em sua morte prematura, na plenitude de sua adolescência. Prosseguindo, aduz que a chance de sua vida está no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná UFPR, onde já faz tratamento, pois trata-se de instituição pública, a qual se encontra, conforme informações, totalmente aparelhada e autorizada a realizar o transplante de medula óssea, sendo, portanto, acenado como a sua única possibilidade de sobreviver. Informa que o tratamento é por demais custoso, perfazendo um valor de aproximadamente US$ ,00 (cento e quarenta e dois mil, quatrocentos e vinte e nove dólares), importância que o impetrante e seus familiares não possuem. Promovendo campanhas de arrecadação, apenas levantou a quantia, irrisória para o caso, de R$ 2.446,63 (dois mil, quatrocentos e quarenta e seis reais e sessenta e três centavos). Aduz que, nas raias do desespero, tem feito apelos dramáticos à autoridades envolvidas com o SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS, o Ministério da Saúde, as autoridades impetradas e outras em Campo Grande MS, não obtendo sequer resposta aos seus apelos, sendo que a única manifestação foi do Hospital de Clínicas da UFPR, dizendo que não dispõe de recursos, caracterizando-se, no seu entender, omissão das autoridades impetradas. Junta declaração dos médicos, Drs. José Zanis Neto, Ricardo Pasquini; correspondência do Hospital de Clínicas, onde são informados os valores do tratamento; diagnóstico do Centro de Patologia de Curitiba; orçamento com os respectivos valores para realização do transplante; correspondências às autoridades e a resposta do Diretor do Hospital de Clínicas.

2 As razões aduzidas pelo impetrante são relevantes, senão vejamos: O impetrante é portador de doença grave cuja única alternativa viável e possível de cura é o transplante de medula óssea, conforme atestado pelos próprios médicos do Hospital da UFPR. Ora, é inafastável a necessidade do impetrante de se submeter à cirurgia, porque esta é a única forma do impetrante se manter vivo, direito soberano de qualquer ser humano. Não há dúvidas, neste sentido, porque a prova documental juntada aos autos é suficientemente clara, nos termos dos pareceres médicos do Hospital de Clínicas da UFPR. Se não for submetido à cirurgia, o impetrante poderá ter sua vida tolhida prematuramente. Diante da comprovação documental da imprescindibilidade do transplante, passo à análise do direito do impetrante em receber tais recursos do Estado, para tal efetivação. Dispõe o art. 196 da Constituição Federal que a saúde é direito de todos e dever do Estado. Inserida no Capítulo da Seguridade Social, ao lado da Previdência e da Assistência Social, rege-se pelo princípio comum a universalidade da cobertura e do atendimento, independente de contribuição pelo assistido. Ademais, o inciso II do art. 7º da Lei 8080/90 acrescentou também como princípio a integralidade da assistência, entendida como um conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema. (grifado) Todavia, o mesmo dispositivo constitucional, traz a responsabilidade da família no dever de prestar assistência médica aos seus entes. No caso dos autos, nem o impetrante nem sua família tem condições financeiras de arcar com os custos da cirurgia. O impetrante, menor impúbere sequer trabalha; seus pais, que o representam, são pessoas desprovidas de tais recursos. Os pais tentaram obter recursos entre a família, os amigos e a sociedade, mas somente obtiveram uma quantia módica. Assim, diante do quadro grave e excepcional que se encontra o impetrante, e da impossibilidade da família de prover os recursos necessários para a realização da cirurgia, resta ao Estado o cumprimento de tal obrigação. Ressalte-se que tais recursos deverão ser liberados pelo INSS uma vez que, na qualidade de gestor dos recursos da assistência social, é ele

3 quem recolhe, fiscaliza e administra os recursos a serem destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Verifica-se que a jurisprudência já reconheceu, em situações semelhantes, a obrigação do Estado em relação à despesas médicas, inclusive no exterior. Não há de se esquecer que até recentemente estas cirurgias de transplante somente se realizavam no exterior e, mesmo com os custos adicionais, o INSS e a União foram condenado a reembolsar os pacientes e suas famílias, nos termos das ementas que abaixo estão prescritas: AC :PE DJ DATA: PG: Ementa: PREVIDENCIÁRIO. AÇÃO DE REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICO-HOSPITALAR REALIZADAS NO EXTERIOR. SEGURADO QUE SE ENCONTRAVA ESTUDANDO NO EXTERIOR QUANDO FOI ACOMETIDO DE LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA. URGÊNCIA E IMPOSSIBILIDADE DE REALIZAÇÃO DO TRATAMENTO NO PAIS. QUE ENSEJAM O DIREITO DE AUTARQUIA REVIDENCIÁRIA, RECURSO PROVIDO. Relator: JUIZ NEREU SANTOS AC UF - DOE DATA: Ementa: PREVIDENCIÁRIO. DESPESAS MÉDICAS. TRANSPLANTE DE MEDULA REALIZADO NO EXTERIOR, REEMBOLSO. FALTA DE AUTORIZAÇÃO PREVI. URGÊNCIA, HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS REDUZIDOS. - CARACTERIZADA A URGÊNCIA PARA O ATENDIMENTO MÉDICO E NA IMPOSSIBILIDADE DE ATENDIMENTO NO TERRITÓRIO NACIONAL. PODERÁ O SEGURADO REEMBOLSAR-SE DAS DESPESAS REALIZADAS NO EXTERIOR, NOS LIMITES DO ART. 60 DA CLPS. - TRATANDO-SE DE CAUSA DE POUCA COMPLEXIDADE, DEVE A VERBA HONRARIA SER REDUZIDA AO MÍNIMO LEGAL. - APELAÇÃO PARCIALMENTE PROVIDA. - Relator: JUIZ CASTRO MEIRA.

4 Fonte: DJ DATA: PG: Ementa: COSNTITUCIONAL ADMINISTRATIVO REGIME JURÍDICO ÚNICO SERVIDOR FEDERAL DESPESAS MÉDICAS DIREITO A VIDA RESPONSABILIDADE SUBJETIVA DO ESTADO TEORIA DA FALTA DE SERVIÇO REEMBOLSO DAS DESPESAS SETNENÇA CONFIRMADA. 1. CONCEDIDA A SEGURANÇA NA SETENÇA MONOCRÁTICA DE MODO QUE O IMPETRANTE DILIGENTE A COBERTURA DOS GASTOS PARA O TRANSPLANTE DE C RNEA DE SUA ESPOSA COM OS MÉDICOS CIRURGIÃO, ANESTESISTA, CARDIOLOGISTA E ASSISTENTE DE CIRURGIA-CHEFE, ASSIM COMO O HOSPITAL E AS PASSAGENS DO SEGURADO E BENEFICIARIA. 2. DIREITO A VIDA E GARANTIA CONSTITUCIONAL E NÃO SE PODE EXIGIR QUE OS SEGURADOS ARRISQUEM A INTEGRIDADE DE SEUS DEPENDENTES EM FACE DO MAU FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA DO ESTADO (SUS) OU CONVÊNIO). (ART.5. C/C ART. 196 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988). 3. APLICA-SE AQUI A TEORIA DA FALTA DE SERVIÇO, QUE LEVA A RESPONSABILIDADE SUBJETIVA DO ESTADO, SE COMPROVADA A OMISSÃO. DEVE O SEGURADO SER INDENIZADO. PRECEDENTES DO TRF 2ª. E 3ª. REGIÃO. 4. REMESSA OFICIAL DENEGADA. 5. SENTENÇA CONFIRMADA. Relator: JUIZ FRANCISCO DE ASSIS BETTI Assim, presentes os requisitos autorizadores, quais sejam, o formus boni juris e o periculum in mora, defiro a liminar requerida. 2. Notifiquem-se as autoridades impetradas. Para trâmite mais breve do processo, a providência aludida no art. 7º, I, da Lei nº 1533/51 poderá ser tomada independentemente da confecção de ofício, mediante simples entrega de cópia autenticada desta decisão, acompanhada da segunda via da inicial e dos demais documentos.

5 3. Dê-se vista ao Ministério Público Federal, para manifestação e, depois, voltem anotadas para sentença. 4. Intimem-se. Curitiba, 02 de junho de Marisa Claudia Gonçalves Cucio Juíza Federal Substituta

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA ***

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA *** TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA *** ANOTAÇÕES: JUST.GRAT. 95.03.010267-7 233069 AC-SP PAUTA: 13/03/2007 JULGADO: 13/03/2007 NUM. PAUTA: 00050 SANTOS RELATOR: DES.FED.

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides. Vistos, etc.

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides. Vistos, etc. ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides APELAÇÃO CÍVEL n 2 073.2003.012900-8/001 Comarca de Cabedelo RELATOR: João Benedito da Silva Juiz Convocado

Leia mais

P R O N U N C I A M E N T O M I N I S T E R I A L

P R O N U N C I A M E N T O M I N I S T E R I A L P R O N U N C I A M E N T O M I N I S T E R I A L Trata-se de mandado de segurança impetrado por em face do INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL, objetivando assegurar que a autoridade coautora continue

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ROGÉRIO FIALHO MOREIRA RELATÓRIO Trata-se de apelação interposta pelo INSS (fls. 83/90), em face da sentença (fls. 79/80), que julgou procedente o pedido de aposentadoria

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL PROCESSO Nº 38459-37.2013.4.01.3400 CLASSE : 2100 - MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL IMPETRANTE : ARNALDO ESTEVES SALLES IMPETRADOS : COORDENADOR-GERAL DE RECURSOS HUMANOS DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DECISÃO

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 15 / 04 / 2014. Des. Cristina Tereza Gaulia. Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 15 / 04 / 2014. Des. Cristina Tereza Gaulia. Relator 5ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0004117-44.2014.8.19.0000 2ª VARA DE TRÊS RIOS Agravante: Município de Três Rios Agravado: Elimar Santos de Carvalho Juiz: Dra. Ana Carolina

Leia mais

DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO N.º 0045124-85.2009.8.19.0066 APELANTE: TATIANA PRADO MONTEIRO DA SILVA APELADA: UNIMED VOLTA REDONDA RELATOR: DES. WAGNER CINELLI DE PAULA FREITAS Apelação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 6ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 6ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000638132 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010183-26.2011.8.26.0008, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado ALICE FERNANDES SANCHES, é apelado/apelante

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR AC Nº 540866/PE (0010598-17.2010.4.05.8300) APTE : UNIMED GUARARAPES - COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO ADV/PROC : BRUNO BEZERRA DE SOUZA e outros APDO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ASSIST MP : ANS - AGÊNCIA

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas:

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas: . ' ESTADO DA PARAÍBA t-n " PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação Civel n 200.2004.038313-1/001 Relator: Des. Luiz Silvio Ramalho Júnior Apelante: Executivos Administração e Promoção de Seguros

Leia mais

0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL UNIÃO FEDERAL

0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL UNIÃO FEDERAL PROCESSO Nº: 0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RÉU: UNIÃO FEDERAL (e outros) 3ª VARA FEDERAL - JUIZ FEDERAL TITULAR ADMINISTRATIVO. CONSTITUCIONAL. AÇÃO CIVIL

Leia mais

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 EMENTA: AGRAVO REGIMENTAL. Inexiste fudamento relevante nem que do ato impugnado possa resultar a ineficácia da medida, conforme descrito no inciso III do art. 7º da

Leia mais

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório.

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório. APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 6263 - PE (20088300010216-6) PROC ORIGINÁRIO : 9ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO R E L A T Ó R I O A EXMA SRA DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA (RELATORA CONVOCADA): Trata-se

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA

QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA ADMINISTRATIVO. RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO. AÇÃO DE COBRANÇA. TRATAMENTO MÉDICO PRESTADO

Leia mais

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 2008.001.56923 APELANTE: BRADESCO SAÚDE S/A APELADA: VÂNIA FERREIRA TAVARES RELATORA: DES. MÔNICA MARIA COSTA APELAÇÃO

Leia mais

Honorários advocatícios

Honorários advocatícios Honorários advocatícios Os honorários advocatícios são balizados pelo Código de Processo Civil brasileiro (Lei de n. 5.869/73) em seu artigo 20, que assim dispõe: Art. 20. A sentença condenará o vencido

Leia mais

ã ã Maria do Rosário B. Leite Recife, PE

ã ã Maria do Rosário B. Leite Recife, PE ã ã Maria do Rosário B. Leite Recife, PE Declaração de Conflito de Interesse Nenhum conflito de interesse a declarar relacionado a esta apresentação Por que falar em aposentadoria para os que na maioria

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 12 a CÂMARA CÍVEL Desembargador Mario Guimarães Neto APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000496-11.2007..19.0024 ORIGEM: 2 a VARA CÍVEL DA COMARCA DE ITAGUAÍ APELANTE: GRUPO

Leia mais

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00026 Ação previdenciária de salário maternidade com pedido de antecipação de tutela Segurada especial

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00026 Ação previdenciária de salário maternidade com pedido de antecipação de tutela Segurada especial Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00026 Ação previdenciária de salário maternidade com pedido de antecipação de tutela Segurada especial EXCELENTÍSSIMO SENHOR(A) JUIZ DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade)/(uf)

Leia mais

Nº 108771/2015 ASJCIV/SAJ/PGR

Nº 108771/2015 ASJCIV/SAJ/PGR Nº 108771/2015 ASJCIV/SAJ/PGR Relatora: Ministra Rosa Weber Impetrante: Airton Galvão Impetrados: Presidente da República e outros MANDADO DE INJUNÇÃO. APOSENTADORIA ESPE- CIAL. SERVIDOR PÚBLICO COM DEFICIÊNCIA.

Leia mais

TERMO DE AUDIÊNCIA SENTENÇA

TERMO DE AUDIÊNCIA SENTENÇA Autos nº MS 16992/2010 TERMO DE AUDIÊNCIA Aos vinte dias de agosto de 2010, às 17h31min, na sala de audiência desta Vara do Trabalho, a MMª Juíza do Trabalho Dra. CLÁUDIA CRISTINA PEREIRA, procedeu ao

Leia mais

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça Apelação nº 0001938-89.2009.8.19.0008 Apelante: ITAÚ SEGUROS S.A Apelado: SELMA SILVA DE ABREU DIAS Relator Des. SÉRGIO RICARDO DE ARRUDA FERNANDES AÇÃO DE RITO SUMÁRIO. DIREITO DO CONSUMIDOR. CONTRATAÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 21.628 - SP (2007/0158779-3) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : AGOSTINHO FERRAMENTA DA SILVA JÚNIOR ADVOGADO : JULIANA FERRAMENTA DA SILVA RECORRIDO : TRIBUNAL DE

Leia mais

APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 5017968-34.2014.4.04.7205/SC

APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 5017968-34.2014.4.04.7205/SC APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 5017968-34.2014.4.04.7205/SC RELATORA : Des. Federal VIVIAN JOSETE PANTALEÃO CAMINHA APELANTE : UNIÃO - ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO APELADO : AUTORA ADVOGADO : FABIANE ELOISA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI AGRTE : JOSE MENDONCA BEZERRA ADV/PROC : MÁRCIO FAM GONDIM E OUTROS AGRDO : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE ORIGEM : 22ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA. A indenização deve ser compatível com a reprovabilidade da conduta e a gravidade do dano produzido.

DECISÃO MONOCRÁTICA. A indenização deve ser compatível com a reprovabilidade da conduta e a gravidade do dano produzido. DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº. 04239-85/2009.0209 APELANTE: AMIL ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNANCIONAL LTDA. APELADO: ILTON GAZANO RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR.

Leia mais

Os argumentos expostos pela banca foram: Não cabe mandado de segurança pelas seguintes razões: 1) É inviável a postulação de perdas e danos.

Os argumentos expostos pela banca foram: Não cabe mandado de segurança pelas seguintes razões: 1) É inviável a postulação de perdas e danos. FUNDAMENTOS PARA O CABIMENTO DE MANDADO DE SEGURANÇA NA PROVA DE 2º FASE DE DIREITO CONSTITUCIONAL DO IX EXAME DA OAB. A sempre justa banca de Direito Constitucional cometeu, ao meu ver, um grande equivoco

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS RELATÓRIO O Excelentíssimo Senhor Desembargador Federal FRANCISCO BARROS DIAS (Relator): Trata-se de recurso de apelação interposto por JOSÉ PINTO DA NÓBREGA contra a sentença que, em sede de mandado de

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO N 200.2011.047193-1/001 Capital. itelator : Desembargador

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho j,511. PODER JUDICIÁRIO HABEAS CORPUS N. 999.2011.000003-4/001 CAPITAL Relator : Desembargador Joás de Brito Pereira Filho Impetrante : Gustavo Botto Barros Felix (OAB/PB 11.593) Pacientes : C. M. dos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA. DECISÃO MONOCRÁTICA. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA REMESSA OFICIAL N. 200.2010.034-761-21001. ORIGEM : 2.a Vara da Fazenda Pública da Comarca da

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO RELATÓRIO. A controvérsia foi assim relatada pelo juiz da causa:

EMENTA ACÓRDÃO RELATÓRIO. A controvérsia foi assim relatada pelo juiz da causa: PELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 5011683-79.2010.404.7200/SC RELATOR : Juiz Federal LUIZ CARLOS CERVI APELANTE : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL APELADO : ALPHA TRADE IMPORTACAO DE ELETRONICOS LTDA ADVOGADO : JOSÉ

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D.

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. AG no 200.2011.019001-0/001 1 11;91 ni Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO No 200.2011.019001-0/001

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SÍLVIO RAMALHO JÚNIOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SÍLVIO RAMALHO JÚNIOR PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SÍLVIO RAMALHO JÚNIOR Agravo de Instrumento n 2002008013858-5/001. Relator : Desembargador Luiz Silvio Ramalho Júnior.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL Origem: Rep 1325/2010 PRT/ 2ª Região Procuradora oficiante: Interessados: Ministério Público do Trabalho da 2ª Região; Marina Bueno Tumelero e Churrascaria Minuana Ltda. Assunto: CONAFRETE EMENTA: Reclamação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL C O N C L U S Ã O Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Juiz Federal Substituto, nesta 15ª Vara, Dr. Eurico Zecchin Maiolino. São Paulo,...Eu,..., Analista Judiciário 15ª Vara Cível Processo nº 2009.61.00.010245-7

Leia mais

Doc.: 2305. Pag.: 1 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001

Doc.: 2305. Pag.: 1 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001 Pag.: 1 Aos 02 dias do mês de outubro de 2015, às 17h44 na sala de audiência desta Vara, por determinação da MMª Juíza do Trabalho

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS SENTENÇA Sentença tipo A Impetrante: ISABELA FONTES DE ARAÚJO Impetrado: REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS SENTENÇA Tratam os autos de mandado de segurança, com pedido de liminar, impetrado por ISABELA FONTES

Leia mais

QUARTACÂMARA CÍVEL REEXAME NECESSÁRIO Nº 33071/2012 - CLASSE CNJ - 199 - COMARCA CAPITAL ESTADO DE MATO GROSSO

QUARTACÂMARA CÍVEL REEXAME NECESSÁRIO Nº 33071/2012 - CLASSE CNJ - 199 - COMARCA CAPITAL ESTADO DE MATO GROSSO INTERESSADOS: JOAO LIVALDA ESTADO DE MATO GROSSO Número do Protocolo: 33071/2012 Data de Julgamento: 18-09-2012 E M E N T A REEXAME NECESSÁRIO DE SENTENÇA AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER TRATAMENTO DE SAÚDE

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO DECISÃO 2012 PROCESSO : 36098-81.2012.4.01.3400 IMPETRANTE : SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAÚDE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO IMPETRADO : SECRETARIO DE GESTÃO PÚBLICA DO MINISTÉRIO

Leia mais

P O D E R J U D I C I Á R I O

P O D E R J U D I C I Á R I O Número de Ordem Pauta Não informado Registro: 2011.0000035249 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0565228-16.2010.8.26.0000, da Comarca de Monte Aprazível, em

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS Apelante: FREDY NARCI DA SILVA MATIEVICZ Apelado: AVELINO ANDREATTA SANTOLIN Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES

Leia mais

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE...

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE... EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA COMARCA DE... Excelência, INTERPOR..., vem por intermédio de sua advogada infra-assinada, à presença de Vossa AÇÃO DE CONCESSÃO

Leia mais

Inteiro Teor (869390)

Inteiro Teor (869390) : Acórdão Publicado no D.J.U. de 19/10/2005 EMENTA PREVIDENCIÁRIO. REVISÃO DA RMI. IRSM DE FEVEREIRO/94 (39,67%). NÃO RETENÇÃO DE IRRF. JUROS MORATÓRIOS. 1. Os salários de contribuição devem ser reajustados,

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto DECISÃO MONOCRÁTICA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2010.019169-9/001 CAMPINA GRANDE RELATOR : Des. José Ricardo

Leia mais

ARNOBWALVESTEU. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO

ARNOBWALVESTEU. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO 1 Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO HABEAS CORPUS n 200.2004.020117-61003 Auditoria da Justiça Militar RELATOR : O Exmo. Des. Arnóbio Alves

Leia mais

:João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros).

:João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros). APELAÇÃO CÍVEL N 200.2008.032.045-61 001. Relator :João Batista Barbosa - Juiz Convocado. Apelante :Unibanco AIG Seguros S/A (Adv. Vanessa Cristina de Morais Ribeiro e outros). Apelado :Evaldo de Lima

Leia mais

PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO Nº. 0079/2009

PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO Nº. 0079/2009 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº. 1.26.000.002445/2008-28. PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO Nº. 0079/2009 1. O procedimento em epígrafe, instaurado a partir de representação formulada por Lúcia Helena Xavier, tem

Leia mais

SENTENÇA. Vistos, etc. CLAUS PETER DE OLIVEIRA WILLI ajuizou a presente AÇÃO ORDINÁRIA contra o INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS.

SENTENÇA. Vistos, etc. CLAUS PETER DE OLIVEIRA WILLI ajuizou a presente AÇÃO ORDINÁRIA contra o INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS. fls. 57 SENTENÇA Processo Digital n.º: 1007976-71.2014.8.26.0286 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Salário-Maternidade (Art. 71/73) Requerente: CLAUS PETER DE OLIVEIRA WILLI Requerido: INSTITUTO

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Habeas Corpus impetrado por Anderson José Manta Cavalcanti, com pedido liminar, em favor de José Bispo dos Santos Neto, objetivando a declaração

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 04/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 12 20/09/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 688.223 PARANÁ RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

O DIREITO À SAÚDE. Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli

O DIREITO À SAÚDE. Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli O DIREITO À SAÚDE Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli Previsão : Arts. 196 à 200 da CF. Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO Poder Judiciário RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Trata-se de Petição em Habeas Corpus, impetrado em favor de José Dias Monteiro Neto, pugnando pela suspensão da imposição

Leia mais

Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO

Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO Autos nº: 201403216112 SENTENÇA I? RELATÓRIO ALEX DA SILVA CALDEIRA propôs ação de cobrança de seguro por invalidez decorrente de doença em face de ITAÚ SEGUROS S/A, já qualificados, afirmando que foi

Leia mais

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (Cidade)/(UF) Reqte.:

Leia mais

CONCLUSÃO Em 04 de novembro de 2015, faço conclusos estes autos ao MM. Juiz Federal Substituto desta 9ª Vara Cível, Dr. BRUNO CÉSAR LORENCINI.

CONCLUSÃO Em 04 de novembro de 2015, faço conclusos estes autos ao MM. Juiz Federal Substituto desta 9ª Vara Cível, Dr. BRUNO CÉSAR LORENCINI. CONCLUSÃO Em 04 de novembro de 2015, faço conclusos estes autos ao MM. Juiz Federal Substituto desta 9ª Vara Cível, Dr. BRUNO CÉSAR LORENCINI. Susana Vieira Duran Analista Judiciário RF 3022 Processo nº

Leia mais

Relatam os representantes (fls. 03-06) que:

Relatam os representantes (fls. 03-06) que: Despacho n.º 029/2004/CEP-RN 44/ANS Rio de Janeiro, 13 de agosto de 2004. Ref.: Processo nº 33902.014.427/2004-12 RELATÓRIO Trata-se de denúncia encaminhada por C.H.R. e T.G.C., representantes legais da

Leia mais

102 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0008934-53.2008.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

102 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0008934-53.2008.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL APELANTE: TACIO RIBEIRO FIGUEIREDO APELADO: MED LAB CENTRO DE ANÁLISE MÉDICAS E LABORATORIAIS ME RELATOR: DES. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA Responsabilidade

Leia mais

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9).

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9). AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 5029780-43.2013.404.7000/PR AUTOR : ETEVALDO VAZ DA SILVA ADVOGADO : LEONILDA ZANARDINI DEZEVECKI RÉU : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL MPF : MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR.

DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR. DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº. 197021-30/2010-0001 APELANTE: SUL AMÉRICA COMPANHIA DE SEGURO SAÚDE APELADO: ELZA RODRIGUES PARENTE SILVEIRA RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO MONOCRÁTICA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 437.853 - DF (2002/0068509-3) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL PROCURADOR : DANIEL AZEREDO ALVARENGA E OUTROS RECORRIDO : ADVOCACIA BETTIOL S/C

Leia mais

DECRETO N 28.265, DE 05 DE JUNHO DE 2006

DECRETO N 28.265, DE 05 DE JUNHO DE 2006 DECRETO N 28.265, DE 05 DE JUNHO DE 2006 05/06/2006 * Publicado no DOE em 08/06/2006. Regulamenta a Lei nº 13.707, de 7 de dezembro de 2005, que trata da compensação de crédito tributário com precatórios

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0009211-70.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: RONALDO LIMA BUARQUE DE NAZARETH AGRAVADA: APPAI ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DOS PROFESSORES PÚBLICOS ATIVOS E INATIVOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0052654-08.2013.8.19.0000 Agravante: Município de Armação de Búzios Agravado: Lidiany da Silva Mello

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005463/99-80 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE DOENÇA TERMINAL DT 1. Objetivo do Seguro...2 2. Definições...2 3. Garantias do Seguro... 2 4. Riscos

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. Assunto: Desconto da Contribuição Sindical previsto no artigo 8º da Constituição Federal, um dia de trabalho em março de 2015.

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 5017718-84.2012.404.7200/SC

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 5017718-84.2012.404.7200/SC MANDADO DE SEGURANÇA Nº 5017718-84.2012.404.7200/SC IMPETRANTE : RBS ZERO HORA EDITORA JORNALÍSTICA S/A ADVOGADO : EDSON ROBERTO AUERHAHN Diretor de Fiscalização do Conselho Regional de IMPETRADO : Administração

Leia mais

lllllll Illlllllll lllll S *02766739*

lllllll Illlllllll lllll S *02766739* .8 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA ^ ACÓRDÃO REGISTRADO(A) SOB N I lllllll Illlllllll lllll S *02766739* ^S APELAÇÃO CÍVEL

Leia mais

AÇÃO REVISIONAL DE ALIMENTOS COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA

AÇÃO REVISIONAL DE ALIMENTOS COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA COMARCA DE MACEIÓ AL JOSÉ RODRIGUES DOS SANTOS, brasileiro, solteiro, desempregado, CPF 555.555 e RG 555.555, residente e domiciliado na Rua Belo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2015.0000770986 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Mandado de Segurança nº 2097361-61.2015.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante GABRIELA DA SILVA PINTO, é impetrado

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO JUIZ FRANCISCO CAVALCANTI APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO Nº 26674 PB (0000052-38.2012.4.05.8200) APELANTE : CONSELHO FEDERAL DE BIOMEDICINA - CFBM ADV/PROC : AUGUSTO CESAR DE ARAUJO APELADO : UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008. Ntátuald, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA - APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.012051-0/002, ORIGEM :Processo n. 001.2008.012051-0 da 3 a Vara

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N.º 0402603-95.2008.8.19.0001 APELANTE: SULAMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDENCIA APELADO: FRANCISCO DE SOUZA COELHO JUNIOR RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SEVERINO SOMBRA. Quebra de sigilo em concurso vestibular CAIO TÁCITO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SEVERINO SOMBRA. Quebra de sigilo em concurso vestibular CAIO TÁCITO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SEVERINO SOMBRA Quebra de sigilo em concurso vestibular CAIO TÁCITO Em face de denúncias de violação do sigilo em concurso vestibular para cursos mantidos pela Fundação Educacional

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 60236/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE RONDONÓPOLIS

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 60236/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE RONDONÓPOLIS APELANTE: SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS APELADO: MARCOS ANTÔNIO RIBEIRO DA SILVA Número do Protocolo: 60236/2012 Data de Julgamento: 05-12-2012 E M E N T A RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO SUMÁRIA

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO PARTE A ADV/PROC PARTE R REPTE ORIGEM RELATOR : JORGEVALDO ROBINSTON DE MOURA : FÁBIO CORREA RIBEIRO E OUTROS : INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE : JUÍZO

Leia mais

RELATÓRIO. Gabinete do Desembargador Alan Sebastião de Sena Conceição

RELATÓRIO. Gabinete do Desembargador Alan Sebastião de Sena Conceição APELAÇÃO CÍVEL Nº 17724-47.2014.8.09.0051 (201490177248) COMARCA DE GOIÂNIA APELANTE : UNIMED GOIÂNIA COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO APELADA RELATOR : ANNA LETÍCIA MIRANDA SANTIAGO : DES. ALAN SEBASTIÃO

Leia mais

PROCESSO Nº: 0800340-07.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO

PROCESSO Nº: 0800340-07.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (RELATOR CONVOCADO): Agravo de Instrumento manejado em face da decisão que deferiu o pedido de antecipação dos efeitos de tutela, determinando que a União

Leia mais

26ª Câmara Cível / Consumidor Apelação Cível Processo nº 0165330-90.2013.8.19.0001

26ª Câmara Cível / Consumidor Apelação Cível Processo nº 0165330-90.2013.8.19.0001 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0165330-90.2013.8.19.0001 APELANTE: MASTERCARD BRASIL SOLUÇÕES DE PAGAMENTO LTDA APELANTE: THEREZA ZETTEL CARNEIRO APELADOS: OS MESMOS

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira APELANTE : FAZENDA NACIONAL APELADO : SESC/CE - SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO (ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DO CEARÁ) E OUTROS ADV/PROC : REBECA VALENÇA AQUINO E OUTROS REMTE : JUÍZO DA 5ª VARA FEDERAL

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf)

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf) Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00024 - Inicial de concessão de aposentadoria por invalidez B-32 EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf) Reqte.: (nome do requerente)

Leia mais

: MIN. ROBERTO BARROSO TRABALHO DA 11ª REGIÃO - AMAZONAS E RORAIMA - SITRAAM

: MIN. ROBERTO BARROSO TRABALHO DA 11ª REGIÃO - AMAZONAS E RORAIMA - SITRAAM MANDADO DE INJUNÇÃO 3.750 DISTRITO FEDERAL RELATOR IMPTE.(S) ADV.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :SINDICATO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO - AMAZONAS E RORAIMA - SITRAAM : JANNE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG Agravo Interno na APELAÇÃO N.º 0001126-86.2007.8.19.0050 Apelante: ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Apelado:

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA A C Ó R D Ã O

SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA A C Ó R D Ã O SEGURO SAÚDE ALEGAÇÃO DE DOENÇA PREEXISTENTE AUSÊNCIA DE PROVA INEXISTÊNCIA DE MÁ-FÉ MULTA COMINATÓRIA - Não comprovando a preexistência da doença ou a má-fé do segurado, é insubsistente a resistência

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Apelações interpostas pela União e pelo Instituto Nacional do Seguro Social INSS em face de sentença que, nos autos de Ação Ordinária, com

Leia mais

Nº 92840/2015 - ASJTC/SAJ/PGR

Nº 92840/2015 - ASJTC/SAJ/PGR Nº 92840/2015 - ASJTC/SAJ/PGR Suspensão de Tutela Antecipada 791 Relator: Ministro Presidente Requerente: Estado de Santa Catarina Requerido: Presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Interessados:

Leia mais

TURMA RECURSAL. 1 Juizados Especiais Federais Seção Judiciária do Paraná. I Relatório

TURMA RECURSAL. 1 Juizados Especiais Federais Seção Judiciária do Paraná. I Relatório 1 Autos n.º 2003.70.09.003006-3 Recorrente: Luiz Carlos Bucholdz Recorrido: Instituto Nacional do Seguro Social INSS Origem: Juizado Especial Federal de Ponta Grossa - SJPR Relator: Juiz Federal Marcos

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIZ ANTONIO DE GODOY (Presidente sem voto), DE SANTI RIBEIRO E ELLIOT AKEL.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIZ ANTONIO DE GODOY (Presidente sem voto), DE SANTI RIBEIRO E ELLIOT AKEL. ACÓRDÃO Registro: 2011.0000324840 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0068021-37.2009.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é apelante UNIMED - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Leia mais

Excelentíssimo{a) Senhor(a) Doutor(a) Juiz(a) de Direito do Juizado Especial da Fazenda Pública da Comarca de -MG * '

Excelentíssimo{a) Senhor(a) Doutor(a) Juiz(a) de Direito do Juizado Especial da Fazenda Pública da Comarca de -MG * ' Excelentíssimo{a) Senhor(a) Doutor(a) Juiz(a) de Direito do Juizado Especial da Fazenda Pública da Comarca de -MG OBJETO: ( ) INSUMO DE INTERESSE PARA A SAÚDE HUMANA (exceto cirurgia e transporte) ( )

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em ação de indenização, em que determinada empresa fora condenada a pagar danos materiais e morais a Tício Romano, o Juiz, na fase de cumprimento de sentença, autorizou

Leia mais

Caso prático V exame de ordem unificado

Caso prático V exame de ordem unificado Caso prático V exame de ordem unificado Em 19 de março de 2005, Agenor da Silva Gomes, brasileiro, natural do Rio de Janeiro, bibliotecário, viúvo, aposentado, residente na Rua São João Batista, n. 24,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 5 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000429851 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 0226204-83.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é impetrante EDEMAR CID FERREIRA,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS E SERVIÇOS MÉDICOS CONVENCIONADOS Associação de Futebol da Guarda

MANUAL DE PROCEDIMENTOS E SERVIÇOS MÉDICOS CONVENCIONADOS Associação de Futebol da Guarda MANUAL DE PROCEDIMENTOS E SERVIÇOS MÉDICOS CONVENCIONADOS Associação de Futebol da Guarda SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE ATLETAS, AGENTES DESPORTIVOS E ÁRBITROS 1- Definições (de acordo com as Condições

Leia mais

PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS:

PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS: PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS: PREFEITOS DE DIVERSOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS ASSUNTOS: O FGTS E A CONVERSÃO DO REGIME CELETISTA PARA O ESTATUTÁRIO. DA CONSULTA: Trata-se de consulta formulada

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível fls. 1 Autos n 0324833-09.2014.8.24.0023 Ação: Cautelar Inominada/PROC Requerente: Associação dos Servidores Civis da Segurança Pública de santa Catarina - ASSESP/SC Requerido: IBBCA 2008 Gestão em Saúde

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ BAPTISTA DE ALMEIDA FILHO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ BAPTISTA DE ALMEIDA FILHO AGTR Nº 102592/RN (2009.05.00.109913-3) AGRTE : ERIVÂNIA DE LEMOS FERREIRA REPTE : DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO AGRDO : UNIÃO AGRDO : ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE AGRDO : MUNICÍPIO DE NATAL - RN ORIGEM

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria Regional da República da 1ª Região

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria Regional da República da 1ª Região Agravo de Instrumento n 0038084-17.2014.4.01.0000/DF Agravante: União Federal Agravado: Manoel Morais de Oliveira Neto Alexandre Relator: Des. Fed. Souza Prudente RELATOR CONVOCADO: Juiz Federal Carlos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014455-71.2010.8.19.0209 APELANTE 1: UNIMED RIO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO DO RIO DE JANEIRO LTDA. APELANTE

Leia mais