Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA"

Transcrição

1 24 24 CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - BACHARELADO - DIURNO EDUCAÇÃO FÍSICA - BACHARELADO - DIURNO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA - DIURNO EDUCAÇÃO FÍSICA (JANUÁRIA) - NOTURNO ENFERMAGEM - DIURNO ODONTOLOGIA - INTEGRAL ZOOTECNIA (JANAÚBA) - DIURNO Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA Processo Seletivo 1/2007 Unimontes 0

2 ORIENTAÇÕES IMPORTANTES 01 - Este caderno contém questões do tipo múltipla escolha e uma redação Verifique se o caderno contém falhas: folhas em branco, má impressão, páginas trocadas, numeração errada, etc. Encontrando falhas, levante a mão. O Fiscal o atenderá e trocará o seu caderno Cada questão do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA tem 4 (quatro) alternativas (A - B - C - D). Apenas 1 (uma) resposta é correta. Não marque mais de uma resposta para a mesma questão, nem deixe nenhuma delas sem resposta. Se isso acontecer, a questão será anulada Para marcar as respostas definitivas na sua Folha de Respostas do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA, use caneta esferográfica com tinta azul ou preta. NÃO utilize caneta com tinta vermelha ou lápis. Assinale a resposta certa, preenchendo toda a área da bolinha 05 - Todos os candidatos poderão ser identificados pela impressão digital Ao receber as Folhas de Respostas, confira: Se é a sua Folha (ela está personalizada). Se os dados do cabeçalho conferem com os seus dados (nome, n.º de identidade, n.º de inscrição, opção de língua estrangeira, data de nascimento, etc.) Tenha cuidado na marcação da Folha de Respostas, pois ela não será substituída em hipótese alguma A REDAÇÃO deverá ser escrita com caneta esferográfica (tinta azul ou preta), nos espaços reservados. A PROVA FEITA A LÁPIS SERÁ ANULADA E TERÁ NOTA ZERO Se usar letra de FORMA, deverão ser observadas as normas de acentuação gráfica O Caderno de Resposta da REDAÇÃO não poderá ter qualquer outra identificação do candidato, além da já existente. Aparecendo o nome ou número de inscrição fora da Ficha de Identificação, a Prova será anulada e computada a nota zero Confira e assine a Folha de Respostas, antes de entregá-la ao Fiscal. NA FALTA DA ASSINATURA, A SUA PROVA SERÁ ANULADA Não se esqueça de assinar a Lista de Presenças Preencha corretamente a Ficha de Identificação colocada na capa deste caderno DUAS HORAS após o início das provas, você poderá retirar-se da sala SEM LEVAR ESTE CADERNO. NÃO poderá levar nem mesmo a última folha do caderno de provas (folha de rascunho) ou anotações referentes às provas e suas respostas Em nenhuma hipótese, o candidato poderá levar o Caderno de Provas e/ou as Folhas de Respostas Somente durante os 30 (trinta) minutos que antecedem o término das provas poderão os candidatos copiar, em formulário próprio a ser entregue pelo fiscal, as anotações e/ou marcações feitas na sua Folha de Respostas das Provas de Múltipla Escolha No encerramento das provas, há necessidade de pelo menos dois candidatos presentes na sala. Isso faz parte das normas para transparência na fiscalização do Processo Seletivo Se o Cartão de Inscrição estiver com algum erro (nome, n.º de documento, endereço, etc.), peça ao Fiscal de Sala para providenciar as correções necessárias no Requerimento de Correções. DURAÇÃO DESTAS PROVAS: CINCO HORAS OBS.: Candidatos com cabelos longos deverão deixar as orelhas totalmente descobertas durante a realização das provas. É proibido o uso de boné. Processo Seletivo Unimontes 1

3 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Questões numeradas de 01 a 20 INSTRUÇÃO: Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 12, as quais a ele se referem ou o tomam como ponto de partida. Por que você não deve boicotar a Copa Por Oliver Seitz* Tendo sido a minha pesquisa de Doutorado na Universidade de Liverpool sobre a comercialização do futebol brasileiro, dediquei um bom tempo dela a entender o impacto da Copa do Mundo no país que a hospeda. Tendo a minha banca sido composta pelo Prof. Tomlinson (Universidade de Brighton), grande referência no assunto e autor sobre o jogo de poder das autoridades esportivas e seus respectivos megaeventos, o que lhe rendeu um processo de mais de 40 páginas da FIFA, precisei ir um pouco mais a fundo no tema do que normalmente eu iria. Foi o suficiente para saber que o impacto econômico e estrutural desses eventos quase nunca justifica o montante gasto pelo poder público. Há até um pensamento corrente entre os pesquisadores que diz que, em mais de 40 anos da era dos megaeventos esportivos, o único legado até agora foi reformar a área portuária de Barcelona. De um modo geral, em relação ao ano sem o evento, o fluxo de turistas raramente aumenta, já que existe uma substituição do fluxo, e o ganho financeiro, quando existe, é irrisório. Serve para deixar as pessoas contentes por um tempo e para melhorar o sistema de transporte em áreas específicas. Fora isso, muito pouco a adicionar. No fim, os países e as cidades-sede quase sempre se decepcionam. Decidir por ser sede de um evento como esse é, logicamente, uma decisão enorme e extremamente arriscada. Não à toa, em sistemas democráticos mais desenvolvidos, a decisão fica diretamente por parte dos habitantes e não dos políticos. No dia 10 de novembro deste ano, por exemplo, Munique irá realizar um plebiscito para saber se participa ou não da eleição para cidade-sede das Olimpíadas de Inverno de Com as devidas informações em mãos, os cidadãos poderão decidir se querem ou não sediar o evento e arcar com as suas devidas consequências, tanto as boas quanto as ruins. Os habitantes de Vancouver votaram em 2003 e disseram sim para as Olimpíadas de Inverno de Graubünden (Suíça), em 2010, Berna, em 2002, e Denver, em 1976, disseram não. Em 2007, o Brasil concorreu à sede da Copa de Em uma democracia frágil como a nossa, naturalmente ninguém perguntou se a população queria ou não. Mas, também, justiça seja feita, quase ninguém reclamou, muito pelo contrário. A sociedade em geral foi tomada por uma onda de otimismo e euforia carregados pela esperança de que a Copa, por fim, nos transformaria em uma nação respeitada pelo mundo. Aliado então à profunda crise econômica do mundo desenvolvido e aos efeitos moderados sentidos do lado de dentro da fronteira, a crença era de que o roteiro de contos de fadas seria enfim cumprido à risca. Você sabe, não foi bem assim. Os protestos para mudar tudo no país agora vieram, e a Copa não poderia ser um bode expiatório melhor. Se antes ela estava destinada a coroar o nosso sucesso, ela passou a ser uma das maiores responsáveis pelas nossas mazelas. Não tardou para surgirem vídeos e entrevistas de boicote. E simpatizantes. Muitos simpatizantes. Mas, se a intenção é boicotar a Copa por um Brasil melhor, estão fazendo isso errado. O custo da Copa já passou, faz tempo. Agora é justamente a hora de começar a colher os parcos frutos do bilionário investimento, por menor que eles sejam, e evitar um prejuízo ainda maior. Boicotar a Copa agora é como buzinar para o carro bloqueando o cruzamento depois que você chegar em casa. Já passou. Não volta. Pior, só impedirá o pequeno ganho sobre o dinheiro já empenhado. Os estádios estão aí e não vão para lugar algum. A Copa vai acontecer. Ainda que protestos civilizados sejam sempre válidos, boicotes e outras medidas extremas agora são ações imaturas e inconsequentes, típicas de quem está surfando a popular onda da revolta civil, mas que não faz a menor ideia sobre como de fato pode melhorar o próprio país. Se a população estava muito feliz para boicotar, ou sequer protestar, 6 anos atrás, quando a candidatura foi confirmada, isso apenas mostra o superficialismo que ainda serve de referência para as nossas ações civis. Mais importante, a Copa precederá em 3 meses o real momento de exacerbar os Processo Seletivo Unimontes 2

4 45 50 descontentamentos e realizar os devidos boicotes em favor de uma sociedade melhor. Salve sua energia para a hora em que, de fato, será possível mudar alguma coisa. Quem sabe assim, no momento mais crucial de mobilização, nós consigamos evoluir a nossa democracia a ponto de realizar plebiscitos para ações tão polêmicas, caras e fundamentais que servem de base para aquilo que nós entendemos como nação. Do contrário, continuaremos a seguir a boiada durante as ondas efêmeras e estaremos destinados a permanecer sendo tratados como tal. Tanto pelos outros como por nós mesmos. *Oliver Seitz é Ph.D pelo Grupo de Indústria do Futebol da Universidade de Liverpool. Fonte: Disponível em: <http://blogdojuca.uol.com.br/>. Publicado em: 21 jun Último acesso em: 19 set Adaptado. QUESTÃO 01 Por meio do título desse texto, o autor A) manifesta o desejo de que o Brasil demonstre sua insatisfação com a Copa do Mundo. B) quer se solidarizar com o brasileiro, que teme os resultados da Copa. C) denuncia o fato de que à Copa são associadas fraudes. D) antecipa a insatisfação que paira com relação à Copa. QUESTÃO 02 O autor traz à reflexão A) a falta de participação efetiva do brasileiro na tomada de decisões que deveriam ser coletivas. B) o derrotismo que assola o Brasil, não diminuído nem mesmo com a iminência de uma Copa bilionária. C) o ganho financeiro e as profícuas mudanças econômicas obtidos numa Copa. D) a possibilidade de que a Copa nos amadureça politicamente, por colocar em pauta a crise financeira mundial. QUESTÃO 03 Sobre o Brasil, o autor faz algumas observações, muitas vezes implícitas, impregnadas de juízos de valor, quais sejam, EXCETO A) Nosso país não é respeitado pelas outras nações. B) Somos uma nação emergente. C) Não lutamos pelos nossos direitos e ideais de forma séria. D) Já nos aceitamos como uma nação de perdedores. QUESTÃO 04 No 6.º parágrafo, percebe-se que o autor tenta afastar do imaginário do brasileiro: A) O espírito de competitividade. B) A ilusão de que a Copa trará grandes lucros. C) O sonho de vencer mais uma Copa do Mundo. D) O desejo de se equiparar aos países desenvolvidos. QUESTÃO 05 Leia o enunciado a seguir e assinale a alternativa CORRETA, considerando a relação entre o efeito à esquerda e o trecho que o acompanha à direita. O autor desse texto interpela, provoca diretamente o leitor, abrindo possibilidades para efeitos que podem advir, de acordo com o contexto em que os trechos se inserem, sob a forma de A) ameaça [...] justiça seja feita, quase ninguém reclamou, muito pelo contrário. (Linhas 24-25) B) proibição [...] o ganho financeiro, quando existe, é irrisório. Serve para deixar as pessoas contentes por um tempo e para melhorar o sistema de transporte em áreas específicas. (Linhas 11-13) C) censura [...] continuaremos a seguir a boiada durante as ondas efêmeras e estaremos destinados a permanecer sendo tratados como tal. Tanto pelos outros como por nós mesmos. (Linhas 50-51) D) injúria Salve sua energia para a hora em que de fato será possível mudar alguma coisa. (Linhas 45-46) Processo Seletivo Unimontes 3

5 QUESTÃO 06 Na linha 28, ao se fazer menção ao gênero conto de fadas, pode-se afirmar, considerando o contexto, que A) esse texto trabalha com a ideia do que se tornou senso comum, no Brasil: no final, tudo dá certo. B) o povo brasileiro, por ser demasiadamente comodista, não luta de fato para sair da crise, esperando que e viveram felizes para sempre ecoe pela nação, de forma gratuita, mágica. C) o restante do mundo vê com certo ceticismo o Brasil, pelo discutível jeitinho brasileiro que já se tornou algo lendário por aqui. D) a ideia de final feliz é o que explica o fato de o Brasil resolver seus conflitos e voltar rapidamente ao equilíbrio econômico. QUESTÃO 07 [...] precisei ir um pouco mais a fundo no tema do que normalmente eu iria. (Linhas 5-6) Essa expressão popular pode, sem prejuízo ao contexto no qual se insere, ser compreendida como: A) expurgar do tema qualquer valor tendencioso. B) suprimir a ambivalência dos fatos. C) adentrar-se em especificidades da questão. D) verificar a autenticidade do assunto. QUESTÃO 08 O autor desse texto se utiliza de uma forma bem peculiar, mordaz, para se dirigir ao leitor, empregando certos usos para conseguir um efeito determinado no discurso. Nesse sentido, pode-se dizer que está presente no texto A) a ambiguidade. B) o sarcasmo. C) o pleonasmo. D) o eufemismo. QUESTÃO 09 Sobre os itens em destaque nas alternativas abaixo, escolha aquele em que o seu uso está corretamente explicado, sob o ponto de vista da coesão textual. A) Você sabe, não foi bem assim. (linha 29) substitui, representa a ideia estabelecida pelos elementos ditos anteriormente ao seu uso. B) Os estádios estão aí e não vão para lugar algum. (linhas 38-39) a ideia principal é retomar um lugar citado no período anterior a esse. C) Os protestos para mudar tudo no país agora vieram [...] (linha 30) sintetiza, resume, vários elementos listados anteriormente ao seu uso. D) Ainda que protestos civilizados sejam sempre válidos, boicotes e outras medidas extremas agora são ações imaturas e inconsequentes [...] (linhas 39-40) faz menção a um tempo citado no período anterior a esse. QUESTÃO 10 Ainda que protestos civilizados sejam sempre válidos, boicotes e outras medidas extremas agora são ações imaturas e inconsequentes [...] (Linhas 39-40) Sobre a locução conjuntiva em destaque no trecho acima, assinale a alternativa CORRETA. A) Estabelece uma ideia de condição e poderia ser substituída por desde que. B) Estabelece uma ideia de concessão e poderia ser substituída por embora. C) Estabelece uma ideia de causa e poderia ser substituída por porquanto. D) Estabelece uma ideia de consequência e poderia ser substituída por de modo que. Processo Seletivo Unimontes 4

6 QUESTÃO 11 Não à toa, em sistemas democráticos mais desenvolvidos, a decisão fica diretamente por parte dos habitantes e não dos políticos. (Linhas 16-17) É INCORRETO afirmar sobre esse trecho, de acordo com a língua portuguesa padrão, que há nele a presença de A) conjunção adversativa. B) verbo de ligação. C) conjunção aditiva. D) elipse. QUESTÃO 12 Acerca da presença da palavra como, nos enunciados a seguir, indique a alternativa em que a justificativa para seu uso está CORRETA. A) Quem sabe assim [...], nós consigamos evoluir a nossa democracia a ponto de realizar plebiscitos para ações tão polêmicas, caras e fundamentais que servem de base para aquilo que nós entendemos como nação. (linhas 47-49) imprime ideia de proporcionalidade. B) Ainda que protestos civilizados sejam sempre válidos, boicotes e outras medidas extremas agora são ações imaturas e inconsequentes, típicas de quem está surfando a popular onda da revolta civil, mas que não faz a menor ideia sobre como de fato pode melhorar o próprio país. (linhas 39-41) imprime ideia de consequência. C) Em uma democracia frágil como a nossa, naturalmente ninguém perguntou se a população queria ou não. (linhas 23-24) imprime ideia de causa. D) Boicotar a Copa agora é como buzinar para o carro bloqueando o cruzamento depois que você chegar em casa. (linhas 36-37) imprime ideia de comparação. QUESTÃO 13 Sobre o filme A cor púrpura, de Steven Spielberg (Estados Unidos, 1985), todas as afirmativas abaixo são corretas, EXCETO A) O filme problematiza questões relacionadas à condição feminina da primeira metade do século XX. B) Os personagens Sofia e Harpo apresentam-se como resistência às diversas formas de opressão da mulher. C) A narrativa trata, ainda, de temas como a condição social e a discriminação racial de homens e mulheres. D) O título do filme refere-se, também, à cor dos campos floridos que servem como cenário para a narrativa e, metaforicamente, à cor negra. QUESTÃO 14 Sobre o conto Negrinha, de Monteiro Lobato, é CORRETO afirmar: A) Negrinha, tendo ficado órfã na adolescência, merecia os castigos por sua rebeldia. B) A contextualização histórica do conto aponta para uma prática aceita na sociedade contemporânea. C) A breve narrativa é enfática no tratamento do tema da discriminação da criança negra. D) Ao final da história, Negrinha experimenta a bondade da patroa Dona Inácia. Processo Seletivo Unimontes 5

7 QUESTÃO 15 Leia com atenção os fragmentos de Castro Alves a seguir: Negras mulheres, suspendendo às tetas Magras crianças, cujas bocas pretas Rega o sangue das mães: Outras moças, mas nuas e espantadas, No turbilhão de espectros arrastadas, Em ânsia e mágoa vãs! E a cativa desgraçada Deita seu filho, calada, E põe-se triste a beijá-lo, Talvez temendo que o dono, Não viesse, em meio ao sono, De seus braços arrancá-lo! (O navio negreiro) (A canção do africano) Considerando os excertos acima e os poemas O navio negreiro e A canção do africano, de Castro Alves, todas as afirmativas abaixo estão corretas, EXCETO A) O negro, nos poemas, apresenta-se como viril, cujo drama representa o próprio destino humano. B) Os poemas nutrem-se de imagens e ritmos, transformando o negro em objeto estético. C) O navio negreiro pode ser uma parábola do tráfico de escravos; A canção do africano é uma canção do exílio. D) Nos textos, o negro, escravizado, é representado pelo poeta em sua essência humana. QUESTÃO 16 A respeito de Clara dos Anjos, de Lima Barreto, pode-se afirmar, EXCETO A) A obra evidencia a concepção social e política do autor em relação à sociedade carioca da época. B) Na obra, o espaço desprovido do subúrbio relaciona-se aos personagens que nele se abrigam. C) A obra pode apresentar-se como uma denúncia do abuso sexual cometido pelos homens brancos em relação às mulheres negras. D) O texto, sobretudo pelo uso da ironia, refere-se ao cientificismo positivista do final do século XIX. QUESTÃO 17 Sobre o conto Negrinha, de Monteiro Lobato, todas as afirmativas abaixo estão corretas, EXCETO A) A personagem Negrinha ratifica a teoria da inferioridade mental da etnia negra. B) A questão étnica, no texto, está relacionada ao lugar social ocupado pela personagem Negrinha. C) O conto evidencia a percepção do autor sobre a condição da criança negra. D) A dona da casa representa a afirmação das teorias raciais da época em que o texto foi produzido. QUESTÃO 18 Assinale a alternativa INCORRETA a respeito dos poemas O navio negreiro: tragédia no mar e A canção do africano, de Castro Alves. A) Os textos apresentam o levantar da voz lírica contra a barbárie do cativeiro escravocrata. B) Os poemas expressam o lugar do negro escravizado da sociedade do Brasil Colônia. C) Os versos do poeta explicitam o processo de superação da condição desumana a que estavam submetidos os negros. D) Os versos apresentam um movimento de combate à violência da escravização do negro. Processo Seletivo Unimontes 6

8 QUESTÃO 19 A respeito do filme A cor púrpura, de Steven Spielberg (Estados Unidos, 1985), pode-se afirmar, EXCETO A) O filme apresenta, de forma contundente, a condição desumana a que é submetida a mulher negra da sociedade do início do século XX. B) As personagens negras do filme buscam, em todos os sentidos, combater o preconceito racial e social que vivenciam. C) A narrativa apresenta o negro, sua cultura e as problemáticas relativas ao negro em uma sociedade preconceituosa. D) O filme apresenta o drama pessoal de uma mulher, inserida numa sociedade caracterizada pelo preconceito racial e de gênero. QUESTÃO 20 Leia com atenção os quadrinhos abaixo: DITO... MAS É UM CANALHA! OUTRO ESCÂNDALO, MEU FILHO?! O PAI DA MOÇA DISSE QUE VAI PROCESSAR, QUE VOCÊ VAI TER QUE CASAR... ESSE DAÍ QUER É DESENCALHAR A FILHA SOLTEIRONA, MAMÃE... EU NUNCA ENCOSTEI UM DEDO NESSA MOÇA, JURO POR DEUS! E FEITO! SOU INOCENTE!! MENTIROSO!... MAS SE NÃO AJUDO ACABA SENDO OBRIGADO A SE CASAR COM A NEGRINHA... ISSO NÃO! INOCENTE... EU JURO!! EU HEI DE ACABAR COM ESSE COSTUME QUE VOCÊ TEM FALANDO DE MIM DIZENDO HORRORES ME QUERENDO BEM LIVRE!! E DONA SALUSTIANA IA DEIXAR O FILHINHO NO XADREZ? Clara dos Anjos, HQ, p. 11. Considerando o texto acima e os livros Clara dos Anjos, de Lima Barreto, e Clara dos Anjos em quadrinhos, pode-se afirmar, EXCETO A) Clara dos Anjos em quadrinhos apresenta um caráter revolucionário do tema discriminação racial. B) Clara dos Anjos em quadrinhos, mesmo selecionando momentos-chave da narrativa literária, mantém o tema da obra de Lima Barreto. C) Clara dos Anjos em quadrinhos, por seu caráter elíptico, exige imaginação do leitor para complementar os momentos não expressos graficamente. D) A história em quadrinhos configura-se como quase uma paráfrase da narrativa literária. Processo Seletivo Unimontes 7

9 PROVA DE LÍNGUA ESPANHOLA Questões numeradas de 21 a INSTRUÇÃO: Leia o texto que se segue e depois responda às questões propostas. Volte ao texto quando necessário. Crónica de un día de feria en una cárcel de mujeres mexicana A la hora del almuerzo en el penal de mujeres de Santa Martha, en el oriente de la Ciudad de México, las presas reciben un vaso de plástico rojo con agua. Es uno de los dos únicos vasos que reciben en todo el día. "No te dan, la que quiera más tiene que comprar", explica una. La vida en la cárcel no sale gratis. Las presas que viven en el penal, según datos de enero de la Secretaría de Gobernación, no tienen acceso ni siquiera a jabón para ducharse o lavar la ropa. En la cárcel todo se compra, y todo se vende. (...) La entrada hasta el interior de este penal es tensa. La lista de colores prohibidos en la ropa es interminable. Ni de azul, ni de negro, marrón, beige, blanco, tampoco verde. Se supone que es para no confundir a los externos con las presas, que sólo pueden vestir de dos colores. Las que ya han recibido sentencia van de azul marino, mientras que las que esperan condena visten beige de los pies a la cabeza. Pero todo es un poco aleatorio, si el guardia de la puerta considera muy oscuro un pantalón gris y dice que no pasa, es que no pasa. Por si acaso, una camioneta en la puerta del penal renta ropa con los colores permitidos por 10 pesos. Los pasillos del penal están repletos de presas y más vale llevar algunos pesos en el bolsillo o caminar con la determinación de que uno sabe exactamente a dónde va. La más rápida, vestida de azul marino, se abalanza sobre el que llega: " Dónde va? Yo la llevo". Tras unos minutos de recorrido, frente a un punto de control vigilado por dos policías que almuerzan un guisado, la cicerón pone la mano sin disimulo, recoge una moneda de 10 pesos y se retira. En menos de un minuto otra mujer sale al paso: " A quién visita? Yo se la busco". (...) Los nombres de unas y otras se mezclan por los pasillos. La búsqueda voluntaria costará otros 10 pesos. Las formas de ganarse la vida se multiplican entre las paredes de la cárcel. "Es un hotel bien caro, ríe una interna. Además de las cicerones, las más emprendedoras montan su propio negocio en la celda y hacen quesadillas, tacos que luego venden a sus compañeras o a las visitas. Las familias de las "empresarias", con un permiso especial de la prisión, introducen carne, queso, verduras y tortillas para elaborar los platillos. En los días de visita, algunas de las mujeres encarceladas trabajan como meseras. Desaparecen de manos vacías hacia los dormitorios y vuelven a aparecer en el patio atestado de gente, con bandejas cargadas de platos recién preparados. Los tacos son un triunfo asegurado (...). Muchas reniegan de la comida de la cárcel y las que tienen dinero suelen preferir comprar sus propios alimentos en las tiendas. El menú de hoy incluye guisado, arroz, frijol, tortillas y una pera, servido en bandejas de plástico azul. La comida del resto del día se completa (...) con el desayuno y la cena (...). Por las mañanas sirven un té con hojas de naranjo que le gusta mucho a las presas, pero existe el rumor de que para prepararlo usan el agua de la llave. En el patio de visitas donde este martes parece un día de feria, con manteles y tarteras repletas de comida, decenas de niños corriendo por la hierba (...). Los más pequeños, sin embargo, no se enteran de que 35 están en una cárcel. "Un nieto siempre le decía a su abuela cuando venía a visitarla: cómo me gusta esta casota tan grande que tienes", recuerda una presa. Pero no todas lo toman con tanta naturalidad. (...) Fonte: Processo Seletivo Unimontes 8

10 QUESTÃO 21 Sobre o texto, pode-se afirmar: A) A água utilizada no preparo do chá da manhã, que é oferecido às presidiárias, é proveniente da descarga sanitária. B) Ao ingressar no presídio, os presos são comunicados e advertidos sobre o suborno. C) As presidiárias são submetidas a condições precárias de alimentação e higiene. D) Os guardas do sistema prisional mexicano não praticam a corrupção. QUESTÃO 22 Sobre o presídio, podemos afirmar, EXCETO A) É certo que determinadas peças de roupa são proibidas aos visitantes do presídio para não serem confundidas com as que são utilizadas pelas presidiárias. B) Determinadas cores de roupa são proibidas para os visitantes do presídio, mas isso acaba não obedecendo a um critério rigoroso. C) As presidiárias vendem e subornam para se manterem na prisão. D) As presidiárias e seus familiares acabam pagando para que aquelas tenham condições mínimas de vida durante o regime prisional. QUESTÃO 23 Sobre a frase... cómo me gusta esta casota tan grande que tienes., podemos afirmar, EXCETO A) Expressa a ingenuidade do neto de uma detenta. B) Demonstra o bom humor de uma presidiária em relação à sua situação de encarcerada. C) Representa o desconhecimento das crianças pequenas em relação ao que é, de fato, o presídio. D) Expõe a situação constrangedora dos netos das presidiárias ao visitá-las em um presídio em condições de penúria. QUESTÃO 24 De acordo com o texto, podemos classificar as presidiárias como, EXCETO A) vendedoras. B) espiãs. C) garçonetes. D) guias de visitantes. QUESTÃO 25 A única correspondência CORRETA entre a palavra/expressão e o significado à direita é A)... vaso... (linha 2) jarro. B)... atestado... (linha 26) vazio. C) Por si acaso... (linha 12) por coincidência. D)... hierba... (linha 34) grama. QUESTÃO 26 A única alternativa que apresenta uma explicação gramatical CORRETA para o termo à esquerda é: A) quiera (linha 3) é um verbo que se encontra no presente do indicativo. B) Jabón (linha 5) acentua-se por tratar-se de uma palavra llana. C) cárcel (título) é um substantivo heterogenérico. D) se (linha 19) é um pronome que se refere ao substantivo presa. Processo Seletivo Unimontes 9

11 PROVA DE LÍNGUA INGLESA Questões numeradas de 21 a 26 INSTRUÇÃO: Leia o texto "Our inner map" e responda às questões de 21 a 24. OUR INNER MAP Humans are born with an innate understanding of geometry and symbolism By Christopher Dickey Research has shown that animals have a built-in sense of the world s geometry. They understand distance and direction sufficiently well to navigate, and they grasp enough about angle and length to recognize shapes. But humans (even those of us who didn t do so well in our high-school encounters with Euclid) have a much more developed ability to translate the abstractions of geometry into an understanding of our surroundings. The most obvious example is map reading. What researchers at Harvard s Laboratory for Developmental Studies want to know is how much geometry is hardwired into our brains, as it is with animals, and how much is learned through experience. Enter the toddlers. The Harvard researchers built triangular structures, drew a little map with a dot on it, and asked young children to put a stuffed animal where the dot was. The kids did just that. The researchers concluded the geometric intuition in humans, unlike that in animals, allows us to understand basic spatial relations symbolically from a very early age. Precisely how this ability develops into appreciation of the Euclidean principles central to art, architecture, and music is unclear, but it seems our innate sense of abstract geometry is part of what makes us human. (http://mag.newsweek.com/2013/09/27/geometric-intuition-likely-comes-hardwired-in-humans.html.) QUESTÃO 21 A leitura do texto permite afirmar que A) a intuição geométrica em humanos e animais é equivalente. B) os animais desenvolvem seu senso de direção apenas na fase adulta. C) a habilidade de interpretar conceitos geométricos, nos humanos, é menos desenvolvida que nos animais. D) o estudo dos conhecimentos geométricos é o foco dos pesquisadores de Harvard. QUESTÃO 22 Pelas informações contidas no texto, pode-se afirmar, EXCETO A) A interpretação de mapas implica a utilização de conhecimentos geométricos. B) A base da construção do pensamento geométrico é a visualização do espaço e de suas formas. C) Pensar a geometria de forma abstrata parece ser uma capacidade inata do ser humano. D) O estudo dos conhecimentos geométricos apresenta consistência científica. QUESTÃO 23 O pronome that em "The kids did just that." (linha 9) refere-se a A) put a stuffed animal where the dot was. (Linhas 8-9) B) drew a little map... (Linha 8) C) built triangular structures (Linhas 7-8) D) asked young children... (Linha 8) QUESTÃO 24 Todas as alternativas apresentam um grupo de palavras cujos significados se aproximam, tendo em vista o contexto em que estão inseridas, EXCETO A) toddlers (linha 7) young children (linha 8) kids (linha 9). B) buit-in (linha 1) hardwired (linha 6) innate (linha 12). C) experience (linha 7) intuition (linha 9) ability (linha 11). D) understand (linha 1) grasp (linha 2) know (linha 6). Processo Seletivo Unimontes 10

12 INSTRUÇÃO: Leia a tirinha a seguir e responda às questões 25 e 26. PENNY: um centavo ARMPITS: axilas Disponível em: Acesso em: 30 ago QUESTÃO 25 A tirinha, definida como um fragmento de história em quadrinhos, pode transmitir uma mensagem com efeito de humor. A presença desse efeito, no diálogo entre Jon e Garfield, acontece porque A) Garfield acha o pensamento do amigo pouco inteligente. B) Garfield acha a ideia do amigo criativa. C) Garfield não se surpreende com o pensamento de Jon. D) Garfield pensa que Jon tem uma imaginação fértil. QUESTÃO 26 O trecho sublinhado em "If our ears were in our armpits, would we have to raise our arms to hear people talk?" expressa A) uma condição futura possível de se realizar. B) uma condição presente real. C) um fato passado irreal. D) uma condição futura irreal. PROVA DE BIOLOGIA Questões numeradas de 27 a 37 QUESTÃO 27 Por ter se tornado um estigma de mortalidade e dor, o câncer é uma doença que causa grande temor na sociedade. Vários quimioterápicos antineoplásicos têm sido usados no tratamento do câncer, entre eles, podemos destacar os agentes antimetabólicos como o metotrexato, o fluorouracil e a mercaptopurina. Esses agem basicamente bloqueando bioquimicamente a síntese do DNA. Com base no assunto abordado e nos conhecimentos associados, é CORRETO afirmar: A) O processo de condensação dos cromossomos é afetado pela ação dos agentes antimetabólicos. B) Os agentes antimetabólicos têm sua ação restrita à fase S do ciclo celular. C) A síntese de RNA e proteínas, típica da fase G1 do ciclo celular, é bloqueada pelos agentes antimetabólicos. D) Os agentes antimetabólicos bloqueiam a citocinese. Processo Seletivo Unimontes 11

13 QUESTÃO 28 Observe a imagem, atendo-se aos eventos marcantes de cada fase Considerando a imagem e outros conhecimentos associados, é CORRETO afirmar que o diagnóstico clínico de distúrbios cromossômicos, utilizando o microscópio, é geralmente baseado no observado entre as fases: A) 1 e 2. B) 7 e 1. C) 6 e 7. D) 4 e 5. QUESTÃO 29 Conjuntamente, a expulsão do feto, placenta e anexos fetais resume o processo do parto. Apesar de alguns aspectos relacionados ao parto ainda permanecerem obscuros, sabe-se que fatores hormonais e mecânicos de origem materna e fetal são importantes para a ocorrência dele. Diante do assunto abordado e dos conhecimentos associados, é CORRETO afirmar: A) A contratilidade uterina é diminuída pela redução dos receptores de ocitocina, mediada pela progesterona, que causa hiperpolarização do miométrio. B) Alterações na razão progesterona/estrogênio não influenciam a contratilidade uterina. C) Os receptores de ocitocina no miométrio são significativamente reduzidos pela ação do estrogênio, dificultando, assim, a contratilidade uterina. D) Nas quatro últimas semanas gestacionais, há um aumento considerável dos níveis de ocitocina materna e fetal como mecanismo preparatório para o parto. Processo Seletivo Unimontes 12

14 QUESTÃO 30 Observe a imagem atendo-se às principais substâncias secretadas pelas células identificadas de 1 a Considerando a imagem e outros conhecimentos associados, é CORRETO afirmar: A) A produção do muco que protege a parede do estômago pode ser diminuída se 5 for destruída. B) A destruição de 1 e 2 diminuem, de forma direta, a capacidade de digerir proteínas da carne vermelha. C) A acentuada diminuição de 3 está associada com quadros de anemia perniciosa. D) A gastrite crônica pode danificar 2 e aumentar muito a secreção de ácido clorídrico. QUESTÃO 31 Uma determinada pesquisa realizada por um grupo de estudiosos avaliou o crescimento de duas espécies bacterianas e a influência de uma no crescimento da outra. O quadro a seguir ilustra alguns aspectos envolvidos na realização dessa pesquisa. Analise-o. I II III Meio de Cultura Sólido Semissólido Líquido Microrganismos Candida albicans e Escherichia coli Influenza e Escherichia coli Staphylococcus aureus e Escherichia coli IV Sólido Escherichia coli Tempo de Incubação 24h 24h 24h 24h Considerando o quadro apresentado, analise as alternativas abaixo e assinale a que CORRESPONDE ao procedimento que melhor representa a possibilidade de conclusão da pesquisa. A) III. B) IV. C) I. D) II. Processo Seletivo Unimontes 13

15 QUESTÃO 32 As fotomiografias abaixo se referem a diferentes células. Analise suas características. I Estrias Fibras Discos Intercalares Características É controlada involuntariamente. Tem muitas mitocôndrias. Seu retículo sarcoplasmático é pouco desenvolvido. Núcleo Fibras II Características É controlada involuntariamente. Está presente na parede de algumas vísceras ocas. Núcleo III Núcleo Fibras Estrias Características É controlada voluntariamente. Armazena grande quantidade de cálcio. A organização física de seus filamentos contráteis é bem aprimorada. Em relação à associação entre as fotomiografias e características apresentadas, é CORRETO afirmar: A) I refere-se à célula muscular lisa, e III, à célula muscular cardíaca. B) I refere-se à célula muscular cardíaca, e III, à célula muscular esquelética. C) II refere-se à célula muscular cardíaca, e III, à célula muscular esquelética. D) II refere-se à célula muscular cardíaca, e I, à célula muscular lisa. Processo Seletivo Unimontes 14

16 QUESTÃO 33 O ecossistema é a unidade principal de estudo da ecologia e pode ser definido como um sistema composto pelos seres vivos, o local onde eles vivem e todas as relações destes com o meio e entre si. A figura a seguir mostra os níveis de organização de um ecossistema. Analise-a. I II III IV V VI De acordo com a figura e o assunto abordado, analise as alternativas a seguir e assinale a que MELHOR REPRESENTA um bioma. A) II. B) III. C) V. D) I. QUESTÃO 34 A germinação é o conjunto de fenômenos que ocorrem na semente e originam a planta. As afirmativas a seguir estão relacionadas a esse processo. Analise-as e assinale a CORRETA. A) O grau de umidade exigido para a germinação de sementes de monocotiledôneas é maior do que de dicotiledôneas. B) O gás carbônico é necessário para o grande aumento na atividade respiratória exigida no processo de germinação e subsequente crescimento e desenvolvimento da plântula. C) O tecido de reserva serve para manter unidas as partes internas da semente, bem como fornecer proteção mecânica contra choques, microrganismos e insetos. D) As sementes grandes ou pequenas são constituídas de três componentes integrados: cobertura, tecido de reserva e eixo embrionário. Processo Seletivo Unimontes 15

17 QUESTÃO 35 Foi publicado, na Nature Reviews Molecular Cell Biology, um mecanismo de interação entre duas células. Tal mecanismo, dependente da proteína Rho, corresponde à entrada de uma célula em outra conforme ilustração a seguir. I Núcleo II III Lisossoma Células únicas IV V Essa interação pode resultar em vários destinos para a célula que penetrou. Analise as alternativas a seguir e assinale o destino mais provável da célula em III. A) Divisão. B) Liberação de células-filhas. C) Morte. D) Integração com o material nuclear. QUESTÃO 36 O pedigree é uma análise sistemática dos ancestrais de um determinado indivíduo, ou pode ser a "árvore genealógica" de um grande número de indivíduos. A figura abaixo apresenta um heredograma, o qual pode ajudar a determinar a base genética de uma característica ou doença particular. Observe-a. Considerando a figura apresentada, analise as alternativas a seguir e assinale a que representa, respectivamente, o possível fenótipo e genótipo do indivíduo II.1. A) Cor branca, sexo feminino, bb. B) Cor negra, sexo masculino, bb. C) Cor branca, sexo feminino, BB. D) Cor negra, sexo feminino, Bb. Processo Seletivo Unimontes 16

18 QUESTÃO 37 Taxonomia é a ciência da identificação. Os quadros abaixo estão relacionados com ela. Analise-os. Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis são consideradas as doenças de transmissão sexual mais frequentemente relatadas nos Estados Unidos, com estimativa de mais de cinco milhões de novas infecções por ano. Ambas propagam-se velozmente entre jovens e, muitas vezes, não apresentam sintomas. Enquanto a maior parte das infecções nos homens evolui rapidamente por produzir sintomas aparentes, a incidência de infecções assintomáticas nas mulheres é bem maior, acarretando sérias complicações, como a Doença Inflamatória Pélvica (DIP) e a infertilidade. A classificação taxonômica dos dois microrganismos do texto está indicada a seguir. Bactéria Proteobactéria Betaproteobactéria Neisseriales Neisseriaceae Neisseria Neisseria gonorrhoeae Bactéria Chlamydiae Chlamydiae Chlamydiales Chlamydiaceae Chlamydia Chlamydia trachomatis Considerando o quadro acima, analise as alternativas a seguir e assinale a que representa a ordem dos microrganismos indicados. A) Neisseria e Chlamydia. B) Proteobactéria e Chlamydiae. C) Bactéria. D) Neisseriales e Chalmydiales. PROVA DE QUÍMICA Questões numeradas de 38 a 48 l Abreviaturas: (s) sólido (l) = líquido (g) = gás (aq) = aquoso [A] = concentração de A em mol/l Dados: Constante de Avogadro (N) = 6, /mol PV = nrt R = 0,082 atm L/K mol Volume molar = 22,4 L (CNTP: 273 K, 1 atm) Processo Seletivo Unimontes 17

19 QUESTÃO 38 Um inseto conhecido como besouro bombardeiro consegue afugentar seus predadores lançando sobre eles um aerossol químico, um vapor na forma de fina névoa. Esse aerossol resulta de uma reação química entre as substâncias hidroquinona, C 6 H 4 (OH) 2, e o peróxido de hidrogênio, H 2 O 2, catalisada por uma enzima. Além do efeito térmico da reação, a quinona, C 6 H 4 O 2, produzida atua como repelente contra outros insetos e animais. A reação de formação do aerossol químico pode ser representada pela equação: C 6 H 4 (OH) 2 (aq) + H 2 O 2 (aq) C 6 H 4 O 2 (aq) + 2H 2 O(l) Considere as reações representadas pelas equações I, II e III: I. C 6 H 4 (OH) 2 (aq) C 6 H 4 O 2 (aq) + H 2 (g) Hº = 177 kj. II. H 2 O 2 (aq) H 2 O(l) + ½ O 2 (g) III. H 2 (g) + ½ O 2 (g) H 2 O(l) Hº = -94,6 kj. Hº = -286 kj. Relacionando as equações I, II e III, pode-se afirmar que, para afugentar os predadores, o besouro bombardeiro libera uma quantidade de calor equivalente a A) 203,6 kj. B) 368,4 kj. C) 407,2 kj D) 557,6 kj. QUESTÃO 39 Considere as estruturas dos hidrocarbonetos e os seus respectivos pkas. H C C H H H C C H H H H H C C H H H Etino pk a = 25 Eteno pk a = 44 Etano pk a = 50 Em relação à acidez e à basicidade relativa dos hidrocarbonetos e de seus íons, é CORRETO o que se afirma em A) O etino é o hidrocarboneto de menor acidez. B) O ânion H 2 C=CH é a base conjugada do etino. C) O íon carbânio do eteno é o de maior basicidade. D) Os prótons do etano, H +, são os de menor acidez. QUESTÃO 40 A magnitude dos potenciais de eletrodo padrão de dois metais X e Y são: X e - X Y e - Y Eº = 0,25 V Eº = 0,34 V Quando as meias células de X e Y são conectadas, os elétrons fluem de X para Y, e, quando X é conectado a um eletrodo padrão de hidrogênio, EPH, os elétrons fluem de X para o eletrodo de hidrogênio. A diferença de potencial (ddp) dessa pilha constituída de X e Y é: A) 0,09 V. B) 0,59 V. C) 0,00 V. D) 0,25 V. Processo Seletivo Unimontes 18

20 QUESTÃO 41 Os hidroclorofluorocarbonetos, HCFC, têm sido propostos e usados como substituintes dos CFC nas aplicações refrigerantes. As moléculas de HCFC geralmente se quebram antes de atingir a estratosfera e, consequentemente, trazem menos ameaças à camada de ozônio. Um exemplo de HCFC é o CHCl 2 F. Em relação à molécula de CHCl 2 F, é CORRETO afirmar: A) É menos estável que a molécula de CFC. B) Apresenta geometria trigonal plana. C) É apolar e não constitui um poluente. D) As ligações são igualmente polares. QUESTÃO 42 Cada fio de cabelo é composto de uma cadeia de aminoácidos interligada através de interações, como mostrada na figura abaixo. Proteína Proteína Quando se molha o cabelo com água, as ligações de hidrogênio se quebram e, à medida que os fios são moldados, fixados ou secos, as ligações de hidrogênio se formam em novas posições mantendo os cabelos no penteado desejado. Ao se utilizar no cabelo uma solução ácida, tanto as ligações de hidrogênio como as pontes salinas se rompem. Em soluções fracamente alcalinas, algumas das ligações dissulfetos se quebram. Em ph próximo a 12, todos os tipos de ligações se rompem. Sabendo-se que os cabelos têm força máxima em ph 4,0 a 5,0 e que o uso de xampu tende a deixá-los ligeiramente alcalinos, analise as proposições: I - Numa solução de ph 1,0 a 2,0, as proteínas são mantidas somente através das ligações dissulfetos. II - Uma solução ou xampu de ph 8,0 a 8,5 pode romper as ligações dissulfetos, mantendo as outras ligações. III - Soluções removedoras de pelos apresentam uma concentração de íon H 3 O +, cerca de 1,0 x 10-3 mol l -1. IV - O uso de uma solução de vinagre, após o xampu, tem por finalidade corrigir o ph para 4,0 a 5,0. As proposições CORRETAS são: A) II, III e IV, apenas. B) I, II e III, apenas. C) I, II e IV, apenas. D) I, II, III e IV. Processo Seletivo Unimontes 19

Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA

Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA 28 28 ADMINISTRAÇÃO (BRASÍLIA DE MINAS) - NOTURNO CIÊNCIAS CONTÁBEIS - NOTURNO CIÊNCIAS CONTÁBEIS (SALINAS) - NOTURNO CIÊNCIAS ECONOMICAS - NOTURNO Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO:

Leia mais

Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA

Ficha de Identificação NOME: CURSO: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: Nº DO PRÉDIO: SALA: ASSINATURA 33 33 ARTES VISUAIS - NOTURNO DIREITO - MATUTINO HISTÓRIA - NOTURNO LETRAS / INGLÊS (JANUÁRIA) - NOTURNO LETRAS / PORTUGUÊS - NOTURNO LETRAS / PORTUGUÊS (ESPINOSA) - NOTURNO PEDAGOGIA (PARACATU) - NOTURNO

Leia mais

DATA 14/09/2014 HORÁRIO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014. 003 - ADMINISTRAÇÃO/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 2.º Período.

DATA 14/09/2014 HORÁRIO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014. 003 - ADMINISTRAÇÃO/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 2.º Período. PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CURSO: 003 - ADMINISTRAÇÃO/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 2.º Período DATA 14/09/2014 HORÁRIO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 1014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Agente Comunitário

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Serviços

Leia mais

Água e Solução Tampão

Água e Solução Tampão União de Ensino Superior de Campina Grande Faculdade de Campina Grande FAC-CG Curso de Fisioterapia Água e Solução Tampão Prof. Dra. Narlize Silva Lira Cavalcante Fevereiro /2015 Água A água é a substância

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais I PROVAS DE

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013 UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013 Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de

Leia mais

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens PAG - 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: PORTUGUÊS Considere

Leia mais

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio.

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio. P R OVA D I S C U R S I VA LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO 2 1 / 1 1 2 0 1 5 V E S T I B U L A R 2 0 1 6 INSTRUÇÕES 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no

Leia mais

DATA 14/09/2014 HORÁRIO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014. 113 - ODONTOLOGIA/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 3.º Período.

DATA 14/09/2014 HORÁRIO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014. 113 - ODONTOLOGIA/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 3.º Período. PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 02/2014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CURSO: 113 - ODONTOLOGIA/Bacharelado (MONTES CLAROS) - 3.º Período DATA 14/09/2014 HORÁRIO

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa

PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa ESCREVA AQUI SEU NÚMERO DE INSCRIÇÃO NOME: PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa CADERNO DE PROVAS DISCURSIVAS PROVA DE BIOLOGIA ANTES DE INICIAR A PROVA, LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1. Só abra

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ AG. DE VIGILÂNCIA PREVIDENCIÁRIA / AUX. DE SERVIÇOS GERAIS / MOTORISTA

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS INSTRUÇÕES: PRCESS SELETIV 2013/2 - CPS PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA CURS DE GRADUAÇÃ EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 5 (cinco) questões discursivas. Caso

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 11 Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 4 ), para que a água esteja em conformidade com

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Crecheiras (71) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 C 03 B 04 A 05 C 06 B 07 C 08 C 09 B 10 D 11 B 12 D 13 A 14

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Agente Comunitário de

Leia mais

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Energia para realizar reações químicas: eletrólise do iodeto de potássio aquoso Existem reações químicas não espontâneas, mas que são realizadas com rapidez

Leia mais

Prova Escrita de Espanhol

Prova Escrita de Espanhol EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho Prova Escrita de Espanhol 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Iniciação bienal Prova 47/1.ª Fase Critérios de Classificação 6 Páginas

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 Nome: Gabarito Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Constantes: R 8,314 J mol -1 K -1 0,0821

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas EDUCAÇÃO FÍSICA Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Mecânico

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO Simulado 5 Padrão FUVEST Aluno: N o do Cursinho: Sala: QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO 1. Aguarde a autorização do fiscal para abrir o caderno de questões e iniciar a prova. 2. Duração da

Leia mais

FAEV Faculdade Europeia de Vitória

FAEV Faculdade Europeia de Vitória FAEV Faculdade Europeia de Vitória CNPJ: 10.317.723/0001-72 Credenciada pela Portaria MEC n.º 1480, de 07/10/2011 (D.O.U. de 10/10/2011). EDITAL Nº 005/2015 PROCESSO SELETIVO FAEV 2016/1 A Faculdade Europeia

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas

Revisão: Química inorgânica Soluções aquosas QUÍMICA è Revisão: Química inorgânica Hidróxidos fortes família 1A e 2A (exceto Ca e Mg) Ácidos fortes nº de oxigênios nº de hidrogênios > 2, principalmente nítrico (HNO 3 ), clorídrico (HCl) e sulfúrico

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

Professora Sonia. b) 3Ag 2O (s) + 2Al (s) 6Ag (s) + A l 2O 3(s)

Professora Sonia. b) 3Ag 2O (s) + 2Al (s) 6Ag (s) + A l 2O 3(s) ITA 2001 DADOS CONSTANTES Constante de Avogadro = 6,02 x 10 23 mol 1 Constante de Faraday (F) = 9,65 x 10 4 Cmol 1 Volume molar de gás ideal = 22,4L (CNTP) Carga Elementar = 1,602 x 10 19 C Constante dos

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Questão 69. Questão 70. alternativa B. alternativa A

Questão 69. Questão 70. alternativa B. alternativa A Questão 69 Em um bate-papo na Internet, cinco estudantes de química decidiram não revelar seus nomes, mas apenas as duas primeiras letras, por meio de símbolos de elementos químicos. Nas mensagens, descreveram

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO I Ocorre de maneira natural; Atividade humana; Década de 1970 preocupação com a biodiversidade e poluição; Esforço global... Substituir civilização

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua.

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua. 2 1 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE PROCESSO DE INGRESSO NA UPE SOCIOLOGIA 2º dia 1 SOCIOLOGIA VESTIBULAR 11. A Sociologia surgiu das reflexões que alguns pensadores fizeram acerca das transformações ocorridas na sociedade do seu tempo.

Leia mais

Aulão Sociologia, atualidades e Dicas ENEM. Professor: Robson UP Centro Educacional

Aulão Sociologia, atualidades e Dicas ENEM. Professor: Robson UP Centro Educacional Aulão Sociologia, atualidades e Dicas ENEM Professor: Robson UP Centro Educacional Conceitos de Karl Marx: mais-valia, alienação do indivíduo social e materialismo histórico Cidadania Conceitos de Émile

Leia mais

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura.

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura. QUÍMICA 01. ácido sulfúrico, assim como o íon hidrogenossulfato, reage com bases fortes, como hidróxido de sódio, liberando calor para as vizinhanças. Dados: M (g.mol-1) H = 1,008; = 15,999; S = 32,06;

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR 02/12/2012 Candidato: GABARITO Curso Pretendido: OBSERVAÇÕES: 01 Prova SEM consulta

Leia mais

Especial Específicas UNICAMP

Especial Específicas UNICAMP Especial Específicas UNICAMP Material de Apoio para Monitoria 1. Hoje em dia, com o rádio, o computador e o telefone celular, a comunicação entre pessoas à distância é algo quase que banalizado. No entanto,

Leia mais

REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães ORIENTAÇÃO: Prof a Márcia Cunha 2001

REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães ORIENTAÇÃO: Prof a Márcia Cunha 2001 CENTRO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE QUÍMICA - LICENCIATURA INSTRUMENTAÇÃO PARA O ENSINO DE QUÍMICA SÉRIE: EXPERIÊNCIAS DEMONSTRATIVAS REAÇÕES QUÍMICAS ORGANIZAÇÃO: Márcia Adriana Warken Magalhães

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

PROVA EXEMPLO VÁLIDA APENAS PARA FINS DE SIMULAÇÃO NÃO FAZ PARTE DO PROCESSO SELETIVO FACULDADE IBTA GABARITO DISPONÍVEL NO FINAL DO DOCUMENTO

PROVA EXEMPLO VÁLIDA APENAS PARA FINS DE SIMULAÇÃO NÃO FAZ PARTE DO PROCESSO SELETIVO FACULDADE IBTA GABARITO DISPONÍVEL NO FINAL DO DOCUMENTO NÃO FAZ PARTE DO PROCESSO SELETIVO FACULDADE IBTA GABARITO DISPONÍVEL NO FINAL DO DOCUMENTO INSTRUÇÕES: 01. Cada questão possui apenas uma resposta certa. A marcação em mais de uma alternativa anula a

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

1 - Etapas do método científico.

1 - Etapas do método científico. 1 - Etapas do método científico. Realizar experimentos apropriados para responder a questões; A partir da observação, estabelecer relações. Princípios: Proposições ou generalizações de regularidades, semelhanças

Leia mais

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 Seleção Pré Vestibular Gratuito da ONG Oficina de Cidadania 2009 A Origem A ONG Oficina de Cidadania funciona desde 1998 e agrega outros projetos, todos com ações visando

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

Sólidos, líquidos e gases

Sólidos, líquidos e gases Mudanças de fase Sólidos, líquidos e gases Estado sólido Neste estado, os átomos da substâncias se encontram muito próximos uns dos outros e ligados por forças eletromagnéticas relativamente grandes. Eles

Leia mais

Prova de Química e Biologia

Prova de Química e Biologia Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do IPVC dos Maiores de 23 Anos Prova de Química e Biologia Prova modelo Prova Específica de Química

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de Prova:

Leia mais

Escola Secundária de Forte da Casa

Escola Secundária de Forte da Casa Escola Secundária de Forte da Casa Informação - Prova de Equivalência à Frequência / 2012 2013 (Decreto Lei nº 139/2012, de 5 de Julho e Portaria nº 243/2012, de 10 de agosto) 12ºAno Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 )

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 ) - LIGAÇÕES IÔNICAS: A ligação iônica é a ligação química formada pela atração eletrostática entre íons positivos e íons negativos. A ligação se dá entre dois átomos quando um elétron, ou mais um, se transfere

Leia mais

-Estrutura, composição, características. -Aplicações e processamento. -Tecnologias associadas às aplicações industriais.

-Estrutura, composição, características. -Aplicações e processamento. -Tecnologias associadas às aplicações industriais. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Bacharelado em Ciência e Tecnologia Teófilo Otoni - MG Prof a. Dr a. Flaviana Tavares Vieira Tópicos : -Estrutura, composição, características.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Fonoaudiólogo PROVAS DE

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

ELETROQUÍMICA (Parte II)

ELETROQUÍMICA (Parte II) ELETROQUÍMICA (Parte II) I ELETRÓLISE A eletrólise é um processo de oxirredução não espontâneo, em que a passagem da corrente elétrica em uma solução eletrolítica (solução com íons), produz reações químicas.

Leia mais

Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho. Direitos Autorais: Faculdades Signorelli

Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho. Direitos Autorais: Faculdades Signorelli Karl Marx e a Teoria do Valor do Trabalho Direitos Autorais: Faculdades Signorelli "O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém, desviamo-nos dele. A cobiça envenenou a alma dos homens,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (MACAÍBA) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO. VESTIBULAR UNIFICADO PUC-SP/2015 (Verão) Gabarito da Prova do dia 07/12/2014

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO. VESTIBULAR UNIFICADO PUC-SP/2015 (Verão) Gabarito da Prova do dia 07/12/2014 PNTIFÍIA UNIVERSIDADE ATÓLIA DE SÃ PAUL VESTIBULAR UNIFIAD PU-SP/2015 (Verão) Gabarito da Prova do dia 07/12/2014 Língua Port Física istória 1 16 E 31 D 2 D 17 32 E 3 B 18 A 33 A 4 E 19 * 34 5 E 20 D 35

Leia mais

Ninguém conhece as suas próprias capacidades enquanto não as colocar à prova. BOA SORTE!

Ninguém conhece as suas próprias capacidades enquanto não as colocar à prova. BOA SORTE! PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº. 001/2015, de 01 de Julho de 2015 PROVA OBJETIVA: 16 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS MASCULINO E FEMININO Nome do Candidato (A)...... Assinatura INSTRUÇÕES

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

CONTEÚDO HABILIDADES INSTRUÇÕES

CONTEÚDO HABILIDADES INSTRUÇÕES Prova Oficial de Física 1 Trimestre/2013 Data: Professor: Leandro Nota: Valor : [0,0 5,0] Nome do(a) aluno(a): Nº Turma: 2 M Ciência do responsável: CONTEÚDO Escalas Termométricas; Conversão entre escalas;

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 12 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior para titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Decreto-Lei n.º 113/2014, de

Leia mais

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores.

ESTADOS DA MATÉRIA. O átomo é composto por outras partículas ainda menores. ESTADOS DA MATÉRIA A matéria que temos a nossa volta é formada de moléculas que são constituídas por átomos. Uma combinação destes átomos forma as substâncias que conhecemos, porém, devemos salientar que

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

BIOLOGIA REFORÇO CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN. 1ª série Ensino Médio

BIOLOGIA REFORÇO CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN. 1ª série Ensino Médio 1ª série Ensino Médio BIOLOGIA REFORÇO 1. "Transgênicos: seguros ou não?" O mundo se divide cada vez mais entre os que são a favor e os que são contra os alimentos geneticamente modificados.[...]. As colheitas

Leia mais

Resumos. 1) Aula L1 - O Lixo e Conceitos Químicos a. Aulas. 1) Aula L1 - Lixo e Conceitos Gerais. 2) Aula L2 - Estados Físicos da Matéria

Resumos. 1) Aula L1 - O Lixo e Conceitos Químicos a. Aulas. 1) Aula L1 - Lixo e Conceitos Gerais. 2) Aula L2 - Estados Físicos da Matéria Resumo Teórico 1 Fala Gás Nobre! Tudo bem? Já assistimos todos os vídeos sobre o Lixo. Estamos cada vez mais próximos do sucesso. Por isso quero te entregar esse material que contém o resumo das aulas

Leia mais

Começando pelo começo

Começando pelo começo Começando pelo começo Introdução Esta é a primeira aula do seu curso sobre materiais para a indústria mecânica. E sabe por onde vamos começar? Pelo começo, naturalmente! E onde está esse começo? Está no

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015 O Instituto de Ensino Superior Múltiplo - IESM, situado na Avenida Boa Vista, 700, bairro Parque São Francisco,

Leia mais

CADERNO DE PROVA 2.ª FASE. Nome do candidato. Coordenação de Exames Vestibulares

CADERNO DE PROVA 2.ª FASE. Nome do candidato. Coordenação de Exames Vestibulares CADERNO DE PROVA 2.ª FASE Nome do candidato Nome do curso / Turno Local de oferta do curso N.º de inscrição Assinatura do candidato Coordenação de Exames Vestibulares I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM ATENÇÃO

Leia mais

OBI2012 Caderno de Tarefas

OBI2012 Caderno de Tarefas OBI2012 Caderno de Tarefas Modalidade Iniciação Nível 1, Fase 1 1 de abril de 2012 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 2 HORAS Promoção: Patrocínio: v1.0 Olimpíada Brasileira de Informática OBI2012 1 Instruções LEIA

Leia mais

VESTIBULAR UFSC/2010/LIBRAS PROVA DE LIBRAS E DE LÍNGUA PORTUGUESA (LICENCIATURA E BACHARELADO)

VESTIBULAR UFSC/2010/LIBRAS PROVA DE LIBRAS E DE LÍNGUA PORTUGUESA (LICENCIATURA E BACHARELADO) VESTIBULAR UFSC/2010/LIBRAS PROVA DE LIBRAS E DE LÍNGUA PORTUGUESA (LICENCIATURA E BACHARELADO) O tempo total concedido para a resolução das provas (LIBRAS e Língua Portuguesa) é de 4 (quatro) horas, incluindo

Leia mais

Prova Escrita de Física e Química A

Prova Escrita de Física e Química A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 19/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Física e Química A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 715/1.ª Fase Critérios de Classificação 1 Páginas 201

Leia mais

USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO

USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO OBC 2015 Fase Final 22 de agosto de 2015 CÓDIGO OBC CADERNO 2 USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO TESTES FÍSICA QUÍMICA BIOLOGIA QUESTÕES TOTAL Máximo 30,0 10,0 10,0 10,0 30,0 60,0 Nota 1 Nota 2 Nota 3 01 02

Leia mais

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor,

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor, Xixi na Cama Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos mais um livro da coleção Revoluções: Xixi na Cama, do autor mineiro Drummond Amorim. Junto com a obra, estamos também

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA 2 o DIA MANHÃ GRUPO 2 Novembro / 2011 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este

Leia mais