RELATÓRIO DE GESTÃO ROSANA EXEMPLIFICADA. Sexo: feminino.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE GESTÃO ROSANA EXEMPLIFICADA. Sexo: feminino. Email: rosana.exemplificada@etalent.com.br"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE GESTÃO ROSANA EXEMPLIFICADA Sexo: feminino Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço: PROCESSADO EM 04/11/2010

2 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO A METODOLOGIA DISC UM POUCO DA HISTÓRIA DISC APLICAÇÕES DO RELATÓRIO ANÁLISE GRÁFICA DO DISC ANÁLISE DESCRITIVA A PESSOA E O TALENTO DODECAEDRO DAS COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS A Pessoa e o Talento CLASSIFICAÇÃO DA PESSOA COM OS TALENTOS ANÁLISE DOS SUBFATORES DISC CLASSIFICAÇÃO DA PESSOA COM OS CARGOS CONSIDERAÇÕES E RECOMENDAÇÕES GLOSSÁRIO Decisões a respeito de pessoas devem, sempre que possível,contemplar diversas análises e técnicas, especialmente dinâmicas e entrevistas. 2

3 Apresentação O Relatório de Gestão Etalent proporciona uma completa compreensão do comportamento de uma pessoa, suas reações, características mais destacadas e aquelas que necessitam de atenção, aponta as motivações, o estilo de comunicação, a forma de planejamento e de tomada de decisão e a maneira de gerenciar e de ser gerenciado, além de uma série de outras análises. Segundo pesquisa realizada pelo US Bureau of Labor Statistics em 2012, a cada 10 desafios dos gestores para alcançar resultados nos negócios, quatro estão relacionados à gestão de pessoas e incluem aspectos como recrutamento e seleção, gestão de desempenho, plano de sucessão e programa de recompensas. Outro estudo realizado no mesmo ano pela consultoria McKinsey com gerentes plenos e seniores nos EUA constatou que um colaborador com Atitudes de Alta Performance produz em média 40% mais em cargos operacionais, gera 49% de aumento de lucro em cargos gerenciais e acrescenta 67% da receita em cargos de vendas. E o que são Atitudes de Alta Performance? A titude envolve todos os movimentos do indivíduo: o pensar, o falar, o ouvir, o agir, o movimentar-se, o ficar parado, enfim, tudo o que fazemos no nosso dia a dia. Ela pode ser de baixa ou de alta performance. Para alcançar Atitudes de Alta Performance é fundamental que a pessoa possua os conhecimentos, as habilidades e, principalmente, os comportamentos necessários para exercer determinado cargo. É preciso entendermos o talento de cada membro da nossa equipe e saber como gerenciá-los para obtenção de melhores resultados nas empresas. Você tem em mãos uma ferramenta poderosa que vai ajudá-lo a aproveitar o que o seu time tem de melhor. ' 3

4 A Metodologia DISC A metodologia DISC de Análise de Perfil Comportamental foi desenvolvida a partir dos estudos do psicólogo e pesquisador da Universidade de Harvard William M. Marston, nos Estados Unidos. Hoje, está presente em mais de 60 países e é utilizada por milhões de pessoas e empresas. O DISC identifica a intensidade dos quatro fatores que formam o comportamento das pessoas Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade. Cada um deles pode ser alto, quando está acima da linha média do gráfico DISC, ou baixo, quando aparece abaixo dessa linha. A intensidade com que se apresentam no gráfico possibilita uma análise completa do comportamento dos indivíduos. Cada fator possui uma série de características, que estão dispostas resumidamente na tabela abaixo. Quanto mais próximo dos extremos do gráfico, mais predominantes elas serão. ' 4

5 Um Pouco da História DISC Marston desenvolveu a metodologia DISC para explicar as respostas emocionais das pessoas. Duas proposições são básicas em sua obra: a primeira é biossocial, destacando a interdependência de emoções, ação e ambiente; a segunda se refere aos diferentes mecanismos utilizados pelas pessoas em sua busca pelo prazer e harmonia, e o consequente afastamento da dor, da hostilidade e do desprazer. Os mecanismos de defesa estão a serviço da manutenção do equilíbrio emocional. Quando não estamos preparados ou amadurecidos para enfrentar situações de dor, hostilidade e desprazer sem perder esse equilíbrio, eles entram em ação, nos livrando do perigo. Conhecer nossos comportamentos é dar de cara, sem nenhuma máscara, com a nossa essência, responsável pela definição da individualidade. Manter equilibrado o comportamento, sem excessos nem escassez na utilização de nossas características, é o desafio no caminho da maturidade que significa "estar no ponto" ou "estar pronto". Os fatores DISC representam, nesse contexto, modalidades básicas de reação comportamental a partir da percepção, mais hostil ou amigável, que o indivíduo tenha do ambiente. Trabalhando no laboratório de Harvard - USA, Marston revolucionou a ciência com seus estudos sobre as respostas físicas decorrentes das emoções, contribuindo de forma vital para a base do entendimento neurológico e emocional do ser humano. Por muitos anos, Marston e sua equipe registraram o que ocorria na rede neural e no corpo quando relacionados a estados emocionais. Através de eletrodos conectados aos sujeitos pesquisados, media-se volume, intensidade, correntes neurais nervosas e elétricas, estímulo motor e eu-motor, ação e reação. Suas pesquisas envolviam bebês, crianças, jovens, adultos e idosos, entre homens e mulheres. Marston uniu suas experiências sobre o estudo de sintomas físicos atrelados às emoções, dedicando-se a esclarecer os padrões inerentes às emoções normais, que estão por trás do comportamento, oferecendo à ciência e à humanidade uma relevante contribuição. ' 5

6 Aplicações do Relatório Este relatório foi projetado para ser aplicado em diversos momentos relacionados à gestão de pessoas, principalmente em conjunto com outras ferramentas, funcionalidades e serviços da Etalent. Na etapa de Atração, possibilita a escolha do candidato mais adequado ao perfil comportamental exigido pelo cargo, levando a pessoa certa à oportunidade certa e diminuindo consideravelmente as chances de más contratações. Essa ação se inicia com a triagem, que classifica do mais adequado ao mais inadequado, passa pela correlação, ressaltando os pontos comuns e diferenças existentes, auxilia na dinâmica de grupo, possibilitando uma visão sistêmica de todos os pré-selecionados, e, finalmente, contribuir para a seleção final. Na Educação dos profissionais, identifica os gaps entre os colaboradores e os cargos que ocupam. Facilita as atividades de integração, fornecendo à pessoa uma visão clara das suas forças e das exigências do cargo. Insere os aspectos comportamentais nas ações de Treinamento Desenvolvimento. Estimula o autoconhecimento. Nos processos degestão, ajuda os líderes a melhor se relacionar com os membros da equipe e a construir times com pessoas que se complementam ou se alavancam, otimizando os seus esforços. Possibilita melhores resultados nos Programas de Qualidade, pois além da aquisição de sistemas, processos e tecnologias, alocar as pessoas adequadamente é um grande diferencial para alavancar a performance e gerar resultados. Finalmente, nos processos de Manutenção dos profissionais nas empresas, possibilita alocá-los em cargos que estejam alinhados as suas competências e, com isso, amplia um dos principais motivos pelos quais um indivíduo permanece numa organização, que é o fato de sentir-se bem com as atividades que pratica. Auxilia na descrição de cargos e oferece suporte no remanejamento, no plano de carreira e em programas de sucessão. Nos casos em que o desligamento for inevitável, orienta a pessoa nas suas próximas escolhas. 6

7 Análise Gráfica do DISC O s percentuais indicados junto ao gráfico mostram a intensidade de cada fator, sendo o comportamento interpretado a partir da combinação entre eles. São três os gráficos DISC: Estrutural, Adaptado e Resultante. O quarto gráfico, Mudança, permite identificar as alterações que estão ocorrendo entre o Estrutural e o Adaptado. Perfil Estrutural Este gráfico representa a essência da pessoa, descrevendo seu verdadeiro estilo comportamental quando está completamente à vontade. Pode ser percebido também quando a pessoa é exposta a uma situação de intensa pressão, já que tal condição limita sua capacidade de adaptação. Este perfil tende a permanecer mais constante ao longo do tempo. 17% Dominância 51% Influência 95% Estabilidade 88% Conformidade Perfil Adaptado Este gráfico descreve o comportamento que a pessoa deseja demonstrar, consciente ou inconscientemente. São as características que ela tentará utilizar no seu ambiente de trabalho, como resposta ao que julga ser necessário adaptar. 8% Dominância 22% Influência 72% Estabilidade 90% Conformidade Perfil Resultante Este gráfico representa o comportamento mais provável no presente momento, pois é o resultado da combinação do Perfil Estrutural e com o Perfil Adaptado. 12% Dominância 36% Influência 83% Estabilidade 89% Conformidade Perfil de Mudança Este gráfico representa as possíveis mudanças ocorridas entre o Perfil Estrutural e o Adaptado, indicando a ampliação ou a diminuição da intensidade de cada um dos fatores DISC. Nele, pode-se observar o esforço do indivíduo para se adequar ao momento atual. -9% Dominância -29% Influência -23% Estabilidade 2% Conformidade 7

8 Análise Descritiva Resultante Resumo do comportamento Comentários gerais sobre o estilo de comportamento, indicando as principais forças por trás de sua conduta. O ponto mais destacado no perfil de Rosana é a capacidade de trabalhar em atividades técnicas. Apresenta-se como uma pessoa cooperativa, apesar de freqüentemente mostrar-se cautelosa e reservada. Tem facilidade para seguir regras e procedimentos estabelecidos, sendo exata, meticulosa e paciente. Costuma apresentar seu melhor desempenho em trabalhos detalhados e que demandem grande capacidade de concentração. Gosta da companhia de outras pessoas, apesar de isso não lhe ser essencial. Resultante Características que se destacam Analisa os pontos que se destacam associados ao estilo da pessoa. Por ser bastante paciente e meticulosa, Rosana é capaz de se dedicar a tarefas complexas, garantindo um bom resultado final. Tem uma grande capacidade de concentração e trabalha bem como parte de uma equipe. Tende a agir de acordo com as regras e raramente questiona as orientações que recebe. Rosana se preocupa verdadeiramente em colaborar com seus colegas de equipe. Resultante Características que não se destacam Em contraposição às suas forças, aparecem as características que não se destacam. Independência e autoconfiança não são características particularmente fortes no estilo de Rosana, o que a leva a procurar ser sempre muito cooperativa com o grupo e alcançar uma precisão, às vezes, maior que a necessária em determinadas soluções para seus problemas ou de seu grupo. Pode se distrair com alguma freqüência, devido a sua percepção aguçada para detalhes em praticamente qualquer situação. Em determinadas ocasiões, em que a eficiência seria o fator mais importante, pode focalizar mais o aspecto relacional, correndo o risco de não obter os resultados desejados. ' 8

9 Estrutural Como se motiva Expressa as motivações primárias da pessoa, oferecendo indicações acerca do que ela busca na vida. Quanto ao elemento motivação, Rosana aprecia um ambiente em que possa trabalhar sem ser pressionada a obedecer a cronogramas estreitos ou lidar com pessoas mais contundentes. Para ela, poder atuar de forma estruturada é importante para se sentir confortável e confiar nas pessoas e circunstâncias que a cercam. Rosana é uma planejadora por excelência e aprecia trabalhar continuadamente em um projeto, sem interrupções. Resultante Como se comunica Expressa a prática mais frequente de comunicação da pessoa, indicando se é mais direta e objetiva ou sensível e amável. Extremamente cuidadosa em suas colocações, Rosana dificilmente emitirá uma mensagem se não tiver absoluta certeza de sua exatidão. É tida como uma pessoa relativamente reservada em seus contatos sociais, e não costuma iniciá-los. Entretanto, não os evita, quando eles surgem. Rosana projeta uma imagem de seriedade, calma e ponderação, praticamente nunca confrontando as pessoas que expressam posições contrárias às suas. Como é cautelosa costuma adotar uma posição de cooperação e não hesita em solicitar apoio dos superiores na condução de seus trabalhos. Rosana age com bastante diplomacia toda vez que uma situação de conflito se apresenta. Adaptado Como toma decisão Expressa como a pessoa toma decisão mais frequentemente, podendo ser mais rápida ou lenta, direta ou ponderada. Com seus atributos de orientação para o planejamento estruturado, a ponderação e a precisão, Rosana tende a tomar decisões baseada em todas as informações possíveis e com tempo suficiente para fazê-lo, organizando o máximo possível o processo decisório. De fato, ela vê a decisão como resultado de uma análise cuidadosa da situação e do estabelecimento dos passos adequados para executar as ações em direção aos objetivos. É provável que Rosana experimente grande desconforto quando, em posições de liderança, precise tomar decisões muito rapidamente, sem sentir que dispõe de todos os elementos. Da mesma forma, quando subordinada a uma liderança forte, que a pressione no mesmo sentido, pode adotar uma posição de neutralidade e adiamento. O cuidado natural de Rosana faz com que ela, sempre que possível, adote posições não definitivas, de modo que possa reverter a decisão se considerar necessário. ' 9

10 Adaptado Como se planeja e organiza Expressa a forma como se planeja e organiza, indicando se é uma pessoas mais voltada para a ação ou para pensamento. Planejamento é uma atividade muito importante no estilo de Rosana. Ela habitualmente precisa de tempo para analisar detalhada e precisamente uma situação, antes de estabelecer os passos para lidar com ela e começar a agir. Sua grande paciência e consideração fazem com que planeje, com muito cuidado, o que tem que dizer e fazer. Seguir cronogramas apertados pode ser muito difícil para ela e toda vez que lida com um projeto crítico buscará apoio de sua liderança e colegas para se sentir segura. Com seu estilo perfeccionista, precisa ter todos os detalhes com precisão e prever tudo que possa acontecer. Ela quer evitar riscos a todo custo e tende a considerar o planejamento mais importante que a própria execução. Adaptado Como gerencia outras pessoas Indica se é uma pessoa mais voltada para as tarefas ou centrada na equipe. Rosana tem um perfil muito técnico e, numa posição gerencial tem falta de firmeza e objetividade para garantir a implementação de ações que podem ter sido planejadas com eficiência. Ela tende a analisar e considerar cuidadosamente o efeito de suas ações e a hesitar em determinar o que deve ser feito e em cobrar resultados, demonstrando excessiva paciência e podendo perder a oportunidade de concretizar os planos. Por ser pouco voltada à comunicação, tende a não se comunicar com entusiasmo e pode ser vista como uma gerente distante e de pouco poder de decisão. Estrutural Como gostaria de ser gerenciado Indica se é uma pessoa mais dependente e prefere orientação ou se é mais independente e busca autonomia. As qualidades de Rosana como planejadora e analista poderão contribuir muito para a eficiência do trabalho da equipe, e seu gerente deverá saber se aproveitar disso, prestigiando Rosana nessas tarefas. O gerente poderá também apoiá-la no campo das ações propriamente ditas, pois Rosana é mais voltada para analisar e planejar do que para agir. Devido à baixa assertividade de Rosana, o gerente poderá encorajá-la a expressar seus pensamentos de forma aberta e objetiva, sem se preocupar tanto com eventuais diferenças de opinião com outros membros do grupo. 10

11 A Pessoa e o Talento 82% O s 36 talentos definidos pela ETALENT representam, dentro da perspectiva comportamental, as competências e motivações das pessoas. Eles foram construídos a partir de combinações dos fatores DISC. O Mapa de Talentos permite uma visualização rápida e objetiva dos talentos que integram o seu time. Facilita a avaliação e o gerenciamento de equipes, permitindo a construção de estratégias para atração de novos profissionais e a identificação dos pontos fortes do grupo, favorecendo resultados de alta performance. A pessoa deste talento tem a capacidade de buscar no passado a compreensão para o que está se passando no presente. Dessa forma, ela consegue ver a estrutura do presente e como ela foi se formando desde suas intenções iniciais. Mesmo que essas intenções sejam quase irreconhecíveis no presente, ela as identifica e isso lhe dá mais segurança ao lidar com a situação, sentindo-se orientada para tomar decisões muito melhores. Essa pessoa se torna melhor parceiro porque entende as pessoas e também se torna mais sábio em relação ao futuro porque viu sua semente ser plantada. Ela precisa de tempo para se orientar e para fazer as perguntas certas que lhe darão esta visão linear da situação dentro do tempo e do espaço. Em compensação, quando constrói esta visão, pode ajudar muito mais os outros a entenderem onde estão e para onde querem ir. Da mesma maneira isso funciona com relação à administração, aconselhamento, negociações, consultoria e outros serviços voltados a pessoas ou bens. Comparando o perfil de Rosana com os 36 talentos, identificamos que aquele que possui maior aderência é o Observador, com uma pontuação de 82%. Este talento está presente em 6.98% da população brasileira, segundo pesquisa da ETALENT com 1,3 milhão de pessoas, sendo o 2º na predominância total. 11

12 Dodecaedro das Competências Comportamentais E ste gráfico apresenta os Subfatores DISC e os níveis em que eles se encontram no perfil de Rosana. Sobrepondo os Subfatores DISC de Rosana com seu talento de maior aderência, veja o quanto eles se harmonizam. Pessoa Talento O Dodecaedro das Competências Comportamentais é uma ferramenta desenvolvida pela ETALENT que aprofunda a analise dos fatores DISC e permite visualizar com clareza os 12 subfatores ou competências comportamentais de pessoas, cargos ou talentos. Os subfatores são inseridos no gráfico radar, de modo que uma característica tenha o seu oposto na outra extremidade. Por exemplo: o Subfator determinação preponderando sobre sociabilidade tem como oposto o Subfator sociabilidade preponderando sobre determinação. Todos os perfis comportamentais apresentados nos gráficos apresentam mesmo tamanho de área, mudando apenas a posição e o formato. É importante ressaltar que este não é o único talento com o qual Rosana se mostra compatível. No entanto, é o que tem maior adequação e provavelmente exigirá menos de Rosana, tornando sua vida profissional mais produtiva e prazerosa. Na classificação da pessoa com os 36 talentos, é possível observar de forma decrescente o mais adequado até o mais inadequado. ' 12

13 Classificação da pessoa com os Talentos ' E ste relatório apresenta a classificação decrescente (de 100% até 0%) resultante da correlação do perfil de Rosana, apontado no Gráfico Estrutural, com os 36 talentos. Observador 82% Especialista 78% Orientador 77% Recuperador 72% Conciliador 64% Facilitador 64% Ordenado 64% Acolhedor 63% Prevenido 60% Regulador 57% Analisador 54% Articulador 53% Integrador 51% Verificador 50% Criterioso 49% Diplomata 49% Idealizador 46% Estruturador 44% Aconselhador 43% Moderador 43% Estrategista 42% Inventivo 40% Visionário 39% Influenciador 36% Organizador 34% Competidor 33% Participativo 33% Comunicador 33% Solucionador 31% Direcionador 29% Inovador 29% Impulsionador 27% Gerenciador 27% Estimulador 27% Empreendedor 23% Desbravador 22% 13

14 Análise dos subfatores DISC DOMINÂNCIA DOMINÂNCIA MUITO BAIXO BAIXO MÉDIO ALTO MUITO ALTO Observador 21% Rosana 17% O fator Dominância é composto pelos subfatores Determinação, Automotivação e Independência. Determinação Pessoas como Rosana, que possuem um nível de determinação relativamente baixo, em relação à preocupação com as pessoas, tendem a ser diplomáticas nos seus relacionamentos e tomam decisões com razoável cautela. Na busca para atingir resultados, ou tomar decisões, tendem a considerar os aspectos subjetivos, pessoais ou sociais, preocupando-se mais com as repercussões nas pessoas do que com os resultados pragmáticos que possa atingir. Observador 30% Rosana 33% Automotivação A automotivação no perfil de Rosana revela-se bastante baixa, o que significa que ela prefere deixar a iniciativa de decisão e ação a outras pessoas. Rosana prefere agir em seu próprio ritmo, depois de avaliar bem as circunstâncias e adotar ou sugerir medidas de cautela que possam ajudar a decisão de pessoas mais ousadas, numa postura de muito maior colaboração do que de impetuosidade. Observador 15% Rosana 11% Independência O perfil de Rosana indica uma pessoa que opta praticamente sempre por assumir uma atitude de inter-dependência, conformando-se aos objetivos do grupo e mostrando-se ser uma boa seguidora, de forma reverente e cautelosa. Ela prefere expressar um sentido de humildade, o que faz com que aparente freqüentemente uma baixa auto-estima. Observador 28% Rosana 14% 14

15 Análise dos subfatores DISC INFLUÊNCIA INFLUÊNCIA MUITO BAIXO BAIXO MÉDIO ALTO MUITO ALTO Observador 61% Rosana 51% O fator Influência é composto pelos subfatores Sociabilidade, Entusiasmo e Autoconfiança. Sociabilidade Rosana é dotada de alta sociabilidade, com uma forte tendência a privilegiar aspectos subjetivos e sociais, em que pode utilizar sua grande habilidade de comunicação e exercer sua empatia. É muito provável que evitará tomar decisões que tenham repercussões negativas sobre as pessoas à sua volta, em detrimento de abordagens mais pragmáticas e voltadas para fatos e resultados concretos. Observador 70% Rosana 67% Entusiasmo Rosana não se deixa entusiasmar facilmente, preferindo examinar todos os ângulos de uma nova situação e adotar medidas que garantam sua segurança. No mais das vezes, ela adotará uma postura conservadora, até que consiga entender todos as circunstâncias e trabalhar com elas. Moderação é sua palavra de ordem. Observador 35% Rosana 28% Autoconfiança Rosana costuma verificar com cuidado os detalhes de seu trabalho antes de entregá-lo a seus superiores. Tratando-se de uma missão ou tarefa, ela buscará estar segura de que todos os aspectos foram examinados e todas as providências foram tomadas para que nada saia errado. Sua autocrítica a leva a tomar um tempo maior para concluir seu trabalho, focando mais a qualidade do que a velocidade. Observador 48% Rosana 32% 15

16 Análise dos subfatores DISC ESTABILIDADE ESTABILIDADE MUITO BAIXO BAIXO MÉDIO ALTO MUITO ALTO Observador 91% Rosana 95% O fator Estabilidade é composto pelos subfatores Paciência, Consideração e Persistência. Paciência O perfil de Rosana posiciona a paciência em nível muito alto. As características associadas a esse nível são de uma pessoa extremamente receptiva, boa ouvinte, intensamente cuidadosa e muito diplomática. É muito provável que Rosana busque sempre segurança, em qualquer situação, e não assuma riscos, mesmo em circunstâncias mais favoráveis. Ao e relacionar com as pessoas, adota sempre uma postura muito amável e serena. Observador 85% Rosana 89% Consideração A ponderação e autocontrole são as marcas registradas no perfil de Rosana. Exibindo uma alta consideração para com pessoas e fatos, ela dificilmente agirá por impulsivamente ou de forma imprudente, tomando muito cuidado antes de falar ou agir. É provável que proceda assim mesmo se a situação não exigir tanta cautela. Observador 65% Rosana 72% Persistência A depender da situação e do momento, Rosana persistirá em seu caminho normal ou tentará novos rumos. Sua característica de persistência situa-se num nível intermediário e isso faz com que ora dote uma postura mais tradicional e previsível, e em outras uma atitude mais inovadora e inusitada. Observador 64% Rosana 54% 16

17 Análise dos subfatores DISC CONFORMIDADE CONFORMIDADE MUITO BAIXO BAIXO MÉDIO ALTO MUITO ALTO Observador 64% Rosana 88% O fator Conformidade é composto pelos subfatores Conexão, Exatidão e Perceptividade. Conexão Com um senso muito alto de conexão e inter-dependência com seu grupo, Rosana é orientada principalmente para complementar tarefas, de modo extremamente colaborador. É muito disciplinada e observadora das regras vigentes. Ela opera com as pessoas, e nunca apesar das pessoas, e suas ações sempre levarão em conta os demais à sua volta. Rosana é fiel seguidora de seu líder, de forma bastante reverente. Observador 72% Rosana 86% Exatidão Rosana costuma ser o tipo de pessoa bastante cautelosa e voltada para os detalhes. Ela não se permite adotar uma atitude generalista para tratar de problemas específicos. Gosta de se precaver, pois sabe que o que pode dar errado dará. Não se Rosana puder evitar, com sua postura crítica. Observador 52% Rosana 68% Perceptividade Algumas vezes, Rosana pode estar mais atenta a detalhes sutis do ambiente, mas isso não é freqüente. Muitas vezes ela prefere ter uma abordagem mais sintética e generalista e atentar mais para uma visão global das circunstâncias. A forma como Rosana manifesta essa sensibilidade perceptiva depende da situação em que ela se encontra naquele momento. Observador 36% Rosana 46% 17

18 Classificação da pessoa com os Cargos E ste relatório apresenta a classificação decrescente (de 100% até 0%) resultante da correlação do perfil de Rosana, a partir do Gráfico Estrutural, com os cargos selecionados. Observador 82% Especialista 78% Orientador 77% Recuperador 72% Facilitador 64% Conciliador 64% Ordenado 64% Acolhedor 63% Prevenido 60% Regulador 57% Analisador 54% Articulador 53% Integrador 51% Verificador 50% Diplomata 49% Criterioso 49% Idealizador 46% Estruturador 44% Moderador 43% Aconselhador 43% Estrategista 42% Inventivo 40% Visionário 39% Influenciador 36% Organizador 34% Competidor 33% Participativo 33% Comunicador 33% Solucionador 31% Direcionador 29% Inovador 29% Impulsionador 27% Gerenciador 27% Estimulador 27% Empreendedor 23% Desbravador 22% 18

19 Glossário SUBFATORES Autoconfiança Perfis autoconfiantes representam pessoas que raramente têm dúvidas sobre como agir e se sentem à vontade em praticamente qualquer situação social. Lidam facilmente com estranhos e não têm medo de iniciar contatos. Às vezes são confiantes demais, o que pode levá-las a agir por impulso. Esta característica ganha força se os indivíduos possuem um baixo C, já que não necessitam pesar e medir muito antes de realizar qualquer ação. Consideração Indivíduos com Consideração planejam e organizam suas palavras e ações cuidadosamente, e dificilmente agem por impulso. Têm dificuldades para lidar com prazos e outras limitações de tempo. Suas qualidades, no entanto, são a confiabilidade e a estabilidade que trazem para o trabalho. Essas características se tornam mais fortes quando não contam com a impulsividade e a impaciência do I. Determinação A Determinação aparece em um perfil DISC quando a Dominância é significativamente mais alta que a Influência. Portanto, se a pessoa não tem a sociabilidade do I e pouco ou nenhum interesse por assuntos pessoais, logo a Determinação fica mais exacerbada. Um indivíduo determinado é direto e assertivo. Ele tem uma visão objetiva e analítica das coisas e persegue seus objetivos incansavelmente. Precisa ver resultados no seu trabalho e, para alcançá-los, frequentemente desconsidera qualidade e detalhes. Independência Independência aparece em um perfil DISC quando a Dominância é substancialmente mais alta que a Conformidade. Este indivíduo se sente frustrado quando submetido a regras, procedimentos e regulamentos. Prefere seguir suas próprias ideias e com frequência trabalha sozinho ou em posições de autoridade isolada. Este subfator é comum, por exemplo, nos estilos empreendedores. Paciência Pessoas com o subfator Paciência alto costumam ter pouco senso de urgência, adotando um ritmo mais lento de trabalho por conta da necessidade de manter tudo organizado. São diplomáticas e evitam conflitos. Precisam de segurança para tomar decisões. Esta característica se torna mais forte quando o D é baixo, porque o estilo arrojado e a mobilidade deste perfil estão sendo pouco acessados. Perceptividade Pessoas com alta Perceptividade são extremamente atentas ao meio ambiente e suas mudanças, a ponto de, com frequência, notarem sutilezas que os outros não percebem. Indivíduos com Perceptividade alta frequentemente têm muito pouca tolerância ao tédio, se distraindo com facilidade. Esta característica sobressai quando não conta com a preocupação do S em relação aos problemas alheios e sua capacidade de concentração. Automotivação A Automotivação aparece em um perfil DISC quando a Dominância é significativamente mais alta que a Estabilidade. Quando não há a necessidade de segurança e a passividade do Alto S, a ação passa a ser o ingrediente básico neste subfator. Estas pessoas precisam estar ativas o tempo todo e costumam ser impacientes com aqueles que não querem ou não são capazes de acompanhar seu ritmo. Reagem rapidamente a novos acontecimentos e nunca deixam de perseguir suas ambições e metas. Conexão Este é o clássico subfator 'orientado para regras'. É relacionado a pessoas que precisam se sentir absolutamente seguras da sua posição e usam os regulamentos e procedimentos estabelecidos como parâmetro para apoiar suas ideias. São chamadas conectivas, porque demandam apoio prático de gerentes, colegas e amigos e buscam manter relacionamentos positivos no trabalho. Esta característica aumenta sua intensidade quando não conta com a independência e a inquietude típicas do baixo D. Entusiasmo Entusiasmo é um subfator de pessoas descontraídas e extrovertidas, o que tem a ver com a sociabilidade, acrescida de energia e ritmo. Este estilo animado demonstra intensamente seu interesse por um assunto, e sua natureza efusiva pode servir para motivar os outros ao seu redor. Essas características ganham força na medida em que a pessoa não conta com a passividade e a alta dose de paciência do S. Exatidão Este subfator pode também ser denominado 'cautela'. São pessoas que ficam abatidas ao cometer erros e, por isso, verificam várias vezes seu trabalho antes de entregá-lo. Um indivíduo cauteloso está sempre pronto para corrigir as falhas de outra pessoa, independentemente de ter sido solicitado ou não. Essa necessidade de certeza significa que ele raramente assume riscos, a menos que seja absolutamente necessário. Sua comunicação também é cautelosa dificilmente revela mais informações sobre si mesmo do que o essencial. Esta característica tem sua intensidade aumentada quando não conta com a sociabilidade e com o interesse que os Altos I têm pelas pessoas. Persistência Este subfator é representado por indivíduos que conseguem realizar tarefas que outros perfis achariam monótonas e repetitivas. Além disso, pessoas com alta Persistência procuram manter as coisas como estão, mostrando grande lealdade e resistência na defesa do seu ambiente atual e do seu círculo social. Esta característica ganha força quando não depende dos diversos pontos de vista do Alto C e de sua tendência à dispersão. Sociabilidade Este subfator se refere a pessoas amigáveis, que adoram conversar. Comunicação é o elemento mais forte deste estilo. A Sociabilidade ganha força se o D é muito baixo. Estas pessoas não estão voltadas para resultados e competitividade. São muito extrovertidas e não conseguem se concentrar com facilidade nas tarefas do dia a dia, se distraindo frequentemente no trabalho devido às oportunidades de interagir socialmente. 19

20 Glossário TERMOS Eficiência Refere-se à realização de uma atividade com o menor custo e prazo. Evasivo Aquele ou aquilo que é sutil e foge de posicionar-se; utiliza-se de subterfúgios. Feedback Processo de comunicação entre duas ou mais pessoas cujo objetivo é corrigir possíveis falhas de um processo ou estimular continuamente o bom desempenho. Gradações Aumento ou diminuição gradual. Gregário Aquele que tem a facilidade de unir pessoas ao redor de si. Inquisitivo Relativo a ou que envolve inquisição; interrogativo. Integridade Qualidade que uma pessoa tem de se manter dentro dos padrões de ética e honestidade e agir de acordo com seus princípios. Interpessoal Relação que existe ou se efetua entre duas ou mais pessoas. Intuição Ato de ver, perceber, discernir; percepção clara e imediata; discernimento instantâneo; visão. Ato ou capacidade de pressentir; pressentimento. Nuance Diferença delicada entre coisas do mesmo gênero. Potencialidade Relativo a quem apresenta possibilidade ou probabilidade de uma melhor realização ou aproveitamento. Realinhar Alinhar ou nivelar algo novamente. Realocação Dar novo destino a alguém ou a alguma coisa; transferir. Reconfigurar Dar a forma novamente. Resiliência Habilidade de se adaptar, se possível melhor do que antes, a intemperes, alterações ou infortúnios. Resoluto Aquele que lida com as situações de forma desembaraçada, decidida. Status quo Nível de status atual ou condição socioeconômica atual. Subfator Conjuntos de elementos que compõe os fatores DISC, bem como suas inter-relações. Talento Habilidade natural identificada no comportamento. Tenaz Qualidade de quem tem persistência para concluir uma tarefa com ritmo constante. Undershift Subestimado. Overshift Superestimado. Ponderação Característica de quem precisa se certificar antes de tomar decisões. Planejador Pessoa que demonstra grande facilidade para organizar e estruturar atividades. 20

RELATÓRIO DE GESTÃO MARIA DA SILVA. Sexo: feminino. Email: mmmmssss@hotmail.com. Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço:

RELATÓRIO DE GESTÃO MARIA DA SILVA. Sexo: feminino. Email: mmmmssss@hotmail.com. Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço: RELATÓRIO DE GESTÃO MARIA DA SILVA Sexo: feminino Email: mmmmssss@hotmail.com Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço: PROCESSADO EM 26/10/2012 Análise Gráfica do DISC O s percentuais indicados

Leia mais

Deborah MyEtalent Cargo Atual: Sexo: feminino Email: teste@teste.com.br Data de Nascimento: Telefone:

Deborah MyEtalent Cargo Atual: Sexo: feminino Email: teste@teste.com.br Data de Nascimento: Telefone: Cargo Atual: Sexo: feminino Email: teste@teste.com.br Data de Nascimento: Telefone: SUMÁRIO APRESENTAÇÃO A METODOLOGIA DISC UM POUCO DA HISTÓRIA DISC APLICAÇÕES DO RELATÓRIO ANÁLISE GRÁFICA DO DISC ANÁLISE

Leia mais

RELATÓRIO DE SELEÇÃO ROSANA. Feminino. Sexo: Email: Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço:

RELATÓRIO DE SELEÇÃO ROSANA. Feminino. Sexo: Email: Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço: RELATÓRIO DE SELEÇÃO ROSANA Sexo: Feminino Email: Cargo Atual: Cargo Pretendido: Nascimento: Endereço: PROCESSADO EM C Apresentação omportamento tem a ver com identificar aquilo que o acolhe ou hostiliza,

Leia mais

Perfil de estilos de personalidade

Perfil de estilos de personalidade Relatório confidencial de Maria D. Apresentando Estilos de venda Administrador: Juan P., (Sample) de conclusão do teste: 2014 Versão do teste: Perfil de estilos de personalidade caracterizando estilos

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

www.corps3.com.br/blog - corps3@corps3.com.br (71) 3451-4740 / (71) 8892-2500

www.corps3.com.br/blog - corps3@corps3.com.br (71) 3451-4740 / (71) 8892-2500 www.corps3.com.br/blog - corps3@corps3.com.br (71) 3451-4740 / (71) 8892-2500 Aptidão invulgar (natural ou adquirida), engenho, habilidade para realização eficaz e prazerosa de determinadas atividades.

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Jose Exemplo Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança Premium The

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R C A R R E I R A DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12,

Leia mais

Treinamento Coaching - Assessment

Treinamento Coaching - Assessment Treinamento Coaching - Assessment Treinamento de vendas COACHING ASSESSMENT Para que treinar? A importância "A vontade de ganhar é importante, mas a vontade de se preparar é vital. Apresentando o Coaching

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014 Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 Este relatório baseia-se nas respostas apresentadas no Inventário de Análise Pessoal comportamentos observados através questionário

Leia mais

Formação Analista DISC

Formação Analista DISC Formação Analista DISC Metodologia DISC Os Fatores DISC representam reações comportamentais a partir da percepção que o indivíduo tem do ambiente. Marston precisava medir de algum modo os estilos de comportamento.

Leia mais

Perfil de Competências de Gestão. Nome: Exemplo

Perfil de Competências de Gestão. Nome: Exemplo Perfil de Competências de Gestão Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 Perfil de Competências de Gestão Introdução Este perfil resume como é provável que o estilo preferencial ou os modos típicos de comportamento

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Expert Report para Exemplo Profissional. Professional. Styles

Expert Report para Exemplo Profissional. Professional. Styles Expert Report para Exemplo Profissional Professional Styles Criado em: 25-mar-2008 Página 2 2006 Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Conteúdo Introdução ao Relatório de Avaliação... 3 Perfil

Leia mais

CULTURA DA EQUIPE IDEAL

CULTURA DA EQUIPE IDEAL CULTURA DA EQUIPE IDEAL CULTURA DA EQUIPE IDEAL O perfil de cultura ideal criado pela organização indica que se exige um estilo de equipe que reúne papéis do tipo especialista e analista. Essa equipe deve:

Leia mais

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Existem sete níveis bem definidos de liderança, que correspondem aos sete níveis de consciência organizacional. Cada nível de liderança se relaciona com a satisfação

Leia mais

Inteligência. Emocional

Inteligência. Emocional Inteligência Emocional Inteligência Emocional O que querem os empregadores?? Atualmente, as habilitações técnicas específicas são menos importantes do que a capacidade implícita de aprender no trabalho

Leia mais

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT DECODIFICANDO SEUS ESTILOS DE PENSAMENTO E TOMADA DE DECISÃO 30, Junho, 2015 RELATÓRIO HOGAN Jane Doe ID UH565487 SUMÁRIO EXECUTIVO Este relatório examina os estilos de julgamento e de tomada de decisão

Leia mais

Relatório Completo Nome do cliente

Relatório Completo Nome do cliente Relatório Completo Nome do cliente Relatório de Análise Completa de Perfil Nome do Cliente - Perfil CE CANDIDATO apresenta um perfil irmão Comunicador e Executor Alto (A) e os perfis características se

Leia mais

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mário Teste Preparada por: Consultora Caliper consultora@caliper.com.br Data: Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Página 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

Perfil do Líder no Paraná

Perfil do Líder no Paraná Perfil do Líder no Paraná O importante é não parar nunca de questionar Albert Einstein Em 2006, a Caliper do Brasil, empresa multinacional de consultoria em gestão estratégica de talentos, buscando inovar,

Leia mais

VOCÊ SABE QUAL O SEU PERFIL?

VOCÊ SABE QUAL O SEU PERFIL? VOCÊ SABE QUAL O SEU PERFIL? Ter o autoconhecimento é fundamental para capacitar e auxiliar o profissional no alcance de resultados extraordinários, obtendo uma experiência cada vez mais profunda em sua

Leia mais

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data:

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data: Perfil de Equipe SUPER de Vendas Avaliação de: Equipe de Vendas Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos reservados. Perfil de

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UniBrasil CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PESQUISAS E PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UniBrasil CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PESQUISAS E PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX 1 FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UniBrasil CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PESQUISAS E PRÁTICAS EM ADMINISTRAÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Relatório Final

Leia mais

Desenvolvimento de Líderes

Desenvolvimento de Líderes Desenvolvimento de Líderes Desempenho da Liderança by Ser Humano Consultoria Liderança é a competência de alguém em exercer influência sobre indivíduos e grupos, de modo que tarefas, estratégias e missões

Leia mais

Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360

Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360 Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360 Avaliado(a): Eric Ribeiro Direção e Sentido Coaching e Treinamentos 01/10/2013 Direção e Sentido 1 / 4 Direção e Sentido Coaching e Treinamentos Nome:

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS Autor: Maria Rita Gramigna Como identificar potenciais e competências em um processo seletivo? Como agir com assertividade

Leia mais

Inventário de Competências Comportamentais

Inventário de Competências Comportamentais 2013 Inventário de Competências Comportamentais Coachee: João Exemplo Coach: Luís Alberto Saavedra Martinelli 1 SUMÁRIO 1 INVENTÁRIO DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS.... 4 1.1 OBJETIVO:... 4 1.2 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PERFIL PESSOAL E PROFISSIONAL

PERFIL PESSOAL E PROFISSIONAL PERFIL PESSOAL E PROFISSIONAL Relatório de uso geral, pode ser utilizado em Recrutamento & Seleção, Treinamento e desenvolvimento ou mesmo para o autoconhecimento. Avalia o comportamento, relacionamentos,

Leia mais

PAP (Perfil de Avanço Profissional)

PAP (Perfil de Avanço Profissional) PAP (Perfil de Avanço Profissional) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 14:03:23 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/10 Índice analítico Índice

Leia mais

P O T E N C I A L H O G A N L I D E R A R PONTOS FORTES E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇA. Relatório para: Jane Doe ID: HA154779

P O T E N C I A L H O G A N L I D E R A R PONTOS FORTES E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇA. Relatório para: Jane Doe ID: HA154779 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N L I D E R A R P O T E N C I A L PONTOS FORTES E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇA Relatório para: Jane Doe ID: HA154779 Data: 01, Agosto, 12 2

Leia mais

Quais (não) são os talentos brasileiros

Quais (não) são os talentos brasileiros GEStÃo GESTÃO de de PESSOAS pessoas observador (6,98%) Facilitador (8,28% dos brasileiros) articulador (6,65%) Quais (não) são os Estudo de cinco anos realizado pela EtalEnt mapeia os perfis comportamentais

Leia mais

Desenvolvimento Humano

Desenvolvimento Humano ASSESSORIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Desenvolvimento Humano ADVISORY Os desafios transformam-se em fatores motivacionais quando os profissionais se sentem bem preparados para enfrentá-los. E uma equipe

Leia mais

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional Ao investir em pessoas o seu resultado é garantido! Tenha ganhos significativos em sua gestão pessoal e profissional com o treinamento

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

SUCCESS INSIGHTS INSIGHTS PARA SELEÇÃO SIDISC - Geral

SUCCESS INSIGHTS INSIGHTS PARA SELEÇÃO SIDISC - Geral SUCCESS NSGHTS NSGHTS PARA SELEÇÃO SSC - Geral 19-8-9 R. es. Jorge Fontana, - SL 9 Belvedere - Belo Horizonte-MG (31)3231-53 / 9139-1614 Copyright 1984-. TT, Ltd., Success nsights ntl, nc. NTROUÇÃO Estudos

Leia mais

Um novo olhar sobre o teto de vidro 1 - A perspectiva de cima

Um novo olhar sobre o teto de vidro 1 - A perspectiva de cima Um novo olhar sobre o teto de vidro 1 - A perspectiva de cima Helen Peters e Rob Kabacoff A Hewlett Packard tem uma mulher por presidente; a ex-primeira dama norte-americana [Hillary Clinton] é, hoje,

Leia mais

Guia de autopercepção

Guia de autopercepção TRACOM Sneak Peek Excerpts from Guia de autopercepção Guia de autopercepção Índice Introdução...1 O SOCIAL STYLE MODEL TM...1 De onde vem seu estilo?....................................................

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

Relatório de Competências

Relatório de Competências ANÁLISE CALIPER DO POTENCIAL DE DESEMPENHO PROFISSIONAL Relatório de Competências LOGO CLIENTE CALIPER Avaliação de: Sr. Márcio Modelo Preparada por: Consultora Especializada Caliper e-mail: nome@caliper.com.br

Leia mais

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo > Relatório de Vendas Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 INTRODUÇÃO O Relatório de Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação do potencial do Exemplo na função de vendas. Este relatório é baseado nos resultados

Leia mais

LIFE JOB 360 UNISAL RELATÓRIO INDIVIDUAL. Uma parceria oferecida por: Maio/2014 Campinas - SP

LIFE JOB 360 UNISAL RELATÓRIO INDIVIDUAL. Uma parceria oferecida por: Maio/2014 Campinas - SP LIFE JOB 360 UNISAL RELATÓRIO INDIVIDUAL Uma parceria oferecida por: 1 Maio/2014 Campinas - SP CARACTERÍSTICAS GERAIS Perfil Alto: D ou I ou S ou C Seu perfil ALTA (SEU PERFIL) Medo básico : Motivadores

Leia mais

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização NOSSO OBJETIVO GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização RHUMO CONSULTORIA EMPRESARIAL Oferecer soluções viáveis em tempo hábil e com qualidade. Essa é a receita que a

Leia mais

PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011

PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011 CENTRO DA QUALIDADE, SEGURANÇA E PRODUTIVIDADE PARA O BRASIL E AMÉRICA LATINA PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011 Diretrizes para auditorias de sistemas de gestão da qualidade e/ou ambiental

Leia mais

I N T E R P R E T A H O G A N D E S E N V O L V E R INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE. Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327. Data: 14, Março, 2013

I N T E R P R E T A H O G A N D E S E N V O L V E R INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE. Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327. Data: 14, Março, 2013 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R I N T E R P R E T A INVENTÁRIO HOGAN DE PERSONALIDADE Relatório para: Fulano Tal ID: HB666327 Data: 14, Março, 2013

Leia mais

HOGANDEVELOP INSIGHT. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12, Novembro, 2014 2013 HOGAN ASSESSMENT SYSTEMS INC.

HOGANDEVELOP INSIGHT. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12, Novembro, 2014 2013 HOGAN ASSESSMENT SYSTEMS INC. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12, Novembro, 2014 2013 HOGAN ASSESSMENT SYSTEMS INC. INTRODUÇÃO O Inventário Hogan de Personalidade é uma medida da personalidade normal que contém sete escalas

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais

Avaliação de Dominância Cerebral

Avaliação de Dominância Cerebral Avaliação de Dominância Cerebral Introdução Esta avaliação não apresenta um resultado absoluto. O ser humano é complexo demais para ser definido por qualquer fórmula. Entretanto, a Dominância Cerebral

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

Corpo e Fala EMPRESAS

Corpo e Fala EMPRESAS Corpo e Fala EMPRESAS A Corpo e Fala Empresas é o braço de serviços voltado para o desenvolvimento das pessoas dentro das organizações. Embasado nos pilares institucionais do negócio, ele está estruturado

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING OBJETIVOS DESTE WORKSHOP Experimentar o processo de coaching e aplicar as técnicas em seu cotidiano. ASSUNTOS 1. Por que é difícil mudar?

Leia mais

Módulo IV. Delegação e Liderança

Módulo IV. Delegação e Liderança Módulo IV Delegação e Liderança "As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia. Franklin Roosevelt

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA A liderança e seus conceitos Liderança é a capacidade de influenciar um grupo para que as metas sejam alcançadas Stephen Robbins A definição de liderança

Leia mais

Discutir liderança feminina em pleno século

Discutir liderança feminina em pleno século Liderança feminina Discutir liderança feminina em pleno século XXI parece ultrapassado, mas apenas agora as mulheres começam a ser reconhecidas como líderes eficazes. Somente neste século o reconhecimento

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

SELEÇÃO e DESLIGAMENTO

SELEÇÃO e DESLIGAMENTO SELEÇÃO e DESLIGAMENTO de colaboradores para o mercado gráfico 1 O Papel do Gestor na Capacitação do Profissional GRÁFICO 2 Uma visão mais realista... 10% 80% 10% ABAIXO DO ESPERADO MEDIANOS ACIMA DO ESPERADO

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

Seminários Públicos Hay Group 2010

Seminários Públicos Hay Group 2010 Seminários Públicos Hay Group 2010 São Paulo, outubro de 2009 É com grande satisfação que estamos lhe apresentando nosso portfólio de seminários abertos Hay Group 2010. Esclarecemos que todos os seminários

Leia mais

O que é um Analista Profiler?

O que é um Analista Profiler? O que é um Analista Profiler? Profissional Preparado e Capacitado que tem em mãos um vasto conhecimento sobre os perfis comportamentais. Apaixonado pelo Desenvolvimento Humano e preocupado com o Desenvolvimento

Leia mais

U N I V E R S A L APERFEIÇOADA. Vários avaliadores SOCIAL STYLE. Perfil. Preparado para: Por: Sessão: Isabella Ruiz. Sample Organization

U N I V E R S A L APERFEIÇOADA. Vários avaliadores SOCIAL STYLE. Perfil. Preparado para: Por: Sessão: Isabella Ruiz. Sample Organization Vários avaliadores SOCIAL STYLE Perfil Preparado para: Isabella Ruiz Por: Sample Organization Sessão: Improving Interpersonal Effectiveness U N I V E R S A L APERFEIÇOADA 09 Abr 2014 SOCIAL STYLE, A empresa

Leia mais

top talk: Choque de Gerações?

top talk: Choque de Gerações? top talk: Choque de Gerações? top talk: Choque de Gerações? Sumário Apresentação O perfil da população respondente Metodologia Nossas descobertas Dados da pesquisa Categoria 1 Empresa, Trabalho e Carreira

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL EDUCAÇÃO E GESTÃO DA TECNOLOGIA (STE)

SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL EDUCAÇÃO E GESTÃO DA TECNOLOGIA (STE) STE/02 17 à 22 de outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL EDUCAÇÃO E GESTÃO DA TECNOLOGIA (STE) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E POTENCIAL EM 360º NYDIA GUIMARÃES E ROCHA ABB RESUMO

Leia mais

S E G U R A N Ç A H O G A NR E L A T Ó R I O S COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Relatório para: Tal Fulano

S E G U R A N Ç A H O G A NR E L A T Ó R I O S COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Relatório para: Tal Fulano S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A NR E L A T Ó R I O S S E G U R A N Ç A COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO Relatório para: Tal Fulano Identificação:

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

ESTIMA SOCIAIS SEGURANÇA NECESSIDADES FISIOLÓGICAS. Motivação AUTO- REALIZAÇÃO. Por: Arthur Diniz

ESTIMA SOCIAIS SEGURANÇA NECESSIDADES FISIOLÓGICAS. Motivação AUTO- REALIZAÇÃO. Por: Arthur Diniz Motivação Por: Arthur Diniz Falar sobre motivação é sempre um grande desafio. Se formos nos basear na semântica, motivação é simplesmente aquilo que motiva pessoas para uma ação. Uma das questões mais

Leia mais

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você.

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você. Somos uma empresa inovadora, que através de uma metodologia vencedora proporciona a nossos clientes um ambiente favorável ao desenvolvimento de capacidades, para que seus profissionais alcancem o melhor

Leia mais

31 descobertas sobre liderança

31 descobertas sobre liderança ALTA GERÊNCIA 31 descobertas sobre liderança Estudo Leadership Forecast 2005-2006, realizado pela firma de consultoria Development Dimensions International (DDI), buscou analisar como são percebidas em

Leia mais

COUTO COACHING. Liberando potencial, maximizando resultados.

COUTO COACHING. Liberando potencial, maximizando resultados. COUTO COACHING Liberando potencial, maximizando resultados. O que é Coaching? Coaching é uma poderosa ferramenta de desenvolvimento e gerenciamento do comportamento humano e tem como objetivo levar o indivíduo

Leia mais

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com. Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.br MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Alinhadas às Diretrizes

Leia mais

LIDERANÇA. "Um exército de ovelhas liderado por um leão derrotaria um exército de leões liderado por uma ovelha." (Provérbio Árabe)

LIDERANÇA. Um exército de ovelhas liderado por um leão derrotaria um exército de leões liderado por uma ovelha. (Provérbio Árabe) LIDERANÇA "O grande líder é aquele que está disposto a desenvolver as pessoas até o ponto em que elas eventualmente o ultrapassem em seu conhecimento e habilidade." Fred A. Manske "Um exército de ovelhas

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE COACHING EDUCATION By José Roberto Marques Diretor Presidente - Instituto Brasileiro de Coaching Denominamos de Coaching Education a explicação, orientação e aproximação

Leia mais

PESSOAS RESILIENTES: suas características e seu funcionamento

PESSOAS RESILIENTES: suas características e seu funcionamento CONNER, Daryl. Gerenciando na velocidade da mudança: como gerentes resilientes são bem sucedidos e prosperam onde os outros fracassam. Rio de Janeiro: Infobook, 1995. PESSOAS RESILIENTES: suas características

Leia mais

Perfil e Competências do Coach

Perfil e Competências do Coach Perfil e Competências do Coach CÉLULA DE TRABALHO Adriana Levy Isabel Cristina de Aquino Folli José Pascoal Muniz - Líder da Célula Marcia Madureira Ricardino Wilson Gonzales Gambirazi 1. Formação Acadêmica

Leia mais

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Evolução PMC têm atuação diferenciada na gestão de pessoas e clima organizacional, gerando na equipe mais agilidade para a mudança e maior capacidade

Leia mais

Uma avaliação de Paula Modelo para o cargo de Gerente Comercial. Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 2015

Uma avaliação de Paula Modelo para o cargo de Gerente Comercial. Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 2015 Uma avaliação de para o cargo de Gerente Comercial Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 205 Perfil Caliper concluído em 24 de agosto de 205 Caliper Estratégias Humanas do

Leia mais

Boletim Gestão & Governança

Boletim Gestão & Governança Boletim Gestão & Governança Edição 18 Ano III Junho 2015 SAVE THE DATE Primeiro encontro de controles internos na cidade do Rio de Janeiro 24 de Setembro 2015 Aguardem a agenda do evento! Vejam nesta edição:

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

CURSO ONLINE LIDERANÇA

CURSO ONLINE LIDERANÇA CURSO ONLINE LIDERANÇA 1 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 1 LIDERANÇA _O que é Liderança _Liderança Formal e Informal _Funções do Líder 4 O QUE É LIDERANÇA?

Leia mais

Como Recrutar no Service Desk

Como Recrutar no Service Desk WORKSHOP Como Recrutar no Service Desk Eduardo 2013 Objetivos do Workshop A retenção começa no processo de seleção Determine o correto nível de profissional que sua operação necessita Fatores que dificultam

Leia mais

Inteligência Emocional. A importância de ser emocionalmente inteligente

Inteligência Emocional. A importância de ser emocionalmente inteligente Inteligência Emocional A importância de ser emocionalmente inteligente Dulce Sabino, 2008 Conceito: Inteligência Emocional Capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL E DE LIDERANÇA. Estilos de comportamento no ambiente de trabalho Diagnóstico

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL E DE LIDERANÇA. Estilos de comportamento no ambiente de trabalho Diagnóstico PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL E DE LIDERANÇA Estilos de comportamento no ambiente de trabalho Foco do programa O desenvolvimento de habilidades gerenciais e capacidades de liderança passa pelo

Leia mais

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes Líderes do Coração A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes O que é? Líderes do Coração é um programa que cria espaços de estudo, reflexão e prática da arte da liderança, partindo do pressuposto

Leia mais

Relatório de Análise Comportamental Extended DISC

Relatório de Análise Comportamental Extended DISC Este relatório baseia-se nas respostas apresentadas no Inventário de Análise Comportamental Extended DISC. Tem como objetivo fornecer informações que venham a ampliar o conhecimento acerca do perfil comportamental

Leia mais

CURSO ONLINE: LIDERANÇA

CURSO ONLINE: LIDERANÇA CURSO ONLINE: LIDERANÇA O QUE É 2 O que é Liderança? A liderança é a capacidade de conseguir que as pessoas façam o que não querem fazer e gostem de o fazer. (Harry Truman 33º Presidente dos EUA) Liderança

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais