EX: AUTO DE BUSCA E APREENSÃO; AUTO DE DESPEJO; AUTO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE ETC.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EX: AUTO DE BUSCA E APREENSÃO; AUTO DE DESPEJO; AUTO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE ETC."

Transcrição

1 SEMANA DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA MÁRIO AUGUSTO ALBIANI ALVES JÚNIOR JUIZ DE DIREITO 1. INTRODUÇÃO O oficial de justiça exerce função de incontestável relevância no universo judiciário. É através dele que se concretiza grande parte dos comandos judiciais atuando o meirinho como verdadeira longa manus do magistrado. É um auxiliar da Justiça e, no complexo de sutilezas dos atos processuais, é elemento importante para a plena realização da justiça. (Leonel Baldasso Pires, 1994) 2. FÉ PÚBLICA, CERTIDÃO E AUTO FÉ PÚBLICA: PRERROGATIVA INERENTE AO OFICIAL DE JUSTIÇA. ATESTAÇÃO QUALIFICADA DOTADA DE PRESUNÇÃO DE VERACIDADE, LEVANDO SEGURANÇA A TODOS QUE PARTICIPAM DO PROCESSO, PODENDO SER CONTESTADA APENAS MEDIANTE PROVA ROBUSTA EM CONTRÁRIO. 2. FÉ PÚBLICA, CERTIDÃO E AUTO CERTIDÃO: ATO PELO QUAL O OFICIAL DE JUSTIÇA ATESTARÁ A OCORRÊNCIA DE UM FATO, MEDIANTE FÉ PÚBLICA. DEVE SER CLARA E PORMENORIZADA, LEVANDO AOS AUTOS ELEMENTOS DE CONVENCIMENTO. 2. FÉ PÚBLICA, CERTIDÃO E AUTO AUTO: ATO PRATICADO PELO OFICIAL DE JUSTIÇA. NARRATIVA DE UMA PROVIDÊNCIA, MEDIDA OU ATO PROCESSUAL, CONTENDO TODOS OS ELEMENTOS REVELADORES DA SITUAÇÃO. NÃO SE CONFUNDE COM A CERTIDÃO. DIZ RESPEITO ÀS HIPÓTESES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA E VOLUNTÁRIA. EX: AUTO DE BUSCA E APREENSÃO; AUTO DE DESPEJO; AUTO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE ETC. 2. FÉ PÚBLICA, CERTIDÃO E AUTO REQUISITOS DO AUTO: - TÍTULO (EX: AUTO DE BUSCA E APREENSÃO; AUTO DE DESPEJO; AUTO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE ETC) - DATA, HORA, VARA E COMARCA EM QUE O ATO FOI REALIZADO

2 - NOME DO MAGISTRADO QUE DETERMINOU O ATO - IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES E NÚMERO DO PROCESSO - ENDEREÇO ONDE FOI REALIZADO O ATO - NOME DE TODAS AS PARTES ENVOLVIDAS NA DILIGÊNCIA E SUAS ASSINATURAS - ASSINATURA DO OFICIAL CONCEITO: ATO PROCESSUAL É TODO AQUELE QUE ENTRA NA FORMAÇÃO DO PROCESSO PARA DAR VIDA E MOVIMENTO À AÇÃO. (PEDRO DOS REIS NUNES) ATO PROCESSUAL CONSUBSTANCIA-SE NA MANIFESTAÇÃO DE VONTADE DOS SUJEITOS DO PROCESSO, VISANDO A MODIFICAÇÃO, CONSTITUIÇÃO OU EXTINÇAO DA RELAÇÃO PROCESSUAL DENTRO DO PROCEDIMENTO ATRAVÉS DE UM CONJUNTO LÓGICO E SUCESSIVO DE ATOS PREVISTOS EM LEI. - CABE AO OFICIAL DE JUSTIÇA TRAZER O MUNDO EXTERIOR DO PROCESSO, LEVANDO AOS AUTOS A EFETIVA REALIDADE DOS FATOS. CLASSIFICAÇÃO: OS ATO PROCESSUAIS PODEM SER DIVIDIDOS EM ATOS PROCESSUAIS INTERNOS E EXTERNOS: INTERNOS: COMUNICAÇÃO DO ATOS ENDOPROCESSUAIS, SEJA FISICAMENTE OU POR VIAS ELETRÔNICAS ATRAVÉS DA CENTRAL DE MANDADOS. EX: ATOS DE DISTRIBUIÇÃO, DEVOLUÇAO E BAIXA DOS MANDADOS. EXTERNOS: REALIZAÇÃO DE INTIMAÇÕES, CITAÇÕES, ARRESTO, PENHORA, BUSCA E APREENSÃO ETC. FORMA DO ATO: CONJUNTO DE SOLENIDADES QUE TORNAM O ATO JURÍDICO EFICAZ. - É ATRAVÉS DA FORMA QUE A DECLARAÇÃO DE VONTADE SE MATERIALIZA, TORNANDO-SE ATO JURÍDICO PROCESSUAL E LEVANDO SEGURANÇA ÀS PARTES. - ENTRETANTO, O EXCESSO DE FORMALIDADE PODE SE MOSTRAR CONTRÁRIA À EFETIVAÇÃO DO DIREITO.

3 PRINCÍPIO DA INSTRUMENTALIDADE DAS FORMAS: NÃO HAVERÁ PREJUÍZO ACASO O OFICIAL DE JUSTIÇA, QUANDO DA ELABORAÇÃO DO ATO (CITAÇÃO, INTIMAÇÃO, NOTIFICAÇÃO, AUTO), ATINJA A FINALIDADE PERSEGUIDA. - HÁ DE SE OBEDECER, NO ENTANTO, AS ORIENTAÇÕES ADVINDAS DA CENTRAL DE MANDADOS, COM O OBJETIVO DE PADRONIZAR AS DILIGÊNCIAS. Art Os atos e termos processuais não dependem de forma determinada senão quando a lei expressamente a exigir, reputando-se válidos os que, realizados de outro modo, Ihe preencham a finalidade essencial. TEMPO DO ATO: ARTS. 172, 173 E 175, DO CPC. Art Os atos processuais realizar-se-ão em dias úteis, das 6 (seis) às 20 (vinte) horas. 1 o Serão, todavia, concluídos depois das 20 (vinte) horas os atos iniciados antes, quando o adiamento prejudicar a diligência ou causar grave dano. TEMPO DO ATO: Art Durante as férias e nos feriados não se praticarão atos processuais. Excetuam-se: (...) II - a citação, a fim de evitar o perecimento de direito; e bem assim o arresto, o seqüestro, a penhora, a arrecadação, a busca e apreensão, o depósito, a prisão, a separação de corpos, a abertura de testamento, os embargos de terceiro, a nunciação de obra nova e outros atos análogos. TEMPO DO ATO: - SÁBADOS: AO CONTRÁRIO DOS PRAZOS, PARA EFEITOS DE REALIZAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS, CONSIDERAR-SE-Á SÁBADO COMO DIA ÚTIL: Art São feriados, para efeito forense, os domingos e os dias declarados por lei. DO LUGAR: - EM REGRA, O LOCAL DA REALIZAÇÃO DO ATO SERÁ O CONSTANTE NO MANDADO. ENTRETANTO, VISANDO DAR EFETIVIDADE À ORDEM JUDICIAL, DEVE O OFICIAL DE JUSTIÇA PROCURAR O RÉU E, ONDE O ENCONTRAR, CITÁ- LO. (ART. 216, CAPUT, E ART. 226, DO CPC)

4 Art A citação efetuar-se-á em qualquer lugar em que se encontre o réu. DO LUGAR: Art Incumbe ao oficial de justiça procurar o réu e, onde o encontrar, citá-lo: I - lendo-lhe o mandado e entregando-lhe a contrafé; II - portando por fé se recebeu ou recusou a contrafé; III - obtendo a nota de ciente, ou certificando que o réu não a apôs no mandado. LIMITAÇÕES À REALIZAÇÃO DOS ATOS: - O CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ESTABELECE HIPÓTESES NAS QUAIS O OFICIAL DE JUSTIÇA SE ENCONTRARÁ OBSTADO DE EFETUAR O CUMPRIMENTO DO ATO PROCESSUAL, SALVO, POR ÓBVIO, EM CASO DE PERECIMENTO DO DIREITO: (ARTS. 217 E 218, DO CPC) Art Não se fará, porém, a citação, salvo para evitar o perecimento do direito: I - a quem estiver assistindo a qualquer ato de culto religioso; II - ao cônjuge ou a qualquer parente do morto, consangüíneo ou afim, em linha reta, ou na linha colateral em segundo grau, no dia do falecimento e nos 7 (sete) dias seguintes; III - aos noivos, nos 3 (três) primeiros dias de bodas; IV - aos doentes, enquanto grave o seu estado. Art Também não se fará citação, quando se verificar que o réu é demente ou está impossibilitado de recebê-la. 1 o O oficial de justiça passará certidão, descrevendo minuciosamente a ocorrência. O juiz nomeará um médico, a fim de examinar o citando. O laudo será apresentado em 5 (cinco) dias. 2 o Reconhecida a impossibilidade, o juiz dará ao citando um curador, observando, quanto à sua escolha, a preferência estabelecida na lei civil. A nomeação é restrita à causa. 3 o A citação será feita na pessoa do curador, a quem incumbirá a defesa do réu. OBS: NAS HIPÓTESES DE IMPOSSIBILIDADE SUPERVENIENTE DE RECEBER A INTIMAÇAO, APLICAR-SE-Á O DISPOSITIVO LEGAL ACIMA EXPOSTO, HAJA VISTA QUE CONSIDERA-SE O SUJEITO INCAPAZ À ÉPOCA DA DILIGÊNCIA.

5 CAPACIDADE DE DIREITO: É ATRIBUTO DE TODA E QUALQUER PESSOA, DECORRE SIMPLESMENTE DO NASCIMENTO COM VIDA. CAPACIDADE DE FATO: É ATRIBUTO DE ADQUIRIR E EXERCER DIREITOS SEM NECESSIDADE DE ASSISTÊNCIA OU REPRESENTAÇÃO. ART. 9º, CPC - O juiz dará curador especial: I ao incapaz, se não tiver representante legal, ou se os interesses deste colidirem com os daquele. - SEGREDO DE JUSTIÇA: - O CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PREVÊ, AINDA, A HIPÓTESE DO ATO PRATICADO ESTAR ACOBERTADO PELO SEGREDO DE JUSTIÇA (ART. 155, DO CPC), DEVENDO O OFICIAL DE JUSTIÇA TRANSMITIR O CONTEÚDO DO MANDADO APENAS ÀQUELE PARA QUEM ESTÁ ENDEREÇADO. - NEM MESMO O ADVOGADO DA PARTE PODERÁ VISUALIZAR O MANDADO. - PODERÁ O ADVOGADO, NO ENTANTO, ACOMPANHAR O OFICIAL QUANDO DA ENTREGA DO MANDADO À PARTE. VEJA-SE O QUE DISPÕE O ART. 155, DO CPC: Art Os atos processuais são públicos. Correm, todavia, em segredo de justiça os processos: I - em que o exigir o interesse público; Il - que dizem respeito a casamento, filiação, separação dos cônjuges, conversão desta em divórcio, alimentos e guarda de menores. INTERESSE PÚBLICO: TRATA-SE DE CONCEITO VAGO, SEM LIMITES PRECISOS. A DOUTRINA COSTUMA AFIRMAR QUE ESTARÁ PRESENTE O INTERESSE PÚBLICO QUANDO A DIVULGAÇÃO DOS DADOS E DOS ATOS PROCESSUAIS POSSA CAUSAR PREJUÍZO AOS INTERESSADOS, VIOLANDO O DIREITO CONSTITUCIONAL À INTIMIDADE E VIDA PRIVADA. - INVIOLABILIDADE DO DOMICÍLIO: A TERCEIRA LIMITAÇÃO A SER DESTACADA TRATA-SE DO RESPEITO AO DOMICÍLIO (ART. 5º, INCISO XI, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E 2º, DO ART. 172, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL):

6 ART. 5º, XI, CF - a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial; - INVIOLABILIDADE DO DOMICÍLIO: O 2º, DO ART. 172, DO CPC ESTABELECE, AINDA, QUE MEDIANTE AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO MAGISTRADO, A CITAÇÃO PODERÁ SER REALIZADA EM DOMINGOS, FERIADOS E FORA DO HORÁRIO COMUM, DESDE QUE DURANTE O DIA. VEJA-SE O CITADO ARTIGO: 2º, DO ART. 172, DO CPC: A citação e a penhora poderão, em casos excepcionais, e mediante autorização expressa do juiz, realizar-se em domingos e feriados, ou nos dias úteis, fora do horário estabelecido neste artigo, observado o disposto no art. 5 o, inciso Xl, da Constituição Federal. VISÃO GERAL OS ATOS PROCESSUAIS EXTERNOS SÃO AQUELES REALIZADOS FORA DOS LIMITES DA SERVENTIA JUDICIAL. DIZ RESPEITO A CITAÇÃO, INTIMAÇÃO, NOTIFICAÇÃO E DEMAIS ATOS DO OFICIAL DE JUSTIÇA (EX: CUMPRIMENTO DE AUTOS). VISÃO GERAL CITAÇÃO: ATO FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO VÁLIDO DO PROCESSO, PREVENINDO A JURISDIÇÃO, TORNANDO A COISA LITIGIOSA, INDUZINDO A LITISPENDÊNCIA, CONSTITUINDO EM MORA O DEVEDOR E INTERROMPENDO A PRESCRIÇÃO. INTIMAÇÃO: ATO EM QUE SE DÁ CIÊNCIA AO SUJEITO DOS TERMOS DO PROCESSO, PODENDO DETERMINAR QUE FAÇA OU DEIXE DE FAZER ALGO. NOTIFICAÇÃO: ATO QUE POSSUI CARÁTER EMINENTEMENTE PREVENTIVO, TENDO POR OBJETIVO PREVENIR RESPONSABILIDADES E DIRIMIR ALEGAÇÕES FUTURAS DE DESCONHECIMENTO DOS TERMOS DOS AUTOS. DEMAIS ATOS DO OFICIAL DE JUSTIÇA: OS ATOS DO OFICIAL DE JUSTIÇA NÃO SE LIMITAM AOS 3 (TRÊS) CITADOS ACIMA, AO CONTRÁRIO, DETÉM EM SUA ROTINA A ELABORAÇÃO E CUMPRIMENTO DE DIVERSAS OUTRAS DILIGÊNCIAS. EX: AUTO DE PENHORA, AUTO DE SEQUESTRO ETC. IMPORTANTE: INSTA RESSALTAR QUE EM DETERMINADAS OCASIÕES A ELABORAÇÃO DO AUTO TAMBÉM DEVERÁ SER ACOMPANHADA DA

7 REALIZAÇÃO DA CITAÇÃO/NOTIFICAÇÃO/INTIMAÇÃO PELO OFICIAL, E A CONSEQUENTE LAVRATURA DO DOCUMENTO CORRESPONDENTE JUNTO AOS AUTOS. CITAÇÃO: É O ATO PELO QUAL SE CHAMA A JUÍZO O RÉU OU O INTERESSADO A FIM DE SE DEFENDER. (ART. 213, DO CPC) CITAÇÃO REAL/PESSOAL: É REALIZADA PESSOALMENTE, PODENDO SE DAR ATRAVÉS DE CITAÇÃO POSTAL (CORREIOS), POR MEIO ELETRÔNICO (PORTAL) OU ATRAVÉS DE OFICIAL DE JUSTIÇA. CITAÇÃO FICTA: SE DÁ ATRAVÉS DE AVISOS, NÃO EXISTINDO CERTEZA SE O RÉU FOI EFETIVAMENTE CITADO. PODE SE DAR ATRAVÉS DE EDITAL OU POR HORA CERTA. OBS: APLICAR-SE-ÃO AS REGRAS PERTINENTES À CITAÇÃO PARA A INTIMAÇÃO, ACASO NÃO HAJA DISPOSIÇÃO LEGAL EM CONTRÁRIO. - EM REGRA SERÁ EFETUADA PELO CORREIO, SALVO NAS HIPÓTESES DO ART. 222, DO CPC, EM QUE SERÁ ATRAVÉS DE MANDADO: Art A citação será feita pelo correio, para qualquer comarca do País, exceto: a) nas ações de estado; b) quando for ré pessoa incapaz; c) quando for ré pessoa de direito público; d) nos processos de execução; e) quando o réu residir em local não atendido pela entrega domiciliar de correspondência; f) quando o autor a requerer de outra forma. MODELO DE CERTIDÃO: Certifico que, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n. xxxxxxxxx, compareci no endereço consignado e, às 14 horas, CITEI FULANO DE TAL (nome em negrito e em caixa alta), pelo inteiro teor do mandado, o qual após a leitura exarou sua nota de ciente e aceitou a contrafé que ofereci. Dou fé. Local, data. P. J.

8 - CITAÇÃO POR HORA CERTA: MODALIDADE DE CITAÇÃO FICTA. OCORRE QUANDO, APÓS SER PROCURADO EM SUA RESIDÊNCIA, POR TRÊS VEZES, EM DIAS E HORÁRIOS DIFERENTES, NÃO FOR ENCONTRADO O RÉU, E EXISTIR SUSPEITA DE OCULTAÇÃO. - SUSPEITA DA OCULTAÇÃO: REQUISITO SUBJETIVO, EM QUE O OFICIAL DE JUSTIÇA DEVERÁ EVIDENCIAR QUE O SUJEITO NÃO ENCONTRADO TEM O PROPÓSITO DE EVITAR A CONSUMAÇÃO DO ATO PROCESSUAL CITAÇÃO POR HORA CERTA. PROCEDIMENTO: - O OFICIAL DEVERÁ PROCURAR O RÉU EM SEU DOMICÍLIO POR TRÊS VEZES, SEM SUCESSO; - DEVERÁ FICAR CONFIGURADA A SUSPEITA DA OCULTAÇÃO; - DETERMINARÁ DIA E HORA PARA RETORNAR À RESIDÊNCIA; - ACASO NÃO ENCONTRE O SUJEITO, DEVERÁ DEIXAR A CONTRAFÉ COM PESSOA DA FAMÍLIA OU VIZINHO; - A CONTRAFÉ DEVERÁ CONTER O LOCAL, OS DIAS E HORAS EM QUE PROCUROU O CITANDO, BEM COMO OS MOTIVOS QUE LEVARAM A SUSPEITAR DE OCULTAÇÃO INTENCIONAL E, POR FIM, NOME DOS SUJEITOS ENVOLVIDOS (A QUEM FOI ENTREGUE A CONTRAFÉ E A QUEM FOI DEIXADO O AVISO DO DIA E HORA DA CITAÇÃO) MODELO CITAÇÃO POR HORA CERTA: Certifico que, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n. XXXXXXXX, compareci no endereço consignado, por três vezes, em dias distintos (9, 12 e 13) e deixei de proceder a CITAÇÃO de Fulana de tal, em virtude de não a encontrar pessoalmente. Suspeitando que a requerida se oculta deliberadamente para evitar a citação, na conformidade do artigo 227 do Código de Processo Civil, designei-lhe hora certa para o dia 15 de setembro, às 13 horas. Intimei o sogro da citanda, Sr. Beltrano, da diligência designada, o qual bem ciente ficou de que sua nora deveria estar presente para ser citada na forma da lei. Dou fé. Local, data. P.J.

9 INTIMAÇÃO: É O ATO PELO QUAL SE DÁ CIÊNCIA A ALGUÉM DOS ATOS E TERMOS DO PROCESSO, PARA QUE FAÇA OU DEIXE DE FAZER ALGO. - TAMBÉM ADMITE A MODALIDADE POR HORA CERTA. MODELO INTIMAÇÃO: Certifico que, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n , compareci no endereço consignado e, às 14 horas, INTIMEI FULANO DE TAL (nome em negrito e em caixa alta), pelo inteiro teor do mandado, o qual após a leitura exarou sua nota de ciente e aceitou a contrafé que ofereci. Dou fé. Local, data. P. J. PENHORA DE BENS: MEIO PELO QUAL SE INDIVIDUALIZA O BEM DO PATRIMÔNIO DO EXECUTADO, PASSANDO A SUJEITAR-SE À EXECUÇÃO. CABERÁ PENHORA DE BENS NO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA E NA EXECUÇÃO EXTRAJUDICIAL. PENHORA NO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA: CONSOANTE O 3º, DO ART 475-J, O CREDOR TEM A FACULDADE DE INDICAR BENS A SEREM PENHORADOS ACASO O DEVEDOR NÃO EFETUE O PAGAMENTO. O OFICIAL DE JUSTIÇA EFETUARÁ A PENHORA E A AVALIAÇÃO, INTIMANDO IMEDIATAMENTE O EXECUTADO, PARA OFERECER IMPUGNAÇÃO. ACASO O OFICIAL DE JUSTIÇA NÃO POSSA PROCEDER COM A AVALIAÇÃO, POR DEPENDER DE CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS, O JUIZ PODERÁ NOMEAR PERITO. PENHORA NA EXECUÇÃO: ACASO NÃO OCORRA O PAGAMENTO NO PRAZO DE TRÊS DIAS DA CITAÇÃO DO EXECUTADO, CABERÁ AO OFICIAL DE JUSTIÇA NOMEAR TANTOS BENS QUANTO BASTEM PARA O PAGAMENTO DO PRINCIPAL, JUROS, CUSTAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS.

10 ACASO NÃO LOCALIZE BENS A SEREM PENHORADOS, DEVERÁ O OFICIAL DE JUSTIÇA CERTIFICAR NOS AUTOS, QUANDO ENTÃO SERÁ OPORTUNIZADO AO EXEQUENTE DAR ANDAMENTO AO FEITO. PENHORA DE BENS PROCEDIMENTO: APÓS CONSTATAR QUE NÃO EFETUADO O PAGAMENTO DA DÍVIDA OU A NOMEAÇÃO DE BENS, CABERÁ AO OFICIAL DE JUSTIÇA EFETUAR A PENHORA. - CASO O MANDADO ESPECIFIQUE UM BEM, SERÁ ELE PENHORADO. - CASO NÃO SEJA ESPECIFICADO UM BEM, TEM O OFICIAL DE JUSTIÇA PLENA AUTONOMIA PARA AVERIGUAR O VALOR DA CAUSA E PENHORAR OS BENS QUE ACHAR NECESSÁRIO PARA GARANTIR A DÍVIDA. - EXISTINDO RESISTÊNCIA À PENHORA, DEVE O OFICIAL CERTIFICAR A RESISTÊNCIA, DEVOLVER O MANDADO AO JUIZ E REQUERER ORDEM DE ARROMBAMENTO A SER CUMPRIDA POR 2 (DOIS) OFICIAIS DE JUSTIÇA E FORÇA POLICIAL, CASO NECESSÁRIO. - BENS IMPENHORÁVEIS: Art São absolutamente impenhoráveis: I - os bens inalienáveis e os declarados, por ato voluntário, não sujeitos à execução; II - os móveis, pertences e utilidades domésticas que guarnecem a residência do executado, salvo os de elevado valor ou que ultrapassem as necessidades comuns correspondentes a um médio padrão de vida; III - os vestuários, bem como os pertences de uso pessoal do executado, salvo se de elevado valor; IV - os vencimentos, subsídios, soldos, salários, remunerações, proventos de aposentadoria, pensões, pecúlios e montepios; as quantias recebidas por liberalidade de terceiro e destinadas ao sustento do devedor e sua família, os ganhos de trabalhador autônomo e os honorários de profissional liberal, observado o disposto no 3 o deste artigo; V - os livros, as máquinas, as ferramentas, os utensílios, os instrumentos ou outros bens móveis necessários ou úteis ao exercício de qualquer profissão; VI - o seguro de vida; (CONTINUA) VII - os materiais necessários para obras em andamento, salvo se essas forem penhoradas;

11 VIII - a pequena propriedade rural, assim definida em lei, desde que trabalhada pela família; IX - os recursos públicos recebidos por instituições privadas para aplicação compulsória em educação, saúde ou assistência social; X - até o limite de 40 (quarenta) salários mínimos, a quantia depositada em caderneta de poupança. XI - os recursos públicos do fundo partidário recebidos, nos termos da lei, por partido político. 1 o A impenhorabilidade não é oponível à cobrança do crédito concedido para a aquisição do próprio bem. 2 o O disposto no inciso IV do caput deste artigo não se aplica no caso de penhora para pagamento de prestação alimentícia. PENHORA DE BEM IMÓVEL: - RECAINDO A PENHORA SOBRE BEM IMÓVEL, O OFICIAL DEVERÁ SITUAR O BEM, MENCIONAR DIVISAS E CONFRONTAÇOES, BEM COMO INDICAR AS TRANSCRIÇÕES AQUISITIVAS. PENHORA POR TERMOS NOS AUTOS: - REALIZADA PELO ESCRIVÃO QUE IRÁ REDIGIR O TERMO DE PENHORA QUANDO DA APRESENTAÇÃO DA ESCRITURA DO IMÓVEL TRAZIDA POR QUALQUER DAS PARTES. - CONSTITUI FORMA MAIS RÁPIDA PARA O REGISTRO DA PENHORA NOS AUTOS, NÃO EXCLUINDO, NO ENTANTO, A PENHORA ATRAVÉS DE OFICIAL DE JUSTIÇA. MODELO PENHORA 1 Certifico e dou fé que, decorridas 24 horas da citação, dirigi-me à secretaria de juízo da Vara Cível, onde verifiquei não ter havido pagamento do débito executado, nem nomeação de bens à penhora, pelo que dirigi-me novamente na Rua , n.º , bairro onde procedi, às horas, à penhora em bens do executado, em auto respectivo como se segue. Local e data. MODELO PENHORA 2 Certifico e dou fé que, realizada penhora ordenada e o respectivo depósito às horas, intimei o executado, Sr. (a) , para que oponha os embargos que

12 quiser, no prazo legal de dez dias. Dei-lhe contrafé que aceitou, exarando abaixo sua nota de ciência. Local e data. MODELO PENHORA 3 INTIMAÇÃO PENHORA SOBRE IMÓVEIS Certifico e dou fé que, realizada a penhora ordenada e o respectivo depósito, dirigi-me na Rua , n.º , bairro , onde, às horas, intimei o executado, Sr , e sua mulher Sra , para que oponham os embargos que quiserem, no prazo legal de dez dias. Dei-lhes contrafés que aceitaram exarando abaixo suas notas de ciência. Local e data Executado Cônjuge MODELO PENHORA E AVALIAÇÃO No dia 29/04/2013, às 13h50, compareci no endereço indicado e penhorei e avaliei o seguinte imóvel: Descrição oficial Lote de terras nº 08 (oito) da quadra nº 10 (dez) com área de 200 m 2 situado no Conjunto Habitacional Maria Cecília Serrano de Oliveira, na cidade de Londrina Matrícula do 3 Ofício de Registro de Imóveis de Londrina. Endereço atual Rua Itu, 127. Benfeitorias averbadas Uma casa popular em alvenaria com 33m 2. Benfeitorias não averbadas A construção original foi ampliada e edificou-se também uma dependência nos fundos e garagem. Área total construída é de 130,20 m 2, conforme dados obtidos no cadastro municipal (inscrição imobiliária ). O estado de conservação é razoável e a idade aparente 20 anos.

13 Ocupação Imóvel ocupado pela Srª Rosana Lutero Reis, CPF , que se declarou adquirente por contrato particular e ficou ciente da penhora. Avaliação Após pesquisa comparativa de preços no mercado imobiliário de Londrina, avalio o bem em R$ ,00, conforme demonstrativo em anexo. Data, local ARRESTO DA EXECUÇÃO: AO NÃO ENCONTRAR O DEVEDOR, E ACASO TENHA CONHECIMENTO DA EXISTÊNCIA DE BENS, SERÃO ARRESTADOS TANTOS BENS QUANTOS BASTEM PARA GARANTIR A EXECUÇÃO. - NOS 10 (DEZ) DIAS SUBSEQUENTES, O OFICIAL PROCURARÁ O DEVEDOR POR 03 (TRÊS) VEZES, EM DIAS DISTINTOS. - LOCALIZADO O DEVEDOR, ESTE SERÁ CITADO, E O ARRESTO SERÁ CONVERTIDO EM PENHORA AUTOMATICAMENTE. - NÃO LOCALIZANDO O DEVEDOR, O OFICIAL CERTIFICARÁ O OCORRIDO. - CABERÁ, ENTÃO, AO CREDOR, DENTRO DE 10 (DEZ) DIAS, CONTADOS DA DATA DA INTIMAÇÃO DO ARRESTO, REQUERER A CITAÇÃO POR EDITAL DO DEVEDOR. TERMINADO O PRAZO DO EDITAL, CONVERTE-SE O ARRESTO EM PENHORA. MODELO NEGATIVA DE CITAÇÃO COM ARRESTO Certifico e dou fé que, em cumprimento ao mandado nº retro, extraído dos autos da execução nº , que corre perante a Vara Cível, dirigi-me na Rua , n.º , bairro , onde, nos dias:---/---/---,às horas;----/---/----, às horas e -----/----/---às horas, não encontrei o executado(a) Sr.(a) , nem obtive outro endereço onde este arresto ordenado em bens do executado(a), nos termos do art.653 do C.P.C, o que fiz em auto como se segue. Local e data AÇÕES POSSESSÓRIAS: - A MANUTENÇÃO (TURBAÇÃO), A REINTEGRAÇÃO (ESBULHO), E O INTERDITO PROIBITÓRIO (PERIGO IMINENTE), VISAM A PROTEÇÃO DA POSSE. - O OFICIAL DE JUSTIÇA DEVERÁ LAVRAR A CERTIDÃO, DESCREVENDO MINUCIOSAMENTE TUDO O QUE OCORRER DURANTE A DILIGÊNCIA, DE FORMA A FICAR TUDO DOCUMENTADO NO PROCESSO.

14 - ACASO EXISTAM BENS QUE NÃO POSSAM SER REMOVIDOS NA DILIGÊNCIA, OU BENFETORIAS CONSTRUÍDAS, DEVERÁ O OFICIAL DESCREVÊ-LOS MINUCIOSAMENTE NO AUTO. - PODERÁ CUMPRIR O MANDADO COM AJUDA DE FORÇA POLICIAL. - EM REGRA SERÁ CUMPRIDO POR APENAS UM OFICIAL DE JUSTIÇA, PODENDO ESSE NÚMERO SER MAIOR DE ACORDO COM A NECESSIDADE. MODELO MANUTENÇÃO DE POSSE: Aos doze dias do mês de setembro de dois mil e três, nesta cidade e Comarca de São Joaquim, Estado de Santa Catarina, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n , de Manutenção de Posse, movido por Francisco de Tal em desfavor de João Pires de Tal e outros, nós oficiais de justiça comparecemos na Rua João Antunes Pereira n e após as formalidades legais procedemos a manutenção do autor Francisco de Tal, na posse do imóvel abaixo descrito. Na vistoria realizada, o imóvel encontrava-se no estado a seguir descrito: Terreno de 800,00m2: Uma cerca de madeira adentrando aproximadamente dez metros para dentro do terreno esbulhado e com extensão de 80,00m, a qual foi devidamente retirada. Benfeitorias: Sobre o terreno tem as seguintes benfeitorias: Uma casa de madeira coberta de telha, medindo 30,00m²; um galpão coberto com telhas de 10,00m². Para constar, lavramos o presente auto que vai assinado por nós oficiais de justiça e pelo manutenido. Nomes e nºs das matrículas, manutenido Cota: localidade diligenciada BUSCA E APREENSÃO: O CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PREVÊ A POSSIBILIDADE DE DECRETAÇÃO DE MEDIDA DE BUSCA E APREENSÃO. - EM REGRA, SERÃO UTILIZADOS 2 (DOIS) OFICIAIS DE JUSTIÇA. ENTRETANTO, O CUMPRIMENTO POR APENAS 1 (UM) OFICIAL NÃO ACARRETA NENHUMA NULIDADE AO ATO. - AINDA QUE NÃO CONSTE NO MANDADO A DETERMINAÇÃO DE ARROMBAMENTO, O OFICIAL DE JUSTIÇA PODERÁ PROCEDER COM O ARROMBAMENTO ACASO EXISTA PERIGO DE DETERIORAÇÃO DO BEM. - ACASO A BUSCA RESTE INFRUTÍFERA, O OFICIAL DEVERÁ LAVRAR AUTO DE BUSCA, EM QUE CONSTARÁ TODAS AS DILIGÊNCIAS QUE FORAM EMPREENDIDAS NA TENTATIVA DE LOCALIZAÇÃO DA COISA. MODELO BUSCA E APREENSÃO:

15 Aos vinte e nove dias do mês de julho do ano de mil novecentos e noventa e nove, nesta cidade e Comarca de São Joaquim, Estado de Santa Catarina, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n , Ação de Busca e Apreensão (Carta Precatória) movida por Banco General Motors S/A GM Leasing em desfavor de Leandro de Tal, nós oficiais de justiça comparecemos na Avenida Luiz de Pereira s/n e após as formalidades legais procedemos a busca e apreensão do seguinte bem que se encontrava na posse de Jean de Tal: Um veículo GM/S10 Deluxe 2.2 S, cor vermelha, placa TZV3992, chassi 9BG124CRVVC73628, combustível gasolina, ano fabricação 1997, ano modelo Acompanha Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Acompanha chave da ignição e portas. Contém extintor, macaco, chave de rodas, triângulo e estepe com roda de ferro e pneu Fyrestone FSR novo. O veículo contém: dois tapetes de borracha borcol; quatro pneus Fyrestone FSR meia vida, quatro rodas de liga leve originais Chevrolet; O veículo apresenta amassado na tampa traseira lado esquerdo e a borda superior arranhada em toda a extensão; vários piques de pedras e riscos pela lataria; dois retrovisores externos arranhados na pintura; estofamento rasgado na parte central do encosto. O veículo apresenta no momento da apreensão Km. Procedida a apreensão, removemos o veículo e o depositamos junto ao autor BANCO General Motors S/A na pessoa de seu representante legal Sr. José de Tal, RG , que aceitou o encargo sob as penas da lei. Para constar, lavramos o presente auto que após lido e achado conforme, vai devidamente assinado por nós, oficiais de justiça e pelo depositário. CAUTELAR DE ARRESTO: MEDIDA CAUTELAR DE PREVENÇÃO, QUE VISA IMPEDIR A OCORRÊNCIA DE DANO DE DIFÍCIL E INCERTA REPARAÇÃO. - DEVE O OFICIAL DE JUSTIÇA ATER-SE AO CONJUNTO DE BENS QUE SATISFAÇA O VALOR DA DÍVIDA. CAUTELAR DE SEQUESTRO: CONSISTE NA APREENSÃO DE DETERMINADO(S) BEM(NS), EM RAZÃO DO PERIGO IMINENTE DE PERDA. - NESTA HIPÓTESE, O OFICIAL DEVERÁ ATENTAR-SE PARA O BEM EM SI, DE FORMA A GARANTIR QUE A COISA SEJA ENTREGUE FUTURAMENTE AO DEMANDANTE. MODELO ARRESTO 1 NEGATIVA DE CITAÇÃO E NEGATIVA DE ARRESTO Certifico que, em cumprimento ao mandado retro nº , extraído dos autos da execução nº , que corre perante a Manual do Vara Cível dirigi-me na Rua , n.º , bairro

16 , onde, nos dias:----/----/ às horas ; ----/----/----às horas e -----/---/---, às horas, não encontrei o executado(a) Sr. (a) , nem obtive outro endereço onde este pudesse ser encontrado, pelo que diligenciei, no sentido de realizar o arresto ordenado em bens do executado, nos termos do art. 653 do CPC, não tendo encontrado qualquer bem pertencente ao réu. Pelo que devolvo o mandado para os devidos fins. Dou fé. Local e data MODELO ARRESTO 2 NEGATIVA DE CITAÇÃO COM REALIZAÇÃO DE ARRESTO Certifico e dou fé que, em cumprimento ao mandado nº retro, extraído dos autos da execução nº , que corre perante a Vara Cível, dirigi-me na Rua , n.º , bairro , onde, nos dias:---/---/---,às horas;----/---/----, às horas e -----/----/---às horas, não encontrei o executado(a) Sr.(a) , nem obtive outro endereço onde este arresto ordenado em bens do executado(a), nos termos do art. 653 do C.P.C, o que fiz em auto como se segue. Local e data MODELO ARRESTO 3 CITAÇÃO POSITIVA DE CITAÇÃO DO ARRESTO Certifico e dou fé que, realizado o arresto ordenado e o respectivo depósito, dirigi-me nos dez dias seguintes, na Rua , n.º , onde citei, às horas, , do arresto realizado, bem como de todos os termos e conteúdo do mandado, que li e lhe dei para ler, do que ficou bem ciente. Dei-lhe contrafé, que aceitou, exarando no , mandado e no auto sua nota de ciência. Local e data MODELO ARRESTO 4 NEGATIVA DE CITAÇÃO DO ARRESTO Certifico e dou fé que, realizado o arresto ordenado e o respectivo depósito, diligenciei nos dez dias seguintes na Rua , n.º bairro , nos dias :----/---- /----, às horas; e /----/----horas, não conseguindo ali encontrar o executado ,nem obter de citá-lo. Devolvo pois o mandado para para os devidos fins. Local e data MODELO ARRESTO 5

17 NEGATIVA DE CITAÇÃO E RECUSA DO DEPÓSITO NO ARRESTO Certifico e dou fé que, em cumprimento ao mandado retro nº , extraído dos autos da execução nº , que corre perante a Vara Cível dirigi-me na Rua , n.º , bairro , onde nos dias ----/----/---- às horas,---- /----/---- às horas e /----/----às horas, não encontrei o executado , nem obtive outro endereço onde ele pudesse ser encontrado, pelo que diligenciei no sentido de realizar o arresto ordenado em bens do executado, tendo ali encontro bens pertencentes a ele, passíveis de arresto, havendo, no entanto recusa por parte das pessoa que encontrei no local, mulher do executado,sra , em exercer o encargo do depósito dos bens arrestados, pelo que procedi também à remoção dos bens, depositando-os com o autor, nos termos do art. 653 do C.P.C, o que fiz em auto como se segue local e data. Local e data MODELO CAUTELAR DE SEQUESTRO: Aos vinte e quatro dias do mês de julho do ano de dois mil e dois, nesta cidade e Comarca de São Joaquim, Estado de Santa Catarina, em cumprimento ao mandado extraído dos autos da Ação de Seqüestro n , movido por Geraldo de Tal em desfavor de Neves Ltda. e outro, comparecemos na Rua Duarte da Costa n 113 e após as formalidades legais, nós oficiais de justiça procedemos ao SEQUESTRO sobre o seguinte bem: Um veículo marca Ford modelo F-4000, ano de fabricação 1984, chassi LB7GEE094655, placas LEE 6454 que se encontrava na posse de Juventino de Tal nas seguintes condições: Dois pneus dianteiros semi-novo marca Prime Well; quatro pneus traseiros recapados sendo um liso; carroceria em bom estado; estofamento em bom estado; cabine com lataria apresentando vários pontos de ferrugem e riscos; bateria em estado normal e estepe recapado liso. Contém um extintor vencido em fev/02; um rádio Roadstar RS-3100GP; dois auto-falante pequeno no painel; não contém tapetes no assoalho e falta a manivela para o vidro na porta esquerda; a manivela da porta direita está danificada. No momento do Seqüestro o veículo marca km. Acompanha chave da ignição. Não foi encontrado Certificado de Registro e Licenciamento de veículo. Procedido o seqüestro, o veículo foi removido para a Avenida Ivo Silveira, anexo ao prédio da empresa Pneus Esso e depositado junto ao Sr. Rubens de Tal, mediante a assinatura do Termo de Compromisso de Fiel Depositário anexo. Para constar, lavramos o presente auto assinado por 2 oficiais de justiça e pelo depositário. ARROLAMENTO DE BENS: ATO A SER REALIZADO SEMPRE QUE EXISTIR FUNDADO RECEIO DE EXTRAVIO OU DISSIPAÇÃO DE BENS. - O OFICIAL DE JUSTIÇA IRÁ SE DIRIGIR AO LOCAL, INTIMANDO O RESPONSÁVEL PELOS BENS PARA PERMITIR A ENTRADA.

18 - DEVERÁ ENTÃO TOMAR NOTA DE TODOS OS BENS DE FORMA MINUCIOSA, GERANDO O AUTO DE ARROLAMENTO DE BENS. - ACASO SEJA OBSTADO, PODERÁ SOLICITAR ORDEM DE ARROMBAMENTO E/OU FORÇA POLICIAL. MODELO DE AUTO DE ARROLAMENTO DE BENS Aos quatorze dias do mês de dezembro do ano de dois mil e um, nesta cidade e Comarca de São Joaquim, Estado de Santa Catarina, em cumprimento ao mandado extraído dos autos n , Ação de Arrolamento de Bens, movido por Marcos de Tal em desfavor de João de Tal, dirigi-me na Rua Pe. Felipe Antunes, 151 e após as formalidades legais, procedi ao ARROLAMENTO dos bens que guarnecem a residência do executado: Uma mesa com tampo em vidro com 8 cadeiras estofadas, conjunto estofado 3 e 2 lugares, sofá de canto, Stereo System 7 CDs Philips, rack para som, mesa com 6, cadeiras, refrigerador electrolux, freezer Slim Cônsul, forno microondas Sharp, fogão 6 bocas Geral, máquina lavar louça Enxuta, armário e balcão para forno, televisor 18 CCE, em cores, cama casal e dois criados-mudos, duas camas de solteiro, duas cômodas, sofá sem pernas, mesa para computador. Feito o arrolamento, dei ciência ao executado, que após a leitura do mandado, exarou sua nota de ciente e aceitou a contrafé que lhe ofereci. Para constar, lavrei o presente auto que vai assinado por mim oficial de justiça. (acrescentar nº matrícula e cota local da diligência). EMBARGO OU NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA: TEM O FITO DE IMPEDIR A EXECUÇÃO DE OBRAS QUE CAUSEM PREJUÍZOS OU ATENTEM CONTRA A LEI. - O OFICIAL DE JUSTIÇA DEVERÁ SE DIRIGIR AO ENCARREGADO DA OBRA, DANDO-LHE CIÊNCIA DO MANDADO E SOLICITANDO QUE AVISE A TODOS OS EMPREGADOS, IMEDIATAMENTE, QUE A OBRA SERÁ PARALISADA, SOB PENA DE INCORRER NO CRIME DE DESOBEDIÊNCIA. - AO FINAL, LAVRARÁ AUTO CIRCUNSTANCIADO, DESCREVENDO O ESTADO EM QUE A OBRA SE ENCONTRA, DESCREVENDO EM DETALHES E SOLICITANDO AO RESPONSÁVEL DA OBRA QUE SUBSCREVA. MODELO AUTO DE EMBARGO DE OBRA NOVA Aos dias do mês de do ano de , na Rua nº , bairro , onde fomos nós Oficiais de Justiça abaixo assinados, em cumprimento ao mandado nº passado nos autos de Nunciação de Obra Nova nº , que corre perante a move a , observadas as formalidades legais, procedemos ao embargo determinado da obra, situado à Rua nº , bairro de estando a construção no seguinte estado: Trata-se da edificação de cômodo (s), nos fundos do imóvel, separado da casa já edificada, estando terminados os alicerces, levantadas quatro paredes, sem qualquer

19 acabamento, e já preparada a estrutura da laje, faltando-lhe a aplicação de concreto. Do que, para constar, lavramos o presente auto que, lido e achado conforme, vai devidamente assinado. Local e data DESPEJO: APÓS DECORRIDO O PRAZO PARA A DESOCUPAÇÃO DO IMÓVEL, ACASO OS SUJEITOS PERMANEÇAM NO IMÓVEL, SERÁ EFETUADO O DESPEJO, MEDIANTE 02 (DOIS) OFICIAIS DE JUSTIÇA, INCLUSIVE, COM O USO DA FORÇA E DO ARROMBAMENTO, SE NECESSÁRIO. - O DESPEJO NÃO PODERÁ SER REALIZADO ATÉ O TRIGÉSIMO DIA DO FALECIMENTO DO CÔNJUGE, ASCENDENTE, DESCENDENTE OU IRMÃO DE QUALQUER PESSOA QUE HABITE O IMÓVEL. É OBRIGATÓRIA A APRESENTAÇÃO DO ATESTADO DE ÓBITO, DEVENDO O OFICIAL JUNTAR CÓPIA AO MANDADO E CERTIFICAR O OCORRIDO. - ACASO O DESPEJADO NÃO QUEIRA RETIRAR, OS MÓVEIS E UTENSÍLIOS SERÃO ENTREGUES A GUARDA DO DEPOSITÁRIO. MODELO DE AUTO DE DESPEJO Aos dias do mês de do ano , na Rua n.º bairro , onde fui em cumprimento ao mandado n.º passado nos autos de Despejo Falta de Pagamento n.º , que corre perante a Vara, que move a , Observadas as formalidades legais procedi ao despejo compulsório do imóvel objeto da ação, composto pelo apartamento n.º , do edifício , situado na Rua , n.º , bairro , e da respectiva fração ideal do terreno composto pelo lote n.º do quarteirão com área de m², limites e confrontações de acordo com a planta cadastral respectiva, o qual se encontrava nas seguintes condições de conservação: pintura e revestimento (azulejo na cozinha e banheiro) das paredes bem como revestimento do piso em estado razoável; instalação elétrica e hidráulica em boas condições de uso. O réu (A empresa ré, por seu representante legal) prontificou-se a mudar-se por sua conta e risco e realmente o fez, com assistência dos oficiais de Justiça, e estando o imóvel totalmente desocupado, imitimos o autor na sua posse e, para constar, lavramos o presente auto que vai devidamente assinado. Local e data PRISÃO CÍVEL: IMPORTA DESTACAR A PRISÃO CÍVEL DECORRENTE DE DESOBEDIÊNCIA À ORDEM JUDICIAL.

20 - ACASO O DEVEDOR TENTE OBSTAR O CUMPRIMENTO DO MANDADO, O OFICIAL DE JUSTIÇA DARÁ VOZ DE PRISÃO, LAVRANDO DOIS AUTOS DE RESISTÊNCIA, DEVENDO UM SER ENTREGUE AO ESCRIVÃO DO PROCESSO, E OUTRO À AUTORIDADE POLICIAL A QUEM FOI ENTREGUE O PRESO. MODELO AUTO DE PRISÃO Aos dias do mês de do ano de , na Rua , nº , bairro , onde fomos nós, Oficias de Justiça abaixo assinados, em cumprimento ao mandado retro nº passado nos autos de execução nº que corre perante a Vara Cível, que move a encontramos as portas do imóvel trancadas, movido pelo qual, com auxílio do chaveiro profissional Sr portador do documento de identidade , estabelecido na Rua , nº e, estando presentes as testemunhas Srs , , residentes na Rua n.º portadores das cédulas de identidade e , efetuamos o arrombamento da porta, e, ao entrar no imóvel encontramos o devedor, que persistiu na resistência. Efetuamos então a sua prisão e o conduzimos ao Departamento de Investigações, apresentando-o à autoridade policial com a segunda via deste Auto, conforme recibo. Do que, para constar, lavramos o presente auto, que lido e achado conforme, vai devidamente assinado. Local e data Testemunha Testemunha 5. ATOS PROCESSUAIS INTERNOS CENTRAL DE MANDADOS: CRIADA COM O OBJETIVO DE TRAZER MAIOR AGILIDADE E EFETIVIDADE NO CUMPRIMENTO DE MANDADS, COM GESTÃO INTEGRADA OCASIONANDO MELHOR APROVEITAMENTO LOGÍSTICO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA. - O PROVIMENTO Nº CGJ 01/2012 REGULAMENTA O FUNCIONAMENTO DA CENTRAL DE MANDADOS DA COMARCA DA CAPITAL. 5. ATOS PROCESSUAIS INTERNOS DISTRIBUIÇÃO: A DISTRIBUIÇÃO DOS MANDADOS SERÁ REALIZADA DE FORMA INFORMATIZADA PELO SISTEMA, FICANDO VEDADO O DIRECIONAMENTO DE MANDADO A DETERMINADO OFICIAL DE JUSTIÇA: Art. 11. A distribuição dos mandados, a ser realizada diretamente pelo sistema informatizado, levará em conta as áreas de atuação dos Oficiais de Justiça, agrupadas por Regiões formadas por bairros da Comarca da Capital.

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O novo Código de Processo Civil revela-se positivo para atuação dos Oficiais de Justiça, pelo menos essa foi a perspectiva desde a criação do projeto.

Leia mais

OBS.: EDITE, FORMATE E USE NO DIA-A-DIA:

OBS.: EDITE, FORMATE E USE NO DIA-A-DIA: OBS.: EDITE, FORMATE E USE NO DIA-A-DIA: SUMÁRIO ATOS DE OFÍCIO 1 Atos de Ofício Cível...17 2 Atos de Ofício Criminal...18 MODELOS DE ATOS DE OFÍCIO 1 ATOS DE OFÍCIO CÍVEL CERTIDÕES E AUTOS DOS FEITOS

Leia mais

PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos)

PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos) PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos) Anotações Art. 106. Sempre que o oficial fizer algum registro ou averbação, deverá, no prazo de cinco dias, anotá-lo nos atos

Leia mais

PROCESSO CIVIL. Art. 213. Citação é o ato pelo qual se chama a juízo o réu ou o interessado a fim de se defender.

PROCESSO CIVIL. Art. 213. Citação é o ato pelo qual se chama a juízo o réu ou o interessado a fim de se defender. DA COMUNICAÇÃO DE ATOS Art. 200. Os atos processuais serão cumpridos por ordem judicial ou requisitados por carta, conforme hajam de realizar-se dentro ou fora dos limites territoriais da comarca. DAS

Leia mais

RECEBIMENTO DE OFICIAL DE JUSTIÇA

RECEBIMENTO DE OFICIAL DE JUSTIÇA RECEBIMENTO DE OFICIAL DE JUSTIÇA CITAÇÃO e RECEBIMENTO DE OFICIAL DE JUSTIÇA Na execução fiscal se estima que o executado receberá oficial de justiça ao menos duas vezes em cada processo O não pagamento

Leia mais

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e censura independe de sindicância ou processo, podendo ser

Leia mais

Os atos das partes podem ser classificados em três espécies: postulatórios, dispositivos e instrutórios.

Os atos das partes podem ser classificados em três espécies: postulatórios, dispositivos e instrutórios. Material disponibilizado pelo Professor: ATOS PROCESSUAIS Algumas características importantes: a) ausência de forma via de regra, os atos processuais são desprovidos de solenidade para sua prática, ou

Leia mais

AVISO CGJ Nº 126 de 30 de Janeiro de 2013.

AVISO CGJ Nº 126 de 30 de Janeiro de 2013. AVISO CGJ Nº 26 de 30 de Janeiro de 203. O Desembargador ANTONIO JOSÉ AZEVEDO PINTO, Corregedor Geral da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, no exercício das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso

Leia mais

PARECER APROVADO PELO PLENO DO CFESS EM 09/09/2010

PARECER APROVADO PELO PLENO DO CFESS EM 09/09/2010 ASSUNTO: Relação do Assistente Social com autoridades do Sistema Judiciário/ Determinações ou exigências emanadas, que não se coadunam com o Código de Ética do Assistente Social e com as normas previstas

Leia mais

BRANDEL, COMTE & LOUVERA CONSULTORIA JURÍDICA

BRANDEL, COMTE & LOUVERA CONSULTORIA JURÍDICA BRANDEL, COMTE & LOUVERA CONSULTORIA JURÍDICA Rio de Janeiro, 12 de agosto de 2013. DA CAUTELA NA ADOÇÃO DE MEDIDAS EXPROPRIATÓRIAS NO ÂMBITO DAS EXECUÇÕES FISCAIS *Autor: Augusto Comte Rotineiramente,

Leia mais

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis?

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis? Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Juizados Especias Perguntas mais freqüentes e suas respostas 1 - O que são os Juizados Especiais Cíveis? Os Juizados Especiais Cíveis são órgãos da Justiça (Poder

Leia mais

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT.

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Execução Trabalhista 1. EXECUÇÃO TRABALHISTA: ART. 876 ART. 892 da CLT Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1.1 COMPROMISSO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA (Modelo 1) Pelo presente instrumento particular, entre partes, como promitentes vendedores, doravante denominados

Leia mais

PORTARIA N 1840/CGJ/2011

PORTARIA N 1840/CGJ/2011 DJe de 25/11/2011 (cópia sem assinatura digital) PORTARIA N 1840/CGJ/2011 Dispõe sobre a concessão, no âmbito do Estado de Minas Gerais, de autorização de viagem para o exterior de crianças e adolescentes

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002. CONSIDERANDO as conclusões apresentadas pelo Fórum de Juízes Distribuidores da 2ª Região;

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002. CONSIDERANDO as conclusões apresentadas pelo Fórum de Juízes Distribuidores da 2ª Região; CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002 A Excelentíssima Doutora MARIA HELENA CISNE CID, Corregedora- Geral da Justiça Federal da 2ª Região, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ PROVIMENTO Nº 0060/97 O Desembargador GILBERTO DE PAULA PINHEIRO, Vice- Presidente/Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Amapá, no uso de suas atribuições legais, Considerando que a Lei Federal nº 6.766,

Leia mais

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Tabela de honorários de advogados dativos - 2013 (Resolução-Conjunta TJMG/AGE/ OAB 001/2013) ANEXO I - PARTE ESPECIAL 1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Salvo outra disposição

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO.

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO. EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO...., brasileiro, casado, médico, portador da Cédula de Identidade RG nº... - SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob nº... com

Leia mais

Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações:

Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações: 1. Jurisdição internacional concorrente Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações: I de alimentos, quando: a) o credor tiver domicílio ou residência no

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Execução Por Quantia Certa Suelene Cock Corrêa Carraro* O objetivo da execução por quantia certa é satisfazer o credor naquilo que ele tem direito. Quando o credor é solvente, vai-se

Leia mais

Inicialmente, apresentamos os dispositivos da legislação pertinente ao assunto:

Inicialmente, apresentamos os dispositivos da legislação pertinente ao assunto: P rezados concursandos, Neste encontro, vamos estudar alguns itens de um ponto que tem provocado grande apreensão nos candidatos que participarão do concurso do ICMS do Estado do Ceará. Trata se do tópico

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL CÍVEL DESANTOS Praça Barão do Rio Branco nº 30 - Centro Santos (SP) Fone (13) 3228-1000 PORTARIA N.

PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL CÍVEL DESANTOS Praça Barão do Rio Branco nº 30 - Centro Santos (SP) Fone (13) 3228-1000 PORTARIA N. PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL CÍVEL DESANTOS Praça Barão do Rio Branco nº 30 - Centro Santos (SP) Fone (13) 3228-1000 PORTARIA N. 49/2008 A Doutora Luciana de Souza Sanchez, Juíza Federal Titular,

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO - CTASP PROJETO DE LEI Nº 7920, DE 2014.

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO - CTASP PROJETO DE LEI Nº 7920, DE 2014. COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO - CTASP PROJETO DE LEI Nº 7920, DE 2014. (Do Supremo Tribunal Federal) Acrescenta o inciso I ao 1º do artigo 4º da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro

Leia mais

PROCESSO CAUTELAR. COMPETÊNCIA EFICÁCIA CITAÇÃO E PRAZO PARA DEFESA

PROCESSO CAUTELAR. COMPETÊNCIA EFICÁCIA CITAÇÃO E PRAZO PARA DEFESA PROCESSO CAUTELAR. JUSTIFICATIVA MOROSIDADE DO PROCESSO PROCESSO CAUTELAR CARACTERÍSTICAS ASSEGURAR A PRETENSÃO EXISTENCIA DE PROCESSO PRINCIPAL CARÁTER PROVISÓRIO PROCESSO CAUTELAR CARACTERÍSITCAS CITAÇÃO

Leia mais

Processo do Trabalho

Processo do Trabalho Processo do Trabalho Professor Leonardo Gutierrez E-mail: professorlgutierrez@gmail.com https://www.facebook.com/professorleonardogutierrez A gota não fura a rocha pela força, mas por sua persistência

Leia mais

Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial.

Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial. Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial. Perícia: na falta do conhecimento especializado ao juiz, este indica um técnico que possa fazer o exame dos fatos objeto

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES E TERMINAIS

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES E TERMINAIS ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA INFRA-ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES E TERMINAIS RESOLUÇÃO N o 03/06 Aprova Manual de Instrução para Inscrição de Créditos do DETER, em Dívida Ativa.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 89, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 89, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 89, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2011 Estabelece procedimentos para apreensão e guarda de documentos, livros, materiais, equipamentos e assemelhados por Auditor- Fiscal do Trabalho e aprova

Leia mais

Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007

Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007 Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007 (Escrituras de Inventário, Separação e Divórcio) Antonio Carlos Parreira Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões de Varginha MG Art.

Leia mais

EDITAL DE HASTA PÚBLICA

EDITAL DE HASTA PÚBLICA EDITAL DE HASTA PÚBLICA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE MAUÁ/SP. JUIZ TITULAR: DR. THIAGO ELIAS MASSAD GESTOR: VEGAS LEILÕES (www.vegasleiloes.com.br) LEILOEIRO: HUGO ALEXANDRE PEDRO ALEM, JUCESP Nº935. LEGISLAÇÃO:

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.419, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2006. Mensagem de veto Dispõe sobre a informatização do processo judicial; altera a Lei n o 5.869, de 11 de janeiro de 1973

Leia mais

RESOLUCAO TJ/OE Nº 16, de 30/11/2009 (ESTADUAL) DJERJ, ADM 60 (8) - 01/12/2009

RESOLUCAO TJ/OE Nº 16, de 30/11/2009 (ESTADUAL) DJERJ, ADM 60 (8) - 01/12/2009 RESOLUCAO TJ/OE Nº 16, de 30/11/2009 (ESTADUAL) DJERJ, ADM 60 (8) - 01/12/2009 RESOLUÇÃO Nº. 16/2009 Autoriza a implantação do Processo Eletrônico no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

1 - AÇÕES. Modelo: AÇÃO ANULATÓRIA DE DÉBITO FISCAL - DÍVIDA ATIVA ESTADUAL (PROCEDIMENTO ORDINÁRIO)

1 - AÇÕES. Modelo: AÇÃO ANULATÓRIA DE DÉBITO FISCAL - DÍVIDA ATIVA ESTADUAL (PROCEDIMENTO ORDINÁRIO) Modelo: AÇÃO ANULATÓRIA DE DÉBITO FISCAL - DÍVIDA ATIVA ESTADUAL (PROCEDIMENTO ORDINÁRIO) ESC.DIV.ATIVA EST. 1106-4 211,76 Recolhimento das custas referentes ao ato dos escrivães no valor de R$ 211,76,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC EDITAL DE LEILÃO Pelo presente, se faz saber a todos o quanto

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO N.º 13, DE 02 DE OUTUBRO DE 2006. (Alterada pela Res. 111/2014) Regulamenta o art. 8º da Lei Complementar 75/93 e o art. 26 da Lei n.º 8.625/93, disciplinando, no âmbito do Ministério Público,

Leia mais

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real.

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. PRINCÍPIOS DA EXECUÇÃO - Princípio da Patrimonialidade A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. Art. 591. O devedor responde, para o cumprimento de suas obrigações, com

Leia mais

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões.

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões. No Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais são regis- trados os atos mais importantes da vida de uma pessoa, como o nascimento, o casamento e o óbito, além da emancipação, da interdição, da ausência

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013.

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013. PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013. Dispõe sobre o procedimento das hastas públicas unificadas no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Alagoas. O Desembargador ALCIDES GUSMÃO DA SILVA, Corregedor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP

3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP 3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP EDITAL DE LEILÃO e de Intimação dos executados ANTONIO MONDELLI E OUTROS O MM. Juiz de Direito da 3ª Vara Cível da Comarca de Bauru - SP, na forma da lei, FAZ SABER,

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro.

Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. GRERJ Eletrônica n.º 80805541222-90 VIP SPORTS ASSESSORIA E EVENTOS ESPORTIVOS LTDA., pessoa

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS. Apesar de ter apresentado a declaração, não efetuou o recolhimento do crédito

Leia mais

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro APELAÇÃO CÍVEL N. 638896-9, DA COMARCA DE LONDRINA 2.ª VARA CÍVEL RELATOR : DESEMBARGADOR Francisco Pinto RABELLO FILHO APELANTE : MUNICÍPIO DE LONDRINA APELADO : ALESSANDRO VICTORELLI Execução fiscal

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF fls. 155 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF 2ª Vara Cível da Comarca de Cassilândia MS EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL (razão social do devedor), com inscrição no CNPJ nº, devidamente representada por (nome e qualificação do representante), DECLARA, para os fins da RN

Leia mais

Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações

Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações PROVIMENTO N.º 16 Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações de supostos pais de pessoas que já se acharem registradas sem paternidade estabelecida, bem

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014.

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014. PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014. Regulamenta os procedimentos a serem adotados no âmbito da Justiça do Trabalho da 4ª Região em virtude da implantação do PJe- JT, revoga o Provimento

Leia mais

COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC INSTITUTO DE PESQUISA E GESTÃO IPG CARLOS AUGUSTO WEHLE

COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC INSTITUTO DE PESQUISA E GESTÃO IPG CARLOS AUGUSTO WEHLE COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC INSTITUTO DE PESQUISA E GESTÃO IPG CARLOS AUGUSTO WEHLE OFICIALATO DE JUSTIÇA TEORIA E PRÁTICA PROCESSUAL Lages(SC), Junho de 2005 CARLOS AUGUSTO WEHLE

Leia mais

JOÃO ROBERTO PARIZATTO EXECUÇÃO NO ATUAL E NO NOVO CPC

JOÃO ROBERTO PARIZATTO EXECUÇÃO NO ATUAL E NO NOVO CPC JOÃO ROBERTO PARIZATTO EXECUÇÃO NO ATUAL E NO NOVO CPC SUMÁRIO PROCESSO DE EXEC ção Inadimplemento da obrigação... 1 Existência de título executivo... 2 Legitimidade para propor a execução... 2 Legitimidade

Leia mais

CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS. Curso Agora eu passo (www.cursoagoraeupasso.com.br)

CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS. Curso Agora eu passo (www.cursoagoraeupasso.com.br) CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 4 JUIZ E AUXILIARES DO JUÍZO Professora: Janaína Noleto Curso Agora eu passo () Olá, pessoal! Chegamos ao nosso quarto

Leia mais

INSTITUTO DA AUSÊNCIA RESUMO

INSTITUTO DA AUSÊNCIA RESUMO INSTITUTO DA AUSÊNCIA Fernanda Sacchetto Peluzo* Hugo Leonardo de Moura Bassoli* Loren Dutra Franco** Rachel Zacarias*** RESUMO O Instituto da Ausência está exposto na parte geral do Novo Código Civil

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009.

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009. CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009. DISPÕE SOBRE ATOS DO JUIZ E ATOS ORDINATÓRIOS QUE DEVEM SER PRATICADOS PELO ESCRIVÃO, CHEFE DE SECRETARIA OU SERVIDOR DEVIDAMENTE AUTORIZADO, INDEPENDENTE

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº, DE DE 2010.

RESOLUÇÃO Nº, DE DE 2010. RESOLUÇÃO Nº, DE DE 2010. Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Código: MAP-COGER-006 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013

Código: MAP-COGER-006 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Código: MAP-COGER-006 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Serviços Auxiliares Aprovado por: Corregedoria Geral da Justiça 1 OBJETIVO Estabelecer os critérios e procedimentos

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF fls. 106 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF Vara Única da Comarca de Anastácio-MS. EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL e para

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS Categoria : Casamento religioso com efeitos civis 1207 A serventia possui o Livro B Auxiliar - Registro de Casamento Religioso CNCGJ, art. 589, III - Lei 6.015/73, Lei 6.015/73, art. 33, III para Efeitos

Leia mais

PROVIMENTO nº 09/2007-CGJ

PROVIMENTO nº 09/2007-CGJ PROVIMENTO nº 09/2007-CGJ Dispõe sobre a nomeação de defensor dativo nas Comarcas onde não exista Defensoria Pública e dá outras providências atribuições legais, O CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA, no uso de

Leia mais

Processo Civil. PROCESSO DE EXECUÇÃO Execução de Títulos Extrajudiciais

Processo Civil. PROCESSO DE EXECUÇÃO Execução de Títulos Extrajudiciais PROCESSO DE EXECUÇÃO A partir das reformas processuais implementadas pela Lei 11.232/2005 e Lei 11.382/2006, há que se distinguir os dois procedimentos existentes para a satisfação de uma obrigação. PROCESSO

Leia mais

No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações,

No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações, No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações, testamentos, entre outras. Também são lavradas atas notariais,

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 23 239 Art. 20, II Lei 9.94/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 SEM CUSTAS - Já abrangidas nas custas

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Imóveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

NOVO CPC E O DIREITO DE FAMÍLIA

NOVO CPC E O DIREITO DE FAMÍLIA NOVO CPC E O DIREITO DE FAMÍLIA CARLOS EDUARDO DE ANDRADE MAIA Advogado, Palestrante e Professor Professor de Dir. Civil em cursos de pós graduação lato sensu Professor da ESA Escola Superior da Advocacia

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 237 239 Art. 20, II Lei 9.974/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 Já abrangidas nas custas da ação

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. fls. 61

EDITAL DE LEILÃO. fls. 61 fls. 61 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF 7ª Vara Cível da Comarca de Dourados-MS. EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL e

Leia mais

XXXXXXXXXXXXX - RECURSO

XXXXXXXXXXXXX - RECURSO MERITUS CONCURSOS XXXXXXXXXXXXX - RECURSO (TJMG 1ª INSTÂNCIA) Autor / Organizador: Professor: Ival Heckert QUESTÃO 31 Pelo disposto no Código de Processo Civil, a petição inicial será indeferida quando:

Leia mais

CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS. Subseção I. Competência

CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS. Subseção I. Competência CAP. XII - 1 CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS Subseção I Competência 1. O Plantão Judiciário destina-se exclusivamente: 1 a) ao conhecimento dos pedidos de habeas corpus

Leia mais

Perguntas Frequentes - Trabalhista

Perguntas Frequentes - Trabalhista Perguntas Frequentes - Trabalhista 01) O empregador poderá descontar do empregado as importâncias correspondentes a danos por eles causados? 1º do art. 462 da CLT prevê a possibilidade de que, em caso

Leia mais

DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA

DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA BLOCO DE ATUALIZAÇÃO Nº 30 CAP. VI - 1 CAPÍTULO VI DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 1. Incumbe ao oficial de justiça: 1 a) executar pessoalmente as ordens dos juízes a que estiver

Leia mais

ROTEIRO DA LEI DO PROCESSO ELETRÔNICO Ana Amelia Menna Barreto

ROTEIRO DA LEI DO PROCESSO ELETRÔNICO Ana Amelia Menna Barreto ROTEIRO DA LEI DO PROCESSO ELETRÔNICO Ana Amelia Menna Barreto A Lei que instituiu o processo judicial informatizado, em vigor desde março de 2007, aplica-se indistintamente aos processos civil, penal,

Leia mais

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke AÇÃO DE EXECUÇÃO. EMBARGOS DE TERCEIRO OPOSTOS PELO ADQUIRENTE

Leia mais

DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO

DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO Xerox da certidão de casamento; Xerox da carteira de identidade e do CPF do autor (aquele que está procurando a Defensoria Pública) (No caso de Divórcio Consensual,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS GABINETE DA SECRETÁRIA RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU

SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS GABINETE DA SECRETÁRIA RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU RESOLUÇÃO N 126/2012 GS/SEJU Dispõe sobre a criação da Central de Alvarás de Soltura e disciplina os procedimentos administrativos para o encaminhamento, cumprimento e execução dos alvarás de soltura eletrônicos.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 149/2010. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições legais,

RESOLUÇÃO Nº 149/2010. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições legais, RESOLUÇÃO Nº 149/2010 Autoriza a implantação do Processo Eletrônico no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Acre e dá outras providências. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008 CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO N 46, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2008 Dispõe sobre a designação de Juízes Federais para acompanhar as correições realizadas pela Corregedoria- Geral. O Corregedor-Geral da Justiça

Leia mais

CAPÍTULO III Da Fiscalização das Fundações e Associações

CAPÍTULO III Da Fiscalização das Fundações e Associações CAPÍTULO III Da Fiscalização das Fundações e Associações Art. 186. O Ministério Público, no exercício de sua atribuição fiscalizatória das fundações, 1 exerce atividade administrativa e judicial. Art.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos Projeto Paternidade Responsável. Procedimentos genitoras Primeira Etapa Convocação das 1) Seleção de escolas Verificar no material fornecido o nome do Dirigente Regional, com o qual será feito contato

Leia mais

PROJETO DE LEI N O, DE 2007. (Do Sr. MICHEL TEMER)

PROJETO DE LEI N O, DE 2007. (Do Sr. MICHEL TEMER) PROJETO DE LEI N O, DE 2007. (Do Sr. MICHEL TEMER) Dispõe sobre as empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança e dá outras Providências. O Congresso nacional decreta: CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

PROVIMENTO CG N.º 02/2005

PROVIMENTO CG N.º 02/2005 PROVIMENTO CG N.º 02/2005 Altera a redação do item 48.3 da Seção II do Capítulo XX, e dos itens 123 e 124 da Subseção IV da Seção II do Capítulo XX das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE CANOAS PRIMEIRA VARA FEDERAL PORTARIA 002/08

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE CANOAS PRIMEIRA VARA FEDERAL PORTARIA 002/08 PORTARIA 002/08 Os Doutores GUILHERME PINHO MACHADO, Juiz Federal da Vara Federal Cível da Subseção Judiciária de Canoas, e DANIEL LUERSEN, Juiz Federal Substituto, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

Peça prático-profissional

Peça prático-profissional Peça prático-profissional Marilza assinou 5 notas promissórias, no valor de R$ 1.000,00 cada uma, para garantir o pagamento de um empréstimo tomado de uma factoring chamada GBO Ltda. Recebeu na data de

Leia mais

Inventário e Partilhas. Ozéias J. Santos 01.06.2015

Inventário e Partilhas. Ozéias J. Santos 01.06.2015 Inventário e Partilhas Ozéias J. Santos 01.06.2015 O Novo CPC disciplina o inventário e partilha nos artigos 610 a 673. A pessoa morrendo, deixando um patrimônio, este patrimônio deve ser destinado a alguém.

Leia mais

PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO. A CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO. A CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações de supostos pais de pessoas registradas sem paternidade estabelecida, bem como

Leia mais

Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09

Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09 Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09 Instrução Normativa RFB nº 1.477/2014 - DOU: 04.07.2014 Altera a Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3a REGIÃO. Gabinete da Presidência ORDEM DE SERVIÇO GP N. 2, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2015. outras providências.

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3a REGIÃO. Gabinete da Presidência ORDEM DE SERVIÇO GP N. 2, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2015. outras providências. ORDEM DE SERVIÇO GP N. 2, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2015. Regulamenta a prestação de serviços durante o período de recesso previsto na Lei n. 5.010/66 e dá outras providências. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL

Leia mais

PROVIMENTO N.º CGJ- 03/2010

PROVIMENTO N.º CGJ- 03/2010 PROVIMENTO N.º CGJ- 03/2010 Disciplina a implantação e estabelece normas para o funcionamento do processo judicial eletrônico nas unidades jurisdicionais do Poder Judiciário do Estado do Bahia. A DESEMBARGADORA

Leia mais

Válida até 30/03/2011

Válida até 30/03/2011 Tabela de Emolumentos / 2011 (1) Válida até 30/03/2011 Anexo da Portaria nº 1448 /CGJ/2010 (a que se refere o 1º do artigo 2º da Lei n.º 15.424, de 30 de dezembro de 2004, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

Execução com base em título extrajudicial

Execução com base em título extrajudicial Execução com base em título extrajudicial 1. PetiçãoInicial Expressamente disciplinada pelos artigos 614 a 616: Art. 614. Cumpre ao credor, ao requerer a execução, pedir a citação do devedor e instruir

Leia mais

ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano

ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano A - PRÉVIAS: 1. Apresentação de petição conjunta formulada pelos Interessados e pelo BNDES, com a anuência do Administrador Judicial, protocolizada

Leia mais

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA RGI N: ESCRITURA DE COMPRA E VENDA VENDEDOR: COMPRADORA: IMÓVEL: VALOR DA VENDA E COMPRA: R$ VALOR VENAL DE REFERÊNCIA: R$ INSCRIÇÃO CADASTRAL: S A I B A M quantos esta pública escritura virem aos ----

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE GESTÃO DE ATIVOS DE TERCEIROS FATO RELEVANTE

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE GESTÃO DE ATIVOS DE TERCEIROS FATO RELEVANTE CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE GESTÃO DE ATIVOS DE TERCEIROS FATO RELEVANTE Informamos aos senhores cotistas do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO CAIXA TRX LOGÍSTICA RENDA, CNPJ nº 12.887.506/0001-43

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

Que fazem entre si, de um lado a empresa..., na..., aqui representada. por..., brasileiro,

Que fazem entre si, de um lado a empresa..., na..., aqui representada. por..., brasileiro, 34) INSTRUMENTO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA Que fazem entre si, de um lado a empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob nº...., com sede na..., aqui representada por..., brasileiro, maior, casado, administrador

Leia mais

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 Dispõe sobre o registro e controle da freqüência dos servidores do Poder Judiciário. PUBLICADO NO DIÁRIO DO PODER JUDICIÁRIO NO DIA 24 DE AGOSTO DE 2009. A PRESIDENTE DO

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 23062.008112/2013-11 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº XXX/2013 Contrato de Locação nº XXX/2013 que entre

Leia mais

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 2 - Olá, eu sou o Zé Virtual e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 3 - JUIZADO CENTRAL uma Justiça mais rápida e acessível O Juizado Central foi criado para solucionar, de

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

ORIENTAÇÕES AO ALUNO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO NPJ. 1.1 Aluno recebe o cliente e a sua ficha de qualificação;

ORIENTAÇÕES AO ALUNO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO NPJ. 1.1 Aluno recebe o cliente e a sua ficha de qualificação; ORIENTAÇÕES AO ALUNO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO NPJ 1. ATENDIMENTO AO CLIENTE: 1.1 Aluno recebe o cliente e a sua ficha de qualificação; 1.2 Atende ao cliente (informando-o de forma clara e inequívoca,

Leia mais

Petição Inicial. OBS: todas as petições iniciais obedecem aos mesmos requisitos, seja ela de rito ordinário, sumário, cautelar procedimento especial.

Petição Inicial. OBS: todas as petições iniciais obedecem aos mesmos requisitos, seja ela de rito ordinário, sumário, cautelar procedimento especial. Petição Inicial A Petição inicial é a peça por meio da qual o autor provoca a atuação jurisdicional do Estado. A sua redação deverá obedecer a determinados requisitos estabelecidos no artigo 282 do CPC.

Leia mais