SOFTWARES PARA CRIAÇÃO DE MECANISMO DE SEGURANÇA BASEADO NA PLATAFORMA LINUX

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOFTWARES PARA CRIAÇÃO DE MECANISMO DE SEGURANÇA BASEADO NA PLATAFORMA LINUX"

Transcrição

1 SOFTWARES PARA CRIAÇÃO DE MECANISMO DE SEGURANÇA BASEADO NA PLATAFORMA LINUX Leandro Rodrigo de Carvalho Silva 1, Alexandre Paulino Sierra da Silva 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil Resumo. Este artigo apresenta aplicações que podem ser utilizadas para a criação de um mecanismo de segurança baseado na plataforma Linux. Serão apresentados exemplos de ferramentas como servidor Proxy, Sistema de Detecção de Intrusão e Filtro de Pacotes. Serão citados objetivos, vantagens e forma de distribuição das ferramentas relacionadas. O objetivo do mecanismo de segurança baseado no conjunto destes softwares é proporcionar maior confiabilidade, segurança dos dados trafegados, proteção contra intrusão, agilidade, proporcionada pelo servidor Proxy, e filtro de acesso a conteúdo. 1. Introdução Atualmente a tecnologia está difundida em diversos setores, fazendo-se necessário o uso de soluções de segurança nos sistemas computacionais existentes. Visando o aumento da qualidade e velocidade das tarefas em virtude da competitividade e serviços online, como NFe, as empresas vêm se utilizando cada vez mais de sistemas computacionais interligados, tanto via rede interna quanto externa, ficando expostas a variados riscos e inseguranças, se sujeitando segundo Mendes [2000] a atividades de crackers, hackers e a insegurança natural da comunicação em redes e da internet. Os dados trafegados em uma rede percorrem um longo caminho até seu destino estando propensos à atividade não desejada pelo usuário. Decorrente destes fatos, é necessário garantir que a informação chegue ao seu destino de forma integra, sem alterações [Moreira, 2001]. Isto se aplica com políticas de segurança que definem os níveis de acesso a diferentes tipos de usuário, capacitando pessoas responsáveis para instalações, configurações, manutenções das informações, desta forma aumentando a segurança dos dados [Moreira, 2001]. Existem diversas ferramentas de segurança à informação disponíveis no mercado, como: firewalls, softwares de criptografia, antivírus, sistemas de detecção de invasão, etc. Porém, como dito anteriormente, somente estas aplicações não tornam o acesso à informação seguro [Moreira, 2001]. Entretanto segundo Moreira [2001] não basta ter um conjunto de ferramentas de segurança implantadas para se ter uma segurança aceitável. Para se obter um resultado realmente eficaz, é necessário se utilizar de um Plano de Segurança, elaborado pelos níveis estratégico, tático e operacional de uma empresa. Este trabalho consiste em uma revisão bibliográfica que tem como objetivo apresentar alguns softwares, que em conjunto, agem como um mecanismo de segurança

2 baseado em ambiente operacional Linux, de modo a proporcionar maior confiabilidade, segurança dos dados trafegados em rede e proteção contra intrusão. 2. Conhecendo o Linux Antes de citar e explicar o funcionamento de algumas das ferramentas de segurança, é necessário determinar qual plataforma será utilizada para a implantação da segurança. O crescimento do Linux em servidores se deve pelas suas vantagens sobre o Windows. Assunção [2002] cita algumas dessas vantagens, como distribuição gratuita, criptografia de senhas inquebráveis (somente descobertas, através de várias tentativas e erros), possui melhores ferramentas de rede e faz melhor gerenciamento de permissões. Noyes [2010] também cita algumas vantagens, como maior estabilidade e segurança, não exige atualizações de hardware para suportar demandas crescentes, além de ser mais leve, consumir menos espaço de armazenamento, ser flexível, pode ser modificado de acordo com o perfil de uso e ser escalável. Por estas vantagens, é escolhida a plataforma Linux como base das ferramentas de segurança que serão demonstradas no decorrer do artigo. O Linux é disponibilizado por Licença Publica Geral, vários programadores adotaram e contribuíram para seu desenvolvimento. Apesar do Linux ser desenvolvido especialmente para computadores pessoais, devido ao modo que foi construído, foi possível criar versões para outras plataformas, por exemplo, hoje em dia, o Linux roda em praticamente todo o tipo de sistemas: de PCs domésticos equipados com chips de 32 ou 64 bits, a equipamentos especializados, usados em maquinário industrial [Morimoto, 2009], além de servir de base para novos sistemas, como o mais recente Android. Atualmente o sistema possui mais de 500 distribuições, porém quase a totalidade é derivada de versões já existentes. As suas principais versões são: Debian, Red Hat/Fedora, Mandriva, Ubuntu, Slackware, Gentoo, e outras [Morimoto, 2009]. O Debian é a distribuição mais utilizada dentre servidores, e a segunda mais utilizada dentre os desktops com Linux. Esta distribuição não recebe novas versões de maneira rápida e com cronograma definido. Desta forma, o sistema é desenvolvido com muito cuidado, utilizando-se de longo período de testes até ser lançada uma nova versão considerada estável [Hertzog, 2012]. 3. Servidores Proxy O Proxy é um servidor que processa pedidos de informação de clientes e busca seus resultados em outro servidor, isso se a informação não estiver disponível no próprio servidor Proxy. Essas informações requisitadas são conexões, sites da web, arquivos ou outros serviços [Rehem, 2010]. São mais utilizados com o intuito de filtrar conteúdo e assegurar a confidencialidade. Também se utiliza um Proxy para se restringir acesso, controlar velocidade de tráfego, implementar políticas de utilização, obter estatísticas de utilização, dentre outras funções. O Proxy pode trabalhar como cache, ou seja, ele intercepta a conexão e armazena a informação requisitada anteriormente. Desta forma, caso um usuário da rede

3 requisitar a mesma informação, esta será disponibilizada de forma mais rápida [Rehem, 2010]. Segundo Bastos [2008] e Rehem [2010], os servidores Proxy possuem as seguintes características: Velocidade de acesso: Ganho de velocidade com armazenamento local, evitando novo tráfego externo; Disponibilidade: Deve estar a maior parte do tempo disponível. Em grandes organizações, deve-se extinguir falhas, e manter sempre em funcionamento, utilizando-se de redundância de servidores; Transparência e Ostensividade: Utiliza políticas de utilização, controle de acesso e recolhe informações sobre o tráfego de dados; Simplicidade: Servidor configurado de forma a facilitar sua administração, assim não dependendo de uma única pessoa para lidar com os problemas; Capacidade de trabalhar com redes heterogêneas: Devem funcionar em multiplataformas e atender bem os usuários de ambas. Um exemplo bastante utilizado de servidor Proxy disponível para a plataforma Linux é o Squid, sendo disponibilizado com licença de código aberto. Ele compartilha a conexão entre diversos clientes, sendo intermediário entre os clientes e a internet. Pode ser configurado de forma hierárquica ou mista para melhor aproveitamento da largura de banda [Bastos, 2008]. O Squid é constantemente aperfeiçoado, melhorando seu desempenho e adicionando novas funcionalidades. Ele se demonstra extremamente estável quando levado ao limite [Rehem, 2010]. É um servidor compatível com diversas plataformas e bem abastecido pela comunidade desenvolvedora com softwares que analisam logs, geram relatórios, melhoram o desempenho e adicionam segurança ao produto. O Sarg é um exemplo de software disponibilizado para trabalhar em conjunto com o Squid, e tem a função de visualizar os acessos às páginas e o horário do acesso a partir do log gerado pelo servidor [Rehem, 2010]. 4. Sistemas de Detecção de Intrusão Um sistema de detecção de intrusão, ou na sigla em inglês IDS, tem como finalidade analisar o tráfego de dados em uma rede com o objetivo de se detectar invasores que tentam explorar alguma vulnerabilidade ou acessar algum dado restrito [Oliveira, 2006]. Esse tipo de sistema funciona em segundo plano, notificando condutas suspeitas ou ilegais, não interferindo no tráfego da rede. Seu modo de funcionamento difere de um Firewall, que decide qual tráfego é permitido, pois ele rastreia e analisa os pacotes de dados. Os IDS mais atuais podem até bloquear conexões TCP suspeitas [Oliveira, 2006]. Os IDS também podem ser utilizados para detectar vulnerabilidades em dispositivos de proteção de uma rede, como Roteadores e Firewalls. Na atualidade, Firewalls não são suficientes para garantir a segurança no acesso aos dados, pois os problemas de segurança são variados, desde vulnerabilidades a problemas na política de segurança. Ademais, Firewalls não identificam se o que está

4 trafegando em uma rede é invasivo ou não, pois o tráfego mal intencionado pode estar camuflado e pode ser aceito. Os Sistemas de Detecção de Intrusão podem detectar esse tráfego malicioso, [Oliva, 2001] apud [Oliveira, 2006]. Existem vários softwares que detectam intrusão, mas neste artigo vamos tratar do Fail2ban. O Fail2ban é um aplicativo, que monitora arquivos de log verificando a quantidade de tentativas de conexão sem sucesso. Ele bloqueia o endereço de IP suspeito, após um número de conexões sucessivas [Nascimento, 2011]. O aplicativo monitora a tentativa de acesso em diversos serviços, e bloqueia o possível ataque adicionando regras no Firewall instalado. Ele também bloqueia ataques de força bruta, comuns quando se tem conexão com a internet, de forma confiável, sem prejudicar usuários autênticos. O Fail2ban é desenvolvido em linguagem de programação Python, tornando o aplicativo compatível com qualquer sistema operacional [Nascimento, 2011]. 5. Filtro de Pacotes Um Firewall é um aplicativo que pode vir integrado em um sistema operacional ou pode ser instalado de um terceiro. Este aplicativo objetiva a filtragem de pacotes de dados e o bloqueio de acesso de aplicações a uma rede [Chicoli, 2008]. No sistema operacional Windows podemos encontrar um Firewall integrado, que pode funcionar em um computador isolado, como também em um gateway de rede. Porém o Firewall integrado ao sistema Windows não apresenta boa confiabilidade e desempenho para gerenciar redes de médio e grande porte, além de possuir inúmeras vulnerabilidades. Sendo assim, torna-se inviável a utilização de um filtro de pacotes em um sistema Windows como gateway de rede [Chicoli, 2008]. Todavia, utilizaremos a plataforma Linux. Sendo assim, será adotado o filtro de pacotes Iptables, aplicativo padrão em distribuições Linux para a construção de Firewalls.O Iptables é disponibilizado sob Licença Publica Geral e foi desenvolvido em sua maior parte pela equipe do núcleo Netfilter, mas recebeu contribuições de outros desenvolvedores [Netfilter, 2010]. 6. Metodologia Para este trabalho foram realizadas pesquisas em livros e artigos em sites. Com base na pesquisa realizada, obtiveram-se informações referentes a softwares que utilizam como base a plataforma Linux, e podem ser utilizados na criação de um mecanismo de segurança. Foram mencionados sobre estas aplicações, seus objetivos, algumas de suas vantagens e sua forma de distribuição. 7. Conclusão Mesmo sabendo que um conjunto de aplicações de segurança sozinho não pode garantir total segurança em um ambiente de rede, podemos salientar que é um passo de um trabalho árduo, onde devem também ser utilizadas políticas de segurança e um plano de conscientização de pessoal em todos os níveis de uma empresa.

5 Os softwares citados possuem distribuição gratuita e podem garantir um bom nível de segurança. Salientando que, antes de utilizá-los, é necessário efetuar uma análise de risco e verificar a real necessidade da situação em questão. Referências ASSUNÇÃO, Marcos Flávio Araújo. Guia do Hacker Brasileiro. 1. ed. Florianópolis: Visual Books, BASTOS, Eri Ramos. Manual de Configuração do Squid. [S.I.: s.n.] [2008?] <http://www.oocities.org/br/dionata.nunes/documentos/apostilas/squid.pdf> Acesso em: 29/05/2013. CHICOLI, Milton. Curso Prático de Montagem e Manutenção de Redes. 1. ed. São Paulo: Digerati Books, HERTZOG, Raphaël; Mas, Roland. O Manual do Administrador Debian. 1. ed. La Talaudière, França: Freexian SARL, MENDES, Wayne Rocha. O submundo hacker do Linux: Ataques e defesas. 1. ed. Rio de Janeiro: Ciência Moderna Ltda., MOREIRA, Nilton Stringasci. Segurança Mínima Uma Visão Corporativa da Segurança de Informações. 1. ed. Rio de Janeiro: Axcel Books do Brasil, MORIMOTO, Carlos E. Linux, Guia Prático. 1. ed. GDH Press e Sul Editores, NASCIMENTO, Ricardo B. do. Proteção utilizando fail2ban contra ataques dotipo "força bruta" or brute force. [S.I.: s.n.], <https://docs.google.com/file/d/0byq-aaimoax- MmE4MzY0NjUtNTI4My00ZjZjLWE4MWMtNDIwOGU0NWRiMWVl/edit?hl=e n_us>. Acesso em: 18/03/2013. NETFILTER. The netfilter.org "iptables" project Disponível em: <http://www.netfilter.org/projects/iptables/>. Acesso em: 18/03/2013. NOYES, Katherine. Veja porque o Linux está à frente do Windows em servidores. Disponível em: <http://pcworld.uol.com.br/noticias/2010/08/31/veja-porque-olinux-esta-a-frente-do-windows-em-servidores/>. Acesso em: 23/05/2013. OLIVEIRA, Raimundo Corrêa de; GUIMARÃES, Alexandre Guedes; LINS, Rafael Dueire. Segurança em Redes Privadas Virtuais Vpns. 1. ed. Rio de Janeiro: Brasport, REHEM, Almerindo; BRANDÃO, Nicole Gonçalves; JUNIOR, Ubirajara de B. Cruz. Manual de Instalação de Servidor Squid baseado no Linux CENTOS 5.4. Artigo científico da disciplina Tecnologia de Sistemas para Internet ministrado na Universidade Tiradentes de Aracaju, <http://almerindo.devin.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1 00:manual-do-squid&catid=43:trabalhos-de-alunos&Itemid=86> Acesso em 29/05/2013.

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Firewall. Qual a utilidade em instalar um firewall pessoal?

Firewall. Qual a utilidade em instalar um firewall pessoal? Firewall Significado: Firewall em português é o mesmo que parede cortafogo, um tipo de parede, utilizada principalmente em prédios, que contém o fogo em casos de incêndio. O firewall da informática faz

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício O que é Firewall Um Firewall é um sistema para controlar o aceso às redes de computadores, desenvolvido para evitar acessos

Leia mais

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS MOREIRA, Davisson Ronaldo (1); DAVID, Felipe Ferraz (1); OLIVEIRA, Ramon Gonçalves de (1); SOUZA, Reinaldo Alessandro de (1); AGOSTINHO,

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Sistemas de Firewall 2 1 SISTEMAS DE FIREWALL 3 Sistemas de Firewall Dispositivo que combina software e hardware para segmentar e controlar o acesso entre redes de computadores

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE

FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE Antonio Josnei Vieira da Rosa 1 João Carlos Zen 2 RESUMO. Firewall ou porta corta fogo pode ser definido como uma barreira de proteção cuja função é controlar o trafego de uma

Leia mais

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall SEG. EM SISTEMAS E REDES Firewall Prof. Ulisses Cotta Cavalca Belo Horizonte/MG 2014 SUMÁRIO 1) Firewall 2) Sistema de detecção/prevenção de intrusão (IDS) 3) Implementação de

Leia mais

Segurança no Linux. Guilherme Pontes. Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux. lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti.

Segurança no Linux. Guilherme Pontes. Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux. lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti. Segurança no Linux Guilherme Pontes lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti.br Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux Rede Local As redes de computadores nem sempre tiveram dimensão mundial.

Leia mais

ll a w ire F e ota Filho ai. 2014 s d a m as, SP, 06 m pin Cam iste S João Eriberto M Eriberto mai. 14

ll a w ire F e ota Filho ai. 2014 s d a m as, SP, 06 m pin Cam iste S João Eriberto M Eriberto mai. 14 Sistemas de Firewall Campinas, SP, 06 mai. 2014 João Eriberto Mota Filho 1. Introdução 2. Conceitos > O modelo OSI > Roteamento de rede x bridges > Sistemas de firewall > Criptografia x firewalls 3. Conclusão

Leia mais

Gerência de Redes Segurança

Gerência de Redes Segurança Gerência de Redes Segurança Cássio D. B. Pinheiro cdbpinheiro@ufpa.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar o conceito e a importância da Política de Segurança no ambiente informatizado, apresentando

Leia mais

Sistema de Firewall Sistema de Firewall 1. Introdução 2. Conceitos > O modelo OSI > Roteamento de rede x bridges > Sistemas de firewall > Criptografia x firewalls 3. Conclusão Sistema de Firewall 1. Introdução

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

Técnico de Informática. Modulo II Segurança de Redes. Profª. Vanessa Rodrigues. Firewall

Técnico de Informática. Modulo II Segurança de Redes. Profª. Vanessa Rodrigues. Firewall Técnico de Informática Modulo II Segurança de Redes Profª. Vanessa Rodrigues Firewall Introdução Mesmo as pessoas menos familiarizadas com a tecnologia sabem que a internet não é um "território" livre

Leia mais

SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS

SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS Alexandre Henrique Picão Hidalgo, Júlio Cesar Pereira Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alexandrehidalgo@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Firewalls Prof. João Henrique Kleinschmidt Middleboxes RFC 3234: Middleboxes: Taxonomy and Issues Middlebox Dispositivo (box) intermediário que está no meio do caminho dos

Leia mais

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza FIREWALL Prof. Fabio de Jesus Souza fabiojsouza@gmail.com Professor Fabio Souza O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um

Leia mais

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura.

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. Módulo 14 Segurança em redes Firewall, Criptografia e autenticação Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. 14.1 Sistemas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS

A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS Rafael Mariano Rodrigues Silva¹, Júlio Cesar Pereira¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil rafaelmarianors@gmail.com, juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 3: Visão Geral das Tecnologias de Segurança Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Projeto de segurança de Redes Page 2 Etapas: Segurança em camadas

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação Utilização cada vez maior da Internet e a criação de ambientes cooperativos, levam a uma crescente preocupação

Leia mais

IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL

IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL Raquel Fonseca da Silva¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil raquel-fenix@hotmail.com, juliocesarp@unipar.br

Leia mais

SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: um estudo comparativo sobre os programas e sistemas de firewall

SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: um estudo comparativo sobre os programas e sistemas de firewall SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: um estudo comparativo sobre os programas e sistemas de firewall Mônica Gonçalves de Mendonça, Edson Aparecida de Araújo Querido Oliveira, Vilma da Silva Santos, Paulo

Leia mais

Tópicos. Firewall. Terminologia. História - continuação. Primeiros Casos. História. História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido

Tópicos. Firewall. Terminologia. História - continuação. Primeiros Casos. História. História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido Tópicos Firewall Prof. Alexandre Beletti Ferreira História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido Terminologia O termo firewall,, no sentido original, é a conhecida porta corta-fogo, ou seja, um dispositivo

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES

IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES Willian dos Santos Alécio¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil wsa.tic@gmail.com juliocesarp@unipar.br

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações A utilização das redes na disseminação das informações Elementos de Rede de computadores: Denomina-se elementos de rede, um conjunto de hardware capaz de viabilizar e proporcionar a transferência da informação

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

Componentes de um sistema de firewall - I

Componentes de um sistema de firewall - I Componentes de um sistema de firewall - I O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um único elemento de software instalado num

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

FIREWALL, PROXY & VPN

FIREWALL, PROXY & VPN 1 de 5 Firewall-Proxy D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY & VPN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL. Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³

CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL. Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³ CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³ Faculdade de Tecnologia de Ourinhos - FATEC INTRODUÇÃO O

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

Firewalls. Firewalls

Firewalls. Firewalls Firewalls Firewalls Paredes Corta-Fogo Regula o Fluxo de Tráfego entre as redes Pacote1 INTERNET Pacote2 INTERNET Pacote3 Firewalls Firewalls Barreira de Comunicação entre duas redes Host, roteador, PC

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN. Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN. Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO DE NOTEBOOKS, DESKTOPS E ATIVOS DE REDE EM UMA LAN Autor: David Krzizanowski Orientador: Francisco Adell Péricas Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Desenvolvimento

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Aspectos a Serem Considerados Rodrigo Rubira Branco rodrigo@firewalls.com.br O que é a Firewalls? - Empresa Especializada em Segurança; - Profissionais Certificados; - Atenta a

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Segurança e Vulnerabilidades em Aplicações Web jobona@terra.com.br Definição: Segurança Segundo o dicionário da Wikipédia, o termo segurança significa: 1. Condição ou estado de

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Aula N : 09 Tema:

Leia mais

DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET

DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET lucio@lac.inpe.br Antonio Montes montes@lac.inpe.br Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada Instituto Nacional

Leia mais

Políticas de Segurança de Sistemas

Políticas de Segurança de Sistemas Políticas de Segurança de Sistemas Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira Estudo de Boletins de Segurança O que é um boletim de segurança? São notificações emitidas pelos fabricantes

Leia mais

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01 Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Informação É o ativo que tem um valor para a organização e necessita ser adequadamente protegida (NBR 17999,

Leia mais

SuRFE Sub-Rede de Filtragens Específicas

SuRFE Sub-Rede de Filtragens Específicas SuRFE Sub-Rede de Filtragens Específicas Ricardo Kléber Martins Galvão, PPGEE, UFRN Sergio Vianna Fialho, PPGEE, UFRN Resumo O aumento do número de ataques a redes de corporativas tem sido combatido com

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Prof.: Roberto Franciscatto Introdução Perguntas iniciais O que você precisa colocar para funcionar? Entender a necessidade Tens servidor específico

Leia mais

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Símbolos Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador) que tem uma determinada

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico IDS http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg Nível Básico Índice Índice 2 Apresentação 3 O que é um IDS 4 Entendendo melhor o funcionamento de um IDS 4 Características de um IDS 5 Vantagens

Leia mais

SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO

SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO Produzido por: Professor Elber professorelber@gmail.com AULA 01 -FIREWALL - O QUE É FIREWALL? A palavra firewall tem estado cada vez mais comum no nosso cotidiano, ainda

Leia mais

Hardening de Servidores

Hardening de Servidores Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

Claudio Hermeling COPEL GERAÇÃO E TRANSMISSÃO SA

Claudio Hermeling COPEL GERAÇÃO E TRANSMISSÃO SA SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL - COMPARTILHANDO INFORMAÇÕES DA AUTOMAÇÃO NA REDE CORPORATIVA Claudio Hermeling COPEL GERAÇÃO E TRANSMISSÃO SA RESUMO A interligação entre rede de automação e corporativa

Leia mais

gladiador INTERNET CONTROLADA

gladiador INTERNET CONTROLADA gladiador INTERNET CONTROLADA funcionalidades do sistema gladiador sistema Gerenciamento de usuários, gerenciamento de discos, data e hora do sistema, backup gladiador. Estações de Trabalho Mapeamento

Leia mais

LANDesk Security Suite

LANDesk Security Suite LANDesk Security Suite Proporcione aos seus ativos proteção integrada a partir de uma console única e intuitiva que integra múltiplas camadas de segurança. Aplique políticas de segurança à usuários e dispositivos

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Cláudio Leones Bazzi

Leia mais

Ameaças e Contramedidas de Host

Ameaças e Contramedidas de Host Prof. Hederson Velasco Ramos Prof. Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Fonte: http://www.antispam.br/ Monitoramento (PortScan) Exemplos de monitoramento são varreduras de porta, varredura

Leia mais

DNS DOMAIN NAME SYSTEM

DNS DOMAIN NAME SYSTEM FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ 2007 Índice 1 DNS DOMAIN NAME SYSTEM 3 2 PROXY SERVER 6 3 DHCP DYNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL 7 4 FIREWALL 8 4.1 INTRODUÇÃO 8 4.2 O QUE É FIREWALL 9 4.3 RAZÕES PARA UTILIZAR

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação Tecnologias associadas a Firewall

Segurança em Sistemas de Informação Tecnologias associadas a Firewall Algumas definições Firewall Um componente ou conjunto de componentes que restringe acessos entre redes; Host Um computador ou um dispositivo conectado à rede; Bastion Host Um dispositivo que deve ser extremamente

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais

Administração de Sistemas Operacionais Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Análise e Desenvolvimento de Sistemas INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE Administração de Sistemas Operacionais Serviço Proxy - SQUID Prof. Bruno Pereira

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores Gerência de Redes de Computadores As redes estão ficando cada vez mais importantes para as empresas Não são mais infra-estrutura dispensável: são de missão crítica, ou

Leia mais

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Introdução Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Os Benefícios do Trabalho Remoto O mundo assiste hoje à integração e à implementação de novos meios que permitem uma maior rapidez e eficácia

Leia mais

Firewalls. O que é um firewall?

Firewalls. O que é um firewall? Tópico 13 Firewall Ferramentas de defesa - Firewall. Princípios de projeto de firewall. Sistemas confiáveis. Critérios comuns para avaliação de segurança da tecnologia da informação. 2 Firewalls O que

Leia mais

Divisão de Infra-Estrutura

Divisão de Infra-Estrutura Divisão de Infra-Estrutura Análise de Firewalls Rodrigo Rubira Branco rodrigo@firewalls.com.br O que é a Firewalls? - Empresa Especializada em Segurança. - Profissionais Certificados. - Atenta a Padrões

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

9 - BIBLIOGRAFIA. http://www.infowester.com/firewall. http://www.gta.ufrj.br. http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall. http://www.criarweb.

9 - BIBLIOGRAFIA. http://www.infowester.com/firewall. http://www.gta.ufrj.br. http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall. http://www.criarweb. 9 - BIBLIOGRAFIA http://www.infowester.com/firewall http://www.gta.ufrj.br http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall http://www.criarweb.com http://www.planetarium.com.br http://www.redes.unb.br/security/firewall

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Tipos de Sistemas Operacionais Com o avanço dos computadores foram surgindo alguns tipos de sistemas operacionais que contribuíram para o desenvolvimento do software. Os tipos de

Leia mais

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Firewall Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução! O firewall é uma combinação de hardware e software que isola a rede local de uma organização da internet; Com ele é possível

Leia mais

Projeto e Implantação de Servidores

Projeto e Implantação de Servidores SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO SISTEMA DE SELEÇÃO USINICADA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA Projeto

Leia mais

MECANISMOS DE SEGURANÇA EM REDES

MECANISMOS DE SEGURANÇA EM REDES MECANISMOS DE SEGURANÇA EM REDES UCSAL - Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Professor Marco Câmara AGENDA Conceitos Política Básicos de Segurança Recursos, Controles Pontos de Aplicação e TI:

Leia mais

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa Segurança Física e Segurança Lógica Aécio Costa Segurança física Ambiente Segurança lógica Programas A segurança começa pelo ambiente físico Não adianta investir dinheiro em esquemas sofisticados e complexos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o FIREWALL É utilizado para impedir que informações indesejadas entrem em uma rede ou em um computador doméstico. Em uma grande rede não é um método substituto à segurança de um servidor, mas complementar,

Leia mais

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral Plano de Ensino Introdução à Segurança da Informação Princípios de Criptografia Segurança de Redes Segurança de Sistemas Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador)

Leia mais

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE Andressa T.R. Fenilli 1, Késsia R.C.Marchi 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil andressa.trf@gmail.com, kessia@unipar.br Resumo. Computação em

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Sobre os autores Marjorie Roberta dos Santos Rosa Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná

Leia mais

: LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA : OTIMIZANDO RECURSOS

: LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA : OTIMIZANDO RECURSOS Título: LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA : OTIMIZANDO RECURSOS Área Temática: Educação e Comunicação / Tec. Educacionais Autores: FREDERICO HENRIQUE GOLDSCHMIDT NETO e EDEMILSON JORGE BRANDÃO Instituição: Universidade

Leia mais

PORTARIA N Nº 182 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2012.

PORTARIA N Nº 182 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2012. PORTARIA N Nº 182 Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2012. ACRESCENTA A ARQUITETURA DE PADRÕES TECNOLÓGICOS DE INTEROPERABILIDADE - e-pingrio, NO SEGMENTO SEGURANÇA DE TECNOLOGIA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Leia mais

ESET Soluções de Segurança para a sua empresa

ESET Soluções de Segurança para a sua empresa ESET Soluções de Segurança para a sua empresa Apresentando a ESET Fundada em 1992 Líder na indústria de detecção proativa Escritórios centrais na Eslováquia e Estados Unidos Escritórios na América Latina

Leia mais

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet.

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet. Nettion Security & Net View Mais que um software, gestão em Internet. Net View & Nettion Security Mais que um software, gestão em Internet. A Net View e a Nettion Security Software se uniram para suprir

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS ESET Business Solutions 1/7 Vamos supor que você tenha iniciado uma empresa ou que já tenha uma empresa bem estabelecida, há certas coisas que deveria esperar

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Firewalls. Prática de Laboratório. Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA

Firewalls. Prática de Laboratório. Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA Firewalls Prática de Laboratório Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA Sumário Firewall do Windows... 2 O que é um firewall?... 2 Ativar ou desativar o Firewall

Leia mais

FIREWALL. Redes 1-2013.1. Erika Hoyer Pedro Henrique B. Meirelles Renan Protector

FIREWALL. Redes 1-2013.1. Erika Hoyer Pedro Henrique B. Meirelles Renan Protector FIREWALL Redes 1-2013.1 Erika Hoyer Pedro Henrique B. Meirelles Renan Protector REALIDADE DA INTERNET REALIDADE DA INTERNET REALIDADE DA INTERNET REALIDADE DA INTERNET FIREWALL: ITEM DE SEGURANÇA ESSENCIAL

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas FICHA DE TRABALHO FIREWALL E NAT José Vitor Nogueira Santos FT 22-0841 Mealhada, 2009 1. Descrever o funcionamento

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. A FACILIDADE DE DERRUBAR UM SITE UTILIZANDO A NEGAÇÃO DE SERVIÇO (DoS Denial of Service)

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. A FACILIDADE DE DERRUBAR UM SITE UTILIZANDO A NEGAÇÃO DE SERVIÇO (DoS Denial of Service) POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO A FACILIDADE DE DERRUBAR UM SITE UTILIZANDO A NEGAÇÃO DE SERVIÇO (DoS Denial of Service) Segurança em Redes de Computadores FACULDADE LOURENÇO FILHO Setembro/2014 Prof.:

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

Objetivos deste capítulo

Objetivos deste capítulo 1 Objetivos deste capítulo Identificar a finalidade de uma política de segurança. Identificar os componentes de uma política de segurança de rede. Identificar como implementar uma política de segurança

Leia mais

Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI

Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI 1. (CESGRANRIO/Analista BNDES 2008) NÃO é uma boa prática de uma política de segurança: (a). difundir o cuidado com a segurança. (b). definir

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet

Cartilha de Segurança para Internet Comitê Gestor da Internet no Brasil Cartilha de Segurança para Internet Parte VII: Incidentes de Segurança e Uso Abusivo da Rede Versão 3.1 2006 CERT.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 8 Segurança nas Camadas de Rede, Transporte e Aplicação Firewall (Filtro de Pacotes) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação

Leia mais

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 2: Segurança Física e Segurança Lógica Segurança

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Professor: Cleber Schroeder Fonseca cleberfonseca@charqueadas.ifsul.edu.br 8 1 SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 2 Segurança em redes de computadores Consiste na provisão de políticas

Leia mais

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Conectando-se à Internet com Segurança Soluções mais simples. Sistemas de Segurança de Perímetro Zona Desmilitarizada (DMZ) Roteador de

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação; Características; Histórico; Tipos de detecção de intrusão; Detecção de intrusão baseada na rede; Detecção

Leia mais