built build t b LAJES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "built build t b LAJES"

Transcrição

1 uilt tbuild tb LAJES

2

3 LAJES Liteform 338 Slabform 352 Linear 366 Simplex Table 374 Mesa ST Mesa ST Escoramentos para lajes Escoras 390 Torres T Torres T Estruturas de escoramento MP 409 Torres de alta capacidade MP 414 Omnimode 418 Acessórios e peças de reposição 424 Formas para Lajes

4 Lajes_LITEFORM 338 LITEFORM é o novo sistema de escoramento para lajes tradicionais de concreto moldado in loco. Apresenta as vantagens de incrementar a produtividade, reduzir tempos e aumentar a segurança no canteiro.

5 Empresa Projetos Produtos LITEFORM Escoramento leve e seguro para lajes tradicionais de concreto moldadas in loco, produzido com a finalidade de aumentar a segurança no canteiro de obras, melhorar a produtividade e reduzir o tempo de execução de lajes. É um sistema especialmente indicado para a construção residencial, tanto de lajes de vigotas treliça e lajotas cerâmicas, como para lajes de concreto maciço. Seguro (montado a partir do próprio piso), fácil de manusear e rápido para montar (painéis muito leves de alumínio), modular e extremamente produtivo, LITEFORM é o sistema ideal para escoramento de formas para lajes, ideal para empresas de pequeno e médio porte, para a execução de qualquer tipo de laje. Formas para Lajes 339

6 Lajes_LITEFORM A utilização do sistema LITEFORM incrementa a segurança e a organização no canteiro de obras. 340

7 Empresa Projetos Produtos PONTOS FORTES SEGURO LEVE dos painéis é feita do próprio piso, sem qualquer risco de queda* total segurança para colocar lajes com vigotas ou compensados para a concretagem de laje maciça. O vão entre as travessas é de apenas 85 mm segurança mesmo sobre superfície molhada alumínio, diminuem o tempo de montagem e de desmontagem apresenta um acabamento plano, que pode permanecer à vista transversal LITEFORM permite aumentar a produtividade no canteiro de obras, com a retirada de todos os painéis, na fase de desforma, apenas poucos dias após a concretagem, permanecendo somente as escoras durante a maturação do concreto. Com o material retirado, mais outro conjunto de escoras, é possível proceder com a montagem de outro setor de laje tipo de escora disponível no canteiro de obras Formas para Lajes MODULAR PRODUTIVO LITEFORM * Nos países da C.E., a norma relativa a prevenção de acidentes de trabalho prevê sanções muito severas para as empresas que não adotam sistemas de segurança. O sistema LITEFORM foi concebido para resguardar os operários contra qualquer perigo de queda de altura. 341

8 Lajes_LITEFORM CARACTERÍSTICAS Adequado para lajes de concreto maciço de até 26 cm de espessura e para lajes nervuradas ou treliçadas. As cargas previstas podem variar entre 4,5 a 7,0 kn/m 2 com escoras de 9 a 15 kn. Podem ser empregadas, também, escoras classe B ou classe D (segundo a norma EN 1065). É possível utilizar os cabeçotes LITEFORM com qualquer tipo de escora. Um dispositivo especial de engate evita o escape acidental do cabeçote da escora. mínima quantidade de escoras (1 a cada 2 m 2 ) reduzindo-se de modo significativo o material a ser movimentado em comparação com os escoramentos tradicionais. Cabeçote de queda rápida LITEFORM kg 5,3. Cabeçote fixo LITEFORM kg 2,0. SISTEMA LITEFORM COM POUCOS COMPONENTES E BAIXO PESO Painéis em alumínio cm Peso kg Compensações de alumínio cm Peso kg 200x100 19,0 3 hastes de 180 6,8 200x75 15,1 3 hastes de 150 5,8 200x50 9,8 2 hastes de 180 4,4 2 hastes de 150 3,8 Escoras de aço cm* 180/300 capacidade 13,33 30 kn 200/350 capacidade 11,43 30 kn Peso kg *São recomendadas escoras de aço de Classe B segundo a norma EN

9 Empresa Projetos Produtos 343

10 Lajes_LITEFORM MONTAGEM Antes de iniciar a montagem, montam-se os cabeçotes, de queda rápida ou fixos, nas respectivas escoras. Basta encaixar o cabeçote na escora, o dispositivo de engate evita o escape acidental e a rotação do cabeçote. Montagem das escoras, já com os respectivos cabeçotes de queda rápida ou fixos, instalando-se uma primeira fileira de escoras com tripés (Fig. 1). Posicionamento dos da escora (Fig. 2). Posicionamento dos painéis sobre os cabeçotes por meio de um movimento de rotação do painel com a forquilha de elevação. Completase então o escoramento da laje (Fig. 3). Para o escoramento de lajes treliçadas ou pré-fabricadas, a instalação de todos os componentes é realizada com total segurança, diretamente sobre os painéis LITEFORM. A concretagem completa o ciclo de trabalho (Fig. 4). Para a forma de lajes de concreto maciço é possível utilizar chapas de compensado ou outros, dispostos diretamente sobre os painéis LITEFORM; a seguir, coloca-se a armadura e o concreto. Graças ao dispositivo do cabeçote de queda rápida, é possível realizar uma desforma antecipada, poucos dias após a concretagem (Fig. 5). Uma vez destravados os cabeçotes de queda rápida, todos os painéis ficam liberados para reutilizar nos setores sucessivos e dar início a um novo ciclo de produção (Fig. 6). 344

11 Empresa Projetos Produtos Fig. 1 Fig. 2 Fig. 3 Fig. 4 Formas para Lajes Fig. 5 Fig

12 Lajes_LITEFORM 346 A modulação e a leveza do sistema LITEFORM é vantajosa até para obras de reforma.

13 Empresa Projetos Produtos R R 2000 Esquema standard. Esquema com travessas intermediárias R. Espessura da laje cm Peso próprio+ sobrecarga+* kn/m 2 Carga total sobre painel kn Carga máx. sobre escora kn x Deformação Máx. mm x x Carga sobre painel Carga sobre com travessa escora com intermediária travessa interna R kn R** kn Deformação Máx. com travessa intermediária R mm Formas para Lajes x x x x x x x x x * sobrecarga devida a operários: 2x0.15 kn. ** em condições de trabalho. 347

14 Lajes_LITEFORM CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG QUADROS DE ALUMÍNIO LITEFORM x x x COMPENSAÇÕES DE ALUMÍNIO LITEFORM 2 HASTES E 3 HASTES x200 (A) x200 (A) x300 (B) x300 (B) 5.8 COMPENSAÇÕES DE ALUMÍNIO 7 HASTES LITEFORM x200 (A) x200 (A) 3.8 A CABEÇOTE DE QUEDA RÁPIDA LITEFORM ESCORAS COM ANÉL EXTERNO GALVANIZADA A QUENTE SEGUNDO NORMA EN1065 B 51B30FEZC capacidade kn (classe B) ø int ø ext B35FEZC capacidade kn (classe B) ø int ø ext D30FEZC capacidade kn (classe C/D) ø int ø ext D35FEZC capacidade 20 kn (classe C/D) ø int ø ext TRAVESSA DE COMPENSAÇÃO LITEFORM CABEÇOTE FIXO LITEFORM CABEÇOTE DE 4 VIAS Acessórios e reposições na pagina 424

15 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG TRIPÉ PARA ESCORAS PERFIS DE COMPENSAÇÃO DE PVC PINÇA PAINEL-PAINÉL LITEFORM ANCORAGEM PARA SUPORTE EM PAREDE LITEFORM COMPLETA K N 1 barra roscada S19 da 750 N 1 torno de apertar S19 HASTE GUARDA-CORPO REGULÁVEL HASTE PARA MONTAGEM DE PAINÉIS LITEFORM Formas para Lajes 349

16 Lajes_LITEFORM CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG PAINÉIS AMARELOS x500x x500x CHAPA DE COMPENSADO 21 E x1250x x500x TORRE MÓVEL DE ALUMÍNIO COMPACT 170 K81COM x1800x Acessórios e reposições na pagina 424

17 Empresa Projetos Produtos 351

18

19 Empresa Projetos Produtos SLABFORM Sistema modular de formas de alumínio para a concretagem in loco de lajes de concreto maciço ou leve. O SLABFORM é um sistema de formas completamente industrializado, que não requer mão-de-obra especializada para a sua montagem. Seu emprego ideal é em lajes maciças ou leves. Mas também pode ser utilização na concretagem de lajes treliçadas, com vigotas e lajotas, especialmente pela segurança com que nela se trabalha. As formas SLABFORM pertencem à classe 7 segundo o pren travessas de alumínio de diversas medidas e diversos tamanhos de painéis de alumínio com superfície de contato de compensado. O peso graças também à modulação do componentes. Podem ser empregadas tanto escoras de aço como as de alumínio com elevadas capacidade de carga e alturas. O cabeçote de queda rápida permite a desforma das travessas e dos painéis poucos dias após a concretagem, para outro emprego, deixando apenas a escora como suporte até a completa maturação do concreto. Deste modo, o material pode ser utilizado com maior frequência, reduzindo significativamente os custos. Formas para Lajes 353

20 Lajes_SLABFORM 354

21 Empresa Projetos Produtos PONTOS FORTES também para lajes de grande espessura executadas em grandes alturas e pesam menos de 16 kg podem montar até 500 m 2 de forma SLABFORM por dia, com pé direito de 3 m ao sistema de cabeçote de queda rápida sem riscos de separação acidental do cabeçote da escora 2 SLABPROP com elevadas propriedades mecânicas, com aberturas de 2,0 até 5,20 m, extensíveis com complementos e com capacidade de até 7,5 kn, possibilitam formar qualquer tipo de laje. SEGURO LEVE Formas para Lajes MODULAR PRODUTIVO SLABFORM Encaixe dos cabeçotes com engate de segurança com mola, que torna as operações de montagem e desforma rápidas e seguras. 355

22 Lajes_SLABFORM PAINEL DE ALUMÍNIO TRAVES PRIMÁRIAS DE ALUMÍNIO CABEÇAIS PARA PRUMOS peso kg comprimento cm peso kg descrição peso kg 150x75 15, ,0 cabeçote de queda rápida 7,7 150x50 11, ,4 cabeçote fixo 4,8 150x37,5 9, ,7 75x75 8,6 75x50 6,4 75x37,5 5,3 356

23 Empresa Projetos Produtos 2300 A A 2300 TABELA DE CARGA UTILIZANDO A TRAVESSA SLABFORM DE 224 CM COM PAINÉIS DE 75X150 CM E 75X75 CM. Espessura de laje cm Peso próprio+ sobrecarga kn/m 2 forma 75x150 cm - entre eixos das travessas A=150 cm Carga sobre Carga Carga Flecha painel travessa sobre escora máx. kn kn kn mm forma 75x75 cm - entre eixos das travessas A=75 cm Carga Carga Carga Flecha sobre o sobre a travessa sobre o máx. painel kn kn prumo kn mm 14 5,00 5,63 17,36 17,51 <5,3 2,81 8,69 8,84 <5,3 16 5,50 6,20 19,07 19,22 <5,3 3,10 9,56 9,71 <5,3 18 6,00 6,75 20,72 20,87 <7,3 3,38 10,40 10,55 <5,3 20 6,50 7,31 22,40 22,55 <7,3 3,66 11,24 11,39 <5,3 22 7,00 7,88 24,10 24,25 <7,3 3,94 12,09 12,24 <5,3 24 7,50 8,44 25,79 25,94 <7,3 4,22 12,92 13,07 <5,3 26 8,00 9,00 27,47 27,62 <12,2 4,50 13,76 13,81 <5,3 28 8,50 9,56 29,15 29,30 <12,2 4,78 14,60 14,75 <5,3 30 9,00 10,13 30,86 31,01 <12,2 5,06 15,44 15,59 <5, ,25 11,53 35,06 35,21 <12,2 5,76 17,54 17,79 <5, ,50 12,94 39,29 39,44 <12,2 6,47 19,67 19,82 <5, ,75 7,17 21,77 21,92 <5, ,00 7,88 23,90 24,05 <7, ,50 8,72 26,42 26,57 <7, ,50 flecha máxima > 12,2 mm 9,28 28,10 28,25 <7, ,75 9,98 30,20 30,35 <7, ,00 10,69 32,32 32,47 <12, ,50 12,09 36,53 36,68 <12,2 tensão unitária > tensão admissíve 90 24,00 13,50 40,76 40,91 <12, ,50 14,90 **44,96 **45,11 <12,2 Formas para Lajes ** escoras na extensão intermediária

24 Lajes_SLABFORM FASES DE DESFORMA 358

25 Empresa Projetos Produtos CANTEIRO SLABFORM Formas para Lajes 359

26 Lajes_SLABFORM Complementos. 360

27 Empresa Projetos Produtos Ancoragem. 361

28 Lajes_SLABFORM CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG PAINÉIS DE ALUMÍNIO SLABFORM x x x x x x TRAVESSAS SLABPROP interasse interasse interasse 1550 ESCORAS COM ANEL EXTERNO GALVANIZADA A QUENTE SEGUNDO NORMA EN D30FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext D35FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext D45FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext E30FEZC capacidade 30 kn (classe E) ø int ø ext E35FEZC capacidade 30 kn (classe E) ø int ø ext ESCORAS DE ALUMÍNIO capacidade 40 kn capacidade 40 kn capacidade 40 kn capacidade 40 kn EXTENSÃO DE ALUMÍNIO PARA ESCORA SLABPROP COMPLETA COM N 4 parafusos M12x40 UNI 5739 Zn N 4 porca M12 UNI 5588 Zn N 4 arruelas 13x24 UNI 6592 Zn TRIPÉ PARA ESCORA CABEÇOTE DE QUEDA RÁPIDA SLABFORM Acessórios e reposições na pagina 424

29 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG CABEÇOTE FIXO SLABFORM SUPORTE DE EXTREMIDADE SLABFORM CABEÇOTE DE 4 VIAS TRAVESSA DE COMPENSAÇÃO SLABFORM QUADRO DE TRAVAMENTO DE ESCORAS SLABPROP COMPENSAÇÃO TRIANGULAR SLABFORM x x Formas para Lajes SUPORTE DE MONTAGEM ESCORA SLABFORM COMPLETO COM PARAFUSO ARRUELA E PORCA PINÇA PARA PAINÉIS SLABFORM PINÇA PAINEL-TRAVESSA SLABFORM

30 Lajes_SLABFORM CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG CONECTOR DE EXTREMIDADE PAINÉIS PERFIS DE COMPENSAÇÃO DE PVC SLABFORM ANCORAGEM PARA SUPORTE EM PAREDE SLABFORM SUPORTE E HASTE GUARDA-CORPO SLABFORM x HASTE GUARDA-CORPO SLABFORM PARA PAINÉIS/TRAVESSAS PLATAFORMA COM GUARDA-CORPO SLABFORM Acessórios e reposições na pagina 424

31 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG PARAFUSO PARA TRAVESSA OCA SLABFORM M12x M12x70 - PARAFUSO M10 COM ANEL Ø CHAVE PARA AJUSTE DE ESCORAS SLABPROP CORREIA DE ANCORAGEM DE TRAVESSA SF COMPLETA COM PARAFUSO DE FIXAÇÃO N 1 olhal 12 DIN 582 N 1 parafuso M12x40 para cava ANDAIME MÓVEL DE ALUMÍNIO COMPACT 170 K81COM x1800x PAINEL AMARELO x500x x500x Formas para Lajes 365

32

33 Empresa Projetos Produtos LINEAR Sistema semi-tradicional para a execução de lajes de concreto moldado in loco, com escoras de alta capacidade de carga que suportam vigas primárias e secundárias de madeira com extremidades protegidas. Ideal para concretagem de lajes de concreto armado maciço ou leve e também, para lajes treliçadas ou nervuradas. A superfície de contato, geralmente a cargo da empreiteira, pode ser de painéis amarelos ou dos vários tipos de compensados de 21 ou 27 mm de espessura, conforme as exigências arquitetônicas e do grau de acabamento requerido. O sistema de formas LINEAR Escoras com diversos comprimentos e capacidades, conformes com as normas EN 1065 Vigas de madeira PL20 de 330,390,490, 590 cm de comprimento, protegidas nas extremidades Cabeçote de 4 vias Cabeçote intermediário Cabeçote de queda rápida Esquadro de 30 cm para vigas e rebaixos Angular de 25 cm para fechamento lateral de laje FORMA LINEAR COM CABEÇOTE DE 4 VIAS É a solução semi tradicional mais econômica para a execução de lajes com qualquer geometria. O cabeçote de 4 vias permite montar vigamentos primários com uma ou duas vigas PL20 para otimizar a quantidade de escoras necessárias. FORMA LINEAR COM CABEÇOTE DE QUEDA RÁPIDA O emprego do cabeçote de queda rápida permite reduzir de modo significativo a quantidade de material necessário para a forma de lajes. Depois de executada a concretagem, passado o prazo mínimo de maturação, que depende principalmente da espessura da laje, do tipo de concreto e da temperatura externa, procede-se à retirada dos tripés e das escoras intermediárias. A seguir, com um simples golpe de martelo é liberado o garfo do cabeçote de queda rápida, que se abaixa permitindo a retirada das vigas PL20, primárias e secundárias, bem como uma parte dos painéis. As escoras com cabeçote de queda rápida permanecem montados até a completa maturação do concreto. Os componentes liberados podem ser reutilizados para a montagem de uma segunda laje, empregando-se outro conjunto de escoras. Para a montagem de uma terceira laje podem ser utilizadas as escoras da primeira laje, já que para aguardar o final maturação da primeira laje, pode-se substituí-las por outras de menor desempenho, considerando que o seu concreto já terá atingido uma razoável resistência. Formas para Lajes 367

34 Lajes_LINEAR ACESSÓRIOS PARA VIGAS Alguns esquadras e angulares especiais para fechamento lateral estão disponíveis para montar rapidamente, mesmo sem mão-de-obra especializada, laterais de vigas e vigas de borda de até 60 cm. O angular de 25 cm para a borda das lajes é a solução mais econômica, rápida e segura para o fechamento lateral do concreto. Exemplo de montagem de viga. 368

35 Empresa Projetos Produtos 369

36 Lajes_LINEAR Espessura laje s (cm) TABELA PARA O ESPAÇAMENTO DAS VIGAS PRIMÁRIAS E DAS ESCORAS EM FUNÇÃO DA ESPESSURA DA LAJE Peso próprio +sobrecarga P (kn/m 2 ) Vigamento secundário Vigamento primário espaçamento vigas A (m) espaçamento vigas C (m) 0,40 0,50 0,75 1,00 1,25 1,50 1,75 2,00 2,25 2,50 3,00 3,50 4,00 4,50 Vão admissível A max (m) Vão admissível B (m) 10 4,0 3,54 3,28 2,87 3,16 2,83 2,58 2,39 2,24 2,11 2,00 1,67 1,43 1,25 1, ,5 3,40 3,16 2,76 2,98 2,67 2,43 2,25 2,11 1,98 1,78 1,48 1,27 1,11 0, ,0 3,28 3,05 2,66 2,83 2,53 2,31 2,14 2,00 1,78 1,60 1,33 1,14 1,00 0, ,5 3,18 2,95 2,58 2,70 2,41 2,20 2,04 1,82 1,62 1,45 1,21 1,04 0,91 0, ,0 3,09 2,87 2,51 2,58 2,31 2,11 1,90 1,67 1,48 1,33 1,11 0,95 0,83 0, ,5 3,01 2,79 2,44 2,48 2,22 2,03 1,76 1,54 1,37 1,23 1,03 0,88 0,77 0, ,0 2,94 2,73 2,38 2,39 2,14 1,90 1,63 1,43 1,27 1,14 0,95 0,82 0,71 0, ,5 2,87 2,66 2,33 2,31 2,07 1,78 1,52 1,33 1,19 1,07 0,89 0,76 0,67 0, ,0 2,81 2,61 2,28 2,24 2,00 1,67 1,43 1,25 1,11 1,00 0,83 0,71 0,63 0, ,5 2,75 2,55 2,23 2,17 1,88 1,57 1,34 1,18 1,05 0,94 0,78 0,67 0,59 0, ,0 2,70 2,51 2,19 2,11 1,78 1,48 1,27 1,11 0,99 0,89 0,74 0,63 0,56 0, ,25 2,59 2,40 2,10 1,95 1,56 1,30 1,11 0,98 0,87 0,78 0,65 0,56 0,49 0, ,50 2,49 2,31 2,02 1,74 1,39 1,16 0,99 0,87 0,77 0,70 0,58 0,50 0,43 0, ,75 2,40 2,23 1,95 1,57 1,25 1,05 0,90 0,78 0,70 0,63 0,52 0,45 0,39 0, ,00 2,33 2,16 1,89 1,43 1,14 0,95 0,82 0,71 0,63 0,57 0,48 0,41 0,36 0, ,50 2,21 2,05 1,78 1,21 0,97 0,81 0,69 0,61 0,54 0,48 0,40 0,35 0,30 0, ,00 2,10 1,95 1,54 1,05 0,84 0,70 0,60 0,53 0,47 0,42 0,35 0,30 0,26 0, ,50 2,02 1,87 1,36 0,93 0,74 0,62 0,53 0,47 0,41 0,37 0,31 0,27 0,23 0, ,00 1,95 1,81 1,22 0,83 0,67 0,56 0,48 0,42 0,37 0,33 0,28 0,24 0,21 0, ,50 1,88 1,66 1,11 0,75 0,60 0,50 0,43 0,38 0,34 0,30 0,25 0,22 0,19 0,17 Os valores na tabela foram calculados levando em consideração: 3 2 ) 2 370

37 Empresa Projetos Produtos C A B Formas para Lajes Sistema misto de escoramento para lajes com vigas de madeira PL20 e formas industrializadas SLABFORM para a laje de uma grande obra industrial com muitas vigas. 371

38 Lajes_LINEAR CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS COM ANEL EXTERNO GALVANIZADA A QUENTE SEGUNDO EN1065 (CLASSE D) 51D25FEZC (classe D) 15.0 capacidade mínima em qualquer extensão 20 kn ø int ø ext D30FEZC (classe D) 16.0 capacidade mínima em qualquer extensão 20 kn ø int ø ext D35FEZC (classe D) 22.0 capacidade mínima em qualquer extensão 20 kn ø int ø ext D45FEZC (classe D) 30.0 capacidade mínima em qualquer extensão 20 kn ø int ø ext E30FEZC (classe E) 23.5 capacidade mínima em qualquer extensão 30 kn ø int ø ext E35FEZC (classe E) 27.0 capacidade mínima em qualquer extensão 30 kn ø int ø ext CABEÇOTE DE QUEDA RÁPIDA LINEAR COMPLETO N 1 parafuso M14x85 UNI 5737 Zn N 1 porca M14 UNI 5588 Zn N 1 arruela 15x28 UNI 6592 Zn CABEÇOTE DE 4 VIAS CABEÇOTE INTERMEDIÁRIO TRIPÉ PARA ESCORAS VIGAS PL momento flector admissível M= 5 knm força cortante admissível T= 11 kn momento de inércia Jx= 4613 cm 4 módulo de resitência Wx= 461 cm 3 peso G= 4.6 kg/m Acessórios e reposições na pagina 424

39 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ANGULAR DE 25 PARA BORDA DE LAJES EXTENSÃO DE ESQUADRO PARA LATERAL DE VIGAS COMPLETA ESQUADRO DE 30 PARA LATERAL DE VIGAS COMPLETO HASTE GUARDA-CORPOS GARFO PARA DESFORMA PL Formas para Lajes 373

40 Lajes_MESA SIMPLEX 374

41 Empresa Projetos Produtos MESA SIMPLEX Mesa modular componível para a concretagem de lajes maciças. As mesas SIMPLEX são indicadas para a execução de lajes concretadas in loco, com geometria irregular e vigas tanto de borda como internas. São compostas por dois quadros de base contra ventados por diagonais cruzadas, com garfos e bases reguláveis com rosca. Os vigamentos, primário e secundário, são feitos com vigas PL20, enquanto que a superfície de contato com o concreto é de madeira compensada ou de quaisquer painéis disponíveis no canteiro de obras. A movimentação horizontal de cada mesa pode ser feita manualmente, com auxílio de carrinhos, e o transporte vertical, de um piso para o próximo, é realizado com uma DIMENSÕES DOS QUADROS DE BASE ECONOMIA MODULARIDADE Os quadros de base podem ser superpostos para se atingir alturas maiores. Formas para Lajes SIMPLICIDADE MESA SIMPLEX 375

42 Lajes_MESA SIMPLEX CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG QUADRO BASE x x x DIAGONAL CRUZADA x x x x x x x x x BASE REGULÁVEL CABEÇOTE DE 4 VIAS REGULÁVEL PARAFUSO REGULÁVEL CABEÇOTE DE 4 VIAS JUNTA DE CONEXÃO DE QUADROS CHAPA DE FIXAÇÃO PL20 COMPLETA x Acessórios e reposições na pagina 424

43 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESPIGA DE CONEXÃO COM CAVILHA ESTRIBO DE SEGURANÇA ANGULAR DE FIXAÇÃO VIGAS PL CARRINHO DE TRANSLAÇÃO MESA BALANCIM PARA ELEVAÇÃO MESA HASTE GUARDA-CORPO COMPLETA Formas para Lajes VIGAS PL momento flector admissível M= 5 knm força cortante admissível T= 11 kn momento de inércia Jx= 4613 cm 4 módulo de resitência Wx= 461 cm 3 peso G= 4.6 kg/m

44 Lajes_MESA ST50 378

45 Empresa Projetos Produtos MESA ST50 Sistema modular para grandes superfícies de lajes moldadas in loco, transportável com balancim. As mesas ST50 são indicadas para a execução de lajes maciças de grandes dimensões e de geometrias regulares e repetitivas. Seu reduzido peso e as grandes superfícies formadas permitem um elevado nível de produtividade. As mesas ST50 são compostas com quatro escoras telescópicos (classe E, capacidade de carga de 40 kn a 74 kn) conectados às duas vigas principais, de madeira, com um cabeçote de acoplamento giratório. Sobre as vigas principais é apoiado o vigamento secundário, sempre com vigas PL20 e uma superfície de contato para o concreto de compensado ou de painéis amarelos. A translação de cada mesa é realizada com o auxílio de um balancim de elevação, com um único movimento de grua. PRODUTIVIDADE LAJES REPETITIVAS DIMENSÕES DAS MESAS Alturas variáveis em função das escoras. Formas para Lajes MESA ST50 379

46 Lajes_MESA ST50 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG MESA PARA LAJES ST50 COMPLETA COM K51S x N 4 vigas PL20 da 490 N 11 vigas PL da 250 N 22 pinças para vigas PL20 N 10 painéis amarelos 50x250 K51S x N 4 vigas PL20 da 490 N 11 vigas PL da 200 N 22 pinças para vigas PL20 N 8 painéis amarelos 50x250 K51S x N 4 vigas PL20 da 390 N 9 vigas PL da 250 N 18 pinças para vigas PL20 N 8 painéis amarelos 50x250 K51S x N 4 vigas PL20 da 490 N 11 vigas PL da 200 N 22 pinças para vigas PL20 N 7 painéis amarelos 50x250 ESCORAS COM ANEL EXTERNO GALVANIZADAS A QUENTE SEGUNDO NORMA EN D30FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext D35FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext D45FEZC capacidade 20 kn (classe D) ø int ø ext E30FEZC capacidade 30 kn (classe E) ø int ø ext E35FEZC capacidade 30 kn (classe E) ø int ø ext ESCORAS DE ALUMÍNIO SLABPROP capacidade 40 kn capacidade 40 kn capacidade 40 kn capacidade 40 kn QUADRO DE JUNÇÃO DE ESCORAS SLABFORM Acessórios e reposições na pagina 424

47 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ACOPLAMENTO ESCORA/VIGA GIRATÓRIO PL20 COMPLETO COM 51S x257x800 H 30.0 N quadro superior N 1 quadro acoplamento fixo N 1 quadro acoplamento móvel N 4 arruelas M12 N 4 porcas S19 ACOPLAMENTO FIXO ESCORA/VIGA PL20 COMPLETO COM 51S x240x450 H 11.3 N 1 quadro superior N 1 quadro inferior N 1 suporte escora N 4 porcas S19 N 4 parafusos M10x50 UNI 5739 N 4 arruelas 10x18 UNI 6592 N 4 porcas M10 UNI 5588 HASTE GUARDA-CORPO BASCULANTE 51S HASTE GUARDA-CORPO T TRAVA PARA VIGAS PL20 51S BALANCIM PARA ELEVAÇÃO 51S Formas para Lajes VIGAS PL momento flector admissível M= 5 knm força cortante admissível T= 11 kn momento de inércia Jx= 4613 cm 4 módulo de resistência Wx= 461 cm 3 peso G= 4.6 kg/m

48 Lajes_MESA ST

49 Empresa Projetos Produtos MESA ST110 Mesa para lajes de grande superfície, ideal para a execução em fases repetidas, de O modulo básico é 10,0x3,5 m equivalente a 35 m 2 de superfície armada, mas com os elementos básicos podem ser compostas mesas de diversas medidas. Um sistema de rodas acopladas nas escoras centrais permite a movimentação horizontal da mesa inteira de uma forma simples, rápida e segura. As mesas ST110 são compostas com duas treliças principais vinculadas a escoras telescópicas, tipo SLABPROP, de alta capacidade de carga, sobre os quais é fixado o vigamento secundário de vigas de alumínio ou, como alternativa, vigas PL20 e uma superfície de contato para o concreto de compensado de 18 ou 21 mm. DIMENSÕES DAS MESAS INSTALAÇÃO RÁPIDA DESFORMA RÁPIDA Alturas variáveis em função das escoras. Formas para Lajes PRODUTIVIDADE MESA ST

50 Lajes_TORRES ST110 CICLOS DE TRABALHO SIMPLES, RÁPIDOS E SEGUROS Para a translação da mesa de um piso inferior para o superior basta um vão livre de aproximadamente 50 cm entre a laje concretada e a mesa. A fase de desforma compreende a liberação da superfície em contato com o concreto, pelos dispositivos de cabeçote de queda rápida, seguida pelo rebaixamento das escoras telescópicas e a translação da mesa inteira utilizando-se um balancim especial de desforma que, uma vez Fig. 1 Rebaixamento do quadro com o desarme da cunha do acoplamento da escora e elevação das escoras externas até o final do seu curso. Fig. 2 Inserção dos macacos hidráulicos sob as escoras externas. Fig. 3 Elevação das escoras centrais para a colocação das rodas. 384

51 Empresa Projetos Produtos Fig. 4 Abaixamento da mesa com os macacos hidráulicos, tendo já colocado as ancoragens de segurança, e translação da mesa. Formas para Lajes Fig. 5 Fixação do balancim à mesa, translação e elevação da mesa com a grua. Fig. 6 Retirada das rodas e posicionamento da mesa para uma nova concretagem. 385

52 Lajes_MESA ST110 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG TRELIÇA ST110 COMPLETA COM 51S N 4 pinos D= 20 L= 130 mm N 4 cavilha de segurança de 3 N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn TRELIÇA ST110 ESPECIAL 4 PONTOS DE ENCAIXE COMPLETA COM 51S N 4 pinos D= 20 L= 130 mm N 4 cavilha de segurança de 3 N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn TRELIÇA ST110 COMPLETA COM 51S N 4 pinos D= 20 L= 130 mm N 4 cavilhas de segurança de 3 N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn MÍSULA ST110 COMPLETA COM 51S N 3 parafusos M20x50 UNI Zn N 3 porcas M20 UNI S Zn N 3 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 3 arruelas UNI 8842-A20 Zn DIAGONAL HORIZONTAL ST 2020X S S ESCORA SLABPROP CI.R. COM SEGURANÇA DIAGONAL DUPLA ST COMPLETA COM 51S x N 1 parafuso M12x100 UNI Zn N 1 porca M20 UNI S Zn N 2 arruelas 13x24 UNI 6592 Zn 51S x N 1 parafuso M12x100 UNI Zn N 1 porca M20 UNI S Zn N 2 arruelas 13x24 UNI 6592 Zn BARRA ST 51S S Acessórios e reposições na pagina 424

53 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ACOPLADOR ST PARA JUNÇÃO DE ESCORA COMPLETO COM 51S N 2 parafusos M36x100 UNI Zn N 2 arruelas 37x66 UNI 6592 Zn N 1 barra dobrada rosqueada M16 N 2 porcas M16 UNI S Zn N 2 arruelas 17x30 UNI 6592 Zn QUADRO DE CONEXÃO ESCORAS SLABPROP VIGA DE ALUMÍNIO 7,5 51S (10.6 ) S (12 ) S (14 ) S (16 ) Formas para Lajes VIGAS PL momento flector admissível M= 5 knm força cortante admissível T= 11 kn momento de inércia Jx= 4613 cm 4 módulo de resistência Wx= 461 cm 3 peso G= 4.6 kg/m

54 Lajes_MESA ST110 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG BALANCIM ST DE ELEVAÇÃO COMPLETO COM 51S N 2 lateral balancim N tubos L= 220 N 1 tubo L= 360 N 4 braçadeiras orientáveis N 8 olhais 120x70 D= 13 N 8 manilhas A20 UNI 1947 N 4 parafusos M20x50 UNI Zn N 4 porcas M20 UNI S Zn N 4 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn HASTE GUARDA-CORPO ST DE 1220 BASCULANTE PARA DENTRO COMPLETA COM 51S N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn HASTE GUARDA-CORPO ST DE 1140 BASCULANTE EXTERNA COMPLETA COM 51S N 1 pino D= 16 L= 80 mm N 1 arruela 17x30 UNI 6592 Zn N 1 cavilha de segurança de 3 N 1 mísula de 41.5 de suporte N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn BARRA HORIZONTAL ST CONEXÃO DE RODAS 51S RODA ST DE TRANSLAÇÃO COMPLETA 51S ENGATE BALANCIM ST MONTADO COMPLETO COM 51S N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn N 1 suporte especial N 2 braçadeiras ST SUPORTE ST ACOPLADOR DE BALANCIM COMPLETO COM 51S N 2 parafusos M20x50 UNI Zn N 2 porcas M20 UNI S Zn N 2 arruelas 21x37 UNI 6592 Zn N 2 arruelas UNI 8842-A20 Zn N 1 abraçadeira de fecho de 20x10 completa com porcas soldadas 388 Acessórios e reposições na pagina 424

55 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG PINÇA ST CONEXÃO VIGAS DE ALUMÍNIO 51S PINÇA ST CONEXÃO VIGAS PL20 51S ABRAÇADEIRA ORTOGONAL MACACO HIDRÁULICO COMPLETO COM SUPORTE 51S ANGULAR DE 25 PARA FECHAMENTO DE BORDA DE LAJES CHAVE PARA AJUSTE DE ESCORAS SLABPROP Formas para Lajes MARTELO ST PARA DESFORMA 51S

56 Lajes_estruturas de suporte PRUMOS 390

57 Empresa Projetos Produtos ESCORAS A Pilosio oferece uma completa gama de escoras de aço e alumínio para atender a quaisquer necessidades de suporte, principalmente para a execução de lajes. Graças às características de segurança operacional, robustez e elevada capacidade de carga, as escoras se adaptam a todos os sistemas de formas para lajes Pilosio, bem como aos respectivos cabeçotes, fixos ou de queda rápida, de cada sistema. Conforme a capacidade de carga necessária, as escoras de aço atendem desde uma capacidade mínima dee 11,43 kn até uma capacidade máxima de 45,45 kn. No que diz respeito às escoras de alumínio, sua capacidade varia de 41,65 a 74,48 kn. As escoras são escolhidas pelo responsável pela obra em função da carga, do tipo de trabalho a ser executado e do planejamento dos ciclos de produção. Todas as escoras são classificados de acordo com a norma européia DIN EN 1065 desprendimento de tubos. São fáceis de utilizar e têm altura ajustável com precisão milimétrica. O reduzido peso das escoras permite o seu transporte por apenas um operário, conforme o prescrito no D.L. 81/2008, e, portanto, com total respeito às diretrizes européias sobre a segurança nos canteiros de obras temporários ou itinerantes. Em casos especiais podem ser utilizadas as escoras em posição invertida, ou seja, com o tubo externo para cima, ou com maior capacidade de carga, a ser verificada caso a caso com o Departamento Técnico da Pilosio. Formas para Lajes Escoras SLABPROP com quadros de acoplamento para a formação de torres modulares. 391

58 Lajes_estruturas de sustenção PRUMOS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE AÇO CLASSE B 51B30FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe B em função da extensão de uso segundo EN ESCORAS DE AÇO CLASSE B 51B35FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe B em função da extensão de uso segundo EN ESCORAS DE AÇO CLASSE C 51C30FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe C em função da extensão de uso segundo EN mm kn 3300 mm kn 3000 mm kn 2800 mm kn 2600 mm kn 2400 mm kn 2200 mm kn 2000 mm kn 3100 mm kn 2900 mm kn 2700 mm kn 2500 mm kn 2300 mm kn 2100 mm kn 3000 mm kn 2800 mm kn 2600 mm kn 2400 mm kn 2200 mm kn 2000 mm kn 1800 mm kn 1800 mm kn 392 Acessórios e reposições na pagina 424

59 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE AÇO CLASSE C ESCORAS DE AÇO CLASSE D ESCORAS DE AÇO CLASSE D 51C35FEZC D25FEZC D30FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe C em função da extensão de uso segundo EN Cargas admissíveis sobre prumos classe D kn a qualquer extensão segundo EN Cargas admissíveis sobre prumos classe D kn a qualquer extensão segundo EN mm kn 3300 mm kn 3000 mm kn 3100 mm kn 2500 mm kn 2800 mm kn 2900 mm kn 2300 mm kn 2600 mm kn 2700 mm kn 2100 mm kn 2400 mm kn 2500 mm kn 1900 mm kn 2200 mm kn 2300 mm kn 2100 mm kn 1700 mm kn 1500 mm kn 2000 mm kn 1800 mm kn Formas para Lajes 393

60 Lajes_estruturas de sustenção PRUMOS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE AÇO CLASSE D 51D35FEZC Cargas admissíveis sobre prumos classe D kn a qualquer extensão segundo EN ESCORAS DE AÇO CLASSE D 51D40FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe D kn a qualquer extensão segundo EN ESCORAS DE AÇO CLASSE D 51D45FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe D kn a qualquer extensão segundo EN mm kn 4300 mm kn 4000 mm kn 4100 mm kn 3500 mm kn 3800 mm kn 3900 mm kn 3300 mm kn 3600 mm kn 3700 mm kn 3100 mm kn 3400 mm kn 3500 mm kn 2900 mm kn 3200 mm kn 3300 mm kn 2700 mm kn 3000 mm kn 3100 mm kn 2500 mm kn 2800 mm kn 2900 mm kn 2300 mm kn 2600 mm kn 2700 mm kn 2100 mm kn 2400 mm kn 2500 mm kn 394 Acessórios e reposições na pagina 424

61 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE AÇO CLASSE E ESCORAS DE AÇO CLASSE E ESCORAS DE AÇO CLASSE E 51E25FEZC E30FEZC E35FEZC Cargas admissíveis sobre escoras classe E kn a qualquer extensão segundo EN argas admissíveis sobre escoras classe E kn a qualquer extensão segundo EN argas admissíveis sobre escoras classe E kn a qualquer extensão segundo EN mm kn 3000 mm kn 3300 mm kn 2500 mm kn 2800 mm kn 3100 mm kn 2300 mm kn 2600 mm kn 2900 mm kn 2100 mm kn 2400 mm kn 2700 mm kn 1900 mm kn 2200 mm kn 2500 mm kn 1700 mm kn 1500 mm kn 2000 mm kn 1800 mm kn 2300 mm kn 2100 mm kn Formas para Lajes 395

62 Lajes_estruturas de sustenção PRUMOS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE ALUMÍNIO CLASSE R ESCORAS DE ALUMÍNIO CLASSE R ESCORAS DE ALUMÍNIO CLASSE R mm kn 3620 mm kn 3200 mm kn 2650 mm kn 2820 mm kn 2400 mm kn 2020 mm kn 2020 mm kn 396 Acessórios e reposições na pagina 424

63 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ESCORAS DE ALUMÍNIO CLASSE R mm kn EXTENSÃO DE ALUMÍNIO PARA ESCORAS SLABPROP N 4 parafusos M12x40 UNI 5739 Zn N 4 porcas M12 UNI 5588 Zn N 4 arruelas 13x24 UNI 6592 Zn QUADROS DE UNIÃO DE ESCORAS SLABPROP mm kn 3600 mm kn Formas para Lajes 397

64

65 Empresa Projetos Produtos TORRE T28 Estruturas de suporte em torre para formas de lajes, vigas ou de qualquer outro elemento horizontal de concreto executado in loco. Capacidade máxima de carga: 70 kn por montante, ou seja, 280 kn para cada torre de suporte. As torres compostas com uma pequena quantidade de componentes e podem atingir qualquer altura. As torres se apóiam sobre bases reguláveis, sendo providas de garfos no topo, sobre os quais são colocadas as vigas que recebem as cargas a serem suportadas. As vigas podem ser constituídas por PL20 de madeira ou por vigas metálicas. Dimensões de base: Formas para Lajes 399

66 Lajes_estruturas de sustenção TORRES T28 COMPONENTES Descrição Dimensões cm Peso kg Trapézio 150x75 9,2 Trapézio 150x100 10,4 Travessa 150 4,0 Diagonal horizontal 150x150 4,6 Base regulável 60 7,0 Garfo regulável 60-2M 9,0 Garfo regulável 60-3M 11,0 400

67 Empresa Projetos Produtos PONTOS FORTES grande espessura em geral mesmo em torres especialmente elevadas montagem em qualquer altura e com grande precisão. SIMPLES LEVE Formas para Lajes MODULAR TORRE T28 401

68 Lajes_estruturas de sustenção TORRES T28 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG TRAPÉZIO x x TRAVESSA DE EXTREMIDADE GANCHO DE CONEXÃO AXIAL DIAGONAL x BASE REGULÁVEL DE 60 T GARFO REGULÁVEL DE 60 2M T GARFO REGULÁVEL DE 60 3M T QUADRO CENTRAL DE 150 T x MISULA DE 75 T Acessórios e reposições na pagina 424

69 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG RODA TELESCÓPICA T HASTE GUARDA-CORPO T GUARDA-CORPO REGULÁVEL COM PARAFUSO

70

71 Empresa Projetos Produtos TORRE T40 Estruturas de suporte com torres para escoramento de lajes, de vigas ou de qualquer outro elemento horizontal de concreto moldado in loco. Capacidade de carga máxima: 100 kn para cada escora com um total de 400 kn por cada torre de sustentação. atingir qualquer altura. As torres se apóiam sobre bases reguláveis e são providas de garfos, no topo, sobre os quais são colocadas as vigas que recebem as cargas a serem suportadas. Tais vigas podem ser as PL20 de madeira ou vigas metálicas. Dimensões basicas: PONTOS FORTES SIMPLES LEVE capitéis, viadutos e lajes de grande espessura em geral permitem a sua montagem em qualquer altura e com grande precisão. Formas para Lajes MODULAR TORRE T40 COMPONENTES Descrição Dimensões cm Peso kg Trapézio 100x75 7,0 Trapézio 100x100 8,0 Travessa 100 3,3 Diagonal horizontal 100x100 2,8 Base regulável 60 9,0 Garfo regulável 60-2M 11,4 Garfo regulável 60-3M 14,0 405

72 Lajes_estruturas de sustenção TORRES T40 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG TRAPÉZIO T x TRAPÉZIO T x TRAVESSA DE EXTREMIDADE T GANCHO DE CONEXÃO AXIAL ø DIAGONAL T x BASE REGULÁVEL DE 60 T GARFO REGULÁVEL DE 60 T de 60-2M de 60-3M QUADRO CENTRAL DE 100 T x MISULA DE 50 T Acessórios e reposições na pagina 424

73 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG RODA TELESCÓPICA T BRAÇADEIRA ORTOGONAL Ø 48/ HASTE GUARDA-CORPO GUARDA-CORPO REGULÁVEL COM PARAFUSO Formas para Lajes 407

74

75 Empresa Projetos Produtos ESTRUTURAS DE ESCORAMENTO MP Diversas estruturas de escoramento podem ser construídas com os componentes do andaime multidirecional MP, mais uma série de acessórios específicos para formas de lajes, vigas ou qualquer outro elemento de concreto moldado in loco. Os elementos verticais e os acoplamentos horizontais são constituídos por elementos do andaime multidireccional MP. A disponibilidade de A torre de base quadrada 0,83x0,83 m ou 1,15x1,15 m oferece capacidades de carga de até 50 kn para cada escora vertical, com um total de tanto de capacidade de carga quanto de geometria. É possível aumentar a capacidade de carga duplicando as escoras, realizar estruturas com base curvilínea, com base triangular ou com qualquer outra forma, para superar obstáculos físicos e, até mesmo, criar escoramentos para elementos com inclinação negativa ou positiva. O Departamento técnico da Pilosio está a disposição para solucionar qualquer exigência de construção. Empregando bases e garfos orientáveis, as torres podem ser utilizadas também como escoramento provisório, para fim de estabilizar a estrutura em fase de construção. Podem ser fixadas na sua própria estrutura, escadas de serviço para prover um cômodo acesso às cotas de trabalho. Formas para Lajes 409

76 Lajes_estruturas de sustenção MP CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG MONTANTE MP (A) (B) (C) (D) (E) (F) (G) 1.9 MONTANTE MP SEM PINO (A) (B) (C) (D) (E) (F) 1.5 PINO PARA MONTANTES COMPONENTE DE PARTIDA A B C D E F G A B C D E F GARFO REGULÁVEL 2M GARFO REGULÁVEL 2M BASE REGULÁVEL DE 60 T Acessórios e reposições na pagina 424

77 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG BUCHA DE REDUÇÃO PARA GARFO BARRA PINÇA DUPLA DIAGONAL DE FACHADA GANCHO DE CONEXÃO AXIAL x x x x x x x x x x x Formas para Lajes DIAGONAL HORIZONTAL x x x x x x x x x x x x x T 2500x ROSETA MÓVEL

78 Lajes_estruturas de suporte MP 412

79 Empresa Projetos Produtos Formas para Lajes 413

80 Lajes_estruturas de suporte MP DE ALTA CAPACIDADE DE CARGA 414

81 Empresa Projetos Produtos TORRES MP DE ALTA CAPACIDADE DE CARGA No caso de cargas elevadas, podem-se utilizar estruturas de escoramento de alta capacidade de carga para as formas de lajes, de vigas ou de qualquer outro elemento de concreto moldado in loco, realizadas com os componentes do andaime multidireccional MP combinados com uma série de acessórios específicos. Cada elemento vertical é composto com 4 montantes MP unidos entre si por um suporte inferior e um superior. Os componentes assim formados são unidos quatro a quatro para compor a torre. Capacidade do módulo básico: 200 kn para cada componente vertical, equivalente a 800 kn para uma torre completa. Capacidades de carga maiores são possíveis: verificar junto ao Departamento Técnico Pilosio. Para a realização destas estruturas de escoramento de alta capacidade de carga, são utilizados todos os componentes standard do andaime MP combinados com os suportes, inferiores e superiores, e com as roscas de ajuste. Os componentes verticais, compostos com 4 montantes, apresentam um espaçamento entre eixos de 17x17 cm e podem compor torres ou paredes com A grande flexibilidade de projeto e de capacidades de carga do andaime multidireccional MP, combinada com os diversos acessórios, possibilita a realização de estruturas de qualquer tipo, seja para fins de escoramento de planos horizontais, seja para plataformas descarga de material, ou mesmo para estruturas de escoramento para formas de concreto moldado em cotas elevadas. Empregando bases e garfos orientáveis, as torres podem ser utilizadas até mesmo como escoramento provisório para estabilizar estruturas em fase de construção. Podem ser fixadas na sua própria estrutura, escadas de serviço para prover um cômodo acesso às cotas de trabalho. Formas para Lajes Suporte regulável inferior para o ajuste dos 4 montantes de cada coluna. 415

82 Lajes_estruturas de suporte MP DE ALTA CAPACIDADE DE CARGA CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG MONTANTE MP (A) (B) (C) (D) (E) (F) (G) 1.9 GANCHO DE CONEXÃO AXIAL BARRA DIAGONAL DE FACHADA x x A B C D E F G PINÇA DUPLA SUPORTE INFERIOR TORRE SUPORTE SUPERIOR TORRE Acessórios e reposições na pagina 424

83 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Empresa Projetos Produtos ART. DIM. MM KG ART. DIM. MM KG BASE REFORÇADA GARFO REFORÇADO Formas para Lajes 417

84

85 Empresa Projetos Produtos OMNIMODE OMNIMODE é o novo sistema modular Pilosio para realizar estruturas de escoramento. Foi planejado para ser utilizado tanto em estruturas verticais eram bem resolvidas com os outros produtos Pilosio. É utilizado principalmente na execução de concreto moldado in loco para estruturas de pontes e de viadutos. Com este sistema é possível fazer as formas para a concretagem de peças verticais e horizontais simultaneamente, passagens subterrâneas. A grande versatilidade do sistema componível permite a construção de formas para peças com formas geométricas complexas. Utilizando poucos componentes combinados entre si, é possível resolver OMNIMODE pode ser integrado com a atual produção de série Pilosio. PONTOS FORTES de projeto Pilosio Aplicação OMNIMODE para betonagem de um túnel. Formas para Lajes CAMPOS DE APLICAÇÃO Principais elementos que compõem o sistema OMNIMODE PA15 (150x152) PA20 (200x172) PR24 (240x240) PC300 (capacidade de carga máxima de 300 kn) PP40 (capacidade de carga máxima de 40 kn) Aplicação OMNIMODE para concretagem de pilares para viaduto, com andaime MP. 419

built build to LAJES ST100

built build to LAJES ST100 uilt build to LAJES LAJES ST100 Lajes_mesa st110 382 Empresa Projetos Produtos mesa ST110 Mesa para lajes de grande superfície, ideal para a execução em fases repetidas, de lajes de grandes dimensões

Leia mais

built build to LAJES LINEAR

built build to LAJES LINEAR uilt build to LAJES LAJES LINEAR Empresa Projetos Produtos LINEAR Sistema semi-tradicional para a execução de lajes de concreto moldado in loco, com escoras de alta capacidade de carga que suportam vigas

Leia mais

built build to ANDAIMES MP

built build to ANDAIMES MP uilt build to ANDAIMES ANDAIMES MP Andaime_Multidirecional MP 150 Empresa Projetos Produtos Andaimes e coberturas ANDAIME Multidirecional MP O sistema multidirecional MP é a solução moderna que reflete

Leia mais

built build to FORMAS P300

built build to FORMAS P300 uilt build to FORMAS P300 FORMAS P300 Empresa Projetos Produtos P300 Sistema universal de formas modular, para a execução de estruturas verticais de concreto, apto para qualquer tipo de construção. Os

Leia mais

built build to LAJES LITEFORM

built build to LAJES LITEFORM uilt build to LAJES LAJES LITEFORM Lajes_LITEFORM 338 LITEFORM é o novo sistema de escoramento para lajes tradicionais de concreto moldado in loco. Apresenta as vantagens de incrementar a produtividade,

Leia mais

built build to ANDAIMES SE

built build to ANDAIMES SE uilt build to ANDAIMES ANDAIMES SE Andaime_Pré fabricado SE 132 Empresa Projetos Produtos Andaimes e coberturas ANDAIME PRÉ FABRICADO SE ANDAIME PRÉ FABRICADO Siguro O andaime pré fabricado SE foi projetado

Leia mais

built build to FORMAS SISTEMAS TREPANTES CONTRA-TERRA APLICAÇÕES ESPECIAIS

built build to FORMAS SISTEMAS TREPANTES CONTRA-TERRA APLICAÇÕES ESPECIAIS uilt build to FORMAS FORMAS SISTEMAS TREPANTES CONTRA-TERRA APLICAÇÕES ESPECIAIS Empresa Projetos Produtos sistemas trepantes SUPORTES DE PLATAFORMA TREPANTES para concretagem em alturas elevadas, sem

Leia mais

ANDAIME MULTIDIRECIONAL MECANFLEX

ANDAIME MULTIDIRECIONAL MECANFLEX ANDAIME MULTIDIRECIONAL MECANFLEX ADAPTÁVEL A DIVERSAS APLICAÇÕES E FORMATOS, ENCAIXE E ACLOPAGEM RÁPIDA E AUTOMÁTICA. ANDAIME MULTIDIRECIONAL MECANFLEX Andaime Multidirecional Mecanflex: Andaime O Multidirecional

Leia mais

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino Conhecendo o Lumiform O Lumiform é um forma totalmente em alumínio para confecção de paredes, lajes, vigas e pilares feitas no local. Geralmente são utilizadas em paredes de 10 cm em casas, sobrados e

Leia mais

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE VIGAS H20 Utilizada como viga principal no nosso sistema de escoramento, a Viga H20 é um material de ponta na construção

Leia mais

MTB E OUTRAS COMBINAÇÕES

MTB E OUTRAS COMBINAÇÕES MTB E OUTRAS OMBNAÇÕES Andaimes Alumínio Económicos Andaimes Alumínio Telescópicos Andaimes Alumínio Semi-Profis. Andaimes Alumínio Profissionais Bases Modulares Escolha Produtos Normalizados. Os nossos

Leia mais

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno SEM534 Processos de Fabricação Mecânica Professor - Renato G. Jasinevicius Aula: Máquina ferramenta- Torno Torno Torno Existe uma grande variedade de tornos que diferem entre si pelas dimensões, características,

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita a utilização como quadros para distribuição, comandos

Leia mais

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO.

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. PLATAFORMA CREMALHEIRA Sistema versátil que permite acesso a fachadas com produtividade e segurança. O equipamento não ocupa

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR. LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA.

RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR. LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA. RELATÓRIO TÉCNICO PRELIMINAR LUCIANO MÓDENA (Engº Civil) PRÉ-ENSAIO DE LAJES PRÉ-MOLDADAS E MOLDADAS IN-LOCO COM ARMAÇÃO TRELIÇADA São Paulo 2008 1 RESUMO Nenhum sistema construtivo pode ser apontado como

Leia mais

ANDAIMES. Andaimes e coberturas

ANDAIMES. Andaimes e coberturas uilt tbuild tbandaimes Andaimes e coberturas ANDAIMES Andaimes pré fabricados K-KZ 110 PE 120 SE 132 Andaimes multidirecional Tubo e Junto 144 Multidirecional MP 150 Plataforma de carga MP 162 Escada

Leia mais

1.4. Sistemas estruturais em madeira

1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4.1. Análise estrutural Estuda as estruturas se preocupando basicamente com a determinação dos esforços e das deformações a que elas estão submetidas quando solicitadas

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom ACESSÓRIOS EF Porta de aço standard / bipartida adicional avulsa Bipartida adicional avulsa SS 3160 SS 3180 SS 3860 SS 3880 SS 3060 SS 3080 SS 3260 SS 3280 SS 3160 A

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO STRINGUETO & CIA LTDA. FONES: (11) / site:

CATÁLOGO TÉCNICO STRINGUETO & CIA LTDA. FONES: (11) / site: CATÁLOGO TÉCNICO STRINGUETO & CIA LTDA. FONES: () 4606-3663 / 4606-3673 site: www.stringueto.com.br e-mail: stringueto@stringueto.com.br APRESENTAÇÃO Página 1 A STRINGUETO & Cia Ltda. foi fundada em julho

Leia mais

Gerência de Compra GERÊNCIA DN

Gerência de Compra GERÊNCIA DN 1 1 16/01529 MESA RETA DE 1800X800X740MM (L X P X H) - (CHEFIA) UND 1 MESA RETANGULAR COM ESTRUTURA METÁLICA E TAMPO AMADEIRADO. A ESTRUTURA É AUTOPORTANTE PRODUZIDA EM CHAPA DE AÇO, COMPOSTA POR 2 QUADROS

Leia mais

CANALETA MULTIFUNCIONAL Para laje nervurada e bidirecional

CANALETA MULTIFUNCIONAL Para laje nervurada e bidirecional CANALETA MULTIFUNCIONAL Para laje nervurada e bidirecional Pesquisa + Tecnologia = Economia O PRODUTO A CANALETA MULTIFUNCIONAL foi desenvolvida pela FAULIM para dar mais agilidade na montagem das nervuras

Leia mais

Central de Atendimento

Central de Atendimento www.acoplation.com.br Central de Atendimento 0800 212 8000 www.acoplation.com.br SOBRE O GRUPO O Grupo Acoplation oferece soluções em Engenharia de Acesso. Hoje é reconhecido no mercado pela vasta experiência

Leia mais

Equipamentos Industriais Perfis em Alumínio

Equipamentos Industriais  Perfis em Alumínio Equipamentos Industriais www.obr.com.br Os Perfis de Alumínio OBR oferecem uma grande quantidade de seções com elementos de conexão e acessórios adequados à sua necessidade. Os Perfis de Alumímio são extrudados

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto EMPRESA 2 EMPRESA POLÍTICA DA QUALIDADE Fundada em 2014, a Formatec Tecnologia em Formas Metálicas está Instalada no município

Leia mais

Catálogo de Produtos

Catálogo de Produtos www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos A TORCISÃO A Torcisão foi fundada em 1968, iniciando suas atividades na fabricação de peças para a indústria automobilística. Em 2006, o grupo se expandiu e fundou

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I

LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I A - Tensão Normal Média 1. Ex. 1.40. O bloco de concreto tem as dimensões mostradas na figura. Se o material falhar quando a tensão normal média atingir 0,840

Leia mais

E-Book Projetos de Andaimes

E-Book Projetos de Andaimes 2016 E-Book Projetos de Andaimes TIPOS DE ANDAIMES TIPOS DE FIXAÇÃO DE POSTE COM BRAÇADEIRA SOLUÇÕES PARA ESTABILIDADE DO ANDAIME Tipos de Andaimes 1) Andaimes Padrão Torres Simples - (isoladas) São andaimes

Leia mais

MANUAL ANDAIME FACHADEIRO

MANUAL ANDAIME FACHADEIRO MANUAL ANDAIME FACHADEIRO segurança a altura da sua obra ÍNDICE 1. Introdução 2. Características 3. Disposições Gerais 4. Componentes Básicos do Andaime Tuper 5. Ferramentas Necessárias para Montagem 6.

Leia mais

CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU

CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU CANTONEIRA DE ABAS IGUAIS GERDAU Por sua ampla gama de bitolas e pela qualidade de seu aço, proporciona flexibilidade no dimensionamento das mais diversas estruturas,

Leia mais

Catalogo resumido de produtos. v

Catalogo resumido de produtos. v Catalogo resumido de produtos v2.1-2016 - 1 - Truss quadrado / retangular normal ou reforçado Truss quadrado / retangular normal ou reforçado Truss Q15 com flange Tubos de 3/4" x 1/8" de liga estrutural

Leia mais

OBR Equipamentos Industriais Ltda Perfis em Alumínio

OBR Equipamentos Industriais Ltda  Perfis em Alumínio OBR Equipamentos Industriais tda www.obr.com.br Perfis em Alumínio Os Perfis de Alumínio OBR oferecem uma grande quantidade de seções com elementos de conexão e acessórios adequados à sua necessidade.

Leia mais

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal)

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal) A) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO A JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA. Manual de diseño para maderas del grupo andino. Lima: Junta del Acuerdo de Cartagena / PADT-REFORT, 1984. (países

Leia mais

SISTEMA DE FÔRMA COM REFIL PARA EXECUÇÃO DE LAJE NERVURADA (SISTEMA PATENTEADO)

SISTEMA DE FÔRMA COM REFIL PARA EXECUÇÃO DE LAJE NERVURADA (SISTEMA PATENTEADO) SISTEMA DE FÔRMA COM REFIL PARA EXECUÇÃO DE LAJE NERVURADA 1. INTRUDUÇÃO (SISTEMA PATENTEADO) A presente invenção é um sistema de fôrma utilizada para execução de laje nervurada montada sobre tablado ou

Leia mais

Nossa história. Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera. Formas/Escoramentos

Nossa história. Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera. Formas/Escoramentos Nossa história Painéis e Placas As vantagens de escolher a Anhanguera Fundada em 12, a Lajes Anhanguera é referência em qualidade e atendimento na área de lajes préfabricadas. Sua filosofia de melhoria

Leia mais

Pinos e cupilhas. Pinos e cavilhas

Pinos e cupilhas. Pinos e cavilhas A U A UL LA Pinos e cupilhas Introdução Até agora você estudou rebites que constituem um dos principais elementos de fixação. Mas existem outros elementos que um mecânico deve conhecer como pinos, cavilhas

Leia mais

Normativas Gerais da NR-18

Normativas Gerais da NR-18 Normativas Gerais da NR-18 18.12 - ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS 2 ESCADAS, RAMPAS E PASSARELAS - A transposição de pisos com diferença de nível superior a 40cm deve ser feita por meio de escadas ou rampas.

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX

MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX MANUAL TÉCNICO ANDAIME MULTIDIRECIONAL SISTEMA MULTIMAX Andaime Multidirecional...03 Instruções de Montagem...04 Componentes do Sistema...06 Informações Técnicas...08 Modos e Pontos de Ancoragem...09 Dicas

Leia mais

ANÁLISE EXPERIMENTAL COMPARATIVA DE LAJES UNIDIRECIONAIS NERVURADAS PARA DIFERENTES PROCESSOS CONSTRUTIVOS.

ANÁLISE EXPERIMENTAL COMPARATIVA DE LAJES UNIDIRECIONAIS NERVURADAS PARA DIFERENTES PROCESSOS CONSTRUTIVOS. ANÁLISE EXPERIMENTAL COMPARATIVA DE LAJES UNIDIRECIONAIS NERVURADAS PARA DIFERENTES PROCESSOS CONSTRUTIVOS. RESUMO Ricardo frazzetto Guetner (1), Alexandre Vargas (2). UNESC Universidade do Extremo Sul

Leia mais

Exercícios de Resistência dos Materiais A - Área 3

Exercícios de Resistência dos Materiais A - Área 3 1) Os suportes apóiam a vigota uniformemente; supõe-se que os quatro pregos em cada suporte transmitem uma intensidade igual de carga. Determine o menor diâmetro dos pregos em A e B se a tensão de cisalhamento

Leia mais

Produtos para Construção Civil

Produtos para Construção Civil Produtos para Construção Civil VS 50 Construção Civil VERGALHÕES VS 50 Fabricados por laminação a quente, com superfície nervurada que garante alta aderência ao concreto, na forma de rolos com 830 kg amarrados

Leia mais

Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações

Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações Catálogo de Produto Andaimes Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações Andaime baseado em postes verticais que dispõem de um disco com 8 alojamentos a

Leia mais

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA. Módulo2. Parte 1

Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA. Módulo2. Parte 1 Curso de Dimensionamento de Estruturas de Aço EAD - CBCA Módulo2 Parte 1 Sumário 1ª Parte Mezaninos estruturados em Aço 2.1 Definição página 3 2.2 Estrutura de Piso dos Mezaninos página 3 2.3. Os vigamentos

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM MAN UAL DE UTILIZACAO E DE MONTAGEM CONFORME NORMA EUROPEIA: NEN-EN1004/1298. Página1

MANUAL DE MONTAGEM MAN UAL DE UTILIZACAO E DE MONTAGEM CONFORME NORMA EUROPEIA: NEN-EN1004/1298. Página1 Página1 MANUAL DE MONTAGEM MAN UAL DE UTILIZACAO E DE MONTAGEM CONFORME NORMA EUROPEIA: NEN-EN1004/1298 Página2 Colocar as rodas nos bastidores os horizontais e o horizontal / diagonal Levantar o bastidor,

Leia mais

web CurSo 2015 InStALAção DE ProDutoS EConomIzADorES DE ÁguA ACESSIBILIDADE

web CurSo 2015 InStALAção DE ProDutoS EConomIzADorES DE ÁguA ACESSIBILIDADE web curso 2015 Instalação de Produtos Economizadores de Água ACESSIBILIDADE A Linha Benefit da Docol possui produtos adequados a pessoas com dificuldades de locomoção, deficientes físicos e crianças. Os

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1. Disciplina: Mecânica dos Sólidos MECSOL34 Semestre: 2016/02

LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1. Disciplina: Mecânica dos Sólidos MECSOL34 Semestre: 2016/02 LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1 Disciplina: Mecânica dos Sólidos MECSOL34 Semestre: 2016/02 Prof: Diego R. Alba 1. O macaco AB é usado para corrigir a viga defletida DE conforme a figura. Se a força compressiva

Leia mais

PONTES DE CONCRETO ARMADO

PONTES DE CONCRETO ARMADO PONTES DE CONCRETO ARMADO CLASSIFICAÇÃO DAS PONTES Aula 3 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO Material da Superestrutura; Comprimento; Natureza do Tráfego; Desenvolvimento Planimétrico; Desenvolvimento Altimétrico;

Leia mais

Quarta Lista de Exercícios

Quarta Lista de Exercícios Universidade Católica de Petrópolis Disciplina: Resitência dos Materiais I Prof.: Paulo César Ferreira Quarta Lista de Exercícios 1. O tubo de aço (E s = 210 GPa) tem núcleo de alumínio (E a = 69 GPa)

Leia mais

Com a gente, sua obra rende mais

Com a gente, sua obra rende mais Linha de Vida Minigrua Carrinho de Bloco Proteção Periférica Plataforma de Descarga Sistemas para Escoramento Plataforma Cremalheira Torre Multiuso Com a gente, sua obra rende mais Com a gente, sua obra

Leia mais

Colectores Solares Suportes

Colectores Solares Suportes Colectores Solares Suportes Energia Solar Colectores Solares KS T AC TLP AC TLP ACR TP Colector Solar KS 2100 T AC Painel absorvedor (Blue Tec eta Plus) de 0,4 mm de espessura tipo harpa (8 tubos de cobre

Leia mais

PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO

PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO Ferramentas utilizadas PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO Furadeira Parafusadeira Serrote Estilete Escada Linha de marcar Nível a laser / mangueira de nível Trena metálica Lápis de carpinteiro Martelo Tesoura para

Leia mais

Expulsor pneumático. Informações Técnicas

Expulsor pneumático. Informações Técnicas Expulsor pneumático Informações Técnicas Conexão: 1/4 BSP ou NPT. Pressão máxima de trabalho: 10.5 kgf/cm². Freqüência máxima de trabalho: 870 ciclos por minuto. Funcionamento: o ar comprimido abastece

Leia mais

ROTEIROS DOS TRABALHOS

ROTEIROS DOS TRABALHOS TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL I ECV 5356 ROTEIROS DOS TRABALHOS Profs. Denise e Humberto ESTRUTURA DE CONCRETO ARMADO - FÔRMAS escolher 1 pavimento inteiro, incluindo montagem de fôrmas de pilares, vigas,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO LAJE ALVEOLADA LA 12 -R ARMADURAS LA12-2-R

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO LAJE ALVEOLADA LA 12 -R ARMADURAS LA12-2-R Página 1/5 LAJE ALVEOLADA LA 12 -R DESCRIÇÃO Painel pré-fabricado em betão pré-esforçado, com armadura constituída por fios de aço aderentes, de secção vazada, com as faces prontas a pintar. As lajes apresentam-se

Leia mais

Qualidade Normalização Produtividade Segurança Inovação

Qualidade Normalização Produtividade Segurança Inovação ANDAIMES Qualidade Normalização Produtividade Segurança Inovação Apresentação da empresa História A Empresa A origem da Metalo-Ibérica, S.A. remonta aos anos sessenta. A experiência familiar na fabricação

Leia mais

Base ideal para a instalação rápida e simples de caminhos de cabos em varão electrosoldado, por exemplo, em tectos falsos GR-Magic com uniões

Base ideal para a instalação rápida e simples de caminhos de cabos em varão electrosoldado, por exemplo, em tectos falsos GR-Magic com uniões Base ideal para a instalação rápida e simples de caminhos de cabos em varão electrosoldado, por exemplo, em tectos falsos GR-Magic com uniões integradas para tempos de montagem extremamente reduzidos Gama

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: )

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: ) Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: 120060) CNPJ: 90.051.160/0001-52 - BORTOLINI INDUSTRIA DE MOVEIS LTDA Item: 31 - GRUPO 4 Descrição Complementar: Mesa

Leia mais

Manual de Instalação e Manutenção. Torniquete Hexa. revisão: 6 data de atualização:16/01/09

Manual de Instalação e Manutenção. Torniquete Hexa. revisão: 6 data de atualização:16/01/09 Manual de Instalação e Manutenção Torniquete Hexa revisão: 6 data de atualização:16/01/09 Índice 1 - Apresentação pg.03 2 - Dimensões principais e vão livre para manutenção pg.04 3.1. Identificação dos

Leia mais

Laje de concreto com esferas plásticas

Laje de concreto com esferas plásticas Laje de concreto com esferas plásticas Augusto Freire, engenheiro civil, diretor técnico da BubbleDeck Brasil BubbleDeck é um sistema construtivo formado por esferas plásticas contidas entre uma pré-laje

Leia mais

Engenharia de VALOR. Otimização de Cimbramentos Metálicos. Proposta de Parceria

Engenharia de VALOR. Otimização de Cimbramentos Metálicos. Proposta de Parceria Engenharia de VALOR Otimização de Cimbramentos Metálicos Proposta de Parceria FAPG / Impacto Protensão Fortaleza, Maio de 2013 Direção Técnica: Joaquim Caracas Engenheiro Civil Coordenação: Rodrigo Castelo

Leia mais

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações:

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações: Portaria SIT Nº 201 DE 21/01/2011 Altera a Norma Regulamentadora nº 18. A Secretária de Inspeção do Trabalho, no uso de suas atribuições e em face da competência que lhe confere o art. 14 do Anexo I do

Leia mais

LOCAÇÕES e SERVIÇOS. www.acoplation.com.br

LOCAÇÕES e SERVIÇOS. www.acoplation.com.br LOCAÇÕES e SERVIÇOS www.acoplation.com.br Apresentação O Grupo Acoplation é formado por três empresas que atuam nas principais obras e negócios do Brasil; fornecendo, projetando e instalando com máxima

Leia mais

Parafuso autoperfurante TA 3,5x25mm. Massa para tratamento de juntas com fita de papel microperfurado. Fita de isolamento Montante

Parafuso autoperfurante TA 3,5x25mm. Massa para tratamento de juntas com fita de papel microperfurado. Fita de isolamento Montante Parede Knauf W111 - Detalhes Técnicos Corte Vertical Detalhe - Junta de chapas estrutura simples TA 3,5x25mm TA 3,5x25mm com fita de com fita de Detalhe - Encontro com parede TA 3,5x25mm Parafuso com bucha

Leia mais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Elementos Estruturais 64 CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Neste item apresenta-se uma classificação dos elementos estruturais com base na geometria

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas de Transição Rede Compacta Rede Nua com Para-Raios 6.1. Estrutura CE3.N3

Leia mais

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

Vantagens das barras de tração

Vantagens das barras de tração Vantagens das barras de tração Barras de tração ajustáveis em altura PLUS até 1.100 kg A sua vantagem l São alcançadas alturas de engate até 1.100 mm l Construção extremamente estável e robusta l Substituição

Leia mais

CARROS ARMÁRIO COM E SEM PRATELEIRAS

CARROS ARMÁRIO COM E SEM PRATELEIRAS Carros de Mão Carros Ligeiros com Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para Escritóio

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Grua SMC-7000

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Grua SMC-7000 MNUL DE INSTRUÇÕES Grua SMC-7000 Leia atentamente este Manual de Instruções antes de montar e operar o equipamento. pós a leitura deste manual, guarde-o em local seguro para futura referência. note o número

Leia mais

O QUE É EPS ( EXPANDED POLYS

O QUE É EPS ( EXPANDED POLYS CONSTRUÇÃO CIVIL O QUE É ( EXPANDED POLYS TYRENE)? é a sigla internacional do Poliestireno Expandido, de acordo com a definição da norma DIN ISO 1043/78. O é um plástico celular rígido, resultado da polimerização

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO PROPRIETÁRIO: Município de Três Arroios OBRA: Pavilhão em concreto armado, coberto com estrutura metálica, destinado a Ginásio de Esportes (1ª etapa) LOCAL: Parte do lote

Leia mais

Lajes Aligeiradas

Lajes Aligeiradas www.ferca.pt Lajes Aligeiradas Princípios O sistema de moldes FG assenta em princípios de racionalização económica que permitem a execução de lajes das unidireccionais ou bidireccionais vulgarmente referenciadas

Leia mais

Sensys: A dobradiça com fecho amortizado perfeito e design elegante

Sensys: A dobradiça com fecho amortizado perfeito e design elegante Sensys: A dobradiça com fecho amortizado perfeito e design elegante Sensys Vantagens em pormenor Sistema de fecho amortizado Silent System de alta qualidade integrado de forma invisível no braço da dobradiça

Leia mais

TELEFONE - FAX: (11) (11)

TELEFONE - FAX: (11) (11) TELEFONE - FAX: (11) 2089-0725 (11) 2089-0724 EMAIL: nelson@kriptonlab.com.br elcio@kriptonlab.com.br kriptonlab@terra.com.br VISITE: www.kriptonlab.com.br PRODUTO ANEL DE AÇO CARBONO SIMPLES, ETC - FABRICADO

Leia mais

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik - 1 - UNIP - Universidade Paulista SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCRETO SEC NOTAS DE AULA - 04 LAJES CONCEITOS, DIMENSIONAMENTO E CÁLCULO DE REAÇÕES NAS VIGAS - 2 - NA_04/2011 SISTEMAS ESTRUTURAIS NOTAS DE AULA

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS: AMARRAÇÃO E MOVIMENTAÇÃO DE CARGA

CATÁLOGO DE PRODUTOS: AMARRAÇÃO E MOVIMENTAÇÃO DE CARGA CATÁLOGO DE PRODUTOS: AMARRAÇÃO E MOVIMENTAÇÃO DE CARGA 2014 Índice Produtos e Informações Técnicas Página Corrente de Grau 8...4 Exemplos de lingas de corrente de grau 8...5 Instruções para uso e aplicação

Leia mais

UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO

UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO SEMESTRE INVERNO 2014/2015 Problema 1 A estrutura de pavimento de

Leia mais

Cilindro de bielas de pistão Cilindro padronizado ISO 6432, série MNI. Catálogo impresso

Cilindro de bielas de pistão Cilindro padronizado ISO 6432, série MNI. Catálogo impresso ISO 6432, série MNI Catálogo impresso 2 ISO 6432, série MNI Minicilindro Resumo das variantes 6 Conexões: M5 - G 1/8 De efeito simples, retraído sem pressão Amortecimento: elástico protegido contra corrosão

Leia mais

Carga axial. Princípio de Saint-Venant

Carga axial. Princípio de Saint-Venant Carga axial Princípio de Saint-Venant O princípio Saint-Venant afirma que a tensão e deformação localizadas nas regiões de aplicação de carga ou nos apoios tendem a nivelar-se a uma distância suficientemente

Leia mais

BR 35/12 LISTA DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO. Limpadora de pisos BR 35/ /03/2015 Kärcher Ind. e Com. Ltda. Depto. de Serviços ao Cliente

BR 35/12 LISTA DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO. Limpadora de pisos BR 35/ /03/2015 Kärcher Ind. e Com. Ltda. Depto. de Serviços ao Cliente LISTA DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO Limpadora de pisos BR 35/12-9.398-851.0 Reservados os direitos a alterações técnicas! Acesse o portal para download: http://portal.karcher.com.br/assist/manuais.aspx 13/03/2015

Leia mais

T-802XXX. Carga Minima (Kg) Deflexão / mm

T-802XXX. Carga Minima (Kg) Deflexão / mm 10.17 APOIOS ANTIVIBRÁTEIS T-802XXX Suportes de teto tg & tm geral: As séries TG e TM são concebidas para evitar a transmissão de vibrações de unidades de ar condicionado e de qualquer outro equipamento

Leia mais

110 o uso do aço na arquitetura

110 o uso do aço na arquitetura 110 o uso do aço na arquitetura 10 objetivo: compreender o funcionamento estrutural do edifício e fornecer alternativas para seu bom desempenho estrutural 111 edifícios de andares múltiplos: Conceito relativo

Leia mais

Dimensões Estruturais

Dimensões Estruturais Cadeira de Rodas Paraplégica fulltech L CARACTERÍSTICAS - Cadeira de rodas modular. - Construída em alumínio de alta resistência. - Estruturada por tubo oblongo especial. - Abraçadeiras em alumínio de

Leia mais

SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Disponível em dois modelos: - Simples. - Duplo (disponível em dois tamanhos: 380 ou 530 mm de altura). - Compatível

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: SUNNY, SUNNY CONTR FHARO Obrigado por adquirir o. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o em local seguro para consultas

Leia mais

VERSATILIDADE PARA EDIFÍCIOS COMERCIAIS

VERSATILIDADE PARA EDIFÍCIOS COMERCIAIS Catálogo Técnico VERSATILIDADE PARA EDIFÍCIOS COMERCIAIS Perfis extrudados nas ligas 6060-T5 ou 6005A-T5, conforme solicitação de esforços de cada região. Guarnições vulcanizadas ajudam no equilíbrio das

Leia mais

LAJES COGUMELO e LAJES LISAS

LAJES COGUMELO e LAJES LISAS LAJES COGUMELO e LAJES LISAS Segundo Montoja são consideradas lajes cogumelo as lajes contínuas apoiadas em pilares ou suportes de concreto, ou seja, sem vigas. Podem ser apoiadas diretamente nos pilares

Leia mais

DE TETO PARA PLASMA/LCD

DE TETO PARA PLASMA/LCD SUPORTE ARTICULÁVEL DE TETO PARA PLASMA/LCD MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Fixação no teto. - Articulações que permitem diversas combinações de movimentos laterais e angulares para baixo. -

Leia mais

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Módulo IV Aula 03 Conjuntos O desenho de conjunto representa um grupo de peças montadas tais como: dispositivos, ferramentas, máquinas, motores, equipamentos

Leia mais

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto Estruturas de concreto As estruturas das edificações, sejam eles de um ou vários pavimentos, são constituídas por diversos elementos cuja finalidade

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO 44/81 3. Deverão ser afixadas, com parafusos, placas identificando as chaves-facas com os dizeres FONTE, CARGA e BY PASS ; 4. Todos os reguladores de tensão deverão ser solidamente conectados ao neutro

Leia mais

Hahn KT-SV / KT-SN. Dobradiças universais para portas de PVC

Hahn KT-SV / KT-SN. Dobradiças universais para portas de PVC Hahn KT-SV / KT-SN Dobradiças universais para portas de PVC Classes de uso Capacidade de função contínua Medidas da porta de ensaio Resistência ao fogo Segurança Resistência à corrosão Anti-arrombamento

Leia mais

O melhor sistema de cofragem para vigas

O melhor sistema de cofragem para vigas O melhor sistema de cofragem para vigas Superfície de cofragem mínima Apenas se há-de efectuar a cifragen do fundo das vigas e aplicar topos aos laterais no caso das vigas salientes. Segurança total do

Leia mais

Carga axial. Princípio de Saint-Venant. Princípio de Saint-Venant

Carga axial. Princípio de Saint-Venant. Princípio de Saint-Venant Capítulo 4: Carga axial Adaptado pela prof. Dra. Danielle Bond Princípio de Saint-Venant Anteriormente desenvolvemos os conceitos de: Tensão (um meio para medir a distribuição de força no interior de um

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO OUTUBRO / 2008 ÍNDICE INTRODUÇÃO... CHASSI E COMPONENTES 1... ESTEIRA PORTA MANGUEIRAS... SUPORTE DA BATERIA... CONJUNTO DA RODA DE CARGA... SUPORTE DO MASTRO... CILINDRO

Leia mais

GlideLoc Sistemas de trilho para acesso seguro em escadas

GlideLoc Sistemas de trilho para acesso seguro em escadas GlideLoc Sistemas de trilho para acesso seguro em escadas FAQ Perguntas Mais Frequentes P1: O que são os kits GlideLoc para acesso seguro em escadas? R1: GlideLoc trata-se de de um sistema de linha de

Leia mais

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS LINHA ASTM A325 TIPO 1 São fixadores específicos de alta resistência, empregados em ligações parafusadas estruturais e indicados em montagens de maior responsabilidade.

Leia mais

SUPORTE DE TETO FIT PARA PLASMA/LCD MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SUPORTE DE TETO FIT PARA PLASMA/LCD MANUAL DE UTILIZAÇÃO SUPORTE DE TETO FIT PARA PLASMA/LCD MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Fixação no teto. - Para Tv s e monitores Plasma ou LCD com padrão VESA 75x75, 100x100, 200x100 ou 200x200 (HxV) 26 a 40. -

Leia mais

Concepções estruturais. Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz

Concepções estruturais. Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz Concepções estruturais Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz Tipos de perfis utilizados em estruturas metálicas Os perfis de aço podem ser obtidos pelos seguintes métodos: laminação; solda; dobramento

Leia mais