Eletronorte e outras nove empresas do Sistema Eletrobrás recebem o Selo Pró-Equidade de Gênero 2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eletronorte e outras nove empresas do Sistema Eletrobrás recebem o Selo Pró-Equidade de Gênero 2009"

Transcrição

1 3 de abril de 2009 ano 12 nº238 Eletronorte e outras nove empresas do Sistema Eletrobrás recebem o Selo Pró-Equidade de Gênero 2009 O palco ficou pequeno quando dez empresas do Sistema Eletrobrás foram chamadas para receber os troféus do Selo Pró-Equidade de Gênero 2009, uma iniciativa da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres - SPM, com a parceria do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher - Unifem e da Organização Internacional do Trabalho - OIT. Representada pelo diretor de Engenharia e Planejamento, Adhemar Palocci (na foto ao lado, ao centro), a Eletronorte recebeu o Selo pela segunda vez. Segundo ele, essa é mais uma demonstração do compromisso da Empresa com a questão. Estamos num setor em que temos ambientes realmente masculinizados e, mesmo assim, a Eletronorte, assim como o Sistema Eletrobrás, vem assumindo uma postura capaz de gerar um ambiente favorável à promoção da equidade de gênero, assim como o fortalecimento das relações humanas. A cerimônia aconteceu na noite do último dia 25 de março, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília, e premiou 23 empresas com o Selo. Como mestre de cerimônias, a atriz e poeta Elisa Lucinda (ao lado), premiou os convidados com interpretações que emocionaram os presentes. Entre os poemas, os discursos da OIT, Unifem e SPM. Depois de parabenizar os trabalhos dos comitês de gênero das premiadas, a ministra Nilcéa Freire deixou um recado para quem ainda considera pequenos os resultados atingidos até agora. Falamos no reconhecimento da união homoafetiva, da ampliação da licença-maternidade, da ampliação do Pró-Equidade, da Lei Maria da Penha, do pacto contra a violência, enfim. E há quem nos diga: mas só isso? E aí nós temos que responder: vai fazer tudo isso!. Para a ministra, essas são as pequenas revoluções cotidianas que fazem a diferença. Nilcéia saudou ainda a decisão do presidente Lula de transformar a Secretaria em Ministério da Mulher, iniciativa elogiada também pela OIT e Unifem. O nosso programa trabalha com aquilo que é mais difícil de modificar: cultura. E hoje há uma cidadania capaz de mudar a nossa realidade e fazer transbordar a equidade das empresas para a sociedade. Procel, a economia que garante o futuro Belém recebe Simpósio de Especialistas em Planejamento da Operação e Expansão Elétrica - Sepope

2 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 O representante da Eletrobrás, o diretor de Engenharia, Valter Cardeal, destacou o envolvimento do Sistema com o programa e parabenizou os comitês de cada uma das empresas. Um programa como esse fortalece as relações humanas e, sem dúvida, conquistas como a de hoje consolidam o envolvimento e a dedicação de todos nós. O Sistema Eletrobrás, mais do que parceiro, é protagonista desse trabalho. Equipe do Sistema Eletrobrás Equipe da Eletronorte O Selo Lançado em 2005, o Selo Pró-Equidade de Gênero é uma iniciativa do Governo Federal, por meio da SPM, com o objetivo de estimular a igualdade entre homens e mulheres no mundo do trabalho, eliminando todas as formas de discriminação no acesso, remuneração, ascensão e permanência no emprego. A premiação das empresas conclui um processo que começa após a adesão voluntária da organização. Segundo a Secretaria, o caráter voluntário evidencia uma sensibilização pré-existente na direção do grupo ou instituição para a temática da equidade de gênero. Nessa segunda edição foram inscritas 50 organizações entre empresas privadas e instituições públicas. Dessas, 36 apresentaram e acordaram o plano de ação a ser implementado no âmbito da organização candidata, mas somente 23 conseguiram chegar à etapa final, cumprindo, no mínimo, 70% das ações planejadas. O Selo Pró-Equidade de Gênero 2009 tem vigência de 12 meses e é um instrumento que evidencia o compromisso da organização com a equidade de gênero em toda a sua comunicação institucional. Ainda no mês de março, a Eletronorte encaminhou a adesão à terceira etapa do Programa. Sem volta Para a vice-diretora do Unifem Brasil e Cone Sul, Junia Puglia, um dos aspectos mais significativos do programa é que as empresas estão compreendendo a necessidade de empreender a equidade. E eu gostaria de deixar um recado a cada uma dessas empresas: não há retrocesso; não há volta atrás. Daqui, só para frente!. A diretora da OIT - Brasil, Laís Abramo, destacou que nessa segunda edição já foi constatada a participação de instituições como a Prefeitura Municipal de Quixadá, no Ceará. Isso confere um caráter de continuidade, o que é fundamental para transformar os estereótipos. Nós fazemos um elogio às diferenças, mas também fazemos a luta intransigente contra a desigualdade, que ainda é tão real no nosso Brasil. Para a coordenadora do Comitê de Gênero da Eletronorte, Gleide Brito, a cerimônia de entrega do Selo simboliza os compromissos assumidos pelo governo brasileiro. Por meio de suas empresas, o Governo demonstra que a questão equidade vai muito além de ações afirmativas, caminha para políticas de emprego que vão além de governos, para se transformarem em políticas de Estado. E o Comitê de Gênero e Diversidade da Eletronorte está consciente do seu papel.

3 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 Procel, a economia que garante o futuro Os indicativos de toda a economia alcançada até agora com a manutenção do programa Procel Educacional foram demonstrados durante o 1º Workshop de Acompanhamento do PEEE Educacional, realizado no Centro de Convenções de Tucuruí (ao lado). O evento reuniu cerca de 200 professores, diretores de escolas e coordenadores de educação, todos capacitados pela Eletronorte. O objetivo do encontro foi acompanhar a implantação do Procel Educacional nas escolas das redes de ensino público nos estados do Pará, Maranhão, Tocantins, Rondônia, Acre e Mato Grosso, além de iniciar o processo de seleção dos melhores professores e escolas. Na oportunidade, os coordenadores de 13 escolas que participam do programa puderam expor as atividades e ações desenvolvidas nos últimos três anos. As ações desenvolvidas nas escolas já representam uma economia de 25 mil kw.hora. A média de economia acumulada até agora é de Em virtude das altas precipitações pluviométricas ocorridas durante o período de inverno na Região Norte, a equipe de Meio Ambiente da Regional de Produção de Rondônia iniciou, na segunda semana de março, o trabalho de divulgação com os ribeirinhos vizinhos da Usina Samuel sobre a possível abertura das comportas do vertedouro da Hidrelétrica. O alerta é importante, pois o nível do Rio Jamari pode subir cerca de cinco metros, provocando alagamento nas áreas de várzea, dificultando também, a navegação em pequenas embarcações e a pesca em decorrência da força e velocidade kw.hora por escola. Está programado para abril o início das atividades lúdico-pedagógicas, direcionadas para o ensino infantil. Cada escola participará com 50 alunos. Jussara Nogueira Trajano (abaixo), coordenadora-geral do Procel, falou da importância do programa na palestra Procel Educacional Gestão da Eletronorte. Segundo ela, a premiação das escolas que mais economizam energia não é o ápice do programa, visto que todas as escolas envolvidas reduziram significativamente os índices de consumo e os alunos ajudam na conscientização de suas famílias. De 25 cidades no início do programa, o Procel já está atendendo 42 localidades e a meta para 2009 é atingir 75 municípios. A intenção é começar por Novo Repartimento e chegar até Nova Ipixuna e Itupiranga. No Pará, o programa contempla além de Tucuruí, os municípios de Goianésia do Pará, Jacundá, Santarém, Belém, Ananindeua, Castanhal e Barcarena. O projeto-piloto iniciou-se há cinco anos com 132 escolas, sendo 26 escolas de Tucuruí e 17 de Breu Branco. Só em 2005 foram capacitados professores e atendidos 113 mil alunos. Hoje, escolas participam do programa e a Eletronorte já capacitou professores. Este ano deverão ser contemplados 709 mil alunos. A meta é atingir um milhão de alunos em Samuel abre vertedouros e ribeirinhos são alertados das águas. De acordo com o engenheiro Fernando Inácio Borges da Silva Bastos (foto ao lado), coordenador da área de Meio Ambiente da Regional, a comunidade local está sendo avisada com antecedência sobre o possível ocorrido. Todos os anos a Eletronorte faz o comunicado aos ribeirinhos adjacentes, embora nem sempre tenha sido necessário abrir o vertedouro. Tudo vai depender do nível de água acumulada no lago, e também das contínuas chuvas, mas mesmo assim fazemos questão de avisar cada família que reside nas áreas vizinhas, explica. Quando recebo a visita da equipe da Eletronorte já procuro me preparar, pois sei que existe a possibilidade da abertura das comportas, o que pode nos atingir diretamente, diz o ribeirinho João Gomes, que mora na região há dez anos. Sou do Ceará, posso morrer afogado, mas não de sede, igual lá no meu estado, brinca, mesmo tendo que conviver com a água pela cintura. O vertedouro foi aberto pela última vez no mês de abril de 2006, quando o nível da água do reservatório atingiu a cota 87 metros. Se as cinco comportas do vertedouro forem abertas, poderão despejar no Rio Jamari cerca de um milhão e trezentos mil litros de água por segundo, de dez a trinta dias consecutivos. Desde que Samuel entrou em funcionamento, em julho de 1989, a abertura do vertedouro só foi necessária por três vezes: em 1997, 2003 e 2006.

4 Organizado pela Eletronorte, o Simpósio de Especialistas em Planejamento da Operação e Expansão Elétrica Sepope, considerado o mais importante fórum brasileiro de debates sobre as questões de planejamento e operação dos sistemas de energia elétrica, teve a sua décima primeira edição realizada de 16 a 20 de março de 2009, em Belém, no Centro de Convenções do Estado do Pará Hangar. A abrangência e atualidade dos temas em discussão no XI Sepope proporcionaram aos profissionais de concessionárias, órgãos de regulação, planejamento e operação de sistemas, consultoras, fabricantes, universidades e centros de pesquisa, a oportunidade para compartilhar experiências e aprofundar conhecimentos. Além da Eletronorte, o XI Sepope teve o patrocínio da Eletrobrás, Areva, ABB, Albrás, Copel, Chesf, Cepel, Cesp, Eletronuclear, Eletrosul, Furnas, Itaipu, ONS, Plena Transmissora, Siemens e Warsila. Já na abertura do Simpósio, os 340 participantes do evento compareceram em massa ao Hangar. O diretor de Produção e Comercialização da Eletronorte, Wady Charone, lembrou que a seleção dos temas foi pensada de forma a adequá-los ao atual cená- 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 Belém recebe Simpósio de Especialistas em Planejamento da Operação e Expansão Elétrica - Sepope rio do Setor Elétrico e promover um intercâmbio de informações entre pesquisadores e participantes. Segundo José Henrique Machado Fernandes, Presidente do Cigré-Brasil, dos 541 informes técnicos recebidos, 240 foram aprovados pelo Comitê. O fórum priorizou a discussão não só de quesitos técnicos, mas também a importância da energia elétrica para a sociedade e a possibilidade desse produto ser matéria-prima para o desenvolvimento da população. Segundo Aderilton Rodrigues, coordenador do evento, o objetivo do Sepope vai além da apresentação de trabalhos. O evento quer mostrar também a nossa importância para o desenvolvimento regional, com benefícios para as populações locais, reunindo profissionais de alto nível que podem contribuir muito para o setor energético brasileiro. Para muitos dos participantes, a abrangência de assuntos foi um dos aspectos mais interessantes. A pesquisadora do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica Cepel, Débora Penna, acredita que essa variedade é muito benéfica: Aprendemos um pouco de tudo, além de ficarmos bem informados.

5 Há 30 anos, exatamente no dia 18 de fevereiro de 1979, saía o resultado final do processo seletivo da Eletronorte no qual 168 jovens técnicos foram aprovados para participar de um programa inovador da empresa, o GIT- 04/78 (Grupo de Intercâmbio Técnico), criado para operar e manter o sistema de transmissão associado à Usina Hidrelétrica Tucuruí nas cidades de Tucuruí, Marabá, Vila do Conde e Belém, e à Usina Hidrelétrica Couto de Magalhães, em Mato Grosso. Agora, em Belém, os componentes do GIT festejaram uma história de lutas, conquistas e muito sucesso. Além de organizar a festa, a comissão teve a árdua tarefa e reunir o máximo possível de participantes do grupo, já que alguns estão aposentados e outros mudaram de endereço. Vieram pessoas de Brasília, Tucuruí, Marabá, Vila do Conde, e até colegas que já estavam aposentados morando em Mosqueiro e Canaã dos Carajás. Todos fizeram questão de vir e muitos trouxeram a família, conta um deles, Fernando 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 GIT comemora 30 anos Teixeira, que aproveitou para lembrar os amigos que já partiram para o mundo espiritual. Um dos momentos mais especiais da comemoração foi a retrospectiva, do que viveram durante dois anos de treinamento, tempo no qual tiveram que viajar para outras cidades, e suportar a saudade da família e a vigilância constante dos supervisores. Éramos avaliados o tempo todo, até quando estávamos em nosso tempo livre. Sempre havia um instrutor por lá nos avaliando, porque o convívio social também era muito importante, lembra Fernando, que viu muitos dos colegas desistirem no caminho. Para os 56 gitianos que participaram da festa, a noite foi cheia de emoções, já que celebrar os 30 anos do GIT é o mesmo que comemorar 30 anos de uma nova vida. Tudo o que temos e somos foi graças ao GIT! Foi através desse projeto que recebemos toda formação e evolução profissional que precisávamos. E poder reencontrar todos esses amigos nesse momento de congraçamento foi maravilhoso!, agradeceu Fernando. Divulgar informação estratégica é uma das prioridades da Diretoria de Produção e Comercialização A Diretoria de Produção e Comercialização reuniu o Comitê Deliberativo do Grupo Coordenador da Gestão Estratégica (GCGE) para tratar do desempenho dos contratos de gestão e da prestação de contas do exercício de 2008, bem como do plano estratégico e metas para Desde 2005, os contratos de gestão são firmados com todas as unidades da Diretoria com o objetivo de melhorar a qualidade da gestão e formalizar o compromisso com as metas estabelecidas pelo Planejamento Estratégico da Eletronorte. O desempenho global dos indicadores foi considerado satisfatório pelo diretor de Produção e Comercialização, Wady Charone, (em primeiro plano, na foto) com algumas oportunidades de melhoria. A Empresa tem muito a crescer quando possui realmente a gestão de seus processos, e quando consegue disseminar as informações estratégicas. Nós tivemos resultados técnicos com o desempenho muito bom, mas alguns indicadores administrativos podem ser melhorados, afirma. Em 2008, alguns indicadores obtiveram destaque, como o Índice de Disponibilidade de Tucuruí ID, que alcançou 98,30%, e o Índice de Disponibilidade do Sistema de Transmissão DST, que chegou a 99,47%. No encerramento da reunião, foram assinados os contratos de gestão referentes a 2009 com todos os superintendes e gerentes regionais. Entre as prioridades para este ano está a ampla divulgação das informações estratégicas. O nosso grande foco neste ano é que a informação estratégica seja amplamente disseminada por meio de uma gestão visual para todos os empregados. Vamos mostrar que tudo o que a gente faz e os programas que utilizamos vão ao encontro do Planejamento Estratégico da Empresa, acrescenta Charone.

6 Em comemoração ao Dia Mundial da Água, o Centro de Proteção Ambiental de Tucuruí, realizou diversas atividades educativas direcionadas à força de trabalho e à comunidade. Alunos de escolas públicas puderam visitar as instalações da estação de tratamento de água e esgoto da Empresa e conhecer os programas ambientais e de saneamento desenvolvidos com base na sustentabilidade de utilização dos recursos hídricos. Para Carmem Silvia Rocha, coordenadora do Centro de Proteção Ambiental CPA, o projeto Educação Ambiental sobre Rodas pode ajudar a combater o desperdício de água. A idéia é disseminar a cultura ambiental nos sete municípios da região e incentivar o hábito da leitura. Ela citou o exemplo do que ocorre na Vila Residencial, onde ainda é desperdiçado cerca de 500 litros de água por pessoa ao mês. Esse índice é três vezes maior que o consumo de populações de cidades consideradas de grande porte. A explicação para tanto desperdício entre os colaboradores da Empresa está no fato de não haver cobrança da água que abastece as casas. Temos de mudar essa cultura de desperdício urgentemente, conclama Carmem. Explicação que é compartilhada pela coordenadora do setor de Saneamento, Alaíde do Vale. Mas a mudança de hábito já começou. Ônibus Um novo projeto da Eletronorte em Tucuruí foi lançado durante as comemorações pelo Dia Mundial da Água. Chamado de Educação Ambiental sobre Rodas, foi criado a partir 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 Semana da Água e ônibus-biblioteca movimentam Tucuruí de uma proposta para evitar o descarte dos ônibus de transporte dos funcionários, recentemente substituídos. A ideia então foi aproveitar os espaços interno e externo de um ônibus para transformálo em uma biblioteca ambulante, voltada para a difusão da educação ambiental nos sete municípios a montante da Hidrelétrica. Um fato interessante que envolveu a criação do ônibus-biblioteca foi a aquisição dos livros. Doados por funcionários da Empresa e por editoras que participaram da campanha organizada durante I Salão do Livro, os títulos doados foram importantes para a montagem do Baú da Leitura, como afirma Trícia Amoras, da equipe do CPA: Queremos expandir o ensino da educação ambiental. Com a entrega do ônibus, estamos estudando fazer o mesmo trabalho com um barco, para atender às ilhas do Lago.

7 Em Tucuruí, entra na segunda fase de desenvolvimento o projeto Customização das Instruções Técnicas Virtuais de Operação e Manutenção. O programa anterior Unidade Geradora Virtual gerou insumos e conhecimentos necessários à viabilização da novidade. O projeto consiste na modelagem tridimensional de equipamentos e sistemas da Usina. Por meio da técnica é possível visualizar e elaborar as sequências animadas com possibilidade de interação dos usuários. A ideia é possibilitar a criação de animações das instruções técnicas de operação e manutenção, facilitando o aprendizado e incentivando a imersão do usuário numa hidrelétrica digital. Os colaboradores da Eletronorte e coordenadores do projeto, Fábio do Nascimento Silva (foto ao lado), e Pedro Igor Carvalho Moreira, acreditam que com a conclusão das instruções, o programa passará a uma etapa mais dinâmica possibilitando a criação das interfaces diretamente pelos colaboradores. 3 de abril de 2009 ano 12 nº 238 Unidade Virtual é renovado A parceria com a equipe do Laboratório de Realidade Virtual da Universidade Federal do Pará - UFPA, orientada pelo professor Manoel Ribeiro Filho, tem feito o diferencial no projeto, que surgiu da necessidade de melhorar o entendimento dos operadores e mantenedores nas instruções técnicas que usam no dia-a-dia, segundo Fábio. Desenvolvimento sustentável é debatido em Tucuruí Caracterizado como um município rico e historicamente ligado ao desenvolvimento do Estado do Pará, Tucuruí sediou o primeiro Seminário de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Meio Ambiente, no qual foram discutidas políticas públicas para a aplicação do tema nos municípios da região do entorno do lago da hidrelétrica. Na pauta de discussões apresentadas, questões sobre a produção de biodiesel, programas de financiamento e microcrédito à agricultura, incentivo à piscicultura e ao aproveitamento dos recursos hídricos, todas relacionadas ao desenvolvimento dos municípios localizados no entorno da Usina. A Eletronorte montou um estande para apresentação dos projetos desenvolvidos pela Empresa, como o Programa de Pesca e Ictiofauna e o Laboratório de Sementes. As mais de duzentas pessoas que passaram pelo local foram presenteadas com sementes, frutas e mudas de árvores cultivadas pela equipe do Centro de Proteção Ambiental CPA. O gerente da Regional de Produção de Tucuruí, Antonio Augusto Bechara Pardauil, destacou outros programas como o Jovem Aprendiz, desenvolvido em parceria com o Senai e a Prelazia de Cametá, pelo qual mais de 100 jovens já foram qualificados e 40% deles absorvidos pelo mercado. O programa de Estágio da Eletronorte foi outro exemplo citado por Pardauil. Desde 1998, mais de 900 alunos já receberam qualificação da Empresa, que atende cerca de 80 estagiários por ano. O programa tem qualificado a mão-de-obra local prioritariamente em risco socioeconômico. O Centro de Inclusão Digital CID, mantido pela Eletronorte em parceria com o Senai e o Instituto Federal do Pará IFPA, é outra ação educativa que vem mudando a vida das pessoas. O Centro já capacitou mais de 120 alunos. Neste primeiro semestre serão mais 200 jovens e adultos capacitados e mais 200 até o fim do ano.

8 5 de5agosto 3 abril de ano 12 nº SOX: gerentes assinam a documentação dos processos No último dia 18 de março, gestores das superintendências de Tecnologia da Informação, Documentação e Serviços de Apoio, Gestão de Pessoas e Suprimento de Materiais e Serviços, assinaram a documentação dos processos revisados pela consultoria Ernst & Young, conforme as exigências da Lei Sarbanes-Oxley -SOX. A Eletrobrás contratou a consultoria para verificar como estão os processos e controles internos de suas subsidiárias. A consultoria está revisando a documentação dos processos empresariais mapeados e avaliando a eficiência e eficácia dos sistemas de controle interno. Em abril serão feitos os primeiros testes dos controles gerais da tecnologia da informação (TI), verificando o andamento dos planos de ação para correção das falhas apontadas. Novo teste está programado para setembro e a certificação dos processos e controles da Eletronorte será realizada em dezembro. A Agência Brasileira de Inteligência - Abin e a Eletronorte assinaram, termo de cooperação técnica no âmbito do Programa Nacional de Proteção do Conhecimento Sensível. Pelo acordo, a Abin auxiliará a Eletronorte na A PricewaterhouseCoopers virá fazer teste visando à certificação dos processos que garantem a fidedignidade das demonstrações financeiras da Eletronorte. Para que a Eletrobrás mantenha o ADR Nível II na Bolsa de Valores de Nova York, todos os controles de processos significativos devem apresentar zero não-conformidades. A Empresa, com base em critérios estabelecidos pela Eletrobrás e Ernest&Young, terá 30 processos certificados, explica Luís Cláudio Araujo de Almeida, gerente da Controladoria Empresarial e de Participações Societárias e líder do projeto SOX na Eletronorte. Segurança O levantamento e o mapeamento feitos pela Ernst & Young na área de tecnologia da informação envolvem os processos de gerenciamento de mudanças de sistemas, controle de acesso físico e ambiental, controle de acesso lógico e operações referentes à indisponibilidade de aplicativos financeiros e servidores. Esses processos incluem ações conjuntas com a gerência de Medicina e Segurança do Trabalho, pois abrangem os riscos de incêndios, acidentes do trabalho e inspeção das áreas. Com o mapeamento dos processos, foi possível identificar os riscos e detalhar planos de ação para corrigir as deficiências. A consultoria enviou documento para os gestores da Eletronorte, que assinaram o detalhamento do plano de ação para mitigar os riscos, informa Josita Ferreira (foto), gerente de Segurança da Informação. A área é a responsável pela análise dos controles de TI, pelo acesso físico, acesso lógico, segurança, recepção e infraestrutura do Centro de Processamento de Dados, o que inclui no-break, condicionadores de ar e instalações elétricas. No caso de não-conformidades, nós atuamos conforme as determinações da Lei Sarbanes Oxley e as orientações da consultoria. A partir de maio será feito o trabalho de divulgação e conscientização dos controles SOX de TI, tanto na Sede como nas unidades regionais da Eletronorte, acrescenta Josita. Abin e Eletronorte assinam termo de cooperação técnica execução de uma série de ações para proteger os conhecimentos sensíveis que sejam produzidos, manuseados ou mantidos na instituição, cumprindo assim a competência legal da Agência de planejar e executar a proteção dos conhecimentos que, por sua importância estratégica para o Estado e para a sociedade, necessitem de medidas especiais de salvaguarda. As infraestruturas críticas geridas pela Eletronorte serão objetos de proteção nas avaliações de risco realizadas pela Agência. Além disso, a Abin atuará, desde já, no aprimoramento do intercâmbio de informações entre os órgãos, inclusive informando a Eletronorte sobre ameaças críticas para o Brasil, que estejam sob sua responsabilidade.

Programa Pará: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. - Assistente Técnico Local -

Programa Pará: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. - Assistente Técnico Local - Programa Pará: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher - Assistente Técnico Local - No âmbito do Programa Pará - Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial de Políticas para

Leia mais

Programa Pró-equidade de Gênero e Raça. Plano de Ação 5ª Edição. Apoio:

Programa Pró-equidade de Gênero e Raça. Plano de Ação 5ª Edição. Apoio: Presidência da República Secretaria de Políticas para as Mulheres Secretaria de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres Coordenação de Autonomia Econômica das Mulheres Programa Pró-equidade

Leia mais

OUVIDORIA GERAL RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2006

OUVIDORIA GERAL RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2006 OUVIDORIA GERAL RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2006 Apresentação Nossa história Objetivos, Atribuições e Compromisso Nosso Método de Trabalho Manifestações dos Usuários 1. Quantidade 2. Tipos 3. Percentual

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Relatório de Comunicação e Engajamento COE Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Declaração de Apoio Continuo do Presidente 21/08/2015 Para as partes interessadas: Tenho o prazer de confirmar

Leia mais

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Introdução - Comentários Informações baseadas em abril de 2010. Furnas Centrais Elétricas S. A. - Empresa de geração e transmissão,

Leia mais

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO SISTEMA ELETROBRÁS Ubirajara Rocha Meira Diretor de Tecnologia 12ª Feira Internacional da Indústria Elétrica e Eletrônica Belo Horizonte MG 19-22 AGOSTO 2008 Sumário O Sistema

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 Palestras informativas Promover ações educativas para a promoção do voluntariado transformador. Mobilizar voluntários. Toda a comunidade de Curitiba e Região Metropolitana

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher TERMO DE REFERENCIA Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Supervisão Geral No âmbito do Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

Plano de Ação 4ª Edição

Plano de Ação 4ª Edição Presidência da República Secretaria de Políticas para as Mulheres Subsecretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas Coordenação Geral de Programas e Ações do Trabalho Programa Pró-equidade de

Leia mais

O BRASIL SEM MISÉRIA APRESENTAÇÃO

O BRASIL SEM MISÉRIA APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O BRASIL SEM MISÉRIA O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome decidiu organizar este livro por vários motivos. Um deles é evitar que o histórico da construção do Plano Brasil

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.707, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2006. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração

Leia mais

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015 PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Julho/2015 RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO Este Manual/Relatório foi elaborado pela ATIVA com fins meramente informativos. É proibida a reprodução total ou

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Crescendo junto com o Brasil. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria

Leia mais

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão 1. OBJETIVO DO FÓRUM O Fórum das Estatais pela Educação tem a coordenação geral do Ministro Chefe da Casa Civil, com a coordenação executiva

Leia mais

PROGRAMA VIVER+ - QUALIDADE DE VIDA, PREVENÇÃO POSITHIVA E INCLUSÃO SOCIAL

PROGRAMA VIVER+ - QUALIDADE DE VIDA, PREVENÇÃO POSITHIVA E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA VIVER+ - QUALIDADE DE VIDA, PREVENÇÃO POSITHIVA E INCLUSÃO SOCIAL PARA PVHA INOVANDO A GESTÃO DE PROJETOS: A EXPERIÊNCIA DOS COMITÊS DE ACOMPANHAMENTO DO VIVER+ Junho, 2009 RESUMO 1 Diversos projetos

Leia mais

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016.

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. O Ministério do Trabalho e Emprego, o Tribunal Regional do Trabalho,

Leia mais

Nota técnica Março/2014

Nota técnica Março/2014 Nota técnica Março/2014 Sistemas de Saneamento no Brasil - Desafios do Século XXI João Sergio Cordeiro O Brasil, no final do ano de 2013, possuía população de mais de 200 milhões de habitantes distribuídos

Leia mais

Dados Gerais da Experiência. Rede Social de Angico, Peixe e Região. Instituto Lina Galvani

Dados Gerais da Experiência. Rede Social de Angico, Peixe e Região. Instituto Lina Galvani Nome da experiência candidata Organização candidata Nome postulante Dados Gerais da Experiência Rede Social de Angico, Peixe e Região Instituto Lina Galvani Cecília Galvani Telefone 55 11 767-000 E-mail

Leia mais

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Termo de Referência Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico No âmbito do Programa Pernambuco Trabalho e Empreendedorismo da Mulher conveniado

Leia mais

Transporte. Passageiros. Fretamento. Concurso. Motorista.

Transporte. Passageiros. Fretamento. Concurso. Motorista. Concurso Motorista Padrão. Autora: Rosa Maria Júlio Landin SINFRECAR Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Por Fretamento de Campinas e Região Rua Dr. Silva Mendes, nº. 266 Vila Industrial

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 Resumo Mesa 1 Questão 1 O que dá significado/contribui para a participação do funcionário

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 1 Composição Orçamentária ISAGS - 2013 (*) Natureza Valor anual (US$) Percentual Projetos 42,6% 1.001.200,00 Pessoal 37,9% 892.958,00 Gastos Operacionais

Leia mais

A participação nessas atividades será comprovada através de um formulário denominada Relatório de Atividades Complementares (RAC).

A participação nessas atividades será comprovada através de um formulário denominada Relatório de Atividades Complementares (RAC). Manual do Aluno OBJETIVO A Faculdade do Pará implantou o Programa de Treinamento Profissional (PTP) para que você possa realizar ações práticas, desde o primeiro período do curso, ligado a profissão que

Leia mais

PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA art. 93 da Lei 8.213/91

PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA art. 93 da Lei 8.213/91 PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA art. 93 da Lei 8.213/91 Pelo presente pacto, de um lado o SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE GRANDES ESTRUTURAS NO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

Projeto de Desenvolvimento de Capacidade de Governança no Brasil 2008-2011

Projeto de Desenvolvimento de Capacidade de Governança no Brasil 2008-2011 Projeto de Desenvolvimento de Capacidade de Governança no Brasil 2008-2011 Plano de Implementação do Projeto Maio de 2008 Março de 2011 Índice Plano de Implementação do Projeto (PIP): i. Sumário Executivo

Leia mais

COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU

COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU SUMÁRIO 03 Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global 04 Quem Somos 05 Nossa Missão, Visão e Valores 06 Pacto Global - ONU 07 Direitos Humanos

Leia mais

Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014

Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014 Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014 Metas para 2014 definidas no início de 2014 Elaborar Plano de Gerenciamento dos Resíduos

Leia mais

Números de Deliberações Ano de 2004

Números de Deliberações Ano de 2004 001 002 003 Números de Deliberações Ano de 2004 DOE. 09/03/04, Seção I, p.36 DELIBERAÇÃO CEETEPS N.º 01, DE 08 DE MARÇO DE 2004 Dispõe sobre a prestação, no âmbito da Administração Central e das Unidades

Leia mais

Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013. Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013

Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013. Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013 Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013 Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013 Orientações para preenchimento Este formulário é utilizado pela Secretaria de

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

REGULAMENTO. I Prêmio do Empreendedorismo Universitário

REGULAMENTO. I Prêmio do Empreendedorismo Universitário REGULAMENTO I Prêmio do Empreendedorismo Universitário 1. INTRODUÇÃO 1.1. O presente regulamento visa orientar os interessados em participar da 1.ª edição do Prêmio do Empreendedorismo Universitário, iniciativa

Leia mais

Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes

Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (através do

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE LEI nº, de de (Projeto de Lei nº 00/04, do Executivo) Institui o Programa Oportunidade Solidária, estabelece princípios fundamentais e objetivos da Política de Fomento à Economia Popular Solidária do Município

Leia mais

II Fórum Técnico - "Matriz Energética Brasileira" Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões. Bloco Categoria Subcategoria

II Fórum Técnico - Matriz Energética Brasileira Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões. Bloco Categoria Subcategoria Bloco Categoria Subcategoria II Fórum Técnico - "Matriz Energética Brasileira" Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões 1. O empreendimento em geral 1.1. Materialização do empreendimento

Leia mais

Políticas de Desenvolvimento para as Mulheres Rurais a partir de uma perspectiva de Raça a e Gênero. Andrea Butto

Políticas de Desenvolvimento para as Mulheres Rurais a partir de uma perspectiva de Raça a e Gênero. Andrea Butto Políticas de Desenvolvimento para as Mulheres Rurais a partir de uma perspectiva de Raça a e Gênero Andrea Butto Ministério do Desenvolvimento Agrário Temas abordados Estados assumiram compromissos que

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 5 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.405, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 1ª FEIRA DO SUL DO BRASIL COM SOLUÇÕES COMPLETAS DE GESTÃO, SERVIÇOS E TECNOLOGIA PARA A SUA EMPRESA Na EXPEN 2014, você encontrará tecnologia,

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

Projeto GT de Empresas do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção

Projeto GT de Empresas do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção Projeto GT de Empresas do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção O Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção Com 3 anos de existência, a secretaria executiva do Pacto Empresarial

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 15 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

Tucuruí terá o primeiro parque hidrocinético do Brasil

Tucuruí terá o primeiro parque hidrocinético do Brasil Jornal Mural A Tucuruí terá o primeiro parque hidrocinético do Brasil Usina Hidrelétrica Tucuruí vai abrigar o primeiro parque hidrelétrico hidrocinético fluvial do Brasil. No mês de novembro a Usina Hidrelétrica

Leia mais

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA INFORMATIVO DEZEMBRO DE 2013 Acesse também: www.mariana.gov.br MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA Promover a criação de um ambiente favorável para valorizar a micro e pequena empresa,

Leia mais

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES

PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES PRINCÍPIOS E NORMAS DE CONDUTA EMPRESARIAL NA RELAÇÃO DE FURNAS COM SEUS FORNECEDORES Outubro/2009 1/8 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. ABRANGÊNCIA 3. OBJETIVOS 4. CÓDIGO DE CONDUTA EMPRESARIAL 4.1 NORMAS DE CONDUTA

Leia mais

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí O que é? O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí é uma associação de direito privado, sem

Leia mais

APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM

APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM PROEX N º 05/2015/PROEX APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM EXECUÇÃO: 10 JULHO DE 2015 A 10 DE DEZEMBRO DE 2015. 1 PROEX Nº 05/2015 EDITAL PROGRAMA MULHERES SIM A Reitora do Instituto Federal de Santa Catarina,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 003/2013 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 003/2013 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 003/2013 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A Fundação Interuniversitária de Estudos e Pesquisa sobre o Trabalho (UNITRABALHO), criada em 1996 com a missão de integrar universidades

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Definições

REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Definições UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI Curso de Arquitetura e Urbanismo Laboratório de Planos e Projetos REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I Definições Art.1º O Laboratório de Planos e Projetos (LAPP) agrega

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 002/2009 SERVIÇOS DE CONSULTORIA DE COORDENAÇÃO DO PROJETO Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Relações Institucionais)

Leia mais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Financiamento e apoio técnico BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Estão abertas inscrições online até 30 de novembro para o edital bianual da BrazilFoundation que selecionará

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.405, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. Institui o Programa Pró-Catador, denomina Comitê Interministerial para Inclusão Social

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012

ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012 ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ PLANO DE AÇÃO 2012 Avenida Oliveira Paiva, 2621 Seis Bocas Fortaleza, Ceará, CEP: 60.822-131 Tel: (85) 4006.4058 Fax: (85) 4006.4059

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.813, DE 22 DE JUNHO DE 2006. Aprova a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e dá outras providências.

Leia mais

Projeto Empreendendo. Mostra Local de: Tomazina. Categoria do projeto: I - Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente)

Projeto Empreendendo. Mostra Local de: Tomazina. Categoria do projeto: I - Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Mostra Local de: Tomazina Projeto Empreendendo Categoria do projeto: I - Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Serviço Social da Indústria - SESI Cidade:

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes Com o objetivo de garantir a presença da população na construção e no planejamento de políticas públicas, o Governo de Minas Gerais instituiu

Leia mais

Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce

Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce PARCERIA Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce Ajudando a formar cidadãos transformadores que salvam vidas através da doação de sangue. Um projeto da Captação de Doadores e Diretoria de Hemoterapia 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO

SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO PICA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE NO AMBIENTE DE TRABALHO Autores Adão Vieira Gonçalves Adhemar Augusto Craveiro Neide Aparecida Leão Guesso Sandra Inêz Moura

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA BR/2001/PI/H/4 EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA Os Ministros da Educação da América Latina e do Caribe, reunidos a pedido da UNESCO, na VII Sessão do Comitê Intergovernamental Regional do Projeto

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO MINIEMPRESA 2014

REGULAMENTO PRÊMIO MINIEMPRESA 2014 REGULAMENTO PRÊMIO MINIEMPRESA 2014 O Prêmio Miniempresa é uma competição nacional entre as Miniempresas do Brasil, organizada pela Associação Junior Achievement do Brasil. O objetivo é incentivar nos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653 Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653 Estabelece a forma de organização e regulamenta o funcionamento das unidades administrativas da Secretaria de Trabalho e Geração

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA Guia Básico do Proponente Resumo das diretrizes e critérios da Coelba/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

Jovens cuidando do Brasil

Jovens cuidando do Brasil ação constitui uma parte da política dos três R reduzir, reutilizar e reciclar, depreende-se a necessidade de um trabalho com lixo que se inicie com uma revisão crítica dos hábitos e padrões de consumo.

Leia mais

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 1.Perspectiva Desenvolvimento de Pessoas Objetivo: Implantar Cursos de Idiomas para os servidores e alunos, de modo especifico em Frances. RESPONSÁVEL: Profª

Leia mais

Manual de Orientação do Selo da Diversidade

Manual de Orientação do Selo da Diversidade Manual de Orientação do Selo da Diversidade SELO DA DIVERSIDADE ETNICO-RACIAL DA CIDADE DE SALVADOR É uma política pública criada pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal da Reparação

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO!

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! O ambiente de Tecnologia da Informação (TI) vem se tornando cada vez mais complexo, qualquer alteração ou configuração incorreta pode torná-lo vulnerável

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA N.º 806/2007. (publicada no DOE nº 236, de 13 de dezembro de 2007) Dispõe sobre o Programa de Gerenciamento

Leia mais

Secretaria Especial de Política para as Mulheres

Secretaria Especial de Política para as Mulheres Secretaria Especial de Política para as Mulheres Gestão da Transversalidade de Gênero nas Políticas Públicas Incentivo à Autonomia Econômica das Mulheres no Mundo do Trabalho Prevenção e Combate à Violência

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 1 Fragilidade resultado inferior a 50% Ponto a ser melhorado 50% e 59,9% Potencialidade igual ou

Leia mais

I Seminário Alagoano Pró-Catador Dias 15 e 16 de maio de 2014 Maceió Alagoas

I Seminário Alagoano Pró-Catador Dias 15 e 16 de maio de 2014 Maceió Alagoas I Seminário Alagoano Pró-Catador Dias 15 e 16 de maio de 2014 Maceió Alagoas Encaminhamentos e deliberações aprovados em Plenária: 1 Deve ocorrer assinatura de TAC entre os Municípios, incluindo a capital

Leia mais

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental I. Contexto Criada em 1996, a reúne atualmente oito Estados Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique,

Leia mais

Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a FNQ é uma instituição sem fins lucrativos, cujo objetivo é disseminar

Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a FNQ é uma instituição sem fins lucrativos, cujo objetivo é disseminar Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a FNQ é uma instituição sem fins lucrativos, cujo objetivo é disseminar os Fundamentos da Excelência em Gestão para organizações

Leia mais

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RESULTADOS PESQUISA COM COMITÊS Definição e significado do PGQP para os comitês: Definições voltadas para ao Programa Significado do PGQP Qualificação das organizações

Leia mais

Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade

Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade EDITAL 2015 PROJETO BRA/11/023 Desenvolvimento de capacidades, de justiça econômica sustentável e promoção de boas

Leia mais

TELECENTROS.BR PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES. Informações preliminares Outubro de 2009

TELECENTROS.BR PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES. Informações preliminares Outubro de 2009 TELECENTROS.BR PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES Informações preliminares Outubro de 2009 1 OBSERVAÇÃO IMPORTANTE Esta apresentação é baseada na consolidação da proposta preliminar

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede

Leia mais

PROGRAMA AGENDA TJPA SOCIOAMBIENTAL

PROGRAMA AGENDA TJPA SOCIOAMBIENTAL PROGRAMA AGENDA TJPA SOCIOAMBIENTAL PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Excelentíssima Senhora Desembargadora Presidente do Tribunal de Justiça do Estado: Submetemos à apreciação de Vossa Excelência

Leia mais

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO EDUCAÇÃO 38 GRUPO POSITIVO Contribuição para o desenvolvimento Positivo trabalha para que sua contribuição ao ensino de O qualidade extrapole suas unidades e alcance de forma construtiva toda a sociedade.

Leia mais

III Encontro Cultivando Água Boa/Porã/Agenda 21 da Bacia Hidrográfica Paraná III

III Encontro Cultivando Água Boa/Porã/Agenda 21 da Bacia Hidrográfica Paraná III O III Cultivando Água Boa/Porã/Agenda 21 da Bacia Hidrográfica do Paraná III, realizado em Foz do Iguaçu, Brasil, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro de 2006, com a presença de 2.300 participantes,

Leia mais

NOSSA MISSÃO NOSSA ASPIRAÇÃO NOSSOS CLIENTES

NOSSA MISSÃO NOSSA ASPIRAÇÃO NOSSOS CLIENTES NOSSA MISSÃO Estimular e apoiar as organizações para o desenvolvimento e evolução de sua gestão, por meio da disseminação dos Fundamentos e Critérios de Excelência, para que se tornem sustentáveis, cooperativas

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Elisabeth Gomes elisabeth.gomes@sbgc.org.br Diretora de relações com o governo - SBGC 2º Fórum de Gestão

Leia mais

Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global

Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global SUMÁRIO 03 Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global 04 Quem Somos 05 Nossa Missão, Visão e Valores 06 Pacto Global ONU 07 Direitos Humanos 10 Respeito ao Trabalho 17 Meio Ambiente 20 Anticorrupção

Leia mais

PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP

PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS UNIVERSITÁRIOS DA SABESP PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP OUTUBRO, 2002 ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS UNIVERSITÁRIOS DA SABESP - APU INTRODUÇÃO A Associação

Leia mais

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais.

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais. sustentabilidade Qualidade em serviços/aprendizagem e desenvolvimento O desenvolvimento profissional é essencial para mantermos a qualidade de nossos serviços, assegurarmos o crescimento da Organização

Leia mais

PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO

PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO Diretrizes para Contratação de Consultoria para elaboração do Resumo do Plano e Complementações. 1.INTRODUÇÃO O CEIVAP aprovou recursos

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 Sete Lagoas Março de 2014 Sumário 1. DADOS DA INSTITUIÇÃO... 4 1.1. Composição da Comissão

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO 1 Função no Projeto Facilitação especializada em metodologias pedagógicas

Leia mais

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades:

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades: Finalidade A conservação da biodiversidade e de demais atributos da Mata Atlântica depende de um conjunto articulado de estratégias, incluindo a criação e a implantação de Unidades de Conservação, Mosaicos

Leia mais

PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA ARTIGO 93 DA LEI Nº 8.213/91

PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA ARTIGO 93 DA LEI Nº 8.213/91 PACTO COLETIVO PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA ARTIGO 93 DA LEI Nº 8.213/91 Pelo presente instrumento, SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO PESADA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SINICESP, Registro Sindical

Leia mais

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL Pernambuco, 2012 PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL DOCUMENTO DE TRABALHO Sobre um Plano de Ação relativo à Proteção e ao Bem-Estar dos Animais 2012-2015 Base estratégica das ações propostas

Leia mais

Projetos em Implementação no PEE 2015

Projetos em Implementação no PEE 2015 Tipo: Poder público Nome do Projeto: Eficientização do Porto Digital O Projeto constituiu na substituição do sistema de refrigeração, composto por chillers, refrigerados, ar splits distribuídos por alguns

Leia mais